Servidores. Gestão investe no servidor e qualifica atendimento BOLETIM

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Servidores. Gestão investe no servidor e qualifica atendimento BOLETIM"

Transcrição

1 01 Servidores BOLETIM Maio 2006 Gestão investe no servidor e qualifica atendimento foto: Inaldo Menezes A valorização do servidor municipal é um grande investimento da. Melhorar as condições de vida e de trabalho e capacitar para o exercício da função pública é o caminho escolhido para qualificar o atendimento ao cidadão e, com isso, melhorar, cada vez mais, a vida da população recifense. Desde o início da atual gestão, em 2001, a Prefeitura do Recife realiza uma série de ações de responsabilidade social e de respeito ao servidor. Além de estabelecer uma data-base, 1 de maio, a administração criou o Sistema Permanente de Negociação Coletiva, composta pela Mesa Municipal de Negociação (geral e setoriais), responsável pelas negociações entre a Prefeitura e os servidores, criando uma nova relação, de transparência, diálogo e respeito. De 2001 a 2005, os servidores municipais tiveram 18,47% de reajuste no salário base. Além disso, alterações na política salarial e a criação do Tabelão, representaram um aumento de mais de 15% nos vencimentos básicos de cerca de 11 mil servidores que recebem salários mais baixos. Algumas categorias, beneficiadas pelo Plano de Cargos e Carreira (PCC), além de outros benefícios frutos das negociações, chegaram a até 90% de incremento no salário. Mais de 15 mil servidores foram capacitados em mais de 80 cursos em áreas como Educação Ambiental; Informática; Atendimento ao Cliente; Línguas Estrangeiras e Primeiros Socorros. Oito concursos realizados e cerca de novos servidores contratados. Estas são algumas marcas da relação entre a e os servidores. Um exemplo do que pode ser feito quando os governantes têm compromisso com os trabalhadores.

2 2 Folha cresce 90% com novos servidores e aumento salarial A folha de pagamento da era, em dezembro de 2000, de R$ ,56. Em dezembro de 2005, esse valor passou para R$ ,31, uma evolução de 97,75%. Desse valor, R$ 7,99 milhões correspondem ao que foi gasto com a incorporação de novos servidores ao quadro da Prefeitura. No mesmo período, o número de servidores passou de para Retirando-se os gastos com os novos servidores, a folha salarial ainda apresenta uma correção de 63,32% na massa salarial dos servidores que estavam na em dezembro de No mesmo período, o Índice de Custo de Vida (ICV), do DIEESE variou em 53,67% e o Índice de Preços ao Consumidor (IPCA), do IBGE, variou em 51,50%. Isto significa que os servidores municipais tiveram um ganho real de cerca de 10 pontos percentuais nos seus vencimentos. A atual gestão tem buscado uma política de pessoal estruturadora e consistente, que tem como vetores estratégicos a contratação através de concursos públicos, substituindo funcionários terceirizados e estagiários; o desenvolvimento dos Planos de Cargos e Carreiras dos servidores; a capacitação para todas as áreas; criação da Reciprev e aperfeiçoamento da rede de aposentadoria; além de ações na área de saúde. Essas ações acompanham todo o ciclo de vida do servidor na. Um ciclo que começa na contratação e segue até a sua aposentadoria. Evolução Anual da Folha de Pagamento da Prefeitura do Recfe foto: Carlos Augusto A Mesa Permanente de Negociações é baseada no respeito mútuo e no diálogo Expediente Prefeito do Recife João Paulo Lima e Silva Vice-Prefeito Luciano Siqueira Secretaria de Coordenação Política de Governo José Múcio Magalhães Secretaria de Gestão Estratégica e Comunicação Lygia Falcão Secretaria de Planejamento Participativo, Obras e Desenvolvimento Urbano e Ambiental Marcelo Olímpio Secretaria de Finanças Elísio Soares Secretaria de Assuntos Jurídicos Bruno Ariosto Secretaria de Serviços Públicos Roberto Gusmão Secretaria de Saúde Evaldo Melo Secretaria de Educação, Esporte e Lazer Maria Luiza Aléssio Secretaria de Cultura João Roberto Costa do Nascimento Secretaria de Administração e Gestão de Pessoas Rômulo Meneses Secretaria de Assistência Social Paulo Dantas Secretaria de Turismo (interino) Carlos Braga Secretaria de Habitação Carlos Padilha Secretaria de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico Florival Carvalho Secretaria de Direitos Humanos e Segurança Cidadã Karla Menezes O jornal é uma publicação da Coordenadora de Comunicação Social Ruth Helena Vieira Diretora de Propaganda e Criação Kássia Araújo Diretor de Jornalismo Marconi Glauco Diretora de Rádio e Comunicação Popular Dulce Mello Edição Ida Comber Redação Marcos Oliveira Projeto gráfico e Diagramação Matilde Correia

3 Mesa Municipal de Negociação traz benefícios para o servidor Com o objetivo de promover e manter o diálogo e a negociação com os servidores, buscando a eficiência na solução dos conflitos e nas questões trabalhistas, foi criada, no início da atual gestão, a Mesa Municipal de Negociação. A partir daí, foi inaugurada uma nova fase nas relações entre os servidores e a Prefeitura, baseada no respeito mútuo e no diálogo, trazendo melhorias na qualidade dos serviços oferecidos à população recifense. A Mesa tem regulamento e metodologia próprios, criados em conjunto com os servidores, e nela têm assento as entidades de classe representativas através do Fórum Municipal dos Servidores. Seu funcionamento baseia-se na autonomia das partes, na transparência das informações e no equilíbrio político. O modelo é referência nacional. Através da Mesa de Negociação, os servidores conseguiram uma série de conquistas, como a implantação de Planos de Cargos e Carreiras (PCC) para a Educação, a Saúde e a Emprel; a correção da tabela de vencimentos básicos; concursos públicos nas áreas de educação, saúde e administração, além de melhorias na remuneração para auditores, jornalistas, técnicos administrativos, músicos da Orquestra e banda Sinfônicas, entre outras categorias. As negociações são formalizadas através da assinatura de Protocolo de Intenções entre a Prefeitura e as entidades que representam os servidores. Um documento com os itens acordados é preparado e tem que ser aprovado pela Câmara de Vereadores. 3 Avanços das Negociações Data-Base Piso remuneratório de R$ 200,00, reajuste salarial em 6,4% 2- Fixação do teto salarial dos servidores e empregados 3- Enquadramento dos professores aposentados no PCCR 4- Implantação da gratificação de incentivo aos empregados da URB 5- Reajuste de 4,3%, devidos aos empregados da CTTU desde Concessão de vales refeição aos empregados da CTTU 7- Redução do desconto de vale transporte dos empregados da CTTU, de 6% para 3% 8- Reordenamento emergencial da tabela salarial a Guarda Municipal 9- Extensão do Exercício Funcional aos servidores cedidos à CMR Data-Base Piso remuneratório de R$ 220,00, reajuste salarial em 6% 3- Atendimento às cláusulas específicas dos servidores da Educação 3- Transformação da Cesta Básica em Auxílio Alimentação, incluindo aposentados 4- Equiparação salarial dos Músicos da Banda Sinfônica do Recife com os da Orquestra Sinfônica 5- Revisão do PCC dos empregados da Emprel 6- Pagamento de direitos, benefícios e incentivos a empregados da URB, Emlurb e Csurb 7- Ajustes na Tabela Salarial da Guarda Municipal 8- Concursos - Educação, Saúde, Guarda Municipal e Músicos 9 Implantação da Verba Honorária aos Procuradores 10- Auxílio Transporte aos Auditores Data-Base Piso remuneratório de R$ 240,00, reajuste salarial em 9% 2- Reajuste geral de 1% 3- Implantação da tabela de vencimentos, com reajustes que variaram de 3% a 19% 4- Implantação do PCC (Administração Direta e Indireta) 5- Abono dos Médicos 6- Gratificação de Contabilidade aos Contadores 7- Gratificação de elaboração de Folha 8- Gratificação de Serviços Auxiliares à Execução Fiscal 9- Negociação do PCC do Grupo Ocupacional da Saúde 10- Implantação dos tickets dos Professores Data-Base Piso remuneratório de R$ 260,00, reajuste salarial em 8,33% 2- Reajuste geral de 4% 3-Implantação do Abono dos Motoristas (R$ 102,00) 4-Implantação do Abono de Oficina na Emlurb (R$ 143,65) 5- Implantação do Abono de Folha de Pagamento e atendimento (R$ 100,00); 6- Abono para os funcionários de creches e escolas (R$ 260,00) 7- Ajuda de Custo dos Músicos (R$ 166,49 por concerto) Data-Base Incorporação das gratificações ao salário base dos Jornalistas; 2- Incremento de 2% na tabela de vencimentos básicos dos professores, beneficiando servidores; 3- Reajustes nas gratificações e no piso salarial dos Auditores do município; 4- Isonomia dos motoristas da Administração Direta com os motoristas da Administração Indireta, beneficiando 41 servidores; 5- Conclusão da revisão do Plano de Cargos e Carreiras da Empresa Municipal de Informática (Emprel); 6- Reajustes Salariais médios de 9,72%: - Administração Direta (média de 17,97%) - Emlurb (média de 6,65%) - Guarda Municipal (média de 19,67%) - Saúde (média de 19,32%) - Csurb (média de 20,13%) - URB (média de 21,27)

