Prof. José Antônio Sansevero Martins (Zé Laranja)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Prof. José Antônio Sansevero Martins (Zé Laranja)"

Transcrição

1 Prof. José Antônio Sansevero Martins (Zé Laranja)

2 PERÍODO COMPOSTO 1. ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS Oração principal (incompleta) Oração subordinada substantiva (aquilo que falta na or. Principal) Ninguém sabia se ela chegaria a tempo. SUJ VTD OD

3 É importante que todos façam os exercícios. VL PS SUJ Exercem funções próprias dos substantivos: SUJEITO / OBJETO DIRETO / OBJETO INDIRETO / COMPLEMENTO NOMINAL / PREDICATIVO / APOSTO O que e o se, neste caso, classificam-se como CONJUNÇÕES INTEGRANTES.

4 2. ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS - Vêm introduzidas por pronomes relativos. Pronomes relativos são conectivos DIFERENTES das conjunções, pois além de unir duas informações (orações), retomam um elemento já mencionado anteriormente (termo antecedente).

5 Observe: Reencontrei vários amigos com quem havia estudado. Reencontrei vários amigos. (oração principal) Havia estudado com eles. (oração subordinada) A casa onde morávamos foi demolida. A casa foi demolida. (oração principal) Morávamos nela (na casa). (oração subordinada)

6 INVARIÁVEIS Que (universal) Quem (pessoas) Quando (tempo) VARIÁVEIS O(a)(s) qual(is) (referência) Cujo(a)(s) (posse) Quanto(a)(s) Como (modo) Onde (lugar)

7 Exemplos do mau uso dos pronomes relativos: A garota que falei (dela) pra você é muito inteligente. (Inadequado) A garota de quem lhe falei é muito inteligente. (Adequado) Esta é uma situação onde devemos ter cuidado. (Inadequado) Vivemos em um país onde impera a corrupção. (Adequado) Aquela é a garota que os pais (dela) viajaram. (Inadequado) Aquela é a garota cujos pais viajaram. (Adequado)

8 Emprego formal dos pronomes relativos: Os livros o professor fez referência são ótimos. (a que) (aos quais) Não são muitas as pessoas realmente confio. (em que) (em quem) (nas quais) A cidade I estivemos ano passado não é a mesma II iremos nessas férias. I- (onde) (em que) (na qual) / II- (aonde) (a que) (à qual) Pedro, irmão trabalha comigo, é hoje um grande amigo. (cujo)

9 3. ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS Tipos de oração subordinada adverbial: CaCo5FTP

10 CIRCUNSTÂNCIAS EXPRESSAS PELAS ORAÇÕES ADVERBIAIS 1.Causa fato motivador ; ocorre primeiro ("como", "já que", "uma vez que", "visto que etc.) Como a chuva foi muito forte, as ruas ficaram alagadas. 2.Consequência fato resultante ; efeito (termos intensivos "tão, tal, tanto(a), tamanho(a)" + que ) A chuva foi tão forte que as ruas ficaram alagadas.

11 3.Concessão fora do normal; contraria a lógica; exceção. ("embora, "conquanto, "ainda que, mesmo que, apesar de que") Ainda que toda a turma tenha pedido mudança, o professor manteve a data da prova.

12 4.Condição necessária para a realização de um outro fato. ("se, "caso, contanto que, desde que, a menos que, uma vez que ) Uma vez que você aceite a proposta, assinaremos o contrato. 5.Comparação ("como, "tão... como", "mais (do) que", "menos (do) que") Ele dorme como um urso (dorme).

13 6.Conformidade regra, caminho ou modelo para a execução do fato principal. ( "conforme, "como, consoante e segundo" ) Segundo reza a Constituição, todos os cidadãos têm direitos iguais. 7.Finalidade objetivo; resultado pretendido. ("a fim de que, "que" e "porque = para que ) Fez tudo para que eu não obtivesse bons resultados. (= porque eu não obtivesse...)

14 8.Tempo ("quando, enquanto, assim que, logo que, desde que") "Quando você foi embora, fez-se noite em meu viver. (Tempo e causa) Às vezes, uma oração temporal pode trazer implícita outra relação semântica. Observe: "Quando tiver tempo, resolverei aquele problema. (Tempo e condição) "Quando todos reclamavam do calor, desliguei o ar condicionado. (Tempo e concessão)

15 9.Proporção variação simultânea de dois fatos. ( à medida que, quanto mais...,mais..., conforme ) Quanto mais estudamos, mais dúvidas temos. À medida que subíamos a montanha, o frio aumentava. 10. Modo só ocorre na forma reduzida. Aquele homem ficou rico vendendo livros. Ela foi embora da festa sem se despedir de ninguém.

16 4. ORAÇÕES COORDENADAS Sintaticamente independentes; classificam-se em assindéticas (sem conjunção) e sindéticas (com conjunção). Cheguei, vi, venci! Entrou em combate, lutou heroicamente e morreu. Ele falou bem; todavia, não foi como eu esperava. Ou muito me engano ou você não gostou do filme. Você foi injusto com ela; deve, pois, desculpar-se. Filho, venha para dentro de casa, pois está muito frio.

