Resultados Anteriores:89.0[19/04/2016];91.0[30/09/2015];113.0[09/09/2015];101.0[28/07/2015];85.0[26/06/2015];

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Resultados Anteriores:89.0[19/04/2016];91.0[30/09/2015];113.0[09/09/2015];101.0[28/07/2015];85.0[26/06/2015];"

Transcrição

1 Pag.: 1 de 7 GLICOSE (GLICEMIA JEJUM) 84.0 mg/dl MÉTODO:CINÉTICO ENZIMÁTICO - ADVIA SIEMENS VALORES DE REFERÊNCIA: mg/dl Resultados Anteriores:89.0[19/04/2016];91.0[30/09/2015];113.0[09/09/2015];101.0[28/07/2015];85.0[26/06/2015]; URÉIA 58.0 mg/dl VALORES DE REFERÊNCIA: 19.2 A 49.2 mg/dl Resultados Anteriores:57.0[19/04/2016];59.0[30/09/2015];69.0[09/09/2015];55.0[28/07/2015];41.0[26/06/2015];... CREATININA 1.1 mg/dl VALORES DE REFERÊNCIA: HOMENS : 0.7 A 1.3 mg/dl MULHERES: 0.5 A 1.1 mg/dl Resultados Anteriores:1.2[19/04/2016];1.2[30/09/2015];1.3[09/09/2015];1.2[28/07/2015];0.9[26/06/2015];...

2 Pag.: 2 de 7 AST(TGO) 27.0 U/L VALORES DE REFERÊNCIA: < 34 U/L ALT(TGP) 22.0 U/L VALORES DE REFERÊNCIA: U/L BILIRRUBINA TOTAL E FRAÇÕES BILIRRUBINA TOTAL 0.70 mg/dl. VALORES DE REFERÊNCIA: 0.30 A 1.20 mg/dl. BILIRRUBINA DIRETA 0.40 mg/dl. VALORES DE REFERÊNCIA: ATÉ 0.20 mg/dl. BILIRRUBINA INDIRETA 0.30 mg/dl. VALORES DE REFERÊNCIA: ATÉ 1.00 mg/dl....

3 Pag.: 3 de 7 FOSFATASE ALCALINA 92.0 U/L MÉTODO: CINÉTICO - ADVIA SIEMENS VALORES REFERÊNCIA: ADULTOS :45 A 129 U/L CRIANÇAS : ********* MASCULINOS****** ****** FEMININOS *********** * * * 4 ANOS: U/L * 4 ANOS: U/L * * 5 ANOS: U/L * 5 ANOS: U/L * * 6 ANOS: U/L * 6 ANOS: U/L * * 7 ANOS: U/L * 7 ANOS: U/L * * 8 ANOS: U/L * 8 ANOS: U/L * * 9 ANOS: U/L * 9 ANOS: U/L * * 10 ANOS: U/L *10 ANOS: U/L * * 11 ANOS: U/L *11 ANOS: U/L * * 12 ANOS: U/L *12 ANOS: U/L * * 13 ANOS: U/L *13 ANOS: U/L * * 14 ANOS: U/L *14 ANOS: U/L * * 15 ANOS: U/L *15 ANOS: U/L * * 16 ANOS: U/L *16 ANOS: U/L * * 17 ANOS: U/L *17-23 ANOS: U/L * * 18 ANOS: U/L *24-45 ANOS:37-98 U/L * *> OU = 19 ANOS: U/L *46-50 ANOS: U/L * * *51-55 ANOS: U/L * * *56-60 ANOS: U/L * * *61-65 ANOS: U/L * * *> OU = 66 ANOS: U/L * * * *. GAMA GLUTAMIL TRANSFERASE VALORES DE REFERÊNCIA: HOMENS : < 73 U/L MULHERES: < 38 U/L 23.0 U/L

4 Pag.: 4 de 7 DEHIDROGENASE LACTICA U/l MÉTODO : CINÉTICO - ADVIA SIEMENS VALORES DE REFERÊNCIA :208 A 378 U/L SÓDIO meq/l VALORES DE REFERÊNCIA : A meq/l POTÁSSIO 4.3 meq/l VALORES DE REFERÊNCIA : 3.5 A 5.5 meq/l

5 Pag.: 5 de 7 CLORETO meq/l VALORES DE REFERÊNCIA : 99 A 109 meq/l RESERVA ALCALINA 27.0 meq/l VALORES DE REFERÊNCIA : 20.0 A 31.0 meq/l CÁLCIO SÉRICO VALOR DE REFERÊNCIA: mg/dl 8.4 mg/dl...

6 Pag.: 6 de 7 MAGNÉSIO 1.2 mg/dl VALORES DE REFERÊNCIA : 1.3 A 2.7 mg/dl... ALBUMINA 3.4 g/dl MÉTODO:COLORIMÉTRICO - ADVIA SIEMENS VALORES DE REFERÊNCIA:3.2 A 4.8 g/dl...

7 Pag.: 7 de 7 TEMPO DE PROTROMBINA COM I.N.R. MÉTODO:CLOTTING STA EVOLUTION PLASMA NORMAL 13.4 seg. PLASMA DO PACIENTE 14.5 seg. ATIVIDADE ENZIMÁTICA 85.0% VALORES DE REFERÊNCIA: 70% A 130% I.N.R 1.11 DATA DA COLETA:

Programações de Automação Biotécnica Clinline 150

Programações de Automação Biotécnica Clinline 150 Indice ÁCIDO ÚRICO - MONO 3 ALBUMINA 4 α-amilase 5 ALT / TGP 6 AST / TGO 7 BILIRRUBINA DIRETA 8 BILIRRUNINA TOTAL 9 CÁLCIO ASX 10 CÁLCIO 11 CK NAC 12 CK MB 13 CLORO 14 COLESTEROL 15 CREATININA 16 DESIDROGENASE

Leia mais

UREIA CREATININA...: Nome...: CESAR AUGUSTO CAVALARI Prontuário.: Destino...: HZS - PS (PÓS CONSULTA)

UREIA CREATININA...: Nome...: CESAR AUGUSTO CAVALARI Prontuário.: Destino...: HZS - PS (PÓS CONSULTA) Destino...: HZS - PS (PÓS CONSULTA) Pág.: 1 /8 UREIA Material: Soro Coletado em: 11/01/2017 13:16 Método: Enzimático Automatizado URÉIA...: 15 mg/dl 10 a 52 mg/dl CREATININA CREATININA...: 0,73 mg/dl TGO

Leia mais

REVISÃO: 06 (04/2012) A SLOTEST TURBIDIMÉTRICO CKMB T P CRTEST TURBIDIMÉTRICO

REVISÃO: 06 (04/2012) A SLOTEST TURBIDIMÉTRICO CKMB T P CRTEST TURBIDIMÉTRICO Manual de Automação VITALAB ECLIPSE PLUS REVISÃO: 06 (04/2012) A SLOTEST TURBIDIMÉTRICO CKMB MICROALBUMINÚRIA T URBIDIMÉTRICO P CRTEST TURBIDIMÉTRICO ÍNDICE REVISÃO: 06 (04/2012) KIT PÁGINA ALBUMINA...01

