O golpe nada mais foi que a antecipação da maioridade de D. Pedro II, que contava então com um pouco mais de 14 anos.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O golpe nada mais foi que a antecipação da maioridade de D. Pedro II, que contava então com um pouco mais de 14 anos."

Transcrição

1 GOLPE DA MAIORIDADE Desde 1838, estava claro tanto para os LIBERAIS, quanto para os CONSERVADORES que somente a monarquia plena poderia levar o país a superar a sua instabilidade política.

2 O golpe nada mais foi que a antecipação da maioridade de D. Pedro II, que contava então com um pouco mais de 14 anos pôs fim ao Período Regencial e deu início ao Segundo Império.

3

4

5 Segundo Reinado

6 SEGUNDO IMPÉRIO O Primeiro Ministério de D. Pedro II era formado por homens letrados e intelectuais. Bacharéis de direito, comerciantes, militares.

7 Parlamentarismo às avessas: Poder legislativo subordinado ao executivo. Imperador = peça central nas decisões. D. PEDRO II Liberais e Conservadores manipulados por D. Pedro II, cientes de que precisavam de sua proteção.

8 A Revolução Praieira (PE 1848): Tradicional reduto liberal Um grupo de liberais contrários ao monopólio dos comerciantes portugueses, organizou o chamado Partido da Praia (1842). Influência do pensamento socialista. Causas: a substituição do governador liberal Chichorro da Gama pelo conservador Herculano Pena. Líderes: Pedro Ivo, Abreu Lima, Nunes Machado, Borges da Fonseca. Jornal Diário Novo Rua da Praia. Manifesto ao Mundo: voto universal, liberdade de imprensa, autonomia para as províncias, voto livre e universal, liberdade de imprensa, extinção do Poder Moderador, fim do monopólio português sobre o comércio. Última grande revolta do período imperial.

9 ECONOMIA Durante o século XIX o Brasil era um país agrícola que exportava algodão, açúcar, couro e, a partir de 1820, o café. A mão-de-obra era predominante escrava, as técnicas de cultivo eram rudimentares, gerando uma baixa produtividade. Em síntese, predominavam os latifúndios, a escravidão negra e uma economia voltada para o mercado externo.

10 O principal produto de exportação era o café.

11 A QUESTÃO da ESCRAVIDÃO Até o final do séc. XVIII, a Inglaterra tivera grandes lucros com o tráfico de escravos. A Revolução Industrial e a conseqüente necessidade de obter novos mercados consumidores levaram os ingleses a lutarem pela abolição do tráfico e da escravidão. Pressões inglesas para que o Brasil deixasse de importar escravos africanos.

12 A pressão inglesa provocou vários reflexos na política e no cotidiano do Brasil. O Brasil passou a adotar leis que fossem abolindo a escravidão de maneira gradual.

13 a Lei Eusébio de Queirós acabou com o tráfico negreiro. acarretou um sério problema de mãode-obra para a lavoura cafeeira em expansão. Na década de 1870, intensificou-se a campanha abolicionista.

14 1871, a promulgação da Lei Rio Branco (mais conhecida como lei do Ventre Livre).

15 28 de setembro de 1885, foi promulgada a Lei Saraiva-Cotegipe, que libertava os escravos com mais de 65 anos (Lei dos Sexagenários).

16 13 de maio de princesa Isabel assinou a Lei Áurea, abolindo definitivamente a escravidão no Brasil.

17 Novas propriedade do Sul e Sudeste passaram a empregar mão-de-obra livre.

18 Os lucros do café financiaram as primeiras indústrias. Centros urbanos cresceram...

19 Irineu Evangelista de Souza - Visconde de Mauá. Foi o empresário responsável pelo primeiro processo de industrialização no Brasil.

20 Fundou a primeira estrada de ferro do Brasil 1º de maio de 1854 Ligação de Petrópolis - Rio de Janeiro.

21 Fundou a companhia de iluminação a gás 1851.

22 Fundou a companhia de navegação a vapor

23 Reorganizou o Banco do Brasil.

24 Também ajudaram no primeiro processo de industrialização Brasileira Tarifa Alves Branco elevou as taxas sobre os produtos importados.

25 Não durou muito pressões inglesas motivaram Tarifa Silva Ferraz redução das taxas sobre os produtos importados. Prejudicou o coitado do Mauá.

26 Irineu Evangelista de Souza - Visconde de Mauá. Acabou falindo por FALTA DE MERCADO INTERNO, UTILIZAÇÃO DE MÃO-DE-OBRA- ESCRAVA e CONCORRÊNCIA DO CAPITAL INGLÊS.

27 Guerra do Paraguai

Segundo Reinado 2ª Fase e Crise. Prof. Thiago Aula 07 Frente C

Segundo Reinado 2ª Fase e Crise. Prof. Thiago Aula 07 Frente C Segundo Reinado 2ª Fase e Crise Prof. Thiago Aula 07 Frente C O Ouro Verde Inicialmente produzido no Vale do Paraíba (RJ/SP) depois se expande ao Oeste de São Paulo; Estrutura semelhante à da cana de Açúcar:

Leia mais

BRASIL: SEGUNDO REINADO

BRASIL: SEGUNDO REINADO Período: 1840 1889 Golpe da Maioridade deu início ao Segundo Reinado CONSOLIDAÇÃO DO ESTADO As Eleições do Cacete Disputa eleitoral entre: Partido Conservador e Partido Liberal Nessas eleições aconteceram

