ASSÉDIO MORAL ORGANIZACIONAL: VISÃO DA JUSTIÇA DO TRABALHO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ASSÉDIO MORAL ORGANIZACIONAL: VISÃO DA JUSTIÇA DO TRABALHO"

Transcrição

1 ASSÉDIO MORAL ORGANIZACIONAL: VISÃO DA JUSTIÇA DO TRABALHO

2 Exposição versará acerca da: INTRODUÇÃO 1. origem da prática conhecida como assédio moral, a sua caracterização, elementos que o integram e formas de manifestação na estrutura empresarial, aí incluído o assédio moral organizacional; 2. análise dos direitos de personalidade do trabalhador na relação de emprego e a lesão que o assédio moral ocasiona à sua esfera jurídica. Para esse efeito, o exame das dimensões que a dignidade humana passou a assumir no ordenamento jurídico-constitucional vigente exigirá breve reflexão; 3. destaque para alguns casos rumorosos em que verificado assédio moral organizacional; 4. mecanismos voltados à reparação pelo dano decorrente do assédio moral em geral e do organizacional em particular. Considerações acerca da jurisprudência da Justiça do Trabalho.

3 1 ORIGEM DO ASSÉDIO MORAL NO TRABALHO Vínculos com a reestruturação produtiva mediante extinção do modelo fordista/taylorista de produção (complexos fabris concentrados) a partir da metade do século passado e aparição do toyotismo, que se caracteriza pela acumulação flexível do capital. Intensificação do toyotismo a partir do final da década de 70 do século passado. Superação da hierarquia piramidal do taylorismo/fordismo. Simulacro de democracia participativa, em que todos podem fazer ouvir suas vozes, em realidade há centralização das decisões estratégicas (SELIGMANN-SILVA). A empresa se torna mais ágil, mantendo pequeno núcleo de trabalhadores (agora designados de colaboradores ) que se ocupam com o produto final, ao mesmo tempo em que toma os serviços de fornecedores e prestadores de serviços terceirizados ( colaboradores externos ). O designado assédio moral, sobretudo o organizacional, guarda estreita relação com o processo de adaptação dos trabalhadores a formas de gerenciamento de pessoal afinadas com a reestruturação produtiva que visa a maximização da produtividade.

4 2 CARACTERIZAÇÃO DO ASSÉDIO MORAL. ESPÉCIES Marie-France Hirigoyen: o assédio moral no trabalho é definido como qualquer conduta abusiva (gesto, palavra, comportamento, atitude...) que atente, por sua repetição ou sistematização, contra a dignidade ou integridade psíquica ou física de uma pessoa, ameaçando seu emprego ou degradando o clima de trabalho. Assédio moral clássico/tradicional: vertical e horizontal. No primeiro, presença de um chefe, superior hierárquico; no segundo, posição na mesma escala hierárquica. Em ambos, existência de vínculo subjetivo entre assediador(es) e assediado. Em síntese: busca-se minar a autoestima do assediado, de modo que acabe por pedir a demissão. Dificuldade da prova por causa da utilização de agressões sutis, atos dissimulados, gestos, olhares...

5 2 CARACTERIZAÇÃO DO ASSÉDIO MORAL. ESPÉCIES Assédio moral organizacional: o assédio passa a fazer parte da estratégia para incrementar a produtividade e por isso ele envolve a adoção de métodos não sutis, mas sim ostensivos, explícitos, que se dirigem ao conjunto dos trabalhadores envolvidos, por exemplo, na produção. É um método de gestão, em que a própria organização do sistema de produção introduz práticas que auxiliem na intensificação da produtividade. Exemplo: imposição da anuência a regras internas e expectativas da organização, mediante uso de xingamentos, pressão psicológica, humilhações, para alcançar metas de produção. Sob o estrito ponto de vista jurídico, o assédio moral corresponde a uma violação da integridade psicológica do trabalhador, de sua honra subjetiva e objetiva, por vezes até de sua intimidade, podendo trazer graves efeitos para a sua saúde. Trata-se de ato de violência que viola direitos de personalidade e o direito fundamental social à saúde.

6 3 DIGNIDADE HUMANA E DIREITOS DE PERSONALIDADE 3.1 O que vem a ser a dignidade da pessoa humana? Vinculações jurídicas históricas da dignidade ao núcleo da personalidade, a aspectos estritamente individuais. Marca do individualismo, próprio das concepções do Estado Liberal: abstenção do Estado, direitos fundamentais como direitos de defesa. Sob o Estado social, exige-se a atuação estatal dirigida à promoção da dignidade mediante o fornecimento de prestações materiais - os direitos sociais. Dignidade relacionada a aspectos sociais, à promoção da integração social. Elementos da dignidade humana: intangibilidade, inviolabilidade, inalienabilidade. Dignidade humana enquanto valor constitucional é voltada à preservação da intimidade, privacidade, honra, imagem e integridade psicofísica da pessoa. Junto com outros valores e princípios constitucionais, também obtém concreção constitucional em direitos fundamentais do trabalho, como os elencados no art. 7º da Constituição.

7 3 DIGNIDADE HUMANA E DIREITOS DE PERSONALIDADE 3.2 Direitos de personalidade Pressupostos gerais O direito de personalidade é relevante em todos os domínios da vida, mas em geral é associado a diferentes modos de desenvolvimento do sujeito, como sejam: o direito à autodeterminação (assegurar a própria identidade); o direito à autopreservação (proteger-se, manter-se ao resguardo da curiosidade de outros); o direito à autoapresentação (proteger-se contra exposição pública falseadora, de desprestígio; direito a configuração individual mediante uso, por ex., de determinado vestuário ou adornos).

8 3 DIGNIDADE HUMANA E DIREITOS DE PERSONALIDADE 3.2 Direitos de personalidade Desdobramentos normativos do direito de personalidade Constituição e Código Civil: a) art. 5º, V, da CF: prevê indenização por dano material, moral e à imagem. Art. 186 do Código Civil: Aquele que, por ação ou omissão voluntária, negligência ou imprudência, violar direito e causa dano a outrem, ainda que exclusivamente moral, comete ato ilícito. b) art. 5º, X, da CF: são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurada indenização (...). O art. 21 do Código Civil: A vida privada da pessoa natural é inviolável (...). c) art. 5º, XIII, da CF: direito ao livre exercício de trabalho ou profissão (art. 5º, XIII, da CF é uma projeção do livre desenvolvimento da personalidade). d) preâmbulo e art. 6º da CF: garantia do acesso a direitos sociais.

9 3 DIGNIDADE HUMANA E DIREITOS DE PERSONALIDADE 3.2 Direitos de personalidade Âmbito de proteção dos direitos de personalidade Âmbito de proteção de um direito: é a esfera vital de um direito protegido juridicamente; o recorte da realidade objeto da proteção do Direito. Direitos de personalidade apresentam-se em diferentes esferas. A intimidade e a privacidade envolvem aspectos mais subjetivos, da interioridade do sujeito. A honra e a imagem envolvem aspectos objetivos, exteriores, embora a honra também possa envolver dimensão subjetiva.

