Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download ""

Transcrição

1 HARDWARE Montagem e Manutenção de Computadores Instrutor: Luiz Henrique Goulart

2 17ª AULA OBJETIVOS: ESTUDO DO HD GEOMETRIA TECNOLOGIAS SISTEMA DE ARQUIVOS JUMPER MASTER/SLAVE APOSTILA PÁGINA: 189 A 204.

3 HARD DISK DISCO RÍGIDO FUNÇÃO: MEMÓRIA PARA ARMAZENAMENTO PERMANENTE DE DADOS.

4 TECNOLOGIAS E PLATAFORMAS IDE (ATA) DISCOS RÍGIDOS ATUAIS. SCSI MAIS ROBUSTO, MAIS VIAS DE COMUNICAÇÃO. SATA NOVO PADRÃO AUMENTO NA TAXA DE TRANSFERÊNCIA DE DADOS.

5 VELOCIDADE RPM ROTAÇÕES POR MINUTO IDE (ATA) 5400 E 7200 RPM SCSI E RPM SATA 7200 E RPM

6 HD IDE PRINCIPAIS FABRICANTES: SEAGATE MAXTOR SAMSUNG FUJITSU WESTERN DIGITAL

7 AQUECIMENTO GAVETAS FIXAS COM COOLERS PARA DISCOS RÍGIDOS

8 COOLER PARA DISCOS RÍGIDOS

9 GAVETAS REMOVÍVEIS PARA HD

10 GEOMETRIA CILINDROS (CYL) FORMADO POR TRILHAS CABEÇAS DE LEITURA/GRAVAÇÃO (HEADS) SETORES (SECTORS=512 bytes) CYL x HEAD x (SECT x 512 Bytes) = CAPACIDADE TOTAL DO HD RESULTADO: EM MB DIVIDIR POR EM GB DIVIDIR POR (VALORES DECIMAIS DE 1 MB E 1 GB RESPECTIVAMENTE)

11 INTERIOR DO DISCO RÍGIDO

12 LIMITAÇÕES QUANTO A CAPACIDADE DO DISCO 486 LIMITE = 504 MB PENTIUM LIMITE = 7,84 GB

13 TAXA DE TRANSFERÊNCIA DE DADOS TRANSFERÊNCIA DE DADOS UTILIZANDO UM CIRCUITO CHAMADO DE PIO (PROGRAMMED I/O). DISCOS IDE SÃO CLASSIFICADOS DE ACORDO COM A TAXA DE TRANSFERÊNCIA DE DADOS.

14 MODO PIO / TAXA DE TRANSFERÊNCIA DE DADOS MODO PIO PIO 0 PIO 1 PIO 2 PIO 3 PIO 4 TAXA DE TRANSFERÊNCIA 3,3 MB/s 5,2 MB/s 8,3 MB/s 11,1 MB/s 16,6 MB/s PÁGINA: 197

15 DISCOS ATUAIS PARA DISCOS RÍGIDOS ATUAIS: PADRÃO ULTRA-ATA ATA TAMBÉM CONHECIDO COMO: ULTRA-DMA ULTRA/XX DMA/XX ATA/XX ONDE XX = A TAXA DE TRANSFERÊNCIA DE DADOS

16 MODO ULTRA-DMA / TAXA DE TRANSFERÊNCIA DE DADOS MODO UDMA TAXA DE TRANSFERÊNCIA MODO ATA 33 ATA 66 ATA 100 ATA MB/s 2 66 MB/s * MB/s * MB/s * 6 * EXIGEM CABO FLAT IDE DE 80 VIAS PÁGINA: 197

17 CABOS FLAT IDE DE 40 E 80 VIAS

18 CABOS FLAT IDE DE 80 VIAS MELHORA A CIRCULAÇÃO DO AR DENTRO DO GABINETE

19 COMO SABER SE O SEU DISCO É ULTRA-DMA? OBSERVAR NO QUADRO DE CONFIGURAÇÕES QUE APARECE APÓS A CONTAGEM DE MEMÓRIA EXEMPLOS: HD DE 2 GB = MODE 4 HD ATA = UDMA-XX HD ATA 33 = UDMA 2 = 33 MB/s HD ATA 66 = UDMA 4 = 66 MB/s HD ATA 100 = UDMA 5 = 100 MB/s HD ATA 133 = UDMA 6 = 133MB/s

20 O PADRÃO: SERIAL ATA CABO BLINDADO DE 4 FIOS, ELIMINANDO O PROBLEMA DE INTERFERÊNCIA ELETROMAGNÉTICA E MELHORA A VENTILAÇÃO INTERNA DO GABINETE. MODO SATA TAXA DE TRANSFERÊNCIA EM MB/S TAXA DE TRANSFERÊNCIA EM Gb/S SATA I 150 MB/S 1.5 Gb/S SATA II 300 MB/S 3.0 Gb/S

21 HD SERIAL ATA

22 CABOS PARA SERIAL ATA CABO LÓGICO CABO DE ALIMENTAÇÃO ELÉTRICA

23 HD SERIAL ATA

24 PORTA SERIAL ATA

25 PLACA MÃE COM 4 PORTAS SATA

26 RAID (Redundant Array of Independent Disks ) ARRANJO REDUNDANTE DE DISCOS INDEPENDENTES. TÉCNICA DE DIVISÃO DE DADOS = RAID 0 TÉCNICA DE ESPELHAMENTO = RAID 1 O SISTEMA RAID NÃO É LIMITADO A APENAS DOIS DISCOS RÍGIDOS. PODEMOS, EM PRINCÍPIO, COLOCAR QUANTOS DISCOS QUISERMOS.

27 JBOD (Just a Bunch of Disks) APENAS UM GRUPO DE DISCOS NÃO É UM SISTEMA RAID. É É USADO PARA JUNTAR DOIS DISCOS RÍGIDOS COM CAPACIDADES DIFERENTES COMO SE ELES FOSSEM UM ÚNICO DISCO. EXEMPLO: VOCÊ PODE USAR O JBOD PARA JUNTAR UM DISCO DE 40 GB A UM DISCO DE 80 GB PARA APARECER NO SISTEMA COMO SE FOSSE UM ÚNICO DISCO DE 120 GB.

