CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO CEEST CREA-RS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO CEEST CREA-RS"

Transcrição

1 CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO CEEST CREA-RS

2 ATRIBUIÇÕES DOS ENGENHEIROS DE SEGURANÇA DO TRABALHO Resolução do CONFEA nº 359, de 31/07/1991 Dispõe sobre o exercício profissional, o registro e as atividades do Engenheiro de Segurança do Trabalho e dá outras providências. Resolução do CONFEA nº 437, de 27/11/1999 Dispõe sobre a Anotação de Responsabilidade Técnica ART relativa às atividades dos Engenheiros e Arquitetos, especialistas em Engenharia de Segurança do Trabalho e dispõe sobre atividades do Engenheiro de Segurança do Trabalho.

3 FISCALIZAÇÃO Áreas da Engenharia de Segurança do Trabalho onde a fiscalização deve ser priorizada: - Construção Civil da região Metropolitana e Serra Gaúcha; - Indústria Metal/Mecânica da região de Caxias do Sul, Bento Gonçalves e Farroupilha.

4 Observação referente PPCI: Recomendamos que não seja solicitada cópia do PPCI nas fiscalizações, pois o PPCI é composto de plantas baixas e de muitos outros documentos, às vezes em quantidade excessiva. Por este motivo sugerimos que seja solicitado cópia do ALVARÁ DE PREVENÇÃO E PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO, ou cópia do CERTIFICADO DE ANÁLISE DO PPCI, ou ainda cópia da NOTIFICAÇÃO DE CORREÇÃO DO PPCI, todos emitidos pelo Corpo de Bombeiros.

5 PROCESSOS 1 - PROCESSO DO TIPO CONSULTA DA FISCALIZAÇÃO / RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO / RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO (REFEST ou RFEST) O QUE DEVE SER OBSERVADO PELOS AGENTES FISCAIS se o REFEST está corretamente preenchido (todos os campos preenchidos com dados corretos). Por exemplo: - verificar se o número da ART informada corresponde a um número de ART válido. Caso não seja válido, questionar quem prestou as informações, de maneira a obter mais informações sobre aquele número ou obter o número correto da ART, ou mesmo identificar o responsável pelo serviço.

6 PROCESSOS (continuação) O QUE DEVE SER OBSERVADO PELOS AGENTES FISCAIS (continuação) se as atividades técnicas informadas foram desenvolvidas por profissionais habilitados, e se existe a respectiva ART. Casos onde deverá ser emitida notificação/autuação: - quando as atividades técnicas assinaladas no REFEST (Obra ou Empresa) como existentes não possuírem ART (Lei 6496/77); - quando o PPRA ou o LTCAT não tiverem como responsável técnico um Engenheiro de Segurança do Trabalho (Lei 5.194/66, artigo 6º, alíneas a ou b ), exceto quando efetuado por médico do trabalho.

7 PROCESSOS (continuação) O QUE DEVE SER OBSERVADO PELOS AGENTES FISCAIS (continuação) se a ART é válida anexar ao processo um relatório desta ART, e verificar se ela está registrada (paga). Observação: falta de ART gera notificação/autuação! se empresas envolvidas no processo desenvolvem atividades técnicas fiscalizadas pelo Sistema Confea/Creas, e se elas possuem registro/visto no Crea-RS (anexar ao processo relatório da(s) referida(s) empresa(s)). anexar ao processo os relatórios dos profissionais envolvidos.

8 PROCESSOS (continuação) 2 PROBLEMAS OBSERVADOS NOS PROCESSOS QUE CHEGAM À CÂMARA contendo cópias quase ilegíveis de REFEST; contendo cópias reduzidas de REFEST, dificultando a leitura (ilegíveis); REFEST com muitos campos em branco, deixando em dúvida se há ou não aquele serviço no local fiscalizado; REFEST com muitos campos em branco, deixando dúvida se há ou não profissional responsável pelo serviço (exemplo 01: quando não informam a ART, não conseguimos saber se apenas não foi feita a ART ou se não há profissional responsável; exemplo 02: informam a data em que o serviço foi executado, mas não é informado quem fez e nem o número da ART, deixando dúvida se há falta de ART ou se foi executado por leigo).

9 Guindaste ITENS DO REFEST - OBRA: Solicitar: ART da Análise Preliminar de Risco de Içamento de Cargas

10 Grua Solicitar: ART do treinamento; ART do Laudo de Aterramento; ART do Laudo de Adequação Elétrica; ART da Análise Preliminar de Risco de Içamento de Cargas; ART de instalação; ART do cálculo da base de fixação; ART do Laudo Estrutural; ART do Laudo Eletro-mecânico; ART de Supervisão de Montagem e Desmontagem.

11 Betoneira LAUDO DE ATERRAMENTO Solicitar: ART do treinamento ART do Laudo de Aterramento

12 Betoneira LAUDO DE ADEQUAÇÃO ELÉTRICA Solicitar: ART do treinamento ART do Laudo de Adequação Elétrica

13 Elevador Solicitar: ART do treinamento ART de instalação ART do Laudo de Aterramento ART do Laudo de Adequação

14 Plataforma de Cremalheira Solicitar: ART do treinamento ART de Instalação ART do Laudo de Aterramento ART do Laudo de Adequação Elétrica

15 Serra Circular ART do Laudo de Adequação Solicitar: ART do treinamento ART do Laudo de Adequação ART do Laudo de Aterramento ART do Laudo de Aterramento

16 Paleteira (Skytrack) Solicitar: ART do treinamento ART do Laudo de Aterramento ART do Laudo de Adequação

17 Escavadeira Solicitar: ART do treinamento ART do Laudo de Aterramento ART do Laudo de Adequação

18 Bob Cat Solicitar: ART do treinamento ART do Laudo de Aterramento ART do Laudo de Adequação

19 Empilhadeira Solicitar: ART do treinamento

20 Masseira Solicitar: ART do Laudo de Aterramento ART do Laudo de Adequação

21 Policorte Solicitar: ART do Laudo de Aterramento ART do Laudo de Adequação

22 Conteiner Solicitar: ART do Laudo de Aterramento ART do Laudo de Adequação Elétrica

23 Linha de Vida de Laje Solicitar: ART da APR Análise Preliminar de Montagem/Desmontagem; ART de Projeto; ART de Cálculos; ART de Montagem e Desmontagem.

