Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download ""

Transcrição

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12 EXIGÊNCIAS MÍNIMAS VIGILÂNCIA SANITÁRIA PARA TODOS ESTABELECIMENTOS INSTALAÇÃO INDEPENDENTE DA MORADIA EDIFICAÇÃO DE ALVENARIA ANEXO 8 (COM TELEFONE DO CONTRIBUINTE) LAUDO DESINSETIZAÇÃO/DESRATIZAÇÃO/LIMPEZA DE CAIXA D ÁGUA CÓPIA DO ÚLTIMO ALVARÁ SANITÁRIO

13 ESTABELECIMENTOS DE ALIMENTAÇÃO LAUDO DESINSETIZAÇÃO/DESRATIZAÇÃO LIMPEZA DE CAIXA D ÁGUA POPs PREPAÇÃO ALIMENTOS, HIGIENE, ETC. (PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRONIZADO) MANUAL DE BOAS PRÁTICAS DE FABRICAÇÃO (INDÚSTRIAS) PLANTA BAIXA FEITA POR UM ARQUITETO

14 DOCUMENTOS CONSULTÓRIO DE DENTISTA PLANTA BAIXA FEITA POR ARQUITETO LAUDO RADIOMÉTRICO DO Rx E DA SALA CÓPIA CARTEIRA CRO CONTRATO COM EMPRESA QUE RECOLHE O LIXO SÉPTICO ALVARÁ DE BOMBEIROS

15 DOCUMENTOS PARA DISTRIBUIDORA DE MEDICAMENTOS PLANTA BAIXA FEITA POR ARQUITETO LISTA DE MEDICAMENTOS A SEREM DISTRIBUIDOS CÓPIA CARTEIRA CRF CONTRATO COM EMPRESA QUE RECOLHE O LIXO SÉPTICO E QUÍMICO PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS ALVARÁ DE BOMBEIROS CÓPIA CERTIFICADO DE REGULARIDADE DO CRF

16 DOCUMENTOS PARA DROGARIAS E FARMÁCIAS PLANTA BAIXA FEITA POR ARQUITETO CÓPIA CARTEIRA CRF CONTRATO COM EMPRESA QUE RECOLHE O LIXO SÉPTICO E QUÍMICO PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS ALVARÁ DE BOMBEIROS CÓPIA CERTIFICADO DE REGULARIDADE DO CRF CADASTRO NO SNGPC (SISTEMA NACIONAL DE GERENCIAMENTO DE PRODUTOS CONTROLADOS)

17 DOCUMENTOS PARA LABORATÓRIOS PLANTA BAIXA FEITA POR ARQUITETO CÓPIA CARTEIRA CRF CONTRATO COM EMPRESA QUE RECOLHE O LIXO SÉPTICO E QUÍMICO ALVARÁ DE BOMBEIROS CÓPIA CERTIFICADO DE REGULARIDADE DO CRF PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS

18 Documentos necessários para concessão de alvará sanitário: Atividade: Instituição de longa Permanência para idosos. # Estatuto da Instituição; # Planta baixa feita por arquiteto # Regimento interno; # Registro como Entidade Social no Conselho Municipal do Idoso; # Contrato com empresa responsável pelo recolhimento de resíduos; # Laudo atualizado de desratização, desinsetização e limpeza da caixa d água; # Carteira de identidade profissional do responsável técnico; # Relação dos profissionais, contendo os respectivos horários de trabalho, a comprovação do vínculo destes com a instituição e a documentação que os habilita ao exercício da profissão(inscrição no órgão de classe); # Relação com o nome dos idosos que residem atualmente na casa, bem como o familiar responsável; # Plano de trabalho; # Plano de Assistência Integral à saúde dos residentes; # Rotinas de enfermagem; # Alvará de prevenção e proteção contra incêndio emitido pelo corpo de bombeiros; # Rotina quanto as boas práticas de manipulação e preparo de alimentos(elaborado pelo profissional nutricionista), conforme RDC nº 216, de 15/09/2004

19 Documentação necessária para emissão /renovação do alvará Estabelecimentos de Educação Infantil (zero a 6 anos) sanitário dos Ofício da direção do estabelecimento comunicando a indicação do Responsável Técnico e seu eventual substituto (quando da renovação); Termo de Responsabilidade Técnica da Saúde, Educação e Nutrição, preenchido e assinado pelo Responsável Técnico. Cópia da Carteira de Identidade Profissional do Responsável Técnico da Saúde, Educação e nutrição emitida pelo Conselho; Cópia da autorização de funcionamento do estabelecimento emitido pelo órgão competente (CME); Memorial descritivo das atividades executadas no estabelecimento e seus respectivos serviços no ano anterior, quando for renovação (pedagógico, recreativo, nutricional, odontológico, médico e outros); Rotina da escola (horários e atividades diárias) Relação das unidades de serviços que integram o estabelecimento, tais como: berçário, refeitório, cozinha, dormitórios, consultório médico, odontológico, psicológico, e outros; Regimento da escola com autenticação pelo órgão competente (CME); Relação dos profissionais que prestam serviço no estabelecimento (com carga horária, função); Laudos de Limpeza da caixa d água; desratização e desinsetização; limpeza do ar condicionado. Manual de Boas Práticas na alimentação; Cópia do Cardápio Nutricional com carimbo e assinatura da Nutricionista; Os estabelecimentos que oferecerem alimentos de terceiros deve possuir contrato da empresa fornecedora alimentos e a cópia do alvará de saúde do fornecedor; Alvará dos Bombeiros;.

ANEXO I DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA

ANEXO I DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA ANEXO I DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA FARMÁCIA DE MANIPULAÇÃO: responsável técnico; identificação) do identificação) do identificação) do identificação) do FARMÁCIAS E DROGARIAS identificação) do identificação)

Leia mais

INFOMAÇÕES IMPORTANTES CATEGORIAS

INFOMAÇÕES IMPORTANTES CATEGORIAS INFOMAÇÕES IMPORTANTES CATEGORIAS Para efeito de seleção das categorias que possuem divisão de 1 o, 2 o,3 o, vigoram os seguintes paramentos abaixo listados: 1 o categoria Contrato social acima de R$ 30.000,00

Leia mais

Câmara Municipal de Volta Redonda Estado do Rio de Janeiro

Câmara Municipal de Volta Redonda Estado do Rio de Janeiro Lei Municipal Nº 3.704 1 CAPÍTULO V DO LICENCIAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS Artigo 68 - Nenhum estabelecimento sediado no município e que se enquadram no presente Código Sanitário poderá funcionar sem prévia