10 3 DIGNIDADE HUMANA E DIREITOS DE PERSONALIDADE 3.3 Os direitos fundamentais oriundos da relação de emprego e os direitos de personalidade Direitos fundamentais do trabalho estão sistematicamente relacionados ao núcleo central do sistema de direitos fundamentais que é a dignidade da pessoa. Por isso, os direitos de personalidade do trabalhador possuem precedência quando confrontados com o poder diretivo do empregador. Embora possa ser reportado à livre iniciativa empresarial, o poder diretivo não possui proteção jusfundamental. Não é sem razão que se assegura a reparação de lesões a direitos da personalidade oriundas de ilícitos havidos no exercício desse poder, como em casos de assédio moral ou de métodos ofensivos visando metas (em geral com lesão à honra e imagem) ou de danos à integridade psicofísica relativos à existência mesma. Conformação legislativa dos direitos de personalidade do trabalhador? Não obstante, as alterações havidas no sistema produtivo, a introdução de sofisticados sistemas tecnológicos que permitem o controle de dados do trabalhador, sua submissão a sistemas de vigilância eletrônica etc., a legislação brasileira não se ocupa dos direitos de personalidade do trabalhador.

11 4. PRÁTICAS ASSOCIADAS AO ASSÉDIO MORAL Alguns exemplos de assédio moral envolvendo exigências no tocante à produtividade. Internet: ( ).

12 5. MECANISMOS DIRIGIDOS À CONTENÇÃO DO ASSÉDIO MORAL 5.1. Indenizações Critérios para a aferição da indenização no assédio moral tradicional: princípio da proporcionalidade ou da razoabilidade; gravidade da lesão, capacidade econômico-financeira do responsável. Sentido punitivo e pedagógico da sanção. Indenizações: pesquisa jurisprudencial revela tentativa de alguns magistrados em tomar como padrão valores já definidos em precedentes para, a partir daí, e considerando especificidade do caso concreto, fixar a indenização. Decisões do TST: há indenizações baixas e estratosféricas em julgamentos oriundos dos tribunais regionais. Em face disso, TST aumenta ou diminui as indenizações a partir de critérios como a razoabilidade e proporcionalidade. Como sancionar o assédio organizacional? Parece conduta mais grave porque aqui não se verifica possível omissão do empregador, mas uma opção gerencial, com suporte em decisão política da empresa, para atingir resultados. Maior rigor na ponderação dos critérios a utilizar na fixação do dano.

13 5. MECANISMOS DIRIGIDOS À CONTENÇÃO DO ASSÉDIO MORAL 5.2. Medidas preventivas. Ação do Estado. Ação da sociedade Lei /09, que trata de fontes de recursos do BNDES. Art. 3º prevê condicionamentos em contratos de financiamentos para evitar dispensas imotivadas. E no art. 4º prevê a vedação de empréstimos ou financiamentos a empresas privadas cujos dirigentes tenham sido condenados por assédio moral, entre outros ilícitos. Como efetivar isso? Criação de banco de assediadores para efeito de restringir acesso a créditos, benefícios fiscais??? NR 17, anexo II, item Portaria n. 9 de Trata dos chamado Call Center, centros de telemarketing: veda adoção de métodos que causem assédio moral.

14 5. MECANISMOS DIRIGIDOS À CONTENÇÃO DO ASSÉDIO MORAL 5.2. Medidas preventivas. Ação do Estado. Ação da sociedade Ações da sociedade? Negociação coletiva: sindicatos, como entes responsáveis pela defesa dos interesses e direitos dos trabalhadores, deveriam pôr o resguardo da segurança e da saúde dos trabalhadores nas pautas de negociações como os sindicatos patronais. Sociedade em geral: organizações sociais, sobretudo as que atuam no âmbito da saúde, têm de voltar sua atenção para as doenças de ordem psíquica provenientes do assédio moral. Essas doenças lesionam a sociedade em geral, seja pelo transtorno familiar, seja pela oneração dos cofres da Previdência Social e pelas perdas à economia em geral. Repercussões sociais e econômicas do assédio.

Introdução...1. Parte I A Religião e o Mundo do Trabalho

Introdução...1. Parte I A Religião e o Mundo do Trabalho SUMÁRIO Introdução...1 Parte I A Religião e o Mundo do Trabalho Capítulo 1 Religião, Direitos Humanos e Espaço Público: Algumas Nótulas Preliminares...7 1. Religião e Direitos Humanos...7 2. O Regresso

Leia mais

ASSÉDIO MORAL A INTERFERÊNCIA DAS RELAÇÕES PESSOAIS NA EMPRESA CAROLINA RONCATTI PATRICIA CANHADAS WILDE C. COLARES

ASSÉDIO MORAL A INTERFERÊNCIA DAS RELAÇÕES PESSOAIS NA EMPRESA CAROLINA RONCATTI PATRICIA CANHADAS WILDE C. COLARES ASSÉDIO MORAL A INTERFERÊNCIA DAS RELAÇÕES PESSOAIS NA EMPRESA CAROLINA RONCATTI PATRICIA CANHADAS WILDE C. COLARES 1 1. O QUE É O ASSÉDIO MORAL? Definições: Marie-France Hirigoyen Toda e qualquer conduta

Leia mais

LIBERDADE RELIGIOSA E CONTRATO DE TRABALHO

LIBERDADE RELIGIOSA E CONTRATO DE TRABALHO LIBERDADE RELIGIOSA E CONTRATO DE TRABALHO A dogmática dos direitos fundamentais e a construção de respostas constitucionalmente adequadas aos conflitos religiosos no ambiente de trabalho IMPETUS SUMÁRIO

Leia mais

ASSÉDIO MORAL NO TRABALHO

ASSÉDIO MORAL NO TRABALHO ASSÉDIO MORAL NO TRABALHO O QUE É Exposição dos trabalhadores a situações humilhantes e constrangedoras, repetitivas e prolongadas durante a jornada de trabalho e no exercício de suas funções. É mais

Leia mais

III Seminário Catarinense de Prevenção ao Assédio Moral no Trabalho. 30 de setembro e 01 de outubro de 2013

III Seminário Catarinense de Prevenção ao Assédio Moral no Trabalho. 30 de setembro e 01 de outubro de 2013 III Seminário Catarinense de Prevenção ao Assédio Moral no Trabalho 30 de setembro e 01 de outubro de 2013 1 2 ASSÉDIO MORAL Assédio Moral Conceito: Comportamentos agressivos que visam, sobretudo a desqualificação

Leia mais

ASSÉDIO MORAL: COMO SE DEFENDER DO ASSÉDIO MORAL NO TRABALHO?

