SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2"

Transcrição

1 SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1: Introdução Montando Redes Ponto-a-Ponto Parte lógica Escolhendo o sistema operacional Instalação de drivers Definindo os IPs Antes de iniciar a configuração Desative o firewall Testando a conectividade com o PING Erros com o PING Iniciando a configuração da rede Criando os compartilhamentos Segurança em redes ponto-a-ponto... 14

2 2 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1: 1.1 Introdução Olá, meus alunos. Estamos na metade do nosso curso e teremos aqui nesta aula a nossa primeira experiência com montagem de redes. Apesar de ser uma parte bem prática, já adquirimos uma boa base teórica com os textos anteriores e esta aula é bem leve, intuitiva, não requer altos conhecimentos e praticamente qualquer um poderá configurar com sucesso uma rede simples tendo esta aula como base. Geralmente, esse tipo de rede é a mais comum por ser doméstica, apesar de que algumas pequenas empresas a usam. Como já foi dito no texto da aula 1, o uso de redes ponto-a-ponto para empresas é um assunto muito delicado por que muitos fatores devem ser levados em conta. Depende muito do tipo de pessoas que irão usá-la, número de PCs da rede e etc. Se por um lado ela é fácil de configurar, por outro é difícil de manter devido à liberdade excessiva do usuário em mexer praticamente no sistema inteiro. Abaixo segue um descritivo completo da montagem de redes ponto-a-ponto sob o aspecto prático do sistema. Mostrarei a configuração da rede passo a passo, assim como as telas. Certos assuntos que não foram explicados ou que estão incompletos serão detalhados aqui por que era preciso chegar até este ponto usando uma seqüência lógica de aprendizado. Um bom entendimento em redes ponto-a-ponto é pré requisito para se dar bem em redes cliente-servidor, que é naturalmente mais complexa. Como praticaremos isso em sala, basta dar uma boa leitura em casa antes e depois da aula para absorver os conceitos.

3 3 1.2 Montando Redes Ponto-a-Ponto Parte lógica Quando estivermos no Projeto de Redes de Computadores, falarei detalhadamente da parte física usando o conceito de cabeamento estruturado. O objetivo aqui desta aula é aprender a configurar logicamente uma rede do modo mais simples, partindo da idéia de que o sistema operacional já está instalado e os cabos conectados, não importando como foram instalados Escolhendo o sistema operacional Segue abaixo a lista de sistemas operacionais que podem ser usados para uma rede ponto-a-ponto: 1) Windows 98 Segunda Edição; 2) Windows Millenium Edition (ME); 3) Windows 2000 Professional; 4) Windows XP Home e Professional; 5) Windows Vista e suas versões; Vamos configurar a nossa rede com Windows XP por ser o sistema mais usado atualmente, mas ele não é a melhor opção, pois deixa uma série de vulnerabilidades. Nesse tipo de rede não há a figura do servidor e todas as máquinas podem ser clientes e servidores ao mesmo tempo, e às vezes podem conter arquivos que não podem ser acessados. Nesse aspecto, a maior falha do Windows 2000, XP e Vista é não atribuírem uma senha de acesso à pastas compartilhadas, o que não acontece com versões anteriores (98 e ME). Sendo assim, as versões antes do Windows 2000 são próprias para redes domésticas e possuem acesso protegido por senha, e versões posteriores ao ME são próprias para redes cliente servidor. O motivo de se não usar versões anteriores ao Windows 2000 como servidores e clientes em redes ponto-a-ponto é a grande incidência de erros, travamentos e fraco suporte ao hardware atual, visto que a Microsoft suspendeu há muito tempo o suporte ao Windows 98 e ME. Mas para efeitos didáticos, vou disponibilizar no site uma matéria especial sobre redes ponto-a-ponto em sistemas mais antigos Instalação de drivers Depois de instalado o sistema operacional, devemos instalar os drivers da placa-mãe (chipset, som, rede e vídeo). Caso esses itens sejam onboard, virá junto com o CD da placa-mãe. Se forem offboard, instale com o CD que veio junto com cada placa. Não se esqueça de depois visitar o site do fabricante para obter os drivers mais atualizados.

4 Definindo os IPs Depois de checar que os drivers estão instalados em todos os computadores e que foram reconhecidos no Gerenciador de Dispositivos, devemos agora escolher a faixa de IPs que vamos usar na rede. Podemos escolher qualquer faixa disponível para redes locais das classes A, B e C. Vamos escolher a classe C e faixa 255 da tabela da aula anterior ( a ). Como não podemos usar o primeiro (0) e nem o último endereço (255) e temos 10 computadores, usaremos os IPs dentro do intervalo a , com a máscara de sub-rede Para o DNS, use o IP como preferencial e como alternativo. Para atribuir um endereço IP, máscara e DNS ao PC, consulte a aula Antes de iniciar a configuração Depois que os IPs e máscaras já foram atribuídos aos PCs, devemos testar se há comunicação dos cabos com as máquinas. Não adianta nada configurar tudo e criar compartilhamentos se não há comunicação entre eles, por isso vamos ver agora como isso funciona Desative o firewall A primeira ação é desativar o firewall do Windows porque ele com certeza vai atrapalhar o nosso teste de conectividade. Entre em Iniciar Configurações Painel de Controle Firewall do Windows. Veja como desabilitá-lo: Desativando o firewall. Não esqueça de reativá-lo após o fim dos testes Testando a conectividade com o PING O PING é um comando que é usado em modo MS-DOS para teste de comunicação entre os endereços físicos das interfaces de rede. Para usá-lo, entre em Iniciar Executar e digite o comando CMD, que é um interpretador de comandos do MS-DOS, como na tela abaixo:

