Sistema de Informações do Centro Nacional de Conservação da Flora: Uma visão conceitual

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sistema de Informações do Centro Nacional de Conservação da Flora: Uma visão conceitual"

Transcrição

1 Seminário de Informação em Biodiversidade no âmbito do MMA e instituições vinculadas Sistema de Informações do Centro Nacional de Conservação da Flora: Uma visão conceitual Eduardo Dalcin Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro Diretoria de Pesquisas Brasília - 14 e 15 de Outubro de 2009

2 CNCFlora OBJETIVOS GERAIS Coordenar a Lista de Espécies da Flora do Brasil Coordenar a Lista Oficial de Espécies da Flora Ameaçadas de Extinção Elaborar Programa de Pesquisas e Conservação em Ecossistemas de Montanhas do Brasil Contribuir para o alcance das metas nacionais da GSPC/CDB OBJETIVOS ESPECÍFICOS Estabelecer um sistema integrado de bases de dados sobre biodiversidade de plantas; Estabelecer e coordenar uma base de dados de espécies da flora do Brasil; Estabelecer e coordenar uma base de dados de conservação para espécies ameaçadas de extinção; Desenvolver uma estratégia nacional para conservação de espécies da flora ameaçadas de extinção com base nas metas estabelecidas pelo GSPC/CDB; Realizar inventários em áreas prioritárias para conservação Propor um Programa Nacional de Pesquisas e Conservação em Ecossistemas de Montanhas Estabelecer parcerias e alianças com pesquisadores e instituições nacionais e internacionais através de um esforço coordenado para a conservação de plantas

3 Estratégia Manejo do conhecimento: Organizar, refinar, sintetizar, disseminar e manejar dados, informações e conhecimentos em conservação para suportar os objetivos do CNCFlora, desenvolvendo ferramentas que permitam de forma rápida e simples, o acesso aos dados e informações sobre conservação.

4 Projeto Banco de Dados de Conservação Estabelecer uma base de dados para conservação, através de um sistema de informação voltado para a conservação das espécies ameaçadas de extinção, apoiando a implementação da infra-estrutura em tecnologia da informação e na gestão da informação no âmbito do Instituto de Pesquisas JBRJ. A base de dados de conservação utilizará vários campos de informações necessárias a conservação, incluindo aquelas de outras áreas do conhecimento, e de ferramentas tecnológicas adequadas (bases cartográficas e biogeográficas digitais, data mining, data cleanner, entre outras); contribuir para a atuação do Centro dentro de um ambiente colaborativo e integrado com as iniciativas institucionais, nacionais e internacionais.

5 Cenário atual e oportunidades Realização da Lista do Brasil Coordenação do CNCFlora Sistema colaborativo on-line desenvolvido pelo CRIA Convênio com CRIA specieslink registros para plantas e fungos macroscópicos geo-referenciados JABOT Ca registros TIC na Instituição Infra-estrutura Capacidade

6 Ficha de espécie

7 Dados complementares

8 Gerenciamento de colaboradores

9 Modelo Conceitual Espécies (Lista do Brasil) Espécies Ameaçadas (Lista Oficial) Coleções Indivíduos (testemunho) Ameaças Populações (obs. campo) Locais (Biomas, Estados, Ucs, etc) Geoespacial Ações de Conservação Referências Bibliográficas Catálogo de Metadados (Dublin Core) Metadados Geoespaciais (ISO 19115)

10 Padrão de Metadados

11 Drupal (drupal.org) Sistema Gerenciador de Conteúdo (CMS) Um software que auxilia a criação, manutenção e administração de páginas publicadas na Internet Dispensa programação Content Framework System Requerimentos PHP Apache MySQL / PostgreSQL Open Source (GPL v2) Em processo de homologação pela instituição

12 Drupal (drupal.org) Funcionalidades básicas de CMS incluídas Notícias Fórum Páginas Customizável e Flexível Módulos (mais de 6.000) Sólida arquitetura e API ( hooks ) Boa documentação Performance Comunidade numerosa e ativa Taxonomia (módulo incluído no core ) Ferramenta de classificação de conteúdo poderosa Permite a criação de vocabulários hierárquicos com definições Permite integrar a ferramenta do Portal com o Catálogo de Metadados (e outros módulos)

13 Catálogo de Metadados Cadastra recursos de informação que podem ser posteriormente recuperados com base na definição de um escopo ou domínio

14

15 Definição do escopo espacial

16

17 Portal do CNCFlora Elemento de articulação entre os produtores de informação ( kowledge workers ), consumidores e informações sobre espécies ameaçadas da flora brasileira Proposta inicial Incorporação de atributos de metadados às referências Editoração do conteúdo pelo setor de comunicação institucional Avaliação de funcionalidades

18 Próximos Passos 2009 Avaliação do Drupal como ferramenta de desenvolvimento do Portal e Catálogo de Metadados Definição da estrutura, forma, funcionalidades, conteúdo e gestão do Portal CNCFlora Finalização da Lista do Brasil Contratação consultoria para elaboração das especificações do Sistema CNCFlora (documentação formal) 1º Semestre 2010 Workshop com stakeholders Carga inicial no catálogo de metadados Inauguração do Portal CNCFlora Implementação do módulo pesquisa e relatórios na Lista do Brasil Implementação do módulo CNCFlora na Lista do Brasil Publicação da lista de espécies da flora do Brasil disponível para classificação quanto ao status de conservação 2º Semestre 2010 Revisão on-line da lista de espécies do Brasil quanto ao status de conservação Publicação da lista oficial de espécies ameaçadas revisada Desenvolvimento dos módulos adicionais previstos nas especificações

19 Perspectivas Life Science Identifiers (LSIDs) são identificadores únicos de recursos de informação baseados em nomes de entidades biológicas, permanentes e independentes de localização, que incluem nomes, conceitos, ocorrências, genes, ou proteinas, ou mesmo objetos que contem informações sobre estas entidades. UDDI (originado do acrônimo inglês Universal Description, Discovery and Integration) é um protocolo aprovado como padrão pela OASIS e especifica um método para publicar e descobrir diretórios de serviços em uma arquitetura orientada a serviços (SOA). Um serviço de registro UDDI é um Web Service que gerencia informação sobre provedores, implementações e serviços de metadados. Provedores de serviços podem utilizar UDDI para publicar os serviços que eles oferecem. Usuários de serviços podem usar UDDI para descobrir serviços que lhes interessem e obter os metadados necessários para utilizar esses serviços. De forma simples, LSIDs são uma forma padronizada de se identificar e encontrar pedaços de informação biológica na Internet.

