Amianto nas escolas. Pais e directores dizem que ainda há trabalho para fazer

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Amianto nas escolas. Pais e directores dizem que ainda há trabalho para fazer"

Transcrição

1 EDIÇÃO PDF Segunda-feira, Edição às 08h30 Directora Graça Franco Editor Raul Santos Amianto nas escolas. Pais e directores dizem que ainda há trabalho para fazer Prazo de entrega de facturas alargado até 28 de Fevereiro Grécia acredita em acordo até ao "último minuto" D. Manuel Clemente já é Cardeal Já está em vigor taxa de 10 cêntimos nos sacos de plástico Maioria dos abusos sexuais de menores acontece no seio da família MANUEL PINTO Luísa Dacosta: verbo e testemunho Paulo Sérgio demitido na Académica Países mais afectados querem erradicar ébola até Abril Morreu a escritora Luísa Dacosta

2 Segunda-feira, Grécia acredita em acordo até ao "último minuto" Dia de reunião decisiva para o futuro da Grécia. Ministros das Finanças da zona euro voltam a discutir programa de assistência a Atenas. Amianto nas escolas. Pais e directores dizem que ainda há trabalho para fazer Ministério da Educação garantiu a conclusão das operações de remoção de amianto em cerca de 300 escolas do país, mas persistem as denúncias. Gregos querem cortar na austeridade. Foto: Sotiris Barbarousis/EPA A Grécia está no topo da agenda da reunião dos ministros das Finanças da zona euro, desta segundafeira, em Bruxelas. O Governo de Atenas e os parceiros europeus vão tentar chegar a um acordo sobre o programa de assistência ao país, que termina no final do mês. O ministro grego das Finanças, Yanis Varoufakis, mostra-se confiante e acredita num acordo até ao último minuto. Em entrevista ao jornal Kathimerini, Varoufakis afirmou que a posição forte da Grécia, baseada na lógica, vai conduzir a um entendimento. O ministro grego das Finanças revela que há posições comuns sobre muitas questões, mas as privatizações e a legislação laboral continuam a ser pontos de discórdia. O primeiro-ministro da Grécia também está confiante e acredita na possibilidade de um acordo na reunião desta segunda-feira. Em entrevista à revista alemã Stern, Alexis Tsipras refere que a Grécia não precisa de mais dinheiro, mas sim de mais tempo, para implementar medidas. O primeiro-ministro deixa mesmo uma garantia: em seis meses o país estará irreconhecível. Milhares de pessoas manifestaram-se, domingo, nas ruas de Atenas em apoio ao Governo de Alexis Tsipras nas negociações com os parceiros da zona euro. A reunião desta segunda-feira do Eurogrupo deverá ainda aprovar a intenção de Portugal antecipar o pagamento de parte do empréstimo ao Fundo Monetário Internacional (FMI). Fonte europeia disse, na semana passada, que os ministros das Finanças da zona euro devem dar "luz verde" à pretensão do Governo português de reembolsar 14 mil milhões de euros ao FMI. Por Teresa Almeida Pais e directores de agrupamentos de escolas pedem uma intervenção urgente para remover as placas de fibrocimento ainda existentes nos estabelecimentos de ensino de Portugal. No início do ano, o Ministério da Educação garantia a conclusão das operações de remoção de amianto em cerca de 300 escolas do país, mas persistem as denúncias. Em declarações à Renascença, o presidente da Confederação Nacional das Associações de Pais (CONFAP), Jorge Ascensão, avança que os pais se mantêm preocupados com o facto de ainda não terem sido retiradas grande parte dessas coberturas. Jorge Ascensão pede, por isso, um plano efectivo, para remover as placas de fibrocimento, antes que fiquem danificadas e libertem amianto. O mesmo alerta é feito pela Associação Nacional de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP). Filinto Lima pede ao Ministério da Educação o passo que falta nesta matéria para a remoção destas placas prejudiciais à saúde. Já Carmen Lima, da Quercus, diz que mesmo que esteja a ser feita uma monotorização das placas de fibrocimento, mais cedo ou mais tarde, vão ter de ser retiradas. A associação de defesa do ambiente chama à atenção para outros materiais existentes nas escolas que podem conter amianto, materiais que possam estar no interior dos edifícios e que não foram identificados, como pavimentos ou revestimentos de paredes. O processo já se arrasta há mais de 10 anos. A última intervenção do Governo nesta matéria foi feita no Verão do ano passado, mas ainda há escolas que mantêm o fibrocimento como cobertura, representando um risco para a saúde da comunidade escolar.

3 Segunda-feira, A Renascença visitou a Escola Básica EB 2-3 Padre António Moreira, nos Carvalhos, em Vila Nova de Gaia, um dos exemplos onde o fibrocimento ainda resiste. D. Manuel Clemente já é Cardeal Símbolos do cardinalato foram entregues em Roma pelo Papa Francisco. Por Aura Miguel, em Roma O Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, já é Cardeal. Este sábado, numa cerimónia na Basílica de São Pedro, no Vaticano, o bispo de Lisboa foi o segundo dos 20 novos cardeais a receber os símbolos do cardinalato das mãos do Papa Francisco, que lhes lembrou que a dignidade cardinalícia é certamente uma dignidade, mas não é honorífica. Não se trata, portanto, de algo acessório, decorativo que faça pensar a uma honorificência, mas de um eixo, um ponto de apoio e movimento essencial para a vida da comunidade. Vós sois junções cardinais e estais incardinados na Igreja de Roma, que preside à universal assembleia da caridade, reforçou Francisco. D. Manuel Clemente percorreu a pé o caminho entre o Colégio Português de Roma e a Basílica de S. Pedro, acompanhado pelos seus bispos auxiliares, o seu secretário e alguns padres. Em S. Pedro, juntou aos outros 18 bispos (um deles, da Colômbia, não esteve presente na cerimónia por já ter 96 anos), que receberem do Papa Francisco não só os símbolos da sua nova condição, mas um programa de vida baseado no Hino à caridade de S. Paulo. A caridade tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta foi este o programa que D. Manuel Clemente recebeu para sempre do Papa a quem este sábado jurou fidelidade e obediência até à morte. De joelhos no altar da confissão, diante do actual sucessor de Pedro, o Cardeal Patriarca de Lisboa recebeu o barrete, o anel e a bula com a sua nomeação, que lhe atribui em Roma a Igreja de Santo António dos portugueses. Dignidades que, como reforçou o Papa Francisco, só têm sentido para servir e dar a vida pela Igreja e pelos outros, se for preciso até ao derramamento de sangue, como aliás a cor purpura das vestes cardinalícias recorda a todos. O Patriarca de Lisboa passa, a partir de agora, a colaborar mais directamente com o Papa e a fazer parte do Colégio de Cardeais. Com D. Manuel Clemente foram também investidos o bispo Arlindo Gomes Furtado, de Cabo Verde, país que pela primeira vez tem um cardeal, e Júlio Duarte Langa, bispo emérito de Xai-Xai, Moçambique, que, por ter mais de 80 anos, não terá capacidade eleitoral. O Estado português esteve representado na cerimónia pelo vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete, e pelo secretário de Estado da Cultura, Jorge Barreto Xavier. O Papa emérito esteve presente no consistório. Desde que renunciou ao pontificado, Bento XVI tem levado uma vida bastante recolhida, sobretudo de oração, como era seu desejo, e raramente aparece em público. Na segunda-feira, dia 16, D. Manuel Clemente irá celebrar a missa na Igreja de Santo António dos Portugueses, em Roma, (11h30, menos uma em Lisboa). De regresso a Portugal, a primeira celebração do novo cardeal vai decorrer na Sé de Lisboa, a 18 de Fevereiro, com a Missa de Quarta-feira de Cinzas (19h00). A 22 de Fevereiro, D. Manuel Clemente vai proferir a primeira catequese quaresmal, no Mosteiro dos Jerónimos, às 16h30, a que se segue uma sessão de apresentação de cumprimentos, aberta a todos os que desejarem participar. [Notícia actualizada às 12h04] Primeira mensagem do Cardeal D. Manuel Clemente Numa mensagem à diocese de Lisboa gravada em Roma momentos após ter recebido os símbolos do cardinalato, D. Manuel Clemente relembra a importância de ter sido criado mais um cardeal português. O vídeo foi partilhado no canal de YouTube do Patriarcado de Lisboa.