24 Linha de Vida de Periferia Solicitar: ART de Projeto; ART de Cálculos; ART da APR Análise Preliminar de Montagem/Desmontagem; ART de Montagem/Desmontagem

25 Linha de Vida junto às aberturas das edificações Solicitar: ART de Projeto; ART de Cálculos; ART da APR Análise Preliminar de Montagem/Desmontagem; ART de Montagem/Desmontagem

26 Linha de Vida de limpeza de plataformas 1ª e 2ª (bandejas) Solicitar: ART de Projeto; ART de Cálculos; ART da APR Análise Preliminar de Montagem/Desmontagem; ART de Montagem/Desmontagem

27 Plataformas primárias e secundárias (bandejas) Solicitar: ART de Projeto; ART de Cálculos; ART da APR Análise Preliminar de Montagem/Desmontagem

28 Guarda-Corpo de Escadas Solicitar: ART de Projeto; ART de Cálculos; ART da APR Análise Preliminar de Montagem/Desmontagem; ART de Supervisão de Montagem e Desmontagem

29 Guarda-Corpo de Periferia Solicitar: ART de Projeto Solicitar: ART de Projeto; ART de Cálculos; ART de Supervisão de Montagem e Desmontagem; ART da Análise Preliminar de Riscos de Mont./Desmont.

30 Guincho de Içamento Solicitar: ART de Projeto; ART de Cálculos; ART de Instalação; ART de Supervisão de Montagem e Desmontagem

31 Guincho Velox Solicitar: ART de Projeto; ART de Cálculos; ART de Instalação; ART do treinamento; ART de Supervisão de Montagem e Desmontagem; ART da Análise Preliminar de Risco de Içamento de Cargas; ART do Laudo de Aterramento; ART do Laudo de Adequação.

32 Elevador de Cremalheira Solicitar: ART do Laudo Estrutural; ART do Laudo Eletro-mecânico; ART de Supervisão de Montagem/Desmontagem.

33 Plataforma de Cremalheira Solicitar: ART do Laudo Estrutural; ART do Laudo Eletro-mecânico; ART de Supervisão de Montagem e Desmontagem

34 Andaime Apoiado Solicitar: ART de Projeto; ART de Cálculos; ART de Fabricação; ART de Supervisão de Montagem e Desmontagem

35 Andaime Suspenso (Jaú) Solicitar: ART de Projeto; ART de Cálculos; ART de Fabricação; ART de Supervisão de Montagem e Desmontagem

36 F I M.

Manoel José Vaz Gonçalves

Manoel José Vaz Gonçalves Manoel José Vaz Gonçalves Secretário Contato: (24) 2252.9457 / 98143.3355 mvazgoncalves@yahoo.com.br Graduação Engenharia Civil Universidade Federal de Juiz de Fora, dezembro de 1976. Pós Graduação Engenharia

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico que este documento da empresa COOPERNOVA COOPERATIVA NOVALIMENSE DE TRANSPORTE DE CARGAS E

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico que este documento da empresa COOPERNOVA COOPERATIVA NOVALIMENSE DE TRANSPORTE DE CARGAS E pág. 1/23 pág. 2/23 pág. 3/23 pág. 4/23 pág. 5/23 pág. 6/23 pág. 7/23 pág. 8/23 pág. 9/23 pág. 10/23 pág. 11/23 pág. 12/23 pág. 13/23 pág. 14/23 pág. 15/23 pág. 16/23 pág. 17/23 pág. 18/23 pág. 19/23 pág.

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 08/05/2015 da Empresa UNIMED JUIZ DE FORA COOPERATIVA DE TRABALHO

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 08/05/2015 da Empresa UNIMED JUIZ DE FORA COOPERATIVA DE TRABALHO pág. 16/49 pág. 17/49 pág. 18/49 pág. 19/49 pág. 20/49 pág. 21/49 pág. 22/49 pág. 23/49 pág. 24/49 pág. 25/49 pág. 26/49 pág. 27/49 pág. 28/49 pág. 29/49 pág. 30/49 pág. 31/49 pág. 32/49 pág. 33/49 pág.

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 21/11/2014 da Empresa ANDRADE GUTIERREZ S/A, Nire e

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 21/11/2014 da Empresa ANDRADE GUTIERREZ S/A, Nire e pág. 1/46 pág. 2/46 pág. 3/46 pág. 4/46 pág. 5/46 pág. 6/46 pág. 7/46 pág. 8/46 pág. 9/46 pág. 10/46 pág. 11/46 pág. 12/46 pág. 13/46 pág. 14/46 pág. 15/46 pág. 16/46 pág. 17/46 pág. 18/46 pág. 19/46 pág.

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 19/10/2015 da Empresa COOPERATIVA DE CONSUMO DOS SERVIDORES DO

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 19/10/2015 da Empresa COOPERATIVA DE CONSUMO DOS SERVIDORES DO pág. 1/26 pág. 2/26 pág. 3/26 pág. 4/26 pág. 5/26 pág. 6/26 pág. 7/26 pág. 8/26 pág. 9/26 pág. 10/26 pág. 11/26 pág. 12/26 pág. 13/26 pág. 14/26 pág. 15/26 pág. 16/26 pág. 17/26 pág. 18/26 pág. 19/26 pág.

Leia mais

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 13/04/2016 da Empresa ALGAR TI CONSULTORIA S/A, Nire e

Junta Comercial do Estado de Minas Gerais Certifico registro sob o nº em 13/04/2016 da Empresa ALGAR TI CONSULTORIA S/A, Nire e pág. 1/71 pág. 2/71 pág. 3/71 pág. 4/71 pág. 5/71 pág. 6/71 pág. 7/71 pág. 8/71 pág. 9/71 pág. 10/71 pág. 11/71 pág. 12/71 pág. 13/71 pág. 14/71 pág. 15/71 pág. 16/71 pág. 17/71 pág. 18/71 pág. 19/71 pág.

Leia mais

Certifico que este documento da empresa UNIMED MONTES CLAROS COOPERATIVA DE TRABALHO MEDICO, Nire: , foi deferido e arquivado na Junta

Certifico que este documento da empresa UNIMED MONTES CLAROS COOPERATIVA DE TRABALHO MEDICO, Nire: , foi deferido e arquivado na Junta pág. 1/34 pág. 2/34 pág. 3/34 pág. 4/34 pág. 5/34 pág. 6/34 pág. 7/34 pág. 8/34 pág. 9/34 pág. 10/34 pág. 11/34 pág. 12/34 pág. 13/34 pág. 14/34 pág. 15/34 pág. 16/34 pág. 17/34 pág. 18/34 pág. 19/34 pág.

