Programações de Automação Biotécnica Clinline 150

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Programações de Automação Biotécnica Clinline 150"

Transcrição

1

2 Indice ÁCIDO ÚRICO - MONO 3 ALBUMINA 4 α-amilase 5 ALT / TGP 6 AST / TGO 7 BILIRRUBINA DIRETA 8 BILIRRUNINA TOTAL 9 CÁLCIO ASX 10 CÁLCIO 11 CK NAC 12 CK MB 13 CLORO 14 COLESTEROL 15 CREATININA 16 DESIDROGENASE LÁTICA 17 FERRO CRX 18 FERRO FERROZINE 19 FOSFATASE ALCALINA 20 FÓSFORO UV 21 GAMMA GT 22 GLICOSE 23 HDL COLESTEROL 24 HDL COLESTEROL DIRETO 25 LDL COLESTEROL DIRETO 26 LACTATO 27 MAGNÉSIO 28 PROTEÍNA TOTAL 29 PROTEÍNA URINÁRIA 30 TRIGLICÉRIDES 31 URÉIA UV 32

3 ÁCIDO ÚRICO-MONO CATÁLOGO BT ENZIMÁTICO Nº DETERMINAÇÕES 1040 Reagente pronto para uso. calibrador Biotécnica ÁCIDO ÚRICO ACU mg/dl FILTER VALUE 500 LAG PHASE 1 0 NB MEASURES 12 REAGENT 1 VOL 240 DIL 10 SAMPLE VOL 5 POSTDIL RATE 5 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 20 UPPER BLK 300

4 ÁLBUMINA CATÁLOGO BT Nº DETERMINAÇÕES APRES APRES Reagente de trabalho: Reagente pronto para uso calibrador Biotécnica ALBUMINA ALB g/dl FILTER VALUE st READ = 0 LAG PHASE 1 0 NB MEASURES 4 REAGENT 1 VOL 500 DIL 10 SAMPLE VOL 2.5 POSTDIL RATE 2 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 6 UPPER BLK 200

5 α-amilase CATÁLOGO BT CINÉTICO Nº DETERMINAÇÕES APRES APRES Reagente de trabalho: Reagente pronto para uso Programação com Fator Teórico AMILASE AMI U/L KINETICS FILTER VALUE st READ = 0 - LAG PHASE 1 3 NB MEASURES 5 REAGENT 1 VOL 300 SAMPLE VOL 3 FACTOR NB OF STAND - STAND 1 VAL - POSTDIL RATE 10 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 1038 UPPER BLK 500 BLK ACTION 5 ODT1-ODT0 600

6 ALT/TGP CATÁLOGO BT CINÉTICO UV Nº DETERMINAÇÕES APRES APRES Reagente de trabalho: Misturar 4 partes do Reagente A com 1 parte do Reagente B e homogeneizar suavemente. Programação com Fator Teórico ALT/TGP ALT U/L KINETICS FILTER VALUE st READ = 0 - LAG PHASE 1 3 NB MEASURES 5 REAGENT 1 VOL 250 SAMPLE VOL 25 FACTOR NB OF STAND - STAND 1 VAL - POSTDIL RATE 10 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 350 UPPER BLK 3000 BLK ACTION 5 ODT1-ODT0 300

7 AST/TGO CATÁLOGO BT CINÉTICO UV Nº DETERMINAÇÕES APRES APRES Reagente de trabalho: Misturar 4 partes do Reagente A com 1 parte do Reagente B e homogeneizar suavemente. Programação com Fator Teórico AST/TGO AST U/L KINETICS FILTER VALUE st READ = 0 - LAG PHASE 1 3 NB MEASURES 5 REAGENT 1 VOL 250 SAMPLE VOL 25 FACTOR NB OF STAND - STAND 1 VAL - POSTDIL RATE 10 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 350 UPPER BLK 3000 BLK ACTION 5 ODT1-ODT0 300

8 BILIRRUBINA DIRETA CATÁLOGO BT Nº DETERMINAÇÕES APRES APRES Reagente de trabalho: Misturar 30 partes do Reagente 1 (Bilirrubina Direta) + 1 parte do Reagente 3 (Nitrito) e homogeneizar suavemente. calibrador Biotécnica BILIRRUBINA DIRETA BDI mg/dl FILTER VALUE 540 LAG PHASE 1 0 NB MEASURES 8 REAGENT 1 VOL 250 DIL 10 SAMPLE VOL 12.5 POSTDIL RATE 5 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 15 UPPER BLK 120

9 BILIRRUBINA TOTAL CATÁLOGO BT Nº DETERMINAÇÕES APRES APRES Reagente de trabalho: Misturar 30 partes do Reagente 2 (Bilirrubina Total) + 1 parte do Reagente 3 (Nitrito) e homogeneizar suavemente. calibrador Biotécnica BILIRRUBINA TOTAL BTO mg/dl FILTER VALUE 540 LAG PHASE 1 0 NB MEASURES 8 REAGENT 1 VOL 250 DIL 10 SAMPLE VOL 12.5 POSTDIL RATE 5 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 15 UPPER BLK 120

10 CÁLCIO ASX CATÁLOGO BT ARSENAZO III Nº DETERMINAÇÕES 330 Reagente pronto para uso. calibrador Biotécnica CALCIO CA mg/dl FILTER VALUE 620 LAG PHASE 1 1 NB MEASURES 4 REAGENT 1 VOL 300 SAMPLE VOL 3 POSTDIL RATE 2 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 20 UPPER BLK 750

11 CÁLCIO CATÁLOGO BT CRESOLFTALEÍNA Nº DETERMINAÇÕES 330 Reagente A: Pronto para uso. Reagente B: Pronto para uso. calibrador Biotécnica CALCIO CA mg/dl FILTER VALUE 580 LAG PHASE 1 1 NB MEASURES 4 REAGENT 1 VOL 150 REAGENT 2 VOL 150 SAMPLE VOL 3 POSTDIL RATE 2 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 20 UPPER BLK 750

12 CK NAC CATÁLOGO BT CINÉTICO UV Nº DETERMINAÇÕES 100 Reagente de trabalho: Misturar 4 partes do Reagente A com 1 parte do Reagente B e homogeneizar suavemente. Programação com Fator Teórico CK NAC CK NAC U/L KINETICS FILTER VALUE st READ = 0 - LAG PHASE 1 5 NB MEASURES 5 REAGENT 1 VOL 250 SAMPLE VOL 10 FACTOR NB OF STAND - STAND 1 VAL - POSTDIL RATE 10 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 1000 UPPER BLK 800 BLK ACTION 5 ODT1-ODT0 500

13 CK MB CATÁLOGO BT CINÉTICO UV Nº DETERMINAÇÕES 100 Reagente de trabalho: Misturar 4 partes do Reagente A com 1 parte do Reagente B e homogeneizar suavemente. CALIBRADORES Programação com Fator Teórico CONTROLES utilização do controle de CK MB fornecido gratuitamente no kit. CK MB CK MB U/L KINETICS FILTER VALUE st READ = 0 - LAG PHASE 1 12 NB MEASURES 12 REAGENT 1 VOL 250 SAMPLE VOL 10 FACTOR NB OF STAND - STAND 1 VAL - POSTDIL RATE 5 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 600 UPPER BLK 800 BLK ACTION 2 ODT1-ODT0 400

14 CLORO CATÁLOGO BT Nº DETERMINAÇÕES 100 Reagente pronto para uso. calibrador Biotécnica CLORETOS CLO meq/l FILTER VALUE st READ = 0 LAG PHASE 1 0 NB MEASURES 2 REAGENT 1 VOL 500 SAMPLE VOL 2.5 NO PREDIL RATE 4 POSTDIL RATE 2 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 800 UPPER BLK 300

15 COLESTEROL CATÁLOGO BT ENZIMÁTICO Nº DETERMINAÇÕES APRES APRES Reagente pronto para uso. calibrador Biotécnica COLESTEROL COL mg/dl FILTER VALUE 500 LAG PHASE 1 0 NB MEASURES 12 REAGENT 1 VOL 300 DIL 20 SAMPLE VOL 3 POSTDIL RATE 5 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 800 UPPER BLK 300

16 CREATININA CATÁLOGO BT CINÉTICO Nº DETERMINAÇÕES APRES APRES Reagente de trabalho: Misturar volumes iguais de Reagente A e de reagente B. CALIBRADORES CONTROLES calibrador Biotécnica CREATININA CRE mg/dl FILTER VALUE 500 LAG PHASE 1 1 NB MEASURES 7 REAGENT 1 VOL 250 DIL 10 SAMPLE VOL 25 POSTDIL RATE 5 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 12 UPPER BLK 570

