INSTITUTO MARTIN LUTHER KING CURSO PROCESSAMENTO DE DADOS DISCIPLINA: HARDWARE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INSTITUTO MARTIN LUTHER KING CURSO PROCESSAMENTO DE DADOS DISCIPLINA: HARDWARE"

Transcrição

1 Memória ROM Vamos iniciar com a memória ROM que significa Read Only Memory, ou seja, uma memória somente para leitura. Isso quer dizer que as instruções que esta memória contém só podem ser lidas e executadas, mas não podem ser alteradas nem ao menos apagadas. As informações contidas na memória ROM já vêm gravadas de fábrica e não podem ser alteradas. A memória rom de um computador é responsável pelo armazenamento da BIOS, programa responsável por detectar todos os dispositivos de hardware do computador e também executar um auto-teste para fazer testes na memória e outros componentes de hardware, e também pelo Setup responsável pela configuração de sua máquina. Ou seja, é na memória rom que tudo começa. MEMÓRIA RAM Memória RAM (Random Access Memory), ou memória de acesso aleatório em português, é na memória RAM que ficam armazenas todas as informações necessárias para o funcionamento do sistema operacional e programas. Todo programa executado está na memória RAM, seja ele um software antivírus, um protetor de tela, impressão, etc. A memória RAM é volátil, ou seja, não grava de modo permanente os dados nela contidos. Quando a alimentação do sistema é cortada, tudo que foi guardado é perdido. As memórias são pequenos pentes que são encaixados nos slots de memória das placas mãe. Atualmente, temos pentes de memória de 256 MB, 512 MB, 1 GB, 2 GB,etc. A capacidade total de memória de um computador depende das seguintes condições: 1ª Condição: A capacidade do pente de memória que será instalado; 2ª Condição: Do número de slots que a placa mãe possui; 3ª Condição: No total de memória RAM que a placa mãe poderá suportar. Vale ressaltar que existem diferentes tipos de memória RAM com freqüências diferentes e capacidades de transferência de dados cada vez maiores. Confira abaixo uma comparação entre três modelos de RAM com freqüência de clock de 200MHz, e note como a velocidade duplica a cada de memória:

2 CLASSIFICAÇÃO DA MEMÓRIA RAM SDR SDRAM ou Sdram: este tipo de memória é chamada de memória síncrona já que trabalha na mesma velocidade que a placa mãe. Estes tipos de memórias são rotuladas de acordo com a freqüência em que são capazes de operar. No caso das memórias SDRAM temos as memórias PC-66, PC-100 e PC-133. Estes tipos de memória também são chamados de memória DIMM. Um módulo de memória PC-133 deve ser capaz de operar a 133 MHz, fornecendo 133 milhões de leituras (teóricas) por segundo. As memórias DIMM também possuem módulos DDR-DIMM sendo estes possuem outro esquema de classificação: PC1600, PC2100, PC2700, PC3200, PC3500, PC3700 e PC4000. O número desta classificação indica a taxa de transferência máxima da memória, em MB/s. Por exemplo, os módulos PC3200 têm uma taxa de transferência máxima de MB/s. DDR-SDRAM (Memória de Acesso Aleatório Dinâmica, Síncrona com Taxa de Transferência Dobrada). É o padrão de memória que substituiu as tradicionais memórias SDRAM. Neste tipo de memória são transferidos dois dados por vez, em vez de apenas um. Com isto, obtém o dobro do desempenho da SDRAM traduzindo em um melhor desempenho geral do computador. As memórias DDR-SDRAM são classificadas como TECNOLOGIA DE MEMÓRIA FREQUÊNCIA (velocidade) DDR MHz anunciado / 100 MHz real DDR MHz anunciado / 133 MHz real DDR MHz anunciado / 166 MHz real DDR MHz anunciado / 200 MHz real DDR MHz anunciado / 216 MHz real DDR MHz anunciado / 233 MHz real DDR MHz anunciado / 250 MHz real DDR MHz anunciado / 266 MHz real DDR MHz anunciado / 300 MHz real A coluna freqüência indica o desempenho da memória, sendo este o dobro da velocidade real suportada. Por exemplo, as memórias DDR400 operam realmente a 200 MHz, porém, obtém um desempenho como se estivessem rodando a 400 MHz.

3 DDR2-SDRAM ou DDR2: é uma evolução ao antigo padrão DDR SDRAM. A nova tecnologia veio com a promessa de aumentar o desempenho, diminuir o consumo elétrico e o aquecimento. Este padrão suporta módulos de até 8GB de memória. As memórias DDR2-SDRAM são classificadas como TECNOLOGIA DE MEMÓRIA FREQUÊNCIA (velocidade) DDR MHz anunciado / 333 MHz real DDR MHz anunciado / 400 MHz real DDR MHz anunciado / 533 MHz real DDR MHz anunciado / 650 MHz real DDR3-SDRAM ou DDR3: DDR3 SDRAM é uma melhoria sobre a tecnologia precedente DDR2 SDRAM. O DDR3 possui a taxa de transferência duas vezes maior que a taxa da DDR2, consome cerca de 40% menos energia, se comparado aos módulos DDR2, trabalha com voltagem de 1.5 volts, menor que a 1.8 V da DDR2 ou os 2.5 V da DDR. Este padrão suporta módulos de até 12GB de memória. PLACA DE VÍDEO Devido a evolução dos periféricos de hardware, programas, etc. As placas de vídeo exercem uma função muito importante na velocidade de processamento do computador principalmente na interpretação de imagens gráficas tridimensionais, etc. As placas de vídeo dividem-se em comuns, aceleradoras e co-processadas. A placa de vídeo comum tem como principal componente o seu chipset (Trident, OAK, Cirrus Logic, etc.) que permite processar diferentes tipos de gráficos sem a ajuda do processador. Seu desempenho é extremamente limitado.

