Implantação do Processo Aquisição na Synapsis Brasil. Carlos Simões Ana Regina Rocha Gleison Santos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Implantação do Processo Aquisição na Synapsis Brasil. Carlos Simões Ana Regina Rocha Gleison Santos"

Transcrição

1 Implantação do Processo Aquisição na Synapsis Brasil Carlos Simões Ana Regina Rocha Gleison Santos Data: 20/10/2009

2 Agenda Empresa Problema Alternativas Implementação Forma de contratação Processo Aquisição Fatores de sucesso Conclusão Próximos passos 2

3 Empresa A Synapsis Brasil é uma organização de médio porte cuja missão é satisfazer as necessidades de serviços relacionados à Tecnologia da Informação, Telecomunicações e Telecontrole para todas as empresas que constituem o grupo Endesa na América Latina e também clientes externos ao grupo. O Plano Estratégico da Qualidade alinhado com as estratégias corporativas da Synapsis Matriz localizada em Santiago, Chile, englobando os seguintes objetivos: ISO 9001:2000 (março de 2005 / abril de 2008); CMMI Nível 2 (agosto de 2006); MPS.BR nível C (junho de 2009); CMMI nível 3 (julho de 2009); MPS.BR nível A e CMMI nível 5 (junho de 2012). 3

4 Problema Atrelada a questão da exigência pela qualidade está a necessidade cada vez maior do cliente em receber o produto em um prazo cada vez menor. A demanda pelo desenvolvimento de software não é constante. A alocação de recursos não necessariamente é constante ao longo do processo de desenvolvimento de software. As empresas desenvolvedoras de software se encontram em um dilema difícil de resolver: O que fazer para manter uma equipe com conhecimento adequado em ambientes diversos para atender a demanda variada de serviços dentro do prazo desejado pelo cliente? 4

5 Alternativas Repassar ao cliente o custo de manter a equipe com tamanho suficientemente grande, para atender a qualquer demanda (mesmo quando não estiver sendo utilizada). Terceirizar parte do desenvolvimento. Controlar qualidade, produtividade e prazo tanto de contratada quanto de contratante sem a adoção de modelo de processo de software é uma tarefa muito difícil. Terceirizar não é simples, existindo grande quantidade de casos de insucessos. Com o objetivo de resolver o problema, a Synapsis optou por implantar a área processo Aquisição em conformidade com os modelos de referência CMMI e MPS. Sempre que necessário, terceirizar parte do desenvolvimento de software. 5

6 Implementação Com apoio de consultores da Coppetec, definiu os processos necessários ao nível C de maturidade do MPS.BR, incluindo o processo Aquisição. A avaliação foi conduzida pela Riosoft (MPS.BR) e Crest Consulting (CMMI). Avaliação inicial foi feita em conjunto, isto é, CMMI e MPS.BR ao mesmo tempo, com a mesma equipe, e a avaliação final em separado com 3 semanas de intervalo. Pelas características, nem todos projetos necessitam contratação de fornecedores. Foram definidos dois processos distintos: Processo de Desenvolvimento de software; Processo. Pontos de interseção entre os dois processo. 6

7 Forma de contratação A contratação de aquisições é realizada na forma de preço e escopo fechado. Especificação de requisitos do produto e projeto de arquitetura. Estimativa de pontos de função para definir o tamanho. Negociações sobre alteração de escopo (mudança de requisitos) ou crescimento do tamanho do produto são realizadas em comum acordo. Primeiro projeto a usar tinha 63 pontos de função e implementação em Java. Tamanho facilita o gerenciamento e possibilita respostas em um curto período de tempo. 7

8 Processo Aquisição Administrativo Financeiro Líder de Projeto Processo Aquisição Garantia da Qualidade Desenvolvedor de Artefatos Coordenador Início Analisar e decidir sobre a necessidade e tipo de aquisição de software Planejar o Projeto GPR AQU Plano do Projeto e da Aderência ao Processo e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED Avaliar Plano do Projeto e Gerenciar Plano de Ação -VER Avaliar a capacidade dos fornecedores Assinar contrato Registrar comprometimento com Plano GPR Desenvolver estratégia de aquisição - VER GRE DRE AQU GPR PCP - ITP Solicitar cotação Cadastrar cotação Definir requisitos da Aquisição Elaborar Cotação Cadastrar Selecionar melhor condição de fornecimento AQU - GDE Identificar processos críticos do fornecedor Gerar Ordem de Compra Manter e Registrar conformidade na Ordem de Compra VER VAL ITP GCO - MED Plano de Execução da Aquisição e da Aderência ao Processo e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED Avaliar a Aderência ao Processo e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED Desenvolver artefatos de entrada para o fornecedor conforme o plano da aquisição - DRE GRE PCP VER - GCO Fim Realizar e Entregar produto Monitorar andamento da realização do produto e/ou serviço e Gerenciar Plano de Ação - GPR Relatório de Monitoramento do e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED 8

9 Administrativo Líder de Projeto Processo Financeiro Aquisição Garantia da Qualidade Desenvolvedor de Artefatos Coordenador Início Analisar e decidir sobre a necessidade e tipo de aquisição de software Planejar o Projeto GPR AQU Plano do Projeto e da Aderência ao Processo e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED Avaliar Plano do Projeto e Gerenciar Plano de Ação -VER Avaliar a capacidade dos fornecedores Assinar contrato Cadastrar Registrar comprometimento com Plano GPR Desenvolver estratégia de aquisição - VER GRE DRE AQU GPR PCP - ITP Selecionar melhor condição de fornecimento AQU - GDE Solicitar cotação Cadastrar cotação Identificar processos críticos do fornecedor Gerar Ordem de Compra Manter e Registrar conformidade na Ordem de Compra VER VAL ITP GCO - MED Avaliar a Aderência ao Processo e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED Definir requisitos da Aquisição Planejamento do Projeto : Escopo de aquisição. Riscos considerados. Plano Analisar de Execução da alternativas. Aquisição e da Aderência ao Processo e Gerenciar Tipo de aquisição. Plano de Ação GQA - MED Cronograma de aquisição Planejar gerência de documento, de comunicação e da qualidade. Desenvolver artefatos de entrada para o fornecedor conforme o plano da aquisição - DRE GRE PCP VER - GCO Fim Elaborar Cotação Realizar e Entregar produto Monitorar andamento da realização do produto e/ou serviço e Gerenciar Plano de Ação - GPR Relatório de Monitoramento do e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED 9