5 5 Abrirá a tela abaixo. Digite o comando PING seguido do IP da máquina que deseja se conectar e tecle Enter. No exemplo, usei um IP da rede a qual faço parte no momento. Exemplo: PING O PING fará o teste de conexão entre a sua máquina e a que você digitou o IP: No final do teste ele apresenta uma estatística baseada no envio e recebimento de 4 pacotes. O resultado esperado é 0 pacote perdidos, ou seja, 0% de perda ou 100% recebidos como mostra a imagem. Se o resultado for algo diferente disso, der 25% de pacotes perdidos, por exemplo, tem que parar tudo que estiver fazendo e verificar a conexão dos cabos. Enquanto o PING acusar algum erro, a rede não poderá funcionar bem.

6 Erros com o PING Em seu teste padrão, o PING pode apresentar dois tipos de erros: Rede de destino inacessível = significa que não foi encontrada uma rota para o IP digitado, cuja função é do roteador. Isso pode ocorrer por problemas na conexão física do cabo na interface da placa de rede. Retire o cabo e recoloqueo. Se não funcionar, teste o cabo no testador. Se o cabo estiver bom, é possível que seja um defeito na própria placa de rede, o que é raro mas não impossível. Tente usar outra placa para o teste. Esgotado o tempo limite do pedido = A resposta do computador de destino não chegou ao computador de origem. Esse geralmente é o erro mais comum. Quando o PING envia um pacote, ele espera 1 milissegundo para receber a resposta. Se a resposta não vem nesse tempo, ele entende que o pacote foi perdido e tenta transmitir mais 3 vezes. Depois de 4 tentativas, apresenta a tela abaixo. Nesse caso, verifique se o firewall está ativado e tente enviar um PING para si próprio usando o seu IP. Se o seu PC responder corretamente, o problema pode estar nas outras interfaces de rede. Faca esse teste com todos os outros PCs e avalie o resultado. Antes de finalmente iniciarmos a configuração, um detalhe deve ser observado. Todos os IPs que escolhi para esta rede estão na mesma classe que é usada na Internet. O IP atribuído ao DNS é na verdade o IP do roteador, que nesse caso pode ser o modem ADSL com a função de roteador habilitada. Se eu escolhesse uma classe diferente, para que tivesse a Internet na rede, teria que usar outros recursos e não cabe explicá-los aqui nesta aula. Mas poderia usar outra classe normalmente, só não teria neste momento conectividade com a Internet, mas a rede local funcionaria sem problemas.

7 Iniciando a configuração da rede Depois de tudo testado corretamente, é hora de iniciarmos a configuração. Observe que mesmo estando tudo certo, o Windows ainda não está pronto para trabalhar em rede. Devemos inicialmente executar o Assistente de Configuração da Rede. Para acessá-lo, clique em Iniciar Configurações Painel de Controle Configuração de Rede. Surgirá uma tela como essa: Ao clicar em Avançar, surge a tela abaixo. O assistente pede para que você consulte a Lista de Verificação de Criação da Rede, mas no momento isso pode ser ignorado. Mas, quando tiver um tempo consulte-a porque essa lista dá umas boas dicas para os iniciantes em redes. Clique agora em Avançar. Caso você esteja conectado à Internet, o assistente detecta a sua conexão e apresenta a tela abaixo. Aceite a sugestão do programa e avance.

8 8 Nesta tela, são exibidas as seguintes informações: Descrição do Computador = serve para lembrar quem usa o computador, que setor que ele pertence ou que tipo de função ele desempenha. Por exemplo, Computador da Gerência é o setor que ele pertence. Servidor de Arquivos é a função exercida e Computador da Ana Paula é quem usa o PC. Se você não quiser definir uma descrição, não há nenhum problema pois o Windows não se baseia na descrição para buscar o PC na rede. Nome do Computador = esse sim é obrigatório. Não pode haver nomes iguais na rede, então pense nos nomes antes de atribuí-los as máquinas. É recomendável que os nomes sejam relacionados às funções exercidas por eles e não às pessoas que os utilizam. Por isso, apesar da imagem, evite colocar nomes de pessoas nos PCs. Aqui o assistente pede que se crie um nome para a rede e um grupo de trabalho. O nome do grupo de trabalho pode ser relacionado com o tipo de atividade mais comum que os PCs da rede irão realizar. Por exemplo, se um setor de uma empresa se chama ADMINISTRATIVO e possui 5 máquinas, pode-se criar um grupo de trabalho chamado ADM. E assim serve para todos os setores. Se outro se chama GERÊNCIA cria-se um grupo de trabalho chamado GER. Na prática, os PCs de todos os grupos poderão se comunicar. Agora, dê um nome para o grupo abaixo:

9 9 O assistente informa que o firewall do Windows será configurado para permitir ou não o compartilhamento de arquivos e impressoras. Como imaginamos que em algum momento iremos acessar arquivos em outros PCs e imprimir documentos, os demais PCs da rede farão a mesma coisa. Vamos então ativar o compartilhamento de arquivos e impressoras. A seguir, o assistente apresenta um resumo de tudo o que foi feito. Caso queira alterar alguma coisa, clique em Voltar. Se estiver tudo ok, clique em Avançar.