17 DESIDROGENASE LÁCTICA CATÁLOGO BT CINÉTICO UV Nº DETERMINAÇÕES 200 Reagente de trabalho: Misturar 4 partes do Reagente A com 1 parte do Reagente B e homogeneizar suavemente. Programação com Fator Teórico LDH LDH U/L KINETICS FILTER VALUE st READ = 0 - LAG PHASE 1 2 NB MEASURES 5 REAGENT 1 VOL 250 SAMPLE VOL 5 FACTOR NB OF STAND - STAND 1 VAL - POSTDIL RATE 10 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 4000 UPPER BLK 3000 BLK ACTION 520 ODT1-ODT0 120

18 FERRO CRX CATÁLOGO BT ENZIMÁTICO Nº DETERMINAÇÕES 250 Reagente pronto para uso. calibrador Biotécnica FERRO Fe µg/dl FILTER VALUE 620 LAG PHASE 1 0 NB MEASURES 12 REAGENT 1 VOL 400 DIL 10 SAMPLE VOL 10 POSTDIL RATE 5 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 500 UPPER BLK 120

19 FERRO FERROZINE CATÁLOGO BT Nº DETERMINAÇÕES 180 Reagente pronto para uso. Reagente A: Tampão Reagente B: Ferrozine calibrador Biotécnica FERRO Fe µg/dl FILTER VALUE 580 LAG PHASE 1 0 NB MEASURES 13 REAGENT 1 VOL 200 DIL 10 REAGENT 2 VOL 50 SAMPLE VOL 60 POSTDIL RATE 2 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 500 UPPER BLK 120

20 FOSFATASE ALCALINA CATÁLOGO BT CINÉTICO Nº DETERMINAÇÕES 200 Reagente de trabalho: Misturar 4 partes do Reagente A com 1 parte do Reagente B e homogeneizar suavemente. Programação com Fator Teórico FOSFATASE ALCALINA FAL U/L KINETICS FILTER VALUE st READ = 0 - LAG PHASE 1 3 NB MEASURES 5 REAGENT 1 VOL 250 SAMPLE VOL 5 FACTOR NB OF STAND - STAND 1 VAL - POSTDIL RATE 10 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 700 UPPER BLK 1200 BLK ACTION 15 ODT1-ODT0 600

21 FÓSFORO UV CATÁLOGO BT MOLIBIDATO UV Nº DETERMINAÇÕES 160 Reagente pronto para uso. calibrador Biotécnica FÓSFORO UV FUV mg/dl FILTER VALUE 340 LAG PHASE 1 1 NB MEASURES 10 REAGENT 1 VOL 300 SAMPLE VOL 3 POSTDIL RATE 5 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 15 UPPER BLK 1500

22 GAMA GT CATÁLOGO BT CINÉTICO Nº DETERMINAÇÕES 200 Reagente de trabalho: Misturar 4 partes do Reagente A com 1 parte do Reagente B e homogeneizar suavemente. Programação com Fator Teórico GAMA GT GGT U/L KINETICS FILTER VALUE st READ = 0 - LAG PHASE 1 3 NB MEASURES 5 REAGENT 1 VOL 250 SAMPLE VOL 25 FACTOR NB OF STAND - STAND 1 VAL - POSTDIL RATE 10 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 1000 UPPER BLK 800 BLK ACTION 5 ODT1-ODT0 400

23 GLICOSE CATÁLOGO BT ENZIMÁTICO Nº DETERMINAÇÕES APRES APRES Reagente pronto para uso. calibrador Biotécnica GLICOSE GLI mg/dl FILTER VALUE 500 LAG PHASE 1 0 NB MEASURES 12 REAGENT 1 VOL 300 DIL 10 SAMPLE VOL 3 POSTDIL RATE 5 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 400 UPPER BLK 300

24 HDL COLESTEROL CATÁLOGO BT ENZIMÁTICO Nº DETERMINAÇÕES 400 Precipitações Reagente pronto para uso. CALIBRADORES Padrão de Colesterol HDL (incluso no kit). Para proceder o cálculo do fator de calibração considerar a concentração do padrão = 40 mg/dl CONTROLES Para avaliar o desempenho do teste, sugere-se a utilização dos controles - Antes de realizar a colorimetria, preparar a amostra conforme orientações nas Instruções de Uso do Kit. - Para realizar a colorimetria é necessário utilizar o reagente de Colesterol CAT BT HDL COLESTEROL HDL mg/dl FILTER VALUE 500 LAG PHASE 1 0 NB MEASURES 12 REAGENT 1 VOL 250 DIL 20 SAMPLE VOL 2.5 POSTDIL RATE 5 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 150 UPPER BLK 300

25 HDL COLESTEROL DIRETO CATÁLOGO BT DIRETO SEM PRECIPITAÇÃO Nº DETERMINAÇÕES APRES APRES Reagentes prontos para uso. Calibrador HDL Colesterol (incluso no kit) Utilizar a concentração que está expressa no rótulo do calibrador. HDL DIRETO HDL D mg/dl FILTER VALUE 580 LAG PHASE 1 12 NB MEASURES 12 REAGENT 1 VOL 300 REAGENT 2 VOL 100 SAMPLE VOL 4 POSTDIL RATE 4 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 180 UPPER BLK 200

26 LDL COLESTEROL DIRETO CATÁLOGO BT DIRETO SEM PRECIPITAÇÃO Nº DETERMINAÇÕES 100 Reagente pronto para uso. CALIBRADORES Calibrador LDL Colesterol (incluso no kit) CONTROLES Utilizar a concentração que está expressa no rótulo do calibrador. LDL DIRETO LDL D mg/dl FILTER VALUE 580 LAG PHASE 1 12 NB MEASURES 12 REAGENT 1 VOL 300 REAGENT 2 VOL 100 SAMPLE VOL 4 POSTDIL RATE 4 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 400 UPPER BLK 200

27 LACTATO CATÁLOGO BT ENZIMÁTICO Nº DETERMINAÇÕES Reagente pronto para uso. Calibrador de Lactato (incluso no kit) calibrador de Lactato LACTATO LAC mg/dl FILTER VALUE 546 LAG PHASE 1 0 NB MEASURES 12 REAGENT 1 VOL 300 DIL 10 SAMPLE VOL 3 POSTDIL RATE 5 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 120 UPPER BLK 300

28 MAGNÉSIO CATÁLOGO BT MAGON Nº DETERMINAÇÕES 166 Reagente pronto para uso. calibrador Biotécnica MAGNÉSIO MAG mg/dl FILTER VALUE 500 LAG PHASE 1 0 NB MEASURES 12 REAGENT 1 VOL 300 DIL 10 SAMPLE VOL 3 POSTDIL RATE 2 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 4,5 UPPER BLK 800

29 PROTEÍNA TOTAL CATÁLOGO BT Nº DETERMINAÇÕES APRES APRES Reagente pronto para uso. calibrador Biotécnica PROTEÍNA TOTAL PRO g/dl FILTER VALUE 540 LAG PHASE 1 0 NB MEASURES 12 REAGENT 1 VOL 300 DIL 10 SAMPLE VOL 3 POSTDIL RATE 5 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 12 UPPER BLK 400

30 PROTEÍNA URINÁRIA CATÁLOGO BT Nº DETERMINAÇÕES 316 Reagente pronto para uso. Padrão de Proteína Urinária (incluso no kit) - Controle Urinário CAT BT padrão de Proteína Urinária PROTEÍNA URINÁRIA PRO U mg/l FILTER VALUE 620 LAG PHASE 1 0 NB MEASURES 12 REAGENT 1 VOL 300 DIL 10 SAMPLE VOL 6 POSTDIL RATE 10 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 4000 UPPER BLK 400

31 TRIGLICÉRIDES CATÁLOGO BT ENZIMÁTICO Nº DETERMINAÇÕES APRES APRES Reagente pronto para uso. calibrador Biotécnica TRIGLICÉRIDES TGR mg/dl FILTER VALUE 500 LAG PHASE 1 0 NB MEASURES 12 REAGENT 1 VOL 300 DIL 10 SAMPLE VOL 3 POSTDIL RATE 5 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 1000 UPPER BLK 300