28 RAID 0 DIVISÃO DE DADOS HD 1 40 GB + = HD 2 40 GB HD 80 GB 2 DISCOS RÍGIDOS COM A MESMA CAPACIDADE DE ARMAZENAMENTO SERÃO VISTOS COMO UM ÚNICO DISCO RÍGIDO NA CAPACIDADE TOTAL

29 RAID 1 ESPELHAMENTO HD 1 80 GB = HD 2 80 GB APÓS A CONFIGURAÇÃO DO RAID 1 O HD 2 É A CÓPIA DO HD 1

30 RAID 0 +1 DIVISÃO DE DADOS E ESPELHAMENTO UTILIZANDO 3 DISCOS RÍGIDOS HD 1 40 GB + HD 2 = HD = 40 GB 80 GB HD 3 80 GB O HD 1 E O HD 2 SERÃO VISTOS COMO UM ÚNICO DISCO RÍGIDO E HD 3 SERÁ A CÓPIA DESTE NOVO DISCO RÍGIDO

31 JBOD HD 1 + HD = 40 GB 80 GB HD 120 GB 2 DISCOS RÍGIDOS COM CAPACIDADE DE ARMAZENAMENTO DIFERENTES SERÃO VISTOS COMO UM ÚNICO DISCO RÍGIDO NA CAPACIDADE TOTAL

32 PLACA MÃE - DUAS PORTAS IDE RAID

33 PLACA MÃE - SEIS PORTAS SATA RAID

34 PLACAS CONTROLADORAS PCI COM PORTAS IDE RAID

35 PLACAS CONTROLADORAS PCI COM PORTAS SATA RAID

36 SISTEMA DE ARQUIVOS É É UM CONJUNTO DE ESTRUTURAS LÓGICAS E DE ROTINAS, QUE PERMITEM AO SISTEMA OPERACIONAL CONTROLAR O ACESSO AO DISCO RÍGIDO. GERADO APÓS A FORMATAÇÃO

37 SISTEMA DE ARQUIVOS FAT (16) DOS E WINDOWS 95 A FAT 32 WINDOWS 95 OSR2 (OPCIONAL), WINDOWS 98 E WINDOWS ME NTFS WINDOWS NT, WINDOWS 2000, WINDOWS XP E WINDOWS 2003 HPFS OS/2 (IBM) EXT2 E EXT3 - LINUX

38 CLUSTER LOCAL PARA ARMAZENAMENTO DE DADOS. TEM TAMANHO DEFINIDO PELO SISTEMA OPERACIONAL DE ACORDO COM O TAMANHO DA UNIDADE DE DISCO. TODOS OS CLUSTERS DE UMA UNIDADE TEM O MESMO TAMANHO.

39 FAT 16 (DOS, WIN 95 VERSÃO A) UNIDADE TAMANHO DO CLUSTER 128 MB 2 KB 256 MB 4 KB 512 MB 8 KB 1 GB 16 KB 2 GB 32 KB DISCO DE 1.6 GB USA CLUSTER DE 32 KB DESPERDÍCIO PÁGINA: 203

40 PERDA DE CLUSTERS COM SISTEMA FAT 16 UNIDADE DE 340 MB: CLUSTER = 8 KB GRAVANDO ARQUIVO DE 28 KB SERÃO NECESSÁRIOS 4 CLUSTERS E PERDEREMOS 4 KB NO ÚLTIMO CLUSTER. 4 KB

41 FAT 32 (WINDOWS 95 OSR2, WIN 98, WIN ME, WIN 2000 E WIN XP) UNIDADE TAMANHO DO CLUSTER 256 MB 512 BYTES 8 GB 4 KB 16 GB 8 KB 32 GB 16 KB 2 TB 32 KB PÁGINA: 204

42 PERDA DE CLUSTERS COM SISTEMA FAT 32 UNIDADE DE 5 GB: CLUSTER = 4 KB GRAVANDO ARQUIVO DE 13 KB SERÃO NECESSÁRIOS 4 CLUSTERS E PERDEREMOS 3 KB NO ÚLTIMO CLUSTER. 4 KB 4 KB 4 KB 1 KB 3 KB

43 PERDA DE CLUSTERS COM SISTEMA FAT 32 UNIDADE DE 40 GB: CLUSTER = 32 KB GRAVANDO ARQUIVO DE 36 KB SERÃO NECESSÁRIOS 2 CLUSTERS E PERDEREMOS 28 KB NO ÚLTIMO CLUSTER 28 KB

44 NTFS WINDOWS NT, WINDOWS 2000, WINDOWS XP E WINDOWS 2003 UNIDADE TAMANHO DO CLUSTER 512 MB 512 BYTES 1024 MB 1 KB 2 GB 2KB 2TB PÁGINA: 204 4KB

45 FAT16/FAT32/NTFS FAT 16 NÃO ENXERGA FAT 32 E NTFS FAT 32 NÃO ENXERGA NTFS FAT 32 ENXERGA FAT 16 NTFS ENXERGA FAT 16 E FAT 32

46 CONFIGURAÇÃO MASTER/SLAVE 02 DISCOS NA MESMA CONTROLADORA IDE: CONFIGURAÇÃO (ATRAVÉS DE JUMPER): MASTER SLAVE

47 PARTE TRASEIRA DO HD MANUAL PARA CONFIGURAÇÃO

48 PARTE TRASEIRA DO CD ROM

49 MELHOR FORMA PARA INSTALAR HD E CD ROM 1 HD 1 E CD 1 HD 2 E CDS 2 HDS 2 E CDS

50 PIOR FORMA PARA INSTALAR HD E CD ROM

51 LEITURA PÁGINAS: 189 A 204 EXERCÍCIOS PÁGINA: 215

DISCOS RÍGIDOS. O interior de um disco rígido

DISCOS RÍGIDOS. O interior de um disco rígido Serve para guardarmos os ficheiros de forma aleatória e de grande tamanho São constituídos por discos magnéticos (pratos) de lâminas metálicas extremamente rígidas (daí o nome de disco rígido). Esses discos

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Tecnologia de Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Hardware de Computadores

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Tecnologia de Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Hardware de Computadores Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Tecnologia de Análise e Desenvolvimento de Sistemas Hardware de Computadores 1 O disco rígido, é um sistema de armazenamento de alta