Leia mais

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS. Dúvidas Técnicas: Telefone: PABX (011) 3053-6611 Ramal: 2028

LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS. Dúvidas Técnicas: Telefone: PABX (011) 3053-6611 Ramal: 2028 Telefone PABX (011) 3053-6611 e-mail hcor@hcor.com.br Dúvidas Técnicas Telefone PABX (011) 3053-6611 Ramal 2028 EQUIPE CLINIC CHECK UP Num. Pedido 050802886 10/08/2005 060000 Emissão 11/08/2005 135055

Leia mais

Material: Sangue c/edta Método..: Citometria/Automatizado e estudo morfológico em esfregaço corado

Material: Sangue c/edta Método..: Citometria/Automatizado e estudo morfológico em esfregaço corado HEMOGRAMA COMPLETO Material: Sangue c/edta Método..: Citometria/Automatizado e estudo morfológico em esfregaço corado ERITROGRAMA V.R: Homens Mulheres Hemacias em milhoes/mm3...: 5,08 4,5 a 5,9 4,0 a 5,4

Leia mais

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS UNIDADE FUNCIONAL PATOLOGIA E MEDICINA LABORATORIAL

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS UNIDADE FUNCIONAL PATOLOGIA E MEDICINA LABORATORIAL Emissão: 28/06/2015 às 17:45 Fl.: 1 PROLACTINA Método: ELETROQUIMILUMINESCÊNCIA RESULTADO: 10,3 ng/ml V.R.: Mulher não grávida: 3,0-18,6 ng/ml Homens: 3,7-17,9 ng/ml SÓDIO MATERIAL: SANGUE Método: POTENCIOMÉTRICO

Leia mais

MEGA ÍNDICE. Manual de Automação - Mega LANÇAMENTOS! CÁLCIO ARSENAZO MICROPROTE pirogalol KIT PÁGINA

MEGA ÍNDICE. Manual de Automação - Mega LANÇAMENTOS! CÁLCIO ARSENAZO MICROPROTE pirogalol KIT PÁGINA Manual de Automação MEGA LANÇAMENTOS! CÁLCIO ARSENAZO MICROPROTE pirogalol * ÍNDICE KIT PÁGINA ALBUMINA...01-02 ALT/TGP CINÉTICA...03-04 AMILASE CNPG...05-06 AST/TGO CINÉTICA...07-08 CÁLCIO ARSENAZO (LANÇAMENTO)...09-10

Leia mais

HEMOGRAMA COMPLETO

HEMOGRAMA COMPLETO ERITROGRAMA HEMOGRAMA COMPLETO REFERENCIAIS PARA ADULTOS ------------------------- Homem Mulher Hemácias em Milhoes/mL...: 4,58 4,5 a 6,5 3,9 a 5,8 Hemoglobina em gdl...: 14,7 13,5 a 18,0 11,5 a 16,4 Hematócrito

Leia mais

Eritrograma. Leucograma

Eritrograma. Leucograma Pág.: 1 / 9 HEMOGRAMA Material: SANGUE TOTAL Coletado em: 10/07/2013 07:32 Método: Automação Cell-Dyn Eritrograma Eritrócitos...: 4,96 milhões/mm Hemoglobina...: 14,40 g% Volume globular...: 42,2 % Volume

Leia mais

Resultados Externos Você possui exames realizados em estabelecimentos credenciados.

Resultados Externos Você possui exames realizados em estabelecimentos credenciados. s Externos Você possui exames realizados em estabelecimentos credenciados. HEMOGLOBINA GLICADA HEMOGRAMA COM PLAQUETAS RESULTADO UNIDADE VALORES DE REFERENCIA ------------------------- ------------------------------

Leia mais

Material: Sangue c/edta Método..: Citometria/Automatizado e estudo morfológico em esfregaço corado

Material: Sangue c/edta Método..: Citometria/Automatizado e estudo morfológico em esfregaço corado HEMOGRAMA COMPLETO Material: Sangue c/edta Método..: Citometria/Automatizado e estudo morfológico em esfregaço corado ERITROGRAMA V.R: Homens Mulheres Hemacias em milhoes/mm3...: 5,38 4,5 a 5,9 4,0 a 5,4

Leia mais

Valores de Referencia (Adultos - Homens) HEMACIAS: 4.85 milhoes/mm3. Relativo (%) /mm3 VR (%) VR (mm3) LEUCOCITOS: 4.400

Valores de Referencia (Adultos - Homens) HEMACIAS: 4.85 milhoes/mm3. Relativo (%) /mm3 VR (%) VR (mm3) LEUCOCITOS: 4.400 Resultados Página: 1/13 HEMOGRAMA ERITROGRAMA Valores de Referencia (Adultos - Homens) HEMACIAS: 4.85 milhoes/mm3 04.50 a 06.10 HEMOGLOBINA: 13.5 g/dl 13.00 a 16.50 HEMATOCRITO: 41.1 % 36.00 a 54.00 VCM:

Leia mais

HEMOGRAMA TATIANA MATIAS MAFRA EDUARDO MIGUEL SCHMIDT

HEMOGRAMA TATIANA MATIAS MAFRA EDUARDO MIGUEL SCHMIDT HEMOGRAMA ERITROGRAMA Hemácias milhões/mm3...: 4,48 3,90 a 5,40 Hemoglobina g/dl...: 12,70 11,00 a 16,10 Hematócrito %...: 38,00 35,00 a 47,00 Vol. Glob. Média em fl...: 84,82 80,00 a 98,00 Hem. Glob.

Leia mais

Resultados de Exames. Data do Exame: 16/04/2015. GASOMETRIA VENOSA Método: Potenciometria/Amperometria/Espectrofotometria

Resultados de Exames. Data do Exame: 16/04/2015. GASOMETRIA VENOSA Método: Potenciometria/Amperometria/Espectrofotometria Data do Exame: 16/04/2015 Paciente: CLAUDIA MACEDO Resultados de Exames GASOMETRIA VENOSA Método: Potenciometria/Amperometria/Espectrofotometria ph : 7,37 7,33 a 7,43 po2 : 157 mmhg 30 a 50 mmhg pco2:

Leia mais

SÓDIO 139 meq/l Valores de ref erência: 134 a 147 meq/l Material: Soro Anteriores:(11/10/2016): 139 Método: Eletrodo Seletiv o

SÓDIO 139 meq/l Valores de ref erência: 134 a 147 meq/l Material: Soro Anteriores:(11/10/2016): 139 Método: Eletrodo Seletiv o SÓDIO 139 meq/l Valores de ref erência: 134 a 147 meq/l (11/10/2016): 139 Método: Eletrodo Seletiv o POTÁSSIO 3,6 meq/l Valores de ref erência: 3,5 a 5,4 meq/l Método: Eletrodo Seletiv o URÉIA 37 mg/dl

Leia mais

PROTOCOLO DE APLICAÇÃO TARGA 3000

PROTOCOLO DE APLICAÇÃO TARGA 3000 ÁCIDO ÚRICO ENZIMÁTICO CÓDIGO VOLUME (ml) Nº. TESTES 100/100-100 100 333 100/100-200 200 666 AUR Pt. Final Único Filtros (A/B) 510 mg/dl Trinder Number of Needle Washes 1 Incub. Reagentes (Sec) 300 Tempo

Leia mais

QUICK LAB / Drake ÁCIDO ÚRICO MONOREAGENTE. NOME ÁCIDO ÚRICO Preparo do Reagente de Cor: MODO PONTO FINAL O Reagente está pronto para uso.