32 URÉIA UV CATÁLOGO BT ENZIMÁTICO UV Nº DETERMINAÇÕES APRES APRES Reagente de trabalho: Misturar 4 partes do Reagente A com 1 parte do Reagente B e homogeneizar suavemente. calibrador Biotécnica URÉIA URE mg/dl FILTER VALUE 340 LAG PHASE 1 1 NB MEASURES 3 REAGENT 1 VOL 300 SAMPLE VOL 3 POSTDIL RATE 5 UP NORMAL VAL LOW NORMAL VAL LINEARITY 250 LOWER BLK 1000 UPPER BLK 3000

MEGA ÍNDICE. Manual de Automação - Mega LANÇAMENTOS! CÁLCIO ARSENAZO MICROPROTE pirogalol KIT PÁGINA

MEGA ÍNDICE. Manual de Automação - Mega LANÇAMENTOS! CÁLCIO ARSENAZO MICROPROTE pirogalol KIT PÁGINA Manual de Automação MEGA LANÇAMENTOS! CÁLCIO ARSENAZO MICROPROTE pirogalol * ÍNDICE KIT PÁGINA ALBUMINA...01-02 ALT/TGP CINÉTICA...03-04 AMILASE CNPG...05-06 AST/TGO CINÉTICA...07-08 CÁLCIO ARSENAZO (LANÇAMENTO)...09-10

Leia mais

Protocolos de Aplicação

Protocolos de Aplicação Protocolos de Aplicação IN VITRO Diagnóstica MEGA Rua Cromita 278 - Distrito Industrial - Itabira - MG Telefax: 31 3834-6400 e.mail: dsa@invitro.com.br ÁCIDO ÚRICO ENZIMÁTICO Cat: 10687 Volume: 100 ml

Leia mais

REVISÃO: 06 (04/2012) A SLOTEST TURBIDIMÉTRICO CKMB T P CRTEST TURBIDIMÉTRICO

REVISÃO: 06 (04/2012) A SLOTEST TURBIDIMÉTRICO CKMB T P CRTEST TURBIDIMÉTRICO Manual de Automação VITALAB ECLIPSE PLUS REVISÃO: 06 (04/2012) A SLOTEST TURBIDIMÉTRICO CKMB MICROALBUMINÚRIA T URBIDIMÉTRICO P CRTEST TURBIDIMÉTRICO ÍNDICE REVISÃO: 06 (04/2012) KIT PÁGINA ALBUMINA...01

Leia mais

Programações de Automação Biotécnica COBAS MIRA S

Programações de Automação Biotécnica COBAS MIRA S Página 1 Página 2 Indice ÁCIDO ÚRICO 03 ALBUMINA 04 -AMILASE 05 ALT/TGP 06 AST/TGO 07 BILIRRUBINA DIRETA (MONO) 08 BILIRRUBINA DIRETA (BI) 09 BILIRRUBINA TOTAL (MONO) 10 BILIRRUBINA TOTAL (BI) 11 CÁLCIO

Leia mais

ECLIPSE. Indice ÁCIDO ÚRICO 3 ALBUMINA 4

ECLIPSE. Indice ÁCIDO ÚRICO 3 ALBUMINA 4 Indice ÁCIDO ÚRICO 3 ALBUMINA 4 α-amilase 5 BILIRRUBINA DIRETA 6 BILIRRUBINA TOTAL 7 CÁLCIO 8 CÁLCIO AZUL DE METILTIMOL 9 CLORETO 10 COLESTEROL 11 COLESTEROL HDL 12 CREATININA 13 CREATINO KINASE MB (CK-MB)

Leia mais

Resultados Anteriores:89.0[19/04/2016];91.0[30/09/2015];113.0[09/09/2015];101.0[28/07/2015];85.0[26/06/2015];

Resultados Anteriores:89.0[19/04/2016];91.0[30/09/2015];113.0[09/09/2015];101.0[28/07/2015];85.0[26/06/2015]; Pag.: 1 de 7 GLICOSE (GLICEMIA JEJUM) 84.0 mg/dl MÉTODO:CINÉTICO ENZIMÁTICO - ADVIA 1800 - SIEMENS VALORES DE REFERÊNCIA: 60-99 mg/dl Resultados Anteriores:89.0[19/04/2016];91.0[30/09/2015];113.0[09/09/2015];101.0[28/07/2015];85.0[26/06/2015];

Leia mais

ÁCIDO ÚRICO Liquiform Página 1 Determinações Catálogo Monoreagente Bi-reagente 73-4/30 480 400 73-2/100 800 666 Revisão: 31/01/07

ÁCIDO ÚRICO Liquiform Página 1 Determinações Catálogo Monoreagente Bi-reagente 73-4/30 480 400 73-2/100 800 666 Revisão: 31/01/07 ÁCIDO ÚRICO Liquiform Página 1 Determinações Catálogo Monoreagente Bi-reagente 73-4/30 480 400 73-2/100 800 666 Revisão: 31/01/07 O número de determinações (brancos, calibradores e amostras) corresponde

Leia mais

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS. Dúvidas Técnicas: Telefone: PABX (011) 3053-6611 Ramal: 2028

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS. Dúvidas Técnicas: Telefone: PABX (011) 3053-6611 Ramal: 2028 Telefone PABX (011) 3053-6611 e-mail hcor@hcor.com.br Dúvidas Técnicas Telefone PABX (011) 3053-6611 Ramal 2028 EQUIPE CLINIC CHECK UP Num. Pedido 050802886 10/08/2005 060000 Emissão 11/08/2005 135055

Leia mais

Material: Sangue c/edta Método..: Citometria/Automatizado e estudo morfológico em esfregaço corado

Material: Sangue c/edta Método..: Citometria/Automatizado e estudo morfológico em esfregaço corado HEMOGRAMA COMPLETO Material: Sangue c/edta Método..: Citometria/Automatizado e estudo morfológico em esfregaço corado ERITROGRAMA V.R: Homens Mulheres Hemacias em milhoes/mm3...: 5,08 4,5 a 5,9 4,0 a 5,4

Leia mais

APLICAÇÕES GOLD ANALISA PARA O ECLIPSE PLUS

APLICAÇÕES GOLD ANALISA PARA O ECLIPSE PLUS ALBUMINA PP - Cat. 419 500 Determinações - Volume: 250 ml Antes da execução da metodologia, é importante uma leitura atenciosa das Instruções de Uso do produto. ALBUMINA ENDPOINT Filter 620 Temp 25 g/dl

Leia mais

São investimentos como estes que consolidam cada vez mais a marca Bioclin.

São investimentos como estes que consolidam cada vez mais a marca Bioclin. LINHA DE PRODUTOS A Quibasa/Bioclin tem empregado todos os seus esforços no desenvolvimento contínuo e no aprimoramento tecnológico para fornecer as melhores soluções em diagnóstico in vitro, visando contribuir

Leia mais

Preparação e estabilidade do reagente de trabalho: utilizar as instruções de uso.

Preparação e estabilidade do reagente de trabalho: utilizar as instruções de uso. Úrico Ácido Úrico Padrão 4 20 Reduzir 10 Pto final Onda primária 505 Reag. Nulo 16 20 Tempo reação 38 42 Decimal 0.1 mg/dl Int linear 0 20 Serum inferior/superior 3,6---8,2 Water + topkal ALB Albumina

Leia mais

Isaac de Melo Xavier Junior Fernando Jose Goncalves Cardoso

Isaac de Melo Xavier Junior Fernando Jose Goncalves Cardoso 535C5710 «$E9T"J0 03.362451.01.41:15 Setor Técnico Urinalise Emissão 03/10/2008 SUMARIO DE URINA Coleta: 03/10/2008 ASPECTOS FÍSICO-QUÍMICOS Valores de referência Cor Amarelo claro Amarelo claro - amarelo

Leia mais

Valores de Referencia (Adultos - Homens) HEMACIAS: 4.85 milhoes/mm3. Relativo (%) /mm3 VR (%) VR (mm3) LEUCOCITOS: 4.400

Valores de Referencia (Adultos - Homens) HEMACIAS: 4.85 milhoes/mm3. Relativo (%) /mm3 VR (%) VR (mm3) LEUCOCITOS: 4.400 Resultados Página: 1/13 HEMOGRAMA ERITROGRAMA Valores de Referencia (Adultos - Homens) HEMACIAS: 4.85 milhoes/mm3 04.50 a 06.10 HEMOGLOBINA: 13.5 g/dl 13.00 a 16.50 HEMATOCRITO: 41.1 % 36.00 a 54.00 VCM:

Leia mais

O Laboratório Clínico do D.A.V. do Jockey Club de São Paulo conta com amplo e bem estruturado espaço, além de equipamentos modernos que conferem

O Laboratório Clínico do D.A.V. do Jockey Club de São Paulo conta com amplo e bem estruturado espaço, além de equipamentos modernos que conferem O Laboratório Clínico do D.A.V. do Jockey Club de São Paulo conta com amplo e bem estruturado espaço, além de equipamentos modernos que conferem fidedignidade aos resultados. Seu principal objetivo é assegurar

Leia mais

BIOQUÍMICA CONTROLE INTERNO. AHH-3N Mar/2014 5 x 3,0 ml. BHH-3P Jun/2014 5 x 3,0 ml. Apresentação Soro humano liofilizado.