Leia mais

Dispositivos de Armazenamento em massa. José Roberto B. Gimenez

Dispositivos de Armazenamento em massa. José Roberto B. Gimenez Dispositivos de Armazenamento em massa José Roberto B. Gimenez 2 Estrutura da apresentação O meio físico de armazenamento Interfaces de conexão ATA, SCSI, FC RAID array Sistemas de Armazenamento DAS, NAS,

Leia mais

HD (Hard Disk) DISCO RÍGIDO

HD (Hard Disk) DISCO RÍGIDO HD (Hard Disk) DISCO RÍGIDO HISTÓRIA O primeiro disco rígido (o IBM 350) foi construído em 1956, e era formado por um conjunto de nada menos que 50 discos de 24 polegadas de diâmetro, com uma capacidade

Leia mais

Computador. Principais Características

Computador. Principais Características Computador Principais Características DISCO RÍGIDO HD SISTEMAS DE ARQUIVOS - WINDOWS IBM 305 RAMAC Ano 1956 Primeiro HD Um disco rígido ou HD, é um dispositivo composto por uma ou várias lâminas rígidas

Leia mais

Hardware Hard Disk. Prof. Felipe A. Pires

Hardware Hard Disk. Prof. Felipe A. Pires Hardware Hard Disk Prof. Felipe A. Pires O que é HD? HD ou Hard Disk (Disco rígido) é a parte do computador onde estão armazenados todos os dados ou informações do computador. É caracterizado como memória

Leia mais

SISTEMA DE ARQUIVOS. Instrutor: Mawro Klinger

SISTEMA DE ARQUIVOS. Instrutor: Mawro Klinger SISTEMA DE ARQUIVOS Instrutor: Mawro Klinger Estrutura dos Discos As informações digitais, quer sejam programas ou dados do usuário, são gravadas em unidades de armazenamento. O HD é uma unidade de armazenamento

Leia mais

Conhecendo o Disco Rígido

Conhecendo o Disco Rígido Conhecendo o Disco Rígido O disco rígido ou HD (Hard Disk), é o dispositivo de armazenamento de dados mais usado nos computadores. Nele, é possível guardar não só seus arquivos como também todos os dados

Leia mais

Fundamentos de Hardware

Fundamentos de Hardware Fundamentos de Hardware Unidade 8 - Periféricos de armazenamento Curso Técnico em Informática SUMÁRIO PERIFÉRICOS DE ARMAZENAMENTO... 3 DISCO RÍGIDO (HD)... 3 TECNOLOGIAS DE TRANSFERÊNCIA... 3 IDE/ATA/PATA...

Leia mais

MONTAGEM E MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES AULA - 5 DESEMPENHO E UPGRADE GRUPO INSTRUTOR MAIO/JUNHO 2010

MONTAGEM E MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES AULA - 5 DESEMPENHO E UPGRADE GRUPO INSTRUTOR MAIO/JUNHO 2010 MONTAGEM E MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES AULA - 5 DESEMPENHO E UPGRADE GRUPO INSTRUTOR MAIO/JUNHO 2010 PRIMEIROS PASSOS LEITOR DE DISQUETE: Não se pode dizer que é inútil, mas nunca vai ser considerado com

Leia mais

Motivação. Sumário. Hierarquia de Memória. Como registramos nossas histórias (num contexto amplo)?

Motivação. Sumário. Hierarquia de Memória. Como registramos nossas histórias (num contexto amplo)? Universidade Federal da Paraíba Centro de Ciências Aplicadas e Educação Departamento de Ciências Exatas Motivação ACII: Armazenamento Secundário Prof. Rafael Marrocos Magalhães professor@rafaelmm.com.br

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES

ARQUITETURA DE COMPUTADORES ARQUITETURA DE COMPUTADORES Aula 07: Memória Secundária MEMÓRIA SECUNDÁRIA Discos magnéticos: Organização do disco magnético em faces, trilhas e setores; Tipos de discos magnéticos Discos óticos: CD/DVD/BluRay

Leia mais

481040 - Programador/a de Informática

481040 - Programador/a de Informática 481040 - Programador/a de Informática UFCD - 0770 Dispositivos e periféricos Sessão 4 SUMÁRIO Disco Rígido; Sistema de ficheiros Uma unidade de disco rígido é composta por um conjunto de discos sobrepostos,

Leia mais

Fundamentos da Computação Dispositivos de Armazenamento Entrada e Saída

Fundamentos da Computação Dispositivos de Armazenamento Entrada e Saída Fundamentos da Computação Dispositivos de Armazenamento Entrada e Saída Dispositivos de Memória Secundária; de Massa ou Armazenamento. Prof. Bruno Guilhen www.concursosdeti.com.br Unidades de armazenamento:

Leia mais

SISTEMAS DE ARQUIVOS Sistemas operacionais

SISTEMAS DE ARQUIVOS Sistemas operacionais Técnico em Informática SISTEMAS DE ARQUIVOS Sistemas operacionais Professor Airton Ribeiro de Sousa Sistemas operacionais Sistema de Arquivos pode ser definido como uma estrutura que indica como os dados

Leia mais

Hardware Discos Rígidos C L A U D I O D A M A S C E N O

Hardware Discos Rígidos C L A U D I O D A M A S C E N O Hardware Discos Rígidos C L A U D I O D A M A S C E N O DISCO RIGIDO (HARD DISC) 2 DISCO RÍGIDO 3 Com a evolução das máquinas, tornou-se necessários que existisse fixo dentro do computador, uma unidade

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 1866

ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 1866 6.9 Memória Cache: A memória cache é uma pequena porção de memória inserida entre o processador e a memória principal, cuja função é acelerar a velocidade de transferência das informações entre a CPU e

Leia mais

Introdução à Organização de Computadores Memória Secundária

Introdução à Organização de Computadores Memória Secundária Introdução à Organização de Computadores Memória Secundária Arquitetura e Organização de Computadores Prof. Rossano Pablo Pinto, Msc. rossano at gmail com 2008 Tópicos Processadores Memória Principal Memória

