Os elementos apresentados por Darcy Ribeiro, em seu texto, evidenciam: Escolha uma: a. O território nacional.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Os elementos apresentados por Darcy Ribeiro, em seu texto, evidenciam: Escolha uma: a. O território nacional."

Transcrição

1 Questão 1 "Uma entidade nacional distinta de quantas haja, que fala uma mesma língua, só diferenciada por sotaques regionais, menos remarcados que os dialetos de Portugal. Participando de um corpo de tradições comuns mais significativo para todos que cada uma das variantes subculturais que diferenciaram os habitantes de uma região, os membros de uma classe ou descendentes de uma das matrizes formativas. Mais que uma simples etnia, porém, o Brasil é uma etnia nacional, um povo-nação, assentado num território próprio e enquadrado dentro de um mesmo Estado para nele viver seu destino". (RIBEIRO, Darcy. O povo brasileiro. 2. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1995, p. 22.) Os elementos apresentados por Darcy Ribeiro, em seu texto, evidenciam: a. O território nacional. b. A identidade nacional. c. O país. d. A nação. e. O Estado.

2 Questão 2 Em dezembro de 2015, o Ministério Público Estadual de Alagoas recebeu denúncias de organizações da sociedade civil sobre a criação de obstáculos à matrícula e cobranças de taxas extras ou mensalidades maiores para crianças com Síndrome de Down em escolas privadas alagoanas. A Lei Federal n /1989 garante a matrícula de crianças com Síndrome de Down e outras deficiências em todos os níveis da educação e o artigo 7º do Estatuto da Pessoa com Deficiência assegura a não discriminação a essas pessoas. Analise o caso acima. A cobrança de taxas extras em escolas para crianças com deficiência pode ser considerada ilegal? I. Sim, porque desrespeita o artigo 5º da Constituição Federal, que garante a igualdade entre todos. II. Não, pois não existe lei que impeça essa prática. III. Não, pois a prática não é discriminatória, pois visa garantir melhores serviços a essas crianças. IV. Sim, pois o Estatuto da Pessoa com Deficiência garante a não discriminação. Assinale a alternativa que contém apenas a(s) afirmativa(s) correta(s): a. IV. b. I e IV. c. I. d. III. e. II e III.

3 Questão 3 Nina Rodrigues foi um médico legista, antropólogo e professor brasileiro que viveu na última metade do século XIX. Ele publicou diversos textos sobre a questão racial brasileira, nos quais defendia a superioridade da raça branca, o branqueamento e a assimilação da cultura africana pela cultura europeia como forma de civilizar o povo negro. O pensamento de Nina Rodrigues pode ser considerado: a. Positivista. b. Etnocêntrico. c. Democrático. d. Nacionalista. e. Desenvolvimentista.

4 Questão 4 O povo brasileiro é formado por três grandes raças negra, branca e indígena e três culturas africana, europeia e indígena americana. Essa formação multirracial e multicultural constituiu, nas palavras de Darcy Ribeiro, um povo sui generis, singular, até então inexistente em outras partes. A formação multirracial e do povo brasileiro acarretou a construção de um mito, considerado fundador da brasileira: o mito da democracia. Assinale a alternativa que completa corretamente a frase. a. Multicultural, democracia, racial. b. Multicultural, identidade, racial. c. Multicultural, nacionalidade, cultural. d. Multicultural, nacionalidade, racial. e. Multicultural, identidade, cultural.

5 Questão 5 Leia atentamente a tabela apresentada a seguir. Entre os anos 2004 e 2014 aumentou o número de pessoas que se autodeclararam pretas ou pardas no Brasil, ficando a proporção de pessoas autodeclaradas não brancas maior que as autodeclaradas brancas. Tal crescimento pode ser atribuído a: I. Ação dos movimentos de luta pela igualdade racial. II. Construção das identidades étnico-raciais. III. Políticas de ação afirmativa. Assinale a alternativa correta: a. Apenas a afirmativa I está correta. b. As afirmativas II e III estão corretas. c. Apenas a afirmativa III. d. Apenas as afirmativas I e III estão corretas. e. As afirmativas I, II e III estão corretas.

SOCIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 08 A FORMAÇÃO CULTURAL DO BRASIL

SOCIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 08 A FORMAÇÃO CULTURAL DO BRASIL SOCIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 08 A FORMAÇÃO CULTURAL DO BRASIL Como pode cair no enem? F O trecho já que aqui a mestiçagem jamais foi crime ou pecado remete a qual conceito 1 polêmico atribuído ao Gilberto

Leia mais

POR QUE É PRECISO TER CONSCIÊNCIA NEGRA?

POR QUE É PRECISO TER CONSCIÊNCIA NEGRA? POR QUE É PRECISO TER CONSCIÊNCIA NEGRA? Qualquer sociedade que busca o desenvolvimento da democracia precisa dar especial atenção aos anseios sociais e colocá-los à frente de nossos anseios pessoais.

Leia mais

Estudos das Relações Étnico-raciais para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana e Indígena. Ementa. Aula 1

Estudos das Relações Étnico-raciais para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana e Indígena. Ementa. Aula 1 Estudos das Relações Étnico-raciais para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana e Indígena Aula 1 Prof. Me. Sergio Luis do Nascimento Ementa Conceitos básicos, como: escravo, escravizado,

Leia mais

Projetos de estudos da cultura afro-brasileira

Projetos de estudos da cultura afro-brasileira Projetos de estudos da cultura afro-brasileira EE Brasílio Machado Professor(es) Apresentador(es): Maria de Fatima Tambara Suzi Rabaça Alves Realização: Foco do Projeto Este projeto objetivou a produção

Leia mais

As Leis 10639/03 e 11645/08: O Ensino de História e Cultura dos Povos Indígenas e dos Afrodescendentes no Brasil UNIDADE 1

As Leis 10639/03 e 11645/08: O Ensino de História e Cultura dos Povos Indígenas e dos Afrodescendentes no Brasil UNIDADE 1 As Leis 10639/03 e 11645/08: O Ensino de História e Cultura dos Povos Indígenas e dos Afrodescendentes no Brasil As Leis 10639/03 e 11645/08: O Ensino de História e Cultura dos Povos Indígenas e dos Afrodescendentes

Leia mais

GRUPO I POPULAÇÃO E POVOAMENTO. Nome N. o Turma Avaliação. 1. Indica, para cada conceito, o número da definição que lhe corresponde.