BIOQUÍMICA CONTROLE INTERNO. AHH-3N Mar/2014 5 x 3,0 ml. BHH-3P Jun/2014 5 x 3,0 ml. Apresentação Soro humano liofilizado. CONTROLE INTERNO Lote Validade Apresentação AHH-3N Mar/2014 5 x 3,0 ml BHH-3P Jun/2014 5 x 3,0 ml CNPJ 29.511.607/0001-18 Rua Ana Neri, 416 Benfica Rio de Janeiro/RJ CEP 20911-442 Tel (21) 3891-9900 Fax

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Ata de R.P. Nº 96/2014. Pregão Presencial Nº 078/2014 Validade: 12 (doze) meses. REGISTRO DE PREÇOS PARA AQUISIÇÃO DE TESTES PARA REALIZAÇÃO DE EXAMES LABORATORIAIS E LOCAÇÃO

Leia mais

SORO CONTROLE CONTROLE INTERNO. NF 3P Novembro / 2006 Volume ANVISA/REBLAS ANALI-036

SORO CONTROLE CONTROLE INTERNO. NF 3P Novembro / 2006 Volume ANVISA/REBLAS ANALI-036 CONTROLE INTERNO SORO CONTROLE Lote Validade NF 3P Novembro / 2006 Volume 3.0 ml ANVISA/REBLAS ANALI-036 CNPJ 29.511.607/0001-18 Rua Ana Neri, 416 Benfica Rio de Janeiro/RJ CEP 20911-442 Tel (21) 3891-9900

Leia mais

Valores para o cálculo dos Intervalos. < 1mg/dL: faixa 1 mg/dl: ± 20% Potássio ± 10% T4 Total ± 20%

Valores para o cálculo dos Intervalos. < 1mg/dL: faixa 1 mg/dl: ± 20% Potássio ± 10% T4 Total ± 20% BIOQUÍMICA I Lote Validade Apresentação QGH-3N Março/2012 5 x 3,0 ml TGH-3P Outubro/2012 5 x 3,0 ml ANVISA/REBLAS ANALI-036 CNPJ 29.511.607/0001-18 Rua Ana Neri, 416 Benfica Rio de Janeiro/RJ CEP 20911-442

Leia mais

ÁCIDO ÚRICO Liquiform Ref. 73

ÁCIDO ÚRICO Liquiform Ref. 73 ÁCIDO ÚRICO Liquiform Ref. 73 Princípio O ácido úrico é oxidado pela uricase à alantoína e peróxido de hidrogênio. O peróxido de hidrogênio na presença da peroxidase reage com o DHBS e a 4-aminoantipirina,

Leia mais

Órgão/Entidade : SECRETARIA DA SAUDE Unidade Licitação : FUNDO ESTADUAL DE SAUDE - HOSPITAL GERAL DO ESTADO. Preço Total: Preço Total: Preço Total:

Órgão/Entidade : SECRETARIA DA SAUDE Unidade Licitação : FUNDO ESTADUAL DE SAUDE - HOSPITAL GERAL DO ESTADO. Preço Total: Preço Total: Preço Total: Licitação : PP154/2014 Data e Hora da Entrega das Propostas: 03/10/2014-09:00 Grupo :027-Materiais e Equip. de Uso Hospitalar, Odontológico, Veterinário e de Laboratório Órgão/Entidade : SECRETARIA DA

Leia mais

EXAMES CLASSIFICAÇÃO prazo material COLETA VETERINARIO. cloretos Bioquimico até 24h tubo vermelho R$ 20,00 R$

EXAMES CLASSIFICAÇÃO prazo material COLETA VETERINARIO. cloretos Bioquimico até 24h tubo vermelho R$ 20,00 R$ . TABELA DE PREÇOS 2015 EXAMES CLASSIFICAÇÃO prazo material COLETA VETERINARIO ácido úrico Bioquimico até 24h tubo vermelho R$ 20,00 R$ 14,00 Aplicação ACTH = R$ 15,00/Kg Hormonal ----------- -----------------

Leia mais

Dimension. Andrea Nocelli. Copyright Siemens AG 2008. Todos os direitos reservados

Dimension. Andrea Nocelli. Copyright Siemens AG 2008. Todos os direitos reservados Sistema de Química Clínica Dimension Andrea Nocelli Dimension i História i e Herança Visão Geral das Características Sistema de Reagentes e Informações do Método Software e Informática Conclusão Herança

Leia mais

Nome que consta no Site Nome Correto (conforme Linha de Produtos) Nomes dos arquivos para acrescentar. Anti - HBc --- Anti - HBs ---

Nome que consta no Site Nome Correto (conforme Linha de Produtos) Nomes dos arquivos para acrescentar. Anti - HBc --- Anti - HBs --- Ácido Úrico Uric Acid AFP AFP Albumina 001 Albumina AlfaAmilase a-amilase Amilase 002 Amilase Anti - HBc --- Anti - HBs --- Anti - HCV Anti-HCV Anti-HCV Double Spot Test --- Anti-n-DNA quick teste SLE

Leia mais

Preparo para Exames Laboratoriais

Preparo para Exames Laboratoriais Preparo para Exames Laboratoriais Seção: Bioquímica 1) Dosagem de Colesterol 1.1) Dosagem de colesterol (sangue) :Dosagem de Colesterol Total 2.1) Permanecer em jejum, à exceção de água, durante 12 a 14

Leia mais

As análises clínicas em Cuidados farmacêuticos

As análises clínicas em Cuidados farmacêuticos As análises clínicas em Cuidados farmacêuticos Caso clínico Manuel António, de 44 anos, apresenta o seguinte perfil de resultados laboratoriais, obtido em exame de rotina Glucose Ureia Creatinina Ácido

Leia mais

T3 - TRIIODOTIRONINA Coleta: 18/11/2005 06:28. T3 LIVRE Coleta: 18/11/2005 06:28. T4 - TETRAIODOTIRONINA Coleta: 18/11/2005 06:28

T3 - TRIIODOTIRONINA Coleta: 18/11/2005 06:28. T3 LIVRE Coleta: 18/11/2005 06:28. T4 - TETRAIODOTIRONINA Coleta: 18/11/2005 06:28 AUTENTICIDADE: 755339 Set.Tecnico Imunoensaio T3 - TRIIODOTIRONINA Coleta: 18/11/2005 06:28 Resultado 108.6 ng/dl Referencial: Criancas ate 5 anos 105.0 a 269.0 ng/dl 5 a 10 anos 94.0 a 241.0 ng/dl Maiores

Leia mais

DEZ PASSOS NA INTERPRETAÇÃO LABORATORIAL NO VEGETARIANO PROF. ANTONIO CLÁUDIO GOULART DUARTE 2006

DEZ PASSOS NA INTERPRETAÇÃO LABORATORIAL NO VEGETARIANO PROF. ANTONIO CLÁUDIO GOULART DUARTE 2006 DEZ PASSOS NA INTERPRETAÇÃO LABORATORIAL NO VEGETARIANO PROF. ANTONIO CLÁUDIO GOULART DUARTE 2006 Agradecimento: A todos os pacientes e seus familiares que permitem que possamos usar seus exames laboratoriais

Leia mais

EXAMES LABORATORIAIS MATERIAL PRAZO DE ENTREGA ANIMAL PAT LAB HEMATOLOGIA

EXAMES LABORATORIAIS MATERIAL PRAZO DE ENTREGA ANIMAL PAT LAB HEMATOLOGIA TABELA DE EXAMES EXAMES LABORATORIAIS MATERIAL PRAZO DE ENTREGA Hemograma completo (eritrograma + leucograma + plaquetas + Ppt + Pesq hemoparasita) *** Exame encaminhado para laboratórios conveniados.

