PINTURAS EXECUÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PINTURAS EXECUÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II"

Transcrição

1 PINTURAS EXECUÇÃO Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II

2 PINTURA

3 EQUIPAMENTOS USUAIS PARA APLICAÇÃO DA PINTURA Ferramentas para PREPARO DE SUPERFÍCIES

4 EQUIPAMENTOS USUAIS PARA APLICAÇÃO DA PINTURA Ferramentas para APLICAÇÃO DAS TINTAS ROLOS, de lã de carneiro, de espuma de poliéster, de espuma rígida e de lã de epóxi PINCEL, TRINCHA OU BROCHA

5 EQUIPAMENTOS USUAIS PARA APLICAÇÃO DA PINTURA Ferramentas para APLICAÇÃO DAS TINTAS REVÓLVER ou PISTOLA MEXEDORES RECIPIENTES para acondicionamento de tintas

6 ETAPAS DAEXECUÇÃO Recebimento e Estocagem Processamento Prévio Preparo da Base Aplicação Fundos Massas Tintas de Acabamento

7 RECEBIMENTO EESTOCAGEM Controle de recebimento (qualitativo e quantitativo) Estoque no almoxarifado, protegido de sol e umidade (corrosão latas) Ventilação (especialmente para solventes fortes)

8 RECEBIMENTO EESTOCAGEM Cuidados ao guardar recipiente utilizado parcialmente As ferramentas de pintura (limpeza e guarda) CONTROLE CONTÍNUO DO CONSUMO

9 EXECUÇÃO PREPARO DA TINTA Homogeneização da Tinta Diluição / Afinamento Misturas

10 PREPARAÇÃODA SUPERFÍCIE

11 Tem pôr objetivo preparar as superfícies para deixá-las nas melhores condições possíveis para receber a tinta A superfície bem preparada deve ser limpa, seca, e geralmente plana Quanto à limpeza, deve a superfície estar isenta de graxas, óleos, ceras, resinas não secativas, sais solúveis, ferrugens e poeiras

12 MÉTODOSDE PREPARAÇÃODA SUPERFÍCIE

13 Manual Mecânicos Abrasão Chama Mecânico Jato de areia Por solventes Químicos Limpeza Alcalina Por emulsão

14 MECÂNICOS Abrasão (manual ou mecânica) Uso de lixas, discos abrasivos e escovas de aço Complementar este processo com a limpeza com solventes Chama A chama age sobre a ferrugem que, com coeficiente de dilatação diferente do ferro, salta fora Jato de areia Utilizado para a remoção da ferrugem grossa Jato de areia por ar comprimido

15 QUÍMICOS Limpeza por solventes Antigamente a gasolina e querosene Atualmente solventes clorados não inflamáveis Limpeza alcalina Utiliza a ação alcalina da soda cáustica Por aspersão sob a forma de jato ou imersão Lavagem em água quente, e em seguida em água fria A superfície deve ser pintada logo após a lavagem Limpeza por emulsão Variante do processo de limpeza por solventes Utiliza-se a mistura emulsionante por aspersão ou imersão

16 PREPARAÇÃODA SUPERFÍCIEDE ACORDOCOMO SUBSTRATO

17 TIPOS DE SUBSTRATOS Bases Porosas Alvenaria Concreto Revestimentos de argamassas e de gesso Madeira e seus derivados Materiais metálicos Ferrosos e não ferrosos

18 PROCEDIMENTOSBÁSICOS LIMPEZA Remoção de: Sujeiras, poeiras, materiais soltos Graxa, elementos gordurosos Eflorescências Microorganismos

19 PROCEDIMENTOSBÁSICOS TRATAMENTO SUPERFICIAL Elevada porosidade Fundos seladores Baixa resistência mecânica: Fundo (líquido) preparador de superfícies Verificação da resistência mecânica Resistência ainda inadequada? REFAZER SUBSTRATO

20 BASESPOROSAS

21 BASESPOROSAS Característica do Substrato Partes soltas ou mal-aderidas Manchas de gordura ou graxa Partes mofadas Reboco novo Procedimento Devem ser eliminadas raspando, lixando ou escovando a superficie Devem ser eliminadas com solução de água e detergente Em seguida, enxaguar e aguardar a secagem Devem ser eliminadas lavando a superfície com água sanitária. Em seguida, enxaguar e aguardar a secagem Aguardar a secagem e cura (28 dias, no mínimo)

22 BASESPOROSAS Característica do Substrato Concreto novo Reboco fraco (baixa coesão) Superfície altamente absorvente (gesso, fibrocimento e tijolo) Procedimento Aguardar a secagem e cura (28 dias) Aplicar 1 demão de fundo preparador para paredes a base d água Aguardar a secagem e cura (28 dias) Aplicar 1 demão de fundo preparador para paredes a base d água Aplicar 1 demão de fundo preparador para paredes a base d água

23 BASESPOROSAS Característica do Substrato Superfícies caiadas e superfícies com partículas soltas ou mal aderidas Superfícies de baixa aderência (azulejos, cerâmicas vitrificadas, cimento queimado, pastilhas) Repinturas Procedimento Raspar e/ou escovar a superfície eliminando as partes soltas Aplicar uma demão de fundo preparador para paredes a base d água Aplicar esmalte epóxi, conforme indicações na sua embalagem Eliminar qualquer espécie de brilho, usando lixa de grana 360/400

24 MADEIRA

25 MADEIRA Para envernizar Madeira nova Madeira nova resinosa Procedimento Lixa 180 a 240 para eliminar farpas Aplicar 1 demão de seladora (interna) Lixar com 360/400 e eliminar o pó Lavar a superfície com solvente (thiner) Deixar secar e repetir a operação Lixa 180 a 240 para eliminar farpas Aplicar 1 demão de seladora (interna) Apos a secagem, lixar com 360/400 e eliminar o pó Madeira repintura Lixar com 360/400 e eliminar o pó

26 MADEIRA Para aplicação de esmalte Madeira nova Madeira nova resinosa Procedimento Lixa 180 a 240 para eliminar farpas Aplicar 1 demão de fundo branco fosco Corrigir as imperfeições com massa para madeira Lixar com 240/400 e eliminar o pó Lavar a superfície com solvente (thiner) Deixar secar e repetir a operação Lixa 180 a 240 para eliminar farpas Aplicar 1 demão de fundo branco fosco Corrigir as imperfeições com massa para madeira Lixar com 360/400 e eliminar o pó

27 METAIS

28 METAIS Substrato Procedimento Com brilho Eliminar usando lixa de grana 150 a 220 Partes soltas ou mal-aderidas Manchas Partes mofadas Devem ser eliminadas raspando ou escovando a superfície Eliminar com solução de água e detergente Enxaguar e aguardar a secagem Limpar a superfície com água sanitária Passar um pano úmido e aguardar a secagem

29 METAIS Substrato Procedimento Ferro novo sem indício de ferrugem Lixar com 150 a 220 e eliminar o pó Aplicar uma demão de zarcão Lixar com 360/400 e eliminar o pó Ferro com ferrugem Remover a ferrugem com lixa 80 a 150 e/ou escova de aço Aplicar uma demão de zarcão Lixar com 360/400 e eliminar o pó Repintura Lixar com 360/400 e eliminar o pó

