SETEMBRO TINTAS & PINTURA. Engº Civil Aécio de Miranda Breitbach - MsC PPGEC-UFSC

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SETEMBRO 2012 Email: aecio.m.b@posgrad.ufsc.br TINTAS & PINTURA. Engº Civil Aécio de Miranda Breitbach - MsC PPGEC-UFSC"

Transcrição

1 SETEMBRO TINTAS & PINTURA Engº Civil Aécio de Miranda Breitbach - MsC PPGEC-UFSC 1

2 A tinta sob a forma de partículas sólidas finamente moídas em suspensão em um fluido, existe desde a pré-história quando o homem já pintava seu corpo, suas vestes e desenhava nas paredes das cavernas que habitava, utilizando: gipsita (CaSO 4 + 2H 2 O), ou limonita (2Fe 2 O 3 + 3H 2 O). 2

3 3

4 Tinta látex acrílica é formulada à base de resina acrílica, conferindo maior resistência, por isso é mais utilizada em exteriores e também é de custo mais elevado. Fácil de limpar, faz sucesso dentro de casa. Use em concreto, fibrocimento, reboco, massa acrílica, gesso, telhas e textura. Acabamentos: fosco, semibrilho e acetinado. Tinta látex PVA à base de acetato de polivinila (PVA). Deixe-a para interiores, pois não resiste tanto às intempéries. Tem boa relação custo-benefício. Num nível médio de durabilidade e preço, há as tintas vinil-acrílicas, com características parecidas. Textura acrílica não é tinta, mas uma massa (colorida ou não) que permite efeitos decorativos em exteriores e interiores. Esmalte sintético ideal para madeira e metal, tem bom alastramento e boa aderência. Os de dupla função servem como fundo protetor contra a corrosão. Opte pelos acabamentos brilhantes e semibrilho para exteriores. 4

5 Verniz à base de solvente, cria sobre a superfície uma película que, com o tempo, pode trincar. Aqueles com filtro solar resistem mais ao sol. A maioria usa resina alquídica. As exceções trazem a origem no nome, como o verniz poliuretânico, à base de resina de poliuretano. Stain penetra na madeira, transformando-se numa proteção flexível, hidrorrepelente e fungicida. Resina acrílica impermeabilizante incolor e brilhante para concreto, pedra, telhas de barro, tijolos aparentes e cimentados. Tem secagem rápida e bom rendimento. Tinta epóxi de base sintética, soma dois componentes, misturados na aplicação, feita por um pintor, de preferência. Com alta resistência à umidade, serve para paredes e pisos de concreto, reboco, azulejo, metal e madeiras não resinosas. 5

6 FABRICAÇÃO DAS TINTAS dispersor tipo Cawles 6

7 Componentes das Tintas Coalescente: reduzem a temperatura de formação de filme. Dispersante: aditivo que reduz a atração polar entre cargas minerais. Biocida: bactericida dentro da embalagem.fungicida e algicida para o filme seco, atualmente sob a forma encapsulada. Emulgadores e Umectantes: tensoativo que emulsiona impedindo o faseamento da tinta. Antiespumantes: evita a incorporação de ar. Espessantes: Cellosize - HEC Hidroxi Etil Celulose (origem celulósica). Confere tixotropia Pigmentos: são pós insolúveis que proporcionam cobertura e cor. Dióxido de Titânio é o branco mais eficiente. Toda tinta é primeiro branca para depois ser colorida 7

8 Solventes: aumentam a viscosidade da tinta látex permitindo uniformidade na sua aplicação: água Amônia: estabiliza o espessante, deixando o meio alcalino. Resina: é o ligante formador de filme, retém cor e brilho, resiste à água e produtos químicos, proporciona resistência à abrasão e flexibilidade, influenciando a aplicação, secagem e durabilidade. 8

9 Tipos de Resinas -Acrílicas: obtida por esterificação dos ácidos acrílicos (100% importados) com álcoois, apresenta dureza, flexibilidade e resistência a agentes químicos e degradantes do intemperismo, retenção de calor, brilho.suas cadeias de polímeros são artificialmente esticadas por estirenamento, reduzindo seu custo sensivelmente e viabilizando sua utilização comercial. -PVA: apresenta menor resistência à absorção de água, do que os acrilatos. Resina Vinílica Compostos com predominância de poli (acetato de vinila) que têm a propriedade de inchar com a água. 9

10 Cargas Minerais: pó mineral que encorpa e aumentam a resistência mecânica e às intempéries melhorando sua lavabilidade. A combinação de granulometrias diferentes proporciona melhor desempenho, pois os pequenos diâmetros conseguem ocupar os vazios existentes, refletindo a luz e melhorando o poder de cobertura. Exemplos de cargas: oxido de zinco, carbonato de cálcio # 325 e # 400, caulim, agalmatolito e cal. 10

11 SEMI-BRILHO Altos teores de resina e baixos teores de pigmento conferem acabamento liso a película de tinta seca, refletindo uniformemente grande parte da luz incidente. Acentuam as imperfeições do revestimento de argamassa, aplicado pela mão humana, principalmente sob a luz solar do fim da tarde. FOSCO Baixos teores de resina e altos teores de pigmentos conferem acabamento irregular a película de tinta seca, refletindo desuniformemente a luz incidente. É a tinta melhor indicada para fachadas externas rebocadas. 11

12 PVC = VOLUME DE PIGMENTOS VOLUME DE PIGMENTOS + VOLUME DE RESINA Alto brilho % Semi-brilho % Acetinada % Fosca %. 12

13 -1949 desenvolvimento das tintas látex a base água desenvolvimento das tintas PVA (poliacetato de vinila) produção de tintas a base de resinas acrílicas. As tintas látex são a base de água e recobrem o substrato formando filme aderido. Esta aderência provoca a transferência das movimentações do substrato à tinta. O filme constitui uma barreira a passagem da chuva, permitindo a passagem de vapor, protegendo e decorando. 13

14 FORMAÇÃO DO FILME 14

15 A formação de filme é um complexo processo de polimerização em que vários monômeros idênticos se associam formando macromoléculas por reações de condensação (evaporação de solvente), iniciando a formação do filme. Há uma mudança de forma e acomodação conformando camada de recobrimento. As propriedades finais do filme decorrem da forma como o filme seca. 15

16 Rolo é continuamente abastecido com tinta 16

17 Sistema de abastecimento automático de tinta 17

18 Sistema microprocessado tintométrico que pigmenta de tintas de base branca reproduzindo cor 18 com perfeição e eliminando estoques.

19 APLICAÇÃO DE TINTA LATEX COM ROLO DE LÃ DE CARNEIRO 19

20 TÉCNICA W 1 Consome menos tinta, cobre melhor e evita emendas de transpasse

21 Arremate prévio com pincel Técnica de utilização do pincel Arremate prévio com pincel Rolando tinta no teto 21

22 DESEMPENHO E QUALIDADE 22

23 RENDIMENTO Tinta premium Tinta standard Tinta econômica 23

24 NORMAS TECNICAS ANBT EM VIGOR 24

25 NORMAS TECNICAS ANBT EM VIGOR 25

26 Tinta látex clara NBR /

27 Tinta látex clara NBR /

28 Tinta látex clara NBR /

29 REQUESITOS NORMATIVOS - ABNT 29

30 REQUESITOS NORMATIVOS - ABNT 30

31 31

32 Norma 15079/2011 revisada aperfeiçoa indicação de tintas látex As tintas látex Econômicas são indicadas para a pintura de ambientes internos. Já as tintas Standard e Premium são recomendadas para uso em ambientes internos e também em externos, pois têm maior durabilidade, resistindo melhor às intempéries. Nas embalagens de tintas Econômicas deve constar apenas Interior. Tintas com os dizeres Interior/Exterior precisarão ter performance superior à das Econômicas. 32