Leia mais

MÓDULO 06 - O II REINADO( ) A) Política Interna Predomínio do Parlamentarismo às avessas : Inverso do modelo inglês Com o Poder Moderador, o

MÓDULO 06 - O II REINADO( ) A) Política Interna Predomínio do Parlamentarismo às avessas : Inverso do modelo inglês Com o Poder Moderador, o MÓDULO 06 - O II REINADO( 1840-1889) A) Política Interna Predomínio do Parlamentarismo às avessas : Inverso do modelo inglês Com o Poder Moderador, o Imperador reina, governa e administra Assegura a centralização,

Leia mais

O Segundo Reinado Golpe da Maioridade

O Segundo Reinado Golpe da Maioridade O Segundo Reinado O Segundo Reinado foi o período da História do Brasil Império em que Dom Pedro II governou o país. Iniciou-se em 1840 com o Golpe da Maioridade e terminou com a Proclamação da República

Leia mais

HISTÓRIA 2 ANO PROF. AMAURY PIO PROF. EDUARDO GOMES ENSINO MÉDIO

HISTÓRIA 2 ANO PROF. AMAURY PIO PROF. EDUARDO GOMES ENSINO MÉDIO HISTÓRIA 2 ANO PROF. AMAURY PIO PROF. EDUARDO GOMES ENSINO MÉDIO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade IV Poder, Cultura e Tecnologia 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 15.1 Conteúdos Segundo Reinado no Brasil -

Leia mais

Segundo Reinado 2ª Fase e Crise. Prof. Thiago Aula 07 Frente C

Segundo Reinado 2ª Fase e Crise. Prof. Thiago Aula 07 Frente C Segundo Reinado 2ª Fase e Crise Prof. Thiago Aula 07 Frente C O Ouro Verde Inicialmente produzido no Vale do Paraíba (RJ/SP) depois se expande ao Oeste de São Paulo; Estrutura semelhante à da cana de Açúcar:

Leia mais

POLÍTICA INTERNA 3 fases: Consolidação ( ): Conciliação ( ): Crise ( ):

POLÍTICA INTERNA 3 fases: Consolidação ( ): Conciliação ( ): Crise ( ): POLÍTICA INTERNA 3 fases: Consolidação (1840 1850): Conciliação (1850 1870): Crise (1870 1889): Partidos liberal e conservador. As disputas políticas entre progressistas (Feijó) e regressistas (Araújo

Leia mais

2º Reinado ( ) A MODERNIZAÇÃO CONSERVADORA. Prof. Maria Auxiliadora

2º Reinado ( ) A MODERNIZAÇÃO CONSERVADORA. Prof. Maria Auxiliadora 2º Reinado (1840-1889) A MODERNIZAÇÃO CONSERVADORA Prof. Maria Auxiliadora A MODERNIZAÇÃO CONSERVADORA Tendências gerais da economia brasileira durante a 2ª metade do século XIX Brasil nação agrícola baseada

Leia mais

SEGUNDO REINADO ( )

SEGUNDO REINADO ( ) AVISO: O conteúdo e o contexto das aulas referem-se aos pensamentos emitidos pelos próprios autores que foram interpretados por estudiosos RUBENS dos temas RAMIRO expostos. JUNIOR Todo exemplo (TODOS DIREITOS

Leia mais

1840 ATÉ 1889 POLÍTICA E MOVIMENTOS SOCIAIS PROF. FELIPE KLOVAN

1840 ATÉ 1889 POLÍTICA E MOVIMENTOS SOCIAIS PROF. FELIPE KLOVAN SEGUNDO REINADO 1840 ATÉ 1889 POLÍTICA E MOVIMENTOS SOCIAIS SEGUNDO REINADO Golpe da maioridade 1840 Novo gabinete do governo Liberal de curta existência. Conservadores retornam ainda no mesmo ano ao governo.

Leia mais

1. PROCEDIMENTO: ATIVAR O CONHECIMENTO PRÉVIO DO ALUNO - PROBLEMATIZANDO A APRENDIZAGEM:

1. PROCEDIMENTO: ATIVAR O CONHECIMENTO PRÉVIO DO ALUNO - PROBLEMATIZANDO A APRENDIZAGEM: Universidade Federal de Campina Grande Centro de Formação de Professores Unidade Acadêmica de Ciências Sociais Programa Institucional de Bolsa de Iniciação a Docência Subprojeto de História PLANO DE AULA

Leia mais

BRASIL IMPÉRIO. Primeiro e Segundo Reinados. Prof. Rodrigo Toledo

BRASIL IMPÉRIO. Primeiro e Segundo Reinados. Prof. Rodrigo Toledo BRASIL IMPÉRIO Primeiro e Segundo Reinados Prof. Rodrigo Toledo PRIMEIRO REINADO Definição O primeiro Reinado do Brasil é o nome dado ao período em que D. Pedro I governou o Brasil como Imperador, entre

Leia mais

SEGUNDO REINADO D. PEDRO II

SEGUNDO REINADO D. PEDRO II SEGUNDO REINADO D. PEDRO II 1840 1889 Golpe da Maioridade Proclamação da República GOVERNO = MONARQUIA PARLAMENTARISTA Segundo Reinado, a estrutura e a organização política, econômica e social do Brasil,

Leia mais

D. Pedro II: Sobe ao trono com 14 /15 anos início do Segundo Reinado 23/07/1840

D. Pedro II: Sobe ao trono com 14 /15 anos início do Segundo Reinado 23/07/1840 Segundo Reinado - Golpe da Maioridade (1840) Liberais no Poder Antecipada a Maioridade do Imperador As rebeliões são contidas Política estabilizada. D. Pedro II: Sobe ao trono com 14 /15 anos início do

Leia mais

- votaram: crianças, escravos. e mortos. PARTIDO LIBERAL E PARTIDO CONSERVADOR... OU SERÁ VICE-VERSA?

