INFORMAÇÕES TÉCNICAS SUMÁRIO DAS CARACTERÍSTICAS DO PRODUTO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INFORMAÇÕES TÉCNICAS SUMÁRIO DAS CARACTERÍSTICAS DO PRODUTO"

Transcrição

1 INFORMAÇÕES TÉCNICAS SUMÁRIO DAS CARACTERÍSTICAS DO PRODUTO Helixor A M P 1 Nome dos medicamentos: Helixor A 0,1 mg Helixor M 0,1 mg Helixor P 0,1 mg Helixor A 1 mg Helixor M 1 mg Helixor P 1 mg Helixor A 5 mg Helixor M 5 mg Helixor P 5 mg Helixor A 10 mg Helixor M 10 mg Helixor P 10 mg Helixor A 20 mg Helixor M 20 mg Helixor P 20 mg Helixor A 30 mg Helixor M 30 mg Helixor P 30 mg Helixor A 50 mg Helixor M 50 mg Helixor P 50 mg Helixor A 100 mg Helixor M 100 mg Helixor P 100 mg de Viscum album subsp. abietis ex herba recens, visco de abeto. 2 Prescrição/dispensação: Dispensação mediante receita. 3 Composição do medicamento: 3.1 Categoria terapêutica: Medicamento antroposófico de Viscum album subsp. album ex herba recens, visco de macieira. de Viscum album subsp. austriacum ex herba recens, visco de pinheiro. 3.2 Constituintes terapeuticamente ativos: Ampolas com 1 ml de injetável contêm: Extrato aquoso de Viscum album ex herba recens (da respectiva árvore hospedeira) correspondendo a 0,1 50 mg (dependendo da apresentação) de planta fresca. Ampolas com 2 ml de injetável contêm: Extrato aquoso de Viscum album ex herba recens (da respectiva árvore hospedeira) correspondendo a 100 mg de planta fresca. 3.3 Outros componentes ativos: Não contém. 3.4 Outros componentes (veículo): Cloreto de sódio para isotonizar a solução, hidróxido de sódio para ajustar o ph. 4 Indicações: De acordo com a compreensão antroposófica do homem e da natureza, incluindo: a estimulação das forças formativas e integrativas para a dissolução e reintegração de processos de crescimento autônomos, como, por exemplo: Tumores malignos e benignos Doenças malignas dos órgãos hematopoiéticos Estado pré-cancerosos definidos Profilaxia da recorrência de tumores após cirurgia Estimulação da atividade da medula óssea 5 Contraindicações: Doenças inflamatórias agudas e altamente febris: o tratamento deve ser interrompido até que os sinais da inflamação tenham retrocedido. Alergia conhecida a produtos contendo visco: a terapia só deve ser continuada depois da dessensibilização com HELIXOR A. Nenhum efeito de HELIXOR conhecido até esta data pode contraindicar o uso do medicamento durante a gestação. No entanto, como precaução especial, HELIXOR só deve ser empregado durante os três primeiros meses de gestação depois da avaliação cuidadosa dos potencias riscos e possíveis benefícios.

2 6 Efeitos colaterais: Um ligeiro aumento da temperatura do corpo e reações inflamatórias locais (vermelhidão, inchaço, infiltração subcutânea), limitadas ao local da injeção subcutânea, são sinais inofensivos da resposta do paciente à dose aplicada. A febre causada por HELIXOR não deve ser suprimida por medicamentos antipiréticos. Ela normalmente desaparece após um ou dois dias. Se a febre persistir, o diagnóstico diferencial dos processos infecciosos ou febre pelo tumor deve ser considerada. Se as reações ultrapassarem um nível que é tolerável ou medicamente desejado (febre acima de 38 C, cansaço, calafrios, mal-estar geral, dor de cabeça, ataques transitórios de tontura, reações inflamatórias locais com mais de 5 cm de diâmetro), a próxima injeção não deve ser administrada até que estes os sintomas tenham desaparecido, e então ser administrada uma dose ou concentração reduzida. Em casos raros, uma infiltração nodular subcutânea no local da injecção pode ocorrer, linfonodos regionais podem inchar e inflamação pode ser ativada. O uso do medicamento deve ser interrompido imediatamente e buscado tratamento médico, se raras reações alérgicas ou sintomas semelhantes aparecerem, como prurido generalizado, urticária local ou generalizada, exantema, vesiculação, eritema multiforme exsudativo (um caso documentado), edema de Quincke, calafrios, broncoespasmo ou choque. Ocasionalmente pode se desenvolver flebite. Se isso ocorrer, o tratamento deve ser interrompido temporariamente. 7 Interação com outros medicamentos: Ainda não são conhecidas. 8 Alertas: Nenhum. 9 Incompatibilidades mais importantes: Ainda não são conhecidas. Como medida de precaução especial, HELIXOR não deve ser misturado a outro produto na seringa. 10 Posologia com dose unitária e diária: 10.1 Fase inicial (determinando a dosagem): Salvo prescrição em contrário, o tratamento começa com uma ampola de 1 mg. Se, em casos raros, ocorrerem reacções locais excessivas ou febre após a injeção de 1 mg, a dose deve ser temporariamente reduzida para 0,1 mg. Se bem tolerada, a concentração ou dose deve ser gradualmente aumentada até a dose ou concentração ideal. Embalagens contendo Séries (SE I, talvez seguido por SE II e SE IV) podem ser utilizadas para este fim, ou embalagens originais de 1, 5, 10, 20, 30, 50 e 100 mg em concentração gradualmente crescente. Dose máxima diária: 400 mg, subcutâneo. Os esquemas de tratamento, na página 5, que foram desenvolvidos a partir de muitos anos de experiência clínica, são recomendados como um guia. A concentração ou a dose ótima para um paciente deve ser estabelecida individualmente. De acordo com o estado atual do conhecimento, as seguintes reações, que podem aparecer isoladamente ou em combinação com outras, podem ocorrer: a) Mudança no bem-estar subjetivo: Sintomas como fadiga, calafrios, sintomas gripais, dor de cabeça e ataques transitórios de tontura, que podem ocorrer no dia da injecção, não são sinais de intolerância, mas apontam para uma dose eficaz, ou que possa talvez já estar demasiado elevada. Se estes sintomas não resolverem no dia seguinte ou se tornarem intoleráveis, a concentração ou dose deve ser reduzida. Uma melhora no bem-estar geral (aumento de apetite e de peso, normalização do sono, sensação de calor e capacidade funcional) e no bem-estar psicológico (melhora do humor, mais coragem para continuar a viver e aumento da capacidade de iniciativa), bem como um alívio da dor, são sinais de que o intervalo de dosagem ideal está sendo usado. b) Resposta da temperatura: Uma resposta de temperatura, tal como um aumento acima da média da temperatura do corpo algumas horas após a injeção, a restauração da diferença fisiológica de temperatura matutina e vespertina de, pelo menos, 0,5 C ou um aumento no nível de temperatura média durante o tratamento. Em caso de febre pelo tumor, o objetivo é normalizar a temperatura do corpo e restaurar o seu ritmo normal, utilizando concentrações baixas. c) Resposta imunológica: Por exemplo, no aumento do número de leucócitos (especialmente as contagens absolutas de eosinófilos e linfócitos), melhora no estado da imunidade celular como revelado pelo Mérieux Multitest 1 ou por mudanças nas subpopulações de linfócitos. 1 Não é mais produzido.