Leia mais

Coombs Indireto Soro Jejum desnecessário Fibrinogênio Plasma Jejum desnecessário Grupo Sangüíneo Sangue total com EDTA e K3 Jejum desnecessário

Coombs Indireto Soro Jejum desnecessário Fibrinogênio Plasma Jejum desnecessário Grupo Sangüíneo Sangue total com EDTA e K3 Jejum desnecessário HEMATOLOGIA: Células LE Sangue sem anticoagulante Jejum desnecessário Coombs Direto Sangue total com EDTA Jejum desnecessário Coombs Indireto Soro Jejum desnecessário Fibrinogênio Plasma Jejum desnecessário

Leia mais

PROCESSO SELETIVO Nº 001/2012

PROCESSO SELETIVO Nº 001/2012 PROCESSO SELETIVO Nº 001/2012 O Instituto de Gestão e Humanização IGH, torna público para conhecimento dos interessados, que fará realizar Processo Seletivo objetivando a contratação de serviços laboratoriais

Leia mais

Proposta Programa Saúde Sob Medida Check up diferenciado ABGS

Proposta Programa Saúde Sob Medida Check up diferenciado ABGS Proposta Programa Saúde Sob Medida Check up diferenciado ABGS 1 Informações da proposta Nossa proposta é composta por um Check Up Completo, Check up Feminino e Avaliação Esportiva direcionada aos associados

Leia mais

Tempo de Jejum para realização de Exames

Tempo de Jejum para realização de Exames Tempo de Jejum para realização de Exames Jejum não necessário Amilase, Bilirrubina, Células LE, CKMB, Coombs Direto, Coombs Indireto, CPK, Desidrogenase Lática, Gasometria, Pesquisa de Drepanócitos, Eletroforese

Leia mais

Prefeitura Municipal de Bom Jesus do Itabapoana Estado do Rio de Janeiro Coordenadoria de Compras e Licitações. ATA DE REGISTRO DE PREÇOS n.

Prefeitura Municipal de Bom Jesus do Itabapoana Estado do Rio de Janeiro Coordenadoria de Compras e Licitações. ATA DE REGISTRO DE PREÇOS n. ATA DE REGISTRO DE PREÇOS n. 056/2013 PREGÃO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREÇOS n. 056/2013 PROCESSO n. 11.272/2013 Aos doze dias do mês de Setembro do ano de 2013, a Prefeitura Municipal de Bom Jesus

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Instrumento de convênio que entre si fazem, de um lado a CNPJ nº, com sede social na CEP Nº inscrita no CREMEB-BA sob o Nº, Telefone, Endereço eletrônico, doravante denominado

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Instrumento de convênio que entre si fazem, de um lado a CNPJ nº, com sede social na CEP Nº -inscrita no CREMEB-BA sob o Nº, Telefone ( ), Endereço eletrônico, doravante

Leia mais

Índice ÁREA DE POINT-OF-CARE TESTING (POCT)...10 POCT...10 TABELA DE PREÇOS 2010...16

Índice ÁREA DE POINT-OF-CARE TESTING (POCT)...10 POCT...10 TABELA DE PREÇOS 2010...16 Índice Introdução...4 Objectivos...4 Participação...4 Inscrição...5 Funcionamento Geral...5 Informação geral sobre os custos de participação...6 Importante...6 PROGRAMAS DE AVALIAÇÃO EXTERNA...8 ÁREA DE

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº E0009-1 Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº E0009-1 Accreditation Annex nr. Tel +351.212 948 21 Fax +351.212 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº E9-1 A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório Clínico, segundo a norma NP EN ISO 15189:27 Endereço Address Contacto

Leia mais

Check-ups Específicos

Check-ups Específicos Check-ups Específicos Os nossos check-ups específicos permitem obter um exame rigoroso e detalhado de uma área concreta da saúde, segundo as necessidades concretas de cada paciente. TIPOS DE EXAMES ESPECIAIS:

Leia mais

ACADEMIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA - SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

ACADEMIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA - SÃO JOSÉ DO RIO PRETO ACADEMIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA - SÃO JOSÉ DO RIO PRETO CONTRIBUIÇÃO Á PADRONIZAÇÃO DOS PERFIS BIOQUÍMICOS EM CÃES COM PESO ENTRE 8 Á 20 KG NA CIDADE DE OURINHOS, SÃO PAULO, BRASIL. CONTRIBUTION TO THE

Leia mais

Tabela de Exames. Anatomia Patológica. Exame Amostra Valor Prazo Histopatológico. Citologia. Lâminas de punção aspirativa ou líquido refrigerado.

Tabela de Exames. Anatomia Patológica. Exame Amostra Valor Prazo Histopatológico. Citologia. Lâminas de punção aspirativa ou líquido refrigerado. Tabela de Exames - Novos valores válidos a partir de 01 de SETEMBRO de 2012 - Qualquer dúvida quanto ao acondicionamento e envio das amostras favor entrar em contato pelos nossos telefones (19) 3342-9312

Leia mais

Layout de Importação de Resultado de Exames

Layout de Importação de Resultado de Exames Nefrodata-ACD Automação para Centros de Hemodiálise Layout de Importação de Resultado de Exames O processo de atualização dos resultados de exames laboratoriais é uma tarefa extensa e exaustiva. Para tal,

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Unidade Universitária: CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE Curso: FARMÁCIA Disciplina: Bioquímica Clínica Professor(es): Fernanda Barrinha Fernandes (teórica) Daniela de Oliveira Toyama (prática Carga

Leia mais

Instituto Veterinário de Imagem

Instituto Veterinário de Imagem Instituto Veterinário de Imagem Tabela de Preço ABRIL DE 2012 CARDIOLOGIA VALOR R$ Eletrocardiografia (E.C.G.) 98,00 Ecodopplercardiografia Colorido 138,00 Pressão Arterial 41,00 ULTRASSONOGRAFIA (U.S.G.)

Leia mais

BENEFÍCIOS DOS ADVOGADOS

BENEFÍCIOS DOS ADVOGADOS ESPÍRITO SANTO SAÚDE CONDIÇÕES Check-Up Hospital da Luz / Clínica Parque dos Poetas / Centro Clínico da Amadora Consultas > 45 anos < 45 anos Menopausa > 38 anos < 38 anos Consulta de Oftalmologia Consulta

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: INTERPRETAÇÃO DE EXAMES COMPLEMENTARES Código: ENF 313 Pré-requisito: Nenhum

Leia mais

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17043 PROVEDOR DE ENSAIOS DE PROFICIÊNCIA (PEP) PROGRAMA NACIONAL DE CONTROLE DE QUALIDADE LTDA.

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17043 PROVEDOR DE ENSAIOS DE PROFICIÊNCIA (PEP) PROGRAMA NACIONAL DE CONTROLE DE QUALIDADE LTDA. Norma de Origem: NIT-DICLA-016 Folha: 1 Total de Folhas: 8 RAZÃO SOCIAL/DESIGNAÇÃO DO PROVEDOR DE ENSAIO DE PROFICIÊNCIA (PEP) ACREDITAÇÃO N PROGRAMA NACIONAL DE CONTROLE DE QUALIDADE LTDA. PEP 0013 SAÚDE

Leia mais

SÓDIO: 140 meq/l [DATA DA COLETA : 19/11/13 07:00] Método...: Fotometria de chama Vlor. Ref.: 135 a 145 meq/l Material..: sangue

SÓDIO: 140 meq/l [DATA DA COLETA : 19/11/13 07:00] Método...: Fotometria de chama Vlor. Ref.: 135 a 145 meq/l Material..: sangue GLICEMIA DE JEJUM: 115 mg/dl Método...: Enzimático Vlor. Ref.: 65 a 99 mg/dl Material..: Plasma fluoretado RESULTADOS ANTERIORES: 06/09/13 = 110 mg/dl 02/08/13 = 97 mg/dl URÉIA: 32 mg/dl Método...: Enzimático

Leia mais

Anexo I Relação de exames laboratoriais Pregão presencial nº 20/2015

Anexo I Relação de exames laboratoriais Pregão presencial nº 20/2015 Anexo I Relação de exames laboratoriais Pregão presencial nº 20/2015 ITEM CÓDIGO DESCRIÇÃO DO PROCEDIMENTO VALOR 01 02.02.05.001-7 ANÁLISE DE CARACTERES FÍSICOS, 3,70 ELEMENTOS E SEDIMENTOS NA URINA (EQU)

Leia mais

Importância da codificação de métodos, equipamentos, reagentes e calibradores

Importância da codificação de métodos, equipamentos, reagentes e calibradores Guia de utilização do Livro de Codificação de Química Clínica O livro de codificação serve para consulta e deverá ser guardado no laboratório para utilização sempre que tiver de preencher o seu formulário

Leia mais

HEMATOLOGIA Resultados de pacientes anêmicos - contagem de reticulócito sem ônus. Prazo (dias úteis)

HEMATOLOGIA Resultados de pacientes anêmicos - contagem de reticulócito sem ônus. Prazo (dias úteis) HEMATOLOGIA Resultados de pacientes anêmicos - contagem de reticulócito sem ônus Hemograma 1 (Eritrograma C/ ret, leucograma, cont. plaq. + proteína plasmática total) Hemograma 2 (Hemograma 1+ pesq. Hematoz.