20 Obrigado! Eduardo Dalcin Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro Diretoria de Pesquisas

Definições: quando usar cada um?

Definições: quando usar cada um? Framework ou CMS? Definições: quando usar cada um? Framework: Uma arquitetura desenvolvida com o objetivo de atingir a máxima reutilização, representada como um conjunto de classes abstratas e concretas,

Leia mais

Drupal para Empresas. Descobrindo os benefícios do Drupal para o seu negócio

Drupal para Empresas. Descobrindo os benefícios do Drupal para o seu negócio Sorteio de R$400 de crédito nos cursos de Drupal! http://j.mp/sorteio400reais O que veremos nessa palestra? # Apresentação # Introdução a CMS # Conhecendo o Drupal # Drupal como solução para Empresas #

Leia mais

SITAMAR Sistema de Informação Sobre Tartarugas Marinhas

SITAMAR Sistema de Informação Sobre Tartarugas Marinhas SITAMAR Sistema de Informação Sobre Tartarugas Marinhas TAMAR - 22 bases de proteção - 1.100 km monitorados - 1.300 colaboradores (moradores locais) - 160 técnicos - 200 estagiários e trainees O PROJETO

Leia mais

Conteúdo. Curso de Introdução ao Plone. O que é Plone. Parte I Conceitos básicos

Conteúdo. Curso de Introdução ao Plone. O que é Plone. Parte I Conceitos básicos Curso de Introdução ao Plone Conteúdo Parte I - Conceitos básicos Parte II - Interface do Plone Parte III - Gerenciamento de usuários Modulo A Instrutores Carlos Alberto Alves Meira Laurimar Gonçalves

Leia mais

Curso de Introdução ao Plone. Instrutores Carlos Alberto Alves Meira Erick Gallani

Curso de Introdução ao Plone. Instrutores Carlos Alberto Alves Meira Erick Gallani Curso de Introdução ao Plone Instrutores Carlos Alberto Alves Meira Erick Gallani Conteúdo Parte I - Conceitos básicos Parte II - Interface do Plone Parte III - Gerenciamento de usuários Parte IV - Criação

Leia mais

Treinamento em Drupal - Fundamental

Treinamento em Drupal - Fundamental Treinamento em Drupal - Fundamental Sobre Drupal O Drupal é um framework modular e um sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS) escrito em PHP. Da mesma forma que os sistemas de gerenciamento de conteúdo

Leia mais

PORTARIA MMA Nº 43, DE 31 DE JANEIRO DE 2014

PORTARIA MMA Nº 43, DE 31 DE JANEIRO DE 2014 PORTARIA MMA Nº 43, DE 31 DE JANEIRO DE 2014 A MINISTRA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE, no uso de suas atribuições, e tendo em vista o disposto na Lei nº 10.683, de 28 de maio de 2003, e no Decreto nº 6.101,

Leia mais

Secretaria do Meio Ambiente. Fundação Florestal

Secretaria do Meio Ambiente. Fundação Florestal Secretaria do Meio Ambiente Fundação Florestal Governo do Estado de São Paulo Sistema Ambiental Paulista Projeto DataGEO Implantação de uma Infraestrutura de Dados Espaciais Ambientais do Estado de São

Leia mais

Governo Federal / Governo Estadual. Imagem suportando a Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais INDE Carlos Toledo

Governo Federal / Governo Estadual. Imagem suportando a Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais INDE Carlos Toledo Governo Federal / Governo Estadual Imagem suportando a Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais INDE Carlos Toledo Plenária Desafios comuns Governança de dados espaciais; Informação geográfica é um ativo

Leia mais

CATÁLOGO DE SERVIÇOS DIRETORIA DE SUPORTE COMPUTACIONAL VERSÃO 1.0

CATÁLOGO DE SERVIÇOS DIRETORIA DE SUPORTE COMPUTACIONAL VERSÃO 1.0 CATÁLOGO DE SERVIÇOS DIRETORIA DE SUPORTE COMPUTACIONAL VERSÃO 1.0 2011 1 1. APRESENTAÇÃO No momento de sua concepção não haviam informações detalhadas e organizadas sobre os serviços de Tecnologia da

Leia mais

Missão de Supervisão do Banco Mundial - Probio II Brasília DF 14 a 18 de junho

Missão de Supervisão do Banco Mundial - Probio II Brasília DF 14 a 18 de junho Missão de Supervisão do Banco Mundial - Probio II Brasília DF 14 a 18 de junho VISÃO Garantir a conservação e uso sustentado da flora brasileira, através de suas ações e informações MISSÃO Coordenar, articular,

Leia mais

Extensão do Sistema de Metadados para Recursos Naturais

Extensão do Sistema de Metadados para Recursos Naturais Extensão do Sistema de Metadados para Recursos Naturais Andreia Fernandes da Silva (IBGE/DI/COBAD) Celso José Monteiro Filho (IBGE/DGC/CREN) Hesley da Silva Py (IBGE/DI/COBAD) Resumo Tendo em vista a grande

Leia mais

Termo de Referência nº 2014.0918.00043-7. 1. Antecedentes

Termo de Referência nº 2014.0918.00043-7. 1. Antecedentes Termo de Referência nº 2014.0918.00043-7 Ref: Contratação de consultoria pessoa física para desenvolver o Plano de Uso Público para a visitação do Jardim Botânico do Rio de Janeiro concentrando na análise

Leia mais

Consultoria sobre Joomla!

Consultoria sobre Joomla! Consultoria sobre Joomla! Joomla! (pronuncia-se djumla) é um CMS (Content Management System) desenvolvido a partir do Mambo. É escrito em PHP e roda no servidor web Apache ou IIS e banco de dados MySQL.