3 d) Resposta inflamatória local: Resposta inflamatória local até no máximo 5 cm de diâmetro na região da injecção Fase de manutenção: O tratamento é continuado com a concentração estabelecida individualmente ou melhor dose. A fim de evitar o desenvolvimento de tolerância, a administração rítmica é recomendada: Isto pode ser alcançado de várias maneiras: Alternando a dose com concentrações ou doses mais baixas como as séries de dosagem de concentração crescente e, possivelmente, decrescente. Criando intervalos rítmicos entre injeções, por exemplo, injeção no primeiro, segundo e quinto dias de uma semana. Incluindo pausas no tratamento: por exemplo, 1-2 semanas de pausa (sem uso de Helixor ) após quatro semanas de tratamento. Após pausa no tratamento de mais de 4 semanas o tratamento deve ser retomado com metade da dose normal, como uma medida de precaução. A posologia deve ser revista a cada 3-6 meses, em função da resposta do paciente (ver 10.1 a - d) e do tumor Frequência de aplicação: 2-3 vezes por semana; em casos especiais, diariamente (ver esquemas de tratamento na página 5) Posologia em crianças: Em função das respostas mais intensas a preparações HELIXOR que as crianças normalmente apresentam, o tratamento deve ser iniciado com concentrações únicas, no lugar das séries de concentração crescentes, começando com 1 mg. O tratamento pode ser intensificado com a próxima dose mais elevada (5 mg, 10 mg, 20 mg, 30 mg), mas apenas se a dose for bem tolerada. Observar os aspectos descritos em 10.1 sobre a dosagem individual. A dose máxima diária para menores de 10 anos de idade geralmente é de 50 mg, para crianças acima de 10 anos, 100 mg Alertas sobre posologia: Um aumento de dose particularmente lento é aconselhável em pacientes com hipertireoidismo evidente. Devido a alterações no padrão de resposta, uma dose reduzida pode ser necessária em pacientes submetidos à radioterapia ou quimioterapia. 11 Modo e duração da administração: Modo de administração: injeção subcutânea, se possível próxima do tumor ou metástase, caso contrário, em locais constantemente alternados (por exemplo, de pele no abdômen, braço ou na coxa). Não injete em zonas onde a pele está inflamada ou em campos de radiação. Assegurar que a injeção é estritamente subcutânea. Duração do tratamento é, em princípio, ilimitada. Ela é determinada pelo médico e depende do respectivo risco de recorrência e da condição individual ou o curso clínico do paciente. Deve durar vários anos, geralmente com pausas cada vez maiores. Até a presente data, a administração intravenosa não está licenciada. O risco de reações alérgicas parece um pouco maior com esta via do que com a administração subcutânea. 12 Medidas de emergência, sintomas e antídotos: Medidas atualmente aceitas para o tratamento de reações anafiláticas devem ser aplicadas, por exemplo: 1. no caso de reações locais (por exemplo, urticária, edema de Quincke) anti-histamínicos, por exemplo, dimetindeno (Fenistil) 4 mg ou clemastina (Tavegil) 2 mg i.v. cimetidina (Tagamet) 400 mg i.v. 2. no caso de reações cutâneas graves ou dispneia: adicionalmente, mg de prednisolona i.v. (por exemplo, Soludecortin H). 3. no caso de reações graves com choque, a medicação deve ser dada na seguinte seqüência: adrenalina (Suprarenin) 0,05-0,1 mg i.v. (= 1 ml de adrenalina (Suprarenin) 1:1000 diluído em 9 ml de soro fisiológico, injetar 0,5-1 ml desta solução lentamente i.v., esta dose pode ser repetida a cada 1-2 minutos, com monitorização da pressão arterial e ritmo cardíaco. prednisolona (por exemplo, Soludecortin H) mg i.v ml de albumina humana 5% ou outro líquido de reposição de volume. 13 Propriedades farmacológicas e toxicológicas, farmacocinética e biodisponibilidade na medida em que estas informações são necessárias para o uso terapêutico Efeitos cancerostáticos e imunomoduladores têm sido descritos para extratos totais de Viscum album tanto in vitro como em experimentos com animais. Propriedades imunomoduladoras têm sido demonstradas também em seres humanos e, em alguns casos, a involução do tumor. Há também evidências de prolongamento da sobrevivência humana em várias doenças malignas. Experimentos em animais sobre a toxicidade aguda e subaguda do HELIXOR mostraram um bom índice terapêutico.

4 Nenhuma evidência de mutagenicidade foi encontrada no Ensaio Ames-Salmonella/Incorporação de Microssomas em Placa. Testes de toxicidade crônica, toxicidade reprodutiva e de carcinogenicidade não estão disponíveis. Por razões metodológicas, estudos farmacocinéticos ou de biodisponibilidade não foram realizados. 14 Informações adicionais: Escolha da subespécie de Viscum album (árvore hospedeira): de acordo com o conhecimento antroposófico do homem e da natureza, a escolha da subespécie (forófito) depende da localização do tumor e da constituição e do sexo do paciente. As seguintes recomendações se aplicam: Helixor A Helixor M Helixor P Para pacientes do sexo masculino Para pacientes do sexo feminino Para as seguintes indicações: e as indicações a seguir, independentemente do sexo: Tumores da cabeça e pescoço, leucemia (LLA, LMA, LMC), paraproteinemia (por exemplo, mieloma múltiplo). exceto nas indicações mencionadas para e. independentemente do sexo: Tumores de pele (incluindo tumores de zonas de transição da pele para as mucosas), linfoma maligno (incl. CLL), câncer testicular, estimulação da atividade da medula óssea. 15 Validade: / M / P 1 mg 100 mg: a validade é de 2 anos. / M / P 0,1 mg: a validade é de 3 anos. Não utilizar após a data de validade impressa em cada ampola e cada embalagem. Depois de abertas, ampolas não podem ser guardadas para uma injeção posterior. 16 Instruções especiais de armazenamento Armazenar à temperatura ambiente. 17 Apresentação e tamanhos das embalagens: / M / P 0,1 mg, 1 mg, 5 mg, 10 mg, 20 mg, 30 mg, 50 mg e 100 mg estão disponíveis como Embalagens originais (OP) de 8 ampolas (N1) e como Embalagens grandes (GP) de 50 ampolas (N2). Adicionalmente as seguintes embalagens em séries (SE), cada com 7 ampolas, estão disponíveis: SE I contém: 1 mg 1 mg 1 mg 5 mg 5 mg 5 mg 10 mg SE II contém: 10 mg 10 mg 20 mg 20 mg 30 mg 30 mg 30 mg SE III contém: 1 mg 5 mg 5 mg 10 mg 10 mg 10 mg 20 mg e pode ser utilizada no lugar de SE I ou SE II, especialmente em hospitais, se um aumento mais rápido da dose é necessária. SE IV contém: 20 mg 20 mg 30 mg 30 mg 50 mg 50 mg 50 mg 18 Data da última revisão do texto: Março de 2003, revisão sem alterações em dezembro de Nome da empresa e endereço da detentora do registro: HELIXOR Heilmittel GmbH & Co. KG Fischermühle Rosenfeld / Germany Phone: Fax: http: //www.helixor.de