Leia mais

CRF-RS. Cartilha Analítica. Comissão de Análises Clínicas 2007

CRF-RS. Cartilha Analítica. Comissão de Análises Clínicas 2007 CRF-RS Cartilha Analítica Comissão de Análises Clínicas 2007 APRESENTAÇÃO A presente Cartilha Analítica foi elaborada pela Comissão Assessora de Análises Clínicas do CRF-RS, gestão 2006/2007, composta

Leia mais

Matriz/Analito. Gram - Esfregaço preparado a partir de crescimento bacteriano, na forma física e digitalizada.

Matriz/Analito. Gram - Esfregaço preparado a partir de crescimento bacteriano, na forma física e digitalizada. Folha: 1 de 19 BACTERIOLOGIA Bacterioscopia BAAR e Gram, identificação e teste de susceptibilidade a antimicrobianos de microrganismos ambulatoriais e hospitalares BAAR - Lâmina com esfregaço prepara com

Leia mais

Publicações Resumidas CFE. L. º M. ART. 98, 3º em 05/08/2008 Publicado em: 06/agosto/2008

Publicações Resumidas CFE. L. º M. ART. 98, 3º em 05/08/2008 Publicado em: 06/agosto/2008 Publicações Resumidas CFE. L. º M. ART. 98, 3º em 05/08/2008 Publicado em: 06/agosto/2008 Contrato nº 114/08 Prorrogação ao contrato 255/08 para construção civil do Ginásio de Esportes da Escola Municipal

Leia mais

Resultados de Exames. Data do Exame: 16/04/2015. GASOMETRIA VENOSA Método: Potenciometria/Amperometria/Espectrofotometria

Resultados de Exames. Data do Exame: 16/04/2015. GASOMETRIA VENOSA Método: Potenciometria/Amperometria/Espectrofotometria Data do Exame: 16/04/2015 Paciente: CLAUDIA MACEDO Resultados de Exames GASOMETRIA VENOSA Método: Potenciometria/Amperometria/Espectrofotometria ph : 7,37 7,33 a 7,43 po2 : 157 mmhg 30 a 50 mmhg pco2:

Leia mais

Aplicação da metodologia de apuração de custos ABC em um Laboratório de Análises Clínicas: estudo de caso

Aplicação da metodologia de apuração de custos ABC em um Laboratório de Análises Clínicas: estudo de caso Aplicação da metodologia de apuração de custos ABC em um Laboratório de Análises Clínicas: estudo de caso Joziani Zanotelli Brasil. Prefeitura Municipal de Vitória. josiz@terra.com.br Luzia Zorzal,MS Brasil.

Leia mais

COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAS-CGAP SAMO - UNIDADE SIASS EXAMES MÉDICOS PERIÓDICOS E.M.P CARTILHA DO SERVIDOR

COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAS-CGAP SAMO - UNIDADE SIASS EXAMES MÉDICOS PERIÓDICOS E.M.P CARTILHA DO SERVIDOR 1 2 Ministério da Agricultura, Pacuária e Abastecimento COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAS-CGAP SAMO - UNIDADE SIASS EXAMES MÉDICOS PERIÓDICOS E.M.P CARTILHA DO SERVIDOR Missão Mapa Promover

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PATY DO ALFERES PREFEITURA MUNICIPAL DE PATY DO ALFERES

PREFEITURA MUNICIPAL DE PATY DO ALFERES PREFEITURA MUNICIPAL DE PATY DO ALFERES SULLAB COMÉRCIO DE PRODUTOS HOSPITALARES LTDA ME. Marca / Modelo Medida Qtde Preço Preço Total 4. 6515.001.0156.003 - AGULHA - Agulha siliconizada para coleta múltipla para sistema à vácuo, medindo 25X8,

Leia mais

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO Norma de Origem: NIT-DICLA-016 Folha: 1 Total de Folhas: 5 RAZÃO SOCIAL/DESIGNAÇÃO DO LABORATÓRIO BRASÁGUA TRATAMENTO DE ÁGUA E EFLUENTES DO BRASIL LTDA

Leia mais

Defeito da MCAD. Caso Clínico. Caso Clínico. Caso Clínico. Antecedentes Pessoais. História da doença: Unidade de Doenças Metabólicas

Defeito da MCAD. Caso Clínico. Caso Clínico. Caso Clínico. Antecedentes Pessoais. História da doença: Unidade de Doenças Metabólicas Unidade de Doenças Metabólicas Teresa Almeida Campos 10 de Março de 2010 TCS, sexo feminino, 3 anos de idade, etnia cigana Admitida no Hospital de São João a 6/7/1993, após transferência do Hospital de

Leia mais

(1) Calibração: acesse www.controllab.com.br/calibracao_beneficio.htm (2) Os resultados marcados com foram obtidos com um número de resultados

(1) Calibração: acesse www.controllab.com.br/calibracao_beneficio.htm (2) Os resultados marcados com foram obtidos com um número de resultados CONTROLE INTERNO URINA DOSAGEM Lote Validade URE 139 Julho/2010 Volume 10.0 ml ANVISA/REBLAS ANALI 036 CNPJ 29.511.607/0001-18 Rua Ana Neri. 416 Benfica Rio de Janeiro/RJ CEP 20911-442 Tel (21) 3891-9900

Leia mais

ESTUDO EM APARELHO DE ELETROLIPÓLISE PARA VERIFICAÇÃO DE MUDANÇAS BIOQUÍMICAS ATRAVÉS DE EXAME URINÁRIO E SANGUÍNEO

ESTUDO EM APARELHO DE ELETROLIPÓLISE PARA VERIFICAÇÃO DE MUDANÇAS BIOQUÍMICAS ATRAVÉS DE EXAME URINÁRIO E SANGUÍNEO 1 ESTUDO EM APARELHO DE ELETROLIPÓLISE PARA VERIFICAÇÃO DE MUDANÇAS BIOQUÍMICAS ATRAVÉS DE EXAME URINÁRIO E SANGUÍNEO TITLE: STUDY IN DEVICE OF ELETROLIPÓLISYS FOR VERIFICATION OF CHANGES BIOCHEMISTS THROUGH

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA PERFIL HEMATOLÓGICO E BIOQUÍMICO SÉRICO DE GATOS DOMÉSTICOS (Felis catus - Linnaeus, 1758), DA RAÇA PERSA E MESTIÇOS Álisson Souza Costa

Leia mais

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS UNIDADE FUNCIONAL PATOLOGIA E MEDICINA LABORATORIAL

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS UNIDADE FUNCIONAL PATOLOGIA E MEDICINA LABORATORIAL Emissão: 28/06/2015 às 17:45 Fl.: 1 PROLACTINA Método: ELETROQUIMILUMINESCÊNCIA RESULTADO: 10,3 ng/ml V.R.: Mulher não grávida: 3,0-18,6 ng/ml Homens: 3,7-17,9 ng/ml SÓDIO MATERIAL: SANGUE Método: POTENCIOMÉTRICO

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICIPIO DE ITATIBA DO SUL COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES EDITAL DE TOMADA DE PREÇO N.º 017/2013

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICIPIO DE ITATIBA DO SUL COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES EDITAL DE TOMADA DE PREÇO N.º 017/2013 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO N.º 017/2013 O Município de Itatiba do Sul, RS, torna público, em conformidade com a Lei Federal n.º 8.666/93 e suas alterações, que no dia 20 de dezembro de 2013, às 10:00 horas,

Leia mais

VITAMINAS. Valores retirados de Tabela da composição de Alimentos. Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge

VITAMINAS. Valores retirados de Tabela da composição de Alimentos. Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge PELO SEU BEM ESTAR baixo teor de Gordura e Sódio; é rica em Vitamina B12; fonte de Vitamina D, Energia (Kcal) 83 Gordura (g) 1.4 Ác. gordos saturados (g) 0.2 Ác. gordos monoinsaturados (g) 0.4 Ác. gordos