Leia mais

Dispositivos de Entrada e Saída E/S E/S E/S E/S E/S

Dispositivos de Entrada e Saída E/S E/S E/S E/S E/S Dispositivos de Entrada e Saída Também chamados de: Periféricos Unidades de Entrada e Saída Destinam-se à captação de informações necessárias ao processamento pelo computador e na disponibilização da informação

Leia mais

5.1 - Armazenamento em Disco

5.1 - Armazenamento em Disco CEFET-RS Curso de Eletrônica 5.1 - Armazenamento em Disco Aspectos Físicos F e Elétricos Profs. Roberta Nobre & Sandro Silva robertacnobre@gmail.com e sandro@cefetrs.tche.br Unidade 05.1.1 Armazenamento

Leia mais

Laboratório de Hardware

Laboratório de Hardware Laboratório de Hardware Prof. Marcel Santos Responsável por implementar em software um recurso que não existe no hardware. O hardware oferece simplesmente um grande conjunto de bytes contíguos, e a tarefa

Leia mais

Curso: Montagem, Configuração e Manutenção de Microcomputadores Aluno: Turma: MANUT 1002A Instrutor: Fernando Lucas de Oliveira Farias

Curso: Montagem, Configuração e Manutenção de Microcomputadores Aluno: Turma: MANUT 1002A Instrutor: Fernando Lucas de Oliveira Farias Curso: Montagem, Configuração e Manutenção de Microcomputadores Aluno: Turma: MANUT 1002A Instrutor: Fernando Lucas de Oliveira Farias ARQUITETURA DE COMPUTADORES II (DISCO RÍGIDO) 1. INTRODUÇÃO: O HD

Leia mais

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA Introdução a microinformática William S. Rodrigues HARDWARE BÁSICO O hardware é a parte física do computador. Em complemento ao hardware, o software é a parte lógica, ou seja,

Leia mais

Admistração de Redes de Computadores (ARC)

Admistração de Redes de Computadores (ARC) Admistração de Redes de Computadores (ARC) Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina - Campus São José Prof. Glauco Cardozo glauco.cardozo@ifsc.edu.br RAID é a sigla para Redundant

Leia mais

Noções de Hardware. André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com)

Noções de Hardware. André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Hardware André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Gerações de hardware Tipos de computadores Partes do Microcomputador Periféricos Armazenamento de

Leia mais

Leandro Ramos RAID. www.professorramos.com

Leandro Ramos RAID. www.professorramos.com Leandro Ramos RAID www.professorramos.com RAID RAID significa Redundant Array of Independent Disks. Em bom português, significa Matriz Redundante de Discos Independentes. Apesar do nome ser complicado,

Leia mais

O que é RAID? Tipos de RAID:

O que é RAID? Tipos de RAID: O que é RAID? RAID é a sigla para Redundant Array of Independent Disks. É um conjunto de HD's que funcionam como se fosse um só, isso quer dizer que permite uma tolerância alta contra falhas, pois se um

Leia mais

Hardware Avançado. Laércio Vasconcelos Rio Branco, mar/2007 www.laercio.com.br

Hardware Avançado. Laércio Vasconcelos Rio Branco, mar/2007 www.laercio.com.br Hardware Avançado Laércio Vasconcelos Rio Branco, mar/2007 www.laercio.com.br Avanços recentes em Processadores Chipsets Memórias Discos rígidos Microeletrônica Um processador moderno é formado por mais

Leia mais

Serial ATA (SATA - Serial Advanced Technology Attachment)

Serial ATA (SATA - Serial Advanced Technology Attachment) Serial ATA (SATA - Serial Advanced Technology Attachment) Introdução Os computadores são constituídos por uma série de tecnologias que atuam em conjunto. Processadores, memórias, chips gráficos, entre

Leia mais

Técnicas de Manutenção de Computadores

Técnicas de Manutenção de Computadores Técnicas de Manutenção de Computadores Professor: Luiz Claudio Ferreira de Souza Placa Mãe Dispositivos (Onboard) São aqueles encontrados na própria Placa Mãe. Ex: Rede, Som, Vídeo e etc... Prof. Luiz

Leia mais

Armazenamento Secundário. SCE-183 Algoritmos e Estruturas de Dados II

Armazenamento Secundário. SCE-183 Algoritmos e Estruturas de Dados II Armazenamento Secundário SCE-183 Algoritmos e Estruturas de Dados II 1 Armazenamento secundário Primeiro tipo de armazenamento secundário: papel! Cartões perfurados HDs, CD-ROM, floppy disks, memórias

Leia mais

ESTRUTURA DE UM DISCO RÍGIDO

ESTRUTURA DE UM DISCO RÍGIDO ESTRUTURA DE UM DISCO RÍGIDO O disco rígido é o único componente básico de funcionamento mecânico no PC. Por esse motivo, é também o elemento interno mais suscetível a riscos de problemas relacionados

Leia mais

Arquitetura de Computadores Armazenamento Secundário

Arquitetura de Computadores Armazenamento Secundário Memória Secundária Arquitetura de Computadores Armazenamento Secundário Memória de grande capacidade (dezenas de Gigabytes). Armazenamento massivo. Implementada em meio magnético (hard disk, fitas magnéticas)

Leia mais

Introdução à Organização de Computadores Memória Secundária

Introdução à Organização de Computadores Memória Secundária Introdução à Organização de Computadores Memória Secundária Sistemas da Computação Prof. Rossano Pablo Pinto, Msc. rossano at gmail com 2 semestre 2007 Tópicos Processadores Memória Principal Memória Secundária

Leia mais

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas ESCOLA PROFISSIONAL VASCONCELLOS LEBRE Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas SISTEMAS DE ARQUIVOS FAT E FAT32 José Vitor Nogueira Santos FT2-0749 Mealhada, 2009 Introdução Muitos usuários

Leia mais

09a: Máquina Virtual Particionamento Sistemas de Arquivos. ICO60801 2014/2 Professores: Bruno Fontana da Silva Maria Cláudia de Almeida Castro

09a: Máquina Virtual Particionamento Sistemas de Arquivos. ICO60801 2014/2 Professores: Bruno Fontana da Silva Maria Cláudia de Almeida Castro 09a: Máquina Virtual Particionamento Sistemas de Arquivos ICO60801 2014/2 Professores: Bruno Fontana da Silva Maria Cláudia de Almeida Castro PARTICIONAMENTO Particionamento e Sistema de Arquivos Divisão

Leia mais

29/05/2013. Dispositivos de Armazenamento. Armazenamento Magnético. Recuperação de Dados HARDWARE: ARMAZENAMENTO DE DADOS

29/05/2013. Dispositivos de Armazenamento. Armazenamento Magnético. Recuperação de Dados HARDWARE: ARMAZENAMENTO DE DADOS 2 Dispositivos de Armazenamento HARDWARE: ARMAZENAMENTO DE DADOS Armazenam dados quando o computador está desligado Dois processos Escrita de dados Leitura de dados Introdução à Microinformática Prof.