ASSÉDIO MORAL: COMO SE DEFENDER DO ASSÉDIO MORAL NO TRABALHO? ASSÉDIO MORAL: COMO SE DEFENDER DO ASSÉDIO MORAL NO TRABALHO? O QUE É ASSÉDIO MORAL NO AMBIENTE DE TRABALHO? Assédio Moral é toda e qualquer conduta abusiva que, intencional e frequentemente, fira a dignidade

Leia mais

A REVISTA ÍNTIMA À LUZ DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL

A REVISTA ÍNTIMA À LUZ DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL A REVISTA ÍNTIMA À LUZ DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL Leandro Bertini de Oliveira Especialista em Ciências Jurídicas pela Universidade Candido Mendes Rio de Janeiro. Docente do curso de Direito da Unilago. RESUMO

Leia mais

O QUE É O ASSÉDIO MORAL NO TRABALHO?

O QUE É O ASSÉDIO MORAL NO TRABALHO? O QUE É O ASSÉDIO MORAL NO TRABALHO? O Assédio Moral, muitas vezes confundido com stress ou conflito natural entre colegas e ou agressões pontuais é, também, conhecido por assédio psicológico do trabalho,

Leia mais

I A LEI DE INTRODUÇÃO AO CÓDIGO CIVIL (LICC)

I A LEI DE INTRODUÇÃO AO CÓDIGO CIVIL (LICC) SUMÁRIO Agradecimentos... 19 Nota do autor... 21 Prefácio... 23 Capítulo I A LEI DE INTRODUÇÃO AO CÓDIGO CIVIL (LICC) 1. Introdução ao estudo do Direito... 25 2. Características, conteúdo e funções da

Leia mais

Sumário. Capítulo I A Lei de Introdução

Sumário. Capítulo I A Lei de Introdução Sumário Nota do autor à segunda edição... 21 Nota do autor à primeira edição... 23 Prefácio à segunda edição... 25 Prefácio à primeira edição... 31 Capítulo I A Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro

Leia mais

Prof. Me. Edson Guedes. Unidade II INSTITUIÇÕES DE DIREITO

Prof. Me. Edson Guedes. Unidade II INSTITUIÇÕES DE DIREITO Prof. Me. Edson Guedes Unidade II INSTITUIÇÕES DE DIREITO 5. Direito Civil Unidade II 5.1 Da validade dos negócios jurídicos; 5.2 Responsabilidade civil e ato ilícito; 5. Direito Civil 5.1 Da validade

Leia mais

Marco Civil da Internet. Audiência Pública Senado Federal 03/09/2013

Marco Civil da Internet. Audiência Pública Senado Federal 03/09/2013 Marco Civil da Internet Audiência Pública Senado Federal 03/09/2013 1. Contexto e importância do Marco Civil O Marco Civil da Internet decorre de riquíssimo debate que resultou em um projeto de lei moderno,

Leia mais

Suspensão, interrupção e rescisão do contrato de trabalho

Suspensão, interrupção e rescisão do contrato de trabalho Suspensão, interrupção e rescisão do contrato de trabalho E OUTROS TEMAS Suspensão Não há pagamento de salário Exemplo: Acidente de trabalho e serviço militar: suspenso o contrato de trabalho. Paga-se

Leia mais

Seus Direitos Relacionados A Danos Morais E Materiais

Seus Direitos Relacionados A Danos Morais E Materiais BuscaLegis.ccj.ufsc.br Seus Direitos Relacionados A Danos Morais E Materiais Adriano Martins Pinheiro Bacharelando em Direito Articulista e colaborador de diversos sites e jornais locais. Atuante em Escritório

Leia mais

Unidade I. Instituições de Direito Público e Privado. Profª. Joseane Cauduro

Unidade I. Instituições de Direito Público e Privado. Profª. Joseane Cauduro Unidade I Instituições de Direito Público e Privado Profª. Joseane Cauduro Estrutura da Disciplina Unidade I Conceitos Gerais de Direito O Direito e suas divisões, orientações e a Lei jurídica Unidade

Leia mais

Direito Trabalhista 1

Direito Trabalhista 1 Direito Trabalhista 1 Dispensa indireta. Dano Moral. Outras modalidades de extinção do contrato de trabalho A despedida indireta Considera-se despedida indireta a falta grave praticada pelo empregador

Leia mais

RESPONSABILIDADE DO EMPREGADOR NOS ACIDENTES E DOENÇAS DO TRABALHO

RESPONSABILIDADE DO EMPREGADOR NOS ACIDENTES E DOENÇAS DO TRABALHO RESPONSABILIDADE DO EMPREGADOR NOS ACIDENTES E DOENÇAS DO TRABALHO INTRODUÇÃO REVOLUÇÃO INDUSTRIAL NOVOS MEIOS DE PRODUÇÃO ACIDENTES DO TRABALHO DOENÇAS RELACIONADAS AO TRABALHO AÇÕES TRABALHISTAS RESPONDABILIDADE

Leia mais

Programa de Consolidação da Aprendizagem - Encontro 05 - Prof. Renato Fenili

Programa de Consolidação da Aprendizagem - Encontro 05 - Prof. Renato Fenili Programa de Consolidação da Aprendizagem - Encontro 05 - Prof. Renato Fenili I. CONCEITO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA I. CONCEITOS DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA A Administração (Pública) é o aparelhamento do Estado

Leia mais

GABARITO PROVA OAB

GABARITO PROVA OAB GABARITO PROVA OAB 2008.3 Meninos e Meninas, segue, abaixo, o gabarito da prova OAB 2008.3 Um abraço Renato Saraiva CESPE OAB 2008.3 PEÇA PROFISSIONAL Sob a alegação de que os empregados estariam subtraindo

Leia mais

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA O PLANO REDACIONAL DO TEXTO JURÍDICO

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA O PLANO REDACIONAL DO TEXTO JURÍDICO O PLANO REDACIONAL DO TEXTO JURÍDICO Introdução: A introdução significa início ou começo. Declara ao leitor (juiz e réu) o assunto que será tratado no texto jurídico. Fixa as diretrizes do assunto, facilitando

Leia mais

DESPEDIDA COLETIVA: A CRISE ECONÔMICA E A NECESSIDADE DA NEGOCIAÇÃO COLETIVA.