10 10 Aplicando as configurações... Nesta tela, marque a última opção. Você irá repetir o processo de configuração em todos os PC na rede ou usar o CD do Windows XP para os computadores que estiverem rodando versões anteriores.

11 A configuração da rede chegou ao fim. Clique em Concluir para sair do assistente. 11

12 Criando os compartilhamentos Após a configuração, o Windows criou uma pasta chamada Documentos Compartilhados. Veja abaixo: No seu computador, ela terá esse nome, mas será vista na rede pelo título de SharedDocs, que é a mesma coisa. Você pode colocar os documentos nesta pasta para que fique disponível para todos. A pasta SharedDocs dos outros PCs da rede tem uma aparência diferente da pasta local compartilhada.

13 Se você quiser, pode criar outras pastas e compartilhá-las. Pode também compartilhar unidades de disco, CD-ROM, disquete e outros. Nesse exemplo, vou compartilhar uma pasta qualquer. Veja como se faz: 13 1) Clique com o botão direito na pasta escolhida para compartilhamento; 2) Selecione a opção Compartilhamento e segurança; 3) Surgirá a tela abaixo: 4) Marque a opção Compartilhar esta pasta na rede. Veja que a caixa Compartilhamento está desabilitada para digitação;

14 5) A caixa compartilhamento agora está disponível para digitação. Você pode manter o nome do compartilhamento com o mesmo nome da pasta. Se você marcar a opção Permitir que usuários da rede alterem meus arquivos, os arquivos podem ser modificados e até excluídos. Se você deixar desmarcada essa opção, você impede que os usuários alterem, exclua ou colem novos arquivos nessa pasta. Com isso, você pode ir criar outros compartilhamentos de pastas e unidades, o processo é o mesmo Segurança em redes ponto-a-ponto Nós já sabemos que ter máquinas numa rede ponto-a-ponto rodando Windows XP operando como servidores torna o nível de segurança baixo. Algumas soluções podem ser tomadas para amenizar o problema, mas não o resolve completamente. Vejamos: 1) Para cada PC da rede, crie várias contas de usuário levando em consideração o número de pessoas que usarão a máquina. O Windows pedirá que você defina o nome e o tipo de conta, então marque a opção Limitada. Se desejar, pode atribuir uma senha para cada conta criada. Para criar contas no PC, vá em Iniciar Configurações Painel de Controle Contas de Usuário. 2) O Windows por padrão cria duas contas quando é instalado, a primeira com o nome de Administrador e a segunda quando finaliza a instalação, em que ele pede que seja digitado um nome para uma conta que terá um perfil de administrador, ou seja, uma conta que pode fazer tudo na máquina. Essa conta nós iremos alterá-la, pois não foi definida uma senha para a conta e os arquivos pessoais não estão protegidos contra o acesso de outros usuários. Na tela acima, essa conta é a conta chamada usuário. Então, clique nessa conta e clique depois em criar uma senha;

15 15 3) Não preencha o campo da dica de senha, a não ser que ela seja muito complexa. Se for uma senha simples, ignore a caixa abaixo e clique em Criar senha; 4) Mesmo protegida por senha, a conta pode ser acessada por outros usuários comuns. Marcando a opção Sim, tornar particular, a conta é protegida por acessos por usuários do próprio PC e da rede.

16 Chegamos ao final de mais uma aula. E olha que tudo isso é prático, mas escrevi bastante coisa. A prática em sala de aula vai ajudar a absorver tudo o que digitei e alguns conceitos que podem ficar confusos no início serão mais detalhados na aula. Abraços, estudem sempre e até a próxima aula. 16

SUMÁRIO 1. AULA 6 ENDEREÇAMENTO IP:... 2

SUMÁRIO 1. AULA 6 ENDEREÇAMENTO IP:... 2 SUMÁRIO 1. AULA 6 ENDEREÇAMENTO IP:... 2 1.1 Introdução... 2 1.2 Estrutura do IP... 3 1.3 Tipos de IP... 3 1.4 Classes de IP... 4 1.5 Máscara de Sub-Rede... 6 1.6 Atribuindo um IP ao computador... 7 2

Leia mais

SUMÁRIO 1. AULA 8 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 2:... 2

SUMÁRIO 1. AULA 8 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 2:... 2 SUMÁRIO 1. AULA 8 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 2:... 2 1.1 Introdução... 2 1.2 Instalando Impressoras da Rede... 3 1.3 Compartilhamento de Impressoras... 6 1.4 Mapeamento de Unidades de Rede...

Leia mais

É altamente recomendável testar as conexões usando o programa PING (será visto posteriormente).

É altamente recomendável testar as conexões usando o programa PING (será visto posteriormente). Redes Ponto a Ponto Lista de checagem É fácil configurar uma rede ponto-a-ponto em qualquer versão do Windows. Antes entretanto é preciso tomar algumas providências em relação ao hardware: Todos os computadores

Leia mais

Redes Ponto a Ponto. Os drivers das placas de rede devem estar instalados.