30 ENFIM......três atividades básicas:

31 APLICAÇÃO

32 ORDEMDEAPLICAÇÃODATINTAEM UM AMBIENTE Tetos Paredes Portas Janelas Rodapés e alisares

33 ANTES DA APLICAÇÃO... Respeitar a idade da base (cura) tabela Cuidado com umidade excessiva do ar (acima de 80%) Cuidado com temperatura excessiva do ar (acima de 35ºC) Cuidado com vento e poeira Cuidado com emendas de faixas

34 CURA TIPO DE BASE Concreto, Alvenaria, Argamassas, Mistas TIPO DE TINTA PVA ou acrílica Cimento ou cal Esmaltes ou Vernizes Epóxi ou Borracha Clorada INTERVALO MÍNIMO 30 dias 1 semana 60 dias Base seca (Avaliar) Argamassas de cal PVA ou acrílica 60 dias Madeira Esmaltes ou Vernizes Base seca (Avaliar)

35 PINTURAINTERNA

36 TETOS Quem já pegou um rolo ou pincel e se arriscou a pintar o teto de casa sabe o quanto e desconfortável Pensando nisso, os fabricantes criaram produtos acrílicos com melhor cobertura e mínimo respingamento, próprios para esse tipo de area

37 TETOS DEAMBIENTESMOLHADOS As tintas acrílicas resistem mais a umidade do que as comuns Sua composição leva uma quantidade maior de fungicidas e algicidas Evitam o crescimento de mofo, mas não acabam com fungos preexistentes

38 FORROS DEMADEIRA São utilizados esmaltes sintéticos e vernizes para proteger o acabamento Se o ambiente for muito úmido, devese optar por aqueles com ações hidrorrepelente e fungicida reforcadas

39 PAREDES DEALVENARIA Texturas dividem espaço com tintas acrílicas nas mais variadas cores

40 PAREDES DEALVENARIA Ultimas novidades em termos de acabamento: O glaze dá efeito texturizado, e muitas vezes metalizado, às paredes E o gel as deixa com visual envelhecido Em áreas internas, o látex PVA e o vinilacrilico também sao indicados

41 GESSO Há quem use látex PVA, porém o mais indicado é mesmo a tinta acrílica

42 PISOS Assim como na área externa, também e indicado o uso de tintas acrílicas especificas para interiores Em superfície de pedra, cimento, tijolo aparente e concreto, indica-se resina acrílica ou esmalte epóxi Este ultimo, apesar de facilitar a limpeza diária, tem aplicação mais trabalhosa

43 PAREDESDEBANHEIRO, COZINHAS ELAVANDERIAS Os azulejos aceitam pintura com esmalte epóxi e poliuretanico Atualmente, existem algumas tintas a base de resina acrílica desenvolvidas especificamente para essa finalidade

44 PINTURAEXTERNA

45 PISOS Tintas acrilicas formuladas especialmente para varandas, garagens, calcadas e quadras Tem grande resistência a abrasão e as variações climáticas Resistem ao vai-e-vem de pessoas e veículos Em pisos cimentados e de pedra, a melhor aplicação é a resina acrílica

46 TELHADOS Tintas acrílicas de uso especifico, que formam um filme brilhante de alta rigidez e aderência, impedindo a formação de limo e o escurecimento Também aceitam esmaltes sintéticos para ceramica e resina acrílica

47 DECKS Vernizes evitam rachaduras e trincas nas tabuas Ainda protegem a madeira de envelhecimento precoce, desbotamento e deterioração, pois repelem a água e combatem a formação de fungos

48 PORTAS, JANELAS E PORTÕES Produtos variam de acordo com o material a ser pintado De metal Esmalte sintético e tinta epóxi Tem alta resistência a umidade e a abrasão, alem de dificultar a aderência de sujeira Acabamentos indicados: brilhante e acetinado De madeira Esmalte sintético ou verniz

49 PORTAS, JANELAS EPORTÕES

50 LAJES Pedem tinta acrílica, que protege das intempéries Mas ela deve ter grande elasticidade para acompanhar os movimentos de dilatação e retração Isso evita possíveis infiltracoes de água

51 MURO Tijolos a vista, indica-se verniz sintético ou resina acrílica Existem, também, as tintas ante-pichação, que acompanham um removedor Ele retira a sujeira, desde que a superfície tenha sido pintada com esmalte correspondente

52 TÉCNICADE APLICAÇÃO

53 APLICAÇÃO DE TINTAS

54 APLICAÇÃO DE TINTAS

55 APLICAÇÃO DE TINTAS

56 TÉCNICAS DE APLICAÇÃO COM ROLO

57 TÉCNICAS DE APLICAÇÃO COM ROLO

58 TÉCNICAS

59 CUIDADOSNA EXECUÇÃO

60 CUIDADOS NAAPLICAÇÃO COBERTURA INSUFICIENTE Diluição excessiva da tinta torna a espessura do filme inferior à ideal Não homogeneização adequada da tinta na embalagem, já que os pigmentos tendem a assentar. Superfícies muito absorventes não seladas Solução??? Adicionar tinta não diluída

61 CUIDADOS NAAPLICAÇÃO DIFERENÇA DE BRILHO Tinta esmalte fosca ou acetinada sem a devida homogeneização a película de tinta na superfície fique brilhante Solução Ao abrir a lata, homogeneizá-la devidamente com espátula retangular, não utilizando chave de fenda

62 CUIDADOS NAAPLICAÇÃO DIFICULDADE DE APLICAÇÃO A tinta pode se tornar "pesada" na aplicação se não for diluída suficientemente.

63 CUIDADOS NAAPLICAÇÃO ESCORRIMENTO Por diluição excessiva e utilização de solventes Evitá-los

64 CUIDADOS NAAPLICAÇÃO FALTA DE ALASTRAMENTO A tinta não se espalha ao longo da superfície Pode ser decorrência de diluição insuficiente ou da aplicação de camadas muito finas

65 CUIDADOS NAAPLICAÇÃO ESPUMA EM MADEIRA Pintura em superfície demasiadamente úmida Tinta demasiadamente diluída Solução Certificar a umidade adequada da madeira (seca) antes da pintura

66 CUIDADOS NAAPLICAÇÃO SECAGEM RETARDADA Ambiente úmido ou temperatura muito baixa Camada excessiva de tinta Utilização de solventes inadequados (solvente não evapora) Preparo incorreto da superfície (contaminantes na tinta) Solução Evitar a pintura em dias chuvosos ou frios (abaixo de 10 C) Preparo adequado da superfície

67 ATÉ A PRÓXIMA AULA! BOA NOITE!

BOLETIM DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS Revisão 006 Julho/2011

BOLETIM DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS Revisão 006 Julho/2011 1 - PRODUTO: Acrílico Standard mais rendimento Natrielli. 2 - DESCRIÇÃO: É uma tinta acrílica de alto rendimento apresenta um excelente acabamento em superfícies externas e internas de alvenaria, reboco,

Leia mais

CORES Além das cores de catálogo pode-se obter outros tons misturando as cores entre sí.

