Problemas Comuns. Eflorescência

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Problemas Comuns. Eflorescência"

Transcrição

1 Problemas Comuns Como em qualquer outra área na construção civil, geralmente ocorrem problemas, seja na preparação da superfície ou no acabamento. Os problemas mais freqüentes são: Eflorescência São manchas esbranquiçadas que surgem na superfície pintada. Isto acontece quando a tinta foi aplicada sobre o reboco úmido. A secagem do reboco dá-se pela eliminação de água sob a forma de vapor, que arrasta o hidróxido de cálcio do interior para a superfície pintada, onde se deposita, causando a mancha. A eflorescência pode acontecer também em superfície de cimento amianto, concreto, tijolo, etc. para evitar esse inconveniente, basta que se tenha o cuidado de aguardar a secagem da superfície antes de aplicar a tinta. Para corrigir a eflorescência deve-se aguardar a secagem da superfície, eliminar eventuais infiltrações, apicar uma demão de Maxicron Preparador Pronto pra Uso e repintar. Desagregamento Caracteriza-se pela destruição da pintura, que se esfarela, destacando-se da superfície, juntamente com partes do reboco. Este problema ocorre quando a tinta foi aplicada antes que o reboco estivesse curado. Portanto, antes de pintar um reboco novo, deve-se aguardar cerca de 30 dias para que o mesmo esteja curado. Para corrigir o desagregamento deve-se raspar as partes soltas; corrigir as imperfeições profundas com reboco; aplicar uma demão de Maxicron Preparador Pronto pra Uso e repintar.

2 Saponificação Manifesta-se pelo aparecimento de manchas na superfície pintada (frequentemente provoca descascamento ou destruição da tinta PVA) ou pelo retardamento indefinido da secagem da tinta à base de resinas alquídicas (esmaltes e tinta a óleo). Neste caso, a superfície apresenta-se pegajosa, podendo até escorrer o óleo. A saponificação é causada pela alcalinidade natural de cal e do cimento que compõem o reboco. Essa alcalinidade, na presença de certo grau de umidade, reage com a acidez característica de alguns tipos de resina, acarretando a saponificação. Para evitar esse problema, repetimos: antes de pintar o reboco, aguarde até que o mesmo esteja seco e curado, o que demora 30 dias. Para corrigir a saponificação em tintas látex recomenda-se raspar, escovar ou lixar a superfície, eliminando as partes soltas ou mal aderidas. Isto é feito, aplica-se uma demão de Maxicron Preparador Pronto pra Uso, e em seguida, repintar. A correção da saponificação em pintura alquídica (esmalte sintético, tinta óleo) é feita conforme segue: remover totalmente a tinta mediante lavagem com solventes, raspando e lixando. Às vezes, pela dificuldade em remover esse tipo de tinta, costuma-se aquecer a pintura com um maçarico até que esta estoure, raspando-se em seguida, ainda quente (este procedimento somente é aconselhável quando executado por profissionais experientes). Em seguida, aplicar duas demãos de Maxicron Fundo Óleo, e repintar. Manchas causadas por pingos de chuva Tais manchas ocorrem quando se trata de pingos isolados, em paredes recém-pintadas. Os pingos isolados, ao molhar a pintura, trazem à superfície os materiais solúveis da tinta, surgindo as manchas. Entretanto, se cair realmente uma chuva e não apenas pingos isolados, não haverá manchas. Para eliminá-las, basta lavar a superfície com água, sem esfregar.

3 Fissuras Fissuras ou trincas estritas, rasas e sem continuidade, entre outras causas, podem ser provocadas por tempo insuficiente de hidratação de cal antes da aplicação do reboco ou camada muito grossa da Massa Fina. Para corrigir, recomenda-se: Raspar/escovar a superfície, eliminando as partes soltas, poeira, manchas de gordura, sabão ou mofo; aplicar uma demão de Maxicron Preparador Pronto pra Uso; aplicar duas demãos de Elastocron, e repintar. Trincas de estruturas De modo geral são causadas por movimentos de estrutura. Para corrigir, recomenda-se abrir a trinca com esmerilhadeira elétrica, resultando numa abertura com perfil em V, escovar/eliminar a poeira; aplicar uma demão de Maxicron Preparador Pronto pra Uso; aplicar Maxicron Mastique Veda Trinca; repassar o Mastique Veda Trinca cerca de 24 horas depois da primeira aplicação. Sobre a trinca já vedada, aplicar uma demão Elastocron. Aguardar a secagem inicial fazer a repintura. Descascamento O descascamento da tinta pode acontecer quando a pintura for executada sobre caição, sem que se tenha preparado a superfície. A aderência do cal sobre a superfície não é boa, constituindo camada puverulenta. Portanto, qualquer tinta aplicada sobre caição está sujeita a descascar-se rapidamente. Para que isto não ocorra, antes de pintar sobre caição elimine as partes soltas ou mal aderidas, raspando ou escovando a superfície. Depois, aplique uma demão de Maxicron Preparador Pronto pra Uso. O descascamento da tinta também pode ocorrer quando, na primeira pintura sobre o reboco, a primeira demão não foi bem diluída, ou havia excesso de poeira na superfície. Neste caso, lembramos quando se deseja aplicar a tinta diretamente sobre o reboco, a primeira demão deve ser bem diluída (de 30% a 50% de água). Para corrigir o descascamento, recomenda-se raspar ou escovar a superfície até a remoção total das partes soltas ou mal aderidas. Em seguida, deve-se aplicar uma demão de Maxicron Preparador Pronto pra Uso, e repintar.