Leia mais

Projeto Intranet Institucional Project Charter. IIPC Tecnologia da Informação Versão 1.5 Outubro de 2011

Projeto Intranet Institucional Project Charter. IIPC Tecnologia da Informação Versão 1.5 Outubro de 2011 Projeto Intranet Institucional Project Charter Versão 1.5 Outubro de 1. Objetivo O Projeto Intranet do tem como objetivo a implementação de uma ferramenta de trabalho para o Voluntariado do (Sede Mundial

Leia mais

Infraestrutura de dados, ferramentas computacionais e serviços web para a difusão de informação sobre a Biodiversidade Brasileira

Infraestrutura de dados, ferramentas computacionais e serviços web para a difusão de informação sobre a Biodiversidade Brasileira Papel do CRIA no desenvolvimento da Infraestrutura de dados, ferramentas computacionais e serviços web para a difusão de informação sobre a Biodiversidade Brasileira Porto Alegre, Agosto 2012 Estatuto

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO FINAL DA CONSULTORIA DO BRASIL

RELATÓRIO TÉCNICO FINAL DA CONSULTORIA DO BRASIL PROJETO "Emissão Eletrônica de Licenças CITES nos Países Membros da Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA)". E-Permit RELATÓRIO TÉCNICO FINAL DA CONSULTORIA DO BRASIL DOCUMENTO SOBRE O PROCESSO

Leia mais

3 Serviços na Web (Web services)

3 Serviços na Web (Web services) 3 Serviços na Web (Web services) 3.1. Visão Geral Com base na definição do Word Wide Web Consortium (W3C), web services são aplicações autocontidas, que possuem interface baseadas em XML e que descrevem

Leia mais

Construindo sítios profissionais com Mambo

Construindo sítios profissionais com Mambo 23/09/06 Construindo sítios profissionais com Mambo Tiago Eugenio de Melo tiago@comunidadesol.org 1 Sumário Software Livre Conceitos de CMS Mambo Configuração do Mambo Novidades Referências 2 O que é software

Leia mais

TEMA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO -Tipos de SI e Recursos de Software parte2. AULA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROFa. ROSA MOTTA

TEMA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO -Tipos de SI e Recursos de Software parte2. AULA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROFa. ROSA MOTTA TEMA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO -Tipos de SI e Recursos de Software parte2 AULA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROFa. ROSA MOTTA CONTEÚDO DA AULA Tipos de Software Serviços Web Tendências 2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Leia mais

INTEGRAÇÃO DE APLICAÇÕES UTILIZANDO WEB SERVICE. Kellen Kristine Perazzoli 1, Manassés Ribeiro 2 RESUMO

INTEGRAÇÃO DE APLICAÇÕES UTILIZANDO WEB SERVICE. Kellen Kristine Perazzoli 1, Manassés Ribeiro 2 RESUMO INTEGRAÇÃO DE APLICAÇÕES UTILIZANDO WEB SERVICE Kellen Kristine Perazzoli, Manassés Ribeiro RESUMO O grande avanço tecnológico vivenciado nos últimos anos, os web services vem sendo utilizados trazendo

Leia mais

A opção de CMS que vem crescendo rápido. Bruno Gomes Cláudio Barbosa Cláudio Gomes

A opção de CMS que vem crescendo rápido. Bruno Gomes Cláudio Barbosa Cláudio Gomes A opção de CMS que vem crescendo rápido Bruno Gomes Cláudio Barbosa Cláudio Gomes Uma evolução do Mambo, o Joomla! é um gerenciador de conteúdo open source baseado em PHP e MySQL que possui um bom número

Leia mais

Cursos de Magento. 2013 Gugliotti Consulting

Cursos de Magento. 2013 Gugliotti Consulting Cursos de Magento F U N D A M E N T O S D E M A G E N T O C O M M E R C E C U R S O E M V Í D E O - A U L A S M Ó D U L O 2 F T O 2 Fundamentos de Magento Commerce Módulo 2 Aula 1 Configuração da plataforma

Leia mais

Conservação das Espécies Ameaçadas de Extinção

Conservação das Espécies Ameaçadas de Extinção Programa 0508 Biodiversidade e Recursos Genéticos - BIOVIDA Objetivo Promover o conhecimento, a conservação e o uso sustentável da biodiversidade e dos recursos genéticos e a repartição justa e eqüitativa

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento Agrário

Ministério do Desenvolvimento Agrário Capítulo 1 Ministério do Desenvolvimento Agrário Instituição: Sítio: Caso: Responsável: Palavras- Chave: Ministério do Desenvolvimento Agrário www.mda.gov.br Plano de Migração para Software Livre Paulo

Leia mais

CHAMADA PARA SELEÇÃO DE BOLSA NA MODALIDADE APOIO CIENTÍFICO - RES

CHAMADA PARA SELEÇÃO DE BOLSA NA MODALIDADE APOIO CIENTÍFICO - RES CHAMADA PARA SELEÇÃO DE BOLSA NA MODALIDADE APOIO CIENTÍFICO - RES A Fundação Flora de Apoio à Botânica, com a anuência do Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, em consonância com a

Leia mais

Drupal para Startups. Agilizando o desenvolvimento do seu MVP com o Drupal

Drupal para Startups. Agilizando o desenvolvimento do seu MVP com o Drupal Sorteio de R$400 de crédito nos cursos de Drupal! http://j.mp/sorteio400reais O que veremos nessa palestra? # Apresentação # Startups # Drupal # Apresentação Apresentação Thiago Régis @tregismoreira Apresentação

Leia mais

II Forum Latino Americano Geoespacial

II Forum Latino Americano Geoespacial II Forum Latino Americano Geoespacial Rio de Janeiro Agosto/2012 SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE Projeto DATAGEO Estabelecimento de uma INFRAESTRUTURA DE DADOS ESPACIAIS AMBIENTAIS IDEA-SP Secretaria de Meio

Leia mais

REYNALDO PÉREZ SÁNCHEZ

REYNALDO PÉREZ SÁNCHEZ REYNALDO PÉREZ SÁNCHEZ Brasileiro, casado Celular: (11) 99614-8887 Residente em São Paulo/SP E-mail: reynaldops@gmail.com http://br.linkedin.com/in/reynaldoperezsanchez RESUMO DE QUALIFICAÇÕES Experiência

Leia mais

Arquitetura de Software: Uma Central para Gestão da execução de serviços

Arquitetura de Software: Uma Central para Gestão da execução de serviços Arquitetura de Software: Uma Central para Gestão da execução de serviços ADILSON FERREIRA DA SILVA Centro Paula Souza São Paulo Brasil afs.software@gmail.com Prof.a. Dr.a. MARILIA MACORIN DE AZEVEDO Centro