QUICK LAB / Drake ÁCIDO ÚRICO MONOREAGENTE. NOME ÁCIDO ÚRICO Preparo do Reagente de Cor: MODO PONTO FINAL O Reagente está pronto para uso. ÁCIDO ÚRICO MONOREAGENTE NOME ÁCIDO ÚRICO Preparo do Reagente de Cor: MODO PONTO FINAL O Reagente está pronto para uso. LEITURA MONOCROMÁTICA FILTRO 546 nm Estabilidade do Reagente de Uso: TEMPERATURA

Leia mais

CBHPM 4.03.01.40-0 AMB 28.01.032-9. 20 40,078 1.112 K 1,0 1.713 K 1,550 g/cm 3 Ca [Ar]4s 2 Cálcio

CBHPM 4.03.01.40-0 AMB 28.01.032-9. 20 40,078 1.112 K 1,0 1.713 K 1,550 g/cm 3 Ca [Ar]4s 2 Cálcio CÁLCIO Ca CBHPM 4.03.01.40-0 AMB 28.01.032-9 Sinonímia: Ca. Calcemia. Cálcio total. Calciúria. Cálcio urinário. Sulkowitch = prova obsoleta para calciúria. Fisiologia: 20 40,078 1.112 K 1,0 1.713 K 1,550

Leia mais

REVISÃO: 14 (11/2013) CKMB HDLD LDL D C C EMOGLOBINA ICROALBUMINÚRIA. HbA1c URBIDIMÉTRICO P P

REVISÃO: 14 (11/2013) CKMB HDLD LDL D C C EMOGLOBINA ICROALBUMINÚRIA. HbA1c URBIDIMÉTRICO P P Manual de Automação A15 REVISÃO: 14 (11/2013) M A F R C SLOTEST C P P H T OLESTEROL OLESTEROL T U URBIDIMÉTRICO T HDLD LDL D T IRETO IRETO ERRITINA TURBIDIMÉTRICA EMOGLOBINA ICROALBUMINÚRIA CRTEST CRTEST

Leia mais

Material: Sangue c/edta Método..: Citometria/Automatizado e estudo morfológico em esfregaço corado

Material: Sangue c/edta Método..: Citometria/Automatizado e estudo morfológico em esfregaço corado HEMOGRAMA COMPLETO Material: Sangue c/edta Método..: Citometria/Automatizado e estudo morfológico em esfregaço corado ERITROGRAMA V.R: Homens Mulheres Hemacias em milhoes/mm3...: 5,07 4,5 a 5,9 4,0 a 5,4

Leia mais

TENOFOVIR (TDF) ENTECAVIR (ETV) ALFAPEGINTERFERONA

TENOFOVIR (TDF) ENTECAVIR (ETV) ALFAPEGINTERFERONA HEPATITE VIRAL B E COINFECÇÕES Portaria SCTIE/MS nº 43 07/12/2016 Medicamento TENOFOVIR (TDF) ENTECAVIR (ETV) ALFAPEGINTERFERONA (PegIFN) CID 10 B18.1 Apresentação 300 mg (comprimido) 0,5mg (comprimido)

Leia mais

Programa Nacional de Controle de Qualidade Ltda. PNCQ Patrocinado pela SOCIEDADE BRASILEIRA DE ANÁLISES CLÍNICAS - SBAC

Programa Nacional de Controle de Qualidade Ltda. PNCQ Patrocinado pela SOCIEDADE BRASILEIRA DE ANÁLISES CLÍNICAS - SBAC Àcido Lático Ácido Úrico Albumina Alfa 1 Glicoproteína Lactato Oxidase mg/dl 20,2 3,7 TODOS OS PARTICIPANTES mg/dl 18,6 5,2 mg/dl 18,7 5,2 DE mg/dl 13,4 9,1 Fosfotungstato mg/dl 3,2 0,6 Uricase colorimétrico

Leia mais

Programa Nacional de Controle de Qualidade Ltda. PNCQ Patrocinado pela SOCIEDADE BRASILEIRA DE ANÁLISES CLÍNICAS - SBAC

Programa Nacional de Controle de Qualidade Ltda. PNCQ Patrocinado pela SOCIEDADE BRASILEIRA DE ANÁLISES CLÍNICAS - SBAC Íon Seletivo mg/dl 6,9 2,0 Lactato Oxidase mg/dl 7,3 1,0 Roche mg/dl 7,6 0,4 Siemens Advia mg/dl 6,6 0,5 Ácido Lático Siemens Dimension mg/dl 6,1 1,0 U.V. mg/dl 7,4 1,4 TODOS OS PARTICIPANTES mg/dl 7,2

Leia mais

APLICAÇÕES GOLD ANALISA PARA O QUICK LAB

APLICAÇÕES GOLD ANALISA PARA O QUICK LAB ÁCIDO ÚRICO - PP - Cat. 451 200 Determinações - Volume: 200 ml Técnica de Análise: Seguir as Instruções de Uso do produto. Calibração Para a calibração, usar o (1) do kit ou o Calibrador Gold Analisa Cat.

Leia mais

Programa Nacional de Controle de Qualidade Ltda. PNCQ Patrocinado pela SOCIEDADE BRASILEIRA DE ANÁLISES CLÍNICAS - SBAC

Programa Nacional de Controle de Qualidade Ltda. PNCQ Patrocinado pela SOCIEDADE BRASILEIRA DE ANÁLISES CLÍNICAS - SBAC Íon Seletivo mg/dl 7,1 0,4 Lactato Oxidase mg/dl 7,1 0,8 Bioclin U.V. mg/dl 7,4 0,8 Johnson & Johnson mg/dl 6,3 1,5 Roche mg/dl 7,1 0,5 Ácido Lático Siemens Advia mg/dl 6,2 0,7 Siemens Dimension mg/dl

Leia mais

Documento Auxiliar do Conhecimento de Transporte Eletrônico

Documento Auxiliar do Conhecimento de Transporte Eletrônico Documento Auxiliar do Conhecimento de Transporte Eletrônico 8338 Documento Auxiliar do Conhecimento de Transporte Eletrônico 8339 Documento Auxiliar do Conhecimento de Transporte Eletrônico 8340 Documento

Leia mais

Coombs Indireto Soro Jejum desnecessário Fibrinogênio Plasma Jejum desnecessário Grupo Sangüíneo Sangue total com EDTA e K3 Jejum desnecessário

Coombs Indireto Soro Jejum desnecessário Fibrinogênio Plasma Jejum desnecessário Grupo Sangüíneo Sangue total com EDTA e K3 Jejum desnecessário HEMATOLOGIA: Células LE Sangue sem anticoagulante Jejum desnecessário Coombs Direto Sangue total com EDTA Jejum desnecessário Coombs Indireto Soro Jejum desnecessário Fibrinogênio Plasma Jejum desnecessário