Leia mais

HIERARQUIA DE MEMÓRIAS

HIERARQUIA DE MEMÓRIAS MEMÓRIA SECUNDARIA HIERARQUIA DE MEMÓRIAS Memórias Memória Secundaria Memória Terciária Sigla NOME TECNOLOGIA ROM Read Only Memory (memória somente de leitura) Gravada na fábrica uma única vez PROM EPROM

Leia mais

Níveis de RAID - RAID 0

Níveis de RAID - RAID 0 RAID RAID é acrônimo para Redundant Array of Inexpensive Disks. Este arranjo é usado como um meio para criar um subsistema de unidade de disco, rápido e confiável, através de discos individuais. RAID é

Leia mais

AULA 5 Sistemas Operacionais

AULA 5 Sistemas Operacionais AULA 5 Sistemas Operacionais Disciplina: Introdução à Informática Professora: Gustavo Leitão Email: gustavo.leitao@ifrn.edu.br Sistemas Operacionais Conteúdo: Partições Formatação Fragmentação Gerenciamento

Leia mais

Arquitetura de Computadores Armazenamento Secundário

Arquitetura de Computadores Armazenamento Secundário Memória Secundária Arquitetura de Computadores Armazenamento Secundário Memória de grande capacidade (dezenas de Gigabytes). Armazenamento massivo. Implementada em meio magnético (hard disk, fitas magnéticas)

Leia mais

Manutenção de HD s. Christian César de Azevedo

Manutenção de HD s. Christian César de Azevedo Manutenção de HD s Christian César de Azevedo Discos Rígidos O disco rígido (HD) é o item do computador mais importante para o usuário. Manutenção de HD's 2 Problemas de instalação Uma ferramenta bastante

Leia mais

Aula 06. Discos e Drives

Aula 06. Discos e Drives Aula 06 Discos e Drives Disquetes São discos magnéticos usados para armazenar dados dos computadores. Podem armazenar textos, imagens, programas, etc. São vendidos normalmente em caixas com 10 unidades.

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Tecnologia de Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Hardware de Computadores

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Tecnologia de Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Hardware de Computadores Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Tecnologia de Análise e Desenvolvimento de Sistemas Hardware de Computadores 1 O disco rígido, é um sistema de armazenamento de alta

Leia mais

CONHEÇA MELHOR SEU COMPUTADOR

CONHEÇA MELHOR SEU COMPUTADOR CONHEÇA MELHOR SEU COMPUTADOR Por: Pedro ( Lan House Viagem Virtual ) Sacie sua fome de conhecimento, veja em ordem alfabética os principais termos sobre hardware. Como muitos devem saber, os computadores

Leia mais

INSTITUTO MARTIN LUTHER KING CURSO PROCESSAMENTO DE DADOS DISCIPLINA: HARDWARE

INSTITUTO MARTIN LUTHER KING CURSO PROCESSAMENTO DE DADOS DISCIPLINA: HARDWARE Memória ROM Vamos iniciar com a memória ROM que significa Read Only Memory, ou seja, uma memória somente para leitura. Isso quer dizer que as instruções que esta memória contém só podem ser lidas e executadas,

Leia mais

Microinformática. Perguntas:

Microinformática. Perguntas: Microinformática UNICERP Disciplina: Informática Prof. Denis Henrique Caixeta Perguntas: Como foi a evolução da computação? Qual a função do computador? O que é Hardware? O que é Software? BIT, Byte, etc

Leia mais

DISPOSITIVOS DE BLOCO. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves

DISPOSITIVOS DE BLOCO. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves DISPOSITIVOS DE BLOCO Professor: João Paulo de Brito Gonçalves INTRODUÇÃO Periférico Dispositivo conectado a um computador de forma a possibilitar sua interação com o mundo externo. Conectados ao computador

Leia mais

Particionando e formatando um disco rígido

Particionando e formatando um disco rígido Sua Oficina Virtual Apostila totalmente Gratuita Edição 2002 2 Particionando e formatando um disco rígido Todos nós sabemos que dados sejam eles partes de programas ou dados propriamente dito, como um

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES

ARQUITETURA DE COMPUTADORES 01001111 01110010 01100111 01100001 01101110 01101001 01111010 01100001 11100111 11100011 01101111 00100000 01100100 01100101 00100000 01000011 01101111 01101101 01110000 01110101 01110100 01100001 01100100

Leia mais

Gerência do Sistema de Arquivos. Adão de Melo Neto

Gerência do Sistema de Arquivos. Adão de Melo Neto Gerência do Sistema de Arquivos Adão de Melo Neto 1 Gerência do Sistema de Arquivos Organização dos arquivos Estrutura de diretório Gerência de espaço livre Gerência de alocação de espaços em disco Proteção

Leia mais

LISTA DE PREÇOS SERVIDORES DE ENTRADA. Código: T002-01 Código: T001-01

LISTA DE PREÇOS SERVIDORES DE ENTRADA. Código: T002-01 Código: T001-01 LISTA DE PREÇOS Observações: Todos os servidores da lista permitem alterações em sua configuração. Todos os Servidores Intel importados e comercializados pela OEMBR no Brasil, contam com garantia de 03

Leia mais

Capítulo 7. Discos. Armazenamento de dados

Capítulo 7. Discos. Armazenamento de dados Capítulo 7 Discos Armazenamento de dados Esta é uma das funções importantes de um computador. Além de acessar e processar dados, o computador precisa também armazená-los. Existem portanto diferentes métodos

