CONCURSOS 2010 DIREITO PREVIDENCIÁRIO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONCURSOS 2010 DIREITO PREVIDENCIÁRIO"

Transcrição

1 CONCURSOS 2010 DIREITO PREVIDENCIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 21ª REGIÃO 1. A Constituição Federal de 1988, em sua visão humanista e social, guardou um capítulo exclusivo para a Seguridade Social, ali indicando uma série de princípios. Dentre esses, tem-se o princípio da seletividade e distributividade na prestação dos benefícios e serviços. É correto afirmar que é hipótese de aplicação concreta deste princípio o benefício de: a) auxílio doença; b) pensão por morte; c) aposentadoria por tempo de contribuição; d) salário família; e) auxilio acidente; 2. A respeito da incidência de contribuição previdenciária sobre parcelas pagas ao trabalhador, em razão do trabalho com vínculo empregatício, é correto afirmar que não integra o salário de contribuição: a) gorjeta; b) salário maternidade; c) as diárias pagas, quando o valor exceder a 50% da remuneração mensal; d) as férias vencidas gozadas; e) a parcela de abono pecuniário de férias, desde que limitada a 20 dias; 3. A Lei n /91 estabelece um rol de benefícios previdenciários, passíveis de concessão ao segurado empregado. Assinale qual dos benefícios abaixo não produz, obrigatoriamente, qualquer alteração no curso do contrato de trabalho: a) auxílio doença; b) auxílio doença acidentário; c) aposentadoria por invalidez; d) salário maternidade; e) aposentadoria por tempo de contribuição. 4. Os acidentes de trabalho têm sido, ao longo dos últimos anos, um dos problemas mais árduos nas relações de trabalho e previdenciárias. A respeito do tema, é correto afirmar: a) assegura ao acidentado estabilidade até 12 meses após o seu retorno ao trabalho, independentemente do período em que esteve incapacitado; b) a percepção do auxílio-doença acidentário é requisito obrigatório para que o acidentado obtenha a estabilidade no emprego;

2 c) a garantia do emprego ao acidentado é limitada a 12 meses, contados da data em que ocorreu o evento que o incapacitou para o trabalho; d) a garantia do emprego inerente aos acidentados só se concretiza se o afastamento do trabalho for superior a 12 meses; e) a estabilidade do acidentado só existirá se o evento ocasionador do afastamento ocorrer na sede do estabelecimento do empregador, ainda que não seja o seu local de trabalho; 5. Leia a assertiva abaixo e, a seguir, marque a alternativa correta: O servidor público da Administração Direta ou Indireta, de qualquer das três esferas do Poder Público, é: a) excluído do Regime Geral de Previdência Social; b) participante do Regime Geral de Previdência Social, mas se aposenta com proventos integrais; c) não integrante do Regime Geral de Previdência Social, pois possui sistema próprio de Previdência; d) excluído do Regime Geral de Previdência Social apenas naqueles casos em que esteja contemplado em sistema próprio de Previdência Social; e) todas as alternativas estão incorretas. 6. Leia a assertiva abaixo e, a seguir, marque a alternativa correta: O período de carência, quanto ao auxílio-doença, é: a) exigível em qualquer caso; b) inexigível no infortúnio laboral; c) exigível na moléstia profissional; d) inexigível nas moléstias graves; e) nenhuma das alternativas está correta. TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 15ª REGIÃO 7. A contribuição a cargo da empresa, destinada à Seguridade Social, não incide sobre: a) gorjetas; b) ganhos eventuais pagos sob a forma de utilidades; c) o total das remunerações pagas ou creditadas a qualquer titulo, no decorrer do mês, aos segurados contribuintes individuais que lhe prestem serviços; d) o valor bruto da nota fiscal ou fatura, relativamente a serviços que lhe são prestados por cooperados por intermédio de cooperativas de trabalho; e) nenhuma das anteriores.

3 8. Aponte a alternativa incorreta: a) a contribuição à seguridade social devida pelo empregador rural pessoa física é calculada sobre a receita bruta proveniente da comercialização de sua produção, sendo devida contribuição para as prestações do acidente do trabalho, que tem igual base de cálculo; b) os bancos pagam alíquota diferenciada de contribuição à seguridade social, sendo esta superior àquela devida, no geral, para os demais empregadores; c) com base nas estatísticas de acidente do trabalho, é possível alterar o enquadramento de empresas para efeito da contribuição destinada ao SAT; d) a contribuição empresarial da associação desportiva que mantenha equipe de futebol profissional corresponde a cinco por cento da receita bruta e só não é calculada sobre o valor recebido pelo clube em decorrência da transmissão dos jogos por empresas de televisão; e) não se considera como remuneração direta ou indireta, para os efeitos da Lei 8.212/91, os valores pagos pelas instituições de ensino vocacional aos membros da congregação em face do seu mister religioso ou para sua subsistência, desde que fornecidos em condições que independam da natureza e da quantidade do trabalho executado; 9. O aposentado que retorna ao trabalho, como empregado e se vincula novamente à previdência social, tem direito ao seguinte beneficio previdenciário: a) aposentadoria por invalidez decorrente de acidente do trabalho ocorrido em face do novo vinculo empregatício; b) aposentadoria por tempo de contribuição na nova atividade; c) auxílio-doença; d) auxílio-acidente; e) reabilitação profissional. 10. De acordo com a legislação é correto afirmar que: a) o empregado doméstico tem direito ao auxílio-doença, recebendo do empregador a remuneração dos primeiros quinze dias de afastamento, ficando a cargo da previdência Social o pagamento devido a partir do 16º dia; b) durante os primeiros quinze dias de afastamento da atividade por motivo de invalidez, caberá á empresa pagar o salário ao segurado empregado; c) para efeito de aposentadoria por tempo de serviço de empregado urbano, admitirse-á a averbação de período trabalhado durante o qual o exercício da atividade não determinava filiação obrigatória ao anterior Regime de Previdência Social Urbana, independentemente do recolhimento das contribuições correspondentes, conforme dispuser o Regulamento; d) o salário-maternidade é pago à empregada doméstica gestante diretamente pelo empregador, efetivando-se a compensação; e) o auxílio-reclusão é devido aos dependentes do segurado recolhido à prisão que estiver em gozo de auxílio-doença.

4 11. Analise as afirmações contidas nos itens I, II e III e assinale a alternativa correta: I A Seguridade Social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da sociedade, destinadas a assegurar os direitos relativos à saúde, à previdência e à educação. II A pessoa jurídica em débito com o sistema da seguridade social, como estabelecido em lei, não poderá contratar com o Poder Público nem dele receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios. II O Supremo Tribunal Federal considera inconstitucionais os artigos 45 e 46 da Lei 8.212, de 24/07/1991. a) somente as afirmações contidas nas alíneas I e II são corretas; b) somente as afirmações contidas nas alíneas I e III são corretas; c) as afirmações contidas nas alíneas I, II e III são corretas; d) somente as afirmações contidas nas alíneas II e III são corretas; e) todas as afirmações são incorretas. 12. Observe as afirmações abaixo: I Incidem contribuições previdenciárias sobre o pagamento das férias normalmente usufruídas na vigência do contrato de emprego; II Não incidem contribuições previdenciárias sobre o 13º salário; III Incidem contribuições previdenciárias sobre a remuneração do tempo despendido pelo empregado até o local de trabalho e para o seu retorno em condução fornecida pelo empregador, sendo de difícil acesso ou não servido por transporte público o local onde se exerce a atividade laboral. IV Incidem contribuições previdenciárias sobre o salário-maternidade. Agora responda: a) todas as assertivas são corretas; b) apenas uma das assertivas é correta; c) duas das quatro assertivas são corretas; d) três das quatro assertivas são corretas; e) todas as assertivas são corretas. 13. É entendimento pacificado nos Tribunais Superiores e/ou no Supremo Tribunal Federal que: a) a contribuição previdenciária não incide sobre o abono incorporado ao salário; b) é inconstitucional o art. 118 da Lei 8.213/91; c) para efeito da aposentadoria especial de professores, computa-se também o tempo de serviço prestado fora da sala de aula; d) é devida a pensão por morte aos dependentes do segurado que, apesar de ter perdido essa qualidade, preencheu os requisitos legais para a obtenção de aposentadoria até a data de seu óbito; e) nenhuma das anteriores.