4 As placas de vídeo aceleradoras substituíram as placas de vídeos comuns, pois possuem grande velocidade no processamento das informações gráficas e são conectadas no SLOT AGP que permite melhor desempenho na transferência de dados. As placas aceleradoras possuem um componente chamado dissipador de calor para reduzir a temperatura da placa de vídeo. E por fim foram desenvolvidas as placas de vídeo co-processadas que vieram para revolucionar o mundo da informática, eles possuem um microprocessador dedicado para a parte de vídeo deixando o processador principal livre e possuem um SLOT exclusivo para a conexão dela chamado de PCI EXPRESS. FIQUE LIGADO!!!! A máxima resolução e o número máximo de cores que aparecerá no monitor, depende também da placa de vídeo, desde que o monitor seja capaz de exibilas, ou seja, se você tiver uma placa de vídeo mais atual mais não tiver um monitor que suporte a resolução desta placa de vídeo não irá adiantar. A memória RAM da placa de vídeo (denominada memória de vídeo) guarda as informações de vídeo a serem processadas. Podem ser do tipo DRAM e VRAM. A VRAM é mais rápida por ter um tempo de refresh (regravação constante da memória) curto.

5 DISCO RÍGIDO Popularmente chamado também de HD (do inglês hard disk ) é um dispositivo onde são armazenados todos os dados do computador. No disco rígido ficam armazenados os programas e os dados do usuário. A capacidade do disco rígido deve ser compatível com a utilização desejada para o computador, ou seja, se a utilização for para jogos e vídeos, por exemplo, vai requerer um HD com grande capacidade, já que esses tipos de arquivos ocupam grande espaço no disco. Na hora de comprar um computador pensamos na placa-mãe, placa de vídeo e quantidade de memória RAM, todos esses componentes não teriam a menor importância sem a presença do disco rígido. Afinal, de nada adianta ter poder de processamento se você não possui um local onde armazenar o sistema operacional ou gravar os diversos programas e documentos com que deseja trabalhar. Para isso, a cada dia surgem no mercado novos modelos com mais espaço disponível, grande velocidade e precisão de leitura e gravação. FUNCIONAMENTO DO DISCO RÍGIDO No funcionamento do disco rígido os dados são gravados em discos magnéticos chamados platters, formados por discos extremamente rígidos que garantem a qualidade de gravação e leitura. Para a formação de discos rígidos a utilização de materiais duros é necessária para evitar a ocorrência de erros que podem surgir caso ocorram deformações na superfície. A capacidade dos discos rígidos evoluíram consideravelmente atingindo capacidade de 500 Gibatybes, 1 Terabyte, 2 Terabytes, etc. Observe a imagem abaixo. Essas são as portas IDE. Aqui iremos conectar um lado do cabo flat para a instalação do disco rígido. A imagem à direita ilustra o cabo flat para instalação do disco rígido. Cabo FLAT para conexão de disco rígido.

6 Observe a imagem abaixo. Essas são as portas SATA. Aqui iremos conectar um lado do cabo SATA para a instalação do disco rígido. Cabo SATA para conexão de disco rígido. Outro detalhe importante é verificar se a fonte de seu computador possui o conector de energia utilizado pelos HDs SATA. Caso ela não possua, será necessário comprar também um adaptador para esse tipo de conector. Conector de energia para disco rígido SATA. Conector de energia para disco rígido IDE. Antes de instalar um disco rígido padrão IDE primeiramente temos que analisar a posição dos jumpers que já vem instalado no disco rígido. Mas o que são JUMPERS? Jumpers são pequenas peças plásticas que funcionam como uma chave para determinar o funcionamento do seu disco rígido. As opções principais de jumpeamento são MASTER (mestre) e SLAVE (escravo). Como funcionam essas configurações? MASTER (mestre): Se o seu disco rígido for configurado como master, ou seja mestre, ele será o primeiro dispositivo a ser detectado quando o computador for iniciado. SLAVE (escravo): Agora se o seu disco rígido for configurado como slave, ou seja escravo, ele será sempre o segundo dispositivo a ser detectado quando o computador for iniciado.

7 Se você tiver dois dispositivos instalados na placa mãe, mais precisamente na porta IDE, teremos que jumpear um dispositivo como master e outro como slave. O ideal é jumpear sempre o disco rígido como master e em seguida o cd-rom ou outro dispositivo como slave. Geralmente o HD já vem configurado de fábrica como master. Observe as imagens abaixo de como devem ser conectados os jumpers. Geralmente esta ilustração já vem na etiqueta em cima do disco rígido. Observe a imagem acima do disco rígido. O círculo vermelho destaca onde devem ser conectados a peças de jumper para configurar o disco rígido. Se o disco rígido for do tipo SATA fique tranqüilo, pois eles não utilizam jumpers de configuração master/slave, pois cada porta permite a instalação de um único HD. A imagens abaixo ilustram a conexão dos cabos na placa mãe. Conectando o cabo flat do disco rígido na placa mãe Conectando o cabo SATA do disco rígido na placa mãe

8 Observe a imagem abaixo. O cabo flat já conectado no disco rígido e o conector da fonte de alimentação corretamente conectado. Observe a imagem abaixo. O cabo SATA já conectado no disco rígido e o conector da fonte de alimentação corretamente conectado. FIQUE LIGADO: IDE E SATA são tecnologias de disco rígido diferentes, por isso elas possuem cabos e conectores de energia diferentes. UNIDADE DE CD-ROM, CD-R ou DVD-ROM A unidade de CD-ROM é um dispositivo de armazenamento óptico. Por serem mais rápidas do que as unidades de disco flexíveis, as unidades de CD-ROM tomaram seu lugar. Atualmente podemos encontrar no mercado diversos modelos e marcas que oferecem velocidades de gravação e leituras diferenciadas, cada vez maiores. Podemos considerar as seguintes características: Unidade de CD-ROM ou CD-R: equipamento que permite somente a leitura e reprodução de dados armazenados em discos CD-R. Ex.: CD DE ARQUIVOS E CD DE ÁUDIO. Unidade de CD-RW: equipamento que permite leitura, reprodução, gravação, regravação e exclusão de dados armazenados em discos. Em uma unidade de CD- RW as seguintes informações precisam ser consideradas. Exemplo: Uma unidade