DESPEDIDA COLETIVA: A CRISE ECONÔMICA E A NECESSIDADE DA NEGOCIAÇÃO COLETIVA. DESPEDIDA COLETIVA: A CRISE ECONÔMICA E A NECESSIDADE DA NEGOCIAÇÃO COLETIVA. Acredito que o pior momento econômico no País já tenha passado, mas é certo que ainda permanece, para algumas empresas, a necessidade

Leia mais

Título: Os limites dos poderes do empregador perante seus empregados face às novas tecnologias

Título: Os limites dos poderes do empregador perante seus empregados face às novas tecnologias RESUMO Área: Direito do Trabalho Título: Os limites dos poderes do empregador perante seus empregados face às novas tecnologias Autor: Adriano Roque Pires Orientadora: Profª. Eliana dos Santos Alves Nogueira

Leia mais

RESPONSABILIDADE CIVIL DO ENFERMEIRO NA GESTÃO ASSISTENCIAL

RESPONSABILIDADE CIVIL DO ENFERMEIRO NA GESTÃO ASSISTENCIAL RESPONSABILIDADE CIVIL DO ENFERMEIRO NA GESTÃO ASSISTENCIAL DEFININDO RESPONSABILIDADE CIVIL A responsabilidade civil consiste na obrigação (vínculo obrigacional) que impende sobre aquele que causa um

Leia mais

Curso de Direito nas Ciências Econômicas. Profa. Silvia Mara Novaes Sousa Bertani

Curso de Direito nas Ciências Econômicas. Profa. Silvia Mara Novaes Sousa Bertani Curso de Direito nas Ciências Econômicas Profa. Silvia Mara Novaes Sousa Bertani 2014 1. O Direito 2 Direito é um conjunto de regras que disciplina as diversas dimensões de nossas vidas. Todos nós, na

Leia mais

O QUE É UM SISTEMA DE GESTÃO?

O QUE É UM SISTEMA DE GESTÃO? O QUE É UM SISTEMA DE GESTÃO? É UM SISTEMA DE GERENCIAMENTO DOS FATORES DE PRODUÇÃO, MÁQUINAS, EQUIPAMENTOS, PROCESSOS E RECURSOS HUMANOS, VOLTADOS PARA A SOBREVIVÊNCIA DA EMPRESA, ATRAVÉS DA BUSCA CONSTANTE

Leia mais

INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS. ANOTAÇÃO NA CTPS. ATESTADOS MÉDICOS

INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS. ANOTAÇÃO NA CTPS. ATESTADOS MÉDICOS PROCESSO Nº TST-RR-766-58.2014.5.20.0009 ACÓRDÃO 6ª Turma RECURSO DE REVISTA INTERPOSTO NA VIGÊNCIA DA LEI Nº 13.015/2014. INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS. ANOTAÇÃO NA CTPS. ATESTADOS MÉDICOS. A anotação

Leia mais

TRABALHO ESCRAVO NO CONTRATO DE EMPREGO E OS DIREITOS FUNDAMENTAIS / _.~-- I I. Lrs

TRABALHO ESCRAVO NO CONTRATO DE EMPREGO E OS DIREITOS FUNDAMENTAIS / _.~-- I I. Lrs TRABALHO ESCRAVO NO CONTRATO DE EMPREGO E OS DIREITOS FUNDAMENTAIS 710 / -- - --------------_.~-- I I ------- ---,------- Lrs índice CAPíTULO I Inexistência de direitos - Direitos de liberdade e igualdade

Leia mais

COMO EVITAR PASSIVO TRABALHISTA Reinaldo de Francisco Fernandes

COMO EVITAR PASSIVO TRABALHISTA Reinaldo de Francisco Fernandes COMO EVITAR PASSIVO TRABALHISTA Reinaldo de Francisco Fernandes email: GRÁFICO COMPARATIVO encargos sociais (fonte José Pastore) 2 QUADRO EVOLUTIVO DO VOLUME DE AÇÕES fonte TST 3 O complexo normativo Constituição

Leia mais

Organização Administrativa BOM DIA!!!

Organização Administrativa BOM DIA!!! BOM DIA!!! 1. Introdução 2. Administração Pública 3. Órgão Público 4. Classificação dos Órgãos 5. Descentralização e Desconcentração 6. Função Pública 7. Cargo Público 8. Agente Público 1. Introdução Regime

Leia mais

Parte I Filosofia do Direito. Teoria Geral do Direito e da Política

Parte I Filosofia do Direito. Teoria Geral do Direito e da Política S u m á r i o Parte I Filosofia do Direito. Teoria Geral do Direito e da Política CAPÍTULO I Filosofia do Direito I: O Conceito de Justiça, O Conceito de Direito, Equidade, Direito e Moral...3 I. O conceito

Leia mais

ÍNDICE CAPÍTULO ATENDIMENTO

ÍNDICE CAPÍTULO ATENDIMENTO CAPÍTULO 01... 6 Marketing... 6 Conceitos...6 Os 7 P s de Marketing...6 Marketing de Relacionamento...7 Marketing de Serviços...7 Marketing Direto...10 Qualidade no Atendimento...11 ATENDIMENTO 5 ATULIDADES

Leia mais

Assédio Sexual nas empresas

Assédio Sexual nas empresas Entenda o Assédio Sexual nas empresas Por Karla Fernanda A. de Olivera Advogada da área Trabalhista Segundo a Organização Internacional do Trabalho, em todo o mundo, 52% das mulheres economicamente ativas

Leia mais

Um grave atentado, diz Janot sobre pacto de... Número de processos se multiplicou 80 vezes em 27 anos, diz...

Um grave atentado, diz Janot sobre pacto de... Número de processos se multiplicou 80 vezes em 27 anos, diz... 1 de 6 20/06/2016 14:57 DIREITO DE FAMÍLIA Tese se baseia em artigo do Código Civil que trata da fidelidade recíproca. Apesar de tendência indicar que a Justiça não irá mais entrar na questão da traição

Leia mais

CAPÍTULO IV CRÉDITOS ADICIONAIS 1. Introdução 2. Créditos suplementares 3. Créditos especiais

CAPÍTULO IV CRÉDITOS ADICIONAIS 1. Introdução 2. Créditos suplementares 3. Créditos especiais SUMÁRIO CAPÍTULO I INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA 1.1 O Direito Financeiro e a Administração Financeira e Orçamentária 1.2 Normas gerais de Direito Financeiro 2. A atividade financeira

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE PERDAS DO FUNDO DE GARANTIA (FGTS) Sex, 20 de Setembro de :51 - Última atualização Sex, 20 de Setembro de :44

RECUPERAÇÃO DE PERDAS DO FUNDO DE GARANTIA (FGTS) Sex, 20 de Setembro de :51 - Última atualização Sex, 20 de Setembro de :44 Com relação a AÇÃO COLETIVA para recuperação das perdas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) a partir de janeiro de 1999, Administradores e Tecnólogos interessados deverão entrar em contato

Leia mais

CONTEÚDOS EXIN SERVIÇO SOCIAL

CONTEÚDOS EXIN SERVIÇO SOCIAL CONTEÚDOS EXIN 2016.2 4MA E 4NA DISCIPLINA CONTEÚDO DISCIPLINAS CUMULATIVAS -Etapas do processo de trabalho: Elementos constitutivos. - O significado do Serviço Social na divisão social e técnica do trabalho;

Leia mais

A importância da Ética na Competitividade das Empresas. Não faça com os outros o que você não gostaria que fizessem com você