Leia mais

MONTAGEM E CONFIGURAÇÃO DE MICROS

MONTAGEM E CONFIGURAÇÃO DE MICROS LAÉRCIO VASCONCELOS MONTAGEM E CONFIGURAÇÃO DE MICROS 4 a EDIÇÃO Rio de Janeiro 2014 ÍNDICE Capítulo 1: Introdução ao hardware Computador, micro, PC...1 Processador...1 Memória RAM...1 Disco rígido...2

Leia mais

UFRJ IM - DCC. Sistemas Operacionais I. Unidade IV Gerência de Memória Secundária. Prof. Valeria M. Bastos 18/06/2012 Prof. Antonio Carlos Gay Thomé

UFRJ IM - DCC. Sistemas Operacionais I. Unidade IV Gerência de Memória Secundária. Prof. Valeria M. Bastos 18/06/2012 Prof. Antonio Carlos Gay Thomé UFRJ IM - DCC Sistemas Operacionais I Unidade IV Gerência de Memória Secundária Prof. Valeria M. Bastos 18/06/2012 Prof. Antonio Carlos Gay Thomé 1 ORGANIZAÇÃO DA UNIDADE Gerência de Entrada e Saída Gerência

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 1866

ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 1866 6.7 Operações com as Memórias: Já sabemos, conforme anteriormente citado, que é possível realizar duas operações em uma memória: Escrita (write) armazenar informações na memória; Leitura (read) recuperar

Leia mais

Dispositivos de Armazenamento

Dispositivos de Armazenamento Universidade Federal de Santa Maria - UFSM Departamento de Eletrônica e Computação - DELC Introdução à Informática Prof. Cesar Tadeu Pozzer Julho de 2006 Dispositivos de Armazenamento A memória do computador

Leia mais

Fundamentos de Sistemas Operacionais

Fundamentos de Sistemas Operacionais Fundamentos de Sistemas Operacionais Aula 16: Entrada e Saída: Estudo de Caso Diego Passos Última Aula Software de Entrada e Saída. Subsistema de E/S. Conjunto de camadas de abstração para realização de

Leia mais

William Stallings Arquitetura e Organização de Computadores 8 a Edição

William Stallings Arquitetura e Organização de Computadores 8 a Edição William Stallings Arquitetura e Organização de Computadores 8 a Edição Capítulo 6 Memória externa slide 1 Tipos de memória externa Disco magnético: RAID. Removível. Óptica: CD-ROM. CD-Recordable (CD-R).

Leia mais

Introdução à Computação: Sistemas de Computação

Introdução à Computação: Sistemas de Computação Introdução à Computação: Sistemas de Computação Beatriz F. M. Souza (bfmartins@inf.ufes.br) http://inf.ufes.br/~bfmartins/ Computer Science Department Federal University of Espírito Santo (Ufes), Vitória,

Leia mais

Microinformática Introdução ao hardware. Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP

Microinformática Introdução ao hardware. Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP Microinformática Introdução ao hardware Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP Informática Informática é o termo usado para se descrever o conjunto das ciências da informação, estando incluídas neste grupo:

Leia mais

ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES.. Prof. Francisco Tesifom Munhoz 6 O HARD DISK - HD 3 7 SISTEMAS DE ARQUIVOS 8 9 DELEÇÃO 10

ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES.. Prof. Francisco Tesifom Munhoz 6 O HARD DISK - HD 3 7 SISTEMAS DE ARQUIVOS 8 9 DELEÇÃO 10 FRANCISCO TESIFOM MUNHOZ 2006 Índice 6 O HARD DISK - HD 3 6.1 COMO FUNCIONA UM DISCO RÍGIDO 3 6.2 COMO OS DADOS SÃO GRAVADOS E LIDOS 3 6.3 TECNOLOGIA DE GRAVAÇÃO PERPENDICULAR 5 6.4 PARTICIONAMENTO 6 6.5

Leia mais

MODULO II - HARDWARE

MODULO II - HARDWARE MODULO II - HARDWARE AULA 01 O Bit e o Byte Definições: Bit é a menor unidade de informação que circula dentro do sistema computacional. Byte é a representação de oito bits. Aplicações: Byte 1 0 1 0 0

Leia mais

ARMAZENAMENTO SECUNDÁRIO

ARMAZENAMENTO SECUNDÁRIO ARMAZENAMENTO SECUNDÁRIO ARMAZENAMENTO SECUNDÁRIO Benefícios do Armazenamento Secundário: Espaço: grande quantidade de espaço disponível; Confiabilidade: altamente confiável; Conveniência: usuários autorizados

Leia mais

TRABALHO COM GRANDES MONTAGENS

TRABALHO COM GRANDES MONTAGENS Texto Técnico 005/2013 TRABALHO COM GRANDES MONTAGENS Parte 05 0 Vamos finalizar o tema Trabalho com Grandes Montagens apresentando os melhores recursos e configurações de hardware para otimizar a abertura

Leia mais

TUTORIAL DE HARDWARE. maquina 2 [Digite o nome da empresa] 24/5/2009

TUTORIAL DE HARDWARE. maquina 2 [Digite o nome da empresa] 24/5/2009 2009 TUTORIAL DE HARDWARE maquina 2 [Digite o nome da empresa] 24/5/2009 AULÃO DE HARDWARE Este material não tem vinculo comercial e possui imagens e textos retirados da Web e de desenvolvimento deste

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais FATEC-PB Professor: Gustavo Wagner gugawag@gmail.com 1 Capítulo 6 Sistemas de Arquivos 6.1 Arquivos 6.2 Diretórios 6.3 Implementação do sistema de arquivos 6.4 Exemplos de sistemas

Leia mais

ORGANIZAÇÃO E ARQUITETURA DE COMPUTADORES ATIVIDADE 10 RAID /VIA SOFTWARE Gil Eduardo de Andrade

ORGANIZAÇÃO E ARQUITETURA DE COMPUTADORES ATIVIDADE 10 RAID /VIA SOFTWARE Gil Eduardo de Andrade ORGANIZAÇÃO E ARQUITETURA DE COMPUTADORES ATIVIDADE 10 RAID /VIA SOFTWARE Gil Eduardo de Andrade Esta a tividade deve ser efetuada no sistema operacional Windows XP, os passos efetuados possibilitam verificar

Leia mais

Setores, trilhas, cabeças e cilindros.