10 Administrativo Líder de Projeto Processo Financeiro Aquisição Garantia da Qualidade Desenvolvedor de Artefatos Coordenador Início Analisar e decidir sobre a necessidade e tipo de aquisição de software Planejar o Projeto GPR AQU Plano do Projeto e da Aderência ao Processo e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED Avaliar Plano do Projeto e Gerenciar Plano de Ação -VER Avaliar a capacidade dos fornecedores Assinar contrato Registrar comprometimento com Plano GPR Desenvolver estratégia de aquisição - VER GRE DRE AQU GPR PCP - ITP Solicitar cotação Cadastrar cotação Definir requisitos da Aquisição Elaborar Cotação Cadastrar Selecionar melhor condição de fornecimento AQU - GDE Identificar processos críticos do fornecedor Manter e Registrar conformidade na Ordem de Compra VER VAL ITP GCO - MED Plano de Execução da Aquisição e da Aderência ao Processo e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED A estratégia de aquisição contempla: Requisitos do Produto a ser Desenvolver adquirido. artefatos de Especificação dos requisitos adicionais. entrada para o fornecedor Gerar Ordem de Compra Requisitos para os testes do produto. conforme o plano da Artefatos a serem recebidos aquisição pelo _. DRE GRE Artefatos a serem produzidos PCP - VER pelo. Mecanismos de controle do projeto. Processos críticos do fornecedor. Avaliar a Aderência ao Processo e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED Fim Realizar e Entregar produto Monitorar andamento da realização do produto e/ou serviço e Gerenciar Plano de Ação - GPR Relatório de Monitoramento do e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED 10

11 Administrativo Líder de Projeto Processo Financeiro Aquisição Garantia da Qualidade Desenvolvedor de Artefatos Coordenador Início Analisar e decidir sobre a necessidade e tipo de aquisição de software Planejar o Projeto GPR AQU Plano do Projeto e da Aderência ao Processo e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED Avaliar Plano do Projeto e Gerenciar Plano de Ação -VER Avaliar a capacidade dos fornecedores Assinar contrato Registrar comprometimento com Plano GPR Desenvolver estratégia de aquisição - VER GRE DRE AQU GPR PCP - ITP Solicitar cotação Cadastrar cotação Definir requisitos da Aquisição Elaborar Cotação Cadastrar Selecionar melhor condição de fornecimento AQU - GDE Identificar processos críticos do fornecedor Gerar Ordem de Compra Manter e Registrar conformidade na Ordem de Compra VER VAL ITP GCO - MED Plano de Execução da Aquisição e da Aderência ao Processo e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED Avaliar a Aderência ao Processo e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED Desenvolver artefatos de entrada para o fornecedor conforme o plano da aquisição _ DRE GRE PCP - VER Para selecionar a melhora oferta: Utilização do processo de Gerência de Decisão para elaboração do artefato de seleção. Fim Realizar e Entregar produto Monitorar andamento da realização do produto e/ou serviço e Gerenciar Plano de Ação - GPR Relatório de Monitoramento do e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED 11

12 Administrativo Líder de Projeto Processo Financeiro Aquisição Garantia da Qualidade Desenvolvedor de Artefatos Coordenador Início Analisar e decidir sobre a necessidade e tipo de aquisição de software Planejar o Projeto GPR AQU Plano do Projeto e da Aderência ao Processo e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED Avaliar Plano do Projeto e Gerenciar Plano de Ação -VER Avaliar a capacidade dos fornecedores Assinar contrato - AQu Registrar comprometimento com Plano GPR Desenvolver estratégia de aquisição - VER GRE DRE AQU GPR PCP - ITP Solicitar cotação Cadastrar cotação Definir requisitos da Aquisição Elaborar Cotação Cadastrar Selecionar melhor condição de fornecimento AQU - GDE Identificar processos críticos do fornecedor Manter e Registrar conformidade na Ordem de Compra VER VAL ITP GCO - MED Plano de Execução da Aquisição e da Aderência ao Processo e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED Durante a realização do produto pelo fornecedor: O líder do projeto monitora andamento da realização do produto. Gerar Ordem de Compra O responsável pela garantia da qualidade avalia a qualidade do relatório de monitoramento do fornecedor Avaliar a Aderência ao Processo e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED Desenvolver artefatos de entrada para o fornecedor conforme o plano da aquisição _ DRE GRE PCP - VER Fim Realizar e Entregar produto Monitorar andamento da realização do produto e/ou serviço e Gerenciar Plano de Ação - GPR Relatório de Monitoramento do e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED 12

13 Administrativo Líder de Projeto Processo Financeiro Aquisição Garantia da Qualidade Desenvolvedor de Artefatos Coordenador Início Analisar e decidir sobre a necessidade e tipo de aquisição de software Planejar o Projeto GPR AQU GRE DRE - GCO Plano do Projeto e da Aderência ao Processo e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED Avaliar Plano do Projeto e Gerenciar Plano de Ação -VER Avaliar a capacidade dos fornecedores Assinar contrato Cadastrar Registrar comprometimento com Plano GPR - GCO Desenvolver estratégia de aquisição - VER GRE DRE AQU GPR PCP - ITP - GCO Selecionar melhor condição de fornecimento AQU - GDE Solicitar cotação Cadastrar cotação Identificar processos críticos do fornecedor Gerar Ordem de Compra Manter e Registrar conformidade na Ordem de Compra VER VAL ITP GCO - MED Plano de Execução da Aquisição e da Aderência ao Processo e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED Avaliar a Aderência ao Processo e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED Definir requisitos da Aquisição No recebimento do produto: Testar integração Testar produto Aceitar produto Homologar produto Desenvolver artefatos de entrada para o fornecedor conforme o plano da aquisição - DRE GRE - PCP VER - GCO Fim Elaborar Cotação Realizar e Entregar produto Monitorar andamento da realização do produto e/ou serviço e Gerenciar Plano de Ação - GPR Relatório de Monitoramento do e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED 13

14 Administrativo Líder de Projeto Processo Financeiro Aquisição Garantia da Qualidade Desenvolvedor de Artefatos Coordenador Início Analisar e decidir sobre a necessidade e tipo de aquisição de software Planejar o Projeto GPR AQU Plano do Projeto e da Aderência ao Processo e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED Avaliar Plano do Projeto e Gerenciar Plano de Ação -VER Avaliar a capacidade dos fornecedores Assinar contrato Registrar comprometimento com Plano GPR Desenvolver estratégia de aquisição - VER GRE DRE AQU GPR PCP - ITP Solicitar cotação Cadastrar cotação Definir requisitos da Aquisição Elaborar Cotação Cadastrar Selecionar melhor condição de fornecimento AQU - GDE Identificar processos críticos do fornecedor Registro de lições aprendida: Avaliar serviço realizado. Atualizar cadastro de fornecedores Gerar Ordem de Compra Manter e Registrar conformidade na Ordem de Compra VER VAL ITP GCO - MED Plano de Execução da Aquisição e da Aderência ao Processo e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED Avaliar a Aderência ao Processo e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED Desenvolver artefatos de entrada para o fornecedor conforme o plano da aquisição - DRE GRE PCP VER - GCO Fim Realizar e Entregar produto Monitorar andamento da realização do produto e/ou serviço e Gerenciar Plano de Ação - GPR Relatório de Monitoramento do e Gerenciar Plano de Ação GQA - MED 14

15 Fatores de sucesso Contribuiu para implantação do processo Aquisição os seguintes fatores de sucesso: Apoio da alta direção; Interesse dos fornecedores em participar da iniciativa; Processo de desenvolvimento de software Nível C; Processo ; Padronização dos artefatos (enviados e recebidos); Monitoração constante do andamento da aquisição. 15