A importância da Ética na Competitividade das Empresas. Não faça com os outros o que você não gostaria que fizessem com você A importância da Ética na Competitividade das Empresas Não faça com os outros o que você não gostaria que fizessem com você Em que mercado competimos? http://cpi.transparency.org/cpi2013/results/ Fatores

Leia mais

Proteção contra a despedida arbitrária. Renato Rua de Almeida (*)

Proteção contra a despedida arbitrária. Renato Rua de Almeida (*) Proteção contra a despedida arbitrária Renato Rua de Almeida (*) Introdução I-A proteção da relação de emprego contra a despedida arbitrária ou sem justa causa como direito fundamental no texto constitucional

Leia mais

www.opiceblum.com.br O Marco Civil da Internet, Novas Aplicações, Riscos Legais e Oportunidades para o Setor Bancário Rubia Ferrão FONTES DE DIREITO CF LEIS CP, CC,CPC, CLT, CTN, CDC etc. Demais Atos Decretos,

Leia mais

LEGISLAÇÃO SOCIAL E TRABALHISTA

LEGISLAÇÃO SOCIAL E TRABALHISTA LEGISLAÇÃO SOCIAL E TRABALHISTA Rescisão com justa causa, sem justa causa e indireta Profa. Silvia Bertani CESSAÇÃO DO CONTRATO DE TRABALHO término do vínculo do emprego com a extinção das obrigações para

Leia mais

O mundo do trabalho ontem e hoje

O mundo do trabalho ontem e hoje O mundo do trabalho ontem e hoje 1 O Mundo do Trabalho Ontem Décadas de 1940-70 Hoje A partir de meados da década de 80 1 Relações empresa-empregado Ontem Antigo contrato de trabalho Hoje Novo contrato

Leia mais

Projeto de elaboração de uma LEI DO TRABALHO EM FUNÇÕES PÚBLICAS

Projeto de elaboração de uma LEI DO TRABALHO EM FUNÇÕES PÚBLICAS Projeto de elaboração de uma LEI DO TRABALHO EM FUNÇÕES PÚBLICAS A quantidade e complexidade de diplomas referentes aos trabalhadores em funções públicas e à organização da Administração Pública, bem como

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CURSO DE DIREITO PLANO DE ENSINO

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CURSO DE DIREITO PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO 1. IDENTIFICAÇÃO: CURSO: Direito DISCIPLINA: Direito Financeiro PERÍODO MINISTRADO: SEMESTRE/ANO: 2/2013 PROFESSOR: Me. Aldemario Araujo Castro CÓD. CURSO: CÓD. CURRÍCULO: 2. EMENTA: Atividade

Leia mais

SENHOR PRESIDENTE, SENHORAS E SENHORES DEPUTADOS,

SENHOR PRESIDENTE, SENHORAS E SENHORES DEPUTADOS, DISCURSO PROFERIDO, EM PLENÁRIO, SOBRE A PORTARIA DO MINISTÉRIO DO TRABALHO QUE DISCIPLINA O REGISTRO ELETRÔNICO DE PONTO AUTOR: DEPUTADO LAERCIO OLIVEIRA PR/SE. SENHOR PRESIDENTE, SENHORAS E SENHORES

Leia mais

Capítulo 1 Direito Administrativo e Administração Pública...1

Capítulo 1 Direito Administrativo e Administração Pública...1 S u m á r i o Capítulo 1 Direito Administrativo e Administração Pública...1 1.1. Introdução e Conceito de Direito Administrativo... 1 1.2. Taxinomia do Direito Administrativo... 2 1.3. Fontes do Direito

Leia mais

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI Nº A, DE 2009

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI Nº A, DE 2009 COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI Nº 5.019-A, DE 2009 Altera o art. 2º da Lei nº 4.923, de 23 de dezembro de 1965, para permitir a redução da jornada de trabalho nos

Leia mais

INTERCEPTAÇÃO TELEFÔNICA: O Princípio da Publicidade em face do Princípio da Personalidade do Investigado.

INTERCEPTAÇÃO TELEFÔNICA: O Princípio da Publicidade em face do Princípio da Personalidade do Investigado. INTERCEPTAÇÃO TELEFÔNICA: O Princípio da Publicidade em face do Princípio da Personalidade do Investigado. Damary Fernanda Silva de Castro damarydfsc@hotmail.com ANA CELUTA F. TAVEIRA Mestre em Direito

Leia mais

Empresa de consultoria, especializada em pessoas, com foco em soluções empresariais de alta complexidade e impacto, com a missão de promover a paz

Empresa de consultoria, especializada em pessoas, com foco em soluções empresariais de alta complexidade e impacto, com a missão de promover a paz Empresa de consultoria, especializada em pessoas, com foco em soluções empresariais de alta complexidade e impacto, com a missão de promover a paz nas relações no trabalho. PROJETO DESENVOLVIMENTO DAS

Leia mais

ASSÉDIO MORAL NO TRABALHO Violência Moral e Psicológica

ASSÉDIO MORAL NO TRABALHO Violência Moral e Psicológica ASSÉDIO MORAL NO TRABALHO Violência Moral e Psicológica Prof Ass Dra Maria Dionísia do Amaral Dias I SEMANA DE SAÚDE DO TRABALHADOR DE BOTUCATU E REGIÃO Abril de 2010 Violência Reduz um sujeito à condição

Leia mais

Trabalho e (Im)Previdência. Mauro de Azevedo Menezes

Trabalho e (Im)Previdência. Mauro de Azevedo Menezes Trabalho e (Im)Previdência. Mauro de Azevedo Menezes PREMISSAS DE ANÁLISE DO TEMA Conjunto de iniciativas articuladas de debilitação dos direitos sociais. Novo regime fiscal (Emenda Constitucional 95/2016):

Leia mais

Conselho da Justiça Federal

Conselho da Justiça Federal RESOLUÇÃO N. 147, DE 15 DE ABRIL DE 2011. Institui o Código de Conduta do Conselho e da Justiça Federal de primeiro e segundo graus. O PRESIDENTE DO CONSELHO DA JUSTIÇA FEDERAL, usando de suas atribuições

Leia mais

CAPÍTULO VI VEDAÇÕES CONSTITUCIONAIS EM MATÉRIA ORÇAMENTÁRIA Questões de concursos anteriores Gabarito

CAPÍTULO VI VEDAÇÕES CONSTITUCIONAIS EM MATÉRIA ORÇAMENTÁRIA Questões de concursos anteriores Gabarito SUMÁRIO CAPÍTULO I INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA 1.1 O Direito Financeiro e a Administração Financeira e Orçamentária 1.2 Normas gerais de Direito Financeiro 2. A atividade financeira

Leia mais

Notas prévias à 12ª edição 7 Agradecimentos (1ª edição) 9 Abreviaturas 11 Prefácio (1ª edição) 15 Sumário 19 Notas introdutórias 21

