Biofábricas: o potencial de uso de microrganismos em agricultura

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Biofábricas: o potencial de uso de microrganismos em agricultura"

Transcrição

1 Biofábricas: o potencial de uso de microrganismos em agricultura Eng. Agr. Solon C. de Araujo Consultor da ANPII Apresentado no V Simpósio Brasileiro de Microbiologia Aplicada. UFRGS, setembro 2011

2

3 Biofábricas Qualquer produto produzido por um ser vivo. Produção de plantas por cultura de tecidos em escala industrial. Produção de algum produto por microrganismos. Produção de microrganismos em escala industrial.

4 O estudo

5 Interação

6 FixaÅÇo do NitrogÉnio - soja Caso de sucesso 24 milhöes de ha de soja cultivados sem N mineral, somente com N biolügico. 25 milhöes de doses de inoculante em Elevadas produtividades com o uso de inoculantes.

7 Fatores de sucesso SeleÅÇo de estirpes altamente eficientes. Estrutura para recomendaåço de estirpes - RELARE. Banco de estirpes Centro de ReferÉncia - FEPAGRO. Melhoramento da soja para FBN. Indástria de inoculantes altamente competente. Envolvimento de todos os ÜrgÇos de pesquisa na difusço da tecnologia.

8 Feijão Baixo uso (10% da área). Estirpes mais antigas com baixa eficiência e perda de poder de fixação. Melhoramento feito com uso de N químico. Novas estirpes de Rh. tropici mais eficientes e adaptadas ao clima tropical. Aditivos que podem melhorar a nodulação (flavonóides).

9 Outras leguminosas Pouco uso. Mais em leguminosas temperadas que em tropicais. Amendoim com pequena utilização Aumento no uso em feijão caupí, com seleção de novas estirpes e divulgação do uso pela Embrapa e UFLA.

10 FBN em não leguminosas Inoculantes à base de Azospirillum brasilense já disponíveis no mercado. Resultados de aumentos médios de 8 sacas/ha (milho). Ainda não há recomendação de substituição de N mineral. Cerca de 1 milhão e meio de ha. de milho já utilizam a inoculação. Pesquisas em andamento para desenvolvimento de inoculante para cana de açúcar.

11 Promotores de crescimento Muitas pesquisas sobre bactérias e fungos promotores de crescimento. Não há uma definição estrita do que seja promotor de crescimento e que funções estão envolvidas. Pode ser produção de hormônios, absorção de um ou mais nutrientes, disponibilização de nutrientes no solo. Micorrizas

12 Defensivos biológicos

13 Defensivos biológicos Fungos. Trichoderma Metarhizium Beauveria Bactérias. Bacillus thuringiensis, B. subtilis, Pseudomonas. Nematóides. Vírus Baculovírus

14 Legislação Para inoculantes Equipamento base Técnico responsável Uso de estirpes recomendadas Concentração mínima de 1 X 10 9 bact/g ou ml (1 X 10 8 para não leguminosas Uso de turfa esterilizada Máximo de contaminantes: na diluição 10 5 Nova tecnologia, necessário apresentar laudo de eficiência agronômica, conforme protocolos.

15 Legislação Promotores de crescimento. Ainda não há legislação em vigor. Necessária a apresentação de laudos de eficiência agronômica. Defensivos biológicos. Três ministérios: agricultura, Meio Ambiente e Saúde. Processo muito caro e demorado, retardando o progresso da tecnologia no Brasil.

16 Produção

17 10 dias 10 dias Agitadores orbitais Tubo matriz Tubos para uso produção Tubo c/ meio líquido Erlen. de 250 ml c/ 100 ml meio 5 dias Kitasato. De ml, c/ 1,5 ml de meio, saída inferior 48/72 horas 48/72 horas 48/72 horas Relação ótima Inóculo/caldo: 1:10 Fase ideal para transferência: logarítmica Fermentador de 15 L úteis Fermentador de 150 L úteis Fermentador de L úteis

18 Tipos de inoculantes Turfoso. 30% do mercado Inoculante mais resistente a condições adversas. Maior dificuldade de mistura com as sementes. Não há 100% de aderência. Líquido 70% do mercado. Mais suscetível a condições adversas. Facilidade de mistura. 100% de aderência.

19 Pré-inoculação de sementes Busca de protetores celulares que permitam uma pré inoculação. Alguns dias antes do plantio Sementes industrialmente tratadas, já com o inoculante (60 a 90 dias antes do plantio). Ainda não há nenhum produto registrado no MAPA para esta finalidade. Há necessidade de laudos de eficiência agronômica.

20 OBRIGADO!

4.1 - Introdução. Fontes. Nitrogênio: requerido em grande quantidade pelas plantas. Nitrogênio do solo. Fertilizantes

4.1 - Introdução. Fontes. Nitrogênio: requerido em grande quantidade pelas plantas. Nitrogênio do solo. Fertilizantes 4 Fixação do Nitrogênio 1 4.1 - Introdução Nitrogênio: requerido em grande quantidade pelas plantas Nitrogênio do solo Fertilizantes Fontes FBN Nitrogênio: abundante na natureza (Fonte: Hungria et al.,

Leia mais

HISTÓRICO HISTÓRICO. São Joaquim da Barra

HISTÓRICO HISTÓRICO. São Joaquim da Barra PRODUTOS BIOLÓGICOS HISTÓRICO HISTÓRICO O Grupo Bio Soja é caracterizado por um grande dinamismo e desde a sua fundação no início da década de 70 vem aprimorando constantemente os seus produtos e os processos

Leia mais

Adubação do Milho Safrinha. Aildson Pereira Duarte Instituto Agronômico (IAC), Campinas

Adubação do Milho Safrinha. Aildson Pereira Duarte Instituto Agronômico (IAC), Campinas Adubação do Milho Safrinha Aildson Pereira Duarte Instituto Agronômico (IAC), Campinas Produtividade, kg/ha Área (milhões ha) AUMENTO DA ÁREA E PRODUTIVIDADE 8000,0 7000,0 6000,0 Total MT 7.012 5000,0

Leia mais

Tecnologias conjunto de procedimentos adotados no uso e aplicação de inoculantes.

