BRASIL: SEGUNDO REINADO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BRASIL: SEGUNDO REINADO"

Transcrição

1

2 Período: Golpe da Maioridade deu início ao Segundo Reinado

3 CONSOLIDAÇÃO DO ESTADO As Eleições do Cacete Disputa eleitoral entre: Partido Conservador e Partido Liberal Nessas eleições aconteceram muita violência física, compra de voto, troca de urnas, manipulação de resultados A coisa foi tão escandalosa que as eleições foram anuladas e os Conservadores assumiram o poder.

4 CONSOLIDAÇÃO DO ESTADO A Pacificação do Maranhão Pôs fim a Balaiada foram reprimidos pelo Duque de Caxias em 1841

5 CONSOLIDAÇÃO DO ESTADO A Pacificação do Rio Grande do Sul Foi concedido vários privilégios aos farroupilhas (atendida algumas das exigências) Tais exigências foram atendidas pois a Revolta Farroupilha foi a única feita exclusivamente pela Elite local.

6 CONSOLIDAÇÃO DO ESTADO A Revolta Liberal de 1842 Com a anulação das Eleições do Cacete houve uma revolta dos liberais em São Paulo e Minas. Os Líderes foram presos, mas anistiados para resguardar a coesão da elite.

7 POLÍTICA INTERNA Liberais luzias Conservadores saquaremas Ambos defendiam os mesmos princípios A divergência entre eles resumia-se na disputa pelos cargos e Conservadores política centralizada / Liberais política descentralizada.

8 POLÍTICA INTERNA PARLAMENTARISMO ÀS AVESSAS O Parlamentarismo é o sistema onde apesar da existência de um Rei ou presidente, quem administra o país é um Primeiro Ministro. O Parlamentarismo brasileiro foi inspirado no Parlamentarismo Inglês;

9 POLÍTICA INTERNA PARLAMENTARISMO INGLÊS

10 POLÍTICA INTERNA MINISTÉRIO DA CONCILIAÇÃO Procura minimizar as tensões (brigas) entre os Partidos Conservador e Liberal, fazendo um revezamento do poder. Desta forma, também minimizava a crescente influência dos setores urbanos no cenário político.

11 POLÍTICA INTERNA REVOLUÇÃO PRAIEIRA Foi a última revolta liberal do Segundo Reinado Revolução feita pelos liberais radicais de Pernambuco ligados ao Partido da Praia Questionavam os grandes latifundiários (donos dos engenhos da região) e o comerciantes portugueses que manipulavam o comércio na região. A Revolta foi contida pelo governo federal muito rapidamente.

12 O Café e suas transformações Vai um cafezinho aí?

13 O Café e suas transformações Origem: Kaffa Etiópia Chegou ao Brasil em 1727 Final do séc. XVIII passou a ser cultivado próximo do Rio de Janeiro Baixada Fluminense e Vale do Paraíba. Dessa região, passou a expandir para o interior.

14 O Brasil se tornou o principal produtor mundial de café, quando a ilha de Java e o Haiti passaram por problemas e deixaram de exportar o produto. A Economia cafeeira não mudou os parâmetros da economia colonial, ou seja, permaneceu fundamentada nas quatro bases: Latifúndio, monocultura, escravocrata e exportador

15 No lugar dos Senhores de Engenho, surgem agora os grandes BARÕES DO CAFÉ Com a decadência do café no Vale do Paraíba a região Oeste (Campinas, Ribeirão Preto, e Itu) passarão a ser os maiores produtores do país. Posteriormente o café expande suas fronteiras para outras regiões de São Paulo, Minas Gerais e Paraná

16

17 Transformações à sombra do Café Mão de obra escrava foi sendo substituída por imigrantes europeus assalariados; Novas tecnologias foram introduzidas no Brasil;

18 Fim do Tráfico Negreiro

19 Fim do Tráfico Negreiro Desde o início do Sec. XIX, a Inglaterra vinha fazendo pressão para que o trafico de escravos e consequentemente a abolição dos mesmos ocorressem no Brasil; Essa pressão aumentou em 1845 Lei Bill Aberdeen direito dos ingleses de aprisionar navios negreiros no Atlântico.

20 Fim do Tráfico Negreiro Em 1850, o Império brasileiro assina a Lei Euzébio de Queirós, abolindo o Tráfico Internacional de Escravos.

21 Indústria e Transporte A produção de café no Brasil proporcionou o aparecimento de muitas Indústrias e a melhoria no sistema de transporte. O surto industrial foi favorecido pela TARIFA ALVES BRANCO elevou as taxas de importação para 30% até 60%. (proteção dos produtos internos)

22 Indústria e Transporte Um dos maiores investidores, e que se tornou um grande industrial no séc. XIX no Brasil foi: Irineu Evangelista de Souza, o BARÃO DE MAUÁ. Contudo o surto industrial, pela estrutura da economia brasileira, não suportou por muito tempo.

23 Monopólio da Terra Lei de Terras (1850) Lei que regulamenta a posse de terras no Brasil. A partir daquele momento as terras deveriam ser adquiridas (compradas) do governo ou de terceiros. Foi criado para: não permitir que os imigrantes tomassem posse de terra e fossem trabalhar para os Grandes fazendeiros. os escravos libertos também ingressassem no mercado de trabalho.

24 Monopólio da Terra A lei de Terras criou um problema que até os dias atuais temos: A questão agrária no Brasil.

SEGUNDO REINADO D. PEDRO II

SEGUNDO REINADO D. PEDRO II SEGUNDO REINADO D. PEDRO II 1840 1889 Golpe da Maioridade Proclamação da República GOVERNO = MONARQUIA PARLAMENTARISTA Segundo Reinado, a estrutura e a organização política, econômica e social do Brasil,

Leia mais

O golpe nada mais foi que a antecipação da maioridade de D. Pedro II, que contava então com um pouco mais de 14 anos.