GRUPO I POPULAÇÃO E POVOAMENTO. Nome N. o Turma Avaliação. 1. Indica, para cada conceito, o número da definição que lhe corresponde. Nome N. o Turma Avaliação GRUPO I 1. Indica, para cada conceito, o número da definição que lhe corresponde. Conceito Definição a. Cultura 1. Discriminação de povos ou pessoas, por certos grupos de indivíduos,

Leia mais

(Ação Afirmativa e a Rediscussão do Mito da Democracia Racial no Brasil)

(Ação Afirmativa e a Rediscussão do Mito da Democracia Racial no Brasil) Numa nação imaginada como democrática na questão racial, e erigida a partir desta crença, o que significa propor ações afirmativas para a população negra? Joaze Bernardino Joaze Bernardino (Ação Afirmativa

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO DE LIMEIRA DELIBERAÇÃO CME Nº. 01, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2010.

CONSELHO MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO DE LIMEIRA DELIBERAÇÃO CME Nº. 01, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2010. CONSELHO MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO DE LIMEIRA DELIBERAÇÃO CME Nº. 01, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2010. Dispõe sobre os procedimentos para o desenvolvimento das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das

Leia mais

PROPOSTAS DE PRODUÇÃO DE TEXTO PARA 2ª FASE

PROPOSTAS DE PRODUÇÃO DE TEXTO PARA 2ª FASE CURSO DE PRODUÇÃO DE 2012 Profa. Vivian Müller PROPOSTAS DE PRODUÇÃO DE TEXTO PARA 2ª FASE BLOCO 6 A sociedade e a cultura brasileiras são conformadas como variantes da versão lusitana da tradição civilizatória

Leia mais

Unidade 2: Cultura e história das populações indígenas no Brasil

Unidade 2: Cultura e história das populações indígenas no Brasil Unidade 2: Cultura e história das populações indígenas no Brasil Darcy Ribeiro e sua teoria sobre os índios no Brasil e o processo civilizatório. O projeto pombalino no século XVIII, a imposição da língua

Leia mais

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE Concurso Público de Ingresso no Magistério Público Estadual PARECERES DOS RECURSOS SOCIOLOGIA

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE Concurso Público de Ingresso no Magistério Público Estadual PARECERES DOS RECURSOS SOCIOLOGIA Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE Concurso Público de Ingresso no Magistério Público Estadual PARECERES DOS RECURSOS SOCIOLOGIA 11) A Proposta Curricular de Santa Catarina - Formação

Leia mais

Proibição da Discriminação e Ações Afirmativas

Proibição da Discriminação e Ações Afirmativas Proibição da Discriminação e Ações Afirmativas TEMAS ATUAIS DE DIREITOS HUMANOS E FORMAÇÃO PARA A CIDADANIA PROF. HELENA DE SOUZA ROCHA Igualdade e Não discriminação Igualdade = conceito antigo, que pode

Leia mais

A DEMOCRACIA CONTRA O RACISMO

A DEMOCRACIA CONTRA O RACISMO COMO CITAR ESTE TEXTO: Formato Documento Eletrônico (ISO) NASCIMENTO, Alexandre do. Raça e Democracia. Disponível em http://www.alexandrenascimento.com. [Acesso em dd/mm/aaaa]. A DEMOCRACIA CONTRA O RACISMO

Leia mais

DÉCADA INTERNACIONAL DE. AFRODESCENDENTES 1º de janeiro de 2015 a 31 de dezembro de 2024 RECONHECIMENTO, JUSTIÇA E DESENVOLVIMENTO

DÉCADA INTERNACIONAL DE. AFRODESCENDENTES 1º de janeiro de 2015 a 31 de dezembro de 2024 RECONHECIMENTO, JUSTIÇA E DESENVOLVIMENTO DÉCADA INTERNACIONAL DE AFRODESCENDENTES 1º de janeiro de 2015 a 31 de dezembro de 2024 RECONHECIMENTO, JUSTIÇA E DESENVOLVIMENTO DÉCADA INTERNACIONAL DOS AFRODESCENDENTES 1º DE JANEIRO DE 2015 A 31 DE

Leia mais

Atividades Acadêmico-Científico- -Culturais: Diversidade Cultural. O Brasil é um País Multirracial. Contextualização. Teleaula 1.

Atividades Acadêmico-Científico- -Culturais: Diversidade Cultural. O Brasil é um País Multirracial. Contextualização. Teleaula 1. Atividades Acadêmico-Científico- -Culturais: Diversidade Cultural Teleaula 1 Profa. Dra. Marcilene Garcia de Souza tutorialetras@grupouninter.com.br O Brasil é um País Multirracial Letras Contextualização

Leia mais

POLÍTICA PÚBLICA ÉTNICO-RACIAL REFLEXÕES NECESSÁRIAS...

POLÍTICA PÚBLICA ÉTNICO-RACIAL REFLEXÕES NECESSÁRIAS... POLÍTICA PÚBLICA ÉTNICO-RACIAL REFLEXÕES NECESSÁRIAS... Manuela Lima 1 Uniube/ Programa de Mestrado em Educação/manuelalima@uberabadigital.com.br Linha de trabalho: Políticas Públicas na Educação. Resumo

Leia mais

SOCIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 05 CULTURA E HISTÓRIA: CRÍTICA AO EVOLUCIONISMO SOCIAL E À IDEIA DE PROGRESSO LINEAR

SOCIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 05 CULTURA E HISTÓRIA: CRÍTICA AO EVOLUCIONISMO SOCIAL E À IDEIA DE PROGRESSO LINEAR SOCIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 05 CULTURA E HISTÓRIA: CRÍTICA AO EVOLUCIONISMO SOCIAL E À IDEIA DE PROGRESSO LINEAR Como pode cair no enem? F Leia o texto a seguir e assinale o que for correto sobre o tema