Leia mais

Serviço de Hospedagem de Sites. Regras de Uso: Serviço de Hospedagem de Sites

Serviço de Hospedagem de Sites. Regras de Uso: Serviço de Hospedagem de Sites Serviço de Hospedagem de Sites Regras de Uso: Serviço de Hospedagem de Sites Dados Gerais Identificação do documento: Regras de Uso - Serviço de Hospedagem de Sites - V1.0 Projeto: Regras de Uso: Serviço

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Processamento de Dados

Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Processamento de Dados Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Processamento de Dados Termo de Referência Contratação de serviços de desenvolvimento de sistemas informatizados para implementar o portal online para a

Leia mais

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO 1. Projeto: OEI/BRA/09/004 - Aprimoramento da

Leia mais

Para cada fase consideramos. Tempo para um projeto típico Tempo para um projeto Complexo. Arquitetura do Processo Unificado. A meta a ser atingida

Para cada fase consideramos. Tempo para um projeto típico Tempo para um projeto Complexo. Arquitetura do Processo Unificado. A meta a ser atingida Arquitetura do Processo Unificado Tempo para um projeto típico Tempo para um projeto Complexo O tempo gasto nas fases iniciais aumentam Para cada fase consideramos A meta a ser atingida Workflows a executar

Leia mais

TECNOLOGIAS GEOESPACIAIS INOVADORAS. Tecnologia. Geoprocessamento. Sistemas de Informações Geográficas. Sensoriamento Remoto. Geociências.

TECNOLOGIAS GEOESPACIAIS INOVADORAS. Tecnologia. Geoprocessamento. Sistemas de Informações Geográficas. Sensoriamento Remoto. Geociências. TECNOLOGIAS GEOESPACIAIS INOVADORAS Tecnologia Geoprocessamento Sistemas de Informações Geográficas Sensoriamento Remoto Geociências Geofísica www.hexgis.com PIONEIRISMO E INOVAÇÃO Idealizada a partir

Leia mais

Análise e Estudo de Caso de Implantação do WordPress na UFPR

Análise e Estudo de Caso de Implantação do WordPress na UFPR Análise e Estudo de Caso de Implantação do WordPress na UFPR Junho / 2012 Cenário atual Universidade Federal do Paraná (100 anos): 7 Pró-Reitorias 9 Campus (Curitiba, Litoral, Palotina) 13 Setores de ensino

Leia mais

Relatório apresentado na reunião em Karlsruher Institut für Technologie Karlsruhe, Alemanha

Relatório apresentado na reunião em Karlsruher Institut für Technologie Karlsruhe, Alemanha Relatório apresentado na reunião em Karlsruher Institut für Technologie Karlsruhe, Alemanha Arquitetura da Informação para o Sistema Brasileiro de Inventário de Ciclo de Vida (SICV BRASIL) Everson Andrade

Leia mais

ecommerce Recomendações sociais na loja Comparação de preços Promoções e descontos na loja Pagamentos móveis Busca online, compra local

ecommerce Recomendações sociais na loja Comparação de preços Promoções e descontos na loja Pagamentos móveis Busca online, compra local ecommerce na loja Comparação de preços na loja Pagamentos móveis Recomendações sociais Promoções e descontos Busca online, compra local Mobile Local Social Digital + Online $600B Offline + Web $3T Offline

Leia mais

1988 - Sistema de Automação do NDC (SAND): Controle da Terminologia de Indexação e Sistema de Informações Legislativas

1988 - Sistema de Automação do NDC (SAND): Controle da Terminologia de Indexação e Sistema de Informações Legislativas A Coordenação de Bibliotecas e a informatização do sistema: onde estamos e o que queremos 1988 - Sistema de Automação do NDC (SAND): Controle da Terminologia de Indexação e Sistema de Informações Legislativas

Leia mais

PROJETO POR UM SISTEMA NACIONAL DE OUVIDORIAS PÚBLICAS: POSSIBILIDADES E OBSTÁCULOS

PROJETO POR UM SISTEMA NACIONAL DE OUVIDORIAS PÚBLICAS: POSSIBILIDADES E OBSTÁCULOS PROJETO POR UM SISTEMA NACIONAL DE OUVIDORIAS PÚBLICAS: POSSIBILIDADES E OBSTÁCULOS Natureza dos problemas ESTRUTURAL E CONJUNTURAL Estrutural 1. Ausência de efetividade em alguns modelos de ouvidorias.

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO Prof. Adriano Avelar Site: www.adrianoavelar.com Email: eam.avelar@gmail.com Mecanismos de Comunicação Protocolos de Aplicação Mecanismos de comunicação

Leia mais

Termo de Referência nº 2014.0918.00040-2. 1. Antecedentes

Termo de Referência nº 2014.0918.00040-2. 1. Antecedentes Termo de Referência nº 2014.0918.00040-2 Ref: Contratação de consultoria pessoa física para realização de um plano de sustentabilidade financeira para o Jardim Botânico do Rio de Janeiro, no âmbito da

Leia mais

INTEGRAÇÃO DE APLICAÇÕES UTILIZANDO WEB SERVICE 1. Kellen Kristine Perazzoli 2 ; Manassés Ribeiro 3

INTEGRAÇÃO DE APLICAÇÕES UTILIZANDO WEB SERVICE 1. Kellen Kristine Perazzoli 2 ; Manassés Ribeiro 3 INTEGRAÇÃO DE APLICAÇÕES UTILIZANDO WEB SERVICE 1 Kellen Kristine Perazzoli 2 ; Manassés Ribeiro 3 INTRODUÇÃO Atualmente empresas de diversos portes estão encontrando nos web services soluções para seus

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS. Trabalho sobre Drupal-7 Atividade-05-Sistemas de Informação

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS. Trabalho sobre Drupal-7 Atividade-05-Sistemas de Informação FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Trabalho sobre Drupal-7 Atividade-05-Sistemas de Informação Eduardo Perin Wille Análise e desenvolvimento de sistemas,2013 1 Sumário 1 Introdução... 1 1.1 Como surgiu...