Redes Ponto a Ponto. Os drivers das placas de rede devem estar instalados. Redes Ponto a Ponto É fácil configurar uma rede ponto-a-ponto em qualquer versão do Windows. Antes entretanto é preciso tomar algumas providências em relação ao hardware: Todos os computadores devem estar

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do seu firewall Netdeep

Leia mais

Para montar sua própria rede sem fio você precisará dos seguintes itens:

Para montar sua própria rede sem fio você precisará dos seguintes itens: Introdução: Muita gente não sabe que com o Windows XP ou o Windows Vista é possível montar uma rede sem fio em casa ou no escritório sem usar um roteador de banda larga ou um ponto de acesso (access point),

Leia mais

Como montar uma rede Wireless

Como montar uma rede Wireless Como montar uma rede Wireless Autor: Cristiane S. Carlos 1 2 Como Montar uma Rede Sem Fio sem Usar um Roteador de Banda Larga Introdução Muita gente não sabe que com o Windows XP ou o Windows Vista é possível

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do seu firewall Netdeep Secure em um

Leia mais

Como instalar Windows XP

Como instalar Windows XP Como instalar Windows XP 1 Como instalar Windows XP Existem 2 opções para instalar XP: Opção A: para micro novo sem Sistema Operacional instalado (Exemplo de sistema operacional:windows 98, Windows 2000,

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES TEXTOS DE REFORÇO Michel da Rocha Fragoso 2010 2 Saudações Olá, meus caros alunos. Esta é uma série de textos de reforço de minha autoria sobre o nosso próximo módulo a ser estudado

Leia mais

WinGate - Passo a passo

WinGate - Passo a passo WinGate - Passo a passo Configurando os Computadores de sua rede Nesta etapa, mostraremos como preparar os computadores de sua rede para a instalação do WinGate. 1ª Parte É necessário que os computadores

Leia mais

Compartilhando arquivos no Windows XP

Compartilhando arquivos no Windows XP Compartilhando arquivos no Windows XP Para criar um grupo doméstico e compartilhar arquivos é necessário que tenhamos pelo menos dois computadores ligados entre si (em rede) por meio de cabo direto, hub,

Leia mais

Guia de Prática. Windows 7 Ubuntu 12.04

Guia de Prática. Windows 7 Ubuntu 12.04 Guia de Prática Windows 7 Ubuntu 12.04 Virtual Box e suas interfaces de rede Temos 04 interfaces de rede Cada interface pode operar nos modos: NÃO CONECTADO, que representa o cabo de rede desconectado.

Leia mais

SUMÁRIO 1. AULA 9 INTRODUÇÃO À REDES CLIENTE SERVIDOR... 2

SUMÁRIO 1. AULA 9 INTRODUÇÃO À REDES CLIENTE SERVIDOR... 2 SUMÁRIO 1. AULA 9 INTRODUÇÃO À REDES CLIENTE SERVIDOR... 2 1.1 Introdução... 2 1.2 Escolhendo a edição do Sistema Operacional... 3 1.3 Requisitos mínimos do Sistema... 4 1.4 Instalação do Sistema... 5

Leia mais

Aula pratica 4 Testar Conexões TCP/IP em Redes Industrias Usando os comandos Ping e Net View (1.a Parte)

Aula pratica 4 Testar Conexões TCP/IP em Redes Industrias Usando os comandos Ping e Net View (1.a Parte) 1 Aula pratica 4 Testar Conexões TCP/IP em Redes Industrias Usando os comandos Ping e Net View (1.a Parte) Objetivo: Esta aula tem como objetivo apresentar aos alunos como testar a conectividade de uma

Leia mais

Capítulo. Montando uma rede ponto-a-ponto

Capítulo. Montando uma rede ponto-a-ponto Capítulo 4 Montando uma rede ponto-a-ponto Mostraremos agora como instalar uma pequena rede ponto-a-ponto. Este tipo de rede é classificado pela Microsoft como rede doméstica ou para pequenas empresas.

Leia mais

ETEC Campo Limpo AULA 07. 1. Interpretando informações do UTILITÁRIO DE CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA

ETEC Campo Limpo AULA 07. 1. Interpretando informações do UTILITÁRIO DE CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA AULA 07 1. Interpretando informações do UTILITÁRIO DE CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA O Utilitário de configuração do sistema, o famoso "msconfig" está disponível nas versões recentes do Windows. Para abrir o

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do

Leia mais

Configurando um Grupo Doméstico e Compartilhando arquivos no Windows 7

Configurando um Grupo Doméstico e Compartilhando arquivos no Windows 7 Configurando um Grupo Doméstico e Compartilhando arquivos no Windows 7 Para criar um grupo doméstico e compartilhar arquivos é necessário que tenhamos pelo menos dois computadores ligados entre si (em

Leia mais

MANUAL PARA GERAÇÃO DE CAT52 IMPRESSORA BEMATECH

MANUAL PARA GERAÇÃO DE CAT52 IMPRESSORA BEMATECH MANUAL PARA GERAÇÃO DE CAT52 IMPRESSORA Sumário Gerando a CAT52... 3 Erros ao gerar os registros da CAT52... 5 Compartilhando o arquivo gerado na Rede Privada(XP) (Versão 1)... 6 Compartilhando o arquivo

Leia mais

SCPIWeb. SCPIWebDespRec Aplicação Web para Consulta de Despesas e Receitas ( Lei Complementar nº 131 de 27 Maio de 2009 )