Leia mais

TESE DE DOUTORADO MEMÓRIAS DE ANGOLA E VIVÊNCIAS NO BRASIL: EDUCAÇÃO E DIVERSIDADES ÉTNICA E RACIAL

TESE DE DOUTORADO MEMÓRIAS DE ANGOLA E VIVÊNCIAS NO BRASIL: EDUCAÇÃO E DIVERSIDADES ÉTNICA E RACIAL TESE DE DOUTORADO MEMÓRIAS DE ANGOLA E VIVÊNCIAS NO BRASIL: EDUCAÇÃO E DIVERSIDADES ÉTNICA E RACIAL Marciele Nazaré Coelho Orientadora: Profa. Dra. Roseli Rodrigues de Mello Por: Adriana Marigo Francisca

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº DE 2003 (Do Sr. RODOLFO PEREIRA)

PROJETO DE LEI Nº DE 2003 (Do Sr. RODOLFO PEREIRA) PROJETO DE LEI Nº DE 2003 (Do Sr. RODOLFO PEREIRA) Institui o Sistema de Quota para População Indígena nas Instituições de Ensino Superior.. O Congresso Nacional decreta: Art. 1º As instituições de ensino

Leia mais

Relações Étnico-Raciais no Brasil. Professor Guilherme Paiva

Relações Étnico-Raciais no Brasil. Professor Guilherme Paiva Relações Étnico-Raciais no Brasil Professor Guilherme Paiva Unidade 1: Entender as relações étnico-raciais no Brasil através das legislações atuais Questões iniciais: a invisibilidade do negro e do índio

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 2º EM Geografia Genilson Av. Dissertativa 22/06/16 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1. Verifique, no cabeçalho desta prova, se seu nome, número e turma estão corretos. 2. Esta

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ RACISMO NA UNIVERSIDADE? Orientações para promoção da igualdade étnico-racial e superação do racismo Elaboração do Conteúdo Luana Lazzeri Arantes (Consultora Proges)

Leia mais

Secretaria Municipal de Educação. Diretrizes Curriculares para Educação das Relações Étnico Raciais

Secretaria Municipal de Educação. Diretrizes Curriculares para Educação das Relações Étnico Raciais Secretaria Municipal de Educação Diretrizes Curriculares para Educação das Relações Étnico Raciais Belo Horizonte 2013 Prefeito de Belo Horizonte Marcio Araujo de Lacerda Secretária Municipal de Educação

Leia mais

FORMAÇÃO DA POPULAÇÃO BRASILEIRA

FORMAÇÃO DA POPULAÇÃO BRASILEIRA ARGUMENTO 2017 2º ANO E.M. MÓDULO 1 FORMAÇÃO DA POPULAÇÃO BRASILEIRA DIVERSIDADE ÉTNICA E MISCIGENAÇÃO Três grupos deram origem à população brasileira: O ÍNDIO: provável origem PALEOASIÁTICA, que é classificado

Leia mais

Curso de Formação de Conselheiros em Direitos Humanos Abril Julho/2006

Curso de Formação de Conselheiros em Direitos Humanos Abril Julho/2006 Curso de Formação de Conselheiros em Direitos Humanos Abril Julho/2006 Realização: Ágere Cooperação em Advocacy Apoio: Secretaria Especial dos Direitos Humanos/PR Módulo III: Conselhos dos Direitos no

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROPOSTA DE MINUTA PARA INSTITUIR A POLÍTICA DE EDUCAÇÃO PARA AS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS DO IFES

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROPOSTA DE MINUTA PARA INSTITUIR A POLÍTICA DE EDUCAÇÃO PARA AS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS DO IFES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PRÓ-REITORIA DE ENSINO Avenida Rio Branco, 50 Santa Lúcia 29056-255 Vitória ES 27 3357-7500 PROPOSTA DE MINUTA PARA INSTITUIR A POLÍTICA DE EDUCAÇÃO

Leia mais

Conceito de raça e relações étnico-raciais

Conceito de raça e relações étnico-raciais Conceito de raça e relações étnico-raciais Mestre em Economia UNESP Graduado em História UNESP email: prof.dpastorelli@usjt.br blog: danilopastorelli.wordpress.com Você já sofreu ou conhece alguém que

Leia mais

HISTÓRIA INDÍGENA AULA 1. Prof. Lucas de Almeida Pereira

HISTÓRIA INDÍGENA AULA 1. Prof. Lucas de Almeida Pereira HISTÓRIA INDÍGENA AULA 1 Prof. Lucas de Almeida Pereira lucas.pereira@ifsp.edu.br Apresentação Lucas de Almeida Pereira, licenciado em História pela UNESP de Assis Participação no NUPE e curso de extensão

Leia mais

Direitos das Minorias

Direitos das Minorias Direitos das Minorias Federal Ministry for Foreign Affairs of Austria Direitos das Minorias Nos Estados em que existam minorias étnicas, religiosas ou linguísticas, as pessoas pertencentes a essas minorias

Leia mais

COLÉGIO 7 DE SETEMBRO FUNDADOR PROF. EDILSON BRASIL SOÁREZ. O Colégio que ensina o aluno a estudar ALUNO(A): TURMA: Geografia.

COLÉGIO 7 DE SETEMBRO FUNDADOR PROF. EDILSON BRASIL SOÁREZ. O Colégio que ensina o aluno a estudar ALUNO(A): TURMA: Geografia. FUNDADOR PROF. EDILSON BRASIL SOÁREZ 2011 O Colégio que ensina o aluno a estudar APICE Geografia [4 a Etapa] 5 o Ano Ensino Fundamental I ALUNO(A): TURMA: Você está recebendo o APICE (Atividade para Intensificar

Leia mais

FORMAÇÃO POPULACIONAL DE GUANAMBI: RETRATOS E MEMÓRIAS ONTEM E HOJE NA SALA DE AULA

FORMAÇÃO POPULACIONAL DE GUANAMBI: RETRATOS E MEMÓRIAS ONTEM E HOJE NA SALA DE AULA RESUMO FORMAÇÃO POPULACIONAL DE GUANAMBI: RETRATOS E MEMÓRIAS ONTEM E HOJE NA SALA DE AULA Jane Mary Lima Castro Prof. de Geografia C.E.G.L. F. Ensino Médio janecastroo@hotmail.com Fausta Porto Couto Prof.