Tecnologias conjunto de procedimentos adotados no uso e aplicação de inoculantes. PROTOCOLO OFICIAL PARA AVALIAÇÃO DA VIABILIDADE E EFICIÊNCIA AGRONÔMICA DE CEPAS, INOCULANTES E TECNOLOGIAS RELACIONADOS AO PROCESSO DE FIXAÇÃO BIOLÓGICA DO NITROGÊNIO EM LEGUMINOSAS. 1. DEFINIÇÕES Para

Leia mais

Influência dos Fertilizantes Organominerais sobre os organismos do solo. Fernando Dini Andreote 05/04/2017

Influência dos Fertilizantes Organominerais sobre os organismos do solo. Fernando Dini Andreote 05/04/2017 Influência dos Fertilizantes Organominerais sobre os organismos do solo Fernando Dini Andreote 05/04/2017 1 INFLUÊNCIA DOS FERTILIZANTES ORGANOMINERAIS SOBRE OS ORGANISMOS DO SOLO FERNANDO DINI ANDREOTE

Leia mais

Cultura da Soja Recomendação de Correção e Adubação

Cultura da Soja Recomendação de Correção e Adubação Universidade de São Paulo Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Departamento de Ciência dos Solos LSO 0526 Adubos e Adubação Cultura da Soja Recomendação de Correção e Adubação Lucas Papadópoli

Leia mais

Marco Antonio Nogueira 1 Mariangela Hungria 2

Marco Antonio Nogueira 1 Mariangela Hungria 2 40 40ª Reunião de Pesquisa de Soja da Região Sul - Atas e Resumos Resumos Boas Práticas de Inoculação em Soja Marco Antonio Nogueira 1 Mariangela Hungria 2 A soja (Glycine max L. Merill) é uma cultura

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UNIDADE ACADÊMICA DE SERRA TALHADA PROGRAMA PÓS-GRADUAÇÃO EM PRODUÇÃO VEGETAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UNIDADE ACADÊMICA DE SERRA TALHADA PROGRAMA PÓS-GRADUAÇÃO EM PRODUÇÃO VEGETAL PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO CURSO: Programa de Pós-Graduação em Produção Vegetal MODALIDADE: Presencial DISCIPLINA: Microbiologia do Solo (PPPV7310) TIPO: ( X ) OBRIGATÓRIA ( X ) OPTATIVA PRÉ-REQUISITO:

Leia mais

Controle biológico no Brasil: situação, desafios e oportunidades. Wagner Bettiol, Marcelo Morandi e Daniel Winter Heck, Embrapa Meio Ambiente

Controle biológico no Brasil: situação, desafios e oportunidades. Wagner Bettiol, Marcelo Morandi e Daniel Winter Heck, Embrapa Meio Ambiente Controle biológico no Brasil: situação, desafios e oportunidades Wagner Bettiol, Marcelo Morandi e Daniel Winter Heck, Embrapa Meio Ambiente Em 2010, a venda de agrotóxicos no Brasil foi de US$ 7,304 bilhões,

Leia mais

Qualidade na produção de bioinseticidas microbianos

Qualidade na produção de bioinseticidas microbianos Qualidade na produção de bioinseticidas microbianos José Eduardo Marcondes de Almeida Instituto Biológico 19/06/2009 Uso de bioprodutos no Brasil Crescimento do mercado de produtos orgânicos. Crescimento

Leia mais

Adubação Verde no Controle de Doenças de Hortícolas e Frutícolas. Henrique Rasera Raniro; Hugo Pichon; João Carlos Pacheco

Adubação Verde no Controle de Doenças de Hortícolas e Frutícolas. Henrique Rasera Raniro; Hugo Pichon; João Carlos Pacheco Adubação Verde no Controle de Doenças de Hortícolas e Frutícolas Henrique Rasera Raniro; Hugo Pichon; João Carlos Pacheco DEFINIÇÃO Aveia Preta Cultivo de plantas em: Rotação; Sucessão; Consorciação; Fonte:

Leia mais

BIOTECNOLOGIA NA AGRICULTURA BRASILEIRA

BIOTECNOLOGIA NA AGRICULTURA BRASILEIRA São Paulo, fevereiro de 2017 BIOTECNOLOGIA NA AGRICULTURA BRASILEIRA A D R I A N A B R O N D A N I A BIOTECNOLOGIA MODERNA REÚNE AS TÉCNICAS DE MAIOR PRECISÃO PARA O MELHORAMENTO GENÉTICO DE PLANTAS MELHORAMENTO

Leia mais

Legislação que Regula a Pesquisa com Fertilizantes, Corretivos, Inoculantes, Biofertilizantes, Remineralizadores e Substratos para Plantas.

Legislação que Regula a Pesquisa com Fertilizantes, Corretivos, Inoculantes, Biofertilizantes, Remineralizadores e Substratos para Plantas. 2ª REUNIÃO TÉCNICA NACIONAL SOBRE PESQUISA COM AGROTÓXICOS Legislação que Regula a Pesquisa com Fertilizantes, Corretivos, Inoculantes, Biofertilizantes, Remineralizadores e Substratos para Plantas. Curitiba

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA CULTURA DA SOJA E A INOCULAÇÃO JUNTO À FIXAÇÃO BIOLÓGICA DE NITROGÊNIO ATMOSFÉRICO

A IMPORTÂNCIA DA CULTURA DA SOJA E A INOCULAÇÃO JUNTO À FIXAÇÃO BIOLÓGICA DE NITROGÊNIO ATMOSFÉRICO A IMPORTÂNCIA DA CULTURA DA SOJA E A INOCULAÇÃO JUNTO À FIXAÇÃO BIOLÓGICA DE NITROGÊNIO ATMOSFÉRICO Admir Bortoleti Junior Graduando em Agronomia, Edipo Silva Freitas Graduando em Agronomia, Jeferson Raposo

Leia mais

Estatística do Consumo de Potássio pelas culturas no Brasil

Estatística do Consumo de Potássio pelas culturas no Brasil Estatística do Consumo de Potássio pelas culturas no Brasil Eng. Agr. José Francisco da Cunha. Tec-Fértil Com Rep e Serviços Ltda. Vinhedo - SP Simpósio: APOIO AO USO BALANCEADO DE POTÁSSIO NA AGRICULTURA

Leia mais

DominiSolo. Empresa. A importância dos aminoácidos na agricultura. Matérias-primas DominiSolo para os fabricantes de fertilizantes

DominiSolo. Empresa. A importância dos aminoácidos na agricultura. Matérias-primas DominiSolo para os fabricantes de fertilizantes DominiSolo Empresa A DominiSolo é uma empresa dedicada à pesquisa, industrialização e comercialização de inovações no mercado de fertilizantes. Está localizada no norte do Estado do Paraná, no município

Leia mais

Importância e objetivos do melhoramento de plantas

Importância e objetivos do melhoramento de plantas Universidade Federal de Rondônia Curso de Eng. Florestal Melhoramento genético Florestal Importância e objetivos do melhoramento de plantas Emanuel Maia emanuel@unir.br www.lahorta.acagea.net Introdução

Leia mais

Corretivos Adubos e Adubações. Prof. ELOIR MISSIO

Corretivos Adubos e Adubações. Prof. ELOIR MISSIO Corretivos Adubos e Adubações Prof. ELOIR MISSIO ADUBAÇÃO ORGÂNICA Fertilidade dos solos e manejo da adubação de culturas. Carlos A. Bissani; Clesio Gianello; Marino J. Tedesco; Flávio A. O. Camargo. Porto

Leia mais

PRODUÇÃO MASSAL E CONTROLE DE QUALIDADE DE AGENTES ENTOMOPATOGÊNICOS

PRODUÇÃO MASSAL E CONTROLE DE QUALIDADE DE AGENTES ENTOMOPATOGÊNICOS GET 106 Controle Biológico de Pragas PRODUÇÃO MASSAL E CONTROLE DE QUALIDADE DE AGENTES ENTOMOPATOGÊNICOS Dejane Alves Entomologista Professora Substituta DEN Inseticida sintético: Descobrir, formular