4 4 Servidores tiveram ganhos reais na atual gestão De 2001 a 2005, os servidores municipais tiveram 18,47% de reajuste no salário base. Esse valor corresponde ao aumento linear que foi dado para todas as categorias. Porém, se somarmos o percentual de reajuste com o Plano de Cargos e Carreiras e outros benefícios conseguidos pelas diversas categorias através das negociações, vamos encontrar grupos de servidores que tiveram até 90% de incremento no salário. Em 2003, a Prefeitura instituiu o chamado Tabelão, foi criado uma variação de 0,6% entre as faixas salariais dos níveis Fundamental, Médio e Superior, medida que beneficiou os servidores que recebem menos, cerca de 11 mil pessoas. A criação do Tabelão representou um aumento de mais de 15% nos vencimentos básicos dos servidores. Formar um quadro de pessoal motivado e qualificado para uma gestão administrativa moderna e eficiente, contemplando a satisfação funcional do servidor. Esse é um dos objetivos da Escola de Gestão Pública da. A escola, criada em julho de 2005, começou a funcionar como centro de treinamento, com funções que vão além do gerenciamento interno, devendo também preparar os servidores municipais, cargos comissionados e funcionários terceirizados para atender às demandas das políticas públicas. Outra medida importante foi a decisão de instituir, em novembro de 2005, o valor do salário mínimo como menor vencimento básico dos servidores municipais. Jornalistas Valorizados Em 2005, a atual gestão instituiu uma nova base salarial para os jornalistas da. Atendendo a uma antiga reivindicação da categoria, as gratificações recebidas pelos jornalistas foram incorporadas ao salário. O piso salarial da categoria passou a ser de R$ 877,46. Hoje, o menor salário pago a um jornalista efetivo na Prefeitura do Recife é R$ 891,48. Capacitação dos servidores é prioridade foto: Antônio Tenório O Centro de Treinamento da, atualmente em reforma, funciona no bairro de Casa Amarela e, desde a sua criação, já ofereceu mais de 80 cursos em diversas áreas. Nos últimos quatro anos, as ações de capacitação já beneficiaram mais de 15 mil servidores. Os cursos oferecidos atendem às mais diversas áreas, como Educação Ambiental; Informática; Atendimento ao Cliente; Línguas Estrangeiras; Primeiros Socorros; Legislação de Trânsito; Ética e Negociação; Papel do Cidadão Servidor; Tecnologia da Creche atende em horário integral Para facilitar a vida dos servidores que não têm com quem deixar os filhos, a ampliou o horário de atendimento da Creche Municipal Albérico Dornelas Câmara. A creche, que funcionava apenas pela manhã, passou a atender, a partir de abril, às crianças em horário integral, das 7h às 17h, uma mudança comemorada pelas crianças, pais e funcionários. Uma ação da Prefeitura para atender melhor aos seus servidores. Localizada no primeiro andar do edifício-sede da Prefeitura do Recife, a creche atende cerca de 110 crianças, entre quatro meses e seis anos de idade, e conta com sete funcionários e 20 estagiários. foto: Inaldo Menezes As capacitações já beneficiaram mais de 15 mil servidores Informática; Elaboração e Gestão de Projetos; Captação de Recursos; Contabilidade Pública e Desenvolvimento Gerencial, entre outras. Espaço Vivo O servidor conta, também, com um espaço de integração entre os trabalhadores da. Trata-se do Espaço Vivo, localizado no primeiro andar do edifíciosede da Administração Municipal. O espaço pode ser usado por qualquer secretaria, bastando apenas que o interessado marque uma data para utilizá-lo. Fazemos oficinas, debates, cursos, discussões. O local é utilizado para tudo, conta a diretora de Gestão de Pessoas da Secretaria de Administração, Luiza Valença. Neste mês de maio, o Espaço Vivo já foi utilizado para seleção de estagiários e, do dia 08 ao dia 18, está sendo ocupado com um curso sobre a previdência municipal. No último dia 09, a Secretaria de Assistência Social utilizou o espaço para realizar um debate sobre o ProJovem. Ainda no mês de maio, foi realizada a Conferência das Servidoras Municipais, promovida pela Coordenadoria da Mulher. Contato: / (Cezia) A Creche Municipal Albérico Dornelas Câmara atende cerca de 110 crianças