4 Bolhas Em paredes externas, geralmente são causadas pelo uso de Massa Corrida PVA, produto indicado apenas para superfícies internas. Neste caso, a Massa Corrida deve ser removida, aplicando-se em seguida uma demão de Maxicron Preparador Pronto pra Uso. Depois, corrigir as imperfeições com Maxicron Massa Acrílica e repintar. Em paredes internas, podem ocorrer quando, após o lixamento da Massa Corrida, a poeira não foi eliminada ou quando a tinta não foi devidamente diluída. O uso de Massa Corrida muito fraca (com pouca resina) também pode provocar bolhas. A correção deve ser feita com a remoção (raspagem) das partes afetadas. Isto feito, recomenda-se aplicar uma demão de Maxicron Preparador Pronto pra Uso, corrigir as imperfeições com Maxicron Massa Corrida e repintar. Mais um caso de formação de bolhas acontece quando a nova tinta aplicada umedece a película de tinta anterior (de qualidade inferior), causando sua dilatação. Para corrigir, recomenda-se raspar as partes afetadas, aplicar uma demão de Maxicron Preparador Pronto pra Uso, retocar a superfície com Maxicron Massa Acrílica (reboco esterno) ou Maxicron Massa Corrida (reboco interno) e repintar. Manchas amareladas em paredes e tetos Podem ser provocadas por gordura, óleo ou fumaça de cigarro (nicotina). Antes de repintar ambientes ataacados por tais manchas, recomenda-se lavar a superfície com uma solução de água com 10% de amoníaco ou com detergente à base dessa substancia. Este procedimento, quando desejado, pode ser substituído pela aplicação de uma demão de Maxicron Preparador Pronto pra Uso, e repintar. Defeitos em pintura sobre a madeira Os problemas mais comuns em pinturas alquídicas (esmaltes, tinta a óleo) são: retardamento indefinido da secagem, manchas, trincas e má aderência. Manchas e retardamento na secagem Podem ocorrer quando a repintura foi feita sobre madeira com resíduos de soda cáustica, que foi utilizada na remoção da pintura anterior. Para prevenir este problema, antes de repintar, deve-se eliminar por completo qualquer resíduo de soda cáustica (ou semelhante), lavando-se a superfície com bastante água. Aguarde a secagem e repinte. Se o problema já existir, remova a pintura e siga as mesmas instruções acima. Os defeitos em questão também podem ser causados pela migração de ácidos orgânicos ou resinas naturais, características de certos tipos de madeira.

5 Trincas e má aderência Geralmente ocorrem quando se utiliza Massa Corrida PVA para corrigir imperfeições de madeira, principalmente em portas. Como já dissemos, tais imperfeições devem ser corrigidas com Massa Óleo ou Maxicron Massa Acrílica. Para correção, remova a Massa Corrida (PVA) e aplique uma demão de Maxicron Fundo Óleo. Depois corrija as imperfeições com Maxicron Massa Acrílica ou Massa Óleo, lixe, elimine o pó e pinte novamente.

AMETISTA PROCEDIMENTOS PRELIMINARES QUE ANTECEDE AS TEXTURAS

AMETISTA PROCEDIMENTOS PRELIMINARES QUE ANTECEDE AS TEXTURAS Manual AMETISTA PROCEDIMENTOS PRELIMINARES QUE ANTECEDE AS TEXTURAS l-avaliçao das superfiçies Verificar se as areas estao secas, isentas de umidade oleo ou graxas,buracos etc... ll-preparaçao de superficies

Leia mais

TINTAS. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho

TINTAS. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho TINTAS Conceito Composição química variada, na maioria das vezes orgânica, que apresenta consistência líquida ou pastosa, que aplicada sobre uma superfície, forma um revestimento sólido e contínuo, com

Leia mais

GUIA PRÁTICO. www.yalen.com.br DE PINTURA PROCEDIMENTOS TÉCNICOS SOLUÇÃO DE PROBLEMAS

GUIA PRÁTICO. www.yalen.com.br DE PINTURA PROCEDIMENTOS TÉCNICOS SOLUÇÃO DE PROBLEMAS www.yalen.com.br GUIA PRÁTICO PROCEDIMENTOS TÉCNICOS SOLUÇÃO DE PROBLEMAS UMA SELEÇÃO DE INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS, PARA QUALQUER PROFISSIONAL DA PINTURA. Caro Amigo (a), Este guia foi desenvolvido para

Leia mais

O fundo preparador ou selador veda e nivela a superfície; se necessário, pode-se corrigir imperfeições com a massa corrida.

O fundo preparador ou selador veda e nivela a superfície; se necessário, pode-se corrigir imperfeições com a massa corrida. Página 1 de 5 TINTAS E VERNIZES LATEX ACRÍLICO E PVA Criadas para proteger e embelezar as paredes de alvenaria, estruturas metálicas e madeiras, as tintas são aperfeiçoadas para garantir maior desempenho

Leia mais

Dicas para a combinação das cores em casa

Dicas para a combinação das cores em casa O uso de selador antes da pintura fecha os poros da parede e impede que grande quantidade de tinta seja desperdiçada. Tintas com brilho destacam as imperfeições das superfícies. Para paredes com saliências

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO 1. Generalidades

MEMORIAL DESCRITIVO 1. Generalidades MEMORIAL DESCRITIVO Memorial descritivo de serviço de pintura geral do prédio da Câmara Municipal de Fortaleza de Minas MG. Compõem este memorial as especificações técnicas acerca dos serviços a serem

Leia mais

MANUAL PRÁTICO DE APLICAÇÃO

MANUAL PRÁTICO DE APLICAÇÃO MANUAL PRÁTICO DE APLICAÇÃO Esperamos que este Manual Prático de Aplicação possa oferecer a você que é usuário das tintas da KING S PAINT, informações importantes para realizar uma pintura de melhor qualidade

Leia mais

Dicas Qualyvinil PROCESSOS DE PINTURA

Dicas Qualyvinil PROCESSOS DE PINTURA Processos de pintura Existem diferentes processos de pintura, mas o segredo para o sucesso e durabilidade do acabamento final, depende invariavelmente da habilidade do profissional e da preparação da superfície.

Leia mais

Aqui são relacionados os tipos comumente encontrados na construção civil classificado de acordo com os veículos utilizados em sua formulação.

Aqui são relacionados os tipos comumente encontrados na construção civil classificado de acordo com os veículos utilizados em sua formulação. 09 - TINTAS E VIDROS APÓS ESTUDAR ESTE CAPÍTULO; VOCÊ DEVERÁ SER CAPAZ DE: Escolher o tipo de tinta ideal para a sua edificação; Especificar corretamente o preparo das bases para a aplicação das tintas;

Leia mais

COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL!

COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL! COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL! Na execução de uma PINTURA, devemos levar em consideração os vários fatores que envolvem as etapas deste processo e suas particularidades. Por exemplo, temos

Leia mais

BOLETIM DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS Revisão 006 Julho/2011

BOLETIM DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS Revisão 006 Julho/2011 1 - PRODUTO: Acrílico Standard mais rendimento Natrielli. 2 - DESCRIÇÃO: É uma tinta acrílica de alto rendimento apresenta um excelente acabamento em superfícies externas e internas de alvenaria, reboco,

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA PINTURA

PROCEDIMENTOS PARA PINTURA PROCEDIMENTOS PARA PINTURA Prof. Marco Pádua Geralmente não é dada a devida importância a qualidade dos serviços de pintura. Sendo a última etapa da construção, as vezes, motivados pela economia procuram-se

Leia mais

PINTURAS EXECUÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II

PINTURAS EXECUÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II PINTURAS EXECUÇÃO Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II PINTURA EQUIPAMENTOS USUAIS PARA APLICAÇÃO DA PINTURA Ferramentas para PREPARO

Leia mais

Aplicações Xadrez Pigmento em Pó

Aplicações Xadrez Pigmento em Pó Dê asas à sua imaginação nas diversas aplicações do Pó Xadrez. Aplicações Xadrez Pigmento em Pó O PÓ XADREZ é um pigmento concentrado que proporciona efeitos decorativos em diversas aplicações. Mais econômico,

Leia mais

Faculdade Sudoeste Paulista Curso de Engenharia Civil Técnicas da Construção Civil

Faculdade Sudoeste Paulista Curso de Engenharia Civil Técnicas da Construção Civil AULA 15 - PINTURA A pintura é um serviço de obra tão importante como qualquer outro, e é um grave erro não lhe dar uma atenção condizente, ela deve ser projetada e executada segundo técnica adequada, não

Leia mais

GIOVANE PEREIRA ALVES SISTEMAS DE PINTURA EM EDIFICIOS PÚBLICOS DE MARINGÁ: PATOLOGIAS, PROCESSOS, EXECUÇÃO E RECOMENDAÇÕES.

GIOVANE PEREIRA ALVES SISTEMAS DE PINTURA EM EDIFICIOS PÚBLICOS DE MARINGÁ: PATOLOGIAS, PROCESSOS, EXECUÇÃO E RECOMENDAÇÕES. GIOVANE PEREIRA ALVES SISTEMAS DE PINTURA EM EDIFICIOS PÚBLICOS DE MARINGÁ: PATOLOGIAS, PROCESSOS, EXECUÇÃO E RECOMENDAÇÕES. Monografia apresentada para a obtenção do Título de Especialista em Construção

Leia mais

MORADORES DO ASFALTO TÊM VISÃO PRECONCEITUOSA EM RELAÇÃO A FAVELAS

MORADORES DO ASFALTO TÊM VISÃO PRECONCEITUOSA EM RELAÇÃO A FAVELAS CONHECIMENTOS GERAIS de 01 a 20 Leia atentamente o texto a seguir para responder às questões de 01 a 15. TEXTO: MORADORES DO ASFALTO TÊM VISÃO PRECONCEITUOSA EM RELAÇÃO A FAVELAS 5 10 15 20 25 30 Pesquisa

Leia mais

Florença Revestimentos Cimentícios Recomendações Técnicas

Florença Revestimentos Cimentícios Recomendações Técnicas Florença Revestimentos Cimentícios Recomendações Técnicas Produto/variações Devido ao processo de fabricação e aplicação de gel envelhecedor, os revestimentos cimentícios, podem apresentar pequenas variações

Leia mais

BOLETIM TÉCNICO - LINHA GRAFF

BOLETIM TÉCNICO - LINHA GRAFF A Linha de produtos da Textura & Cia foi desenvolvida para economizar, eliminando etapas do tipo massa fina, massa corrida / acrílica e pintura. Além de tornar prático e econômico o acabamento; os produtos

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE PINTURA

PROCEDIMENTOS DE PINTURA 1 PROCEDIMENTOS DE PINTURA 2 PROCEDIMENTOS DE PINTURA 01.00 SISTEMA DE PINTURA PARA ACABAMENTO FINAL EM LATEX PVA 01.01 - PREPARAÇÃO DA SUPERFÍCIE 1. GESSO (PLACA/PASTA) - Aplicar fundo preparador de parede

Leia mais

A) cérebro. B) comanda. C) inevitável. D) socorro. E) cachorro.

A) cérebro. B) comanda. C) inevitável. D) socorro. E) cachorro. CONHECIMENTOS DE LÍNGUA PORTUGUESA TEXTO 1 CÉREBRO ELETRÔNICO O cérebro eletrônico faz tudo Faz quase tudo Faz quase tudo Mas ele é mudo. O cérebro eletrônico comanda Manda e desmanda Ele é quem manda

Leia mais

CORES Além das cores de catálogo pode-se obter outros tons misturando as cores entre sí.

CORES Além das cores de catálogo pode-se obter outros tons misturando as cores entre sí. TINTA ACRÍLICA PREMIUM MACTRA é uma tinta acrílica fosca com excelente desempenho. Sua FÓRMULA EVOLUTION oferece ótima cobertura, secagem rápida, fácil aplicação e baixo odor, proporcionando uma pintura

Leia mais

Boletim Técnico. Cores Azul. Textura Lisa e brilhante.

Boletim Técnico. Cores Azul. Textura Lisa e brilhante. Página 1 de 5 Boletim Técnico Produto Esmalte PU Piscinas Descrição Esmalte PU Piscinas é um esmalte poliuretano bicomponente impermeável ideal para pintura de piscinas de concreto e fibra, deixando-as

Leia mais

REVESTIMENTO E TRATAMENTO DE SUPERFÍCIE ESPECIFICAÇÕES OBJETIVO... 2 CONSIDERAÇÕES GERAIS... 2 CONSIDERAÇÕES ESPECÍFICAS... 2

REVESTIMENTO E TRATAMENTO DE SUPERFÍCIE ESPECIFICAÇÕES OBJETIVO... 2 CONSIDERAÇÕES GERAIS... 2 CONSIDERAÇÕES ESPECÍFICAS... 2 1/26 SUMÁRIO OBJETIVO... 2 CONSIDERAÇÕES GERAIS... 2 CONSIDERAÇÕES ESPECÍFICAS... 2 01 PISO, SOLEIRA E DEGRAU... 2 02 RODAPÉ... 4 03 PAREDE, TETO E BEIRAL... 5 04 PINTURA... 7 05 REVESTIMENTO ESPECIAL...