Leia mais

FACULDADE VÉRTICE CURSO AGRONOMIA MICROBIOLOGIA DO SOLO TEMAS: BIOTA E AGREGAÇÃO DO SOLO E OS PRINCIPAIS MICROORGANISMOS DE IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA

FACULDADE VÉRTICE CURSO AGRONOMIA MICROBIOLOGIA DO SOLO TEMAS: BIOTA E AGREGAÇÃO DO SOLO E OS PRINCIPAIS MICROORGANISMOS DE IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA FACULDADE VÉRTICE CURSO AGRONOMIA MICROBIOLOGIA DO SOLO TEMAS: BIOTA E AGREGAÇÃO DO SOLO E OS PRINCIPAIS MICROORGANISMOS DE IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA PROFESSORA: MARIA LITA P. CORREA EVOLUÇÃO DO SOLOS Cianob,

Leia mais

FIXAÇÃO BIOLÓGICA DE NITROGÊNIO NA CULTURA DO FEIJÃO-CAUPI NO ESTADO DE RORAIMA BIOLOGICAL NITROGEN FIXATION IN COWPEA CULTURE IN RORAIMA STATE

FIXAÇÃO BIOLÓGICA DE NITROGÊNIO NA CULTURA DO FEIJÃO-CAUPI NO ESTADO DE RORAIMA BIOLOGICAL NITROGEN FIXATION IN COWPEA CULTURE IN RORAIMA STATE FIXAÇÃO BIOLÓGICA DE NITROGÊNIO NA CULTURA DO FEIJÃO-CAUPI NO ESTADO DE RORAIMA J. E. ZILLI 1, G. R. XAVIER, 2 e N. G. RUMJANEK 2 Resumo - A exploração da fixação biológica de nitrogênio (FBN) pode aumentar

Leia mais

SEMENTES PRÉ INOCULADAS ABRA E PLANTE. CSM PARANA Agosto, 2016

SEMENTES PRÉ INOCULADAS ABRA E PLANTE. CSM PARANA Agosto, 2016 SEMENTES PRÉ INOCULADAS ABRA E PLANTE CSM PARANA Agosto, 2016 Opções de inoculação Porque inocular? Porque reinocular? CTS200/SYS LL Tecnologia LCO Resultados de ensaios ABRE E PLANTE OPÇÕES DE INOCULAÇÃO

Leia mais

Manejo da biota do solo

Manejo da biota do solo Manejo da biota do solo Princípio da AO e da Agroecologia Aumento da Matéria Orgânica do Solo Manejo da Biota do Solo Uso da Fixação Biológica do Nitrogênio Diversidade para controle biológico Equilíbrio

Leia mais

Manejo de Doenças do Solo

Manejo de Doenças do Solo Manejo de Doenças do Solo Eng. Agr. Nilvo Altmann Sócio Proprietário e Diretor Técnico SIGMA SOLUÇÕES AGRONÔMICAS LTDA ROTEIRO DA PALESTRA Identificação e manejo de rebouleiras nas lavouras Evolução dos

Leia mais

Nutrição de Plantas: Técnicas para aumento da produtividade da Soja. Eng. Agr. Dr. Douglas Gitti Pesquisador de Manejo e Fertilidade do Solo

Nutrição de Plantas: Técnicas para aumento da produtividade da Soja. Eng. Agr. Dr. Douglas Gitti Pesquisador de Manejo e Fertilidade do Solo Nutrição de Plantas: Técnicas para aumento da produtividade da Soja Eng. Agr. Dr. Douglas Gitti Pesquisador de Manejo e Fertilidade do Solo Roteiro 1- Ativos Biológicos na Soja: Azospirillum 2- Sais e

Leia mais

Manejo do Nitrogênio como percussor de melhoria nas produtividades de Milho

Manejo do Nitrogênio como percussor de melhoria nas produtividades de Milho Manejo do Nitrogênio como percussor de melhoria nas produtividades de Milho Elevadas produtividades de grãos de milho são possíveis a partir do conhecimento da fisiologia, fenologia e manejo da cultura.

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS. Fertilidade Biológica a Serviço da Agricultura

CATÁLOGO DE PRODUTOS. Fertilidade Biológica a Serviço da Agricultura CATÁLOGO DE PRODUTOS Fertilidade Biológica a Serviço da Agricultura Histórico Empresa pertencente ao Grupo Total que a mais de 25 anos atua na fabricação e distribuição de produtos químicos, construção

Leia mais

BALANÇO DE NUTRIENTES NA AGRICULTURA DO CERRADO. Dr. Eros Francisco Diretor Adjunto do IPNI

BALANÇO DE NUTRIENTES NA AGRICULTURA DO CERRADO. Dr. Eros Francisco Diretor Adjunto do IPNI BALANÇO DE NUTRIENTES NA AGRICULTURA DO CERRADO Dr. Eros Francisco Diretor Adjunto do IPNI IPNI ü O International Plant Nutrition Institute (IPNI) é uma organização nova, sem fins lucrativos, dedicada

Leia mais

AULA FINAL / PARTE 1. Gil Miguel de Sousa Câmara Professor Associado

AULA FINAL / PARTE 1. Gil Miguel de Sousa Câmara Professor Associado AULA FINAL / PARTE 1 Gil Miguel de Sousa Câmara Professor Associado 4.1 ÉPOCAS DE SEMEADURA PARA SOJA NO BRASIL Denominações Das Épocas 1. Normal Meses e Respectivas Quinzenas SET OUT NOV DEZ JAN FEV MAR

Leia mais

Biotecnologia no Melhoramento de Plantas PLANTAS TRANSGÊNICAS. João Carlos Bespalhok Filho

Biotecnologia no Melhoramento de Plantas PLANTAS TRANSGÊNICAS. João Carlos Bespalhok Filho Biotecnologia no Melhoramento de Plantas PLANTAS TRANSGÊNICAS João Carlos Bespalhok Filho Resumo Algumas definições Como se faz uma planta transgênica? Aplicações de transgênicos Estatística de transgênicos

Leia mais

NODULAÇÃO E CRESCIMENTO DE PLANTAS DE SOJA COM USO DE INOCULANTE ASSOCIADO A APLICAÇÃO DE NITROGÊNIO, INSETICIDA E FUNGICIDA NA SEMENTE

NODULAÇÃO E CRESCIMENTO DE PLANTAS DE SOJA COM USO DE INOCULANTE ASSOCIADO A APLICAÇÃO DE NITROGÊNIO, INSETICIDA E FUNGICIDA NA SEMENTE NODULAÇÃO E CRESCIMENTO DE PLANTAS DE SOJA COM USO DE INOCULANTE ASSOCIADO A APLICAÇÃO DE NITROGÊNIO, INSETICIDA E FUNGICIDA NA SEMENTE Joel Hennecka 1, Gelson Kunst 1, Danilo Pavan 1, Rogério Klein 1,

Leia mais

PESQUISA COM BANANA NO BRASIL: uma análise retrospectiva com visão de futuro. Zilton José Maciel Cordeiro Domingo Haroldo R. C.

