A Sociologia de ÉMILE DÜRKHEIM ( )

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A Sociologia de ÉMILE DÜRKHEIM (1858 1917)"

Transcrição

1 A Sociologia de ÉMILE DÜRKHEIM ( ) Instituto de Filosofia, Sociologia e Política Disciplina: Fundamentos de Sociologia Prof. Francisco E. B. Vargas Pelotas, abril de 2015

2 I CONCEPÇÃO DE CIÊNCIA E SOCIEDADE: OBJETO E MÉTODO DE INVESTIGAÇÃO NA SOCIOLOGIA

3 1. O OBJETO DA SOCIOLOGIA: OS FATOS SOCIAIS: maneiras de agir, pensar e sentir... As características dos fatos sociais: EXTERIORIDADE (Oposição entre práticas e representações individuais e práticas e representações coletivas) COERCITIVIDADE (Imposição das normas e regras coletivas sobre os indivíduos) GENERALIDADE (Extensão das condutas na sociedade ou grupos sociais)

4 2. O MODELO FUNCIONALISTA DE EXPLICAÇÃO SOCIOLÓGICA HOLISMO METODOLÓGICO: A SOCIEDADE é comparada, em analogia, com organismos biológicos, isto é, como uma totalidade orgânica: um conjunto de funções integradas e em equilíbrio O conceito de FUNÇÃO como princípio teórico e metodológico => O risco de REIFICAÇÃO da vida social, de uma concepção substancialista de SOCIEDADE. O funcionalismo utiliza-se com freqüência da distinção entre NORMAL E PATOLÓGICO como recurso conceitual para investigar os problemas sociais (a questão do DESVIO). Trata-se de um paradigma sociológico que supõe o CONSENSO MORAL como um princípio fundamental da ORDEM SOCIAL (PARADIGMA DO CONSENSO).

5 3. OS FATOS SOCIAIS COMO FATOS MORAIS: FORMAS DE SOLIDARIEDADE SOCIAL E COESÃO SOCIAL O conceito de SOLIDARIEDADE SOCIAL como base para discutir as formas de COESÃO SOCIAL (o problema da ORDEM SOCIAL). Refere-se à inclinação para o viver em sociedade, aos laços que unem os indivíduos e grupos sociais, criando um ambiente MORAL (normas de conduta obrigatórias). O PROCESSO DE SOCIALIZAÇÃO COMO INTERIORIZAÇÃO DESSAS NORMAS E REGRAS DA VIDA SOCIAL. A EDUCAÇÃO COMO INSTITUIÇÃO FUNDAMENTAL DA VIDA EM SOCIEDADE. AS DIVERSAS FORMAS DE SOCIEDADE E SEUS DIFERENTES MECANISMOS DE PRODUÇÃO DA ORDEM E DA COESÃO SOCIAIS: - O papel da CONSCIÊNCIA COLETIVA como forma de coesão social nas sociedades e comunidades tradicionais => a solidariedade mecânica. - O problema da ORDEM nas modernas sociedades industriais: O papel da divisão do trabalho (diferenciação funcional das estruturas sociais) e a solidariedade orgânica. A diferenciação das funções econômicas e as crises sociais.

6 4. AS REGRAS DO MÉTODO SOCIOLÓGICO É preciso tratar os fatos sociais como coisas (atitude metodológica) \ Afastar pré-noções (noções construídas fora do âmbito da ciência) => A ciência supõe a construção de uma linguagem objetiva, através de conceitos metodicamente definidos. O senso comum, os conhecimentos práticas da vida cotidiano constituem obstáculos epistemológicos que precism ser ultrapassados.

7 II MODERNIDADE E INDIVIDUALISMO EM DÜRKHEIM: AS MODERNAS SOCIEDADES INDUSTRIAIS E A DIVISÃO DO TRABALHO SOCIAL

8 1. A FUNÇÃO DA DIVISÃO DO TRABALHO: ELEVAR A PRODUTIVIDADE DAS FUNÇÕES OU PRODUZIR SOLIDARIEDADE SOCIAL? AS NOVAS FORMAS DE INTEGRAÇÃO SOCIAL NAS SOCIEDADES MODERNAS: A Divisão do trabalho e a diferenciação das atividades sociais constitui-se, segundo Durkheim, no princípio fundamental de integração das modernas sociedades industriais. Esta divisão do trabalho não possui apenas uma função econômica, de elevar a produtividade do trabalho, mas uma função moral, gerar solidariedade (Hipótese teórica inicial).

9 2. O MÉTODO DE PESQUISA: A SOLIDARIEDADE SOCIAL COMO OBJETO DE INVESTIGAÇÃO SOLIDARIEDADE E AS FORMAS DE DIREITO (PENAL E RESTITUTIVO). OS TIPOS DE EXPLICAÇÃO SOCIOLÓGICA: A EXPLICAÇÃO FUNCIONAL E A EXPLICAÇÃO CAUSAL.

10 3. AS FORMAS DE SOLIDARIEDADE SOCIAL : MECÂNICA E ORGÂNICA (I) A SOLIDARIEDADE MECÂNICA prevalece nas sociedades tradicionais, baseadas numa consciência coletiva, num conjunto de crenças e sentimentos comuns à média dos membros de uma dada sociedade. Nestas sociedades, não há espaço para o individualismo, os laços baseiam-se nas semelhanças entre os indivíduos e grupos.

11 3. AS FORMAS DE SOLIDARIEDADE SOCIAL: MECÂNICA E ORGÂNICA (II) A SOLIDARIEDADE ORGÂNICA prevalece nas sociedades modernas, industriais, baseadas no progresso econômico, na pluralidade e complexidade das estruturas sociais. Neste caso, a solidariedade se baseia na interdependência, na complementaridade de funções, na crença do interesse comum, apesar da diversidade de interesses individuais. Os laços baseiam-se na dissemelhança entre indivíduos e grupos.

