MANUAL PRÁTICO DE APLICAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL PRÁTICO DE APLICAÇÃO"

Transcrição

1 MANUAL PRÁTICO DE APLICAÇÃO Esperamos que este Manual Prático de Aplicação possa oferecer a você que é usuário das tintas da KING S PAINT, informações importantes para realizar uma pintura de melhor qualidade e de acordo com as suas expectativas. Dividimos este manual em 5 partes, todas com a finalidade ajudar você a preparar as superfícies a serem pintadas de uma maneira mais correta e eficiente e proporcionar uma pintura de qualidade superior. 1. Por que pintar? 2. Dicas 3. Tratamento de superfícies e sistemas de pintura 4. Repintura: dicas e respostas às dúvidas mais freqüentes 5. Linha de produtos da KING S PAINT Procuramos aqui dispor as informações de acordo com o tipo de substrato, demonstrando o sistema de pintura mais adequado aos ambientes internos e externos. As informações e recomendações contidas neste Manual representam o melhor do nosso conhecimento, não devendo ser entendidas como qualquer tipo de garantia, pois as condições e métodos de uso dos produtos não estão sob o nosso controle. Contamos com o SAC Serviço de Atendimento ao Consumidor e SAT Serviço de Assistência Técnica através do telefone: 0 XX ou pelo Nos reservamos o direito de alterar as informações aqui citadas sem prévio aviso, em função do nosso contínuo aperfeiçoamento técnico. Por que pintar? Com o passar do tempo, todas as superfícies sofrem algum tipo de desgaste em conseqüência do uso, intemperismo natural ou quaisquer outros agentes externos. Entre essas superfícies temos os metais que sofrem os efeitos da corrosão, a madeira que apodrece, empenando ou rachando e a alvenaria que absorve água e acaba trincando. Para proteger essas superfícies, bloqueando e retardando esse desgaste, a King s Paint produz e oferece aos seus clientes uma enorme gama de produtos, que aliando tecnologia e versatilidade, proporcionam aos usuários uma infinidade de cores, tipos de acabamentos e texturas, além de alta durabilidade. Como escolher a tinta correta? Antes de comprar a tinta, é importante verificar alguns itens básicos que facilitam a escolha certa do produto: Qual o tipo de superfície a ser pintada: 1

2 Fibra de Vidro - Madeira - Metal - Alvenaria ou semelhantes - Telhas de Barro - Gesso Qual a real situação da superfície a ser pintada: se é pintura nova ou repintura. Se for repintura, é necessário tomar cuidado com o estado geral da superfície: se existe descascamento, ferrugem, fissuras, mofo ou qualquer outro tipo de problema ou sujidade. Qual é o tipo de ambiente a ser pintado: interno ou externo. IMPORTANTE: Não se esqueça que as tintas látex PVA e Acrílicas são recomendadas para as superfícies de alvenaria e semelhantes, enquanto que as tintas esmaltes em geral, recomenda-se para a pintura de metais, madeiras e semelhantes. Com essas informações, você já tem condições de definir o tipo de tinta a ser utilizada. Conhecendo o tipo de tinta a ser utilizada, pode-se começar a definir algumas necessidades estéticas da pintura a fim de se obter o acabamento desejado: Você vai usar TINTA (acabamento colorido) ou VERNIZ (acabamento transparente)? Qual é a textura desejada (textura lisa ou em relevo)? Qual o brilho desejado no acabamento (brilhante, semibrilhante, acetinado ou fosco)? Quais são as cores desejadas? Acompanhando todos os passos acima descritos, talvez você já tenha encontrado a tinta ou verniz adequados para pintar a sua superfície. Mas antes de iniciar a pintura, leia as DICAS, os métodos para Preparação de Superfícies e Sistemas de Pinturas que a King s Paint fez constar nesse Manual com o objetivo de proporcionar a você, que é nosso cliente, maior qualidade e durabilidade das superfícies pintadas com correta utilização e completo aproveitamento de nossos produtos. DICAS: A pressa é inimiga da perfeição. É mais fácil e econômico fazer uma vez e bem feito. Para isso, a King s Paint elaborou para você algumas dicas: Aguarde o tempo mínimo recomendado, que está descrito na embalagem ou Boletim Técnico da tinta, para aplicar a demão subseqüente. Tome cuidado com os defeitos existentes na superfície que você vai pintar. Repare-os adequadamente antes de iniciar a aplicação de um dos sistemas de pintura descritos nesse manual. Escolha corretamente as tintas. Compre apenas a quantidade de tinta que você vai usar na pintura. Veja o rendimento (m 2 /galão/demão) do material a ser usado (tintas, vernizes, massas, seladores fundos, etc.) que você escolheu e calcule a quantidade necessária de acordo com a fórmula abaixo descrita: 2

3 Metragem da pintura (m 2 ) Rendimento do produto (m 2 /galão/demão) = Quantidade de galões necessária para efetuar a pintura por cada demão Se não encontrar as informações necessárias para esse cálculo em nossas embalagens ou Boletins Técnicos, entre em contato com o nosso Departamento de Assistência Técnica. IMPORTANTE Não se esqueça que, normalmente, é necessário aplicar de 2 a 3 demãos de tinta em uma pintura! Faça uma lista dos materiais necessários: tinta, lixas, rolos de pintura, espátulas, pincéis, etc... Não se esqueça de proteger, forrar ou isolar portas, janelas, pisos, móveis e afins antes de iniciar a pintura. Em caso de respingos, limpe, imediatamente, a superfície utilizando um pano ou esponja umedecida com o próprio solvente ou diluente do produto. PINTANDO SOBRE FIBRA DE VIDRO (1) Preparando a superfície a ser pintada: A superfície que será pintada deverá estar corretamente preparada, de acordo com a melhor técnica, conforme segue abaixo: Perfeitamente limpa, isenta de partículas soltas, óleos, graxas, mofo ou qualquer outra sujidade. Seca, curada, sem umidade e infiltrações Não recomendamos pintura sobre superfícies tratadas com produtos água repelente ou com brilho. 3

4 Casos não inclusos ou recomendações especiais não encontrados nas embalagens ou Boletins Técnicos, consultar o nosso Departamento de Assistência Técnica. Cuidados após a Pintura: Para se obter maior durabilidade e melhor estética da pintura, aconselha-se: Caso seja necessário limpar a superfície pintada, aguardar, no mínimo, duas semanas após o término da pintura. Limpar, usando detergente líquido neutro, esponja ou pano macio e enxaguar bem com água limpa. O emprego de produtos abrasivo na limpeza, pode danificar a superfície pintada. Caso apareça mofo/algas, efetuar a limpeza da superfície com esponja ou pano macio e uma solução de água com água sanitária (1:1). Condições Ambientais de Aplicação: Temperatura entre 10ºC e 40ºC Umidade relativa do ar não superior a 80% Não aplicar em condições extremas, tais como: alta umidade com baixa temperatura, sol incidente com alta temperatura, neblina, cerração, chuvas esparsas, ambientes fechados e sem circulação de ar. GLOSSÁRIO Cimento Queimado: superfícies tratadas com cimento puro que apresentam acabamento final com aspecto vitrificado. Eflorescência: não pintar sobre superfícies com infiltração e/ou eflorescência (aspecto de pó ou mancha esbranquiçada ou levemente amarelada na superfície que pode aparecer antes ou após a pintura, causada pelo uso de areia da praia na construção, materiais cerâmicos de baixa qualidade e utilização de reboco com cal que não tinha sido efetivamente curado). O problema não pode ser eliminado através do uso de tintas ou vernizes, mas disfarçado com o uso de tinta branca. Grau de absorção uniforme: parede selada com o produto mais apropriado ao substrato/sistema utilizado. 4

5 Infiltração: Substrato não impermeabilizado (fundação, muro de arrimo, contato direto com solo, platibandas, calhas, etc.) e vazamentos hidráulicos. Livre de umidade: substrato molhado por ação por ação extrema (chuva, orvalho, etc.) Partículas soltas: poeira, resíduo gerado pelo processo de lixamento, etc., devem ser removidos por escovação, lavagem ou outro método eficaz. Sangramento: migração de substâncias solúveis de pinturas antigas, por ataque de substâncias presentes na nova pintura (ex..: pintura sobre hidroasfalto ou piche). Com brilho: superfícies brilhantes ou semibrilhantes devem ser lixadas até completa remoção do brilho. Superfície curada: paredes de alvenaria com tempo de secagem superior a 28 dias. Trincamento: fissuras no substrato ou na película de tinta antiga, por má preparação do substrato, excesso de camadas de pintura ou degradação da superfície. Pintura Lisa com Acabamento (Tinta) Fibra de Vidro ( Barcos, Iates, outras embarcações e similares ) : 1º Sistema de aplicação Aplicar uma a três demãos de Primer Pu, o que for necessário para uniformizar a superfície. Aplicar duas demãos cruzadas de um dos seguintes acabamentos abaixo: 1. Esmalte PU Alifático 100% Acrílico Naval 2. Esmalte PU Alifático Acrílico Naval Esmalte PU Alifático Acrílico Naval Esmalte PU Alifático Acrílico Naval Esmalte Pu Alifático Naval 2º Sistema de aplicação Aplicar uma a três demãos de Primer Nitro, o que for necessário para uniformizar a superfície. Aplicar duas demãos cruzadas de um dos seguintes acabamentos abaixo: 1. Esmalte PU Alifático 100% Acrílico Naval 2. Esmalte PU Alifático Acrílico Naval Esmalte PU Alifático Acrílico Naval Esmalte PU Alifático Acrílico Naval Esmalte Pu Alifático Naval Para embarcações que permanecem na água do mar por muito tempo deve-se aplicar : 5