9 de CD-RW possui as seguintes velocidades 32x/16x/8x. Isto significa que esta unidade é capaz de ler CD s a 32x, gravar CDs-R a 16x e gravar CDs-RW a 8x. Unidade de DVD-ROM: equipamento que permite leitura de CD s comerciais, CDs- R, CDs-RW e DVDs. Você pode, inclusive, assistir DVDs comerciais (filmes) usando uma unidade de DVD-ROM. Unidade de DVD-RW: equipamento que permite leitura, reprodução, gravação, regravação e exclusão de dados armazenados em discos. Uma unidade de DVD-RW as seguintes informações precisam ser consideradas. PLACA DE SOM A placa de som é um dispositivo de hardware que envia e recebe sinais de som entre equipamentos de som e um computador. As placas de som são muito utilizadas para as demandas de trabalhos em áudio (DJ s, operadores de som, etc) e também para dar maior brilho aos sons de jogos, vídeos, etc. As placas de som geralmente são instaladas internamente no computador (em slots PCI). MODEM Modem é a junção de dois termos: MODULATE and DEMODULATE que significa codificar e decodificar. O modem permite a comunicação entre computadores utilizando linhas telefônicas comuns assim disponibilizando o acesso a internet. Devido a utilização de diferentes tipos de tecnologias para a utilização de internet como 3g, adsl (o velox), wireless entre outras, o modem que possibilita estabelecer uma conexão lenta utilizando a linha telefônica já não é mais tão utilizado.

10 COMO UM MODEM FUNCIONA PROCESSO DE CONEXÃO. Sabemos que o modem permite a comunicação entre computadores utilizando linhas telefônicas comuns assim disponibilizando o acesso a internet. Porém, usando linhas telefônicas comuns enfrentamos um pequeno problema: os computadores trabalham com sinais digitais, qualquer informação será armazenada e processada na forma de 0 ou 1. As linhas telefônicas por sua vez são analógicas, sendo adequadas para a transmissão de voz, mas não para a transmissão de dados. O modem é capaz de transformar sinais digitais em sinais analógicos que são transmitidos pela linha telefônica e, em seguida, novamente transformados em sinais digitais pelo modem receptor (provedor de internet). Os modems para acesso discado geralmente são instalados internamente no computador (em slots PCI), já existem alguns modem para acesso discado USB. MONITOR DE VÍDEO O monitor é um dispositivo que permite a comunicação do computador com o usuário. Ele exibe, em sua tela, os programas em execução, os dados sendo processados, vídeos, animações e outros tipos de informações, inclusive mensagens de erro indicando problemas e providências a serem tomadas. Os monitores são classificados de acordo com a tecnologia de amostragem de vídeo utilizada na formação da imagem. Atualmente, essas tecnologias são: CRT e LCD. CRT é o monitor "tradicional", grandes, pesados, consomem mais energia, cansam a visão e atualmente, têm sido substituídos pelos monitores de LCD. LCD (Liquid Cristal Display, em inglês, sigla de tela de cristal líquido) é um tipo mais moderno de monitor. Nele, a tela é composta por cristais que são polarizados para gerar as cores. São mais econômicos no que diz respeito ao consumo de energia, são capazes de formar uma imagem praticamente perfeita e cansam menos a visão.

Introdução. Em se tratando de computador, entendemos que memória são dispositivos que armazenam dados com os quais o processador trabalha.

Introdução. Em se tratando de computador, entendemos que memória são dispositivos que armazenam dados com os quais o processador trabalha. Memorias Introdução Em se tratando de computador, entendemos que memória são dispositivos que armazenam dados com os quais o processador trabalha. Necessariamente existe dois tipos de memórias: -Memória

Leia mais

CONHEÇA MELHOR SEU COMPUTADOR

CONHEÇA MELHOR SEU COMPUTADOR CONHEÇA MELHOR SEU COMPUTADOR Por: Pedro ( Lan House Viagem Virtual ) Sacie sua fome de conhecimento, veja em ordem alfabética os principais termos sobre hardware. Como muitos devem saber, os computadores

Leia mais

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO O que é a Informática? A palavra Informática tem origem na junção das palavras: INFORMAÇÃO + AUTOMÁTICA = INFORMÁTICA...e significa, portanto, o tratamento da informação

Leia mais

ROM e RAM. Memórias 23/11/2015

ROM e RAM. Memórias 23/11/2015 ROM e RAM Memórias Prof. Fabrício Alessi Steinmacher. Para que o processador possa executar suas tarefas, ele busca na memória todas as informações necessárias ao processamento. Nos computadores as memórias

Leia mais

Fundamentos de Hardware

Fundamentos de Hardware Fundamentos de Hardware Unidade 8 - Periféricos de armazenamento Curso Técnico em Informática SUMÁRIO PERIFÉRICOS DE ARMAZENAMENTO... 3 DISCO RÍGIDO (HD)... 3 TECNOLOGIAS DE TRANSFERÊNCIA... 3 IDE/ATA/PATA...

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Hardware de Computadores Questionário II 1. A principal diferença entre dois processadores, um deles equipado com memória cache o

Leia mais

Microinformática Introdução ao hardware. Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP

Microinformática Introdução ao hardware. Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP Microinformática Introdução ao hardware Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP Informática Informática é o termo usado para se descrever o conjunto das ciências da informação, estando incluídas neste grupo:

Leia mais

sobre Hardware Conceitos básicos b Hardware = é o equipamento.

sobre Hardware Conceitos básicos b Hardware = é o equipamento. Conceitos básicos b sobre Hardware O primeiro componente de um sistema de computação é o HARDWARE(Ferragem), que corresponde à parte material, aos componentes físicos do sistema; é o computador propriamente

Leia mais

ILHA I GERENCIAMENTO DE CONTEÚDO CMS DISCIPLINA: Introdução à Computação MÓDULO II Memórias e Processamento

ILHA I GERENCIAMENTO DE CONTEÚDO CMS DISCIPLINA: Introdução à Computação MÓDULO II Memórias e Processamento MÓDULO II Memórias e Processamento Esse módulo irá relatar sobre as memórias seus tipos e a ligação com os tipos variados de processamento. Leia atentamente todo o conteúdo e participe dos fóruns de discursão,

Leia mais

AULA 2. Informática Básica. Gustavo Leitão. gustavo.leitao@ifrn.edu.br. Disciplina: Professor: Email:

AULA 2. Informática Básica. Gustavo Leitão. gustavo.leitao@ifrn.edu.br. Disciplina: Professor: Email: AULA 2 Disciplina: Informática Básica Professor: Gustavo Leitão Email: gustavo.leitao@ifrn.edu.br Índice Continuação aula anterior... Memória Barramento Unidades de armazenamento Periféricos Interfaces

Leia mais

Montagem e Manutenção (Hardware) Aula 01

Montagem e Manutenção (Hardware) Aula 01 Aula 01 1 Explique porque é importante saber Montagem e Manutenção de Computadores hoje? 2 Defina Hardware. 3 Explique Transistor. 4 Faça uma breve explicação da Evolução dos Hardwares usados nos computadores.