12 4. A EVOLUÇÃO DAS FORMAS DE SOLIDARIEDADE SOCIAL A PREPONDERÂNCIA PROGRESSIVA DA SOLIDARIEDADE ORGÂNICA: INDIVIDUALISMO E COESÃO SOCIAL NA MODERNIDADE (O DILEMA DAS SOCIEDADES MODERNAS) O PAPEL DA MORAL PROFISSIONAL E DAS CORPORAÇÕES PROFISSIONAIS

13 5. AS FORMAS ANORMAIS DE DIVISÃO DO TRABALHO: As crises nas modernas sociedades industriais e o problema da ANOMIA =>O conceito de ANOMIA refere-se à ausência de regras na adequada regulamentação da vida social. A DIVISÃO ANÔMICA DO TRABALHO é aquela observada nas modernas sociedades industriais, onde as funções econômicas desenvolveram-se intensamente e encontram-se sem regras adequadas para determinar seu funcionamento adequado.

Sociologia Organizacional

Sociologia Organizacional Sociologia Organizacional Aula 2 Organização da Aula Aula 2 - a institucionalização da sociologia: o estudo de August Comte e Emile Durkheim Prof. Me. Anna Klamas A perspectiva sociológica da análise social

Leia mais

Émile Durkheim 1858-1917

Émile Durkheim 1858-1917 Émile Durkheim 1858-1917 Epistemologia Antes de criar propriamente o seu método sociológico, Durkheim tinha que defrontar-se com duas questões: 1. Como ele concebia a relação entre indivíduo e sociedade

Leia mais

Émile Durkheim e o pensamento positivista (1858-1917)

Émile Durkheim e o pensamento positivista (1858-1917) Émile Durkheim e o pensamento positivista (1858-1917) O que é fato social: Durkheim definiu o objeto de estudo, o método e as aplicações da Sociologia como ciência. Objeto de estudo da Sociologia definido

Leia mais

Sociologia. Professor: Matheus Bortoleto Rodrigues E-mail: bortoletomatheus@yahoo.com.br Escola: Dr. José Ferreira

Sociologia. Professor: Matheus Bortoleto Rodrigues E-mail: bortoletomatheus@yahoo.com.br Escola: Dr. José Ferreira Sociologia Professor: Matheus Bortoleto Rodrigues E-mail: bortoletomatheus@yahoo.com.br Escola: Dr. José Ferreira [...] tudo o que é real tem uma natureza definida que se impõe, com a qual é preciso contar,

Leia mais

AS REGRAS DO MÉTODO SOCIOLÓGICO ÉMILE DURKHEIM

AS REGRAS DO MÉTODO SOCIOLÓGICO ÉMILE DURKHEIM AS REGRAS DO MÉTODO SOCIOLÓGICO DE ÉMILE DURKHEIM Prof. Railton Souza OBJETO Na obra As Regras do Método Sociológico, publicada em 1895 Émile Durkheim estabelece um objeto de investigação para a sociologia

Leia mais

Objetivos da aula: Emile Durkheim. Ciências Sociais. Emile Durlheim e o estatuto da cientificidade da sociologia. Profa. Cristiane Gandolfi

Objetivos da aula: Emile Durkheim. Ciências Sociais. Emile Durlheim e o estatuto da cientificidade da sociologia. Profa. Cristiane Gandolfi Ciências Sociais Profa. Cristiane Gandolfi Emile Durlheim e o estatuto da cientificidade da sociologia Objetivos da aula: Compreender o pensamento de Emile Durkheim e sua interface com o reconhecimento

Leia mais

Apresentando Émile Durkheim (pág 25)

Apresentando Émile Durkheim (pág 25) Apresentando Émile Durkheim (pág 25) Émile Durkheim nasceu em Épinal, França, em 1858, e morreu em Paris em novembro de 1917. Foi influenciado pelo positivismo de Auguste Comte, considerado o pai da Sociologia

Leia mais

EMILE DURKHEIM E O FATO SOCIAL

EMILE DURKHEIM E O FATO SOCIAL EMILE DURKHEIM E O FATO SOCIAL EMILE DURKHEIM (1858-1917) -Livro: as regras do Método Sociológicos (1895) -Relações entre indivíduo e sociedade -Contribuição: a sociologia é uma disciplina que pode ser

Leia mais

Émile Durkheim. Teoria Funcionalista. Fatos Sociais. Normalidade. Anomia. Solidariedade de mecânica & Solidariedade de orgânica

Émile Durkheim. Teoria Funcionalista. Fatos Sociais. Normalidade. Anomia. Solidariedade de mecânica & Solidariedade de orgânica Émile Durkheim Teoria Funcionalista Fatos Sociais Anomia Normalidade Solidariedade de mecânica & Solidariedade de orgânica Consciência coletiva & Consciência individual Por que clássicos? O tempo não tira

Leia mais

SOCIEDADE, EDUCAÇÃO E VIDA MORAL. Monise F. Gomes; Pâmela de Almeida; Patrícia de Abreu.

SOCIEDADE, EDUCAÇÃO E VIDA MORAL. Monise F. Gomes; Pâmela de Almeida; Patrícia de Abreu. SOCIEDADE, EDUCAÇÃO E VIDA MORAL Monise F. Gomes; Pâmela de Almeida; Patrícia de Abreu. O homem faz a sociedade ou a sociedade faz o homem? A culpa é da sociedade que o transformou Quem sabe faz a hora,

Leia mais

HISTÓRICO DA SOCIOLOGIA

HISTÓRICO DA SOCIOLOGIA HISTÓRICO DA SOCIOLOGIA Curso: Ensino Médio Integrado Prof. MSc. Manoel dos Passos da Silva Costa 1 POSITIVISMO Primeira corrente de pensamento sociológico; Sistematiza cientificamente alguns princípios

Leia mais

SOCIOLOGIA GERAL E DA EDUCAÇÃO

SOCIOLOGIA GERAL E DA EDUCAÇÃO SOCIOLOGIA GERAL E DA EDUCAÇÃO Universidade de Franca Graduação em Pedagogia-EAD Profa.Ms.Lucimary Bernabé Pedrosa de Andrade 1 Objetivos da disciplina Fornecer elementos teórico-conceituais da Sociologia,

Leia mais

Lista de exercícios Sociologia- 1 ano- 1 trimestre

Lista de exercícios Sociologia- 1 ano- 1 trimestre Lista de exercícios Sociologia- 1 ano- 1 trimestre 01-O homo sapiens moderno espécie que pertencemos se constitui por meio do grupo, ou seja, sociedade. Qual das características abaixo é essencial para

Leia mais

Sumário. Agradecimentos... 7 Introdução... 15 SOCIOLOGIA. 2.3.4.1. Primeiro momento da alienação... 43 2.3.4.2. Segundo momento da alienação...