CORES Além das cores de catálogo pode-se obter outros tons misturando as cores entre sí. TINTA ACRÍLICA PREMIUM MACTRA é uma tinta acrílica fosca com excelente desempenho. Sua FÓRMULA EVOLUTION oferece ótima cobertura, secagem rápida, fácil aplicação e baixo odor, proporcionando uma pintura

Leia mais

Composição Básica Emulsão Latex Modificada, pigmentos orgânicos e inorgânicos, cargas minerais, aditivo, antibacteria e água.

Composição Básica Emulsão Latex Modificada, pigmentos orgânicos e inorgânicos, cargas minerais, aditivo, antibacteria e água. Boletim Técnico Produto Casacor Acrílico Fosco Branco Descrição Casa limpa, mais saúde e família protegida. Tudo isso em uma tinta: CASA COR Acrílico Super Premium da Tintas Renner. A sua fórmula especial

Leia mais

GUIA PRÁTICO. www.yalen.com.br DE PINTURA PROCEDIMENTOS TÉCNICOS SOLUÇÃO DE PROBLEMAS

GUIA PRÁTICO. www.yalen.com.br DE PINTURA PROCEDIMENTOS TÉCNICOS SOLUÇÃO DE PROBLEMAS www.yalen.com.br GUIA PRÁTICO PROCEDIMENTOS TÉCNICOS SOLUÇÃO DE PROBLEMAS UMA SELEÇÃO DE INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS, PARA QUALQUER PROFISSIONAL DA PINTURA. Caro Amigo (a), Este guia foi desenvolvido para

Leia mais

PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS

PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS . PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS MANUAL DE BOAS PRÁTICAS DICAS PARA UMA PINTURA EFICIENTE DE PISO Sempre que desejamos fazer uma pintura de piso, Industrial ou não, devemos ter em mente quais são os objetivos

Leia mais

PINTURAS. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II

PINTURAS. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II PINTURAS Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II PINTURA s.f. Ato ou efeito de pintar. Camada de recobrimento de uma superfície, com funções

Leia mais

Dicas Qualyvinil PROCESSOS DE PINTURA

Dicas Qualyvinil PROCESSOS DE PINTURA Processos de pintura Existem diferentes processos de pintura, mas o segredo para o sucesso e durabilidade do acabamento final, depende invariavelmente da habilidade do profissional e da preparação da superfície.

Leia mais

O fundo preparador ou selador veda e nivela a superfície; se necessário, pode-se corrigir imperfeições com a massa corrida.

O fundo preparador ou selador veda e nivela a superfície; se necessário, pode-se corrigir imperfeições com a massa corrida. Página 1 de 5 TINTAS E VERNIZES LATEX ACRÍLICO E PVA Criadas para proteger e embelezar as paredes de alvenaria, estruturas metálicas e madeiras, as tintas são aperfeiçoadas para garantir maior desempenho

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UNIDADE ACADÊMICA DE GARANHUNS CONSTRUÇÕES RURAIS

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UNIDADE ACADÊMICA DE GARANHUNS CONSTRUÇÕES RURAIS UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UNIDADE ACADÊMICA DE GARANHUNS CONSTRUÇÕES RURAIS Prof. Ricardo Brauer Vigoderis, D.S. Email: vigoderis@yahoo.com.br website: www.vigoderis.tk São tubos cerâmicos

Leia mais

MEMORIAL TÉCNICO REFORMA e AMPLIAÇÃO

MEMORIAL TÉCNICO REFORMA e AMPLIAÇÃO MEMORIAL TÉCNICO REFORMA e AMPLIAÇÃO O presente Memorial Técnico de Reforma e Ampliação tem por finalidade descrever os materiais, procedimentos/métodos a serem empregados nas retiradas e na reforma, indicar

Leia mais

COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL!

COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL! COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL! Na execução de uma PINTURA, devemos levar em consideração os vários fatores que envolvem as etapas deste processo e suas particularidades. Por exemplo, temos

Leia mais

Aplicações Xadrez Pigmento em Pó

Aplicações Xadrez Pigmento em Pó Dê asas à sua imaginação nas diversas aplicações do Pó Xadrez. Aplicações Xadrez Pigmento em Pó O PÓ XADREZ é um pigmento concentrado que proporciona efeitos decorativos em diversas aplicações. Mais econômico,

Leia mais

APLICAÇÃO POLIKOTE 100 REVESTIMENTO EM SUBSTRATO DE CONCRETO

APLICAÇÃO POLIKOTE 100 REVESTIMENTO EM SUBSTRATO DE CONCRETO Sistema da Qualidade Páginas: 1 de 11 APLICAÇÃO POLIKOTE 100 REVESTIMENTO EM SUBSTRATO DE CONCRETO Sistema da Qualidade Páginas: 2 de 11 SUMÁRIO Página 1. OBJETIVO... 03 2. PREPARAÇÃO DAS SUPERFÍCIES...

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE PINTURA

PROCEDIMENTOS DE PINTURA 1 PROCEDIMENTOS DE PINTURA 2 PROCEDIMENTOS DE PINTURA 01.00 SISTEMA DE PINTURA PARA ACABAMENTO FINAL EM LATEX PVA 01.01 - PREPARAÇÃO DA SUPERFÍCIE 1. GESSO (PLACA/PASTA) - Aplicar fundo preparador de parede

Leia mais

RECOMENDAÇÕES DE USO: Utilizado para pintura de pisos industriais, oficinas, áreas que solicitem sanitização do ambiente. Uso interno e externo.

RECOMENDAÇÕES DE USO: Utilizado para pintura de pisos industriais, oficinas, áreas que solicitem sanitização do ambiente. Uso interno e externo. WEGPOXI ANA 301 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Tinta epoxi poliamina bicomponente, de alto teor de sólidos, com pigmentação especial, de secagem rápida. Revestimento aplicável em uma única demão em alta espessura

Leia mais

Problemas Comuns. Eflorescência

Problemas Comuns. Eflorescência Problemas Comuns Como em qualquer outra área na construção civil, geralmente ocorrem problemas, seja na preparação da superfície ou no acabamento. Os problemas mais freqüentes são: Eflorescência São manchas

Leia mais

CAPÍTULO XX APLICAÇÃO DE TINTAS E VERNIZES SOBRE MADEIRAS

CAPÍTULO XX APLICAÇÃO DE TINTAS E VERNIZES SOBRE MADEIRAS CAPÍTULO XX APLICAÇÃO DE TINTAS E VERNIZES SOBRE MADEIRAS 20.1 INTRODUÇÃO A madeira, devido à sua natureza, é um material muito sujeito a ataques de agentes exteriores, o que a torna pouco durável. Os

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO 1. Generalidades

MEMORIAL DESCRITIVO 1. Generalidades MEMORIAL DESCRITIVO Memorial descritivo de serviço de pintura geral do prédio da Câmara Municipal de Fortaleza de Minas MG. Compõem este memorial as especificações técnicas acerca dos serviços a serem