5 Helixor A M P SUMÁRIO DAS CARACTERÍSTICAS DO PRODUTO Esquema terapêutico para tumores sólidos: SE = embalagem de série OP = embalagem original (ver apresentações no item 17) Fase inicial depois de ressecção radical Estágio I* Aumentar a dose de 1 mg até 30 mg Estágio II* Aumentar a dose de 1 mg até 50 mg Estágio III* Aumentar a dose de 1 mg até 100 mg Estágio IV* Aumentar a dose de 1 mg até 200 mg até 1 x dia Terapia de manutenção 1 SE I 1 SE II 2 SE II consecutivas 14 dias 14 dias pausa de pausa 2 SE IV consecutivas 14 dias 14 dias pausa de pausa 2 SE IV consecutivas 14 dias + 50 mg** 50 mg** de pausa 14 dias pausa Tratamento inicial depois de ressecção não radical Terapia de manutenção 1ª + 2ª injeção: 100 mg 3ª + 4ª injeção: 150 mg Sem pausa 50 mg** 5ª 7ª injeção: 200 mg*** * Estágio UICC ou FIGO, ver TNM Classification of Solid Tumours, Ed. Springer ** 1 ampola de 50 mg é administrada junto com cada ampola da SE IV (Resulta 70/70/80/80/100/100/100 mg) *** Se mais algum aumento de dosagem é necessário, deve consistir de incrementos de 50 mg a cada 14 dias. Tratamento de estados pré-cancerosos definidos: ver estágio I no esquema acima para profilaxia e recorrência pósoperativa. Terapia para estados pré-canceroso inoperáveis: ver estágio III no esquema acima. Esquema terapêutico para linfoma maligno, mieloma múltiplo e leucemia (em adição à terapia específica): SE = embalagem de série OP = embalagem original (ver apresentações no item 17) Terapia de Terapia inicial manutenção -Leucemia linfocítica Crônica (LLC) -Doença de Hodgkin estágio Ia IIIa -Linfoma não-hodgkin de baixo grau, 1 mg 5 mg 10 mg 1 SE II 1 SE IV 50 mg* -Doença de Hodgkin estágio Ib-IVb e IVa 150 mg -Linfoma não-hodgkin de alto grau, 1 mg 5 mg 10 mg 1 SE II 1 SE IV 50 diários por mg* 14 dias -Mieloma múltiplo 1 SE II 1 SE IV 1 mg 5 mg 10 mg 50 mg* -Leucemia aguda -Leucemia mielocítica crônica 150 mg diários 50 mg* por 7 dias * 1 ampola de 50 mg é administrada junto com cada ampola da SE IV (Resulta 70/70/80/80/100/100/100 mg) Esquema de tratamento para estímulo da atividade da medula óssea: Terapia inicial 50 mg* Terapia de manutenção 1ª injeção: 50 mg 2ª injeção: 100 mg 3ª injeção: 150 mg 150 mg diários ( 100 mg + 50 mg) 200 mg diários (2 OP 100 mg) 150 mg diariamente. 200 mg diários Injeção: em 3 dias consecutivos, depois pausa de 4 dias. Se ocorrer melhora durante a aplicação de uma embalagem de série, a terapia de manutenção deve ser continuada com esta série. * 1 ampola de 50 mg é administrada junto com cada ampola da SE IV (Resulta 70/70/80/80/100/100/100 mg)

ASERCIT dacarbazina. Cada frasco-ampola de ASERCIT(dacarbazina) 200 mg contém: dacarbazina... 200 mg excipientes* q.s.p...

ASERCIT dacarbazina. Cada frasco-ampola de ASERCIT(dacarbazina) 200 mg contém: dacarbazina... 200 mg excipientes* q.s.p... Pó liófilo injetável FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES: 100 mg. Embalagem com 1 frasco-ampola. 00 mg. Embalagem com 1 frasco-ampola. USO INTRAVENOSO USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE ANOS DE IDADE COMPOSIÇÃO:

Leia mais

vacina tétano Forma farmacêutica e apresentação: Suspensão injetável. - Cartucho contendo uma seringa de dose única.

vacina tétano Forma farmacêutica e apresentação: Suspensão injetável. - Cartucho contendo uma seringa de dose única. 1 vacina tétano Forma farmacêutica e apresentação: Suspensão injetável. - Cartucho contendo uma seringa de dose única. A vacina tétano deve ser administrada por via intramuscular. Não utilize a vacina

Leia mais

Tracur besilato de atracúrio. Cristália Prod. Quím. Farm. Ltda. Solução Injetável 10 mg/ml MODELO DE BULA PARA O PACIENTE

Tracur besilato de atracúrio. Cristália Prod. Quím. Farm. Ltda. Solução Injetável 10 mg/ml MODELO DE BULA PARA O PACIENTE Tracur besilato de atracúrio Cristália Prod. Quím. Farm. Ltda. Solução Injetável 10 mg/ml MODELO DE BULA PARA O PACIENTE IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Tracur besilato de atracúrio APRESENTAÇÃO Solução Injetável

Leia mais

MODELO DE BULA PARA O PACIENTE Myograf filgrastim

MODELO DE BULA PARA O PACIENTE Myograf filgrastim MODELO DE BULA PARA O PACIENTE Myograf filgrastim IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO APRESENTAÇÕES Solução injetável Myograf 300 mcg/ml: Embalagens contendo 5 frascos-ampola com 1 ml USO SUBCUTÂNEO / INFUSÃO

Leia mais

BULA PARA PACIENTE PARAPLATIN (carboplatina) 50 mg ou 150 mg ou 450 mg solução injetável

BULA PARA PACIENTE PARAPLATIN (carboplatina) 50 mg ou 150 mg ou 450 mg solução injetável BULA PARA PACIENTE PARAPLATIN (carboplatina) 50 mg ou 150 mg ou 450 mg solução injetável BRISTOL-MYERS SQUIBB PARAPLATIN carboplatina Uso intravenoso somente APRESENTAÇÃO PARAPLATIN 50 mg, 150 mg e 450

Leia mais

Como administrar Nebido com segurança (ampolas)

Como administrar Nebido com segurança (ampolas) Como administrar Nebido com segurança (ampolas) Informação para profissionais de saúde Este folheto fornece informações sobre certos aspetos da administração de Nebido, a fim de ampliar o seu conhecimento

Leia mais

PROCTO-GLYVENOL tribenosídeo + lidocaína

PROCTO-GLYVENOL tribenosídeo + lidocaína MODELO DE TEXTO DE BULA PROCTO-GLYVENOL tribenosídeo + lidocaína TRATAMENTO LOCAL DAS HEMORRÓIDAS Formas farmacêuticas, via de administração e apresentações: Supositórios. Embalagens com 5 ou 10 supositórios.

Leia mais

SUPRAHYAL hialuronato de sódio

SUPRAHYAL hialuronato de sódio SUPRAHYAL hialuronato de sódio APRESENTAÇÃO Solução injetável 10 mg/ml: 1 seringa preenchida com 2,5 ml. USO INTRA-ARTICULAR. USO ADULTO. COMPOSIÇÃO SUPRAHYAL 25 mg (10mg/ml): Cada ml contém 10 mg de hialuronato

Leia mais

vacina tétano Potência estimada com o limite inferior de confiança em P = 0.95.

vacina tétano Potência estimada com o limite inferior de confiança em P = 0.95. 1 vacina tétano Forma farmacêutica e apresentação: Suspensão injetável. - Cartucho contendo uma seringa de dose única. A vacina tétano deve ser administrada por via intramuscular. Não utilize a vacina

Leia mais

IMPORTANTE. Os imunobiológicos devem ser mantidos no REFRIGERADOR com temperatura entre -2 e +8 C.

