- Um compromisso de oração que vai mudar a sua vida -

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "- Um compromisso de oração que vai mudar a sua vida -"

Transcrição

1 Um compromisso de oração que vai mudar a sua vida -

2 Dia 0 - Tempo de adoração e gratidão Leitura Bíblica: Ap. Motivos de Oração: Agradeça pela salvação, família, sustento, alegrias, paz, lutas, fidelidade de Deus, trabalho, etc. Dia 0 - Tempo de confissão Leitura Bíblica: Sl., Motivos de Oração: Abra seu coração para Deus e confesse: infidelidade, sentimento e pensamentos maus, negligências, etc. Dia 0 - Tempo de interceder por missões Leitura Bíblica: Mc. Motivos de Oração: Os projetos e missionários que sustentamos, a igreja e os missionários perseguidos, missões no Brasil e no mundo. Sugestão: Cante um hino missionário Dia 0 - Tempo de buscar santidade Leitura Bíblica: Pe. Motivos de Oração: Para ser mais parecido com Jesus e seguir mais de perto os passos dele. Ore por mais santidade sua e da família. Dia 0 - Tempo de pedir provisão Leitura Bíblica: Mt.0- Motivos de Oração: Peça pelos desempregados, provisão para sua família e pessoas carentes, mudança da política geral do Brasil. Sugestão: Cante por fé Dia 0 - Tempo de espera em Deus Leitura Bíblica: Is 0. Motivos de Oração: Declare sua confiança em Deus, ore por enfermos, enlutados, salvação de membros da família e parentes. Dia 0 - Tempo de ouvir Deus falar Leitura Bíblica: Jo 0.-0 Motivos de Oração: Peça a Deus sede de conhecimento da Palavra, peça por entendimento através do Espírito Santo.

3 Dia 0 - Tempo de adoração e gratidão Leitura Bíblica: Sl 00 Motivos de Oração: Ore pela salvação de vidas através da Casa do Julgamento e para o envolvimento comprometido dos voluntários. Dia 0 - Tempo de confissão Leitura Bíblica: Pv. Motivos de Oração: Ore pelo envolvimento da membresia nos ministérios da igreja e clame pela liderança da igreja. Dia 0 - Tempo de interceder pelas atividades da igreja Leitura Bíblica: Mt.-0 Motivos de Oração: Turma da Aventura, Ministério de Juventude, Ministério de Família, Edificação, Comunhão., Evangelismo Sugestão: Cante com visão de alcançar vidas para Jesus Dia - Tempo de buscar santidade Leitura Bíblica: Lv. Motivos de Oração: Perdão entre os membros da família, pureza na vida conjugal, namoro da juventude. Dia - Tempo de pedir provisão Leitura Bíblica: Co.-0 Motivos de Oração: Coloque diante de Deus suas necessidades em família, Celebrando a Recuperação, segurança da igreja. Sugestão: Cante por fé Dia - Tempo de espera em Deus Leitura Bíblica: Sl., Motivos de Oração: Ore por um viver sem ansiedades. Casa do Julgamento, Ministério com surdos. Dia - Tempo de ouvir Deus falar Leitura Bíblica: Pv.0- Motivos de Oração: Hoje, exercitemos o ouvir Deus falando conosco, isso nos levará a crescermos na intimidade com Deus.

4 Dia - Tempo de adoração e gratidão Leitura Bíblica: Sl.- Motivos de Oração: Ore louvando a Deus pelos atributos que são só dele: onisciência, onipotência, onipresença. Dia - Tempo de confissão Leitura Bíblica: Sl. Motivos de Oração: Peça a Deus para perdoar seus pecados ainda não confessados. Dia - Tempo de interceder por missões Leitura Bíblica: At. Motivos de Oração: Clame por mais voluntários para a realização dos projetos missionários da igreja e da denominação. Sugestão: Cante um hino missionário Dia - Tempo de buscar santidade Leitura Bíblica: Co. Motivos de Oração: Ore pelo seu controle emocional para que possa viver os frutos do espírito. Bondade mansidão, amor... Dia - Tempo de pedir provisão Leitura Bíblica: Jn.- Motivos de Oração: Ore pelos governantes do nosso país. Que promovam oportunidades de trabalho para os brasileiros. Sugestão: Cante expressando sua confiança em Deus Dia 0 - Tempo de espera em Deus Leitura Bíblica: Pe. Motivos de Oração: Oremos por mais confiança e dependência de Deus. Ore pelos surdos de nossa igreja e pela equipe que trabalha com eles. Dia - Tempo de ouvir Deus falar Leitura Bíblica: Jr. Motivos de Oração: Peça a Deus que oriente a área de ministérios onde você deve atuar.

5 Dia - Tempo de adoração e gratidão Leitura Bíblica: Sl 0., Motivos de Oração: Peça a Deus um coração que reconheça as bênçãos e livramentos sobre sua família e igreja. Dia - Tempo de confissão Leitura Bíblica: Is., Motivos de Oração: Ore pelo ministério diaconal e pelo mistério da palavra em nossa igreja. Dia - Tempo de interceder pelas atividades da igreja Leitura Bíblica: Is. Motivos de Oração: Voluntários e direção da Casa do Julgamento e próximos acampamentos do ministério de família. Sugestão: Cante com visão de reino Dia - Tempo de buscar santidade Leitura Bíblica: Sl.0, Motivos de Oração: Ore pelo envolvimento dos alunos e professores nos 0 dias de estudos em junho/julho. Dia - Tempo de pedir provisão Leitura Bíblica: Hc.- Motivos de Oração: Ore pela EBF, da Turma da Aventura, no mês de agosto, que as Olimpíadas não sejam impedimento para as crianças Sugestão: Cante por fé Dia - Tempo de espera em Deus Leitura Bíblica: Tg., Motivos de Oração: Ore pelas decisões da igreja nas assembleias. Ore pelo crescimento da igreja em Chácara. Dia - Tempo de ouvir Deus falar Leitura Bíblica: Js.- Motivos de Oração: Passeio dos adolescentes, Escola Bíblica de Férias e pelas atividades dos jovens.