Sumário. Agradecimentos... 7 Introdução... 15 SOCIOLOGIA. 2.3.4.1. Primeiro momento da alienação... 43 2.3.4.2. Segundo momento da alienação... Cód. barras: STJ00095025 (2013) Sumário Agradecimentos... 7 Introdução....................... 15 Parte I SOCIOLOGIA 1. Origens da Sociologia... 27 1.1. As origens históricas e conceituais da Sociologia...

Leia mais

INDIVÍDUO E SOCIEDADE NO PENSAMENTO DE DURKHEIM 1

INDIVÍDUO E SOCIEDADE NO PENSAMENTO DE DURKHEIM 1 1 INDIVÍDUO E SOCIEDADE NO PENSAMENTO DE DURKHEIM 1 Rogério José de Almeida 2 No presente trabalho, tem-se por objetivo fazer uma breve análise da relação entre indivíduo e sociedade na obra durkheimiana.

Leia mais

(1724-1804) Immanuel. Kant

(1724-1804) Immanuel. Kant Prof. José Leopoldo Ferreira Antunes Immanuel Kant (1724-1804) Movimento intelectual da segunda metade do século XVIII ("século das luzes") que enfatizava a ciência e a razão como formas efetivas para

Leia mais

SOCIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 02 INSTITUIÇÕES SOCIAIS

SOCIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 02 INSTITUIÇÕES SOCIAIS SOCIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 02 INSTITUIÇÕES SOCIAIS TRADUÇÃO: Lembrem-se meus queridos. Amemos, muito nossos pais... A eles devemos a vida Quanto é? Como pode cair no enem? Analisando a charge, explique

Leia mais

DIREITO = símbolo da consciência coletiva = função de solidariedade. Émile Durkheim. DIREITO = instrumento de poder = superestrutura Função ideológica

DIREITO = símbolo da consciência coletiva = função de solidariedade. Émile Durkheim. DIREITO = instrumento de poder = superestrutura Função ideológica DIREITO = símbolo da consciência coletiva = função de solidariedade Émile Durkheim Fato social Consciência coletiva Solidariedade Simbólico direito Anomia norma/crime Karl Marx Potencial humano consciência

Leia mais

FATO SOCIAL RESUMO. homem, a maneira como ele age dentro de uma sociedade e como os deveres são aplicadas

FATO SOCIAL RESUMO. homem, a maneira como ele age dentro de uma sociedade e como os deveres são aplicadas 1 FATO SOCIAL Mara Larissa Vieira Braga 1 RESUMO Os objetivos do presente tipo são: distinguir como serão os deveres sociais pelo homem, a maneira como ele age dentro de uma sociedade e como os deveres

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br BuscaLegis.ccj.ufsc.Br Notas sobre as lições sociológicas de David Émile Durkheim Alexandre Sturion de Paula Intróito. O operador do Direito está intrinsecamente ligado a sociedade. Desta forma, salutar

Leia mais

Emile Durkheim (1858-1917)

Emile Durkheim (1858-1917) Emile Durkheim (1858-1917) Quais as contribuições de Durkheim para a Sociologia? 1. Da divisão do trabalho social (1893) 2. Regras do método sociológico (1895) 3. Suicídio: estudo sociologico (1897) 4.

Leia mais

A Sociologia Compreensiva de Max Weber (1864-1920)

A Sociologia Compreensiva de Max Weber (1864-1920) A Sociologia Compreensiva de Max Weber (1864-1920) Curso de Ciências Sociais IFISP/UFPel Disciplina: Fundamentos de Sociologia Professor: Francisco E. B. Vargas Pelotas, abril de 2015. I. Contexto histórico

Leia mais

Análise Sociológica do Filme -Notícias de Uma Guerra Particular [1999], (de Katia Lund e João Moreira Salles)

Análise Sociológica do Filme -Notícias de Uma Guerra Particular [1999], (de Katia Lund e João Moreira Salles) FACULDADE CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE Curso de Bacharel em Direito Turma A Unidade: Tatuapé Ana Maria Geraldo Paz Santana Johnson Pontes de Moura Análise Sociológica do Filme -Notícias de Uma Guerra Particular

Leia mais

Conteúdo: Habilidades: A religião na visão dos autores clássicos da Sociologia

Conteúdo: Habilidades: A religião na visão dos autores clássicos da Sociologia Conteúdo: A religião na visão dos autores clássicos da Sociologia Habilidades: Reconhecer a religião como uma instituição social e objeto de estudo das Ciências Sociais; Conhecimento Teológico A religião

Leia mais

O Indivíduo em Sociedade

O Indivíduo em Sociedade O Indivíduo em Sociedade A Sociologia não trata o indivíduo como um dado da natureza isolado, livre e absoluto, mas como produto social. A individualidade é construída historicamente. Os indivíduos são

Leia mais

SOCIOLOGIA. Da Era Medieval ao Iluminismo

SOCIOLOGIA. Da Era Medieval ao Iluminismo O nascimento da Sociologia Módulo I SOCIOLOGIA Da Era Medieval ao Iluminismo Profª Flores e-mail: marifflores@yahoo.com.br Qual a importância da sociologia? Uma das preocupações da Sociologia é formar

Leia mais

Introdução à sociologia de Durkheim.

Introdução à sociologia de Durkheim. 1 Introdução à sociologia de Durkheim. 1. O Indivíduo e a Sociedade O indivíduo e a sociedade, para Durkheim, compõem uma inter-relação conjugada, onde uma parte pertence ao outro em harmonia constante.