O golpe nada mais foi que a antecipação da maioridade de D. Pedro II, que contava então com um pouco mais de 14 anos. GOLPE DA MAIORIDADE Desde 1838, estava claro tanto para os LIBERAIS, quanto para os CONSERVADORES que somente a monarquia plena poderia levar o país a superar a sua instabilidade política. O golpe nada

Leia mais

SEGUNDO REINADO ( )

SEGUNDO REINADO ( ) AVISO: O conteúdo e o contexto das aulas referem-se aos pensamentos emitidos pelos próprios autores que foram interpretados por estudiosos RUBENS dos temas RAMIRO expostos. JUNIOR Todo exemplo (TODOS DIREITOS

Leia mais

1840 ATÉ 1889 POLÍTICA E MOVIMENTOS SOCIAIS PROF. FELIPE KLOVAN

1840 ATÉ 1889 POLÍTICA E MOVIMENTOS SOCIAIS PROF. FELIPE KLOVAN SEGUNDO REINADO 1840 ATÉ 1889 POLÍTICA E MOVIMENTOS SOCIAIS SEGUNDO REINADO Golpe da maioridade 1840 Novo gabinete do governo Liberal de curta existência. Conservadores retornam ainda no mesmo ano ao governo.

Leia mais

- votaram: crianças, escravos. e mortos. PARTIDO LIBERAL E PARTIDO CONSERVADOR... OU SERÁ VICE-VERSA?

- votaram: crianças, escravos. e mortos. PARTIDO LIBERAL E PARTIDO CONSERVADOR... OU SERÁ VICE-VERSA? 1 - Eleições do cacete 1.1 - D. Pedro II - 1 Ministério composto por membros do Partido Liberal. 1.2 - Eleições para Câmara dos Deputados => fraudes - substituições: juizes, presidentes das províncias,

Leia mais

MÓDULO 06 - O II REINADO( ) A) Política Interna Predomínio do Parlamentarismo às avessas : Inverso do modelo inglês Com o Poder Moderador, o

MÓDULO 06 - O II REINADO( ) A) Política Interna Predomínio do Parlamentarismo às avessas : Inverso do modelo inglês Com o Poder Moderador, o MÓDULO 06 - O II REINADO( 1840-1889) A) Política Interna Predomínio do Parlamentarismo às avessas : Inverso do modelo inglês Com o Poder Moderador, o Imperador reina, governa e administra Assegura a centralização,

Leia mais

2º Reinado ( ) A MODERNIZAÇÃO CONSERVADORA. Prof. Maria Auxiliadora

2º Reinado ( ) A MODERNIZAÇÃO CONSERVADORA. Prof. Maria Auxiliadora 2º Reinado (1840-1889) A MODERNIZAÇÃO CONSERVADORA Prof. Maria Auxiliadora A MODERNIZAÇÃO CONSERVADORA Tendências gerais da economia brasileira durante a 2ª metade do século XIX Brasil nação agrícola baseada

Leia mais

Segundo Reinado 2ª Fase e Crise. Prof. Thiago Aula 07 Frente C

Segundo Reinado 2ª Fase e Crise. Prof. Thiago Aula 07 Frente C Segundo Reinado 2ª Fase e Crise Prof. Thiago Aula 07 Frente C O Ouro Verde Inicialmente produzido no Vale do Paraíba (RJ/SP) depois se expande ao Oeste de São Paulo; Estrutura semelhante à da cana de Açúcar:

Leia mais

BRASIL NO SÉCULO XIX SEGUNDO REINADO

BRASIL NO SÉCULO XIX SEGUNDO REINADO BRASIL NO SÉCULO XIX SEGUNDO REINADO 1840-1889 POLÍTICA INTERNA PODER MODERADOR e CONSELHO DE ESTADO PARLAMENTARISMO ÀS AVESSAS (1847) LIBERAIS E CONSERVADORES NO GABINETE DE MINISTROS PARTIDO LIBERAL

Leia mais

Regências e o 2º Reinado

Regências e o 2º Reinado Regências e o 2º Reinado Período Regencial (1831-1840) 2º Reinado, 1ª Fase (1840-1850) Prof. Thiago História C Aula 06 Regência Trina Provisória formada desde que Dom Pedro I abdicou ao trono do Brasil,

Leia mais

O Segundo Reinado Golpe da Maioridade

O Segundo Reinado Golpe da Maioridade O Segundo Reinado O Segundo Reinado foi o período da História do Brasil Império em que Dom Pedro II governou o país. Iniciou-se em 1840 com o Golpe da Maioridade e terminou com a Proclamação da República

Leia mais

Disputas políticas Revolução Praieira Manutenção de alianças econômicas antigas (Inglaterra) Economia agrária, sobretudo cafeeira

Disputas políticas Revolução Praieira Manutenção de alianças econômicas antigas (Inglaterra) Economia agrária, sobretudo cafeeira Panorama Disputas políticas Revolução Praieira Manutenção de alianças econômicas antigas (Inglaterra) Economia agrária, sobretudo cafeeira Mão-de-obra fundamentalmente escrava Política de incentivo à imigração

Leia mais

Economia do Brasil Imperial

Economia do Brasil Imperial Economia do Brasil Imperial Desde o início do Período Imperial, que se deu com a Independência do Brasil, em 1822, a economia do novo país era baseada na exportação de matérias-primas. Isto reduzia a força