ORAÇÕES SUBORDINADAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS

ORAÇÕES SUBORDINADAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS ORAÇÕES SUBORDINADAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS As orações subordinadas substantivas são as palavras

Leia mais

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações www.iesde.com.br

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações www.iesde.com.br Odilei França Graduado em Letras pela Fafipar. Graduado em Teologia pela Faculdade Batista. Professor de Língua Portuguesa para concursos públicos há 22 anos. Sintaxe do período composto: parte II Período

Leia mais

Valor Semântico de Conectivos. Coordenadas e Adverbiais

Valor Semântico de Conectivos. Coordenadas e Adverbiais Valor Semântico de Conectivos Coordenadas e Adverbiais As conjunções coordenativas, que encabeçam orações coordenadas, independentes, são de cinco tipos: 1. Aditivas: e, nem, não só...mas também, não só...como

Leia mais

Período composto. Orações subordinadas adverbiais. Prof.ª: Elizabete Oliveira Biedacha

Período composto. Orações subordinadas adverbiais. Prof.ª: Elizabete Oliveira Biedacha Período composto Orações subordinadas adverbiais Prof.ª: Elizabete Oliveira Biedacha Oração subordinada adverbial É aquela que se encaixa na oração principal, funcionando como adjunto adverbial. Observe:

Leia mais

NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco

NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET Professora: Sandra Franco Período Composto 1.Orações Subordinadas Adverbiais. 2. Apresentação das conjunções adverbiais mais comuns. 3. Orações Reduzidas. As orações subordinadas

Leia mais

Período composto por subordinação

Período composto por subordinação Período composto por subordinação GRAMÁTICA MAIO 2015 Na aula anterior Período composto por coordenação: conjunto de orações independentes Período composto por subordinação: conjunto no qual um oração

Leia mais

Período composto. Orações subordinadas adverbiais

Período composto. Orações subordinadas adverbiais Período composto Orações subordinadas adverbiais Orações subordinadas Orações que mantém relação de dependência sintática e semântica entre a oração subordinada e a oração principal. Ex.: Eu tenho dúvida

Leia mais

Estudo das classes de palavras Conjunções. A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das

Estudo das classes de palavras Conjunções. A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das Um pouco de teoria... Observe: Estudo das classes de palavras Conjunções A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das I- João saiu, Maria chegou. II- João saiu, quando

Leia mais

As orações subordinadas adverbiais funcionam como adjuntos adverbiais da oração principal, são introduzidas por conjunções ou locuções conjuntivas

As orações subordinadas adverbiais funcionam como adjuntos adverbiais da oração principal, são introduzidas por conjunções ou locuções conjuntivas As orações subordinadas adverbiais funcionam como adjuntos adverbiais da oração principal, são introduzidas por conjunções ou locuções conjuntivas que indicam circunstâncias de : causa, consequência, condição,

Leia mais

Análise Sintática AMOSTRA DA OBRA. Português é simples. 2ª edição. Eliane Vieira. www.editoraferreira.com.br

Análise Sintática AMOSTRA DA OBRA. Português é simples. 2ª edição. Eliane Vieira. www.editoraferreira.com.br AMOSTRA DA OBRA www.editoraferreira.com.br O sumário aqui apresentado é reprodução fiel do livro 2ª edição. Eliane Vieira Análise Sintática Português é simples 2ª edição Nota sobre a autora Sumário III

Leia mais

Letras. Objetivo. Aspectos das Conexões Sintáticas. Prof a. Dr a. Leda Szabo

Letras. Objetivo. Aspectos das Conexões Sintáticas. Prof a. Dr a. Leda Szabo Letras Prof a. Dr a. Leda Szabo Aspectos das Conexões Sintáticas Objetivo Diferenciar o objeto de estudo da análise de base sintática do objeto de estudo da análise do discurso. Compreender a diferença

Leia mais

1. (FUVEST-SP) Em Queria que me ajudasses, o trecho destacado pode ser substituído por:

1. (FUVEST-SP) Em Queria que me ajudasses, o trecho destacado pode ser substituído por: COLÉGIO DE APLICAÇÃO DOM HÉLDER CÂMARA AVALIAÇÃO: EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES I DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR(A): ANA PAULA DA VEIGA CALDAS ALUNO(A) DATA: / / TURMA: M SÉRIE: 9º ANO DATA PARA ENTREGA:

Leia mais

Orações Subordinadas Adverbiais. Amanda de Oliveira.

Orações Subordinadas Adverbiais. Amanda de Oliveira. Orações Subordinadas Adverbiais. Amanda de Oliveira. A Oração Subordinada Adverbial é aquela que, no período composto, equivale a um advérbio. As orações adverbiais sempre exercem, em relação à oração

Leia mais

O Estudo do Período Composto

O Estudo do Período Composto Série Rumo ao ITA Ensino Pré-Universitário Professor(a) Aluno(a) Tom Dantas Sede Nº TC Turma Turno Data / / Português O Estudo do Período Composto O Período Composto Período composto é a frase organizada

Leia mais

PONTUAÇÃO. 1) Para marcar a supressão ou omissão do verbo.

PONTUAÇÃO. 1) Para marcar a supressão ou omissão do verbo. EMPREGA-SE VÍRGULA: PONTUAÇÃO 1) Para marcar a supressão ou omissão do verbo. EX.: A moral legisla para o homem: o direito, para o cidadão. Adalberto estuda francês, e Osmar, Inglês. Uma flor, Quincas

Leia mais

Professor Jailton. www.professorjailton.com.br

Professor Jailton. www.professorjailton.com.br Professor Jailton www.professorjailton.com.br As orações subordinadas adverbiais recebem essa denominação porque expressam uma circunstância da oração a que se subordinam. Essa circunstância é a função

Leia mais

Orações reduzidas. Bom Estudo!