Leia mais

ADEPOXI 53 PRIMER TINTA DE ADERÊNCIA EPÓXI- ISOCIANATO- OXIDO DE FERRO- N- 2198

ADEPOXI 53 PRIMER TINTA DE ADERÊNCIA EPÓXI- ISOCIANATO- OXIDO DE FERRO- N- 2198 ADEPOXI 53 PRIMER TINTA DE ADERÊNCIA EPÓXI- ISOCIANATO- OXIDO DE FERRO- N- 2198 DESCRIÇÃO DO PRODUTO Primer de aderência epóxi isocianato alifático bicomponente. Especialmente desenvolvido para promover

Leia mais

NORMA TÉCNICA 1/7 NE-007. 1ª Edição 1. OBJETIVO 2. REFERÊNCIAS NORMATIVAS

NORMA TÉCNICA 1/7 NE-007. 1ª Edição 1. OBJETIVO 2. REFERÊNCIAS NORMATIVAS NORMA TÉCNICA Título: PINTURA DE AÇO CARBONO, COM PREPARAÇÃO DE SUPERFÍCIE POR FERRAMENTAS Aprovação Subcomitê de Manutenção das Empresas Eletrobras - SCMT Vigência 10.03.2016 1/7 NE-007 1ª Edição 1. OBJETIVO

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA PINTURA

PROCEDIMENTOS PARA PINTURA PROCEDIMENTOS PARA PINTURA Prof. Marco Pádua Geralmente não é dada a devida importância a qualidade dos serviços de pintura. Sendo a última etapa da construção, as vezes, motivados pela economia procuram-se

Leia mais

NHE-375E BOLETIM TÉCNICO. Condutivo Epóxi

NHE-375E BOLETIM TÉCNICO. Condutivo Epóxi BOLETIM TÉCNICO Revestimento Condutivo Epóxi Bicomponente Cinza Piso com Revestimento Condutivo Epóxi Cinza Claro Resina epóxi + catalisador O Revestimento Condutivo foi desenvolvido para ter uma ótima

Leia mais

PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS

PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS MANUAL DE BOAS PRÁTICAS E DICAS PARA UMA PINTURA EFICIENTE DE PISO Sempre que desejamos fazer uma pintura de piso, Industrial ou não, devemos ter em mente quais são os objetivos

Leia mais

A segurança de se sentir bem.

A segurança de se sentir bem. Catálogo de Cores Wetroom A segurança de se sentir bem. Crédito Equipotel 2010 - Arquiteta Jorgina Nello Eclipse Aquasafe (cor 036), Aquarelle Wall HFS (cor 025) Recomendado para os segmentos: SAÚDE Hotelaria

Leia mais

ÍNDICE 4.2 IMPERMEABILIZANTES 4.2.1 VANTAGENS DA IMPERMEABILIZAÇÃO 4.2.2 FATORES QUE PODEM AFETAR NEGATIVAMENTE À IMPERMEABILIZAÇÃO 4.2.

ÍNDICE 4.2 IMPERMEABILIZANTES 4.2.1 VANTAGENS DA IMPERMEABILIZAÇÃO 4.2.2 FATORES QUE PODEM AFETAR NEGATIVAMENTE À IMPERMEABILIZAÇÃO 4.2. ÍNDICE 1 SUPERFICIES CERÂMICAS 2 PROTEÇÃO ÀS TELHAS E TIJOLOS 3 PRINCIPAIS FATORES QUA ALTERAM AS CARACTERISTICAS DAS SUPERFICIES CERAMICAS: HIDROFUGANTES E IMPERMEABILIZANTES 4.1 HIDROFUGANTES 4.1.1 TIPOS

Leia mais

APLICAÇÃO DE ELASTRON EM CONCRETO 1,5

APLICAÇÃO DE ELASTRON EM CONCRETO 1,5 APLICAÇÃO DE ELASTRON EM CONCRETO 1,5 1.0 - DESCRIÇÃO Esta literatura tem por finalidade servir de guia de aplicação do Elastron sobre Estruturas de Concreto e a Preparação do Substrato. O Sistema consistirá

Leia mais

Assentar pisos e azulejos em áreas internas.

Assentar pisos e azulejos em áreas internas. CAMPO DE APLICAÇÃO Direto sobre alvenaria de blocos bem acabados, contrapiso ou emboço desempenado e seco, isento de graxa, poeira e areia solta, para não comprometer a aderência do produto. Indicado apenas

Leia mais

Limpeza e Manutenção de Revestimentos Cerâmicos

Limpeza e Manutenção de Revestimentos Cerâmicos Manual Técnico Limpeza e Manutenção de Revestimentos Cerâmicos Manual Técnico Limpeza e Manutenção revisão julho/2015 1 Limpeza e Manutenção de Revestimentos Cerâmicos Revisão: Julho/2015 Este manual tem

Leia mais

SISTEMAS DE PISO EPOXI

SISTEMAS DE PISO EPOXI SISTEMAS DE PISO EPOXI PRODUTO DESCRIÇÃO VEC-601 TUBOFLOOR TEE-556 AUTONIVELANTE Selador epóxi de dois componentes de baixa viscosidade. Revestimento epóxi com adição de sílica para regularização de pisos.

Leia mais

COMO INSTALAR : MATERIAIS: IMPORTANTE. O contra piso deve estar:

COMO INSTALAR : MATERIAIS: IMPORTANTE. O contra piso deve estar: COMO INSTALAR : Importante para uma perfeita instalação, obter o resultado especificado pela Revitech Pisos e esperado pelo cliente, a utilização das ferramentas corretas. Ferramentas como a desempenadeira,

Leia mais

BOLETIM TÉCNICO - LINHA GRAFF

BOLETIM TÉCNICO - LINHA GRAFF A Linha de produtos da Textura & Cia foi desenvolvida para economizar, eliminando etapas do tipo massa fina, massa corrida / acrílica e pintura. Além de tornar prático e econômico o acabamento; os produtos

Leia mais

Construção. Revestimento epóxi de alta resistência química, isento de solventes. Descrição do Produto. Usos. Características / Vantagens

Construção. Revestimento epóxi de alta resistência química, isento de solventes. Descrição do Produto. Usos. Características / Vantagens Ficha de Produto Edição: Outubro 2009 Sikagard -62 Revestimento epóxi de alta resistência química, isento de solventes Descrição do Produto Usos Características / Vantagens Dados do Produto Sikagard 62

Leia mais

INDICE 1. CAPA 1. CAPA 2. PRODUTO 3. ARMAZENAMENTO 4. ASSENTAMENTO 5. REJUNTAMENTO 6. LIMPEZA

INDICE 1. CAPA 1. CAPA 2. PRODUTO 3. ARMAZENAMENTO 4. ASSENTAMENTO 5. REJUNTAMENTO 6. LIMPEZA INDICE 1. CAPA 2. PRODUTO 3. ARMAZENAMENTO 4. ASSENTAMENTO 5. REJUNTAMENTO 6. LIMPEZA 7. PROTEÇÃO 8. DECK 9. COTTO 10. EKKO 11. REVESTIMENTOS 12. ENTREGA E SAC 1. CAPA PARABÉNS! Você adquiriu um produto