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL Entendendo o Computador Componentes do Computador COMPONENTES DO COMPUTADOR Tabela ASCII A sigla ASCII deriva de American Standard Code for Information Interchange, ou seja, Código no Padrão Americano

Leia mais

Memória principal; Unidade de Controle U C P. Unidade Lógica e Aritmética

Memória principal; Unidade de Controle U C P. Unidade Lógica e Aritmética Tecnologia da Administração Computador: origem, funcionamento e componentes básicos Parte II Sumário Introdução Origem Funcionamento Componentes Básicos Referências Sistema Binário O computador identifica

Leia mais

Computação I. Profa. Márcia Hellen Santos marciasantos@uepa.br

Computação I. Profa. Márcia Hellen Santos marciasantos@uepa.br Computação I Profa. Márcia Hellen Santos marciasantos@uepa.br MÓDULO I- Introdução à Informática Hardware Hardware? HARDWARE é a parte física do computador. É o conjunto de componentes mecânicos, elétricos

Leia mais

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação Tecnologia da Informação Componentes Sistema Informação Hardware - Computadores - Periféricos Software - Sistemas Operacionais - Aplicativos - Suítes Peopleware - Analistas - Programadores - Digitadores

Leia mais

HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS E FUNCIONAMENTO. Wagner de Oliveira

HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS E FUNCIONAMENTO. Wagner de Oliveira HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS E FUNCIONAMENTO Wagner de Oliveira SUMÁRIO Hardware Definição de Computador Computador Digital Componentes Básicos CPU Processador Memória Barramento Unidades de Entrada e

Leia mais

Curso Técnico de Nível Médio

Curso Técnico de Nível Médio Curso Técnico de Nível Médio Disciplina: Informática Básica 2. Hardware: Componentes Básicos e Funcionamento Prof. Ronaldo Componentes de um Sistema de Computador HARDWARE: unidade

Leia mais

Informática Computador Visão Geral. Prof. Marcos André Pisching, M.Sc.

Informática Computador Visão Geral. Prof. Marcos André Pisching, M.Sc. Informática Computador Visão Geral Prof. Marcos André Pisching, M.Sc. Objetivos Identificar os componentes básicos de um sistema de computador: entrada, processamento, saída e armazenamento. Relacionar

Leia mais

Montagem e Manutenção de Computadores Aula1

Montagem e Manutenção de Computadores Aula1 Montagem e Manutenção de Computadores Aula1 Programa Instrutor Universidade Federal do Paraná Departamento de Informática 18 de Maio de 2010 Programa Instrutor (Universidade Federal do Montagem Paraná,

Leia mais

Componentes de um Sistema de Computador

Componentes de um Sistema de Computador Componentes de um Sistema de Computador HARDWARE: unidade responsável pelo processamento dos dados, ou seja, o equipamento (parte física) SOFTWARE: Instruções que dizem o que o computador deve fazer (parte

Leia mais

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO O que é a Informática? A palavra Informática tem origem na junção das palavras: INFORMAÇÃO + AUTOMÁTICA = INFORMÁTICA...e significa, portanto, o tratamento da informação

Leia mais

Sistemas Computacionais

Sistemas Computacionais 2 Introdução Barramentos são, basicamente, um conjunto de sinais digitais com os quais o processador comunica-se com o seu exterior, ou seja, com a memória, chips da placa-mãe, periféricos, etc. Há vários

Leia mais

MODULO II - HARDWARE

MODULO II - HARDWARE MODULO II - HARDWARE AULA 01 O Bit e o Byte Definições: Bit é a menor unidade de informação que circula dentro do sistema computacional. Byte é a representação de oito bits. Aplicações: Byte 1 0 1 0 0

Leia mais

Curso básico em técnicas de manutenção para activistas comunitários

Curso básico em técnicas de manutenção para activistas comunitários Curso básico em técnicas de manutenção para activistas comunitários Modulo I INTRODUÇÃO AO EQUIPAMENTO INFORMÁTICO Respostas as perguntas do modulo I Aula 1 1. Qual dos seguintes itens faz parte do kit

Leia mais

Memória RAM. A memória RAM evolui constantemente. Qual a diferença entre elas? No clock (velocidade de comunicação com o processador)

Memória RAM. A memória RAM evolui constantemente. Qual a diferença entre elas? No clock (velocidade de comunicação com o processador) Memória RAM Introdução As memórias são as responsáveis pelo armazenamento de dados e instruções em forma de sinais digitais em computadores. Para que o processador possa executar suas tarefas, ele busca

Leia mais

MEMÓRIA. MEMÓRIA RAM (Randon acess memory) Memória de acesso aleatório

MEMÓRIA. MEMÓRIA RAM (Randon acess memory) Memória de acesso aleatório O papel do processador é apenas um, pegar os dados e processa-los não importando de onde vem ou para onde vão estes dados. Como os processadores não possuem uma área de armazenamento grande, ele buscas

Leia mais

TI Aplicada. Aula 03 Componentes Básicos Hardware e Rede. Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti.

TI Aplicada. Aula 03 Componentes Básicos Hardware e Rede. Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti. TI Aplicada Aula 03 Componentes Básicos Hardware e Rede Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti.br Principais Componentes Barramentos Placa Mãe Processadores Armazenamento

Leia mais

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr Tecnologia da Informação Prof Odilon Zappe Jr Conceitos básicos de informática O que é informática? Informática pode ser considerada como significando informação automática, ou seja, a utilização de métodos

Leia mais

FUNDAMENTOS DE HARDWARE CD-ROM. Professor Carlos Muniz

FUNDAMENTOS DE HARDWARE CD-ROM. Professor Carlos Muniz FUNDAMENTOS DE HARDWARE CD-Rom Até pouco tempo atrás, as opções mais viáveis para escutar música eram os discos de vinil e as fitas cassete. Porém, a Philips, em associação com outras empresas, desenvolveu

Leia mais

Informática para Banca IADES. Hardware e Software

Informática para Banca IADES. Hardware e Software Informática para Banca IADES Conceitos Básicos e Modos de Utilização de Tecnologias, Ferramentas, Aplicativos e Procedimentos Associados ao Uso de Informática no Ambiente de Escritório. 1 Computador É

Leia mais

SISTEMAS INFORMÁTICOS

SISTEMAS INFORMÁTICOS SISTEMAS INFORMÁTICOS Nesta apresentação, aprenderá a distinguir Hardware de software, identificar os principais componentes físicos de um computador e as suas funções. Hardware e Software Estrutura de

Leia mais

Aula 06. Discos e Drives

Aula 06. Discos e Drives Aula 06 Discos e Drives Disquetes São discos magnéticos usados para armazenar dados dos computadores. Podem armazenar textos, imagens, programas, etc. São vendidos normalmente em caixas com 10 unidades.