Leia mais

KATAL. BTS 302 a 310 BioSystems ACIDO URICO. SAC INTERTECK KATAL : (_11) LOCALIDAD...* PUNTO FINAL COM ESTANDAR

KATAL. BTS 302 a 310 BioSystems ACIDO URICO. SAC INTERTECK KATAL : (_11) LOCALIDAD...* PUNTO FINAL COM ESTANDAR ACIDO URICO : mg/dl MODO LECTURA : MONOCROMÁTICA : 546nm TIEMPO ESTABIL. : 1 VOL.ASP. :800 TIPO DE REACCION : CRESCIENTE ESTANDAR : * Reagente de trabalho: Pronto para uso. Estabilidade: 18 meses, se armazenado

Leia mais

FUNÇÃO HEPÁTICA. Msc. Danielle Rachel

FUNÇÃO HEPÁTICA. Msc. Danielle Rachel FUNÇÃO HEPÁTICA Msc. Danielle Rachel 1 S FÍGADO 2 FUNÇÃO S Órgão de funções múltiplas e fundamentais para o funcionamento do organismo. Entre elas, destacam-se: ü Armazenamento de glicose: O glicogênio

Leia mais

ÁCIDO ÚRICO 1 ml de soro refrigerado Jejum de 4 horas Refrigerada(2-8 ºC): 3 dias;

ÁCIDO ÚRICO 1 ml de soro refrigerado Jejum de 4 horas Refrigerada(2-8 ºC): 3 dias; EXAME BIOQUÍMICOS MATERIAL CONDIÇÕES DE COLETA ESTABILIDADE DA AMOSTR ÁCIDO ÚRICO 1 ml de soro refrigerado Jejum de 4 horas Refrigerada(2-8 ºC): 3 dias; Congelada(-20 ºC): 6 meses. ALBUMINA 1 ml de soro

Leia mais

Programações de Automação Biotécnica COBAS MIRA S

Programações de Automação Biotécnica COBAS MIRA S Página 1 Página 2 Indice ÁCIDO ÚRICO 03 ALBUMINA 04 -AMILASE 05 ALT/TGP 06 AST/TGO 07 BILIRRUBINA DIRETA (MONO) 08 BILIRRUBINA DIRETA (BI) 09 BILIRRUBINA TOTAL (MONO) 10 BILIRRUBINA TOTAL (BI) 11 CÁLCIO

Leia mais

Certifico que este documento da empresa CELG DISTRIBUIÇÃO S.A. - CELG D, Nire: 52 30000295-8, foi deferido e arquivado na Junta Comercial do Estado

Certifico que este documento da empresa CELG DISTRIBUIÇÃO S.A. - CELG D, Nire: 52 30000295-8, foi deferido e arquivado na Junta Comercial do Estado Pág 12 de 60 Pág 13 de 60 Pág 14 de 60 Pág 15 de 60 Pág 16 de 60 Pág 17 de 60 Pág 18 de 60 Pág 19 de 60 Pág 20 de 60 Pág 21 de 60 Pág 22 de 60 Pág 23 de 60 Pág 24 de 60 Pág 25 de 60 Pág 26 de 60 Pág 27

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº 5496096 em 23/04/2015 da Empresa OMEGA GERACAO S.A., Nire 31300093107 e

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº 5496096 em 23/04/2015 da Empresa OMEGA GERACAO S.A., Nire 31300093107 e pág. 1/21 pág. 2/21 pág. 3/21 pág. 4/21 pág. 5/21 pág. 6/21 pág. 7/21 pág. 8/21 pág. 9/21 pág. 10/21 pág. 11/21 pág. 12/21 pág. 13/21 pág. 14/21 pág. 15/21 pág. 16/21 pág. 17/21 pág. 18/21 pág. 19/21 pág.

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº 5512916 em 22/05/2015 da Empresa UNIMED BELO HORIZONTE COOPERATIVA DE TRABALHO

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº 5512916 em 22/05/2015 da Empresa UNIMED BELO HORIZONTE COOPERATIVA DE TRABALHO pág. 2/33 pág. 3/33 pág. 4/33 pág. 5/33 pág. 6/33 pág. 7/33 pág. 8/33 pág. 9/33 pág. 10/33 pág. 11/33 pág. 12/33 pág. 13/33 pág. 14/33 pág. 15/33 pág. 16/33 pág. 17/33 pág. 18/33 pág. 19/33 pág. 20/33

Leia mais

Certifico que este documento da empresa COOPERATIVA DE CRÉDITO DOS MAGISTRADOS, SERVIDORES DA JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS E EMPREGADOS DA CELG LTDA,

Certifico que este documento da empresa COOPERATIVA DE CRÉDITO DOS MAGISTRADOS, SERVIDORES DA JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS E EMPREGADOS DA CELG LTDA, Pág 9 de 58 Pág 11 de 58 Pág 13 de 58 Pág 15 de 58 Pág 17 de 58 Pág 19 de 58 Pág 21 de 58 Pág 23 de 58 Pág 25 de 58 Pág 27 de 58 Pág 29 de 58 Pág 31 de 58 Pág 33 de 58 Pág 35 de 58 Pág 37 de 58 Pág 39

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 08/05/2015 da Empresa UNIMED JUIZ DE FORA COOPERATIVA DE TRABALHO

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 08/05/2015 da Empresa UNIMED JUIZ DE FORA COOPERATIVA DE TRABALHO pág. 16/49 pág. 17/49 pág. 18/49 pág. 19/49 pág. 20/49 pág. 21/49 pág. 22/49 pág. 23/49 pág. 24/49 pág. 25/49 pág. 26/49 pág. 27/49 pág. 28/49 pág. 29/49 pág. 30/49 pág. 31/49 pág. 32/49 pág. 33/49 pág.

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 21/11/2014 da Empresa ANDRADE GUTIERREZ S/A, Nire e

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 21/11/2014 da Empresa ANDRADE GUTIERREZ S/A, Nire e pág. 1/46 pág. 2/46 pág. 3/46 pág. 4/46 pág. 5/46 pág. 6/46 pág. 7/46 pág. 8/46 pág. 9/46 pág. 10/46 pág. 11/46 pág. 12/46 pág. 13/46 pág. 14/46 pág. 15/46 pág. 16/46 pág. 17/46 pág. 18/46 pág. 19/46 pág.

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico que este documento da empresa COOPERNOVA COOPERATIVA NOVALIMENSE DE TRANSPORTE DE CARGAS E

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico que este documento da empresa COOPERNOVA COOPERATIVA NOVALIMENSE DE TRANSPORTE DE CARGAS E pág. 1/23 pág. 2/23 pág. 3/23 pág. 4/23 pág. 5/23 pág. 6/23 pág. 7/23 pág. 8/23 pág. 9/23 pág. 10/23 pág. 11/23 pág. 12/23 pág. 13/23 pág. 14/23 pág. 15/23 pág. 16/23 pág. 17/23 pág. 18/23 pág. 19/23 pág.