PESQUISA COM BANANA NO BRASIL: uma análise retrospectiva com visão de futuro. Zilton José Maciel Cordeiro Domingo Haroldo R. C. PESQUISA COM BANANA NO BRASIL: uma análise retrospectiva com visão de futuro Zilton José Maciel Cordeiro Domingo Haroldo R. C. Reinhardt Análise retrospectiva da participação da pesquisa nas mudanças ocorridas

Leia mais

AVANÇOS EM MICRONUTRIENTES NA NUTRIÇÃO DE PLANTAS

AVANÇOS EM MICRONUTRIENTES NA NUTRIÇÃO DE PLANTAS Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) Programa de Pós-Graduação em Agricultura Tropical UFMT - Cuiabá Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo UFPR - Curitiba AVANÇOS EM MICRONUTRIENTES NA NUTRIÇÃO

Leia mais

A cultura da soja. Recomendação de correção e adubação

A cultura da soja. Recomendação de correção e adubação Universidade de São Paulo Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz LSO 526 - Adubos e Adubação A cultura da soja Recomendação de correção e adubação Piracicaba, Junho 2017 Eduardo de Castro Mattos

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Microbiologia Básica e Aplicada ao Solo Código da Disciplina: AGR260 Curso: Agronomia Semestre de oferta da disciplina: 3 período Faculdade responsável: Agronomia Programa

Leia mais

Cultura da Cana-de-açúcar. Msc. Flávia Luciane Bidóia Roim

Cultura da Cana-de-açúcar. Msc. Flávia Luciane Bidóia Roim Cultura da Cana-de-açúcar Msc. Flávia Luciane Bidóia Roim Degradação dos solos Erosão: principal causa da degradação do solo Correlacionada: Tipo de solo Manejo para conservação do solo Época de plantio

Leia mais

Resposta a Inoculação de Estirpes de Azospirillum brasilense na Cultura do Milho na Região Oeste do Paraná

Resposta a Inoculação de Estirpes de Azospirillum brasilense na Cultura do Milho na Região Oeste do Paraná XXIX CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO - Águas de Lindóia - 26 a 30 de Agosto de 2012 1 Resposta a Inoculação de Estirpes de Azospirillum brasilense na Cultura do Milho na Região Oeste do Paraná Artur

Leia mais

ROTAÇÃO DE CULTURAS E O CONTROLE DOS NEMATÓIDES E DAS DOENÇAS. Eng. Agr. Nilvo Altmann

ROTAÇÃO DE CULTURAS E O CONTROLE DOS NEMATÓIDES E DAS DOENÇAS. Eng. Agr. Nilvo Altmann ROTAÇÃO DE CULTURAS E O CONTROLE DOS NEMATÓIDES E DAS DOENÇAS Eng. Agr. Nilvo Altmann Roteiro da Palestra Sustentabilidade do sistema de produção Monocultura de soja Sucessão de culturas com soja Rotação

Leia mais

AGRICULTURA GERAL. Conceito COMPOSTAGEM COMPOSTAGEM POMBAL PB. Prof. Dr. Francisco Hevilásio F. Pereira (UAGRA/CCTA/UFCG)

AGRICULTURA GERAL. Conceito COMPOSTAGEM COMPOSTAGEM POMBAL PB. Prof. Dr. Francisco Hevilásio F. Pereira (UAGRA/CCTA/UFCG) AGRICULTURA GERAL COMPOSTAGEM POMBAL PB COMPOSTAGEM Conceito 1) Processo de transformação de materiais orgânicos grosseiros (palhas, estercos, etc.) em composto orgânico prontamente utilizáveis na agricultura

Leia mais

NOVAS TECNOLOGIAS EM FERTILIZANTES. Uréia revestida com boro e cobre

NOVAS TECNOLOGIAS EM FERTILIZANTES. Uréia revestida com boro e cobre Universidade Federal do Paraná Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo NOVAS TECNOLOGIAS EM FERTILIZANTES Prof. Milton F. Moraes UFPR - Campus Palotina Programa de Pós-Graduação Ciência do Solo Curitiba-PR,

Leia mais

ESTUDO DA VIABILIDADE DE DISPONIBILIZAÇÃO DE POTÁSSIO E FÓSFORO EM SOLOS DE CERRADO COM A UTILIZAÇÃO DO PENERGETIC 4 SAFRAS

ESTUDO DA VIABILIDADE DE DISPONIBILIZAÇÃO DE POTÁSSIO E FÓSFORO EM SOLOS DE CERRADO COM A UTILIZAÇÃO DO PENERGETIC 4 SAFRAS ESTUDO DA VIABILIDADE DE DISPONIBILIZAÇÃO DE POTÁSSIO E FÓSFORO EM SOLOS DE CERRADO COM A UTILIZAÇÃO DO PENERGETIC 4 SAFRAS ANDRÉ L.T. FERNANDES DR. ENGENHARIA DE ÁGUA E SOLO, PROF. UNIUBE E FACULDADES

Leia mais

ANÁLISE ECONOMICA DA INOCULAÇÃO VIA FOLIAR COM

ANÁLISE ECONOMICA DA INOCULAÇÃO VIA FOLIAR COM ANÁLISE ECONOMICA DA INOCULAÇÃO VIA FOLIAR COM Azospirillum brasilense ASSOCIADA A DOSES DE NITROGÊNIO EM COBERTURA NA CULTURA DO MILHO SAFRINHA José Roberto Portugal (1), Orivaldo Arf (2), Amanda Ribeiro

Leia mais

Adubos verdes para Cultivo orgânico

Adubos verdes para Cultivo orgânico Adubos verdes para Cultivo orgânico Introdução A técnica conhecida como adubação verde é a utilização de plantas com finalidades específicas para melhorar o solo. A principal diferença da adubação verde

Leia mais

Aula 1 -Importância e Objetivos do Melhoramento Genético

Aula 1 -Importância e Objetivos do Melhoramento Genético Aula 1 -Importância e Objetivos do Melhoramento Genético Piracicaba, 2011 Início do Melhoramento (início do desenvolvimento de cultivares) Domesticação de plantas e animais: homem deixou as coletas para

Leia mais

Eng. Agr. Ederson A. Civardi. Bonito MS 2014

Eng. Agr. Ederson A. Civardi. Bonito MS 2014 Eng. Agr. Ederson A. Civardi Bonito MS 2014 Sumário 1 - Introdução 2 - Importância Soja 3 - Importância Mofo Branco 4 - Ciclo da doença 5 - Métodos de controle 6 - Alguns resultados de experimentos 7 -

Leia mais

XXIX CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO - Águas de Lindóia - 26 a 30 de Agosto de 2012

XXIX CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO - Águas de Lindóia - 26 a 30 de Agosto de 2012 XXIX CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO - Águas de Lindóia - 26 a 30 de Agosto de 2012 Inoculação de Azospirillum brasilense no Tratamento de Sementes e Sulco de Semeadura na Cultura do Milho Tânia Maria