Leia mais

Sistemas Operacionais. Prof. M.Sc. Sérgio Teixeira. Aula 03 Conceitos de Hardware e Software parte 01. Cursos de Computação

Sistemas Operacionais. Prof. M.Sc. Sérgio Teixeira. Aula 03 Conceitos de Hardware e Software parte 01. Cursos de Computação Cursos de Computação Sistemas Operacionais Prof. M.Sc. Sérgio Teixeira Aula 03 Conceitos de Hardware e Software parte 01 Referência: MACHADO, F.B. ; MAIA, L.P. Arquitetura de Sistemas Operacionais. 4.ed.

Leia mais

Introdução à Ciência da Computação

Introdução à Ciência da Computação Introdução à Ciência da Computação Prof. Edberto Ferneda Hardware: Computador e Periféricos 1 John L. von Neumann (1903-1957) Armazenamento secundário Dispositivos de armazenamento de dados e programas

Leia mais

Informática. Técnico em Agronegócio 1º. Módulo Profa. Madalena Pereira da Silva madalena.silva@ifsc.edu.br

Informática. Técnico em Agronegócio 1º. Módulo Profa. Madalena Pereira da Silva madalena.silva@ifsc.edu.br Informática Técnico em Agronegócio 1º. Módulo Profa. Madalena Pereira da Silva madalena.silva@ifsc.edu.br Roteiro de Aula Introdução Computador Hardware, Software básico, Software Aplicativo Hardwares

Leia mais

A placa-mãe é o componente mais importante do micro, pois é ela a responsável pela comunicação entre todos os componentes.

A placa-mãe é o componente mais importante do micro, pois é ela a responsável pela comunicação entre todos os componentes. Placa Mãe A placa-mãe é o componente mais importante do micro, pois é ela a responsável pela comunicação entre todos os componentes. A qualidade da placa-mãe é de longe mais importante que o desempenho

Leia mais

Curso básico em técnicas de Manutenção para activistas comunitários

Curso básico em técnicas de Manutenção para activistas comunitários Curso básico em técnicas de Manutenção para activistas comunitários Perguntas relacionadas com a Aula 2 do Módulo I Aula 2 1. Qual das alíneas encontram-se mencionados todos os tipos de computador por

Leia mais

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto Introdução a Informática Prof.: Roberto Franciscatto 3.1 EXECUÇÃO DAS INSTRUÇÕES A UCP tem duas seções: Unidade de Controle Unidade Lógica e Aritmética Um programa se caracteriza por: uma série de instruções

Leia mais

Disciplina: Introdução à Informática Profª Érica Barcelos

Disciplina: Introdução à Informática Profª Érica Barcelos Disciplina: Introdução à Informática Profª Érica Barcelos CAPÍTULO 4 1. ARQUITETURA DO COMPUTADOR- HARDWARE Todos os componentes físicos constituídos de circuitos eletrônicos interligados são chamados

Leia mais

Fundamentos em Informática

Fundamentos em Informática Fundamentos em Informática 04 Organização de Computadores nov/2011 Componentes básicos de um computador Memória Processador Periféricos Barramento Processador (ou microprocessador) responsável pelo tratamento

Leia mais

Técnicas de Manutenção de Computadores

Técnicas de Manutenção de Computadores Técnicas de Manutenção de Computadores Professor: Luiz Claudio Ferreira de Souza Placa Mãe Dispositivos (Onboard) São aqueles encontrados na própria Placa Mãe. Ex: Rede, Som, Vídeo e etc... Prof. Luiz

Leia mais

Memória ROM. Organização Funcional de um. Computador. ROM (Read-Only Memory) Memória Somente Leitura.

Memória ROM. Organização Funcional de um. Computador. ROM (Read-Only Memory) Memória Somente Leitura. Prof. Luiz Antonio do Nascimento Faculdade Nossa Cidade Organização Funcional de um Computador Unidade que realiza as operações lógicas e aritméticas Comanda as outras operações Sistema Central CPU ULA

Leia mais

Hardware 2. O Gabinete. Unidades Derivadas do BYTE. 1 KB = Kilobyte = 1024B = 2 10 B. 1 MB = Megabyte = 1024KB = 2 20 B

Hardware 2. O Gabinete. Unidades Derivadas do BYTE. 1 KB = Kilobyte = 1024B = 2 10 B. 1 MB = Megabyte = 1024KB = 2 20 B 1 2 MODULO II - HARDWARE AULA 01 OBiteoByte Byte 3 Definições: Bit é a menor unidade de informação que circula dentro do sistema computacional. Byte é a representação de oito bits. 4 Aplicações: Byte 1

Leia mais

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware Professor: Renato B. dos Santos 1 O computador é composto, basicamente, por duas partes:» Hardware» Parte física do computador» Elementos concretos» Ex.: memória, teclado,

Leia mais

Dispositivos de Armazenamento

Dispositivos de Armazenamento Universidade Federal de Santa Maria - UFSM Departamento de Eletrônica e Computação - DELC Introdução à Informática Prof. Cesar Tadeu Pozzer Julho de 2006 Dispositivos de Armazenamento A memória do computador

Leia mais

Conceitos Básicos de Informática. Antônio Maurício Medeiros Alves

Conceitos Básicos de Informática. Antônio Maurício Medeiros Alves Conceitos Básicos de Informática Antônio Maurício Medeiros Alves Objetivo do Material Esse material tem como objetivo apresentar alguns conceitos básicos de informática, para que os alunos possam se familiarizar