33 Empresas qualificadas 33

34 E N S A I O S Resistência à água: O filme superficial formado pela resina é responsável pela estanqueidade desejada, sendo a parafina liquida responsável pela hidrorrepelência. O filme acrílico é semipermeável, pois a água somente consegue transpô-lo sob a forma de vapor. Lavabilidade: Máquina BYK AG-8100 utilizada no ensaio do Projeto de Norma 02: dez

35 TESTE COMPARATIVO DE LAVABILIDADE E PODER DE COBERTURA tinta A resistiu a 3 ciclos tinta B resistiu a 23 ciclos tinta C não se desgastou Tinta C melhor que B e A Tinta B pior que C e melhor que A Tinta A pior que B e C 35

36 Influencia do teor e qualidade do dióxido titânio 36

37 Ensaio de Intemperismo Acelerado Artificial É realizado em aparelho de simulação através de radiação luminosa artificial, aspersão controlada de água, umidade e temperatura através de ciclos, sob visualização constante. A degradação causada a amostra é correlacionada a ação da natureza através de critérios próprios. Em poucos dias ou semanas, o QUV é capaz de reproduzir os danos que podem ocorrer ao longo de meses ou, até mesmo, anos em ambiente externo. 37

38 Ensaio de Intemperismo Acelerado Artificial Para simular a ação degradante da poluição atmosférica são injetados gases no aparelho de intemperismo acelerado 38

39 CONCENTRADOR DE ENERGIA SOLAR PARA TESTE DE ENVELHECIEMNTO ACELERADO AO AR LIVRE 39

40 EXPOSIÇÃO AO INTEMPERISMO PARA DESENVOLVIMENTO E TESTE DE TINTAS FENCE TEST = TESTE DA CERCA 40

41 Reciclagem de tinta 41

42 Reciclagem de tinta 42

43 Resolução no 307/2002 do CONAMA - resíduos da construção civil: tintas e suas embalagens. Artigo 4: Os geradores deverão ter como objetivo prioritário a não geração de resíduos e,secundariamente, a redução, a reutilização, a reciclagem e a destinação final. RECICLAGEM DE LATAS UTILIZADAS 43

44 Biodeterioração da tinta 44

45 Algas em fachada sul, Ingleses, Florianópolis-SC 45

46 Biodeterioração de filmes de tintas Filamentos fúngicos Actinomiceto Alga Bolhas na tinta Fungo Cianobactéria 46

47 HIFAS DE FUNGOS FURANDO O FILME DE TINTA 47

48 Edifício Residencial, Capoeiras- Florianópolis 48

49 Forte biodeterioração da tinta = FUNGOS E ALGAS 49

50 Ensaio de biodeterioração em tinta látex exposta a intempérie no campus da UFSC 50

51 Placa Exposta antes e depois de 1 ano 51

52 FACHADA S U L a m a re lo pa lha pe s s e go m a rfim c a m urç a ge lo v e rde c e ra m ic o a zul v e rm e lho % de biodeterioração superficial 52

53 FACHADA N O R T E a m a re lo pa lha pe s s e go c a m urç a m a rfim ge lo v e rde c e ra m ic o a zul v e rm e lho % de biodeterioração superficial 53

54 54

55 ORNAMENTAÇÃO APARENTEMENTE REBUSCADA DA FACHADA DO PALACIO CRUZ E SOUZA É UM ENSINAMENTO SOBRE A CONDUÇÃO DA AGUA DAS CHUVAS E A PRESERVAÇÃO DA INTEMPÉRIE. 55

56 Tinta acrílica flexível, de acabamento fosco, cobre trincas e fissuras, impedindo a penetração de umidade. Alta resistência contra a alcalinidade, mofo e ao descascamento da parede. Acompanha a dilatação e retração da parede sob mudança de temperatura, assegurando proteção total contra a ação do sol, chuva e maresia. 56

57 Rekolor Acrílico Fosco Praia e Campo, apresenta resistência à maresia e umidade, altíssima proteção contra algas e mofo, resistente a manchas e ao desbotamento, super lavável e sem cheiro após 3 horas de aplicação. Este fabricante fornece 5 anos de garantia da tinta. O fabricante recomenda lavação anual das paredes pintadas. Boletim Técnico em anexo. 57

58 Desenvolvida especialmente para uso externo resistente às intempéries (sol e chuva), além de oferecer grande poder de cobertura, alto rendimento e fácil aplicação, além de eliminar os efeitos da umidade, mofo e algas. Possui DIURON, bloqueador de fotossíntese das algas. 58

59 59

60 Elimina 99,9% das bactérias das paredes Sem cheiro em até 3 horas após aplicação Protege 3x mais contra o mofo comparando às tintas convencionais, 60

61 Direto no Gesso é a tinta especialmente desenvolvida para aplicação diretamente sobre o gesso sem a necessidade de uso de fundo, pois a tinta não amarela com o tempo e fixa o pó solto específico do gesso, de forma que a superfície não sofra descascamento. 61

62 Coral Chega de Mofo, você aplica a tinta diretamente sobre o mofo, sem limpar antes. As paredes ficam livres desses hóspedes desagradáveis por muito mais tempo 62

63 Coral Sol & Chuva, tinta para proteger as paredes externas da ação do sol, chuva e maresia. Forma uma película impermeável flexível, capaz de acompanhar a dilatação e retração de paredes em alvenaria ou concreto, causadas pela mudança de temperatura. Nem a umidade consegue atingir a sua parede. Ela é fácil de aplicar, possui excelente cobertura e aspecto emborrachado, que dá uma ótima resistência e durabilidade. Não apresenta biocida para filme seco capaz de combater a proliferação de algas e fungos 63

64 A Tinta Hospitalar Centro Cirúrgico é epóxi acrílica (base água) resistente a manchamentos e produtos químicos. Tinta Hospitalar Paredes e Tetos é látex acrílica (base água) indicada para áreas pediátricas e ambientes de muita umidade, como os banheiros. Apresenta agentes fungicidas e bactericidas que permanecem na tinta após sua secagem. 64

65 O Fundo Preparador Base Água é recomendável para preparar paredes novas que receberão pintura ou para corrigir tinta descascada, saponificada ou pintada com cal. Reboco fraco, desagregado, com partes soltas, paredes calcinadas ou antigas, em mal estado: remova o máximo que puder. Lixe, escove a superfície e elimine o pó. Pode ser aplicado em ambientes internos e externos. Permite melhor aderência da tinta na parede, criando uma barreira contra a alcalinidade. 65

66 Tinta látex com algicida 66

67 Produto sem cheiro, contém antimofo, agente fungicida, alta lavabilidade e resistência suporte à umidade. 67

68 Tinta látex com repelente a insetos 68

69 Tinta látex inteligente para telhado 69

70 Tinta látex antimofo Tinta látex magnética 70

71 71

72 72

73 Tinta látex, com areia, para piso 73

74 Tinta acrílica base água para azulejo 74

75 Tinta para repintura de piscina de fibra de vidro 75

76 Revestimento impermeabilizante com alto poder de bloqueio de umidade para concreto e reboco. Possui excelentes propriedades antifungos. Recomendado para uso externo ou interno sem a necessidade de aplicação de acabamento. Possui alto poder de bloqueio de umidade de dentro para fora da parede. 76

77 Mesmo que o metal já esteja enfurrujado Hammerite Esmalte é aplicado direto sobre a ferrugem sem lixação prévia e sem aplicação de fundo anticorrosivo. Pode ser aplicado diretamente sobre superfícies enferrujadas e seca em uma hora. 77