Leia mais

o CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DE GOIÁS, no uso das

o CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DE GOIÁS, no uso das Cf GOVERNO DO, ~ ESTADO DE GOlAS, Df.senvO~""Ir:remo com Responsabilidade,DE b DE 2009. Estabelece normas complementares para a inclusão, no Sistema Educativo do Estado de Goiás, das disposições das Leis

Leia mais

Leia o texto e observe o gráfico com informações sobre os indígenas brasileiros, baseadas no Censo de 2010.

Leia o texto e observe o gráfico com informações sobre os indígenas brasileiros, baseadas no Censo de 2010. 6º Geografia Rodrigo Aval. Trimestral 01/11/12 As questões deverão ser respondidas à caneta esferográfica azul ou preta. Questões objetivas não poderão ser rasuradas caso aconteça serão consideradas erradas

Leia mais

Sociologia. Larissa Rocha 14 e Sociologia no Brasil

Sociologia. Larissa Rocha 14 e Sociologia no Brasil Sociologia no Brasil Sociologia no Brasil 1. A população negra teve que enfrentar sozinha o desafio da ascensão social, e frequentemente procurou fazê-lo por rotas originais, como o esporte, a música e

Leia mais

CULTURA INDÍGENA ESCOPO

CULTURA INDÍGENA ESCOPO CULTURA INDÍGENA ESCOPO Apresentamos o projeto Cultura Indígena com o compromisso de oferecer aos alunos do ensino fundamental um panorama completo e diversificado sobre a cultura indígena em nosso país.

Leia mais

Relações raciais e educação - leis que sustentaram o racismo e leis de promoção da igualdade racial e étnica 23/06

Relações raciais e educação - leis que sustentaram o racismo e leis de promoção da igualdade racial e étnica 23/06 Relações raciais e educação - leis que sustentaram o racismo e leis de promoção da igualdade racial e étnica 23/06 Bel Santos Mayer Vera Lion Políticas de Promoção da Igualdade de oportunidades e tratamento

Leia mais

PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA II (CÓD. ENUN60010) PERÍODO: 2 º PERÍODO EXPOSITIVA EXPOSITIVA EXPOSITIVA EXPOSITIVA

PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA II (CÓD. ENUN60010) PERÍODO: 2 º PERÍODO EXPOSITIVA EXPOSITIVA EXPOSITIVA EXPOSITIVA PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA II (CÓD. ENUN60010) PERÍODO: 2 º PERÍODO TOTAL DE SEMANAS: 20 SEMANAS TOTAL DE ENCONTROS: 20 AULAS Aulas Conteúdos/ Matéria Tipo de aula Textos, filmes e outros

Leia mais

Decenal de Ações Afirmativas e Promoção da Igualdade Étnico-Racial. Esse processo, necessariamente, precisa ocorrer

Decenal de Ações Afirmativas e Promoção da Igualdade Étnico-Racial. Esse processo, necessariamente, precisa ocorrer 3 As ações afirmativas na ufopa A UFOPA, desde sua criação, direcionou mais de 50% do total de vagas para ingresso na universidade a povos indígenas, quilombolas e população negra. Foram 2.292 vagas, sendo

Leia mais

RAÇA BRASIL REPORTAGENS: TEMAS & CÓDIGOS GRUPOS TEMÁTICOS (2.318 REPORTAGENS / 185 TEMAS & CÓDIGOS)

RAÇA BRASIL REPORTAGENS: TEMAS & CÓDIGOS GRUPOS TEMÁTICOS (2.318 REPORTAGENS / 185 TEMAS & CÓDIGOS) Personalidade Personalidade Perfil 322 Personalidade Personalidade Carreira 244 Estética Cabelos Femininos 157 Sociedade Eventos NULL 121 Estética Moda Feminina & Masculina 118 Estética Moda Feminina 107

Leia mais

Exemplo de questionário para avaliar como sua escola aborda o racismo

Exemplo de questionário para avaliar como sua escola aborda o racismo Questionário; Racismo Exemplo de questionário para avaliar como sua escola aborda o racismo Adaptadas do modelo da CMEB Mário Leal da Silva, as perguntas abaixo auxiliam você a fazer um diagnóstico, junto

Leia mais

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO CEB/CEE/AL Nº82/2010

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO CEB/CEE/AL Nº82/2010 CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO CEB/CEE/AL Nº82/2010 EMENTA: Estabelece Normas complementares para a Educação das Relações Étnico-raciais e a obrigatoriedade do ensino de História e Cultura Afro-brasileira,

Leia mais

PROJETO LEI Nº: SÚMULA :"Cria a Coordenadoria Estadual de Promoção e Igualdade Racial - COEPIR, e dá outras providências."

PROJETO LEI Nº: SÚMULA :Cria a Coordenadoria Estadual de Promoção e Igualdade Racial - COEPIR, e dá outras providências. PROJETO LEI Nº: SÚMULA :"Cria a Coordenadoria Estadual de Promoção e Igualdade Racial - COEPIR, e dá outras providências." Art. 1º. Fica criado a Coepir - Coordenadoria Estadual de Promoção e Igualdade

Leia mais

Raimundo Nina Rodrigues ( ) e a Antropologia no Brasil dos século XIX. Professor: Elson Junior

Raimundo Nina Rodrigues ( ) e a Antropologia no Brasil dos século XIX. Professor: Elson Junior Raimundo Nina Rodrigues (1862-1906) e a Antropologia no Brasil dos século XIX. Professor: Elson Junior Santo Antônio de Pádua, julho de 2017 Raimundo Nina Rodrigues (1862-1906) Nasceu em Vargem Grande,

Leia mais

Gabinete do Deputado Davidson Magalhães PCdoB/BA

Gabinete do Deputado Davidson Magalhães PCdoB/BA PROJETO DE LEI Nº,DE 2015. (Do Sr. Davidson Magalhães) Dispõe sobre a reserva de vagas para o ingresso na pós-graduação nas universidades e instituições federais de ensino superior e dá outras providências.