Leia mais

DICAS MENSAIS SOCIOLOGIA

DICAS MENSAIS SOCIOLOGIA SOCIOLOGIA 1ª SÉRIE SOCIOLOGIA A sociologia de Durkheim 1 - O que é fato social? Durkheim é apontado como um dos primeiros grandes teóricos. Preocupação central: definir com precisão o objeto, o método

Leia mais

Ambientes Não Formais de Aprendizagem

Ambientes Não Formais de Aprendizagem Ambientes Não Formais de Aprendizagem Os Ambientes formais de aprendizagem desenvolvem-se em espaços próprios (escolas) com conteúdos e avaliação previamente determinados; Os Ambientes não formais de aprendizagem

Leia mais

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS SOCIOLOGIA DO DIREITO

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS SOCIOLOGIA DO DIREITO PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS SOCIOLOGIA DO DIREITO P á g i n a 1 Questão 1. Émile Durkheim demonstrou por meio de seus estudos a relação entre as manifestações de solidariedade existentes na sociedade

Leia mais

O POSITIVISMO DE ÉMILE DURKHEIM, ENFATIZANDO AS SOLIDARIEDADES MECÂNICA E ORGÂNICA

O POSITIVISMO DE ÉMILE DURKHEIM, ENFATIZANDO AS SOLIDARIEDADES MECÂNICA E ORGÂNICA 1 DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E FILOSOFIA- DCHF LICENCIATURA EM LETRAS COM A LÍNGUA INGLESA SOCIOLOGIA PROFESSOR: ANTÔNIO LIMA DA ANUNCIAÇÃO JOÃO BOSCO DA SILVA (prof.bosco.uefs@gmail.com) O POSITIVISMO

Leia mais

Unidade I Direito, cidadania e movimentos sociais Unidade II Consumo e meio ambiente

Unidade I Direito, cidadania e movimentos sociais Unidade II Consumo e meio ambiente Unidade I Direito, cidadania e movimentos sociais Unidade II Consumo e meio ambiente Aula Expositiva pelo IP.TV Dinâmica Local Interativa Interatividade via IP.TV e Chat público e privado Email e rede

Leia mais

Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação

Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Conhecimento e Ciência: tipos de conhecimentos Professora: Sueli Andrade Disciplina: Metodologia do Trabalho Científico Ciência e Conhecimento

Leia mais

Principais Sociólogos

Principais Sociólogos Principais Sociólogos 1. (Uncisal 2012) O modo de vestir determina a identidade de grupos sociais, simboliza o poder e comunica o status dos indivíduos. Seu caráter institucional assume grande importância

Leia mais

Curso: Letras Português ( 1 ª Licenciatura) II Bloco

Curso: Letras Português ( 1 ª Licenciatura) II Bloco Curso: Letras Português ( 1 ª Licenciatura) I Bloco Filosofia da Educação 60 horas Metodologia Científica 60 horas Iniciação à Leitura e Produção de Textos Acadêmicos 60 horas Introdução à filosofia e

Leia mais

Introdução a Sociologia. 1º ano do EM Professor: Fabiano Rodrigues

Introdução a Sociologia. 1º ano do EM Professor: Fabiano Rodrigues Introdução a Sociologia 1º ano do EM Professor: Fabiano Rodrigues O que é a Sociedade? O que é a Sociologia? O que podemos aprender com a Sociologia? O que estudamos em Sociologia? Estudamos a nós mesmos.

Leia mais

MARX, DURKHEIM, WEBER - REVISÃO -

MARX, DURKHEIM, WEBER - REVISÃO - Sociologia 3ª série Ensino Médio MARX, DURKHEIM, WEBER - REVISÃO - Danilo Arnaldo Briskievicz Os Clássicos da Sociologia No século XIX, três pensadores desenvolveram teorias buscando explicar a sociedade

Leia mais

Centro de Estudos Avançados em Pós Graduação e Pesquisa

Centro de Estudos Avançados em Pós Graduação e Pesquisa EDUCAÇÃO INFANTIL JUSTIFICATIVA O momento social, econômico, político e histórico em que vivemos está exigindo um novo perfil de profissional, de cidadão: informado, bem qualificado, crítico, ágil, criativo,

Leia mais

Gustavo Noronha Silva. Clássicos da Sociologia: Marx, Durkheim e Weber

Gustavo Noronha Silva. Clássicos da Sociologia: Marx, Durkheim e Weber Gustavo Noronha Silva Clássicos da Sociologia: Marx, Durkheim e Weber Universidade Estadual de Montes Claros / UNIMONTES abril / 2003 Gustavo Noronha Silva Clássicos da Sociologia: Marx, Durkheim e Weber

Leia mais

ATUALIDADES. Prof. Fortunato Lopes. www.refferencialcursos.com.br

ATUALIDADES. Prof. Fortunato Lopes. www.refferencialcursos.com.br ATUALIDADES Prof. Fortunato Lopes www.refferencialcursos.com.br Música...4:11 http://letras.mus.br/clean-bandit/rather-be-ft-jess-glyne/#radio Japonesa canta??? O vídeo foi feito pelo grupo Clean Bandit.

Leia mais

A Sociologia de Émile Durkheim. O que é fato social

A Sociologia de Émile Durkheim. O que é fato social A Sociologia de Émile Durkheim Émile Durkheim nasceu em Epinal, na Alsácia em 1858. Era descendente de uma família de rabinos. Iniciou seus estudos filosóficos na Escola Normal Superior de Paris, indo

Leia mais

Categorias Sociológicas

Categorias Sociológicas Categorias Sociológicas Fato Social DURKHEIM, E.; AS REGRAS DO MÉTODO SOCIOLÓGICO.São Paulo, Abril, Os Pensadores, 1973 p. 389-90. O que é fato social O objeto de estudo da Sociologia é o fato social.