IMPORTANTE. Os imunobiológicos devem ser mantidos no REFRIGERADOR com temperatura entre -2 e +8 C. Administração de Imunobiológicos IMPORTANTE Os imunobiológicos devem ser mantidos no REFRIGERADOR com temperatura entre -2 e +8 C. Contra indicações gerais: Imunodeficiência congênita ou adquirida Neoplasias

Leia mais

Folheto informativo: Informação para o utilizador Finacea, 150 mg/g, gel Ácido azelaico

Folheto informativo: Informação para o utilizador Finacea, 150 mg/g, gel Ácido azelaico Folheto informativo: Informação para o utilizador Finacea, 150 mg/g, gel Ácido azelaico Leia com atenção todo este folheto antes de começar a utilizar este medicamento pois contém informação importante

Leia mais

ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1 1. NOME DO MEDICAMENTO VETERINÁRIO Nobivac L4, suspensão injetável para cães 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Cada dose de 1 ml contém: Substâncias

Leia mais

vacina pneumocócica 23-valente (polissacarídica)

vacina pneumocócica 23-valente (polissacarídica) 1 vacina pneumocócica 23-valente (polissacarídica) Forma farmacêutica e apresentações: Solução injetável. - Cartucho com uma seringa contendo uma dose de 0,5 ml. - Cartucho com um frasco-ampola contendo

Leia mais

FAULDACAR (dacarbazina)

FAULDACAR (dacarbazina) FAULDACAR (dacarbazina) Libbs Farmacêutica Ltda. Pó liófilo injetável 200 mg FAULDACAR dacarbazina APRESENTAÇÃO Pó liófilo injetável com 200 mg de dacarbazina. Embalagem contendo 1 frasco-ampola. USO INTRAVENOSO

Leia mais

Deposteron cipionato de testosterona

Deposteron cipionato de testosterona Deposteron cipionato de testosterona EMS SIGMA PHARMA LTDA Solução I.M. 100 mg/ ml MODELO DE BULA - PACIENTE Deposteron cipionato de testosterona APRESENTAÇÕES Solução oleosa injetável 100 mg/ml em embalagem

Leia mais

Composição Cada grama contém: 2 mg de carbômer; Excipientes: cetrimida 0,1 mg (conservante), sorbitol, edetato dissódico e hidróxido de sódio.

Composição Cada grama contém: 2 mg de carbômer; Excipientes: cetrimida 0,1 mg (conservante), sorbitol, edetato dissódico e hidróxido de sódio. VISCOTEARS carbômer 2 mg / g Lágrima artificial Forma farmacêutica e apresentação Gel líquido oftálmico: tubo de 10 g. USO ADULTO E PEDIÁTRICO Composição Cada grama contém: 2 mg de carbômer; Excipientes:

Leia mais

COMPOSIÇÃO Cada frasco ampola contém 100 mg de azacitidina e 100 mg de manitol como excipiente.

COMPOSIÇÃO Cada frasco ampola contém 100 mg de azacitidina e 100 mg de manitol como excipiente. Vidaza azacitidina FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO Vidaza pó liofilizado para injeção, está disponível em frasco ampola com 100 mg de azacitidina. USO SUBCUTÂNEO USO ADULTO COMPOSIÇÃO Cada frasco ampola

Leia mais

1 ml de Testoviron Depot contém 250 mg de enantato de testosterona (o equivalente a cerca de 180 mg de testosterona) em solução oleosa.

1 ml de Testoviron Depot contém 250 mg de enantato de testosterona (o equivalente a cerca de 180 mg de testosterona) em solução oleosa. Folheto informativo: Informação para o utilizador Testoviron Depot 250 mg/ml solução injetável Enantato de testosterona Leia com atenção todo este folheto antes de começar a utilizar este medicamento pois

Leia mais

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO Página 1 de 15 1. NOME DO MEDICAMENTO VETERINÁRIO Porceptal 4 microgramas/ml solução injetável para suínos 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Por ml: Substância

Leia mais

Hemoglobina / Glóbulos Vermelhos são as células responsáveis por carregar o oxigênio para todos os tecidos.

Hemoglobina / Glóbulos Vermelhos são as células responsáveis por carregar o oxigênio para todos os tecidos. Doenças Hematológicas Hematologia é o ramo da medicina que estuda o sangue, seus distúrbios e doenças, dentre elas anemias, linfomas e leucemias. Estuda os linfonodos (gânglios) e sistema linfático; a

Leia mais

XYLOCAÍNA Pomada 5% lidocaína

XYLOCAÍNA Pomada 5% lidocaína XYLOCAÍNA Pomada 5% lidocaína I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO XYLOCAÍNA Pomada 5% lidocaína APRESENTAÇÕES Pomada 50 mg/g em embalagem com uma bisnaga contendo 25 g. VIA TÓPICA SOBRE MUCOSA E PELE USO ADULTO

Leia mais

Legifol CS folinato de cálcio. APRESENTAÇÕES Legifol CS solução injetável de 10 mg/ml em embalagens contendo 10 ampolas de 5 ml (50 mg).

Legifol CS folinato de cálcio. APRESENTAÇÕES Legifol CS solução injetável de 10 mg/ml em embalagens contendo 10 ampolas de 5 ml (50 mg). Legifol CS folinato de cálcio I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Legifol CS Nome genérico: folinato de cálcio APRESENTAÇÕES Legifol CS solução injetável de 10 mg/ml em embalagens contendo

Leia mais

vacina febre tifóide (polissacarídica)

vacina febre tifóide (polissacarídica) vacina febre tifóide (polissacarídica) Forma farmacêutica e apresentações: Suspensão injetável. - Cartucho contendo uma seringa de uma dose de 0,5 ml; - Cartucho contendo vinte seringas de uma dose de

Leia mais

Guia para o doente Informação de segurança sobre o seu tratamento com Xalkori (crizotinib)

Guia para o doente Informação de segurança sobre o seu tratamento com Xalkori (crizotinib) Este medicamento está sujeito a monitorização adicional. Guia para o doente Informação de segurança sobre o seu tratamento com Xalkori (crizotinib) Este guia destina-se a doentes a quem tenha sido receitado

Leia mais

APRESENTAÇÕES Solução oral extrato etanólico das raízes de Pelargonium sidoides D.C. Eps 7630-825 mg. Embalagens com 20 ml e 50 ml.

APRESENTAÇÕES Solução oral extrato etanólico das raízes de Pelargonium sidoides D.C. Eps 7630-825 mg. Embalagens com 20 ml e 50 ml. Umckan Pelargonium sidoides Extrato Eps 7630 Nomenclatura botânica: Pelargonium sidoides, D.C. Nomenclatura popular: Umckaloabo Família: Geraniaceae Parte utilizada: raízes APRESENTAÇÕES Solução oral extrato

Leia mais

XOLAIR omalizumabe. APRESENTAÇÕES Xolair 150 mg de pó para solução injetável embalagem contendo 1 frasco-ampola + 1 ampola diluente.

XOLAIR omalizumabe. APRESENTAÇÕES Xolair 150 mg de pó para solução injetável embalagem contendo 1 frasco-ampola + 1 ampola diluente. XOLAIR omalizumabe APRESENTAÇÕES Xolair 150 mg de pó para solução injetável embalagem contendo 1 frasco-ampola + 1 ampola diluente. VIA SUBCUTÂNEA USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 6 ANOS COMPOSIÇÃO Cada

Leia mais

M F. Nome da vacina Dosagem Instituição/Nome do médico/data da administração Nome da vacina. Instituição: Nome do médico:

M F. Nome da vacina Dosagem Instituição/Nome do médico/data da administração Nome da vacina. Instituição: Nome do médico: Questionário de avaliação para vacinação de [ Endereço Nome da criança Nome do pai/mãe/responsável M F ポルトガル 語 版 Formulário 2 ] (bebês/crianças em idade escolar) Temperatura corporal antes da entrevista

Leia mais

PID2011-05114. Caixa com 1 seringa preenchida de 0,3 ml contendo 50, 75, 100 ou 200 mcg de betaepoetinametoxipolietilenoglicol.