Orações reduzidas. Bom Estudo! Orações reduzidas Bom Estudo! Orações reduzidas São orações construídas com as formas nominais do verbo infinitivo (terminação em -r), gerúndio (terminação em -ndo) e particípio (terminação em -ado/ -ido),

Leia mais

H) Final: funciona como adjunto adverbial de finalidade. Conjunções: a fim de que, para que, porque.

H) Final: funciona como adjunto adverbial de finalidade. Conjunções: a fim de que, para que, porque. H) Final: funciona como adjunto adverbial de finalidade. Conjunções: a fim de que, para que, porque. Ex. Ele não precisa do microfone, para que todos o ouçam. I) Proporcional: funciona como adjunto adverbial

Leia mais

Uso do se : indeterminador ou apassivador?

Uso do se : indeterminador ou apassivador? Uso do se : indeterminador ou apassivador? Um assunto bastante explorado em provas de concursos é a classificação do vocábulo se. Sabemos que ele pode ser rotulado como pronome reflexivo, conjunção condicional,

Leia mais

ADJETIVAS E ADVERBIAIS

ADJETIVAS E ADVERBIAIS GRAMÁTICA ADJETIVAS E ADVERBIAIS 1. ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS As orações adjetivas são sempre introduzidas por um pronome relativo. Podem ser RESTRITIVAS e EXPLICATIVAS e funcionam, sintaticamente,

Leia mais

Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE. Comunicação Oral e Escrita. Unidade 11. Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais

Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE. Comunicação Oral e Escrita. Unidade 11. Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE Comunicação Oral e Escrita Unidade 11 Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais Núcleo de Educação a Distância 2 Aviso importante! Este material foi produzido

Leia mais

ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS. I. Minha prima chegou no início da noite. II.Minha prima chegou quando anoiteceu.

ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS. I. Minha prima chegou no início da noite. II.Minha prima chegou quando anoiteceu. ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS Observe: I. Minha prima chegou no início da noite. II.Minha prima chegou quando anoiteceu. Na oração I, temos que o termo destacado expressa circunstância de tempo, exercendo,

Leia mais

Ano: 9 Turma: 9.1 e 9.2

Ano: 9 Turma: 9.1 e 9.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 2ª Etapa 2014 Disciplina: Língua Portuguesa Professor (a): Cris Souto Ano: 9 Turma: 9.1 e 9.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de

Leia mais

1º E 2º ANO EM - INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS (TRAZER DICIONÁRIO INGLÊS- PORTUGUÊS)

1º E 2º ANO EM - INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS (TRAZER DICIONÁRIO INGLÊS- PORTUGUÊS) INGLÊS - PROFESSOR EDUARDO 4ª ANO: UNIDADES 5-6- 7 E 8 5ª ANO: UNIDADES 5-6- 7 E 8 6ª ANO: UNIDADES 1-2- 3-4 -6 E 8. 7ª ANO: UNIDADES 3-4-5-6 E 7. 8ª ANO: UNIDADES 2-3-4-6 E 7. PÁGINA 160 9ª ANO: 2 ÉPOCA

Leia mais

Orações subordinadas adverbiais. 9º ano Prof. Ana Santa Felicidade

Orações subordinadas adverbiais. 9º ano Prof. Ana Santa Felicidade Orações subordinadas adverbiais 9º ano Prof. Ana Santa Felicidade CAUSAL: causa, motivo. ** porque, visto que, já que Ex.: Viajaram ontem porque tinham tempo. COMPARATIVA: ideia de comparação. ** como,

Leia mais

Período composto por subordinação

Período composto por subordinação Período composto por subordinação Período é o nome que se dá à frase organizada em orações. Dá-se o nome de oração ao enunciado linguístico construído em torno de um verbo ou de uma locução verbal. O período

Leia mais

c) O verbo ficará no singular ou no plural se o sujeito coletivo for especificado com substantivo no plural.

c) O verbo ficará no singular ou no plural se o sujeito coletivo for especificado com substantivo no plural. Concordância Verbal a) O verbo vai para a 3ª pessoa do plural caso o sujeito seja composto e anteposto ao verbo. Se o sujeito composto é posposto ao verbo, este irá para o plural ou concordará com o substantivo

Leia mais

Língua Portuguesa Apostila 1 Professor André Moraes

Língua Portuguesa Apostila 1 Professor André Moraes 1) (MPE/RJ_ANALISTA PROCESSUAL_FUJB) Na palavra ERRADICAR há um valor semântico de movimento para fora. A palavra abaixo em que se repete esse mesmo valor é: (A) elipse; (B) êxodo; (C) embarcar; (D) ilegal;

Leia mais

Regência nominal. Regência Verbal. Verbos Transitivos Diretos

Regência nominal. Regência Verbal. Verbos Transitivos Diretos Regência nominal A regência nominal estuda os casos em que um nome (substantivo, adjetivo ou advérbio) exige um outro termo que lhe complete o sentido. Normalmente, o complemento de um nome vem iniciando

Leia mais

O verbo O verbo. www.scipione.com.br/radix. Prof. Erik Anderson. Gramática

O verbo O verbo. www.scipione.com.br/radix. Prof. Erik Anderson. Gramática O verbo O verbo O que é? Palavra variável em pessoa, número, tempo, modo e voz que exprime um processo, isto é, aquilo que se passa no tempo. Pode exprimir: Ação Estado Mudança de estado Fenômeno natural

Leia mais

CASOS PARTICULARES S + S + A Obs:

CASOS PARTICULARES S + S + A Obs: 1) Regra geral Palavra que acompanha substantivo concorda com ele. Ex.: O aluno. Os alunos. A aluna. As alunas. Meu livro. Meus livros. Minha pasta. Minhas pastas. Garoto alto. Garotos altos. Garota alta.