Notas prévias à 12ª edição 7 Agradecimentos (1ª edição) 9 Abreviaturas 11 Prefácio (1ª edição) 15 Sumário 19 Notas introdutórias 21 Índice geral Notas prévias à 12ª edição 7 Agradecimentos (1ª edição) 9 Abreviaturas 11 Prefácio (1ª edição) 15 Sumário 19 Notas introdutórias 21 1ª P A R T E O Sistema dos Direitos Fundamentais na Constituição:

Leia mais

Segredo médico e o direito humano à privacidade: Uma abordagem jurídica

Segredo médico e o direito humano à privacidade: Uma abordagem jurídica Unidade de Pesquisa Clínica Segredo médico e o direito humano à privacidade: Julio Cesar Namem Lopes Rev bioét (impr.) 2012;20 (3);404-12 Dra. Denise Carvalho 06/03/2013 Segredo: é tudo o que, por dizer

Leia mais

PRINCIPAIS CAUSAS DE DOENÇAS DA CATEGORIA DOS TRABALHADORES BANCÁRIOS: Movimentos Repetitivos; Assédio Moral; Assaltos.

PRINCIPAIS CAUSAS DE DOENÇAS DA CATEGORIA DOS TRABALHADORES BANCÁRIOS: Movimentos Repetitivos; Assédio Moral; Assaltos. PRINCIPAIS CAUSAS DE DOENÇAS DA CATEGORIA DOS TRABALHADORES BANCÁRIOS: Movimentos Repetitivos; Assédio Moral; Assaltos. MOVIMENTOS REPETITIVOS: PRINCIPAIS DOENÇAS RELACIONADAS LER (Lesão por Esforço Repetitivo)

Leia mais

CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A AÇÃO CIVIL PÚBLICA... 23

CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A AÇÃO CIVIL PÚBLICA... 23 SUMÁRIO Capítulo I CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A AÇÃO CIVIL PÚBLICA... 23 1. Previsão normativa... 23 1.1. A tradição individualista na tutela dos direitos... 23 1.2. Surgimento e consolidação da tutela

Leia mais

O PAPEL DO SINDICATO NO COMBATE AO ASSÉDIO MORAL INSTITUCIONAL. Profª. Dra. Adriana Calvo

O PAPEL DO SINDICATO NO COMBATE AO ASSÉDIO MORAL INSTITUCIONAL. Profª. Dra. Adriana Calvo O PAPEL DO SINDICATO NO COMBATE AO ASSÉDIO MORAL INSTITUCIONAL Profª. Dra. Adriana Calvo PERFIL ACADÊMICO E PROFISSIONAL Doutora, Mestra e Especialista em Direito do Trabalho pela PUC/SP Professora de

Leia mais

Direito Administrativo

Direito Administrativo Direito Administrativo Princípios constitucionais da Administração Pública Professora Tatiana Marcello www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Administrativo PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS DA ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

OS PROBLEMAS DE FINANCIAMENTO DA SAÚDE

OS PROBLEMAS DE FINANCIAMENTO DA SAÚDE OS PROBLEMAS DE FINANCIAMENTO DA SAÚDE Medidas cabíveis para a subsistência e melhoria do atendimento AMPASA Brasília agosto de 2016 ALGUNS DESSES PROBLEMAS Emenda Constitucional nº 29, de 2000 Lei Complementar

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE ASSISTENTES SOCIAIS (C. F. A.S.) CÓDIGO ÉTICA PROFISSIONAL ASSISTENTE SOCIAL

CONSELHO FEDERAL DE ASSISTENTES SOCIAIS (C. F. A.S.) CÓDIGO ÉTICA PROFISSIONAL ASSISTENTE SOCIAL CONSELHO FEDERAL DE ASSISTENTES SOCIAIS (C. F. A.S.) CÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONAL DO ASSISTENTE SOCIAL APROVADO EM 30 DE JANEIRO DE 1975 CÓDIGO DE ÈTICA PROFISSIONAL DO ASSISTENTE SOCIAL INTRODUÇÃO AO

Leia mais

SINDINFOR - Grupo de Intercâmbio de Informações da Gestão de Pessoas das Empresas de Informática de MG Palestra: 10 de Maio de 2011

SINDINFOR - Grupo de Intercâmbio de Informações da Gestão de Pessoas das Empresas de Informática de MG Palestra: 10 de Maio de 2011 SINDINFOR - Grupo de Intercâmbio de Informações da Gestão de Pessoas das Empresas de Informática de MG Palestra: 10 de Maio de 2011 O Assédio Moral nas organizações: uma preocupação gerencial Ivan Caixeta

Leia mais

MODALIDADES DE INTERVENÇÃO DO ESTADO NA ECONOMIA

MODALIDADES DE INTERVENÇÃO DO ESTADO NA ECONOMIA MODALIDADES DE INTERVENÇÃO DO ESTADO NA ECONOMIA AS AUTORIZAÇÕES ADMINISTRATIVAS FLORIANO DE AZEVEDO MARQUES NETO II FÓRUM F BRASILEIRO DE DIREITO PÚBLICO P DA ECONOMIA RIO DE JANEIRO, 25 DE NOVEMBRO DE

Leia mais

Acidente de Trabalho

Acidente de Trabalho Faculdade Maurício de Nassau - João Pessoa-PB Bacharelado em Enfermagem Disciplina Saúde do Trabalhador Acidente de Trabalho Professora: Ma. Laura Cristhiane Rezende Em sua opinião, o que é Acidente de

Leia mais

Apoio. Patrocinadores Globais APDSI

Apoio. Patrocinadores Globais APDSI Apoio Patrocinadores Globais APDSI Transparência e Sigilo na Administração Pública: A questão dos dados fiscais XV Tomada de Posição GAN / APDSI Lisboa, 24 de abril de 2013 Princípios regentes da Administração

Leia mais

1ª Fase PROVA OBJETIVA DIREITO CONSTITUCIONAL

1ª Fase PROVA OBJETIVA DIREITO CONSTITUCIONAL 1ª Fase PROVA OBJETIVA DIREITO CONSTITUCIONAL P á g i n a 1 QUESTÃO 1 - Em relação às emendas à constituição é verdadeiro: I. No sistema brasileiro cabe a sua propositura ao presidente da república, aos

Leia mais

DIREITOS FUNDAMENTAIS

DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS (PARTE GERAL) Conceito de direitos fundamentais Direito fundamental é aquilo que é essencial para o homem e para a sociedade, que está positivado na Constituição com intenção de efetivar

Leia mais

Unidade I INSTITUIÇÕES DO DIREITO. Prof. Me. Edson Guedes

Unidade I INSTITUIÇÕES DO DIREITO. Prof. Me. Edson Guedes Unidade I INSTITUIÇÕES DO DIREITO Prof. Me. Edson Guedes 1. Introdução ao Direito 1.1 Origem do Direito: Conflitos humanos; Evitar a luta de todos contra todos; 1. Introdução ao Direito 1.2 Conceito de