Leia mais

O IMPÉRIO DO BRASIL: SEGUNDO REINADO Colégio Pedro II Professor: Eric Assis

O IMPÉRIO DO BRASIL: SEGUNDO REINADO Colégio Pedro II Professor: Eric Assis O IMPÉRIO DO BRASIL: SEGUNDO REINADO 1840-1889 Colégio Pedro II Professor: Eric Assis APÓS O GOLPE DA MAIORIDADE (1840), D. PEDRO II SE TORNOU IMPERADOR DO BRASIL COM 15 ANOS DE IDADE 23 DE JULHO DE 1840:

Leia mais

POLÍTICA INTERNA 3 fases: Consolidação ( ): Conciliação ( ): Crise ( ):

POLÍTICA INTERNA 3 fases: Consolidação ( ): Conciliação ( ): Crise ( ): POLÍTICA INTERNA 3 fases: Consolidação (1840 1850): Conciliação (1850 1870): Crise (1870 1889): Partidos liberal e conservador. As disputas políticas entre progressistas (Feijó) e regressistas (Araújo

Leia mais

HISTÓRIA 2 ANO PROF. AMAURY PIO PROF. EDUARDO GOMES ENSINO MÉDIO

HISTÓRIA 2 ANO PROF. AMAURY PIO PROF. EDUARDO GOMES ENSINO MÉDIO HISTÓRIA 2 ANO PROF. AMAURY PIO PROF. EDUARDO GOMES ENSINO MÉDIO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade IV Poder, Cultura e Tecnologia 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 15.1 Conteúdos Segundo Reinado no Brasil -

Leia mais

O texto dos Confederados de 1824 revela um momento de insatisfação política contra a:

O texto dos Confederados de 1824 revela um momento de insatisfação política contra a: DISCIPLINA: HISTÓRIA PROFESSOR: AULUS DATA: 19 / 12 / 2017 VALOR: 20,0 NOTA: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 8º ANO TURMA: ANCHIETA ALUNO (A): Nº: Matéria da Prova: O conteúdo a ser estudado para

Leia mais

Segundo Reinado 2ª Fase e Crise. Prof. Thiago Aula 07 Frente C

Segundo Reinado 2ª Fase e Crise. Prof. Thiago Aula 07 Frente C Segundo Reinado 2ª Fase e Crise Prof. Thiago Aula 07 Frente C O Ouro Verde Inicialmente produzido no Vale do Paraíba (RJ/SP) depois se expande ao Oeste de São Paulo; Estrutura semelhante à da cana de Açúcar:

Leia mais

D. Pedro II: Sobe ao trono com 14 /15 anos início do Segundo Reinado 23/07/1840

D. Pedro II: Sobe ao trono com 14 /15 anos início do Segundo Reinado 23/07/1840 Segundo Reinado - Golpe da Maioridade (1840) Liberais no Poder Antecipada a Maioridade do Imperador As rebeliões são contidas Política estabilizada. D. Pedro II: Sobe ao trono com 14 /15 anos início do

Leia mais

Segundo Reinado ( )

Segundo Reinado ( ) Segundo Reinado (1840 1889) Política Interna Política Interna Golpe da Maioridade (1840) Liberais no Poder Antecipar a Maioridade do Imperador Conter rebeliões Estabilizar a crise política D. Pedro II:

Leia mais

Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia Ciências - Inglês

Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia Ciências - Inglês Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia Ciências - Inglês 1 Os exercícios deverão ser feitos no livro. Livro Didático Língua Portuguesa Diálogo em gênero,

Leia mais

A expansão cafeeira no Brasil.

A expansão cafeeira no Brasil. A expansão cafeeira no Brasil. - A expansão cafeeira reforçou a importação de escravos africanos no Brasil e gerou capitais para investir na indústria e transporte. - O café chegou ao Brasil, na segunda

Leia mais

O SEGUNDO REINADO ( )

O SEGUNDO REINADO ( ) O SEGUNDO REINADO (1840-1849) PRIMEIRA PARTE O DESENVOLVIMENTO DO CAFÉ E SUAS CONSEQUÊNCIAS ECONÔMICAS E SOCIAIS SEGUNDA PARTE A POLÍTICA IMPERIAL; GUERRA DO PARAGUAI; CRISE E QUEDA DO IMPÉRIO SEGUNDO

Leia mais

No fim do Período Regencial, muitas revoltas ameaçavam a unidade territorial do país.

No fim do Período Regencial, muitas revoltas ameaçavam a unidade territorial do país. No fim do Período Regencial, muitas revoltas ameaçavam a unidade territorial do país. Alguns grupos políticos consideravam que apenas Pedro de Alcântara poderia conter estas revoltas. No entanto, ele tinha

Leia mais

SEGUNDO REINADO ( )

SEGUNDO REINADO ( ) SEGUNDO REINADO historiaula.wordpress.com (1840 1889) 2ª. Parte A fórmula do sucesso... Foi um atributo: 1º. Do aumento da demanda pelo café nos mercados dos Estados Unidos da América do Norte e da Europa;

Leia mais

Segundo Reinado ( )

Segundo Reinado ( ) HISTÓRIA DO BRASIL Segundo Reinado (1840-89) De 1840 a 1889 o Brasil foi governado pelo imperador D. Pedro II e viveu a fase final da monarquia, que deixou de existir a partir de um golpe promovido pelos

Leia mais

Rei (controla poder moderador) além de indicar o primeiro ministro e dissolve a Câmara de Deputados Monarquia torna-se estável

Rei (controla poder moderador) além de indicar o primeiro ministro e dissolve a Câmara de Deputados Monarquia torna-se estável História do Brasil Professora Agnes (Cursinho Etec Popular de São Roque) Política Interna O SEGUNDO REINADO (1840-1889) * Apogeu da monarquia brasileira. * Centralização política e administrativa. * Pacificação

Leia mais

Período Regencial Prof. Thiago História C Aula 11

Período Regencial Prof. Thiago História C Aula 11 Período Regencial 1831-1840 Prof. Thiago História C Aula 11 Regência Trina Provisória formada desde que Dom Pedro I abdicou ao trono do Brasil, responsável organizar a eleição da Regência Trina Permanente.