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 19/10/2015 da Empresa COOPERATIVA DE CONSUMO DOS SERVIDORES DO

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 19/10/2015 da Empresa COOPERATIVA DE CONSUMO DOS SERVIDORES DO pág. 1/26 pág. 2/26 pág. 3/26 pág. 4/26 pág. 5/26 pág. 6/26 pág. 7/26 pág. 8/26 pág. 9/26 pág. 10/26 pág. 11/26 pág. 12/26 pág. 13/26 pág. 14/26 pág. 15/26 pág. 16/26 pág. 17/26 pág. 18/26 pág. 19/26 pág.

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 13/04/2016 da Empresa ALGAR TI CONSULTORIA S/A, Nire e

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 13/04/2016 da Empresa ALGAR TI CONSULTORIA S/A, Nire e pág. 1/71 pág. 2/71 pág. 3/71 pág. 4/71 pág. 5/71 pág. 6/71 pág. 7/71 pág. 8/71 pág. 9/71 pág. 10/71 pág. 11/71 pág. 12/71 pág. 13/71 pág. 14/71 pág. 15/71 pág. 16/71 pág. 17/71 pág. 18/71 pág. 19/71 pág.

Leia mais

Certifico que este documento da empresa UNIMED MONTES CLAROS COOPERATIVA DE TRABALHO MEDICO, Nire: , foi deferido e arquivado na Junta

Certifico que este documento da empresa UNIMED MONTES CLAROS COOPERATIVA DE TRABALHO MEDICO, Nire: , foi deferido e arquivado na Junta pág. 1/34 pág. 2/34 pág. 3/34 pág. 4/34 pág. 5/34 pág. 6/34 pág. 7/34 pág. 8/34 pág. 9/34 pág. 10/34 pág. 11/34 pág. 12/34 pág. 13/34 pág. 14/34 pág. 15/34 pág. 16/34 pág. 17/34 pág. 18/34 pág. 19/34 pág.

Leia mais

Certifico que este documento da empresa COOPERATIVA DE CRÉDITO LIVRE ADMISSÃO DO VALE DO SÃO PATRÍCIO LTDA, Nire: 52 40000248-8, foi deferido e

Certifico que este documento da empresa COOPERATIVA DE CRÉDITO LIVRE ADMISSÃO DO VALE DO SÃO PATRÍCIO LTDA, Nire: 52 40000248-8, foi deferido e Pág 38 de 74 Pág 39 de 74 Pág 40 de 74 Pág 41 de 74 Pág 42 de 74 Pág 43 de 74 Pág 44 de 74 Pág 45 de 74 Pág 46 de 74 Pág 47 de 74 Pág 48 de 74 Pág 49 de 74 Pág 50 de 74 Pág 51 de 74 Pág 52 de 74 Pág 53

Leia mais

Perfil Hepático FÍGADO. Indicações. Alguns termos importantes

Perfil Hepático FÍGADO. Indicações. Alguns termos importantes FÍGADO Perfil Hepático glândula do corpo quadrante superior direito do abdômen Funções do FígadoF Receber os nutrientes absorvidos no intestino transformar a estrutura química de medicamentos e outras

Leia mais

EXAMES BIOQUÍMICOS. Profa Dra Sandra Zeitoun Aula 3

EXAMES BIOQUÍMICOS. Profa Dra Sandra Zeitoun Aula 3 EXAMES BIOQUÍMICOS Profa Dra Sandra Zeitoun Aula 3 Íons/Eletrólitos do plasma No plasma existem diversos eletrólitos positivos: Na+, K+, Ca², Mg² E eletrólitos negativos: Cl-, HCO3-, fosfatos e proteínas.

Leia mais

EXAMES CLASSIFICAÇÃO prazo material COLETA VETERINARIO. cloretos Bioquimico até 24h tubo vermelho R$ 20,00 R$

EXAMES CLASSIFICAÇÃO prazo material COLETA VETERINARIO. cloretos Bioquimico até 24h tubo vermelho R$ 20,00 R$ . TABELA DE PREÇOS 2015 EXAMES CLASSIFICAÇÃO prazo material COLETA VETERINARIO ácido úrico Bioquimico até 24h tubo vermelho R$ 20,00 R$ 14,00 Aplicação ACTH = R$ 15,00/Kg Hormonal ----------- -----------------

Leia mais

CAMPANHA DE DIABETES E HIPERTENSÃO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO. Secretaria da Área da Saúde

CAMPANHA DE DIABETES E HIPERTENSÃO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO. Secretaria da Área da Saúde CAMPANHA DE DIABETES E HIPERTENSÃO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO Secretaria da Área da Saúde Anita Salvadori Randi Mestre em Enfermagem Maria Socorro Feitosa Borsio Mestre em Enfermagem Ana Rita

Leia mais

Orientações aos interessados na aquisição dos itens listados abaixo:

Orientações aos interessados na aquisição dos itens listados abaixo: Aquisição de MATERIAL DE CONSUMO MEDICO HOSPITALAR pelo Sistema de Registro de Preços/UFV Pregão 079/2017 Processo 002723/2017 Vigência da ata: 06/06/2018 Orientações aos interessados na aquisição dos

Leia mais

Leucocitoses: o que há além dos processos inflamatórios

Leucocitoses: o que há além dos processos inflamatórios Leucocitoses: o que há além dos processos inflamatórios Inflamação Leucocitose fisiológica (epinefrina) Dor, medo, exercício Leucograma de estresse (glicocorticoide) Hiperadrenocorticismo, corticoterapia,

Leia mais

Defeito da MCAD. Caso Clínico. Caso Clínico. Caso Clínico. Antecedentes Pessoais. História da doença: Unidade de Doenças Metabólicas

Defeito da MCAD. Caso Clínico. Caso Clínico. Caso Clínico. Antecedentes Pessoais. História da doença: Unidade de Doenças Metabólicas Unidade de Doenças Metabólicas Teresa Almeida Campos 10 de Março de 2010 TCS, sexo feminino, 3 anos de idade, etnia cigana Admitida no Hospital de São João a 6/7/1993, após transferência do Hospital de

Leia mais

Fonoaudiologia. Caderno de Questões PROVA DISCURSIVA. SRH Superintendência DESEN. de Recursos Humanos

Fonoaudiologia. Caderno de Questões PROVA DISCURSIVA. SRH Superintendência DESEN. de Recursos Humanos Fonoaudiologia 2012 Caderno de Questões PROVA DISCURSIVA SRH Superintendência de Recursos Humanos DESEN Departamento de Seleção e Desenvolvimento de Pessoal 01 Um homem de 50 anos de idade, com cirrose

Leia mais

PROTOCOLO DE ABORDAGEM E TRATAMENTO DA SEPSE GRAVE E CHOQUE SÉPTICO DAS UNIDADES DE PRONTO ATENDIMENTO (UPA)/ ISGH

PROTOCOLO DE ABORDAGEM E TRATAMENTO DA SEPSE GRAVE E CHOQUE SÉPTICO DAS UNIDADES DE PRONTO ATENDIMENTO (UPA)/ ISGH PROTOCOLO DE ABORDAGEM E TRATAMENTO DA SEPSE GRAVE E CHOQUE SÉPTICO DAS UNIDADES DE PRONTO ATENDIMENTO (UPA)/ ISGH 1. APRESENTAÇÃO A SEPSE TEM ALTA INCIDÊNCIA, ALTA LETALIDADE E CUSTO ELEVADO, SENDO A

Leia mais

Protocolos de Aplicação

Protocolos de Aplicação Protocolos de Aplicação IN VITRO Diagnóstica MEGA Rua Cromita 278 - Distrito Industrial - Itabira - MG Telefax: 31 3834-6400 e.mail: dsa@invitro.com.br ÁCIDO ÚRICO ENZIMÁTICO Cat: 10687 Volume: 100 ml

Leia mais

Preparação e estabilidade do reagente de trabalho: utilizar as instruções de uso.