5 TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 6ª REGIÃO 14. Analise as assertivas abaixo e, depois, assinale a alternativa CORRETA: I. Relativamente ao Instituto Nacional do Seguro Social e ao sistema de previdência social, podemos afirmar que a criação, ampliação ou majoração de benefícios só pode ser feita por meio de lei. II. A seletividade e distributividade das prestações é princípio que se reporta precipuamente ao legislador, impondo-lhe que, na conformação legal dos planos de benefícios e serviços, sejam priorizadas as maiores necessidades sociais. III. Quanto ao financiamento e ao custeio da seguridade social, podemos asseverar que contarão com recursos tributários arrecadados mediante contribuições de melhoria cobradas das empresas. IV. A Constituição da República não impõe a necessidade de uniformidade e equivalência entre benefícios e serviços que se destinem às populações urbanas e rurais. V. Entende-se por segurados as pessoas físicas ou jurídicas vinculadas à Previdência Social. a) Todas as assertivas estão corretas. b) As assertivas I, III e IV estão incorretas. c) As assertivas II, IV e V estão incorretas. d) Apenas as assertivas II e IV estão corretas e) Apenas as assertivas I e II estão corretas 15. Analise as assertivas abaixo e, depois, assinale a alternativa CORRETA: I. Serão considerados, para cálculo do salário-de-benefício, os ganhos habituais do empregado sob a forma de utilidades sobre os quais tenha incidido contribuição previdenciária. II. A Previdência Social compreende apenas o denominado Regime Geral de Previdência Social. III. Mesmo as entidades beneficentes de assistência social não são imunes às contribuições de seguridade social, porque esta deve ser financiada por toda a sociedade. IV. O sócio de indústria, na sociedade de capital e indústria, é segurado obrigatório do regime geral de previdência social, na condição de contribuinte individual. V. O Regime Geral de Previdência Social concede as seguintes prestações aos segurados: aposentadoria (por invalidez, idade, tempo de contribuição e especial), auxílio-doença, saláriofamília, salário-maternidade, auxílio-acidente e reabilitação profissional. a) As assertivas II, IV e V estão corretas. b) As assertivas I, III e IV estão incorretas. c) As assertivas II e III estão incorretas d) As assertivas II e V estão corretas.

6 e) As assertivas I e II estão corretas. 16. Analise as assertivas abaixo e, depois, assinale a alternativa CORRETA: I. Uma pessoa aposentada pelo Regime Geral da Previdência Social, ao voltar a exercer atividade abrangida por este regime, é segurado obrigatório em relação a essa atividade. II. O auxílio-funeral é um benefício que faz parte do Regime Geral de Previdência social. III. Pode filiar-se facultativamente ao Regime Geral de Previdência Social o presidiário que não exerça atividade remunerada nem esteja vinculado a qualquer regime de previdência social. IV. São beneficiários do Regime Geral de Previdência Social, na condição de dependentes do segurado, o cônjuge, a companheira, o companheiro e o filho não emancipado de qualquer condição, menor de 21 (vinte e um) anos de idade ou inválido. V. Os militares vinculam-se obrigatoriamente ao Regime Geral de Previdência Social, independentemente de estarem vinculados a regime próprio de previdência. a) As assertivas I, II e V estão incorretas. b) As assertivas II, III e IV estão corretas. c) As assertivas II e IV estão incorretas. d) As assertivas I, III e IV estão corretas. e) As assertivas I e V estão corretas 17. Analise as assertivas abaixo e, depois, assinale a alternativa CORRETA: I. É vedada a inscrição de segurado após sua morte (post mortem), exceto em caso de segurado especial. II. Considera-se trabalhador avulso aquele que presta serviços sem vínculo empregatício, de natureza urbana ou rural, a diversas empresas, com ou sem a intermediação de sindicato ou órgão gestor de mão-de-obra. III. A concessão do salário-família e a do auxílioreclusão para os dependentes dos segurados que recebam remuneração até o teto de contribuição do Instituto Nacional do Seguro Social estão entre algumas das situações cobertas pela previdência social. IV. João comprou um terreno na praia e resolveu construir a sua casa de veraneio. Para tanto, contratou direta e pessoalmente os trabalhadores para a execução da obra de construção. Nessa situação, em relação aos segurados que lhe prestam serviços, João é equiparado a uma empresa no que concerne às obrigações previdenciárias previstas na legislação. V. Os prazos de decadência e prescrição das contribuições previdenciárias são de 5 (cinco) anos e não de 10 (dez) como preconizado na Lei n /91 a) As assertivas I, II e V estão incorretas. b) As assertivas II, III e IV estão corretas. c) As assertivas II e IV estão incorretas. d) As assertivas I, III e IV estão corretas. e) As assertivas II e III estão incorretas.

7 TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 23ª REGIÃO 18. Analise as proposições abaixo e com base na legislação, jurisprudência pacificada e doutrina predominantes aponte a alternativa correta. I Acidente de trabalho típico consiste em evento ocorrido no regular exercício das atividades do trabalhador em favor do empregador, em face do qual resulte lesão corporal ou perturbação funcional que cause a morte ou perda ou redução permanente ou temporária da capacidade para o trabalho; II Doença do trabalho, espécie do gênero doença ocupacional, é aquela que não tem relação direta com a profissão exercida pelo trabalhador, sendo decorrência ou do modo de execução das tarefas ou das condições adversas especificamente verificadas no ambiente de trabalho. III Doença profissional, não é espécie do gênero doença ocupacional, pois é aquela produzida ou desencadeada pelo exercício do trabalho peculiar a determinada atividade e constante da respectiva relação elaborada pelo Ministério do trabalho e previdência social. IV Doença profissional, espécie do gênero doença ocupacional, é aquela produzida ou desencadeada pelo exercício do trabalho peculiar a determinada atividade conforme definido em perícia médica realizada com esta finalidade. a) As proposições II e IV estão corretas e as proposições I e III incorretas. b) As proposições I e II estão corretas e as proposições III e IV incorretas. c) As proposições II e III estão corretas e as proposições I e IV incorretas. d) As proposições III e IV estão corretas e as proposições I e II incorretas. e) A proposição III está correta e as proposições I,II e IV incorretas. 19. Não se trata de princípio e objetivo da previdência social. a) Universalidade de participação nos planos previdenciários. b) Uniformidade e equivalência dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais. c) Seletividade e distributividade na prestação dos benefícios. d) Cálculo dos benefícios considerando-se os salários-de-contribuição corrigidos monetariamente; e) Definição do valor dos benefícios de forma a preservar a capacidade de pagamento pela previdência. 20. O benefício de auxílio-acidente não é garantido aos seguintes segurados: a) Empregados em geral. b) Trabalhadores avulsos. c) Proprietários rurais que trabalhem em regime de economia familiar, cuia área não exceda quatro módulos rurais. d) Pescador artesanal ou a este assemelhado que taça da pesca profissão habitual ou principal meio de vida e) Empregado doméstico.

8 21. Sobre o auxílio acidente assinale a alternativa incorreta. a) Será concedido, como indenização, ao segurado quando, após a consolidação das lesões exclusivamente decorrentes de acidente de trabalho, resultarem seqüelas que impliquem redução da capacidade para o trabalho que habitualmente exercia. b) Corresponderá a cinqüenta por cento do salário-de-benefício e será devido até a véspera do inicio de qualquer aposentadoria ou até a data do óbito do segurado. c) Será devido a partir do dia seguinte ao da cessação do auxílio-doença, independentemente de qualquer remuneração ou rendimento auferido pelo acidentado, vedada sua acumulação com qualquer aposentadoria. d) O recebimento de salário ou concessão de outro beneficio, exceto de aposentadoria, não prejudicará a continuidade do recebimento do auxílio-acidente. e) A perda da audição, em qualquer grau, somente proporcionará a concessão do auxílio-acidente, quando, além do reconhecimento de causalidade entre o trabalho e a doença, resultar, comprovadamente, na redução ou perda da capacidade para o trabalho que habitualmente exercia. TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 01ª REGIÃO 22. Assinale a opção correta acerca das normas referentes a acidente do trabalho. a) Sob pena de multa, a empresa deve comunicar o acidente do trabalho à previdência social até o primeiro dia útil seguinte ao de sua ocorrência e, no caso de morte, imediatamente, à autoridade competente. b) O titular de empresa que deixa de cumprir as normas de segurança e higiene do trabalho comete crime punível com detenção. c) Reputa-se doença do trabalho a doença endêmica adquirida por segurado habitante de região em que essa patologia se desenvolva. d) No caso de doença do trabalho, reputa-se como dia do acidente a data correspondente a dez dias do início da incapacidade laborativa para o exercício da atividade habitual. e) Considera-se agravamento ou complicação de acidente do trabalho a lesão que, resultante de acidente de outra origem, se associe ou se superponha às consequências de lesão ocorrida em acidente anterior. QUESTÃO Sérgio apresentou requerimento administrativo para revisão de seu benefício previdenciário. O INSS julgou improcedente a pretensão de Sérgio. Com base nessa situação, e considerando a disciplina relativa à organização da previdência social, assinale a opção correta. a) Da decisão poderá ser interposto recurso no prazo de trinta dias, não podendo o INSS, após a interposição, retratarse de seu entendimento e deixar de encaminhar o recurso à instância competente. b) A propositura de ação judicial, por parte de Sérgio, que tenha por objeto idêntico pedido sobre o qual verse o processo administrativo importará renúncia ao direito de