Leia mais

DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA EMISSÃO DO ALVARÁ SANITÁRIO. Área de Medicamentos e Produtos de Interesse à Saúde (AMPIS)

DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA EMISSÃO DO ALVARÁ SANITÁRIO. Área de Medicamentos e Produtos de Interesse à Saúde (AMPIS) 1 DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA EMISSÃO DO ALVARÁ SANITÁRIO Área de Medicamentos e Produtos de Interesse à Saúde (AMPIS) DROGARIAS (CONFORME LEI FEDERAL 5991/73, RESOLUÇÃO RDC ANVISA 44/09 E OUTRAS PERTINENTES)

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSARIOS PARA REQUERER ALVARÁ SANITÁRIO

DOCUMENTOS NECESSARIOS PARA REQUERER ALVARÁ SANITÁRIO DOCUMENTOS NECESSARIOS PARA REQUERER ALVARÁ SANITÁRIO PESSOA JURIDICA. Cópia CNPJ; Nº Inscrição estadual; Nº telefone; Comprovante de endereço; Cópia RG e CPF resp. Legal; Cópia RG e CPF resp. Técnico;

Leia mais

Atualizada.: 25/07/2013 4 MÉDIA COMPLEXIDADE ANEXO 1 G- DISTRIBUIDORAS

Atualizada.: 25/07/2013 4 MÉDIA COMPLEXIDADE ANEXO 1 G- DISTRIBUIDORAS 4 MÉDIA COMPLEXIDADE ANEXO 1 G- DISTRIBUIDORAS Drogarias; Ervanária, posto de medicamento, dispensário de medicamentos; Distribuidora com fracionamento de cosmético, perfume, produtos de higiene; Distribuidora

Leia mais

Atualizada.: 19/04/2012 ANEXO 1 E

Atualizada.: 19/04/2012 ANEXO 1 E COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA E AMBIENTAL MEDIA COMPLEXIDADE ANEXO 1 E Ótica; Creches; Instituições de longa permanência para idosos; Instituições que prestem serviços de atenção a pessoas com

Leia mais

RENOVAÇÃO GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA

RENOVAÇÃO GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA ESTABELECIMENTOS DESTINADOS À PRODUÇÃO, FABRICO, PREPARO, BENEFICIAMENTO, MANIPULAÇÃO, ACONDICIONAMENTO, TRANSPORTE, DEPÓSITO, VENDA OU CONSUMO DE ALIMENTOS (BARES, LANCHONETES, RESTAURANTES, PADARIAS

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS PARA EMISSÃO DE ALVARÁ SANITÁRIO

LISTA DE DOCUMENTOS PARA EMISSÃO DE ALVARÁ SANITÁRIO LISTA DE DOCUMENTOS PARA EMISSÃO DE ALVARÁ SANITÁRIO I - ABERTURA DE EMPRESA: EMPRESA DE PESSOA JURÍDICA 1- CÓPIA DE DOCUMENTOS DOS SÓCIOS (RG E CPF); 2- CÓPIA DO ENDERECO COMERCIAL; 3- VISTORIA DO CORPO

Leia mais

ACADEMIA/ESCOLAS ESPORTIVA/CLUBES E SIMILARES

ACADEMIA/ESCOLAS ESPORTIVA/CLUBES E SIMILARES ACADEMIA/ESCOLAS ESPORTIVA/CLUBES E SIMILARES 2. Cópia de alvará de funcionamento 3. Declaração do número de alunos (praticantes de atividade física) 4. Relação dos recursos humanos e atividades respectivas

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS I - ANEXAR: -REQUERIMENTO DE INSPECAO SANITARIA, MARCADO O CAMPO ABERTURA, ASSINADO PELO RESPONSAVEL LEGAL.

LISTA DE DOCUMENTOS I - ANEXAR: -REQUERIMENTO DE INSPECAO SANITARIA, MARCADO O CAMPO ABERTURA, ASSINADO PELO RESPONSAVEL LEGAL. LISTA DE DOCUMENTOS Assunto: PRIMEIRO ALVARA SANITARIO Titulo: ABERTURA DE EMPRESA SUJEITA A FISCALIZACAO SANITARIA I - ANEXAR: -REQUERIMENTO DE INSPECAO SANITARIA, MARCADO O CAMPO ABERTURA, ASSINADO PELO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAGOA VERMELHA Secretaria Municipal da Saúde Divisão de Vigilância Sanitária

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAGOA VERMELHA Secretaria Municipal da Saúde Divisão de Vigilância Sanitária PREFEITURA MUNICIPAL DE LAGOA VERMELHA Secretaria Municipal da Saúde Divisão de Vigilância Sanitária DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REQUERER ALVARÁ SANITÁRIO 1. ESTABELECIMENTOS DE ALIMENTOS Comércio de alimentos

Leia mais

ANEXO 3 ROTEIRO DE INSPEÇÃO DE CLÍNICAS DE IDOSOS E SIMILARES

ANEXO 3 ROTEIRO DE INSPEÇÃO DE CLÍNICAS DE IDOSOS E SIMILARES ANEXO 3 ROTEIRO DE INSPEÇÃO DE CLÍNICAS DE IDOSOS E SIMILARES PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE ROTEIRO DE INSPEÇÃO DE CLÍNICAS DE IDOSOS E SIMILARES Data da vistoria: / / A CADASTRO

Leia mais

Os 1 Item(ns) da lista de documentos que não foram cumprido(s):

Os 1 Item(ns) da lista de documentos que não foram cumprido(s): Agência Nacional de Vigilância Sanitária Unidade de Atendimento e Protocolo - UNIAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Data: 14.11.05 EMPRESA: ANCHIETA INDÚSTRIA E COMÉRCIO

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO CONSTRUÇÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE

MEMORIAL DESCRITIVO CONSTRUÇÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE MEMORIAL DESCRITIVO CONSTRUÇÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE Proponente: PREFEITURA MUNICIPAL DE ITATIBA DO SUL Localização: BAIRRO FUNDEC Área da construção: 232,93 m² Resp. Técnica: Marlei Salete Ogrodowski

Leia mais

COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA E AMBIENTAL

COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA E AMBIENTAL 4 MÉDIA COMPLEXIDADE ANEXO 1 G- DISTRIBUIDORAS Drogarias; Ervanária, posto de medicamento, dispensário de medicamentos; Distribuidora com fracionamento de cosmético, perfume, produtos de higiene; Distribuidora

Leia mais

- Os menores de 18 anos de idade devem estar acompanhados pelo representante legal.