78 78

79 Preparação do substrato NBR 13245:2011 Preparação de superfície Entre o substrato e a tinta sempre é aplicado um selador para superfícies porosas (reboco) e um primer ou zarcão para superfícies não porosas (metal). Esta interface garante a aderência e homogeneidade de aplicação da tinta. 79

80 Primer para superficie ferrosa 80

81 Verniz para madeira 81

82 Fundo branco para madeira 82

83 TINTA AUTOLIMPANTE EFEITO LOTUS 83

84 CABO EXTENSOR P/ROLO ESCOVA OCULOS FITA CREPE LUVAS PINCEIS ESPATULA CAPACETE DESEMPENADEIRA LIXAS ROLO DE LÃ E BANDEJA EQUIPAMENTOS E FERRAMENTAS DE PINTURA 84

85 PREPARAÇÃO E PINTURA DE PAREDE REBOCADA COM TINTA LATEX 1 -LIXAR O REBOCO PARA SOLTAR GRÃOS MAL ADERIDOS 2- ESCOVAÇÃO PARA ELIMINAR GRÃOS SOLTOS 85

86 PREPARAÇÃO E PINTURA DE PAREDE REBOCADA COM TINTA LATEX 3- DILUIR A TINTA COM AGUA CONFORME INSTRUÇÕES DA EMBALAGEM 4- HOMOGENEIZAR A MISTURA 86

87 PREPARAÇÃO E PINTURA DE PAREDE REBOCADA COM TINTA LATEX 5- ROLAR A TINTA LATEX SOBRE O SELADOR JÁ APLICADO 6- LIMPAR O ROLO COM ÁGUA 87

88 G R A F I A T O 88

89 T E X T U R A 89

90 T E X T U R A 90

91 Ferramenta manual de projeção de tinta decorativa 91

92 TEXTURA RASPADA 92

93 Tintas com nanotecnologia eliminam super-bactérias de hospitais A nova tinta bactericida com nanotecnologia poderá ser utilizada nas paredes e no teto dos hospitais. Determinadas formas de nanopartículas de dióxido de titânio, em concentração adequada, podem matar bactérias e eliminar a sujeira das superfícies submetidas iluminação fluorescente. As tintas comuns possuem outros componentes que neutralizam o efeito bactericida do dióxido de titânio em até 80%, como o carbonato de cálcio. 93

94 NANOTECLOGIA: EM-SEC Technologies em 14MAR2007 anunciou a descoberta de uma tinta látex, para paredes, capaz de bloquear o acesso a rede sem fio, desenvolvida especialmente para o exército norte americano. 94

95 NANOTECLOGIA: Engenheiros da Universidade de Michigan, Estados Unidos, desenvolveram uma tinta inteligente, com diversas camadas de polímeros, capaz de monitorar as estruturas de pontes, edifícios, aviões e navios. A tinta polimérica é composta de carbono disperso em camadas que medem o ph e se rompem sob corrosão. Através da aplicação de uma corrente elétrica, em eletrodos conectados a um microprocessador, é possível obter um mapeamento de fissuras e corrosão. 95

96 NANOTECLOGIA: Pigmento constituído a partir de nanopartículas de ouro que muda gradualmente de cor à medida que é aquecido USP-PETROBRAS-ABRAFATI Pesquisas em andamento: conversão da luz solar captada, pelo filme de tinta seco, em energia elétrica ou no combate a sujeira que se deposita. 96

97 TINTA BASE CAL Pintura Mineral A pintura a base de cal sempre foi aplicada em paredes de alvenaria, mesmo apresentando menor durabilidade, menor proteção e poucas opções decorativas, do que as tintas látex. Em função de seu baixo custo, simples aplicação e preparação, continua até hoje sendo muito utilizada. Resulta em recobrimento poroso, sem formação de filme, permitindo a passagem de vapor de água. A cal confere a tinta elevada alcalinidade, sendo muito compatível sobre substratos IGUALMENTE alcalinos a base de cimento, como rebocos, impedindo sua biodeterioração. É utillizada até hoje em tetos e paredes de edificações de acabamento rústico, cercas, troncos de árvores, muros, postes, meio-fio de calçadas, cemitérios,etc. 97

98 FORMULAÇÃO TINTA BASE CAL Liquido fixador Corantes liquidos concentrados CAL DESIDRATADO EM PÓ 98

99 CAIÇÃO NA GRECIA 99

100 A camada de tinta é obtida pela transformação do carbonato de cálcio do substrato em silicato de cálcio, formando polissilicatos complexos pela absorção de dióxido de carbono do ar. TINTA MINERAL 100

101 APLICAÇÃO DE TINTA MINERAL101

102 Limpeza de fachadas NO FUTURO SERÁ ASSIM Limpeza por raio laser e posterior aspersão de tinta latex. Os pés do robot são revestidos por nanotecnologia permitindo a escalada fácil. Através de escaneamento a laser, um sensor de cor e uma camera decidem seu posicionamento e acionamento da máquina de pintura. É movida a celula de combustivel e tem um reservatório para tinta. 102

103 103

104 F I M 104

TINTAS & PINTURA. Março 2014 IBAPE-SC aecio.m.b@posgrad.ufsc.br 1. Aécio de Miranda Breitbach - MsC. Engº Civil

TINTAS & PINTURA. Março 2014 IBAPE-SC aecio.m.b@posgrad.ufsc.br 1. Aécio de Miranda Breitbach - MsC. Engº Civil TINTAS & PINTURA Engº Civil Aécio de Miranda Breitbach - MsC Março 2014 IBAPE-SC aecio.m.b@posgrad.ufsc.br 1 A tinta sob a forma de partículas sólidas finamente moídas em suspensão em um fluido, existe

Leia mais

O fundo preparador ou selador veda e nivela a superfície; se necessário, pode-se corrigir imperfeições com a massa corrida.

O fundo preparador ou selador veda e nivela a superfície; se necessário, pode-se corrigir imperfeições com a massa corrida. Página 1 de 5 TINTAS E VERNIZES LATEX ACRÍLICO E PVA Criadas para proteger e embelezar as paredes de alvenaria, estruturas metálicas e madeiras, as tintas são aperfeiçoadas para garantir maior desempenho

Leia mais

TINTAS. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho

TINTAS. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho TINTAS Conceito Composição química variada, na maioria das vezes orgânica, que apresenta consistência líquida ou pastosa, que aplicada sobre uma superfície, forma um revestimento sólido e contínuo, com

Leia mais

PINTURAS EXECUÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II

PINTURAS EXECUÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II PINTURAS EXECUÇÃO Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II PINTURA EQUIPAMENTOS USUAIS PARA APLICAÇÃO DA PINTURA Ferramentas para PREPARO

Leia mais

BOLETIM DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS Revisão 006 Julho/2011

BOLETIM DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS Revisão 006 Julho/2011 1 - PRODUTO: Acrílico Standard mais rendimento Natrielli. 2 - DESCRIÇÃO: É uma tinta acrílica de alto rendimento apresenta um excelente acabamento em superfícies externas e internas de alvenaria, reboco,

Leia mais

TINTAS E VERNIZES MCC1001 AULA 7

TINTAS E VERNIZES MCC1001 AULA 7 TINTAS E VERNIZES MCC1001 AULA 7 Disciplina: Materiais de Construção I Professora: Dr. a Carmeane Effting 1 o semestre 2014 Centro de Ciências Tecnológicas Departamento de Engenharia Civil DEFINIÇÃO: TINTAS

Leia mais

Faculdade Sudoeste Paulista Curso de Engenharia Civil Técnicas da Construção Civil

Faculdade Sudoeste Paulista Curso de Engenharia Civil Técnicas da Construção Civil AULA 15 - PINTURA A pintura é um serviço de obra tão importante como qualquer outro, e é um grave erro não lhe dar uma atenção condizente, ela deve ser projetada e executada segundo técnica adequada, não

Leia mais

Composição Básica Emulsão Latex Modificada, pigmentos orgânicos e inorgânicos, cargas minerais, aditivo, antibacteria e água.

