Aquela que exerce a função sintática de um adjetivo.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Aquela que exerce a função sintática de um adjetivo."

Transcrição

1

2 O que é? Aquela que exerce a função sintática de um adjetivo. Os pronomes relativos (que, o qual, a qual, os quais, as quais, quem, onde, cujo, cujos, cuja, cujas, quanto, etc.) são os conectivos que iniciam as orações subordinadas adjetivas no período.

3 COMPARE: Assim: Admiro pessoas que se esforçam. Admiro pessoas esforçadas. A oração que se esforçam equivale ao adjetivo esforçadas e desempenha, em relação à oração principal, a mesma função sintática que o adjetivo.

4 COMPARE: O computador japonês causou boas impressões. Adjetivo O computador que é japonês causou boas impressões. Oração subordinada adjetiva É um trabalho emocionante. Adjetivo É um trabalho que emociona. Oração subordinada adjetiva

5 Classificação Dependendo do sentido que as orações subordinadas adjetivas têm no texto, elas podem ser classificadas como: EXPLICATIVAS RESTRITIVAS

6 Classificação Explicativa São as orações que servem para esclarecer melhor o sentido do termo que se refere, explicando detalhadamente sua característica principal. Aparece separada por vírgulas.

7 Exemplos: O problema, que era de fácil resolução, deixou os alunos apreensivos. Oração Principal: O problema deixou os alunos apreensivos. Oração subordinada adjetiva explicativa: que era de fácil resolução

8 Exemplos: O aluno, que era irresponsável, vivia faltando às aulas. Oração Principal: O aluno vivia faltando às aulas Oração subordinada adjetiva explicativa: que era irresponsável

9 Classificação Restritiva Delimita o significado do antecedente. É indispensável ao sentido o período. NÃO vem separada por vírgula.

10 Exemplos: Os políticos que são honestos merecem nosso respeito. Oração Principal: Os políticos merecem nosso respeito Oração subordinada adjetiva restritiva: que são honestos De acordo com a oração não são todos os políticos que merecem respeito, mas apenas um conjunto restrito, ou seja, aqueles que são honestos.

11 Exemplos: Ele implantou o sistema que nós desenvolvemos. Oração Principal: Ele implantou o sistema Oração subordinada adjetiva restritiva: que nós desenvolvemos. A oração que nós desenvolvemos restringe o significado da palavra sistema. Ele não implantou um sistema qualquer e sim um sistema específico, ou seja, o que nós desenvolvemos.

12 Atenção: A oração subordinada adjetiva explicativa é separada da oração principal por uma pausa, que, na escrita, é representada pela vírgula. É comum, por isso, que a pontuação seja indicada como forma de diferenciar as orações explicativas das restritivas: de fato, as explicativas vêm sempre isoladas por vírgulas; as restritivas, não.

13 Orações Adjetivas Reduzidas Quando reduzidas, têm o verbo no infinitivo, no gerúndio, ou no particípio.

14 Orações Adjetivas Reduzidas O louquinho estava parada com um cordão, amarrado na ponta de uma vassoura. oração principal or. Subordinada adjetiva restritiva reduzida A 2ª oração poderia ser desenvolvida, isto é, ser apresentada de outra forma e, ainda assim, expressar a mesma idéia. Observe e compare: O louquinho estava parada com um cordão, que estava amarrado na ponta de uma vassoura. oração principal or. Subordinada adjetiva restritiva desenvolvida As orações subordinadas adjetivas podem ser desenvolvidas ou reduzidas.

15 REDUZIDA DE INFINITIVO Observei um pássaro a cantar harmoniosamente. DESENVOLVIDA Observei um pássaro que cantava harmoniosamente. REDUZIDA DE GERÚNDIO REDUZIDA DE PARTICÍPIO Este é o rio poluído, agonizando por tanta sujeira. Aqui estão os contos avaliados pela comissão julgadora. Este é o rio poluído, que agoniza por tanta sujeira. Aqui estão os contos que a comissão julgadora avaliou.

16 Exercícios P a 4 P P a 4 P. 67 1,2 e 4

17 P. 63 1) Na ordem em que o pronome que aparece: o, garoto, copo d água, gato, gato, caixa de correio, porteiro, pássaros, curto-circuito, lâmpada. 2) Sujeito. 3) Ao picar a cabeça de um garoto, o piolho desencadeia inúmeras ações que, de forma inusitada, culminam com a morte dele próprio.

18 4) a) que retêm o calor da luz solar perto da superfície do planeta / que emitimos / que não tem efeito tóxico nenhum sobre os seres vivos. b) As duas primeiras são restritivas: a 1ª porque se refere a apenas alguns tipos de gases, os que retêm calor da luz solar; a segunda porque se refere a um gás específico, o dióxido de carbono. A 3ª é adjetiva explicativa, porque explicita uma característica própria do gás que emitimos.

19 P. 65 e 66 1) a) que você namorou: oração adjetiva restritiva b) Rapazes. c) Porque Aline não namorou o bairro, e sim os rapazes do bairro.

20 2) a) Sim, pois ela empregou uma oração adjetiva restritiva com a finalidade de restringir o número de rapazes convidados. b) Sim, pois a palavra só também tem sentido de restrição. c) A oração adjetiva restritiva deveria estar entre vírgulas, que na fala seriam marcadas com pausas.

21 3) a) Ela achava que a filha havia tido poucos namorados. b) Descobre que a filha já tivera muitos namorados. 4) As orações adjetivas são responsáveis pela relação de generalização (o todo) e restrição (a parte), em torno da qual o humor da tira foi construído.