- votaram: crianças, escravos. e mortos. PARTIDO LIBERAL E PARTIDO CONSERVADOR... OU SERÁ VICE-VERSA? 1 - Eleições do cacete 1.1 - D. Pedro II - 1 Ministério composto por membros do Partido Liberal. 1.2 - Eleições para Câmara dos Deputados => fraudes - substituições: juizes, presidentes das províncias,

Leia mais

O texto dos Confederados de 1824 revela um momento de insatisfação política contra a:

O texto dos Confederados de 1824 revela um momento de insatisfação política contra a: DISCIPLINA: HISTÓRIA PROFESSOR: AULUS DATA: 19 / 12 / 2017 VALOR: 20,0 NOTA: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 8º ANO TURMA: ANCHIETA ALUNO (A): Nº: Matéria da Prova: O conteúdo a ser estudado para

Leia mais

QUESTÃO 01 EXPLIQUE o processo político que resultou na abdicação de D. Pedro I em 1831.

QUESTÃO 01 EXPLIQUE o processo político que resultou na abdicação de D. Pedro I em 1831. DISCIPLINA: História PROFESSORES: Leonardo, Renata e Paula. DATA: /12/2014 VALOR: 20,0 pts. NOTA: ASSUNTO: Trabalho de Recuperação Final SÉRIE: 8º ANO/E.F. TURMA: NOME COMPLETO: Nº: Caro Aluno (a), A avaliação

Leia mais

Segundo Reinado Guerra do Paraguai

Segundo Reinado Guerra do Paraguai Segundo Reinado Segundo Reinado Guerra do Paraguai A Guerra do Paraguai foi o maior conflito armado internacional ocorrido na América do Sul no século 19. Rivalidades platinas e a formação de Estados nacionais

Leia mais

Disputas políticas Revolução Praieira Manutenção de alianças econômicas antigas (Inglaterra) Economia agrária, sobretudo cafeeira

Disputas políticas Revolução Praieira Manutenção de alianças econômicas antigas (Inglaterra) Economia agrária, sobretudo cafeeira Panorama Disputas políticas Revolução Praieira Manutenção de alianças econômicas antigas (Inglaterra) Economia agrária, sobretudo cafeeira Mão-de-obra fundamentalmente escrava Política de incentivo à imigração

Leia mais

BRASIL NO SÉCULO XIX SEGUNDO REINADO

BRASIL NO SÉCULO XIX SEGUNDO REINADO BRASIL NO SÉCULO XIX SEGUNDO REINADO 1840-1889 POLÍTICA INTERNA PODER MODERADOR e CONSELHO DE ESTADO PARLAMENTARISMO ÀS AVESSAS (1847) LIBERAIS E CONSERVADORES NO GABINETE DE MINISTROS PARTIDO LIBERAL

Leia mais

No fim do Período Regencial, muitas revoltas ameaçavam a unidade territorial do país.

No fim do Período Regencial, muitas revoltas ameaçavam a unidade territorial do país. No fim do Período Regencial, muitas revoltas ameaçavam a unidade territorial do país. Alguns grupos políticos consideravam que apenas Pedro de Alcântara poderia conter estas revoltas. No entanto, ele tinha

Leia mais

BRASIL IMPÉRIO ( ) II REINADO ( ) A) POLÍTICA INTERNA

BRASIL IMPÉRIO ( ) II REINADO ( ) A) POLÍTICA INTERNA A) POLÍTICA INTERNA 3 fases: Consolidação (1840 1850): Conciliação (1850 1870): Crise (1870 1889): 2 correntes políticas: Liberais: profissionais liberais urbanos, latifundiários ligados a produção para

Leia mais

SEGUNDO REINADO ( )

SEGUNDO REINADO ( ) SEGUNDO REINADO historiaula.wordpress.com (1840 1889) 2ª. Parte A fórmula do sucesso... Foi um atributo: 1º. Do aumento da demanda pelo café nos mercados dos Estados Unidos da América do Norte e da Europa;

Leia mais

Brasil: do Império à República

Brasil: do Império à República E.E.B. Profª Gracinda A. Machado Brasil: do Império à República BRASIL IMPÉRIO (1822 1889) RELEMBRANDO... Cronologicamente, o regime imperial Brasileiro é convencionalmente dividido em três períodos distintos:

Leia mais

Abolio da escravatura - Lei urea

Abolio da escravatura - Lei urea Abolio da escravatura - Lei urea Questo: 1 Abolição da Escravatura - Lei Áurea Introdução Na época em que os portugueses começaram a colonização do Brasil, não existia mão-de-obra para a realização de

Leia mais

Brasil e suas varias faces. Rayssa e Eduarda

Brasil e suas varias faces. Rayssa e Eduarda Brasil e suas varias faces Rayssa e Eduarda 1-Primeiro Reinado no Brasil O Primeiro Reinado, também chamado de Brasil Império, foi regido per Dom Pedro I. Teve início em 7 de setembro de 1822, quando foi