Leia mais

AVALIAÇÃO GLOBAL PPRA

AVALIAÇÃO GLOBAL PPRA AVALIAÇÃO GLOBAL AVALIAÇÃO GLOBAL PPRA 2014 / 2015 Empresa: SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE- SUSAM- HPS 28 DE AGOSTO Responsável Técnica: Reginaldo Beserra Alves Eng.º Segurança no Trabalho CREA 5.907-D/PB

Leia mais

GESTÃO DE SSMA EM CANTEIROS DE OBRAS NA CONSTRUÇÃO CIVIL PREDIAL

GESTÃO DE SSMA EM CANTEIROS DE OBRAS NA CONSTRUÇÃO CIVIL PREDIAL GESTÃO DE SSMA EM CANTEIROS DE OBRAS NA CONSTRUÇÃO CIVIL PREDIAL Título Fonte Calibri 20 Negrito Branca xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx. Floriano Costa Eng.º de Segurança do Trabalho Julho de 2016 TIPOS DE OBRAS

Leia mais

SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO

SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO Professor: Graduação: Valmir Gonçalves Carriço www.professorvalmir.com.br / valmir.carrico@anhanguera.com Engenheiro Industrial Mecânico UNISANTA Universidade Santa Cecília Pós Graduação: Engenheiro de

Leia mais

3 e 4 de agosto de Paralelo a Construsul (pavilhões da FENAC) Encontro Sul-Rio-Grandense de Prevenção, Segurança e Saúde do Trabalho

3 e 4 de agosto de Paralelo a Construsul (pavilhões da FENAC) Encontro Sul-Rio-Grandense de Prevenção, Segurança e Saúde do Trabalho 12 o PREVESST 3 e 4 de agosto de 2017 Paralelo a Construsul (pavilhões da FENAC) Encontro Sul-Rio-Grandense de Prevenção, Segurança e Saúde do Trabalho A ARES (Associação Sul-Rio-Grandense de Engenharia

Leia mais

EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO EM EDIFICAÇÕES DE ALVENARIA ESTRUTURAL ENGENHEIROS FERNANDO LUCAS MATEUS SOUZA RODRIGO DE MORAES FARIAS

EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO EM EDIFICAÇÕES DE ALVENARIA ESTRUTURAL ENGENHEIROS FERNANDO LUCAS MATEUS SOUZA RODRIGO DE MORAES FARIAS EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO EM EDIFICAÇÕES DE ALVENARIA ESTRUTURAL ENGENHEIROS FERNANDO LUCAS MATEUS SOUZA RODRIGO DE MORAES FARIAS 25 de setembro de 2009 OBRA CITTÀ LAURO DE FREITAS Perspectiva da entrada

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO PORTARIA Nº 201, DE 21 DE JANEIRO DE 2011

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO PORTARIA Nº 201, DE 21 DE JANEIRO DE 2011 MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO PORTARIA Nº 201, DE 21 DE JANEIRO DE 2011 DOU de 24/01/2011 (nº 16, Seção 1, pág. 100) Altera a Norma Regulamentadora nº 18. A SECRETÁRIA

Leia mais

SOLUÇÕES EM ACESSO SEJA QUAL FOR O SEU DESAFIO EM ACESSO, A MILLS TEM A SOLUÇÃO.

SOLUÇÕES EM ACESSO SEJA QUAL FOR O SEU DESAFIO EM ACESSO, A MILLS TEM A SOLUÇÃO. SOLUÇÕES EM ACESSO SEJA QUAL FOR O SEU DESAFIO EM ACESSO, A MILLS TEM A SOLUÇÃO. PLATAFORMA CREMALHEIRA Sistema versátil que permite acesso a fachadas com produtividade e segurança. O equipamento não ocupa

Leia mais

Prevenção Contra Incêndio e Pânico. Palestra em Paraty. A Contribuição Possível dos Profissionais do Sistema Confea/Crea

Prevenção Contra Incêndio e Pânico. Palestra em Paraty. A Contribuição Possível dos Profissionais do Sistema Confea/Crea Prevenção Contra Incêndio e Pânico Palestra em Paraty A Contribuição Possível dos Profissionais do Sistema Confea/Crea Sistema Confea/Crea O Conselho Federal regulamenta o exercício profissional na área

Leia mais

Medicina do Trabalho e Engenharia de Segurança

Medicina do Trabalho e Engenharia de Segurança Medicina do Trabalho e Engenharia de Segurança Medicina do Trabalho e Engenharia de Segurança para empresas de todos os setores. Saúde e Segurança O Seconci-SP oferece soluções completas em Medicina do

Leia mais

Art. 1º A Norma Regulamentadora nº 18, aprovada pela Portaria MTb nº 3.214, de 8 de junho de 1978, passa a vigorar com as seguintes alterações:

Art. 1º A Norma Regulamentadora nº 18, aprovada pela Portaria MTb nº 3.214, de 8 de junho de 1978, passa a vigorar com as seguintes alterações: Portaria SIT Nº 201 DE 21/01/2011 Altera a Norma Regulamentadora nº 18. A Secretária de Inspeção do Trabalho, no uso de suas atribuições e em face da competência que lhe confere o art. 14 do Anexo I do

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO CREA-SP

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO CREA-SP INFORMAÇÃO 113/2012 DAP/SUPCOL PROTOCOLO Nº 179163/2012 176799/2012 INTERESSADO: FRANCISCO JOSÉ VELA ASSUNTO: CONSULTA TÉCNICA 1. IDENTIFICAÇÃO E HISTÓRICO O profissional Engenheiro Civil Francisco José

Leia mais

Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil

Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil Página 1/5 322009/2015 Interessado (1) Nome / Nome Fantasia: JULIO JESUS SANABRIA DOS SANTOS Registro: 000A313904 Endereço: AVENIDA PRESIDENTE JUSCELINO KUBITSCHEK DE OLIVEIRA, 2628 - AREAL - PELOTAS BAIXA

Leia mais

(12) Rod. Geraldo Scavone, 2080 Jd. Califórnia Condomínio Indusvale Incubadora CEP: Jacareí/SP

(12) Rod. Geraldo Scavone, 2080 Jd. Califórnia Condomínio Indusvale Incubadora CEP: Jacareí/SP (12) 9 7404.2887 Rod. Geraldo Scavone, 2080 Jd. Califórnia Condomínio Indusvale Incubadora CEP: 12.305-490 - Jacareí/SP 02 Localizada no Vale do Paraíba, a Energy Economy surgiu com o intuito de gerar

Leia mais

QUEM SOMOS NOSSO COMPROMISSO

QUEM SOMOS NOSSO COMPROMISSO PROTEÇÃO ASSESSORIA / CONSULTORIA / TREINAMENTOS / PLANOS DE EMERGÊNCIAS BRIGADA DE EMERGÊNCIAS - TRABALHO EM ALTURA - ESPAÇOS CONFINADOS - PRIMEIROS SOCORROS QUEM SOMOS A SS Treinamentos iniciou suas

Leia mais

PORTFOLIO SERVIÇOS. Rua Airosa Galvão, 30 - Água Branca São Paulo - SP Tel.: (11)

PORTFOLIO SERVIÇOS. Rua Airosa Galvão, 30 - Água Branca São Paulo - SP Tel.: (11) PORTFOLIO DE SERVIÇOS Quem somos Desde 1988 acompanhando o dia-a-dia de mais de 4.600 clientes e 280.000 vidas, com satisfação afirmamos que nosso trabalho tem atingido objetivos importantes, tais como:

Leia mais

RISCOS. Riscos de origem elétrica. Riscos de queda. Riscos no transporte e com equipamentos. Riscos de ataques de insetos

RISCOS. Riscos de origem elétrica. Riscos de queda. Riscos no transporte e com equipamentos. Riscos de ataques de insetos RISCOS Os riscos à segurança e saúde dos trabalhadores no setor de energia elétrica são, via de regra elevados, podendo levar a lesões de grande gravidade e são específicos a cada tipo de atividade. Contudo,

Leia mais

LANÇAMENTO. Placo Impact. Soluções para paredes resistentes a impactos.