Leia mais

3 Um Framework Orientado a Aspectos para Monitoramento e Análise de Processos de Negócio

3 Um Framework Orientado a Aspectos para Monitoramento e Análise de Processos de Negócio 32 3 Um Framework Orientado a Aspectos para Monitoramento e Análise de Processos de Negócio Este capítulo apresenta o framework orientado a aspectos para monitoramento e análise de processos de negócio

Leia mais

O ambiente GeoNetwork

O ambiente GeoNetwork O ambiente GeoNetwork Catálogo Web para a documentação, edição e disseminação de metadados geográficos. Características principais: livre e de código aberto; mecanismos de busca avançados; edição de metadados

Leia mais

AGENDA. O Portal Corporativo. Arquitetura da Informação. Metodologia de Levantamento. Instrumentos Utilizados. Ferramentas

AGENDA. O Portal Corporativo. Arquitetura da Informação. Metodologia de Levantamento. Instrumentos Utilizados. Ferramentas AGENDA O Portal Corporativo Arquitetura da Informação Metodologia de Levantamento Instrumentos Utilizados Ferramentas PORTAL CORPORATIVO Na sociedade da informação é cada vez mais presente a necessidade

Leia mais

Conquistamos ao longo de nossa trajetória mais de 30.000 licenças em operação em 6.500 clientes ativos.

Conquistamos ao longo de nossa trajetória mais de 30.000 licenças em operação em 6.500 clientes ativos. Institucional Perfil A ARTSOFT SISTEMAS é uma empresa brasileira, fundada em 1986, especializada no desenvolvimento de soluções em sistemas integrados de gestão empresarial ERP, customizáveis de acordo

Leia mais

Anexo I Formulário para Proposta

Anexo I Formulário para Proposta PLATAFORMA CGI.br Solicitação de Propostas SP Anexo I Formulário para Proposta Data: 05/07/2013 Versão: 1.1 Plataforma CGI.br Solicitação de Propostas - SP Anexo I Formulário para Proposta 1. Estrutura

Leia mais

Serviço de Hospedagem de Sites. Regras de Uso: Serviço de Hospedagem de Sites

Serviço de Hospedagem de Sites. Regras de Uso: Serviço de Hospedagem de Sites Serviço de Hospedagem de Sites Regras de Uso: Serviço de Hospedagem de Sites Dados Gerais Identificação do documento: Regras de Uso - Serviço de Hospedagem de Sites - V1.0 Projeto: Regras de Uso: Serviço

Leia mais

Microsoft.NET. Desenvolvimento Baseado em Componentes

Microsoft.NET. Desenvolvimento Baseado em Componentes Microsoft.NET Lirisnei Gomes de Sousa lirisnei@hotmail.com Jair C Leite jair@dimap.ufrn.br Desenvolvimento Baseado em Componentes Resolução de problemas específicos, mas que podem ser re-utilizados em

Leia mais

Desenvolvimento de um CMS 1 para a criação e publicação de web sites acessíveis por deficientes visuais.

Desenvolvimento de um CMS 1 para a criação e publicação de web sites acessíveis por deficientes visuais. Desenvolvimento de um CMS 1 para a criação e publicação de web sites acessíveis por deficientes visuais. Tales Henrique José MOREIRA 1 ; Gabriel da SILVA 2 ; 1 Estudante de Tecnologia em Sistemas para

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO ÁREA DE DOCUMENTAÇÃO E DIVULGAÇÃO SETOR DE PROCESSAMENTO TÉCNICO DA BIBLIOTECA CÉSAR SALGADO PROJETO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO ÁREA DE DOCUMENTAÇÃO E DIVULGAÇÃO SETOR DE PROCESSAMENTO TÉCNICO DA BIBLIOTECA CÉSAR SALGADO PROJETO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO ÁREA DE DOCUMENTAÇÃO E DIVULGAÇÃO SETOR DE PROCESSAMENTO TÉCNICO DA BIBLIOTECA CÉSAR SALGADO PROJETO CRIAÇÃO DO SETOR DE PROCESSAMENTO TÉCNICO DA BIBLIOTECA CÉSAR

Leia mais

GTGV - Grupo de Trabalho em Gerência de VídeoV

GTGV - Grupo de Trabalho em Gerência de VídeoV GTGV - Grupo de Trabalho em Gerência de VídeoV por Regina Melo Silveira regina@larc.usp.br RNP Rio de Janeiro Nov. 2005 Laboratório de 2005 Arquitetura LGPA - Laboratório e Redes de Arquitetura Computadores

Leia mais

Guia Básico de Utilização da Biblioteca Virtual da FAPESP. Thais Fernandes de Morais Fabiana Andrade Pereira

Guia Básico de Utilização da Biblioteca Virtual da FAPESP. Thais Fernandes de Morais Fabiana Andrade Pereira Guia Básico de Utilização da Biblioteca Virtual da FAPESP Thais Fernandes de Morais Fabiana Andrade Pereira Centro de Documentação e Informação da FAPESP São Paulo 2015 Sumário Introdução... 2 Objetivos...

Leia mais

2. QUANTIDADE E DURAÇÃO DAS BOLSAS Serão concedidas 02 (duas) bolsas, com duração prevista de 12 (doze) meses.

2. QUANTIDADE E DURAÇÃO DAS BOLSAS Serão concedidas 02 (duas) bolsas, com duração prevista de 12 (doze) meses. CHAMADA PÚBLICA IPEA/PNPD Nº 100/2014 - SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA CONCESSÃO DE BOLSAS O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), fundação pública vinculada à Secretaria de Assuntos Estratégicos

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL (PCI) Edital nº002/2015. 2º Processo Seletivo do PCI/IBICT de 2015

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL (PCI) Edital nº002/2015. 2º Processo Seletivo do PCI/IBICT de 2015 PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL (PCI) Edital nº002/2015 2º Processo Seletivo do PCI/IBICT de 2015 O INSTITUTO BRASILEIRO DE INFORMAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA (IBICT), Unidade de Pesquisa do Ministério

Leia mais

I Jornada de Prospectiva e Gestão do Conhecimento Biodiversidade: a experiência do CRIA com as atividades de gestão da informação

I Jornada de Prospectiva e Gestão do Conhecimento Biodiversidade: a experiência do CRIA com as atividades de gestão da informação I Jornada de Prospectiva e Gestão do Conhecimento Biodiversidade: a experiência do CRIA com as atividades de gestão da informação Dora Ann Lange Canhos dora@cria.org.br O desafio social... Renato Dagnino

Leia mais

Serviços Web: Arquitetura

Serviços Web: Arquitetura Sistemas Distribuídos Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus Monte Castelo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão Objetivos Nesta aula