22 P. 67 1) que voa, oração subordinada adjetiva restritiva. 2) a) Entre vírgulas, a oração generalizaria o sentido da expressão todo mundo, isto é, no caso todas as pessoas do mundo voariam. b) Não, pois nem todas as pessoas voam ou fazem uso de aviões para voar.

23 4) Conheci dois irmãos, um garoto e uma garota, tímidos, magrelos e meio desajeitados, que se mudaram recentemente para a nossa cidade e estão na minha classe. No começo, ninguém lhes deu muita atenção. Hoje, na aula de computação, eles (que entendem muito do assunto/ que são feras) deram um show e deixaram a turma toda boquiaberta. E eu fiquei caído pela garota. Ai, meu Deus! Tomara que eu seja correspondido!

Revisão para 2ª série. Profª Sueli Oliveira Nobre Fazenda Rio Grande

Revisão para 2ª série. Profª Sueli Oliveira Nobre Fazenda Rio Grande Revisão para 2ª série p2 Profª Sueli Oliveira Nobre Fazenda Rio Grande O que é? Aquela que exerce a função sintática de um adjetivo. Os pronomes relativos (que, o qual, a qual, os quais, as quais, quem,

Leia mais

Professor Marlos Pires Gonçalves

Professor Marlos Pires Gonçalves PERÍODO COMPOSTO As orações podem ser constituídas da seguinte forma: Períodos simples» são aqueles formados por uma só oração. Exemplo: O mar estava calmo. (Aparece apenas um verbo: estava. Logo, período

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 9 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS

LÍNGUA PORTUGUESA 9 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS LÍNGUA PORTUGUESA 9 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula

Leia mais

PERÍODO SIMPLES E COMPOSTO

PERÍODO SIMPLES E COMPOSTO PERÍODO SIMPLES E COMPOSTO TIPOS DE PERÍODOS SIMPLES É CONSTITUÍDO DE APENAS UMA ORAÇÃO. ATUALMENTE, O PROCESSO NÃO É RENTÁVEL. COMPOSTO É CONSTITUÍDO DE DUAS OU MAIS ORAÇÕES. ATUALMENTE, O PROCESSO NÃO

Leia mais

Ex. A garota com quem simpatizei está à sua procura. Os alunos cujas redações foram escolhidas receberão um prêmio.

Ex. A garota com quem simpatizei está à sua procura. Os alunos cujas redações foram escolhidas receberão um prêmio. A) Restritiva: é aquela que limita, restringe o sentido do substantivo ou pronome a que se refere. A restritiva funciona como adjunto adnominal de um termo da oração principal e não pode ser isolada por

Leia mais

Mortal, quente e branco são adjetivos explicativos, em relação a homem, fogo e leite.

Mortal, quente e branco são adjetivos explicativos, em relação a homem, fogo e leite. Adjetivo é a classe gramatical que modifica um substantivo, atribuindo-lhe qualidade, estado ou modo de ser. Um adjetivo normalmente exerce uma dentre três funções sintáticas na oração: Aposto explicativo,

Leia mais

ATENÇÃO! Material retirado da Internet, que eu considero de fonte segura e confiável. Os endereços estão no fim de cada assunto. Colocação pronominal A colocação dos pronomes pessoais oblíquos átonos na

Leia mais

ORDEM DIRETA DE ORAÇÕES E PERÍODOS E OS USOS DA VÍRGULA

ORDEM DIRETA DE ORAÇÕES E PERÍODOS E OS USOS DA VÍRGULA ORDEM DIRETA DE ORAÇÕES E PERÍODOS E OS USOS DA VÍRGULA O que é a ordem direta da oração Em língua portuguesa, na maioria das vezes, as orações são estruturadas na seguinte sequência: OU sujeito + verbo

Leia mais

Orações Subordinadas d Adjetivas. Apostila 3, Capítulo 9 Unidades 39 e 40 (pág. 322 a 329)

Orações Subordinadas d Adjetivas. Apostila 3, Capítulo 9 Unidades 39 e 40 (pág. 322 a 329) Orações Subordinadas d Adjetivas Apostila 3, Capítulo 9 Unidades 39 e 40 (pág. 322 a 329) Professora Simone 2 Orações Subordinadas Adjetivas A sua história assustadora será contada para todos assustadora

Leia mais

Período composto por coordenação

Período composto por coordenação Período composto por coordenação É o período composto por duas ou mais orações independentes. Estas orações podem ser assindéticas ou sindéticas. Orações coordenadas assindéticas Não apresentam conectivos

Leia mais

M O R F O L O G I A P R O N O M E S R E L A T I V O S

M O R F O L O G I A P R O N O M E S R E L A T I V O S P R O N O M E S R E L A T I V O S PRONOMES RELATIVOS: São pronomes que retomam um substantivo (ou outro pronome) anterior a eles, substituindo-o no início da oração seguinte. CARACTERÍSTICAS: Os pronomes

Leia mais

Pronomes, determinantes e advérbios relativos

Pronomes, determinantes e advérbios relativos Pronomes, determinantes e advérbios relativos Orações adjectivas (relativas) Relativas explicativas Os alunos, que já terminaram a prova, podem sair. = todos os alunos já terminaram a prova e todos podem

Leia mais

Emprego e Função Sintática dos Pronomes Relativos

Emprego e Função Sintática dos Pronomes Relativos Emprego e Função Sintática dos Pronomes Relativos Ensino Fundamental 9º ano Pronomes relativos São aqueles que retomam um substantivo (ou um pronome) anterior a eles, substituindo-o no início da oração

Leia mais

ORAÇÕES SUBORDINADAS. Professor: Aramis de Cássio

ORAÇÕES SUBORDINADAS. Professor: Aramis de Cássio ORAÇÕES SUBORDINADAS Professor: Aramis de Cássio ORAÇÕES SUBORDINADAS ORAÇÕES SUBORDINADAS As ORAÇÕES SUBORDINADAS funcionam sempre como um termo essencial, integrante e acessório da oração principal.