9 recorrer na esfera administrativa e, consequentemente, desistência do recurso interposto. c) Todo recurso interposto em processo administrativo concernente a benefício previdenciário deve ser recebido apenas no efeito devolutivo. d) A comunicação da decisão do órgão colegiado sobre a pretensão de Sérgio terá de ser feita por correspondência sob registro, com aviso de recebimento, ou pessoalmente, se a primeira forma restar frustrada. e) A decisão do Conselho de Recursos da Previdência Social que julgar o recurso de Sérgio, se favorável, terá sua eficácia condicionada à publicação no boletim de serviço do INSS. QUESTÃO Com base na disciplina referente a arrecadação e recolhimento das contribuições previdenciárias, assinale a opção correta. a) A empresa é obrigada a recolher as contribuições a seu cargo incidentes sobre as remunerações pagas, devidas ou creditadas a qualquer título, excluídos os adiantamentos decorrentes de reajuste salarial, acordo ou convenção coletiva ao segurado contribuinte individual a seu serviço. b) O empregador doméstico é obrigado a arrecadar a contribuição do segurado empregado doméstico a seu serviço e a recolhê-la, assim como a parcela a seu cargo, salvo durante o período da licença-maternidade da empregada doméstica. c) A pessoa jurídica de direito privado beneficente de assistência social que atenda aos requisitos legais e seja beneficiada pela isenção das contribuições previdenciárias fica desobrigada de arrecadar e recolher a contribuição do segurado empregado e do trabalhador avulso a seu serviço. d) A missão diplomática está excluída da obrigação de arrecadar a contribuição do contribuinte individual, cabendo ao contribuinte recolher a própria contribuição. e) O desconto da contribuição do segurado incidente sobre o valor bruto da gratificação natalina é devido quando do pagamento ou do crédito de cada parcela e deverá ser calculado em separado. 25. Quanto à prescrição e à decadência em matéria previdenciária, assinale a opção correta. a) O prazo de decadência de todo e qualquer direito ou ação do segurado para a revisão do ato de concessão de benefício é de dez anos, a contar do dia primeiro do mês seguinte ao do recebimento da primeira prestação. b) A ação para haver prestações devidas pela previdência social prescreve em dez anos, a contar da data em que deveriam ter sido pagas. c) O direito da seguridade social de apurar e constituir seus créditos extingue-se após dez anos, contados da data em que se tornar definitiva a decisão que houver anulado, por vício formal, a constituição de crédito anteriormente efetuado. d) Adequadamente constituído, o direito de cobrar o crédito apurado devido à seguridade social expirará em quinze anos. e) Apenas na hipótese de ocorrência de dolo, a seguridade social poderá apurar e constituir seus créditos nos prazos de prescrição estabelecidos na legislação penal para o crime correspondente.

10 26. Assinale a opção correta acerca do seguro-desemprego. a) O programa de seguro-desemprego tem por finalidade prover assistência financeira ao trabalhador desempregado em virtude de dispensa sem justa causa, salvo se indireta. b) A fim de perceber o seguro-desemprego, o trabalhador deve comprovar ter sido empregado de pessoa jurídica ou ter exercido atividade legalmente reconhecida como autônoma, durante pelo menos doze meses nos últimos vinte e quatro meses. c) É lícita a concessão do seguro-desemprego ao trabalhador desempregado, a cada período aquisitivo de quinze meses, por período máximo de cinco meses, contínua ou alternadamente. d) O seguro-desemprego poderá ser requerido a partir do trigésimo dia subsequente à rescisão do contrato de trabalho. e) Deve ser suspenso o seguro-desemprego na hipótese de início de percepção de benefício de prestação continuada da previdência social, exceto o auxílio-acidente, o auxílio suplementar e o abono de permanência em serviço. TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 02ª REGIÃO 27. Aponte a afirmativa correta: a) São exemplos de segurados obrigatórios da previdência social, na categoria de contribuintes individuais: o ministro de confissão religiosa e o membro de instituto de vida consagrada, de congregação ou de ordem religiosa; o servidor público ocupante de cargo em comissão, sem vínculo efetivo com a União, Autarquias, inclusive em regime especial, e Fundações Públicas Federais; quem presta serviço de natureza urbana ou rural, em caráter eventual, a uma ou mais empresas, sem relação de emprego. b) O servidor civil ocupante de cargo efetivo da União, dos Estados, do Distrito Federal ou dos Municípios, bem como o das respectivas autarquias e fundações, são excluídos do Regime Geral de Previdência Social, desde que amparados por regime próprio de previdência social. c) A contribuição do empregador doméstico é de 11% (onze por cento) do salário-decontribuição do empregado doméstico a seu serviço. d) A contribuição a cargo da empresa, destinadas à Seguridade Social, é de 20% (vinte por cento) sobre o total das remunerações pagas, devidas ou creditadas a qualquer título, durante o mês, aos segurados empregados e trabalhadores avulsos que lhe prestem serviços, destinadas a retribuir o trabalho, qualquer que seja a sua forma, quer pelos serviços efetivamente prestados, quer pelo tempo à disposição do empregador ou tomador de serviços, excluídas as gorjetas, os ganhos habituais sob a forma de utilidades e os adiantamentos decorrentes de reajuste salarial. e) Equipara-se ao empregador rural pessoa natural o consórcio simplificado, de produtores rurais, formado pela união de produtores rurais pessoas naturais, que outorgar a um deles poderes para contratar, gerir e dispensar trabalhadores para prestação de serviços, exclusivamente, aos seus integrantes, mediante documento registrado em cartório de títulos e documentos, hipótese em que fica dispensada a identificação perante o INSS de cada Produtor, seu endereço pessoal e o de sua propriedade rural.

11 28. Aponte a afirmativa incorreta: a) O salário maternidade é devido à segurada da Previdência Social que adotar ou obtiver guarda judicial para adoção de criança, observado o limite máximo de dez anos de idade, independentemente da mãe biológica ter recebido o mesmo benefício quando do nascimento da criança. b) É legítima a incidência de contribuição previdenciária sobre o 13º salário. c) Para efeito de aposentadoria especial de professores não se computa o tempo de serviço prestado fora da sala de aula, ainda que a convenção coletiva de trabalho estipule o pagamento de remuneração específica para essa atividade. d) o salário maternidade para a segurada empregada consiste numa renda mensal igual à sua remuneração integral e será pago pela empresa, efetivando-se a compensação quando do recolhimento das contribuições incidentes sobre a folha de salários. e) A perda da audição, em qualquer grau, somente proporcionará a concessão do auxílio-acidente quando, além do reconhecimento do nexo entre o trabalho e o agravo, resultar, comprovadamente, na redução ou perda da capacidade para o trabalho que o segurado habitualmente exercia. 29. Aponte a afirmativa correta: a) O auxílio-reclusão é devido apenas durante o período em que o segurado estiver recolhido à prisão sob regime fechado ou semi-aberto; no caso de fuga do preso ocorre a perda do direito ao recebimento do benefício pelos seus dependentes, que não poderá ser restabelecido se houver recaptura do segurado. b) Não será devido auxílio-doença ao segurado que se filiar ao Regime Geral de Previdência Social já portador de doença ou lesão invocada como causa para a concessão do benefício, seja qual for o motivo gerador da incapacidade para o trabalho. c) Para fazer jus à aposentadoria especial o segurado deverá comprovar a efetiva exposição aos agentes nocivos físicos, químicos, biológicos ou associação de agentes prejudiciais à saúde ou à integridade física, pelo período equivalente ao exigido para a concessão do benefício, a saber: quinze, vinte ou vinte e cinco anos conforme dispuser a lei. d) As contribuições sociais devidas por empregadores, empresas e entidades a elas equiparadas na forma da lei somente poderão ter alíquotas ou bases de cálculo diferenciadas em razão do porte da empresa ou da utilização intensiva de mão de obra, não se justificando tratamento específico em virtude das variações da atividade econômica ou das condições estruturais do mercado de trabalho. e) Compete ao Poder Público organizar a seguridade social com base nos objetivos de: universalidade da cobertura e do atendimento; seletividade, distributividade e especificidade dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais; irredutibilidade do valor dos benefícios; equidade na forma de participação no custeio; diversidade da base de financiamento; caráter democrático e descentralizado da administração mediante gestão tripartite.