Leia mais

1. Assinale a alternativa em que os termos da oração dispõem-se na ordem direta.

1. Assinale a alternativa em que os termos da oração dispõem-se na ordem direta. LÍNGUA PORTUGUESA SINTAXE DO PERÍODO SIMPLES E DO PERÍODO COMPOSTO PROF. AGNALDO MARTINO 1. Assinale a alternativa em que os termos da oração dispõem-se na ordem direta. a) Sedosos eram seus cabelos. b)

Leia mais

Regra Geral O artigo, o numeral, o adjetivo e o pronome adjetivo concordam em gênero e número com o substantivo a que se referem.

Regra Geral O artigo, o numeral, o adjetivo e o pronome adjetivo concordam em gênero e número com o substantivo a que se referem. CONCORDÂNCIA NOMINAL Regra Geral O artigo, o numeral, o adjetivo e o pronome adjetivo concordam em gênero e número com o substantivo a que se referem. Ex.: Os dois jornais (subst.) publicaram aquelas notícias

Leia mais

JESUS CRISTO A HISTÓRIA DE. David C Cook. All Rights Reserved

JESUS CRISTO A HISTÓRIA DE. David C Cook. All Rights Reserved A HISTÓRIA DE JESUS CRISTO ESTA É A VERDADEIRA HISTÓRIA DE JESUS CRISTO. ELE ERA UM HOMEM, MAS ERA MUITO MAIS DO QUE ISSO. ELE É O FILHO ÚNICO DE DEUS. É CLARO QUE ELE ERA PODEROSO. ATÉ O VENTO E O MAR

Leia mais

PROFESSORA: Patrícia. ALUNO (a): Lista de Língua Portuguesa

PROFESSORA: Patrícia. ALUNO (a): Lista de Língua Portuguesa GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSORA: Patrícia DISCIPLINA: Português SÉRIE: 2º Ano ALUNO (a): NOTA: No Anhanguera você é + Enem Lista de Língua Portuguesa Leia com atenção texto abaixo: Disponível: www.chargesonline.com.br.

Leia mais

Português- Prof. Verônica Ferreira

Português- Prof. Verônica Ferreira Português- Prof. Verônica Ferreira 1 Com relação a aspectos linguísticos e aos sentidos do texto acima, julgue os itens a seguir. No trecho que podemos chamar de silenciosa (l.15-16), o termo de silenciosa

Leia mais

C Sistema destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www.concursosecursos.com.br

C Sistema destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www.concursosecursos.com.br 1 CURSO DE PORTUGUÊS ON-LINE AULA 8 ANÁLISE SINTÁTICA OS TERMOS DA ORAÇÃO Oração - conjunto de palavras, com sentido e com a presença obrigatória de um verbo. O sol brilha no horizonte. 1- Termos essenciais:

Leia mais

PORTUGUÊS PARA CONCURSOS

PORTUGUÊS PARA CONCURSOS PORTUGUÊS PARA CONCURSOS Sumário Capítulo 1 - Noções de fonética Fonema Letra Sílaba Número de sílabas Tonicidade Posição da sílaba tônica Dígrafos Encontros consonantais Encontros vocálicos Capítulo 2

Leia mais

VIOLÊNCIA, A NOVA ORDEM MUNDIAL? Guila Azevedo

VIOLÊNCIA, A NOVA ORDEM MUNDIAL? Guila Azevedo Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA A 1 ạ SÉRIE DO ENSINO MÉDIO EM 2014 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: VIOLÊNCIA, A NOVA ORDEM MUNDIAL? Guila Azevedo Não me

Leia mais

Cântico de entrada: Cristo Jesus, tu me chamaste. Introdução

Cântico de entrada: Cristo Jesus, tu me chamaste. Introdução Festa do Perdão Cântico de entrada: Cristo Jesus, tu me chamaste Cristo Jesus, tu me chamaste Eu te respondo: estou aqui! Tu me chamaste pelo meu nome Eu te respondo: estou aqui! Quero subir à montanha,

Leia mais

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar 1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar nosso amor 4. Porque a gente discute nossos problemas

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. para o Exame de Suficiência do CFC. Bacharel em Ciências Contábeis

LÍNGUA PORTUGUESA. para o Exame de Suficiência do CFC. Bacharel em Ciências Contábeis LÍNGUA PORTUGUESA para o Exame de Suficiência do CFC Bacharel em Ciências Contábeis O livro é a porta que se abre para a realização do homem. Jair Lot Vieira con cursos con cursos LÍNGUA PORTUGUESA para

Leia mais

Língua Portuguesa VERBO Parte I

Língua Portuguesa VERBO Parte I Língua Portuguesa VERBO Parte I Conceito geral: Verbo é a palavra que expressa ação, estado, mudança de estado ou indica fenômeno da natureza. Verbo Quando se pratica uma ação, a palavra que representa

Leia mais

CURSO INTENSIVO MÓDULO 19 PONTUAÇÃO

CURSO INTENSIVO MÓDULO 19 PONTUAÇÃO FRASES FRAGMENTADAS 1)... aborrecido, dificultando, assim,... 2)... costas. Isso resultaria, assim,... 3)... gíria. Ela divide... 4) Coisas assim estão na TV... 5)... competitividade. As agências... 6)...