Leia mais

PROGRAMAÇÃO SERVIDOR WEBSERVICES EM SISTEMAS WEB. Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1

PROGRAMAÇÃO SERVIDOR WEBSERVICES EM SISTEMAS WEB. Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 PROGRAMAÇÃO SERVIDOR EM SISTEMAS WEB WEBSERVICES Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Compreender o que é um WebService e sua utilidade Compreender a lógica de funcionamento de um WebService Capacitar

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DA EDUCAÇÃO ONLINE NA UNIVERSIDADE GUARULHOS (UNG)

IMPLANTAÇÃO DA EDUCAÇÃO ONLINE NA UNIVERSIDADE GUARULHOS (UNG) IMPLANTAÇÃO DA EDUCAÇÃO ONLINE NA UNIVERSIDADE GUARULHOS (UNG) Maio/2007 Arnaldo Turuo Ono Universidade Guarulhos - aono@ung.br Fabio Henrique Bei Universidade Guarulhos - fbei@prof.ung.br Maurício Garcia

Leia mais

PRODUTO 1 (CONSTRUÇÃO DE PORTAL WEB)

PRODUTO 1 (CONSTRUÇÃO DE PORTAL WEB) RELATÓRIO DE ENTREGA DO PRODUTO 1 (CONSTRUÇÃO DE PORTAL WEB) PARA A ELABORAÇÃO DOS PLANOS MUNICIPAIS DE GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS PMGIRS PARA OS MUNICÍPIOS DE NOVO HORIZONTE, JUPIÁ, GALVÃO,

Leia mais

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Aula 2 Computação em Nuvem Desafios e Oportunidades A Computação em Nuvem

Leia mais

Prefeitura de Belo Horizonte PBH. Empresa de Informática e Informação de Belo Horizonte S/A PRODABEL. Gerência de Projetos Especiais GPES-PB

Prefeitura de Belo Horizonte PBH. Empresa de Informática e Informação de Belo Horizonte S/A PRODABEL. Gerência de Projetos Especiais GPES-PB Prefeitura de Belo Horizonte PBH Empresa de Informática e Informação de Belo Horizonte S/A PRODABEL Gerência de Projetos Especiais GPES-PB Normas e Padrões para Gestão de Dados Geoespaciais SMGO Belo Horizonte,

Leia mais

Modelagem de Sistemas Web. Ferramentas e metodologias para projeto de sistemas web

Modelagem de Sistemas Web. Ferramentas e metodologias para projeto de sistemas web Modelagem de Sistemas Web Aula 4 Ferramentas e metodologias para projeto de sistemas web Ferramentas e metodologias para projeto de sistemas web Ferramentas CASE Fontes: Sarajane e Marques Peres Introdução

Leia mais

O HERBÁRIO VIRTUAL E OS APLICATIVOS DISPONÍVEIS

O HERBÁRIO VIRTUAL E OS APLICATIVOS DISPONÍVEIS O HERBÁRIO VIRTUAL E OS APLICATIVOS DISPONÍVEIS Alexandre Marino - marino@cria.org.br Sidnei de Souza - sidnei@cria.org.br Centro de Referência em Informação Ambiental HVFF + REFLORA missão estruturar

Leia mais

ONE Service Desk. O Service Desk ONE fornece uma infraestrutura de serviços de suporte ITIL completa, contendo:

ONE Service Desk. O Service Desk ONE fornece uma infraestrutura de serviços de suporte ITIL completa, contendo: ONE Service Desk O Service Desk ONE fornece uma infraestrutura de serviços de suporte ITIL completa, contendo: Gerenciamento de Incidentes Gerenciamento de Problemas Gerenciamento de Mudanças BDGC (Banco

Leia mais

Proposta de Implantação de Software para Gestão de Bibliotecas

Proposta de Implantação de Software para Gestão de Bibliotecas Senado Federal rede RVBI Sistema Integrado de Bibliotecas Sr. Constantin Metaxa Kladis Proposta de Implantação de Software para Gestão de Bibliotecas Sistema SOPHIA São José dos Campos, 12 de agosto de

Leia mais

Soluções em Sistemas de Informação para. Gestão Fundiária. Ministérios do Desenvolvimento Agrário e da Defesa INCRA SIPAM

Soluções em Sistemas de Informação para. Gestão Fundiária. Ministérios do Desenvolvimento Agrário e da Defesa INCRA SIPAM Soluções em Sistemas de Informação para Gestão Fundiária SIPAM INCRA Ministérios do Desenvolvimento Agrário e da Defesa Execução de Georreferenciamento Em 2009: Programa Terra Legal é criado; O serviço

Leia mais

Customização do DSpace para Sincronizar com Diferentes Fontes de Dados e Padrões de Atualização: o Caso do Repositório Digital da UFRGS

Customização do DSpace para Sincronizar com Diferentes Fontes de Dados e Padrões de Atualização: o Caso do Repositório Digital da UFRGS Customização do DSpace para Sincronizar com Diferentes Fontes de Dados e Padrões de Atualização: o Caso do Repositório Digital da UFRGS Janise Silva Borges da Costa,Manuela Klanovicz Ferreira, Afonso Comba

Leia mais

Relato da Iniciativa

Relato da Iniciativa 1 Relato da Iniciativa 5.1 Nome da iniciativa ou projeto Novo portal institucional da Prefeitura de Vitória (www.vitoria.es.gov.br) 5.2 Caracterização da situação anterior A Prefeitura de Vitória está

Leia mais

Fase 1: Engenharia de Produto

Fase 1: Engenharia de Produto Fase 1: Engenharia de Produto Disciplina: Análise de Requisitos DURAÇÃO: 44 h O objetivo principal da disciplina é realizar uma análise das necessidades e produzir um escopo do produto. Representará os

Leia mais

Programação Cliente em Sistemas Web

Programação Cliente em Sistemas Web Programação Cliente em Sistemas Web WEBSERVICES Cap 18. - Sistemas distribuídos e serviços web em Deitel, H.M, Sistemas Operacionais, 3 ª edição, Pearson Prentice Hall, 2005 Fonte: Rodrigo Rebouças de

Leia mais

CONSTRUÇÃO DE SITES PARA COMUNIDADES VIRTUAIS E INTRANET UTILIZANDO CMS

CONSTRUÇÃO DE SITES PARA COMUNIDADES VIRTUAIS E INTRANET UTILIZANDO CMS CONSTRUÇÃO DE SITES PARA COMUNIDADES VIRTUAIS E INTRANET UTILIZANDO CMS Izabel Avelino Jefferson Kuwata Eduardo Barrére izabel.avelino@gmail.com jeferson.kuwata@br.michelin.com barrere@inf.aedb.br Associação