Composição Básica Emulsão Latex Modificada, pigmentos orgânicos e inorgânicos, cargas minerais, aditivo, antibacteria e água. Boletim Técnico Produto Casacor Acrílico Fosco Branco Descrição Casa limpa, mais saúde e família protegida. Tudo isso em uma tinta: CASA COR Acrílico Super Premium da Tintas Renner. A sua fórmula especial

Leia mais

Dicas Qualyvinil PROCESSOS DE PINTURA

Dicas Qualyvinil PROCESSOS DE PINTURA Processos de pintura Existem diferentes processos de pintura, mas o segredo para o sucesso e durabilidade do acabamento final, depende invariavelmente da habilidade do profissional e da preparação da superfície.

Leia mais

Manual Técnico de Pintura

Manual Técnico de Pintura Manual Técnico de Pintura Prezado Cliente Hidracor, Pensando na melhor forma de atendê-lo e tirar suas dúvidas, a Tintas Hidracor desenvolveu este Manual Técnico de Pintura. Prático e de rápida consulta,

Leia mais

CORES Além das cores de catálogo pode-se obter outros tons misturando as cores entre sí.

CORES Além das cores de catálogo pode-se obter outros tons misturando as cores entre sí. TINTA ACRÍLICA PREMIUM MACTRA é uma tinta acrílica fosca com excelente desempenho. Sua FÓRMULA EVOLUTION oferece ótima cobertura, secagem rápida, fácil aplicação e baixo odor, proporcionando uma pintura

Leia mais

PINTURAS. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II

PINTURAS. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II PINTURAS Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II PINTURA s.f. Ato ou efeito de pintar. Camada de recobrimento de uma superfície, com funções

Leia mais

Aplicações Xadrez Pigmento em Pó

Aplicações Xadrez Pigmento em Pó Dê asas à sua imaginação nas diversas aplicações do Pó Xadrez. Aplicações Xadrez Pigmento em Pó O PÓ XADREZ é um pigmento concentrado que proporciona efeitos decorativos em diversas aplicações. Mais econômico,

Leia mais

BOLETIM TÉCNICO - LINHA GRAFF

BOLETIM TÉCNICO - LINHA GRAFF A Linha de produtos da Textura & Cia foi desenvolvida para economizar, eliminando etapas do tipo massa fina, massa corrida / acrílica e pintura. Além de tornar prático e econômico o acabamento; os produtos

Leia mais

AMETISTA REVESTIMENTOS

AMETISTA REVESTIMENTOS AMETISTA REVESTIMENTOS Ficha técnica MASSA CORRIDA É composta de emulsão acrílica, carga minerais inertes e aditivos solúveis em água, desenvolvida para a execução de quaisquer correções em ambientes internos.

Leia mais

Boletim Técnico. Cores Azul. Textura Lisa e brilhante.

Boletim Técnico. Cores Azul. Textura Lisa e brilhante. Página 1 de 5 Boletim Técnico Produto Esmalte PU Piscinas Descrição Esmalte PU Piscinas é um esmalte poliuretano bicomponente impermeável ideal para pintura de piscinas de concreto e fibra, deixando-as

Leia mais

PRODUTO DA MARCA SEVENCOAT FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

PRODUTO DA MARCA SEVENCOAT FICHA TÉCNICA DO PRODUTO PRODUTO DA MARCA SEVENCOAT FICHA TÉCNICA DO PRODUTO PRODUTO DA MARCA SEVENCOAT É uma tinta isolante térmica, composta de polímeros acrílicos elastoméricos, microesferas de cerâmicas, e aditivos especiais

Leia mais

FABRICANTES PRINCIPAIS: PLACO LAFARGE KNAUF

FABRICANTES PRINCIPAIS: PLACO LAFARGE KNAUF GESSO FABRICANTES PRINCIPAIS: PLACO LAFARGE KNAUF Paredes de gesso Paredes de blocos de gesso: Construção semelhante a de alvenaria convencional, utilizando-se gesso e massa de gesso em vez de tijolos

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO 1. Generalidades

MEMORIAL DESCRITIVO 1. Generalidades MEMORIAL DESCRITIVO Memorial descritivo de serviço de pintura geral do prédio da Câmara Municipal de Fortaleza de Minas MG. Compõem este memorial as especificações técnicas acerca dos serviços a serem

Leia mais

Manual Técnico de Pintura

Manual Técnico de Pintura Manual Técnico de Pintura Manual Técnico Hidracor 1 Prezado Cliente Hidracor, Pensando na melhor forma em atendê-lo, tirar suas dúvidas, a Tintas Hidracor desenvolveu este Manual Técnico de Pintura.Prático

Leia mais

COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL!

COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL! COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL! Na execução de uma PINTURA, devemos levar em consideração os vários fatores que envolvem as etapas deste processo e suas particularidades. Por exemplo, temos

Leia mais

Problemas Comuns. Eflorescência

Problemas Comuns. Eflorescência Problemas Comuns Como em qualquer outra área na construção civil, geralmente ocorrem problemas, seja na preparação da superfície ou no acabamento. Os problemas mais freqüentes são: Eflorescência São manchas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UNIDADE ACADÊMICA DE GARANHUNS CONSTRUÇÕES RURAIS

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UNIDADE ACADÊMICA DE GARANHUNS CONSTRUÇÕES RURAIS UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UNIDADE ACADÊMICA DE GARANHUNS CONSTRUÇÕES RURAIS Prof. Ricardo Brauer Vigoderis, D.S. Email: vigoderis@yahoo.com.br website: www.vigoderis.tk São tubos cerâmicos

Leia mais

CONSERVANDO TELHADOS

CONSERVANDO TELHADOS A ESCOLHA DA COR Você sabia que o processo industrial empregado na elaboração de tintas ou revestimentos, etc... Somente se encerra com a cura total do produto após sua aplicação! Na maioria dos casos,

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA PINTURA

PROCEDIMENTOS PARA PINTURA PROCEDIMENTOS PARA PINTURA Prof. Marco Pádua Geralmente não é dada a devida importância a qualidade dos serviços de pintura. Sendo a última etapa da construção, as vezes, motivados pela economia procuram-se

Leia mais

Como escolher a tinta adequada a determinado serviço? A resposta a essa questão requer, primeiro, conhecimentos das características

Como escolher a tinta adequada a determinado serviço? A resposta a essa questão requer, primeiro, conhecimentos das características Tintas Um problema Como escolher a tinta adequada a determinado serviço? A resposta a essa questão requer, primeiro, conhecimentos das características e tipos de tintas. Introdução Na aula anterior, vimos

Leia mais

Av Dr. Cardoso de Mello, 1340 - cjto. 131 - Vila Olímpia Cep: 04548-004 - São Paulo - SP Fone/Fax: 11 3054-1480

Av Dr. Cardoso de Mello, 1340 - cjto. 131 - Vila Olímpia Cep: 04548-004 - São Paulo - SP Fone/Fax: 11 3054-1480 www.abrafati.com.br Av Dr. Cardoso de Mello, 1340 - cjto. 131 - Vila Olímpia Cep: 04548-004 - São Paulo - SP Fone/Fax: 11 3054-1480 Rua Júlio Diniz, 56 - cjto 41 - Vila Olímpia Cep: 04547-090 - São Paulo

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE PINTURA

PROCEDIMENTOS DE PINTURA 1 PROCEDIMENTOS DE PINTURA 2 PROCEDIMENTOS DE PINTURA 01.00 SISTEMA DE PINTURA PARA ACABAMENTO FINAL EM LATEX PVA 01.01 - PREPARAÇÃO DA SUPERFÍCIE 1. GESSO (PLACA/PASTA) - Aplicar fundo preparador de parede