16 Conclusão DPET - Desvio de Prazo do IDP - Índice de Desempenho de Prazo 1,15 1,10 1,05 1,00 0,95 0,90 0,85 1,01 1,00 0,99 0,98 0,97 0,95 0,94 12-fev-09 1,00 12-fev- 09 0,97 0,95 19-fev fev- 09 DPET = PEF / PRF 0,91 26-fev fev- 09 0,91 05-mar fev- 09 IDP = VA / VP Valor Base Limite Inferior Limite Superior 12-mar-09 4-mar- 09 Valor Base 0,93 0,93 19-mar-09 9-mar- 09 0,92 26-mar mar- 09 0,92 02-abr-09 0,93 O resultado foi considerado animador, com indicadores dentro dos limites estabelecidos pela Synapsis. O pequeno desvio de prazo identificado foi em função do entendimento inicial e adequação do fornecedor ao novo modelo de processo e aos novos templates utilizados. Observa-se que após o período inicial não ocorreu mais desvio de prazo do fornecedor. Demonstrando que, além do processo, os monitoramentos e a utilização dos artefatos foram fatores de sucesso. 16

17 Próximos passos A análise do desempenho de diversos fornecedores possibilita decidir quais poderão atender cada um dos tipos de projetos conforme características específicas. Obrigado Implantação do Processo Aquisição na Synapsis Brasil Carlos Simões Ana Regina Rocha Gleison Santos Data: 20/10/

A visão do modelo MPS.BR para Gerência de Projeto - Nível G. por Adriana Silveira de Souza

A visão do modelo MPS.BR para Gerência de Projeto - Nível G. por Adriana Silveira de Souza A visão do modelo MPS.BR para Gerência de Projeto - Nível G por Adriana Silveira de Souza Agenda Visão Geral do MPS.BR Processos e Capacidade de Processo Níveis de Maturidade Atributos de Processo Processo

Leia mais

Implantação dos Processos Gerência de Projeto e Medição com Auxílio de Ferramenta Baseada em Planilhas Carlos Simões Claudia Lasmar Gleison Santos

Implantação dos Processos Gerência de Projeto e Medição com Auxílio de Ferramenta Baseada em Planilhas Carlos Simões Claudia Lasmar Gleison Santos Implantação dos Processos Gerência de Projeto e Medição com Auxílio de Ferramenta Baseada em Planilhas Carlos Simões Claudia Lasmar Gleison Santos Agenda: Carlos Simões cs@synapsisbrasil.com.br carlossimoes@cos.ufrj.br

Leia mais

22/10/2012 WAMPS 2012. Implementação do MPS.BR na Informal Informática: Um Relato da Trajetória de Melhoria até o Nível C de Maturidade

22/10/2012 WAMPS 2012. Implementação do MPS.BR na Informal Informática: Um Relato da Trajetória de Melhoria até o Nível C de Maturidade 22/10/2012 WAMPS 2012 Implementação do MPS.BR na Informal Informática: Um Relato da Trajetória de Melhoria até o Nível C de Maturidade Tópicos 1. Institucional 2. Programa de Melhoria de Processos 3. Nível

Leia mais

Gerência de Projetos Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira srbo@ufpa.br www.ufpa.br/srbo

Gerência de Projetos Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira srbo@ufpa.br www.ufpa.br/srbo Gerência de Projetos Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira srbo@ufpa.br www.ufpa.br/srbo Laboratório de Tecnologia de Software LTS www.ufpa.br/lts Rede Paraense de Pesquisa em Tecnologias de Informação

Leia mais

ESTRUTURA ISO 9.001:2008

ESTRUTURA ISO 9.001:2008 Sistema de Gestão Qualidade (SGQ) ESTRUTURA ISO 9.001:2008 Objetivos: Melhoria da norma existente; Melhoria do entendimento e facilidade de uso; Compatibilidade com a ISO 14001:2004; Foco Melhorar o entendimento

Leia mais

Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI

Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Planejamento do Gerenciamento das Comunicações (10) e das Partes Interessadas (13) PLANEJAMENTO 2 PLANEJAMENTO Sem 1 Sem 2 Sem 3 Sem 4 Sem 5 ABRIL

Leia mais

Adriano Marum Rômulo. Uma Investigação sobre a Gerência de Projetos de Desenvolvimento de Software em Órgãos do Governo do Ceará com Base no MPS-BR

Adriano Marum Rômulo. Uma Investigação sobre a Gerência de Projetos de Desenvolvimento de Software em Órgãos do Governo do Ceará com Base no MPS-BR Adriano Marum Rômulo 2014 Uma Investigação sobre a Gerência de Projetos de Desenvolvimento de Software em Órgãos do Governo do Ceará com Base no MPS-BR Agenda I. Introdução II. Referencial Teórico III.

Leia mais

Rede TSQC / SOFTEX Workshop de Aquisição de software Guia de Aquisição MPS.BR

Rede TSQC / SOFTEX Workshop de Aquisição de software Guia de Aquisição MPS.BR Rede TSQC / SOFTEX Workshop de Aquisição de software Guia de Aquisição MPS.BR Danilo Scalet dscalet@yahoo.com.br Editor do Guia de Aquisição 1 2 1 MPS.BR: Desenvolvimento e Aprimoramento do Modelo Realidade

Leia mais

Project Builder: uma Ferramenta de Apoio a Implementação do Processo Gerência de Projetos do MPS.BR

Project Builder: uma Ferramenta de Apoio a Implementação do Processo Gerência de Projetos do MPS.BR Project Builder: uma Ferramenta de Apoio a Implementação do Processo Gerência de Projetos do MPS.BR Bernardo Grassano, Eduardo Carvalho, Analia I.F. Ferreira, Mariano Montoni bernardo.grassano@projectbuilder.com.br,

Leia mais

Prova de Conhecimento para Consultores de Implementação MPS.BR INSTRUÇÕES

Prova de Conhecimento para Consultores de Implementação MPS.BR INSTRUÇÕES Implementação MPS.BR 26 de maio de 2008 4 horas de duração e-mail: (DEIXAR EM BRANCO) RESULTADO: Q1 Q2 Q3 Q4 Q5 Q6 Q7 Q8 Q9 Q10 Nota INSTRUÇÕES Para a maioria das questões você tem mais de uma opção e

Leia mais

Introdução ao Modelo de Referência para melhoria do processo de software (MR mps) Projeto: mps Br melhoria de processo do software Brasileiro

Introdução ao Modelo de Referência para melhoria do processo de software (MR mps) Projeto: mps Br melhoria de processo do software Brasileiro Introdução ao Modelo de Referência para melhoria do processo de software (MR mps) Realidade das Empresas Brasileiras ISO/IEC 12207 ISO/IEC 15504 CMMI Softex Governo Universidades Modelo de Referência para

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Projetos Grupo de Consultores em Governança de TI do SISP 20/02/2013 1 Agenda 1. PMI e MGP/SISP 2. Conceitos Básicos - Operações e Projetos - Gerenciamento de Projetos - Escritório de