LANÇAMENTO. Placo Impact. Soluções para paredes resistentes a impactos. LANÇAMENTO Placo Impact Soluções para paredes resistentes a impactos. O que é rigidez? A rigidez de um sistema define a capacidade do mesmo suportar situações imprevisiveis, trata-se de uma propriedade

Leia mais

ITENS MAIS AUTUADOS PELA SRTE-RJ E AS RECENTES ALTERAÇÕES DA NR-06 E NR-18

ITENS MAIS AUTUADOS PELA SRTE-RJ E AS RECENTES ALTERAÇÕES DA NR-06 E NR-18 ITENS MAIS AUTUADOS PELA SRTE-RJ E AS RECENTES ALTERAÇÕES DA NR-06 E NR-18 Itens mais autuados pela Superintendência Regional do Trabalho SRTE-RJ relativos à Saúde Ocupacional Norma Item da norma Nome

Leia mais

CÓPIA CONTROLADA Nº: 02

CÓPIA CONTROLADA Nº: 02 ESCALA CONSTRUÇÕES E EMPREENDIMENTOS LTDA. PROCEDIMENTO OPERACIONAL DO PLANEJAMENTO PL 03 LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOS NBR ISO 9001:2008 e PBQP-H ALTERADO E FORMATADO POR: PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS: LOCAÇÃO

Leia mais

Como integrar os treinamentos. nas questões de Segurança e Saúde do. Trabalho na Indústria da Construção

Como integrar os treinamentos. nas questões de Segurança e Saúde do. Trabalho na Indústria da Construção Como integrar os treinamentos nas questões de Segurança e Saúde do Trabalho na Indústria da Construção TREINAR Dicionário Aurélio: Tornar apto, capaz, para determinada tarefa ou atividade; habilitar. Vídeo:

Leia mais

Coleção MONTICUCO Fascículo Nº 39 Engenharia de Segurança e Meio Ambiente do Trabalho LISTA DE CHECAGEM ÁREA DA CARPINTARIA

Coleção MONTICUCO Fascículo Nº 39 Engenharia de Segurança e Meio Ambiente do Trabalho LISTA DE CHECAGEM ÁREA DA CARPINTARIA LISTA DE CHECAGEM DE ÁREA DA CARPINTARIA 1 AUTOR DEOGLEDES MONTICUCO Iniciou aos 14 anos como Mensageiro. 1974 - Engenheiro Civil e 1975 - Engenheiro de Segurança do Trabalho. Obras de construções: Hidrelétrica;

Leia mais

Conhecendo a NR-12 e Suas Obrigatoriedades

Conhecendo a NR-12 e Suas Obrigatoriedades Conhecendo a NR-12 e Suas Obrigatoriedades CLT Consolidação das Leis do Trabalho É de obrigação legal para os empregadores a Lei nº 6.514, de 22 de dezembro de 1977 relativa a segurança e medicina do trabalho

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO Pelo presente instrumento particular, de um lado, a EMPRESA, qualificada no TERMO DE ADESÃO À PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE

Leia mais

TABELA DE HONORÁRIOS MÍNIMOS PROFISSIONAIS ÁREA ENGENHARIA CORRIGIDA ANUALMENTE PELO ÍNDICE IPC FIPE

TABELA DE HONORÁRIOS MÍNIMOS PROFISSIONAIS ÁREA ENGENHARIA CORRIGIDA ANUALMENTE PELO ÍNDICE IPC FIPE TABELA DE HONORÁRIOS MÍNIMOS PROFISSIONAIS ÁREA ENGENHARIA CORRIGIDA ANUALMENTE PELO ÍNDICE IPC FIPE I - GLOSSÁRIO - CLASSIFICAÇÃO DOS SERVIÇOS TÉCNICOS CONSIDERAÇÕES INICIAIS: O Projeto de Prefeitura

Leia mais

DIAGRAMA DE LEITURA DO FLUXOGRAMA DAS ATIVIDADES DE ESTÁGIO

DIAGRAMA DE LEITURA DO FLUXOGRAMA DAS ATIVIDADES DE ESTÁGIO DIAGRAMA DE LEITURA DO FLUXOGRAMA DAS ATIVIDADES DE LEGENDA, COM CORES, PARA IDENTIFICAR AS AÇÕES NO FLUXOGRAMA NÚMERO DA PÁGINA ONDE SE ENCONTRA O PROCEDIMENTO Mnnnnnnnnnnnnnnnnnn Zccccccccccc AÇÕES VINCULADAS

Leia mais

Um novo conceito em postes metálicos

Um novo conceito em postes metálicos Desde 1988, a IDEAL Antenas oferece produtos para a transmissão e recepção de sinais de rádio frequência. Fabricamos também Torres autoportantes e estaiadas. E agora postes metálicos engastados ou flangeados

Leia mais

DESCUBRA MAIS EM. EscolaDaPrevencao.Com/op/pendriveseguranca do trabalho

DESCUBRA MAIS EM. EscolaDaPrevencao.Com/op/pendriveseguranca do trabalho PENDRIVE SEGURANÇA DO TRABALHO DESCUBRA MAIS EM EscolaDaPrevencao.Com/op/pendriveseguranca do trabalho Conteúdo da PENDRIVE do Profissional de Segurança e Saúde do Trabalho Introdução Seja bem vindo ao

Leia mais

Histórico e Realizações da CIPA Unesp Campus de Sorocaba

Histórico e Realizações da CIPA Unesp Campus de Sorocaba (Semana Interna de Prevenção de Acidente de Trabalho) 06 de novembro de 2012 INFORMATIVO 2 Histórico e Realizações da Unesp Campus de Sorocaba Esse informativo pretende esclarecer sobre o histórico da