6 Duas ou três demãos de Tinta Antiincrustrante ( Tinta Antivegetativa ) no casco, até o nível da linha d água. Lembramos que a durabilidade da Tinta Antiincrustante ( Antivegetativa ) é proporcional a camada aplicada e ao tempo de imersão na água do mar, pois se trata de uma tinta de auto polimento com taxa de desgaste programada. OBSERVAÇÃO: Pode-se aplicar como acabamento final uma demão de Verniz PU Alifático Acrílico Naval, que além de aumentar o brilho, irá proporcionar uma maior durabilidade a pintura. PINTANDO SOBRE MADEIRA (2) Preparando a superfície a ser pintada: A madeira deve estar seca (não pintar madeira verde), isenta de materiais contaminantes (por exemplo: cera, mofo, pó, óleos ou graxas) e sujeiras em geral. A superfície da madeira deve ser devidamente lixada. Remover o pó resultante do lixamento com pano com pano umedecido com água. Aguardar a secagem antes de iniciar o processo de pintura. IMPORTANTE 6

7 1. Após a aplicação de qualquer um dos produtos da nossa linha decorativa direto sobre a madeira, a mesma arrepia, ou seja, as fibras da madeira se destacam. Deve-se efetuar o lixamento até completa eliminação destes pontos antes de aplicar a próxima demão. 2. Madeiras resinosas: em geral, são madeiras nobres (de Lei), pesadas e escuras, que possuem grande quantidade de resina (tanino). Caso essas madeiras não sejam devidamente tratadas e preparadas podem ocorrer problemas de manchamento no acabamento e retardamento da secagem (por exemplo: peroba, louro-freijó, ipê, itaúba, grápia,...). Em madeiras muito resinosas, mesmo com aplicação de seladora, é provável que ocorra retardamento da secagem. 3. Madeiras não resinosas, porém com nós (que tenham grande concentração de resina), também poderão apresentar retardamento da secagem sobre o nó. Cuidados após a Pintura: Para se obter maior durabilidade e melhor estética da pintura, aconselha-se: Caso seja necessário limpar a superfície pintada, aguardar, no mínimo, duas semanas após o término da pintura. Limpar, usando detergente líquido neutro, esponja ou pano macio e enxaguar bem com água limpa. O emprego de produtos abrasivo na limpeza, pode danificar a superfície pintada. Caso apareça mofo/algas, efetuar a limpeza da superfície com esponja ou pano macio e uma solução de água com água sanitária (1:1). Condições Ambientais de Aplicação: Temperatura entre 10ºC e 40ºC Umidade relativa do ar não superior a 80% Não aplicar em condições extremas, tais como: alta umidade com baixa temperatura, sol incidente com alta temperatura, neblina, cerração, chuvas esparsas, ambientes fechados e sem circulação de ar. Pintura com Acabamento (Tinta) Madeira não resinosa em interiores: 1º Sistema de aplicação Aplicar uma demão de Seladora Nitro 1. King s Laca Nitro. 2. Esmalte Sintético Concentrado 3. Esmalte Sintético Rápido 7

8 4. Esmalte PU Aromático 2º Sistema de aplicação Aplicar três demãos de um dos seguintes acabamentos abaixo, a 1ª demão diluída com 20% a 25% do solvente ou diluente da própria tinta: 1. King s Laca Nitro. 2. Esmalte Sintético Concentrado 3. Esmalte Sintético Rápido 4. Esmalte PU Aromático Madeira não resinosa em exteriores: Sistema de aplicação Aplicar três demãos de um dos seguintes acabamentos abaixo, a 1ª demão diluída com 20% a 25% do solvente ou diluente da própria tinta: 1. King s Laca Nitro. 2. Esmalte Sintético Concentrado 3. Esmalte Sintético Rápido 4. Esmalte PU Alifático Madeira resinosa em interiores: 1º Sistema de aplicação Aplicar uma demão de Seladora Nitro 1. King s Laca Nitro. 2. Esmalte Sintético Concentrado 3. Esmalte Sintético Rápido 4. Esmalte PU Aromático 2º Sistema de aplicação Aplicar três demãos de um dos seguintes acabamentos abaixo, a 1ª demão diluída com 20% a 25% do solvente ou diluente da própria tinta: 1. King s Laca Nitro. 2. Esmalte Sintético Concentrado 3. Esmalte Sintético Rápido 4. Esmalte PU Aromático Madeira resinosa em exteriores: 8

9 Sistema de aplicação Aplicar três demãos de um dos seguintes acabamentos abaixo, a 1ª demão diluída com 20% a 25% do solvente ou diluente da própria tinta: 1. King s Laca Nitro. 2. Esmalte Sintético Concentrado 3. Esmalte Sintético Rápido 4. Esmalte PU Alifático Pintura com Acabamento Transparente (Verniz) Madeira resinosa e não resinosa em interiores: Sistema de aplicação Aplicar três demãos de um dos seguintes acabamentos abaixo, a 1ª demão diluída com 20% a 25% do solvente ou diluente do próprio verniz: 1. Verniz Nitro Incolor ou Tingido 2. Verniz Sintético Concentrado Incolor ou Tingido 3. Verniz Spar 4. Verniz PU Aromático Incolor ou Tingido Madeira resinosa e não resinosa em exteriores: Sistema de aplicação Aplicar três demãos de um dos seguintes acabamentos abaixo, a 1ª demão diluída com 20% a 25% do solvente ou diluente do próprio verniz: 1. Verniz Nitro Incolor ou Tingido 2. Verniz Sintético Concentrado Incolor ou Tingido 3. Verniz Spar Duplo Filtro Solar 4. Verniz PU Acrílico Alifático Incolor ou Tingido PINTANDO SOBRE METAIS (3) Preparando a superfície a ser pintada: A superfície deve estar devidamente lixada, seca, isenta de óleos, graxas, pó e sujeiras em geral. Remover a sujeira com pano umedecido com solvente, thinner de limpeza ou o diluente da própria tinta a ser aplicada. No caso de haver oxidação, deve-se lixar a superfície com Lixa 280. Aplicar removedor de ferrugem ou um ácido (fosfórico ou outro) até remoção total da ferrugem. Aguardar minutos e lavar com água e sabão. Enxaguar com 9

10 solvente, thinner de limpeza ou diluente da própria tinta. Em seguida, efetuar a pintura conforme os sistemas abaixo descritos neste manual. Para uma perfeita adesão do fundo/acabamento sobre superfícies de alumínio, galvanizado e zincado recomendamos um lixamento efetivo. Para pinturas de esquadrias de metal, portões e grades que já possuem fundo ou proteção temporária, aconselhamos a remoção destes produtos através de lixamento e, utilizar um dos sistemas descritos neste manual. Tal procedimento garante uma perfeita aderência e desempenho anticorrosivo da proteção aplicada. Cuidados após a Pintura: Para se obter maior durabilidade e melhor estética da pintura, aconselha-se: Caso seja necessário limpar a superfície pintada, aguardar, no mínimo, duas semanas após o término da pintura. Limpar, usando detergente líquido neutro, esponja ou pano macio e enxaguar bem com água limpa. O emprego de produtos abrasivo na limpeza, pode danificar a superfície pintada. Caso apareça mofo/algas, efetuar a limpeza da superfície com esponja ou pano macio e uma solução de água com água sanitária (1:1). Condições Ambientais de Aplicação: Temperatura entre 10ºC e 40ºC Umidade relativa do ar não superior a 80% Não aplicar em condições extremas, tais como: alta umidade com baixa temperatura, sol incidente com alta temperatura, neblina, cerração, chuvas esparsas, ambientes fechados e sem circulação de ar. Pintura com Acabamento (Tinta) Alumínio Galvanizado Zincado: Sistema de aplicação Aplicar uma demão de Primer Multiaderente 1. Esmalte Sintético Concentrado 2. King s Laca 3. Esmalte Sintético Rápido 4. Esmalte PU Aromático 5. Esmalte Sintético à Estufa 10

11 6. Esmalte PU Aromático 7. Esmalte PU Alifático 8. Esmalte Sintético Alta Temperatura 9. Esmalte Sintético Martelado Secagem ao Ar (1 demão cruzada) 10.Esmalte Sintético Martelado Secagem à Estufa (1 demão cruzada) Ferro: 1º Sistema de aplicação Aplicar uma demão de Shop Primer Reativo 1. Esmalte Sintético Concentrado 2. King s Laca 3. Esmalte Sintético Rápido 4. Esmalte PU Aromático 5. Esmalte Sintético à Estufa 6. Esmalte PU Alifático 7. Esmalte Sintético Alta Temperatura 8. Esmalte Sintético Martelado Secagem ao Ar (1 demão cruzada) 9. Esmalte Sintético Martelado Secagem à Estufa (1 demão cruzada) 2º Sistema de aplicação Aplicar uma demão de Primer Nitro 1. Esmalte Sintético Concentrado 2. King s Laca 3. Esmalte Sintético Rápido 4. Esmalte PU Aromático 5. Esmalte PU Alifático 6. Esmalte Sintético Martelado Secagem ao Ar (1 demão cruzada) Os sistemas acima descritos são genéricos e orientativos, caso você necessite de um sistema de pintura específico para a sua empresa, entre em contacto com o nosso Departamento de Assistência Técnica. PINTANDO SOBRE ALVENARIA (4) Preparando a superfície a ser pintada: A superfície que será pintada deverá estar corretamente preparada, de acordo com a melhor técnica, conforme segue abaixo: Perfeitamente limpa, isenta de partículas soltas, óleos, graxas, mofo ou qualquer outra sujidade. Seca, curada, sem umidade e infiltrações Isenta de calcinação, sais solúveis, eflorescência, trincamento, descascamento ou sangramento. 11