Leia mais

R S Q 0 0 1 0 1 0 1 0 0 1 1 0 Tabela 17 - Tabela verdade NOR

R S Q 0 0 1 0 1 0 1 0 0 1 1 0 Tabela 17 - Tabela verdade NOR 19 Aula 4 Flip-Flop Flip-flops são circuitos que possuem a característica de manter os bits de saída independente de energia, podem ser considerados os princípios das memórias. Um dos circuitos sequenciais

Leia mais

MONTAGEM E MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES AULA - 5 DESEMPENHO E UPGRADE GRUPO INSTRUTOR MAIO/JUNHO 2010

MONTAGEM E MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES AULA - 5 DESEMPENHO E UPGRADE GRUPO INSTRUTOR MAIO/JUNHO 2010 MONTAGEM E MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES AULA - 5 DESEMPENHO E UPGRADE GRUPO INSTRUTOR MAIO/JUNHO 2010 PRIMEIROS PASSOS LEITOR DE DISQUETE: Não se pode dizer que é inútil, mas nunca vai ser considerado com

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores Introdução à Organização do Computador

Arquitetura e Organização de Computadores Introdução à Organização do Computador 1 Arquitetura e Organização de Computadores Introdução à Organização do Computador Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Curso: Sistemas de Informação Introdução 2 O Computador é uma ferramenta que

Leia mais

Como è feito computador

Como è feito computador Como è feito computador O computador contém uma parte elétrica e uma parte eletrónica. Parte elétrica é usada para transformar e dinstribuir a eletricidade que vem para os vários componentes. Parte eletrónica

Leia mais

FUNDAMENTOS DE HARDWARE HD, DISCO RIGIDO OU WINCHESTER. Professor Carlos Muniz

FUNDAMENTOS DE HARDWARE HD, DISCO RIGIDO OU WINCHESTER. Professor Carlos Muniz FUNDAMENTOS DE HARDWARE HD, Disco Rígido ou Winchester O disco rígido - ou HD (HardDisk) - é o dispositivo de armazenamento permanente de dados mais utilizado nos computadores. Nele, são armazenados desde

Leia mais

Noções de Hardware. André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com)

Noções de Hardware. André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Hardware André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Gerações de hardware Tipos de computadores Partes do Microcomputador Periféricos Armazenamento de

Leia mais

Arquitectura dos processadores

Arquitectura dos processadores Arquitectura dos processadores Outra arquitectura foi desenvolvida pela Motorola para os Apple Macintosh.(incompativel com o PC - IBM). Passaram a existir duas arquitecturas de processadores: CISC (Complex

Leia mais

Serial ATA (SATA - Serial Advanced Technology Attachment)

Serial ATA (SATA - Serial Advanced Technology Attachment) Serial ATA (SATA - Serial Advanced Technology Attachment) Introdução Os computadores são constituídos por uma série de tecnologias que atuam em conjunto. Processadores, memórias, chips gráficos, entre

Leia mais

Informática. Aulas: 01 e 02/12. Prof. Márcio Hollweg. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.

Informática. Aulas: 01 e 02/12. Prof. Márcio Hollweg. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM. Informática Aulas: 01 e 02/12 Prof. Márcio Hollweg UMA PARCERIA Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.BR Visite a loja virtual www.conquistadeconcurso.com.br MATERIAL DIDÁTICO EXCLUSIVO

Leia mais

Guia de Instalação SIAM. Procedimento de Instalação do Servidor SIAM

Guia de Instalação SIAM. Procedimento de Instalação do Servidor SIAM Guia de Instalação SIAM Procedimento de Instalação do Servidor SIAM Documento Gerado por: Amir Bavar Criado em: 18/10/2006 Última modificação: 27/09/2008 Guia de Instalação SIAM Procedimento de Instalação

Leia mais

Prof. Sandrina Correia

Prof. Sandrina Correia Tecnologias de I informação de C omunicação 9º ANO Prof. Sandrina Correia TIC Prof. Sandrina Correia 1 Objectivos Definir os conceitos de Hardware e Software Identificar os elementos que compõem um computador

Leia mais

Aprenda a montar seu computador

Aprenda a montar seu computador Aprenda a montar seu computador 1. Colocação da Placa Mãe no Gabinete Vamos pegar a placa-mãe sem nenhum periférico adicional (cooler e processador): na figura abaixo temos uma placa-mãe com o cooler Volcano

Leia mais

Estrutura geral de um computador

Estrutura geral de um computador Estrutura geral de um computador Prof. Helio H. L. C. Monte-Alto Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu

Leia mais

INTRODUÇÃO BARRAMENTO PCI EXPRESS.

INTRODUÇÃO BARRAMENTO PCI EXPRESS. INTRODUÇÃO BARRAMENTO EXPRESS. O processador se comunica com os outros periféricos do micro através de um caminho de dados chamado barramento. Desde o lançamento do primeiro PC em 1981 até os dias de hoje,

Leia mais

Prof. Esp. Lucas Cruz

Prof. Esp. Lucas Cruz Prof. Esp. Lucas Cruz O hardware é qualquer tipo de equipamento eletrônico utilizado para processar dados e informações e tem como função principal receber dados de entrada, processar dados de um usuário

Leia mais

Fundamentos de Hardware

Fundamentos de Hardware Fundamentos de Hardware Curso Técnico em Informática SUMÁRIO PLACAS DE EXPANSÃO... 3 PLACAS DE VÍDEO... 3 Conectores de Vídeo... 4 PLACAS DE SOM... 6 Canais de Áudio... 7 Resolução das Placas de Som...