Leia mais

Mapeamento para Implantação Conjunta dos Modelos MR-MPS-SW e CERTICS. Larissa Lopes de Araujo Ana Regina Rocha Gleison Santos

Mapeamento para Implantação Conjunta dos Modelos MR-MPS-SW e CERTICS. Larissa Lopes de Araujo Ana Regina Rocha Gleison Santos Mapeamento para Implantação Conjunta dos Modelos MR-MPS-SW e CERTICS Larissa Lopes de Araujo Ana Regina Rocha Gleison Santos Agenda 1. Introdução 2. Melhoria de Processos Multimodelo 3. Modelo de Referência

Leia mais

Definição de Processos Reutilizáveis para Desenvolvimento de Software com Aquisição

Definição de Processos Reutilizáveis para Desenvolvimento de Software com Aquisição Definição de Processos Reutilizáveis para Desenvolvimento de Software com Aquisição VIII Workshop Anual do MPS (WAMPS 2012) Autores: Fabrício Souto Cardoso (Eletrobras e COPPE/UFRJ) Dr.ª Ana Regina Rocha

Leia mais

Modelo de Referência para melhoria do processo de software (MR mps)

Modelo de Referência para melhoria do processo de software (MR mps) Modelo de Referência para melhoria do processo de software (MR mps) Projeto mps Br: Modelo de Referência para Melhoria de Processo de Software CMMI SPICE SCAMPI MODELO PARA MELHORIA DO PROCESSO DE SOFTWARE

Leia mais

Da Pesquisa em Engenharia de Software à Melhoria da Qualidade de Software no Brasil

Da Pesquisa em Engenharia de Software à Melhoria da Qualidade de Software no Brasil Da Pesquisa em Engenharia de Software à Melhoria da Qualidade de Software no Brasil Autores: Marcos Kalinowski (COPPE/UFRJ), Gleison Santos (PPGI - UNIRIO), Rafael Prikladnicki (PUCRS), Ana Regina Rocha

Leia mais

Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Curso de Arquivologia Profa. Lillian Alvares

Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Curso de Arquivologia Profa. Lillian Alvares Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Curso de Arquivologia Profa. Lillian Alvares O Project Management Institute é uma entidade sem fins lucrativos voltada ao Gerenciamento de Projetos.

Leia mais

Reutilização no MPS.BR e no projeto Cooperativa MPS.BR SOFTSUL. Porto Alegre, Agosto de 2008. Sumário

Reutilização no MPS.BR e no projeto Cooperativa MPS.BR SOFTSUL. Porto Alegre, Agosto de 2008. Sumário Reutilização no MPS.BR e no projeto Cooperativa MPS.BR SOFTSUL Porto Alegre, Agosto de 2008. Sumário Apresentação Programa MPS.BR Reutilização no MPS.BR Gerência de reutilização Desenvolvimento para reutilização

Leia mais

Resumo do BABok 2.0 O Guia de Referência de Análise de Negócio Curso de Analista de Negócio 3.0

Resumo do BABok 2.0 O Guia de Referência de Análise de Negócio Curso de Analista de Negócio 3.0 O que é BABok? O BABok 2.0, Corpo de Conhecimento de Análise de Negócios, é considerado como um Guia Referência de Práticas de Análise de Negócio. Este guia é publicado e mantido pelo IIBA. O guia BABok

Leia mais

Aplicando Avaliações de Contextualização em Processos de Software Alinhados ao nível F do MR-MPS V1.2

Aplicando Avaliações de Contextualização em Processos de Software Alinhados ao nível F do MR-MPS V1.2 Aplicando Avaliações de Contextualização em Processos de Software Alinhados ao nível F do MR-MPS V1.2 IV Workshop de Implementadores W2-MPS.BR 2008 Marcello Thiry marcello.thiry@gmail.com Christiane von

Leia mais

A Disciplina Gerência de Projetos

A Disciplina Gerência de Projetos A Disciplina Gerência de Projetos Atividades, Artefatos e Responsabilidades hermano@cin.ufpe.br Objetivos Apresentar atividades da disciplina Gerência de Projetos Discutir os artefatos e responsáveis envolvidos

Leia mais

Implantação de um Processo de Medições de Software

Implantação de um Processo de Medições de Software Departamento de Informática BFPUG Brazilian Function Point Users Group Implantação de um Processo de Medições de Software Claudia Hazan, MSc., CFPS claudinhah@yahoo.com Agenda Introdução Processo de Medições

Leia mais

Políticas de Qualidade em TI

Políticas de Qualidade em TI Políticas de Qualidade em TI Prof. www.edilms.eti.br edilms@yahoo.com Aula 03 CMMI Capability Maturity Model Integration Parte II Agenda sumária dos Processos em suas categorias e níveis de maturidade

Leia mais

PLANO DE GERANCIAMENTO DO RELEASE Release: 515.05

PLANO DE GERANCIAMENTO DO RELEASE Release: 515.05 Release: 515.05 Versão Data Descrição da Versão Autor 1.0 28/02/15 Versão inicial dos Produtos PRONIM Roberto Bonanomi 1.1 18/03/15 Atualizado Riscos, texto abaixo das entregas do GP e Correção data de

Leia mais

Melhoria do Processo de Software MPS-BR

Melhoria do Processo de Software MPS-BR Melhoria do Processo de Software MPS-BR Fabrício Sousa Pinto fabbricio7@yahoo.com.br O que é Qualidade? O problema da gestão da qualidade não é que as pessoas não sabem a respeito dela. O problema é que

Leia mais

Manual de Compras. Hospital Estadual da Criança

Manual de Compras. Hospital Estadual da Criança Manual de Compras Hospital Estadual da Criança 2015 1 1- OBJETIVO Definir diretrizes e procedimentos para as compras de materiais e contratação de serviços, visando: A) Diminuição de custos; B) Racionalização

Leia mais

Plano de Gerenciamento das Aquisições Exemplo 1

Plano de Gerenciamento das Aquisições Exemplo 1 Plano de Gerenciamento das Aquisições Exemplo 1 Este plano descreve como serão administrados os processos de aquisição de bens e serviços neste projeto. As perguntas a serem respondidas no plano são: o

Leia mais

Porque estudar Gestão de Projetos?