Leia mais

VULKAN DO BRASIL PORTFÓLIO VULKAN SERVICE

VULKAN DO BRASIL PORTFÓLIO VULKAN SERVICE VULKAN DO BRASIL PORTFÓLIO VULKAN SERVICE 08/2016 VULKAN A VULKAN do Brasil é uma empresa do Grupo VULKAN, com matriz na Alemanha e presente no mercado mundial há mais de 120 anos, com fábricas, filiais

Leia mais

Tabelas de Preços FIESC SESI/SC SENAI/SC. COMAR- Diretoria de Marketing e Relacionamento com o Mercado GEMAC Gerência de Marketing e Comunicação

Tabelas de Preços FIESC SESI/SC SENAI/SC. COMAR- Diretoria de Marketing e Relacionamento com o Mercado GEMAC Gerência de Marketing e Comunicação Tabelas de Preços FIESC SESI/SC SENAI/SC COMAR- Diretoria de Marketing e Relacionamento com o Mercado GEMAC Gerência de Marketing e Comunicação Florianópolis/SC Julho de 2016 TABELA DE PREÇOS SEGURANÇA

Leia mais

ALVENARIA ESTRUTURAL (BLOCOS DE CONCRETO, BLOCOS CERÂMICOS, GRAUTEAMENTO E ARMAÇÃO)

ALVENARIA ESTRUTURAL (BLOCOS DE CONCRETO, BLOCOS CERÂMICOS, GRAUTEAMENTO E ARMAÇÃO) SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA ALVENARIA ESTRUTURAL (BLOCOS DE CONCRETO, BLOCOS CERÂMICOS, GRAUTEAMENTO E ARMAÇÃO) LOTE

Leia mais

Legislação do Ministério do Trabalho e Emprego (NR s)

Legislação do Ministério do Trabalho e Emprego (NR s) Legislação do Ministério do Trabalho e Emprego (NR s) http://www.mte.gov.br/ NR 01 Disposições Gerais 02 Inspeção Prévia 03 Embargo ou Interdição TEMA 04 Serviços Especializados em Eng. de Segurança

Leia mais

O Sábio antevê o perigo e protege-se, mas os imprudentes passam e sofrem as consequências. Provérbio 22:3

O Sábio antevê o perigo e protege-se, mas os imprudentes passam e sofrem as consequências. Provérbio 22:3 O Sábio antevê o perigo e protege-se, mas os imprudentes passam e sofrem as consequências. Provérbio 22:3 Razão Social: Atuar Consultoria em Segurança do Trabalho Endereço: Rua Raimunda Lemos Baêta, 221,

Leia mais

Realização: Características de projeto, sistemas construtivos e execução da estrutura do Shopping Cidade São Paulo e Torre Matarazzo

Realização: Características de projeto, sistemas construtivos e execução da estrutura do Shopping Cidade São Paulo e Torre Matarazzo Realização: 2014 Características de projeto, sistemas construtivos e execução da estrutura do Shopping Cidade São Paulo e Torre Matarazzo Luiz Antonio Nascimento Maria Diretor da Método Engenharia Caracteristicas

Leia mais

Vantagens e cuidados exclusivos para você e sua empresa.

Vantagens e cuidados exclusivos para você e sua empresa. Vantagens e cuidados exclusivos para você e sua empresa. Pioneira na gestão da Medicina e Segurança do Trabalho Sobre a RH Vida A RH Vida Saúde Ocupacional é uma empresa do Grupo NotreDame Intermédica

Leia mais

Instituto Superior de Tecnologia de Paracambi. NR 8 e NR-10. Professora: Raquel Simas Pereira Teixeira

Instituto Superior de Tecnologia de Paracambi. NR 8 e NR-10. Professora: Raquel Simas Pereira Teixeira Instituto Superior de Tecnologia de Paracambi NR 8 e NR-10 Professora: Raquel Simas Pereira Teixeira NR-8 Edificações Dispõe sobre os requisitos técnicos mínimos que devem ser observados nas edificações

Leia mais

Segurança e Medicina do Trabalho

Segurança e Medicina do Trabalho Segurança e Medicina do Trabalho Banco de CV s Recrutamento & Seleção Cargos e Salários Decidium Metrics Administração de Treinamento FOLHA DE PAGAMENTO Segurança do Trabalho Avaliação de Desempenho Saúde

Leia mais

RELATÓRIO DETALHADO CONSULTA POPULAR Votos. Total Votos. Manual Internet

RELATÓRIO DETALHADO CONSULTA POPULAR Votos. Total Votos. Manual Internet RELATÓRIO DETALHADO CONSULTA POPULAR - 2007 Proposta 1 - SAÚDE(R$ 1.500.000,00) Equipamento de Ressonância Magnética e Intensificador de Imagens para o Hospital Geral. Distribuição proporcional a população

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na contratação de empresa para realizar serviços de brigadista, incluindo prevenção a incêndio,

Leia mais

Segurança de Máquinas e Equipamentos NR12

Segurança de Máquinas e Equipamentos NR12 Segurança de Máquinas e Equipamentos NR12 www.eteck.com.br -1- As zonas de perigo das máquinas e equipamentos devem possuir sistemas de segurança, caracterizados por proteções fixas, proteções móveis e

Leia mais

BAIXADA SANTISTA. Regime de Contratação Outros 2 Recepcionista de hotel C.L.T. Bertioga Ensino Médio 0

BAIXADA SANTISTA. Regime de Contratação Outros 2 Recepcionista de hotel C.L.T. Bertioga Ensino Médio 0 Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação Regime de Contratação Local de Trabalho Escolaridade Outros 2 Recepcionista de hotel C.L.T. Bertioga Ensino Médio 0 Outros 2 Camareiro de hotel C.L.T. Bertioga Ensino

Leia mais

VAGAS SUJEITAS A ALTERAÇÃO!!!!!!!

VAGAS SUJEITAS A ALTERAÇÃO!!!!!!! 05/01/2016 VAGAS SUJEITAS A ALTERAÇÃO!!!!!!! Ocupação Descrição Experiência Escolaridade Cursos Nº da Vaga Qtde. Vagas Atendente balconista auxiliar de dentista Auxiliar de Marceneiro Bombeiro Civil para

Leia mais

TANQUE ACQUALIMP. Guia de Instalação Guia de Instalação. Importante: Ler atentamente todo o manual para a instalação e uso correto deste produto.