Setores, trilhas, cabeças e cilindros. Aula 13 Arquitetura de Computadores 03/11/2008 Universidade do Contestado UnC/Mafra Curso Sistemas de Informação Prof. Carlos Guerber DISCO RÍGIDO Disco rígido, disco duro ou HD (Hard Disk) é a parte do

Leia mais

Estrutura e funcionamento de um sistema informático

Estrutura e funcionamento de um sistema informático Estrutura e funcionamento de um sistema informático 2006/2007 Sumário A constituição de um sistema informático: hardware e software. A placa principal. O processador, o barramento e a base digital. Ficha

Leia mais

Introdução. Características e funcionamento dos HDs. Surgimento

Introdução. Características e funcionamento dos HDs. Surgimento Introdução O disco rígido ou HD (Hard Disk), é o dispositivo de armazenamento de dados mais usado nos computadores. Nele, é possível guardar não só seus arquivos como também todos os dados do seu sistema

Leia mais

Hardware 2. O Gabinete. Unidades Derivadas do BYTE. 1 KB = Kilobyte = 1024B = 2 10 B. 1 MB = Megabyte = 1024KB = 2 20 B

Hardware 2. O Gabinete. Unidades Derivadas do BYTE. 1 KB = Kilobyte = 1024B = 2 10 B. 1 MB = Megabyte = 1024KB = 2 20 B 1 2 MODULO II - HARDWARE AULA 01 OBiteoByte Byte 3 Definições: Bit é a menor unidade de informação que circula dentro do sistema computacional. Byte é a representação de oito bits. 4 Aplicações: Byte 1

Leia mais

5.1 Sistemas de Arquivos

5.1 Sistemas de Arquivos Capítulo 5 Os Sistemas de Arquivos 5.1 Sistemas de Arquivos Neste capítulo nós iremos examinar, a partir da visão do usuário, as estruturas que possibilitam o armazenamento persistente de informações no

Leia mais

Catálogo. DELL Computadores do Brasil Ltda 90 R$ 7.348,98 1 31207-0 2 31208-8. DELL Computadores do Brasil Ltda 90 R$ 7.400,75

Catálogo. DELL Computadores do Brasil Ltda 90 R$ 7.348,98 1 31207-0 2 31208-8. DELL Computadores do Brasil Ltda 90 R$ 7.400,75 ITEM 1 31207-0 2 31208-8 LOTE 01 DESCRIÇÃO EMPRESA Qtd. VALOR UNITÁRIO SERVIDOR - SEM SISTEMA OPERACIONAL TIPO 1,, POWER EDGE R710, PROCESSADOR NÚCLEO QUÁDRUPLO DE 2.13 GHZ SUPORTA APLICAÇÕES DE 32 E 64

Leia mais

FUNDAMENTOS DE HARDWARE HD, DISCO RIGIDO OU WINCHESTER. Professor Carlos Muniz

FUNDAMENTOS DE HARDWARE HD, DISCO RIGIDO OU WINCHESTER. Professor Carlos Muniz FUNDAMENTOS DE HARDWARE HD, Disco Rígido ou Winchester O disco rígido - ou HD (HardDisk) - é o dispositivo de armazenamento permanente de dados mais utilizado nos computadores. Nele, são armazenados desde

Leia mais

Sistemas de arquivos FAT e FAT32

Sistemas de arquivos FAT e FAT32 Introdução Sistemas de arquivos FAT e FAT32 Muitos usuários de Windows já ouviram falar em partições FAT ou FAT32 sem saber ao certo o que isso significa. Essas são siglas de sistemas de arquivos para

Leia mais

Infraestrutura de Hardware. Entrada/Saída: Armazenamento

Infraestrutura de Hardware. Entrada/Saída: Armazenamento Infraestrutura de Hardware Entrada/Saída: Armazenamento Perguntas que Devem ser Respondidas ao Final do Curso Como um programa escrito em uma linguagem de alto nível é entendido e executado pelo HW? Qual

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ARQUITETURA DE COMPUTADORES

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ARQUITETURA DE COMPUTADORES FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ARQUITETURA DE COMPUTADORES PROFESSOR: Kelly Alves Martins de Lima Arquitetura de Computadores DISCENTES: Helton Klinthon Douglas Silva

Leia mais

Turno/Horário Noturno PROFESSOR : Salomão Dantas Soares AULA Apostila nº

Turno/Horário Noturno PROFESSOR : Salomão Dantas Soares AULA Apostila nº UNIDADE 1I: SISTEMA COMPITACIONAL Elementos hardware e periféricos Um sistema computacional consiste num conjunto de dispositivos eletrônicos (hardware) capazes de processar informações de acordo com um

Leia mais

Capacidade = 512 x 300 x 20000 x 2 x 5 = 30.720.000.000 30,72 GB

Capacidade = 512 x 300 x 20000 x 2 x 5 = 30.720.000.000 30,72 GB Calculando a capacidade de disco: Capacidade = (# bytes/setor) x (méd. # setores/trilha) x (# trilhas/superfície) x (# superfícies/prato) x (# pratos/disco) Exemplo 01: 512 bytes/setor 300 setores/trilha

Leia mais

AULÃO DE HARDWARE Este material não tem vinculo comercial e possui imagens e textos retirados da Web e de desenvolvimento deste autor. A única caracteristica deste Ebook é o de auxiliar e promover o conhecimento

Leia mais

Manual de Instalação. Windows XP. Desenvolvedores: Patrick Duarte, Rodrigo dos Santos. Setembro de 2014.

Manual de Instalação. Windows XP. Desenvolvedores: Patrick Duarte, Rodrigo dos Santos. Setembro de 2014. Manual de Instalação Windows XP Desenvolvedores: Patrick Duarte, Rodrigo dos Santos. Setembro de 2014. 1 SUMÁRIO OBJETIVO DO MANUAL:...03 REQUISITOS MÍNIMOS:...03 PROCESSO DE INSTALAÇÃO:...04 3.1 Documentos

Leia mais

INFORmação. O que é um Computador?