Leia mais

Ensino Médio O EMPREGO DA VÍRGULA

Ensino Médio O EMPREGO DA VÍRGULA Ensino Médio O EMPREGO DA VÍRGULA Conceito A vírgula marca uma pausa de pequena duração. Emprega-se não só para separar elementos de uma oração, mas também orações de um só período. Emprego da vírgula

Leia mais

Professor Jailton. www. professorjailton.com.br

Professor Jailton. www. professorjailton.com.br Professor Jailton www. professorjailton.com.br Período Composto por Subordinação Oração Subordinada Substantiva Oração Subordinada Adjetiva Oração Subordinada Adverbial Funções do substantivo Sujeito Objeto

Leia mais

Noções de Morfossintaxe

Noções de Morfossintaxe Noções de Morfossintaxe Orações Substantivas É introduzida pelas conjunções QUE ou SE Aprenda a analisar a oração principal Oração Completiva Nominal Há a orientação de que Há a esperança de que Há o estudo

Leia mais

Colégio Diocesano Seridoense Sistema Objetivo de Ensino. Pronome relativo. Prof.ª Caliana Medeiros. Caicó/RN 05/10/2015

Colégio Diocesano Seridoense Sistema Objetivo de Ensino. Pronome relativo. Prof.ª Caliana Medeiros. Caicó/RN 05/10/2015 Colégio Diocesano Seridoense Sistema Objetivo de Ensino Pronome relativo Prof.ª Caliana Medeiros Caicó/RN 05/10/2015 Tente Outra Vez Raul Seixas Veja! Não diga que a canção Está perdida Tenha fé em Deus

Leia mais

Classes de Palavras (Morfologia) Flexão Nominal e Verbal. Prof Carlos Zambeli

Classes de Palavras (Morfologia) Flexão Nominal e Verbal. Prof Carlos Zambeli Classes de Palavras (Morfologia) Flexão Nominal e Verbal Prof Carlos Zambeli A morfologia está agrupada em dez classes, denominadas classes de palavras ou classes gramaticais. São elas: Substantivo, Artigo,

Leia mais

Sumário. Apresentação. Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3

Sumário. Apresentação. Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3 Sumário Prefácio Apresentação XIII XV Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3 1. Tipologia do sujeito 6 Método para identificar o sujeito 6 Sujeito simples

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO

PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO O período composto por coordenação é constituído por orações coordenadas. Chamamos oração coordenada por não exercer nenhuma função sintática em outra oração, daí ser chamada

Leia mais

ATENÇÃO! Material retirado da Internet, que eu considero de fonte segura e confiável. Os endereços estão no fim de cada assunto. Termos acessórios da oração Apesar de prescindíveis são necessários para

Leia mais

CALENDÁRIO DE AVALIAÇÕES 2º TRIMESTRE JULHO/2014 TURMA 311. Professora Simone

CALENDÁRIO DE AVALIAÇÕES 2º TRIMESTRE JULHO/2014 TURMA 311. Professora Simone TURMA 311 Professora Simone 6 7 8 9 10 11 12 Animais do zoo e nºs de 1 a 20. Animais selvagens. 15 16 Ed. Física: Alongamentos, Equilíbrio e Força Peso: 1,0 Filosofia: Filme e interpretação. 17 Ed. Religiosa:

Leia mais

Aula 18.1 Conteúdos: O uso da vírgula (, ) e o ponto e vírgula ( ; ) na construção de textos. LÍNGUA PORTUGUESA FORTALECENDO SABERES

Aula 18.1 Conteúdos: O uso da vírgula (, ) e o ponto e vírgula ( ; ) na construção de textos. LÍNGUA PORTUGUESA FORTALECENDO SABERES 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 18.1 Conteúdos: O uso da vírgula (, ) e o ponto e vírgula ( ; ) na construção de textos. 3 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES

Leia mais

A ideia de organizares o festival Dias da Cultura Portuguesa, agradou-me. (oração completiva)

A ideia de organizares o festival Dias da Cultura Portuguesa, agradou-me. (oração completiva) Orações relativas As orações adjectivas, denominadas de acordo com a terminologia actual como relativas, são orações subordinadas tradicionalmente introduzidas pelos seguintes consituintes relativos: os

Leia mais

LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS

LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS GRAMÁTICA - Prof. CARLA CAMPOS De sonhos e conquistas Aluno (a): MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais,

Leia mais

Capítulo 8 Lógica de primeira Ordem

Capítulo 8 Lógica de primeira Ordem Capítulo 8 Lógica de primeira Ordem Tópicos 1. Contextualização 2. Definições 3. Exemplos 4. Questão desafio! 2 O que não é possível expressar em Lógica Proposicional? Todo tricolor é um campeão. Roberto

Leia mais

Funções sintáticas. Porto Editora

Funções sintáticas. Porto Editora Funções sintáticas Funções sintáticas ao nível da frase Sujeito Função sintática desempenhada por grupos nominais ou por alguns tipos de orações. O sujeito pode ser classificado como: sujeito simples sujeito