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR AGRONOMIA - ATUAL

MATRIZ CURRICULAR AGRONOMIA - ATUAL MATRIZ CURRICULAR AGRONOMIA - ATUAL Semestre Código Disciplina Carga horária total Créditos Pré-requisitos AGR 101 Biologia Celular - AGR 102 Cálculo Diferencial e Integral 80 4 - AGR 103 Desenho Técnico

Leia mais

RADIAÇÃO POR FEIXE DE ELÉTRONS E SUA APLICAÇÃO COMO AGENTE ESTERILIZANTE DE MICRORGANISMOS EM SUBSTRATO TURFOSO

RADIAÇÃO POR FEIXE DE ELÉTRONS E SUA APLICAÇÃO COMO AGENTE ESTERILIZANTE DE MICRORGANISMOS EM SUBSTRATO TURFOSO RADIAÇÃO POR FEIXE DE ELÉTRONS E SUA APLICAÇÃO COMO AGENTE ESTERILIZANTE DE MICRORGANISMOS EM SUBSTRATO TURFOSO David Tsai 1 ; Paulo R. Rela 2 ; Siu Mui Tsai S 3 e Maria Helena de O. Sampa 2 1 Faculdade

Leia mais

FERTBIO / GOIÂNIA 2016 COMPROVAÇÃO CIENTÍFICA DA EFICIÊNCIA MULTIFUNCIONAL DA ADUBAÇÃO BIOLÓGICA NA AGRICULTURA

FERTBIO / GOIÂNIA 2016 COMPROVAÇÃO CIENTÍFICA DA EFICIÊNCIA MULTIFUNCIONAL DA ADUBAÇÃO BIOLÓGICA NA AGRICULTURA FERTBIO / GOIÂNIA 2016 COMPROVAÇÃO CIENTÍFICA DA EFICIÊNCIA MULTIFUNCIONAL DA ADUBAÇÃO BIOLÓGICA NA AGRICULTURA Eng. Agr. Paulo D Andréa Diretor P&D da Microgeo Fonte : Ivo de Jesus Benedetti, Santo Antonio

Leia mais

Tratamento com Fungicidas, Aplicação de Micronutrientes e Inoculação de Sementes de Soja

Tratamento com Fungicidas, Aplicação de Micronutrientes e Inoculação de Sementes de Soja ISSN: 0100-6606 Nº 58, nov/1997, p.1-6. Tratamento com Fungicidas, Aplicação de Micronutrientes e Inoculação de Sementes de Soja Ademir Assis Henning 1 Rubens José Campo 1 Gedi Jorge Sfredo 1 1 Introdução

Leia mais

MANEJO DA MANCHA DE RAMULÁRIA E MOFO BRANCO

MANEJO DA MANCHA DE RAMULÁRIA E MOFO BRANCO MANEJO DA MANCHA DE RAMULÁRIA E MOFO BRANCO Luiz Gonzaga Chitarra Fitopatologista Embrapa Algodão Luiz.chitarra@embrapa.br ASPECTOS GERAIS MANCHA DE RAMULARIA Causada pelo fungo Ramularia areola Atk.;

Leia mais

O USO DO MICROBIOMA DOS SOLOS E DAS

O USO DO MICROBIOMA DOS SOLOS E DAS Universidade de São Paulo Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Departamento de Ciência do Solo O USO DO MICROBIOMA DOS SOLOS E DAS PLANTAS NA BUSCA DE UMA AGRICULTURA SUSTENTÁVEL Fernando Dini

Leia mais

SAF implantado em linhas e em média diversidade de arbustos e árvores.

SAF implantado em linhas e em média diversidade de arbustos e árvores. 74 Fotos: Milton Parron Padovan SAF implantado em linhas e em média diversidade de arbustos e árvores. SAF de base pecuária com árvores nativas implantadas em linhas. SAF com arranjo de espécies vegetais

Leia mais

ISSN Circular Técnica, 2 SOJA RECOMENDAÇÕES TÉCNICAS PARA MATO GROSSO DO SUL E MATO GROSSO

ISSN Circular Técnica, 2 SOJA RECOMENDAÇÕES TÉCNICAS PARA MATO GROSSO DO SUL E MATO GROSSO ISSN 1517-4557 Circular Técnica, 2 SOJA RECOMENDAÇÕES TÉCNICAS PARA MATO GROSSO DO SUL E MATO GROSSO Dourados-MS 1999 Exemplares desta publicação podem ser solicitados à: Embrapa Agropecuária Oeste Área

Leia mais

Características Agrônomicas e Produção de Massa Seca no Cultivo Consorciado de Milho e Urochloa ruziziensis Inoculados com Azospirillum brasiliense

Características Agrônomicas e Produção de Massa Seca no Cultivo Consorciado de Milho e Urochloa ruziziensis Inoculados com Azospirillum brasiliense XXIX CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO - Águas de Lindóia - 26 a 30 de Agosto de 2012 Características Agrônomicas e Produção de Massa Seca no Cultivo Consorciado de Milho e Urochloa ruziziensis Inoculados

Leia mais

Ciclos Biogeoquímicos. Prof. Fernando Belan - BIOLOGIA MAIS

Ciclos Biogeoquímicos. Prof. Fernando Belan - BIOLOGIA MAIS Ciclos Biogeoquímicos Prof. Fernando Belan - BIOLOGIA MAIS INTRODUÇÃO CICLO DA ÁGUA; CICLO DO CARBONO; CICLO DO OXIGÊNIO; CICLO DO NITROGÊNIO; CICLO DA ÁGUA CICLO DA ÁGUA Origens do vapor-d água: Evaporação:

Leia mais

6 CALAGEM E ADUBAÇÃO

6 CALAGEM E ADUBAÇÃO CULTURA DO MILHO 6 CALAGEM E ADUBAÇÃO 6.1 - CALAGEM -Neutralização do Al; -Buscando atingir 70% da saturação de bases corrige a camada de incorporação; -Correção mais profunda incorporação mais profunda

Leia mais

EFEITOS DA ADUBAÇÃO NITROGENADA EM PARÂMETROS AGRONÔMICOS DE Glycine max

EFEITOS DA ADUBAÇÃO NITROGENADA EM PARÂMETROS AGRONÔMICOS DE Glycine max EFEITOS DA ADUBAÇÃO NITROGENADA EM PARÂMETROS AGRONÔMICOS DE Glycine max Luiz Antônio Alonso Sanjuliano 1, Eduardo M. Fernandes 2, Anny Rosi Mannigel 3, Humberto Misdei Moreski 4 1 Acadêmico do Curso de

Leia mais

Agricultura sustentável

Agricultura sustentável Agricultura sustentável Agricultura??????? A agricultura é a artificialização pelo homem do meio natural, com o fim de torná-lo mais apto ao desenvolvimento de espécies vegetais (Barros, 1975) A agricultura

Leia mais

REFÚGIO ESTRUTURADO NA CULTURA DE SOJA E MILHO COM TECNOLOGIA BT

REFÚGIO ESTRUTURADO NA CULTURA DE SOJA E MILHO COM TECNOLOGIA BT ESTRUTURADO NA CULTURA DE COM TECNOLOGIA BT Saiba por que adotar e como realizar esta prática fundamental para preservação dos benefícios trazidos pela tecnologia Bt. Uma publicação Refúgio na Área www.refugionaarea.com.br