Porque estudar Gestão de Projetos? Versão 2000 - Última Revisão 07/08/2006 Porque estudar Gestão de Projetos? Segundo o Standish Group, entidade americana de consultoria empresarial, através de um estudo chamado "Chaos Report", para projetos

Leia mais

O Gerenciamento Organizacional de Projetos (GOP) pode ser descrito como uma estrutura de execução da estratégia coorporativa, com objetivo de

O Gerenciamento Organizacional de Projetos (GOP) pode ser descrito como uma estrutura de execução da estratégia coorporativa, com objetivo de Aula 02 1 2 O Gerenciamento Organizacional de Projetos (GOP) pode ser descrito como uma estrutura de execução da estratégia coorporativa, com objetivo de alcançar melhor desempenho, melhores resultados

Leia mais

MASTER IN PROJECT MANAGEMENT

MASTER IN PROJECT MANAGEMENT MASTER IN PROJECT MANAGEMENT PROJETOS E COMUNICAÇÃO PROF. RICARDO SCHWACH MBA, PMP, COBIT, ITIL Atividade 1 Que modelos em gestão de projetos estão sendo adotados como referência nas organizações? Como

Leia mais

PLANEJAMENTO OPERACIONAL: RECURSOS HUMANOS E FINANÇAS MÓDULO 16

PLANEJAMENTO OPERACIONAL: RECURSOS HUMANOS E FINANÇAS MÓDULO 16 PLANEJAMENTO OPERACIONAL: RECURSOS HUMANOS E FINANÇAS MÓDULO 16 Índice 1. Orçamento Empresarial...3 2. Conceitos gerais e elementos...3 3. Sistema de orçamentos...4 4. Horizonte de planejamento e frequência

Leia mais

MPS.BR. O MPS.BR é um programa para Melhoria de Processo do Software Brasileiro. A proposta MPS.BR nasceu com base nos moldes CMMI.

MPS.BR. O MPS.BR é um programa para Melhoria de Processo do Software Brasileiro. A proposta MPS.BR nasceu com base nos moldes CMMI. MPS.BR O MPS.BR é um programa para Melhoria de Processo do Software Brasileiro. A proposta MPS.BR nasceu com base nos moldes CMMI. ISO - 12207 para desenvolvimento de software. ISO - 15504 para avaliação

Leia mais

Política Organizacional para Desenvolvimento de Software no CTIC

Política Organizacional para Desenvolvimento de Software no CTIC Política Organizacional para Desenvolvimento de Software no CTIC O CTIC/UFPA Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação da Universidade Federal do Pará define neste documento sua Política Organizacional

Leia mais

Questionário de avaliação de Práticas X Resultados de projetos - Carlos Magno Xavier (magno@beware.com.br)

Questionário de avaliação de Práticas X Resultados de projetos - Carlos Magno Xavier (magno@beware.com.br) Obrigado por acessar esta pesquisa. Sei como é escasso o seu tempo, mas tenha a certeza que você estará contribuindo não somente para uma tese de doutorado, mas também para a melhoria das práticas da Comunidade

Leia mais

Implementação CERTICS em uma empresa avaliada no modelo de referência MPS-SW nível G

Implementação CERTICS em uma empresa avaliada no modelo de referência MPS-SW nível G Relato da Experiência Implementação CERTICS em uma empresa avaliada no modelo de referência MPS-SW nível G Fumsoft Allan M. R. Moura Charles H. Alvarenga Visual Sistemas Breno F. Duarte Paulo Lana www.visual.com.br

Leia mais

F.1 Gerenciamento da integração do projeto

F.1 Gerenciamento da integração do projeto Transcrição do Anexo F do PMBOK 4ª Edição Resumo das Áreas de Conhecimento em Gerenciamento de Projetos F.1 Gerenciamento da integração do projeto O gerenciamento da integração do projeto inclui os processos

Leia mais

Governança Corporativa. A importância da Governança de TI e Segurança da Informação na estratégia empresarial.

Governança Corporativa. A importância da Governança de TI e Segurança da Informação na estratégia empresarial. Governança Corporativa A importância da Governança de TI e Segurança da Informação na estratégia empresarial. A virtualização dos negócios tem impactado diretamente a condição de fazer negócio, conferindo

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 3ª REGIÃO Controle de Versões Autor da Solicitação: Subseção de Governança de TIC Email:dtic.governanca@trt3.jus.br Ramal: 7966 Versão Data Notas da Revisão 1 03.02.2015 Versão atualizada de acordo com os novos

Leia mais

17/02/2009. Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores. Disciplina: Gestão de Projetos de TI Prof.: Fernando Hadad Zaidan. Unidade 2.

17/02/2009. Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores. Disciplina: Gestão de Projetos de TI Prof.: Fernando Hadad Zaidan. Unidade 2. Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores Disciplina: Gestão de Projetos de TI Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 2.2 2 ESCOPO 3 1 Gerência do Escopo Processos necessários

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Engenharia de Software Introdução à Melhoria de Processos de Software baseado no MPS.BR Prof. Maxwell Anderson www.maxwellanderson.com.br Agenda Introdução MPS.BR MR-MPS Detalhando o MPS.BR nível G Introdução

Leia mais

MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro

MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro l MPS.BR Melhoria de Processo do Software Brasileiro SUMÁRIO 1. Introdução 2. Modelo MPS 3. Programa MPS.BR: Resultados Alcançados (2004-2008) e Resultados Esperados (2004-2010) 4. MPS.BR Lições Aprendidas

Leia mais

MANUAL DE GESTÃO DE PROJETOS: Guia de referência do sistema de gestão de projetos do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região

MANUAL DE GESTÃO DE PROJETOS: Guia de referência do sistema de gestão de projetos do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região MANUAL DE GESTÃO DE PROJETOS: Guia de referência do sistema de gestão de projetos do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região Belém PA 2013 MANUAL DE GESTÃO DE PROJETOS: Guia de referência do sistema

Leia mais

Avaliação de Riscos Aplicada à Qualidade em Desenvolvimento de Software

Avaliação de Riscos Aplicada à Qualidade em Desenvolvimento de Software Rafael Espinha, Msc rafael.espinha@primeup.com.br +55 21 9470-9289 Maiores informações: http://www.primeup.com.br riskmanager@primeup.com.br +55 21 2512-6005 Avaliação de Riscos Aplicada à Qualidade em

Leia mais

Encontrando o equilíbrio entre a metodologia SCRUM na Fabrica Java e o modelo MPS-SW nível F

Encontrando o equilíbrio entre a metodologia SCRUM na Fabrica Java e o modelo MPS-SW nível F Encontrando o equilíbrio entre a metodologia SCRUM na Fabrica Java e o modelo MPS-SW nível F Estrutura Datacoper 129 Colaboradores Administradores Contadores Economistas Engenheiros de Software Sistemas

Leia mais

Metodologia de Gerenciamento de Projetos da Justiça Federal

Metodologia de Gerenciamento de Projetos da Justiça Federal Metodologia de Gerenciamento de Projetos da Justiça Federal Histórico de Revisões Data Versão Descrição 30/04/2010 1.0 Versão Inicial 2 Sumário 1. Introdução... 5 2. Público-alvo... 5 3. Conceitos básicos...

Leia mais

Programa MPS.BR e Modelo MPS: A Evolução da Qualidade de Software no Brasil

Programa MPS.BR e Modelo MPS: A Evolução da Qualidade de Software no Brasil Programa MPS.BR e Modelo MPS: A Evolução da Qualidade de Software no Brasil 1. Qualidade de Software: motivação para o foco no processo, características dos processos de software e abordagens para melhoria

Leia mais

1- Objetivo: Avaliar os conhecimentos adquiridos durante o auto treinamento de Governança de TI com as práticas da ITIL e Cobit.