Leia mais

Está correto o que se afirma somente em a) II e III. b) I. c) I e II. Página 1 de 5

Está correto o que se afirma somente em a) II e III. b) I. c) I e II. Página 1 de 5 1. (Uece 2014) O período historicamente conhecido como Período Regencial foi caracterizado a) por rebeliões populares cujas ações exigiam o retorno da antiga realidade social com a volta de Pedro I ao

Leia mais

02- Quais fatores favoreceram o cultivo do café no oeste paulista? R.:

02- Quais fatores favoreceram o cultivo do café no oeste paulista? R.: PROFESSOR: EQUIPE DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - HISTÓRIA E GEOGRAFIA 5 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Consulte seu material

Leia mais

HISTÓRIA REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO

HISTÓRIA REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO HISTÓRIA REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO 3 Revolução Industrial Inicia-se na Inglaterra em 1700. País torna-se fornecedor de produtos para Impérios Coloniais. Forte migração do campo para as cidades mão de

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Tema Transversal: Casa comum, nossa responsabilidade. Disciplina: História / ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS - RECUPERAÇÃO Série: 5ª - Ensino Fundamental Aluno(a): N o : Turma: Professora:

Leia mais

Um pouco de história

Um pouco de história Um pouco de história Primeiro Reinado Durante o Primeiro Reinado o setor econômico estava em crise, a produção açucareira entrou em declínio, o ouro era extraído em quantidades bem menores, produtos como

Leia mais

Economia do Brasil Imperial

Economia do Brasil Imperial Economia do Brasil Imperial Desde o início do Período Imperial, que se deu com a Independência do Brasil, em 1822, a economia do novo país era baseada na exportação de matérias-primas. Isto reduzia a força

Leia mais

Programa de Recuperação Paralela

Programa de Recuperação Paralela COLÉGIO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Programa de Recuperação Paralela 3ªEtapa / 2010 DISCIPLINA: História EDUCADOR: Gloria Maria ANO: 8º ano Ensino Fundamental II TURMAS: 8.1/8.2 *Caro educando, você está

Leia mais

Avaliação Bimestral de História

Avaliação Bimestral de História HISTÓRIA DÉBORA 06 / 04 / 2015 5º ano 1º. Bimestre Abril / 2015 valor 10 pontos Avaliação Bimestral de História Lembre-se que esta avaliação tem o valor de 10 (dez) pontos. Preencha o cabeçalho com letra

Leia mais

Segundo Reinado ( )

Segundo Reinado ( ) Segundo Reinado (1840 1889) Política Interna Política Interna Golpe da Maioridade (1840) Liberais no Poder Antecipar a Maioridade do Imperador Conter rebeliões Estabilizar a crise política D. Pedro II:

Leia mais

O Primeiro Reinado ( )

O Primeiro Reinado ( ) O Primeiro Reinado (1822-1831) Quadro Independência ou Morte, de Pedro Américo (óleo sobre tela, 1888) Prof.ª. Maria Auxiliadora Problemas após o 07 de Setembro 1822 1º A luta pelo poder o príncipe, alta

Leia mais

REVOLUÇÃO PRAIEIRA 1848

REVOLUÇÃO PRAIEIRA 1848 REVOLUÇÃO PRAIEIRA 1848 REVOLUÇÃO PRAIEIRA 1848 Teve o que nunca se viu, e que lhe faz destacar. Socialismo pro Brasil, por isso faz impressionar. Utópica de verdade, qual os franceses da ocasião. Quando

Leia mais

2º REINADO: 1840/1889 POLÍTICA E ECONOMIA. Professor: Décius Caldeira HISTÓRIA 3ª série Ensino Médio

2º REINADO: 1840/1889 POLÍTICA E ECONOMIA. Professor: Décius Caldeira HISTÓRIA 3ª série Ensino Médio 2º REINADO: 1840/1889 POLÍTICA E ECONOMIA Professor: Décius Caldeira HISTÓRIA 3ª série Ensino Médio 2º REINADO 1840/1849 A GOLPE DA MAIORIDADE: ASCENSÃO DE D. PEDRO II I DESDE 11 DE MARÇO DE 1840, QUANDO

Leia mais

Segundo Reinado ( )

Segundo Reinado ( ) HISTÓRIA DO BRASIL Segundo Reinado (1840-89) De 1840 a 1889 o Brasil foi governado pelo imperador D. Pedro II e viveu a fase final da monarquia, que deixou de existir a partir de um golpe promovido pelos

Leia mais

Crise Colonial Primeiro Reinado Segundo Reinado. Prof.ª. Maria Auxiliadora

Crise Colonial Primeiro Reinado Segundo Reinado. Prof.ª. Maria Auxiliadora Crise Colonial Primeiro Reinado Segundo Reinado Prof.ª. Maria Auxiliadora Movimentos Emancipacionistas no Brasil Colônia COMPARAÇÃO ENTRE AS CONJURAÇÕES MINEIRA E BAIANA 1806 Napoleão Bonaparte decreta

Leia mais

T I V I D A D E S ALUNO (A): Nº

T I V I D A D E S ALUNO (A): Nº SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SARGENTO NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 2ª TURMA(S):

Leia mais

Regências e o 2º Reinado

Regências e o 2º Reinado Regências e o 2º Reinado Período Regencial (1831-1840) 2º Reinado, 1ª Fase (1840-1850) Prof. Thiago História C Aula 06 Regência Trina Provisória formada desde que Dom Pedro I abdicou ao trono do Brasil,