5 Guarda Municipal ganhou novas viaturas Investir na capacitação e aparelhamento da Guarda Municipal também tem sido prioridade para a. Com 113 anos de existência e mais de 800 profissionais, a Guarda Municipal atua na segurança do patrimônio, na área ambiental e em eventos culturais da cidade, prestando relevantes serviços ao município, e, ainda, através dos agentes, na fiscalização do trânsito da cidade. Capacitação - A Prefeitura também investe na capacitação da Guarda Municipal. Diversos cursos já foram realizados com os agentes de trânsito, entre eles: Técnicas de abordagem a veículos; Gerenciamento de crises e controle de distúrbios; Moto Patrulhamento; Direção Defensiva; Técnicas de fiscalização do meio ambiente e Técnicas de pilotagem de quadriciclo para fiscalização da orla marítima. Atualmente, está sendo ministrado um curso com o Movimento Tortura Nunca Mais, que aborda temas como: Direito Penal e Constitucional, Estatuto da Criança e do Adolescente, Agente de Trânsito e Direitos Humanos. Também irão acontecer, ainda este ano, cursos de Tiro e Defesa Pessoal. foto: Paulo Lopes Desde o início da atual gestão tem sido dedicada atenção especial à Guarda Municipal, sempre procurando fornecer condições adequadas de trabalho para toda a equipe. Entre as Nomeação dos professores concursados em junho de 2005 Concursos públicos geram mais de 5 mil empregos Para a, o concurso é a forma mais transparente e eficiente para o ingresso no serviço público. Aperfeiçoar o serviço prestado e, ao mesmo tempo, propiciar igual oportunidade a todos os interessados, como determina o art. 37, II, da Constituição, tem sido uma diretriz seguida pela desde Foram contratados cerca de 5 mil novos servidores, entre 2001 e 2005, através da realização de 8 concursos públicos. Nos quatro anos anteriores à atual gestão municipal, apenas um concurso público foi realizado. As contratações beneficiaram as mais diversas áreas da administração municipal, entre elas as secretarias de Educação, Cultura, Serviços Públicos, Finanças, Assuntos Jurídicos, Saúde e Guarda Municipal. Além disso, foram contratados, por seleção pública, Agentes Comunitários de Saúde e de Saúde Ambiental. Para 2006, estão previstos concursos das secretarias de Assistência Social, Saúde, Educação, da Empresa Municipal de Informática (Emprel) e do Instituto de Assistência Social e Cidadania (Iasc), com a abertura de cerca de 3 mil novas vagas. A realização dos concursos é uma demonstração do fortalecimento do Estado, contrapondo-se à visão neoliberal do estado mínimo, terceirizado e desviado de sua real função, além do caráter de inclusão social. Para isso, é de fundamental importância que a Prefeitura tenha servidores estáveis e valorizados profissionalmente. melhorias proporcionadas, podemos citar: contratação de cerca de 200 novos guardas; aquisição de 8 viaturas e 4 motos; fardamentos novos; compra de 27 coletes à prova de bala; aquisição de 45 rádios transmissores; reforma do prédio da Guarda, construção do pátio e criação da sala de leitura; 10 aparelhos de ar condicionado; móveis e computadores. Ainda este ano, serão adquiridas mais 6 motos, 18 bicicletas, 21 rádios transmissores, 30 coletes à prova de bala e fardamentos. 5 foto: Luciano Ferreira Guardas Municipais são multiplicadores de Cidadania

6 6 Reciprev: o futuro do servidor Para garantir uma aposentadoria digna a seus servidores, a atual gestão implantou o Fundo de Previdência Municipal - Reciprev. O modelo garante a participação dos servidores em todo o processo de discussão, gestão e fiscalização. A Prefeitura está capitalizando o Reciprev para assegurar um futuro tranqüilo para os servidores. A Lei nº /05 reestruturou o Regime Próprio de Previdência Social do Recife e está beneficiando cerca de 20 mil servidores da administração municipal. O Recife foi a primeira capital com legislação previdenciária em conformidade com todas as Emendas Constitucionais. Dentre as principais modificações, destaca-se o plano de custeio com alíquota de contribuição de 28,76%, sendo 12,82% advinda do servidor e 15,94% dos cofres do Tesouro. Hoje, a Prefeitura do Recife tem aposentados e pensionistas e arrecada de contribuição previdenciária R$ 3,5 milhões por mês. No entanto, a folha dos inativos é de R$ 8 milhões/mês. Portanto, há um déficit de R$ 4,5 milhões mensais nos cofres públicos. Por isso, foram criados dois fundos. O primeiro é o Financeiro (Recifin), de caráter temporário, tendo como participantes os atuais aposentados e pensionistas e os servidores ativos admitidos no serviço público até o dia 16 de dezembro de E o Fundo Previdenciário (Reciprev), de caráter permanente, com participação dos demais servidores ativos que ingressaram na administração municipal a partir de 17 de dezembro de 1998, bem como os futuros servidores. Dentre os 119 artigos da lei, merecem destaque a permanência do benefício ao parceiro de servidor homossexual; a isenção da contribuição previdenciária sobre as parcelas de proventos até o dobro do teto do RGPS para os portadores de doenças incapacitantes; fixação do salário família como benefício previdenciário com aumento real de até 227% na cota de benefício aos filhos menores de 14 anos ou inválido de qualquer idade; e a definição de regras claras de contribuição previdenciária para os servidores licenciados ou cedidos sem ônus para o município. foto ilustrativa foto: Antônio Tenório Montagem de como vai ficar a fachada da nova sede da Reciprev na Boa Vista Nova Sede - A Autarquia Previdenciária do Recife (Reciprev) vai ganhar uma nova sede nos próximos três meses. A autarquia passará a funcionar na rua Manoel Borba, 488, na Boa Vista, onde funcionava a sede da antiga Vasp Linhas Aéreas. O novo imóvel tem 1.311,50m² de área e um terreno de 1.628,55m². Atualmente, a Reciprev funciona na rua do Jiriquiti, também na Boa Vista. Prefeitura realiza concurso público para o Iasc A realiza, no próximo mês de junho, pela primeira vez, seleção para o Instituto de Assistência Social e Cidadania (Iasc), autarquia vinculada à Secretaria Municipal de Assistência Social. O edital do concurso foi publicado no Diário Oficial do Município do dia 27 de abril. Serão 238 vagas para os níveis técnico e superior, sendo 10% das vagas destinadas às pessoas com necessidades especiais. As inscrições serão realizadas de 2 a 12 de maio e custarão R$ 30 (técnico) e R$ 50 (superior). O concurso será realizado em parceria com o Instituto de Apoio à Universidade de Pernambuco (Iaupe). A prova escrita será no dia 11 de junho e o resultado publicado no dia 30 de junho. Os aprovados serão imediatamente chamados para assumirem seus cargos. O Recife é uma das poucas cidades do Brasil a utilizar uma política de Estado de direito à cidadania, oferecendo concurso público para a área de assistência social. Para 2006, estão previstos, ainda, concursos para as secretarias de Assistência Social, Saúde, Educação, Empresa Municipal de Informática (Emprel).

Críticas e sugestões através do nosso e-mail: iprevi1@hotmail.com

Críticas e sugestões através do nosso e-mail: iprevi1@hotmail.com 1 CARTILHA DO SEGURADO 1. MENSAGEM DA DIRETORA PRESIDENTE Esta cartilha tem como objetivo dar orientação aos segurados do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Itatiaia IPREVI,

Leia mais

O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DO MUNICÍPIO DE TAQUARITINGA

O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DO MUNICÍPIO DE TAQUARITINGA O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DO MUNICÍPIO DE TAQUARITINGA 1. INTRODUÇÃO A previdência social no Brasil pode ser divida em dois grandes segmentos, a saber: Regime Geral de Previdência Social (RGPS):

Leia mais

Campanha Salarial 2015

Campanha Salarial 2015 Campanha Salarial 2015 elas: Nesta campanha salarial, a pauta de reivindicações 2015 será dividida em quatro partes. São 1. Cláusulas de caráter econômico; 2. Cláusulas de caráter geral; 3. Cláusulas de

Leia mais

RECEITAS DE CAPITAL 88.883.221 OPERAÇÕES DE CRÉDITO 59.214..075 TRANSFERÊNCIAS DE CAPITAL 29.669.146 TOTAL 1.136.493.735

RECEITAS DE CAPITAL 88.883.221 OPERAÇÕES DE CRÉDITO 59.214..075 TRANSFERÊNCIAS DE CAPITAL 29.669.146 TOTAL 1.136.493.735 LEI Nº 16.929 DE 15 DE DEZEMBRO DE 2003 ESTIMA A RECEITA E FIXA A DESPESA DA PREFEITURA DO RECIFE PARA O EXERCÍCIO DE 2004. O POVO DA CIDADE DO RECIFE, POR SEUS REPRESENTANTES, DECRETA E EU, EM SEU NOME,

Leia mais

QUADRO COMPARATIVO DA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA

QUADRO COMPARATIVO DA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA ESTUDO ESTUDO QUADRO COMPARATIVO DA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA Cláudia Augusta Ferreira Deud Consultora Legislativa da Área XXI Previdência e Direito Previdenciário ESTUDO ABRIL/2007 Câmara dos Deputados

Leia mais

CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA O servidor público e as alterações do seu regime previdenciário Jose Luis Wagner Luciana Inês Rambo Flavio Alexandre Acosta Ramos Junho de 2009 1 1. Introdução Desde

Leia mais

PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE GUARAPARI / ES.

PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE GUARAPARI / ES. Fortalecendo o Futuro! PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE GUARAPARI / ES. ======================== Informações aos Segurados. ======================== 1 Apresentação Este manual foi elaborado

Leia mais

Previdência Complementar do servidor em perguntas e respostas

Previdência Complementar do servidor em perguntas e respostas Previdência Complementar do servidor em perguntas e respostas Por Antônio Augusto de Queiroz - Jornalista, analista político e diretor de Documentação do Diap Com o propósito de esclarecer algumas dúvidas

Leia mais

CARTILHA PREVIDENCIÁRIA

CARTILHA PREVIDENCIÁRIA CARTILHA PREVIDENCIÁRIA INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES - IPREM IPREM Instituto de Previdência Municipal APRESENTAÇÃO Prezado Servidor, A Lei Complementar nº 35 de 05 de julho de

Leia mais

AULA 02 ROTEIRO CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART. 5º; 37-41; 205 214; 227 229 LEI 8.069 DE 13/07/1990 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE E C A PARTE 02

AULA 02 ROTEIRO CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART. 5º; 37-41; 205 214; 227 229 LEI 8.069 DE 13/07/1990 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE E C A PARTE 02 AULA 02 ROTEIRO CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART. 5º; 37-41; 205 214; 227 229 LEI 8.069 DE 13/07/1990 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE E C A PARTE 02 CAPÍTULO VII DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA SEÇÃO I DISPOSIÇÕES

Leia mais

37º FONAI Maceió-AL. Atualização Técnica Princípio para assessorar a gestão.

37º FONAI Maceió-AL. Atualização Técnica Princípio para assessorar a gestão. 37º FONAI Maceió-AL Atualização Técnica Princípio para assessorar a gestão. 26 a 30/11/2012 Oficina Técnica Regras de Aposentadoria no Setor Público Pessoal Civil Cleison Faé Aposentadoria no Setor Público

Leia mais

VII - GESTÃO DE PESSOAS

VII - GESTÃO DE PESSOAS VII - GESTÃO DE PESSOAS Política de Recursos Humanos Mensagem Presidencial Política de Recursos Humanos Reestruturação da Força de Trabalho do Poder Executivo Desde 2003, o Governo investe na reestruturação

Leia mais

Renato Silva de Assis Supervisor Técnico da Paraíba

Renato Silva de Assis Supervisor Técnico da Paraíba Renato Silva de Assis Supervisor Técnico da Paraíba Análise do Projeto de Lei que dispõe sobre os planos de custeio e de benefícios do regime próprio de previdência social do Estado da Paraíba No dia 20

Leia mais

Previdência Social. As Reformas da. Emenda Constitucional 47/05. Daisson Portanova. Outubro/2009

Previdência Social. As Reformas da. Emenda Constitucional 47/05. Daisson Portanova. Outubro/2009 As Reformas da Previdência Social IV encontro do FUNSEMA Seminário de Previdência da Região Metropolitana Emenda Constitucional 47/05 Outubro/2009 Daisson Portanova ESTRUTURA DO SISTEMA PREVIDENCIÁRIO

Leia mais

A PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO

A PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO MPS Ministério da Previdência Social SPS Secretaria de Previdência Social A PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO SALVADOR-BA, 17 DE JULHO DE 2004 PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO RPPS INSTITUÍDOS NO BRASIL Possibilidade

Leia mais

CAMPANHA SALARIAL 2015 CARREIRA DE REFORMA E DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO LEI 11.090/2005

CAMPANHA SALARIAL 2015 CARREIRA DE REFORMA E DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO LEI 11.090/2005 CAMPANHA SALARIAL 2015 CARREIRA DE REFORMA E DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO LEI 11.090/2005 PENDENCIAS DOS TERMOS DE ACORDO 07 de julho de 2005 Fazer gestões para no menor prazo possível assegurar adoção das

Leia mais

VI política de recursos humanos. Gestão de Pessoas

VI política de recursos humanos. Gestão de Pessoas VI política de recursos humanos Gestão de Pessoas mensagem presidencial GESTÃO DE PESSOAS O Governo Federal estabeleceu, em todos os setores, um processo amplo de diálogo e de participação. Assim, a opção

Leia mais

O regime complementar do servidor público

O regime complementar do servidor público O regime complementar do servidor público Leandro Madureira* RESUMO: O servidor que ingressou ou venha a ingressar no serviço publico a partir de 4 de fevereiro de 2013 tem a aposentadoria limitada ao

Leia mais

TANHAÉM PREV Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Itanhaém

TANHAÉM PREV Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Itanhaém TANHAÉM PREV Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Itanhaém Superintendente: Luciano Moura dos Santos Diretor Adm. Financeiro: Olavo Lopes Perez Diretor de Benefícios: Karine Vecci Rua

Leia mais

CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA O servidor público e as alterações do seu regime previdenciário Jose Luis Wagner Luciana Inês Rambo Flavio Alexandre Acosta Ramos Junho de 2009 Santa Maria Belo

Leia mais

Autarquia dos Servidores Públicos do Município Regime Próprio de Previdência

Autarquia dos Servidores Públicos do Município Regime Próprio de Previdência Autarquia dos Servidores Públicos do Município Regime Próprio de Previdência Página 01 Paranaguá Previdência Lei Complementar do Município Nº 53/2006 Página 02 PREZADO SEGURADO Com início das atividades

Leia mais

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO A CUT e as centrais sindicais negociaram com o governo

Leia mais

Prova Comentada TRT/SP Direito Previdenciário. XX. (Analista Judiciário Área Judiciária/TRT-2/FCC/2014):

Prova Comentada TRT/SP Direito Previdenciário. XX. (Analista Judiciário Área Judiciária/TRT-2/FCC/2014): Prova Comentada TRT/SP Direito Previdenciário XX. (Analista Judiciário Área Judiciária/TRT-2/FCC/2014): 54. Uma vez criados por lei do ente federativo, vinculam-se aos regimes próprios de previdência social

Leia mais

A Aposentadoria dos Servidores Públicos Federais

A Aposentadoria dos Servidores Públicos Federais A Aposentadoria dos Servidores Públicos Federais Carlos Alberto Pereira de Castro Curitiba, junho de 2008 Introdução Estudo da aposentadoria dos servidores públicos passou a ser relevante com as reformas

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO PÚBLICA

SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO PÚBLICA SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO PÚBLICA LEGISLAÇÃO: Lei Municipal nº 8.834 de 01/07/2002 e Decreto 550 de 19/09/2007. ATRIBUIÇÕES: 10 - SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO PÚBLICA 10.010 - COORDENAÇÃO GERAL

Leia mais

RPPS X RGPS. Atuário Sergio Aureliano

RPPS X RGPS. Atuário Sergio Aureliano RPPS X RGPS Atuário Sergio Aureliano RPPS PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO E O SISTEMA PREVIDENCIÁRIO BRASILEIRO ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE O REGIME GERAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL RGPS e REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA

Leia mais

CICLOS DE DEBATES DIREITO E GESTÃO PÚBLICA TEXTO X

CICLOS DE DEBATES DIREITO E GESTÃO PÚBLICA TEXTO X CICLOS DE DEBATES DIREITO E GESTÃO PÚBLICA CICLO 2012 TEXTO X A Previdência Social do Servidor Público Valéria Porto Ciclos de Debates - Direito e Gestão Pública A Previdência Social do Servidor Público

Leia mais

ESPECIAL SERVIÇOS PÚBLICOS

ESPECIAL SERVIÇOS PÚBLICOS PREFEITURA FAZ INFORMATIVO DA PREFEITURA DE CONTAGEM CONTAGEM - Nº 23 - JUNHO - 2010 ESPECIAL SERVIÇOS PÚBLICOS Prefeitura valoriza servidores para melhorar qualidade dos serviços Nos últimos cinco anos,

Leia mais

Sistema de Previdência

Sistema de Previdência PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DOS SERVIDORES DA UNIÃO Lei nº 12.618, de 30 de abril de 2012. Jaime Mariz de Faria Junior * O Sistema Brasileiro de Previdência Social é organizado em três pilares: o Regime Geral

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988 Emendas Constitucionais Emendas Constitucionais de Revisão Ato das Disposições

Leia mais

GUIA DA APOSENTADORIA DO SERVIDOR MUNICIPAL FILIADO AO INSS

GUIA DA APOSENTADORIA DO SERVIDOR MUNICIPAL FILIADO AO INSS GUIA DA APOSENTADORIA DO SERVIDOR MUNICIPAL FILIADO AO INSS Guia da Aposentadoria do Servidor Público: 1. A Aposentadoria do Servidor Público...03 2. Regras do INSS para concessão de aposentadoria...08

Leia mais

DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES ALEGRE. Porto Alegre, novembro de 2010

DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES ALEGRE. Porto Alegre, novembro de 2010 DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE Porto Alegre, novembro de 2010 REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL Os servidores públicos ocupantes de cargo

Leia mais

A Aposentadoria dos. Emendas Constitucionais

A Aposentadoria dos. Emendas Constitucionais A Aposentadoria dos Agentes Públicos P depois das Emendas Constitucionais Carlos Alberto Pereira de Castro Juiz do Trabalho Mestre em Direito Previdenciário rio Introdução Estudo da aposentadoria dos servidores

Leia mais

Fundo de Previdência Complementar da União PL nº 1.992 de 2007

Fundo de Previdência Complementar da União PL nº 1.992 de 2007 Fundo de Previdência Complementar da União PL nº 1.992 de 2007 Assessoria Econômica - ASSEC Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Brasília, maio de 2008 Roteiro Situação atual do Regime Próprio

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES PLANO DE GOVERNO 2009 / 2012 EDUCAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES PLANO DE GOVERNO 2009 / 2012 EDUCAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES PLANO DE GOVERNO 2009 / 2012 EDUCAÇÃO O que buscamos Proporcionar educação com qualidade social para todas as crianças. Erradicar o analfabetismo, ampliar o nível

Leia mais

REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA E REGIME GERAL DA PREVIDÊNCIA SOCIAL COMPARATIVO DE CUSTOS

REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA E REGIME GERAL DA PREVIDÊNCIA SOCIAL COMPARATIVO DE CUSTOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA E REGIME GERAL DA PREVIDÊNCIA SOCIAL COMPARATIVO DE CUSTOS Atualmente, no Brasil, aproximadamente 3000 municípios possuem Regimes Próprios de Previdência. Ao final do ano

Leia mais

A data base dos Servidores da Prefeitura Municipal de Sapezal será sempre em 1º de maio

A data base dos Servidores da Prefeitura Municipal de Sapezal será sempre em 1º de maio S.I.M.S SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS SAPEZAL/MT PAUTA DE REIVINDICAÇÕES DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE SAPEZAL -20013 INTRODUÇÃO O Sindicato dos Servidores Municipais de Sapezal-SIMS/MT,

Leia mais

COMUNICADO LEGISLATIVO Nº 1/2013. Projetos de Lei e Trâmites 1ª quinzena de novembro/2013

COMUNICADO LEGISLATIVO Nº 1/2013. Projetos de Lei e Trâmites 1ª quinzena de novembro/2013 Matérias na Câmara PEC 185/2012 Acrescenta parágrafos ao art. 37 da Constituição Federal para estabelecer data certa para a revisão geral anual da remuneração dos servidores públicos e dá outras providências.

Leia mais

Instituto de Previdência e Assistência a Saúde dos Servidores Públicos Municipais

Instituto de Previdência e Assistência a Saúde dos Servidores Públicos Municipais IPASSPSM Instituto de Previdência e Assistência a Saúde dos Servidores Públicos Municipais IPASSPSM SANTA MARIA/RS AVALIAÇÃO ATUARIAL Ano Base: 2013 Data Base:31/12/2012 Índice 1. Introdução... 02 2. Origem

Leia mais

Situação previdenciária do Estado do RS. Darcy Francisco Carvalho dos Santos Economista e contador Março/2011

Situação previdenciária do Estado do RS. Darcy Francisco Carvalho dos Santos Economista e contador Março/2011 Situação previdenciária do Estado do RS Darcy Francisco Carvalho dos Santos Economista e contador Março/2011 Despesa previdenciária dos principais estados Em % da RCL, 2009 Evolução do déficit previdenciário,

Leia mais

REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE VALINHOS CARTILHA DE PERGUNTAS E RESPOSTAS

REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE VALINHOS CARTILHA DE PERGUNTAS E RESPOSTAS O Executivo municipal sentindo a necessidade de adotar o Regime Próprio de Previdência Social para os servidores públicos titulares de cargos de provimento efetivo da Prefeitura, do DAEV e da Câmara, e

Leia mais

CARTILHA DA PREVIDÊNCIA MUNICIPAL. TatuíPrev. Instituto de Previdência Própria de Tatuí

CARTILHA DA PREVIDÊNCIA MUNICIPAL. TatuíPrev. Instituto de Previdência Própria de Tatuí CARTILHA DA PREVIDÊNCIA MUNICIPAL TatuíPrev Instituto de Previdência Própria de Tatuí 2013 APRESENTAÇÃO A PREVIDÊNCIA SOCIAL é um direito do trabalhador e de sua família, garantido pela Constituição Federal,

Leia mais

MAGNO ANTÔNIO CORREIA DE MELLO

MAGNO ANTÔNIO CORREIA DE MELLO ALTERAÇÕES NORMATIVAS DECORRENTES DE REFORMAS PREVIDENCIÁRIAS IMPLEMENTADAS OU PROPOSTAS, CLASSIFICADAS POR ASSUNTO, A PARTIR DA EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 20/98 - QUADRO COMPARATIVO - MAGNO ANTÔNIO CORREIA

Leia mais

Assunto: Comparando o Regime Próprio de Previdência Social com o INSS. ANÁLISE

Assunto: Comparando o Regime Próprio de Previdência Social com o INSS. ANÁLISE Assunto: Comparando o Regime Próprio de Previdência Social com o INSS. ANÁLISE A Previdência Social no Brasil é um direito previsto pela Constituição Federal e se organiza por três regimes previdenciários

Leia mais

Ministério da Previdência Social MPS Secretaria de Políticas de Previdência Social SPS RPPS E RGPS

Ministério da Previdência Social MPS Secretaria de Políticas de Previdência Social SPS RPPS E RGPS RPPS E RGPS GUAXUPÉ MG AMOG - Associação dos Municípios da Microrregião da Baixa Mogiana. Pedro Antônio Moreira - AFRFB RGPS REGIME GERAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL Art 201 ESTRUTURA DO SISTEMA PREVIDENCIÁRIO