Leia mais

Introdução à Informática. Alexandre Meslin

Introdução à Informática. Alexandre Meslin Introdução à Informática Alexandre Meslin (meslin@nce.ufrj.br) Módulo 4 Objetivos Aula 1 Componentes principais em um computador pessoal Fluxo de informações em um computador idealizado Componentes do

Leia mais

BITS E BYTES COMO O COMPUTADOR ENTENDE AS COISAS

BITS E BYTES COMO O COMPUTADOR ENTENDE AS COISAS BITS E BYTES COMO O COMPUTADOR ENTENDE AS COISAS Toda informação inserida no computador passa pelo Microprocessador e é jogada na memória RAM para ser utilizada enquanto seu micro trabalha. Essa informação

Leia mais

Visão geral das placas-mãe

Visão geral das placas-mãe IDENTIFICAÇÃO DOS PRICIPAIS COMPONENTES DA PLACA-MÃE Professor Marlon Marcon Visão geral das placas-mãe Conhecida como: Motherboard Mainboard Responsável pela interconexão de todas as peças que formam

Leia mais

SISTEMA DE GRAVAÇÃO DIGITAL COM UM MICROCOMPUTADOR (DVD OU PLACAS DE CAPTURA DE VÍDEO)

SISTEMA DE GRAVAÇÃO DIGITAL COM UM MICROCOMPUTADOR (DVD OU PLACAS DE CAPTURA DE VÍDEO) SISTEMA DE GRAVAÇÃO DIGITAL COM UM MICROCOMPUTADOR (DVD OU PLACAS DE CAPTURA DE VÍDEO) Há vários tipos de sistemas de gravações digitais. Os mais baratos consistem de uma placa para captura de vídeo, que

Leia mais

Processadores clock, bits, memória cachê e múltiplos núcleos

Processadores clock, bits, memória cachê e múltiplos núcleos Processadores clock, bits, memória cachê e múltiplos núcleos Introdução Os processadores (ou CPUs, de Central Processing Unit) são chips responsáveis pela execução de cálculos, decisões lógicas e instruções

Leia mais

Placa Mãe. Prof. Alexandre Beletti Ferreira

Placa Mãe. Prof. Alexandre Beletti Ferreira Placa Mãe Prof. Alexandre Beletti Ferreira Hardware Todo equipamento, peças, que pode ser tocado. Exemplos: memória, processador, gabinete, mouse, teclado, monitor (também chamados de periféricos). Placa

Leia mais

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto Introdução a Informática Prof.: Roberto Franciscatto 2.1 CONCEITO DE BIT O computador só pode identificar a informação através de sua elementar e restrita capacidade de distinguir entre dois estados: 0

Leia mais

Programa A busca da formação integral de adolescentes que habitam as periferias e bolsões de miséria em Cascavel/PR através da saúde, do meio

Programa A busca da formação integral de adolescentes que habitam as periferias e bolsões de miséria em Cascavel/PR através da saúde, do meio Programa A busca da formação integral de adolescentes que habitam as periferias e bolsões de miséria em Cascavel/PR através da saúde, do meio ambiente, da cultura e da tecnologia O que é computador? O

Leia mais

Conceitos Básicos sobre Sistema de Computação

Conceitos Básicos sobre Sistema de Computação Conceitos Básicos sobre Sistema de Computação INFORMÁTICA -É Ciência que estuda o tratamento automático da informação. COMPUTADOR Equipamento Eletrônico capaz de ordenar, calcular, testar, pesquisar e

Leia mais

UCP. Memória Periféricos de entrada e saída. Sistema Operacional

UCP. Memória Periféricos de entrada e saída. Sistema Operacional Arquitetura: Conjunto de elementos que perfazem um todo; estrutura, natureza, organização. Houaiss (internet) Bit- Binary Digit - Número que pode representar apenas dois valores: 0 e 1 (desligado e ligado).

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA

CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA COMPUTADOR QUANTO AO TIPO COMPUTADOR SISTEMAS DE COMPUTAÇÃO o Analógico o Digital o Híbrido o Hardware (parte física)

Leia mais

Atenciosamente, Professora Neide Itocazu SP set 2009

Atenciosamente, Professora Neide Itocazu SP set 2009 O Material apresentado a seguir foi pesquisado na Bibliografia indicada no Planograma da Disciplina. Os valores que constam em alguns slides são de agosto de 2008 e foram pesquisados em jornais, sites

Leia mais

Configuração de Microcomputadores 2 Documento de Padronização

Configuração de Microcomputadores 2 Documento de Padronização Configuração de Microcomputadores 2 Documento de Padronização COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 07/2011 Sumário 3 1 Configuração padrão Marca e modelo do equipamento deverão constar da HCL - Lista

Leia mais

16/09/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Introdução. Introdução. Curso Conexão Noções de Informática. Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware)

16/09/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Introdução. Introdução. Curso Conexão Noções de Informática. Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware) Curso Conexão Noções de Informática Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware) Agenda ; Arquitetura do Computador; ; ; Dispositivos de Entrada e Saída; Tipos de Barramentos; Unidades de Medidas. Email:

Leia mais

INFORMÁTICA BÁSICA PARA FUNCIONÁRIOS IFPE AULA 06. Wilson Rubens Galindo

INFORMÁTICA BÁSICA PARA FUNCIONÁRIOS IFPE AULA 06. Wilson Rubens Galindo INFORMÁTICA BÁSICA PARA FUNCIONÁRIOS IFPE AULA 06 Wilson Rubens Galindo SITE DO CURSO: http://www.wilsongalindo.rg3.net Caminho: Cursos Informática Básica para Servidores Grupo de e-mail: ibps2010@googlegroups.com

Leia mais

05/11/2010 Tech In HARDWARE TOMÉ & THEODORE

05/11/2010 Tech In HARDWARE TOMÉ & THEODORE HARDWARE 1 TOMÉ & THEODORE INTRODUÇÃO O QUE É O COMPUTADOR? Um computador é um dispositivo electrónico controlado por um programa (chamado sistema operativo) ; 05/11/2010 Tech In É constituído por componentes

Leia mais

Entrada e Saída. Prof. Leonardo Barreto Campos 1

Entrada e Saída. Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Entrada e Saída Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Sumário Introdução; Dispositivos Externos; E/S Programada; E/S Dirigida por Interrupção; Acesso Direto à Memória; Bibliografia. Prof. Leonardo Barreto Campos

Leia mais

b) Estabilizador de tensão, fonte no-break, Sistema Operacional, memória principal e memória

b) Estabilizador de tensão, fonte no-break, Sistema Operacional, memória principal e memória CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA SISUTEC DISCIPLINA: INTRODUÇÃO A COMPUTAÇÃO PROF.: RAFAEL PINHEIRO DE SOUSA ALUNO: Exercício 1. Assinale a opção que não corresponde a uma atividade realizada em uma Unidade