Leia mais

GUIA PRÁTICO. www.yalen.com.br DE PINTURA PROCEDIMENTOS TÉCNICOS SOLUÇÃO DE PROBLEMAS

GUIA PRÁTICO. www.yalen.com.br DE PINTURA PROCEDIMENTOS TÉCNICOS SOLUÇÃO DE PROBLEMAS www.yalen.com.br GUIA PRÁTICO PROCEDIMENTOS TÉCNICOS SOLUÇÃO DE PROBLEMAS UMA SELEÇÃO DE INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS, PARA QUALQUER PROFISSIONAL DA PINTURA. Caro Amigo (a), Este guia foi desenvolvido para

Leia mais

TINTAS IMOBILIÁRIAS E SISTEMAS DE PINTURA

TINTAS IMOBILIÁRIAS E SISTEMAS DE PINTURA TINTAS IMOBILIÁRIAS E SISTEMAS DE PINTURA 2014 Funções Decoração Proteção da base (durabilidade dos substratos) Impedir corrosão de metais Reduzir absorção de água em materiais porosos Retardar degradação

Leia mais

ÍNDICE. Tinta Acrílica 04 06. Tinta Látex Acrílica. Tinta Acrílica Cortex 10 12. Resina Protetora Pedra e Telha. Texturas 16 18.

ÍNDICE. Tinta Acrílica 04 06. Tinta Látex Acrílica. Tinta Acrílica Cortex 10 12. Resina Protetora Pedra e Telha. Texturas 16 18. Tinta Acrílica 04 06 Tinta Látex Acrílica Tinta Acrílica Cortex 10 12 Resina Protetora Pedra e Telha Texturas 16 18 Gel de Efeitos Tinta Piso 22 24 Tinta Gesso Esmalte Base Água 26 30 Esmalte Sintético

Leia mais

Internacional SOLUTIONS

Internacional SOLUTIONS Internacional SOLUTIONS SILICONE NEUTRO Silicone neutro Impermeabilizante de uso profissional. Inodoro e com fungicida. ADERE EM: Madeira, concreto, tijolo, vidro, PVC, plástico, alumínio, etc. APLICAÇÃO:

Leia mais

FISPQ LIMPA PORCELANATO. FICHA DE SEGURANÇA de produtos químicos

FISPQ LIMPA PORCELANATO. FICHA DE SEGURANÇA de produtos químicos LIMPA PORCELANATO CARACTERÍSTICA DO PRODUTO: É um limpador alcalino especialmente formulado para limpeza leve e pesada em pisos tratados com acabamentos acrílicos, pisos não tratados como porcelanato.

Leia mais

MANUAL PRÁTICO DE APLICAÇÃO

MANUAL PRÁTICO DE APLICAÇÃO MANUAL PRÁTICO DE APLICAÇÃO Esperamos que este Manual Prático de Aplicação possa oferecer a você que é usuário das tintas da KING S PAINT, informações importantes para realizar uma pintura de melhor qualidade

Leia mais

KIT Nº 14 KIT Nº 2 0.905

KIT Nº 14 KIT Nº 2 0.905 KIT Nº 1 KIT Nº 2 01 Bandeja Grande Ref.0.2823 01 Rolo de Espuma Pop 23 cm Ref.0.13 com cabo Ref. 0.2072 01 Rolo de Espuma Pop 09 cm com cabo Ref. 0.1109. 01 Rolo de Espuma Pop 05 cm c/ cabo Ref. 0.1105

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO DE PRODUTOS

CATÁLOGO TÉCNICO DE PRODUTOS CATÁLOGO TÉCNICO DE PRODUTOS PARA RESULTADOS PREMIUM, PORTOKOLL PREMIUM! PortoKoll Premium. Uma linha completa. Cada um dos produtos foi desenvolvido especialmente para uma determinada aplicação, oferecendo

Leia mais

Impermeável Protector Resistente impermeabilizações objectivo - problema - solução objectivo 1 Prevenir a infiltração de água para os pavimentos e paredes das cozinhas, casas de banho, balneários e outros

Leia mais

Produto Rendimento Espessura Textura Catalisador Aplicações Características. K-4060 Catalise 5 X 1 em volume

Produto Rendimento Espessura Textura Catalisador Aplicações Características. K-4060 Catalise 5 X 1 em volume SISTEMA PU - 4000 - Tintas Industriais Esmalte E-4000 6,5 m2/litro sem diluição. 50 a 60 µm K-4060 Catalise 5 X 1 Excelente acabamento para pintura de caixa eletrônico, ônibus, baús, orelhões, painéis

Leia mais

ÍNDICE 4.2 IMPERMEABILIZANTES 4.2.1 VANTAGENS DA IMPERMEABILIZAÇÃO 4.2.2 FATORES QUE PODEM AFETAR NEGATIVAMENTE À IMPERMEABILIZAÇÃO 4.2.

ÍNDICE 4.2 IMPERMEABILIZANTES 4.2.1 VANTAGENS DA IMPERMEABILIZAÇÃO 4.2.2 FATORES QUE PODEM AFETAR NEGATIVAMENTE À IMPERMEABILIZAÇÃO 4.2. ÍNDICE 1 SUPERFICIES CERÂMICAS 2 PROTEÇÃO ÀS TELHAS E TIJOLOS 3 PRINCIPAIS FATORES QUA ALTERAM AS CARACTERISTICAS DAS SUPERFICIES CERAMICAS: HIDROFUGANTES E IMPERMEABILIZANTES 4.1 HIDROFUGANTES 4.1.1 TIPOS

Leia mais

Os Jogos Olímpicos sempre estiveram muito próximos da história da Dow. Nossa empresa foi fundada apenas um ano após os primeiros Jogos Olímpicos da era moderna. Somos guiados desde aquela época por uma

Leia mais

BIANCO é uma resina sintética de alto desempenho que proporciona excelente aderência das argamassas aos mais diversos substratos.

BIANCO é uma resina sintética de alto desempenho que proporciona excelente aderência das argamassas aos mais diversos substratos. Descrição BIANCO é uma resina sintética de alto desempenho que proporciona excelente aderência das argamassas aos mais diversos substratos. BIANCO confere maior elasticidade e, assim, maior resistência

Leia mais

DICAS PARA PREVENIR PROBLEMAS

DICAS PARA PREVENIR PROBLEMAS DICAS PARA PREVENIR PROBLEMAS Impermeabilização adequada das fundações de estruturas da obra. Todas as fundações e estruturas da obra com infiltração ou impermeabilização inadequada, principalmente no

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO Escola de Minas - DECIV Engenharia Civil Materiais de Construção II

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO Escola de Minas - DECIV Engenharia Civil Materiais de Construção II UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO Escola de Minas - DECIV Engenharia Civil Materiais de Construção II Tintas e Vernizes Tintas Imobiliárias/Arquitetônicas A tinta é uma preparação que tem como finalidade

Leia mais

OXY-PRIMER CONVERSOR DE FERRUGEM E PRIMER BOLETIM TÉCNICO

OXY-PRIMER CONVERSOR DE FERRUGEM E PRIMER BOLETIM TÉCNICO OXY-PRIMER CONVERSOR DE FERRUGEM E PRIMER BOLETIM TÉCNICO O produto OXY-PRIMER é um tipo de tinta de cobertura cimentosa que não é composto de resinas normais, mas que adere como cimento. O cimento adere

Leia mais

SIGMA IMPERMEABILIZANTE 1

SIGMA IMPERMEABILIZANTE 1 1 A manta líquida SIGMA foi especialmente desenvolvida para ser aplicada nas áreas da construção civil formando uma camada impermeável e elástica, impedindo a umidade e infiltração de água em materiais