Leia mais

Manoel Neves. exercícios de teoria gramatical Período composto

Manoel Neves. exercícios de teoria gramatical Período composto Manoel Neves exercícios de teoria gramatical Período composto QUESTÃO 01 (CTSP) Assinale a alterna1va onde há oração subordinada comple1va nominal reduzida: a) O caráter universal da lei oferece proteção

Leia mais

Termos integrantes da oração Objeto direto e indireto

Termos integrantes da oração Objeto direto e indireto Termos integrantes da oração Objeto direto e indireto Termos integrantes da oração Certos verbos ou nomes presentes numa oração não possuem sentido completo em si mesmos. Sua significação só se completa

Leia mais

O que são termos da oração? É a palavra ou grupo de palavras, dentro da oração, que desempenha função sintática.

O que são termos da oração? É a palavra ou grupo de palavras, dentro da oração, que desempenha função sintática. ANÁLISE SINTÁTICA O que são termos da oração? É a palavra ou grupo de palavras, dentro da oração, que desempenha função sintática. E o que é função sintática? É a relação estabelecida entre palavras ou

Leia mais

CD EU QUERO DEUS. 01- EU QUERO DEUS (Irmã Carol) 02- SIM, SIM, NÃO, NÃO (Irmã Carol)

CD EU QUERO DEUS. 01- EU QUERO DEUS (Irmã Carol) 02- SIM, SIM, NÃO, NÃO (Irmã Carol) CD EU QUERO DEUS 01- EU QUERO DEUS (Irmã Carol) EU QUERO DEUS \ EU QUERO DEUS SEM DEUS EU NÃO SOU NADA EU QUERO DEUS Deus sem mim é Deus \ Sem Deus eu nada sou Eu não posso viver sem Deus \ Viver longe

Leia mais

1. Reescreva a fala do Cebolinha, no 1º quadrinho, de acordo com a norma gramatical. Em seguida circule os adjuntos adnominais.

1. Reescreva a fala do Cebolinha, no 1º quadrinho, de acordo com a norma gramatical. Em seguida circule os adjuntos adnominais. EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO DE PORTUGUÊS SERIE: 7 ANO TURMA: 3 BIMESTR DATA / /2010 PROFESSORA: CLAUDIA ALUNO (A): NOTA: Nº: Leia a tira com atenção. 1. Reescreva a fala do Cebolinha, no 1º quadrinho, de

Leia mais

Problemas Notacionais da Língua

Problemas Notacionais da Língua Problemas Notacionais da Língua Problemas Notacionais da Língua Neste encontro, analisaremos algumas particularidades que nossa língua apresenta e, muitas vezes, devem ter deixado você com dúvidas. É muito

Leia mais

por Adelita Roseti Frulane

por Adelita Roseti Frulane A Companhia da Imaculada e São Domingos Sávio por Adelita Roseti Frulane Em 28 de dezembro de 1854, em Roma, o Papa Pio IX proclamou o Dogma de Fé da Imaculada Conceição de Maria Santíssima. E em Turim,

Leia mais

Concordância Nominal

Concordância Nominal Concordância Nominal Concordância Nominal Regra Geral O artigo, o pronome, o numeral e o adjetivo devem concordar em gênero e número com o substantivo ao qual se referem. Ex.: Os nossos dois brinquedos

Leia mais

Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina

Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina Psicografias Outubro de 2014 Sumário Cavaleiro da Chama-Vermelha.... 2 Dr. Emanuel.... 2 João Augusto... 3 Mago Horax... 3 Caravana de Koré....

Leia mais

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL EM 2015 Disciplina: PoRTUGUÊs

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL EM 2015 Disciplina: PoRTUGUÊs Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL EM 2015 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: Texto para a questão 1. TÔ COM FOME. POSSO FAZER

Leia mais

Caro aluno! O CURSO AVANÇADO DE PORTUGUÊS (FGV) está voltado para o concursando que se destina a realizar as provas da banca FGV. Nossa estratégia é

Caro aluno! O CURSO AVANÇADO DE PORTUGUÊS (FGV) está voltado para o concursando que se destina a realizar as provas da banca FGV. Nossa estratégia é Caro aluno! O CURSO AVANÇADO DE PORTUGUÊS (FGV) está voltado para o concursando que se destina a realizar as provas da banca FGV. Nossa estratégia é que o aluno NÃO DECORE NADA em Língua Portuguesa. Se

Leia mais

Como Atrair a Quantidade de dinheiro que deseja em poucas semanas (OU DIAS)

Como Atrair a Quantidade de dinheiro que deseja em poucas semanas (OU DIAS) Copyright 2008 by Wellington Rodrigues Todos os direitos reservados - 2008 1 Como Atrair a Quantidade de dinheiro que deseja em poucas semanas (OU DIAS) Por: Wellington Rodrigues Todos nós temos direito

Leia mais

CURSO: TRIBUNAL REGULAR ASSUNTO: CRASE SUMÁRIO DE AULA DÉCIO SENA. 1. O que é crase? 2. Casos de crase obrigatória. 3. Casos de crase facultativa

CURSO: TRIBUNAL REGULAR ASSUNTO: CRASE SUMÁRIO DE AULA DÉCIO SENA. 1. O que é crase? 2. Casos de crase obrigatória. 3. Casos de crase facultativa CURSO: TRIBUNAL REGULAR ASSUNTO: CRASE SUMÁRIO DE AULA DÉCIO SENA 1. O que é crase? 2. Casos de crase obrigatória 3. Casos de crase facultativa 4. Casos de crase proibida 5. Exercícios 1. O que é crase?

Leia mais

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997.