Leia mais

NOVO VEDAPREN PAREDE

NOVO VEDAPREN PAREDE Produto VEDAPREN PAREDE é uma pintura impermeável e elástica que protege as paredes contra fissuras e batidas de chuva, além de ter alta durabilidade. Características Densidade: 1,23 g/cm³ Aparência: Branco(a),

Leia mais

Membrana liquida impermeabilizante, econômica e ecologicamente amigável para coberturas baseada na Tecnologia Co-Elástica (CET) da Sika

Membrana liquida impermeabilizante, econômica e ecologicamente amigável para coberturas baseada na Tecnologia Co-Elástica (CET) da Sika Ficha do Produto Edição 02/08/2011 Nº de identificação: 02 09 02 20 900 0 000004 Membrana liquida impermeabilizante, econômica e ecologicamente amigável para coberturas baseada na Tecnologia Co-Elástica

Leia mais

Guia Técnico de Pintura

Guia Técnico de Pintura Guia Técnico de Pintura X - Pavimentos Interiores X.1 PAVIMENTOS DE MADEIRA Em termos habitacionais, os pavimentos de madeira (parquet, soalho, tacos) dominam nas áreas habitacionais em Portugal. A sensação

Leia mais

FR413-00 (REV. 00) TECHZINC 0130 SHOP PRIMER

FR413-00 (REV. 00) TECHZINC 0130 SHOP PRIMER TECHZINC 0130 SHOP PRIMER Techzinc 0130 Shop Primer é um etil silicato de zinco, de dois componentes: base e pó de zinco que devem ser misturados na hora do uso. Oferece proteção catódica ao aço carbono,

Leia mais

AMETISTA PROCEDIMENTOS PRELIMINARES QUE ANTECEDE AS TEXTURAS

AMETISTA PROCEDIMENTOS PRELIMINARES QUE ANTECEDE AS TEXTURAS Manual AMETISTA PROCEDIMENTOS PRELIMINARES QUE ANTECEDE AS TEXTURAS l-avaliçao das superfiçies Verificar se as areas estao secas, isentas de umidade oleo ou graxas,buracos etc... ll-preparaçao de superficies

Leia mais

ADEPOXI 2012 FLOOR FINISH

ADEPOXI 2012 FLOOR FINISH DESCRIÇÃO DO PRODUTO ADEPOXI 2012 FLOOR FINISH é uma nova geração de tinta epóxi modificada de acabamento para piso de alta espessura com alta resistência química e baixo teor de compostos orgânicos voláteis

Leia mais

Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia

Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia MEMORIAL DESCRITIVO Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia Sumário 1.Considerações gerais...1 2.Serviços

Leia mais

EMBALAGENS: Componente A Lackpoxi N 2288 Aluminio 10002969 Balde (20 L) Componente B Lackpoxi N 2288 componente B 10003000 (20 L)

EMBALAGENS: Componente A Lackpoxi N 2288 Aluminio 10002969 Balde (20 L) Componente B Lackpoxi N 2288 componente B 10003000 (20 L) LACKPOXI N 2288 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Primer epóxi poliamina bicomponente, pigmentado com alumínio. Tolerante a superfícies tratadas com limpeza manual ou mecânica. Revestimento anticorrosivo com alta

Leia mais

Faculdade Sudoeste Paulista Curso de Engenharia Civil Técnicas da Construção Civil

Faculdade Sudoeste Paulista Curso de Engenharia Civil Técnicas da Construção Civil AULA 15 - PINTURA A pintura é um serviço de obra tão importante como qualquer outro, e é um grave erro não lhe dar uma atenção condizente, ela deve ser projetada e executada segundo técnica adequada, não

Leia mais

AMETISTA REVESTIMENTOS

AMETISTA REVESTIMENTOS AMETISTA REVESTIMENTOS Ficha técnica MASSA CORRIDA É composta de emulsão acrílica, carga minerais inertes e aditivos solúveis em água, desenvolvida para a execução de quaisquer correções em ambientes internos.

Leia mais

Vidro líquido. Conceito em impermeabilização e proteção de superfícies. Econômico e Durável! Resistente

Vidro líquido. Conceito em impermeabilização e proteção de superfícies. Econômico e Durável! Resistente Vidro líquido Vidro líquido Conceito em impermeabilização e proteção de superfícies Econômico e Durável! Alta longevidade e alto rendimento Resistente Maior proteção, não trinca e não amarela Não altera

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO FICHA TÉCNICA DO PRODUTO TOPECA, Lda Rua do Mosqueiro 2490 115 Cercal Ourém PORTUGAL Tel.: 00 351 249 580 070 Fax.: 00 351 249 580 079 geral@ topeca. pt www.topeca.pt topeca floor OUT Pág. 2 incolor ou

Leia mais

EMBALAGENS: Componente A Wegpoxi ERP 305 Balde (18,75 L) Componente B Wegpoxi 3018 componente B 10003168 (1,25 L)

EMBALAGENS: Componente A Wegpoxi ERP 305 Balde (18,75 L) Componente B Wegpoxi 3018 componente B 10003168 (1,25 L) WEGPOXI ERP 305 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Primer epóxi poliamina de alto teor de sólidos por vo lume e alta espessura, bicomponente. Formulado com pigmentos anticorrosivos atóxicos. Produto de secagem rápida

Leia mais

Marcadores com ponta porosa, retrátil, lavável em água corrente, permitindo o uso imediato quando a ponta estiver ressecada ou com impregnações.

Marcadores com ponta porosa, retrátil, lavável em água corrente, permitindo o uso imediato quando a ponta estiver ressecada ou com impregnações. Marcadores com ponta porosa, retrátil, lavável em água corrente, permitindo o uso imediato quando a ponta estiver ressecada ou com impregnações. Tinta permanente para marcar todos os tipos de metais, plásticos,

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO INTERNO COM PROGESSO PROJETÁVEL

PROCEDIMENTOS PARA EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO INTERNO COM PROGESSO PROJETÁVEL PROCEDIMENTOS PARA EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO INTERNO COM PROGESSO PROJETÁVEL DESCRIÇÃO DO MÉTODO DE EXECUÇÃO: 1. Condições para o início dos serviços A alvenaria deve estar concluída e verificada. As superfícies

Leia mais

MANUAL PRÁTICO DE APLICAÇÃO

MANUAL PRÁTICO DE APLICAÇÃO MANUAL PRÁTICO DE APLICAÇÃO Esperamos que este Manual Prático de Aplicação possa oferecer a você que é usuário das tintas da KING S PAINT, informações importantes para realizar uma pintura de melhor qualidade

Leia mais

LACKTHANE N 2677. B O L E T I M T É C N I C O T i n t a L í q u i d a DESCRIÇÃO DO PRODUTO:

LACKTHANE N 2677. B O L E T I M T É C N I C O T i n t a L í q u i d a DESCRIÇÃO DO PRODUTO: LACKTHANE N 2677 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Tinta de acabamento poliuretano acrílico alifático brilhante bicomponente, de altos sólidos por volume. Produto desenvolvido para compor um sistema de proteção anticorrosiva,