Leia mais

A procura social da educação Aumento da população escolarizada : massificação escolar. Aumento da esperança de vida escolar; Valorização dos diplomas; Necessidade de especialização. A educação é considerada

Leia mais

2 Trabalho e sociedade

2 Trabalho e sociedade Unidade 2 Trabalho e sociedade Os seres humanos trabalham para satisfazer suas necessidades, desde as mais simples, como as de alimento, vestimenta e abrigo, até as mais complexas, como as de lazer, crença

Leia mais

A DIVISÃO DO TRABALHO: UMA ANÁLISE COMPARATIVA DAS TEORIAS DE KARL MARX E EMILE DÜRKHEIM

A DIVISÃO DO TRABALHO: UMA ANÁLISE COMPARATIVA DAS TEORIAS DE KARL MARX E EMILE DÜRKHEIM A DIVISÃO DO TRABALHO: UMA ANÁLISE COMPARATIVA DAS TEORIAS DE KARL MARX E EMILE DÜRKHEIM Profa. Érika de Cássia Oliveira Caetano 1 - ÉMILE DÜRKHEIM: A DIVISÃO SOCIAL DO TRABALHO Assim como Auguste Comte,

Leia mais

O INTELECTUAL/PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA E SUA FUNÇÃO SOCIAL 1

O INTELECTUAL/PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA E SUA FUNÇÃO SOCIAL 1 O INTELECTUAL/PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA E SUA FUNÇÃO SOCIAL 1 Efrain Maciel e Silva 2 Resumo: Estudando um dos referenciais do Grupo de Estudo e Pesquisa em História da Educação Física e do Esporte,

Leia mais

Curso: Pedagogia ( 1 ª Licenciatura) I Bloco. Fundamentos Epistemológicos de Pedagogia 60 horas

Curso: Pedagogia ( 1 ª Licenciatura) I Bloco. Fundamentos Epistemológicos de Pedagogia 60 horas Curso: Pedagogia ( 1 ª Licenciatura) I Bloco Fundamentos Epistemológicos de Pedagogia 60 horas Metodologia Científica 60 horas História da Educação 60 horas Sociologia da Educação I 60 horas Filosofia

Leia mais

SOLIDARIEDADE SOCIAL QUESTÃO.

SOLIDARIEDADE SOCIAL QUESTÃO. 1. ÉMILE DURKHEIM. Bases empíricas da sociologia: o estudo da vida moral. Objeto e método da sociologia: 1. A sociedade como realidade sui generis Representações coletivas da consciência. 2. Fato Social

Leia mais

XI Encontro de Iniciação à Docência

XI Encontro de Iniciação à Docência 4CCAEDHMT01-P A IMPORTÂNCIA EPISTEMOLÓGICA DA METODOLOGIA DE PESQUISA NAS CIÊNCIAS SOCIAIS Ozilma Freire dos Santos (1) Deyve Redyson (3). Centro de Ciências Aplicadas e Educação/Departamento de Hotelaria/MONITORIA

Leia mais

SOCIOLOGIA. Max Weber.

SOCIOLOGIA. Max Weber. SOCIOLOGIA. Max Weber. 1 - Assinale a opção que contenha as categorias básicas da sociologia de Max Weber: a) função social, tipo ideal, mais-valia b) expropriação, compreensão, fato patológico c) ação

Leia mais

Sociologia - Resumo Romero - 2014

Sociologia - Resumo Romero - 2014 Sociologia - Resumo Romero - 2014 [imaginação Sociológica] Ao utilizar este termo Giddens refere-se a uma certa sensibilidade que deve cercar a análise sociológica. As sociedades industriais modernas só

Leia mais

Idealismo - corrente sociológica de Max Weber, se distingui do Positivismo em razão de alguns aspectos:

Idealismo - corrente sociológica de Max Weber, se distingui do Positivismo em razão de alguns aspectos: A CONTRIBUIÇÃO DE MAX WEBER (1864 1920) Max Weber foi o grande sistematizador da sociologia na Alemanha por volta do século XIX, um pouco mais tarde do que a França, que foi impulsionada pelo positivismo.

Leia mais

Weber e o estudo da sociedade

Weber e o estudo da sociedade Max Weber o homem Maximilian Karl Emil Weber; Nasceu em Erfurt, 1864; Iniciou seus estudos na cidade de Heidelberg Alemanha; Intelectual alemão, jurista, economista e sociólogo; Casado com Marianne Weber,

Leia mais

DIFICULDADES PARA FORMAÇÃO E ATUAÇÃO DA COMISSÃO DE ÉTICA DE ENFERMAGEM NAS ORGANIZAÇÕES HOSPITALARES

DIFICULDADES PARA FORMAÇÃO E ATUAÇÃO DA COMISSÃO DE ÉTICA DE ENFERMAGEM NAS ORGANIZAÇÕES HOSPITALARES DIFICULDADES PARA FORMAÇÃO E ATUAÇÃO DA COMISSÃO DE ÉTICA DE ENFERMAGEM NAS ORGANIZAÇÕES HOSPITALARES Julianny de Vasconcelos Coutinho Universidade Federal da Paraíba; email: juliannyvc@hotmail.com Zirleide

Leia mais

Colégio Ser! Sorocaba Sociologia Ensino Médio Profª. Marilia Coltri

Colégio Ser! Sorocaba Sociologia Ensino Médio Profª. Marilia Coltri Marx, Durkheim e Weber Colégio Ser! Sorocaba Sociologia Ensino Médio Profª. Marilia Coltri Problemas sociais no século XIX Problemas sociais injustiças do capitalismo; O capitalismo nasceu da decadência

Leia mais

Rompimentos Alienação e estruturas sociais Leituras do capitalismo e o direito

Rompimentos Alienação e estruturas sociais Leituras do capitalismo e o direito Marx e o Direito 1 Rompimentos Alienação e estruturas sociais Leituras do capitalismo e o direito Bibliografia: DEFLEM, Mathiew. Sociology of Law. Cambridge: CUP, 2008. FERREIRA, Adriano de Assis. Questão

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE SOCIOLOGIA 3ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO PROFESSOR

Leia mais

ÉTICA APLICADA Ética e Moral

ÉTICA APLICADA Ética e Moral ÉTICA APLICADA Ética e Moral ÉTICA é o ramo da filosofia dedicado aos assuntos morais, é ciência que se ocupa do estudo do comportamento humano e investiga o sentido que o homem confere às suas ações.