4 Segunda-feira, D. Manuel preside a primeira missa como cardeal Eucaristia será celebrada na Igreja de Santo António dos Portugueses, em Roma. MANUEL PINTO Luísa Dacosta: verbo e testemunho Luísa Dacosta foi uma mulher da comunicação (...) Dava aulas onde fazia sentido que as desse: na escola, certamente, mas também no Jardim de S. Lázaro ou no Museu Soares dos Reis, na Ribeira ou na Estação de S. Bento. D. Manuel Clemente preside esta segunda-feira manhã, em Roma, à primeira missa depois de ter sido criado cardeal. A eucaristia será celebrada na Igreja de Santo António dos Portugueses, às 10h30 (hora de Lisboa). O Cardeal Patriarca de Lisboa recebeu o barrete cardinalício das mãos do Papa Francisco, no sábado, numa cerimónia realizada na Basílica de S. Pedro, no Vaticano. Numa mensagem à diocese de Lisboa após ter recebido os símbolos do cardinalato, D. Manuel Clemente lembrou a importância de ter sido criado mais um cardeal português. O Cardeal Patriarca de Lisboa adiantou, numa conferência de imprensa com os jornalistas portugueses, que enfrenta os desafios futuros inspirado no modelo do Papa Francisco. Hoje é dia de Luísa Dacosta. É também o dia em que começamos a recordá-la. Os seus quase 88 anos. Os seus livros. O que, deles, gerações e gerações de crianças sonharam, sentiram, viveram. Os encontros. E, em especial, os seus alunos. Devo aos alunos o não me ter afastado do sonho e começar a escrever para eles à volta desse sonho. Luísa Dacosta foi uma mulher da comunicação. Os seus poemas, os fragmentos, os retratos da vida, estão espalhados por um sem-número de revistas culturais, de páginas literárias de jornais (no tempo em que as havia), de entrevistas e de notas de conferências. Não sem motivo foi distinguida em 2002 com o Prémio Uma Vida, Uma Obra, pela Associação dos Jornalistas e Homens de Letras do Porto, apenas um dos numerosos atos de reconhecimento da sua vasta produção literária. É especialmente gostoso sublinhar o entrosamento que teceu entre a docência e a escrita (não apenas a que produziu para as crianças). Só começou a escrever depois de começar a dar aulas. Mas desde pequena que gostava de guardar palavras, como outros guardam folhas secas ou pedrinhas da praia: aos seis anos, por exemplo, vibrou com a descoberta de asseivar, e em A-Ver-o-Mar maravilhou-se com a inventiva popular a moldar verbos a partir de substantivos. A liberdade, o sonho e o abrir de horizontes nasceram também desse contacto quotidiano com a vida real, nos mais diversos contextos. Em 2011, numa entrevista à Pagina Literária do Porto, contava como, desde cedo, se insurgiu contra aquela selecta de maluquinhos e como procurava adentrar as crianças nos autores que não cabiam nessas formas canonizadas e oficiais. Dava aulas onde fazia sentido que as desse: na escola, certamente, mas também no Jardim de S. Lázaro ou no Museu Soares dos Reis, na Ribeira ou na Estação de S. Bento. Hoje - diz ela - seria

5 Segunda-feira, certamente expulsa do ensino. O facto de ter trabalhado numa escola técnica, facilitou-lhe o acesso ao cinema. Mandava vir de Lisboa filmes com Marcel Marceau e Charlie Chaplin, com os quais desenvolvia trabalho pedagógico e cultural. Para que, tal como na escrita, os alunos crescessem emocionalmente, já que é pobre a educação que se fica pela informação. A semente dorme na placenta, húmida, da Terra. A semente é a obra que nos deixa e o testemunho que, através dela, nos deu. Obrigado, Luísa. Morreu a escritora Luísa Dacosta Entre os seus livros, contam-se "Província", "A Menina Coração de Pássaro", "Sonhos Na Palma da Mão", "O Valor Pedagógico da Sessão de Leitura", "A-Ver-O-Mar" ou "Nos Jardins do Mar". Escreveu também livros infantis. A escritora Luísa Dacosta morreu, este domingo, aos 87 anos, no hospital de Matosinhos, vítima de doença prolongada, disse à agência Lusa fonte editorial, citando a família. O corpo da escritora, natural de Vila Real, vai estar na segunda-feira, a partir das 15h00, no tanatório de Matosinhos, seguindo-se a cremação, na terça-feira, às 10h00. Luísa Dacosta, que completaria 88 anos na segundafeira, formou-se na Faculdade de Letras de Lisboa, em Histórico-Filosóficas, iniciou a sua actividade literária em 1955 e recebeu, em 2010, o Prémio Literário Vergílio Ferreira, atribuído pela Universidade de Évora. Entre os seus livros, contam-se "Província", "A Menina Coração de Pássaro", "Sonhos Na Palma da Mão", "O Valor Pedagógico da Sessão de Leitura", "A-Ver-O-Mar" ou "Nos Jardins do Mar". Escreveu também livros infantis. Em 2011, a décima edição da revista Correntes, publicação associada ao festival Correntes d`escritas, na Póvoa de Varzim, homenageou a autora, que, na sessão de abertura, se mostrou satisfeita por ter tanta gente a "ouvir uma escritora pouco lida". "Fui sempre mais homenageada como professora do que como escritora", comentou, confessando que a sua obra - "autobiográfica" - era pouco compreendida. Chico Buarque escreve sobre "O irmão alemão" Romance do cantor brasileiro chega às livrarias portuguesas esta segunda-feira. O romance "O irmão alemão", de Chico Buarque, chega esta segunda-feira às livrarias portuguesas, naquela que é a estreia nacional da editora Companhia das Letras. Trata-se de "um romance em busca da verdade e dos afectos" que corresponde a uma inquietação de Chico Buarque: o facto de ter um meio-irmão, pelo lado paterno, que nunca conheceu. O pai do cantor, o historiador brasileiro Sérgio Buarque de Holanda ( ), residiu em Berlim, no final dos anos Numa entrevista publicada em 1994, pelo jornal Folha de São Paulo, Chico Buarque afirmou que só soube da existência do irmão na década de 1960, e que nunca o conseguiu encontrar. A única mensagem que Sérgio Buarque de Holanda teria recebido da ex-namorada que deixou em Berlim, na década de 1930, seis anos antes de se casar no Brasil, foi durante a II Guerra Mundial, para pedir documentos que provassem que o filho, Sérgio Georg Ernst, não era descendente de judeus, disse o músico ao diário. Entretanto, investigadores contratados pela editora de Chico Buarque levaram-no a conseguir reatar os laços com os familiares alemães perdidos. Em Maio de 2013, o músico, compositor e escritor teve os primeiros contactos com os parentes alemães e, em ano meio, visitou por três vezes a Alemanha, para estar com a meia-irmã do seu meio-irmão, Monika Knebel, e com as suas sobrinhas Kerstin Prügel e Josepha Prügel. Esta história, afirmou o músico à imprensa brasileira, começou a ser escrita ainda antes do romance "Leite derramado", editado em 2009 pela Companhia das Letras. A Companhia das Letras, em Portugal, "será uma chancela literária dedicada à publicação de autores de língua portuguesa de todas as geografias, com 12 novidades planeadas já para o primeiro ano", segundo comunicado da editora.