Leia mais

POLÍTICA ANTI-FRAUDE

POLÍTICA ANTI-FRAUDE 1/9 POLÍTICA ANTI-FRAUDE Índice 1. Objectivo.... 2 2. Âmbito de Aplicação... 2 3. Definições.... 2 4. Compromisso... 3 5. Formas de Actuação.... 3 5.1. Conflito de Interesses... 3 5.2. Decisões relativas

Leia mais

CAPÍTULO 1: NOTAS INTRODUTÓRIAS...1

CAPÍTULO 1: NOTAS INTRODUTÓRIAS...1 Sumário CAPÍTULO 1: NOTAS INTRODUTÓRIAS...1 1. Introdução...1 2. Pressupostos Teóricos do Controle de Constitucionalidade...2 3. Supremacia Constitucional Fundamento do Mecanismo de Controle de Constitucionalidade...2

Leia mais

Instituto das Perdas e Danos

Instituto das Perdas e Danos Isabela Di Maio Barbosa 1 Instituto das Perdas e Danos 2008 Conceito e aspectos do instituto de perdas e danos Entende-se na expressão perdas e danos um instituto de direito civil assinalado como uma forma

Leia mais

31/05/2017 STEVÃO GANDH DIREITO E PROCESSO DO TRABALHO PRINCÍPIOS

31/05/2017 STEVÃO GANDH DIREITO E PROCESSO DO TRABALHO PRINCÍPIOS STEVÃO GANDH DIREITO E PROCESSO DO TRABALHO PRINCÍPIOS 1 1. (Analista Judiciário-Oficial de Justiça Avaliador/TRT 24ª/FCC/2017) No estudo da Teoria Geral do Direito do Trabalho é correto afirmar que na

Leia mais

Instituto Superior de Tecnologia. NR-34 e 35. Professora: Raquel Simas Pereira Teixeira

Instituto Superior de Tecnologia. NR-34 e 35. Professora: Raquel Simas Pereira Teixeira Instituto Superior de Tecnologia NR-34 e 35 Professora: Raquel Simas Pereira Teixeira NR-34 Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção e Reparação Naval NR-34 Tem por finalidade estabelecer

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO 01 - PRINCÍPIOS. Prof. Dra. Nara Suzana Stainr Pires

DIREITO ADMINISTRATIVO 01 - PRINCÍPIOS. Prof. Dra. Nara Suzana Stainr Pires DIREITO ADMINISTRATIVO 01 - PRINCÍPIOS Prof. Dra. Nara Suzana Stainr Pires Regras que funcionam como parâmetros para a interpretação das demais normas jurídicas NORTEADORES/ORIENTADORES NÃO IMPÕEM UMA

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º./XIII/1.ª RECONHECE O DIREITO A 25 DIAS DE FÉRIAS NO SETOR PRIVADO

PROJETO DE LEI N.º./XIII/1.ª RECONHECE O DIREITO A 25 DIAS DE FÉRIAS NO SETOR PRIVADO Grupo Parlamentar PROJETO DE LEI N.º./XIII/1.ª RECONHECE O DIREITO A 25 DIAS DE FÉRIAS NO SETOR PRIVADO Exposição de motivos O direito a férias está consagrado no artigo 59.º, n.º 1, al. d) da Constituição

Leia mais

Processo do Trabalho I

Processo do Trabalho I Processo do Trabalho I»Aula 5 Jurisdição e Competência Parte 1 Introdução Jurisdição Competência Em razão da Matéria Competência Funcional Jurisdição e competência da Justiça a do Trabalho I Introdução

Leia mais

Princípios e Diretrizes Sistema Único de Saúde

Princípios e Diretrizes Sistema Único de Saúde Princípios e Diretrizes Sistema Único de Saúde 1 DOS PRINCÍPIOS E DIRETRIZES Lei Orgânica da Saúde Lei n. 8.080 de 19 de setembro de 1990. Art. 7º: I - universalidade de acesso aos serviços de saúde em

Leia mais

Tribunal Superior do Trabalho

Tribunal Superior do Trabalho Tribunal Superior do Trabalho RR-142100-49.2008.5.03.0014 A C Ó R D Ã O RECURSO DE REVISTA. AÇÃO CIVIL PÚBLICA. NÃO CONCESSÃO DAS FÉRIAS. NÃO REALIZAÇÃO DOS EXAMES DEMISSIONAIS. CONDUTA REITERADA VERIFICADA

Leia mais

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO ADMINISTRATIVO

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO ADMINISTRATIVO P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO ADMINISTRATIVO QUESTÃO 1 - Quanto aos princípios constitucionais da Administração Pública, assinale a alternativa correta. A. O princípio da supremacia

Leia mais

TEORIA GERAL DO DIREITO DO TRABALHO

TEORIA GERAL DO DIREITO DO TRABALHO TEORIA GERAL DO DIREITO DO TRABALHO CONCEITO DE DIREITO DO TRABALHO Direito do Trabalho é o ramo da Ciência do Direito composto pelo conjunto de normas que regulam, no âmbito individual e coletivo, a relação

Leia mais

> Responsabilidade objetiva e solidária na coleta e tratamento de dados pessoais

> Responsabilidade objetiva e solidária na coleta e tratamento de dados pessoais > Responsabilidade objetiva e solidária na coleta e tratamento de dados pessoais Comissão Especial de Proteção de Dados Pessoais Câmara dos Deputados Rafael A. F. Zanatta Brasília, 03 de maio de 2017 >

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO E ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

DIREITO ADMINISTRATIVO E ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DIREITO ADMINISTRATIVO E ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Autonomia e controle no setor público Controlar é qualquer ação tomada pela administração pública com o objetivo de atingir metas preestabelecidas. A administração

Leia mais

CARLOS MENDONÇA DIREITO PREVIDENCIÁRIO

CARLOS MENDONÇA DIREITO PREVIDENCIÁRIO CARLOS MENDONÇA DIREITO PREVIDENCIÁRIO Conteúdo Programático Direito Previdenciário: Seguridade social: origem e evolução legislativa no Brasil; conceito; organização e princípios constitucionais. Da assistência

Leia mais

ESTABILIDADE DO EMPREGO X ESTABILIDADE NO EMPREGO

ESTABILIDADE DO EMPREGO X ESTABILIDADE NO EMPREGO ESTABILIDADES ESTABILIDADE DO EMPREGO X ESTABILIDADE NO EMPREGO ESTABILIDADE DO EMPREGO: é a estabilidade no sentido econômico, que se refere a uma política geral que se caracteriza pelo conjunto de medidas

Leia mais

Veda o assédio moral no âmbito da administração pública estadual direta, indireta e fundações públicas.