12 As superfícies de cimento amianto, cimento queimado ou com resíduos cimentados, devem ser lavadas com uma solução de ácido muriático a 10% em água, usando uma escova de cerdas duras. Enxaguar com água corrente em abundância e deixar secar por 72 horas, no mínimo, com tempo seco e ensolarado. Não recomendamos pintura sobre superfícies tratadas com produtos água repelente ou com brilho. Casos não inclusos ou recomendações especiais não encontrados nas embalagens ou Boletins Técnicos, consultar o nosso Departamento de Assistência Técnica. IMPORTANTE: Para que as tintas que forem aplicadas sobre superfícies com massa desenvolvam aderência é essencial que, após o lixamento da massa, remova-se completamente a poeira residual com um pano levemente umedecido com água. Em seguida recomendamos a aplicação do Selador Acrílico Incolor ou, ainda, da própria tinta diluída com 30% de água, que penetrará e selará a massa. Após deverá ser aplicada a tinta conforme orientação constante do Boletim Técnico. Esta operação evitará o surgimento de bolhas e descascamentos precoces. Cuidados após a Pintura: Para se obter maior durabilidade e melhor estética da pintura, aconselha-se: Caso seja necessário limpar a superfície pintada, aguardar, no mínimo, duas semanas após o término da pintura. Limpar, usando detergente líquido neutro, esponja ou pano macio e enxaguar bem com água limpa. O emprego de produtos abrasivo na limpeza, pode danificar a superfície pintada. Caso apareça mofo/algas, efetuar a limpeza da superfície com esponja ou pano macio e uma solução de água com água sanitária (1:1). Condições Ambientais de Aplicação: Temperatura entre 10ºC e 40ºC Umidade relativa do ar não superior a 80% Não aplicar em condições extremas, tais como: alta umidade com baixa temperatura, sol incidente com alta temperatura, neblina, cerração, chuvas esparsas, ambientes fechados e sem circulação de ar. GLOSSÁRIO Cimento Queimado: superfícies tratadas com cimento puro que apresentam acabamento final com aspecto vitrificado. Eflorescência: não pintar sobre superfícies com infiltração e/ou eflorescência (aspecto de pó ou mancha esbranquiçada ou levemente amarelada na superfície que pode aparecer antes ou após a pintura, causada pelo uso de areia da praia na construção, materiais cerâmicos de baixa qualidade e utilização de reboco com cal que não tinha sido efetivamente curado). O problema não pode ser eliminado através do uso de tintas ou vernizes, mas disfarçado com o uso de tinta branca. 12

13 Grau de absorção uniforme: parede selada com o produto mais apropriado ao substrato/sistema utilizado. Infiltração: Substrato não impermeabilizado (fundação, muro de arrimo, contato direto com solo, platibandas, calhas, etc.) e vazamentos hidráulicos. Livre de umidade: substrato molhado por ação por ação extrema (chuva, orvalho, etc.) Partículas soltas: poeira, resíduo gerado pelo processo de lixamento, etc., devem ser removidos por escovação, lavagem ou outro método eficaz. Sangramento: migração de substâncias solúveis de pinturas antigas, por ataque de substâncias presentes na nova pintura (ex..: pintura sobre hidroasfalto ou piche). Com brilho: superfícies brilhantes ou semibrilhantes devem ser lixadas até completa remoção do brilho. Superfície curada: paredes de alvenaria com tempo de secagem superior a 28 dias. Trincamento: fissuras no substrato ou na película de tinta antiga, por má preparação do substrato, excesso de camadas de pintura ou degradação da superfície. Pintura Lisa com Acabamento (Tinta) Paredes de alvenaria em interiores: 1º Sistema de aplicação Aplicar uma demão de Selador Acrílico Incolor 1. Látex Acrílico 1ª Linha 2. Látex Acrílico 2ª Linha 3. Látex Acrílico Econômico 2º Sistema de aplicação Aplicar uma demão de Selador Acrílico Incolor Aplicar uma a duas demãos de Massa Corrida para Interiores 1. Látex Acrílico 1ª Linha 2. Látex Acrílico 2ª Linha 3. Látex Acrílico Econômico 3º Sistema de aplicação Aplicar uma demão de Selador Acrílico Incolor Aplicar uma a duas demãos de Massa Corrida Acrílica 1. Látex Acrílico 1ª Linha 2. Látex Acrílico 2ª Linha 3. Látex Acrílico Econômico Pintura Lisa com Acabamento (Tinta) 13

14 Paredes de alvenaria em exteriores: 1º Sistema de aplicação Aplicar uma demão de Selador Acrílico Incolor 1. Látex Acrílico 1ª Linha 2. Látex Acrílico 2ª Linha 2º Sistema de aplicação Aplicar uma demão de Selador Acrílico Incolor Aplicar uma a duas demãos de Massa Corrida Acrílica 1. Látex Acrílico 1ª Linha 2. Látex Acrílico 2ª Linha Pisos de alvenaria/concreto em interiores e exteriores: Sistema de aplicação Aplicar duas a três demãos de um de Tinta Acrílica para Pisos, sendo a 1ª demão diluída com 30-40% de água, como selador, e as demais demãos com diluição de 20% de água. Pisos de alvenaria/concreto em interiores: Sistema de aplicação Aplicar duas a três demãos de um de Tinta Epoxi para Pisos, sendo a 1ª demão diluída com 30-40% de Diluente para Epoxi, como selador, e as demais demãos com a tinta somente catalisada. CIMENTO AMIANTO E TELHAS DE BARRO (5) Preparando a superfície a ser pintada: A superfície que será pintada deverá estar corretamente preparada, de acordo com a melhor técnica, conforme segue abaixo: Perfeitamente limpa, isenta de partículas soltas, óleos, graxas, mofo ou qualquer outra sujidade. Seca, curada, sem umidade e infiltrações Isenta de sais solúveis, eflorescência, trincamento ou descascamento. 14

15 As superfícies de cimento amianto devem ser lavadas com uma solução de ácido muriático a 10% em água, usando uma escova de cerdas duras. Enxaguar com água corrente em abundância e deixar secar por 72 horas, no mínimo, com tempo seco e ensolarado. Não recomendamos pintura sobre superfícies tratadas com produtos água repelente ou com brilho. Casos não inclusos ou recomendações especiais não encontrados nas embalagens ou Boletins Técnicos, consultar o nosso Departamento de Assistência Técnica. GLOSSÁRIO Cimento Queimado: superfícies tratadas com cimento puro que apresentam acabamento final com aspecto vitrificado. Eflorescência: não pintar sobre superfícies com infiltração e/ou eflorescência (aspecto de pó ou mancha esbranquiçada ou levemente amarelada na superfície que pode aparecer antes ou após a pintura, causada pelo uso de areia da praia na construção, materiais cerâmicos de baixa qualidade e utilização de reboco com cal que não tinha sido efetivamente curado). O problema não pode ser eliminado através do uso de tintas ou vernizes, mas disfarçado com o uso de tinta branca. Grau de absorção uniforme: parede selada com o produto mais apropriado ao substrato/sistema utilizado. Infiltração: Substrato não impermeabilizado (fundação, muro de arrimo, contato direto com solo, platibandas, calhas, etc.) e vazamentos hidráulicos. Livre de umidade: substrato molhado por ação por ação extrema (chuva, orvalho, etc.) Partículas soltas: poeira, resíduo gerado pelo processo de lixamento, etc., devem ser removidos por escovação, lavagem ou outro método eficaz. Sangramento: migração de substâncias solúveis de pinturas antigas, por ataque de substâncias presentes na nova pintura (ex..: pintura sobre hidroasfalto ou piche). Com brilho: superfícies brilhantes ou semibrilhantes devem ser lixadas até completa remoção do brilho. Superfície curada: paredes de alvenaria com tempo de secagem superior a 28 dias. Trincamento: fissuras no substrato ou na película de tinta antiga, por má preparação do substrato, excesso de camadas de pintura ou degradação da superfície. Cuidados após a Pintura: Para se obter maior durabilidade e melhor estética da pintura, aconselha-se: Caso seja necessário limpar a superfície pintada, aguardar, no mínimo, duas semanas após o término da pintura. Limpar, usando detergente líquido neutro, esponja ou pano macio e enxaguar bem com água limpa. O emprego de produtos abrasivo na limpeza, pode danificar a superfície pintada. 15

16 Caso apareça mofo/algas, efetuar a limpeza da superfície com esponja ou pano macio e uma solução de água com água sanitária (1:1). IMPORTANTE: Cerâmicas vitrificadas (telhas) : não recomendamos o uso de vernizes sobre esse tipo de superfície, exceto se for possível quebrar o brilho através de lixamento mecânico. Condições Ambientais de Aplicação: Temperatura entre 10ºC e 40ºC Umidade relativa do ar não superior a 80% Não aplicar em condições extremas, tais como: alta umidade com baixa temperatura, sol incidente com alta temperatura, neblina, cerração, chuvas esparsas, ambientes fechados e sem circulação de ar. Pintura Lisa com Acabamento (Tinta) Cimento-amianto em interiores e exteriores: Sistema de aplicação Aplicar uma demão de Selador Acrílico Incolor 1. Látex Acrílico 1ª Linha 2. Látex Acrílico 2ª Linha Telhas de barro: Sistema de aplicação Aplicar uma demão de Selador Acrílico Incolor 1. Látex Acrílico 1ª Linha 2. Látex Acrílico 2ª Linha PINTANDO SOBRE GESSO (6) Preparando a superfície a ser pintada: A superfície que será pintada deverá estar corretamente preparada, de acordo com a melhor técnica, conforme segue abaixo: Perfeitamente limpa, isenta de partículas soltas, óleos, graxas, mofo ou qualquer outra sujidade. Seca, curada, sem umidade e infiltrações 16