Leia mais

PORTUGUÊS PARA CONSULTOR DO SENADO FEDERAL EXERCÍCIOS COMENTADOS PROFESSOR ALBERT IGLÉSIA

PORTUGUÊS PARA CONSULTOR DO SENADO FEDERAL EXERCÍCIOS COMENTADOS PROFESSOR ALBERT IGLÉSIA Somente hoje (sábado) tive condições de aprontar esta aula. O motivo? Na quarta-feira à noite, a dengue me pegou. Chegou fraquinha, mas no dia seguinte ela se agravou e me deixou de cama. Na sexta de manhã,

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS LINGUAGENS GRAMÁTTICA: PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS PROF.º PAULO SCARDUA APOSTILA 3: CAPÍTULO 11 DEFINIÇÃO Uma oração subordinada adverbial é aquela que exerce a função de adjunto

Leia mais

10 APOSTO. Apresentar o aposto, termo acessório, sua relação com o sujeito e classificação segundo a NGB.

10 APOSTO. Apresentar o aposto, termo acessório, sua relação com o sujeito e classificação segundo a NGB. Aula APOSTO META Apresentar o aposto, termo acessório, sua relação com o sujeito e classificação segundo a NGB. OBJETIVOS Ao final desta aula o aluno deverá: compreender a relação do aposto com o substantivo

Leia mais

c) Nas datações, para separar o nome do lugar. Ex.: Rio de Janeiro, 22 de agosto de 2005.

c) Nas datações, para separar o nome do lugar. Ex.: Rio de Janeiro, 22 de agosto de 2005. c) Nas datações, para separar o nome do lugar. Ex.: Rio de Janeiro, 22 de agosto de 2005. d) Com certas orações reduzidas de gerúndio que se leem com pausa. Ex.: Chegou tarde naquela noite, deixando a

Leia mais

Análise sintática do período composto por subordinação: uma viagem pelas relações sintático-semânticas.

Análise sintática do período composto por subordinação: uma viagem pelas relações sintático-semânticas. Análise sintática do período composto por subordinação: uma viagem pelas relações sintático-semânticas. As orações subordinadas podem ser: 1. Substantivas exercem na principal uma função própria do substantivo.

Leia mais

Coordenação e subordinação. Porto Editora

Coordenação e subordinação. Porto Editora Coordenação e subordinação Frase simples complexa Frase simples Constituída apenas por um verbo ou por um complexo verbal. Ex.: A Maria brinca muito com o irmão. frase simples (constituída por um verbo)

Leia mais

MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL. SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais, irracionais a fim de identificação.

MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL. SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais, irracionais a fim de identificação. MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais, irracionais a fim de identificação. PREPOSIÇÃO É a classe de palavras que liga palavras entre si;

Leia mais

Nº da aula 02. Estudo da Sintaxe

Nº da aula 02. Estudo da Sintaxe Página1 Curso/Disciplina: Português para Concurso. Aula: Estudo da Sintaxe: Sujeito. Conceito; Classificações: sujeito determinado e indeterminado - 02 Professor (a): Rafael Cunha Monitor (a): Amanda Ibiapina

Leia mais

Capítulo1. Capítulo2. Índice A LÍNGUA E A LINGUAGEM O PORTUGUÊS: uma língua, muitas variedades... 15

Capítulo1. Capítulo2. Índice A LÍNGUA E A LINGUAGEM O PORTUGUÊS: uma língua, muitas variedades... 15 Capítulo1 Capítulo2 A LÍNGUA E A LINGUAGEM............................................. 9 Linguagem: aptidão inata.............................................. 10 Funções.............................................................

Leia mais

Preposição e Conjunção. Língua Portuguesa 2ª Série Profª Marianna Aguiar

Preposição e Conjunção. Língua Portuguesa 2ª Série Profª Marianna Aguiar Preposição e Conjunção Língua Portuguesa 2ª Série Profª Marianna Aguiar Preposição Conectam os termos dos sintagmas Locuções prepositivas são duas ou mais palavras que funcionam como preposição. Em uma

Leia mais

REVISÃO DE ANÁLISE SINTÁTICA Período composto

REVISÃO DE ANÁLISE SINTÁTICA Período composto REVISÃO DE ANÁLISE SINTÁTICA Período composto Professora Melina 9º. Ano Relembrando... ORAÇÃO Enunciado organizado em torno de um verbo. Você abre a janela. PERÍODO SIMPLES frase formada por uma só oração.

Leia mais

PERFIS DE SAÍDA DOS ESTUDANTES DA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL, COMPONENTE CURRICULAR LÍNGUA PORTUGUESA

PERFIS DE SAÍDA DOS ESTUDANTES DA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL, COMPONENTE CURRICULAR LÍNGUA PORTUGUESA PERFIS DE SAÍDA DOS ESTUDANTES DA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL, COMPONENTE CURRICULAR LÍNGUA PORTUGUESA CONTEÚDOS EIXO TEMÁTICO COMPETÊNCIAS ESPERADAS Variedades lingüísticas; Diálogo; Turnos. Gênero

Leia mais

o erro: Vamos retomar o período simples do exemplo anterior e observar a classe gramatical e a função sintática da palavra

o erro: Vamos retomar o período simples do exemplo anterior e observar a classe gramatical e a função sintática da palavra Vamos retomar o período simples do exemplo anterior e observar a classe gramatical e a função sintática da palavra o erro: Neymar não admitiu o erro do juiz. suj VTD função: núcleo do direto classe: substantivo

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL 6º ANO Ensino Fundamental Língua Portuguesa 2) Inferir o sentido

Leia mais

Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia Ciências - Espanhol

Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia Ciências - Espanhol Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia Ciências - Espanhol 1 Os exercícios deverão ser feitos no caderno. Leitura do texto: A borboleta de asas de fogo

Leia mais

Professor Marlos Pires Gonçalves

Professor Marlos Pires Gonçalves PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO O período composto por coordenação é constituído por orações coordenadas. Chamamos oração coordenada por não exercer nenhuma função sintática em outra oração, daí ser chamada

Leia mais

Os alunos fizeram uma visita ao zoológico, onde puderam observar várias espécies de animais.