Leia mais

PRIMEIRO GRANDE ATO DAS COLÔNIAS CONTRA SUAS METRÓPOLES INFLUÊNCIA DAS IDEIAS LIBERAIS

PRIMEIRO GRANDE ATO DAS COLÔNIAS CONTRA SUAS METRÓPOLES INFLUÊNCIA DAS IDEIAS LIBERAIS A importância da independência das colônias inglesas na América é incontestável, pois foi o primeiro grande ato de colônias contra suas metrópole. Elas se colocaram contra a submissão econômica e política

Leia mais

3º ANO / PRÉVEST PROF. Abdulah

3º ANO / PRÉVEST PROF. Abdulah 3º ANO / PRÉVEST PROF. Abdulah POLÍTICA INTERNA GOLPE DA MAIORIDADE (1840) Conter rebeliões Estabilizar a crise política PARTIDOS PREVALENTES (1840/73) Liberais Conservadores Obs.: ambos pertencentes às

Leia mais

Está correto o que se afirma somente em a) II e III. b) I. c) I e II. Página 1 de 5

Está correto o que se afirma somente em a) II e III. b) I. c) I e II. Página 1 de 5 1. (Uece 2014) O período historicamente conhecido como Período Regencial foi caracterizado a) por rebeliões populares cujas ações exigiam o retorno da antiga realidade social com a volta de Pedro I ao

Leia mais

2º REINADO: 1840/1889 POLÍTICA E ECONOMIA. Professor: Décius Caldeira HISTÓRIA 3ª série Ensino Médio

2º REINADO: 1840/1889 POLÍTICA E ECONOMIA. Professor: Décius Caldeira HISTÓRIA 3ª série Ensino Médio 2º REINADO: 1840/1889 POLÍTICA E ECONOMIA Professor: Décius Caldeira HISTÓRIA 3ª série Ensino Médio 2º REINADO 1840/1849 A GOLPE DA MAIORIDADE: ASCENSÃO DE D. PEDRO II I DESDE 11 DE MARÇO DE 1840, QUANDO

Leia mais

BRASIL IMPÉRIO ( ) II REINADO ( ) A) POLÍTICA INTERNA

BRASIL IMPÉRIO ( ) II REINADO ( ) A) POLÍTICA INTERNA A) POLÍTICA INTERNA 3 fases: Consolidação (1840 1850): Conciliação (1850 1870): Crise (1870 1889): 2 correntes políticas: Liberais: profissionais liberais urbanos, latifundiários ligados a produção para

Leia mais

14. Brasil: Período Regencial PÁGINAS 18 À 29.

14. Brasil: Período Regencial PÁGINAS 18 À 29. 14. Brasil: Período Regencial PÁGINAS 18 À 29. Política e economia Regência Trina Provisória: Formada pelos senadores Nicolau Vergueiro, José Joaquim de Campos e pelo brigadeiro Francisco de Lima e Silva

Leia mais

AS VÉSPERAS DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL

AS VÉSPERAS DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL AS VÉSPERAS DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL CRISE DO SISTEMA COLONIAL Portugal perde colônias no Oriente e o monopólio da Produção de açúcar na América. Pressão da Metrópole x Enriquecimento de da elite Brasileira

Leia mais

PERÍODO COLONIAL

PERÍODO COLONIAL PERÍODO COLONIAL 1530-1808 POLÍTICA ADMINISTRATIVA 1º - SISTEMA DE CAPITANIAS HEREDITÁRIAS 1534-1548 2º SISTEMA DE GOVERNO GERAL 1548-1808 PERÍODO COLONIAL 1530-1808 ATIVIDADES ECONÔMICAS CICLO DO AÇÚCAR

Leia mais

Brasil: do Império à República

Brasil: do Império à República E.E.B. Profª Gracinda A. Machado Brasil: do Império à República BRASIL IMPÉRIO (1822 1889) RELEMBRANDO... Cronologicamente, o regime imperial Brasileiro é convencionalmente dividido em três períodos distintos:

Leia mais

PRIMEIRO REINADO ( )

PRIMEIRO REINADO ( ) PRIMEIRO REINADO (1822 1831) 7 de setembro de 1822 Independência ou morte? O grito do Ipiranga. Pedro Américo. 1888. A proclamação da Independência. François- René Moreaux. 1844. Os desafios após a independência

Leia mais

DATA: 19 / 12 / 2016 VALOR: 20,0 NOTA:

DATA: 19 / 12 / 2016 VALOR: 20,0 NOTA: DISCIPLINA: HISTÓRIA PROFESSORES: AULUS e PAULA DATA: 19 / 12 / 2016 VALOR: 20,0 NOTA: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 8º Ano / E.F. II TURMAS: 8ºA E 8ºB ALUNO (A): Nº: 01. RELAÇÃO DO CONTEÚDO: O

Leia mais

A) POLÍTICA INTERNA L be b rais: Conservadores:

A) POLÍTICA INTERNA L be b rais: Conservadores: Segundo Reinado A) POLÍTICA INTERNA 3 fases: Consolidação (1840 1850): Conciliação (1850 1870): Crise (1870 1889): 2 correntes políticas: Liberais: profissionais liberais urbanos, latifundiários ligados