17 Isenta de sais solúveis, eflorescência, trincamento ou descascamento. Não recomendamos pintura sobre superfícies tratadas com produtos água repelente ou com brilho. Casos não inclusos ou recomendações especiais não encontrados nas embalagens ou Boletins Técnicos, consultar o nosso Departamento de Assistência Técnica. GLOSSÁRIO Cimento Queimado: superfícies tratadas com cimento puro que apresentam acabamento final com aspecto vitrificado. Eflorescência: não pintar sobre superfícies com infiltração e/ou eflorescência (aspecto de pó ou mancha esbranquiçada ou levemente amarelada na superfície que pode aparecer antes ou após a pintura, causada pelo uso de areia da praia na construção, materiais cerâmicos de baixa qualidade e utilização de reboco com cal que não tinha sido efetivamente curado). O problema não pode ser eliminado através do uso de tintas ou vernizes, mas disfarçado com o uso de tinta branca. Grau de absorção uniforme: parede selada com o produto mais apropriado ao substrato/sistema utilizado. Infiltração: Substrato não impermeabilizado (fundação, muro de arrimo, contato direto com solo, platibandas, calhas, etc.) e vazamentos hidráulicos. Livre de umidade: substrato molhado por ação por ação extrema (chuva, orvalho, etc.) Partículas soltas: poeira, resíduo gerado pelo processo de lixamento, etc., devem ser removidos por escovação, lavagem ou outro método eficaz. Sangramento: migração de substâncias solúveis de pinturas antigas, por ataque de substâncias presentes na nova pintura (ex..: pintura sobre hidroasfalto ou piche). Com brilho: superfícies brilhantes ou semibrilhantes devem ser lixadas até completa remoção do brilho. Superfície curada: paredes de alvenaria com tempo de secagem superior a 28 dias. Trincamento: fissuras no substrato ou na película de tinta antiga, por má preparação do substrato, excesso de camadas de pintura ou degradação da superfície. IMPORTANTE: Observamos que o uso de rolo de lã rebaixado melhora o nivelamento dos produtos aplicados. Se for de seu interesse, corte os pêlos do rolo Cuidados após a Pintura: Para se obter maior durabilidade e melhor estética da pintura, aconselha-se: Caso seja necessário limpar a superfície pintada, aguardar, no mínimo, duas semanas após o término da pintura. 17

18 Limpar, usando detergente líquido neutro, esponja ou pano macio e enxaguar bem com água limpa. O emprego de produtos abrasivo na limpeza, pode danificar a superfície pintada. Caso apareça mofo/algas, efetuar a limpeza da superfície com esponja ou pano macio e uma solução de água com água sanitária (1:1). Condições Ambientais de Aplicação: Temperatura entre 10ºC e 40ºC Umidade relativa do ar não superior a 80% Não aplicar em condições extremas, tais como: alta umidade com baixa temperatura, sol incidente com alta temperatura, neblina, cerração, chuvas esparsas, ambientes fechados e sem circulação de ar. Pintura Lisa com Acabamento (Tinta) Gesso interno: Sistema de aplicação Aplicar uma demão de Selador Acrílico Incolor 3. Látex Acrílico 1ª Linha 4. Látex Acrílico 2ª Linha REPINTURA (7) Em madeira: Pintura antiga em boas condições (Sem gretamento, mofo, etc.): Lixar bem a superfície, a fim de remover completamente o brilho da tinta anterior. Limpar a superfície para remover o pó resultante do lixamento, com o auxilio de um pano/estopa umedecido em água. 18

19 Aguardar a secagem. Repintar a superfície Pintura antiga em más condições (Com gretamento, fendilhamento, descascamento ou calcinação, etc.): Remover completamente a tinta anterior com auxilio de espátula ou lixa. Limpar a superfície para remover o pó resultante do lixamento, com o auxilio de um pano/estopa umedecido em água. Aguardar a secagem. Pintar a superfície com um sistema de pintura completo (conforme descrito neste manual adequado ao tipo de madeira e ambiente a que está exposta a peça). IMPORTANTE: Para repintura com outro esmalte sobre Esmalte Alumínio ou Esmalte Dourado, remova-o completamente Pintura antiga com mofo: Lavar bem a superfície com solução de água mais água sanitária (1:1). Aguardar a secagem. Repintar a superfície Em metais: Pintura antiga em más condições (Com gretamento, fendilhamento ou descascamento): Remover completamente a tinta anterior com auxilio de espátula ou lixa ou removedor Limpar a superfície para remover o pó resultante do lixamento, com o auxilio de um pano/estopa umedecido em água ou com solvente no caso de removedor. Aguardar a secagem. Pintar a superfície com um sistema de pintura completo (conforme descrito neste manual adequado ao tipo de metal e ambiente a que está exposta a peça). IMPORTANTE: Para repintura com outro esmalte sobre Esmalte Grafite, Esmalte Alumínio ou Esmalte Dourado, remova-o completamente Metal com pontos de oxidação (ferrugem): Lixar com lixa 280 ou raspar o metal até completa remoção destes pontos. Aplicar removedor de ferrugem ou um ácido (fosfórico ou outro) até remoção total da ferrugem. Aguardar minutos e lavar com água e sabão. Enxaguar com solvente, thinner de limpeza ou diluente da própria tinta. 19

20 Limpar a superfície para remover o pó resultante do lixamento, com o auxilio de um pano/estopa umedecido em água ou com solvente no caso de removedor. Aguardar a secagem. Pintar a superfície com um sistema de pintura completo (conforme descrito neste manual adequado ao tipo de metal e ambiente a que está exposta a peça). Em alvenaria, cimento-amianto, telhas e gesso: Pintura antiga em boas condições (sem gretamento, fendilhamento ou descascamento, etc.): Lixar, até remoção do brilho. Limpar a superfície com água. Deixar secar. Repintar Pintura antiga em más condições (com gretamento ou descascamento): Remover completamente as partes soltas com espátula, escova com cerdas duras ou hidrojato. Limpar a superfície com água. Deixar secar. Aplicar uma demão de Selador Acrílico Incolor. Em seguida, aplicar o acabamento desejado conforme os sistemas de pintura descritos neste manual. Pintura antiga em más condições (com gretamento ou descascamento): Remover completamente as partes soltas com espátula, escova com cerdas duras ou hidrojato. Limpar a superfície com água. Deixar secar. Aplicar uma demão de Selador Acrílico Incolor. Em seguida, aplicar o acabamento desejado conforme os sistemas de pintura descritos neste manual. Pintura antiga calcinada ou envelhecida: Lixar totalmente a superfície. Limpar a superfície com água. Deixar secar. Aplicar uma demão de Selador Acrílico Incolor. Em seguida, aplicar o acabamento desejado conforme os sistemas de pintura descritos neste manual. Pintura antiga com mofo: 20

Dicas Qualyvinil PROCESSOS DE PINTURA

Dicas Qualyvinil PROCESSOS DE PINTURA Processos de pintura Existem diferentes processos de pintura, mas o segredo para o sucesso e durabilidade do acabamento final, depende invariavelmente da habilidade do profissional e da preparação da superfície.

Leia mais

Composição Básica Emulsão Latex Modificada, pigmentos orgânicos e inorgânicos, cargas minerais, aditivo, antibacteria e água.

Composição Básica Emulsão Latex Modificada, pigmentos orgânicos e inorgânicos, cargas minerais, aditivo, antibacteria e água. Boletim Técnico Produto Casacor Acrílico Fosco Branco Descrição Casa limpa, mais saúde e família protegida. Tudo isso em uma tinta: CASA COR Acrílico Super Premium da Tintas Renner. A sua fórmula especial

Leia mais

Boletim Técnico. Cores Azul. Textura Lisa e brilhante.

Boletim Técnico. Cores Azul. Textura Lisa e brilhante. Página 1 de 5 Boletim Técnico Produto Esmalte PU Piscinas Descrição Esmalte PU Piscinas é um esmalte poliuretano bicomponente impermeável ideal para pintura de piscinas de concreto e fibra, deixando-as

Leia mais

Problemas Comuns. Eflorescência

Problemas Comuns. Eflorescência Problemas Comuns Como em qualquer outra área na construção civil, geralmente ocorrem problemas, seja na preparação da superfície ou no acabamento. Os problemas mais freqüentes são: Eflorescência São manchas

Leia mais

O fundo preparador ou selador veda e nivela a superfície; se necessário, pode-se corrigir imperfeições com a massa corrida.

O fundo preparador ou selador veda e nivela a superfície; se necessário, pode-se corrigir imperfeições com a massa corrida. Página 1 de 5 TINTAS E VERNIZES LATEX ACRÍLICO E PVA Criadas para proteger e embelezar as paredes de alvenaria, estruturas metálicas e madeiras, as tintas são aperfeiçoadas para garantir maior desempenho

Leia mais

BOLETIM DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS Revisão 006 Julho/2011

BOLETIM DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS Revisão 006 Julho/2011 1 - PRODUTO: Acrílico Standard mais rendimento Natrielli. 2 - DESCRIÇÃO: É uma tinta acrílica de alto rendimento apresenta um excelente acabamento em superfícies externas e internas de alvenaria, reboco,

Leia mais

COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL!

COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL! COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL! Na execução de uma PINTURA, devemos levar em consideração os vários fatores que envolvem as etapas deste processo e suas particularidades. Por exemplo, temos

Leia mais

PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS

PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS MANUAL DE BOAS PRÁTICAS E DICAS PARA UMA PINTURA EFICIENTE DE PISO Sempre que desejamos fazer uma pintura de piso, Industrial ou não, devemos ter em mente quais são os objetivos

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE PINTURA

PROCEDIMENTOS DE PINTURA 1 PROCEDIMENTOS DE PINTURA 2 PROCEDIMENTOS DE PINTURA 01.00 SISTEMA DE PINTURA PARA ACABAMENTO FINAL EM LATEX PVA 01.01 - PREPARAÇÃO DA SUPERFÍCIE 1. GESSO (PLACA/PASTA) - Aplicar fundo preparador de parede

Leia mais

PINTURAS EXECUÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II

PINTURAS EXECUÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II PINTURAS EXECUÇÃO Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II PINTURA EQUIPAMENTOS USUAIS PARA APLICAÇÃO DA PINTURA Ferramentas para PREPARO

Leia mais

AMETISTA PROCEDIMENTOS PRELIMINARES QUE ANTECEDE AS TEXTURAS

AMETISTA PROCEDIMENTOS PRELIMINARES QUE ANTECEDE AS TEXTURAS Manual AMETISTA PROCEDIMENTOS PRELIMINARES QUE ANTECEDE AS TEXTURAS l-avaliçao das superfiçies Verificar se as areas estao secas, isentas de umidade oleo ou graxas,buracos etc... ll-preparaçao de superficies

Leia mais

Obrigado por ter adquirido os nossos produtos.

Obrigado por ter adquirido os nossos produtos. Obrigado por ter adquirido os nossos produtos. A Lavore Móveis segue um rigoroso controle de qualidade com o objetivo de garantir a total satisfação dos nossos clientes. Para conservação do mobiliário

Leia mais

PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS

PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS . PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS MANUAL DE BOAS PRÁTICAS DICAS PARA UMA PINTURA EFICIENTE DE PISO Sempre que desejamos fazer uma pintura de piso, Industrial ou não, devemos ter em mente quais são os objetivos

Leia mais

COMO INSTALAR : MATERIAIS: IMPORTANTE. O contra piso deve estar:

COMO INSTALAR : MATERIAIS: IMPORTANTE. O contra piso deve estar: COMO INSTALAR : Importante para uma perfeita instalação, obter o resultado especificado pela Revitech Pisos e esperado pelo cliente, a utilização das ferramentas corretas. Ferramentas como a desempenadeira,

Leia mais

GUIA PRÁTICO. www.yalen.com.br DE PINTURA PROCEDIMENTOS TÉCNICOS SOLUÇÃO DE PROBLEMAS

GUIA PRÁTICO. www.yalen.com.br DE PINTURA PROCEDIMENTOS TÉCNICOS SOLUÇÃO DE PROBLEMAS www.yalen.com.br GUIA PRÁTICO PROCEDIMENTOS TÉCNICOS SOLUÇÃO DE PROBLEMAS UMA SELEÇÃO DE INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS, PARA QUALQUER PROFISSIONAL DA PINTURA. Caro Amigo (a), Este guia foi desenvolvido para

Leia mais

CORES Além das cores de catálogo pode-se obter outros tons misturando as cores entre sí.

CORES Além das cores de catálogo pode-se obter outros tons misturando as cores entre sí. TINTA ACRÍLICA PREMIUM MACTRA é uma tinta acrílica fosca com excelente desempenho. Sua FÓRMULA EVOLUTION oferece ótima cobertura, secagem rápida, fácil aplicação e baixo odor, proporcionando uma pintura

Leia mais

Norma Técnica SABESP NTS 159

Norma Técnica SABESP NTS 159 Norma Técnica SABESP NTS 159 Esquema de pintura para equipamentos e materiais em aço-carbono ou ferro fundido pintados e em contato direto com esgoto Especificação São Paulo Rev. 1 - Outubro - 2001 NTS

Leia mais

Aplicações Xadrez Pigmento em Pó

Aplicações Xadrez Pigmento em Pó Dê asas à sua imaginação nas diversas aplicações do Pó Xadrez. Aplicações Xadrez Pigmento em Pó O PÓ XADREZ é um pigmento concentrado que proporciona efeitos decorativos em diversas aplicações. Mais econômico,

Leia mais

ORIGAMI Manual de conservação

ORIGAMI Manual de conservação R e s p e i t a r o s l i m i t e s d e p e s o. T r a n s p o r t a r c o m c u i d a d o. TECIDO S LIMPE SEMANALMENTE A POEIRA DEPOSITADA SOBRE O TECIDO COM UM ASPIRADOR DE PÓ E REALIZE UMA ESCOVAÇÃO

Leia mais

TINTAS. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho

TINTAS. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho TINTAS Conceito Composição química variada, na maioria das vezes orgânica, que apresenta consistência líquida ou pastosa, que aplicada sobre uma superfície, forma um revestimento sólido e contínuo, com

Leia mais

SISTEMAS DE PISO EPOXI

SISTEMAS DE PISO EPOXI SISTEMAS DE PISO EPOXI PRODUTO DESCRIÇÃO VEC-601 TUBOFLOOR TEE-556 AUTONIVELANTE Selador epóxi de dois componentes de baixa viscosidade. Revestimento epóxi com adição de sílica para regularização de pisos.

Leia mais

Cerâmicas e porcelanatos

Cerâmicas e porcelanatos Aprenda a limpar cerâmica, porcelanato, laminado, vidro, madeira... De forma geral, pano umedecido e detergente neutro, aplicados depois de varrer a superfície, bastam à limpeza do chão. No caso de alérgicos,

Leia mais

PLASTEEL MASSA 4:1 PLASTEEL MASSA

PLASTEEL MASSA 4:1 PLASTEEL MASSA PLASTEEL MASSA 4:1 PLASTEEL MASSA 4:1 é um composto epóxi bi-componente com carga metálica, característica de massa na cor preta, pode ser aplicado com espátula, cura a frio, substituindo de maneira muito

Leia mais

Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia

Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia MEMORIAL DESCRITIVO Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia Sumário 1.Considerações gerais...1 2.Serviços

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA PINTURA

PROCEDIMENTOS PARA PINTURA PROCEDIMENTOS PARA PINTURA Prof. Marco Pádua Geralmente não é dada a devida importância a qualidade dos serviços de pintura. Sendo a última etapa da construção, as vezes, motivados pela economia procuram-se

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO 1. Generalidades

MEMORIAL DESCRITIVO 1. Generalidades MEMORIAL DESCRITIVO Memorial descritivo de serviço de pintura geral do prédio da Câmara Municipal de Fortaleza de Minas MG. Compõem este memorial as especificações técnicas acerca dos serviços a serem

Leia mais

Produto Rendimento Espessura Textura Catalisador Aplicações Características. K-4060 Catalise 5 X 1 em volume

Produto Rendimento Espessura Textura Catalisador Aplicações Características. K-4060 Catalise 5 X 1 em volume SISTEMA PU - 4000 - Tintas Industriais Esmalte E-4000 6,5 m2/litro sem diluição. 50 a 60 µm K-4060 Catalise 5 X 1 Excelente acabamento para pintura de caixa eletrônico, ônibus, baús, orelhões, painéis

Leia mais

ARREPIAMENTO. II CORREÇÃO Remover as áreas afetadas e repintar. acabamento extremamente sensíveis.

ARREPIAMENTO. II CORREÇÃO Remover as áreas afetadas e repintar. acabamento extremamente sensíveis. ARREPIAMENTO O solvente do produto recém aplicado ataca o acabamento anterior causando, enrugamento, arrepiamento ou franzimento do filme de tinta, devido a: Repintura de esmalte ou poliuretano não totalmente

Leia mais

APLICAÇÃO DE ELASTRON EM CONCRETO 1,5

APLICAÇÃO DE ELASTRON EM CONCRETO 1,5 APLICAÇÃO DE ELASTRON EM CONCRETO 1,5 1.0 - DESCRIÇÃO Esta literatura tem por finalidade servir de guia de aplicação do Elastron sobre Estruturas de Concreto e a Preparação do Substrato. O Sistema consistirá

Leia mais

RECOMENDAÇÕES DE USO: Utilizado para pintura de pisos industriais, oficinas, áreas que solicitem sanitização do ambiente. Uso interno e externo.