Os alunos fizeram uma visita ao zoológico, onde puderam observar várias espécies de animais. Uso do onde e aonde O advérbio é uma classe de palavras cuja função gramatical é acompanhar e modificar um verbo, exprimindo a circunstância da ação verbal, por isso o nome ad-vérbio, ou seja, a palavra

Leia mais

GRAMÁTICA MODERNA DA LÍNGUA PORTUGUESA

GRAMÁTICA MODERNA DA LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA MODERNA DA LÍNGUA PORTUGUESA Sumário Capítulo 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS Lição 1 Fonética 1.1. Fonema e letra 1.2. Divisão dos fonemas 1.3. Classificação dos fonemas 1.4. Encontro vocálico 1.5.

Leia mais

Há dois sintagmas essenciais: o sintagma nominal (SN), cujo núcleo é um nome ou palavra que seja equivalente; e o sintagma verbal (SV) cujo núcleo é

Há dois sintagmas essenciais: o sintagma nominal (SN), cujo núcleo é um nome ou palavra que seja equivalente; e o sintagma verbal (SV) cujo núcleo é Há dois sintagmas essenciais: o sintagma nominal (SN), cujo núcleo é um nome ou palavra que seja equivalente; e o sintagma verbal (SV) cujo núcleo é uma forma verbal. Existem também o sintagma adjetival

Leia mais

PONTUAÇÃO. Prof. Flaverlei A. Silva

PONTUAÇÃO. Prof. Flaverlei A. Silva PONTUAÇÃO Prof. Flaverlei A. Silva Pontuação indica na escrita as várias possibilidades de entonação da fala, além de ajudar a expressão de pensamentos, sentidos e emoções, tornando mais clara e precisa

Leia mais

A oração subordinada é aquela que equivale a um advérbio.

A oração subordinada é aquela que equivale a um advérbio. A oração subordinada é aquela que equivale a um advérbio. 1) TEMPORAL 2) CONDICIONAL 3) COMPARATIVA 4) FINAL 5) CAUSAL 6) CONSECUTIVA 7) CONCESSIVA 8) CONFORMATIVA 9) PROPORCIONAL Orações Adverbiais TEMPORAIS

Leia mais

Complexo de Ensino Renato Saraiva (081) Profª Junia Andrade MPU 2010 Isolada Português PORTUGUÊS

Complexo de Ensino Renato Saraiva  (081) Profª Junia Andrade MPU 2010 Isolada Português PORTUGUÊS MPU técnicos e analistas JÚNIA ANDRADE Exemplos Cespe - Abin Mudado seu modo de pensar, o pesquisador já não concebe aquele tema da mesma forma e, assim, já não é capaz de estabelecer um relação exatamente

Leia mais

Subordinação X Coordenação

Subordinação X Coordenação ORAÇÕES COORDENADAS Prof. Daniel Subordinação X Coordenação A coordenação se caracteriza por independência sintática: - Reitor da USP declara que os funcionários não receberão aumento. (OSSOD) - Reitor

Leia mais

Português. Funções do Que e do Se. Professor Carlos Zambeli.

Português. Funções do Que e do Se. Professor Carlos Zambeli. Português Funções do Que e do Se Professor Carlos Zambeli www.acasadoconcurseiro.com.br Português FUNÇÕES DO QUE E DO SE A palavra QUE Pronome Relativo refere-se a um nome (substantivo, pronome pessoal,

Leia mais

Profª. Raquel Freitas Sampaio

Profª. Raquel Freitas Sampaio LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA PONTUAÇÃO Profª. Raquel Freitas Sampaio 1 TIPOS DE PONTUAÇÃO Sinais que indicam que a frase não foi concluída: a vírgula (,) o ponto e vírgula (;) o travessão ( ) os dois pontos

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA

LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA P1-3º BIMESTRE 8º ANO FUNDAMENTAL II Aluno (a): Turno: Turma: Unidade Data: / /2016 HABILIDADES E COMPETÊNCIAS Reconhecer palavras ou expressões que exerçam função de aposto.

Leia mais

Concordância e Regência Verbais

Concordância e Regência Verbais Concordância e Regência Verbais Enem 15 semanas 1. Para que se respeite a concordância verbal, será preciso corrigir a frase: a) Têm havido dúvidas sobre a capacidade do sistema de saúde cubano. b) Têm

Leia mais

COLÉGIO ALMIRANTE TAMANDARÉ

COLÉGIO ALMIRANTE TAMANDARÉ Língua Portuguesa: Interpretação de texto. CONTEÚDOS APS 4º BIMESTRE/2016 2º ANO Gramática: Unidade 20 Adjetivo: concordância; Unidade 21 Aumentativo e diminutivo (páginas 190 a 209). Linguagens: A letra

Leia mais

FUNÇÕES SINTÁTICAS. Funções sintáticas a nível da frase. Profª Maria Rodrigues

FUNÇÕES SINTÁTICAS. Funções sintáticas a nível da frase. Profª Maria Rodrigues FUNÇÕES SINTÁTICAS Funções sintáticas a nível da frase Profª Maria Rodrigues FUNÇÕES SINTÁTICA (ESQUEMA SÍNTESE) Sujeito Complementos: -direto -indireto -oblíquo -Agente da passiva Frase Funções internas

Leia mais

Orações reduzidas. Bom Estudo!