- Os menores de 18 anos de idade devem estar acompanhados pelo representante legal. MATRÍCULAS A Secretaria Acadêmica é responsável pelo ingresso, registro, controle acadêmico e certificação da vida escolar. Responsabiliza-se pela realização da matrícula e organização da documentação

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO NEGRINHO

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO NEGRINHO EDITAL Nº 007/2009 - DE CONCURSO PÚBLICO ANEXO I RELAÇÃO DE CARGOS, NÚMEROS DE VAGAS, CARGA HORÁRIA, VENCIMENTO INICIAL E REQUISITOS ATIVIDADES COM FORMAÇÃO EM NÍVEL DE ENSINO SUPERIOR MAGISTÉRIO 101 Especialista

Leia mais

Informações para Licenciamento Ambiental Municipal de PADARIAS, CONFEITARIAS E PASTELARIAS (2.640,10 Padarias, Confeitarias e Pastelarias)

Informações para Licenciamento Ambiental Municipal de PADARIAS, CONFEITARIAS E PASTELARIAS (2.640,10 Padarias, Confeitarias e Pastelarias) PADARIAS, CONFEITARIAS E PASTELARIAS (2.640,10 ) 1 - IDENTIFICAÇÃO DO EMPREENDEDOR Nome ou Razão Social: CNPJ: CPF: CGC/TE: Endereço (Rua/Av.) : nº: Bairro: CEP: Município: Telefone: Celular: e-mail: Contato

Leia mais

- Os menores de 18 anos de idade devem estar acompanhados pelo representante legal.

- Os menores de 18 anos de idade devem estar acompanhados pelo representante legal. MATRÍCULAS A Secretaria Acadêmica é responsável pelo ingresso, registro, controle acadêmico e certificação da vida escolar. Responsabiliza-se pela realização da matrícula e organização da documentação

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSARIOS PARA REQUERER ALVARÁ SANITÁRIO

DOCUMENTOS NECESSARIOS PARA REQUERER ALVARÁ SANITÁRIO DOCUMENTOS NECESSARIOS PARA REQUERER ALVARÁ SANITÁRIO PESSOA JURIDICA. Cópia CNPJ; Nº Inscrição estadual; Nº telefone; Comprovante de endereço; Cópia RG e CPF resp. Legal; Cópia RG e CPF resp. Técnico;

Leia mais

2. FUNCIONÁRIOS - CONTRATADOS POR TEMPO DETERMINADO

2. FUNCIONÁRIOS - CONTRATADOS POR TEMPO DETERMINADO 1. FUNCIONÁRIOS - EFETIVOS Médico Clínico 0 Médico Pediatra 1 Médico de Estratégia PSF 3 Psicólogo Clínico 30 horas 0 Psicólogo Clínico 40 horas 1 Cirurgião Dentista 2 Auxiliar de Saúde Bucal 2 Fonoaudiólogo

Leia mais

Cartilha ALVARÁ L OCALIZAÇÃO E F UNCIONAMENTO

Cartilha ALVARÁ L OCALIZAÇÃO E F UNCIONAMENTO Cartilha ALVARÁ L OCALIZAÇÃO E F UNCIONAMENTO I NTRODUÇÃO Caro empreendedor, elaboramos esta cartilha com o objetivo de auxiliá-lo na abertura de novas empresas, licenciamentos e renovações de alvarás.

Leia mais

Anexo 7 Requisitos para prestadores de serviços

Anexo 7 Requisitos para prestadores de serviços Para execução dos serviços o contratado deve enviar a documentação abaixo conforme a atividade que será desenvolvida. Para outras atividades que não constam na lista, o contratado deve enviar os documentos

Leia mais

Ficha Cadastral de Fornecedores

Ficha Cadastral de Fornecedores de Fornecedores Informações Jurídicas Razão Social: CNPJ: Nome Fantasia: Responsáveis legais: CPF: Responsável técnico: Nº Documento: Órgão emissor: CNES: ANS: Endereço Completo: Fone/Fax: e-mail vendas:

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE MANUAL DE ROTINAS E PROCEDIMENTOS - ODONTOLOGIA

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE MANUAL DE ROTINAS E PROCEDIMENTOS - ODONTOLOGIA INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE MANUAL DE ROTINAS E PROCEDIMENTOS - ODONTOLOGIA Este material tem como objetivo básico servir como sugestão para elaboração do Manual de Rotinas e Procedimentos para Estabelecimentos

Leia mais

AÇÕES DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE NAS ILPI

AÇÕES DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE NAS ILPI AÇÕES DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE NAS ILPI Sylvia Elisabeth Sanner - Nutricionista PMSP SMS - CRSSul STS Santo Amaro/Cidade Ademar SUVIS Santo Amaro/Cidade Ademar Vigilância Sanitária VIGILÂNCIA SANITÁRIA Divide-se

Leia mais

LICENÇA INICIAL GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA

LICENÇA INICIAL GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA ESTABELECIMENTOS DESTINADOS À PRODUÇÃO, FABRICO, PREPARO, BENEFICIAMENTO, MANIPULAÇÃO, ACONDICIONAMENTO, TRANSPORTE, DEPÓSITO, VENDA OU CONSUMO DE ALIMENTOS (BARES, LANCHONETES, RESTAURANTES, PADARIAS

Leia mais

ORIENTAÇÕES TÉCNICAS PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS - INDÚSTRIAS DE COSMÉTICOS E SANEANTES -

ORIENTAÇÕES TÉCNICAS PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS - INDÚSTRIAS DE COSMÉTICOS E SANEANTES - ORIENTAÇÕES TÉCNICAS PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS - INDÚSTRIAS DE COSMÉTICOS E SANEANTES - 1. LEGISLAÇÃO SANITÁRIA ESPECÍFICA - Lei Federal 6.360/76 e Decreto Estadual (DE) 23.430 de 24/10/1974 (http://www.al.rs.gov.br/legis/);

Leia mais

COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA

COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA BAIXA COMPLEXIDADE COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA OUTROS ANEXO 1 B Depósito de produtos não relacionados à saúde; Estação rodoviária; veículo de transporte coletivo interestadual com banheiro (ônibus);

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO VENÂNCIO AIRES -RS

CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO VENÂNCIO AIRES -RS CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO VENÂNCIO AIRES -RS PARECER Nº 14/2004 A APROVADO EM : 15 de dezembro de 2004 I ASSUNTO:Solicitação da autorização de funcionamento da Escola de Educação Infantil Ursinho