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 3ª Etapa 2014 Disciplina: História Ano: 8 Professor (a): Rodrigo Turma: Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação. Faça a

Leia mais

Primeiro Reinado ( )

Primeiro Reinado ( ) Primeiro Reinado (1822-1831) PROF. CRISTIANO CAMPOS CPII - HUMAITÁ II O que a Bandeira do Império pode nos informar sobre este momento da nossa história? Ordem de Cristo - herança portuguesa O rei como

Leia mais

1. (Uerj 2014) A restituição da passagem

1. (Uerj 2014) A restituição da passagem 1. (Uerj 2014) A restituição da passagem As famílias chegadas a Santos com passagens de 3ª classe, tendo pelo menos 3 pessoas de 12 a 45 anos, sendo agricultores e destinando-se à lavoura do estado de

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1E

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1E CADERNO DE EXERCÍCIOS 1E Ensino Fundamental Ciências Humanas Questão Conteúdo Habilidade da Matriz da EJA/FB 1 Ciclo do Açúcar 2 Cartografia 3 Ciclo do Café 4 Ciclo da Água H16, H27, H34 H1, H2 H18, H28,

Leia mais

Período Regencial. Prof. Filipe Carota

Período Regencial. Prof. Filipe Carota Período Regencial Prof. Filipe Carota 1)Respeitar Regras de Sala 2) Pedir 3) Cumprir Dom Pedro II, imperador do Brasil O governo monárquico de Dom Pedro II foi marcado por uma série de temas como a escravidão,

Leia mais

Regências e Segundo Reinado. Alan

Regências e Segundo Reinado. Alan Regências e Segundo Reinado Alan O Período Regencial Inicia-se com a abdicação de D. Pedro I, em 07 de Abril de 1831 e segue até o Golpe da Maioridade, em 1840. Trata-se de um período marcado por especial

Leia mais

BRASIL IMPÉRIO. Primeiro e Segundo Reinados. Prof. Rodrigo Toledo

BRASIL IMPÉRIO. Primeiro e Segundo Reinados. Prof. Rodrigo Toledo BRASIL IMPÉRIO Primeiro e Segundo Reinados Prof. Rodrigo Toledo PRIMEIRO REINADO Definição O primeiro Reinado do Brasil é o nome dado ao período em que D. Pedro I governou o Brasil como Imperador, entre

Leia mais

ROF.º OTTO TERRA BRASIL: 1º REINADO ( )

ROF.º OTTO TERRA BRASIL: 1º REINADO ( ) ROF.º OTTO TERRA BRASIL: 1º REINADO (1822-1831) Jean Baptiste Debret O RECONHECIMENTO INTERNACIONAL DO BRASIL INDEPENDENTE Estados Unidos da América A Doutrina Monroe (A América para os americanos )

Leia mais

Segundo Reinado ( )

Segundo Reinado ( ) Segundo Reinado (1840-1889) REPRODUÇÃO - COLEÇÃO PARTICULAR O significado histórico do Segundo Reinado O Segundo Reinado é visto como um período de prosperidade econômica e incentivo às inovações. Na área

Leia mais

CAPÍTULO 7 - BRASIL - DINÂMICAS TERRITORIAIS E ECONÔMICAS

CAPÍTULO 7 - BRASIL - DINÂMICAS TERRITORIAIS E ECONÔMICAS Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio CAPÍTULO 7 - BRASIL - DINÂMICAS TERRITORIAIS E ECONÔMICAS Professor: Gelson Alves Pereira 1- O QUE É REGIONALIZAÇÃO É a divisão de um espaço ou território

Leia mais

Rio de Janeiro Brasil Império

Rio de Janeiro Brasil Império Rio de Janeiro Brasil Império As revoltas regencias foram movimentos armados contra o governo e ocorreram em vários pontos do país entre 1835 e 1845 CABANAGEM BALAIADA MALÊS SABINADA FARROUPILHA CABANAGEM

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE HISTÓRIA Aluno(a): Nº Ano: 2º Turma: Data: 04/06/2011 Nota: Professora: Élida Valor da Prova: 40 pontos Assinatura do responsável: Orientações

Leia mais

QUESTÃO 01 EXPLIQUE o processo político que resultou na abdicação de D. Pedro I em 1831.

QUESTÃO 01 EXPLIQUE o processo político que resultou na abdicação de D. Pedro I em 1831. DISCIPLINA: História PROFESSORES: Leonardo, Renata e Paula. DATA: /12/2014 VALOR: 20,0 pts. NOTA: ASSUNTO: Trabalho de Recuperação Final SÉRIE: 8º ANO/E.F. TURMA: NOME COMPLETO: Nº: Caro Aluno (a), A avaliação

Leia mais

O PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DO BRASIL COLÉGIO PEDRO II PROFESSOR: ERIC ASSIS

O PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DO BRASIL COLÉGIO PEDRO II PROFESSOR: ERIC ASSIS O PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DO BRASIL 1820-1822 COLÉGIO PEDRO II PROFESSOR: ERIC ASSIS O 7 DE SETEMBRO: A INDEPENDÊNCIA FOI SOMENTE O GRITO DO IPIRANGA? OS SIGNIFICADOS DA INDEPENDÊNCIA Emancipação ou

Leia mais

Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia Ciências - Inglês

Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia Ciências - Inglês Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia Ciências - Inglês 1 Caderno de Atividades 17 Os exercícios deverão ser feitos no livro e / ou no caderno. Livro