SCPIWeb. SCPIWebDespRec Aplicação Web para Consulta de Despesas e Receitas ( Lei Complementar nº 131 de 27 Maio de 2009 ) 2010 SCPIWebDespRec Aplicação Web para Consulta de Despesas e Receitas ( Lei Complementar nº 131 de 27 Maio de 2009 ) SCPIWebCotacao Aplicação Web para Cotação de Preços via Internet Resumo de Instruções

Leia mais

MANUAL PARA GERAÇÃO DE CAT52 IMPRESSORA BEMATECH

MANUAL PARA GERAÇÃO DE CAT52 IMPRESSORA BEMATECH MANUAL PARA GERAÇÃO DE CAT52 IMPRESSORA BEMATECH Sumário Gerando a CAT52... 3 Compartilhando o arquivo gerado na Rede Privada(XP)(Versão 1)... 7 Compartilhando o arquivo gerado na Rede Privada(XP)(Versão

Leia mais

GUIA MUDANÇA E FORMATAÇÃO DE SERVIDOR - MILLENNIUM

GUIA MUDANÇA E FORMATAÇÃO DE SERVIDOR - MILLENNIUM GUIA MUDANÇA E FORMATAÇÃO DE SERVIDOR - MILLENNIUM ÍNDICE ITEM Página 1. Objetivo... 3 2. Requisitos... 3 3. Diretório do Millennium... 3 4. Procedimento para Transferência de Servidor... 3 4.1 Compartilhamento

Leia mais

ALTERNATIVA PARA CONEXÃO VIA INTERNET DE IP MASCARADO A IP REAL

ALTERNATIVA PARA CONEXÃO VIA INTERNET DE IP MASCARADO A IP REAL Documento: Tutorial Autor: Iuri Sonego Cardoso Data: 27/05/2005 E-mail: iuri@scripthome.cjb.net Home Page: http://www.scripthome.cjb.net ALTERNATIVA PARA CONEXÃO VIA INTERNET DE IP MASCARADO A IP REAL

Leia mais

Segurança em Redes Sem Fio

Segurança em Redes Sem Fio Segurança em Redes Sem Fio Nós finalmente podemos dizer que as redes sem fio se tornaram padrão para a conexão de computadores. Placas de rede sem fio já são um acessório padrão nos notebooks há algum

Leia mais

Professor: Macêdo Firmino Configuração TCP/IP no Windows 7

Professor: Macêdo Firmino Configuração TCP/IP no Windows 7 Professor: Macêdo Firmino Configuração TCP/IP no Windows 7 Se você tem mais que um computador ou outros dispositivos de hardware, como impressoras, scanners ou câmeras, pode usar uma rede para compartilhar

Leia mais

LIBERAÇÃO DA PASTA ARQUIVOS DE PROGRAMA

LIBERAÇÃO DA PASTA ARQUIVOS DE PROGRAMA LIBERAÇÃO DA PASTA ARQUIVOS DE PROGRAMA Antes de fazer a instalação em rede é correto executar no servidor: a) Instalação do Firebird. b) Instalação do Sistema Gerencial GG4 c) Habilitação do sistema.

Leia mais

Passo a Passo da instalação da VPN

Passo a Passo da instalação da VPN Passo a Passo da instalação da VPN Dividiremos este passo a passo em 4 partes: Requisitos básicos e Instalação Configuração do Servidor e obtendo Certificados Configuração do cliente Testes para saber

Leia mais

Organização do Curso. Instalação e Configuração. Módulo II. Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores

Organização do Curso. Instalação e Configuração. Módulo II. Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores 1 Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores Sistemas Operacionais de Redes I - Linux Prof.: Nelson Monnerat Instalação e Configuração 1 Sistemas Operacionais de Redes I - Linux Módulo

Leia mais

CONFIGURAÇÃO DE REDE SISTEMA IDEAGRI - FAQ CONCEITOS GERAIS

CONFIGURAÇÃO DE REDE SISTEMA IDEAGRI - FAQ CONCEITOS GERAIS CONFIGURAÇÃO DE REDE SISTEMA IDEAGRI - FAQ CONCEITOS GERAIS Servidor: O servidor é todo computador no qual um banco de dados ou um programa (aplicação) está instalado e será COMPARTILHADO para outros computadores,

Leia mais

Como instalar uma impressora?

Como instalar uma impressora? Como instalar uma impressora? Antes de utilizar uma impressora para imprimir seus documentos, arquivos, fotos, etc. é necessário instalá-la e configurá-la no computador. Na instalação o computador se prepara

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES Professor Carlos Muniz Atualizar um driver de hardware que não está funcionando adequadamente Caso tenha um dispositivo de hardware que não esteja funcionando corretamente

Leia mais

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO MANUAL DE CONFIGURAÇÃO CONTMATIC PHOENIX SUMÁRIO CAPÍTULO I APRESENTAÇÃO DO ACESSO REMOTO... 3 1.1 O que é o ACESSO REMOTO... 3 1.2 Como utilizar o ACESSO REMOTO... 3 1.3 Quais as vantagens em usar o PHOENIX

Leia mais

LIGANDO MICROS EM REDE

LIGANDO MICROS EM REDE LAÉRCIO VASCONCELOS MARCELO VASCONCELOS LIGANDO MICROS EM REDE Rio de Janeiro 2007 ÍNDICE Capítulo 1: Iniciando em redes Redes domésticas...3 Redes corporativas...5 Servidor...5 Cliente...6 Estação de