Orações reduzidas. Bom Estudo! Orações reduzidas Bom Estudo! Orações reduzidas São orações construídas com as formas nominais do verbo infinitivo (terminação em -r), gerúndio (terminação em -ndo) e particípio (terminação em -ado/ -ido),

Leia mais

Orações subordinadas adverbiais: principais casos. Gramática - Semi

Orações subordinadas adverbiais: principais casos. Gramática - Semi Orações subordinadas adverbiais: principais casos Gramática - Semi Orações subordinadas adverbiais I - Como identificá-las? São introduzidas por conjunções subordinativas que expressam circunstâncias (causa,

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA PEDRO HENRIQUE (PH)

LÍNGUA PORTUGUESA PEDRO HENRIQUE (PH) LÍNGUA PORTUGUESA PEDRO HENRIQUE (PH) ES VERBAIS 1. Voz Ativa: Ocorre quando o SUJEITO é o AGENTE, ou seja, pratica a ação expressa pelo verbo. A aluna comprou o livro. (Quem comprou o livro? = Sujeito

Leia mais

PREDICATIVO DO OBJETO. A vitória tornou eleito o vereador.

PREDICATIVO DO OBJETO. A vitória tornou eleito o vereador. PREDICATIVO DO OBJETO A vitória tornou eleito o vereador. Façamos, pois, a análise sintática: SUJEITO = A vitória PREDICADO = tornou eleito o vereador OBJETO DIRETO = o vereador PREDICATIVO DO OBJETO=

Leia mais

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL 6º ANO Ensino

Leia mais

Assuntos Muito Importantes Para as Provas IBFC

Assuntos Muito Importantes Para as Provas IBFC Assuntos Muito Importantes Para as Provas IBFC O texto apresenta uma estrutura cujo o processo de composição predominante é o narrativo. Todos os elementos abaixo são característicos desse tipo de texto,

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DA SEQUÊNCIA DIDÁCTICA

PLANIFICAÇÃO DA SEQUÊNCIA DIDÁCTICA ANEXO 3 PLANIFICAÇÃO DA SEQUÊNCIA DIDÁCTICA 155 ESCOLA SECUNDÁRIA/3 PADRE ALBERTO NETO - QUELUZ Planificação a curto prazo de Língua Portuguesa 8.º ano de escolaridade Turma C Ano lectivo 2009/2010 Mestranda:

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Área de Códigos e Linguagens Disciplina: Língua Portuguesa Série: 9ª - Ensino Fundamental Professoras: Priscila e Rosane Língua Portuguesa Atividades para Estudos Autônomos Data: 7 / 11 / 2016 Aluno(a):

Leia mais

unit 1 Nouns 10 A Gênero 10 C Número (II) 11 D Contáveis e Incontáveis 12

unit 1 Nouns 10 A Gênero 10 C Número (II) 11 D Contáveis e Incontáveis 12 unit 1 Nouns 10 A Gênero 10 4 Contents B Número (I) 10 C Número (II) 11 D Contáveis e Incontáveis 12 unit 2 Pronouns and Adjectives 17 A Pronomes Pessoais 17 B Pronomes e Adjetivos Demonstrativos 17 C

Leia mais

TUTORIAL 2B. Data: Aluno (a): Equipe de Língua Portuguesa. Língua Portuguesa. Colégio A. LIESSIN Scholem Aleichem NANDA/MARÇO/

TUTORIAL 2B. Data: Aluno (a): Equipe de Língua Portuguesa. Língua Portuguesa. Colégio A. LIESSIN Scholem Aleichem NANDA/MARÇO/ Aluno (a): Série: 3ª TUTORIAL 2B Ensino Médio Data: Turma: Equipe de Língua Portuguesa Língua Portuguesa Colégio A. LIESSIN Scholem Aleichem - 1 - NANDA/MARÇO/2014-262 ] Colégio A. LIESSIN Scholem Aleichem

Leia mais

Professor Jailton.

Professor Jailton. Professor Jailton www.professorjailton.com.br Pronomes Possessivos São aqueles que se referem às pessoas do discurso, indicando ideia de posse. número pessoa Pronomes possessivos singular (um possuidor)

Leia mais

Sintaxe + Pontuação + Crase + Regência

Sintaxe + Pontuação + Crase + Regência Sintaxe + Pontuação + Crase + Regência Sintaxe +Pontuação + Crase + Regência 1. O Programa Mulheres está mudando. Novo cenário, novos apresentadores, muito charme, mais informação, moda, comportamento

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO PORTUGUÊS

CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO  PORTUGUÊS CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO www.cenm.com.br 3 o DESAFIO CENM - 2014 PORTUGUÊS 1. A classificação sintática da expressão de criança que acompanha o substantivo olhos na capa do livro é (A) adjunto adnominal.

Leia mais

O ESTUDO DO VOCABULÁRIO

O ESTUDO DO VOCABULÁRIO Sumário Capítulo 1 O ESTUDO DO VOCABULÁRIO Lição 1 Fonética...3 1.1. Fonema e Letra... 3 1.2. Divisão dos Fonemas... 3 1.3. Classificação dos fonemas... 5 1.4. Encontro Vocálico... 7 1.5. Encontro Consonantal...