Leia mais

ADEQUAÇÃO AO SISTEMA MUNICIPAL DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

ADEQUAÇÃO AO SISTEMA MUNICIPAL DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DOCUMENTOS NECESSÁRIOS ADEQUAÇÃO AO SISTEMA MUNICIPAL DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DOCUMENTOS NECESSÁRIOS Este documento. Requerimento padrão do empreendedor ou representante legal. Cadastro Descritivo da Atividade - Geral devidamente

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL 1 OBJETIVO: Estabelecer requisitos e exigências para o Credenciamento de Empresas Revendedoras, Instaladoras e Conservadoras de Sistemas de Proteção Contra Incêndio e Pânico, complementando o Art. 9º do

Leia mais

Atualizada.: 20/08/2013 BAIXA COMPLEXIDADE

Atualizada.: 20/08/2013 BAIXA COMPLEXIDADE BAIXA COMPLEXIDADE Atualizada.: 20/08/2013 OUTROS ANEXO 1 B Depósito de produtos não relacionados à saúde; Estação rodoviária; veículo de transporte coletivo interestadual com banheiro (ônibus); Academias

Leia mais

RESOLUÇÃO RDC ANVISA Nº 345, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2002. (D.O.U. de 19/12/02)

RESOLUÇÃO RDC ANVISA Nº 345, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2002. (D.O.U. de 19/12/02) RESOLUÇÃO RDC ANVISA Nº 345, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2002 (D.O.U. de 19/12/02) Dispõe sobre a aprovação do Regulamento Técnico para a Autorização de Funcionamento de empresas interessadas em prestar serviços

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Prefeitura Municipal do Rio Grande Conselho Municipal de Educação INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001/2011

Estado do Rio Grande do Sul Prefeitura Municipal do Rio Grande Conselho Municipal de Educação INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001/2011 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001/2011 Assunto: Educação Infantil 1. Propósito Fixar instruções para o pedido de autorização de funcionamento de Escolas que ofertam exclusivamente Educação Infantil, bem como

Leia mais

ANEXO II "AÇÕES DE DESINSTITUCIONALIZAÇÃO E DE FORTALECIMENTO DA RAPS" INTEGRANTES, OU A SEREM INCLUÍDAS, NO PLANO DE AÇÃO DA RAPS

ANEXO II AÇÕES DE DESINSTITUCIONALIZAÇÃO E DE FORTALECIMENTO DA RAPS INTEGRANTES, OU A SEREM INCLUÍDAS, NO PLANO DE AÇÃO DA RAPS ANEXO II "AÇÕES DE DESINSTITUCIONALIZAÇÃO E DE FORTALECIMENTO DA RAPS" INTEGRANTES, OU A SEREM INCLUÍDAS, NO PLANO DE AÇÃO DA RAPS EQUIPE DE DESINSTITCUIONALIZAÇÃO - MODALIDADE: VALOR DO PROJETO: 1. DADOS

Leia mais

FARMÁCIAS E DROGARIAS

FARMÁCIAS E DROGARIAS SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE FARMÁCIAS E DROGARIAS Nome Fantasia: Razão Social: Endereço: Responsável Técnico: CRF: Telefone: CNPJ: Secretaria Municipal de Saúde de Feira de Santana - Av. João Durval

Leia mais

SECRETARIA EXECUTIVA DE PROMOÇÃO A SAÚDE GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE COORDENAÇÃO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA. Orientações

SECRETARIA EXECUTIVA DE PROMOÇÃO A SAÚDE GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE COORDENAÇÃO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA. Orientações SECRETARIA EXECUTIVA DE PROMOÇÃO A SAÚDE GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE COORDENAÇÃO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA Orientações 2014 Vigilância Sanitária Lei Federal 8.080 de 19 de setembro de 1990 1º Entende-se

Leia mais

WebSite da Vigilância Sanitária

WebSite da Vigilância Sanitária Página 1 de 5 SERVIÇOS MAIS ACESSADOS: Selecione um Serviço Página Principal Quem somos Regularize sua Empresa Roteiros Denúncias e Reclamações Vigilância e Fiscalização Sanitária em Indústrias de Alimentos

Leia mais

TABELA II SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE PÚBLICA TAXAS

TABELA II SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE PÚBLICA TAXAS Lei nº 5.655/91 TABELA II SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE PÚBLICA TAXAS DISCRIMINAÇÃO DE INCIDÊNCIA Divisão de Controle da Qualidade dos Alimentos - D.C.Q.A. 1 Estabelecimentos que lidam com gêneros alimentícios

Leia mais

NORMA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO

NORMA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DIRETORIA DE ATIVIDADES TÉCNICAS - DAT NORMA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN n 042/DAT/CBMSC)

Leia mais

Atualizada.: 20/04/2012 COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA E AMBIENTAL BAIXA COMPLEXIDADE

Atualizada.: 20/04/2012 COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA E AMBIENTAL BAIXA COMPLEXIDADE BAIXA COMPLEXIDADE OUTROS ANEXO 1 B Depósito de produtos não relacionados à saúde; Estação rodoviária; veículo de transporte coletivo interestadual com banheiro (ônibus); Academias para práticas de esportes;

Leia mais

Em Distribuidora de Medicamentos, Correlatos, Cosméticos e Saneantes Domissanitários.

Em Distribuidora de Medicamentos, Correlatos, Cosméticos e Saneantes Domissanitários. Em Distribuidora de Medicamentos, Correlatos, Cosméticos e Saneantes Domissanitários. Nº PROCESSO REQUERIMENTO RAZÃO SOCIAL IDENTIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO NOME DE FANTASIA NÚMERO DO CNPJ NÚMERO ÚLTIMO

Leia mais

Unidade de Atendimento e Protocolo - UNIAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Dia 04/07/2006

Unidade de Atendimento e Protocolo - UNIAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Dia 04/07/2006 Unidade de Atendimento e Protocolo - UNIAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Dia 04/07/2006 EMPRESA: MARCOS QUEQUE PRODUTOS MÉDICOS HOSPITALARES E LABORATORIAIS CNPJ: 05.667.010/0001-07

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO QUADRO DE PESSOAL DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE BIGUAÇU

PROCESSO SELETIVO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO QUADRO DE PESSOAL DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE BIGUAÇU PROCESSO SELETIVO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO QUADRO DE PESSOAL DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE BIGUAÇU TERCEIRO TERMO DE RETIFICAÇÃO DO EDITAL N 01/2010 O PREFEITO E A SECRETÁRIA MUNICIPAL DE SAÚDE DO MUNICÍPIO

Leia mais

MUNICÍPIO DE VÁRZEA DA PALMA-MG

MUNICÍPIO DE VÁRZEA DA PALMA-MG DISTRIBUIÇÃO DAS VAGAS VAGAS TOTAIS: Total das oferecidas no Concurso Público. VAGAS GERAIS: ampla concorrência. VAGAS RESERVADAS: Vaga stinada a pessoa com ficiência (subitem 3.2 do Edital). 1 Ajudante

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO DE OPERAÇÕES DE DEFESA CIVIL Departamento de Proteção Contra Incêndio, Explosão e Pânico NORMA TÉCNICA n. 39/2009 Credenciamento

Leia mais

Desdobramentos do Programa de Monitoramento Estadual da Qualidade de Cosméticos 2006 Ações da GVMC/SVS/MG CATEC ANVISA/MS.