6 Dia - Tempo de adoração e gratidão Leitura Bíblica: Sl.- Motivos de Oração: Ore pelos ministérios que envolvem as faixas etárias no cumprimento dos propósitos. Dia 0 - Tempo de confissão Leitura Bíblica: Tg.-0 Motivos de Oração: Agradeça por ser fiel nos dízimos e ofertas. Interceda pelos que ainda não compreenderam a bênção da fidelidade. Dia - Tempo de interceder por missões Leitura Bíblica: Rm 0.- Motivos de Oração: Ore pelas pessoas que assitirão a peça Casa do Julgamento, para que haja conversões. Sugestão: Cante sobre salvação Dia - Tempo de buscar santidade Leitura Bíblica: Sl 0.- Motivos de Oração: Ore para que Deus conceda domínio próprio. Ore pelos jovens que se casarão nos próximos meses. Dia - Tempo de pedir provisão Leitura Bíblica: Jo. Motivos de Oração: Agradeça pela sua salvação, família, sustento, alegrias, paz, lutas, fidelidade de Deus, trabalho, etc. Sugestão: Cante demonstrando sua fé Dia - Tempo de espera em Deus Leitura Bíblica: Pv., Motivos de Oração: Abra seu coração para Deus e confesse: infidelidade, sentimento e pensamentos maus, negligências, etc. Dia - Tempo de ouvir Deus falar Leitura Bíblica: Lm.- Motivos de Oração: Os projetos e missionários que sustentamos, a igreja e os missionários perseguidos, missões no Brasil e no mundo.

7 Dia - Tempo de adoração e gratidão Leitura Bíblica: Is Motivos de Oração: Para ser mais parecido com Jesus e seguir mais de perto os passos Dele. Ore por mais santidade sua e da família. Dia - Tempo de confissão Leitura Bíblica: Tg. Motivos de Oração: Peça pelos desempregados, provisão para sua família, pessoas carentes, mudança da política geral do Brasil. Dia - Tempo de interceder pelas atividades da igreja Leitura Bíblica: Lc 0. Motivos de Oração: Declare sua confiança em Deus, ore por enfermos, enlutados, salvação de membros da família e parentes... Sugestão: Cante um hino missionário Dia - Tempo de buscar santidade Leitura Bíblica: Rm., Motivos de Oração: Peça a Deus sede de conhecimento da Palavra e peça por entendimento através do Espírito Santo. Dia 0 - Tempo de pedir provisão Leitura Bíblica: Jo., Motivos de Oração: Ore pela salvação de vidas através da Casa do Julgamento e para o envolvimento comprometido dos voluntários. Sugestão: Cante um hino que expresse sua fé

8 Rua São João Batista, - Centro São João de Meriti - RJ - CEP: -0 () -0 facebook.com/pibsjm

CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIRO ON LINE

CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIRO ON LINE CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIRO ON LINE AULA 6: SOTERIOLOGIA Baseado em Jeremias 9: 24, a Igreja Pentecostal Deus é Amor oferece a você, obreiro, a oportunidade aprofundar seu conhecimento na palavra de Deus

Leia mais

PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM GRAÇA ARANHA-MA

PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM GRAÇA ARANHA-MA "Abre os meus olhos para que eu contemple as maravilhas da tua Lei". Sl.119.18 PLANO DE LEITURA BÍBLICA ANUAL - JANEIRO 01 Gn 1-3 Sl 1 02 Gn 4-7 Sl 2 03 Gn 8-10 Sl 3 04 Gn 11-13 Sl 4 05 Gn 14-17 Sl 5 06

Leia mais

PLANO DE LEITURA DA BÍBLIA

PLANO DE LEITURA DA BÍBLIA PLANO DE LEITURA DA BÍBLIA Como Ler a Bíblia Reserve tempo para ler a Bíblia cada dia. É bom guardar sempre a mesma hora. Dedique tanto tempo quanto seja possível, cuidando para que outras coisas não interrompam

Leia mais

A VONTADE DE DEUS e os VENENOS que atacam nosso coração

A VONTADE DE DEUS e os VENENOS que atacam nosso coração A VONTADE DE DEUS e os VENENOS que atacam nosso coração Meu Pai é glorificado pelo fato de vocês darem muito fruto; e assim serão meus discípulos. - JOÃO 15:8 A vontade de Deus é que você dê muitos frutos!

Leia mais

Venha nos visitar! IGREJA EVANGÉLICA CONGREGACIONAL EM PAU DOS FERROS-RN. ANUNCIANDO JESUS DESDE 1855 NO BRASIL. Pastor: Jones e Missionária: Rosimere

Venha nos visitar! IGREJA EVANGÉLICA CONGREGACIONAL EM PAU DOS FERROS-RN. ANUNCIANDO JESUS DESDE 1855 NO BRASIL. Pastor: Jones e Missionária: Rosimere IGREJA EVANGÉLICA CONGREGACIONAL EM PAU DOS FERROS-RN. ANUNCIANDO JESUS DESDE 1855 NO BRASIL. Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;

Leia mais

A Oração. Egmon Pereira. 23 de Agosto de Igreja Presbiteriana do Brasil. A Oração. Egmon Pereira. Texto Bíblico. Introdução.

A Oração. Egmon Pereira. 23 de Agosto de Igreja Presbiteriana do Brasil. A Oração. Egmon Pereira. Texto Bíblico. Introdução. Igreja Presbiteriana do Brasil 23 de Agosto de 2016 Mateus 6.5-15 5 E, quando orardes, não sereis como os hipócritas; porque gostam de orar em pé nas sinagogas e nos cantos das praças, para serem vistos

Leia mais

Escrito por Presb. Taciano Cassimiro Seg, 02 de Fevereiro de :25 - Última atualização Ter, 03 de Fevereiro de :07

Escrito por Presb. Taciano Cassimiro Seg, 02 de Fevereiro de :25 - Última atualização Ter, 03 de Fevereiro de :07 Falar sobre oração é fácil, difícil é pratica-la, é torna-la real em nosso dia a dia. Contudo somos ensinados nas Escrituras a orar sem cessar, 1 Ts 5.17. Cristo Jesus é nosso exemplo maior, é nosso modelo

Leia mais

LIÇÃO 13 A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA

LIÇÃO 13 A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA INTRODUÇÃO - Concluindo o estudo deste trimestre sobre evangelização, estudaremos a necessária integralidade desta atividade mais importante, da razão de ser da igreja. - A evangelização tem de ser integral.