6 Segunda-feira, Condor. Um ensurdecedor silêncio de morte no sul da América <div>joão Pina, fotojornalista português itinerante, requisitado pelas principais publicações mundiais, levou dez anos a fotografar a memória visual da Operação Condor. A ave típica dos Andes foi resgatada para uma outra viagem, agora publicada em livro em Portugal, sobre o plano secreto das ditaduras sul-americanas.</div> Por José Pedro Frazão (texto) e Conceição Sampaio (vídeo) Foram mortes silenciosas. Milhares delas, distribuídas em surdina por seis países da América do Sul, em nome do combate aos opositores das ditaduras militares que regeram Bolivia, Uruguai, Brasil, Paraguai, Argentina e Chile nos anos 70. Chamaram-lhe Operação Condor, não se sabe como acabou mas a data de arranque oficial é (mais) uma efeméride redonda. Faz 40 anos que foi assinada em Santiago do Chile uma acta para desatar a matar gente dispersa na geografia sul-americana. João Pina tentou ler tudo sobre o caso. [Estas ditaduras] tinham um interesse comum. A acta inaugural é um documento extraordinário. O primeiro parágrafo trata dos fundamentos, da subversão". O inimigo comunista era considerado a grande ameaça a estes regimes. A partir de 75,o projecto intensificou-se ao ponto de haver operações fora deste território. A mais conhecida foi a morte de Orlando Letellier em Washington, o primeiro carro -bomba da história dos EUA. Morreu ele e a sua secretária. O envolvimento dos EUA na operação é dos pontos mais discutidos. O que se sabe e se pode provar é que a CIA e os serviços secretos americanos sabiam do Condor desde o seu inicio. E que Kissinger era informado pelos embaixadores e pela CIA. Sendo secreta, a operação era do conhecimento vasto dos EUA, assegura João Pina. O fotojornalista diz que não se sabe nem onde, nem quando, nem se acabou esta operação desencadeada em seis países que deixaram de ser ditaduras nos anos 80. Não se sabe se por esmorecimento dos regime ou se por directivas nesse sentido, deixou de haver operações relacionadas com o Condor. O que se pode provar houve operação até ao final dos anos 70, principio dos anos 80. No livro, Pina recua até aos anos 60, à génese da violência política, e depois continuo até às vidas de hoje, com as exumações de corpos, procuras de desaparecidos e, parte importante, os julgamentos por crimes contra a humanidade dos militares na Argentina. Cada caso é um caso O repórter fotográfico português explica que cada país foi lidando à sua maneira com este legado sangrento. Não uso o torturómetro mas a Argentina, com o maior número de desaparecidos foi um dos países com maior pressão popular, com famílias de 30 mil desaparecidos que continuaram a procurar. A pressão só deu resultados palpáveis a partir do ano de com anulação de leis de amnistia. No Brasil, só muito recentemente, há dois meses, é que a Comissão da Verdade, formada pela presidente Dilma,entregou o seu relatório depois de 3 anos de trabalho. Há países que praticamente nunca tocaram nisto como o Paraguai ou a Bolivia. A Argentina funciona como ponta de lança das investigações sul-americanas sobre a Operação Condor. Existe em todos os países, com excepção da Argentina, uma lei de amnistia em que os militares não podem ser imputados pelos seus crimes. Mas o caso argentino já está a fazer jurisprudência, para que os sistemas judiciais uruguaio e brasileiro possam pedir aos juízes e procuradores argentinos que investiguem crimes que aconteceram no Uruguai ou no Brasil. Na Argentina, que se saiba, os documentos foram mais ou menos todos encontrados, tanto do lado militar como do lado civil os documentos foram sendo encontrados e recuperados. João Pina lembra que só no Brasil houve agora um relatório mas impressionado, só mesmo com o que se passou no Paraguai. Com mais de 30 anos de ditadura, funcionavam como bons burocratas que tinham tudo muito bem organizadinho. E quando a ditadura ruiu, esqueceram-se que as coisas estavam organizadas e ficaram empacotadas nalgum sitio. Acabaram por ser descobertas por um juiz e por advogado de direitos humanos. É hoje conhecido como o 'o arquivo do terror' em Assunção. É dos mais extraordinários desta época com milhares de fotografias, documentos que provam toda esta operação, conta João Pina. Sarar estas feridas também varia de país para país. O caso chileno sempre foi um em que isto dividiu muito a sociedade. Isso só prova que estas feridas teimam em não sarar. Isto é o denominador comum destes 6 países. Enquanto não houver justiça - e esta justiça está a chegar lentamente à Argentina - enquanto as vitimas não tiverem a sensação que a justiça foi feita. é muito difícil encerrar este capitulo. Isso, aliado ao desaparecimento dos corpos em que a grande maioria das pessoas não sabe o que aconteceu aos seus familiares, torna isto uma coisa impossível de sanar, reconhece o repórter. A máquina não perdoa A operação Condor envolveu milhares de operacionais numa máquina cujas ramificações não são totalmente conhecidas. João Pina diz não ter encontrado arrependidos do lado dos autores dos crimes. Falei directamente com militares envolvidos na operação condor e na repressão das ditaduras no Brasil. Por exemplo, Sebastián Curió não mostrou arrependimento, diz que as coisas deviam ter sido feitas de forma diferente. mas que dadas as circunstancias e as ordens que tinha recebido, foram assim. Na Argentina não falei directamente com nenhum militar envolvido, mas ouvi os julgamentos e todos continuam a repetir aquele que é o dogma oficial, que estavam a lutar contra a subversão. E ou eram eles ou eram os subversivos que iam a ganhar esta guerra. Quando a máquina fotográfica apontou aos rostos dos

7 Segunda-feira, sobreviventes ou familiares de vítimas, João Pina encontrou tristeza e injustiça mas ao mesmo tempo olhares de grande dignidade e força. E os rostos que não vemos? Existe uma imagem dos militares a esconder os rostos. Sabia que à minha frente estava a acontecer uma coisa extraordinária. Os todopoderosos militares insultavam-me e escondiam as caras atras de cadernos e mãos. Casos semelhantes João Pina, quase 35 anos e muitos quilómetros pelo mundo a retratar vidas difíceis, encontrou neste projecto a continuação do seu livro sobre a memória histórica e a violência política em Portugal ( Por teu livre pensamento, 2007). Entrei neste tema quando nasci. Sou neto de presos políticos, nada que me contavam era alheio a mim. Há dores que são as mesmas? Sim, mas com reflexos muito diferentes. A ditadura portuguesa foi a mais longa da Europa Ocidental. Esta falta de questionamento interno, a crítica em voz baixa, é para mim o reflexo da ditadura. Isso também se verifica noutros países. Quem passa por prisões, tortura, fica com traumas muito profundos. Isso é visível em Portugal como na América do Sul. Hoje, na Argentina, o tema continua a ser a acção de estruturas de segurança obscuras. As noticias são dominadas pelo Caso Nisman, nome do procurador morto dias antes de uma acusação dirigida à presidente Kirchner por alegado envolvimento em negócios pouco claros com o Irão. Está tudo na mesma? Não, porque há 30 anos ninguém poderia falar disto. Haveria censura e o risco de mais alguma pessoa desaparecer. mas é um facto que existem na argentina estruturas secretas, usadas para a repressão dos anos 70, que continuam minimamente intactas e organizadas e que, de vezes quando, com intuitos muito pouco transparentes, actuam. Aconteceu em 2006 com o desaparecimento de Julio Lopez, que era testemunha importante no processo de um antigo campo de concentração na ditadura. O sistema judicial argentino é bastante independente, é muito diferente de antigamente. O livro Condor acaba de ser divulgado igualmente em Espanha na presença de Baltazar Garzón, juiz envolvido nas investigações aos crimes cometidos na ditadura argentina e que assina o pósfacio do livro de João Pina. Carnaval com vento forte, mas sem chuva Apesar dos avisos amarelos para o vento e agitação marítima, os meteorologistas prevêem para terça-feira de Carnaval céu pouco nublado ou limpo, sem precipitação, mas com descida das temperaturas mínimas. Dezasseis distritos do continente estão esta segundafeira sob aviso amarelo, devido à previsão de agitação marítima e vento forte, indica o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). Amanhã, dia de Carnaval, o céu vai estar pouco nublado e não é esperada chuva. Os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Viseu, Vila Real, Bragança, Guarda, Leiria, Castelo Branco, Lisboa, Setúbal, Beja, Évora e Faro estão sob aviso amarelo devido à previsão de vento forte com rajadas da ordem dos 90 quilómetros por hora nas terras altas. Aqueles 16 distritos do continente vão estar sob aviso amarelo devido à previsão de vento forte entre as 21h00 de hoje e até às 12h00 de terça-feira. Daqueles 16 distritos, Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro, além do aviso de vento vão estar também a amarelo devido à previsão de agitação marítima, com ondas com 4 a 4,5 metros, entre as 21h00 de hoje e até às 18h00 de terça-feira. O IPMA colocou também as zonas montanhosas da ilha da Madeira sob aviso amarelo devido à previsão de vento forte com rajadas da ordem dos 90/100 quilómetros por hora entre as 00h00 de terça-feira e as 9h00 de quarta-feira. O aviso amarelo é emitido pelo IPMA sempre que existe risco para determinadas actividades dependentes da situação meteorológica. Carnaval sem chuva Apesar dos avisos amarelos para o vento e agitação marítima, o IPMA prevê para terça-feira, dia de Carnaval céu pouco nublado ou limpo, sem precipitação, mas com descida das temperaturas mínimas e vento, que será forte nas terras altas. O IPMA prevê para hoje nas regiões do norte e centro do continente céu geralmente muito nublado, diminuindo de nebulosidade para o final do dia na região norte, e períodos de chuva fraca, em especial no litoral, que serão de neve acima de 1400 metros de altitude. Está também previsto vento fraco a moderado, tornando-se moderado a forte de norte para o final do dia no litoral e nas terras altas, com rajadas da ordem de 70/80 quilómetros por hora no litoral a sul do rio Douro e da ordem de 90 quilómetros por hora nas terras altas. A previsão aponta ainda para neblina ou nevoeiro matinal e descida da temperatura mínima, em especial no interior norte. No sul prevê-se períodos de céu muito nublado, tornando-se geralmente pouco nublado a partir do meio da tarde nas regiões do interior e no sotavento algarvio e possibilidade de ocorrência de períodos de chuva fraca ou aguaceiros fracos no litoral oeste. Está também previsto vento fraco a moderado de noroeste, tornando-se moderado a forte a partir do final do dia no litoral oeste e nas terras altas, com rajadas da ordem de 70 quilómetros por hora no litoral e da ordem de 90 quilómetros por hora nas terras altas. O IPMA prevê ainda para a região sul neblina ou nevoeiro matinal e descida da temperatura mínima, em especial no interior. Na Madeira prevê-se céu geralmente muito nublado, períodos de chuva, em geral fraca, passando a regime de aguaceiros fracos nas vertentes norte e nas regiões montanhosas a partir do final da tarde e vento fraco a moderado, rodando para nordeste a partir do meio da tarde e tornando-se gradualmente moderado a forte. Nas terras altas, prevê-se vento forte de norte, rodando para nordeste a partir do meio da tarde, com rajadas da ordem de 80 quilómetros por hora para o final do dia.