1- Objetivo: Avaliar os conhecimentos adquiridos durante o auto treinamento de Governança de TI com as práticas da ITIL e Cobit. 1- Objetivo: Avaliar os conhecimentos adquiridos durante o auto treinamento de Governança de TI com as práticas da ITIL e Cobit. 2 Regras e Instruções: Antes de começar a fazer a avaliação leia as instruções

Leia mais

Secretaria de Gestão Pública de São Paulo. Guia de Avaliação de Maturidade dos Processos de Gestão de TI

Secretaria de Gestão Pública de São Paulo. Guia de Avaliação de Maturidade dos Processos de Gestão de TI Secretaria de Gestão Pública de São Paulo Guia de Avaliação de Maturidade dos Processos de Gestão de TI Objetivos As empresas e seus executivos se esforçam para: Manter informações de qualidade para subsidiar

Leia mais

Justificativa da iniciativa

Justificativa da iniciativa Sumário Justificativa da iniciativa O que é o Framework? Apresentação básica de cada ferramenta Quais projetos serão avaliados por meio do Framework? Fluxo de avaliação Expectativas Justificativa da iniciativa

Leia mais

Gestão da Tecnologia da Informação

Gestão da Tecnologia da Informação TLCne-051027-P0 Gestão da Tecnologia da Informação Disciplina: Governança de TI São Paulo, Outubro de 2012 0 Sumário TLCne-051027-P1 Conteúdo desta Aula Abordar o domínio Adquirir e Implementar e todos

Leia mais

Sistema de Gestão da Qualidade

Sistema de Gestão da Qualidade Sistema de Gestão da Qualidade Coordenadora Responsável Mara Luck Mendes, Jaguariúna, SP, mara@cnpma.embrapa.br RESUMO Em abril de 2003 foi lançado oficialmente pela Chefia da Embrapa Meio Ambiente o Cronograma

Leia mais

TEMPLATES DE REFERÊNCIA PARA PLANEJAMENTO DE PROJETOS DE INVESTIMENTO

TEMPLATES DE REFERÊNCIA PARA PLANEJAMENTO DE PROJETOS DE INVESTIMENTO TEMPLATES DE REFERÊNCIA PARA PLANEJAMENTO DE PROJETOS DE INVESTIMENTO Estratégia & Desempenho Empresarial Gerência de Análise e Acompanhamento de Projetos de Investimento Março 2010 SUMÁRIO 1. Introdução...

Leia mais

P4-MPS.BR - Prova de Conhecimento do Processo de Aquisição do MPS.BR

P4-MPS.BR - Prova de Conhecimento do Processo de Aquisição do MPS.BR Data: 9 de Dezembro de 2005 Horário: 13:00 às 17:00 horas (hora de Brasília) e-mail: Nota: INSTRUÇÕES Você deve responder a todas as questões. O total máximo de pontos da prova é de 100 pontos (100%),

Leia mais

Método para aplicação de modelos de melhoria e avaliação do processo de desenvolvimento de software em sistemas críticos de segurança.

Método para aplicação de modelos de melhoria e avaliação do processo de desenvolvimento de software em sistemas críticos de segurança. Método para aplicação de modelos de melhoria e avaliação do processo de desenvolvimento de software em sistemas críticos de segurança. Eng. Christian Becker Bueno de Abreu Prof. Dr. Paulo Sérgio Cugnasca

Leia mais

SIMPROS 2001. Experiência de implantação da norma ISO 9001:2000 a partir da utilização da ISO/IEC TR 15504 (SPICE) para Melhoria de Processos

SIMPROS 2001. Experiência de implantação da norma ISO 9001:2000 a partir da utilização da ISO/IEC TR 15504 (SPICE) para Melhoria de Processos Experiência de implantação da norma ISO 9001:2000 a partir da utilização da ISO/IEC TR 15504 (SPICE) para Melhoria de Processos Adilson Sérgio Nicoletti Blumenau, SC - setembro de 2001 Conteúdo Apresentação

Leia mais

Modelo de processos para la industria de software

Modelo de processos para la industria de software Modelo de processos para la industria de software Agenda 1. Antecedentes 2. Aquitetura 3. Processos de Direção 4. Processos de Gestão 5. Processos de Operação 6. Perguntas y Respostas 2.1 Associação Mexicana

Leia mais

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO X PROJETO BÁSICO: DESCRIÇÃO DOS PROCESSOS DE TI

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO X PROJETO BÁSICO: DESCRIÇÃO DOS PROCESSOS DE TI CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO X PROJETO BÁSICO: DESCRIÇÃO DOS PROCESSOS DE TI 1. PI06 TI 1.1. Processos a serem Atendidos pelos APLICATIVOS DESENVOLVIDOS Os seguintes processos do MACROPROCESSO

Leia mais

Gerenciamento da Integração (PMBoK 5ª ed.)

Gerenciamento da Integração (PMBoK 5ª ed.) Gerenciamento da Integração (PMBoK 5ª ed.) O PMBoK diz que: O gerenciamento da integração do projeto inclui os processos e as atividades necessárias para identificar, definir, combinar, unificar e coordenar

Leia mais

Introdução ao MPS.BR Guia Geral. Prof. Elias Batista Ferreira

Introdução ao MPS.BR Guia Geral. Prof. Elias Batista Ferreira Introdução ao MPS.BR Guia Geral Prof. Elias Batista Ferreira IMPORTANTE Este NÃO é um curso oficial do MPS.BR. Este curso NÃO é apoiado pela Softex. Objetivo deste Curso Descrever os processos e resultados

Leia mais

Programa 04/12/2008 05/12/2008. 1. Relato de experiência Integração de modelos CMMI, MPS.BR e ISO 9000 na 7COMm Sergio Esmério (7COMm)

Programa 04/12/2008 05/12/2008. 1. Relato de experiência Integração de modelos CMMI, MPS.BR e ISO 9000 na 7COMm Sergio Esmério (7COMm) Programa 04/12/2008 05/12/2008 1. Relato de experiência Integração de modelos CMMI, MPS.BR e ISO 9000 na 7COMm Sergio Esmério (7COMm) 2. A importância do fator humano no desenvolvimento de software Daniel

Leia mais

Gestão de contratos com métricas de resultado (serviços de software)

Gestão de contratos com métricas de resultado (serviços de software) Contratações públicas de TI: encontro com o mercado Gestão de contratos com métricas de resultado (serviços de software) Carlos Oest Tecnologia da Informação e Telecomunicações TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO

Leia mais

Gerenciamento de Projetos Modulo III Grupo de Processos

Gerenciamento de Projetos Modulo III Grupo de Processos Gerenciamento de Projetos Modulo III Grupo de Processos Prof. Walter Cunha falecomigo@waltercunha.com http://waltercunha.com PMBoK Processos de Gerenciamento de Projetos Para que um projeto seja bem-sucedido,

Leia mais

Gerenciamento de Projetos Modulo III Grupo de Processos

Gerenciamento de Projetos Modulo III Grupo de Processos Gerenciamento de Projetos Modulo III Grupo de Processos Prof. Walter Cunha falecomigo@waltercunha.com http://waltercunha.com Bibliografia* Project Management Institute. Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento

Leia mais

Aula 2 Governança do projeto Papéis e Responsabilidades

Aula 2 Governança do projeto Papéis e Responsabilidades Aula 2 Governança do projeto Papéis e Responsabilidades Objetivos da Aula: Nesta aula, iremos conhecer os diversos papéis e responsabilidades das pessoas ou grupos de pessoas envolvidas na realização de

Leia mais

PIM VII e VIII Projeto Integrado Multidisciplinar

PIM VII e VIII Projeto Integrado Multidisciplinar UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GESTÃO EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PIM VII e VIII Projeto Integrado Multidisciplinar PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: O projeto descrito abaixo

Leia mais

ISO 9001:2008. Alterações e Adições da nova versão

ISO 9001:2008. Alterações e Adições da nova versão ISO 9001:2008 Alterações e Adições da nova versão Notas sobe esta apresentação Esta apresentação contém as principais alterações e adições promovidas pela edição 2008 da norma de sistema de gestão mais

Leia mais

Red & White IT Solutions. Mariano Montoni, Elaine Nunes, Andrea Barreto, Ana Regina Cavalcanti da Rocha COPPE/UFRJ

Red & White IT Solutions. Mariano Montoni, Elaine Nunes, Andrea Barreto, Ana Regina Cavalcanti da Rocha COPPE/UFRJ Denia Kuhn Resende, João Batista Grego, Neide Pimentel, Cleomar Aparecido Gonçalves, Edson Neves Vieira Junior, Ariel Crezo Ferreira, Fabricio Kruel, Paulo Roberto Batista Júnior, Olavo Neto, Walison Cavalcanti,

Leia mais

Processo de garantia da qualidade baseado no modelo MPS.BR. Acadêmico: Anildo Loos Orientador: Everaldo Artur Grahl

Processo de garantia da qualidade baseado no modelo MPS.BR. Acadêmico: Anildo Loos Orientador: Everaldo Artur Grahl Processo de garantia da qualidade baseado no modelo MPS.BR Acadêmico: Anildo Loos Orientador: Everaldo Artur Grahl Roteiro introdução objetivos do trabalho fundamentação teórica desenvolvimento da ferramenta

Leia mais

Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI

Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Planejamento do Gerenciamento das Comunicações (10) e das Partes Interessadas (13) PLANEJAMENTO 2 PLANEJAMENTO Sem 1 Sem 2 Sem 3 Sem 4 Sem 5 ABRIL

Leia mais

FACULDADE SENAC GOIÂNIA

FACULDADE SENAC GOIÂNIA FACULDADE SENAC GOIÂNIA NORMA ISO 12.207 Curso: GTI Matéria: Auditoria e Qualidade de Software Professor: Elias Ferreira Acadêmico: Luan Bueno Almeida Goiânia, 2015 CERTIFICAÇÃO PARA O MERCADO BRASILEIRO

Leia mais

Workshop em Gerenciamento de Projetos

Workshop em Gerenciamento de Projetos Workshop em Gerenciamento de Projetos 1 Agenda MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO Introdução Apresentação do Palestrante Introdução Conceituação Melhores Práticas Histórico (PMI, PMBok, PMO) Grupos de Processos

Leia mais

Conjunto de recursos (humanos e materiais), processos e metodologias estruturados de forma semelhante à indústria tradicional.

Conjunto de recursos (humanos e materiais), processos e metodologias estruturados de forma semelhante à indústria tradicional. Prof. Luiz Antonio do Nascimento Disciplina: Novas Tecnologias 1 Conjunto de recursos (humanos e materiais), processos e metodologias estruturados de forma semelhante à indústria tradicional. Utiliza as

Leia mais

PPS - Processo de Proposta de Solução Versão 1.3.1

PPS - Processo de Proposta de Solução Versão 1.3.1 PPS - Processo de Proposta de Solução Versão 1.3.1 Banco Central do Brasil, 2015 Página 1 de 13 Índice 1. FLUXO DO PPS - PROCESSO DE PROPOSTA DE SOLUÇÃO... 3 2. SOBRE ESTE DOCUMENTO... 4 2.1 GUIA DE UTILIZAÇÃO...

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE REDES E DATA CENTER 1º PERÍODO DE TECNOLOGIA DE REDES

ADMINISTRAÇÃO DE REDES E DATA CENTER 1º PERÍODO DE TECNOLOGIA DE REDES DESENHO DE SERVIÇO Este estágio do ciclo de vida tem como foco o desenho e a criação de serviços de TI cujo propósito será realizar a estratégia concebida anteriormente. Através do uso das práticas, processos

Leia mais

Governança Corporativa

Governança Corporativa Governança Corporativa POLÍTICA DE INTEGRIDADE A política de integridade (conformidade), parte integrante do programa de governança corporativa. Mais do que nunca as empresas necessitam de estruturas consistentes

Leia mais

Pesquisa realizada com os participantes do 16º Seminário Nacional de Gestão de Projetos APRESENTAÇÃO

Pesquisa realizada com os participantes do 16º Seminário Nacional de Gestão de Projetos APRESENTAÇÃO Pesquisa realizada com os participantes do de APRESENTAÇÃO O perfil do profissional de projetos Pesquisa realizada durante o 16 Seminário Nacional de, ocorrido em Belo Horizonte em Junho de, apresenta

Leia mais

Project and Portfolio Management [PPM] Sustainable value creation.

Project and Portfolio Management [PPM] Sustainable value creation. Project and Portfolio Management [PPM] Sustainable value creation. O SoftExpert PPM Suite é a solução mais robusta, funcional e fácil para priorizar, planejar, gerenciar e executar projetos, portfólios

Leia mais

Orientações iniciais. FATTO Consultoria e Sistemas - www.fattocs.com

Orientações iniciais. FATTO Consultoria e Sistemas - www.fattocs.com 1 Orientações iniciais Dê preferência ao uso de uma conexão de banda larga O evento não fará uso do vídeo (webcam), somente slides e áudio Se necessário, ajuste o idioma da sala na barra de ferramentas

Leia mais

ENGENHARIA DE SOFTWARE I

ENGENHARIA DE SOFTWARE I ENGENHARIA DE SOFTWARE I Prof. Cássio Huggentobler de Costa [cassio.costa@ulbra.br] Twitter: www.twitter.com/cassiocosta_ Agenda da Aula (002) Metodologias de Desenvolvimento de Softwares Métodos Ágeis

Leia mais

APOSTILAS: NORMAS; ABNT NBR ISO; MPS BR

APOSTILAS: NORMAS; ABNT NBR ISO; MPS BR APOSTILAS: NORMAS; ABNT NBR ISO; MPS BR Fonte: http://www.softex.br/mpsbr/_home/default.asp Apostilas disponíveis no site 1 NORMAS: NBR ISO NBR ISO/IEC CMM SPICE Continuação... 2 NORMAS VISÃO GERAL NBR

Leia mais

Gerenciamento de integração de projeto

Gerenciamento de integração de projeto Objetivos do Conteúdo Gerenciamento de integração de projeto Sergio Scheer / DCC / UFPR TC045 Gerenciamento de Projetos Prover capacitação para: - Identificar os processos de Gerenciamento de Projetos;