12 30. Aponte a afirmativa incorreta: a) Perante o INSS o acidente de trabalho será caracterizado tecnicamente pela perícia médica, mediante a identificação do nexo entre o trabalho e o agravo. b) Considera-se estabelecido o nexo entre o trabalho e o agravo quando se verificar nexo técnico epidemiológico entre a atividade da empresa e a entidade mórbida motivadora da incapacidade, elencada na Classificação Internacional de Doenças - CID. c) Considera-se agravo a lesão, doença, transtorno de saúde, distúrbio, disfunção ou síndrome de evolução aguda, subaguda ou crônica, de natureza clínica ou subclínica, inclusive morte, independentemente do tempo de lactência. d) Equipara-se ao acidente de trabalho, para todos os efeitos legais, a ofensa física ou psicológica intencional, inclusive de terceiros, por motivo de assédio moral ou de disputa relacionada ao trabalho. e) Constitui contravenção penal, punível com multa, deixar a empresa de cumprir as normas de segurança e medicina do trabalho.

13 1- D 2- E 3- E 4- B 5- D 6- B 7- B 8- D 9- E 10- B 11- D 12- D 13- D 14- E 15- C 16- D 17- E 18- B 19- E 20- E 21- A 22- A 23- B 24- D 25- A 26- E 27- B 28- A 29- C 30- D GABARITO

7 Natureza jurídica da contribuição da Seguridade Social, 18]

7 Natureza jurídica da contribuição da Seguridade Social, 18] Parte I - teoria da Seguridade Social, 1 1 evolução histórica, 3 1.1 Introdução, 3 1.2 Direito estrangeiro, 3 1.3 No Brasil, 4 2 Denominação e conceito, 7 2.1 Denominação, 7 2.2 Conceito, 8 2.3 Divisão,

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 Seguridade Social 1

Sumário. Capítulo 1 Seguridade Social 1 Sumário Capítulo 1 Seguridade Social 1 1 Conceituação 1 1.1 Saúde 2 1.2 Assistência Social 2 1.3 Previdência Social 3 1.3.1 Regime Geral de Previdência Social 3 1.3.2 Regimes Próprios de Previdência Social

Leia mais

1 A SEGURIDADE SOCIAL NO BRASIL

1 A SEGURIDADE SOCIAL NO BRASIL Sumário Coleção Sinopses para Concursos... 13 Nota do autor 4ª edição... 15 Nota do autor 3ª edição... 17 Nota do autor 2ª edição... 19 Nota do autor 1ª edição... 21 Guia de leitura da Coleção... 23 Capítulo

Leia mais

2 Evolução Legislativa da Previdência Social no Brasil, 4 Quadro esquemático, 8 Questões, 12

2 Evolução Legislativa da Previdência Social no Brasil, 4 Quadro esquemático, 8 Questões, 12 Nota, xi 1 Origens da Seguridade Social, 1 1.1 Poor Law, 1 1.2 Seguros privados, 2 1.3 Seguros sociais, 2 Quadro esquemático, 3 2 Evolução Legislativa da Previdência Social no Brasil, 4 Quadro esquemático,

Leia mais

A D V O G A D O S A S S O C I A D O S

A D V O G A D O S A S S O C I A D O S A D V O G A D O S A S S O C I A D O S QUEM É SEGURADO PELO INSS? É toda pessoa que contribui para a Previdência Social, mantida pelo INSS. Podem também ser beneficiários do Regime Geral da Previdência

Leia mais

Unidade II DIREITO SOCIAL. Profa. Ligia Vianna

Unidade II DIREITO SOCIAL. Profa. Ligia Vianna Unidade II DIREITO SOCIAL Profa. Ligia Vianna 1 - Benefícios da previdência social - Segurados Aposentadoria por Invalidez; Aposentadoria por Idade; Aposentadoria por Tempo de Contribuição; Aposentadoria

Leia mais

Direito Previdenciário Prof. Hugo Goes Concurso do Ministério da Fazenda Cargo: Assistente Técnico-Administrativo

Direito Previdenciário Prof. Hugo Goes Concurso do Ministério da Fazenda Cargo: Assistente Técnico-Administrativo Direito Previdenciário Prof. Hugo Goes Concurso do Ministério da Fazenda Cargo: Assistente Técnico-Administrativo Caderno de questões I Seguridade social: conceito, organização e princípios constitucionais

Leia mais

Tem direito aos benefícios previdenciários os BENEFICIÁRIOS, ou seja, todos os segurados e seus dependentes.

Tem direito aos benefícios previdenciários os BENEFICIÁRIOS, ou seja, todos os segurados e seus dependentes. CARTILHA DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO O REGIME GERAL DA PREVIDENCIA SOCIAL É REGIDO PELAS LEIS 8.212 E 8.213/91 E TEM POR FINALIDADE ASSEGURAR À SEUS FILIADOS RECEBER BENEFÍCIOS QUE SUBSTITUAM SUA RENDA.

Leia mais

SUMÁRIO. Nota da Oitava Edição... 17 Prefácio... 19 Apresentação... 21

SUMÁRIO. Nota da Oitava Edição... 17 Prefácio... 19 Apresentação... 21 SUMÁRIO Nota da Oitava Edição... 17 Prefácio... 19 Apresentação... 21 Capítulo 1 DEFINIÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL... 23 1.1. Saúde... 24 1.2. Assistência social... 27 1.3. Previdência social... 28 1.3.1.

Leia mais

Alterações no auxílio doença e trabalho e regras do seguro desemprego -Uma abordagem. destaque.

Alterações no auxílio doença e trabalho e regras do seguro desemprego -Uma abordagem. destaque. Alterações no auxílio doença e trabalho e regras do seguro desemprego -Uma abordagem empresarial dos temas em destaque. Professora: Luciana Saldanha Advogada, especialista em direito trabalhista e previdenciário.

Leia mais

Prof. Alexsandro C Cruz Direito Previdenciário

Prof. Alexsandro C Cruz Direito Previdenciário Prof. Alexsandro C Cruz Direito Previdenciário BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS Resumo para Prova AFRF 1. Beneficiários Segurados Obrigatórios Facultativos Empregado Empregado Doméstico Trabalhador Avulso Segurado

Leia mais

FONTES DO DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL

FONTES DO DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL Seguridade Social Profª Mestre Ideli Raimundo Di Tizio p 8 FONTES DO DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL As fontes do Direito da Seguridade Social podem ser material e formal. As fontes formais são as formas

Leia mais

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site:

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: www.sei-cesucol.edu.br e-mail: sei-cesu@vsp.com.br FACULDADE

Leia mais

A MP revogou o 5º, porém na sua conversão em lei a revogação não se manteve.

A MP revogou o 5º, porém na sua conversão em lei a revogação não se manteve. 1 DIREITO PREVIDENCIÁRIO PONTO 1: Aposentadoria Especial PONTO 2: Aposentadoria por invalidez, Auxílio-Doença e Auxílio-Acidente PONTO 3: Aposentadoria por Idade PONTO 4: Salário Família PONTO 5: Salário

Leia mais

RETA FINAL DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO Disciplina: Direito Previdenciário Tema: Exercícios do Professor II Prof.: André Studart Data: 29/10/2007

RETA FINAL DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO Disciplina: Direito Previdenciário Tema: Exercícios do Professor II Prof.: André Studart Data: 29/10/2007 ACIDENTE DO TRABALHO 1 - (ADVOGADO DA UNIÃO 2004 CESPE) Para fins previdenciários, não é considerado acidente de trabalho aquele que deixa o empregado incapacitado para o trabalho e tenha sido sofrido

Leia mais

Benefícios Previdenciários do INSS Como são concedidos e calculados. Prof. Hilário Bocchi Júnior hilariojunior@bocchiadvogados.com.