8 Segunda-feira, Quanto às temperaturas, em Lisboa vão variar entre 9 e 15 graus celsius, no Porto entre 7 e 13, em Bragança entre -1 e 14, em Viseu entre 4 e 12, em Castelo Branco entre 5 e 16, em Évora entre 6 e 15, em Beja entre 7 e 15, em Faro entre 8 e 18, em Coimbra entre 6 e14 e no Funchal entre 15 e 21. Prazo de entrega de facturas alargado até 28 de Fevereiro O Governo quer garantir que todos os consumidores possam entregar a tempo todas as suas facturas, para maximizar o respectivo benefício fiscal. Foi prorrogado até 28 de Fevereiro o prazo para os contribuintes validarem nos Portal das Finanças as facturas relativas a 2014 que dão direito a um benefício fiscal em sede de IRS. Em 2013 foi atribuído um benefício fiscal em sede de IRS (Imposto sobre o Rendimento de Pessoas Singulares) para os consumidores que peçam facturas com o número de identificação fiscal em quatro sectores específicos: o alojamento, a restauração, a reparação automóvel e os cabeleireiros. No entanto, uma vez que se trata apenas do segundo ano de vigência deste regime, considera-se necessário assegurar que todos os consumidores finais que solicitaram factura com número de contribuinte em 2014 possam confirmar e comunicar devidamente todas as suas facturas, de forma a maximizar o respectivo benefício fiscal na declaração de IRS a apresentar em 2015, explica o Ministério das Finanças em comunicado. O prazo foi alargado até 28 de Fevereiro, segundo despacho emitido este domingo pelo Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Paulo Núncio. Com o novo regime de facturas os contribuintes podem deduzir em IRS 15% do valor correspondente do IVA (Imposto de Valor Acrescentando), até um máximo de 250 euros. De acordo com o documento do Ministério das Finanças o benefício fiscal associado às facturas comunicadas até esta data por referência ao ano de 2014 ascende já a 29 milhões de euros, o que representa um crescimento de 16% face ao benefício atribuído por referência ao ano de 2013 (25 milhões de euros). Guardo a factura ou deito o papel no lixo? Tire as suas dúvidas sobre o novo IRS Já está em vigor taxa de 10 cêntimos nos sacos de plástico Os portugueses são os europeus que mais utilizam sacos de plástico "leves", atingindo 466 por habitante por ano, um número que o Governo pretende reduzir. Os consumidores começam este domingo a pagar dez cêntimos por cada saco de plástico "leve" em qualquer estabelecimento comercial, dos hipermercados às farmácias, uma contribuição ambiental para tentar reduzir a presença deste material na natureza. A medida está integrada na reforma da Fiscalidade Verde, concretizada pelo ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, Jorge Moreira da Silva, que está optimista relativamente à sua aplicação, tanto da parte dos consumidores, como dos comerciantes. Os portugueses são os europeus que mais utilizam sacos de plástico "leves", atingindo 466 por habitante por ano, um número que o Governo pretende baixar para 50 este ano e 35 em A decisão de taxar os sacos recebeu algumas críticas, nomeadamente dos representantes dos comerciantes, que ficaram com grandes 'stocks' de sacos e não têm possibilidade de pagar o imposto inerente para recolocá-los no circuito comercial, e dos ambientalistas, que defendem a realização de campanhas de sensibilização e um período de transição de um ano, para adaptação dos consumidores ao novo hábito. A partir de agora, os clientes das várias lojas de alimentação, restauração, hotelaria, farmácias, livrarias ou de materiais de construção devem procurar diversas alternativas para acomodarem as suas compras, em sacos de plástico mais resistentes e reutilizáveis, ou feitos de outros materiais, como pano ou papel, ou mesmo os antigos sacos de ráfia ou de palma, ou cestos de vime, 'troleys' ou mochilas. Pretende-se reduzir o consumo de sacos, cada um usado em média 25 minutos, e a quantidade de plástico deteriorado que permanece cerca de 300 anos na natureza, afectando os animais, como os peixes que o ingerem confundindo com alimento. Segundo as contas do Ministério do Ambiente, serão obtidos 167 milhões de euros com a Fiscalidade Verde, a maior parte dos quais (150 milhões) a canalizar para o alívio do IRS (Imposto sobre o Rendimento Singular) das famílias, enquanto os restantes 17 milhões de euros se destinam ao fundo de conservação da natureza e a incentivar a mobilidade sustentável.

Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão. Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão

Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão. Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão Diário de noticias, por Hugo Filipe Coelho 17-10-11 Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão Dinheiro público. PSD e CDS

Leia mais

Agrupamento de Escolas Pioneiras da Aviação Portuguesa EB1/JI Vasco Martins Rebolo

Agrupamento de Escolas Pioneiras da Aviação Portuguesa EB1/JI Vasco Martins Rebolo Era uma vez a família Rebolo, muito simpática e feliz que vivia na Amadora. Essa família era constituída por quatro pessoas, os pais Miguel e Natália e os seus dois filhos Diana e Nuno. Estávamos nas férias

Leia mais

Proposta de Lei da Imigração Inovações que mudam a vida das pessoas

Proposta de Lei da Imigração Inovações que mudam a vida das pessoas da Imigração Inovações que mudam a vida das pessoas Fui expulso, mas tenho um filho menor a cargo a viver em Portugal. Podem recusar-me a entrada? Sim. A residência de filhos menores em Portugal é apenas

Leia mais

1 - Publituris, 23-02-2007, Viagens e Turismo avaliados em 3 mil ME

1 - Publituris, 23-02-2007, Viagens e Turismo avaliados em 3 mil ME Noticias APAVT - Fevereiro 2007 Revista de Imprensa 09-10-2007 1 - Publituris, 23-02-2007, Viagens e Turismo avaliados em 3 mil ME 2 - Diário Económico, 22-02-2007, Segmento de negócios representa metade

Leia mais

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. Nome da Equipa GMR2012

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. Nome da Equipa GMR2012 NOS@EUROPE O Desafio da Recuperação Económica e Financeira Prova de Texto Nome da Equipa GMR2012 Alexandre Sousa Diogo Vicente José Silva Diana Almeida Dezembro de 2011 1 A crise vista pelos nossos avós

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 37 Discurso na cerimónia de retomada

Leia mais

MENSAGEM DO PRESIDENTE2012

MENSAGEM DO PRESIDENTE2012 1. Pela 12 ª vez relatamos atividades e prestamos contas. Este é dos actos mais nobres de um eleito, mostrar o que fez, como geriu o dinheiro dos cidadãos, dar transparência à governação. Constitui um

Leia mais

R I T A FERRO RODRIGUES

R I T A FERRO RODRIGUES E N T R E V I S T A A R I T A FERRO RODRIGUES O talento e a vontade de surpreender em cada projecto deixou-me confiante no meu sexto sentido, que viu nela uma das pivôs mais simpáticas da SIC NOTÍCIAS.