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. 017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. Acordei hoje como sempre, antes do despertador tocar, já era rotina. Ao levantar pude sentir o peso de meu corpo, parecia uma pedra. Fui andando devagar até o banheiro.

Leia mais

Segundo Relatório de Intercâmbio de Longa Duração

Segundo Relatório de Intercâmbio de Longa Duração Segundo Relatório de Intercâmbio de Longa Duração Carlos Araujo RCRJ/Nova Iguaçu Odense, Danmark. Ainda depois de 4 meses na Dinamarca, este país ainda consegue fazer surpresas. Desde de agosto, a minha

Leia mais

Leia a letra da música "Fico Assim Sem Você", de Claudinho e Buchecha:

Leia a letra da música Fico Assim Sem Você, de Claudinho e Buchecha: Leia a letra da música "Fico Assim Sem Você", de Claudinho e Buchecha: Avião sem asa, Fogueira sem brasa, Sou eu assim, sem você Futebol sem bola, Piu-piu sem Frajola, Sou eu assim, sem você... Porque

Leia mais

PROVA DE SELEÇÃO & BOLSA Pré-reserva 2015

PROVA DE SELEÇÃO & BOLSA Pré-reserva 2015 PROVA DE SELEÇÃO & BOLSA Pré-reserva 2015 1. NOVOS ALUNOS Ensino Médio 1ª série do Ensino Médio Para o ingresso na 1ª série do Ensino Médio, o aluno deverá fazer uma prova no dia 16 de agosto de 2014,

Leia mais

PETERSON MOURÃO DOS SANTOS IMPACTO SOCIAL DO PROJETO ESPORTE À MEIA-NOITE EM CEILÂNDIA.

PETERSON MOURÃO DOS SANTOS IMPACTO SOCIAL DO PROJETO ESPORTE À MEIA-NOITE EM CEILÂNDIA. PETERSON MOURÃO DOS SANTOS IMPACTO SOCIAL DO PROJETO ESPORTE À MEIA-NOITE EM CEILÂNDIA. Artigo apresentado ao curso de Licenciatura em Educação Física da Universidade Católica de Brasília, como requisito

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO Questão : 08 19 25 A questão 08 do código 07, que corresponde à questão 19 do código 08 e à questão 25 do código 09 Assinale a alternativa incorreta em relação à regência nominal. a) São poucos os cargos

Leia mais

Nome: N.º: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA A 2 ạ SÉRIE DO ENSINO MÉDIO EM 2013. Disciplina: PoRTUGUÊs

Nome: N.º: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA A 2 ạ SÉRIE DO ENSINO MÉDIO EM 2013. Disciplina: PoRTUGUÊs Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA A 2 ạ SÉRIE DO ENSINO MÉDIO EM 2013 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: QUESTÃO 1 Examine o cartaz abaixo, publicado em uma rede

Leia mais

CAPÍTULO 9: CONCORDÂNCIA DO VERBO SER

CAPÍTULO 9: CONCORDÂNCIA DO VERBO SER CAPÍTULO 9: CONCORDÂNCIA DO VERBO SER Vejamos os exemplos de concordância do verbo ser: 1. A cama eram (ou era) umas palhas. Isto são cavalos do ofício. A pátria não é ninguém: são todos. (Rui Barbosa).

Leia mais

AS NOVELAS E A EDUCAÇÃO

AS NOVELAS E A EDUCAÇÃO Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA A 1 ạ SÉRIE DO ENSINO MÉDIO EM 2012 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: Texto para as questões de 1 a 8. AS NOVELAS E A EDUCAÇÃO

Leia mais

CONCURSO BB 2014 REVISÃO - PORTUGUÊS

CONCURSO BB 2014 REVISÃO - PORTUGUÊS CONCURSO BB 2014 REVISÃO - PORTUGUÊS Professora Renata Tosetto COMPREENSÃO TEXTUAL Atente-se sempre ao enunciado segundo o texto, conforme o texto, segundo o autor, de acordo com o autor (texto) nestes

Leia mais

TIPO DE AVALIAÇÃO: Lista de Exercícios - Recuperação

TIPO DE AVALIAÇÃO: Lista de Exercícios - Recuperação TIPO DE AVALIAÇÃO: Lista de Exercícios - Recuperação Nome: Nº 8º ano / Ensino Fundamental Turma: Disciplina(s): Português Data: Professor(a): Érica Beatriz Nota: Leia o texto de Clarice Lispector e veja

Leia mais

TRANSCRIÇÃO SAMBA DE QUADRA

TRANSCRIÇÃO SAMBA DE QUADRA TRANSCRIÇÃO SAMBA DE QUADRA letreiro 1: Sem o modernismo dos tempos atuais, o samba sertanejo era uma espécie de baile rústico, que ia noite à dentro até o raiar do dia, com seus matutos dançando e entoando

Leia mais

MORFOSSINTAXE II. Rio de Janeiro / 2008 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS À UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO

MORFOSSINTAXE II. Rio de Janeiro / 2008 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS À UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO VICE-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO E CORPO DISCENTE COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA MORFOSSINTAXE II Rio de Janeiro / 2008 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS À UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO UNIVERSIDADE

Leia mais

CRASE TEORIA. REGRA GERAL A crase ocorrerá sempre que o termo anterior exigir a preposição a e o termo posterior admitir o artigo a ou as.