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO [ORGANIZAÇÃO]

ADMINISTRAÇÃO [ORGANIZAÇÃO] OS DONS ESPIRITUAIS ADMINISTRAÇÃO [ORGANIZAÇÃO] Êx 18.13-27; At 27.11; 1Co 12.28, Entender os objetivos a curto e a longo prazo de uma determinada parte do trabalho da igreja e elaborar planos eficientes

Leia mais

PASSOS PARA A SALVAÇÃO I - OUVIR A PALAVRA DE DEUS - (Rm 10.17)

PASSOS PARA A SALVAÇÃO I - OUVIR A PALAVRA DE DEUS - (Rm 10.17) PASSOS PARA A SALVAÇÃO I - OUVIR A PALAVRA DE DEUS - (Rm 10.17) Para que você possa crer em Jesus você precisa primeiramente ouvir a sua palavra. A própria palavra de Deus é a verdade (Jo 17:17) e esta

Leia mais

Santificação e Práticas Cristãs

Santificação e Práticas Cristãs Santificação e Práticas Cristãs EBA IBCU Jul 15 Wagner Fonseca 1ª Aula Introdução do Curso Propostas Santificação na Bíblia... Perspectivas e Movimentos... Disciplinas, Práticas Cristãs... Esforço Humano

Leia mais

Venha nos visitar! IGREJA EVANGÉLICA CONGREGACIONAL EM PAU DOS FERROS-RN. ANUNCIANDO JESUS DESDE 1855 NO BRASIL. Pastor: Jones e Missionária: Rosimere

Venha nos visitar! IGREJA EVANGÉLICA CONGREGACIONAL EM PAU DOS FERROS-RN. ANUNCIANDO JESUS DESDE 1855 NO BRASIL. Pastor: Jones e Missionária: Rosimere IGREJA EVANGÉLICA CONGREGACIONAL EM PAU DOS FERROS-RN. ANUNCIANDO JESUS DESDE 1855 NO BRASIL. Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;

Leia mais

Paracletologia SEFO 2013

Paracletologia SEFO 2013 Paracletologia SEFO 2013 1 ª Aula Fabio Codo Fábio Codo - http://teologiaaservicoevangelho.wordpress.com Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Madureira Campo de Mogi das Cruzes Conteúdo Programático

Leia mais

ORAR É AÇÃO. Paulo Velho Ministério de Oração - IBCU Fevereiro / 2015 EBA

ORAR É AÇÃO. Paulo Velho Ministério de Oração - IBCU Fevereiro / 2015 EBA ORAR É AÇÃO Paulo Velho Ministério de Oração - IBCU Fevereiro / 2015 EBA ORA R ÇÃO é A Orações de Davi Contextualizar Considerações de um dos filhos Precisamos orar mais Ministério de Oração Curso anterior

Leia mais

28/12/2008 Tiago 4:13-17 Vlademir Hernandes

28/12/2008 Tiago 4:13-17 Vlademir Hernandes 28/12/2008 Tiago 4:13-17 Vlademir Hernandes Atendei, agora, vós que dizeis: Hoje ou amanhã, iremos para a cidade tal, e lá passaremos um ano, e negociaremos, e teremos lucros... ...Vós não sabeis o que

Leia mais

Cultivando O Fruto do. Gálatas 5.22

Cultivando O Fruto do. Gálatas 5.22 Cultivando O Fruto do Espírito Santo Gálatas 5.22 Fé / Fidelidade Parte VIII Recapitulando Mansidão Domínio próprio Amor Alegria / Gozo Paz Fidelidade Longanimidade Bondade Benignidade 1 Introdução Fidelidade

Leia mais

O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e

O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e irmãos uns dos outros; identifica-nos com Jesus-Verdade,

Leia mais

IGREJA BATISTA DE VIRADOURO Pr. José Antônio Corrêa

IGREJA BATISTA DE VIRADOURO Pr. José Antônio Corrêa IGREJA BATISTA DE VIRADOURO Pr. José Antônio Corrêa MINISTRAÇÕES PARA CASAS DE PAZ Módulo II Ministério de Evangelismo e Missões ESTUDOS PARA CASAS DE PAZ Pr. José Maria Savazzi Pr. José Antônio Corrêa

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO

ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO Sumário Introdução 1. A compreensão do dízimo 1.1 Os fundamentos do dízimo 1.2 O que é o dízimo? 1.3 As dimensões do dízimo 1.4 As finalidades do dízimo 2. Orientações

Leia mais

O PODER DO AMOR DE DEUS POR NÓS Quanto você tem desfrutado do poder que existe no amor do Pai Celestial por nós? Creia no amor de Deus!

O PODER DO AMOR DE DEUS POR NÓS Quanto você tem desfrutado do poder que existe no amor do Pai Celestial por nós? Creia no amor de Deus! TEMA : O PODER DO AMOR DE DEUS POR NÓS ESTUDO PARA CÉLULAS Nº 066 Líder leia, junto com a célula, todos os textos (versículos) citados. Texto inicial : Jo 1.12 e 1 Jo 3:1-2 TADEL: (05JUN à 09JUN17) PERGUNTE

Leia mais

O Espírito Santo. Ontem e Hoje

O Espírito Santo. Ontem e Hoje O Espírito Santo Ontem e Hoje E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco, o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não no vê, nem

Leia mais

I Ts. 5: PRECEITOS ou INSTRUÇÕES FINAIS

I Ts. 5: PRECEITOS ou INSTRUÇÕES FINAIS PRECEITOS ou INSTRUÇÕES FINAIS I Ts. 5:12-24 TESSALÔNICA: Capital da província romana da Macedônia. IGREJA DE TESSALÔNICA=>Carta escrita pelo Apóstolo Paulo para ANIMAR os cristãos de Tessalônica a continuarem

Leia mais

HAMARTIOLOGIA: DOUTRINA DO PECADO

HAMARTIOLOGIA: DOUTRINA DO PECADO HAMARTIOLOGIA: DOUTRINA DO PECADO I - A ORIGEM DO PECADO 1. Em relação a Deus. Em Seu plano permitiu que suas criaturas (anjos e homens) tivessem a liberdade (livre arbítrio) de viver em amor e obediência

Leia mais

igrejabatistaagape.org.br

igrejabatistaagape.org.br Tipos de oração Contribuição de Pr. Oswaldo F Gomes 26 de outubro de 2008 Salmo de louvor. (1) Cantem hinos a Deus, o Senhor,todos os moradores da terra! (2) Adorem o Senhor com alegria e venham cantando

Leia mais

Ministério CEO: Rua Prof. Ciro Brasílio de Araújo, 30 Centro CNPJ: /

Ministério CEO: Rua Prof. Ciro Brasílio de Araújo, 30 Centro CNPJ: / ESTUDOS JANEIRO/16-1ª SEMANA CÉLULA FAMILIAR A PESSOA DO ESPÍRITO SANTO Texto Bíblico: Jo 16.7, 8 e 13 O Espírito Santo não é uma mera energia ou influência de Deus. O Espírito Santo é Deus, é uma das

Leia mais

DECLARAÇÃO DE FÉ 27/06/15 PLANO DE SALVAÇÃO

DECLARAÇÃO DE FÉ 27/06/15 PLANO DE SALVAÇÃO DECLARAÇÃO DE FÉ Pr Josemeire Ribeiro CRM PR 2015 O que é credo? É o que eu creio. PLANO DE SALVAÇÃO QUEDA REDENÇÃO RESTAURAÇÃO Declaração de Fé da IEQ foi compilada por sua fundadora Aimeé Semple McPherson,

Leia mais

HINOS DO HINÁRIO LUTERANO RELACIONADOS COM A SÉRIE TRIENAL

HINOS DO HINÁRIO LUTERANO RELACIONADOS COM A SÉRIE TRIENAL HINOS DO HINÁRIO LUTERANO RELACIONADOS COM A SÉRIE TRIENAL Raul Blum Este trabalho foi elaborado por três classes de alunos da Escola Superior de Teologia do Instituto Concórdia de São Paulo no final da

Leia mais

INTRODUÇÃO AO TRIMESTRE - Trimestre temático O desafio da evangelização obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as boas novas a toda criatura.