Leia mais

Aula 15- A Crise do Império de Novembro de 1889

Aula 15- A Crise do Império de Novembro de 1889 Aula 15- A Crise do Império 1870-1889 15 de Novembro de 1889 Silêncio! Dom Pedro está governando o Brasil. z z z Proclamação da República A Questão Militar A Questão Religiosa Questão Abolicionista A

Leia mais

A) POLÍTICA INTERNA L be b rais: Conservadores:

A) POLÍTICA INTERNA L be b rais: Conservadores: Segundo Reinado A) POLÍTICA INTERNA 3 fases: Consolidação (1840 1850): Conciliação (1850 1870): Crise (1870 1889): 2 correntes políticas: Liberais: profissionais liberais urbanos, latifundiários ligados

Leia mais

3º ANO / PRÉVEST PROF. Abdulah

3º ANO / PRÉVEST PROF. Abdulah 3º ANO / PRÉVEST PROF. Abdulah POLÍTICA INTERNA GOLPE DA MAIORIDADE (1840) Conter rebeliões Estabilizar a crise política PARTIDOS PREVALENTES (1840/73) Liberais Conservadores Obs.: ambos pertencentes às

Leia mais

CAPÍTULO 7 - BRASIL - DINÂMICAS TERRITORIAIS E ECONÔMICAS

CAPÍTULO 7 - BRASIL - DINÂMICAS TERRITORIAIS E ECONÔMICAS Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio CAPÍTULO 7 - BRASIL - DINÂMICAS TERRITORIAIS E ECONÔMICAS Professor: Gelson Alves Pereira 1- O QUE É REGIONALIZAÇÃO É a divisão de um espaço ou território

Leia mais

A crise da monarquia, a Primeira República e seus movimentos sociais. Prof. Maurício Ghedin Corrêa

A crise da monarquia, a Primeira República e seus movimentos sociais. Prof. Maurício Ghedin Corrêa A crise da monarquia, a Primeira República e seus movimentos sociais. Prof. Maurício Ghedin Corrêa 1. A CRISE DA MONARQUIA: Elementos da crise: A luta anti-escravista A questão militar O movimento Republicano

Leia mais

BRASIL IMPÉRIO PRIMEIRO REINADO

BRASIL IMPÉRIO PRIMEIRO REINADO BRASIL IMPÉRIO PRIMEIRO REINADO PRIMEIRO REINADO Portugueses em várias províncias tentaram resistir à independência: Bahia Pará Cisplatina apareceram camadas populares para derrotar resistências portuguesas

Leia mais

Proclamação da República

Proclamação da República Proclamação da República 15 novembro de 1889 Império do Brasil - (1822-1889) Estados Unidos do Brasil (1891-1967) Formas de Governo República : O poder deriva/vem da vontade popular, é exercido em teoria

Leia mais

INTRODUÇÃO. Conceito: Principal forma de trabalho do Brasil. Ausência de Liberdade / alienação Processo de coisificação Trabalho forçado

INTRODUÇÃO. Conceito: Principal forma de trabalho do Brasil. Ausência de Liberdade / alienação Processo de coisificação Trabalho forçado INTRODUÇÃO Conceito: Ausência de Liberdade / alienação Processo de coisificação Trabalho forçado Principal forma de trabalho do Brasil Imagem: Dono de Escravo sendo carregado pelos seus escravos. Gravura

Leia mais

ROF.º OTTO TERRA BRASIL: 1º REINADO ( )

ROF.º OTTO TERRA BRASIL: 1º REINADO ( ) ROF.º OTTO TERRA BRASIL: 1º REINADO (1822-1831) Jean Baptiste Debret O RECONHECIMENTO INTERNACIONAL DO BRASIL INDEPENDENTE Estados Unidos da América A Doutrina Monroe (A América para os americanos )

Leia mais

A expansão cafeeira no Brasil.

A expansão cafeeira no Brasil. A expansão cafeeira no Brasil. - A expansão cafeeira reforçou a importação de escravos africanos no Brasil e gerou capitais para investir na indústria e transporte. - O café chegou ao Brasil, na segunda

Leia mais

2- POR QUE a família real portuguesa se mudou, em 1808, para sua colônia na

2- POR QUE a família real portuguesa se mudou, em 1808, para sua colônia na Atividade de Estudo Geo/História 5º ano Nome: 1- LIGUE os itens abaixo corretamente. 2- POR QUE a família real portuguesa se mudou, em 1808, para sua colônia na América? 3- ASSINALE as afirmativas erradas

Leia mais

O IMPÉRIO DO BRASIL: SEGUNDO REINADO Colégio Pedro II Professor: Eric Assis

O IMPÉRIO DO BRASIL: SEGUNDO REINADO Colégio Pedro II Professor: Eric Assis O IMPÉRIO DO BRASIL: SEGUNDO REINADO 1840-1889 Colégio Pedro II Professor: Eric Assis APÓS O GOLPE DA MAIORIDADE (1840), D. PEDRO II SE TORNOU IMPERADOR DO BRASIL COM 15 ANOS DE IDADE 23 DE JULHO DE 1840:

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Tema Transversal: Casa comum, nossa responsabilidade. Disciplina: História / ESTUDOS AUTÔNOMOS Série: 5ª - Ensino Fundamental Aluno(a): N o : Turma: Professora: Data: 28 / 6 / 2016