Leia mais

Português. Colocação Pronominal. Professor Carlos Zambeli.

Português. Colocação Pronominal. Professor Carlos Zambeli. Português Colocação Pronominal Professor Carlos Zambeli www.acasadoconcurseiro.com.br Português COLOCAÇÃO PRONOMINAL Número Pessoa Pronomes Retos Pronomes Oblíquos Singular Plural Primeira Eu Me, mim,

Leia mais

O ESTUDO DAS PALAVRAS

O ESTUDO DAS PALAVRAS Sumário Capítulo 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS Lição 1 Fonética...3 1.1. Fonema e letra... 3 1.2. Divisão dos fonemas... 3 1.3. Classificação dos fonemas... 5 1.4. Encontro vocálico... 6 1.5. Encontro consonantal...

Leia mais

Sintaxe do período composto

Sintaxe do período composto Lição 9 Sintaxe do período composto Estudo do Período Na lição 8, fizemos uma análise interna da oração. Examinamos os termos essenciais, os integrantes e os acessórios e, para isso, utilizamos exemplos

Leia mais

Fundamental 2 Sugestão de Avaliação de Português 9º ano (8ª série) 3º bimestre

Fundamental 2 Sugestão de Avaliação de Português 9º ano (8ª série) 3º bimestre Fundamental 2 Sugestão de Avaliação de Português 9º ano (8ª série) 3º bimestre Colégio: Nome: Número: Turma: Data: Parte A Conhecimentos gramaticais 1. Leia esta tirinha e responda às questões propostas.

Leia mais

VERBO. Flávia Andrade

VERBO. Flávia Andrade VERBO Flávia Andrade DEFINIÇÃO Verbo é a palavra que exprime ação, estado, mudança de estado, fenômeno natural e outros processos, flexionando-se em pessoa, número, modo, tempo e voz. a. Ação: andar, causou,

Leia mais

ATIVIDADE DE ESTUDO 3º PERÍODO: Pronome

ATIVIDADE DE ESTUDO 3º PERÍODO: Pronome Ensino Fundamental Nível II LÍNGUA PORTUGUESA NOME: NÚMERO: / /2012 GRAMÁTICA F-6 ATIVIDADE DE ESTUDO 3º PERÍODO: Pronome 1) Leia. a) Na última frase Eu prefiro quando eles correm atrás de mim!, o pronome

Leia mais

SEXTA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco

SEXTA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco SEXTA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET Professora: Sandra Franco 1. Aposto e a vírgula. 2. Adjunto Adverbial e a vírgula. 3. Vocativo e a vírgula. 4. Uso da Vírgula. Resumo. 5. Exercícios. 1. Aposto e a vírgula.

Leia mais

No exemplo acima, o pronome que retoma o termo os atletas da 1ª oração, exercendo a função de sujeito na 2ª oração.

No exemplo acima, o pronome que retoma o termo os atletas da 1ª oração, exercendo a função de sujeito na 2ª oração. No exemplo acima, o pronome que retoma o termo os atletas da 1ª oração, exercendo a função de sujeito na 2ª oração. É bastante agradável a cidade. Nasci nessa cidade. [É bastante agradável a cidade] [onde

Leia mais

Espaço Geográfico. As transformações realizadas pela ação humana

Espaço Geográfico. As transformações realizadas pela ação humana Espaço Geográfico As transformações realizadas pela ação humana Concepção teórica É por demais sabido que a principal forma de relação entre o homem e a natureza, ou melhor, entre o homem e o meio, é dada

Leia mais

A criança foi ajudada pelo pai. O pai ajudou a criança.

A criança foi ajudada pelo pai. O pai ajudou a criança. VOZES DO VERBO Os verbos podem se encontrar na voz ativa, na voz passiva ou na voz reflexiva. A distinção destas vozes se dará basicamente através da observação do comportamento do sujeito. A criança foi

Leia mais

Categorias morfossintáticas do verbo

Categorias morfossintáticas do verbo Categorias morfossintáticas do verbo A- Tempo O tempo identifica o momento em que se realiza a ação. Presente: situa a ação no momento da enunciação. Pretérito: situa a ação num momento anterior ao da

Leia mais

QUESTÃO SOBRE INTERPRETAÇÃO DE TEXTO

QUESTÃO SOBRE INTERPRETAÇÃO DE TEXTO COMENTÁRIOS À PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA E À QUESTÃO 38 DO CONCURSO PARA ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UFRGS CERTAME REALIZADO NO DIA 21 DE JUNHO DE 2015 QUESTÃO

Leia mais

Atente para a tabela abaixo e para as observações seguintes, para que os relative pronouns sejam mais facilmente compreendidos.