Leia mais

Manual Técnico de Pintura

Manual Técnico de Pintura Manual Técnico de Pintura Prezado Cliente Hidracor, Pensando na melhor forma de atendê-lo e tirar suas dúvidas, a Tintas Hidracor desenvolveu este Manual Técnico de Pintura. Prático e de rápida consulta,

Leia mais

QUALIDADE NO SERVIÇO DE PINTURA COM TINTAS LÁTEX EM REVESTIMENTOS INTERNOS DE ARGAMASSA: ANÁLISE DE CASOS

QUALIDADE NO SERVIÇO DE PINTURA COM TINTAS LÁTEX EM REVESTIMENTOS INTERNOS DE ARGAMASSA: ANÁLISE DE CASOS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL William Yutaka Mizushima QUALIDADE NO SERVIÇO DE PINTURA COM TINTAS LÁTEX EM REVESTIMENTOS INTERNOS DE ARGAMASSA:

Leia mais

Composição Básica Emulsão Latex Modificada, pigmentos orgânicos e inorgânicos, cargas minerais, aditivo, antibacteria e água.

Composição Básica Emulsão Latex Modificada, pigmentos orgânicos e inorgânicos, cargas minerais, aditivo, antibacteria e água. Boletim Técnico Produto Casacor Acrílico Fosco Branco Descrição Casa limpa, mais saúde e família protegida. Tudo isso em uma tinta: CASA COR Acrílico Super Premium da Tintas Renner. A sua fórmula especial

Leia mais

PLASTEEL MASSA 4:1 PLASTEEL MASSA

PLASTEEL MASSA 4:1 PLASTEEL MASSA PLASTEEL MASSA 4:1 PLASTEEL MASSA 4:1 é um composto epóxi bi-componente com carga metálica, característica de massa na cor preta, pode ser aplicado com espátula, cura a frio, substituindo de maneira muito

Leia mais

PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS

PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS MANUAL DE BOAS PRÁTICAS E DICAS PARA UMA PINTURA EFICIENTE DE PISO Sempre que desejamos fazer uma pintura de piso, Industrial ou não, devemos ter em mente quais são os objetivos

Leia mais

Patologia em Revestimentos de Fachada

Patologia em Revestimentos de Fachada PATOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES Revestimentos de 1 Nome:Fernando Marques Ribeiro Matricula: 27667 Docente: Orlando Carlos B. Damin Artigo: Fonte: Editora: Ordem dos Engenheiros Região Norte / 2011 Autores: Ana

Leia mais

4- CONSIDERAÇÕES GERAIS

4- CONSIDERAÇÕES GERAIS Prefeitura do Município de São Miguel Arcanjo 1 Secretaria Municipal de Obras e Serviços Praça Antonio Ferreira Leme, 53 Centro CEP 18230-000 SÃO MIGUEL ARCANJO-SP - Fone. 15 3279.8000 e-mail: obras@saomiguelarcanjo.sp.gov.br

Leia mais

Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia

Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia MEMORIAL DESCRITIVO Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia Sumário 1.Considerações gerais...1 2.Serviços

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE DOURADO CNPJ 51.814.960/0001-26. Projeto Básico

PREFEITURA MUNICIPAL DE DOURADO CNPJ 51.814.960/0001-26. Projeto Básico Projeto Básico Pintura e reparos na Escola Municipal de Ensino Fundamental Senador Carlos José Botelho 1.0 Objeto Trata-se de obra de pintura e correção de reparos no edifício da escola, tombado pelo Patrimônio.

Leia mais

TINTAS. As tintas são empregadas na construção com o fim de conservar os materiais sobre os quais são aplicados etambém para fim decorativo.

TINTAS. As tintas são empregadas na construção com o fim de conservar os materiais sobre os quais são aplicados etambém para fim decorativo. Prof. Marcos Valin Jr TINTAS As tintas são empregadas na construção com o fim de conservar os materiais sobre os quais são aplicados etambém para fim decorativo. As tintas devem ter além da fixidez apropriedade

Leia mais

Manual Técnico de Pintura

Manual Técnico de Pintura Manual Técnico de Pintura Manual Técnico Hidracor 1 Prezado Cliente Hidracor, Pensando na melhor forma em atendê-lo, tirar suas dúvidas, a Tintas Hidracor desenvolveu este Manual Técnico de Pintura.Prático

Leia mais

VtintaI = / / (Litros) VtintaF = / / (Litros)

VtintaI = / / (Litros) VtintaF = / / (Litros) ANEXO A TINTAS PLANILHA N o 2.18. Observador: Alternativas para redução dos desperdícios de materiais nos canteiros de obra MEDIÇÃO DE ESTOQUE (VtintaI E VtintaF): TINTA LÁ TEX ACRÍLICA OU LÁ TEX PVA A.

Leia mais

DICAS PARA PREVENIR PROBLEMAS

DICAS PARA PREVENIR PROBLEMAS DICAS PARA PREVENIR PROBLEMAS Impermeabilização adequada das fundações de estruturas da obra. Todas as fundações e estruturas da obra com infiltração ou impermeabilização inadequada, principalmente no

Leia mais

APLICAÇÃO DE ELASTRON EM CONCRETO 1,5

APLICAÇÃO DE ELASTRON EM CONCRETO 1,5 APLICAÇÃO DE ELASTRON EM CONCRETO 1,5 1.0 - DESCRIÇÃO Esta literatura tem por finalidade servir de guia de aplicação do Elastron sobre Estruturas de Concreto e a Preparação do Substrato. O Sistema consistirá

Leia mais

ARREPIAMENTO. II CORREÇÃO Remover as áreas afetadas e repintar. acabamento extremamente sensíveis.

ARREPIAMENTO. II CORREÇÃO Remover as áreas afetadas e repintar. acabamento extremamente sensíveis. ARREPIAMENTO O solvente do produto recém aplicado ataca o acabamento anterior causando, enrugamento, arrepiamento ou franzimento do filme de tinta, devido a: Repintura de esmalte ou poliuretano não totalmente

Leia mais

Patologia das Pinturas

Patologia das Pinturas Patologia das Pinturas Finalidades Acabamento com efeito estético Proteção dos elementos construtivos Durabilidade da edificação 27/6/2007 Patologia das Pinturas 2 Constituintes básicos Resina, veículo

Leia mais

SISTEMAS DE PISO EPOXI

SISTEMAS DE PISO EPOXI SISTEMAS DE PISO EPOXI PRODUTO DESCRIÇÃO VEC-601 TUBOFLOOR TEE-556 AUTONIVELANTE Selador epóxi de dois componentes de baixa viscosidade. Revestimento epóxi com adição de sílica para regularização de pisos.