Leia mais

Abolio da escravatura - Lei urea

Abolio da escravatura - Lei urea Abolio da escravatura - Lei urea Questo: 1 Abolição da Escravatura - Lei Áurea Introdução Na época em que os portugueses começaram a colonização do Brasil, não existia mão-de-obra para a realização de

Leia mais

Revoltas provinciais no período Regencial Brasil século XIX. Colégio Ser! História 8º ano Profª Marilia Coltri

Revoltas provinciais no período Regencial Brasil século XIX. Colégio Ser! História 8º ano Profª Marilia Coltri Revoltas provinciais no período Regencial Brasil século XIX Colégio Ser! História 8º ano Profª Marilia Coltri Revoltas provinciais do período regencial Devido a excessiva centralização do poder político

Leia mais

HISTÓRIA REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO

HISTÓRIA REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO HISTÓRIA REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO 3 Revolução Industrial Inicia-se na Inglaterra em 1700. País torna-se fornecedor de produtos para Impérios Coloniais. Forte migração do campo para as cidades mão de

Leia mais

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR HISTÓRIA

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR HISTÓRIA 85 PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Nome do COMPONENTE CURRICULAR: HISTÓRIA Curso:Técnico em Agroindústria Integrado ao Ensino Médio Série/Período: 2º Ano Carga Horária: 40 h/a (33 h/r) Docente

Leia mais

02- Quais fatores favoreceram o cultivo do café no oeste paulista? R.:

02- Quais fatores favoreceram o cultivo do café no oeste paulista? R.: PROFESSOR: EQUIPE DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - HISTÓRIA E GEOGRAFIA 5 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Consulte seu material

Leia mais

Um pouco de história

Um pouco de história Um pouco de história Primeiro Reinado Durante o Primeiro Reinado o setor econômico estava em crise, a produção açucareira entrou em declínio, o ouro era extraído em quantidades bem menores, produtos como

Leia mais

SEGUNDO REINADO

SEGUNDO REINADO SEGUNDO REINADO 1841-1889 O Golpe da Maioridade; Pressão dos Liberais exigindo que o Senado aprovasse a antecipação da maioridade de D. Pedro II, a fim de restabelecer a ordem e a tranquilidade política

Leia mais

HISTÓRIA O GOVERNO DE D.PEDRO II - ( )

HISTÓRIA O GOVERNO DE D.PEDRO II - ( ) HISTÓRIA Prof. Davidson Nicchio (Abdulah) O GOVERNO DE D.PEDRO II - (1840 1889) POLÍTICA INTERNA HERANÇAS DO PERÍODO REGENCIAL Cenário político e social: Instabilidade política e conflitos isolados como

Leia mais

CONTEÚDO SSA II UNIDADE. 3ª Série. Poesia da Segunda Fase do Modernismo: Contexto Histórico Principais Autores e suas Respectivas Características

CONTEÚDO SSA II UNIDADE. 3ª Série. Poesia da Segunda Fase do Modernismo: Contexto Histórico Principais Autores e suas Respectivas Características CONTEÚDO SSA II UNIDADE 3ª Série Disciplina: GRAMÁTICA Cadernos 1, 2, 3, 4 e 5 Disciplina: LITERATURA Poesia da Segunda Fase do Modernismo: Contexto Histórico Principais Autores e suas Respectivas Características

Leia mais

Crise Colonial Primeiro Reinado Segundo Reinado. Prof.ª. Maria Auxiliadora

Crise Colonial Primeiro Reinado Segundo Reinado. Prof.ª. Maria Auxiliadora Crise Colonial Primeiro Reinado Segundo Reinado Prof.ª. Maria Auxiliadora Movimentos Emancipacionistas no Brasil Colônia COMPARAÇÃO ENTRE AS CONJURAÇÕES MINEIRA E BAIANA 1806 Napoleão Bonaparte decreta

Leia mais

A ESCRAVIDÃO CHEGA AO FIM Aula: 37 Pág. 27 PROFª: CLEIDIVAINE 8º ANO

A ESCRAVIDÃO CHEGA AO FIM Aula: 37 Pág. 27 PROFª: CLEIDIVAINE 8º ANO A ESCRAVIDÃO CHEGA AO FIM Aula: 37 Pág. 27 PROFª: CLEIDIVAINE 8º ANO 1 INTRODUÇÃO Colonização: trabalho escravo. Séc. XIX condenação da instituição escravista pelos países europeus (Inglaterra): pressiona

Leia mais

IDADE CONTEMPORÂNEA A ERA NAPOLEÔNICA

IDADE CONTEMPORÂNEA A ERA NAPOLEÔNICA ERA NAPOLEÔNICA (1799 1815) Prof. João Gabriel da Fonseca joaogabriel_fonseca@hotmail.com 1 - O CONSULADO (1799 1804): Pacificação interna e externa. Acordos de paz com países vizinhos. Acordo com a Igreja

Leia mais

A abolição da escravatura e o fim do Império. Profª. Maria Auxiliadora

A abolição da escravatura e o fim do Império. Profª. Maria Auxiliadora A abolição da escravatura e o fim do Império Profª. Maria Auxiliadora Cronologia referente a extinção da escravidão 1810 Tratados de Comércio e Navegação/Aliança e Amizade: foi introduzida uma cláusula

Leia mais

ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA NO SÉCULO XIX. Prof. Lincoln Marques

ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA NO SÉCULO XIX. Prof. Lincoln Marques ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA NO SÉCULO XIX Prof. Lincoln Marques ORIGENS COLONIAIS INTRODUÇÃO A primeira metade do século XIX para os EUA foi marcada: pela conquista de territórios em direção ao Oceano Pacífico,