Leia mais

Biblioteca Digital da UNIVATES utilizando a ferramenta DSpace. Alexandre Stürmer Wolf, Ana Paula Lisboa Monteiro, Willian Valmorbida

Biblioteca Digital da UNIVATES utilizando a ferramenta DSpace. Alexandre Stürmer Wolf, Ana Paula Lisboa Monteiro, Willian Valmorbida Biblioteca Digital da UNIVATES utilizando a ferramenta DSpace Alexandre Stürmer Wolf, Ana Paula Lisboa Monteiro, Willian Valmorbida Roteiro Biblioteca Digital da UNIVATES Bibliotecas: Conceitos Metas da

Leia mais

2. QUANTIDADE E DURAÇÃO DA BOLSA Será concedida 01 (uma) bolsa, com duração prevista de 12 (doze) meses, podendo ser renovada.

2. QUANTIDADE E DURAÇÃO DA BOLSA Será concedida 01 (uma) bolsa, com duração prevista de 12 (doze) meses, podendo ser renovada. CHAMADA PÚBLICA IPEA/PNPD Nº 132/2014 - SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA CONCESSÃO DE BOLSAS O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), fundação pública vinculada à Secretaria de Assuntos Estratégicos

Leia mais

Utilizaremos a última versão estável do Joomla (Versão 2.5.4), lançada em

Utilizaremos a última versão estável do Joomla (Versão 2.5.4), lançada em 5 O Joomla: O Joomla (pronuncia-se djumla ) é um Sistema de gestão de conteúdos (Content Management System - CMS) desenvolvido a partir do CMS Mambo. É desenvolvido em PHP e pode ser executado no servidor

Leia mais

EMPRESAS RANDON MANUAL DE ACESSO PORTAL DE FORNECEDOR QUALIDADE

EMPRESAS RANDON MANUAL DE ACESSO PORTAL DE FORNECEDOR QUALIDADE EMPRESAS RANDON MANUAL DE ACESSO PORTAL DE FORNECEDOR QUALIDADE 1 Índice 1. Solicitando acesso ao Portal de Fornecedor...3 2. Configurando o acesso ao Portal de Fornecedor...4 3. Acessando o Portal de

Leia mais

SOA - Service Oriented Architecture. Marcelo Canevello Ferreira

SOA - Service Oriented Architecture. Marcelo Canevello Ferreira SOA - Service Oriented Architecture Marcelo Canevello Ferreira Índice Arquitetura baseada em componentes Introdução a SOA Principais conceitos de SOA SOA Framework Abordagem de integração Conclusões Evolução

Leia mais

Ministério do Meio Ambiente Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro - JBRJ. PROBIO II Acordo de Doação Nº TF 91.

Ministério do Meio Ambiente Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro - JBRJ. PROBIO II Acordo de Doação Nº TF 91. Ministério do Meio Ambiente Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro - JBRJ PROBIO II Acordo de Doação Nº TF 91.515 ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA PARA EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS DE CONSULTORIA

Leia mais

PAULO OLIVEIRA - Coordenador Geral de Modernização e Informática

PAULO OLIVEIRA - Coordenador Geral de Modernização e Informática Compartilhamento de Soluções livres do MDA PAULO OLIVEIRA - Coordenador Geral de Modernização e Informática Cenário Equipe de Trabalho Coordenação Geral Paulo Oliveira Análise de Sistemas Ederson Szukzelvisck

Leia mais

Ministério do Meio Ambiente Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro - JBRJ. PROBIO II Acordo de Doação Nº TF 91.

Ministério do Meio Ambiente Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro - JBRJ. PROBIO II Acordo de Doação Nº TF 91. Ministério do Meio Ambiente Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro - JBRJ PROBIO II Acordo de Doação Nº TF 91.515 TERMO DE REFERÊNCIA N º 037/2010 TERMO DE REFERÊNCIA PARA EXECUÇÃO DOS

Leia mais

AUTOMAÇÃO SUPERVISÃO E CONTROLE E A APLICAÇÃO DA ARQUITETURA ORIENTADA A SERVIÇOS SOA.

AUTOMAÇÃO SUPERVISÃO E CONTROLE E A APLICAÇÃO DA ARQUITETURA ORIENTADA A SERVIÇOS SOA. AUTOMAÇÃO SUPERVISÃO E CONTROLE E A APLICAÇÃO DA ARQUITETURA ORIENTADA A SERVIÇOS SOA. Uma significativa parcela dos sistemas de automação de grandes empresas são legados de tecnologias de gerações anteriores,

Leia mais

Governo Eletrônico no Brasil

Governo Eletrônico no Brasil Governo Eletrônico no Brasil João Batista Ferri de Oliveira Natal, 18 de Setembro de 2009 II Simpósio de Ciência e Tecnologia de Natal Estrutura da apresentação Estrutura organizacional Diretrizes Principais

Leia mais

APLICATIVO MOBILE CATÁLOGO DE PÁSSAROS - PLATAFORMA ANDROID/MYSQL/WEBSERVICE

APLICATIVO MOBILE CATÁLOGO DE PÁSSAROS - PLATAFORMA ANDROID/MYSQL/WEBSERVICE APLICATIVO MOBILE CATÁLOGO DE PÁSSAROS - PLATAFORMA ANDROID/MYSQL/WEBSERVICE MARCOS LEÃO 1, DAVID PRATA 2 1 Aluno do Curso de Ciência da Computação; Campus de Palmas; e-mail: leão@uft.edu.br PIBIC/UFT

Leia mais

Disseminação e Compartilhamento de Dados Geoespaciais na Web

Disseminação e Compartilhamento de Dados Geoespaciais na Web Disseminação e Compartilhamento de Dados Geoespaciais na Web Clique para editar o estilo do subtítulo mestre Diego Mendes Rodrigues Gerente Serviços e Soluções ERDAS diego.rodrigues@sccon.com.br Santiago

Leia mais

Geoinformação na Bahia

Geoinformação na Bahia IV Encontro de Produtores e Usuários de Informações Geoespaciais do Estado da Bahia Geoinformação na Bahia Produção, qualidade e acesso Das "Ilhas" de Geoinformação à Era do Compartilhamento Prof. Dr.