Leia mais

Guia Técnico de Pintura

Guia Técnico de Pintura Guia Técnico de Pintura III - Telhados, Rufos, III.1 TELHADOS Principais Patologias Com o passar do tempo e muitas vezes também pela falta de manutenção anual, acumulam-se nos telhados de telha de barro,

Leia mais

Impermeabilização de edificações residenciais urbanas

Impermeabilização de edificações residenciais urbanas Impermeabilização de edificações residenciais urbanas Serviços Reparo - Proteção Impermeabilização - Graute Atuação em todo território nacional em obras de infraestrutura www.rossetiimper.com.br Aplicador

Leia mais

TABELA DE PREÇOS 2011

TABELA DE PREÇOS 2011 TABELA DE PREÇOS 2011 - Av. General Roçadas, n.º 70 A/C 1199-012 Lisboa Tel: 218 153 516 Fax: 218 153 534/218 149 633 - Av. Antoine Velge, Lote 1 - Aires 2950-067 Palmela Tel/Fax: 212 334 369 - Rua de

Leia mais

Marcadores com ponta porosa, retrátil, lavável em água corrente, permitindo o uso imediato quando a ponta estiver ressecada ou com impregnações.

Marcadores com ponta porosa, retrátil, lavável em água corrente, permitindo o uso imediato quando a ponta estiver ressecada ou com impregnações. Marcadores com ponta porosa, retrátil, lavável em água corrente, permitindo o uso imediato quando a ponta estiver ressecada ou com impregnações. Tinta permanente para marcar todos os tipos de metais, plásticos,

Leia mais

Patologia das Pinturas

Patologia das Pinturas Patologia das Pinturas Finalidades Acabamento com efeito estético Proteção dos elementos construtivos Durabilidade da edificação 27/6/2007 Patologia das Pinturas 2 Constituintes básicos Resina, veículo

Leia mais

Vidro líquido. Conceito em impermeabilização e proteção de superfícies. Econômico e Durável! Resistente

Vidro líquido. Conceito em impermeabilização e proteção de superfícies. Econômico e Durável! Resistente Vidro líquido Vidro líquido Conceito em impermeabilização e proteção de superfícies Econômico e Durável! Alta longevidade e alto rendimento Resistente Maior proteção, não trinca e não amarela Não altera

Leia mais

VEDATOP é um revestimento modificado com polímeros acrílicos, de alta aderência e impermeabilidade.

VEDATOP é um revestimento modificado com polímeros acrílicos, de alta aderência e impermeabilidade. Descrição VEDATOP é um revestimento modificado com polímeros acrílicos, de alta aderência e impermeabilidade. Adere perfeitamente ao concreto, à alvenaria e à argamassa. VEDATOP não é tinta de acabamento,

Leia mais

Mantas pré-fabricadas, a base de asfaltos modificados e estruturadas com armadura de alta performance.

Mantas pré-fabricadas, a base de asfaltos modificados e estruturadas com armadura de alta performance. ATENDEMOS: Aterros Sanitários Bacias de Contenção de Dejetos Box / Banheiros Box / Banheiros Sistema Drywall Espelhos D' água Estações de Tratamento de Água Estações de Tratamento de Efluentes Floreiras

Leia mais

ARG. COLANTE REVESTIMENTO REJUNTE COMPONENTES DO REVESTIMENTO

ARG. COLANTE REVESTIMENTO REJUNTE COMPONENTES DO REVESTIMENTO TECNOLOGIA DE REVESTIMENTO Componentes do sistema BASE CHAPISCO Base Características importantes: Avidez por água - inicial e continuada Rugosidade EMBOÇO ARG. COLANTE REVESTIMENTO REJUNTE Chapisco Função:

Leia mais

GESTÃO DO CONTROLE TECNOLÓGICO DE REVESTIMENTOS. Comunidade da Construção de Vitória

GESTÃO DO CONTROLE TECNOLÓGICO DE REVESTIMENTOS. Comunidade da Construção de Vitória GESTÃO DO CONTROLE TECNOLÓGICO DE REVESTIMENTOS 1 Objetivo Utilizar o controle tecnológico como ferramenta imprescindível para execução do revestimento de argamassa e cerâmica em fachadas, aumentando a

Leia mais

MAXIJUNTA - PASTILHAS DE PORCELANA

MAXIJUNTA - PASTILHAS DE PORCELANA INDICAÇÕES: Argamassa colante de assentamento e rejuntamento simultâneo flexível, de alta adesividade, para áreas internas e externas. O Maxijunta Pastilhas de Porcelana é indicado principalmente para

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Tintas Soluções para a Indústria de Cimento

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Tintas Soluções para a Indústria de Cimento Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Tintas A WEG Tintas fornece tecnologia em tintas para diversos tipos de ambientes agressivos. São produtos com maior retenção de cor e brilho,

Leia mais

RECOMENDAÇÕES DE USO: Utilizado para pintura de pisos industriais, oficinas, áreas que solicitem sanitização do ambiente. Uso interno e externo.

RECOMENDAÇÕES DE USO: Utilizado para pintura de pisos industriais, oficinas, áreas que solicitem sanitização do ambiente. Uso interno e externo. WEGPOXI ANA 301 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Tinta epoxi poliamina bicomponente, de alto teor de sólidos, com pigmentação especial, de secagem rápida. Revestimento aplicável em uma única demão em alta espessura

Leia mais

* SOLVENTES Esmaltes E Vernizes Primários Pliolite Base Solvente

* SOLVENTES Esmaltes E Vernizes Primários Pliolite Base Solvente * CONSTRUÇÃO CIVIL e DECORAÇÃO Tintas Lisas Para Interior E Exterior Primários Linha Low Cost Especiais Madeiras Industriais Pintura E Marcação De Pavimentos * SOLVENTES Esmaltes E Vernizes Primários Pliolite

Leia mais

MICROCIM EP. Micro Cimento Decorativo Revisão: Agosto / 2013. DESCRIÇÃO. Sistema MICROCIM EP: Performance: CARACTERÍSTICAS / VANTAGENS

MICROCIM EP. Micro Cimento Decorativo Revisão: Agosto / 2013. DESCRIÇÃO. Sistema MICROCIM EP: Performance: CARACTERÍSTICAS / VANTAGENS Micro Cimento Decorativo Revisão: Agosto / 2013. DESCRIÇÃO O é um sistema de revestimento decorativo de alta performance, de base cimentícia, com apelo estético rústico, agradável ao toque e ao olhar,

Leia mais

MASTERTOP 1119 Sistema de Pintura Epóxi, sem adição de solventes, de alta resistência química e mecânica.

MASTERTOP 1119 Sistema de Pintura Epóxi, sem adição de solventes, de alta resistência química e mecânica. MASTERTOP 1119 Sistema de Pintura Epóxi, sem adição de solventes, de alta resistência química e mecânica. Descrição do Produto MASTERTOP 1119 é um sistema para pintura epoxídica, bicomponente, isento de

Leia mais

MAXIJUNTA - 3 EM 1 PRODUTO:

MAXIJUNTA - 3 EM 1 PRODUTO: INDICAÇÕES: Argamassa colante de assentamento e rejuntamento simultâneo flexível de alta adesividade para áreas internas e externas. Assenta e rejunta pastilhas de porcelana e cerâmica até 7,5 x 7,5 cm,

Leia mais

AMETISTA PROCEDIMENTOS PRELIMINARES QUE ANTECEDE AS TEXTURAS

AMETISTA PROCEDIMENTOS PRELIMINARES QUE ANTECEDE AS TEXTURAS Manual AMETISTA PROCEDIMENTOS PRELIMINARES QUE ANTECEDE AS TEXTURAS l-avaliçao das superfiçies Verificar se as areas estao secas, isentas de umidade oleo ou graxas,buracos etc... ll-preparaçao de superficies

Leia mais

BIANCO. Preparo do substrato As superfícies devem estar limpas, porosas, isentas de pó ou oleosidade e serem umedecidas antes da aplicação.