PID2011-05114. Caixa com 1 seringa preenchida de 0,3 ml contendo 50, 75, 100 ou 200 mcg de betaepoetinametoxipolietilenoglicol. Mircera betaepoetina-metoxipolietilenoglicol Roche Ativadores contínuos dos receptores de eritropoietina IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome do produto: Mircera Nome genérico: betaepoetina-metoxipolietilenoglicol

Leia mais

APRESENTAÇÕES Solução oral extrato etanólico das raízes de Pelargonium sidoides D.C. Eps 7630-825 mg. Embalagens com 20 ml e 50 ml.

APRESENTAÇÕES Solução oral extrato etanólico das raízes de Pelargonium sidoides D.C. Eps 7630-825 mg. Embalagens com 20 ml e 50 ml. Umckan Pelargonium sidoides Extrato Eps 7630 Nomenclatura botânica: Pelargonium sidoides, D.C. Nomenclatura popular: Umckaloabo Família: Geraniaceae Parte utilizada: raízes APRESENTAÇÕES Solução oral extrato

Leia mais

1 ml de Testoviron Depot contém 250 mg de enantato de testosterona (o equivalente a cerca de 180 mg de testosterona) em solução oleosa.

1 ml de Testoviron Depot contém 250 mg de enantato de testosterona (o equivalente a cerca de 180 mg de testosterona) em solução oleosa. Folheto informativo: Informação para o utilizador Testoviron Depot 250 mg/ml solução injetável Enantato de testosterona Leia com atenção todo este folheto antes de começar a utilizar este medicamento pois

Leia mais

APRESENTAÇÃO Pó liofilizado para solução injetável intravenosa em frasco-ampola de uso único. Embalagem com 1 frascoampola

APRESENTAÇÃO Pó liofilizado para solução injetável intravenosa em frasco-ampola de uso único. Embalagem com 1 frascoampola MODELO DE BULA DO PACIENTE IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO DACOGEN decitabina APRESENTAÇÃO Pó liofilizado para solução injetável intravenosa em frasco-ampola de uso único. Embalagem com 1 frascoampola com

Leia mais

OCUPRESS (cloridrato de dorzolamida)

OCUPRESS (cloridrato de dorzolamida) OCUPRESS (cloridrato de dorzolamida) União Química Farmacêutica Nacional S.A Solução Oftálmica 20 mg/ml Ocupress cloridrato de dorzolamida Solução Oftálmica Estéril IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO FORMA FARMACÊUTICA

Leia mais

MabThera. rituximab. O que é o MabThera? Para que é utilizado o MabThera? Resumo do EPAR destinado ao público

MabThera. rituximab. O que é o MabThera? Para que é utilizado o MabThera? Resumo do EPAR destinado ao público EMA/614203/2010 EMEA/H/C/000165 Resumo do EPAR destinado ao público rituximab Este é um resumo do Relatório Público Europeu de Avaliação (EPAR) relativo ao. O seu objetivo é explicar o modo como o Comité

Leia mais

Gino-Canesten 1 Comprimido Vaginal contém a substância ativa clotrimazol pertencente a um grupo de substâncias conhecido como "antifúngicos".

Gino-Canesten 1 Comprimido Vaginal contém a substância ativa clotrimazol pertencente a um grupo de substâncias conhecido como antifúngicos. Folheto informativo: Informação para o utilizador Gino-Canesten 1, 500 mg, Comprimido Vaginal Clotrimazol Leia com atenção todo este folheto antes de começar a utilizar este medicamento, pois contém informação

Leia mais

VP3 = Sandomigran_Bula_Paciente 1

VP3 = Sandomigran_Bula_Paciente 1 SANDOMIGRAN pizotifeno APRESENTAÇÕES Drágeas de 0,5 mg Embalagens com 20 drágeas. VIA ORAL USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 2 ANOS COMPOSIÇÃO Cada drágea contém 0,5 mg pizotifeno, base que corresponde

Leia mais

Excipientes: albumina humana, cloreto de sódio, cloridrato de arginina, citrato de sódio.

Excipientes: albumina humana, cloreto de sódio, cloridrato de arginina, citrato de sódio. Haemocomplettan P fibrinogênio APRESENTAÇÃO Haemocomplettan P 1g: embalagem contendo 1 frasco-ampola com 1 g de pó liofilizado para solução injetável e infusão. VIA INTRAVENOSA USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Leia mais

MEDICAMENTO SIMILAR EQUIVALENTE AO MEDICAMENTO DE REFERÊNCIA

MEDICAMENTO SIMILAR EQUIVALENTE AO MEDICAMENTO DE REFERÊNCIA PAMIGEN cloridrato de gencitabina MEDICAMENTO SIMILAR EQUIVALENTE AO MEDICAMENTO DE REFERÊNCIA APRESENTAÇÃO 200 mg - Embalagem com 1 frasco ampola 1 g - Embalagem com 1 frasco ampola FORMA FARMACÊUTICA

Leia mais

ALERGIA A INSETOS PICADORES (CHOQUE ANAFILÁTICO)

ALERGIA A INSETOS PICADORES (CHOQUE ANAFILÁTICO) ALERGIA A INSETOS PICADORES (CHOQUE ANAFILÁTICO) As abelhas do gênero Apis (abelha-europa ou abelha-africana), as vespas (marimbondos) e as formigas lava-pés são insetos do gênero dos himenópteros que

Leia mais

FERINJECT. Takeda Pharma Ltda. Solução Injetável. 50 mg/ml

FERINJECT. Takeda Pharma Ltda. Solução Injetável. 50 mg/ml FERINJECT Takeda Pharma Ltda. Solução Injetável 50 mg/ml APRESENTAÇÕES Solução injetável intravenosa de 50 mg de ferro III/ml. Embalagem com 1 frasco-ampola de vidro de 10 ml. USO INTRAVENOSO USO ADULTO

Leia mais

PREVENAR 13 VACINA PNEUMOCÓCICA 13-VALENTE (CONJUGADA)

PREVENAR 13 VACINA PNEUMOCÓCICA 13-VALENTE (CONJUGADA) PREVENAR 13 VACINA PNEUMOCÓCICA 13-VALENTE (CONJUGADA) I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO APRESENTAÇÕES Cartucho com 1 estojo contendo 1 seringa preenchida com 0,5 ml de suspensão injetável (dose única)

Leia mais

NARCAN NEONATAL cloridrato de naloxona 0,02 mg/ml. FORMA FARMACÊUTICA E DE APRESENTAÇÃO: Solução injetável. Caixa com 10 ampolas de 2 ml.