RECOMENDAÇÕES DE USO: Utilizado para pintura de pisos industriais, oficinas, áreas que solicitem sanitização do ambiente. Uso interno e externo. WEGPOXI ANA 301 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Tinta epoxi poliamina bicomponente, de alto teor de sólidos, com pigmentação especial, de secagem rápida. Revestimento aplicável em uma única demão em alta espessura

Leia mais

Av Dr. Cardoso de Mello, 1340 - cjto. 131 - Vila Olímpia Cep: 04548-004 - São Paulo - SP Fone/Fax: 11 3054-1480

Av Dr. Cardoso de Mello, 1340 - cjto. 131 - Vila Olímpia Cep: 04548-004 - São Paulo - SP Fone/Fax: 11 3054-1480 www.abrafati.com.br Av Dr. Cardoso de Mello, 1340 - cjto. 131 - Vila Olímpia Cep: 04548-004 - São Paulo - SP Fone/Fax: 11 3054-1480 Rua Júlio Diniz, 56 - cjto 41 - Vila Olímpia Cep: 04547-090 - São Paulo

Leia mais

Dicas para a combinação das cores em casa

Dicas para a combinação das cores em casa O uso de selador antes da pintura fecha os poros da parede e impede que grande quantidade de tinta seja desperdiçada. Tintas com brilho destacam as imperfeições das superfícies. Para paredes com saliências

Leia mais

Norma Técnica SABESP NTS 144

Norma Técnica SABESP NTS 144 Norma Técnica SABESP NTS 144 Esquema de pintura para equipamentos e materiais em aço-carbono ou ferro fundido novos e sujeitos à umidade freqüente Especificação São Paulo Maio - 2001 NTS 144 : 2001 Norma

Leia mais

Faculdade Sudoeste Paulista Curso de Engenharia Civil Técnicas da Construção Civil

Faculdade Sudoeste Paulista Curso de Engenharia Civil Técnicas da Construção Civil AULA 15 - PINTURA A pintura é um serviço de obra tão importante como qualquer outro, e é um grave erro não lhe dar uma atenção condizente, ela deve ser projetada e executada segundo técnica adequada, não

Leia mais

EMBALAGENS: Componente A Wegpoxi ADA 314 Balde (19 L) Componente B Wegpoxi 3015 componente B 10003158 (1 L)

EMBALAGENS: Componente A Wegpoxi ADA 314 Balde (19 L) Componente B Wegpoxi 3015 componente B 10003158 (1 L) WEGPOXI ADA 314 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Revestimento epoxi poliamida bicomponente, com função antiderrapante. Alta dureza, resistente a água, óleos, sais. Proporciona uma película de alta textura e consequentemente

Leia mais

B O L E T I M T É C N I C O T

B O L E T I M T É C N I C O T STARPOXI CVS 301 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Verniz epóxi poliamina bicomponente. Verniz selante para oferecer aderência em superfícies de concreto, cimento amianto, alvenaria e madeira, assim como diminuir

Leia mais

MANUAL TÉCNICO. Instalação, Manutenção e Conservação de Basaltos e Granitos

MANUAL TÉCNICO. Instalação, Manutenção e Conservação de Basaltos e Granitos MANUAL TÉCNICO Instalação, Manutenção e Conservação de Basaltos e Granitos Com o propósito de criar uma série de ações que objetivam a instalação, preservação e manutenção do basalto e granito, a Basalto

Leia mais

AMETISTA REVESTIMENTOS

AMETISTA REVESTIMENTOS AMETISTA REVESTIMENTOS Ficha técnica MASSA CORRIDA É composta de emulsão acrílica, carga minerais inertes e aditivos solúveis em água, desenvolvida para a execução de quaisquer correções em ambientes internos.

Leia mais

MANUAL DE LIMPEZA E CONSERVAÇÃO

MANUAL DE LIMPEZA E CONSERVAÇÃO MANUAL DE LIMPEZA E CONSERVAÇÃO 1. O que é limpeza É o ato de remover todo tipo de sujidade, visível ou não, de uma superfície, sem alterar as características originais do local a ser limpo. 1.1 Limpeza

Leia mais

FISPQ LIMPA PORCELANATO. FICHA DE SEGURANÇA de produtos químicos

FISPQ LIMPA PORCELANATO. FICHA DE SEGURANÇA de produtos químicos LIMPA PORCELANATO CARACTERÍSTICA DO PRODUTO: É um limpador alcalino especialmente formulado para limpeza leve e pesada em pisos tratados com acabamentos acrílicos, pisos não tratados como porcelanato.

Leia mais

Significado dos Ícones

Significado dos Ícones PROCEDIMENTOS DE REPINTURA Secagem Significado dos Ícones Secagem ao ar Tempo de secagem Tempo de secagem Trabalhos Complementares Lixamento úmido Lixamento seco Lixamento úmido com máquina Lixamento seco

Leia mais

OXY-PRIMER CONVERSOR DE FERRUGEM E PRIMER BOLETIM TÉCNICO

OXY-PRIMER CONVERSOR DE FERRUGEM E PRIMER BOLETIM TÉCNICO OXY-PRIMER CONVERSOR DE FERRUGEM E PRIMER BOLETIM TÉCNICO O produto OXY-PRIMER é um tipo de tinta de cobertura cimentosa que não é composto de resinas normais, mas que adere como cimento. O cimento adere

Leia mais

CONSERVANDO TELHADOS

CONSERVANDO TELHADOS A ESCOLHA DA COR Você sabia que o processo industrial empregado na elaboração de tintas ou revestimentos, etc... Somente se encerra com a cura total do produto após sua aplicação! Na maioria dos casos,

Leia mais

Componente B Catalisador AL 1006 Componente B (12256557) - (1,5L)

Componente B Catalisador AL 1006 Componente B (12256557) - (1,5L) WEGNILICA CVE 804 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Promotor de aderência bicomponente, formulado a partir de resinas vinílicas com excelente aderência sobre metais ferrosos e não ferrosos. RECOMENDAÇÕES DE USO: Indicado

Leia mais

MAXIJUNTA - 3 EM 1 PRODUTO:

MAXIJUNTA - 3 EM 1 PRODUTO: INDICAÇÕES: Argamassa colante de assentamento e rejuntamento simultâneo flexível de alta adesividade para áreas internas e externas. Assenta e rejunta pastilhas de porcelana e cerâmica até 7,5 x 7,5 cm,

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO Item Código comprasnet Qtde Mínima Qtde Máxima Unidade Descrição do Item Valor Unitário Valor mínimo Valor Máximo 01 295318 450,00 860,00 m² Paredes em gesso acartonado

Leia mais

4- CONSIDERAÇÕES GERAIS

4- CONSIDERAÇÕES GERAIS Prefeitura do Município de São Miguel Arcanjo 1 Secretaria Municipal de Obras e Serviços Praça Antonio Ferreira Leme, 53 Centro CEP 18230-000 SÃO MIGUEL ARCANJO-SP - Fone. 15 3279.8000 e-mail: obras@saomiguelarcanjo.sp.gov.br

Leia mais

Como escolher a tinta adequada a determinado serviço? A resposta a essa questão requer, primeiro, conhecimentos das características

Como escolher a tinta adequada a determinado serviço? A resposta a essa questão requer, primeiro, conhecimentos das características Tintas Um problema Como escolher a tinta adequada a determinado serviço? A resposta a essa questão requer, primeiro, conhecimentos das características e tipos de tintas. Introdução Na aula anterior, vimos

Leia mais

Oferecemos também uma linha completa de acabamentos para pisos em madeira, como rodapés, cantoneiras e frontais para escadas.

Oferecemos também uma linha completa de acabamentos para pisos em madeira, como rodapés, cantoneiras e frontais para escadas. Ecopiso Ecopiso empresa com sede em Curitiba, produzindo pisos maciços pré acabados, com o que existe de melhor e mais moderno em padrões de cores e acabamentos de verniz. Oferecemos também uma linha completa

Leia mais

- Limpar o piso com detergente neutro seguindo as recomendações para a limpeza e conservação manual;

- Limpar o piso com detergente neutro seguindo as recomendações para a limpeza e conservação manual; ESPECIFICAÇÕES TÉCNICA PISO VINILICO PAVIFLEX SIXTY MANUTENÇÃO LIMPEZA RECOMENDAÇÕES GERAIS - A frequência e o sistema de limpeza e conservação depende da intensidade do tráfego na área. Este processo

Leia mais

MICROCIM EP. Micro Cimento Decorativo Revisão: Agosto / 2013. DESCRIÇÃO. Sistema MICROCIM EP: Performance: CARACTERÍSTICAS / VANTAGENS

MICROCIM EP. Micro Cimento Decorativo Revisão: Agosto / 2013. DESCRIÇÃO. Sistema MICROCIM EP: Performance: CARACTERÍSTICAS / VANTAGENS Micro Cimento Decorativo Revisão: Agosto / 2013. DESCRIÇÃO O é um sistema de revestimento decorativo de alta performance, de base cimentícia, com apelo estético rústico, agradável ao toque e ao olhar,

Leia mais

MAXIJUNTA - PASTILHAS DE PORCELANA

MAXIJUNTA - PASTILHAS DE PORCELANA INDICAÇÕES: Argamassa colante de assentamento e rejuntamento simultâneo flexível, de alta adesividade, para áreas internas e externas. O Maxijunta Pastilhas de Porcelana é indicado principalmente para

Leia mais

LACKTHANE N 2677. B O L E T I M T É C N I C O T i n t a L í q u i d a DESCRIÇÃO DO PRODUTO:

LACKTHANE N 2677. B O L E T I M T É C N I C O T i n t a L í q u i d a DESCRIÇÃO DO PRODUTO: LACKTHANE N 2677 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Tinta de acabamento poliuretano acrílico alifático brilhante bicomponente, de altos sólidos por volume. Produto desenvolvido para compor um sistema de proteção anticorrosiva,

Leia mais

PINTURA DE KITS Caros modelistas!

PINTURA DE KITS Caros modelistas! PINTURA DE KITS Caros modelistas! Buscamos sempre em nossos trabalhos a representação da realidade em miniatura, e independente de estarmos utilizando materiais de laser cut, plástico, resina ou metal,

Leia mais

Sistemas Tintométricos Acabamentos Preparação Polimento Thinners e Diluentes. Defeitos de Pintura. Causas, prevenção e correção.