BIANCO. Preparo do substrato As superfícies devem estar limpas, porosas, isentas de pó ou oleosidade e serem umedecidas antes da aplicação. Produto é uma resina sintética, de alto desempenho, que proporciona excelente aderência das argamassas aos mais diversos substratos. Confere maior plasticidade e, assim, maior resistência ao desgaste e

Leia mais

Membrana liquida impermeabilizante, econômica e ecologicamente amigável para coberturas baseada na Tecnologia Co-Elástica (CET) da Sika

Membrana liquida impermeabilizante, econômica e ecologicamente amigável para coberturas baseada na Tecnologia Co-Elástica (CET) da Sika Ficha do Produto Edição 02/08/2011 Nº de identificação: 02 09 02 20 900 0 000004 Membrana liquida impermeabilizante, econômica e ecologicamente amigável para coberturas baseada na Tecnologia Co-Elástica

Leia mais

Quem é craque nas vendas só tem a ganhar. Quem é craque na pintura não fica pra trás.

Quem é craque nas vendas só tem a ganhar. Quem é craque na pintura não fica pra trás. O Craques da Pintura é um programa da Condor que promove o treinamento de vendedores e pintores, visando deixá-los ainda melhores naquilo que fazem. Como nesse time só pinta craque, a Condor não podia

Leia mais

CONTEÚDO PADRÃO PARA INSERÇÃO NO SITE DO LICENCIADO Sistemas para Segmento Industrial

CONTEÚDO PADRÃO PARA INSERÇÃO NO SITE DO LICENCIADO Sistemas para Segmento Industrial CONTEÚDO PADRÃO PARA INSERÇÃO NO SITE DO LICENCIADO Sistemas para Segmento Industrial 1 SEGMENTO INDUSTRIAL Neste menu você conhecerá um pouco mais sobre a vasta linha de sistemas monolíticos e suas respectivas

Leia mais

PROC IBR EDIF 052/2015 Verificar a qualidade e a quantidade dos serviços na execução de pinturas

PROC IBR EDIF 052/2015 Verificar a qualidade e a quantidade dos serviços na execução de pinturas INSTITUTO BRASILEIRO DE AUDITORIA DE OBRAS PÚBLICAS IBRAOP INSTITUTO RUI BARBOSA IRB / COMITÊ OBRAS PÚBLICAS PROC IBR EDIF 052/2015 Verificar a qualidade e a quantidade dos serviços na execução de pinturas

Leia mais

Pentox Combate inquilinos indesejados

Pentox Combate inquilinos indesejados Pentox Combate inquilinos indesejados Pentox Super Dupla Ação Recomendado para o tratamento preventivo. Imunizante de ação superficial, com excelente poder de fixação e longo efeito residual contra cupins

Leia mais

MACTRACOL. Adesivo para chapiscos, argamassas e gesso. Data da última revisão: 01/2010 DEFINIÇÃO

MACTRACOL. Adesivo para chapiscos, argamassas e gesso. Data da última revisão: 01/2010 DEFINIÇÃO Data da última revisão: 01/2010 DEFINIÇÃO MACTRACOL é um adesivo especial à base de resina sintética compatível com cimento, cal, gesso e isopor (EPS). MACTRACOL proporciona às argamassas alto poder de

Leia mais

LINHA 2012 RESINAS SINTÉTICAS

LINHA 2012 RESINAS SINTÉTICAS LINHA 2012 RESINAS SINTÉTICAS Gestão da Qualidade NBR ISO 9001 OCS 0007 ESTRUTURA 05 Acrílicas Carboxiladas AQ-1581 58-60% X - Z R-9 59-69 1 máx Esmaltes e vernizes metalgráficos curados em melamina

Leia mais

Boletim Técnico NAVALZONE 954

Boletim Técnico NAVALZONE 954 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Primer acabamento epoxi modificado bicomponente de alto teor de sólido e alta espessura, com pigmentação anticorrosiva para superfície de aço. Produto desenvolvido para a aplicação

Leia mais

MEMORIAL TÉCNICO REFORMA e AMPLIAÇÃO

MEMORIAL TÉCNICO REFORMA e AMPLIAÇÃO MEMORIAL TÉCNICO REFORMA e AMPLIAÇÃO O presente Memorial Técnico de Reforma e Ampliação tem por finalidade descrever os materiais, procedimentos/métodos a serem empregados nas retiradas e na reforma, indicar

Leia mais

Revestimentos para Usinas

Revestimentos para Usinas Revestimentos para Usinas Sobre nós Fundada em 1995 Fundador: Engº Químico Newton Carvalho Jr. Área de atuação: Revestimentos monolíticos - pisos técnicos, pisos decorativos, proteções de superfície, revestimentos

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Olá, Apresentaremos nas próximas páginas um resumo dos nossos 18 anos de mercado e da nossa expertise em revestimentos. Uma mistura de alta tecnologia, qualidade e ótimos resultados.

Leia mais

STUCCO NEW YORK. Sistema de estuque de revestimento de camada

STUCCO NEW YORK. Sistema de estuque de revestimento de camada NEW YORK TM STUCCO Formulated Solutions LLC 25-44 Borough Place Woodside, NY 11377 EUA T 1 718 267 6380 F 1 718 204 6013 www.formulatedsolutions.net NEW YORK STUCCO é uma marca comercial da Formulated

Leia mais

CRITÉRIOS PARA REALIZAÇÃO DE PINTURA DE ALVENARIAS EM AMBIENTES NÃO AGRESSIVOS

CRITÉRIOS PARA REALIZAÇÃO DE PINTURA DE ALVENARIAS EM AMBIENTES NÃO AGRESSIVOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE MATERIAIS E CONSTRUÇÃO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CONSTRUÇÃO CIVIL CRITÉRIOS PARA REALIZAÇÃO DE PINTURA DE ALVENARIAS

Leia mais

QUALIDADE NO SERVIÇO DE PINTURA COM TINTAS LÁTEX EM REVESTIMENTOS INTERNOS DE ARGAMASSA: ANÁLISE DE CASOS

QUALIDADE NO SERVIÇO DE PINTURA COM TINTAS LÁTEX EM REVESTIMENTOS INTERNOS DE ARGAMASSA: ANÁLISE DE CASOS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL William Yutaka Mizushima QUALIDADE NO SERVIÇO DE PINTURA COM TINTAS LÁTEX EM REVESTIMENTOS INTERNOS DE ARGAMASSA:

Leia mais

Hardthane 40 Plus BOLETIM TÉCNICO. Selante de poliuretano monocomponente de alta performance. Solvent-Release-Type Sealants.