Leia mais

CONTEÚDO SSA II UNIDADE. 3ª Série. Poesia da Segunda Fase do Modernismo: Contexto Histórico Principais Autores e suas Respectivas Características

CONTEÚDO SSA II UNIDADE. 3ª Série. Poesia da Segunda Fase do Modernismo: Contexto Histórico Principais Autores e suas Respectivas Características CONTEÚDO SSA II UNIDADE 3ª Série Disciplina: GRAMÁTICA Cadernos 1, 2, 3, 4 e 5 Disciplina: LITERATURA Poesia da Segunda Fase do Modernismo: Contexto Histórico Principais Autores e suas Respectivas Características

Leia mais

Segundo Reinado ( )

Segundo Reinado ( ) Segundo Reinado (1840-1889) REPRODUÇÃO - COLEÇÃO PARTICULAR O significado histórico do Segundo Reinado O Segundo Reinado é visto como um período de prosperidade econômica e incentivo às inovações. Na área

Leia mais

2. A organização do Estado brasileiro que se seguiu à Independência resultou no projeto do grupo:

2. A organização do Estado brasileiro que se seguiu à Independência resultou no projeto do grupo: 1. O fuzilamento de Frei Caneca está ligado ao seguinte fato da História do Brasil: ( A ) Inconfidência Mineira ( B ) Confederação do Equador ( C ) Revolta dos Canudos ( D ) A Praieira 2. A organização

Leia mais

AS VÉSPERAS DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL

AS VÉSPERAS DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL AS VÉSPERAS DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL CRISE DO SISTEMA COLONIAL Portugal perde colônias no Oriente e o monopólio da Produção de açúcar na América. Pressão da Metrópole x Enriquecimento de da elite Brasileira

Leia mais

PEP/2006 4ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 4,0)

PEP/2006 4ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 4,0) PEP/2006 4ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA 1ª QUESTÃO (Valor 4,0) Justificar, nos campos político, econômico e psicossocial, a projeção internacional dos Estados Unidos da

Leia mais

UDESC 2017/1 HISTÓRIA. Comentário

UDESC 2017/1 HISTÓRIA. Comentário HISTÓRIA Apesar da grande manifestação em São Paulo, no ano de 1984, com a presença de políticos como Ulisses Guimarães, a emenda Dante de Oliveira, que restabelecia as eleições presidenciais diretas,

Leia mais

Cipriano Barata,Pe. Agostinho Gomes, Luís Gonzaga das Virgens,João de Deus Lucas Dantas

Cipriano Barata,Pe. Agostinho Gomes, Luís Gonzaga das Virgens,João de Deus Lucas Dantas Inconfidência Mineira Minas Gerais, área principal da mineração aurífera 1789. Elitista Predomínio de mineradores, comerciantes, profissionais liberais, intelectuais e a alta burocracia; (maçonaria) Cláudio

Leia mais

Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia Ciências - Inglês

Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia Ciências - Inglês Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia Ciências - Inglês 1 Os exercícios deverão ser feitos no livro. Livro Didático Língua Portuguesa Diálogo em gênero,

Leia mais

GOVERNO DEODORO DA FONSECA

GOVERNO DEODORO DA FONSECA GOVERNO DEODORO DA FONSECA GOVERNO PROVISÓRIO (1889/1891) 1- Primeiras medidas: Fim do Senado vitalício e do conselho de Estado, Dissolução da Câmara dos Deputados, Separação entre Igreja e Estado (extinção

Leia mais

A EXPANSÃO DA AMÉRICA PORTUGUESA

A EXPANSÃO DA AMÉRICA PORTUGUESA A EXPANSÃO DA AMÉRICA PORTUGUESA Tratado de Tordesilhas (1494) 1. A pecuária e a expansão para o interior O gado bovino chegou ao Brasil por volta de 1535, na Bahia. O crescimento da indústria açucareira

Leia mais

PERÍODO COLONIAL

PERÍODO COLONIAL PERÍODO COLONIAL 1530-1808 POLÍTICA ADMINISTRATIVA 1º - SISTEMA DE CAPITANIAS HEREDITÁRIAS 1534-1548 2º SISTEMA DE GOVERNO GERAL 1548-1808 PERÍODO COLONIAL 1530-1808 ATIVIDADES ECONÔMICAS CICLO DO AÇÚCAR

Leia mais

DISCIPLINA: FORMAÇÃO ECONÔMICA DO BRASIL (CÓD. ENEX60091) PERÍODO: 6º PERÍODO

DISCIPLINA: FORMAÇÃO ECONÔMICA DO BRASIL (CÓD. ENEX60091) PERÍODO: 6º PERÍODO PLANO DE CURSO DISCIPLINA: FORMAÇÃO ECONÔMICA DO BRASIL (CÓD. ENEX60091) PERÍODO: 6º PERÍODO TOTAL DE SEMANAS: 20 SEMANAS TOTAL DE ENCONTROS: 40 AULAS Aulas Conteúdos/ Matéria Tipo de aula Textos, filmes

Leia mais

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR HISTÓRIA

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR HISTÓRIA 85 PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Nome do COMPONENTE CURRICULAR: HISTÓRIA Curso:Técnico em Agroindústria Integrado ao Ensino Médio Série/Período: 2º Ano Carga Horária: 40 h/a (33 h/r) Docente

Leia mais

Revoltas provinciais no período Regencial Brasil século XIX. Colégio Ser! História 8º ano Profª Marilia Coltri