Leia mais

2º Reinado POLÍTICA INTERNA

2º Reinado POLÍTICA INTERNA 2º Reinado 1840-1889 POLÍTICA INTERNA 2 correntes políticas: Liberais: profissionais liberais urbanos, latifundiários ligados a produção para o mercado interno (áreas mais novas). Descentralização Política

Leia mais

7 - INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA ESPANHOLA

7 - INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA ESPANHOLA 7 - INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA ESPANHOLA Movimentos pela independência Influenciados pela Independência dos Estados Unidos Facilitados pela ocupação da Espanha por Napoleão Afrouxou o controle do país sobre

Leia mais

T I V I D A D E S ALUNO (A): Nº

T I V I D A D E S ALUNO (A): Nº SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SARGENTO NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 2ª TURMA(S):

Leia mais

QUESTÕES OBJETIVAS. Pág. 1

QUESTÕES OBJETIVAS. Pág. 1 QUESTÕES OBJETIVAS Para responder as questões 1 e 2, observe atentamente as imagens abaixo que retratam aspectos da sociedade brasileira do século XIX. 1) Leia as seguintes afirmativas. I) A sociedade

Leia mais

1. PROCEDIMENTO: ATIVAR O CONHECIMENTO PRÉVIO DO ALUNO - PROBLEMATIZANDO A APRENDIZAGEM:

1. PROCEDIMENTO: ATIVAR O CONHECIMENTO PRÉVIO DO ALUNO - PROBLEMATIZANDO A APRENDIZAGEM: Universidade Federal de Campina Grande Centro de Formação de Professores Unidade Acadêmica de Ciências Sociais Programa Institucional de Bolsa de Iniciação a Docência Subprojeto de História PLANO DE AULA

Leia mais

INTRODUÇÃO. Conceito: Principal forma de trabalho do Brasil. Ausência de Liberdade / alienação Processo de coisificação Trabalho forçado

INTRODUÇÃO. Conceito: Principal forma de trabalho do Brasil. Ausência de Liberdade / alienação Processo de coisificação Trabalho forçado INTRODUÇÃO Conceito: Ausência de Liberdade / alienação Processo de coisificação Trabalho forçado Principal forma de trabalho do Brasil Imagem: Dono de Escravo sendo carregado pelos seus escravos. Gravura

Leia mais

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR HISTÓRIA TÉCNICO EM AGROPECUÁRIA INTEGRADO 2º ANO

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR HISTÓRIA TÉCNICO EM AGROPECUÁRIA INTEGRADO 2º ANO PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Nome do COMPONENTE CURRICULAR : HISTÓRIA Curso: TÉCNICO EM AGROPECUÁRIA INTEGRADO Série/Período: 2º ANO Carga Horária: 40 h/a (33 h/r) Docente Responsável:

Leia mais

Aula 10 - Primeiro Reinado

Aula 10 - Primeiro Reinado Aula 10 - Primeiro Reinado 1822-1831. 7 de setembro de 1822 Independência do Brasil. Brasil Império Primeiro Reinado 1822-1831. Período Regencial 1831-1840. Segundo Reinado 1840-1889. Primeiro Reinado

Leia mais

A República Oligárquica ( ) O Domínio das Oligarquias ( )

A República Oligárquica ( ) O Domínio das Oligarquias ( ) Aula 33 e 34 A República Oligárquica (1889-1930) Setor 1601 1 A Presidência de Campos Sales (1898-1902) 2 A Presidência de Rodrigues Alves (1902-1906) Aula 33 e 34 A República Oligárquica (1889-1930) ealvespr@gmail.com

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Tema Transversal: Cultivar e guardar a Criação Disciplina: História / ESTUDOS AUTÔNOMOS Ano:5º - Ensino Fundamental - Data: 14 / 6 / 2017 ESTUDOS AUTÔNOMOS DE HISTÓRIA Assunto: Chegada

Leia mais

GOVERNO DEODORO DA FONSECA

GOVERNO DEODORO DA FONSECA GOVERNO DEODORO DA FONSECA GOVERNO PROVISÓRIO (1889/1891) 1- Primeiras medidas: Fim do Senado vitalício e do conselho de Estado, Dissolução da Câmara dos Deputados, Separação entre Igreja e Estado (extinção

Leia mais

Brasil e suas varias faces. Rayssa e Eduarda

Brasil e suas varias faces. Rayssa e Eduarda Brasil e suas varias faces Rayssa e Eduarda 1-Primeiro Reinado no Brasil O Primeiro Reinado, também chamado de Brasil Império, foi regido per Dom Pedro I. Teve início em 7 de setembro de 1822, quando foi

Leia mais

A Exploração do Ouro

A Exploração do Ouro A Mineração A Exploração do Ouro Dois tipos de empreendimentos, que visavam a exploração do ouro, foram organizados: as lavras e as faiscações. As lavras, unidades produtoras relativamente grandes, chegavam

Leia mais

Programa de Recuperação Paralela

Programa de Recuperação Paralela COLÉGIO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Programa de Recuperação Paralela 3ªEtapa / 2010 DISCIPLINA: História EDUCADOR: Gloria Maria ANO: 8º ano Ensino Fundamental II TURMAS: 8.1/8.2 *Caro educando, você está

Leia mais

Apostila de História 32 Segundo Reinado ( )

Apostila de História 32 Segundo Reinado ( ) Apostila de História 32 Segundo Reinado (1840-1889) 1.0 Economia 1.1 Café Bebida luxuosa produzida nas colônias do Haiti e da Guina Francesa; Entrou no Brasil pelo Pará e chegou até o Rio de Janeiro como

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UERN HISTÓRIA DA AMÉRICA II. Prof.º Me. Halyson Oliveira