Leia mais

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Curso 09/05/2011 15:06

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Curso 09/05/2011 15:06 Curso: 9 DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Centro de Ciências da Educação Pedagogia (Noturno) Ano/Semestre: 0/ 09/0/0 :06 s por Curso Magistério: Educação Infantil e Anos Iniciais do Ens. Fundamental CNA.0.00.00-8

Leia mais

Resumo ISSN: 2358-3533 1

Resumo ISSN: 2358-3533 1 Mesa redonda: Perspectivas epistemológicas na pesquisa de política educacional Dia 18/08/2014 Segunda-feira Horário: das 16:40 às 18:40 Título do trabalho: O pós-estruturalismo e a política educacional:

Leia mais

1. Introdução às Ciências Sociais e o Positivismo

1. Introdução às Ciências Sociais e o Positivismo 1. Introdução às Ciências Sociais e o Positivismo A Sociologia nasceu como disciplina científica no século XIX, no contexto de formação e consolidação da sociedade capitalista. Tornou-se evidente que as

Leia mais

Lev Semenovich Vygotsky, nasce em 17 de novembro de 1896, na cidade de Orsha, em Bielarus. Morre em 11 de junho de 1934.

Lev Semenovich Vygotsky, nasce em 17 de novembro de 1896, na cidade de Orsha, em Bielarus. Morre em 11 de junho de 1934. Lev Semenovich Vygotsky, nasce em 17 de novembro de 1896, na cidade de Orsha, em Bielarus. Morre em 11 de junho de 1934. Lev Vygotsky, viveu na mesma época que Piaget (ambos nasceram em 1896 entanto Vygotsky

Leia mais

Sociologia Jurídica. Apresentação 1.1.a Origem e panorama

Sociologia Jurídica. Apresentação 1.1.a Origem e panorama Sociologia Jurídica Apresentação 1.1.a Origem e panorama Origem e panorama Autores clássicos da sociologia Émile Durkheim Karl Marx Max Weber Émile Durkheim Fonte: SABADELL, Ana Lúcia. Manual de Sociologia

Leia mais

a) Igualdade b) Individualismo c) Liberdade d) Coerção e) Solidariedade

a) Igualdade b) Individualismo c) Liberdade d) Coerção e) Solidariedade SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR UNIDADE POLIVALENTE MODELO VASCO DOS REIS SÉRIE/ANO:

Leia mais

HORÁRIOS DE AULAS - 2013/1 CURSO DE DIREITO NOTURNO SEMESTRAL. PRIMEIRO PERÍODO - Turma J

HORÁRIOS DE AULAS - 2013/1 CURSO DE DIREITO NOTURNO SEMESTRAL. PRIMEIRO PERÍODO - Turma J UNERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA HORÁRIOS DE AULAS - 2013/1 CURSO DE DIREITO NOTURNO SEMESTRAL PRIMEIRO PERÍODO - Turma J Sala: 3D104 19:00/19:50 Teoria da Ciência Teoria da 19:50/20:40 Teoria da Ciência

Leia mais

1 A sociedade dos indivíduos

1 A sociedade dos indivíduos Unidade 1 A sociedade dos indivíduos Nós, seres humanos, nascemos e vivemos em sociedade porque necessitamos uns dos outros. Thinkstock/Getty Images Akg-images/Latin Stock Akg-images/Latin Stock Album/akg

Leia mais

Instituto Superior Técinco Gabinete de Estudos e Planeamento

Instituto Superior Técinco Gabinete de Estudos e Planeamento Instituto Superior Técinco Gabinete de Estudos e Planeamento Perspectiva Global do Ensino Superior nos Estados Unidos da América Luis de Oliveira Silva Janeiro de 1995 1. O Ensino Superior Americano Ensino

Leia mais

TEORIA GERAL DE SISTEMAS. Ludwig Von Bertalanffy biólogo alemão Estudos entre 1950 e 1968

TEORIA GERAL DE SISTEMAS. Ludwig Von Bertalanffy biólogo alemão Estudos entre 1950 e 1968 TEORIA GERAL DE SISTEMAS Ludwig Von Bertalanffy biólogo alemão Estudos entre 1950 e 1968 Critica a visão de que o mundo se divide em áreas como física, biologia, química, psicologia, sociologia pregando

Leia mais

ORIENTADOR EDUCACIONAL

ORIENTADOR EDUCACIONAL ORIENTADOR EDUCACIONAL 01. A discussão sobre a Organização do Trabalho na Escola permitiu que fosse determinada uma das atribuições inerentes à Orientação Educacional que é: (A) organizar as turmas homogêneas,

Leia mais

A Arquivologia como campo de pesquisa: desafios e perspectivas. José Maria Jardim Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO

A Arquivologia como campo de pesquisa: desafios e perspectivas. José Maria Jardim Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO A Arquivologia como campo de pesquisa: desafios e perspectivas José Maria Jardim Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO A indissociabilidade entre ensino/produção/difusão do conhecimento

Leia mais

Classificação de deficiência mental - Evolução do conceito na história

Classificação de deficiência mental - Evolução do conceito na história Classificação de deficiência mental - Evolução do conceito na história Classificação de deficiência mental (1976) 1- Variação normal da inteligência (VNI) QI entre 71e 84 Geralmente sem atraso do DNPM

Leia mais

O Novo Regime Jurídico da Promoção da Segurança e Saúde no Trabalho Sua Implicação na Administração Pública

O Novo Regime Jurídico da Promoção da Segurança e Saúde no Trabalho Sua Implicação na Administração Pública O Novo Regime Jurídico da Promoção da Segurança e Saúde no Trabalho Sua Implicação na Administração Pública 4 de Junho de 2015 Auditório da Casa das Histórias da Paula Rego 1 1991: Arranque das Políticas