Hardthane 40 Plus BOLETIM TÉCNICO. Selante de poliuretano monocomponente de alta performance. Solvent-Release-Type Sealants. Selante de poliuretano monocomponente de alta performance. Descrição HARDTHANE 40 PLUS é um selante poliuretânico monocomponente, tixotrópico e de elasticidade permanente. Cura através da umidade atmosférica,

Leia mais

Resinas e. impermeabilizantes

Resinas e. impermeabilizantes Resinas e impermeabilizantes 02923 Flexível 360GR Cinza UNIT. É um adesivo selante, de alta flexibilidade e alongamento, formulado a partir de resinas elastoméricas de poliuretano, que sela a penetração

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO Título PINTURA EM FERRAGENS E EQUIPAMENTOS DESTINADOS À ORLA MARÍTIMA

ESPECIFICAÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO Título PINTURA EM FERRAGENS E EQUIPAMENTOS DESTINADOS À ORLA MARÍTIMA ESPECIFICAÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO Título PINTURA EM FERRAGENS E EQUIPAMENTOS DESTINADOS À ORLA MARÍTIMA Código ETD-00.014 Data da emissão 27.11.1986 Data da última revisão 30.06.2006 Folha 1 SUMÁRIO 1 Objetivo

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO Tribunal Superior Eleitoral Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. Pregão Eletrônico Nº 00020/2014(SRP)

PODER JUDICIÁRIO Tribunal Superior Eleitoral Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. Pregão Eletrônico Nº 00020/2014(SRP) 1 de 5 22/05/2014 13:36 PREGÃO ELETRÔNICO PODER JUDICIÁRIO Tribunal Superior Eleitoral Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro Pregão Eletrônico Nº 00020/2014(SRP) RESULTADO POR FORNECEDOR 01.769.241/0001-62

Leia mais

os rodut Catálogo de P

os rodut Catálogo de P Catálogo de Produtos acredita que uma vida mais bonita é mais gostosa de ser vivida... E uma vida mais bonita é mais colorida, alegre, energizante! também acredita na renovação inspirada na beleza das

Leia mais

ADESIVO ACRÍLICO PARA CHAPISCO E ARGAMASSA

ADESIVO ACRÍLICO PARA CHAPISCO E ARGAMASSA ADESIVO ACRÍLICO PARA CHAPISCO E ARGAMASSA Adesivo acrílico em emulsão aquosa PROPRIEDADES DA ARGAMASSA Excelente plasticidade Boa impermeabilidade Minimiza retração após secagem A mistura permanece homogênea,

Leia mais

Resistente à altas pressões hidrostáticas, tanto positivas quanto negativas; Não altera a potabilidade da água, sendo atóxico e inodoro;

Resistente à altas pressões hidrostáticas, tanto positivas quanto negativas; Não altera a potabilidade da água, sendo atóxico e inodoro; VIAPLUS BRANCO 1. Descrição Revestimento impermeabilizante, semiflexível, bicomponente (A+B), à base de cimentos especiais, aditivos minerais e polímeros de excelentes características impermeabilizantes.

Leia mais

ÚNICA COMO SEU TALENTO. catálogo técnico

ÚNICA COMO SEU TALENTO. catálogo técnico ÚNICA COMO SEU TALENTO catálogo técnico ÚNICA COMO SEU TALENTO Para projetos únicos, conte sempre com a performance superior da Linha Gold. A Linha Gold é única, na versatilidade, variedade e qualidade

Leia mais

COMO INSTALAR : MATERIAIS: IMPORTANTE. O contra piso deve estar:

COMO INSTALAR : MATERIAIS: IMPORTANTE. O contra piso deve estar: COMO INSTALAR : Importante para uma perfeita instalação, obter o resultado especificado pela Revitech Pisos e esperado pelo cliente, a utilização das ferramentas corretas. Ferramentas como a desempenadeira,

Leia mais

CATÁLOGO GERAL DE PRODUTOS

CATÁLOGO GERAL DE PRODUTOS 2014 CATÁLOGO GERAL DE PRODUTOS tintas ferramentas material de construção ÍNDICE ISOLAMENTO TÉRMICO EXTERIOR Perfilaria Rede de Fibra de Vidro Acessórios Placas de Isolamento Argamassas / Cola Primário

Leia mais

B O L E T I M T É C N I C O T

B O L E T I M T É C N I C O T STARPOXI CVS 301 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Verniz epóxi poliamina bicomponente. Verniz selante para oferecer aderência em superfícies de concreto, cimento amianto, alvenaria e madeira, assim como diminuir

Leia mais

Knauf Safeboard Sistemas de proteção radiológica 0% chumbo. 100% segurança.

Knauf Safeboard Sistemas de proteção radiológica 0% chumbo. 100% segurança. Knauf Safeboard Sistemas de proteção radiológica 0% chumbo. 100% segurança. Estabilidade, resistência a Raio X, facilidade de controle e manutenção, peso reduzido e características inovadoras. Descrição

Leia mais

Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia

Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia MEMORIAL DESCRITIVO Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia Sumário 1.Considerações gerais...1 2.Serviços

Leia mais

SISTEMAS DE PISO EPOXI

SISTEMAS DE PISO EPOXI SISTEMAS DE PISO EPOXI PRODUTO DESCRIÇÃO VEC-601 TUBOFLOOR TEE-556 AUTONIVELANTE Selador epóxi de dois componentes de baixa viscosidade. Revestimento epóxi com adição de sílica para regularização de pisos.

Leia mais

Construção Civil. Impermeabilização e Injeção

Construção Civil. Impermeabilização e Injeção Construção Civil Impermeabilização e Injeção Membranas moldadas in loco Vantagens da aplicação moldada in loco Agilidade na aplicação Requer cota mínima Aplicado a frio Molda-se perfeitamente ao substrato

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S. A. CERON DIRETORIA DE GESTÃO ADMINISTRATIVA DA GERÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO GERAL AGG MEMORIAL DESCRITIVO

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S. A. CERON DIRETORIA DE GESTÃO ADMINISTRATIVA DA GERÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO GERAL AGG MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO PROPRIETÁRIO: CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S. A. CERON OBRA: ENDEREÇO: REFORMA E ADEQUAÇÃO DE SALAS NO PRÉDIO DA UNIDADE DE NEGÓCIOS NORTE UNN, VISANDO A INSTALAÇÃO DO POSTO DE ENSAIO

Leia mais

Soluções Técnicas em Construção

Soluções Técnicas em Construção Betumanta E Composto de asfalto elastomerico (S.B.S.), reforçado por um filme de polietileno de alta densidade com 50 micra de espessura. Esse produto foi desenvolvido para ser aplicado à maçarico. O produto

Leia mais

Atualmente é Sócio Proprietário da DIGITALBRAIN Consultoria e Treinamento Ltda.

Atualmente é Sócio Proprietário da DIGITALBRAIN Consultoria e Treinamento Ltda. Formado em Engenharia Química pela FEI Faculdade de Engenharia Industrial e com cursos de Especialização em Embalagens nos U.S.A. e Alemanha, vem atuando no mercado de embalagens desde 1976 em empresas

Leia mais

PINTURA DE FACHADAS. CIN Corporação Industrial do Norte, SA Engº José Luís Nogueira Director Técnico do Grupo

PINTURA DE FACHADAS. CIN Corporação Industrial do Norte, SA Engº José Luís Nogueira Director Técnico do Grupo PINTURA DE FACHADAS CIN Corporação Industrial do Norte, SA Engº José Luís Nogueira Director Técnico do Grupo Universidade do Algarve Escola Superior de Tecnologia Área Departamental de Engenharia Civil

Leia mais

membrana impermeabilizante

membrana impermeabilizante 01 Descrição: votomassa é uma impermeável flexível e antifissura resistente a cargas, que dispensa o uso de telas, para aplicação em diversos substratos. 02 Classificação técnica: ANTES Hydro Ban votomassa

Leia mais

Película Scotchcal MR Série D

Película Scotchcal MR Série D Película Scotchcal MR Série D Dados Técnicos Abril/2008 Substitui: Julho/2006 Revisão 03 Barras pretas nas margens indicam as alterações Descrição Descrição e usos As Películas Scotchcal MR Série D são

Leia mais

VtintaI = / / (Litros) VtintaF = / / (Litros)

VtintaI = / / (Litros) VtintaF = / / (Litros) ANEXO A TINTAS PLANILHA N o 2.18. Observador: Alternativas para redução dos desperdícios de materiais nos canteiros de obra MEDIÇÃO DE ESTOQUE (VtintaI E VtintaF): TINTA LÁ TEX ACRÍLICA OU LÁ TEX PVA A.

Leia mais