Leia mais

Produção de sementes Espaçamento entre as linhas (cm)

Produção de sementes Espaçamento entre as linhas (cm) Adubação Verde ADUBAÇÃO VERDE O que é adubação verde Consiste no cultivo e na incorporação ao solo de plantas (principalmente as leguminosas) que contribuem para a melhoria das condições físicas, químicas

Leia mais

Campeão da Região Sudeste. (Produtor) (Consultor) (Estudo de caso) (Relator)

Campeão da Região Sudeste. (Produtor) (Consultor) (Estudo de caso) (Relator) Campeão da Região Sudeste (Produtor) (Consultor) (Estudo de caso) (Relator) Produtor: Ivaldo Lemes da Costa Consultor: Cleber Longhin Cultura: SOJA Propriedade Agrícola: Sítio Matarazzo Município: Itapetininga/SP

Leia mais

LEF 424 PRINCÍPIOS GERAIS DE CONTROLE

LEF 424 PRINCÍPIOS GERAIS DE CONTROLE LEF 424 PRINCÍPIOS GERAIS DE CONTROLE ambiente patógeno hospedeiro Componentes do processo de doença Disseminação Ciclo Secundário Infecção Colonização Reprodução Sobrevivência Hopedeiro doente Ciclo Primário

Leia mais

Biofortificação com micronutrientes: Milton F. Moraes

Biofortificação com micronutrientes: Milton F. Moraes DEPARTAMENTO DE GENÉTICA - ESALQ/USP LABORATÓRIO DE GENÉTICA BIOQUÍMICA DE PLANTAS Biofortificação com micronutrientes: Síntese da 1 a Conferência Mundial sobre Biofortificação Milton F. Moraes Seminário

Leia mais

NODULAÇÃO, CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO DE FEIJÃO INOCULADO COM Rhizobium tropici

NODULAÇÃO, CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO DE FEIJÃO INOCULADO COM Rhizobium tropici NODULAÇÃO, CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO DE FEIJÃO INOCULADO COM Rhizobium tropici NODULATION, GROWTH AND BEAN DEVELOPMENT INOCULATED WITH Rhizobium tropici Resumo Bruna Rohrig (1) Evandro Pedro Schneider

Leia mais

INOCULAÇÃO VIA FOLIAR COM

INOCULAÇÃO VIA FOLIAR COM INOCULAÇÃO VIA FOLIAR COM Azospirillum brasilense ASSOCIADA A DOSES DE NITROGÊNIO EM COBERTURA NA CULTURA DO MILHO SAFRINHA José Roberto Portugal (1), Orivaldo Arf (2), Amanda Ribeiro Peres (3), Aline

Leia mais

Conceito 4C de Nutrição de Plantas. Eros Francisco IPNI Brasil Diretor Adjunto

Conceito 4C de Nutrição de Plantas. Eros Francisco IPNI Brasil Diretor Adjunto Conceito 4C de Nutrição de Plantas Eros Francisco IPNI Brasil Diretor Adjunto Conceito 4C: Certo significa Sustentável Atenção equilibrada para todos os 4Cs Fonte, Dose, Época e Local Certos Dose: superenfatizada

Leia mais

UNIDADE II Patogênese e especificidade do hospedeiro X bactérias fitopatogênicas

UNIDADE II Patogênese e especificidade do hospedeiro X bactérias fitopatogênicas PLANO DE ENSINO 1) IDENTIFICAÇÃO Disciplina: Tópicos Especiais em Fitopatologia Curso: Mestrado em Agricultura Tropical Carga Horária: 60 h Período Letivo: Professor: Dra. Leimi Kobayasti Créditos: 04

Leia mais

EFEITO DO EXTRATO DE NÓDULOS SOBRE O CRESCIMENTO DO FEIJÃO-CAUPI EM CASA DE VEGETAÇÃO

EFEITO DO EXTRATO DE NÓDULOS SOBRE O CRESCIMENTO DO FEIJÃO-CAUPI EM CASA DE VEGETAÇÃO EFEITO DO EXTRATO DE NÓDULOS SOBRE O CRESCIMENTO DO FEIJÃO-CAUPI EM CASA DE VEGETAÇÃO Marcelo de Sousa Pinheiro 1 ; Mayara Gama da Cunha 2 ; Suzana Cláudia Silveira Martins 3 ; Claudia Miranda Martins

Leia mais

Adubação do milho safrinha: Nitrogênio e Fósforo.

Adubação do milho safrinha: Nitrogênio e Fósforo. Adubação do milho safrinha: Nitrogênio e Fósforo. Eng. Agr. Dr. Douglas de Castilho Gitti Pesquisador Manejo e Fertilidade do Solo (67) 9681-7293 douglas@fundacaoms.org.br Roteiro da Palestra 1. Ambientes

Leia mais

Adubação verde no sistema de cultivo orgânico Discentes: Cassio Batista Mendes Júnior, Cleber, Danillo Oliveira Silva, Eder Correia dos Santos, Lucas

Adubação verde no sistema de cultivo orgânico Discentes: Cassio Batista Mendes Júnior, Cleber, Danillo Oliveira Silva, Eder Correia dos Santos, Lucas Adubação verde no sistema de cultivo orgânico Discentes: Cassio Batista Mendes Júnior, Cleber, Danillo Oliveira Silva, Eder Correia dos Santos, Lucas Loures Nunes Disciplina: Cultivo Orgânico Professora:

Leia mais

Biotecnologia UNIFESP, SJC

Biotecnologia UNIFESP, SJC Biotecnologia UNIFESP, SJC PROPOSTA DE BIOTECNOLOGIA Trajetória no BCT Pós-BCT (Bacharel em Biotecnologia) PANORAMA DA BIOTECNOLOGIA 1. O que é Biotecnologia? 2. Em que áreas atua? 3. O que é necessário

Leia mais

PRODUÇÃO DE ALIMENTOS EM ÁREAS DE RENOVAÇÃO DE CANAVIAIS: VIABILIDADE TÉCNICA E ECONÔMICA, POTENCIAL DE PRODUÇÃO E RESPONSABILIDADE SOCIAL.