Leia mais

10 PATOLOGIAS MAIS COMUNS EM REVESTIMENTOS.

10 PATOLOGIAS MAIS COMUNS EM REVESTIMENTOS. 10 PATOLOGIAS MAIS COMUNS EM REVESTIMENTOS. APÓS ESTUDAR ESTE CAPÍTULO; VOCÊ DEVERÁ SER CAPAZ DE: Saber analisar as manifestações apresentadas nos revestimentos; Saber as causas prováveis das patologias

Leia mais

Norma Técnica SABESP NTS 159

Norma Técnica SABESP NTS 159 Norma Técnica SABESP NTS 159 Esquema de pintura para equipamentos e materiais em aço-carbono ou ferro fundido pintados e em contato direto com esgoto Especificação São Paulo Rev. 1 - Outubro - 2001 NTS

Leia mais

Av Dr. Cardoso de Mello, 1340 - cjto. 131 - Vila Olímpia Cep: 04548-004 - São Paulo - SP Fone/Fax: 11 3054-1480

Av Dr. Cardoso de Mello, 1340 - cjto. 131 - Vila Olímpia Cep: 04548-004 - São Paulo - SP Fone/Fax: 11 3054-1480 www.abrafati.com.br Av Dr. Cardoso de Mello, 1340 - cjto. 131 - Vila Olímpia Cep: 04548-004 - São Paulo - SP Fone/Fax: 11 3054-1480 Rua Júlio Diniz, 56 - cjto 41 - Vila Olímpia Cep: 04547-090 - São Paulo

Leia mais

Sistemas Tintométricos Acabamentos Preparação Polimento Thinners e Diluentes. Defeitos de Pintura. Causas, prevenção e correção.

Sistemas Tintométricos Acabamentos Preparação Polimento Thinners e Diluentes. Defeitos de Pintura. Causas, prevenção e correção. Sistemas Tintométricos Acabamentos Preparação Polimento Thinners e Diluentes Defeitos de Pintura, prevenção e correção. Para garantir maior produtividade e qualidade total na aplicação de tintas e vernizes

Leia mais

Construção. Impermeabilizante liquido para preparo de concreto e argamassa. Descrição do Produto Usos. Características / Vantagens.

Construção. Impermeabilizante liquido para preparo de concreto e argamassa. Descrição do Produto Usos. Características / Vantagens. Ficha do Produto Edição 22/04/2011 Sikacim Impermeabilizante Construção Sikacim Impermeabilizante Impermeabilizante liquido para preparo de concreto e argamassa. Descrição do Produto Usos Características

Leia mais

QE-48. Quadra de esportes/ linhas demarcatórias. Componentes. Código de listagem. Atenção. Revisão Data Página 1/6 14/06/13

QE-48. Quadra de esportes/ linhas demarcatórias. Componentes. Código de listagem. Atenção. Revisão Data Página 1/6 14/06/13 1/6 2/6 3/6 4/6 5/6 6/6 DESCRIÇÃO Constituintes Fita crepe para demarcação das faixas. Tinta látex para piso conforme ficha S14.7 do Catálogo de Serviços. Protótipo comercial Tinta látex para piso: - Ver

Leia mais

CONSERVANDO TELHADOS

CONSERVANDO TELHADOS A ESCOLHA DA COR Você sabia que o processo industrial empregado na elaboração de tintas ou revestimentos, etc... Somente se encerra com a cura total do produto após sua aplicação! Na maioria dos casos,

Leia mais

Reforma nas Atuais Dependências da Capela Mortuária do Cemitério Municipal de Indaial MEMORIAL DESCRITIVO

Reforma nas Atuais Dependências da Capela Mortuária do Cemitério Municipal de Indaial MEMORIAL DESCRITIVO Reforma nas Atuais Dependências da Capela Mortuária do Cemitério Municipal de Indaial MEMORIAL DESCRITIVO Indaial, Junho de 2014 CONSIDERAÇÕES INICIAIS Este memorial tem por objetivo descrever e especificar

Leia mais

Tratamento de Superfície para diversos Substratos. 1. Aço carbono

Tratamento de Superfície para diversos Substratos. 1. Aço carbono Antes de iniciar uma pintura, preocupe-se em primeiro lugar com a segurança, sua e das pessoas próximas. As tintas em geral possuem certo grau de toxidade, por isso deixe o local o mais arejado possível,

Leia mais

Fazendo tinta com terra

Fazendo tinta com terra Fazendo tinta com terra Viçosa-MG 2007 Autores (em ordem alfabética): Anôr Fiorini de Carvalho Letícia de Melo Honório Marcelo Rodrigues de Almeida Paulo César dos Santos Pedro Eugênio Quirino Expediente:

Leia mais

PATOLOGIAS NO REVESTIMENTO DE FACHADAS DOS EDIFÍCIOS HISTÓRICOS DA CIDADE DE CAMPINA GRANDE

PATOLOGIAS NO REVESTIMENTO DE FACHADAS DOS EDIFÍCIOS HISTÓRICOS DA CIDADE DE CAMPINA GRANDE PATOLOGIAS NO REVESTIMENTO DE FACHADAS DOS EDIFÍCIOS HISTÓRICOS DA CIDADE DE CAMPINA GRANDE Autoria: Danilo Wanderley Matos de Abreu (Orientador) - Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas (FACISA) Auriana

Leia mais

Cerâmicas e porcelanatos

Cerâmicas e porcelanatos Aprenda a limpar cerâmica, porcelanato, laminado, vidro, madeira... De forma geral, pano umedecido e detergente neutro, aplicados depois de varrer a superfície, bastam à limpeza do chão. No caso de alérgicos,

Leia mais

Tutorial Como Fazer Ferrugem. Como fazer Ferrugem

Tutorial Como Fazer Ferrugem. Como fazer Ferrugem Como fazer Ferrugem Quando se constrói um modelo naval há de se ter em mente os dois casos, ou meu modelo vai ser um modelo novo recém lançado ao mar ou outros, ou vai ser um modelo que já sofreu as intempéries

Leia mais

NORMA TÉCNICA 1/7 NE-007. 1ª Edição 1. OBJETIVO 2. REFERÊNCIAS NORMATIVAS

NORMA TÉCNICA 1/7 NE-007. 1ª Edição 1. OBJETIVO 2. REFERÊNCIAS NORMATIVAS NORMA TÉCNICA Título: PINTURA DE AÇO CARBONO, COM PREPARAÇÃO DE SUPERFÍCIE POR FERRAMENTAS Aprovação Subcomitê de Manutenção das Empresas Eletrobras - SCMT Vigência 10.03.2016 1/7 NE-007 1ª Edição 1. OBJETIVO