TANQUE ACQUALIMP. Guia de Instalação Guia de Instalação. Importante: Ler atentamente todo o manual para a instalação e uso correto deste produto. TANQUE ACQUALIMP Guia de Instalação Guia de Instalação Importante: Ler atentamente todo o manual para a instalação e uso correto deste produto. 1. Apresentação Toda linha de produtos Acqualimp possui características

Leia mais

I.F.A. - Informativo da Família Abebeana

I.F.A. - Informativo da Família Abebeana I.F.A. - Informativo da Família Abebeana Edição n.º 58 FEVEREIRO DE 2013 AABB - C O N V I T E - 51 ANOS ANIVERSÁRIO DA AABB E FESTA CAMPERIA NO DIA 10 DE MARÇO - A festa para comemorar o aniversário -

Leia mais

CREA-SP CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DE SÃO PAULO

CREA-SP CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DE SÃO PAULO 01 CREA-SP CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DE SÃO PAULO 02 No Brasil, existem profissões: Regulamentadas E não regulamentadas O Estado regulamenta uma profissão se entender que

Leia mais

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp

companhia de saneamento básico do estado de são paulo - sabesp sabesp Área Resp.: Prioridade.: Natureza...: Data da RC.: Inspeção...: Valor da RC...: Data (IO)...: Unid. Req...: Duração...: Objeto: FORNECIMENTO DE TANQUES CILINDRICOS VERTICAIS EM POLIESTER REFORÇADO

Leia mais

Sumário Número de notícias: 8 Número de veículos: 8

Sumário Número de notícias: 8 Número de veículos: 8 Terça-Feira, 14 de Março de 2017 Sumário Número de notícias: 8 Número de veículos: 8 JORNAL DO COMÉRCIO - RS - GERAL Equipe avalia danos na estrutura do Laçador, 2 METRO - RS Laçador pode ir 'para a faca',

Leia mais

Coleção MONTICUCO Fascículo Nº 90 Engenharia de Segurança e Meio Ambiente do Trabalho LISTA DE CHECAGEM BOMBA ELÉTRICA DE SUCÇÃO SUBMERSÍVEL

Coleção MONTICUCO Fascículo Nº 90 Engenharia de Segurança e Meio Ambiente do Trabalho LISTA DE CHECAGEM BOMBA ELÉTRICA DE SUCÇÃO SUBMERSÍVEL LISTA DE CHECAGEM DE BOMBA ELÉTRICA DE SUCÇÃO SUBMERSÍVEL 1 Autor DEOGLEDES MONTICUCO Iniciou aos 14 anos como Mensageiro. 1974 - Engenheiro Civil e 1975 - Engenheiro de Segurança do Trabalho. Obras de

Leia mais

NR 18 - CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO

NR 18 - CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO E-book TIP Equipamentos NR 18 - CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO 18.15 Andaimes e Plataformas de Trabalho (Alterado pela Fonte: Ministério do Trabalho NR 18 - CONDIÇÕES

Leia mais

J e a TEC Co mé r c io e Se r v iç o s Té c nic o s Lt da.

J e a TEC Co mé r c io e Se r v iç o s Té c nic o s Lt da. Té c nic o s Lt da. A JEATEC composta por profissionais com vasta experiência nas áreas de engenharia, construção civil e telecomunicações, atualmente se destaca no mercado quanto a necessidade de adequação

Leia mais

Guia Prático de Instalação Completo Forro NexaLux. Revisão: 2

Guia Prático de Instalação Completo Forro NexaLux. Revisão: 2 Guia Prático de Instalação Completo Forro NexaLux Revisão: 2 Guia Prático de Instalação Nexacustic Cuidados Iniciais Cuidados iniciais: Os produtos Nexacustic foram desenvolvidos para aplicação em ambientes

Leia mais

INSTRUÇÃO TÉCNICA DE TRABALHO Ref.: IT 001/Seg

INSTRUÇÃO TÉCNICA DE TRABALHO Ref.: IT 001/Seg Página 1 de 5 1. Objetivo Promover a permanente melhoria e contínua compatibilização do trabalho com a prevenção da vida, integridade e patrimônio do SAAE Sorocaba, e a promoção da saúde e segurança dos

Leia mais

MAPA DE RISCO & PPRA & LTCAT & APOSENTADORIA ESPECIAL

MAPA DE RISCO & PPRA & LTCAT & APOSENTADORIA ESPECIAL MAPA DE RISCO & PPRA & LTCAT & APOSENTADORIA ESPECIAL Gestão Básica dos Principais Processos Trabalhistas e Previdenciários Interfaces técnicas e legais dos principais processos para o cumprimento dos

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Montagem Industrial e Tubulação Mecânica APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Segurança Qualidade Pontualidade SOBRE A ECOTEC Fundada em Setembro de 2008 a ECOTEC vem crescendo a cada dia e é uma empresa solida

Leia mais

AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL COMO CONTRATAR UM PROFISSIONAL?

AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL COMO CONTRATAR UM PROFISSIONAL? AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL COMO CONTRATAR UM PROFISSIONAL? A AURESIDE Associação Brasileira de Automação Residencial e Predial tem como um dos seus objetivos transmitir ao mercado informações relevantes para

Leia mais

AL º ano Síntese do sulfato de tetraaminocobre(ii) monoidratado. Análise de resultados e avaliação da verdura química

AL º ano Síntese do sulfato de tetraaminocobre(ii) monoidratado. Análise de resultados e avaliação da verdura química Projeto Ciência Viva INTRODUÇÃO À QUÍMICA VERDE, COMO SUPORTE DA SUSTENTABILIDADE, NO ENSINO SECUNDÁRIO AL 1.2 11º ano Síntese do sulfato de tetraaminocobre(ii) monoidratado Análise de resultados e avaliação

Leia mais

GARANTA SUA GARANTIA LEIA E COMPREENDA O MANUAL DE INSTRUÇÕES.

GARANTA SUA GARANTIA LEIA E COMPREENDA O MANUAL DE INSTRUÇÕES. GARANTA SUA GARANTIA LEIA E COMPREENDA O MANUAL DE INSTRUÇÕES. VERIFIQUE SE A TENSÃO DO APARELHO CORRESPONDE A DA TOMADA ONDE SERÁ LIGADO (127V ou 220V). ASPIRADOR DE PÓ E ÁGUA WORK10 INTRODUÇÃO Parabéns

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO GABINETE DO MINISTRO. PORTARIA N.º DE 09 DE DEZEMBRO DE 2013 (DOU de 11/12/2013 Seção I Pág.