PRODUÇÃO DE ALIMENTOS EM ÁREAS DE RENOVAÇÃO DE CANAVIAIS: VIABILIDADE TÉCNICA E ECONÔMICA, POTENCIAL DE PRODUÇÃO E RESPONSABILIDADE SOCIAL. PRODUÇÃO DE ALIMENTOS EM ÁREAS DE RENOVAÇÃO DE CANAVIAIS: VIABILIDADE TÉCNICA E ECONÔMICA, POTENCIAL DE PRODUÇÃO E RESPONSABILIDADE SOCIAL. São Paulo, 17/04/07 Silvio Borsari Filho 1 AGRADECIMENTOS é a

Leia mais

Produtividade: Interação entre Adubação Fosfatada de Pastagens e Suplementação Mineral

Produtividade: Interação entre Adubação Fosfatada de Pastagens e Suplementação Mineral 0 Produtividade: Interação entre Adubação Fosfatada de Pastagens e Suplementação Mineral Paulo Rodrigo Santos de Souza Zootecnista, Msc. Produção Animal 1 Pecuária Brasileira no Mundo Brasil é o maior

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO - NÍVEL DE APERFEIÇOAMENTO, EM NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO RACIONAL DE CULTURAS DE LAVOURA

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO - NÍVEL DE APERFEIÇOAMENTO, EM NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO RACIONAL DE CULTURAS DE LAVOURA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO - NÍVEL DE APERFEIÇOAMENTO, EM NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO RACIONAL DE CULTURAS DE LAVOURA PROMOÇÃO Instituto de Ciências Agronômicas Professor Elmar Luiz Floss Instituto Incia Passo Fundo-RS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Data: 06/09/2016 Currículo de Cursos Hora: 16:19:44

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Data: 06/09/2016 Currículo de Cursos Hora: 16:19:44 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Data: 06/09/2016 Currículo de Cursos Hora: 16:19:44 Curso: Nível: Grau Conferido: Turno: Tipo: Modalidade: Funcionamento: Documento de Autorização: Agronomia - Alegre

Leia mais

INFLUENCIA DO INOCULANTE AZOTOTAL NA PRODUTIVIDADE DO MILHO SAFRINHA

INFLUENCIA DO INOCULANTE AZOTOTAL NA PRODUTIVIDADE DO MILHO SAFRINHA INFLUENCIA DO INOCULANTE AZOTOTAL NA PRODUTIVIDADE DO MILHO SAFRINHA Gerciene da Silva Ferreira Quirino 1, Daniela Cristina de Freitas Naves 1, Raoni Ribeiro Guedes Fonseca Costa 2, Dalvana Fernandes de

Leia mais

AVALIAÇÃO DA UTILIZAÇÃO DE INOCULAÇÃO E DA ADUBAÇÃO NITROGENADA NA CULTURA DA SOJA ¹

AVALIAÇÃO DA UTILIZAÇÃO DE INOCULAÇÃO E DA ADUBAÇÃO NITROGENADA NA CULTURA DA SOJA ¹ AVALIAÇÃO DA UTILIZAÇÃO DE INOCULAÇÃO E DA ADUBAÇÃO NITROGENADA NA CULTURA DA SOJA ¹ KASPARY, Tiago Edu²; RUCHEL, Queli²; GALLON, Mateus²; SALAMONI, Adriana Tourinho 3 1 Trabalho de Iniciação Científica

Leia mais

RELATÓRIO DAS ALTERAÇÕES PROPOSTAS PARA O ANO DE Curso: Engenharia Agronômica

RELATÓRIO DAS ALTERAÇÕES PROPOSTAS PARA O ANO DE Curso: Engenharia Agronômica RELATÓRIO DAS ALTERAÇÕES PROPOSTAS PARA O ANO DE 2014 Curso: Engenharia Agronômica a) criação de disciplina optativa eletiva a.1.) LCB0222 Tópicos em Ciências Biológicas optativa 2 0 6º sem. sem requisito

Leia mais

Escarificação mecânica e biológica do solo

Escarificação mecânica e biológica do solo Escarificação mecânica e biológica do solo Eng. Agr. M.Sc. Douglas de Castilho Gitti Pesquisador de Manejo e Fertilidade do Solo Textura do solo 1 Estrutura do solo Estrutura do solo Observe o esporo do

Leia mais

MISTURAS DE DEFENSIVOS

MISTURAS DE DEFENSIVOS MISTURAS DE DEFENSIVOS AGRÍCOLAS EM TANQUE Ac. Albert Kenji Hirose Ac. André Hiroshi Kobayashi Ac. Fausto Nimer Terrabuio Ac. Gustavo Takeshi Hacimoto INTRODUÇÃO Misturas em tanque associações de dois

Leia mais

091 - Seleção de rizóbios nativos de solos de Mato Grosso do Sul para inoculação em espécies de adubo verde

091 - Seleção de rizóbios nativos de solos de Mato Grosso do Sul para inoculação em espécies de adubo verde 091 - Seleção de rizóbios nativos de solos de Mato Grosso do Sul para inoculação em espécies de adubo verde Selection of indigenous rhizobia isolates of soils of Mato Grosso do Sul State for inoculation

Leia mais

Nedio Jair Wurlitzer Eng. Alimentos / DSc. 10 de dezembro de 2013.

Nedio Jair Wurlitzer Eng. Alimentos / DSc. 10 de dezembro de 2013. Nedio Jair Wurlitzer Eng. Alimentos / DSc. 10 de dezembro de 2013. Laboratórios Análise de solo, água e planta Biologia molecular Gestão ambiental e resíduos Cultura de tecidos e genética vegetal Análise

Leia mais

COMPORTAMENTO DA SOJA (Glycine max (L.) Merrill) SUBMETIDA À ADUBAÇÃO NITROGENADA DE PLANTIO

COMPORTAMENTO DA SOJA (Glycine max (L.) Merrill) SUBMETIDA À ADUBAÇÃO NITROGENADA DE PLANTIO COMPORTAMENTO DA SOJA (Glycine max (L.) Merrill) SUBMETIDA À ADUBAÇÃO NITROGENADA DE PLANTIO Vanderley José.Pereira 1, Jaqueline Fátima Rodrigues 2, Raimundo Rodrigues Gomes Filho 2, Janaíne Myrna Rodrigues

Leia mais

Manejo de plantas de cobertura para sistemas agrícolas de alta produtividade

Manejo de plantas de cobertura para sistemas agrícolas de alta produtividade Manejo de plantas de cobertura para sistemas agrícolas de alta produtividade B.Sc. Agronomia José Eduardo de Macedo Soares Júnior Fazenda Capuaba / Lucas do Rio Verde-MT Fazenda Capuaba Lucas do Rio Verde

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CAMPUS CURITIBANOS CURSO DE CIÊNCIAS RURAIS ANDRÉ THIAGO MUNHOZ INOCULAÇÃO PRÉ-SEMEADURA DE SEMENTES DE SOJA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CAMPUS CURITIBANOS CURSO DE CIÊNCIAS RURAIS ANDRÉ THIAGO MUNHOZ INOCULAÇÃO PRÉ-SEMEADURA DE SEMENTES DE SOJA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CAMPUS CURITIBANOS CURSO DE CIÊNCIAS RURAIS ANDRÉ THIAGO MUNHOZ INOCULAÇÃO PRÉ-SEMEADURA DE SEMENTES DE SOJA CURITIBANOS Novembro/2014 ANDRÉ THIAGO MUNHOZ INOCULAÇÃO

Leia mais

CURSO DE AGRONOMIA FERTILIDADE DO SOLO

CURSO DE AGRONOMIA FERTILIDADE DO SOLO CURSO DE AGRONOMIA FERTILIDADE DO SOLO Prof. Leandro Souza da Silva Prof. Carlos Alberto Ceretta Prof. Danilo R. dos Santos Aula 1 Bases conceituais à fertilidade do solo Fertilidade do solo Solo -Sistema