Leia mais

PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS

PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS . PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS MANUAL DE BOAS PRÁTICAS DICAS PARA UMA PINTURA EFICIENTE DE PISO Sempre que desejamos fazer uma pintura de piso, Industrial ou não, devemos ter em mente quais são os objetivos

Leia mais

OXY-PRIMER CONVERSOR DE FERRUGEM E PRIMER BOLETIM TÉCNICO

OXY-PRIMER CONVERSOR DE FERRUGEM E PRIMER BOLETIM TÉCNICO OXY-PRIMER CONVERSOR DE FERRUGEM E PRIMER BOLETIM TÉCNICO O produto OXY-PRIMER é um tipo de tinta de cobertura cimentosa que não é composto de resinas normais, mas que adere como cimento. O cimento adere

Leia mais

ORIGAMI Manual de conservação

ORIGAMI Manual de conservação R e s p e i t a r o s l i m i t e s d e p e s o. T r a n s p o r t a r c o m c u i d a d o. TECIDO S LIMPE SEMANALMENTE A POEIRA DEPOSITADA SOBRE O TECIDO COM UM ASPIRADOR DE PÓ E REALIZE UMA ESCOVAÇÃO

Leia mais

AMETISTA REVESTIMENTOS

AMETISTA REVESTIMENTOS AMETISTA REVESTIMENTOS Ficha técnica MASSA CORRIDA É composta de emulsão acrílica, carga minerais inertes e aditivos solúveis em água, desenvolvida para a execução de quaisquer correções em ambientes internos.

Leia mais

FISPQ LIMPA PORCELANATO. FICHA DE SEGURANÇA de produtos químicos

FISPQ LIMPA PORCELANATO. FICHA DE SEGURANÇA de produtos químicos LIMPA PORCELANATO CARACTERÍSTICA DO PRODUTO: É um limpador alcalino especialmente formulado para limpeza leve e pesada em pisos tratados com acabamentos acrílicos, pisos não tratados como porcelanato.

Leia mais

FABRICANTES PRINCIPAIS: PLACO LAFARGE KNAUF

FABRICANTES PRINCIPAIS: PLACO LAFARGE KNAUF GESSO FABRICANTES PRINCIPAIS: PLACO LAFARGE KNAUF Paredes de gesso Paredes de blocos de gesso: Construção semelhante a de alvenaria convencional, utilizando-se gesso e massa de gesso em vez de tijolos

Leia mais

Impermeável Protector Resistente impermeabilizações objectivo - problema - solução objectivo 1 Prevenir a infiltração de água para os pavimentos e paredes das cozinhas, casas de banho, balneários e outros

Leia mais

Construção. Aditivo impermeabilizante de pega normal para argamassa e concreto não armado. Descrição do Produto. Usos. Características/ Vantagens

Construção. Aditivo impermeabilizante de pega normal para argamassa e concreto não armado. Descrição do Produto. Usos. Características/ Vantagens Ficha do Produto Edição 18/5/2010 Sika 1 Construção Sika 1 Aditivo impermeabilizante de pega normal para argamassa e concreto não armado Descrição do Produto Usos Características/ Vantagens Dados do Produto

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE CANOINHAS SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE CANOINHAS SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO MEMORIAL DESCRITIVO Reforma Unidade de Saúde de Campo da Água Verde Local: Campo da Água Verde Canoinhas/SC CANOINHAS-SC ABRIL / 2014 SERVIÇOS PRELIMINARES E GERAIS... Este Memorial Descritivo tem a função

Leia mais

Lavagem e manutenção

Lavagem e manutenção Lavagem e manutenção Instruções: a. Recomenda-se, durante a lavagem, não friccionar fortemente e/ou escovar, a roupa sobre o tanque, essas práticas desgastam o tecido, afetando a uniformidade das cores.

Leia mais

MAXIJUNTA - PASTILHAS DE PORCELANA

MAXIJUNTA - PASTILHAS DE PORCELANA INDICAÇÕES: Argamassa colante de assentamento e rejuntamento simultâneo flexível, de alta adesividade, para áreas internas e externas. O Maxijunta Pastilhas de Porcelana é indicado principalmente para

Leia mais

Membrana liquida impermeabilizante, econômica e ecologicamente amigável para coberturas baseada na Tecnologia Co-Elástica (CET) da Sika

Membrana liquida impermeabilizante, econômica e ecologicamente amigável para coberturas baseada na Tecnologia Co-Elástica (CET) da Sika Ficha do Produto Edição 02/08/2011 Nº de identificação: 02 09 02 20 900 0 000004 Membrana liquida impermeabilizante, econômica e ecologicamente amigável para coberturas baseada na Tecnologia Co-Elástica

Leia mais

MAXIJUNTA - 3 EM 1 PRODUTO:

MAXIJUNTA - 3 EM 1 PRODUTO: INDICAÇÕES: Argamassa colante de assentamento e rejuntamento simultâneo flexível de alta adesividade para áreas internas e externas. Assenta e rejunta pastilhas de porcelana e cerâmica até 7,5 x 7,5 cm,

Leia mais

Norma Técnica SABESP NTS 144

Norma Técnica SABESP NTS 144 Norma Técnica SABESP NTS 144 Esquema de pintura para equipamentos e materiais em aço-carbono ou ferro fundido novos e sujeitos à umidade freqüente Especificação São Paulo Maio - 2001 NTS 144 : 2001 Norma

Leia mais

Obrigado por ter adquirido os nossos produtos.