Leia mais

INICIANDO A INSTALAÇÃO

INICIANDO A INSTALAÇÃO INICIANDO A INSTALAÇÃO Abra o leitor de CD do computador que será dedicado ao ÚnicoNET. Coloque o CD que acabamos de gravar com o NERO EXPRESS e reinicie o HARDWARE (CTRL+ALT+DEL), caso não consiga reiniciar

Leia mais

CURSO TÉCNICO DE ELETRÔNICA ELETRÔNICA IV - REDES 4 MÓDULO

CURSO TÉCNICO DE ELETRÔNICA ELETRÔNICA IV - REDES 4 MÓDULO CURSO TÉCNICO DE ELETRÔNICA ELETRÔNICA IV - REDES 4 MÓDULO 2011 SUMÁRIO 1 PROTOCOLOS (CONTINUAÇÃO) ÇÃO)... 1 1.1 O que é DHCP...1 1.1.1 Funcionamento do DHCP...2 1.1.2 Breve histórico do DHCP...3 1.1.3

Leia mais

Instalando software MÉDICO Online no servidor

Instalando software MÉDICO Online no servidor Instalando software MÉDICO Online no servidor A máquina denominada Servidora é a que armazenará o banco de dados do software (arquivo responsável pelas informações inseridas), compartilhando com as demais

Leia mais

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário MANUAL DO USUÁRIO 2 ÍNDICE 1. PRÉ REQUISITOS PARA UTILIZAÇÃO DO SIGEP WEB 04 2. PROCEDIMENTOS PARA DOWNLOAD DO SISTEMA 04 3. INSTALANDO O SIGEP WEB 07 4. CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA 09 COMPARTILHANDO O BANCO

Leia mais

Guia DIE-100 para ADSL e sistema operacional Windows 98

Guia DIE-100 para ADSL e sistema operacional Windows 98 Guia DIE-100 para ADSL e sistema operacional Windows 98 O Express First Net Internet Kit da D-Link permitirá que você conecte seu escritório com o mundo, compartilhe o acesso à Internet com grande velocidade

Leia mais

STK VPN TEF IP Daruma (Configuração e Instalação) Ambiente ONLINE

STK VPN TEF IP Daruma (Configuração e Instalação) Ambiente ONLINE STK VPN TEF IP Daruma (Configuração e Instalação) Ambiente ONLINE Versão 1.0.0.6 Data: 23/05/2011 Pag. 1-20 Premissas: 1. Possuir um dos sistemas operacionais Windows a seguir: Windows XP, Vista, Windows

Leia mais

GUIA MUDANÇA E FORMATAÇÃO DE SERVIDOR - SLIM

GUIA MUDANÇA E FORMATAÇÃO DE SERVIDOR - SLIM GUIA MUDANÇA E FORMATAÇÃO DE SERVIDOR - SLIM ÍNDICE ITEM Página 1. Objetivo... 3 2. Requisitos... 3 3. Diretório do Slim... 3 4. Procedimento para Transferência de Servidor... 3 4.1 Compartilhamento da

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração do Sistema Cali LAB View

Manual de Instalação e Configuração do Sistema Cali LAB View Manual de Instalação e Configuração do Sistema Cali LAB View www.cali.com.br - Manual de Instalação e Configuração do Sistema Cali LAB View - Página 1 de 29 Índice INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO (FIREBIRD E

Leia mais

O que é conexão de área de trabalho remoto?

O que é conexão de área de trabalho remoto? O que é conexão de área de trabalho remoto? Conexão de Área de Trabalho Remota é uma tecnologia que permite sentar-se ao computador e conectar-se a um computador remoto em um local diferente. Por exemplo,

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Realizando Comunicação através do TERMINAL SERVER Windows 2008 (Utilizando a DarumaFramework.dll)

STK (Start Kit DARUMA) Realizando Comunicação através do TERMINAL SERVER Windows 2008 (Utilizando a DarumaFramework.dll) STK (Start Kit DARUMA) Realizando Comunicação através do TERMINAL SERVER Windows 2008 (Utilizando a DarumaFramework.dll) Este STK dividiu-se em três etapas, que são: Configuração do Windows 2008 server;

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 26 de agosto de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é uma

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Instalando a App Windows 8 Daruma e emitindo cupons em uma Impressora Fiscal

STK (Start Kit DARUMA) Instalando a App Windows 8 Daruma e emitindo cupons em uma Impressora Fiscal STK (Start Kit DARUMA) Instalando a App Windows 8 Daruma e emitindo cupons em uma Impressora Fiscal Neste STK apresentaremos como instalar a APP Windows 8 Daruma em um tablet Surface com Windows 8 e como

Leia mais

COMPARTILHAMENTO DO DISCO E PERMISSÕES DE REDE PÚBLICAS E DE GRUPOS DE TRABALHO.

COMPARTILHAMENTO DO DISCO E PERMISSÕES DE REDE PÚBLICAS E DE GRUPOS DE TRABALHO. COMPARTILHAMENTO DO DISCO E PERMISSÕES DE REDE PÚBLICAS E DE GRUPOS DE TRABALHO. 1. Compartilhar a máquina servidor clicando com o botão direito do mouse em disco local e no menu de contexto não pção Propriedades.