Leia mais

4. Síria. Repressão aumenta e EUA agravam sanções (págs. 1 e 14)

4. Síria. Repressão aumenta e EUA agravam sanções (págs. 1 e 14) RESUMO DE IMPRENSA Domingo, 01 de Maio de 2011 PÚBLICO (DOMINGO, 01) 1. Uma multidão em nome de João Paulo II. A beatificação de um papa obscurantista, ou do obreiro de um renascimento católico? (manchete,

Leia mais

Os encontros de Jesus. sede de Deus

Os encontros de Jesus. sede de Deus Os encontros de Jesus 1 Jo 4 sede de Deus 5 Ele chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, que ficava perto das terras que Jacó tinha dado ao seu filho José. 6 Ali ficava o poço de Jacó. Era mais ou

Leia mais

P Como foi essa experiência com o barco da Justiça no

P Como foi essa experiência com o barco da Justiça no VISITA AO AMAPÁ FÁTIMA NANCY ANDRIGHI Ministra do Superior Tribunal de Justiça A Justiça brasileira deve se humanizar. A afirmação foi feita pela ministra Nancy Andrighi, do Superior Tribunal de Justiça,

Leia mais

Descoberta identidade

Descoberta identidade Descoberta identidade do segundo beneficiário das transferências de Rosalina Caso Feteira Acusação do Ministério Público brasileiro diz que os desvios de dinheiro estiveram na origem do crime de que é

Leia mais

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - Sou so profes r a, Posso m a s n ão parar d aguento m e ai ensinar s? d a r a u la s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A

Leia mais

Cerimónia de Assinatura Protocolo AICEP/CRUP

Cerimónia de Assinatura Protocolo AICEP/CRUP Cerimónia de Assinatura Protocolo AICEP/CRUP Lisboa, 10 janeiro 2014 António Rendas Reitor da Universidade Nova de Lisboa Presidente do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas Queria começar

Leia mais

Como a comunicação e a educação podem andar de mãos dadas 1

Como a comunicação e a educação podem andar de mãos dadas 1 Como a comunicação e a educação podem andar de mãos dadas 1 Entrevista com Ricardo de Paiva e Souza. Por Flávia Gomes. 2 Flávia Gomes Você acha importante o uso de meios de comunicação na escola? RICARDO

Leia mais

Os Direitos do Consumidor:

Os Direitos do Consumidor: DIREITOS E DEVERES Segundo a legislação, consumidores são todas as pessoas que compram bens para uso pessoal, a alguém que faça da venda a sua profissão. A Lei n.º 24/96, de 31 de Julho estabelece os direitos

Leia mais

Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras e Senhores Deputados, Senhor Presidente, Senhora e Senhores membros do Governo.

Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras e Senhores Deputados, Senhor Presidente, Senhora e Senhores membros do Governo. Intervenção proferida pelo Deputado Luís Henrique Silva, na Sessão Plenária de Novembro de 2006 Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras e Senhores Deputados, Senhor Presidente, Senhora e Senhores membros

Leia mais

TRATADO DE LISBOA EM POUCAS

TRATADO DE LISBOA EM POUCAS EM POUCAS PALAVRAS OS PRIMEIROS PASSOS DATA/LOCAL DE ASSINATURA E ENTRADA EM VIGOR PRINCIPAIS MENSAGENS QUIZ 10 PERGUNTAS E RESPOSTAS OS PRIMEIROS PASSOS No século XX depois das Guerras No século XX, depois

Leia mais

coleção Conversas #20 - MARÇO 2015 - t t o y ç r n s s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #20 - MARÇO 2015 - t t o y ç r n s s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. Vocês acham possam a coleção Conversas #20 - MARÇO 2015 - cer d o t t o a r que ga cr ia n y ç a s s? Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora

Leia mais

Senhor Presidente. Senhor Presidente,

Senhor Presidente. Senhor Presidente, Intervenção proferida pelo Deputado Clélio Meneses aquando da discussão do Plano e Orçamento para 2012. Senhor Presidente Senhoras e Senhores Deputados Senhor Presidente, Senhora e Senhores Membros do

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM RECUPERAÇÃO DE IMAGEM Quero que saibam que os dias que se seguiram não foram fáceis para mim. Porém, quando tornei a sair consciente, expus ao professor tudo o que estava acontecendo comigo, e como eu

Leia mais

Sessão de Abertura Muito Bom dia, Senhores Secretários de Estado Senhor Presidente da FCT Senhoras e Senhores 1 - INTRODUÇÃO

Sessão de Abertura Muito Bom dia, Senhores Secretários de Estado Senhor Presidente da FCT Senhoras e Senhores 1 - INTRODUÇÃO Sessão de Abertura Muito Bom dia, Senhores Secretários de Estado Senhor Presidente da FCT Senhoras e Senhores 1 - INTRODUÇÃO Gostaria de começar por agradecer o amável convite que a FCT me dirigiu para

Leia mais

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DA REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES COMISSÃO DE POLÍTICA GERAL INTRODUÇÃO

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DA REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES COMISSÃO DE POLÍTICA GERAL INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO A Comissão de Política Geral reuniu no dia 11 de junho de 2014, na delegação de Ponta Delgada da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, a fim de apreciar, relatar e dar parecer

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA 1 REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA ACTA Nº 10/2008 - MAIO --- DATA DA REUNIÃO: Vinte de Maio de dois mil e oito. -------------------------------- --- LOCAL DA REUNIÃO: Sala das

Leia mais

Marinho Pinto. O Ministério da Justiça está a ser usado para ajustes de contas

Marinho Pinto. O Ministério da Justiça está a ser usado para ajustes de contas Cavaco Silva convoca mandões da Justiça para Belém Marinho Pinto. O Ministério da Justiça está a ser usado para ajustes de contas De acordo com a Ordem dos Advogados, apenas 2238 processos estavam irregulares

Leia mais

REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA

REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA ATA Nº 8/2013 - ABRIL --- DATA DA REUNIÃO: Nove de Abril de dois mil e treze. ---------------------------------- ---- LOCAL DA REUNIÃO:

Leia mais

1. António Costa promete mudança política, Antena 1 - Notícias, 07-04-2015 1

1. António Costa promete mudança política, Antena 1 - Notícias, 07-04-2015 1 Radios_8_Abril_2015 Revista de Imprensa 1. António Costa promete mudança política, Antena 1 - Notícias, 07-04-2015 1 2. Sindicatos da PSP enviam proposta conjunta ao ministério, TSF - Notícias, 07-04-2015

Leia mais

cartilha direitos humanos layout:layout 1 2008-09-05 13:42 Página 1 CAPA

cartilha direitos humanos layout:layout 1 2008-09-05 13:42 Página 1 CAPA cartilha direitos humanos layout:layout 1 2008-09-05 13:42 Página 1 CAPA cartilha direitos humanos layout:layout 1 2008-09-05 13:42 Página 2 TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI* *Artigo 5º da Constituição Brasileira

Leia mais

Projecto de Lei n.º 304/XI /1.ª

Projecto de Lei n.º 304/XI /1.ª PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Grupo Parlamentar Projecto de Lei n.º 304/XI /1.ª Revoga os benefícios fiscais concedidos a PPR s planos de poupança reforma - e ao regime público de capitalização Procede a

Leia mais

Há cabo-verdianos a participar na vida política portuguesa - Nuno Sarmento Morais, ex-ministro da Presidência de Portugal

Há cabo-verdianos a participar na vida política portuguesa - Nuno Sarmento Morais, ex-ministro da Presidência de Portugal Há cabo-verdianos a participar na vida política portuguesa - Nuno Sarmento Morais, ex-ministro da Presidência de Portugal À margem do Fórum promovido pela Associação Mais Portugal Cabo Verde, que o trouxe

Leia mais

Privatização dos CTT arranca com reestruturação da rede em fase final

Privatização dos CTT arranca com reestruturação da rede em fase final A1 Privatização dos CTT arranca com reestruturação da rede em fase final Tipo Meio: Internet Data Publicação: 11-06-2013 Meio: URL: Sábado Online http://www.sabado.pt/ultima-hora/dinheiro/privatizacao-dos-ctt-arranca-com-reestruturacao-da.aspx

Leia mais

Comunicar PAPA. Jornal. Bento XVI recebe José Maria Neves no Vaticano. Administração Pública. www.governo.cv

Comunicar PAPA. Jornal. Bento XVI recebe José Maria Neves no Vaticano. Administração Pública. www.governo.cv Jornal Comunicar Administração Pública Governo de Cabo Verde Edição Gratuita Mensal nº18 Setembro de 2010 Edição Especial www.governo.cv www.governo.cv PAPA Bento XVI recebe José Maria Neves no Vaticano

Leia mais

«Concurso Jovem Agricultor Português»