NARCAN NEONATAL cloridrato de naloxona 0,02 mg/ml. FORMA FARMACÊUTICA E DE APRESENTAÇÃO: Solução injetável. Caixa com 10 ampolas de 2 ml. NARCAN NEONATAL cloridrato de naloxona 0,02 mg/ml FORMA FARMACÊUTICA E DE APRESENTAÇÃO: Solução injetável. Caixa com 10 ampolas de 2 ml. USO PEDIÁTRICO COMPOSIÇÃO: Cada ml da solução injetável contém:

Leia mais

Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. Toplexil

Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. Toplexil SANOFI-AVENTIS FARMACÊUTICA LTDA Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. Toplexil cloridrato de oxomemazina / guaifenesina / paracetamol FORMA

Leia mais

Cloridrato de Naloxona. Hipolabor Farmacêutica Ltda. Solução Injetável. 0,4mg/mL

Cloridrato de Naloxona. Hipolabor Farmacêutica Ltda. Solução Injetável. 0,4mg/mL Cloridrato de Naloxona Hipolabor Farmacêutica Ltda. Solução Injetável 0,4mg/mL 1 cloridrato de naloxona Medicamento genérico Lei 9.787, de 1999 NOME GENÉRICO: cloridrato de naloxona FORMA FARMACÊUTICA:

Leia mais

Gemcit (cloridrato de gencitabina)

Gemcit (cloridrato de gencitabina) I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Gemcit (cloridrato de gencitabina) APRESENTAÇÕES Pó liófilizado para solução injetável Gemcit (cloridrato de gencitabina) 200mg. Embalagem com 1 frasco-ampola. Gemcit (cloridrato

Leia mais

BUPSTÉSIC. Sem vasoconstritor. União Química Farmacêutica Nacional S/A Solução Injetável 5 mg/ml (0,5%)

BUPSTÉSIC. Sem vasoconstritor. União Química Farmacêutica Nacional S/A Solução Injetável 5 mg/ml (0,5%) BUPSTÉSIC Sem vasoconstritor União Química Farmacêutica Nacional S/A Solução Injetável 5 mg/ml (0,5%) BUPSTÉSIC cloridrato de bupivacaína Sem vasoconstritor Solução Injetável IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO FORMA

Leia mais

vacina meningocócica AC

vacina meningocócica AC vacina meningocócica AC Forma farmacêutica e apresentação Pó liofilizado injetável. - Cartucho contendo 1 frasco-ampola de uma dose e uma seringa com 0,5 ml de diluente. A vacina meningocócica AC deve

Leia mais

TEXTO DE BULA DA VACINA PNEUMOCÓCICA 13-VALENTE (CONJUGADA) Excipientes: cloreto de sódio, ácido succínico, polissorbato 80 e água para injeção.

TEXTO DE BULA DA VACINA PNEUMOCÓCICA 13-VALENTE (CONJUGADA) Excipientes: cloreto de sódio, ácido succínico, polissorbato 80 e água para injeção. TEXTO DE BULA DA VACINA PNEUMOCÓCICA 13-VALENTE (CONJUGADA) I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO APRESENTAÇÕES Cartucho com 1 estojo contendo 1 seringa preenchida com 0,5 ml de suspensão injetável (dose única)

Leia mais

Vacina Pentavalente. Nomenclatura. Proteção. Forma Farmacêutica Apresentação

Vacina Pentavalente. Nomenclatura. Proteção. Forma Farmacêutica Apresentação Vacina Pentavalente Nomenclatura Proteção Forma Farmacêutica Apresentação Lab. Produtor Composição Indicação Precauções Contra Indicações - Vacina adsorvida difteria, tétano, pertussis, hepatite B (recombinante)

Leia mais

Uplyso TM alfataliglicerase. Cartucho com 1 frasco-ampola contendo 200 unidades de pó para solução para infusão.

Uplyso TM alfataliglicerase. Cartucho com 1 frasco-ampola contendo 200 unidades de pó para solução para infusão. Uplyso TM alfataliglicerase I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Uplyso TM Nome genérico: alfataliglicerase APRESENTAÇÕES Cartucho com 1 frasco-ampola contendo 200 unidades de pó para solução

Leia mais

Evoposdo. Evolabis Produtos Farmacêuticos Ltda Solução Injetável 20 mg/ml

Evoposdo. Evolabis Produtos Farmacêuticos Ltda Solução Injetável 20 mg/ml Evoposdo Evolabis Produtos Farmacêuticos Ltda Solução Injetável 20 mg/ml EVOPOSDO etoposídeo I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO EVOPOSDO etoposídeo APRESENTAÇÕES EVOPOSDO solução injetável de 20 mg/ml em

Leia mais

Leucemias e Linfomas LEUCEMIAS

Leucemias e Linfomas LEUCEMIAS 23 Leucemias e Linfomas LEUCEMIAS A leucemia representa um grupo de neoplasias malignas derivadas das células hematopoiéticas. Esta doença inicia sempre na medula-óssea, local onde as células sangüíneas

Leia mais

Anexo I. Titular da autorização de introdução no mercado. Estado Membro. Via de administra ção. Forma farmacêutica. Dosagem

Anexo I. Titular da autorização de introdução no mercado. Estado Membro. Via de administra ção. Forma farmacêutica. Dosagem Anexo I Estado Membro (no EEE) Titular da autorização de introdução no mercado Contacto local DCI Nome de fantasia Dosagem Forma farmacêutica Via de administra ção Fresenius Medical Care Nephrologica Deutschland

Leia mais

CETIRIZINA HISTACET 10 mg COMPRIMIDOS REVESTIDOS

CETIRIZINA HISTACET 10 mg COMPRIMIDOS REVESTIDOS FOLHETO INFORMATIVO Leia atentamente este folheto antes de tomar o medicamento -Conserve este folheto: Pode ter necessidade de o reler. -Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico. -Este

Leia mais

MODELO DE BULA. ONTRAX cloridrato de ondansetrona

MODELO DE BULA. ONTRAX cloridrato de ondansetrona MODELO DE BULA ONTRAX cloridrato de ondansetrona Forma farmacêutica e apresentações: Caixas com 1 ampola de 2 ml de solução injetável com 4 mg/ 2mL Caixas com 20 ampolas de 2 ml de solução injetável com

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Vivaglobin 160 mg/ml, solução injectável para administração subcutânea Imunoglobulina humana normal

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Vivaglobin 160 mg/ml, solução injectável para administração subcutânea Imunoglobulina humana normal FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Vivaglobin 160 mg/ml, solução injectável para administração subcutânea Imunoglobulina humana normal Leia atentamente este folheto antes de utilizar este

Leia mais

SERVIÇO DE CLÍNICA FARMACÊUTICA SMS/CURITIBA Data: / /

SERVIÇO DE CLÍNICA FARMACÊUTICA SMS/CURITIBA Data: / / SERVIÇO DE CLÍNICA FARMACÊUTICA SMS/CURITIBA Data: / / PERFIL DO PACIENTE : Encaminhamento Equipe Alta Hospitalar Busca Ativa Outra Nome: Cartão SUS: Data de nascimento: Idade: Gênero: Masculino Feminino

Leia mais

MODELO DE BULA PARA O PROFISSIONAL DE SAÚDE Myograf filgrastim

MODELO DE BULA PARA O PROFISSIONAL DE SAÚDE Myograf filgrastim MODELO DE BULA PARA O PROFISSIONAL DE SAÚDE Myograf filgrastim IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO APRESENTAÇÕES Solução injetável Myograf 300 mcg/ml: Embalagens contendo 5 frascos-ampola com 1 ml USO SUBCUTÂNEO

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Esmeron 10 mg/ml solução injetável Brometo de rocurónio

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Esmeron 10 mg/ml solução injetável Brometo de rocurónio FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Esmeron 10 mg/ml solução injetável Brometo de rocurónio Leia atentamente este folheto antes de utilizar este medicamento. Conserve este folheto. Pode ter

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. INALGIN, 50 mg/g, Gel INALGIN, 100 mg/ml, Emulsão cutânea