Leia mais

o UERGS o Unidade: São Luiz Gonzaga o Curso: Pedagogia Licenciatura o Introdução à Educação Indígena, Quilombola e do Campo o Professor Antônio Ruas

o UERGS o Unidade: São Luiz Gonzaga o Curso: Pedagogia Licenciatura o Introdução à Educação Indígena, Quilombola e do Campo o Professor Antônio Ruas o UERGS o Unidade: São Luiz Gonzaga o Curso: Pedagogia Licenciatura o Introdução à Educação Indígena, Quilombola e do Campo o Professor Antônio Ruas Situación actual: Ementa: O Brasil indígena. O problema

Leia mais

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 HS CRÉDITO: 04

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 HS CRÉDITO: 04 01. IDENTIFICAÇÃO PERÍODO: VII CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 HS CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 HS NOME DA DISCIPLINA: HISTÓRIA E CULTURA INDÍGENA BRASILEIRA NOME DO CURSO: PEDAGOGIA 2. EMENTA Noções

Leia mais

Os manifestos, o debate público e a proposta de cotas

Os manifestos, o debate público e a proposta de cotas LUGAR COMUM Nº23-24, pp.11-16 Os manifestos, o debate público e a proposta de cotas Alexandre do Nascimento No dia 30 de junho de 2006, por ocasião da entrega de um Manifesto contrário às cotas 1, com

Leia mais

Os conceitos de raça e racismo

Os conceitos de raça e racismo Raça, desigualdade e política no Brasil contemporâneo Márcia Lima 14/08/2017 Os conceitos de raça e racismo A redenção de Cã. Modesto Brocos, 1895. Roteiro O conceito de raça O conceito de racismo (# discriminação

Leia mais

Estudos das Relações Étnico-raciais para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana e Indígena. Organização da Disciplina.

Estudos das Relações Étnico-raciais para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana e Indígena. Organização da Disciplina. Estudos das Relações Étnico-raciais para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana e Indígena Aula 6 Prof. Me. Sergio Luis do Nascimento Organização da Disciplina 6 o encontro Trajetórias

Leia mais

Legislação brasileira anti-preconceito anti-racismo: contextualização histórica Ementa: Objetivo:

Legislação brasileira anti-preconceito anti-racismo: contextualização histórica Ementa: Objetivo: DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUACÃO EM RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS DISCIPLINA: Legislação brasileira anti-preconceito e anti-racismo: contextualização histórica PROFESSOR(ES): Alvaro

Leia mais

Calendário Temático Aprovação da Política Nacional do Idoso (Lei n 8.442/1994)

Calendário Temático Aprovação da Política Nacional do Idoso (Lei n 8.442/1994) Calendário Temático Janeiro 02.01 Dia do Sanitarista 04.01 Aprovação da Política Nacional do Idoso (Lei n 8.442/1994) 09.01 Sanção da Lei n 10.639/2003 que obriga a inclusão da história e da cultura africana

Leia mais

PROVA DE REDAÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA

PROVA DE REDAÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA PROVA DE REDAÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA INSTRUÇÕES GERAIS 1 - O texto a ser elaborado deve conter, no máximo, 30 (trinta) linhas. 2 - A variante lingüística a ser utilizada é o padrão culto formal. 3 - Na

Leia mais

ÁREAS DO CONHECIMENTO. Antropologia. Educação. NOME DO CURSO. Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Antropologia.

ÁREAS DO CONHECIMENTO. Antropologia. Educação. NOME DO CURSO. Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Antropologia. ÁREAS DO CONHECIMENTO Antropologia. Educação. NOME DO CURSO Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Antropologia. AMPARO LEGAL E PORTARIA DO MEC O curso atende todas as exigências da Resolução

Leia mais

História e Cultura Afro-brasileira

História e Cultura Afro-brasileira História e Cultura Afro-brasileira Guia de Auto-estudo Aula 13 Percepções da discriminação e do preconceito racial no século XXI Profa. Mônica Quaresma I - HABILIDADES A DESENVOLVER 1 - Analisar os resultados

Leia mais

Datas Especiais. MARÇO 08 - Dia Internacional da Mulher 11 - Dia Internacional das Vítimas do Terrorismo 14 - Dia dos Animais Dia Nacional da Poesia

Datas Especiais. MARÇO 08 - Dia Internacional da Mulher 11 - Dia Internacional das Vítimas do Terrorismo 14 - Dia dos Animais Dia Nacional da Poesia Datas Especiais JANEIRO 01 - Dia da Confraternização Universal Dia Mundial da Paz 04 - Dia Mundial do Braille 06 - Dia de Reis Dia da Gratidão 07 - Dia da Liberdade de Cultos 08 - Dia do Fotógrafo Dia

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Ementa EMENTA. Objetivos

PLANO DE ENSINO. Ementa EMENTA. Objetivos Graduação em Licenciatura em História Disciplina: História das Relações Étnico-Raciais no Brasil Carga horária: 60h Professora-autora: Ynaê Lopes Tutora: Olívia Von der Weid Semestre: 2 Ano: 2017 PLANO

Leia mais

UNIDADE 6 DEMOCRACIA RACIAL

UNIDADE 6 DEMOCRACIA RACIAL UNIDADE 6 DEMOCRACIA RACIAL Módulo 1 - Aspectos gerais da educação e das relações étnico-raciais Unidade 6 Democracia racial Objetivos: Historicizar e problematizar a ideia de democracia racial; Promover,

Leia mais

Lei de Diretrizes e Bases

Lei de Diretrizes e Bases Lei de Diretrizes e Bases 01. Segundo a Lei de Diretrizes e Bases, a avaliação do desempenho do aluno deverá ser contínua e cumulativa, considerando-se a: a) prevalência dos aspectos quantitativos sobre

Leia mais

04. POPULAÇÃO BRASILEIRA E SEUS MOVIMENTOS

04. POPULAÇÃO BRASILEIRA E SEUS MOVIMENTOS 04. POPULAÇÃO BRASILEIRA E SEUS MOVIMENTOS O povo brasileiro Darcy Ribeiro (1922-1997) renomado antropólogo brasileiro teve a educação como grande causa de sua vida dedicou-se a tentar entender a alma

Leia mais

EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE: JUSTIÇA SOCIAL, INCLUSÃO E DIREITOS HUMANOS. Documento Referência

EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE: JUSTIÇA SOCIAL, INCLUSÃO E DIREITOS HUMANOS. Documento Referência EIXO II EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE: JUSTIÇA SOCIAL, INCLUSÃO E DIREITOS HUMANOS Documento Referência O tema Educação e diversidade: justiça social, inclusão e direitos humanos constitui o eixo central da educação

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 11, de 14 de junho de 2012.