Leia mais

Unidade II FUNDAMENTOS HISTÓRICOS, TEÓRICOS E METODOLÓGICOS DO SERVIÇO SOCIAL. Prof. José Junior

Unidade II FUNDAMENTOS HISTÓRICOS, TEÓRICOS E METODOLÓGICOS DO SERVIÇO SOCIAL. Prof. José Junior Unidade II FUNDAMENTOS HISTÓRICOS, TEÓRICOS E METODOLÓGICOS DO SERVIÇO SOCIAL Prof. José Junior O surgimento do Serviço Social O serviço social surgiu da divisão social e técnica do trabalho, afirmando-se

Leia mais

ESTRATIFICAÇÃO SOCIAL

ESTRATIFICAÇÃO SOCIAL ESTRATIFICAÇÃO SOCIAL É muito comum ler em notas de jornais, revistas, internet sobre as classes sociais, geralmente são classificadas da seguinte maneira: classe A, B, C, D, E. No mês de julho de 2008,

Leia mais

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2008.1A

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2008.1A 01 BIOLOGIA EDUCACIONAL Fase: 1ª Prática: 15 h/a Carga Horária: 60 h/a Créditos: 4 A biologia educacional e os fundamentos da educação. As bases biológicas do crescimento e desenvolvimento humano. A dimensão

Leia mais

SOCIOLOGIA QUESTÃO 51 As assertivas a seguir resumem formulações teóricas da Sociologia sobre coesão social e anomia Leia-as e assinale a alternativa que indica as formulações corretas na tradição teórica

Leia mais

Corrupção, fraudes, desvios e má conduta são problemas graves que cada vez mais fazem parte da realidade empresarial brasileira.

Corrupção, fraudes, desvios e má conduta são problemas graves que cada vez mais fazem parte da realidade empresarial brasileira. Corrupção, fraudes, desvios e má conduta são problemas graves que cada vez mais fazem parte da realidade empresarial brasileira. Considerar o risco humano é um dos fatores primordiais quando se busca a

Leia mais

determinam o comportamento e as consequências do comportamento no contexto de interação, ou seja, na relação funcional dos comportamentos.

determinam o comportamento e as consequências do comportamento no contexto de interação, ou seja, na relação funcional dos comportamentos. Psicoterapia comportamental infantil Eliane Belloni 1 A psicoterapia comportamental infantil é uma modalidade de atendimento clínico que visa propiciar mudanças no comportamento da criança a partir de

Leia mais

1 A sociedade dos indivíduos

1 A sociedade dos indivíduos 1 A dos indivíduos Unidade Nós, seres humanos, nascemos e vivemos em porque necessitamos uns dos outros. Entre os estudiosos que se preocuparam em analisar a relação dos indivíduos com a, destacam-se Karl

Leia mais

7. Teoria Estruturalista

7. Teoria Estruturalista 7. Teoria Estruturalista Conteúdo 2. Organização Formal e Organização Informal 3. Tipologia das Organizações 1 Bibliografia Recomenda Livro Texto: Administração - Teoria, Processo e Prática Chiavenato,

Leia mais

EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO

EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO SECRETARIA MUNICIPAL DA DEFESA SOCIAL E DA CIDADANIA EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO EducAção Cidadania em Ação RESUMO DIA ANTERIOR 1 Função do Agente de Trânsito Orientar e prestar informações a qualquer cidadão

Leia mais

DATA: 17/12/2015 VALOR: 20,0 pontos NOTA: ASSUNTO: Trabalho de Recuperação Final SÉRIE: 1ª TURMA:

DATA: 17/12/2015 VALOR: 20,0 pontos NOTA: ASSUNTO: Trabalho de Recuperação Final SÉRIE: 1ª TURMA: DISCIPLINA: SOCIOLOGIA PROFESSORA: Ana Carolina Maciel NOME COMPLETO: I N S T R U Ç Õ E S DATA: 17/12/2015 VALOR: 20,0 pontos NOTA: ASSUNTO: Trabalho de Recuperação Final SÉRIE: 1ª TURMA: 1. Este trabalho

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO (PROENG)

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO (PROENG) FORMULÁRIO DE ALTERAÇÃO DE EMENTAS Administração MATRIZ(ES) CURRICULAR(ES): 2010.2 Direito Aplicado à Administração FASE: 2ª CARGA HORÁRIA 60h Introdução ao Estudo da Ciência Jurídica. Fontes do Direito.

Leia mais

3 a 5. 6 a 10. 11 a 14. Faixa Etária Prevista. Etapa de Ensino. Duração. Educação Infantil. anos. Ensino Fundamental: Anos Iniciais. 5 anos.

3 a 5. 6 a 10. 11 a 14. Faixa Etária Prevista. Etapa de Ensino. Duração. Educação Infantil. anos. Ensino Fundamental: Anos Iniciais. 5 anos. Etapa de Ensino Faixa Etária Prevista Duração Educação Infantil 3 a 5 anos Ensino Fundamental: Anos Iniciais 6 a 10 anos 5 anos Ensino Fundamental: Anos Finais 11 a 14 anos 4 anos EDUCAÇÃO INFANTIL EDUCAÇÃO

Leia mais

Cursos Científico-Humanísticos Natureza e Organização

Cursos Científico-Humanísticos Natureza e Organização Cursos Científico-Humanísticos Natureza e Organização O que são? Os cursos cientifico-humanísticos constituem uma oferta educativa vocacionada para o prosseguimento de estudos de nível superior (universitário

Leia mais

Introdução. Gestão do Conhecimento GC

Introdução. Gestão do Conhecimento GC Introdução A tecnologia da informação tem um aspecto muito peculiar quanto aos seus resultados, uma vez que a simples disponibilização dos recursos computacionais (banco de dados, sistemas de ERP, CRM,

Leia mais

O que é Ética? Uma pessoa que não segue a ética da sociedade a qual pertence é chamado de antiético, assim como o ato praticado.