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. INALGIN, 50 mg/g, Gel INALGIN, 100 mg/ml, Emulsão cutânea FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Etofenamato Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente. - Este medicamento pode ser adquirido sem receita médica. No entanto,

Leia mais

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. NOME DO MEDICAMENTO CROMABAK 20 mg/ml, colírio, solução 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Para 100 ml de solução: Cromoglicato de sódio...2,00 g Lista

Leia mais

Câncer de Tireóide. O segredo da cura é a eterna vigilância

Câncer de Tireóide. O segredo da cura é a eterna vigilância Câncer de Tireóide Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira O câncer de tireóide é um tumor maligno de crescimento localizado dentro da glândula

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Advantan, 1 mg/g, creme Advantan, 1 mg/g, pomada Aceponato de metilprednisolona

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Advantan, 1 mg/g, creme Advantan, 1 mg/g, pomada Aceponato de metilprednisolona FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Advantan, 1 mg/g, creme Advantan, 1 mg/g, pomada Aceponato de metilprednisolona Leia atentamente este folheto antes de utilizar este medicamento. - Conserve

Leia mais

Vacina contra Varicela (vírus atenuado)

Vacina contra Varicela (vírus atenuado) I) Identificação do medicamento FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES USO ADULTO E PEDIÁTRICO Pó liófilo injetável + diluente para administração subcutânea. A Vacina contra Varicela é uma preparação liofilizada

Leia mais

ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1 1. NOME DO MEDICAMENTO VETERINÁRIO Equilis Prequenza Te, suspensão injetável para equinos 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Por dose de 1 ml:

Leia mais

APROVADO EM 01-10-2004 INFARMED

APROVADO EM 01-10-2004 INFARMED FOLHETO INFORMATIVO Antibiophilus, 250 mg, Cápsulas Lactobacillus casei variedade rhamnosus Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente. Este medicamento pode ser adquirido

Leia mais

IMOSEC (cloridrato de loperamida) comprimidos. 2 mg

IMOSEC (cloridrato de loperamida) comprimidos. 2 mg IMOSEC (cloridrato de loperamida) Janssen-Cilag Farmacêutica Ltda. comprimidos 2 mg IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Imosec cloridrato de loperamida comprimidos APRESENTAÇÕES Comprimidos de 2 mg em embalagem

Leia mais

EFEITOS ADVERSOS A MEDICAMENTOS

EFEITOS ADVERSOS A MEDICAMENTOS EFEITOS ADVERSOS A MEDICAMENTOS INTRODUÇÃO As informações contidas neste folheto têm a finalidade de orientar as pessoas que passaram ou que podem passar pela experiência não-desejada dos efeitos adversos

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Magnevist 469 mg/ml solução injetável Gadopentato de dimeglumina (ácido gadopentético, sal de dimeglumina) Leia atentamente este folheto antes de utilizar

Leia mais

BULA PARA PACIENTE RDC 47/2009. cloridrato de gencitabina Accord Farmacêutica Ltda Pó Liofilizado 200 mg e 1 g

BULA PARA PACIENTE RDC 47/2009. cloridrato de gencitabina Accord Farmacêutica Ltda Pó Liofilizado 200 mg e 1 g cloridrato de gencitabina Accord Farmacêutica Ltda Pó Liofilizado 200 mg e 1 g 1 APRESENTAÇÕES cloridrato de gencitabina Medicamento Genérico Lei nº. 9.787, de 1999 Cloridrato de gencitabina (200mg): cartucho

Leia mais

FINASTEC. (finasterida)

FINASTEC. (finasterida) FINASTEC (finasterida) Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica S.A. Comprimido revestido 5mg I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: FINASTEC finasterida APRESENTAÇÃO Comprimido revestido de 5mg Embalagem

Leia mais

OMENAX. Geolab Indústria Farmacêutica S/A Cápsula 20mg e 40mg

OMENAX. Geolab Indústria Farmacêutica S/A Cápsula 20mg e 40mg OMENAX Geolab Indústria Farmacêutica S/A Cápsula 20mg e 40mg tratar dispepsia, condição que causa acidez, azia, arrotos ou indigestão. Pode ser usado também para evitar sangramento do trato gastrintestinal

Leia mais

ERBITUX (cetuximabe) 5 MG/ML SOL INJ. Merck S/A

ERBITUX (cetuximabe) 5 MG/ML SOL INJ. Merck S/A ERBITUX (cetuximabe) 5 MG/ML SOL INJ Merck S/A Erbitux 5 mg/ml cetuximabe 5 mg/ml APRESENTAÇÕES Solução injetável para infusão endovenosa - Frasco com 20 ml Solução injetável para infusão endovenosa -

Leia mais

TYSABRI natalizumabe

TYSABRI natalizumabe TYSABRI natalizumabe Formas farmacêuticas, vias de administração e apresentações: TYSABRI (natalizumabe). Solução concentrada para infusão intravenosa - 300 mg de natalizumabe / 15 ml (20 mg/ml). Cada

Leia mais

BROCHURA para o DOENTE com ARTRITE REUMATOIDE em TRATAMENTO com RoACTEMRA

BROCHURA para o DOENTE com ARTRITE REUMATOIDE em TRATAMENTO com RoACTEMRA BROCHURA para o DOENTE com ARTRITE REUMATOIDE em TRATAMENTO com RoACTEMRA Esta brochura fornece informação de segurança importante para o doente Leia o folheto informativo que se encontra na embalagem

Leia mais

tobramicina GERMED FARMACÊUTICA LTDA Solução oftálmica estéril 3 mg/ml

tobramicina GERMED FARMACÊUTICA LTDA Solução oftálmica estéril 3 mg/ml tobramicina GERMED FARMACÊUTICA LTDA Solução oftálmica estéril 3 mg/ml I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO tobramicina 3 mg/ml solução oftálmica estéril Medicamento Genérico, Lei n 9.787, de 1999. APRESENTAÇÃO

Leia mais

ZYPRED ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA

ZYPRED ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA ZYPRED ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA Suspensão oftálmica estéril de gatifloxacino (3 mg/ml) e acetato de prednisolona (10 mg/ml), contendo frasco plástico conta-gotas de 3 ml e 6 ml APRESENTAÇÕES

Leia mais

TIPOS DE TRATAMENTOS ONCOLÓGICOS CIRURGIA QUIMIOTERAPIA SISTÊMICA

TIPOS DE TRATAMENTOS ONCOLÓGICOS CIRURGIA QUIMIOTERAPIA SISTÊMICA TIPOS DE TRATAMENTOS ONCOLÓGICOS Prof a Dra. Nise H. Yamaguchi Prof a Dra Enf a Lucia Marta Giunta da Silva Profª. Dra. Enf a Maria Tereza C. Laganá A abordagem moderna do tratamento oncológico busca mobilizar

Leia mais

Bula com informações ao Paciente soro anticrotálico

Bula com informações ao Paciente soro anticrotálico soro anticrotálico solução injetável IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO soro anticrotálico APRESENTAÇÃO O soro anticrotálico, heterólogo e hiperimune, é apresentado em ampolas contendo 10 ml de solução injetável

Leia mais

Vacina hepatite B (recombinante) GlaxoSmithKline Brasil Ltda. Suspensão injetável 10 mcg/0,5 ml ou 20 mcg/ml.