RESOLUÇÃO Nº 11, de 14 de junho de 2012. RESOLUÇÃO Nº 11, de 14 de junho de 2012. Institui o programa de ações afirmativas para garantia do decréscimo das desigualdades raciais e sociais e regulamenta a política de verticalização do ensino no

Leia mais

IV Encontro Nacional do Censo da Educação Superior. Importância da Coleta e do Tratamento do Quesito Cor ou Raça. Brasília, 10/10/2014

IV Encontro Nacional do Censo da Educação Superior. Importância da Coleta e do Tratamento do Quesito Cor ou Raça. Brasília, 10/10/2014 IV Encontro Nacional do Censo da Educação Superior Importância da Coleta e do Tratamento do Quesito Cor ou Raça Brasília, 10/10/2014 Síntese das atribuições da SEPPIR (DECRETO Nº 7.261, DE 12 DE AGOSTO

Leia mais

C A N A D Á. CANADÁ DIVISÃO POLÍTICA E REGIONAL O país é dividido em 10 províncias e 3 territórios, sendo o de NUNAVUT O mais recente

C A N A D Á. CANADÁ DIVISÃO POLÍTICA E REGIONAL O país é dividido em 10 províncias e 3 territórios, sendo o de NUNAVUT O mais recente C A N A D Á CANADÁ DIVISÃO POLÍTICA E REGIONAL O país é dividido em 10 províncias e 3 territórios, sendo o de NUNAVUT O mais recente 1 GRUPOS ÉTNICOS DO CANADÁ BRITÂNICOS (ingleses, escoceses, irlandeses)

Leia mais

MINUTA EM CONSTRUÇÃO

MINUTA EM CONSTRUÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR UNIVERSITÁRIO MINUTA EM CONSTRUÇÃO RESOLUÇÃO POLÍTICA DE AÇÕES AFIRMATIVAS E PROMOÇÃO DA IGUALDADE ÉTNICO-RACIAL Institui a Política de Ações Afirmativas

Leia mais

Resenha. Cultura : algo que vê, algo que gera

Resenha. Cultura : algo que vê, algo que gera R e s e n h a s 29, n. 1: 221-224, 2009 Resenha 221 B G G Resenha RATTS, ALEX. TRAÇOS ÉTNICOS: ESPACIALIDADES E CULTURAS NEGRAS E INDÍGENAS. FORTALEZA: MUSEU DO CEARÁ: SECULT: 2009. 123 PÁGINAS. (COLEÇÃO

Leia mais

Curso de Formação de Conselheiros em Direitos Humanos Abril Julho/2006

Curso de Formação de Conselheiros em Direitos Humanos Abril Julho/2006 Curso de Formação de Conselheiros em Direitos Humanos Abril Julho/2006 Realização: Ágere Cooperação em Advocacy Apoio: Secretaria Especial dos Direitos Humanos/PR Módulo III: Conselhos dos Direitos no

Leia mais

CAPÍTULO 2 QUEM SÃO OS BRASILEIROS? PROF. LEONAM JUNIOR 7º ANO COLÉGIO ARI DE SÁ CAVALCANTE

CAPÍTULO 2 QUEM SÃO OS BRASILEIROS? PROF. LEONAM JUNIOR 7º ANO COLÉGIO ARI DE SÁ CAVALCANTE CAPÍTULO 2 QUEM SÃO OS BRASILEIROS? PROF. LEONAM JUNIOR 7º ANO COLÉGIO ARI DE SÁ CAVALCANTE DIFERENTES ORIGENS, UM SÓ POVO P. 21 Somos um povo miscigenado. Os povos indígenas habitavam esse território.

Leia mais

SOCIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 12 ETNIA X RAÇA

SOCIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 12 ETNIA X RAÇA SOCIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 12 ETNIA X RAÇA Como pode cair no enem O Apartheid foi um regime social estabelecido na África do Sul a partir de 1948, após a ascensão do Partido dos Nacionalistas ao poder

Leia mais

FAMÍLIA AS SOCIEDADES. Sociedade primeira e fundamental

FAMÍLIA AS SOCIEDADES. Sociedade primeira e fundamental AS SOCIEDADES Sociedade primeira e fundamental FAMÍLIA A família é a sociedade da natureza humana, é a primeira e principal escola, onde o ser humano recebe formação e educação EMPRESA Atividade que várias

Leia mais

Acesso e Permanência no Ensino Superior

Acesso e Permanência no Ensino Superior Acesso e Permanência no Ensino Superior José Francisco Soares Presidente do INEP Brasília-DF Março 2015 Censo da Educação Superior Características: Anual e sistemático; Declaratório; Participação obrigatória;

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 6º História Rafael Av. Trimestral 04/11/14 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1. Verifique, no cabeçalho desta prova, se seu nome, número e turma estão corretos. 2. Esta prova

Leia mais

1º PROCESSO SELETIVO DE 2015 DO IFNMG PARA CURSOS TÉCNICOS A DISTÂNCIA DENÍVEL MÉDIO NAMODALIDADE SUBSEQUENTE/CONCOMITANTE.