Preparação e estabilidade do reagente de trabalho: utilizar as instruções de uso. Úrico Ácido Úrico Padrão 4 20 Reduzir 10 Pto final Onda primária 505 Reag. Nulo 16 20 Tempo reação 38 42 Decimal 0.1 mg/dl Int linear 0 20 Serum inferior/superior 3,6---8,2 Water + topkal ALB Albumina

Leia mais

Material: Sangue c/edta Método..: Citometria/Automatizado e estudo morfológico em esfregaço corado

Material: Sangue c/edta Método..: Citometria/Automatizado e estudo morfológico em esfregaço corado HEMOGRAMA COMPLETO Material: Sangue c/edta Método..: Citometria/Automatizado e estudo morfológico em esfregaço corado ERITROGRAMA V.R: Homens Mulheres Hemacias em milhoes/mm3...: 6,31 4,5 a 5,9 4,0 a 5,4

Leia mais

HEMOGRAMA COMPLETO Método : Análise realizada por Citometria de fluxo fluorescente e impedância "XE2100-Sysmex" Material: SANGUE TOTAL COM EDTA

HEMOGRAMA COMPLETO Método : Análise realizada por Citometria de fluxo fluorescente e impedância XE2100-Sysmex Material: SANGUE TOTAL COM EDTA Unidade :CRISPIM Página: 1/18 HEMOGRAMA COMPLETO Método : Análise realizada por Citometria de fluxo fluorescente e impedância "XE2100-Sysmex" Material: SANGUE TOTAL COM EDTA Eritrograma Valores de Referência

Leia mais

INSUFICIÊNCIA HEPÁTICA AGUDA EM CÃES

INSUFICIÊNCIA HEPÁTICA AGUDA EM CÃES INSUFICIÊNCIA HEPÁTICA AGUDA EM CÃES Rafael Fighera Laboratório de Patologia Veterinária Hospital Veterinário Universitário Universidade Federal de Santa Maria Quando se suspeita de insuficiência hepática

Leia mais

Isaac de Melo Xavier Junior Fernando Jose Goncalves Cardoso

Isaac de Melo Xavier Junior Fernando Jose Goncalves Cardoso 535C5710 «$E9T"J0 03.362451.01.41:15 Setor Técnico Urinalise Emissão 03/10/2008 SUMARIO DE URINA Coleta: 03/10/2008 ASPECTOS FÍSICO-QUÍMICOS Valores de referência Cor Amarelo claro Amarelo claro - amarelo

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: INTERPRETAÇÃO DE EXAMES COMPLEMENTARES Código: ENF 313 Pré-requisito: Nenhum

Leia mais

Método: RESISTIVIDADE - IMPEDÂNCIA - MICROSCOPIA ERITOGRAMA:

Método: RESISTIVIDADE - IMPEDÂNCIA - MICROSCOPIA ERITOGRAMA: HEMOGRAMA COMPLETO Método: RESISTIVIDADE - IMPEDÂNCIA - MICROSCOPIA ERITOGRAMA: Referências Hemácias...: 5,59 milhões/mm³ 4,3 a 6,0 milhões/mm³ Hemoglobina...: 15,0 g/dl 13,5 a 17,8 g/dl Hematócrito...:

Leia mais

APLICAÇÕES GOLD ANALISA PARA O BIO 2000

APLICAÇÕES GOLD ANALISA PARA O BIO 2000 ÁCIDO ÚRICO - Cat. 430M ÁCIDO ÚRICO - Cat. 430 100 Determinações - Volume: 100 ml 200 Determinações - Volume: 200 ml 3-Para a Calibração, usar o Padrão do kit ou Calibrador Gold Analisa Cat. 410. 4-É importante

Leia mais

O Laboratório Clínico do D.A.V. do Jockey Club de São Paulo conta com amplo e bem estruturado espaço, além de equipamentos modernos que conferem

O Laboratório Clínico do D.A.V. do Jockey Club de São Paulo conta com amplo e bem estruturado espaço, além de equipamentos modernos que conferem O Laboratório Clínico do D.A.V. do Jockey Club de São Paulo conta com amplo e bem estruturado espaço, além de equipamentos modernos que conferem fidedignidade aos resultados. Seu principal objetivo é assegurar

Leia mais

/csp/servhe/MV.FC.cls?w3exec=WLR025&codos= &medico_id=&wlu=P519235!7C8DF3BA81!18027!2872!

/csp/servhe/MV.FC.cls?w3exec=WLR025&codos= &medico_id=&wlu=P519235!7C8DF3BA81!18027!2872! RESULTADOS Página : 001/008 Anti HBs Valor de referência: NÆo Reagente...: Inferior a 10,00 mui/ml Reagente Desejavel: Superior a 10,00 mui/ml : 1.225,00 mui/ml Nota: A O.M.S. considera imunizante niveis

Leia mais

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS UNIDADE FUNCIONAL PATOLOGIA E MEDICINA LABORATORIAL

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS UNIDADE FUNCIONAL PATOLOGIA E MEDICINA LABORATORIAL Emissão: 28/06/2015 às 17:42 Fl.: 1 PROLACTINA Método: ELETROQUIMILUMINESCÊNCIA RESULTADO: 6,9 ng/ml V.R.: Mulher não grávida: 3,0-18,6 ng/ml Homens: 3,7-17,9 ng/ml GLICOSE RESULTADO: 92 mg/dl V.R.: Jejum:

Leia mais

LEPTOSPIROSE?? Bruna Coelho

LEPTOSPIROSE?? Bruna Coelho LEPTOSPIROSE?? Bruna Coelho M. V. do Serviço de Clínica Médica de Pequenos Animais HOVET FMVZ USP Residência em Clínica e Cirurgia de Pequenos animais HOVET FMVZ USP Especialização em Clínica Médica FMVZ

Leia mais

SÓDIO: 140 meq/l [DATA DA COLETA : 19/11/13 07:00] Método...: Fotometria de chama Vlor. Ref.: 135 a 145 meq/l Material..: sangue

SÓDIO: 140 meq/l [DATA DA COLETA : 19/11/13 07:00] Método...: Fotometria de chama Vlor. Ref.: 135 a 145 meq/l Material..: sangue GLICEMIA DE JEJUM: 115 mg/dl Método...: Enzimático Vlor. Ref.: 65 a 99 mg/dl Material..: Plasma fluoretado RESULTADOS ANTERIORES: 06/09/13 = 110 mg/dl 02/08/13 = 97 mg/dl URÉIA: 32 mg/dl Método...: Enzimático