Leia mais

1 Introdução... 4. Características... 4 Requisitos do Dispositivo... 5. 2 Conhecendo o dispositivo... 6

1 Introdução... 4. Características... 4 Requisitos do Dispositivo... 5. 2 Conhecendo o dispositivo... 6 Índice 1 Introdução... 4 Características... 4 Requisitos do Dispositivo... 5 2 Conhecendo o dispositivo... 6 Verificação dos itens recebidos... 6 Painel Frontal... 7 Painel Traseiro... 8 3 Conectando o

Leia mais

Guia do Driver de Impressora Universal

Guia do Driver de Impressora Universal Guia do Driver de Impressora Universal Brother Universal Printer Driver (BR-Script3) Brother Mono Universal Printer Driver (PCL) Brother Universal Printer Driver (Inkjet) Versão B BRA 1 Visão geral 1 O

Leia mais

1 Realizando testes de conexão

1 Realizando testes de conexão Manual para Instalação do Terminal de Acesso ao SIAFEM 2006 Última atualização: 16/março/2012 1 Realizando testes de conexão O computador que será usado para acesso ao SIAFEM, deve ter o servidor DNS configurado.

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração do SQL Express

Manual de Instalação e Configuração do SQL Express Manual de Instalação e Configuração do SQL Express Data alteração: 19/07/11 Pré Requisitos: Acesse o seguinte endereço e faça o download gratuito do SQL SRVER EXPRESS, conforme a sua plataforma x32 ou

Leia mais

SME / CEU CEI EMEF EMEI Configurações Estações e Notebooks Windows 7 Versão 4a (jul/2011)

SME / CEU CEI EMEF EMEI Configurações Estações e Notebooks Windows 7 Versão 4a (jul/2011) 2011 DIE / GIO / Núcleo de Gestão de Eventos SME / CEU CEI EMEF EMEI Configurações Estações e Notebooks Windows 7 Versão 4a (jul/2011) ÍNDICE 1. Introdução... 1 2. Pré Instalação... 1 2.1. Nomenclatura...

Leia mais

Tutorial feito por Michell MGS TI Ensinando e Aprendendo (O Dia de amanhã a Deus pertence).

Tutorial feito por Michell MGS TI Ensinando e Aprendendo (O Dia de amanhã a Deus pertence). 1 - Instalando o Windows Server 2003 Enterprise Edition R1 e R2. 2 - Criando um nome para o Servidor. 3 - Adicionando IP fixo ao servidor. 1 - Insira o CD do Windows Server 2003 no drive de CD ROM e siga

Leia mais

Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only. Capitulo 1

Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only. Capitulo 1 Capitulo 1 Montagem de duas pequenas redes com a mesma estrutura. Uma é comandada por um servidor Windows e outra por um servidor linux, os computadores clientes têm o Windows xp Professional instalados.

Leia mais

Conexões e Protocolo Internet (TCP/IP)

Conexões e Protocolo Internet (TCP/IP) "Visão geral da configuração da rede" na página 3-2 "Escolhendo um método de conexão" na página 3-3 "Conectando via Ethernet (recomendado)" na página 3-3 "Conectando via USB" na página 3-4 "Configurando

Leia mais

Compartilhamento de internet usando recursos do Windows XP

Compartilhamento de internet usando recursos do Windows XP Compartilhamento de internet usando recursos do Windows XP Valença-Ba, 17 de outubro de 2010. Identificação IFBA- Campus Valença Curso: Informática subseqüente Disciplina: Redes de Computadores Turma:

Leia mais

6.3.2.7 Lab - Configurando uma placa de rede para usar DHCP no Windows 7

6.3.2.7 Lab - Configurando uma placa de rede para usar DHCP no Windows 7 5.0 6.3.2.7 Lab - Configurando uma placa de rede para usar DHCP no Windows 7 Introdução Imprima e preencha este laboratório. Neste laboratório, você irá configurar uma placa de rede Ethernet para usar

Leia mais

Como montar sua Rede Doméstica

Como montar sua Rede Doméstica Como montar sua Rede Doméstica Você está indo para casa, no final do expediente, pensando em terminar ainda hoje aquela planilha de custos do seu setor. Esta tarefa se torna ainda mais empolgante, porque

Leia mais

Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha

Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha Versão 1.5 Histórico de revisões Revisão Data Descrição da alteração 1.0 18/09/2015 Criação deste manual 1.1 22/09/2015 Incluído novas

Leia mais

Guia Rápido de Instalação. Modelo M151RW

Guia Rápido de Instalação. Modelo M151RW Guia Rápido de Instalação Modelo M151RW 2 SUMÁRIO INTRODUÇÃO 3 DICAS DE INSTALAÇÃO 3 CONFIGURAÇÃO 4 3 Parabéns! Você acaba de adquirir o Roteador M151RW2 com qualidade e garantia Pixel TI. Este guia rápido

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Utilizando conversor Serial/Ethernet com Mini-Impressora DR600/DR700.