1º PROCESSO SELETIVO DE 2015 DO IFNMG PARA CURSOS TÉCNICOS A DISTÂNCIA DENÍVEL MÉDIO NAMODALIDADE SUBSEQUENTE/CONCOMITANTE. EDITAL Nº 217, DE 23 SETEMBRO DE 2015 1º PROCESSO SELETIVO DE 2015 DO IFNMG PARA CURSOS TÉCNICOS A DISTÂNCIA DENÍVEL MÉDIO NAMODALIDADE SUBSEQUENTE/CONCOMITANTE. O REITOR DO INSTITUTO FEDERAL DO NORTE

Leia mais

No item onde se lê:

No item onde se lê: EDITAL N 094/2013 - RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 025 DO 1º EXAME DE SELEÇÃO DE 2013 PARA OS CURSOS TÉCNICOS NA MODALIDADE EAD DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS - IFMG O

Leia mais

ANEXO I DOCUMENTAÇÃO A SER APRESENTADA PARA A MATRÍCULA

ANEXO I DOCUMENTAÇÃO A SER APRESENTADA PARA A MATRÍCULA ANEXO I DOCUMENTAÇÃO A SER APRESENTADA PARA A MATRÍCULA 1) Documentação comum a todos(as) os candidatos(as): (Fotocópias autenticadas ou fotocópias acompanhadas dos originais) a) Registro Geral (RG), para

Leia mais

Projeto de pesquisa: África, afro descendentes e o Ensino de História.

Projeto de pesquisa: África, afro descendentes e o Ensino de História. Projeto de pesquisa: África, afro descendentes e o Ensino de História. ARAÚJO,Fábio Martins de 1 ; TEDESCO,Maria do Carmo F. 2 MORAES,Cristina de Cássia Pereira de 3 Palavras-chaves: Justificativa: África

Leia mais

PROPOSTAS DE PRODUÇÃO DE TEXTO PARA 2ª FASE

PROPOSTAS DE PRODUÇÃO DE TEXTO PARA 2ª FASE CURSO DE PRODUÇÃO DE 2012 Profa. Vivian Müller PROPOSTAS DE PRODUÇÃO DE TEXTO PARA 2ª FASE BLOCO 4 A sociedade e a cultura brasileiras são conformadas como variantes da versão lusitana da tradição civilizatória

Leia mais

Igualdade de Género, e Não-discriminação.

Igualdade de Género, e Não-discriminação. 2016 Igualdade de Género, e Não-discriminação. INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE E DA TRANSPLANTAÇÃO, I.P. Igualdade de Género, e Não-discriminação. O IPST, I.P., está sujeito às normas legais previstas no

Leia mais

PROJETO CINECLUBE BAMAKO

PROJETO CINECLUBE BAMAKO PROJETO CINECLUBE BAMAKO Responsável: Gabriel Muniz Endereço e Contato: Rua João Guimarães,198, Casa 8, Santa Cecília, Porto Alegre-RS Fone: +55 51 99202 9983 E-mail: cineclubebamako@gmail.com Página:

Leia mais

DCN DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS

DCN DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS DCN DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS 01. Diretrizes Curriculares Nacionais são o conjunto de definições doutrinárias sobre princípios, fundamentos e procedimentos na Educação Básica, expressas pela Câmara

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO DE PROFESSOR DE ENSINO MÉDIO E TÉCNICO - EDITAL Nº 150/01/ PROCESSO Nº 2977/2016

CONCURSO PÚBLICO DE PROFESSOR DE ENSINO MÉDIO E TÉCNICO - EDITAL Nº 150/01/ PROCESSO Nº 2977/2016 ETEC de São José do Rio Pardo - São José do Rio Pardo CONCURSO PÚBLICO DE PROFESSOR DE ENSINO MÉDIO E TÉCNICO - EDITAL Nº 150/01/2016 - PROCESSO Nº 2977/2016 AUTORIZAÇÃO GOVERNAMENTAL: DESPACHO PUBLICADO

Leia mais

Em que medida políticas anti-raciais adotadas nos Estados Unidos podem. Sérgio Costa: Silvano Redon 1 POR

Em que medida políticas anti-raciais adotadas nos Estados Unidos podem. Sérgio Costa: Silvano Redon 1 POR Resenhas Sérgio Costa: o (des)encontro dos atlânticos COSTA, Sérgio Entre dois atlânticos: teoria social, anti-racismo, cosmopolitismo Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2006. POR Silvano Redon 1 Em que

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 12/ PROCESSO SELETIVO ESPECIAL 2014/PROCAMPO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 12/ PROCESSO SELETIVO ESPECIAL 2014/PROCAMPO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 12/2014 - PROCESSO SELETIVO ESPECIAL 2014/PROCAMPO O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES. AULA 3.2 Conteúdo: Formação Étnico-Cultural da População Brasileira

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES. AULA 3.2 Conteúdo: Formação Étnico-Cultural da População Brasileira 3.2 Conteúdo: Formação Étnico-Cultural da População Brasileira 3.2 Habilidades: Verificar as características dos principais grupos étnicos formadores da população brasileira: indígenas, negros e brancos.

Leia mais

Responsáveis Institucionais Faculdade dos Guararapes. Ficha Editorial Coordenação de Extensão. Direção Acadêmica Regional Pierre Lucena Rabonni

Responsáveis Institucionais Faculdade dos Guararapes. Ficha Editorial Coordenação de Extensão. Direção Acadêmica Regional Pierre Lucena Rabonni 20/05/2016 1 Responsáveis Institucionais Faculdade dos Guararapes Direção Acadêmica Regional Pierre Lucena Rabonni Direção da Acadêmica de Qualidade Vanessa Pereira Piasson Maziero Direção de Extensão

Leia mais

CF/88 - CONSTITUIÇÃO FEDERAL DO BRASIL DE 1988

CF/88 - CONSTITUIÇÃO FEDERAL DO BRASIL DE 1988 CF/88 - CONSTITUIÇÃO FEDERAL DO BRASIL DE 1988 01. A Constituição Federal, no Artigo 211 e parágrafos 1., 2., 3. e 4., estabelece a organização e competências da União, Estados, Distrito Federal e Municípios

Leia mais

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS. Proposta de Lei n.º 45/XIII. Exposição de Motivos

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS. Proposta de Lei n.º 45/XIII. Exposição de Motivos Exposição de Motivos A livre circulação de trabalhadores é uma liberdade fundamental dos cidadãos da União Europeia (UE) e assume um relevo determinante para o desenvolvimento de um verdadeiro mercado

Leia mais

POR UMA EDUCAÇÃO INFANTIL EMANCIPATÓRIA:

POR UMA EDUCAÇÃO INFANTIL EMANCIPATÓRIA: Revista Eventos Pedagógicos Desigualdade e Diversidade étnico-racial na educação infantil v. 6, n. 4 (17. ed.), número regular, p. 482-488, nov./dez. 2015 SEÇÃO ENTREVISTA POR UMA EDUCAÇÃO INFANTIL EMANCIPATÓRIA:

Leia mais

A LEI Nº /2003: DESAFIOS E POSSIBILIDADES DE UMA POLÍTICA CURRICULAR QUE AFIRMA A DIVERSIDADE

A LEI Nº /2003: DESAFIOS E POSSIBILIDADES DE UMA POLÍTICA CURRICULAR QUE AFIRMA A DIVERSIDADE A LEI Nº 10.639/2003: DESAFIOS E POSSIBILIDADES DE UMA POLÍTICA CURRICULAR QUE AFIRMA A DIVERSIDADE Kátia Evangelista Regis Universidade Federal do Maranhão Brasil katia_educ@yahoo.com.br Resumo Este artigo

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica LEI Nº , DE 20 DE JULHO DE 2010 ESTATUTO DA IGUALDADE RACIAL. Tatiana Machado Dunshee de Abranches Advogada

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica LEI Nº , DE 20 DE JULHO DE 2010 ESTATUTO DA IGUALDADE RACIAL. Tatiana Machado Dunshee de Abranches Advogada TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica LEI Nº 12.288, DE 20 DE JULHO DE 2010 ESTATUTO DA IGUALDADE RACIAL Tatiana Machado Dunshee de Abranches Advogada A Lei nº 12.288/2010 institui o Estatuto da Igualdade

Leia mais

SUMÁRIO. CAPÍTULO 1 Teoria Geral dos Direitos Humanos. CAPÍTULO 2 Gênese dos Direitos Humanos

SUMÁRIO. CAPÍTULO 1 Teoria Geral dos Direitos Humanos. CAPÍTULO 2 Gênese dos Direitos Humanos SUMÁRIO CAPÍTULO 1 Teoria Geral dos Direitos Humanos 2. Definições de direitos humanos 3. Terminologias 3.1 Direitos humanos e direitos fundamentais 4. Fundamento 5. Fundamentação dos Direitos Humanos

Leia mais

Curso de Formação de Conselheiros em Direitos Humanos Abril Julho/2006

Curso de Formação de Conselheiros em Direitos Humanos Abril Julho/2006 Curso de Formação de Conselheiros em Direitos Humanos Abril Julho/2006 Realização: Ágere Cooperação em Advocacy Apoio: Secretaria Especial dos Direitos Humanos/PR Módulo III: Conselhos dos Direitos no

Leia mais

CURRÍCULO MÍNIMO 2013

CURRÍCULO MÍNIMO 2013 CURRÍCULO MÍNIMO 2013 (Versão preliminar) Componente Curricular: SOCIOLOGIA (Curso Normal) Equipe de Elaboração: COORDENADOR: Prof. Luiz Fernando Almeida Pereira - PUC RJ ARTICULADOR: Prof. Fábio Oliveira

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA PLANO DE ENSINO 2011-2 DISCIPLINA: Educação e Relações Étnico-Raciais JP0053 PROFESSOR: Ms. Claudemir Madeira I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Carga Horária:30 h II EMENTA Tratar os conceitos de etnia, raça, racialização,

Leia mais

3ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 036/RIFB, DE 16 DE OUTUBRO DE 2015

3ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 036/RIFB, DE 16 DE OUTUBRO DE 2015 3ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 036/RIFB, DE 16 DE OUTUBRO DE 2015 SELEÇÃO 2016/1 PROCESSO SELETIVO PARA CURSOS TÉCNICOS INTEGRADOS AO ENSINO MÉDIO PRESENCIAIS O REITOR SUBSTITUTO DO INSTITUTO FEDERAL DE BRASÍLIA,

Leia mais

ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA. A Geografia Levada a Sério

ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA.  A Geografia Levada a Sério ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA 1 Educação é aquilo que a maior parte das pessoas recebe, muitos transmitem e poucos possuem Karl Kraus 2 Fundamentos de Políticas Públicas O TRONO DE ESTUDAR

Leia mais

Flávia Oliveira Setembro/2015

Flávia Oliveira Setembro/2015 Flávia Oliveira Setembro/2015 Percepção subjetiva Há racismo no Brasil? Para responder a essa pergunta, Luh de Souza, professora de História, e Franciso Antero, funcionário público, criaram em 2013 o Teste

Leia mais

A POLÍTICA CULTURAL DO GOVERNO BRASILEIRO. Introdução

A POLÍTICA CULTURAL DO GOVERNO BRASILEIRO. Introdução A POLÍTICA CULTURAL DO GOVERNO BRASILEIRO Introdução Desejo apresentar e debater com os eminentes professores da Academia de Ciências Sociais da China (CASS) dois desafios atuais da política cultural do

Leia mais

Atividade extra. Revolução Francesa. Questão 1. Ciências Humanas e suas Tecnologias História 57

Atividade extra. Revolução Francesa. Questão 1. Ciências Humanas e suas Tecnologias História 57 Atividade extra Revolução Francesa Questão 1 No ano de 1835, ocorreu em Salvador, Bahia, a Revolta dos Malês. Mas quem são os malês? O vocábulo male deriva da palavra da língua ioruba imale. Eram considerados

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 22/CUn/2012, DE 29 DE JUNHO DE 2012

RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 22/CUn/2012, DE 29 DE JUNHO DE 2012 RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 22/CUn/2012, DE 29 DE JUNHO DE 2012 Reedita o Programa de Ações Afirmativas da Universidade Federal de Santa Catarina. A PRESIDENTE DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal

Leia mais

Não é possível pensar em sociedade separada do espaço que ocupa.

Não é possível pensar em sociedade separada do espaço que ocupa. O ESPAÇO GEOGRÁFICO As sociedades humanas desenvolvem, durante sua história, modos próprios de vida. Estes decorreram da combinação de formas de subsistência material - com culturas diversas -, de diferentes

Leia mais