Leia mais

Procedimento Operacional Padrão (POP) Divisão de Nutrição e Dietética. Atendimento de Nutrição na. Setor: Unidade de Tratamento Dialítico

Procedimento Operacional Padrão (POP) Divisão de Nutrição e Dietética. Atendimento de Nutrição na. Setor: Unidade de Tratamento Dialítico UFSC Hospital Universitário Prof. Polydoro Ernani de São Thiago da Universidade Federal de Santa Catarina Elaborado por: Gisele Maria Backes Gomes Revisado por: Gisele Maria Backes Gomes Aprovado por:

Leia mais

ECLIPSE. Indice ÁCIDO ÚRICO 3 ALBUMINA 4

ECLIPSE. Indice ÁCIDO ÚRICO 3 ALBUMINA 4 Indice ÁCIDO ÚRICO 3 ALBUMINA 4 α-amilase 5 BILIRRUBINA DIRETA 6 BILIRRUBINA TOTAL 7 CÁLCIO 8 CÁLCIO AZUL DE METILTIMOL 9 CLORETO 10 COLESTEROL 11 COLESTEROL HDL 12 CREATININA 13 CREATINO KINASE MB (CK-MB)

Leia mais

VALOR REFERÊNCIA SÉRIE BRANCA ========================================================= VALORES DE REFERÊNCIA. Acima de 16 anos

VALOR REFERÊNCIA SÉRIE BRANCA ========================================================= VALORES DE REFERÊNCIA. Acima de 16 anos HEMOGRAMA, sangue total VALOR REFERÊNCIA Fem: Acima 16 anos ------------------------------------------------------------------------ ERITRÓCITOS : 4,46 milhões/mm3 3,90 a 5,00 HEMOGLOBINA : 12,3 g/dl 12,0

Leia mais

Data de liberação: 20/01/ :31

Data de liberação: 20/01/ :31 SOROLOGIA PARA CITOMEGALOVIRUS Anticorpos de Classe IgG: Superior a 250.0 UA/mL Anticorpos de Classe IgM: Não Reagente Método: Imunoensaio por Quimioluminescência Valores de Referência IgG: Não reagente:

Leia mais

ESTUDO EM APARELHO DE ELETROLIPÓLISE PARA VERIFICAÇÃO DE MUDANÇAS BIOQUÍMICAS ATRAVÉS DE EXAME URINÁRIO E SANGUÍNEO

ESTUDO EM APARELHO DE ELETROLIPÓLISE PARA VERIFICAÇÃO DE MUDANÇAS BIOQUÍMICAS ATRAVÉS DE EXAME URINÁRIO E SANGUÍNEO 1 ESTUDO EM APARELHO DE ELETROLIPÓLISE PARA VERIFICAÇÃO DE MUDANÇAS BIOQUÍMICAS ATRAVÉS DE EXAME URINÁRIO E SANGUÍNEO TITLE: STUDY IN DEVICE OF ELETROLIPÓLISYS FOR VERIFICATION OF CHANGES BIOCHEMISTS THROUGH

Leia mais

Método: RESISTIVIDADE - IMPEDÂNCIA - MICROSCOPIA ERITOGRAMA:

Método: RESISTIVIDADE - IMPEDÂNCIA - MICROSCOPIA ERITOGRAMA: HEMOGRAMA COMPLETO Método: RESISTIVIDADE - IMPEDÂNCIA - MICROSCOPIA ERITOGRAMA: Referências Hemácias...: 5,83 milhões/mm³ 4,3 a 6,0 milhões/mm³ Hemoglobina...: 16,0 g/dl 13,5 a 17,8 g/dl Hematócrito...:

Leia mais

Proposta Programa Saúde Sob Medida Check up diferenciado ABGS

Proposta Programa Saúde Sob Medida Check up diferenciado ABGS Proposta Programa Saúde Sob Medida Check up diferenciado ABGS 1 Informações da proposta Nossa proposta é composta por um Check Up Completo, Check up Feminino e Avaliação Esportiva direcionada aos associados

Leia mais

Exames Complementares em Gastroenterologia. Nathália Denise Nogueira Peixe Sales

Exames Complementares em Gastroenterologia. Nathália Denise Nogueira Peixe Sales Exames Complementares em Gastroenterologia Nathália Denise Nogueira Peixe Sales 18.08.2014 Exames laboratoriais para avaliação hepática, pancreática e de vias biliares www.mybestcv.co.il Tipos de exames

Leia mais

CRF-RS. Cartilha Analítica. Comissão de Análises Clínicas 2007

CRF-RS. Cartilha Analítica. Comissão de Análises Clínicas 2007 CRF-RS Cartilha Analítica Comissão de Análises Clínicas 2007 APRESENTAÇÃO A presente Cartilha Analítica foi elaborada pela Comissão Assessora de Análises Clínicas do CRF-RS, gestão 2006/2007, composta

Leia mais

Citologia Clínica. Exame qualitativo da urina. Exame de urina de rotina. Profa. MsC Priscila P. S. dos Santos

Citologia Clínica. Exame qualitativo da urina. Exame de urina de rotina. Profa. MsC Priscila P. S. dos Santos Citologia Clínica Aula 9 Exame qualitativo de Urina Profa. MsC Priscila P. S. dos Santos Exame qualitativo da urina Diagnóstico de doença renal, no trato urinário, sistêmicas não relacionadas com o rim.

Leia mais

Parasitológico de Fezes

Parasitológico de Fezes Data de impressão: 03/04/2012 14:52:53 Parasitológico de Fezes Material: Fezes (a fresco) Método: HPJ e Microscopia Ótica Resultado: Análise Macroscópica: - Consistência: Pastosa - Coloração...: Castanho

Leia mais

Índice ÁREA DE POINT-OF-CARE TESTING (POCT)...10 POCT...10 TABELA DE PREÇOS 2010...16

Índice ÁREA DE POINT-OF-CARE TESTING (POCT)...10 POCT...10 TABELA DE PREÇOS 2010...16 Índice Introdução...4 Objectivos...4 Participação...4 Inscrição...5 Funcionamento Geral...5 Informação geral sobre os custos de participação...6 Importante...6 PROGRAMAS DE AVALIAÇÃO EXTERNA...8 ÁREA DE

Leia mais

Um caso de trombose venosa esplâncnica: dificuldades e particularidades. Vaz AM; Eusébio M; Antunes A; Queirós P; Gago T; Ornelas R; Guerreiro H.