CRASE TEORIA. REGRA GERAL A crase ocorrerá sempre que o termo anterior exigir a preposição a e o termo posterior admitir o artigo a ou as. CRASE TEORIA (Aluna do Curso de Secretariado Executivo Trilíngüe da Universidade Estácio de Sá) Crase é a fusão da preposição a com o artigo a ou com o a inicial dos pronomes demonstrativos aquele, aquela,

Leia mais

Adjunto adnominal. Os dois primeiros colocados disputarão a medalha de ouro. adj. adn. adj. adn. adj. adn. adj. adn. adj: adn.

Adjunto adnominal. Os dois primeiros colocados disputarão a medalha de ouro. adj. adn. adj. adn. adj. adn. adj. adn. adj: adn. Professor Jailton Adjunto adnominal é o termo da oração que sempre se refere a um substantivo que funciona como núcleo de um termo, a fim de determiná-lo, indeterminá-lo ou caracterizá-lo. adj. adn. adj.

Leia mais

Tens Palavras de Vida Eterna

Tens Palavras de Vida Eterna Catequese 40ano Tens Palavras de Vida Eterna Agenda da Palavra de Deus pela minha vida fora ANO A Durante as férias, mantenho-me em contato! CONTATOS DA PARÓQUIA Morada: Telefone: Correio eletrónico: Sítio:

Leia mais

2011 ano Profético das Portas Abertas

2011 ano Profético das Portas Abertas 2011 ano Profético das Portas Abertas Porta Aberta da Oportunidade I Samuel 17:26 - Davi falou com alguns outros que estavam ali, para confirmar se era verdade o que diziam. "O que ganhará o homem que

Leia mais

Turma Regular Semanal Manhã

Turma Regular Semanal Manhã A) ARTIGOS CORRELATOS CONCORDÂNCIA NOMINAL Introdução Leia a frase abaixo e observe as inadequações: Aquele dois meninos estudioso leram livros antigo. Note que as inadequações referem-se aos desajustes

Leia mais

Equipe de Língua Portuguesa. Língua Portuguesa SÍNTESE DA GRAMÁTICA

Equipe de Língua Portuguesa. Língua Portuguesa SÍNTESE DA GRAMÁTICA Aluno (a): Série: 3ª TUTORIAL 3B Ensino Médio Data: Turma: Equipe de Língua Portuguesa Língua Portuguesa SÍNTESE DA GRAMÁTICA TERMOS INTEGRANTES = completam o sentido de determinados verbos e nomes. São

Leia mais

7 Tal pai, tal filho. Acabada a assembléia da comunidade de. Cenatexto

7 Tal pai, tal filho. Acabada a assembléia da comunidade de. Cenatexto JANELA A U L A 7 Tal pai, tal filho Cenatexto Acabada a assembléia da comunidade de Júpiter da Serra, em que se discutiu a expansão da mineradora, dona Ana volta para casa com o Samuel, seu garotinho.

Leia mais

Técnico de Arquivo. Concurso Público/2012. Código: TAQ09. Caderno: 3 Aplicação: Manhã LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES INSTRUÇÕES - PROVA OBJETIVA

Técnico de Arquivo. Concurso Público/2012. Código: TAQ09. Caderno: 3 Aplicação: Manhã LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES INSTRUÇÕES - PROVA OBJETIVA Concurso Público/2012 Caderno: 3 Aplicação: Manhã Técnico de Arquivo Código: TAQ09 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES 1 - A duração da prova é de 3 horas, já incluído o tempo de preenchimento do cartão de

Leia mais

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática 1 Sumário Introdução...04 O segredo Revelado...04 Outra maneira de estudar Inglês...05 Parte 1...06 Parte 2...07 Parte 3...08 Por que NÃO estudar Gramática...09 Aprender Gramática Aprender Inglês...09

Leia mais

CRASE. CONCEITO - É a fusão de duas vogais idênticas. Representa-se graficamente a crase pelo acento grave (`).

CRASE. CONCEITO - É a fusão de duas vogais idênticas. Representa-se graficamente a crase pelo acento grave (`). CRASE CONCEITO - É a fusão de duas vogais idênticas. Representa-se graficamente a crase pelo acento grave (`). A crase pode ocorrer entre: 1) Preposição A e os artigos A, AS Há limites a+a tolerância humana

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORÂNIA-RN Concurso Público - 2015 NÍVEL FUNDAMENTAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORÂNIA-RN Concurso Público - 2015 NÍVEL FUNDAMENTAL P MF 0 8 0 0 1 5 PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORÂNIA-RN Concurso Público - 015 NÍVEL FUNDAMENTAL AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS - GARI - MERENDEIRA - MOTORISTA OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS - PEDREIRO - VIGILANTE

Leia mais

SEE/AC - SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO ACRE - PROFESSOR P2

SEE/AC - SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO ACRE - PROFESSOR P2 SEE/AC - SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO ACRE - PROFESSOR P2 RESPOSTAS AOS RECURSOS Cargo: ART - PROFESSOR P2 / ARTE Disciplina: LÍNGUA PORTUGUESA (LPO) 5 - Gab.:V B 5 - Gab.:W C 5 - Gab.:X D 8 - Gab.:V

Leia mais

GRAMÁTICA EMPREGO DA VÍRGULA

GRAMÁTICA EMPREGO DA VÍRGULA GRAMÁTICA EMPREGO DA VÍRGULA Prof. Gina Maciel EXERCÍCIO II - O USO DA VÍRGULA 1. Marque a alternativa que corresponde ao uso correto da vírgula neste texto: "Marta queria comprar biscoitos mas não encontrou

Leia mais

Explicar o significado de bem e de mal, segundo as orientações espíritas.