Leia mais

ESTUDO DA VIABILIDADE DE DISPONIBILIZAÇÃO DE POTÁSSIO E FÓSFORO EM SOLOS DE CERRADO COM A UTILIZAÇÃO DO PENERGETIC 5 SAFRAS

ESTUDO DA VIABILIDADE DE DISPONIBILIZAÇÃO DE POTÁSSIO E FÓSFORO EM SOLOS DE CERRADO COM A UTILIZAÇÃO DO PENERGETIC 5 SAFRAS ESTUDO DA VIABILIDADE DE DISPONIBILIZAÇÃO DE POTÁSSIO E FÓSFORO EM SOLOS DE CERRADO COM A UTILIZAÇÃO DO PENERGETIC 5 SAFRAS ANDRÉ L.T. FERNANDES DR. ENGENHARIA DE ÁGUA E SOLO, PRÓ REITOR DE PESQUISA, PÓS

Leia mais

Terezinha Ferreira Xavier I Ademir Sérgio Ferreira de Araújo II* Valdinar Bezerra dos Santos II Francilene Leonel Campos III - NOTA -

Terezinha Ferreira Xavier I Ademir Sérgio Ferreira de Araújo II* Valdinar Bezerra dos Santos II Francilene Leonel Campos III - NOTA - Ciência Influência Rural, Santa da inoculação Maria, v.38, e da n.7, adubação p.2037-2041, nitrogenada out, 2008 sobre a nodulação e a produtividade de grãos de feijão-caupi. ISSN 0103-8478 2037 Inoculação

Leia mais

Tecnologia de produção de fertilizantes organominerais utilizando produtos da Compostagem

Tecnologia de produção de fertilizantes organominerais utilizando produtos da Compostagem Tecnologia de produção de fertilizantes organominerais utilizando produtos da Compostagem Palestrante: Organosolvi Vicente Linhares Júnior - Grupo Solvi Introdução A SOLVÍ O Grupo A Solví - Soluções para

Leia mais

ISSN Março, Inoculação do Feijoeiro em Unái, MG: cartilha para o produtor rural

ISSN Março, Inoculação do Feijoeiro em Unái, MG: cartilha para o produtor rural ISSN 1517-5111 Março, 2007 175 Inoculação do Feijoeiro em Unái, MG: cartilha para o produtor rural ISSN 1517-5111 Março, 2007 Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Cerrados Ministério da

Leia mais

Clima(s) CLIMAS - SOLOS E AGRICULTURA TROPICAL. Mestrado em Direito à Alimentação e Desenvolvimento Rural UC: Agricultura Tropical.

Clima(s) CLIMAS - SOLOS E AGRICULTURA TROPICAL. Mestrado em Direito à Alimentação e Desenvolvimento Rural UC: Agricultura Tropical. CLIMAS - SOLOS E AGRICULTURA TROPICAL Mestrado em Direito à Alimentação e Desenvolvimento Rural UC: Agricultura Tropical Óscar Crispim Machado (omachado@esac.pt) ESAC, abril de 2012 Clima(s) Aula 5 Zonas

Leia mais

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Cerrados Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Biotecnologia

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Cerrados Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Biotecnologia Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Biotecnologia estado da arte e aplicações na agropecuária Editores Técnicos Fábio Gelape Faleiro Solange

Leia mais

A experiência da Embrapa Milho e Sorgo com análises de solo cultivado com milho transgênico

A experiência da Embrapa Milho e Sorgo com análises de solo cultivado com milho transgênico A experiência da Embrapa Milho e Sorgo com análises de solo cultivado com milho transgênico Francisco Adriano de Souza Embrapa Milho e Sorgo - CNPMS Porque nos devemos zelar pela saúde do solo? 1. Nos

Leia mais

ADUBAÇÃO POTÁSSICA DA SOJA EM SISTEMA DE PLANTIO DIRETO NO SUDOESTE DE GOIÁS

ADUBAÇÃO POTÁSSICA DA SOJA EM SISTEMA DE PLANTIO DIRETO NO SUDOESTE DE GOIÁS XXVII Reunião Brasileira de Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas XI Reunião Brasileira sobre Micorrizas IX Simpósio Brasileiro de Microbiologia do Solo VI Re un iã o Bra sile ira d e Bio lo g ia d

Leia mais

ARRANJOS ESPACIAIS NO CONSÓRCIO DA MANDIOCA COM MILHO E CAUPI EM PRESIDENTE TANCREDO NEVES, BAHIA INTRODUÇÃO

ARRANJOS ESPACIAIS NO CONSÓRCIO DA MANDIOCA COM MILHO E CAUPI EM PRESIDENTE TANCREDO NEVES, BAHIA INTRODUÇÃO ARRANJOS ESPACIAIS NO CONSÓRCIO DA MANDIOCA COM MILHO E CAUPI EM PRESIDENTE TANCREDO NEVES, BAHIA JAEVESON DA SILVA 1, JOSÉ RAIMUNDO FERREIRA FILHO 2 1 Eng. Agr., DSc., Pesquisador da Embrapa Mandioca

Leia mais

6 PRÁTICAS CULTURAIS

6 PRÁTICAS CULTURAIS 6 PRÁTICAS CULTURAIS 6.1 PREPARO DO SOLO - Histórico e Objetivos -Tipos de Preparo -- Aração + Gradagem - Discos -Aiveca -Escarificador -- Grade pesada + Grade Leve No caso de revolvimento do solo CUIDADOS

Leia mais

QUALIDADE DE SEMENTES CARACTERÍSTICAS QUE AFETAM A QUALIDADE DAS SEMENTES. Componentes:

QUALIDADE DE SEMENTES CARACTERÍSTICAS QUE AFETAM A QUALIDADE DAS SEMENTES. Componentes: LPV - 0638: PRODUÇÃO DE SEMENTES CARACTERÍSTICAS QUE AFETAM A QUALIDADE DAS SEMENTES Julio Marcos Filho Departamento de Produção Vegetal USP/ESALQ INSTALAÇÃO DE CULTURAS Planejamento Estrutura disponível

Leia mais

ATER em Feijão e Milho desenvolvida no Estado do Paraná. Germano do R. F. Kusdra Eng. Agrônomo Emater

ATER em Feijão e Milho desenvolvida no Estado do Paraná. Germano do R. F. Kusdra Eng. Agrônomo Emater ATER em Feijão e Milho desenvolvida no Estado do Paraná Germano do R. F. Kusdra Eng. Agrônomo Emater germano@emater.pr.gov.br PROJETO CENTRO-SUL DE FEIJÃO E MILHO O Instituto EMATER, ao longo de sua existência,

Leia mais

Efeito do Tratamento de Sementes de Soja com Fungicidas na Nodulação e Fixação Simbiótica do N 2

Efeito do Tratamento de Sementes de Soja com Fungicidas na Nodulação e Fixação Simbiótica do N 2 ISSN 000-7306 Nº, jan/99, p.-7 Efeito do Tratamento de Sementes de Soja com Fungicidas na Nodulação e Fixação Simbiótica do N Rubens José Campo ; Mariangela Hungria O nitrogênio (N) é o nutriente que a

Leia mais