INTRODUÇÃO AO TRIMESTRE - Trimestre temático O desafio da evangelização obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as boas novas a toda criatura. INTRODUÇÃO AO TRIMESTRE - Trimestre temático O desafio da evangelização obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as boas novas a toda criatura. - A Igreja foi criada para dar seguimento ao ministério

Leia mais

Wagner Fonseca

Wagner Fonseca 16.06.13 Wagner Fonseca Elementos da Maturidade Introdução Medidor de Maturidade!?! Roupas Linguajar Face Tempo de Igreja Tempo na Igreja 9 E também faço esta oração: que o vosso amor aumente mais e mais

Leia mais

Buscando a excelência no casamento. Adalberto Vargas da Rosa 7º ENCONTRO

Buscando a excelência no casamento. Adalberto Vargas da Rosa 7º ENCONTRO 7º ENCONTRO Como amar sua esposa Amor é fundamentalmente um verbo I Co 13:4-7 Paciente e bondoso, no original grego, são particípios, relacionados ao verbo ser. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha,

Leia mais

INTRODUÇÃO - O ganhador de almas tem de preencher alguns requisitos para realizar seu trabalho de evangelização.

INTRODUÇÃO - O ganhador de almas tem de preencher alguns requisitos para realizar seu trabalho de evangelização. INTRODUÇÃO - O ganhador de almas tem de preencher alguns requisitos para realizar seu trabalho de evangelização. - O trabalho de ganhar almas é de iniciativa divina e somente quem tem comunhão com o Senhor

Leia mais

SEGUNDA ESTAÇÃO: ORAÇÃO

SEGUNDA ESTAÇÃO: ORAÇÃO ROTEIRO 1 ENCONTRO: Que oração sua foi respondida e marcou sua vida? EXALTAÇÃO: Ler o Salmo 61, dividir em duplas e agradecer a Deus, que sempre responde às nossas orações. Cânticos sugeridos: Aclame ao

Leia mais

ENSINO RELIGIOSO - 9º ANO

ENSINO RELIGIOSO - 9º ANO CONTEÚDOS ENSINO RELIGIOSO - 9º ANO Coleção Interativa UNIDADE 1 Preparo para o céu 1 - Rota errada A seriedade do pecado Características do pecado Solução 2- Giro de 180 graus Sentimento de culpa Verdadeiro

Leia mais

CAMPANHA DE ORAÇÃO E CRESCIMENTO ESPIRITUAL

CAMPANHA DE ORAÇÃO E CRESCIMENTO ESPIRITUAL CONGREGAÇÃO DO SETOR PEDROSO CAMPANHA DE ORAÇÃO E CRESCIMENTO ESPIRITUAL Período: 15 de agosto a 30 de setembro de 2017 Tema: A minha vida é para a Glória de Deus. Texto Bíblico: Efésios, 1: 3-12 Horários:

Leia mais

1º Trimestre de 2017: Vida Cristã

1º Trimestre de 2017: Vida Cristã LIÇÃO 01 Salvação, a nova vida com Cristo Forme um quarteto. Pesquise sobre as fases da metamorfose da lagarta/ borboleta em comparação a conversão do cristão. + 10 pontos bônus (pela criatividade na apresentação:

Leia mais

evangelização obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as boas novas a toda criatura.

evangelização obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as boas novas a toda criatura. O Trimestre temático O desafio da evangelização obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as boas novas a toda criatura. O A Igreja foi criada para dar seguimento ao ministério terreno do Nosso Senhor

Leia mais

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI)

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) Teologia Bíblica da Missão de Deus Paulo Adolfo O problema do mal O problema do mal Precisamos, minimamente, pincelar sobre o Problema do Mal (ou pelo menos

Leia mais

Precisamos ter a visão missionária do mestre JESUS: erguei os olhos e vede os campos, pois já branquejam para a cejfa? (JO: 4.35)

Precisamos ter a visão missionária do mestre JESUS: erguei os olhos e vede os campos, pois já branquejam para a cejfa? (JO: 4.35) IGREJA EVANGÉLICA CONGREGACIONAL EM PAU DOS FERROS-RN. ANUNCIANDO JESUS DESDE 1855 NO BRASIL. Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;

Leia mais

A oração eficaz Dc. Marcelo Lobo Ass. Deus Ministério Avançar

A oração eficaz Dc. Marcelo Lobo Ass. Deus Ministério Avançar A oração eficaz Dc. Marcelo Lobo Ass. Deus Ministério Avançar Não adianta sermos místicos, acreditando que basta falar com Deus e tudo está resolvido. Oração é uma palavra ativa, em movimento, para falar

Leia mais

A natureza do povo do reino

A natureza do povo do reino A natureza do povo do reino Aqui está a descrição da natureza de um vencedor, alguém que está debaixo do domínio e do governo do Rei; Os nove aspectos da natureza dos filhos do reino são acompanhados da

Leia mais

ORAÇÃO DA MANHÃ. TEXTO BÍBLICO Matheus 5, Atos dos Apóstolos 1, 12 14

ORAÇÃO DA MANHÃ. TEXTO BÍBLICO Matheus 5, Atos dos Apóstolos 1, 12 14 ORAÇÃO DA MANHÃ TEXTO BÍBLICO Matheus 5, 13 16 Atos dos Apóstolos 1, 12 14 MÚSICA Cenáculo (Felipe de Freitas Araujo CD: O Mundo Todo é Nosso Campo de Batalha, Cancioneiro GM 2014: Espírito Santo, 163).