Leia mais

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto Introdução a Informática Prof.: Roberto Franciscatto 4.1 HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS Qualquer PC é composto pelos mesmos componentes básicos: Processador, memória, HD, placa-mãe, placa de vídeo e monitor

Leia mais

MEMÓRIA. A memória do computador pode ser dividida em duas categorias:

MEMÓRIA. A memória do computador pode ser dividida em duas categorias: Aula 11 Arquitetura de Computadores - 20/10/2008 Universidade do Contestado UnC/Mafra Sistemas de Informação Prof. Carlos Guerber MEMÓRIA Memória é um termo genérico usado para designar as partes do computador

Leia mais

Disciplina: Introdução à Engenharia da Computação

Disciplina: Introdução à Engenharia da Computação Colegiado de Engenharia de Computação Disciplina: Introdução à Engenharia da Computação Aulas 10 (semestre 2011.2) Prof. Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto, M.Sc. rosalvo.oliveira@univasf.edu.br 2 Hardware

Leia mais

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS INFORMÁTICA PARA CONCURSOS HARDWARE Professor Mauricio Franceschini Duarte profmaudua@gmail.com HARDWARE VÁRIOS TIPOS DE EQUIPAMENTOS GRANDE PORTE MAINFRAME COMPUTADOR PESSOAL - PC DESKTOPS COMPUTADOR

Leia mais

Apresentação. Conceitos Iniciais. Apresentação & Introdução. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br.

Apresentação. Conceitos Iniciais. Apresentação & Introdução. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br. Apresentação Apresentação & Introdução Condicionamento www.profricardobeck.com.br contato@profricardobeck.com.br Material Didático Site / E-mail Testes? Edital Mensurando Dados Sistemas de numeração Conceitos

Leia mais

Apresentação. Conceitos Iniciais. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br. Apresentação & Introdução.

Apresentação. Conceitos Iniciais. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br. Apresentação & Introdução. Apresentação www.profricardobeck.com.br contato@profricardobeck.com.br Apresentação & Introdução Condicionamento Material Didático Site / E-mail Testes? Edital Conceitos Iniciais 1 Mensurando Dados Sistemas

Leia mais

Componentes de um computador típico

Componentes de um computador típico Componentes de um computador típico Assim como em um videocassete, no qual é necessário ter o aparelho de vídeo e uma fita contendo o filme que será reproduzido, o computador possui a parte física, chamada

Leia mais

Hardware e Software Conceitos Básicos. ATES Associação do Trabalho e Economia Solidária

Hardware e Software Conceitos Básicos. ATES Associação do Trabalho e Economia Solidária Hardware e Software Conceitos Básicos ATES Associação do Trabalho e Economia Solidária Conceitos Básicos Hardware É a parte física do computador, ou seja, é o conjunto de componentes eletrônicos, circuitos

Leia mais

Escola Secundária de Emídio Navarro

Escola Secundária de Emídio Navarro Escola Secundária de Emídio Navarro Curso Secundário de Carácter Geral (Agrupamento 4) Introdução às Tecnologias de Informação Correcção da ficha de trabalho N.º 1 1. Refere algumas das principais áreas

Leia mais

1. CAPÍTULO COMPUTADORES

1. CAPÍTULO COMPUTADORES 1. CAPÍTULO COMPUTADORES 1.1. Computadores Denomina-se computador uma máquina capaz de executar variados tipos de tratamento automático de informações ou processamento de dados. Os primeiros eram capazes

Leia mais

Formação Modular Certificada. Arquitetura interna do computador. Hardware e Software UFCD - 0769. Joaquim Frias

Formação Modular Certificada. Arquitetura interna do computador. Hardware e Software UFCD - 0769. Joaquim Frias Formação Modular Certificada Arquitetura interna do computador Hardware e Software UFCD - 0769 Joaquim Frias Computador É um conjunto de dispositivos eletrónicos capaz de aceitar dados e instruções, executa

Leia mais

Estrutura e funcionamento de um sistema informático

Estrutura e funcionamento de um sistema informático Estrutura e funcionamento de um sistema informático 2006/2007 Sumário de trabalho. Memórias principais e memórias secundárias. Ficha 2 Revisão da aula anterior 3 Memórias informáticas Memórias principais,

Leia mais

Microcomputadores. Documento de Padronizac a o GRUPO TE CNICO DE INFORMA TICA

Microcomputadores. Documento de Padronizac a o GRUPO TE CNICO DE INFORMA TICA Configurac a o de Microcomputadores Documento de Padronizac a o GRUPO TE CNICO DE INFORMA TICA Atualizado em 08/2010 Sumário 1 Configuração padrão p. 3 1.1 Processador............................. p. 3

Leia mais

Se ouço esqueço, se vejo recordo, se faço aprendo

Se ouço esqueço, se vejo recordo, se faço aprendo Se ouço o esqueço, se vejo recordo, se faço o aprendo Meios de Armazenamento Secundário Principais Dispositivos de Entrada Principais Dispositivos de Saída Outros Dispositivos de Entrada/Saída Meios de

Leia mais

Tecnologia PCI express. Introdução. Tecnologia PCI Express

Tecnologia PCI express. Introdução. Tecnologia PCI Express Tecnologia PCI express Introdução O desenvolvimento de computadores cada vez mais rápidos e eficientes é uma necessidade constante. No que se refere ao segmento de computadores pessoais, essa necessidade

Leia mais

O Hardware Dentro da Unidade do Sistema

O Hardware Dentro da Unidade do Sistema Memória RAM Random Access Memory Memória de Acesso Aleatório Armazena: programas em execução dados dos programas em execução alguns programas do sistema operacional O objetivo é tornar mais rápido o acesso

Leia mais

Placa - Mãe - Introdução

Placa - Mãe - Introdução Aula de Hardware Placa - Mãe - Introdução Também conhecida como "motherboard" ou "mainboard", a placa-mãe é, basicamente, a responsável pela interconexão de todas as peças que formam o computador. O HD,

Leia mais

CURSO EFA Técnico/a Informático(a) de Sistemas

CURSO EFA Técnico/a Informático(a) de Sistemas Avaliação CURSO EFA Técnico/a Informático(a) de Sistemas 20010 / 2011 Formando: João Manuel da Silva Reis Data: 19 / 10 / 2010 Área/Assunto: Módulo 769 - Ficha 2 Formadora / Mediador: Vanda Martins Formando

Leia mais