Explicar o significado de bem e de mal, segundo as orientações espíritas. Roteiro 1 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo III Os vícios e as virtudes Conceituar bem e mal Explicar o

Leia mais

ENTRE FRALDAS E CADERNOS

ENTRE FRALDAS E CADERNOS ENTRE FRALDAS E CADERNOS Entre Fraldas e Cadernos Proposta metodológica: Bem TV Educação e Comunicação Coordenação do projeto: Márcia Correa e Castro Consultoria Técnica: Cláudia Regina Ribeiro Assistente

Leia mais

Bíblia para crianças. apresenta O SÁBIO REI

Bíblia para crianças. apresenta O SÁBIO REI Bíblia para crianças apresenta O SÁBIO REI SALOMÃO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA BOM CONSELHO

LÍNGUA PORTUGUESA BOM CONSELHO LÍNGUA PORTUGUESA BOM CONSELHO Ouça um bom conselho Que eu lhe dou de graça Inútil dormir que a dor não passa Espere sentado Ou você se cansa Está provado, quem espera nunca alcança Venha, meu amigo, Deixe

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

Abril. Levantamento das políticas de ação afirmativa. Evolução temporal e impacto da Lei nº 12.711 sobre as universidades federais

Abril. Levantamento das políticas de ação afirmativa. Evolução temporal e impacto da Lei nº 12.711 sobre as universidades federais Grupo de Estudos Multidisciplinares da Ação Afirmativa Levantamento das políticas de ação afirmativa Abril 2014 Evolução temporal e impacto da Lei nº 12.711 sobre as universidades federais Verônica Toste

Leia mais

Ortografia e Gramática

Ortografia e Gramática Ortografia e Gramática SINTAXE (do grego syntáxis arranjo, disposição ) É a parte da Gramática que estuda a palavra, não em si, mas em relação às outras, que com ela se unem para exprimir o pensamento.

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial SENAI / PE Seleção para Cursos Técnicos 2007 CONHECIMENTOS DE MATEMÁTICA

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial SENAI / PE Seleção para Cursos Técnicos 2007 CONHECIMENTOS DE MATEMÁTICA CONHECIMENTOS DE MATEMÁTICA QUESTÃO 01 QUESTÃO 04 Segundo as normas sanitárias, em um chiqueiro retangular de 3m por 5m podem ser criados quatro porcos. Nessas condições, quantos porcos poderiam ser criados

Leia mais

PILARES DA VIDA LIVRO DE POESIAS. Pensar, Refletir, Amar e ter Amigos é a Maneira do Ser Humano Viver.

PILARES DA VIDA LIVRO DE POESIAS. Pensar, Refletir, Amar e ter Amigos é a Maneira do Ser Humano Viver. PILARES DA VIDA LIVRO DE POESIAS Pensar, Refletir, Amar e ter Amigos é a Maneira do Ser Humano Viver. ELDER DE SOUZA PINTO CAPITULO I: REFLEXÕES E PENSAMENTOS A ARTE DE SER Ser é a arte de se inventar

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas. Grupo de Pesquisa em Interação, Tecnologias Digitais e Sociedade - GITS

Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas. Grupo de Pesquisa em Interação, Tecnologias Digitais e Sociedade - GITS Universidade Federal da Bahia Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas Grupo de Pesquisa em Interação, Tecnologias Digitais e Sociedade - GITS Reunião de 18 de junho de 2010 Resumo

Leia mais

REVISÃO - 3º TRIMESTRE. Professora Kalyne Varela

REVISÃO - 3º TRIMESTRE. Professora Kalyne Varela REVISÃO - 3º TRIMESTRE Professora Kalyne Varela Variação Linguística É cada um dos sistemas em que uma língua se diversifica, em função das possibilidades de variação de seus elementos (vocabulário, pronúncia)

Leia mais

O PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO: AS ORAÇÕES COORDENADAS

O PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO: AS ORAÇÕES COORDENADAS O PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO: AS ORAÇÕES COORDENADAS 1. Leia as orações dos itens seguintes, observando o tipo de relação semântica existente entre elas. Reescreva-as e ligue-as, empregando uma conjunção

Leia mais

MATERIAL DE APOIO LÍNGUA PORTUGUESA

MATERIAL DE APOIO LÍNGUA PORTUGUESA Escrivão da Polícia Federal Reta Final LÍNGUA PORTUGUESA Professor João Bolognesi Aula 4 MATERIAL DE APOIO LÍNGUA PORTUGUESA Introdução: Assuntos importantes para a prova Oração Sujeito Verbo Complemento

Leia mais

1- Transforme a voz passiva sintética em analítica. a- Vendem-se roupas usadas. b- conserta-se máquina de lavar. c- Compra-se ouro.

1- Transforme a voz passiva sintética em analítica. a- Vendem-se roupas usadas. b- conserta-se máquina de lavar. c- Compra-se ouro. Estudante: Educador: Suzana Borges 8ºAno/Turma: C.Curricular: Português 1- Transforme a voz passiva sintética em analítica. a- Vendem-se roupas usadas. b- conserta-se máquina de lavar. c- Compra-se ouro.

Leia mais

ATO ESPECIAL Nº. 017/2012 Santarém, 29 de março de 2012.

ATO ESPECIAL Nº. 017/2012 Santarém, 29 de março de 2012. ATO ESPECIAL Nº. 017/2012 Santarém, 29 de março de 2012. O Diretor Geral das Faculdades Integradas do Tapajós FIT, no uso de suas atribuições legais e regimentais, e, CONSIDERANDO que as Faculdades Integradas

Leia mais