Leia mais

Instruções de Instalação Pisos Vinílicos

Instruções de Instalação Pisos Vinílicos Instruções de Instalação Pisos Vinílicos LinhadePisosLaminadosemPVC 2,3mmeClick Recomendações e Responsabilidades Os serviços de colocação devem ser repassados a profissionais instaladores de pisos com

Leia mais

TINTAS. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho

TINTAS. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho TINTAS Conceito Composição química variada, na maioria das vezes orgânica, que apresenta consistência líquida ou pastosa, que aplicada sobre uma superfície, forma um revestimento sólido e contínuo, com

Leia mais

ELASTEQ 7000 ARGAMASSA POLIMÉRICA

ELASTEQ 7000 ARGAMASSA POLIMÉRICA ELASTEQ 7000 ARGAMASSA POLIMÉRICA Impermeabilizante à base de resinas termoplásticas e cimentos com aditivos e incorporação de fibras sintéticas (polipropileno). Essa composição resulta em uma membrana

Leia mais

Componente B Catalisador AL 1006 Componente B (12256557) - (1,5L)

Componente B Catalisador AL 1006 Componente B (12256557) - (1,5L) WEGNILICA CVE 804 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Promotor de aderência bicomponente, formulado a partir de resinas vinílicas com excelente aderência sobre metais ferrosos e não ferrosos. RECOMENDAÇÕES DE USO: Indicado

Leia mais

Piso epóxico Solución para estacionamientos. Viafloor EP 250. Objetivo:

Piso epóxico Solución para estacionamientos. Viafloor EP 250. Objetivo: Viafloor EP 250 Piso epóxico Solución para estacionamientos Objetivo: Revestir o piso com uma camada protetora a fim de garantir uma maior vida útil, corrigindo pequenos buracos, evitando o desgaste do

Leia mais

Boletim Técnico. Cores Azul. Textura Lisa e brilhante.

Boletim Técnico. Cores Azul. Textura Lisa e brilhante. Página 1 de 5 Boletim Técnico Produto Esmalte PU Piscinas Descrição Esmalte PU Piscinas é um esmalte poliuretano bicomponente impermeável ideal para pintura de piscinas de concreto e fibra, deixando-as

Leia mais

Capa de uso de PVC pigmentado, cargas minerais, carbeto de silício e bacteriostático. Fibra de Vidro coberta com PVC pigmentado

Capa de uso de PVC pigmentado, cargas minerais, carbeto de silício e bacteriostático. Fibra de Vidro coberta com PVC pigmentado TOTALSAFE TOTALSAFE DEFINIÇÃO Totalsafe* é um revestimento vinílico para piso, em mantas, com propriedade antiderrapante, flexível, composto de resina de PVC, plastificante, estabilizante, bacteriostático,

Leia mais

Rev. 01 MANUAL TÉCNICO. Kit Porta Pronto

Rev. 01 MANUAL TÉCNICO. Kit Porta Pronto MANUAL TÉCNICO Kit Porta Pronto Carga e Descarga Os produtos são carregados na empresa e preparados de modo a assegurar sua proteção. Durante o transporte até o cliente é imprescindível que sejam mantidas

Leia mais

Manual Técnico de Pintura

Manual Técnico de Pintura Manual Técnico de Pintura Prezado Cliente Hidracor, Pensando na melhor forma de atendê-lo e tirar suas dúvidas, a Tintas Hidracor desenvolveu este Manual Técnico de Pintura. Prático e de rápida consulta,

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ARQUITETÔNICO - REFORMA

MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ARQUITETÔNICO - REFORMA MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ARQUITETÔNICO - REFORMA Projeto:... REFORMA POSTO DE SAÚDE Proprietário:... PREFEITURA MUNICIPAL DE IRAÍ Endereço:... RUA TORRES GONÇALVES, N 537 Área a Reformar:... 257,84

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO Tribunal Superior Eleitoral Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. Pregão Eletrônico Nº 00020/2014(SRP)

PODER JUDICIÁRIO Tribunal Superior Eleitoral Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. Pregão Eletrônico Nº 00020/2014(SRP) 1 de 5 22/05/2014 13:36 PREGÃO ELETRÔNICO PODER JUDICIÁRIO Tribunal Superior Eleitoral Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro Pregão Eletrônico Nº 00020/2014(SRP) RESULTADO POR FORNECEDOR 01.769.241/0001-62

Leia mais

Cerâmicas e porcelanatos

Cerâmicas e porcelanatos Aprenda a limpar cerâmica, porcelanato, laminado, vidro, madeira... De forma geral, pano umedecido e detergente neutro, aplicados depois de varrer a superfície, bastam à limpeza do chão. No caso de alérgicos,

Leia mais

Como pintar azulejos e revestimentos cerâmicos para renovar sua cozinha ou banheiro

Como pintar azulejos e revestimentos cerâmicos para renovar sua cozinha ou banheiro Dar fim às estampas antigas, disfarçar manchas do tempo ou até eliminar a aparência da cerâmica. Tudo isso é viável, desde que se use a tinta certa Há duas técnicas para que o jeitão antigo do seu azulejo

Leia mais

ÚNICA COMO SEU TALENTO. catálogo técnico

ÚNICA COMO SEU TALENTO. catálogo técnico ÚNICA COMO SEU TALENTO catálogo técnico ÚNICA COMO SEU TALENTO Para projetos únicos, conte sempre com a performance superior da Linha Gold. A Linha Gold é única, na versatilidade, variedade e qualidade

Leia mais

Manual Técnico de Pintura

Manual Técnico de Pintura Manual Técnico de Pintura Manual Técnico Hidracor 1 Prezado Cliente Hidracor, Pensando na melhor forma em atendê-lo, tirar suas dúvidas, a Tintas Hidracor desenvolveu este Manual Técnico de Pintura.Prático

Leia mais

USO E APLICAÇÕES Módulo 8 Vidros Especiais

USO E APLICAÇÕES Módulo 8 Vidros Especiais USO E APLICAÇÕES Módulo 8 Vidros Especiais VIDRO TEMPERADO SERIGRAFADO IMAGEM APLICADA COM TELA DE POLÍESTER ESMALTE CERÂMICO MEDIDAS 2200 x 3600 de 3 a 12mm PARA MEDIDAS DE 15 e 19 mm CONSULTE SEU FORNECEDOR

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO DE PRODUTOS

CATÁLOGO TÉCNICO DE PRODUTOS CATÁLOGO TÉCNICO DE PRODUTOS PARA RESULTADOS PREMIUM, PORTOKOLL PREMIUM! PortoKoll Premium. Uma linha completa. Cada um dos produtos foi desenvolvido especialmente para uma determinada aplicação, oferecendo

Leia mais

Impermeabilizantes Sempre Novo+

Impermeabilizantes Sempre Novo+ Impermeabilizantes + Vidro Líquido. Nanotecnologia na palma da mão! Índice Pág. 04 Pág. 05 + O que é? Vidro Líquido O que é? + Pág. 06 Pág. 07 Pág. 08 Pág. 09 Pág. 10 Pág. 11 Pág. 12 Pág. 13 Pág. 14 Pág.