Desdobramentos do Programa de Monitoramento Estadual da Qualidade de Cosméticos 2006 Ações da GVMC/SVS/MG CATEC ANVISA/MS. Desdobramentos do Programa de Monitoramento Estadual da Qualidade de Cosméticos 2006 Ações da GVMC/SVS/MG CATEC ANVISA/MS Outubro/2006 Teresinha de Fátima Póvoa Diretora da GVMC/SVS/MG Programação Pactuada

Leia mais

DELIBERAÇÃO Nº 146/12

DELIBERAÇÃO Nº 146/12 DELIBERAÇÃO Nº 146/12 Dispõe sobre a Responsabilidade Técnica e o Exercício Profissional de Farmacêutico apto a atuar em Análises Clínicas e Postos de Coleta e dá outras providências. O PRESIDENTE DO CONSELHO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE COORDENADORIA GERAL DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE NORMA TÉCNICA 2/07

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE COORDENADORIA GERAL DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE NORMA TÉCNICA 2/07 PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE COORDENADORIA GERAL DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE NORMA TÉCNICA 2/07 Esta Norma dispõe sobre a Regulamentação e Controle das Condições Sanitárias

Leia mais

Ensino Fundamental Completo e 03 (três) anos de experiência em mecânica Diesel. 20 Merendeira 4 40 horas 689,99 Ensino Fundamental Completo.

Ensino Fundamental Completo e 03 (três) anos de experiência em mecânica Diesel. 20 Merendeira 4 40 horas 689,99 Ensino Fundamental Completo. CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2011 EDITAL DE RETIFICAÇÃO A Prefeita do Município de Registro, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais e em consonância com a Legislação Municipal, Estadual e Federal,

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA DOMICILIAR

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA DOMICILIAR REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA DOMICILIAR Regulamento do Programa de Assistência Domiciliar aprovado pelo Conselho REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA DOMILICIAR CAPITULO I DEFINIÇÕES GERAIS

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 311. DE 25 DE JUNHO DE 1997 (Alterada pela Resolução nº 375/02 e Revogada pela Resolução nº 464/07)

RESOLUÇÃO Nº 311. DE 25 DE JUNHO DE 1997 (Alterada pela Resolução nº 375/02 e Revogada pela Resolução nº 464/07) RESOLUÇÃO Nº 311 DE 25 DE JUNHO DE 1997 (Alterada pela Resolução nº 375/02 e Revogada pela Resolução nº 464/07) 758 Ementa: Dispõe sobre a Inscrição, Averbação e Âmbito Profissional do Auxiliar Técnico

Leia mais

Formulário de Solicitação de Habilitação de Centro de Equivalência Farmacêutica

Formulário de Solicitação de Habilitação de Centro de Equivalência Farmacêutica Formulário de Solicitação de Habilitação de Centro de Equivalência Farmacêutica Coordenação de Equivalência Farmacêutica (CEFAR/GTFAR/GGMED/Anvisa) www.anvisa.gov.br Brasília, de de 201 Formulário de Solicitação

Leia mais

1. FUNCIONÁRIOS - EFETIVOS

1. FUNCIONÁRIOS - EFETIVOS UNIDADE DE SAÚDE - SANTO ANDRÉ Diretora: Juliana da Conceição Fagundes E-mail: dussandre@correio1.vitoria.es.gov.br Endereço: Rua da Coragem, 200 Telefone: (27) 3323-7222 / 3332-7825 Funcionamento: 7h

Leia mais

A PUCRS oferece a possibilidade de ingresso extravestibular nos cursos de graduação através de transferência a partir de 17 de setembro de 2015.

A PUCRS oferece a possibilidade de ingresso extravestibular nos cursos de graduação através de transferência a partir de 17 de setembro de 2015. Ingresso Extravestibular 2016/1 - Transferência A PUCRS oferece a possibilidade de ingresso extravestibular nos cursos de graduação através de transferência a partir de 17 de setembro de 2015. Não serão

Leia mais

PREFEITURA DE SÃO LUÍS SECRETARIA MUNICIPAL DE URBANISMO E HABITAÇÃO - SEMURH

PREFEITURA DE SÃO LUÍS SECRETARIA MUNICIPAL DE URBANISMO E HABITAÇÃO - SEMURH Documentos pessoais do requerente; Certidão Negativa do IPTU; Documento de responsabilidade técnica emitido pelo CREA ou CAU; Declaração do engenheiro ou arquiteto responsável pela obra; Aprovação do projeto

Leia mais

Instituto de Meio Ambiente de Alagoas IMA Diretoria da Presidência DIPRE Diretoria Técnica DIT Diretoria de Licenciamento DILIC POSTOS DE COMBUSTÍVEIS

Instituto de Meio Ambiente de Alagoas IMA Diretoria da Presidência DIPRE Diretoria Técnica DIT Diretoria de Licenciamento DILIC POSTOS DE COMBUSTÍVEIS POSTOS DE COMBUSTÍVEIS LICENÇA PRÉVIA 1. Formulário de requerimento padrão dirigido à Presidência do IMA, devidamente preenchido e assinado; 2. Comprovante de pagamento da Taxa de Concessão da Licença

Leia mais

A Coordenadoria de Vigilância Sanitária de Rio Claro, COMUNICA que:

A Coordenadoria de Vigilância Sanitária de Rio Claro, COMUNICA que: A Coordenadoria de Vigilância Sanitária de Rio Claro, COMUNICA que: Razão Social: Distribuidora Individual de Alimentos Ramo de Atividade: Supermercado CPF/CNPj: 07.841.492/0001-97 Endereço: Av 01, nº