Obrigado por ter adquirido os nossos produtos. Obrigado por ter adquirido os nossos produtos. A Lavore Móveis segue um rigoroso controle de qualidade com o objetivo de garantir a total satisfação dos nossos clientes. Para conservação do mobiliário

Leia mais

Poliuretano modificado com dispersão acrílica Densidade 1,35 kg/l (+23 C) (EN ISO 2811-1) Conteúdo de Sólidos Temperatura de Serviço

Poliuretano modificado com dispersão acrílica Densidade 1,35 kg/l (+23 C) (EN ISO 2811-1) Conteúdo de Sólidos Temperatura de Serviço Ficha do Produto Edição 18/05/2015 Nº de identificação: 0000000 00000 Sikafill Reflex Pro Manta liquida impermeabilizante ecológica de alta refletividade solar para coberturas, baseada na Tecnologia Co-Elástica

Leia mais

2202 ARGAMASSA MATRIX REVESTIMENTO FACHADA Argamassa para uso em revestimento de áreas externas

2202 ARGAMASSA MATRIX REVESTIMENTO FACHADA Argamassa para uso em revestimento de áreas externas É composta por uma mistura homogênea de cimento Portland, cal hidratada e agregados minerais com granulometria controlada e aditivos químicos. O produto é oferecido na cor cinza. 3. Indicação: A argamassa

Leia mais

2101 ARGAMASSA MATRIX REVESTIMENTO INTERNO Argamassa para Revestimento Interno de alvenaria

2101 ARGAMASSA MATRIX REVESTIMENTO INTERNO Argamassa para Revestimento Interno de alvenaria FICHA TÉCNICA DE PRODUTO 1. Descrição: A argamassa 2101 MATRIX Revestimento Interno, é uma argamassa indicada para o revestimento de paredes em áreas internas, possui tempo de manuseio de até 2 horas,

Leia mais

G U I A T É C N I C O

G U I A T É C N I C O Os produtos da Brogliato passam por um processo de controle de qualidade em seu processo produtivo, assim qualquer dano e irregularidade são corrigidos imediatamente na empresa para que os revestimentos

Leia mais

VEDATOP é um revestimento modificado com polímeros acrílicos, de alta aderência e impermeabilidade.

VEDATOP é um revestimento modificado com polímeros acrílicos, de alta aderência e impermeabilidade. Descrição VEDATOP é um revestimento modificado com polímeros acrílicos, de alta aderência e impermeabilidade. Adere perfeitamente ao concreto, à alvenaria e à argamassa. VEDATOP não é tinta de acabamento,

Leia mais

Como pintar azulejos e revestimentos cerâmicos para renovar sua cozinha ou banheiro

Como pintar azulejos e revestimentos cerâmicos para renovar sua cozinha ou banheiro Dar fim às estampas antigas, disfarçar manchas do tempo ou até eliminar a aparência da cerâmica. Tudo isso é viável, desde que se use a tinta certa Há duas técnicas para que o jeitão antigo do seu azulejo

Leia mais

Manual de Instalação Project - PVC

Manual de Instalação Project - PVC Manual de Instalação Project - PVC Este manual tem como objetivo o auxiliar na maneira correta de armazenamento, instalação e manutenção para que possa garantir a qualidade máxima da aplicação e prolongar

Leia mais

MACTRACOL. Adesivo para chapiscos, argamassas e gesso. Data da última revisão: 01/2010 DEFINIÇÃO

MACTRACOL. Adesivo para chapiscos, argamassas e gesso. Data da última revisão: 01/2010 DEFINIÇÃO Data da última revisão: 01/2010 DEFINIÇÃO MACTRACOL é um adesivo especial à base de resina sintética compatível com cimento, cal, gesso e isopor (EPS). MACTRACOL proporciona às argamassas alto poder de

Leia mais

COMO INSTALAR : MATERIAIS: IMPORTANTE. O contra piso deve estar:

COMO INSTALAR : MATERIAIS: IMPORTANTE. O contra piso deve estar: COMO INSTALAR : Importante para uma perfeita instalação, obter o resultado especificado pela Revitech Pisos e esperado pelo cliente, a utilização das ferramentas corretas. Ferramentas como a desempenadeira,

Leia mais

Resistente à altas pressões hidrostáticas, tanto positivas quanto negativas; Não altera a potabilidade da água, sendo atóxico e inodoro;

Resistente à altas pressões hidrostáticas, tanto positivas quanto negativas; Não altera a potabilidade da água, sendo atóxico e inodoro; VIAPLUS BRANCO 1. Descrição Revestimento impermeabilizante, semiflexível, bicomponente (A+B), à base de cimentos especiais, aditivos minerais e polímeros de excelentes características impermeabilizantes.

Leia mais

Guia Técnico de Pintura

Guia Técnico de Pintura Guia Técnico de Pintura III - Telhados, Rufos, III.1 TELHADOS Principais Patologias Com o passar do tempo e muitas vezes também pela falta de manutenção anual, acumulam-se nos telhados de telha de barro,

Leia mais

Manual de Instruções Técnicas

Manual de Instruções Técnicas VERSÃO 3A Manual de Instruções Técnicas Castelatto Rua Antonio da Cunha Leite, 3070 Bairro do Portão - Atibaia - SP CEP 1948-110 CRYSTALLI - PARIS - ETRUSCO - GREZZO CRYSTALLI PARABÉNS! ÍNDICE: ETRUSCO

Leia mais

MEMORIAL TÉCNICO REFORMA e AMPLIAÇÃO

MEMORIAL TÉCNICO REFORMA e AMPLIAÇÃO MEMORIAL TÉCNICO REFORMA e AMPLIAÇÃO O presente Memorial Técnico de Reforma e Ampliação tem por finalidade descrever os materiais, procedimentos/métodos a serem empregados nas retiradas e na reforma, indicar

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO Título PINTURA EM FERRAGENS E EQUIPAMENTOS DESTINADOS À ORLA MARÍTIMA

ESPECIFICAÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO Título PINTURA EM FERRAGENS E EQUIPAMENTOS DESTINADOS À ORLA MARÍTIMA ESPECIFICAÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO Título PINTURA EM FERRAGENS E EQUIPAMENTOS DESTINADOS À ORLA MARÍTIMA Código ETD-00.014 Data da emissão 27.11.1986 Data da última revisão 30.06.2006 Folha 1 SUMÁRIO 1 Objetivo

Leia mais

PROC IBR EDIF 052/2015 Verificar a qualidade e a quantidade dos serviços na execução de pinturas

PROC IBR EDIF 052/2015 Verificar a qualidade e a quantidade dos serviços na execução de pinturas INSTITUTO BRASILEIRO DE AUDITORIA DE OBRAS PÚBLICAS IBRAOP INSTITUTO RUI BARBOSA IRB / COMITÊ OBRAS PÚBLICAS PROC IBR EDIF 052/2015 Verificar a qualidade e a quantidade dos serviços na execução de pinturas

Leia mais

Significado dos Ícones

Significado dos Ícones PROCEDIMENTOS DE REPINTURA Secagem Significado dos Ícones Secagem ao ar Tempo de secagem Tempo de secagem Trabalhos Complementares Lixamento úmido Lixamento seco Lixamento úmido com máquina Lixamento seco

Leia mais

MICROCIM EP. Micro Cimento Decorativo Revisão: Agosto / 2013. DESCRIÇÃO. Sistema MICROCIM EP: Performance: CARACTERÍSTICAS / VANTAGENS