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UERN HISTÓRIA DA AMÉRICA II. Prof.º Me. Halyson Oliveira UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UERN HISTÓRIA DA AMÉRICA II. Prof.º Me. Halyson Oliveira 2014.2. A M A R C H A PA R A O O E S T E E A G U E R R A D E S E C E S S Ã O N O RT E - A M E R I

Leia mais

O Primeiro Reinado ( )

O Primeiro Reinado ( ) O Primeiro Reinado (1822-1831) Quadro Independência ou Morte, de Pedro Américo (óleo sobre tela, 1888) Prof.ª. Maria Auxiliadora Problemas após o 07 de Setembro 1822 1º A luta pelo poder o príncipe, alta

Leia mais

Segundo Reinado (1840/1889)

Segundo Reinado (1840/1889) Segundo Reinado (1840/1889) POLÍTICA INTERNA O Segundo Reinado foi marcado pela atuação de dois partidos políticos: o Partido Conservador e o Partido Liberal. Ambos representavam a classe dominante; defendiam

Leia mais

CONTEÚDOS HISTÓRIA 4º ANO COLEÇÃO INTERAGIR E CRESCER

CONTEÚDOS HISTÓRIA 4º ANO COLEÇÃO INTERAGIR E CRESCER CONTEÚDOS HISTÓRIA 4º ANO COLEÇÃO INTERAGIR E CRESCER UNIDADE 1 O TEMPO E AS ORIGENS DO BRASIL 1. Contando o tempo Instrumentos de medida do tempo Medidas de tempo: década, século, milênio Linha do tempo

Leia mais

História. Crise da Lavoura canavieira. Professor Cássio Albernaz.

História. Crise da Lavoura canavieira. Professor Cássio Albernaz. História Crise da Lavoura canavieira Professor Cássio Albernaz www.acasadoconcurseiro.com.br História CRISE DA LAVOURA CANAVIEIRA Durante várias décadas, até meados do século XX, quando foi suplantado

Leia mais

1º REINADO PERÍODO REGENCIAL 2º REINADO PROF. SORMANY ALVES

1º REINADO PERÍODO REGENCIAL 2º REINADO PROF. SORMANY ALVES 1º REINADO PERÍODO REGENCIAL 2º REINADO PROF. SORMANY ALVES O PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA A ERA JOANINA D. JOÃO VI Em 1806 Napoleão Bonaparte, seguindo sua política expansionista, decreta o Bloqueio Continental,

Leia mais

Revoltas Nativistas e Anticoloniais. Alan

Revoltas Nativistas e Anticoloniais. Alan Revoltas Nativistas e Anticoloniais Alan Fatores iniciais para as revoltas Descontentamentos com o governo metropolitano Choque entre os interesses dos colonos e da Coroa Pressão do Pacto Colonial sobre

Leia mais

Século XVIII. Revolução francesa: o fim da Idade Moderna

Século XVIII. Revolução francesa: o fim da Idade Moderna Século XVIII Revolução francesa: o fim da Idade Moderna Marco inicial: tomada da Bastilha Assembleia Nacional Consituinte 1789-1792 Nova Constituição (liberal) para a França; Alta burguesia assume o comando

Leia mais

Revoltas Coloniais / Nativistas. História do Brasil

Revoltas Coloniais / Nativistas. História do Brasil Revoltas Coloniais / Nativistas História do Brasil Principais Revoltas Coloniais Fim da União Ibérica INSATISFAÇÃO COM A ADMINISTRAÇÃO As revoltas Coloniais Revelavam a insatisfação dos colonos; Dificuldade

Leia mais

Planejamento das Aulas de História º ano (Prof. Leandro)

Planejamento das Aulas de História º ano (Prof. Leandro) Planejamento das Aulas de História 2016 8º ano (Prof. Leandro) Fevereiro Aula Programada (As tensões na Colônia) Páginas Tarefa 1 As tensões na Colônia 10 e 11 Mapa Mental 2 A viradeira 12 Exerc. 1 a 5

Leia mais

SUMÁRIO. INTRODUÇÃO 1 Maria Yedda Leite Linhares

SUMÁRIO. INTRODUÇÃO 1 Maria Yedda Leite Linhares MARIA YEDDA LINHARES (Organizadora) ORO FLAMARION SANTANA CARDOSO FRANCISCO CARLOS TEIXEIRA DA SILVA HAMILTON DE MATTOS MONTEIRO JOÀO LUÍS FRAGOSO SÔNIA REGINA DE MENDONÇA HISTÓRIA GERAL DO SUMÁRIO INTRODUÇÃO

Leia mais

Curriculum Guide 11 th grade / História

Curriculum Guide 11 th grade / História Curriculum Guide 11 th grade / História Tema Conteúdo Habilidades Essential Questions 1) Era das Revoluções 1.1) Império Napoleônico 1.1a)Compreender o período napoleônico como uma época de consolidação

Leia mais

História - O Brasil monárquico ( )

História - O Brasil monárquico ( ) História - O Brasil monárquico (1822-1889) 1. O processo de independência brasileiro Você já deve ter visto dezenas de vezes na televisão, no cinema, em livros e revistas a cena do grito do Ipiranga, quando

Leia mais

UNIDADE: DATA: 02 / 12 / 2016 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE HISTÓRIA 8.º ANO/EF

UNIDADE: DATA: 02 / 12 / 2016 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE HISTÓRIA 8.º ANO/EF SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: 02 / 2 / 206 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE HISTÓRIA 8.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 3º EM História Fransergio Av. Trimestral 01/11/13 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1. Verifique, no cabeçalho desta prova, se seu nome, número e turma estão corretos. 2. Esta

Leia mais