Leia mais

I DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA SOLICITAÇÃO DE LICENÇA PRÉVIA (LP) IMOBILIÁRIO

I DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA SOLICITAÇÃO DE LICENÇA PRÉVIA (LP) IMOBILIÁRIO I DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA SOLICITAÇÃO DE LICENÇA PRÉVIA (LP) IMOBILIÁRIO ( ) Este documento Requerimento padrão do empreendedor ou representante legal; deve ser preenchido e assinado pelo requerente

Leia mais

Unidade de Atendimento e Protocolo - UNIAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Data: 11.07.2005

Unidade de Atendimento e Protocolo - UNIAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Data: 11.07.2005 Unidade de Atendimento e Protocolo - UNAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Data: 11.07.2005 EMPRESA: QUÍMCA AMPARO LTDA CNPJ: 43.461.789/0001-90 PROCESSO: 25351.242244/2005-21

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na concessão de espaços públicos junto à Feira de Natal do Natal Luz de Gramado, incluindo

Leia mais

NORMAS PARA VEÍCULOS DE TRANSPORTE DE PACIENTES

NORMAS PARA VEÍCULOS DE TRANSPORTE DE PACIENTES NORMAS PARA VEÍCULOS DE TRANSPORTE DE PACIENTES C A ÇA D O R - S C DOCUMENTAÇÃO ALVARÁ SANITÁRIO 1. Requerimento DVS 2. CNPJ (jurídica) cópia atualizada 3. Documento do Veiculo 4. Taxa de Emissão de Alvará

Leia mais

LICENÇA DE OPERAÇÃO LO

LICENÇA DE OPERAÇÃO LO LICENÇA DE OPERAÇÃO LO Autoriza o início da atividade, do empreendimento ou da pesquisa científica, após a verificação do efetivo cumprimento das medidas de controle ambiental e condicionantes determinados

Leia mais

ANEXO III DO EDITAL DO CONCURSO PÚBLICO Nº 01/2011, DE 29 DE JULHO DE 2011 DO QUADRO DE VAGAS VAGAS

ANEXO III DO EDITAL DO CONCURSO PÚBLICO Nº 01/2011, DE 29 DE JULHO DE 2011 DO QUADRO DE VAGAS VAGAS ANEXO III DO EDITAL DO CONCURSO PÚBLICO Nº 01/2011, DE 29 DE JULHO DE 2011 DO QUADRO DE VAGAS CÓDIGO CARGO HABILITAÇÃO TOTAL VAGAS RESERVA P/ DEFICIENTES (*) 0101 Agente de Controle de Zoonoses Ensino

Leia mais

LICENÇA DE INSTALAÇÃO LI

LICENÇA DE INSTALAÇÃO LI LICENÇA DE INSTALAÇÃO LI Autoriza o início da implementação do empreendimento ou atividade, de acordo com as especificações constantes dos planos, programas e projetos aprovados, incluindo as medidas de

Leia mais

ANEXO II HABILIDADE TECNICO - ENSINO MEDIO COMPLETO E CURSO DE AUX. DE CONS. DENTARIO COM REGISTRO NO CRO

ANEXO II HABILIDADE TECNICO - ENSINO MEDIO COMPLETO E CURSO DE AUX. DE CONS. DENTARIO COM REGISTRO NO CRO ANEXO II HABILIDADE TECNICO PROCURADOR BACHAREL EM DIREITO COM REGISTRO NA OAB PSICÓLOGO BACHAREL EM PSICÓLOGIA E REGISTRO NO CRP AUX. DE CONS. DENTARIO - ENSINO MEDIO COMPLETO E CURSO DE AUX. DE CONS.

Leia mais

Workshop RDC 48 11. Pessoas & Treinamento

Workshop RDC 48 11. Pessoas & Treinamento Workshop RDC 48 Regulamento Técnico de Boas Práticas de Fabricação para 11. Pessoas & Treinamento 5. Saúde, 1. Considerações Gerais 2. Definições 3. Gestão da Qualidade 4. BPF Higiene, Vestuário e 6.

Leia mais

VISTORIA PREVIA ALVARÁ DE FUNCIONAMENTO (INICIO DE ATIVIDADE)

VISTORIA PREVIA ALVARÁ DE FUNCIONAMENTO (INICIO DE ATIVIDADE) VISTORIA PREVIA REQUERIMENTO PREENCHIDO E ASSINADO PELO REPRESENTANTE LEGAL DA EMPRESA DECLARACAO A PROPRIO PUNHO INFORMANDO O RAMO DE ATIVIDADE GUIA DE IPTU DO ULTIMO ANO QUITADA LISTA DE DOCUMENTOS DISPONIVEL

Leia mais

ANEXO II SALÁRIOS, CARGAS HORÁRIAS E REQUISITOS CARGO SALÁRIO* REQUISITOS

ANEXO II SALÁRIOS, CARGAS HORÁRIAS E REQUISITOS CARGO SALÁRIO* REQUISITOS ANEXO II SALÁRIOS, CARGAS HORÁRIAS E REQUISITOS ANALISTA I - ADMINISTRATIVO CARGO SALÁRIO* REQUISITOS ANALISTA I - BIBLIOTECA ANALISTA I - CONTABIL ANALISTA I - GRAVACAO MUSICAL ANALISTA I - SISTEMAS ANALISTA

Leia mais

ccmed@sms.prefpoa.com.br COM O ENVIO DO PREENCHIMENTO DO ANEXO 1.

ccmed@sms.prefpoa.com.br COM O ENVIO DO PREENCHIMENTO DO ANEXO 1. CADASTRO DE MARCAS DE MEDICAMENTOS HUMANOS DA PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE/PMPA A PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE / PMPA, ATRAVÉS DA ÁREA DE AQUISIÇÕES E MATERIAIS DA SECRETARIA MUNICIPAL

Leia mais

Treinamento: FSSC 22000 / Versão 3 Interpretação

Treinamento: FSSC 22000 / Versão 3 Interpretação Treinamento: FSSC 22000 / Versão 3 Interpretação 1. Objetivos Interpretar os requisitos das normas ISO 22000:2005; ISO TS 22002-1:2012 e requisitos adicionais da FSSC 22000. Desenvolver habilidades para

Leia mais

NUTRIÇÃO CLÍNICA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS. Nutricionista Entrevistado(a)

NUTRIÇÃO CLÍNICA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS. Nutricionista Entrevistado(a) CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - ª REGIÃO UF ROTEIRO DE VISITA TÉCNICA DATA DA VISITA ITA NUTRIÇÃO CLÍNICA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS Nº DA VISITA