Sistemas Tintométricos Acabamentos Preparação Polimento Thinners e Diluentes. Defeitos de Pintura. Causas, prevenção e correção. Sistemas Tintométricos Acabamentos Preparação Polimento Thinners e Diluentes Defeitos de Pintura, prevenção e correção. Para garantir maior produtividade e qualidade total na aplicação de tintas e vernizes

Leia mais

Manual Técnico de Pintura

Manual Técnico de Pintura Manual Técnico de Pintura Prezado Cliente Hidracor, Pensando na melhor forma de atendê-lo e tirar suas dúvidas, a Tintas Hidracor desenvolveu este Manual Técnico de Pintura. Prático e de rápida consulta,

Leia mais

Limpeza e Manutenção de Revestimentos Cerâmicos

Limpeza e Manutenção de Revestimentos Cerâmicos Manual Técnico Limpeza e Manutenção de Revestimentos Cerâmicos Manual Técnico Limpeza e Manutenção revisão julho/2015 1 Limpeza e Manutenção de Revestimentos Cerâmicos Revisão: Julho/2015 Este manual tem

Leia mais

MANUAL DE CONSERVAÇÃO DE MÓVEIS

MANUAL DE CONSERVAÇÃO DE MÓVEIS MANUAL DE CONSERVAÇÃO DE MÓVEIS CONSERVANDO SEU MÓVEL WORK SOLUTION Seguindo as recomendações abaixo você manterá a funcionalidade e beleza do seu produto Work Solution por muito mais tempo. Por favor

Leia mais

[MANUAL DE PINTURA PARA PISOS]

[MANUAL DE PINTURA PARA PISOS] 2015 1 PLASLAK INDÚSTRIA QUÍMICA LTDA. [MANUAL DE PINTURA PARA PISOS] 2 PINTURA PARA PISOS Porque pintar? Hoje, mais do que nunca, tornam-se imprescindíveis o cuidado e a atenção com o piso, devidos basicamente

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE DOURADO CNPJ 51.814.960/0001-26. Projeto Básico

PREFEITURA MUNICIPAL DE DOURADO CNPJ 51.814.960/0001-26. Projeto Básico Projeto Básico Pintura e reparos na Escola Municipal de Ensino Fundamental Senador Carlos José Botelho 1.0 Objeto Trata-se de obra de pintura e correção de reparos no edifício da escola, tombado pelo Patrimônio.

Leia mais

CAPÍTULO XX APLICAÇÃO DE TINTAS E VERNIZES SOBRE MADEIRAS

CAPÍTULO XX APLICAÇÃO DE TINTAS E VERNIZES SOBRE MADEIRAS CAPÍTULO XX APLICAÇÃO DE TINTAS E VERNIZES SOBRE MADEIRAS 20.1 INTRODUÇÃO A madeira, devido à sua natureza, é um material muito sujeito a ataques de agentes exteriores, o que a torna pouco durável. Os

Leia mais

Florença Revestimentos Cimentícios Recomendações Técnicas

Florença Revestimentos Cimentícios Recomendações Técnicas Florença Revestimentos Cimentícios Recomendações Técnicas Produto/variações Devido ao processo de fabricação e aplicação de gel envelhecedor, os revestimentos cimentícios, podem apresentar pequenas variações

Leia mais

Impermeabilizantes Sempre Novo+

Impermeabilizantes Sempre Novo+ Impermeabilizantes Sempre Novo+ Vidro Líquido. Nanotecnologia na palma da mão! Proteção, brilho, comodidade e beleza por muito mais tempo! Sempre Novo +metal Sem sujeiras. Sem manchas. Sem pés molhados.

Leia mais

Internacional SOLUTIONS

Internacional SOLUTIONS Internacional SOLUTIONS SILICONE NEUTRO Silicone neutro Impermeabilizante de uso profissional. Inodoro e com fungicida. ADERE EM: Madeira, concreto, tijolo, vidro, PVC, plástico, alumínio, etc. APLICAÇÃO:

Leia mais

Como pintar azulejos e revestimentos cerâmicos para renovar sua cozinha ou banheiro

Como pintar azulejos e revestimentos cerâmicos para renovar sua cozinha ou banheiro Dar fim às estampas antigas, disfarçar manchas do tempo ou até eliminar a aparência da cerâmica. Tudo isso é viável, desde que se use a tinta certa Há duas técnicas para que o jeitão antigo do seu azulejo

Leia mais

E 200. linha floor care. limpeza e manutenção de pisos. Limpador Alcalino de Uso Geral. cleanup

E 200. linha floor care. limpeza e manutenção de pisos. Limpador Alcalino de Uso Geral. cleanup cleanup linha floor care limpeza e manutenção de pisos E 200 Limpador Alcalino de Uso Geral Desenvolvido para limpeza leve e pesada em todos os tipos de superfícies laváveis (bancadas, paredes, máquinas

Leia mais

PROCEDIMENTO DE APLICAÇÃO MANUAL

PROCEDIMENTO DE APLICAÇÃO MANUAL Sistema da Qualidade Páginas: 1 de 6 PROCEDIMENTO DE APLICAÇÃO MANUAL Sistema da Qualidade Páginas: 2 de 6 SUMÁRIO Página 1. OBJETIVO... 03 2. PREPARAÇÃO DAS SUPERFÍCIES... 03 3. APLICAÇÃO DO REVEST. POLIKOTE-100...

Leia mais

MANTA POLIMÉRICA é um impermeabilizante flexível a base de cimentos especiais modificados com polímeros acrílicos de excelente qualidade.

MANTA POLIMÉRICA é um impermeabilizante flexível a base de cimentos especiais modificados com polímeros acrílicos de excelente qualidade. Data da última revisão: 03/2011 DEFINIÇÃO MANTA POLIMÉRICA é um impermeabilizante flexível a base de cimentos especiais modificados com polímeros acrílicos de excelente qualidade. MANTA POLIMÉRICA é fácil

Leia mais

NHE-375E BOLETIM TÉCNICO. Condutivo Epóxi

NHE-375E BOLETIM TÉCNICO. Condutivo Epóxi BOLETIM TÉCNICO Revestimento Condutivo Epóxi Bicomponente Cinza Piso com Revestimento Condutivo Epóxi Cinza Claro Resina epóxi + catalisador O Revestimento Condutivo foi desenvolvido para ter uma ótima

Leia mais

A segurança de se sentir bem.

A segurança de se sentir bem. Catálogo de Cores Wetroom A segurança de se sentir bem. Crédito Equipotel 2010 - Arquiteta Jorgina Nello Eclipse Aquasafe (cor 036), Aquarelle Wall HFS (cor 025) Recomendado para os segmentos: SAÚDE Hotelaria

Leia mais

QE-48. Quadra de esportes/ linhas demarcatórias. Componentes. Código de listagem. Atenção. Revisão Data Página 1/6 14/06/13

QE-48. Quadra de esportes/ linhas demarcatórias. Componentes. Código de listagem. Atenção. Revisão Data Página 1/6 14/06/13 1/6 2/6 3/6 4/6 5/6 6/6 DESCRIÇÃO Constituintes Fita crepe para demarcação das faixas. Tinta látex para piso conforme ficha S14.7 do Catálogo de Serviços. Protótipo comercial Tinta látex para piso: - Ver

Leia mais

Hotelaria SAÚDE NOVA COLEÇÃO 2013. A segurança de se sentir bem. Recomendado para os segmentos:

Hotelaria SAÚDE NOVA COLEÇÃO 2013. A segurança de se sentir bem. Recomendado para os segmentos: A segurança de se sentir bem. NOVA COLEÇÃO 2013 Crédito Equipotel 2010 - Arquiteta Jorgina Nello Optima Multisafe (cor 3240861), Aquarelle Wall HFS (cor 3942023) Recomendado para os segmentos: SAÚDE Hotelaria

Leia mais

Guia de uso e manutenção preventiva de pisos

Guia de uso e manutenção preventiva de pisos Guia de uso e manutenção preventiva de pisos Parabéns! Sua empresa acaba de receber um revestimento NS Brazil. Para que a sua experiência com o novo revestimento seja otimizada, desenvolvemos este manual

Leia mais

BOLETIM TÉCNICO - LINHA GRAFF

BOLETIM TÉCNICO - LINHA GRAFF A Linha de produtos da Textura & Cia foi desenvolvida para economizar, eliminando etapas do tipo massa fina, massa corrida / acrílica e pintura. Além de tornar prático e econômico o acabamento; os produtos

Leia mais

TÉCNICAS DE PINTURA EFEITO TITÂNIO ESCOVADO. A sensação de poder e resistência do titânio em suas paredes e móveis. Curso de Pintura 2010 MATERIAL:

TÉCNICAS DE PINTURA EFEITO TITÂNIO ESCOVADO. A sensação de poder e resistência do titânio em suas paredes e móveis. Curso de Pintura 2010 MATERIAL: Clue de Relacionamento Iquine TÉCNICAS DE PINTURA 03 EFEITO TITÂNIO ESCOVADO A sensação de poder e resistência do titânio em suas paredes e móveis. 1. Após preparação correta da superfície, aplique uma

Leia mais

DICAS PARA PREVENIR PROBLEMAS

DICAS PARA PREVENIR PROBLEMAS DICAS PARA PREVENIR PROBLEMAS Impermeabilização adequada das fundações de estruturas da obra. Todas as fundações e estruturas da obra com infiltração ou impermeabilização inadequada, principalmente no