Um caso de trombose venosa esplâncnica: dificuldades e particularidades. Vaz AM; Eusébio M; Antunes A; Queirós P; Gago T; Ornelas R; Guerreiro H. Um caso de trombose venosa esplâncnica: dificuldades e particularidades Vaz AM; Eusébio M; Antunes A; Queirós P; Gago T; Ornelas R; Guerreiro H. Sexo feminino, 66 anos. Antecedentes pessoais: - 3 abortos

Leia mais

SERVIÇO DE CIRURGIA GERAL. Coordenador: Dr Laércio Robles PROTOCOLOS AMBULATORIAIS DE REFERÊNCIA / CONTRA REFERÊNCIA DO HSM COM A REDE BÁSICA

SERVIÇO DE CIRURGIA GERAL. Coordenador: Dr Laércio Robles PROTOCOLOS AMBULATORIAIS DE REFERÊNCIA / CONTRA REFERÊNCIA DO HSM COM A REDE BÁSICA R: Santa Marcelina, 177 Itaquera Fone (0xx11) 6170-6279 CEP 08270-070 - SÅo Paulo-SP SERVIÇO DE CIRURGIA GERAL Coordenador: Dr Laércio Robles PROTOCOLOS AMBULATORIAIS DE REFERÊNCIA / CONTRA REFERÊNCIA

Leia mais

Pesquisa sobre o Nível de Percepção da População Brasileira sobre os Fatores de Risco das Doenças Cardiovasculares

Pesquisa sobre o Nível de Percepção da População Brasileira sobre os Fatores de Risco das Doenças Cardiovasculares Pesquisa sobre o Nível de Percepção da População Brasileira sobre os Fatores de Risco das Doenças Cardiovasculares Sociedade Brasileira de Cardiologia / FUNCOR Instituto Vox Populi AstraZeneca Sociedade

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº E0009-1 Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº E0009-1 Accreditation Annex nr. Tel +351.212 948 21 Fax +351.212 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº E9-1 A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório Clínico, segundo a norma NP EN ISO 15189:27 Endereço Address Contacto

Leia mais

Caso Clínico. Fernando Klein Março/2012

Caso Clínico. Fernando Klein Março/2012 Caso Clínico PET Medicina UFC Fernando Klein Março/2012 Identificação R.M.S., 44 anos, masculino, natural e procedente de Caucaia, em união estável há 8 anos, desempregado no momento (já trabalhou como

Leia mais

Prevenção Cardio vascular. Dra Patricia Rueda Cardiologista e Arritmologista

Prevenção Cardio vascular. Dra Patricia Rueda Cardiologista e Arritmologista Prevenção Cardio vascular Dra Patricia Rueda Cardiologista e Arritmologista Principal causa de morte em todo o mundo Considerada uma EPIDEMIA pela OMS em 2009 Alta mortalidade Alta morbidade = Muitas

Leia mais

Data de entrada: 19/12/2016 Data da entrega: 30/12/2016. ERITROGRAMA Valores de Referencia

Data de entrada: 19/12/2016 Data da entrega: 30/12/2016. ERITROGRAMA Valores de Referencia HEMOGRAMA COMPLETO Material: Sangue total Método: Automação - PENTRA 60 - ABX ERITROGRAMA Valores de Referencia Hemacias: 5,17 milhoes/mm3 4,5 a 6,1 milhoes/mm3 Hemoglobina: 14,6 g% 12,8 a 17,8 g% Hematocrito:

Leia mais

Principais exames laboratoriais e interferentes pré-analíticos

Principais exames laboratoriais e interferentes pré-analíticos II Curso Introdutório da Liga Acadêmica de Farmacologia Principais exames laboratoriais e interferentes pré-analíticos Josana Martins Rodrigues Agreli Universidade de Uberaba 31 de Maio de 2012 O IMPACTO

Leia mais

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR Considerando os aspectos de preparo, coleta e transporte de amostras referentes a análises clínicas, julgue os itens a seguir. 41 O profissional que realizar a coleta de sangue por punção venosa deve permanecer

Leia mais

EXAMES LABORATORIAIS MATERIAL PRAZO DE ENTREGA ANIMAL PAT LAB HEMATOLOGIA

EXAMES LABORATORIAIS MATERIAL PRAZO DE ENTREGA ANIMAL PAT LAB HEMATOLOGIA TABELA DE EXAMES EXAMES LABORATORIAIS MATERIAL PRAZO DE ENTREGA Hemograma completo (eritrograma + leucograma + plaquetas + Ppt + Pesq hemoparasita) *** Exame encaminhado para laboratórios conveniados.

Leia mais

PATOLOGIA CLÍNICA I - 5º Período 09/08/2016

PATOLOGIA CLÍNICA I - 5º Período 09/08/2016 PATOLOGIA CLÍNICA I - 5º Período 09/08/2016 CASO I Paciente do sexo masculino, peso = 70 kg, com hemorragia traumática. Hemograma realizado imediatamente após o sangramento mostrou: Hemácias = 5.000.000/mm

Leia mais

ANÁLISE DO PERFIL GLICÍCIDO DE IDOSOS ATENDIDOS NO CENTRO DE HEMATOLOOGIA E LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS-LTDA

ANÁLISE DO PERFIL GLICÍCIDO DE IDOSOS ATENDIDOS NO CENTRO DE HEMATOLOOGIA E LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS-LTDA ANÁLISE DO PERFIL GLICÍCIDO DE IDOSOS ATENDIDOS NO CENTRO DE HEMATOLOOGIA E LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS-LTDA Sarah Pereira Lins 1 ; Heronides dos Santos Pereira 2 ; Lucas Linhares Lócio 3 ; Diego

Leia mais

INTRODUÇÃO. Diabetes & você

INTRODUÇÃO. Diabetes & você INTRODUÇÃO Diabetes & você Uma das coisas mais importantes na vida de uma pessoa com diabetes é a educação sobre a doença. Conhecer e saber lidar diariamente com o diabetes é fundamental para levar uma

Leia mais

GORDUROSA NÃO ALCOÓLICA LICA DIAGNÓSTICO HELMA PINCHEMEL COTRIM FACULDADE DE MEDICINA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

GORDUROSA NÃO ALCOÓLICA LICA DIAGNÓSTICO HELMA PINCHEMEL COTRIM FACULDADE DE MEDICINA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA DOENÇA A HEPÁTICA GORDUROSA NÃO ALCOÓ DIAGNÓSTICO HELMA PINCHEMEL COTRIM FACULDADE DE MEDICINA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA DOENÇA A HEPÁTICA GORDUROSA NÃO ALCOÓ ESTEATOSE ESTEATO-HEPATITE (NASH) FIBROSE

Leia mais

INSTITUTO LATINO AMERICANO DE SEPSE CAMPANHA DE SOBREVIVÊNCIA A SEPSE PROTOCOLO CLÍNICO. Atendimento ao paciente com sepse grave/choque séptico

INSTITUTO LATINO AMERICANO DE SEPSE CAMPANHA DE SOBREVIVÊNCIA A SEPSE PROTOCOLO CLÍNICO. Atendimento ao paciente com sepse grave/choque séptico CAMPANHA DE SOBREVIVÊNCIA A SEPSE PROTOCOLO CLÍNICO Atendimento ao paciente com sepse grave/choque séptico 1. Importância do protocolo Elevada prevalência Elevada taxa de morbidade Elevada taxa de mortalidade

Leia mais

APLICAÇÕES GOLD ANALISA PARA O ECLIPSE PLUS

APLICAÇÕES GOLD ANALISA PARA O ECLIPSE PLUS ALBUMINA PP - Cat. 419 500 Determinações - Volume: 250 ml Antes da execução da metodologia, é importante uma leitura atenciosa das Instruções de Uso do produto. ALBUMINA ENDPOINT Filter 620 Temp 25 g/dl

Leia mais