Leia mais

11/20/10. Resoluções: Teste de Áudio. Não suporto esses malucos de TI. Só inventam despesas. Não acredito que teremos que pagar por mais softwares.

11/20/10. Resoluções: Teste de Áudio. Não suporto esses malucos de TI. Só inventam despesas. Não acredito que teremos que pagar por mais softwares. Não suporto esses malucos de TI. Só inventam despesas. Não acredito que teremos que pagar por mais softwares. Teste de Áudio Quero adaptar os softs que já temos e você não sabe como faz e diz que não é

Leia mais

FUNDAÇÃO FLORA DE APOIO À BOTANICA

FUNDAÇÃO FLORA DE APOIO À BOTANICA FUNDAÇÃO FLORA DE APOIO À BOTANICA CHAMADA PARA SELEÇÃO DE BOLSA AUXÍLIO NO EXTERIOR A Fundação Flora e o Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, através da parceria firmada com o Programa

Leia mais

10º FÓRUM DE EXTENSÃO E CULTURA DA UEM. IMPLEMENTAÇÃO DE BANCO DE TRABALHOS CONCLUSÃO CURSO TCCs WEBSITE DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO UEM-DEP

10º FÓRUM DE EXTENSÃO E CULTURA DA UEM. IMPLEMENTAÇÃO DE BANCO DE TRABALHOS CONCLUSÃO CURSO TCCs WEBSITE DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO UEM-DEP 10º FÓRUM DE EXTENSÃO E CULTURA DA UEM IMPLEMENTAÇÃO DE BANCO DE TRABALHOS CONCLUSÃO CURSO TCCs WEBSITE DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO UEM-DEP Manoel Francisco Carreira 1 Gislaine Camila Lapasini Leal

Leia mais

SISTEMA DE GERENCIAMENTO E CONTROLE DE DOCUMENTOS DE TCC E ESTÁGIO

SISTEMA DE GERENCIAMENTO E CONTROLE DE DOCUMENTOS DE TCC E ESTÁGIO SISTEMA DE GERENCIAMENTO E CONTROLE DE DOCUMENTOS DE TCC E ESTÁGIO Marcelo Karpinski Brambila 1, Luiz Gustavo Galves Mahlmann 2 1 Acadêmico do Curso de Sistemas de Informação da ULBRA Guaíba < mkbrambila@terra.com.br

Leia mais

Material biológico compreende todo material vivo ou morto de importância técnico-científica que faz parte do acervo das coleções.

Material biológico compreende todo material vivo ou morto de importância técnico-científica que faz parte do acervo das coleções. D O C U M E N T O I N S T I T U C I O N A L P A R A O D E S E N V O L V I M E N T O D E P O L Í T I C A D E C O L E Ç Õ E S B I O L Ó G I C A S N A F U N D A Ç Ã O O S W A L D O C R U Z ( F I O C R U Z

Leia mais

SECRETARIA DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO

SECRETARIA DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO COORDENADORIA DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA INTEGRAL (CATI) PROJETO DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL MICROBACIAS II ACESSO AO MERCADO SELEÇÃO DE CONSULTORES PELOS

Leia mais

Funcionalidades da ferramenta zabbix

Funcionalidades da ferramenta zabbix Funcionalidades da ferramenta zabbix Jordan S. Romano¹, Eduardo M. Monks¹ ¹Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS (FATEC PELOTAS) Rua Gonçalves Chaves,

Leia mais

Janine Garcia 1 ; Adamo Dal Berto 2 ; Marli Fátima Vick Vieira 3

Janine Garcia 1 ; Adamo Dal Berto 2 ; Marli Fátima Vick Vieira 3 ENSINO A DISTÂNCIA: UMA ANÁLISE DO MOODLE COMO INSTRUMENTO NO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM DO ENSINO MÉDIO E SUPERIOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CATARINENSE (IFC) - CÂMPUS ARAQUARI

Leia mais

Cristiana Saddy Martins Coordenadora da Pós-Graduação cristi@ipe.org.br - 11 4597-1327

Cristiana Saddy Martins Coordenadora da Pós-Graduação cristi@ipe.org.br - 11 4597-1327 PROPOSTA DE UMA TURMA DE MESTRADO PROFISSIONAL, PARA UMA FORMAÇÃO STRICTO SENSU DOS SERVIDORES DO INSTITUTO BRASÍLIA AMBIENTAL IBRAM (FORMATO MODULAR PRESENCIAL) Cristiana Saddy Martins Coordenadora da

Leia mais

Uma poderosa ferramenta de monitoramento. Madson Santos - madson@pop-pi.rnp.br Técnico de Operação e Manutenção do PoP-PI/RNP

Uma poderosa ferramenta de monitoramento. Madson Santos - madson@pop-pi.rnp.br Técnico de Operação e Manutenção do PoP-PI/RNP Uma poderosa ferramenta de monitoramento Madson Santos - madson@pop-pi.rnp.br Técnico de Operação e Manutenção do PoP-PI/RNP Abril de 2008 O que é? Características Requisitos Componentes Visual O que é?

Leia mais

Plataforma Open Source de Desenvolvimento e Sustentação de Sistemas. Daniel Darlen Lucius Curado Ridai Pombo

Plataforma Open Source de Desenvolvimento e Sustentação de Sistemas. Daniel Darlen Lucius Curado Ridai Pombo Plataforma Open Source de Desenvolvimento e Sustentação de Sistemas Daniel Darlen Lucius Curado Ridai Pombo Agenda Cenário Gerenciamento de Projetos e Mudanças Infra estrutura Arquitetura Ambiente de Desenvolvimento

Leia mais

Repositórios, Acesso Livre, Preservação Digital. Questões para hoje e amanhã

Repositórios, Acesso Livre, Preservação Digital. Questões para hoje e amanhã Repositórios, Acesso Livre, Preservação Digital Questões para hoje e amanhã Florianópolis 1.000.000 a.c - 2009 d.c Evolução da prática científica O compartilhamento dos dados das pesquisas mudou para práticas

Leia mais

SOA Introdução. SOA Visão Departamental das Organizações

SOA Introdução. SOA Visão Departamental das Organizações 1 Introdução A Organização é a forma pela qual nós coordenamos nossos recursos de todos os tipos para realizar o trabalho que nos propusemos a fazer. A estrutura de nossas organizações manteve-se basicamente

Leia mais