Vacina hepatite B (recombinante) GlaxoSmithKline Brasil Ltda. Suspensão injetável 10 mcg/0,5 ml ou 20 mcg/ml. Vacina hepatite B (recombinante) GlaxoSmithKline Brasil Ltda. Suspensão injetável 10 mcg/0,5 ml ou 20 mcg/ml. I IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO vacina hepatite B (recombinante) APRESENTAÇÕES A vacina hepatite

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Gino-Canesten 1, 500 mg, Comprimido Vaginal Clotrimazol Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente. Este medicamento pode

Leia mais

O QUE É? A LEUCEMIA MIELOBLÁSTICA AGUDA

O QUE É? A LEUCEMIA MIELOBLÁSTICA AGUDA O QUE É? A LEUCEMIA MIELOBLÁSTICA AGUDA A LEUCEMIA MIELOBLÁSTICA AGUDA O QUE É A LEUCEMIA MIELOBLÁSTICA AGUDA? A Leucemia Mieloblástica Aguda (LMA) é o segundo tipo de leucemia mais frequente na criança.

Leia mais

N o 35. Março 2015. O mieloma múltiplo é uma. MIELOMA MÚLTIPLO: Novo Medicamento no tratamento contra o Câncer de Medula Óssea

N o 35. Março 2015. O mieloma múltiplo é uma. MIELOMA MÚLTIPLO: Novo Medicamento no tratamento contra o Câncer de Medula Óssea N o 35 Março 2015 Centro de Farmacovigilância da UNIFAL-MG Site: www2.unifal-mg.edu.br/cefal Email: cefal@unifal-mg.edu.br Tel: (35) 3299-1273 Equipe editorial: prof. Dr. Ricardo Rascado; profa. Drª. Luciene

Leia mais

ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. NOME DO MEDICAMENTO VETERINÁRIO Nobivac Myxo-RHD liofilizado e solvente para suspensão injectável para coelhos 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA

Leia mais

APRESENTAÇÕES Pomada: 1 mg/g de furoato de mometasona em embalagem com 20 g. USO DERMATOLÓGICO USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 02 ANOS DE IDADE

APRESENTAÇÕES Pomada: 1 mg/g de furoato de mometasona em embalagem com 20 g. USO DERMATOLÓGICO USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 02 ANOS DE IDADE TOPISON furoato de mometasona APRESENTAÇÕES Pomada: 1 mg/g de furoato de mometasona em embalagem com 20 g. USO DERMATOLÓGICO USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 02 ANOS DE IDADE COMPOSIÇÃO Cada g de Topison

Leia mais

Informações ao Paciente

Informações ao Paciente Informações ao Paciente Introdução 2 Você foi diagnosticado com melanoma avançado e lhe foi prescrito ipilimumabe. Este livreto lhe fornecerá informações acerca deste medicamento, o motivo pelo qual ele

Leia mais

ReliPoietin eritropoietina humana recombinante

ReliPoietin eritropoietina humana recombinante ReliPoietin eritropoietina humana recombinante FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO ReliPoietin é fornecida como uma solução para injeção límpida e incolor em uma seringa pré-preenchida com uma agulha de

Leia mais

Componente Curricular: Patologia e Profilaxia Módulo I Profª Mônica I. Wingert Turma 101E TUMORES

Componente Curricular: Patologia e Profilaxia Módulo I Profª Mônica I. Wingert Turma 101E TUMORES TUMORES Tumores, também chamados de neoplasmas, ou neoplasias, são alterações celulares que provocam o aumento anormal dos tecidos corporais envolvidos. BENIGNO: são considerados benignos quando são bem

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Laxido Laranja, pó para solução oral

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Laxido Laranja, pó para solução oral FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Laxido Laranja, pó para solução oral Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente. Este medicamento pode ser adquirido sem receita

Leia mais

Capilarema. Laboratórios Baldacci Ltda. Comprimidos. 75 mg

Capilarema. Laboratórios Baldacci Ltda. Comprimidos. 75 mg Capilarema Laboratórios Baldacci Ltda. Comprimidos 75 mg CAPILAREMA aminaftona APRESENTAÇÕES Comprimidos simples de 75 mg cartucho contendo 30 ou 60 comprimidos. VIA ORAL - USO ADULTO COMPOSIÇÃO Cada comprimido

Leia mais

caixas com 25 ampolas de 1 ml

caixas com 25 ampolas de 1 ml AROVIT Palmitato de retinol (gotas e ampolas) Acetato de retinol (drágeas) VITAMINA A IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO - AROVIT Nomes genéricos Palmitato de retinol (gotas e ampolas) Acetato de retinol (drágeas)

Leia mais

TOPLANINA teicoplanina 400 mg Liófilo injetável

TOPLANINA teicoplanina 400 mg Liófilo injetável TOPLANINA teicoplanina 400 mg Liófilo injetável FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO Toplanina é um pó liófilo injetável de coloração branca a quase branca, para uso após reconstituição. Apresenta-se em frasco-ampola

Leia mais

Leukeran comprimidos Modelo de texto de bula LEIA ESTA BULA ATENTAMENTE ANTES DE INICIAR O TRATAMENTO

Leukeran comprimidos Modelo de texto de bula LEIA ESTA BULA ATENTAMENTE ANTES DE INICIAR O TRATAMENTO LEIA ESTA BULA ATENTAMENTE ANTES DE INICIAR O TRATAMENTO I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Leukeran clorambucila APRESENTAÇÃO Leukeran comprimido revestido de 2 mg é apresentado em embalagem com 25 comprimidos

Leia mais

COMPOSIÇÃO Cada 100 ml de solução contém: fusafungina (DCB 04367)...500 mg excipientes q.s.p...100 ml de solução

COMPOSIÇÃO Cada 100 ml de solução contém: fusafungina (DCB 04367)...500 mg excipientes q.s.p...100 ml de solução IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: LOCABIOTAL fusafungina 5,0 mg/ml APRESENTAÇÕES: Aerossol contendo 5,0 mg/ml de fusafungina. Embalagem contendo gerador portátil dosificador de 10 ml de solução e dois inaladores

Leia mais

APROVADO EM 02-05-2006 INFARMED

APROVADO EM 02-05-2006 INFARMED FOLHETO INFORMATIVO Tantum Verde, Solução para pulverização bucal a 0,15% Leia atentamente este folheto antes de tomar o medicamento Conserve este Folheto Informativo. Pode ter necessidade de o reler.

Leia mais

Jaba B12 5 mg/2ml Pó e solvente para solução injectável

Jaba B12 5 mg/2ml Pó e solvente para solução injectável Folheto informativo: Informação para o utilizador Jaba B12 5 mg/2ml Pó e solvente para solução injectável Cobamamida Leia com atenção todo este folheto antes de começar a tomar este medicamento pois contém

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Primolut Nor, 10 mg, comprimidos Acetato de noretisterona Leia atentamente este folheto antes de tomar o medicamento. -Conserve este folheto. Pode ter

Leia mais

Arimide. Informações para pacientes com câncer de mama. Anastrozol

Arimide. Informações para pacientes com câncer de mama. Anastrozol Informações para pacientes com câncer de mama. AstraZeneca do Brasil Ltda. Rod. Raposo Tavares, km 26,9 CEP 06707-000 Cotia SP ACCESS net/sac 0800 14 55 78 www.astrazeneca.com.br AXL.02.M.314(1612991)

Leia mais

1 O que é Urografina (Forma farmacêutica e Categoria farmacoterapêutica)

1 O que é Urografina (Forma farmacêutica e Categoria farmacoterapêutica) O nome do seu medicamento é: UROGRAFINA Leia atentamente este folheto antes de utilizar o medicamento. Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o reler. Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico

Leia mais