Leia mais

02 a 04/04/2014 BRASÍLIA - DF CURSO: FOLHA DE PAGAMENTO DO SERVIÇO PÚBLICO (SERVIDORES CIVIS ABRANGIDOS PELO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL)

02 a 04/04/2014 BRASÍLIA - DF CURSO: FOLHA DE PAGAMENTO DO SERVIÇO PÚBLICO (SERVIDORES CIVIS ABRANGIDOS PELO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL) Apresentação A Gestão de Recursos Humanos deixou de ser apenas uma área coadjuvante para transformar-se em uma área de gestão de políticas públicas para melhor analisar a eficácia destas políticas se faz

Leia mais

Aposentadoria por tempo de contribuição e Aposentadoria com proventos integrais. Alda Maria Santarosa 1

Aposentadoria por tempo de contribuição e Aposentadoria com proventos integrais. Alda Maria Santarosa 1 Aposentadoria por tempo de contribuição e Aposentadoria com proventos integrais Alda Maria Santarosa 1 Resumo Nos últimos 25 anos, desde a promulgação da Constituição Federal do Brasil, em 1988, nota-se

Leia mais

Senado Federal Subsecretaria de Informações

Senado Federal Subsecretaria de Informações Senado Federal Subsecretaria de Informações Data 19/12/2003 EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 41 Modifica os arts. 37, 40, 42, 48, 96, 149 e 201 da Constituição Federal, revoga o inciso IX do 3º do art. 142 da

Leia mais

Audiência Pública Comissão de Educação, Cultura e Esportes. O movimento grevista dos professores federais

Audiência Pública Comissão de Educação, Cultura e Esportes. O movimento grevista dos professores federais Audiência Pública Comissão de Educação, Cultura e Esportes O movimento grevista dos professores federais Expansão Universidades Federais Universidades e Câmpus Universidades Até 2003 = 45 existentes 2004

Leia mais

ADVOGADOS INGRESSO 2009. USP- Consultoria Jurídica amc

ADVOGADOS INGRESSO 2009. USP- Consultoria Jurídica amc ADVOGADOS INGRESSO 2009 USP- Consultoria Jurídica amc 1 RELAÇÕES DE TRABALHO NA UNIVERSIDADE 1 - Servidores Titulares de Cargos Efetivos DOCENTES a) Estatuto dos Funcionários Públicos P Estado de São Paulo

Leia mais

Relatório Consolidado Indicadores Quantitativos. Programa de Fortalecimento Institucional, Participação e Controle Social Barro Alto - GO

Relatório Consolidado Indicadores Quantitativos. Programa de Fortalecimento Institucional, Participação e Controle Social Barro Alto - GO Relatório Consolidado Indicadores Quantitativos Programa de Fortalecimento Institucional, Participação e Controle Social Barro Alto - GO Relatório Consolidado Programa de Fortalecimento e Barro Alto -

Leia mais

APOSENTADORIA E O PCCTAE

APOSENTADORIA E O PCCTAE APOSENTADORIA E O PCCTAE Advogado Flavio Ramos Wagner Advogados Associados www.wagner.adv.br Área de atuação: Servidores Públicos Federais Estrutura: Santa Maria, Brasília e Macapá. Presença em 19 cidades

Leia mais

As diversas opções de aposentadoria para os Servidores Públicos Federais

As diversas opções de aposentadoria para os Servidores Públicos Federais As diversas opções de aposentadoria para os Servidores Públicos Federais Secretaria de Estudos, Pesquisas e Políticas Públicas e Secretaria de Formação Política e Sindical. SINDICATO DOS TRABALHADORES

Leia mais

Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ

Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ É bom saber... LEI Nº 12.618, DE 30 DE ABRIL DE 2012. Institui o regime de previdência complementar para os servidores públicos federais titulares de

Leia mais

LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS 2015 ANEXO DE METAS FISCAIS

LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS 2015 ANEXO DE METAS FISCAIS LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS 2015 ANEXO DE METAS FISCAIS V - AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO FINANCEIRA E ATUARIAL DO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO DO PARÁ RPPS A Emenda Constitucional nº 20, de 15

Leia mais

Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração da Educação

Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração da Educação Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração da Educação 17 de setembro de 2013 Prefeitura do Rio de Janeiro Secretaria da Casa Civil Secretaria de Educação Agenda Números da Rede Municipal de Educação Estratégia

Leia mais

Regulamento de Recursos Humanos

Regulamento de Recursos Humanos Diretoria de Administração e Planejamento Novembro de 2001 Este regulamento estabelece as diretrizes e normas a serem adotadas pela RNP na gestão dos seus recursos humanos, aprovado na 2ª Reunião Ordinária

Leia mais

Reforma da Previdência em perguntas e respostas

Reforma da Previdência em perguntas e respostas Reforma da Previdência em perguntas e respostas Por Antônio Augusto de Queiroz Com o propósito de esclarecer algumas dúvidas a respeito da reforma da Previdência (Emenda à Constituição nº 41, de 2003 e

Leia mais

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2014

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2014 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PE000698/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 17/07/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR012138/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46213.014461/2014-79

Leia mais

A CONTRA-REFORMA DA PREVIDÊNCIA. Denise Lobato Gentil Instituto de Economia/Universidade Federal do Rio de Janeiro

A CONTRA-REFORMA DA PREVIDÊNCIA. Denise Lobato Gentil Instituto de Economia/Universidade Federal do Rio de Janeiro A CONTRA-REFORMA DA PREVIDÊNCIA Denise Lobato Gentil Instituto de Economia/Universidade Federal do Rio de Janeiro Resultado do ajuste fiscal: Dados acumulados de janeiro a agosto/2015 revelam deterioração

Leia mais

Actuarial Assessoria e Consultoria Atuarial Ltda Benjamin Constant, 67 Cj.404 CEP 80060 020 Curitiba Pr Fone/Fax (41)3322-2110 www.actuarial.com.

Actuarial Assessoria e Consultoria Atuarial Ltda Benjamin Constant, 67 Cj.404 CEP 80060 020 Curitiba Pr Fone/Fax (41)3322-2110 www.actuarial.com. Fundação AMAZONPREV Poder Executivo e Assembléia AVALIAÇÃO ATUARIAL Ano Base: 2014 Data Base: 31/12/2013 Índice 1. Introdução... 02 2. Participantes e Beneficiários... 02 3. Data Base dos Dados e da Avaliação...

Leia mais

O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA NO MUNICÍPIO DE SÃO GONÇALO. São Gonçalo, 14 de dezembro de 2005

O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA NO MUNICÍPIO DE SÃO GONÇALO. São Gonçalo, 14 de dezembro de 2005 O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA NO MUNICÍPIO DE SÃO GONÇALO São Gonçalo, 14 de dezembro de 2005 Diagnóstico do Regime Próprio / IPASG (Administrativo, Operacional, Jurídico, Atuarial); Adoção de um Modelo

Leia mais

ANEXO DE METAS FISCAIS AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO FINANCEIRA E ATUARIAL. (Artigo 4º 2º, inciso IV, alínea a da Lei Complementar nº 101/2000)

ANEXO DE METAS FISCAIS AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO FINANCEIRA E ATUARIAL. (Artigo 4º 2º, inciso IV, alínea a da Lei Complementar nº 101/2000) ANEXO DE METAS FISCAIS AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO FINANCEIRA E ATUARIAL (Artigo 4º 2º, inciso IV, alínea a da Lei Complementar nº 101/2000) PLANO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE LONDRINA

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PROTOCOLO DE NEGOCIAÇÃO ENTRE A PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO E AS ENTIDADES REPRESENTATIVAS DOS SERVIDORES DA EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE GUARAPARI / ES - IPG

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE GUARAPARI / ES - IPG INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE GUARAPARI / ES - IPG CARTILHA PREVIDENCIÁRIA 2ª EDIÇÃO Aquele que não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor. I João 4:8 APRESENTAÇÃO Prezados

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO E INCLUSÃO DE APOSENTADORIA

MANUAL DE PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO E INCLUSÃO DE APOSENTADORIA MANUAL DE PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO E INCLUSÃO DE APOSENTADORIA 2005 FIXAÇÃO DOS PROVENTOS PELA MÉDIA DAS MAIORES REMUNERAÇÕES A Emenda Constitucional nº 41, de 19.12.2003, introduziu a regra de fixação

Leia mais

No âmbito do RPPS Regime Próprio de Previdência Social de Camaçari, não há exigência de cumprimento de carência para percepção deste beneficio.