«Concurso Jovem Agricultor Português» «Concurso Jovem Agricultor Português» Como já é tradição, desde há muito, que a Caixa não descura a intenção de apoiar e estimular a economia nacional, assim como outras áreas de interesse, mostrando com

Leia mais

PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Grupo Parlamentar

PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Grupo Parlamentar PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Grupo Parlamentar PROJETO DE RESOLUÇÃO N.º /XII-4ª PELA REVOGAÇÃO DO PROCESSO DE SUBCONCESSÃO A PRIVADOS DA STCP E METRO DO PORTO Exposição de motivos A Sociedade de Transportes

Leia mais

Assembleia Parlamentar da União para o Mediterrâneo. II Cimeira de Presidentes de Parlamentos. Lisboa, 11 de maio de 2015

Assembleia Parlamentar da União para o Mediterrâneo. II Cimeira de Presidentes de Parlamentos. Lisboa, 11 de maio de 2015 Assembleia Parlamentar da União para o Mediterrâneo II Cimeira de Presidentes de Parlamentos Lisboa, 11 de maio de 2015 Senhora Presidente da Assembleia da República, Senhores Presidentes, Senhores Embaixadores,

Leia mais

ACORDO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E OS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA RELATIVO À ASSISTÊNCIA MÚTUA ENTRE OS RESPECTIVOS SERVIÇOS ADUANEIROS.

ACORDO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E OS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA RELATIVO À ASSISTÊNCIA MÚTUA ENTRE OS RESPECTIVOS SERVIÇOS ADUANEIROS. Decreto n.º 25/95 Acordo entre a República Portuguesa e os Estados Unidos da América Relativo à Assistência Mútua entre os Respectivos Serviços Aduaneiros Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 200.º

Leia mais

por Adelita Roseti Frulane

por Adelita Roseti Frulane A Companhia da Imaculada e São Domingos Sávio por Adelita Roseti Frulane Em 28 de dezembro de 1854, em Roma, o Papa Pio IX proclamou o Dogma de Fé da Imaculada Conceição de Maria Santíssima. E em Turim,

Leia mais

Famílias falidas esquecem-se do perdão do resto da dívida

Famílias falidas esquecem-se do perdão do resto da dívida Famílias falidas esquecem-se do perdão do resto da dívida ENDIVIDAMENTO DAS FAMÍLIAS Tem meio ano para pedir insolvência Nem sempre é fácil perceber quando se entra em insolvência. Raul Gonzalez dá um

Leia mais

Entrevista com DVA David Valente de Almeida S.A. Presidente. Joaquim Pedro Valente de Almeida. Com quality media press para LA VANGUARDIA

Entrevista com DVA David Valente de Almeida S.A. Presidente. Joaquim Pedro Valente de Almeida. Com quality media press para LA VANGUARDIA Entrevista com DVA David Valente de Almeida S.A. Presidente Joaquim Pedro Valente de Almeida Com quality media press para LA VANGUARDIA www.dva.pt (en construcción) Ver http://www.afia-afia.pt/assoc13.htm

Leia mais

Tens Palavras de Vida Eterna

Tens Palavras de Vida Eterna Catequese 40ano Tens Palavras de Vida Eterna Agenda da Palavra de Deus pela minha vida fora ANO A Durante as férias, mantenho-me em contato! CONTATOS DA PARÓQUIA Morada: Telefone: Correio eletrónico: Sítio:

Leia mais

O princípio da afirmação da sociedade civil.

O princípio da afirmação da sociedade civil. Dois dos Valores do PSD O Princípio do Estado de Direito, respeitante da eminente dignidade da pessoa humana - fundamento de toda a ordem jurídica baseado na nossa convicção de que o Estado deve estar

Leia mais

Figo: «Objetivo é ajudar quem precisa»

Figo: «Objetivo é ajudar quem precisa» MEIO: WWW.RECORD.PT CORES P&B DATA: 9 DE DEZEMBRO DE 2013 Figo: «Objetivo é ajudar quem precisa» Luís Figo recebeu quase mil crianças na festa de Natal da sua Fundação, no Circo Aquático Show, em Lisboa.

Leia mais

O que fazer em meio às turbulências

O que fazer em meio às turbulências O que fazer em meio às turbulências VERSÍCULO BÍBLICO Façam todo o possível para viver em paz com todos. Romanos 12:18 OBJETIVOS O QUÊ? (GG): As crianças assistirão a um programa de auditório chamado Geração

Leia mais

traçam 'plano de ataque'

traçam 'plano de ataque' Seguradoras contra a crise traçam 'plano de ataque' Com os rendimentos das famílias cada vez mais reduzidos, as seguradoras têm-se empenhado em oferecer pacotes mais atractivos aos clientes, que vão desde

Leia mais

em alterações climáticas da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (CCIAM), liderado por

em alterações climáticas da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (CCIAM), liderado por O primeiro mapa nacional do risco de inundações Alerta. Investigadores da Universidade de Lisboa apresentam hoje na Fundação Gulbenkian estudo que mostra um risco acrescido de cheias, no futuro, no Norte

Leia mais

Livro de Nuno Afonso CENTRO CULTURAL MESTRE JOSÉ RODRIGUES. 8 de Agosto 15.00 horas 1 / 8

Livro de Nuno Afonso CENTRO CULTURAL MESTRE JOSÉ RODRIGUES. 8 de Agosto 15.00 horas 1 / 8 CENTRO CULTURAL MESTRE JOSÉ RODRIGUES 8 de Agosto 15.00 horas 1 / 8 Apresentação do livro de Nuno Baptista-Afonso Nuno Baptista-Afonso nasceu em Mirandela, em 1979, mas é um Alfandeguense, pois aqui foi

Leia mais

Percepção de Portugal no mundo

Percepção de Portugal no mundo Percepção de Portugal no mundo Na sequência da questão levantada pelo Senhor Dr. Francisco Mantero na reunião do Grupo de Trabalho na Aicep, no passado dia 25 de Agosto, sobre a percepção da imagem de

Leia mais

As dividas das empresa à Segurança Social disparam com o governo de Sócrates Pág. 1

As dividas das empresa à Segurança Social disparam com o governo de Sócrates Pág. 1 As dividas das empresa à Segurança Social disparam com o governo de Sócrates Pág. 1 AS DIVIDAS DAS EMPRESAS À SEGURANÇA SOCIAL DISPARAM COM O GOVERNO DE SÓCRATES: - só em 2006 a Segurança Social perdeu

Leia mais

Restituição de cauções aos consumidores de electricidade e de gás natural Outubro de 2007

Restituição de cauções aos consumidores de electricidade e de gás natural Outubro de 2007 Restituição de cauções aos consumidores de electricidade e de gás natural Outubro de 2007 Ponto de situação em 31 de Outubro de 2007 As listas de consumidores com direito à restituição de caução foram

Leia mais

coleção Conversas #22 - maio 2015 - Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #22 - maio 2015 - Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #22 - maio 2015 - assistente social. agora? Sou E Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora AfroReggae nasceu com o desejo

Leia mais

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão.

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO Código Entrevista: 2 Data: 18/10/2010 Hora: 16h00 Duração: 23:43 Local: Casa de Santa Isabel DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS Idade

Leia mais

Para gostar de pensar

Para gostar de pensar Rosângela Trajano Para gostar de pensar Volume III - 3º ano Para gostar de pensar (Filosofia para crianças) Volume III 3º ano Para gostar de pensar Filosofia para crianças Volume III 3º ano Projeto editorial

Leia mais

Entrevista com Clínica Maló. Paulo Maló CEO. www.clinicamalo.pt. Com quality media press para LA VANGUARDIA

Entrevista com Clínica Maló. Paulo Maló CEO. www.clinicamalo.pt. Com quality media press para LA VANGUARDIA Entrevista com Clínica Maló Paulo Maló CEO www.clinicamalo.pt Com quality media press para LA VANGUARDIA Esta transcrição reproduz fiel e integralmente a entrevista. As respostas que aqui figuram em linguagem

Leia mais

Inquérito ao Crédito. Relatório

Inquérito ao Crédito. Relatório Inquérito ao Crédito Relatório Março 2012 Destaques O crédito bancário é a fonte de financiamento mais significativa referida por cerca de 70% das empresas. O financiamento pelos sócios ou accionistas

Leia mais

Várias Publicações. LusaTV: Aumento da carga fiscal melhorou qualidade da Segurança Social - Sec. Estado