Veda o assédio moral no âmbito da administração pública estadual direta, indireta e fundações públicas. Relação de trabalho Lei paulista pune assédio moral no serviço público por Fernando Porfírio A Assembléia Legislativa de São Paulo derrubou o veto do governador Geraldo Alckmin ao projeto de lei 422/01,

Leia mais

ACIDENTE DE TRABALHO - INDENIZAÇÂO. Competência:

ACIDENTE DE TRABALHO - INDENIZAÇÂO. Competência: ACIDENTE DE TRABALHO - INDENIZAÇÂO Competência: Com a edição da Emenda Constitucional nº 45, surgiu grande cizânia jurisprudencial acerca da competência da Justiça do Trabalho para julgar pedido de indenização

Leia mais

CRIMINALIZAÇÃO DO ACIDENTE DO TRABALHO

CRIMINALIZAÇÃO DO ACIDENTE DO TRABALHO CRIMINALIZAÇÃO DO O Direito Penal tutela os bens chamados primários, indispensáveis a própria existência da sociedade: - O direito à vida; - O direito à integridade corporal; - O direito à segurança: -

Leia mais

CARACTERÍSTICAS E ESTRATÉGIAS POR SETOR ECONÔMICO

CARACTERÍSTICAS E ESTRATÉGIAS POR SETOR ECONÔMICO Negócios ambientais Prof. Adriana Gonzaga E ESTRATÉGIAS POR SETOR ECONÔMICO Slide 1 SETOR ECONÔMICO CONCENTRADO Produtos homogêneos; Elevado grau de concentração com poucas empresas responsáveis por grande

Leia mais

DEMANDA COMPLEMENTAR DE SERVIÇOS": FATORES IMPREVISÍVEIS OU,

DEMANDA COMPLEMENTAR DE SERVIÇOS: FATORES IMPREVISÍVEIS OU, LEI 13.429/2017 - ALTERA A LEI 6.019/74. PERMANECE UMA RELAÇÃO TRIANGULAR: TRABALHADOR AGÊNCIA TOMADOR. ANTES DEPOIS SUBSTITUIÇÃO TRANSITÓRIA DE PESSOAL PERMANENTE. PERMANECE IGUAL. ACRÉSCIMO EXTRAORDINÁRIO

Leia mais

PEC 369/2005 Poder Executivo

PEC 369/2005 Poder Executivo PEC 369/2005 Poder Executivo Dá nova redação aos arts. 8o, 11, 37 e 114 da Constituição. Art. 1o Os arts. 8o, 11, 37 e 114 da Constituição passam a vigorar com a seguinte redação: Art. 8o É assegurada

Leia mais

II. Conceito de Direito Constitucional

II. Conceito de Direito Constitucional DIREITO CONSTITUCIONAL I II. Conceito de Direito Constitucional José Afonso da Silva: É o ramo do Direito Público que expõe, interpreta e sistematiza os princípios e normas fundamentais do Estado. 1. Conteúdo

Leia mais

O NOVO MOMENTO NA GESTÃO DE PESSOAS. Denise Poiani Delboni

O NOVO MOMENTO NA GESTÃO DE PESSOAS. Denise Poiani Delboni O NOVO MOMENTO NA GESTÃO DE PESSOAS Desfronteirização Organizacional Organizações transnacionais Facilidade de distribuição de produtos em escala mundial Pouco mais de 500 corporações controlam 70% do

Leia mais

MASCARENHAS BARBOSA ROSCOE S/A CONSTRUÇÕES POLÍTICA DE CONTRATAÇÃO DE TERCEIROS

MASCARENHAS BARBOSA ROSCOE S/A CONSTRUÇÕES POLÍTICA DE CONTRATAÇÃO DE TERCEIROS MASCARENHAS BARBOSA ROSCOE S/A CONSTRUÇÕES POLÍTICA DE CONTRATAÇÃO DE TERCEIROS Objetivo Estabelecer regras gerais para os processos de contratação de terceiros e obrigações básicas que devem ser adotadas

Leia mais

ÉTICA E LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL MÓDULO 12

ÉTICA E LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL MÓDULO 12 ÉTICA E LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL MÓDULO 12 Índice 1. Códigos de Ética Profissional e Empresarial - Continuação..3 1.1. A Responsabilidade Social... 3 1.2. O Direito Autoral... 4 2 1. CÓDIGOS DE ÉTICA PROFISSIONAL

Leia mais

Missão e objetivos da empresa X X X X X. Objetivos por área X X Qualidade das informações X X X X X Integração dos orçamentos por área

Missão e objetivos da empresa X X X X X. Objetivos por área X X Qualidade das informações X X X X X Integração dos orçamentos por área Visão por meio das atividades de valor) Preço Prazo Assistência Técnica Modelo de gestão Análise de aspectos políticos governamentais, econômicos e legais Planejamento estratégico Orçamento empresarial

Leia mais

PROGRAMA ESPECÍFICO TJ/CE PONTO 1. Direito Civil e Processual Civil

PROGRAMA ESPECÍFICO TJ/CE PONTO 1. Direito Civil e Processual Civil PROGRAMA ESPECÍFICO TJ/CE PONTO 1 Direito Civil e Processual Civil DIREITO CIVIL 1. Direito das relações de consumo: Reparação dos danos; Práticas comerciais. 2. Locação de imóveis urbanos: locação residencial.

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O 6ª Turma KA/cb RECURSO DE REVISTA. RECLAMADA. DANO MORAL. MENSAGEM DE ÂNIMO EM CONTRACHEQUE. No que se refere à configuração do dano moral, de acordo com a jurisprudência pacífica, o que

Leia mais

DEVERES DO ESTADO DE PROTECÇÃO DE DIREITOS FUNDAMENTAIS

DEVERES DO ESTADO DE PROTECÇÃO DE DIREITOS FUNDAMENTAIS UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA DEVERES DO ESTADO DE PROTECÇÃO DE DIREITOS FUNDAMENTAIS Tese apresentada à Universidade Católica Portuguesa para a obtenção do grau de Doutor em Ciências Jurídico-Políticas

Leia mais

A visão da OIT sobre o Trabalho Decente

A visão da OIT sobre o Trabalho Decente Boletim Econômico Edição nº 61 maio de 2015 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico A visão da OIT sobre o Trabalho Decente 1 1. CONCEITO DE TRABALHO DECENTE O conceito de Trabalho

Leia mais

Missão. Visão. Objetivos Estratégicos (OE)

Missão. Visão. Objetivos Estratégicos (OE) Identidade Organizacional - Acesso à informação - IBAMA - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos R O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) é uma autarquia

Leia mais

DIREITO FINANCEIRO ORÇAMENTO PÚBLICO (continuação)

DIREITO FINANCEIRO ORÇAMENTO PÚBLICO (continuação) DIREITO FINANCEIRO ORÇAMENTO PÚBLICO (continuação) III. VEDAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS A vedação, tratada pelo art. 167, da CF, é dividida em 2 tópicos: a) Execução Orçamentária (limitações a serem aplicadas no

Leia mais