Leia mais

WEGPOXI HIDRO ERP 303

WEGPOXI HIDRO ERP 303 WEGPOXI HIDRO ERP 303 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Primer epóxi poliamina bi -componente hidrossolúvel, com pigmentação anticorrosiva e secagem extra rápida. RECOMENDAÇÕES DE USO: Recomendado para a pintura de

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Tintas Soluções para a Indústria de Cimento

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Tintas Soluções para a Indústria de Cimento Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Tintas A WEG Tintas fornece tecnologia em tintas para diversos tipos de ambientes agressivos. São produtos com maior retenção de cor e brilho,

Leia mais

MEMORIAL TÉCNICO REFORMA e AMPLIAÇÃO

MEMORIAL TÉCNICO REFORMA e AMPLIAÇÃO MEMORIAL TÉCNICO REFORMA e AMPLIAÇÃO O presente Memorial Técnico de Reforma e Ampliação tem por finalidade descrever os materiais, procedimentos/métodos a serem empregados nas retiradas e na reforma, indicar

Leia mais

Desinfetantes Azulim 5 litros

Desinfetantes Azulim 5 litros Produtos e Informações dos mesmos. Desinfetantes Azulim 5 litros Encontrados nas versões: Eucalipto, Floral, Jasmim, Lavanda, Pinho, Talco, Alecrim e Erva doce. O mercado de desinfetantes em embalagens

Leia mais

Patologia em Revestimentos de Fachada

Patologia em Revestimentos de Fachada PATOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES Revestimentos de 1 Nome:Fernando Marques Ribeiro Matricula: 27667 Docente: Orlando Carlos B. Damin Artigo: Fonte: Editora: Ordem dos Engenheiros Região Norte / 2011 Autores: Ana

Leia mais

ADEQUAÇÃO DAS EDIFICAÇÕES E DO MOBILIÁRIO URBANO À PESSOA DEFICIENTE

ADEQUAÇÃO DAS EDIFICAÇÕES E DO MOBILIÁRIO URBANO À PESSOA DEFICIENTE Esta norma aplica-se atodas as edificações de uso público e/ou mobiliário urbano, tanto em condições temporárias como em condições permanentes. É sempre necessário consultar o REGULAMENTO DO CÓDIGO NACIONAL

Leia mais

DICAS ANTES DA COMPRA

DICAS ANTES DA COMPRA DICAS ANTES DA COMPRA Madeira: É um material natural e variações são consideradas normais, nuances e veios existentes nos pisos são próprios da madeira; imperfeições naturais, nós e variações nas tonalidades

Leia mais

MANUAL DE CONSERVAÇÃO DOS PRODUTOS CRIARE

MANUAL DE CONSERVAÇÃO DOS PRODUTOS CRIARE MANUAL DE CONSERVAÇÃO DOS PRODUTOS CRIARE Para que a vida útil do seu produto seja maior, recomendamos que estas informações sejam transmitidas às pessoas que executam a limpeza da sua casa. DE OLHO NA

Leia mais

Produto: KIT MAZAPOXI M298 II (4x1)

Produto: KIT MAZAPOXI M298 II (4x1) BOLETIM TÉCNICO Produto: KIT MAZAPOXI M298 II (4x1) DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Tinta de acabamento epóxi poliamida, bi componente, de baixa espessura, este produto atende a norma Petrobras N 1198 Tipo II. RECOMENDAÇÕES

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO DOS PISOS VINÍLICOS EM MANTAS FORTHFLEX, FORTHPISO, FORTHVINYL, CARAVAN E PASTILLE FLOOR

MANUAL DE INSTALAÇÃO DOS PISOS VINÍLICOS EM MANTAS FORTHFLEX, FORTHPISO, FORTHVINYL, CARAVAN E PASTILLE FLOOR MANUAL DE INSTALAÇÃO DOS PISOS VINÍLICOS EM MANTAS FORTHFLEX, FORTHPISO, FORTHVINYL, CARAVAN E PASTILLE FLOOR ANTES DA INSTALAÇÃO: Para podermos ter uma excelente apresentação da instalação não dependemos

Leia mais

Marcadores com ponta porosa, retrátil, lavável em água corrente, permitindo o uso imediato quando a ponta estiver ressecada ou com impregnações.

Marcadores com ponta porosa, retrátil, lavável em água corrente, permitindo o uso imediato quando a ponta estiver ressecada ou com impregnações. Marcadores com ponta porosa, retrátil, lavável em água corrente, permitindo o uso imediato quando a ponta estiver ressecada ou com impregnações. Tinta permanente para marcar todos os tipos de metais, plásticos,

Leia mais

Prefeitura Municipal de Piratini

Prefeitura Municipal de Piratini MEMORIAL DESCRITIVO O presente Memorial Descritivo visa estabelecer as condições de materiais e execução referentes à construção de um Vestiário Esportivo, localizado na Av. 6 de julho s/n, em Piratini/RS,

Leia mais

TINTAS E VERNIZES MCC1001 AULA 7

TINTAS E VERNIZES MCC1001 AULA 7 TINTAS E VERNIZES MCC1001 AULA 7 Disciplina: Materiais de Construção I Professora: Dr. a Carmeane Effting 1 o semestre 2014 Centro de Ciências Tecnológicas Departamento de Engenharia Civil DEFINIÇÃO: TINTAS

Leia mais

EMBALAGENS: Componente A Lackpoxi N 2629 Balde (15 L) Componente B Lackpoxi N 2629 componente B 10003395 (5 L)

EMBALAGENS: Componente A Lackpoxi N 2629 Balde (15 L) Componente B Lackpoxi N 2629 componente B 10003395 (5 L) LACKPOXI N 2629 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Epóxi poliamina bicomponente sem solvente. Tinta de acabamento de alta resistencia química a solventes e derivados de petróleo. Atende Norma Petrobras N 2629. Possui

Leia mais

Impermeabilizantes Sempre Novo+

Impermeabilizantes Sempre Novo+ Impermeabilizantes Sempre Novo+ Vidro Líquido. Nanotecnologia na palma da mão! Bonito como novo! Vivo como nunca! Sempre Novo +plástico Mais a cor. Maior brilho. Menos sujeira. Sem sujeiras. Sem manchas.

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Tintas Soluções para Estruturas Metálicas

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Tintas Soluções para Estruturas Metálicas Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas Tintas Soluções para Estruturas Metálicas www.we.net Soluções para Estruturas Metálicas Cada semento de mercado tem suas características específicas.

Leia mais

Coleção 2009 Tiragem: 2.000 Abril/2009 605 - Cabreúva Projeto: Rosenbaum Design RECOMENDAÇÕES PARA A INSTALAÇÃO O CONTRAPISO DEVE ESTAR: - Seco e isento de qualquer umidade: perfeitamente curado, impermeabilizado

Leia mais

WEGTHANE HIDRO HPA 501

WEGTHANE HIDRO HPA 501 WEGTHANE HIDRO HPA 501 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Tinta de acabamento poliuretano acrílico alifático hidrossolúvel, bicomponente. Produto desenvolvido para compor um sistema de proteção a nticorrosiva e resistência

Leia mais

KIT Nº 14 KIT Nº 2 0.905

KIT Nº 14 KIT Nº 2 0.905 KIT Nº 1 KIT Nº 2 01 Bandeja Grande Ref.0.2823 01 Rolo de Espuma Pop 23 cm Ref.0.13 com cabo Ref. 0.2072 01 Rolo de Espuma Pop 09 cm com cabo Ref. 0.1109. 01 Rolo de Espuma Pop 05 cm c/ cabo Ref. 0.1105

Leia mais

DESCRIÇÃO E/OU FOLHAS ATINGIDAS

DESCRIÇÃO E/OU FOLHAS ATINGIDAS ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA N : ET-810-CGC-007 USUÁRIO: CEGÁS 1 de 7 FOLHA: OBJETO AMPLIAÇÃO DA REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE GÁS NATURAL RAMAL DE DISTRIBUIÇÃO PARA ATENDIMENTO A CLIENTES REV. Í N D I C E D E R E

Leia mais

STARPOXI DFA 301. B O L E T I M T É C N I C O T i n t a s L í q u i d a s DESCRIÇÃO DO PRODUTO:

STARPOXI DFA 301. B O L E T I M T É C N I C O T i n t a s L í q u i d a s DESCRIÇÃO DO PRODUTO: STARPOXI DFA 301 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Tinta epóxi poliamina, bicomponente, de alta espessura, fazendo parte da classe dos Low VOC, podendo ser aplicado em ambientes internos, fechados ou não. Trata-se

Leia mais

ENDURIT PISO AN Manual de Orientação para Manutenção Preventiva e Corretiva

ENDURIT PISO AN Manual de Orientação para Manutenção Preventiva e Corretiva ENDURIT PISO AN Manual de Orientação para Manutenção Preventiva e Corretiva Prefácio O sistema de revestimento da linha ENDURIT, foi desenvolvido com a mais nobre linha de resinas uretanas, levando assim

Leia mais

Índice. P r o j e t o Tratamento de piso

Índice. P r o j e t o Tratamento de piso TRATAMENTO DE PISOS Índice Porque fazer um tratamento de piso? Fases do tratamento de piso Tipos de pisos Vantagens do tratamento Conceitos técnicos Equipamentos e acessórios Etapas do tratamento Produtos

Leia mais

Manual do Proprietário

Manual do Proprietário Manual do Proprietário Produtos A Salapronta possui uma rigorosa seleção de seus móveis, começando pela qualidade de madeiras maciças, placas de madeira, laminados e outros acessórios. Escolhendo sempre

Leia mais