Leia mais

Art. 1º - O artigo 104 do Decreto Estadual nº 31.455, de 20 de fevereiro de 1987, passa a vigorar com a seguinte redação:

Art. 1º - O artigo 104 do Decreto Estadual nº 31.455, de 20 de fevereiro de 1987, passa a vigorar com a seguinte redação: DECRETO Nº 2, DE 8 DE JANEIRO DE 2015. Altera e acresce dispositivos ao Decreto nº 31.455, de 1987, que regulamenta os arts. 30 e 31 da Lei nº 6.320, de 20 de dezembro de 1983, que dispõem sobre alimentos

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PROGRAMA DE ESTÁGIO PETROBRAS 2013

PROCESSO SELETIVO PROGRAMA DE ESTÁGIO PETROBRAS 2013 PROCESSO SELETIVO PROGRAMA DE ESTÁGIO PETROBRAS 2013 O Instituto Euvaldo Lodi IEL/AM realiza o processo seletivo para o Programa de Estágio da Petrobras Serviços Compartilhados Amazonas. O objetivo desse

Leia mais

Secretaria da Administração

Secretaria da Administração Secretaria da Administração Procedimento para Elaboração de Programas de Segurança para Empresas Contratadas PCMSO / PPRA / PCMAT / ARO Revisão 00 2014 1. Objetivo Estabelecer as exigências mínimas sobre

Leia mais

Instituto do Meio Ambiente ESTADO DE ALAGOAS DOCUMENTAÇÃO PARA POSTOS DE COMBUSTÍVEIS NOVOS

Instituto do Meio Ambiente ESTADO DE ALAGOAS DOCUMENTAÇÃO PARA POSTOS DE COMBUSTÍVEIS NOVOS DOCUMENTAÇÃO PARA POSTOS DE COMBUSTÍVEIS NOVOS LICENÇA PRÉVIA - Documentação necessária 1. Requerimento Padrão definido pelo IMA, devidamente preenchido e assinado; 2. Cadastro do empreendimento, definido

Leia mais

Inspeção dos Centros de PesquisapelaANVISA

Inspeção dos Centros de PesquisapelaANVISA Inspeção dos Centros de PesquisapelaANVISA ALESSANDRO FERREIRA DO NASCIMENTO Coordenação de Pesquisas e Ensaios Clínicos e Medicamentos Novos COPEM GERÊNCIA-GERAL DE MEDICAMENTOS GGMED Definição PESQUISAS

Leia mais

LICENÇA DE INSTALAÇÃO LI

LICENÇA DE INSTALAÇÃO LI LICENÇA DE INSTALAÇÃO LI Autoriza o início da implementação do empreendimento ou atividade, de acordo com as especificações constantes dos planos, programas e projetos aprovados, incluindo as medidas de

Leia mais

Para requerer: Providenciar a documentação necessária conforme os pré-requisitos para cada tipo de atividade.

Para requerer: Providenciar a documentação necessária conforme os pré-requisitos para cada tipo de atividade. Alvará Sanitário Para solicitar o Alvará Sanitário dirija-se a Vigilância Sanitária. A listagem dos documentos abaixo relacionados poderá sofrer alteração de acordo com a legislação vigente. Para requerer:

Leia mais

Sistema Integrado de Licenciamento - SIL

Sistema Integrado de Licenciamento - SIL Sistema Integrado de Licenciamento - SIL CERTIFICADO DE LICENCIAMENTO INTEGRADO SECRETARIA ESTADUAL DE GESTÃO PÚBLICA Prefeitura do Município de Tatuí Governo do Estado de São Paulo É importante saber

Leia mais

MENU DE SERVIÇOS PARA PESSOA JURÍDICA (MENU PJ)

MENU DE SERVIÇOS PARA PESSOA JURÍDICA (MENU PJ) MENU DE SERVIÇOS PARA PESSOA JURÍDICA (MENU PJ) INSCRIÇÃO DE PESSOA JURÍDICA REGISTRO DE ALTERAÇÃO CONTRATUAL SUBSTITUIÇÃO DE RESPONSÁVEL TÉCNICO CERTIDÃO DE REGULARIDADE RENOVAÇÃO DO CERTIFICADO DE INSCRIÇÃO

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO Edital Nº 001/2012 -TABELA DE CARGOS

CONCURSO PÚBLICO Edital Nº 001/2012 -TABELA DE CARGOS CONCURSO PÚBLICO Edital Nº 001/2012 -TABELA DE CARGOS NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO (comprovação de escolaridade até a 4ª série do EF atual 5º ano) 01 Servente - Zona Urbana Nível Fundamental Incompleto

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE LUZ Edital de Concurso Público nº 01/2014 Organização: Reis & Reis Auditores Associados

PREFEITURA MUNICIPAL DE LUZ Edital de Concurso Público nº 01/2014 Organização: Reis & Reis Auditores Associados 3ª Retificação Concurso Público - Edital nº 01/2014 A Prefeitura Municipal de Luz- MG no uso de suas atribuições legais torna público a 3ª retificação do Concurso Público nº 01/2014, que objetiva alterar

Leia mais

VESTIBULAR DE VERÃO UNIJUÍ 2013 CURSOS PRESENCIAL E EaD

VESTIBULAR DE VERÃO UNIJUÍ 2013 CURSOS PRESENCIAL E EaD VESTIBULAR DE VERÃO UNIJUÍ 2013 CURSOS PRESENCIAL E A Secretaria Acadêmica é responsável pelo registro, controle acadêmico e certificação da vida escolar. Responsabiliza-se pela realização da matrícula

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 95, DE 06 DE ABRIL DE 2011

LEI COMPLEMENTAR Nº 95, DE 06 DE ABRIL DE 2011 LEI COMPLEMENTAR Nº 95, DE 06 DE ABRIL DE 2011 Autoria: Poder Executivo Altera o Anexo I da Lei Complementar Nº 90, de 09 de dezembro de 2010 (Plano de Cargos, Carreiras e Salários da Administração Pública

Leia mais

Cartilha Orientativa de Drogaria da ABRAS

Cartilha Orientativa de Drogaria da ABRAS Cartilha Orientativa de Drogaria da ABRAS Cartilha _ Comitê de farmácias.indd 1 11/12/2009 16:10:15 2 Cartilha _ Comitê de farmácias.indd 2 11/12/2009 16:10:16 Introdução A Cartilha Orientativa de Drogaria