Benefícios Previdenciários do INSS Como são concedidos e calculados. Prof. Hilário Bocchi Júnior hilariojunior@bocchiadvogados.com. Benefícios Previdenciários do INSS Como são concedidos e calculados Prof. Hilário Bocchi Júnior hilariojunior@bocchiadvogados.com.br SEGURIDADE SOCIAL Sistema de Seguridade Social Múltipla filiação Filiação

Leia mais

PREVIDÊNCIA SIMULADO 02

PREVIDÊNCIA SIMULADO 02 PREVIDÊNCIA SIMULADO 02 Nas questões de 01 a 10, marque a alternativa correta: 01) I. Os beneficiários da previdência social subdividem se em dependentes e segurados. Já os segurados, podem ser obrigatórios

Leia mais

Prof. Hugo Goes Direito Previdenciário

Prof. Hugo Goes Direito Previdenciário Prof. Hugo Goes Direito Previdenciário Questões De Direito Previdenciário Elaboradas Pela Fundação Carlos Chagas I SEGURIDADE SOCIAL: CONCEITO E PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS 1. (Analista TRF 3ª Região -

Leia mais

www.adrianamenezes.com.br www.facebook.com/profadrianamenezes DICAS DE OUTUBRO / 2014

www.adrianamenezes.com.br www.facebook.com/profadrianamenezes DICAS DE OUTUBRO / 2014 DICAS DE OUTUBRO / 2014 DICA 01 É de dez anos o prazo de decadência de todo e qualquer direito ou ação do segurado ou beneficiário para a revisão do ato de concessão de benefício, a contar do dia primeiro

Leia mais

Carência para o recebimento do benefício pensão por morte?

Carência para o recebimento do benefício pensão por morte? 1 Carência para o recebimento do benefício pensão por morte? A MP 664 de dezembro de 2014 previu uma carência de 24 meses para a obtenção do benefício pensão por morte. Depois de muita discussão no Congresso

Leia mais

Material disponibilizado pela Professora:

Material disponibilizado pela Professora: Material disponibilizado pela Professora: 01) (TRF 3ª REGIÃO - JUIZ FEDERAL SUBSTITUTO - 19/03/2006) Podem beneficiar-se do auxílio-acidente: a) o estrangeiro domiciliado e contratado no Brasil para trabalhar

Leia mais

DIREITOS PREVIDENCIÁRIOS

DIREITOS PREVIDENCIÁRIOS DIREITOS PREVIDENCIÁRIOS 1. INTRODUÇÃO O direito previdenciário é o ramo do Direito que disciplina a estrutura das organizações, o custeio, os benefícios e os beneficiários do sistema previdenciário. A

Leia mais

Previdência Social sob a forma de Regime Geral

Previdência Social sob a forma de Regime Geral Previdência Social sob a forma de Regime Geral Estrutura do Sistema Previdenciário no Brasil Regime Geral de Previdência Social (RGPS) Administrado pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS); Obrigatório,

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO TRT 01 CONCURSO 2008. 1) É norma reguladora da apuração, constituição e cobrança dos créditos da seguridade social:

DIREITO PREVIDENCIÁRIO TRT 01 CONCURSO 2008. 1) É norma reguladora da apuração, constituição e cobrança dos créditos da seguridade social: DIREITO PREVIDENCIÁRIO TRT 01 CONCURSO 2008 1) É norma reguladora da apuração, constituição e cobrança dos créditos da seguridade social: a) extingue-se em 15 (quinze) anos o direito de apurar os créditos.

Leia mais

GUIA DO SEGURADO da Previdência Social

GUIA DO SEGURADO da Previdência Social CÂMARA DOS DEPUTADOS GUIA DO SEGURADO da Previdência Social Conheça os direitos do seu seguro social. ANTONIO BULHÕES Deputado Federal PRB/SP BRASÍLIA Abril/2009 GUIA DO SEGURADO da Previdência Social

Leia mais

INSS/FGTS/IRRF TABELA DE INCIDÊNCIAS

INSS/FGTS/IRRF TABELA DE INCIDÊNCIAS INSS/FGTS/IRRF TABELA DE INCIDÊNCIAS Abonos de qualquer natureza Evento Descrição INSS FGTS IRRF Acidente de Trabalho - Típico - Trajeto - Doença Laboral Acidente de Trabalho - Típico - Trajeto - Doença

Leia mais

PROJETO RETA FINAL QUESTÕES COMENTADAS. INSS - FCC www.beabadoconcurso.com.br Todos os direitos reservados. - 1 -

PROJETO RETA FINAL QUESTÕES COMENTADAS. INSS - FCC www.beabadoconcurso.com.br Todos os direitos reservados. - 1 - INSS - FCC www.beabadoconcurso.com.br Todos os direitos reservados. - 1 - DIREITO PREVIDENCIÁRIO SÚMARIO UNIDADE 1 Seguridade Social (Origem e evolução legislativa no Brasil; Conceituação; Organização

Leia mais

Categorias de Segurados

Categorias de Segurados INSTITUTO NACIONAL DA SEGURALIDADE SOCIAL - INSS A Previdência Social é o seguro social para a pessoa que contribui. É uma instituição pública que tem como objetivo reconhecer e conceder direitos aos seus

Leia mais

19/02/2015. Auxílio Doença

19/02/2015. Auxílio Doença Lei 8213/91 (alterada pela MP 664) Auxílio Doença Art. 60. O auxílio-doença será devido ao segurado que ficar incapacitado para seu trabalho ou sua atividade habitual, desde que cumprido, quando for o

Leia mais

INSS CURSO DE EXERCÍCIOS Previdenciário Bateria de Exercícios 03 Sérgio Armanelli

INSS CURSO DE EXERCÍCIOS Previdenciário Bateria de Exercícios 03 Sérgio Armanelli 159 (CESPE/2012/TCE-ES/Auditor de Controle Externo) No âmbito do RGPS, o auxílio-acidente, concedido no dia seguinte ao da cessação do auxílio-doença, visa indenizar o segurado empregado cuja capacidade

Leia mais

5. A qualidade de segurado obrigatório está insitamente ligada ao exercício de atividade

5. A qualidade de segurado obrigatório está insitamente ligada ao exercício de atividade PROCURADOR FEDERAL 1998 (ADAPTADA) Com relação à certidão negativa de débito, julgue os seguintes itens. 1. A certidão negativa de débito, cujo o prazo de validade é de 180 dias, não será exigida das microempresas

Leia mais

Atualização: 27.07.2015 De acordo com a LC 150, a Lei 13.135 e a MP 676, de 2015.

Atualização: 27.07.2015 De acordo com a LC 150, a Lei 13.135 e a MP 676, de 2015. Auxílio-doença Arts. 59 a 63 da Lei nº 8.213/91 Arts. 71 a 80 do RPS O auxílio-doença exige a comprovação da incapacidade do segurado para o seu trabalho ou para a sua atividade habitual por mais de 15

Leia mais

A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 62 da Constituição, adota a seguinte Medida Provisória, com força de

A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 62 da Constituição, adota a seguinte Medida Provisória, com força de MEDIDA PROVISÓRIA Nº 664 DE 30.12.2014 (DOU 30.12.2014 ED. EXTRA; REP. DOU DE 02.01.2015) Altera as Leis nº 8.213, de 24 de julho de 1991, nº 10.876, de 2 junho de 2004,nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990,

Leia mais

DIREITOS PREVIDENCIÁRIOS 1. APOSENTADORIA

DIREITOS PREVIDENCIÁRIOS 1. APOSENTADORIA DIREITOS PREVIDENCIÁRIOS 1. APOSENTADORIA 1.1 Aposentadoria por invalidez Destina-se aos professores cuja incapacidade ao trabalho é confirmada pelo setor de perícias médicas do INSS. Uma vez concedida

Leia mais

INSS/FGTS/IRRF - TABELA DE INCIDÊNCIAS Tabela de incidências

INSS/FGTS/IRRF - TABELA DE INCIDÊNCIAS Tabela de incidências INSS/FGTS/IRRF - TABELA DE INCIDÊNCIAS Tabela de incidências Evento Descrição INSS FGTS IRRF Abonos de qualquer natureza Acidente de Trabalho - Típico - Trajeto - Doença Laboral Acidente de Trabalho -

Leia mais

Quais os documentos exigidos para a concessão da aposentadoria por tempo de contribuição?

Quais os documentos exigidos para a concessão da aposentadoria por tempo de contribuição? Aposentadoria por Tempo de Contribuição Quem tem direito? Para ter direito à aposentadoria integral o trabalhador homem deve comprovar pelo menos 35 anos de contribuição e a trabalhadora mulher, 30 anos.