Leia mais

A REPRODUÇÃO DO CARÁTER DE CRISTO

A REPRODUÇÃO DO CARÁTER DE CRISTO A REPRODUÇÃO DO CARÁTER DE CRISTO Recaptulando Aula 1 Definindo discipulado Checando as bases Analisando exemplos Os alvos do discipulado Identificando barreiras Definindo discipulado Recaptulando David

Leia mais

1 Tessalonicenses 5.9. Pr. Fernando Fernandes. PIB em Penápolis, 20/02/2011

1 Tessalonicenses 5.9. Pr. Fernando Fernandes. PIB em Penápolis, 20/02/2011 1 Tessalonicenses 5.9 Pr. Fernando Fernandes PIB em Penápolis, 20/02/2011 2 Destino é tudo que é determinado pela providência ou pelas leis naturais, que ainda pode vir a acontecer, no futuro, com o objetivo

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA 2014

APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA 2014 PROPOST A 2014 "Que nenhum homem despreze as crianças ou pense que são insignificantes. Eu reivindico o lugar da frente para elas. Elas são o futuro do mundo. O passado já se foi e não podemos alterá-lo.

Leia mais

sobre tudo o INFORMA de Canoas Igreja Batista Nº a 16 de Julho de 2016 dias de amor

sobre tudo o INFORMA de Canoas Igreja Batista Nº a 16 de Julho de 2016 dias de amor INFORMA sobre tudo o Amor Igreja Batista de Canoas Nº 891 10 a 16 de Julho de 2016 dias de amor dias de amor sobre tudo o Amor 1 Coríntios 14:1, Marcos 12:30,31, 1 Cor. 16:14 (NTLH) OS FUNDAMENTOS DO AMOR

Leia mais

AULA -1 IGREJA: UMA INSTITUIÇÃO DIVINO-HUMANA IGREJA E CULTO. Por que me importar? Presb. José Cordeiro Neto» Presb. Lúcio Mafra Teixeira

AULA -1 IGREJA: UMA INSTITUIÇÃO DIVINO-HUMANA IGREJA E CULTO. Por que me importar? Presb. José Cordeiro Neto» Presb. Lúcio Mafra Teixeira AULA -1 IGREJA: UMA INSTITUIÇÃO DIVINO-HUMANA IGREJA E CULTO Por que me importar? Presb. José Cordeiro Neto» Presb. Lúcio Mafra Teixeira CONSOLIDAÇÃO 2015, O ANO DA ADORAÇÃO A Bíblia retrata a igreja como

Leia mais

5 º ANO Unidade Letiva 1 - Viver juntos METAS OBJETIVOS CONTEÚDOS B. Construir uma chave de leitura religiosa da pessoa, da vida e da história.

5 º ANO Unidade Letiva 1 - Viver juntos METAS OBJETIVOS CONTEÚDOS B. Construir uma chave de leitura religiosa da pessoa, da vida e da história. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ÁGUEDA Escola Básica Fernando Caldeira Departamento de Ciências Humanas e Sociais Educação Moral e Religiosa Católica - 5º ano Ano letivo 2016/2017 5 º ANO Unidade Letiva 1 -

Leia mais

POR QUE EVANGELIZAR? O amor de Deus A ordem de Jesus. O Dom do Espírito Santo. O clímax da história. A responsabilidade da Igreja.

POR QUE EVANGELIZAR? O amor de Deus A ordem de Jesus. O Dom do Espírito Santo. O clímax da história. A responsabilidade da Igreja. POR QUE EVANGELIZAR? Existem oito razões para incomodar as pessoas com a pregação do evangelho: 1. O amor de Deus. Evangelismo é um ato de amor (João 3:16, Mt. 5:45-44). 2. A ordem de Jesus. Evangelizar

Leia mais

O Ano da Acolhida Acolha, abrace, perdoe!

O Ano da Acolhida Acolha, abrace, perdoe! AVISOS Lembrar a célula da importância de participar das Missas dominicais e do Grupo Parusia, principalmente da Grande Célula todos os primeiros sábados do mês. Convidar para ajudar a sua liderança na

Leia mais

MANUAL DE CÉLULAS PASTOR TONY SILVEIRA

MANUAL DE CÉLULAS PASTOR TONY SILVEIRA MANUAL DE CÉLULAS PASTOR TONY SILVEIRA 2000 Tony Silveira Todos os Direitos reservados. Proibida a Reprodução não Autorizada PRINCÍPIOS DE ORAÇÃO INDICE 1. ORAÇÃO EFICAZ 3 2. ORAÇÃO POR NÓS PRÓPRIOS 4

Leia mais

PALAVRA & VIDA 3º TRIMESTRE/2014 LIÇÃO 06 O IMPULSO MOTIVADOR DO DÍZIMO

PALAVRA & VIDA 3º TRIMESTRE/2014 LIÇÃO 06 O IMPULSO MOTIVADOR DO DÍZIMO LIÇÃO 06 O IMPULSO MOTIVADOR DO DÍZIMO Texto Bíblico: Mateus 23.23 Objetivos da lição: Compreender que o impulso motivador do dízimo deve ser o juízo, a misericórdia e a fé; Reconhecer o que é o dízimo

Leia mais

A evangelização é uma parte importante e fundamental da fé e vida cristã.

A evangelização é uma parte importante e fundamental da fé e vida cristã. A evangelização é uma parte importante e fundamental da fé e vida cristã. Uma missão irrenunciável da igreja como um todo e do cristão particularmente. O QUE É INDISPENSÁVEL PARA A EVANGELIZAÇÃO? Conversão

Leia mais

Teologia Bíblica de Missões SEFO 2013

Teologia Bíblica de Missões SEFO 2013 Teologia Bíblica de Missões SEFO 2013 2 ª Aula Fabio Codo Fábio Codo - http://teologiaaservicoevangelho.wordpress.com Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Madureira Campo de Mogi das Cruzes

Leia mais

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI)

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) Teologia Bíblica da Missão de Deus Tema missiológico comum: Reino de Deus Mais de 70 vezes é referido por Jesus nos Evangelhos O tema destaca-se do começo ao

Leia mais

DECLARAÇÃO DE FÉ. CONPLEI Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas

DECLARAÇÃO DE FÉ. CONPLEI Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas DECLARAÇÃO DE FÉ CONPLEI Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas DAI-AMTB Departamento de Assuntos Indígenas, Associação de Missões Transculturais Brasileiras Campo Grande, MS: 2016

Leia mais

Calendário de oração do 2º CONJIEL

Calendário de oração do 2º CONJIEL Calendário de oração do 2º CONJIEL É com alegria que comunicamos o inicio dos trabalhos para mobilização de intercessores e igrejas que estarão envolvidos durante 40 dias de muita oração e comunhão em

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO NA IGREJA LOCAL

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO NA IGREJA LOCAL PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO NA IGREJA LOCAL Questões Estratégicas Que tipo de igreja queremos ser nos próximos 10 anos? Como chegar lá? Quais os rumos, os caminhos que devemos seguir? Que planos devemos traçar?