Várias Publicações. LusaTV: Aumento da carga fiscal melhorou qualidade da Segurança Social - Sec. Estado 17-03-2006 13:11:00. Fonte LUSA. Notícia SIR-7829164 Temas: economia portugal finanças sociedade LusaTV: Aumento da carga fiscal melhorou qualidade da Segurança Social - Sec. Estado DATA:. ASSUNTO: Conferência

Leia mais

Vítor Caldeira. Presidente do Tribunal de Contas Europeu

Vítor Caldeira. Presidente do Tribunal de Contas Europeu Os Tribunais de Contas e os desafios do futuro Vítor Caldeira Presidente do Tribunal de Contas Europeu Sessão solene comemorativa dos 160 anos do Tribunal de Contas Lisboa, 13 de Julho de 2009 ECA/09/46

Leia mais

O Exorcista-Mor do Vaticano afirma que ainda não se fez a Consagração da Rússia

O Exorcista-Mor do Vaticano afirma que ainda não se fez a Consagração da Rússia O Exorcista-Mor do Vaticano afirma que ainda não se fez a Consagração da Rússia pelo Padre Gabriele Amorth Portanto, com a Consagração de 1984 não se realizou uma adequada Consagração da Rússia. E eu estava

Leia mais

POSIÇÃO DA UGT Audição sobre o Futuro da Europa

POSIÇÃO DA UGT Audição sobre o Futuro da Europa POSIÇÃO DA UGT Audição sobre o Futuro da Europa A UGT saúda o debate em curso na Comissão dos Assuntos Europeus sobre o Futuro da Europa e, particularmente, sobre o futuro do Tratado Constitucional. O

Leia mais

Orçamento do Estado 2016 Uma Perspectiva Pessoal

Orçamento do Estado 2016 Uma Perspectiva Pessoal Aese Orçamento do Estado 2016 Uma Perspectiva Pessoal Quando o Fórum para a Competitividade me convidou para esta intervenção, na qualidade de empresário, já se sabia que não haveria Orçamento de Estado

Leia mais

1. (PT) - Jornal de Notícias, 28/06/2012, Autarca exorta câmaras a contestarem saída do "heli" 1

1. (PT) - Jornal de Notícias, 28/06/2012, Autarca exorta câmaras a contestarem saída do heli 1 28-06-2012 Revista de Imprensa 28-06-2012 1. (PT) - Jornal de Notícias, 28/06/2012, Autarca exorta câmaras a contestarem saída do "heli" 1 2. (PT) - Jornal de Notícias, 28/06/2012, Enfermeiros contra fim

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 390/XI/1.ª SERVIÇO UNIVERSAL DE ACESSO À INTERNET EM BANDA LARGA

PROJECTO DE LEI N.º 390/XI/1.ª SERVIÇO UNIVERSAL DE ACESSO À INTERNET EM BANDA LARGA Grupo Parlamentar PROJECTO DE LEI N.º 390/XI/1.ª SERVIÇO UNIVERSAL DE ACESSO À INTERNET EM BANDA LARGA Exposição de motivos O acesso à internet assume hoje um papel crucial na nossa sociedade, devendo

Leia mais

pensamentos para o seu dia a dia

pensamentos para o seu dia a dia pensamentos para o seu dia a dia Israel Belo de Azevedo 1Vida e espiritualidade 1 Adrenalina no tédio O interesse por filmes sobre o fim do mundo pode ser uma forma de dar conteúdo ao tédio. Se a vida

Leia mais

Programa de Estabilidade e Programa Nacional de Reformas. Algumas Medidas de Política Orçamental

Programa de Estabilidade e Programa Nacional de Reformas. Algumas Medidas de Política Orçamental Programa de Estabilidade e Programa Nacional de Reformas Algumas Medidas de Política Orçamental CENÁRIO O ano de 2015 marca um novo ciclo de crescimento económico para Portugal e a Europa. Ante tal cenário,

Leia mais

NOVIDADES LEGISLATIVAS E REGULAMENTARES MAIS SIGNIFICATIVAS

NOVIDADES LEGISLATIVAS E REGULAMENTARES MAIS SIGNIFICATIVAS DESTAQUES DE 27 A 31 DE MAIO NOVIDADES LEGISLATIVAS E REGULAMENTARES MAIS SIGNIFICATIVAS ACTIVIDADE PARLAMENTAR E PROCESSO LEGISLATIVO ÚLTIMAS INICIATIVAS Proposta de Lei 151/XII Procede à primeira alteração

Leia mais

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Conhece os teus Direitos A caminho da tua Casa de Acolhimento Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Dados Pessoais Nome: Apelido: Morada: Localidade: Código Postal - Telefone: Telemóvel: E

Leia mais

Conselho Municipal de Educação

Conselho Municipal de Educação 1 Regimento do (CME) do Município de Vila Nova de Paiva A Lei 159/99, de 14 de Setembro estabelece no seu artigo 19, n.º2, alínea b), a competência dos órgãos municipais para criar os conselhos locais

Leia mais

De que jeito se governava a Colônia

De que jeito se governava a Colônia MÓDULO 3 De que jeito se governava a Colônia Apresentação do Módulo 3 Já conhecemos bastante sobre a sociedade escravista, especialmente em sua fase colonial. Pouco sabemos ainda sobre a organização do

Leia mais

MAHATMA GANDHI. Cronologia

MAHATMA GANDHI. Cronologia Cronologia 1869 Data de nascimento de Gandhi 1888 1891 Estudou direito em Londres 1893 1914 Período em que viveu na África do Sul 1920 Lutou pelo boicote aos produtos ingleses 1930 Campanhas de desobediência

Leia mais

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão Jorge Esteves Objectivos 1. Reconhecer que Jesus se identifica com os irmãos, sobretudo com os mais necessitados (interpretação e embora menos no

Leia mais

MANIFESTO. A voz dos adultos aprendentes nas acções de alfabetização na Europa

MANIFESTO. A voz dos adultos aprendentes nas acções de alfabetização na Europa QUEM SOMOS NÓS? MANIFESTO A voz dos adultos aprendentes nas acções de alfabetização na Europa Somos adultos que participam em acções de alfabetização oriundos da Bélgica, França, Alemanha, Irlanda, Holanda,

Leia mais

Tudo tem um tempo. Uma hora para nascer e uma hora para morrer.

Tudo tem um tempo. Uma hora para nascer e uma hora para morrer. CAPITULO 3 Ele não é o Homem que eu pensei que era. Ele é como é. Não se julga um Homem pela sua aparência.. Tudo tem um tempo. Uma hora para nascer e uma hora para morrer. Eu costumava saber como encontrar

Leia mais

Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008 Humberto Cordeiro Carvalho admitido pela companhia em 1 de julho de 1981. Eu nasci em 25 de maio de 55 em Campos do Goytacazes. FORMAÇÃO Segundo grau Escola

Leia mais

Tenho um Plano. Truques, recursos e calendários.

Tenho um Plano. Truques, recursos e calendários. Tenho um Plano. Truques, recursos e calendários. A.- Quero estar com as pessoas que mais amo. 1. Informar e dizer-lhe o que se passa comigo e do que preciso. 2. Telefonar a 3. Felicitar por 4. Estar com

Leia mais

Apoio. Patrocínio Institucional

Apoio. Patrocínio Institucional Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 83 Papo Reto com José Junior 12 de junho de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura

Leia mais

Entrevista 1.02 - Brenda

Entrevista 1.02 - Brenda Entrevista 1.02 - Brenda (Bloco A - Legitimação da entrevista onde se clarificam os objectivos do estudo, se contextualiza a realização do estudo e participação dos sujeitos e se obtém o seu consentimento)

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DOS COLABORADORES DA FUNDAÇÃO CASA DA MÚSICA

CÓDIGO DE CONDUTA DOS COLABORADORES DA FUNDAÇÃO CASA DA MÚSICA CÓDIGO DE CONDUTA DOS COLABORADORES DA FUNDAÇÃO CASA DA MÚSICA Na defesa dos valores de integridade, da transparência, da auto-regulação e da prestação de contas, entre outros, a Fundação Casa da Música,

Leia mais

Resumo de Imprensa. Sábado e domingo, 18 e 19 de Outubro de 2008

Resumo de Imprensa. Sábado e domingo, 18 e 19 de Outubro de 2008 Resumo de Imprensa Sábado e domingo, 18 e 19 de Outubro de 2008 PÚBLICO (domingo, 19) 1. Bastaram 20 minutos de chuva intensa para criar o caos em Lisboa (pág. 1 e 25) 2. Contestação ao Governo. Manifestação