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO GABINETE DO MINISTRO. PORTARIA N.º DE 09 DE DEZEMBRO DE 2013 (DOU de 11/12/2013 Seção I Pág. MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA N.º 1.896 DE 09 DE DEZEMBRO DE 2013 (DOU de 11/12/2013 Seção I Pág. 153) Altera a Norma Regulamentadora n.º 31. O MINISTRO DE ESTADO DO TRABALHO

Leia mais

Ficha técnica. Calhas em cor branco. Descrição. Marcas de qualidade (1)

Ficha técnica. Calhas em cor branco. Descrição. Marcas de qualidade (1) Descrição Utilização Calha de tampa exterior e de montag saliente sobre parede ou teto para a distribuição de cabos instalações elétricas e de telecomunicações. Aplicações interiores e exteriores. Bom

Leia mais

PLATAFORMA UNIÃO PLATAFORMA UNIÃO PLATAFORMA TOTAL 2 M 2 M 3 M 3 M 2 M 1 2 M 4 M 2 M 1 3 M 5 M 3 M 1 3 M 6 M

PLATAFORMA UNIÃO PLATAFORMA UNIÃO PLATAFORMA TOTAL 2 M 2 M 3 M 3 M 2 M 1 2 M 4 M 2 M 1 3 M 5 M 3 M 1 3 M 6 M componentes (padrão 06 metros): 02 sistemas de tração cabo passante 02 dispositivos de frenagem emergencial 02 afastadores modelo AF 70 02 cabides de plataforma 02 guarda corpo externo com 3,00 metros

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2017/1, CAMPUS RIO VERDE ANEXO I REQUERIMENTO DE CONDIÇÕES ESPECIAIS

PROCESSO SELETIVO 2017/1, CAMPUS RIO VERDE ANEXO I REQUERIMENTO DE CONDIÇÕES ESPECIAIS PROCESSO SELETIVO 2017/1, CAMPUS RIO VERDE ANEXO I REQUERIMENTO DE CONDIÇÕES ESPECIAIS O candidato deverá enviar exclusivamente via SEDEX, o original deste requerimento devidamente preenchido, juntamente

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE SMS

SISTEMA DE GESTÃO DE SMS PROCEDIMENTO CAPACITAÇÃO TÉCNICA Nº PE-SMS-015 Fl. 1/6 Rev. Data Descrição Executado Verificado Aprovado 0 18/10/2010 Emissão Inicial CGS JMn NDF SISTEMA DE GESTÃO DE SMS Propriedade e uso exclusivo da

Leia mais

BEBEDOURO INDUSTRIAL

BEBEDOURO INDUSTRIAL BEBEDOURO INDUSTRIAL Manual do Usuário Instalação e Garantia Informações gerais Verifique se a tomada a qual será ligado o bebedouro é compatível com a tensão do bebedouro. Sempre desligue o bebedouro

Leia mais

NR 26 Sinalização de Segurança

NR 26 Sinalização de Segurança NR 26 Sinalização de Segurança Tem por objetivo fixar as cores que devem ser usadas nos locais de trabalho para prevenção de acidentes, identificando os equipamentos de segurança, delimitando áreas, identificando

Leia mais

Escadas & Complementos

Escadas & Complementos Escadas & Complementos LINHA ATUAL Faça várias tarefas com esta escada versátil 14 em 1. Use com as plataformas inclusas e transforme-a em um prático andaime. ESCADA MULTIFUNCIONAL 12 DEGRAUS 3X4 Degraus:

Leia mais

Guia Prático de Instalação Completo Forros Nexacustic. Revisão: 4

Guia Prático de Instalação Completo Forros Nexacustic. Revisão: 4 Guia Prático de Instalação Completo Forros Nexacustic Revisão: 4 Guia Prático de Instalação Nexacustic Cuidados Iniciais Cuidados iniciais: Os produtos Nexacustic foram desenvolvidos para aplicação em

Leia mais

PROJETO PRAÇA DA JUVENTUDE

PROJETO PRAÇA DA JUVENTUDE PROJETO PRAÇA DA JUVENTUDE Site: http://www.esporte.gov.br/ Blog: http://pracadajuventude.wordpress.com/ E-mail: pracadajuventude@esporte.gov.br CONSULTORES ARQUITETOS / ENGENHEIROS Carlos Alonso Cardoso

Leia mais

CARTA DE SERVIÇOS AO CIDADÃO

CARTA DE SERVIÇOS AO CIDADÃO Administração Regional do Itapoã CARTA DE SERVIÇOS AO CIDADÃO Gerência de Aprovação e Licenciamento 1 GERÊNCIA DE APROVAÇÃO E LICENCIAMENTO Departamento é responsável por dar encaminhamento ao cidadão

Leia mais

Coleção MONTICUCO Fascículo Nº 69 Engenharia de Segurança e Meio Ambiente do Trabalho LISTA DE CHECAGEM. GUILHOTINA ELÉTRICA (Armação de Aço)

Coleção MONTICUCO Fascículo Nº 69 Engenharia de Segurança e Meio Ambiente do Trabalho LISTA DE CHECAGEM. GUILHOTINA ELÉTRICA (Armação de Aço) LISTA DE CHECAGEM GUILHOTINA ELÉTRICA (Armação de Aço) 1 Autor DEOGLEDES MONTICUCO Iniciou aos 14 anos como Mensageiro. 1974 - Engenheiro Civil e 1975 - Engenheiro de Segurança do Trabalho. Obras de construções:

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR

PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR 70ª SEMANA OFICIAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA SOEA E 8º CONGRESSO NACIONAL DE PROFISSSIONAIS - CNP *ESTA PROGRAMAÇÃO PODERÁ SOFRER ALTERAÇÕES 08 SETEMBRO Domingo às 18h 16h Credenciamento

Leia mais

Bombeiro. 4) Número de Aulas: O trabalho será feito em três etapas divididas em aulas a critério do professor.

Bombeiro. 4) Número de Aulas: O trabalho será feito em três etapas divididas em aulas a critério do professor. Bombeiro 1)Objetivo Geral Aprender mais sobre os soldados do fogo e sua importância na preservação da vida humana e da biodiversidade. 2) Objetivo Específico Conhecer formas de prevenir sinistros que possam

Leia mais

110 o uso do aço na arquitetura

110 o uso do aço na arquitetura 110 o uso do aço na arquitetura 10 objetivo: compreender o funcionamento estrutural do edifício e fornecer alternativas para seu bom desempenho estrutural 111 edifícios de andares múltiplos: Conceito relativo

Leia mais

AutoCAD Plant 3D 2016

AutoCAD Plant 3D 2016 AutoCAD Plant 3D 2016 Automatize o processo de roteamento de tubulações e documentação técnica para seus projetos de plantas industriais: AutoCAD Plant 3D. Projete, modele e documente plantas de processos

Leia mais

FISCALIZAÇÃO: Ministério do Trabalho divulga balanço de inspeções na área de SST

FISCALIZAÇÃO: Ministério do Trabalho divulga balanço de inspeções na área de SST INFORMATIVO Ano 02 - Edição 12 - Jan/Fev 2017 FISCALIZAÇÃO: Ministério do Trabalho divulga balanço de inspeções na área de SST FOTO: BLOG DO MAURO ÍNDICE: Destaque Capa - pág. 02 Treinamentos - pág. 03