Leia mais

CBHPM 4.03.01.40-0 AMB 28.01.032-9. 20 40,078 1.112 K 1,0 1.713 K 1,550 g/cm 3 Ca [Ar]4s 2 Cálcio

CBHPM 4.03.01.40-0 AMB 28.01.032-9. 20 40,078 1.112 K 1,0 1.713 K 1,550 g/cm 3 Ca [Ar]4s 2 Cálcio CÁLCIO Ca CBHPM 4.03.01.40-0 AMB 28.01.032-9 Sinonímia: Ca. Calcemia. Cálcio total. Calciúria. Cálcio urinário. Sulkowitch = prova obsoleta para calciúria. Fisiologia: 20 40,078 1.112 K 1,0 1.713 K 1,550

Leia mais

HEMOGRAMA COMPLETO ERITOGRAMA:

HEMOGRAMA COMPLETO ERITOGRAMA: HEMOGRAMA COMPLETO Método: Automação ERITOGRAMA: Referências Hemácias...: 4,58 milhões /mm3 4.00 a 5.20 milhôes/mm3 Hemoglobina...: 14,40 g % 11.7 a 15.7 g% Hematócrito...: 41,5 % 36.0 a 47.0 % Volume

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE OCARA

ESTADO DO CEARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE OCARA CARTA CONVITE Nº 0305.01/2013 LICITAÇÃO DO TIPO MENOR PREÇO GLOBAL PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA REALIZAÇÃO DE EXAMES LABORATÓRIAIS DE ANÁLISE CLINICA PARA AUXILIO EM DIAGNÓSTICOS E TRATAMENTO DE CLIENTES

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE: Tomada de Preços

EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE: Tomada de Preços EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE: Tomada de Preços Processo nº...: 25/11 Modalidade...: Tomada de Preços nº 3/2011 Data de Recebimento dos Envelopes: 17/05/11 Horário...: 09:00 --------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Prefeitura Municipal de Goiânia

Prefeitura Municipal de Goiânia Prefeitura Municipal de Goiânia Extrato da Ata de Registro de Preços referente ao Pregão Presencial Nº 001/2009 Interessado: Prefeitura Municipal de Goiânia Processo Nº 33431996/2008 Objeto: Aquisição

Leia mais

Ministério da Saúde GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 3.193, DE 24 DEZEMBRO DE 2008

Ministério da Saúde GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 3.193, DE 24 DEZEMBRO DE 2008 Ministério da Saúde GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 3.193, DE 24 DEZEMBRO DE 2008 Altera a Tabela de Procedimentos, Medicamentos, Órteses/Próteses e Materiais Especiais do Sistema Único de Saúde - SUS.

Leia mais

COBAS MIRA PLUS ATUALIZAÇÃO JULHO 2004. Visite nosso site :

COBAS MIRA PLUS ATUALIZAÇÃO JULHO 2004. Visite nosso site : CBAS MIRA PLUS ATUALIZAÇÃ JULH 2004 Av. Pedroso de Morais, 613, 3 º andar CEP 05419-000 - São Paulo SP Brasil Fone: (11) 3816 5968 Fax: (11) 3212 3017 e-mail: labinbraz@wiener-lab.com.br Visite nosso site

Leia mais

FISIOLOGIA ANIMAL II

FISIOLOGIA ANIMAL II DEPARTAMENTO DE ZOOLOGIA FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DE COIMBRA FISIOLOGIA ANIMAL II AULAS e 3 DETERMINAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO DE GLICOSE E LÍPIDOS NO SANGUE POR COLORIMETRIA CAETANA CARVALHO,

Leia mais

NO ANEXO I (TR) ONDE SE LÊ

NO ANEXO I (TR) ONDE SE LÊ 1º ADENDO AO EDITAL DO PREGÃO PRESENCIAL N. 35/2013 (PROCESSO N. 176432/2013) O Município de Várzea Grande, por meio do Pregoeiro Oficial designado pelas Portarias n. 284, 419 e 422/2013, no uso de suas

Leia mais

DIRECÇÃO DE COMPROVAÇÃO DA QUALIDADE DIRECÇÃO DE PRODUTOS DE SAÚDE DIRECÇÃO DE INSPECÇÃO E LICENCIAMENTO. Soluções Concentradas para Hemodiálise

DIRECÇÃO DE COMPROVAÇÃO DA QUALIDADE DIRECÇÃO DE PRODUTOS DE SAÚDE DIRECÇÃO DE INSPECÇÃO E LICENCIAMENTO. Soluções Concentradas para Hemodiálise DIRECÇÃO DE COMPROVAÇÃO DA QUALIDADE DIRECÇÃO DE PRODUTOS DE SAÚDE DIRECÇÃO DE INSPECÇÃO E LICENCIAMENTO Soluções Concentradas para Hemodiálise ENQUADRAMENTO O INFARMED, I.P., enquanto Autoridade Competente

Leia mais

Determinação quantitativa in vitro da atividade catalítica da CKMB em soro e plasma humano.

Determinação quantitativa in vitro da atividade catalítica da CKMB em soro e plasma humano. POP n.º: B07 Página 1 de 5 1. Sinonímia: CKMB, MB. Mnemônico: MB 2. Aplicabilidade: Bioquímicos do setor de bioquímica do LAC-HNSC. 3. Aplicação clínica: Determinação quantitativa in vitro da atividade

Leia mais

PROTOCOLO DE ABORDAGEM E TRATAMENTO DA SEPSE GRAVE E CHOQUE SÉPTICO DAS UNIDADES DE PRONTO ATENDIMENTO (UPA)/ ISGH

PROTOCOLO DE ABORDAGEM E TRATAMENTO DA SEPSE GRAVE E CHOQUE SÉPTICO DAS UNIDADES DE PRONTO ATENDIMENTO (UPA)/ ISGH PROTOCOLO DE ABORDAGEM E TRATAMENTO DA SEPSE GRAVE E CHOQUE SÉPTICO DAS UNIDADES DE PRONTO ATENDIMENTO (UPA)/ ISGH 1. APRESENTAÇÃO A SEPSE TEM ALTA INCIDÊNCIA, ALTA LETALIDADE E CUSTO ELEVADO, SENDO A

Leia mais

1 de 5 18-02-2016 10:35

1 de 5 18-02-2016 10:35 COMPRASNET O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração LatinoAmericana Ata de Formação do de abertura: 01/02/2016 09:01 Número da portaria: Portaria PROAGI 98/2015

Leia mais

MANUAL DE EXAMES SETOR DE BIOQUÍMICA

MANUAL DE EXAMES SETOR DE BIOQUÍMICA ME - B Página 1 de 39 Exame: ÁCIDO FÓLICO - FOL Amostra: Soro Folato Rotina: De 2ª a 6ª-feira Exame: ÁCIDO LÁTICO NO LÍQUOR - LTQ Amostra: Líquor Lactato no líquor Método: Eletrodo seletivo Exame: ÁCIDO

Leia mais

MANUAL DE COLETA PARA ANÁLISES CLÍNICAS

MANUAL DE COLETA PARA ANÁLISES CLÍNICAS MANUAL DE COLETA PARA ANÁLISES CLÍNICAS O material coletado e conservado adequadamente torna-se de grande valor, proporcionando informações importantes para o clínico chegar a um diagnóstico. Uma coleta

Leia mais

Amostras - Critérios para Uso

Amostras - Critérios para Uso O laboratório clínico é um componente importante no contexto da saúde pública, fornecendo subsídios ao médico nas dúvidas decorrentes da história clínica e exame físico do paciente. O laboratório clínico

Leia mais

!"#""#!""$ Estamos a disposição para quaisquer outros projetos que se fizerem necessários. Cordialmente,

!##!$ Estamos a disposição para quaisquer outros projetos que se fizerem necessários. Cordialmente, !"#""#!""$ %%& '(' ) À Gerência Geral de Tecnologia e Serviço de Saúde A/C: Dra. Lucila Pedroso da Cruz Prezada Doutora, Conforme solicitação através do ofício nº 060/GGTSS/ANVISA de 21/03/2002, estamos

Leia mais

Principal função exócrina = produção, secreção e estoque de enzimas digestivas (gordura, proteínas e polissacarideos) Cães: Possuem dois ductos

Principal função exócrina = produção, secreção e estoque de enzimas digestivas (gordura, proteínas e polissacarideos) Cães: Possuem dois ductos Principal função exócrina = produção, secreção e estoque de enzimas digestivas (gordura, proteínas e polissacarideos) Cães: Possuem dois ductos pancreáticos (principal e acessório) Gatos: Ducto biliar