Leia mais

FISPQ LIMPA PORCELANATO. FICHA DE SEGURANÇA de produtos químicos

FISPQ LIMPA PORCELANATO. FICHA DE SEGURANÇA de produtos químicos LIMPA PORCELANATO CARACTERÍSTICA DO PRODUTO: É um limpador alcalino especialmente formulado para limpeza leve e pesada em pisos tratados com acabamentos acrílicos, pisos não tratados como porcelanato.

Leia mais

Guia Técnico de Pintura

Guia Técnico de Pintura Guia Técnico de Pintura VI - Madeiras Exteriores VI.1 PORTAS E JANELAS No exterior, a madeira sofre degradação por acção dos raios ultravioleta, da chuva, da humidade, ataque de insectos (como o caruncho

Leia mais

Reforma nas Atuais Dependências da Capela Mortuária do Cemitério Municipal de Indaial MEMORIAL DESCRITIVO

Reforma nas Atuais Dependências da Capela Mortuária do Cemitério Municipal de Indaial MEMORIAL DESCRITIVO Reforma nas Atuais Dependências da Capela Mortuária do Cemitério Municipal de Indaial MEMORIAL DESCRITIVO Indaial, Junho de 2014 CONSIDERAÇÕES INICIAIS Este memorial tem por objetivo descrever e especificar

Leia mais

2101 ARGAMASSA MATRIX REVESTIMENTO INTERNO Argamassa para Revestimento Interno de alvenaria

2101 ARGAMASSA MATRIX REVESTIMENTO INTERNO Argamassa para Revestimento Interno de alvenaria FICHA TÉCNICA DE PRODUTO 1. Descrição: A argamassa 2101 MATRIX Revestimento Interno, é uma argamassa indicada para o revestimento de paredes em áreas internas, possui tempo de manuseio de até 2 horas,

Leia mais

Manual Técnico. Produto. Transporte. Recebimento. Pág. 3. Armazenamento. Assentamento. Rejuntamento. Pág. 4. Limpeza Pós-obra. Pág. 5.

Manual Técnico. Produto. Transporte. Recebimento. Pág. 3. Armazenamento. Assentamento. Rejuntamento. Pág. 4. Limpeza Pós-obra. Pág. 5. Manual Técnico Produto Transporte Recebimento Pág. 3 Armazenamento Assentamento Rejuntamento Limpeza Pós-obra Proteção Manutenção Dúvidas Frequentes Pág. 4 Pág. 5 Pág. 8 Pág. 9 PRODUTO O processo de fabricação

Leia mais

PRODUTO DA MARCA SEVENCOAT FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

PRODUTO DA MARCA SEVENCOAT FICHA TÉCNICA DO PRODUTO PRODUTO DA MARCA SEVENCOAT FICHA TÉCNICA DO PRODUTO PRODUTO DA MARCA SEVENCOAT É uma tinta isolante térmica, composta de polímeros acrílicos elastoméricos, microesferas de cerâmicas, e aditivos especiais

Leia mais

ROGERTEC MFC FIBRA DE CARBONO. Reforço Estrutural com AN) (MADE IN JAPAN)

ROGERTEC MFC FIBRA DE CARBONO. Reforço Estrutural com AN) (MADE IN JAPAN) Reforço Estrutural com FIBRA DE CARBONO MFC (MADE IN JAPAN) AN) Fax: (21) 3254-3259 A ROGERTEC é uma empresa nacional voltada para o fornecimento de produtos, equipamentos e tecnologia no setor das recuperações.

Leia mais

Ensaios Mecânicos de Materiais. Aula 14 Líquido Penetrante. Prof. MSc. Luiz Eduardo Miranda J. Rodrigues

Ensaios Mecânicos de Materiais. Aula 14 Líquido Penetrante. Prof. MSc. Luiz Eduardo Miranda J. Rodrigues Ensaios Mecânicos de Materiais Aula 14 Líquido Penetrante Tópicos Abordados Nesta Aula Ensaio de Líquido Penetrante. Propriedades Avaliadas do Ensaio. Metodologia de Ensaio. Definição do Ensaio Depois

Leia mais

NOVOLAC AR 170 Revestimento de alto desempenho Novolac, resistente a ácido sulfúrico 98%.

NOVOLAC AR 170 Revestimento de alto desempenho Novolac, resistente a ácido sulfúrico 98%. NOVOLAC AR 170 Revestimento de alto desempenho Novolac, resistente a ácido sulfúrico 98%. Descrição do Produto NOVOLAC AR 170 é um sistema novolac, 100% sólidos, com resistência a ácido sulfúrico 98% e

Leia mais

ARREPIAMENTO. II CORREÇÃO Remover as áreas afetadas e repintar. acabamento extremamente sensíveis.

ARREPIAMENTO. II CORREÇÃO Remover as áreas afetadas e repintar. acabamento extremamente sensíveis. ARREPIAMENTO O solvente do produto recém aplicado ataca o acabamento anterior causando, enrugamento, arrepiamento ou franzimento do filme de tinta, devido a: Repintura de esmalte ou poliuretano não totalmente

Leia mais

SIGMA IMPERMEABILIZANTE 1

SIGMA IMPERMEABILIZANTE 1 1 A manta líquida SIGMA foi especialmente desenvolvida para ser aplicada nas áreas da construção civil formando uma camada impermeável e elástica, impedindo a umidade e infiltração de água em materiais

Leia mais

DICAS PARA PREVENIR PROBLEMAS

DICAS PARA PREVENIR PROBLEMAS DICAS PARA PREVENIR PROBLEMAS Impermeabilização adequada das fundações de estruturas da obra. Todas as fundações e estruturas da obra com infiltração ou impermeabilização inadequada, principalmente no

Leia mais

Edificações - revestimento de paredes

Edificações - revestimento de paredes MT - DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESTRADAS DE RODAGEM DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO - IPR DIVISÃO DE CAPACITAÇÃO TECNOLÓGICA Rodovia Presidente Dutra km 163 - Centro Rodoviário, Parada de Lucas

Leia mais

Construção. Impermeabilizante liquido para preparo de concreto e argamassa. Descrição do Produto Usos. Características / Vantagens.