Revoltas provinciais no período Regencial Brasil século XIX. Colégio Ser! História 8º ano Profª Marilia Coltri Revoltas provinciais no período Regencial Brasil século XIX Colégio Ser! História 8º ano Profª Marilia Coltri Revoltas provinciais do período regencial Devido a excessiva centralização do poder político

Leia mais

Aula 10 - Primeiro Reinado

Aula 10 - Primeiro Reinado Aula 10 - Primeiro Reinado 1822-1831. 7 de setembro de 1822 Independência do Brasil. Brasil Império Primeiro Reinado 1822-1831. Período Regencial 1831-1840. Segundo Reinado 1840-1889. Primeiro Reinado

Leia mais

Rei (controla poder moderador) além de indicar o primeiro ministro e dissolve a Câmara de Deputados Monarquia torna-se estável

Rei (controla poder moderador) além de indicar o primeiro ministro e dissolve a Câmara de Deputados Monarquia torna-se estável História do Brasil Professora Agnes (Cursinho Etec Popular de São Roque) Política Interna O SEGUNDO REINADO (1840-1889) * Apogeu da monarquia brasileira. * Centralização política e administrativa. * Pacificação

Leia mais

IDADE CONTEMPORÂNEA A ERA NAPOLEÔNICA

IDADE CONTEMPORÂNEA A ERA NAPOLEÔNICA ERA NAPOLEÔNICA (1799 1815) Prof. João Gabriel da Fonseca joaogabriel_fonseca@hotmail.com 1 - O CONSULADO (1799 1804): Pacificação interna e externa. Acordos de paz com países vizinhos. Acordo com a Igreja

Leia mais

Planejamento das Aulas de História º ano (Prof. Leandro)

Planejamento das Aulas de História º ano (Prof. Leandro) Planejamento das Aulas de História 2016 8º ano (Prof. Leandro) Fevereiro Aula Programada (As tensões na Colônia) Páginas Tarefa 1 As tensões na Colônia 10 e 11 Mapa Mental 2 A viradeira 12 Exerc. 1 a 5

Leia mais

Primeiro Reinado ( )

Primeiro Reinado ( ) Primeiro Reinado (1822-1831) PROF. CRISTIANO CAMPOS CPII - HUMAITÁ II O que a Bandeira do Império pode nos informar sobre este momento da nossa história? Ordem de Cristo - herança portuguesa O rei como

Leia mais

Potências marítimas: Novas (burguesia) Antigas (nobreza) Portugal Espanha Holanda Inglaterra França

Potências marítimas: Novas (burguesia) Antigas (nobreza) Portugal Espanha Holanda Inglaterra França 1. O tempo do grande comércio oceânico Criação/crescimento de grandes companhias de comércio europeias: - Companhia das Índias Ocidentais (1600 Londres) - Companhia Inglesa das Índias Orientais (Londres

Leia mais

UDESC 2017/2 HISTÓRIA. Comentário

UDESC 2017/2 HISTÓRIA. Comentário HISTÓRIA Essa questão apresenta no enunciado a data incorreta (1931) da abdicação de Dom Pedro I, que ocorreu em 1831. Dessa forma, aguardamos o parecer da banca. Erros das demais: Revoltas no período

Leia mais

CP/ECEME/2007 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0)

CP/ECEME/2007 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) CP/ECEME/07 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Analisar os fatos históricos, ocorridos durante as crises política, econômica e militar portuguesa/européia

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE HISTÓRIA Aluno(a): Nº Ano: 2º Turma: Data: 04/06/2011 Nota: Professora: Élida Valor da Prova: 40 pontos Assinatura do responsável: Orientações

Leia mais

Roteiro semanal. 5º ano Matutino De 03 a 06 de novembro

Roteiro semanal. 5º ano Matutino De 03 a 06 de novembro Roteiro semanal 5º ano Matutino De 03 a 06 de novembro Colégio Guilherme Ramos. Goiânia, 03 de novembro de 2015. Professora: Nome: Terça-feira 03/11/2015 Ciências - no caderno. Recorte cole e responda.

Leia mais

Proclamação da República

Proclamação da República Proclamação da República 15 novembro de 1889 Império do Brasil - (1822-1889) Estados Unidos do Brasil (1891-1967) Formas de Governo República : O poder deriva/vem da vontade popular, é exercido em teoria

Leia mais

A colonização da América

A colonização da América A colonização da América As capitulações eram contratos em que a Coroa concedia permissão para explorar, conquistar e povoar terras, fixando direitos e deveres recíprocos Os adelantados eram colonizadores

Leia mais

3º ANO / PRÉVEST PROF. Abdulah

3º ANO / PRÉVEST PROF. Abdulah PERÍODO JOANINO (1808-1821) Livro 3 / Módulo 12 (Extensivo Mega) 3º ANO / PRÉVEST PROF. Abdulah TRANSFERÊNCIA DA FAMÍLIA REAL O PROJETO BRAGANTINO (século XVII) de transmigração RAZÕES: - Proximidade com

Leia mais

01- Sobre a transferência da família real portuguesa para a América responda as questões a seguir:

01- Sobre a transferência da família real portuguesa para a América responda as questões a seguir: PROFESSOR: EQUIPE DE HISTÓRIA BANCO DE QUESTÕES - HISTÓRIA - 7º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================= Período Joanino 01- Sobre a transferência

Leia mais

Proclamação da República e República das Espadas

Proclamação da República e República das Espadas Proclamação da República e República das Espadas 1. Caracteriza o processo eleitoral durante a Primeira República, em contraste com o vigente no Segundo Reinado: a) A ausência de fraudes, com a instituição