INFORmação. O que é um Computador? Professor: M. Sc. Luiz Alberto Filho Conceitos básicos Evolução histórica Hardware Sistemas de numeração Periféricos Software Unidades Básicas de Medidas 2 Facilidade de armazenamento e recuperação da

Leia mais

Manual do Utilizador. Cabo Adaptador USB2.0 para IDE e SATA. Modelo: DA-70202

Manual do Utilizador. Cabo Adaptador USB2.0 para IDE e SATA. Modelo: DA-70202 Manual do Utilizador Cabo Adaptador USB2.0 para IDE e SATA Modelo: DA-70202 I. Prefácio Parabéns pela compra do nosso produto! Nós vamos mostrar-lhe um novo conceito de armazenamento com segurança e comodidade.

Leia mais

Componentes de um computador. CPU Cache de Memória Barramento Armazenamento

Componentes de um computador. CPU Cache de Memória Barramento Armazenamento Componentes de um computador Memória CPU Cache de Memória Barramento Armazenamento Memória A memória, também chamada de memória de acesso aleatório, ou RAM (Random Access Memory). Armazena temporariamente

Leia mais

Dispositivos de Armazenamento Magnéticos. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Dispositivos de Armazenamento Magnéticos. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Dispositivos de Armazenamento Magnéticos Prof. Marciano dos Santos Dionizio Dispositivos de Armazenamento Magnéticos Dispositivo magnético ou na situação a ser estudada, dispositivo de armazenamento magnético,

Leia mais

Construindo Sistemas de Gravação e Reprodução de Dados de Áudio, Vídeo e GPS com a Plataforma PXI

Construindo Sistemas de Gravação e Reprodução de Dados de Áudio, Vídeo e GPS com a Plataforma PXI Construindo Sistemas de Gravação e Reprodução de Dados de Áudio, Vídeo e GPS com a Plataforma PXI André Oliveira Engenheiro de Vendas Bruno César Engenheiro de Sistemas 1 Denominador Comum em Sistemas

Leia mais

Montagem e Manutenção (Hardware) Aula 01

Montagem e Manutenção (Hardware) Aula 01 Aula 01 1 Explique porque é importante saber Montagem e Manutenção de Computadores hoje? 2 Defina Hardware. 3 Explique Transistor. 4 Faça uma breve explicação da Evolução dos Hardwares usados nos computadores.

Leia mais

Q1 Q2 Q3 Q4 Total. ome. Assinatura

Q1 Q2 Q3 Q4 Total. ome. Assinatura Fundação CECIERJ - Vice Presidência de Educação Superior a Distância Curso de Tecnologia em Sistemas de Computação Disciplina: Introdução à Informática AP2 1 semestre de 2009. Data: Q1 Q2 Q3 Q4 Total ome

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Paralelismo a nível de disco A origem do RAID O

Leia mais

Disciplina: Introdução à Engenharia da Computação

Disciplina: Introdução à Engenharia da Computação Colegiado de Engenharia de Computação Disciplina: Introdução à Engenharia da Computação Aula 09 (semestre 2011.2) Prof. Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto, M.Sc. rosalvo.oliveira@univasf.edu.br 2 Armazenamento

Leia mais

Montagem e Manutenção de Computadores Aula1

Montagem e Manutenção de Computadores Aula1 Montagem e Manutenção de Computadores Aula1 Programa Instrutor Universidade Federal do Paraná Departamento de Informática 18 de Maio de 2010 Programa Instrutor (Universidade Federal do Montagem Paraná,

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 1866

ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 1866 6.7 Operações com as Memórias: Já sabemos, conforme anteriormente citado, que é possível realizar duas operações em uma memória: Escrita (write) armazenar informações na memória; Leitura (read) recuperar

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br MEMÓRIA SECUNDÁRIA - I Na visão de Tanenbaum (2007,

Leia mais

Manual de instalação do NVIDIA RAID

Manual de instalação do NVIDIA RAID Manual de instalação do NVIDIA RAID 1. Manual de instalação do NVIDIA BIOS RAID... 2 1.1 Introdução ao RAID... 2 1.2 Precauções a ter com as configurações do RAID... 3 1.3 Criar o disposição de um disco...

Leia mais

Alimentação. Powerpoint Templates Page 2. Alimentação

Alimentação. Powerpoint Templates Page 2. Alimentação Curso: Técnico em Informática 2º ano Energia Elétrica: A energia elétrica é uma das formas de energia mais utilizadas no mundo. Ela é gerada, principalmente, nas usinas hidrelétricas, usando o potencial

Leia mais

Este curso destina-se a uso pessoal pelo cliente que o adquiriu na Laércio Vasconcelos Computação. Ele não pode ser duplicado para ser repassado a

Este curso destina-se a uso pessoal pelo cliente que o adquiriu na Laércio Vasconcelos Computação. Ele não pode ser duplicado para ser repassado a Tópicos avançados Este curso destina-se a uso pessoal pelo cliente que o adquiriu na Laércio Vasconcelos Computação. Ele não pode ser duplicado para ser repassado a outros usuários, nem pode ser usado

Leia mais

FUNDAMENTOS DE HARDWARE CD-ROM. Professor Carlos Muniz

FUNDAMENTOS DE HARDWARE CD-ROM. Professor Carlos Muniz FUNDAMENTOS DE HARDWARE CD-Rom Até pouco tempo atrás, as opções mais viáveis para escutar música eram os discos de vinil e as fitas cassete. Porém, a Philips, em associação com outras empresas, desenvolveu

Leia mais

AULA 2. Informática Básica. Gustavo Leitão. gustavo.leitao@ifrn.edu.br. Disciplina: Professor: Email:

AULA 2. Informática Básica. Gustavo Leitão. gustavo.leitao@ifrn.edu.br. Disciplina: Professor: Email: AULA 2 Disciplina: Informática Básica Professor: Gustavo Leitão Email: gustavo.leitao@ifrn.edu.br Índice Continuação aula anterior... Memória Barramento Unidades de armazenamento Periféricos Interfaces

Leia mais

Curso Técnico em Informática. Rafael Barros Sales Técnico em Informática CREA/AC Tecnólogo em Redes de Computadores

Curso Técnico em Informática. Rafael Barros Sales Técnico em Informática CREA/AC Tecnólogo em Redes de Computadores Curso Técnico em Informática Rafael Barros Sales Técnico em Informática CREA/AC Tecnólogo em Redes de Computadores História O primeiro disco rígido (o IBM 350) foi construído em 1956, e era formado por

Leia mais