Leia mais

MUNICÍPIO DE ITACARAMBI-MG

MUNICÍPIO DE ITACARAMBI-MG ESPECIFICAÇÃO DOS E ESPECIFICAÇÃO DAS DE AMPLA 1 Auxiliar de Serviços Gerais 10 9 1 Nível Elementar. 40 horas 678,00 50,00 2 Gari 20 19 1 Nível Elementar. 40 horas 678,00 50,00 3 Motorista 5 4 1 Nível

Leia mais

adota a seguinte Resolução de Diretoria Colegiada e eu, Diretor-Presidente, determino a sua publicação:

adota a seguinte Resolução de Diretoria Colegiada e eu, Diretor-Presidente, determino a sua publicação: Resolução - RDC nº 275, de 21 de outubro de 2002(*) Republicada no D.O.U de 06/11/2002 Dispõe sobre o Regulamento Técnico de Procedimentos Operacionais Padronizados aplicados aos Estabelecimentos Produtores/Industrializadores

Leia mais

CADASTRO DE ADESÃO DAS ENTIDADES SOCIAIS

CADASTRO DE ADESÃO DAS ENTIDADES SOCIAIS Prezado Responsável Legal, CADASTRO DE ADESÃO Pedimos a gentileza de preencher e rubricar todas as páginas deste formulário e apresentar os seguintes documentos para conferência no Programa Mesa Brasil

Leia mais

DELIBERAÇÃO Nº 090/14

DELIBERAÇÃO Nº 090/14 DELIBERAÇÃO Nº 090/14 EMENTA: DISPÕE SOBRE A REGULARIZAÇÃO E DEMAIS PROCEDIMENTOS DE PESSOA JURIDICA JUNTO AO CRF/MT. O Conselho Regional de Farmácia do Estado de Mato Grosso - CRF/ MT, no uso de suas

Leia mais

Página 1. 1.31 Auxiliar de enfermagem da estratégia de Saúde da Família 0

Página 1. 1.31 Auxiliar de enfermagem da estratégia de Saúde da Família 0 1. FUNCIONÁRIOS EFETIVOS Cirurgião dentista clínico geral 0 1.1 Cirurgião dentista endodontista 6 1.2 Cirurgião dentista periodontista 16h 0 1.3 Cirurgião dentista periodontista 20h 3 1.4 Cirurgião dentista

Leia mais

1. REGISTRO DE ESTABELECIMENTO DE PRODUÇÃO, PREPARAÇÃO, MANIPULAÇÃO, BENEFICIAMENTO, ACONDICIONAMENTO E EXPORTAÇÃO DE BEBIDA E FERMENTADO ACÉTICO.

1. REGISTRO DE ESTABELECIMENTO DE PRODUÇÃO, PREPARAÇÃO, MANIPULAÇÃO, BENEFICIAMENTO, ACONDICIONAMENTO E EXPORTAÇÃO DE BEBIDA E FERMENTADO ACÉTICO. ANEXO NORMAS SOBRE REQUISITOS, CRITÉRIOS E PROCEDIMENTOS PARA O REGISTRO DE ESTABELECIMENTO, BEBIDA E FERMENTADO ACÉTICO E EXPEDIÇÃO DOS RESPECTIVOS CERTIFICADOS. 1. REGISTRO DE ESTABELECIMENTO DE PRODUÇÃO,

Leia mais

II FÓRUM DE SAÚDE PÚBLICA E MEIO AMBIENTE DO CRMV-RJ. Licenciamento Ambiental e o Controle da Comercialização de Agrotóxicos

II FÓRUM DE SAÚDE PÚBLICA E MEIO AMBIENTE DO CRMV-RJ. Licenciamento Ambiental e o Controle da Comercialização de Agrotóxicos II FÓRUM DE SAÚDE PÚBLICA E MEIO AMBIENTE DO CRMV-RJ Licenciamento Ambiental e o Controle da Comercialização de Agrotóxicos NOVO SISTEMA DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DECRETO Nº

Leia mais

RESOLUÇÃO - RDC Nº. 176, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006.

RESOLUÇÃO - RDC Nº. 176, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006. RESOLUÇÃO - RDC Nº. 176, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006. Aprova o Regulamento Técnico Contratação de Terceirização para Produtos de Higiene Pessoal, Cosméticos e Perfumes. A Diretoria Colegiada da Agência Nacional

Leia mais

ANEXO II VAGAS CARGA HOR TOTAL. Ética no Trabalho 1 16 Graduação Pedagogia ou Filosofia ou Ciências Sociais ou

ANEXO II VAGAS CARGA HOR TOTAL. Ética no Trabalho 1 16 Graduação Pedagogia ou Filosofia ou Ciências Sociais ou ANEXO II 1) Professor HOR Ética no Trabalho 1 16 Graduação Pedagogia ou Filosofia ou Ciências Sociais ou Auxiliar de Biblioteca Perfis de Bibliotecas: Nacional, Pública, Universitária, Especializada, Escolar.

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - ª REGIÃO ALIMENTAÇÃO ESCOLAR (GESTOR PÚBLICO) Nutricionista Entrevistado(a)

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - ª REGIÃO ALIMENTAÇÃO ESCOLAR (GESTOR PÚBLICO) Nutricionista Entrevistado(a) CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - ª REGIÃO UF ROTEIRO DE VISITA TÉCNICA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR (GESTOR PÚBLICO) DATA DA VISITA Nº DA VISITA VISITA AGENDADA Sim [ ] Não

Leia mais

EDITAL Nº 03/2007 CHAMAMENTO PARA CREDENCIAMENTO DE LABORATÓRIOS DE ANÁLISES CLÍNICAS.

EDITAL Nº 03/2007 CHAMAMENTO PARA CREDENCIAMENTO DE LABORATÓRIOS DE ANÁLISES CLÍNICAS. EDITAL Nº 03/2007 CHAMAMENTO PARA CREDENCIAMENTO DE LABORATÓRIOS DE ANÁLISES CLÍNICAS. O MUNICÍPIO DE PALMAS, no Estado do Tocantins, através da Secretaria Municipal de Saúde, pela COMISSÃO ESPECIAL DE

Leia mais

DROGARIAS REGULARIZAÇÃO DE ESTABELECIMENTO DE INTERESSE À SAÚDE

DROGARIAS REGULARIZAÇÃO DE ESTABELECIMENTO DE INTERESSE À SAÚDE DROGARIAS REGULARIZAÇÃO DE ESTABELECIMENTO DE INTERESSE À SAÚDE Lei 8080/90 Art. 6º, 1º: Entende-se por vigilância sanitária um conjunto de ações capaz de eliminar, diminuir ou prevenir riscos à saúde

Leia mais