Leia mais

15 - BASES DE INCIDÊNCIA E NÃO INCIDÊNCIA

15 - BASES DE INCIDÊNCIA E NÃO INCIDÊNCIA 15 - BASES DE INCIDÊNCIA E NÃO INCIDÊNCIA 15.1 - Integram a remuneração para fins de cálculos dos valores devidos à Previdência Social e a serem recolhidos para o FGTS, dentre outras, as seguintes parcelas:

Leia mais

MATERIAL COMPILADO PELO Prof. FERNANDO APRATO PARA O CONCURSO DE TRF DE 2014.

MATERIAL COMPILADO PELO Prof. FERNANDO APRATO PARA O CONCURSO DE TRF DE 2014. 55 QUESTÕES DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO MATERIAL COMPILADO PELO Prof. FERNANDO APRATO PARA O CONCURSO DE TRF DE 2014. 1. (CEF/Advogado/FCC/2011) De acordo com a Lei n 8.212/91, são segurados obrigatórios

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos É devido auxilio pelo INSS quando o empregador estiver de férias

Parecer Consultoria Tributária Segmentos É devido auxilio pelo INSS quando o empregador estiver de férias É devido auxilio pelo INSS quando o empregador 02/04/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 4 3.1 Licença Maternidade... 7

Leia mais

LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA

LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA AUXÍLIO-DOENÇA - PROCEDIMENTOS LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA Sumário 1. Introdução 2. Conceito Auxílio-doença 2.1 Tipos de auxílio-doença 3. pagamento 4. Carência - Conceito 4.1 Independe de carência 4.2 Depende

Leia mais

Prova Comentada TRT/SP Direito Previdenciário. XX. (Analista Judiciário Área Judiciária/TRT-2/FCC/2014):

Prova Comentada TRT/SP Direito Previdenciário. XX. (Analista Judiciário Área Judiciária/TRT-2/FCC/2014): Prova Comentada TRT/SP Direito Previdenciário XX. (Analista Judiciário Área Judiciária/TRT-2/FCC/2014): 54. Uma vez criados por lei do ente federativo, vinculam-se aos regimes próprios de previdência social

Leia mais

BENEFÍCIOS POR INCAPACIDADE

BENEFÍCIOS POR INCAPACIDADE BENEFÍCIOS POR INCAPACIDADE BENEFÍCIOS POR INCAPACIDADE Art. 201. A previdência social será organizada sob a forma de regime geral, de caráter contributivo e de filiação obrigatória, observados critérios

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS» LEGISLAÇÃO «21. A Previdência Social, mediante contribuição, tem por fim assegurar aos seus beneficiários meios indispensáveis de manutenção. NÃO é segurado obrigatório da Previdência

Leia mais

1. CUSTEIO DA SEGURIDADE SOCIAL.

1. CUSTEIO DA SEGURIDADE SOCIAL. 1. CUSTEIO DA SEGURIDADE SOCIAL. O princípio do equilíbrio financeiro atuarial determina que para cada benefício deve haver um fonte de custeio. O art. 195, caput, prevê que toda a sociedade financia a

Leia mais

Tabela Prática de Verbas que compõem a Base de Cálculo para incidência de INSS, FGTS e IRRF

Tabela Prática de Verbas que compõem a Base de Cálculo para incidência de INSS, FGTS e IRRF Tabela Prática de Verbas que compõem a Base de Cálculo para incidência de INSS, FGTS e IRRF Discriminação INSS Fundamento legal FGTS Fundamento legal IRRF Fundamento legal Abono de férias - pecuniário

Leia mais

RESUMO ALÍQUOTAS CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS

RESUMO ALÍQUOTAS CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS RESUMO ALÍQUOTAS CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS - DAS EMPRESAS EM GERAL, sobre: Folha de Pagamento (EMP./AVULSOS) 20% Remunerações pagas aos CI 20% Terceiros (EMP./AVULSOS) 5,8% RAT (EMP./AVULSOS) 1% (leve) 2%

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS GABINETE DO PREFEITO LEI COMPLEMENTAR Nº 118, DE 17 DE ABRIL 2006. Altera a Lei Complementar nº 008, de 16 de novembro de 1999, que dispõe sobre o estatuto dos servidores públicos da Administração Direta e Indireta dos Poderes

Leia mais

Trataremos nesta aula das contribuições destinadas ao custeio da seguridade social

Trataremos nesta aula das contribuições destinadas ao custeio da seguridade social 1.4.7.3. Contribuições do art.195 CF Trataremos nesta aula das contribuições destinadas ao custeio da seguridade social (previdência, saúde e assistência social), espécies de contribuições sociais, como

Leia mais

No âmbito do RPPS Regime Próprio de Previdência Social de Camaçari, não há exigência de cumprimento de carência para percepção deste beneficio.

No âmbito do RPPS Regime Próprio de Previdência Social de Camaçari, não há exigência de cumprimento de carência para percepção deste beneficio. ESPÉCIES DE BENEFÍCIOS PARA OS SEGURADOS 1. APOSENTADORIA Aposentadoria por Invalidez No âmbito do RPPS Regime Próprio de Previdência Social de Camaçari, não há exigência de cumprimento de carência para

Leia mais

RGPS Regime Geral da Previdência Social

RGPS Regime Geral da Previdência Social RGPS Regime Geral da Previdência Social Como funciona e quais os benefícios do RGPS para as pessoas que trabalham com carteira assinada Prof.ª Vera Lúcia Cruz A seguridade social compreende um conjunto

Leia mais

pelo art. 1º da Lei nº 12.470 -

pelo art. 1º da Lei nº 12.470 - 180 PREVIDÊNCIA 2º - Os recursos oriundos da majoração das contribuições previstas nesta Lei ou da criação de novas contribuições destinadas à Seguridade Social somente poderão ser utilizados para atender

Leia mais

LEGISLAÇÃO. Inscrição e Filiação: Artigo 17 da Lei 8213/91; Artigo 18 do Decreto 3048/99; Artigo 3º e seguintes da IN 77

LEGISLAÇÃO. Inscrição e Filiação: Artigo 17 da Lei 8213/91; Artigo 18 do Decreto 3048/99; Artigo 3º e seguintes da IN 77 FILIAÇÃO É o vínculo que as pessoas estabelecem com a Previdência Social a partir do momento em que passam a exercer uma atividade remunerada ou a recolher as contribuições previdenciárias. Com a filiação,

Leia mais

SISTEMAS ESPECIAIS DE PREVIDÊNCIA

SISTEMAS ESPECIAIS DE PREVIDÊNCIA Seguridade Social Profª Mestre Ideli Raimundo Di Tizio p 36 SISTEMAS ESPECIAIS DE PREVIDÊNCIA Congressistas deputados federais e senadores tinham até 1997 um regime próprio de Previdência Social (I.P.C.)

Leia mais

O Regime Geral de Previdência Social RGPS

O Regime Geral de Previdência Social RGPS O Regime Geral de Previdência Social RGPS Capítulo 5 O Regime Geral de Previdência Social RGPS Sumário 1. Introdução 2. Os beneficiários do RGPS: 2.1 Os segurados obrigatórios; 2.2. O segurado facultativo;

Leia mais

LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA CONSTITUIÇÃO FEDERAL

LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA CONSTITUIÇÃO FEDERAL LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA CONSTITUIÇÃO FEDERAL Título II - Dos Direitos e Garantias Fundamentais Capítulo II - Dos Direitos Sociais Art. 7º São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros

Leia mais

20 QUESTÕES DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO elaboradas e COMENTADAS PELA PROFESSORA KARINA JAQUES, da Academia do Concurso - Inspiradas na banca FCC

20 QUESTÕES DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO elaboradas e COMENTADAS PELA PROFESSORA KARINA JAQUES, da Academia do Concurso - Inspiradas na banca FCC 20 QUESTÕES DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO elaboradas e COMENTADAS PELA PROFESSORA KARINA JAQUES, da Academia do Concurso - Inspiradas na banca FCC 01. Dentre as proposições que se seguem, assinale a correta:

Leia mais

Prof. Hugo Goes Direito Previdenciário

Prof. Hugo Goes Direito Previdenciário Prof. Hugo Goes Direito Previdenciário Questões De Direito Previdenciário Elaboradas Pelo Cespe/Unb I SEGURIDADE SOCIAL: CONCEITO ORGANIZAÇÃO E PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS 1. (Juiz Federal, TRF 5ª Região,

Leia mais

Série Concursos Públicos Direito Previdenciário Wagner Balera Cristiane Miziara Mussi 11ª para 12ª edição

Série Concursos Públicos Direito Previdenciário Wagner Balera Cristiane Miziara Mussi 11ª para 12ª edição p. 32 Substituir pelo texto abaixo: 45. 2009 (15/06) Ratificada pelo Brasil, a Convenção 102, de 1952, da OIT, aprovada pelo Decreto Legislativo 269, de 19.09.2008, do Congresso Nacional. 1 46. 2011 Lei

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO

DIREITO PREVIDENCIÁRIO 1. Da Previdência Social DIREITO PREVIDENCIÁRIO Art. 201. A previdência social será organizada sob a forma de regime geral, de caráter contributivo e de filiação obrigatória, observados critérios que preservem

Leia mais

PEQUENAS COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE PREVIDÊNCIA (SOCIAL E PRIVADA) UNIVILLE Departamento de Economia

PEQUENAS COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE PREVIDÊNCIA (SOCIAL E PRIVADA) UNIVILLE Departamento de Economia 50 PEQUENAS COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE PREVIDÊNCIA (SOCIAL E PRIVADA) UNIVILLE Departamento de Economia Joinville SC, 2009 Elaboração: Prof. Airton Nagel Zanghelini 1 PREVIDÊNCIA: O QUE É ISSO?