Leia mais

Presidente da CBF participa de reunião na Câmara dos Deputados

Presidente da CBF participa de reunião na Câmara dos Deputados Frente Parlamentar em Defesa dos Conselheiros Tutelares é reinstalada na Câmara dos Deputados Com o objetivo de discutir e acompanhar as demandas dos Conselhos Tutelares na Câmara dos Deputados, foi reinstalada

Leia mais

Centro de Altos Estudos de Segurança (CAES) da Polícia Militar do Estado de São Paulo DOUTORADO DA PM. Frei David Santos, OFM - out de 2012

Centro de Altos Estudos de Segurança (CAES) da Polícia Militar do Estado de São Paulo DOUTORADO DA PM. Frei David Santos, OFM - out de 2012 Centro de Altos Estudos de Segurança (CAES) da Polícia Militar do Estado de São Paulo DOUTORADO DA PM Frei David Santos, OFM - out de 2012 Dados disponibilizados pelo Sistema de Informações sobre Mortalidade

Leia mais

Este vai ser um ano óptimo para fazer negócio 30 de Janeiro de 2009, por FILIPE PACHECO

Este vai ser um ano óptimo para fazer negócio 30 de Janeiro de 2009, por FILIPE PACHECO 25 de Maio de 2009 PUBLICIDADE Este vai ser um ano óptimo para fazer negócio 30 de Janeiro de 2009, por FILIPE PACHECO Miguel Blanc, CEO do grupo FinagenceAFinagence, que detém a L Agence, Addvoices, Scriptmakers

Leia mais

Aproximam-se duas datas muito especiais. Mensagem do Presidente

Aproximam-se duas datas muito especiais. Mensagem do Presidente NOTÍCIAS DO MUTUALISMO Informação Quinzenal Edição n.º 55 - II Série 15 de outubro de 2014 Mensagem do Presidente Aproximam-se duas datas muito especiais para o Mutualismo e para os Mutualistas, a Comemoração

Leia mais

JOÁS, O MENINO REI Lição 65. 1. Objetivos: Ensinar que devemos permanecer fiéis a Deus embora nossos amigos parem de segui-lo.

JOÁS, O MENINO REI Lição 65. 1. Objetivos: Ensinar que devemos permanecer fiéis a Deus embora nossos amigos parem de segui-lo. JOÁS, O MENINO REI Lição 65 1 1. Objetivos: Ensinar que devemos permanecer fiéis a Deus embora nossos amigos parem de segui-lo. 2. Lição Bíblica: 2 Reis 11; 2 Crônicas 24.1-24 (Base bíblica para a história

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 68 Discurso na cerimónia de lançamento

Leia mais

Dinâmica e Animação de Grupo

Dinâmica e Animação de Grupo Dinâmica e Animação de Grupo Desenvolvimento de Competências Turma G3D Leandro Diogo da Silva Neves 4848 Índice 1. Introdução... 3 2. Planeamento de desenvolvimento individual... 4 2.1 Competências...

Leia mais

Sinopse I. Idosos Institucionalizados

Sinopse I. Idosos Institucionalizados II 1 Indicadores Entrevistados Sinopse I. Idosos Institucionalizados Privação Até agora temos vivido, a partir de agora não sei Inclui médico, enfermeiro, e tudo o que for preciso de higiene somos nós

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES Presidência do Governo Secretário Regional Adjunto da Presidência Gabinete do Secretário

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES Presidência do Governo Secretário Regional Adjunto da Presidência Gabinete do Secretário Excelência, Em resposta ao Requerimento em epígrafe, cumpre-me transmitir a V. Exª. a seguinte informação: 1. Repondo a verdade histórica da constituição do Clube de Golfe da Ilha Terceira, designado também

Leia mais

1) Breve apresentação do AEV 2011

1) Breve apresentação do AEV 2011 1) Breve apresentação do AEV 2011 O Ano Europeu do Voluntariado 2011 constitui, ao mesmo tempo, uma celebração e um desafio: É uma celebração do compromisso de 94 milhões de voluntários europeus que, nos

Leia mais

Prova Escrita de Português Língua Não Materna

Prova Escrita de Português Língua Não Materna EXAME NACIONAL DO ENSINO BÁSICO E DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova 28 739 /1.ª Chamada 1.ª Fase / 2008 Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de Janeiro e Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março A PREENCHER PELO ESTUDANTE

Leia mais

Bom dia, Senhoras e Senhores. Introdução

Bom dia, Senhoras e Senhores. Introdução Bom dia, Senhoras e Senhores Introdução Gostaria de começar por agradecer o amável convite que o Gabinete do Parlamento Europeu em Lisboa me dirigiu para participar neste debate e felicitar os organizadores

Leia mais

1º Trabalho Listas de Discussão

1º Trabalho Listas de Discussão 1º Trabalho Listas de Discussão Catarina Santos Meios Computacionais no Ensino 05-03-2013 Índice Introdução... 3 Resumo e análise da mensagem da lista Matemática no secundário... 4 Resumo e análise da

Leia mais

MENSAGEM DE ANO NOVO DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA

MENSAGEM DE ANO NOVO DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA MENSAGEM DE ANO NOVO DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA --- EMBARGO DE DIVULGAÇÃO ATÉ ÀS 21:00 HORAS DE 01.01.13 --- Palácio de Belém, 1 de janeiro de 2013 --- EMBARGO DE DIVULGAÇÃO ATÉ ÀS 21:00

Leia mais

OS DIREITOS DOS PASSAGEIROS DE TRANSPORTE AÉREO

OS DIREITOS DOS PASSAGEIROS DE TRANSPORTE AÉREO OS DIREITOS DOS PASSAGEIROS DE TRANSPORTE AÉREO Dia 17 de Fevereiro entrou em vigor o Regulamento (CE) n.º 261/2004, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 11 de Fevereiro de 2004, que estabelece regras

Leia mais

CIDADANIA. na Escola, em Portugal, na UE e no Mundo

CIDADANIA. na Escola, em Portugal, na UE e no Mundo CIDADANIA na Escola, em Portugal, na UE e no Mundo Ser cidadão é ter direito à vida, à liberdade, à propriedade, à igualdade perante a lei, ou seja, ter direitos civis. É também participar no destino da

Leia mais

Porque razão a banca e o governo querem transferir os Fundos de Pensões para a Segurança Social Pág 1

Porque razão a banca e o governo querem transferir os Fundos de Pensões para a Segurança Social Pág 1 Porque razão a banca e o governo querem transferir os Fundos de Pensões para a Segurança Social Pág 1 PORQUE RAZÃO A BANCA PRETENDE TRANSFERIR OS FUNDOS DE PENSÕES PARA A SEGURANÇA SOCIAL E OS RISCOS PARA

Leia mais

Jornalista: Eu queria que o senhor comentasse (incompreensível)?

Jornalista: Eu queria que o senhor comentasse (incompreensível)? Entrevista concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, após cerimônia de apresentação dos resultados das ações governamentais para o setor sucroenergético no período 2003-2010 Ribeirão

Leia mais

coleção Conversas #6 Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça.

coleção Conversas #6 Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça. coleção Conversas #6 Eu Posso com a s fazer próprias justiça mãos? Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora AfroReggae nasceu com o desejo

Leia mais

PROSPECTO SIMPLIFICADO (actualizado a 31 de Dezembro de 2008) Designação: Liberty PPR Data início de comercialização: 19 de Abril de 2004

PROSPECTO SIMPLIFICADO (actualizado a 31 de Dezembro de 2008) Designação: Liberty PPR Data início de comercialização: 19 de Abril de 2004 PROSPECTO SIMPLIFICADO (actualizado a 31 de Dezembro de 2008) Designação: Liberty PPR Data início de comercialização: 19 de Abril de 2004 Empresa de Seguros Entidades comercializadoras Autoridades de Supervisão

Leia mais

coleção Conversas #10 - junho 2014 - Respostas que podem estar sendo feitas para algumas perguntas Garoto de Programa por um.

coleção Conversas #10 - junho 2014 - Respostas que podem estar sendo feitas para algumas perguntas Garoto de Programa por um. coleção Conversas #10 - junho 2014 - Eu sou Estou garoto num de programa. caminho errado? Respostas para algumas perguntas que podem estar sendo feitas Garoto de Programa por um. A Coleção CONVERSAS da

Leia mais

Dos documentos que se seguem quais os necessários para abrir uma conta num banco?

Dos documentos que se seguem quais os necessários para abrir uma conta num banco? Quais as principais funções de um banco? A Captar depósitos e gerir a poupança dos seus clientes. B Conceder empréstimos a empresas, particulares e ao Estado. C Disponibilizar meios e formas de pagamento

Leia mais