Atente para a tabela abaixo e para as observações seguintes, para que os relative pronouns sejam mais facilmente compreendidos. Pronomes Relativos (Relative Pronouns) Os pronomes relativos são os conectivos que introduzem as orações subordinadas adjetivas. Quando mencionamos alguém ou algo em uma oração e queremos dar mais informações

Leia mais

CAPÍTULO 01 - INTERPRETAÇÃO DE TEXTO TIPOS DE TEXTO GÊNERO DE TEXTO TIPOS DE DISCURSO... 21

CAPÍTULO 01 - INTERPRETAÇÃO DE TEXTO TIPOS DE TEXTO GÊNERO DE TEXTO TIPOS DE DISCURSO... 21 sumário CAPÍTULO 01 - INTERPRETAÇÃO DE TEXTO...14 1.1.TIPOS DE TEXTO... 15 1.2.GÊNERO DE TEXTO... 20 1.3.TIPOS DE DISCURSO... 21 1.3.1. DISCURSO DIRETO... 22 1.3.2. DISCURSO INDIRETO... 22 1.3.3. DISCURSO

Leia mais

CONTEÚDOS DE AP2/2016

CONTEÚDOS DE AP2/2016 CONTEÚDOS DE AP2/2016 Unidade 3 (De casa até a escola); Unidade 4 (Cuidados com o meio ambiente); Revisão no caderno. 2 ANO Interpretação de texto; GRAMÁTICA: Capitulo 9 (Frase e ponto final); Capitulo

Leia mais

Português. Índice de aulas. Tipologias textuais

Português. Índice de aulas. Tipologias textuais Índice de aulas Tipologias textuais Texto narrativo Ação e personagens Espaço e tempo Narrador e modalidades do discurso Narrativas de tradição popular Chocolate à Chuva: as férias de Mariana Chocolate

Leia mais

Critérios de Correção de Redação

Critérios de Correção de Redação Clique aqui ->> Curso Português Pra Passar Critérios de Correção de Redação I ASPECTO ESTÉTICO 1. Legibilidade da letra; 2. Paragrafação; 3. Margens regulares; 4. Travessão; 5. Ausência de rasuras. 1.

Leia mais

Como Surgiu o Primeiro Ser Vivo

Como Surgiu o Primeiro Ser Vivo Como Surgiu o Primeiro Ser Vivo Dentre as muitas hipóteses formuladas, uma delas admitia que microrganismos, que possivelmente existissem flutuando no espaço cósmico, teriam caído sobre o solo fértil da

Leia mais

Professor Marlos Pires Gonçalves

Professor Marlos Pires Gonçalves COLOCAÇÃO PRONOMINAL Em relação ao verbo os pronomes oblíquos átonos (me, nos, te, vos, o, a, os, as, lhe, lhes, se) podem aparecer em três posições distintas: Antes do verbo PRÓCLISE; No meio do verbo

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA

LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA P2 4º BIMESTRE 7º ANO FUNDAMENTAL II Aluno (a): Turno: Turma: Unidade Data: / /2016 HABILIDADES E COMPETÊNCIAS Classificar morfologicamente os pronomes retos e oblíquos. Reconhecer

Leia mais

Português. Índice de aulas. Tipologias textuais

Português. Índice de aulas. Tipologias textuais Índice de aulas Tipologias textuais Texto narrativo Ação Personagens Narrador Espaço Tempo Modalidades do discurso Diários e memórias Narrativas de tradição popular Saga: Vig, a ilha do mar do Norte Saga:

Leia mais

Drummond escreveu poemas e entrou para a história.

Drummond escreveu poemas e entrou para a história. Conjunção Pode-se definir a conjunção como um termo invariável, de natureza conectiva que pode criar relações de sentido (nexos) entre palavras ou orações. Usualmente, as provas costumam cobrar as relações

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa de Português do Ensino Básico, Metas Curriculares de Português do Ensino Básico

Leia mais

Manutenção Eletromecânica de Equipamentos de Mina e Usina

Manutenção Eletromecânica de Equipamentos de Mina e Usina 1 a ETAPA DO PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL 2015 FUNDAÇÃO CSN PARA O DESENVOLVIMENTO SOCIAL E A CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA - FUNDAÇÃO CSN, através da Direção do Centro de Educação

Leia mais

Durante. Utilize os conteúdos multimídia para ilustrar a matéria de outras formas.

Durante. Utilize os conteúdos multimídia para ilustrar a matéria de outras formas. Olá, Professor! Assim como você, a Geekie também tem a missão de ajudar os alunos a atingir todo seu potencial e a realizar seus sonhos. Para isso, oferecemos recomendações personalizadas de estudo, para

Leia mais

ATIVIDADES ENVOLVENDO DIVISÃO. Prof: Aline Moreira. Aluno:

ATIVIDADES ENVOLVENDO DIVISÃO. Prof: Aline Moreira. Aluno: ATIVIDADES DIVISÃO ENVOLVENDO Prof: Aline Moreira Aluno: 2013 Introdução Esta apostila foi elaborada ao longo da pesquisa A DIVISÃO POR ALUNOS SURDOS: ideias, representações e ferramentas matemáticas,

Leia mais

TURMAS DO 1º ANO LÍNGUAPORTUGUESA.

TURMAS DO 1º ANO LÍNGUAPORTUGUESA. ATIVIDADE PARA O MÊS DE ABRIL PROFESSORA MARILÉA F. DA ROCHA TURMAS DO 1º ANO LÍNGUAPORTUGUESA. EMPREGO DA VÍRGULA. http://www.portuguesfacil.net/regras simples faceis usar virgula/ 1. Use a vírgula para

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 9 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROFª. SHIRLEY VASCONCELOS

LÍNGUA PORTUGUESA 9 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROFª. SHIRLEY VASCONCELOS LÍNGUA PORTUGUESA 9 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROFª. SHIRLEY VASCONCELOS CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade I Tecnologia: corpo, movimento e linguagem na era da informação. 2 CONTEÚDOS E

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Área de da Natureza Disciplina: Série: 6ª - Ensino Fundamental Professora: Flávia Lage Atividades para Estudos Autônomos Data: 03 / 10 / 2016 Aluno(a): Nº: Turma: Querido(a) aluno(a),

Leia mais