Leia mais

QUADRO COMPARATIVO DA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA

QUADRO COMPARATIVO DA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA ESTUDO ESTUDO QUADRO COMPARATIVO DA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA Cláudia Augusta Ferreira Deud Consultora Legislativa da Área XXI Previdência e Direito Previdenciário ESTUDO ABRIL/2007 Câmara dos Deputados

Leia mais

Capítulo III Informações Financeiras 93

Capítulo III Informações Financeiras 93 4.9 - MOVIMENTAÇÃO Informar a movimentação, com as datas de afastamento e retorno, no formato DD/MM/AAAA, bem como o código, conforme as situações discriminadas no quadro a seguir: Cód H I1 I2 I3 I4 J

Leia mais

Analista de Serviço Social do INSS

Analista de Serviço Social do INSS PRESTAÇÕES DA PREVIDÊNCIA SOCIAL BENEFÍCIOS E SERVIÇOS Passaremos, agora, a estudar detalhadamente os diversos benefícios e serviços do Regime Geral de Previdência Social, suas regras básicas e específicas.

Leia mais

Quadro comparativo da Medida Provisória nº 665, de 30 de dezembro de 2014

Quadro comparativo da Medida Provisória nº 665, de 30 de dezembro de 2014 Quadro comparativo da 1 Lei nº 7.998, de 11 de janeiro de 1990 Art. 3º Terá direito à percepção do segurodesemprego o trabalhador dispensado sem justa causa que comprove: I - ter recebido salários de pessoa

Leia mais

- Estudo técnico - Art. 67...

- Estudo técnico - Art. 67... Aposentadoria especial para diretores, coordenadores e assessores pedagógicos - Estudo técnico - A Lei nº 11.301, de 10 de maio de 2006, publicada no Diário 0ficial da União de 11 de maio do mesmo ano,

Leia mais

Nos arts. 293 a 310 da IN INSS nº 45/10, há ainda procedimentos a serem adotados pelo Instituto Nacional da Seguridade Social - INSS sobre o tema.

Nos arts. 293 a 310 da IN INSS nº 45/10, há ainda procedimentos a serem adotados pelo Instituto Nacional da Seguridade Social - INSS sobre o tema. SALÁRIO-MATERNIDADE - Alterações Matéria atualizada com base na legislação vigente em: 22/06/2012. Sumário: 1 - Introdução 2 - Salário-Maternidade 2.1 - Parto 2.1.1 - Parto Antecipado ou Natimorto 2.1.2

Leia mais

SALÁRIO-MATERNIDADE - Considerações Gerais. Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 26/09/2011. Sumário:

SALÁRIO-MATERNIDADE - Considerações Gerais. Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 26/09/2011. Sumário: SALÁRIO-MATERNIDADE - Considerações Gerais Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 26/09/2011. Sumário: 1 - Introdução 2 - Salário-Maternidade 2.1 - Parto 2.1.1 - Parto Antecipado ou Natimorto

Leia mais

Questões comentadas Direito Previdenciário Concurso INSS

Questões comentadas Direito Previdenciário Concurso INSS 1 Para adquirir a apostila digital de 500 de para concurso do INSS acesse o site: www.odiferencialconcursos.com.br ESTA APOSTILA SERÁ ATUALIZADA ATÉ A DATA DO ENVIO. ATENÇÃO: ENTREGA SOMENTE VIA E-MAIL

Leia mais

2 Lei 13.134/2015. 2.3 Alterações no Abono Salarial: 2.3.1 Quanto ao período de tempo e valor

2 Lei 13.134/2015. 2.3 Alterações no Abono Salarial: 2.3.1 Quanto ao período de tempo e valor 2 Lei 13.134/2015 2.2 Conteúdo da Lei 13.134/2015: Altera as Leis no 7.998, de 11 de janeiro de 1990, que regula o Programa do Seguro-Desemprego e o Abono Salarial e institui o Fundo de Amparo ao Trabalhador

Leia mais

Curso de Extensão em Direito Previdenciário

Curso de Extensão em Direito Previdenciário Curso de Extensão em Direito Previdenciário 2º Encontro Teoria Básica dos Benefícios Previdenciários do RGPS Requisitos para a concessão de benefícios previdenciários 1) Requisitos Genéricos a) Adquirir

Leia mais

SÍNTESE DOS BENEFÍCIOS DO REGIME GERAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL RGPS 1

SÍNTESE DOS BENEFÍCIOS DO REGIME GERAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL RGPS 1 SÍNTESE DOS BENEFÍCIOS DO REGIME GERAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL RGPS 1 APOSENTADORIA POR INVALIDEZ legal Artigos 42 a 47, da Lei 8.213/91 Segurado incapaz e insusceptível de reabilitação para o exercício

Leia mais

SALÁRIO MÍNIMO NOVO VALOR A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2015 DECRETO Nº 8.381 - DOU de 30.12.2014

SALÁRIO MÍNIMO NOVO VALOR A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2015 DECRETO Nº 8.381 - DOU de 30.12.2014 Data do boletim informativo Volume 1, Edição 1 Di Informativo 01/2015 SALÁRIO MÍNIMO NOVO VALOR A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2015 DECRETO Nº 8.381 - DOU de 30.12.2014 Foi publicado no Diário Oficial da

Leia mais

Média aritmética dos 80% maiores salários de contribuição, multiplicado pelo fator previdenciário.

Média aritmética dos 80% maiores salários de contribuição, multiplicado pelo fator previdenciário. 1) Cálculo de Benefícios - Continuação 1.1) Aposentadoria por tempo de contribuição Média aritmética dos 80% maiores salários de contribuição, multiplicado pelo fator previdenciário. Fator Previdenciário

Leia mais

Direito Previdenciário - Prof. Ítalo

Direito Previdenciário - Prof. Ítalo 51 BOAS DICAS DE BENEFÍCIOS Professor Italo Romano DICA 1 São 10 os benefícios previdenciários (REGRA 4 3 2 1). DICA 2 São 6 os segurados da Previdência Social (CADES F). DICA 3 Os beneficiários do sistema

Leia mais

Curso de Extensão em Direito Previdenciário

Curso de Extensão em Direito Previdenciário Curso de Extensão em Direito Previdenciário Benefícios a serem analisados no dia: a) Salário-maternidade b) Pensão por morte c)auxílio-reclusão a) Salário maternidade Conceito Trata-se de benefício previdenciário

Leia mais

DECRETO Nº 5.545, DE 22 DE SETEMBRO DE 2005

DECRETO Nº 5.545, DE 22 DE SETEMBRO DE 2005 DECRETO Nº 5.545, DE 22 DE SETEMBRO DE 2005 DOU 23-09-2005 Altera dispositivos do Regulamento da Previdência Social, aprovado pelo Decreto nº 3.048, de 6 de maio de 1999, e dá outras providências. O PRESIDENTE

Leia mais

CUSTEIO DA SEGURIDADE SOCIAL

CUSTEIO DA SEGURIDADE SOCIAL Seguridade Social Profª Mestre Ideli Raimundo Di Tizio p 15 CUSTEIO DA SEGURIDADE SOCIAL A Seguridade Social é financiada por toda a sociedade, de forma direta e indireta, mediante recursos provenientes

Leia mais

PREVIDÊNCIA SOCIAL INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL. Educação Previdenciária

PREVIDÊNCIA SOCIAL INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL. Educação Previdenciária Todo(a) brasileiro(a), a partir de 16 anos de idade, pode filiar-se à Previdência Social e pagar mensalmente a contribuição para assegurar os seus direitos e a proteção à sua família. Vejamos com isso

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PREVIDENCIÁRIO

ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PREVIDENCIÁRIO ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PREVIDENCIÁRIO INÍCIO EM 07/07/2012 COORDENADORES DO CURSO: MARCELO DA FONSECA GUERREIRO - Juiz Federal e Mestre em Direito. Foi Juiz Titular do 7º. Juizado Previdenciário/RJ.