O que é Ética? Uma pessoa que não segue a ética da sociedade a qual pertence é chamado de antiético, assim como o ato praticado. 1 O que é Ética? Definição de Ética O termo ética, deriva do grego ethos (caráter, modo de ser de uma pessoa). Ética é um conjunto de valores morais e princípios que norteiam a conduta humana na sociedade.

Leia mais

Serviço que organiza o acolhimento, em residências de famílias acolhedoras cadastradas, de crianças e adolescentes afastados do convívio familiar por

Serviço que organiza o acolhimento, em residências de famílias acolhedoras cadastradas, de crianças e adolescentes afastados do convívio familiar por Serviço que organiza o acolhimento, em residências de famílias acolhedoras cadastradas, de crianças e adolescentes afastados do convívio familiar por meio de medida protetiva (ECA, Art. 101), em função

Leia mais

REALIDADE E ATUAIS DESAFIOS PARA A COMUNIDADE TERAPÊUTICA. Juan Palacios H. Presidente Flact

REALIDADE E ATUAIS DESAFIOS PARA A COMUNIDADE TERAPÊUTICA. Juan Palacios H. Presidente Flact REALIDADE E ATUAIS DESAFIOS PARA A COMUNIDADE TERAPÊUTICA Juan Palacios H. Presidente Flact 1 SOBRE A ORIGEM DA COMUNIDADE TERAPEUTICA Nascido como uma tentativa de humanizar hospitais psiquiátricos do

Leia mais

O CRIME E A PENA NO PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM Crime and Punishment in thought of Emile Durkheim

O CRIME E A PENA NO PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM Crime and Punishment in thought of Emile Durkheim Intellectus Ano VII Nº. 14 O CRIME E A PENA NO PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM Crime and Punishment in thought of Emile Durkheim MELLIN FILHO, Oscar 109 Faculdade de Jaguariúna Faculdade Politécnica de Campinas

Leia mais

A EDUCAÇÀO COMO FATOR DE INTEGRAÇÀO SOCIAL NA SOCIOLOGIA DE ÈMILE DURKHEIM

A EDUCAÇÀO COMO FATOR DE INTEGRAÇÀO SOCIAL NA SOCIOLOGIA DE ÈMILE DURKHEIM A EDUCAÇÀO COMO FATOR DE INTEGRAÇÀO SOCIAL NA SOCIOLOGIA DE ÈMILE DURKHEIM José Otacílio da Silva 1 RESUMO: Diante das crises sociais sempre presentes nas sociedades contemporâneas, o presente artigo tem

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA ESCOLA: A VISÃO DOS PROFESSORES E PROFESSORAS DE CIENCIAS E BIOLOGIA ACERCA DA FORMAÇÃO NECESSÁRIA

EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA ESCOLA: A VISÃO DOS PROFESSORES E PROFESSORAS DE CIENCIAS E BIOLOGIA ACERCA DA FORMAÇÃO NECESSÁRIA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA ESCOLA: A VISÃO DOS PROFESSORES E PROFESSORAS DE CIENCIAS E BIOLOGIA ACERCA DA FORMAÇÃO NECESSÁRIA FERREIRA, Adriana Ribeiro & ROSSO, Ademir José INTRODUÇÃO O meio ambiente (MA) é

Leia mais

Matriz Curricular do Curso de Psicologia. Biologia Geral 02/40. Filosofia 02/40. Sociologia 02/40. História da Psicologia 04/80

Matriz Curricular do Curso de Psicologia. Biologia Geral 02/40. Filosofia 02/40. Sociologia 02/40. História da Psicologia 04/80 Matriz Curricular do Curso de Psicologia Biologia Geral Interfaces com Campos afins do Conecimento Filosofia Sociologia 1º Epistemológicos e Históricos Anatomia/Neuroanatomia História da Psicologia Básicos

Leia mais

Artigo: Educação e Inclusão: Projeto Moral ou Ético. Autora: Sandra Dias ( Buscar na internet o texto completo)

Artigo: Educação e Inclusão: Projeto Moral ou Ético. Autora: Sandra Dias ( Buscar na internet o texto completo) Artigo: Educação e Inclusão: Projeto Moral ou Ético. Autora: Sandra Dias ( Buscar na internet o texto completo) Os ideais e a ética que nortearam o campo da educação Comenius: A educação na escola deve

Leia mais

Títulos de Palestras, Oficinas ou Projetos Pedagógicos. Títulos de palestras para a formação continuada de professores:

Títulos de Palestras, Oficinas ou Projetos Pedagógicos. Títulos de palestras para a formação continuada de professores: Títulos de Palestras, Oficinas ou Projetos Pedagógicos Títulos de palestras para a formação continuada de professores: - O professor e a filosofia A valorização do papel do professor está intimamente ligada

Leia mais

Organização da Aula. Sociologia Organizacional. Aula 5. Contextualização. Instrumentalização. A relação indivíduo-sociedade. Prof. Me.

Organização da Aula. Sociologia Organizacional. Aula 5. Contextualização. Instrumentalização. A relação indivíduo-sociedade. Prof. Me. Sociologia Organizacional Organização da Aula Aula 5 A relação indivíduo-sociedade Prof. Me. Anna Klamas Contextualização A disciplina Sociologia deve contribuir para a percepção crítica dos alunos quanto

Leia mais

Professora: Susana Rolim S. Silva

Professora: Susana Rolim S. Silva Professora: Susana Rolim S. Silva Sociólogo, filósofo e antropólogo francês. Conferiu a Sociologia o reconhecimento acadêmico. Considerado por muitos o pai da Sociologia. Sua grande preocupação: estabelecer

Leia mais

I. Recorde os paradigmas da jurisprudência; a visão de dentro da lei teorias da lei natural positivismo legal, jurisprudência analítica realismo legal

I. Recorde os paradigmas da jurisprudência; a visão de dentro da lei teorias da lei natural positivismo legal, jurisprudência analítica realismo legal 21 A 219 Lei e Mudança Social: relação entre lei e sociedade I. Recorde os paradigmas da jurisprudência; a visão de dentro da lei teorias da lei natural positivismo legal, jurisprudência analítica realismo

Leia mais