No âmbito do RPPS Regime Próprio de Previdência Social de Camaçari, não há exigência de cumprimento de carência para percepção deste beneficio. ESPÉCIES DE BENEFÍCIOS PARA OS SEGURADOS 1. APOSENTADORIA Aposentadoria por Invalidez No âmbito do RPPS Regime Próprio de Previdência Social de Camaçari, não há exigência de cumprimento de carência para

Leia mais

01. Câmara Municipal. 02. Secretaria Municipal de Governo. 03. Gabinete do Vice-Prefeito. 04. Procuradoria Geral do Município

01. Câmara Municipal. 02. Secretaria Municipal de Governo. 03. Gabinete do Vice-Prefeito. 04. Procuradoria Geral do Município Estrutura Administrativa e Principais 01. Câmara Municipal - Lei Orgânica do Município de Teresina, de 05 de abril de 1991. - Votar o Orçamento Anual e o Plano Plurianual, bem como autorizar abertura de

Leia mais

LEI Nº 10.753, DE 17 DE SETEMBRO DE 2014

LEI Nº 10.753, DE 17 DE SETEMBRO DE 2014 LEI Nº 10.753, DE 17 DE SETEMBRO DE 2014 Concede reajustes remuneratórios aos servidores e empregados públicos da Administração Direta e Indireta do Poder Executivo e dá outras providências. O Povo do

Leia mais

PLANO DE AÇÃO 2016 Gestão 2014/2017

PLANO DE AÇÃO 2016 Gestão 2014/2017 INTRODUÇÃO O Plano de Ação do Sindicato-Apase adota como referencial de elaboração as Teses aprovadas no XI Fórum Sindical/2015, referendadas na Assembleia Geral Extraordinária Deliberativa de 11/12/2015.

Leia mais

- Estudo técnico - Art. 67...

- Estudo técnico - Art. 67... Aposentadoria especial para diretores, coordenadores e assessores pedagógicos - Estudo técnico - A Lei nº 11.301, de 10 de maio de 2006, publicada no Diário 0ficial da União de 11 de maio do mesmo ano,

Leia mais

Diagnóstico Qualitativo e Propostas para o Regime Previdenciário dos Servidores Públicos por Gilberto Guerzoni Filho

Diagnóstico Qualitativo e Propostas para o Regime Previdenciário dos Servidores Públicos por Gilberto Guerzoni Filho Diagnóstico Qualitativo e Propostas para o Regime Previdenciário dos Servidores Públicos por Gilberto Guerzoni Filho 1. REGIME PREVIDENCIÁRIO OU ADMINISTRATIVO O principal problema do regime previdenciário

Leia mais

O governo mineiro deixou de promover concursos públicos e optou por assumir a terceirização Estrito controle dos meios de comunicação

O governo mineiro deixou de promover concursos públicos e optou por assumir a terceirização Estrito controle dos meios de comunicação Cerca de 500 professores desistem de dar aulas no setor público por mês O professor mineiro tem apenas o 19º melhor salário entre as 27 unidades da Federação Investimentos na educação se concentram em

Leia mais

LEI Nº 1556, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2000.

LEI Nº 1556, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2000. LEI Nº 1556, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2000. Institui o Plano de Custeio do Regime de Previdência dos Servidores Municipais e dá outras providências. A CÂMARA MUNICIPAL DE DUQUE DE CAXIAS decreto e eu sanciono

Leia mais

ANÁLISE DA NOTA TÉCNICA DPREV/ATUÁRIA 034/2015 PROJETO DE LEI 252/2015

ANÁLISE DA NOTA TÉCNICA DPREV/ATUÁRIA 034/2015 PROJETO DE LEI 252/2015 ANÁLISE DA NOTA TÉCNICA DPREV/ATUÁRIA 034/2015 PROJETO DE LEI 252/2015 Este parecer tem por objetivo analisar atuarialmente o Projeto de Lei 0252/2015 que Dispõe sobre a Reestruturação do Plano de Custeio

Leia mais

Número 130 - novembro de 2013. Fator Previdenciário: por que mudar?

Número 130 - novembro de 2013. Fator Previdenciário: por que mudar? Número 130 - novembro de 2013 Fator Previdenciário: por que mudar? FATOR PREVIDENCIÁRIO: POR QUE MUDAR? 1 Como surgiu o Fator Previdenciário? A Reforma Previdenciária de 1998, por meio da Emenda Constitucional

Leia mais

A GESTÃO DA FORÇA DE TRABALHO NO SETOR PÚBLICO SOB O PRISMA PREVIDENCIÁRIO. Marcus Vinícius de Souza Maria Thais da Costa Oliveira Santos

A GESTÃO DA FORÇA DE TRABALHO NO SETOR PÚBLICO SOB O PRISMA PREVIDENCIÁRIO. Marcus Vinícius de Souza Maria Thais da Costa Oliveira Santos A GESTÃO DA FORÇA DE TRABALHO NO SETOR PÚBLICO SOB O PRISMA PREVIDENCIÁRIO Marcus Vinícius de Souza Maria Thais da Costa Oliveira Santos Painel 46/162 Uma visão de longo prazo da Força de Trabalho no setor

Leia mais

Gestão estratégica de pessoas e planos de carreira. Módulo4 Plano de Carreira e Remuneração

Gestão estratégica de pessoas e planos de carreira. Módulo4 Plano de Carreira e Remuneração Gestão estratégica de pessoas e planos de carreira Módulo4 Plano de Carreira e Remuneração Fundação Escola Nacional de Administração Pública Presidente Gleisson Rubin Diretor de Desenvolvimento Gerencial

Leia mais

REGRAS DE APOSENTADORIA DO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL - RPPS

REGRAS DE APOSENTADORIA DO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL - RPPS REGRAS DE APOSENTADORIA DO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL - RPPS INTRODUÇÃO Como o objetivo de facilitar o entendimento da matéria relacionada à reforma previdenciária, teceremos alguns comentários

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa LEI COMPLEMENTAR Nº 13.757, DE 15 DE JULHO DE 2011. (publicada no DOE nº 137, de 18 de julho de 2011) Dispõe sobre

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº. 010/2015, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2015.