Leia mais

CONVENÇÃO BATISTA FLUMINENSE Revista Palavra e Vida Sugestões Didáticas - 3º Trimestre/2013. Maximinizar as potencialidades do nosso aluno.

CONVENÇÃO BATISTA FLUMINENSE Revista Palavra e Vida Sugestões Didáticas - 3º Trimestre/2013. Maximinizar as potencialidades do nosso aluno. ENSINAR É... CONVENÇÃO BATISTA FLUMINENSE Revista Palavra e Vida Sugestões Didáticas - 3º Trimestre/2013 Maximinizar as potencialidades do nosso aluno. LIÇÃO 4 JOSUÉ CONDUZINDO O POVO A SANTIFICAÇÃO Base

Leia mais

de Jesus, nos é dada a oportunidade de iluminar as nossas ações.

de Jesus, nos é dada a oportunidade de iluminar as nossas ações. Novena de Natal O tempo do Advento é constituído das quatro semanas que antecedem o Natal do Senhor. É, portanto, tempo de piedosa espera. Ora, esperar uma pessoa querida requer alegre e cuidadosa preparação.

Leia mais

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI)

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) Teologia Bíblica da Missão de Deus Paulo Adolfo A Revelação e a Missão de Deus (Missio Dei) Objetivos da matéria: 1. Apresentar as bases bíblicas para o projeto

Leia mais

Palestra by Charles Santos

Palestra by Charles Santos Palestra by Charles Santos Estrutura da Obra Parte I II III IV V VI VII Conteúdo Introdução A Doutrina da Palavra de Deus A Doutrina de Deus A Doutrina do Homem As Doutrinas de Cristo e do Espírito Santo

Leia mais

A CARTA DE IDENTIDADE CARISMÁTICA DA FAMÍLIA SALESIANA DE DOM BOSCO

A CARTA DE IDENTIDADE CARISMÁTICA DA FAMÍLIA SALESIANA DE DOM BOSCO A CARTA DE IDENTIDADE CARISMÁTICA DA FAMÍLIA SALESIANA DE DOM BOSCO Notas de apresentação e propostas de leitura para os membros da Associação de Maria Auxiliadora (ADMA) 1 Critério seguido Unificar numa

Leia mais

DOMINGO II DO TEMPO COMUM Ano A

DOMINGO II DO TEMPO COMUM Ano A EIS O CORDEIRO DE DEUS QUE TIRA O PECADO DO MUNDO DOMINGO II DO TEMPO COMUM Ano A EUCARISTIA 19H DINAMIZAÇÃO DO 10º ANO DE CATEQUESE IGREJA MATRIZ DE VILA DO CONDE Cântico Inicial: Filho de Deus 1. Somos

Leia mais

INFORMA. retratos. na família. Nº a 21 Maio de 2016

INFORMA. retratos. na família. Nº a 21 Maio de 2016 INFORMA Nº 883 15 a 21 Maio de 2016 O Adultério na família retratos Família de O Adultério na Família SÉRIE: Retratos de Família Não cometa adultério. Êxodo 20.14 Que o casamento seja respeitado por todos,

Leia mais

TEMA: O NOVO NASCIMENTO E A CONVERSÃO.

TEMA: O NOVO NASCIMENTO E A CONVERSÃO. TEMA: O NOVO NASCIMENTO E A CONVERSÃO. Texto: E dar-lhes-ei coração para que me conheçam, porque eu sou o SENHOR; e ser-me-ão por povo, e eu lhes serei por Deus, porque se converterão a mim de todo o seu

Leia mais

Hino do Ano Sacerdotal

Hino do Ano Sacerdotal Hino e Comentário Pe. Ney Brasil Pereira* * O autor é Mestre em Ciências Bíblicas e Professor no ITESC., p. 167-171. 1 Hino 168 Ney Brasil Pereira Refrão: Ano sacerdotal, ano presbiteral, ano vocacional:

Leia mais

Igreja é lugar de recolhimento, de oração. Jesus ia ao Templo com seus pais e apóstolos.

Igreja é lugar de recolhimento, de oração. Jesus ia ao Templo com seus pais e apóstolos. POR QUE IR À IGREJA? Certo dia, Jesus contou a seguinte parábola a alguns que se consideravam justos e desprezavam os outros."dois homens foram ao Templo para orar. Um era fariseu e o outro, publicano.

Leia mais

METAS CURRICULARES DE EMRC 2º CICLO REFERÊNCIAS FUNDAMENTAIS NO CONTEXTO DO 2ºCICLO DO EB

METAS CURRICULARES DE EMRC 2º CICLO REFERÊNCIAS FUNDAMENTAIS NO CONTEXTO DO 2ºCICLO DO EB METAS CURRICULARES DE EMRC REFERÊNCIAS FUNDAMENTAIS NO CONTEXTO DO 2ºCICLO DO EB FÁTIMA, 26 DE JANEIRO DE 2014 2007 2014 O QUE MUDA? 2007 2014 5º ANO UL1: Viver juntos UL1: Viver juntos UL2: A água, fonte

Leia mais

PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM PORTO ALEGRE

PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM PORTO ALEGRE PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM PORTO ALEGRE REGIMENTO INTERNO DE DISCIPLINA E RESTAURAÇÃO Aprovado pela AGE 1341 em 05.10.2003 CAPÍTULO I - PROPÓSITOS DA DISCIPLINA Artigo 1 o. a PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM

Leia mais

O Objetivo da Vida Cristã. Aula 02 Texto básico: Mateus Hino sugerido: 386 (HNC) - Testemunho

O Objetivo da Vida Cristã. Aula 02 Texto básico: Mateus Hino sugerido: 386 (HNC) - Testemunho O Objetivo da Vida Cristã Aula 02 Texto básico: Mateus 6. 25-34 Hino sugerido: 386 (HNC) - Testemunho Objetivo: Demonstrar que a prática religiosa não é o objetivo da vida cristã, mas o meio pelo qual

Leia mais

Roteiros Mensais para Grupos

Roteiros Mensais para Grupos Roteiros Mensais para Grupos SETEMBRO 2017 INTENÇÃO DE ORAÇÃO DO PAPA Ajudar a aprofundar e rezar com a INTENÇÃO DE ORAÇÃO DO PAPA de cada mês, para mobilizar os grupos e a vida pessoal diante dos grandes

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS DIÁCONOS BATISTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

ASSOCIAÇÃO DOS DIÁCONOS BATISTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO ASSOCIAÇÃO DOS DIÁCONOS BATISTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AGENDA DA ADIBERJ 2015 Tema: DIÁCONOS DESAFIADOS A SER PADRÃO DE SUBMISSÃO A CRISTO Divisa: Libertos do pecado, transformados em servos de Deus,

Leia mais

SOMOS VENCEDORES EM CRISTO JESUS. Quero usar a figura de um atleta - é alguém que sabe que tem um potencial pra vencer.