Construção. Impermeabilizante liquido para preparo de concreto e argamassa. Descrição do Produto Usos. Características / Vantagens. Ficha do Produto Edição 22/04/2011 Sikacim Impermeabilizante Construção Sikacim Impermeabilizante Impermeabilizante liquido para preparo de concreto e argamassa. Descrição do Produto Usos Características

Leia mais

PLASTEEL MASSA 4:1 PLASTEEL MASSA

PLASTEEL MASSA 4:1 PLASTEEL MASSA PLASTEEL MASSA 4:1 PLASTEEL MASSA 4:1 é um composto epóxi bi-componente com carga metálica, característica de massa na cor preta, pode ser aplicado com espátula, cura a frio, substituindo de maneira muito

Leia mais

Construction. Argamassa de impermeabilização à base de cimento. Descrição do produto

Construction. Argamassa de impermeabilização à base de cimento. Descrição do produto Ficha de Produto Edição de dezembro de 2013 Nº de identificação: 07.008 Versão nº 2 SikaTop Seal-107 Argamassa de impermeabilização à base de cimento Descrição do produto SikaTop Seal-107 é uma argamassa

Leia mais

Como escolher Pincéis e Rolos

Como escolher Pincéis e Rolos Como escolher Pincéis e Rolos Como escolher um pincel 1 Existem pincéis e trinchas, específicos para cada tipo de utilização, no entanto é sempre bom ter em conta que para uma boa pintura o pincel deve

Leia mais

Tecnologia da Construção IMPERMEABILIZAÇÃO. Profº Joel Filho

Tecnologia da Construção IMPERMEABILIZAÇÃO. Profº Joel Filho Tecnologia da Construção IMPERMEABILIZAÇÃO Profº Joel Filho Introdução: Impermeabilização NBR 9575/2003 - Elaboração de Projetos de Impermeabilização Item 6 Projeto 6.1. Elaboração e responsabilidade técnica

Leia mais

Revestimento epóxi autonivelante, argamassado e pintura de alta espessura para pisos

Revestimento epóxi autonivelante, argamassado e pintura de alta espessura para pisos Ficha de Produto Edição: 10/01/2014 Identificação n : 02 08 01 02 013 0 000002 Sikafloor -264 Sikafloor -264 Revestimento epóxi autonivelante, argamassado e pintura de alta espessura para pisos Descrição

Leia mais

Placa de obra: Haverá a colocação em local visível de placa de obra, metálica, fixada em estrutura de madeira, conforme padrão fornecido SOP.

Placa de obra: Haverá a colocação em local visível de placa de obra, metálica, fixada em estrutura de madeira, conforme padrão fornecido SOP. MEMORIAL DESCRITIVO RECONSTRUÇÃO DO ALBERGUE JUNTO AO PRESIDIO ESTADUAL DE VACARIA RS. VACARIA RS. GENERALIDADES: Este Memorial Descritivo tem a função de propiciar a perfeita compreensão do projeto e

Leia mais

KIT Nº 14 KIT Nº 2 0.905

KIT Nº 14 KIT Nº 2 0.905 KIT Nº 1 KIT Nº 2 01 Bandeja Grande Ref.0.2823 01 Rolo de Espuma Pop 23 cm Ref.0.13 com cabo Ref. 0.2072 01 Rolo de Espuma Pop 09 cm com cabo Ref. 0.1109. 01 Rolo de Espuma Pop 05 cm c/ cabo Ref. 0.1105

Leia mais

CONSERVANDO TELHADOS

CONSERVANDO TELHADOS A ESCOLHA DA COR Você sabia que o processo industrial empregado na elaboração de tintas ou revestimentos, etc... Somente se encerra com a cura total do produto após sua aplicação! Na maioria dos casos,

Leia mais

2202 ARGAMASSA MATRIX REVESTIMENTO FACHADA Argamassa para uso em revestimento de áreas externas

2202 ARGAMASSA MATRIX REVESTIMENTO FACHADA Argamassa para uso em revestimento de áreas externas É composta por uma mistura homogênea de cimento Portland, cal hidratada e agregados minerais com granulometria controlada e aditivos químicos. O produto é oferecido na cor cinza. 3. Indicação: A argamassa

Leia mais

TINTAS E DROGARIA. Produtos de Limpeza e Conservação DETERGENTES CATÁLOGO ARMAZENS REIS WWW.ARMAZENSREIS.PT. E-mail: geral@armazensreis.

TINTAS E DROGARIA. Produtos de Limpeza e Conservação DETERGENTES CATÁLOGO ARMAZENS REIS WWW.ARMAZENSREIS.PT. E-mail: geral@armazensreis. CATÁLOGO ARMAZENS REIS WWW.ARMAZENSREIS.PT DETERGENTES Morada: E.N. 235 - km Mamodeiro, 38-728 Aveiro Telefone: (+351) 234 941 194 55 E-mail: geral@armazensreis.pt = 55 LIMPEZA DE PAVIMENTOS LIMPADOR EXTRA

Leia mais

Solução Integrada Italit

Solução Integrada Italit Solução Integrada Italit 1. Departamento Comercial Consultores especializados, adequadamente treinados para atender, informar e esclarecer sobre a melhor utilização da Unha de Produtos e Serviços Italit

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO CIVIL

MEMORIAL DESCRITIVO CIVIL MEMORIAL DESCRITIVO CIVIL I SERVIÇOS DE ENGENHARIA Constitui objeto do presente memorial descritivo uma edificação para abrigar segura e adequadamente equipamentos de rede estabilizada, Grupo Moto-gerador

Leia mais

apresenta Orientações para aplicação do Pastilhado de Casca de Coco

apresenta Orientações para aplicação do Pastilhado de Casca de Coco apresenta Orientações para aplicação do Pastilhado de Casca de Coco O pastilhado da CoconutArt é fabricado com a casca dura do coco, aproveitando os resíduos da indústria alimentícia. A fabricação das

Leia mais

Revestimento de fachadas: aspectos executivos

Revestimento de fachadas: aspectos executivos UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA Setembro, 2009 Revestimento de fachadas: aspectos executivos Eng.º Antônio Freitas da Silva Filho Engenheiro Civil pela UFBA Julho de 1982; Engenheiro da Concreta Tecnologia

Leia mais

Preparação de Superfícies para Aplicação de Películas Refletivas Scotchlite MR Dados Técnicos Boletim Técnico 10/97

Preparação de Superfícies para Aplicação de Películas Refletivas Scotchlite MR Dados Técnicos Boletim Técnico 10/97 Preparação de Superfícies para Aplicação de Películas Refletivas Scotchlite MR Dados Técnicos Boletim Técnico 10/97 I. Introdução Superfícies próprias e métodos de preparação contidos neste boletim de

Leia mais

TABELA DE PREÇOS 2011

TABELA DE PREÇOS 2011 TABELA DE PREÇOS 2011 - Av. General Roçadas, n.º 70 A/C 1199-012 Lisboa Tel: 218 153 516 Fax: 218 153 534/218 149 633 - Av. Antoine Velge, Lote 1 - Aires 2950-067 Palmela Tel/Fax: 212 334 369 - Rua de

Leia mais

TINTAS E VERNIZES MCC1001 AULA 7

TINTAS E VERNIZES MCC1001 AULA 7 TINTAS E VERNIZES MCC1001 AULA 7 Disciplina: Materiais de Construção I Professora: Dr. a Carmeane Effting 1 o semestre 2014 Centro de Ciências Tecnológicas Departamento de Engenharia Civil DEFINIÇÃO: TINTAS

Leia mais

REVESTIMENTO DEFACHADA. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I

REVESTIMENTO DEFACHADA. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I REVESTIMENTO DEFACHADA Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I FUNÇÕES DO REVESTIMENTO DE FACHADA Estanqueida de Estética CONDIÇÕES DE INÍCIO

Leia mais