Leia mais

Comunidade de Prática Internacional para apoiar o fortalecimento e liderança da BIREME OPAS/OMS Fortalecimento institucional da BIREME OPAS/OMS

Comunidade de Prática Internacional para apoiar o fortalecimento e liderança da BIREME OPAS/OMS Fortalecimento institucional da BIREME OPAS/OMS Comunidade de Prática Internacional para apoiar o fortalecimento e liderança da BIREME OPAS/OMS Fortalecimento institucional da BIREME OPAS/OMS TERMOS DE REFERÊNCIA Versão 17/07/2012 No âmbito de um processo

Leia mais

Roteiro SENAC. Análise de Riscos. Monitoramento e Controle de Riscos. Monitoramento e Controle de Riscos. Monitoramento e Controle de Riscos

Roteiro SENAC. Análise de Riscos. Monitoramento e Controle de Riscos. Monitoramento e Controle de Riscos. Monitoramento e Controle de Riscos SENAC Pós-Graduação em Segurança da Informação: Análise de Parte 8 Leandro Loss, Dr. loss@gsigma.ufsc.br http://www.gsigma.ufsc.br/~loss Roteiro Análise de Quantitativa Qualitativa Medidas de tratamento

Leia mais

Qualidade de Software MPS.BR - Questões CESPE (2010 a 2013)

Qualidade de Software MPS.BR - Questões CESPE (2010 a 2013) Qualidade de Software MPS.BR - Questões CESPE (2010 a 2013) Professor Gledson Pompeu gledson.pompeu@gmail.com Acesse nosso site em WWW.DOMINANDOTI.COM.BR Versões atualizadas de notas de aula e listas de

Leia mais

Unidade I GERENCIAMENTO DE. Profa. Celia Corigliano

Unidade I GERENCIAMENTO DE. Profa. Celia Corigliano Unidade I GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI Profa. Celia Corigliano Objetivo Estimular o aluno no aprofundamento do conhecimento das técnicas de gestão profissional de projetos do PMI. Desenvolver em aula

Leia mais

Introdução à ISO 9001:2015

Introdução à ISO 9001:2015 Trilhando o caminho das mudanças da nova versão Clique aqui para para conhecer-me. Introdução à ISO 9001:2015 Apresentar e interpretar As mudanças da norma versão da ABNT ISO 9001:2015 em relação à ABNT

Leia mais

LISTA DE VERIFICAÇAO DO SISTEMA DE GESTAO DA QUALIDADE

LISTA DE VERIFICAÇAO DO SISTEMA DE GESTAO DA QUALIDADE Questionamento a alta direção: 1. Quais os objetivos e metas da organização? 2. quais os principais Produtos e/ou serviços da organização? 3. Qual o escopo da certificação? 4. qual é a Visão e Missão?

Leia mais

Quem Somos CMM/ CMMI. ISO 9000 PNQ ISO 12207 ISO 15504 ITIL Outros modelos. Gestão Sistêmica da. Alinhamento às Diretrizes Organizacionais.

Quem Somos CMM/ CMMI. ISO 9000 PNQ ISO 12207 ISO 15504 ITIL Outros modelos. Gestão Sistêmica da. Alinhamento às Diretrizes Organizacionais. Quem Somos Missão Promover a melhoria e a busca da excelência na gestão organizacional e o aperfeiçoamento contínuo dos processos dos nossos clientes, por meio de modelos e padrões de qualidade adequados

Leia mais

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação Pesquisa realizada com os participantes do de Apresentação O perfil do profissional de Projetos Pesquisa realizada durante o 12 Seminário Nacional de, ocorrido em 2009, traça um importante perfil do profissional

Leia mais

GERIC GERENCIAMENTO DO I.T.I.L E DO COBIT

GERIC GERENCIAMENTO DO I.T.I.L E DO COBIT GERIC GERENCIAMENTO DO I.T.I.L E DO COBIT Angélica A. da Silva, Regiani R.Nunes e Sabrina R. de Carvalho 1 Tathiana Barrére Sistemas de Informação AEDB - Associação Educacional Dom Bosco RESUMO Esta sendo

Leia mais

GTI Governança de TI

GTI Governança de TI GTI Governança de TI Planejamento, implantação e gerenciamento da Governança de TI Governança de TI FERNANDES & ABREU, cap. 5 1 Implantação empreendimento de longo prazo. Requisitos básicos: Liderança

Leia mais

ARCO - Associação Recreativa dos Correios. Sistema para Gerenciamento de Associações Recreativas Plano de Desenvolvimento de Software Versão <1.

ARCO - Associação Recreativa dos Correios. Sistema para Gerenciamento de Associações Recreativas Plano de Desenvolvimento de Software Versão <1. ARCO - Associação Recreativa dos Correios Sistema para Gerenciamento de Associações Recreativas Versão Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor Página

Leia mais

Diretrizes de Qualidade de Projetos

Diretrizes de Qualidade de Projetos Diretrizes de Qualidade de Projetos Versão 1.5 MAPA/SE/SPOA/CGTI, 2012 Página 1 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 15/01/2012 1.0 Criação do Artefato Pérsio Mairon 10/03/2012 1.1 Inclusão

Leia mais

Processos de Gerenciamento de Projetos. Planejamento e Controle de Projetos 5 TADS FSR. Processos

Processos de Gerenciamento de Projetos. Planejamento e Controle de Projetos 5 TADS FSR. Processos Processos de Gerenciamento de Projetos Planejamento e Controle de Projetos 5 TADS FSR Prof. Esp. André Luís Belini 2 Processos O gerenciamento de projetos é a aplicação de conhecimento, habilidades, ferramentas

Leia mais

Projeto 2.19: Implantação do Processo de Software em uma empresa do Pólo de Software AmazonSoft

Projeto 2.19: Implantação do Processo de Software em uma empresa do Pólo de Software AmazonSoft Paulino Wagner Palheta Viana Projeto 2.19: Implantação do Processo de Software em uma empresa do Pólo de Software AmazonSoft 1 Agenda Quem somos? Motivação Qualidade, GSDS, GSDS / EPS Objetivo Projeto

Leia mais

A Importância do Controle da Qualidade na Melhoria de Processos de Software. Ana Liddy Cenni de Castro Magalhães

A Importância do Controle da Qualidade na Melhoria de Processos de Software. Ana Liddy Cenni de Castro Magalhães A Importância do Controle da Qualidade na Melhoria de Processos de Software Ana Liddy Cenni de Castro Magalhães Agenda Contextualização da Qualidade Dificuldades na construção de software Possíveis soluções

Leia mais

PLANO DE GERENCIAMENTO DO PROJETO

PLANO DE GERENCIAMENTO DO PROJETO Identificação do Projeto Projeto Nome do projeto. Unidade Demandante Unidade que solicitou o projeto. Gestor do Projeto Nome do Gestor do projeto. Responsável na Unidade Demandante Nome do Responsável

Leia mais