Leia mais

CONSERVADORES LIBERAIS

CONSERVADORES LIBERAIS CONSERVADORES desejavam a criação de um governo fortemente centralizado, com uma monarquia dotada de amplos poderes LIBERAIS desejavam a criação de uma monarquia constitucional e a descentralização administrativa

Leia mais

Apostila de História 32 Segundo Reinado ( )

Apostila de História 32 Segundo Reinado ( ) Apostila de História 32 Segundo Reinado (1840-1889) 1.0 Economia 1.1 Café Bebida luxuosa produzida nas colônias do Haiti e da Guina Francesa; Entrou no Brasil pelo Pará e chegou até o Rio de Janeiro como

Leia mais

Disciplina: História. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso

Disciplina: História. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso COLÉGIO LA SALLE BRASILIA Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL Disciplina: História Período:

Leia mais

PRIMEIRO REINADO ( )

PRIMEIRO REINADO ( ) PRIMEIRO REINADO (1822 1831) 7 de setembro de 1822 Independência ou morte? O grito do Ipiranga. Pedro Américo. 1888. A proclamação da Independência. François- René Moreaux. 1844. Os desafios após a independência

Leia mais

Jimboê. História. Avaliação. Projeto. 5 o ano. 1 o bimestre

Jimboê. História. Avaliação. Projeto. 5 o ano. 1 o bimestre Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao primeiro bimestre escolar ou à Unidade 1 do Livro do Aluno. Projeto Jimboê História 5 o ano Avaliação 1 o bimestre 1 Avaliação História NOME: ESCOLA:

Leia mais

Ano Lectivo 2012/ ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Unidade Didáctica Conteúdos Competências Específicas Avaliação.

Ano Lectivo 2012/ ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Unidade Didáctica Conteúdos Competências Específicas Avaliação. AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação HISTÓRIA Ano Lectivo 2012/2013 3 ºCiclo 8 ºAno 8.º Ano 1º Período Panorâmica geral dos séculos XII e XIII. Observação directa Diálogo

Leia mais

SEGUNDO REINADO

SEGUNDO REINADO SEGUNDO REINADO 1841-1889 O Golpe da Maioridade; Pressão dos Liberais exigindo que o Senado aprovasse a antecipação da maioridade de D. Pedro II, a fim de restabelecer a ordem e a tranquilidade política

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS HISTÓRIA

LISTA DE EXERCÍCIOS HISTÓRIA LISTA DE EXERCÍCIOS HISTÓRIA P2-4º BIMESTRE 8º ANO FUNDAMENTAL II Aluno (a): Turno: Turma: Unidade Data: / /2016 HABILIDADES E COMPETÊNCIAS Relacionar o processo de formação da cultura brasileira à fusão

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 8º História Carol Av. Subst./Optat. 24/11/14 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1. Verifique, no cabeçalho desta prova, se seu nome, número e turma estão corretos. 2. Esta prova

Leia mais

14. Brasil: Período Regencial PÁGINAS 18 À 29.

14. Brasil: Período Regencial PÁGINAS 18 À 29. 14. Brasil: Período Regencial PÁGINAS 18 À 29. Política e economia Regência Trina Provisória: Formada pelos senadores Nicolau Vergueiro, José Joaquim de Campos e pelo brigadeiro Francisco de Lima e Silva

Leia mais

7 de setembro de 1822 Independência do Brasil.

7 de setembro de 1822 Independência do Brasil. 7 de setembro de 1822 Independência do Brasil. Brasil Império Primeiro Reinado 1822-1831. Período Regencial 1831-1840. Segundo Reinado 1840-1889. Primeiro Reinado 1822-1831 As primeiras dificuldades do

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1E

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1E CADERNO DE EXERCÍCIOS 1E Ensino Fundamental Ciências Humanas Questão Conteúdo Habilidade da Matriz da EJA/FB 1 Ciclo do Açúcar 2 Cartografia 3 Ciclo do Café 4 Ciclo da Água H16, H27, H34 H1, H2 H18, H28,

Leia mais

Curriculum Guide 11 th grade / História

Curriculum Guide 11 th grade / História Curriculum Guide 11 th grade / História Tema Conteúdo Habilidades Essential Questions 1) Era das Revoluções 1.1) Império Napoleônico 1.1a)Compreender o período napoleônico como uma época de consolidação

Leia mais

CONTEÚDOS HISTÓRIA 4º ANO COLEÇÃO INTERAGIR E CRESCER

CONTEÚDOS HISTÓRIA 4º ANO COLEÇÃO INTERAGIR E CRESCER CONTEÚDOS HISTÓRIA 4º ANO COLEÇÃO INTERAGIR E CRESCER UNIDADE 1 O TEMPO E AS ORIGENS DO BRASIL 1. Contando o tempo Instrumentos de medida do tempo Medidas de tempo: década, século, milênio Linha do tempo

Leia mais

1º ano. I. O Surgimento do Estado e a Organização de uma Sociedade de Classes

1º ano. I. O Surgimento do Estado e a Organização de uma Sociedade de Classes Africana: África como berço da humanidade Capítulo 1: Item 1 Européia Capítulo 1: Item 2 Asiática Capítulo 1: Item 2 Americana Capítulo 1: Item 3 Arqueologia Brasileira Capítulo 1: Item 4 A paisagem e

Leia mais