Leia mais

TABELA DE EXAMES 2012

TABELA DE EXAMES 2012 TABELA DE EXAMES 2012 HEMATOLOGIA Hemograma completo (com plaquetas) Sangue com EDTA até 1 dia Proteína Plasmática + Hematócrito Sangue com EDTA até 1 dia Eritrograma Sangue com EDTA até 1 dia Leucograma

Leia mais

VITAMINAS. Valores retirados de Tabela da composição de Alimentos. Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge

VITAMINAS. Valores retirados de Tabela da composição de Alimentos. Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge PELO SEU BEM ESTAR Tem alto teor de Proteína; é rico em Cálcio, Fósforo e Vitamina B12; fonte de Vitaminas A, E e B2. Valores de referência do requeijão com 13% proteína Energia (Kcal) 187 Proteína (g)

Leia mais

INÁCIO AFONSO KROETZ

INÁCIO AFONSO KROETZ FOOD INTELLIGENCE Nome Empresarial: FOOD INTELLIGENCE - CONSULTORIA TÉCNICA EM ALIMENTOS S/S LTDA CNPJ: 03.627.116/0001-43 Endereço: Rua Pássaros e Flores, nº 141 Bairro: Brooklin CEP: 04.704-000 Cidade:

Leia mais

Regulação dos níveis iônicos do sangue (Na +, K +, Ca 2+, Cl -, HPO 4. , K +, Mg 2+, etc...)

Regulação dos níveis iônicos do sangue (Na +, K +, Ca 2+, Cl -, HPO 4. , K +, Mg 2+, etc...) Regulação dos níveis iônicos do sangue (Na +, K +, Ca 2+, Cl -, HPO 4 2-, K +, Mg 2+, etc...) Regulação do equilíbrio hidrossalino e da pressão arterial; Regulação do ph sanguíneo (H +, HCO 3- ); Síntese

Leia mais

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS UNIDADE FUNCIONAL PATOLOGIA E MEDICINA LABORATORIAL

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS UNIDADE FUNCIONAL PATOLOGIA E MEDICINA LABORATORIAL Emissão: 28/06/2015 às 17:42 Fl.: 1 PROLACTINA Método: ELETROQUIMILUMINESCÊNCIA RESULTADO: 6,9 ng/ml V.R.: Mulher não grávida: 3,0-18,6 ng/ml Homens: 3,7-17,9 ng/ml GLICOSE RESULTADO: 92 mg/dl V.R.: Jejum:

Leia mais

INDICE. Introdução 03. Reagentes para Pesquisa Visual ou Qualitativa 03 Reagentes para Análise Quantitativa 03

INDICE. Introdução 03. Reagentes para Pesquisa Visual ou Qualitativa 03 Reagentes para Análise Quantitativa 03 1 INDICE Introdução 03 Reagentes para Pesquisa Visual ou Qualitativa 03 Reagentes para Análise Quantitativa 03 A Água como Reagente 04 Destilação 04 Deionização 04 Osmose Reversa 04 Filtração através de

Leia mais

HEMOGRAMA COMPLETO Método : Análise realizada por Citometria de fluxo fluorescente e impedância "XE2100-Sysmex" Material: SANGUE TOTAL COM EDTA

HEMOGRAMA COMPLETO Método : Análise realizada por Citometria de fluxo fluorescente e impedância XE2100-Sysmex Material: SANGUE TOTAL COM EDTA Unidade :CRISPIM Página: 1/18 HEMOGRAMA COMPLETO Método : Análise realizada por Citometria de fluxo fluorescente e impedância "XE2100-Sysmex" Material: SANGUE TOTAL COM EDTA Eritrograma Valores de Referência

Leia mais

SERVIÇO DE CIRURGIA GERAL. Coordenador: Dr Laércio Robles PROTOCOLOS AMBULATORIAIS DE REFERÊNCIA / CONTRA REFERÊNCIA DO HSM COM A REDE BÁSICA

SERVIÇO DE CIRURGIA GERAL. Coordenador: Dr Laércio Robles PROTOCOLOS AMBULATORIAIS DE REFERÊNCIA / CONTRA REFERÊNCIA DO HSM COM A REDE BÁSICA R: Santa Marcelina, 177 Itaquera Fone (0xx11) 6170-6279 CEP 08270-070 - SÅo Paulo-SP SERVIÇO DE CIRURGIA GERAL Coordenador: Dr Laércio Robles PROTOCOLOS AMBULATORIAIS DE REFERÊNCIA / CONTRA REFERÊNCIA

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº 053/2009

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº 053/2009 PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº 053/2009 DATA DE ABERTURA: 15 de junho de 2009 HORÁRIO: 13:00 horas LOCAL DA SESSÃO PÚBLICA: Sala da

Leia mais

Avaliação da Função Renal. Dr. Alexandre S. Fortini Divisão de Laboratório Central HC-FMUSP

Avaliação da Função Renal. Dr. Alexandre S. Fortini Divisão de Laboratório Central HC-FMUSP Avaliação da Função Renal Dr. Alexandre S. Fortini Divisão de Laboratório Central HC-FMUSP Funções do Rim Balanço hídrico e salino Excreção de compostos nitrogenados Regulação ácido-base Metabolismo ósseo

Leia mais

SERVIÇO DE CONTROLE EXTERNO DE QUALIDADE - CEQ

SERVIÇO DE CONTROLE EXTERNO DE QUALIDADE - CEQ SERVIÇO DE CONTROLE EXTERNO DE QUALIDADE - CEQ ANEMIA: capacidade de fixação de ferro (livre e total), ferritina, ferro, transferrina. ácido fólico, vitamina b12, pré-albumina e TSH. Autoimunidade I: Anti-DNA,

Leia mais

Laboratório. PATOLOGIA CLÍNICA (laboratório) BIOQUÍMICA

Laboratório. PATOLOGIA CLÍNICA (laboratório) BIOQUÍMICA Laboratório PATOLOGIA CLÍNICA (laboratório) BIOQUÍMICA Tel: 2107-5313 1 Acido Úrico. 2 Albumina. 3 Albumina em urina isolada. 4 Albumina Fluidos Corporais. 5 Alfa 1 glicoproteína ácida. 6 Alfa Amilase.

Leia mais

IGF-1 e IGFBP-3 > - 1DP (ou normais) Teste de estímulo para GH Baixa probabilidade de deficiência de GH. GH > 5,5 ng/ml

IGF-1 e IGFBP-3 > - 1DP (ou normais) Teste de estímulo para GH Baixa probabilidade de deficiência de GH. GH > 5,5 ng/ml AVALIAÇÃO DE BAIXA ESTATURA Criança com estatura > -2 DP para idade e sexo Crianças com estatura < -2 DP ou velocidade de crescimento < -1 DP ou com mudança no canal de crescimento Observar dados clínicos

Leia mais

AVALIAÇÃO DO GRAU DE HEMÓLISE E SUA INTERFERÊNCIA EM ANÁLISES BIOQUÍMICAS DE AMOSTRAS OBTIDAS POR DIFERENTES TÉCNICAS DE COLETA DE SANGUE VENOSO

AVALIAÇÃO DO GRAU DE HEMÓLISE E SUA INTERFERÊNCIA EM ANÁLISES BIOQUÍMICAS DE AMOSTRAS OBTIDAS POR DIFERENTES TÉCNICAS DE COLETA DE SANGUE VENOSO 26 a 29 de outubro de 2010 ISBN 978-85-61091-69-9 AVALIAÇÃO DO GRAU DE HEMÓLISE E SUA INTERFERÊNCIA EM ANÁLISES BIOQUÍMICAS DE AMOSTRAS OBTIDAS POR DIFERENTES TÉCNICAS DE COLETA DE SANGUE VENOSO Marina

Leia mais

Parasitológico de Fezes

Parasitológico de Fezes Data de impressão: 03/04/2012 14:52:53 Parasitológico de Fezes Material: Fezes (a fresco) Método: HPJ e Microscopia Ótica Resultado: Análise Macroscópica: - Consistência: Pastosa - Coloração...: Castanho

Leia mais

ELABORADO: Luiz Artur

ELABORADO: Luiz Artur 1/5 1. NOME DO TESTE Determinação do ácido trans,trans mucônico urinário; determinação AttM em urina. determinação de ttma em urina; 2. APLICAÇÃO CLíNICA O ácido trans, trans mucônico é utilizado como

Leia mais