Leia mais

LEI Nº 3.839, de 27 de setembro de 2013

LEI Nº 3.839, de 27 de setembro de 2013 LEI Nº 3.839, de 27 de setembro de 2013 EMENTA: Dispõe sobre a presença de nas edificações, áreas de risco ou eventos de grande concentração pública no âmbito do município de Vitória de Santo Antão - Pernambuco

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 13.425, DE 30 DE MARÇO DE 2017 (DOU 31/03/2017) Estabelece diretrizes gerais sobre medidas de prevenção e combate a incêndio e a desastres em estabelecimentos, edificações e áreas de reunião de

Leia mais

REDE DE CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS

REDE DE CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS REDE DE CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS ODONTOCLÍNICA UNIDADES Caxias- Av. Rio Branco, 209 Caxias- Pinheiro Machado, 2569 S 21-22 Garibaldi- Rua Borges de Medeiros, 129 Farroupilha - Rua Marechal Floriano Peixoto,

Leia mais

MEMORIAL DE CÁLCULO / 1-0 AFASTADOR PARA PLATAFORMA SUSPENSA MODELO RG AF.1

MEMORIAL DE CÁLCULO / 1-0 AFASTADOR PARA PLATAFORMA SUSPENSA MODELO RG AF.1 MEMORIAL DE CÁLCULO 091611 / 1-0 AFASTADOR PARA PLATAFORMA SUSPENSA MODELO RG AF.1 FABRICANTE: Metalúrgica Rodolfo Glaus Ltda ENDEREÇO: Av. Torquato Severo, 262 Bairro Anchieta 90200 210 Porto alegre -

Leia mais

Gerenciamento e Custo de Treinamento Título da Boa Prática GESTÃO EM SST

Gerenciamento e Custo de Treinamento Título da Boa Prática GESTÃO EM SST Gerenciamento e Custo de Treinamento Título da Boa Prática GESTÃO EM SST Objetivo da Boa Prática: 1. Gerenciar os treinamentos ; 2. Garantir que os trabalhadores estão desenvolvendo atividade para a qual

Leia mais

Ref.: Consulta pública relativa a fixação de valores dos honorários a serem pagos aos peritos no âmbito da justiça gratuita

Ref.: Consulta pública relativa a fixação de valores dos honorários a serem pagos aos peritos no âmbito da justiça gratuita Ao Egrégio CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA SEPN Quadra 514 norte, lote 7, Bloco B Brasília DF. CEP 70.760-542. Ref.: Consulta pública relativa a fixação de valores dos honorários a serem pagos aos peritos

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO 1. OBRA/LOCAL/IDENTIFICAÇÃO

MEMORIAL DESCRITIVO 1. OBRA/LOCAL/IDENTIFICAÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO 1. OBRA/LOCAL/IDENTIFICAÇÃO Obra: Construção de um Prédio Residencial Multifamiliar Local: Avenida Maria José Pinheiro Machado x Jorge Calixto nº 570 Planta aprovada nº 174/16 expedida

Leia mais

manual de instruções de instalação do Ventilador Fotovoltaico VT1

manual de instruções de instalação do Ventilador Fotovoltaico VT1 miivf manual de instruções de instalação Fotovoltaico VT1 1 miivf manual de instruções de instalação Fotovoltaico VT1 Fábrica: Travessa da Zona Industrial 1, nº 95 Rossio, 3730-601 Vila Cova do Perrinho,

Leia mais

José Geraldo Ferreira Guimarães (11) Objetivo Técnico em Segurança do Trabalho Resumo profissional

José Geraldo Ferreira Guimarães (11) Objetivo Técnico em Segurança do Trabalho Resumo profissional José Geraldo Ferreira Guimarães Brasileiro, 47 anos, Casado, 02 Filhos CPF 117.776.888-76 Av. Paulo Gracindo, 170 Bl. 6 Ap. 53 Itaquera 08260-430 São Paulo SP - Brasil guimma69@gmail.com (11) 99824-8204

Leia mais

NORMA REGULAMENTADORA N.º

NORMA REGULAMENTADORA N.º SUMÁRIO SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE NORMA REGULAMENTADORA N.º 10 2. Formação profissional 2.1 Qualificação 2.2 Habilitação 2.3 Capacitação 2.4 Autorização 3. Medidas de controle

Leia mais

Tópicos Integradores Produção Enxuta. Manutenção Produtiva Total - TPM. Rodrigues, Roger Antônio.

Tópicos Integradores Produção Enxuta. Manutenção Produtiva Total - TPM. Rodrigues, Roger Antônio. Tópicos Integradores Produção Enxuta Manutenção Produtiva Total - TPM Rodrigues, Roger Antônio. R696m Manutenção produtiva total TPM / Roger Antônio Rodrigues. Varginha, 2015. 14 slides : il. colors. Sistema

Leia mais

Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável da Serra Gaúcha

Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável da Serra Gaúcha ATA DE SESSÃO DE ANÁLISE DOS RECURSOS E CONTRARRAZÕES DO ENVELOPE Nº 02 CONCORRÊNCIA Nº 001/2015 TIPO TÉCNICA E PREÇO Aos quatorze dias do mês de junho do ano de dois mil e dezesseis, às nove horas, na

Leia mais

Arqt. Marcos Vargas Valentin Mestre FAUUSP

Arqt. Marcos Vargas Valentin Mestre FAUUSP Arqt. Marcos Vargas Valentin Mestre FAUUSP Dá para começar a fazer um projeto? Quantas escadas serão necessárias? Mas, existem vários tipos de escadas: a) Escada comum (não enclausurada) b) Escada enclausurada

Leia mais

EMPRESA METROPOLITANA DE ÁGUAS E ENERGIA. Controle de Cheias do Canal Pinheiros

EMPRESA METROPOLITANA DE ÁGUAS E ENERGIA. Controle de Cheias do Canal Pinheiros EMPRESA METROPOLITANA DE ÁGUAS E ENERGIA Controle de Cheias do Canal Pinheiros FILOSOFIA DE OPERAÇÃO SISTEMA HIDRÁULICO DA EMAE A atual regra de operação do Sistema Pinheiros - Tietê resulta da aplicação

Leia mais

MATEMÁTICA D U Quarenta = 40. Cinquenta = Completa a recta graduada com os números que faltam.

MATEMÁTICA D U Quarenta = 40. Cinquenta = Completa a recta graduada com os números que faltam. D U 4 0 Quarenta 30 + 0 = 40 D U 5 0 Cinquenta 40 + 0 = 50 Completa a recta graduada com os números que faltam. 39 45 50 55 59 2 Completa de modo a obteres as quantidades indicadas. 40 30 + 0 + 20 50 40

Leia mais