PROJETO DE LEI Nº. 010/2015, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2015. PROJETO DE LEI Nº. 010/2015, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2015. Dispõe sobre a revisão da remuneração dos profissionais do magistério e a revisão geral da remuneração dos servidores do quadro geral e empregos

Leia mais

28 / 52 7. REMUNERAÇÃO DO MAGISTÉRIO

28 / 52 7. REMUNERAÇÃO DO MAGISTÉRIO 7. REMUNERAÇÃO DO MAGISTÉRIO 7.1. O que efetivamente se pode pagar aos profissionais do magistério, a título de remuneração, com a parcela de 60% do Fundeb? 7.2. Quais são os profissionais do magistério

Leia mais

VI - Sistemas Previdenciários

VI - Sistemas Previdenciários VI - Sistemas Previdenciários Regime Geral de Previdência Social Regime de Previdência dos Servidores Públicos Federais Projeto de Lei Orçamentária Mensagem Presidencial Cabe ao Governo Federal a responsabilidade

Leia mais

SEGUNDA-FEIRA, 08 DE SETEMBRO DE 2014 CADERNO 1 5

SEGUNDA-FEIRA, 08 DE SETEMBRO DE 2014 CADERNO 1 5 SEGUNDA-FEIRA, 08 DE SETEMBRO DE 2014 L E I N 8.037, DE 5 DE SETEMBRO DE 2014 Institui o Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração dos Servidores do Tribunal de Contas do Estado do Pará e dá outras providências.

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Prezado servidor,

APRESENTAÇÃO. Prezado servidor, 1 3 5 APRESENTAÇÃO Prezado servidor, A Lei Municipal nº 5.111 de 23 de novembro de 2010 criou o AMERIPREV, que é o responsável pela gestão do RPPS, Regime Próprio de Previdência Social do Servidor Público

Leia mais

AUDITORIA NOS PROCESSOS DE APOSENTADORIA/PENSÃO/ABONOS DE PERMANÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL

AUDITORIA NOS PROCESSOS DE APOSENTADORIA/PENSÃO/ABONOS DE PERMANÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL AUDITORIA NOS PROCESSOS DE APOSENTADORIA/PENSÃO/ABONOS DE PERMANÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL APRENDA PRATICANDO NESTE EVENTO CHECK LIST DOS PROCEDIMENTOS DA AUDITAGEM

Leia mais

Abono de Permanência. Modalidades de Aposentadoria. Contribuição Previdenciária do Servidor Inativo

Abono de Permanência. Modalidades de Aposentadoria. Contribuição Previdenciária do Servidor Inativo 1 Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Diretoria Geral de Gestão de Pessoas Departamento de Administração de Pessoal Divisão de Análise de Processos e Administração de Benefícios SUMÁRIO ABONO

Leia mais

LEI 3.981/91 DE 7 DE JANEIRO DE 1991. O Prefeito Municipal de Natal, Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei:

LEI 3.981/91 DE 7 DE JANEIRO DE 1991. O Prefeito Municipal de Natal, Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: LEI 3.981/91 DE 7 DE JANEIRO DE 1991 Dispõe sobre o Grupo Ocupacional Fisco e dá outras providencias. O Prefeito Municipal de Natal, Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei:

Leia mais

APOSENTADORIA VOLUNTÁRIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO

APOSENTADORIA VOLUNTÁRIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO 1- DEFINIÇÃO APOSENTADORIA VOLUNTÁRIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO 1.1 Passagem do servidor da atividade para a inatividade, com proventos calculados de acordo com a média aritmética das maiores remunerações,

Leia mais

28 / 54 7. REMUNERAÇÃO DO MAGISTÉRIO

28 / 54 7. REMUNERAÇÃO DO MAGISTÉRIO 7. REMUNERAÇÃO DO MAGISTÉRIO 7.1. O que efetivamente se pode pagar aos profissionais do magistério, a título de remuneração, com a parcela de 60% do Fundeb? 7.2. Quais são os profissionais do magistério

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE RPPS

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE RPPS PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE RPPS 1 - O que vem a ser regime próprio de previdência social (RPPS)? R: É o sistema de previdência, estabelecido no âmbito de cada ente federativo, que assegure, por lei, ao

Leia mais

SEGURIDADE E PREVIDÊNCIA NO BRASIL

SEGURIDADE E PREVIDÊNCIA NO BRASIL SEGURIDADE E PREVIDÊNCIA NO BRASIL Subseção DIEESE/CUT-Nacional São Paulo, 02 de agosto de 2014 Sindicato dos Trabalhadores(as) na Administração Pública e Autarquias no Município de São Paulo - SINDSEP

Leia mais

PREVIDENCIA SOCIAL ASPECTOS GERAIS SOBRE RPPS. RPPS Consult Consultoria e Assessoria em RPPS

PREVIDENCIA SOCIAL ASPECTOS GERAIS SOBRE RPPS. RPPS Consult Consultoria e Assessoria em RPPS PREVIDENCIA SOCIAL ASPECTOS GERAIS SOBRE RPPS RPPS Consult Consultoria e Assessoria em RPPS O que é Previdência Social? Previdência Social é que um seguro que o indivíduo faz durante o período em que está

Leia mais

BENEFÍCIOS DO SERVIDOR PÚBLICO

BENEFÍCIOS DO SERVIDOR PÚBLICO BENEFÍCIOS DO SERVIDOR PÚBLICO Simulador de aposentadoria do Servidor Público? A Controladoria-Geral da União (CGU) disponibiliza, em seu site (http://www.cgu.gov.br/simulador/index.asp), um simulador

Leia mais

NO SEU TEMPO CRITÉRIOS E REGRAS PARA SE APOSENTAR. novembro de 2008

NO SEU TEMPO CRITÉRIOS E REGRAS PARA SE APOSENTAR. novembro de 2008 NO SEU TEMPO CRITÉRIOS E REGRAS PARA SE APOSENTAR O sistema de previdência dos servidores públicos após as emendas constitucionais nº 20/1998, 41/2003 e 47/2007 novembro de 2008 Crescendo a cada luta.

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA RESOLUÇÃO Nº 5, DE 3 DE AGOSTO DE 2010 (*)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA RESOLUÇÃO Nº 5, DE 3 DE AGOSTO DE 2010 (*) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA RESOLUÇÃO Nº 5, DE 3 DE AGOSTO DE 2010 (*) Fixa as Diretrizes Nacionais para os Planos de Carreira e Remuneração dos Funcionários

Leia mais

Proposta para Reestruturação Salarial das Carreiras do MDA. Julho de 2015

Proposta para Reestruturação Salarial das Carreiras do MDA. Julho de 2015 Proposta para Reestruturação Salarial das Carreiras do MDA Julho de 2015 O rural brasileiro tem quase 5,2 milhões de estabelecimentos produtores, dos quais 84% são de agricultura familiar. A agricultura

Leia mais

CONFERÊNCIA LIVRE DO SISTEMA DE JUSTIÇA MPPR/ OAB/ TJ CONFERÊNCIA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA - CONSEG

CONFERÊNCIA LIVRE DO SISTEMA DE JUSTIÇA MPPR/ OAB/ TJ CONFERÊNCIA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA - CONSEG CONFERÊNCIA LIVRE DO SISTEMA DE JUSTIÇA MPPR/ OAB/ TJ Princípio A segurança pública deve promover a cidadania e prevenir a criminalidade. Princípio As políticas de segurança pública devem ser transversais.

Leia mais

MOVIMENTO UNIFICADO EM DEFESA DO SERVIÇO PÚBLICO MUNICIPAL PREVI-RIO. Uma questão do servidor

MOVIMENTO UNIFICADO EM DEFESA DO SERVIÇO PÚBLICO MUNICIPAL PREVI-RIO. Uma questão do servidor MOVIMENTO UNIFICADO EM DEFESA DO SERVIÇO PÚBLICO MUNICIPAL PREVI-RIO Uma questão do servidor PREVI-RIO EM TESE (I) O Previ-Rio é o Instituto de Previdência e Assistência do Município do Rio de Janeiro,

Leia mais