Leia mais

1/7. Prof. Wilson Roberto

1/7. Prof. Wilson Roberto 1/7 5. Contrato individual de trabalho: Contribuição Sindical, INSS, Salário-família, IRRF trabalho assalariado, PIS/PASEP, e CAGED Contribuição Sindical A contribuição sindical está prevista nos artigos

Leia mais

Francisco Luiz de Andrade Bordaz Advogado. À Cebracoop Central Brasileira das Cooperativas de Trabalho.

Francisco Luiz de Andrade Bordaz Advogado. À Cebracoop Central Brasileira das Cooperativas de Trabalho. À Cebracoop Central Brasileira das Cooperativas de Trabalho. Att. Consulta Formulada. Quesitos: 1) Quais são os direitos que os cooperados e seus dependentes, como segurados da Previdência Social, possuem?

Leia mais

COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº 240, DE 2015

COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº 240, DE 2015 COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº 240, DE 2015 Redação final do Projeto de Lei de Conversão nº 3, de 2015 (Medida Provisória nº 665, de 2014). A Comissão Diretora apresenta a redação final do Projeto de Lei

Leia mais

A Constituição Federal88 determina em seu art. 201 a garantia do benefício de salário-família aos trabalhadores de baixa renda.

A Constituição Federal88 determina em seu art. 201 a garantia do benefício de salário-família aos trabalhadores de baixa renda. SALÁRIO-FAMÍLIA - Considerações Gerais Matéria atualizada com base na legislação vigente em: 07/05/2013. Sumário: 1 - Introdução 2 - Salário-Família 3 - Beneficiários 3.1 - Filho - Equiparação 3.2 - Verificação

Leia mais

expert PDF Trial Aspectos Trabalhistas e Previdenciários (Departamento Pessoal) Outubro 2013 Elaborado por: Valéria de Souza Telles

expert PDF Trial Aspectos Trabalhistas e Previdenciários (Departamento Pessoal) Outubro 2013 Elaborado por: Valéria de Souza Telles Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400 - ramal 1529 (núcleo de relacionamento) Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva, 60 Higienópolis

Leia mais

MPS Ministério da Previdência Social SPS Secretaria de Políticas de Previdência Social. Aposentadoria Especial Servidor PúblicoP Impacto decisões STF

MPS Ministério da Previdência Social SPS Secretaria de Políticas de Previdência Social. Aposentadoria Especial Servidor PúblicoP Impacto decisões STF MPS Ministério da Previdência Social SPS Secretaria de Políticas de Previdência Social Aposentadoria Especial Servidor PúblicoP Impacto decisões STF Aposentadoria Especial Art. 40 4º Constituição Federal

Leia mais

XVII Congresso Brasileiro de Perícia Médica. Isenção de Carência do INSS Temporário x Definitivo

XVII Congresso Brasileiro de Perícia Médica. Isenção de Carência do INSS Temporário x Definitivo INSS - DIRETORIA DE BENEFÍCIOS XVII Congresso Brasileiro de Perícia Médica Isenção de Carência do INSS Temporário x Definitivo Filomena Maria Bastos Gomes Coordenadora Geral de Benefícios por Incapacidade

Leia mais

pela previdência social, além dos outros benefícios já previstos em lei;

pela previdência social, além dos outros benefícios já previstos em lei; COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI N o 2.567, DE 2011 (Apensos os Projetos de Lei nºs 2.675, de 2011; 2.687, de 2011; 5.668, de 2009; 5.693, de 2009; 6.552, de 2009; 6.951, de 2010;

Leia mais

3) Assinale a alternativa incorreta. Constituem contribuições sociais destinadas à seguridade social:

3) Assinale a alternativa incorreta. Constituem contribuições sociais destinadas à seguridade social: 1) Assinale a alternativa correta. a) O empregador doméstico, em relação a segurado que lhe presta serviço, é equiparado à empresa, para fins do financiamento da seguridade social. b) O proprietário ou

Leia mais

ACIDENTE DE TRABALHO

ACIDENTE DE TRABALHO ACIDENTE DE TRABALHO Conselho Federal de Medicina (CFM) RESOLUÇÃO CFM nº 1488/1988 É responsabilidade do médico estabelecer a relação causal ou o nexo técnico entre a doença e o trabalho História clínica

Leia mais

ACIDENTE DE TRABALHO

ACIDENTE DE TRABALHO CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA (CFM) RESOLUÇÃO CFM nº 1488/1988 É responsabilidade do médico estabelecer a relação causal ou o nexo técnico entre a doença e o trabalho História clínica e ocupacional Exame

Leia mais

Simulado do concurso para Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil

Simulado do concurso para Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil Hugo Goes Simulado do concurso para Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil Questões elaboradas pelo Prof. Hugo Goes 1. A respeito da base de incidência das contribuições previdenciárias, assinale

Leia mais

PROVA DE ANALISTA DO SEGURO SOCIAL FUNRIO - 2013 TODAS AS ÁREAS:

PROVA DE ANALISTA DO SEGURO SOCIAL FUNRIO - 2013 TODAS AS ÁREAS: PROVA DE ANALISTA DO SEGURO SOCIAL FUNRIO - 2013 TODAS AS ÁREAS: Questão 37 Com relação aos princípios que regem a previdência social, está correta a seguinte característica: A) redutibilidade (Irredutibilidade)

Leia mais

PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE GUARAPARI / ES.

PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE GUARAPARI / ES. Fortalecendo o Futuro! PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE GUARAPARI / ES. ======================== Informações aos Segurados. ======================== 1 Apresentação Este manual foi elaborado

Leia mais

Curso de Extensão em Direito Previdenciário

Curso de Extensão em Direito Previdenciário Curso de Extensão em Direito Previdenciário Benefícios Previdenciários em Espécie Benefícios a serem estudados no dia: 1) Benefícios decorrentes de sinistros: a) Auxílio-doença b) Auxílio-acidente c) Aposentadoria

Leia mais

REGIMES PREVIDENCIÁRIOS. Prof. Me. Danilo Ripoli

REGIMES PREVIDENCIÁRIOS. Prof. Me. Danilo Ripoli REGIMES PREVIDENCIÁRIOS parte 2 Prof. Me. Danilo Ripoli O PLANO DE BENEFÍCIOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL No PBPS estão todas as normas que regem a relação jurídica entre segurados, dependentes e previdência

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA INSS Nº 31, DE 10 DE SETEMBRO DE 2008

INSTRUÇÃO NORMATIVA INSS Nº 31, DE 10 DE SETEMBRO DE 2008 INSTRUÇÃO NORMATIVA INSS Nº 31, DE 10 DE SETEMBRO DE 2008 Dispõe sobre procedimentos e rotinas referentes ao Nexo Técnico Previdenciário, e dá outras providências. FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: Lei nº 8.212, de

Leia mais

Disciplina: Saúde e Trabalho

Disciplina: Saúde e Trabalho Disciplina: Saúde e Trabalho AULA: ACIDENTES DE TRABALHO Isabel Braga Rio de Janeiro Setembro / 2010 Definição: Acidente de trabalho é o que ocorre pelo exercício do trabalho a serviço da empresa, ou ainda

Leia mais

INFORMATIVO PREVIQUAM.

INFORMATIVO PREVIQUAM. INFORMATIVO PREVIQUAM. INSTITUIDO PELA LEI Nº. 480 DE 24/03/1994 O QUE É PREVIQUAM? É uma autarquia com personalidade jurídica própria que destina-se a assegurar aos Servidores públicos Municipais de São

Leia mais

Perguntas e respostas sobre a instrução normativa/inss/dc nº 89 de 11/06/2003 e a Lei nº 10.666 de 08/05/2003

Perguntas e respostas sobre a instrução normativa/inss/dc nº 89 de 11/06/2003 e a Lei nº 10.666 de 08/05/2003 Perguntas e respostas sobre a instrução normativa/inss/dc nº 89 de 11/06/2003 e a Lei nº 10.666 de 08/05/2003 01 De que trata a Instrução Normativa 89? A IN 89 trata da contribuição adicional para financiamento

Leia mais