SOMOS VENCEDORES EM CRISTO JESUS. Quero usar a figura de um atleta - é alguém que sabe que tem um potencial pra vencer. SOMOS VENCEDORES EM CRISTO JESUS Quero usar a figura de um atleta - é alguém que sabe que tem um potencial pra vencer. Você sabia que no Reino de Deus todos nós somos atletas de Cristo? Paulo usa essa

Leia mais

CONFISSÃO BATISTA DE NEW HAMPSHIRE

CONFISSÃO BATISTA DE NEW HAMPSHIRE CONFISSÃO BATISTA DE NEW HAMPSHIRE A Confissão de Fé de New Hampshire foi redigida pelo Rev. John Newton Brown (1803-1868), no Estado de New Hampshire, EUA, por volta de 1833, e publicada por uma comissão

Leia mais

Romanos, Paulo diz qual a motivação que o levou a escrever a epístola à igreja em Roma. visando evangelizar o ocidente do Império Romano.

Romanos, Paulo diz qual a motivação que o levou a escrever a epístola à igreja em Roma. visando evangelizar o ocidente do Império Romano. O No capítulo 15 da carta aos Romanos, Paulo diz qual a motivação que o levou a escrever a epístola à igreja em Roma. O Paulo escreve a carta aos Romanos visando evangelizar o ocidente do Império Romano.

Leia mais

9 Princípios Bíblicos

9 Princípios Bíblicos 9 Princípios Bíblicos...E promessas em áreas básicas no aconselhamento de jovens por Ken Collins ABUSO FÍSICO E PESSOAL APARÊNCIA Deus pode consolar e fortalecer Sl 86 Deus dá maior valor à beleza interior

Leia mais

Ministério CEO: Rua Prof. Ciro Brasílio de Araújo, 30 Centro CNPJ: /

Ministério CEO: Rua Prof. Ciro Brasílio de Araújo, 30 Centro CNPJ: / ESTUDOS NOVEMBRO/16-1ª SEMANA CÉLULA FAMILIAR CULTIVANDO MINHA COMUNHÃO COM DEUS Deus está, neste momento, com os seus olhos sobre a Terra procurando por adoradores que o adorem em espírito e em verdade.

Leia mais

FILHOS AFASTADOS DA IGREJA

FILHOS AFASTADOS DA IGREJA Escola Bíblica Dominical Lição EBD FILHOS AFASTADOS DA IGREJA Pb. Rodrigo da Silva Gomes 14/07/2013 Roteiro da Aula Introdução; Análise do problema; A Igreja Salmo 100; A Família Salmo 78:1-6; Os Filhos

Leia mais

CALENDÁRIO DA PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM ITAOCARA

CALENDÁRIO DA PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM ITAOCARA Confraternização Universal D 0 D Aniversário de O Jornal Batista D 0 D D Janeiro Fevereiro Retiro D Retiro/ Dia da Aliança Batista Mundial Retiro Retiro 0 Aniversário da União Feminina Missionária de nossa

Leia mais

Ano Santo da Misericórdia

Ano Santo da Misericórdia Ano Santo da Misericórdia Entrar pela Porta da Misericórdia para ser misericordioso Ano Santo da Misericórdia O Ano Santo da Misericórdia, convocado pelo Papa Francisco, tem início em Roma no dia 8 de

Leia mais

#SEMANA_02 DEVOCIONAIS: 21 DIAS DE JEJUM E ORAÇÃO. Campanha 21 dias de Jejum e Oração

#SEMANA_02 DEVOCIONAIS: 21 DIAS DE JEJUM E ORAÇÃO. Campanha 21 dias de Jejum e Oração #SEMANA_02 DEVOCIONAIS: 21 DIAS DE JEJUM E ORAÇÃO Campanha 21 dias de Jejum e Oração #DIA 8 TEXTO BÍBLICO: Sem mim, nada podeis fazer. (João 15:5). APLICAÇÃO: O jejum é uma declaração de dependência total

Leia mais

A salvação da alma Neste capítulo trataremos da salvação da alma. Considerando o assunto quanto à evangelização no sentido doutrinário e teológico,

A salvação da alma Neste capítulo trataremos da salvação da alma. Considerando o assunto quanto à evangelização no sentido doutrinário e teológico, A salvação da alma Neste capítulo trataremos da salvação da alma. Considerando o assunto quanto à evangelização no sentido doutrinário e teológico, não é da alçada deste livro. - Que é a salvação? É um

Leia mais

Os Outros Seis Dias. Aula 02/08/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Os Outros Seis Dias. Aula 02/08/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Os Outros Seis Dias Aula 02/08/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira S Vivendo Teologicamente S O que a teologia tem a ver com a vida diária? S A teologia geralmente é considerada como algo abstrato.

Leia mais

10ª EDIÇÃO TOH HAITI 2015 RELATÓRIO FINAL

10ª EDIÇÃO TOH HAITI 2015 RELATÓRIO FINAL 10ª EDIÇÃO TOH HAITI 2015 RELATÓRIO FINAL Não me envergonho do evangelho de Cristo, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, depois do grego. (Rm l.l6) INTRODUÇÃO

Leia mais

Lição 12 A luta interior (II)

Lição 12 A luta interior (II) Lição 12 A luta interior (II) Texto bíblico: Gálatas 5.16,22-25 Texto áureo Uma fortaleza (do latim fortis, forte, e facere, fazer ) é uma estrutura arquitetônica militar projetada para a guerra defensiva.

Leia mais

O OBREIRO E O RELACIONAMENTO FAMILIAR Ef 5:22-23 Ef 6:1-4 I Pe 3:1-7 I Cor 7:3-5 I Cor 7:33-34

O OBREIRO E O RELACIONAMENTO FAMILIAR Ef 5:22-23 Ef 6:1-4 I Pe 3:1-7 I Cor 7:3-5 I Cor 7:33-34 O OBREIRO E O RELACIONAMENTO FAMILIAR Ef 5:22-23 Ef 6:1-4 I Pe 3:1-7 I Cor 7:3-5 I Cor 7:33-34 INTRODUÇÃO: De conformidade com a palavra de Deus, o obreiro deve ter um bom, correto e eficaz relacionamento

Leia mais

Planificação Anual Departamento CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS

Planificação Anual Departamento CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS Modelo Dep-01 Agrupamento de Escolas do Castêlo da Maia Planificação Anual Departamento CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS Ano 5º Ano letivo 2013 / 2014 Disciplina EMRC Turmas A, B, C, D, E, F, G, H, I, J Professores:

Leia mais

O AMIGÃO do Pastor. Um Periódico em Prol da Pregação do Evangelho de Jesus Cristo - VOL. 4 - Nº 34 ABR/94

O AMIGÃO do Pastor. Um Periódico em Prol da Pregação do Evangelho de Jesus Cristo - VOL. 4 - Nº 34 ABR/94 O AMIGÃO do Pastor Um Periódico em Prol da Pregação do Evangelho de Jesus Cristo - VOL. 4 - Nº 34 ABR/94 CARACTERÍSTICAS DA NOVA VIDA EM CRISTO Pr. Manoel F. Cano. Texto: 2 Co. 5:17 Introdução: 1. A vida

Leia mais

ORAÇÃO UNIVERSAL. Os modelos I VII são retirados do Ritual do Matrimónio da Conferência Episcopal Portuguesa. MODELO I

ORAÇÃO UNIVERSAL. Os modelos I VII são retirados do Ritual do Matrimónio da Conferência Episcopal Portuguesa. MODELO I ORAÇÃO UNIVERSAL Os modelos I VII são retirados do Ritual do Matrimónio da Conferência Episcopal Portuguesa. MODELO I Celebrando o especial dom da graça e da caridade, com que Deus Se dignou consagrar

Leia mais

IGREJA PRESBITERIANA DO JARDIM BRASIL ESTUDO BÍBLICO QUARTA-FEIRA REV. HELIO SALES RIOS

IGREJA PRESBITERIANA DO JARDIM BRASIL ESTUDO BÍBLICO QUARTA-FEIRA REV. HELIO SALES RIOS IGREJA PRESBITERIANA DO JARDIM BRASIL ESTUDO BÍBLICO QUARTA-FEIRA REV. HELIO SALES RIOS INTRODUÇÃO Culto é um serviço Espiritual oferecido a Deus. Expressão mais profunda do nossos sentimentos de adoração

Leia mais

Lição 13 Sob a bênção divina

Lição 13 Sob a bênção divina Lição 13 Sob a bênção divina Texto bíblico: 1Tessalonicenses 5.11-28 Na minha adolescência, lá pela década de 80, fiz uma pesquisa escolar sobre a cidade paulista de Cubatão que, àquela época, era apontada

Leia mais

Advento é uma palavra latina, ad-venio,

Advento é uma palavra latina, ad-venio, Advento -Tempo de preparação para o Natal - Advento é uma palavra latina, ad-venio, que significa aproximar-se, vir chegando aos poucos. Durante as quatro semanas do Advento preparamo-nos para o Natal.

Leia mais

Escola Básica e Secundária de Velas. Governo dos Açores. 2º Ciclo ENSINO BÁSICO. Planificação Anual de EMRC. 5 º Ano

Escola Básica e Secundária de Velas. Governo dos Açores. 2º Ciclo ENSINO BÁSICO. Planificação Anual de EMRC. 5 º Ano Governo dos Açores Escola Básica e Secundária de Velas º Ciclo ENSINO BÁSICO Planificação Anual de EMRC 5 º Ano º Periodo Unidade Letiva - Viver juntos Competências chave Metas Curriculares B. Construir

Leia mais

Paz seja convosco Igreja Quadrangular Brasileira!

Paz seja convosco Igreja Quadrangular Brasileira! 1 Paz seja convosco Igreja Quadrangular Brasileira! O mês de Agosto foi de muitos frutos no campo missionário de Cabo Verde, país constituído por dez ilhas na costa da África Ocidental. O Senhor tem ouvido

Leia mais

QUARTA OS JUDEUS REJEITAM A JUSTIÇA DE DEUS - RM AGO-16 PALAVRA DA CÉLULA RMR. 2-Qual a diferença dos dois caminhos de justiça?

QUARTA OS JUDEUS REJEITAM A JUSTIÇA DE DEUS - RM AGO-16 PALAVRA DA CÉLULA RMR. 2-Qual a diferença dos dois caminhos de justiça? QUARTA O Capitulo 10 é uma continuação do capitulo 9, no original não existe essa divisão de capitulo é um livro só aos romanos. Este capítulo nos mostra o trágico erro de Israel e proclama o grande perigo

Leia mais

Mas o fruto do Espírito é amor (Gálatas 5:22)

Mas o fruto do Espírito é amor (Gálatas 5:22) Lição 7 para 18 de fevereiro de 2017 Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o lavrador. Toda a vara em mim, que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto. (João 15:1-2)

Leia mais

A segunda besta é também conhecido como falso profeta (Ap ;19.20 ; 20.10) a cerca dele podemos dizer:

A segunda besta é também conhecido como falso profeta (Ap ;19.20 ; 20.10) a cerca dele podemos dizer: Estudo Básico escatológico sobre o arrebatamento. Vamos no estudo desta noite dar continuidade a eventos que acontecerão durante o período de tribulação e grande tribulação. Falamos no estudo passado sobre

Leia mais

P S A T S ORAL DA AC A OLHID OLHID

P S A T S ORAL DA AC A OLHID OLHID PASTORAL DA ACOLHIDA Paróquia Sagrada Família Itajubá 06 05 2012 PASTORAL DA ACOLHIDA Todos são de suma importância na comunidade paroquial A acolhida de vocês deve ser como a acolhida de Jesus que acolhe

Leia mais

Dom Vilson Dias de Oliveira, DC Bispo Diocesano de Limeira (SP)

Dom Vilson Dias de Oliveira, DC Bispo Diocesano de Limeira (SP) Apresentação Que a paz do Cristo esteja com você e todos os seus. A mim pelo ofício do dever, apresento este Manual do Ministro Leigo, preparado e organizado pelo Revmo. Pe. Pedro Leandro Ricardo, Reitor

Leia mais

HOMILÉTICA FUNDAMENTOS - PEREPAROS 1 FUNDAMENTOS 1.1 PRINCIPAIS TIPOS DE SERMÕES BÍBLICOS O SERMÃO TEMÁTICO DEFINIÇÃO

HOMILÉTICA FUNDAMENTOS - PEREPAROS 1 FUNDAMENTOS 1.1 PRINCIPAIS TIPOS DE SERMÕES BÍBLICOS O SERMÃO TEMÁTICO DEFINIÇÃO Jörg Garbers HOMILÉTICA FUNDAMENTOS - PEREPAROS 1 FUNDAMENTOS 1.1 PRINCIPAIS TIPOS DE SERMÕES BÍBLICOS 1 1.1.1 O SERMÃO TEMÁTICO 1.1.1.1 DEFINIÇÃO "Sermão temático é aquele cujas divisões principais derivam

Leia mais