MICROCIM EP. Micro Cimento Decorativo Revisão: Agosto / 2013. DESCRIÇÃO. Sistema MICROCIM EP: Performance: CARACTERÍSTICAS / VANTAGENS Micro Cimento Decorativo Revisão: Agosto / 2013. DESCRIÇÃO O é um sistema de revestimento decorativo de alta performance, de base cimentícia, com apelo estético rústico, agradável ao toque e ao olhar,

Leia mais

Hotelaria SAÚDE NOVA COLEÇÃO 2013. A segurança de se sentir bem. Recomendado para os segmentos:

Hotelaria SAÚDE NOVA COLEÇÃO 2013. A segurança de se sentir bem. Recomendado para os segmentos: A segurança de se sentir bem. NOVA COLEÇÃO 2013 Crédito Equipotel 2010 - Arquiteta Jorgina Nello Optima Multisafe (cor 3240861), Aquarelle Wall HFS (cor 3942023) Recomendado para os segmentos: SAÚDE Hotelaria

Leia mais

STUCCO NEW YORK. Sistema de estuque de revestimento de camada

STUCCO NEW YORK. Sistema de estuque de revestimento de camada NEW YORK TM STUCCO Formulated Solutions LLC 25-44 Borough Place Woodside, NY 11377 EUA T 1 718 267 6380 F 1 718 204 6013 www.formulatedsolutions.net NEW YORK STUCCO é uma marca comercial da Formulated

Leia mais

Prefeitura Municipal de Piratini

Prefeitura Municipal de Piratini MEMORIAL DESCRITIVO O presente Memorial Descritivo visa estabelecer as condições de materiais e execução referentes à construção de um Vestiário Esportivo, localizado na Av. 6 de julho s/n, em Piratini/RS,

Leia mais

assentamento e revestimento ficha técnica do produto

assentamento e revestimento ficha técnica do produto 01 Descrição: votomassa e revestimento é uma argamassa de uso geral que pode ser utilizada para o de elementos de alvenaria de vedação como blocos de concreto, blocos cerâmicos, e tijolos comuns. Também

Leia mais

TT48 PROPOSTA DE MÉTODO P/ INVESTIG. DE MANISFESTAÇÕES PATOLÓGICAS EM SIST. DE PINTURAS LÁTEX DE FACHADAS

TT48 PROPOSTA DE MÉTODO P/ INVESTIG. DE MANISFESTAÇÕES PATOLÓGICAS EM SIST. DE PINTURAS LÁTEX DE FACHADAS TT48 PROPOSTA DE MÉTODO P/ INVESTIG. DE MANISFESTAÇÕES PATOLÓGICAS EM SIST. DE PINTURAS LÁTEX DE FACHADAS JERÔNIMO CABRAL PEREIRA FAGUNDES NETO ENGENHEIRO CIVIL - ESCOLA DE ENGENHARIA DE LINS, 1980; PÓS-GRADUADO

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO CIVIL

MEMORIAL DESCRITIVO CIVIL MEMORIAL DESCRITIVO CIVIL I SERVIÇOS DE ENGENHARIA Constitui objeto do presente memorial descritivo uma edificação para abrigar segura e adequadamente equipamentos de rede estabilizada, Grupo Moto-gerador

Leia mais

Além disso, conforme a estrutura do tecido, pode variar o tipo das costuras, ou em alguns casos pode ser previsto o friso

Além disso, conforme a estrutura do tecido, pode variar o tipo das costuras, ou em alguns casos pode ser previsto o friso O REVESTIMENTO Os nossos sofás podem ser revestidos em: Couro Microfibra Tecido Quando o sofá é revestido em couro (Fig. A) o número das suas costuras poderá ser superior em comparação ao mesmo modelo

Leia mais

B O L E T I M T É C N I C O T

B O L E T I M T É C N I C O T STARPOXI CVS 301 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Verniz epóxi poliamina bicomponente. Verniz selante para oferecer aderência em superfícies de concreto, cimento amianto, alvenaria e madeira, assim como diminuir

Leia mais

MANUAL TÉCNICO. Instalação, Manutenção e Conservação de Basaltos e Granitos

MANUAL TÉCNICO. Instalação, Manutenção e Conservação de Basaltos e Granitos MANUAL TÉCNICO Instalação, Manutenção e Conservação de Basaltos e Granitos Com o propósito de criar uma série de ações que objetivam a instalação, preservação e manutenção do basalto e granito, a Basalto

Leia mais

Grill e Sanduicheira Crome Inox

Grill e Sanduicheira Crome Inox Ari Jr 06-12-2012 12/11 939-09-05 781431 REV.0 SOMENTE PARA USO DOMÉSTICO Grill e Sanduicheira inox www.britania.com.br 0800-417644 Ari Jr 06-12-2012 Diogo Thamy 06-12-2012 06-12-2012 Grill e Sanduicheira

Leia mais

Formiwall Resistência e praticidade

Formiwall Resistência e praticidade Resistência e praticidade Formiwall é um laminado decorativo de alta Oresistência, desenvolvido especialmente para o revestimento de paredes. Garante praticidade, podendo ser aplicado diretamente sobre

Leia mais

MACTRASET foi desenvolvido para evitar e eliminar definitivamente umidade e infiltrações, sendo de preparo e aplicação muito fáceis.

MACTRASET foi desenvolvido para evitar e eliminar definitivamente umidade e infiltrações, sendo de preparo e aplicação muito fáceis. Data da última revisão: 01/2010 DEFINIÇÃO MACTRASET foi desenvolvido para evitar e eliminar definitivamente umidade e infiltrações, sendo de preparo e aplicação muito fáceis. MACTRASET resiste às pressões

Leia mais

A OCORRÊNCIA DE EFLORESCÊNCIA EM LOCAIS IMPERMEABILIZADOS COM MANTA ASFÁLTICA

A OCORRÊNCIA DE EFLORESCÊNCIA EM LOCAIS IMPERMEABILIZADOS COM MANTA ASFÁLTICA A OCORRÊNCIA DE EFLORESCÊNCIA EM LOCAIS IMPERMEABILIZADOS COM MANTA ASFÁLTICA IRENE DE AZEVEDO LIMA JOFFILY (1) ANA LUIZA ALVES DE OLIVEIRA (2) (1) Professora UniCeub/Virtus Soluções (2) Graduanda em Engenharia

Leia mais