STK (Start Kit DARUMA) Utilizando conversor Serial/Ethernet com Mini-Impressora DR600/DR700. STK (Start Kit DARUMA) Utilizando conversor Serial/Ethernet com Mini-Impressora DR600/DR700. Neste STK mostraremos como comunicar com o conversor Serial/Ethernet e instalar o driver Genérico Somente Texto

Leia mais

Seu manual do usuário XEROX 6279 http://pt.yourpdfguides.com/dref/5579951

Seu manual do usuário XEROX 6279 http://pt.yourpdfguides.com/dref/5579951 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para XEROX 6279. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a XEROX 6279 no manual

Leia mais

M a n u a l d e I n s t a l a ç ã o d o

M a n u a l d e I n s t a l a ç ã o d o M a n u a l d e I n s t a l a ç ã o d o Q C a l l * C e n t e r WWW.QUALITOR.COM.BR / WWW.CONSTAT.COM.BR PÁGINA 1 Todos os direitos reservados a Constat. Uso autorizado mediante licenciamento Qualitor

Leia mais

CONFIGURANDO O SERVIÇO DE VPN NO WINDOWS SERVER 2008 R2

CONFIGURANDO O SERVIÇO DE VPN NO WINDOWS SERVER 2008 R2 CONFIGURANDO O SERVIÇO DE VPN NO WINDOWS SERVER 2008 R2 1. Antes de começar A tabela a seguir lista as informações que você precisa saber antes de configurar um servidor VPN de acesso remoto. Antes de

Leia mais

Virtualização - Montando uma rede virtual para testes e estudos de serviços e servidores

Virtualização - Montando uma rede virtual para testes e estudos de serviços e servidores Virtualização - Montando uma rede virtual para testes e estudos de serviços e servidores Este artigo demonstra como configurar uma rede virtual para ser usada em testes e estudos. Será usado o VirtualBox

Leia mais

DISPOSITIVOS DE REDES SEM FIO

DISPOSITIVOS DE REDES SEM FIO AULA PRÁTICA DISPOSITIVOS DE REDES SEM FIO Objetivo: Apresentar o modo de operação Ad Hoc de uma rede padrão IEEE 802.11g/b e implementá-la em laboratório. Verificar os fundamentos de associação/registro

Leia mais

Tutorial de TCP/IP Parte 21 Roteiro Para Resolução de Problemas

Tutorial de TCP/IP Parte 21 Roteiro Para Resolução de Problemas Introdução: Tutorial de TCP/IP Parte 21 Roteiro Para Resolução de Problemas Prezados leitores, esta é a primeira parte, desta segunda etapa dos tutoriais de TCP/IP. As partes de 01 a 20, constituem o módulo

Leia mais

Manual para conexão e utilização do VETORH (Sistema de Recursos Humanos) via acesso ao terminal remoto

Manual para conexão e utilização do VETORH (Sistema de Recursos Humanos) via acesso ao terminal remoto Manual para conexão e utilização do VETORH (Sistema de Recursos Humanos) via acesso ao terminal remoto Objetivo: Fornecer informações técnicas necessárias aos administradores e helpdesk dos usuários do

Leia mais

O que um Servidor Samba faz?

O que um Servidor Samba faz? O que é o Samba? O Samba é um "software servidor" para Linux (e outros sistemas baseados em Unix) que permite o gerenciamento e compartilhamento de recursos em redes formadas por computadores com o Windows

Leia mais

Capítulo 1: Introdução às redes de computadores

Capítulo 1: Introdução às redes de computadores ÍNDICE Capítulo 1: Introdução às redes de computadores Redes domésticas... 3 Redes corporativas... 5 Servidor... 5 Cliente... 7 Estação de trabalho... 8 As pequenas redes... 10 Redes ponto-a-ponto x redes

Leia mais

O Servidor de impressão DP-300U atende a seguinte topologia: Podem ser conectadas 2 impressoras Paralelas e 1 USB.

O Servidor de impressão DP-300U atende a seguinte topologia: Podem ser conectadas 2 impressoras Paralelas e 1 USB. O Servidor de impressão DP-300U atende a seguinte topologia: Podem ser conectadas 2 impressoras Paralelas e 1 USB. 1 1- Para realizar o procedimento de configuração o DP-300U deve ser conectado via cabo

Leia mais

O Servidor de impressão DP-301U atende a seguinte topologia: Com o DP-301U pode ser conectada uma impressora USB.

O Servidor de impressão DP-301U atende a seguinte topologia: Com o DP-301U pode ser conectada uma impressora USB. O Servidor de impressão DP-301U atende a seguinte topologia: Com o DP-301U pode ser conectada uma impressora USB. 1 1- Para realizar o procedimento de configuração o DP-301U deve ser conectado via cabo

Leia mais

Capítulo 5 Noções sobre TCP/IP

Capítulo 5 Noções sobre TCP/IP Capítulo 5 Noções sobre TCP/IP Endereços IP Arquitetura TCP/IP DHCP Redes classe A, B e C Protocolos TCP/IP Estudos complementares 3 Estudos complementares Consulte os capítulos 5 e 12 do livro: Capítulo

Leia mais

Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0

Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0 Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0 Importante: as instruções contidas neste guia só serão aplicáveis se seu armazenamento de mensagens for Avaya Message Storage Server (MSS)

Leia mais

Abra o software de programação. Clique na opção VOIP, depois opção configuração conforme as imagens:

Abra o software de programação. Clique na opção VOIP, depois opção configuração conforme as imagens: Caro cliente, atendendo a sua solicitação de auxílio no processo de configuração da placa VoIP na central Impacta, segue um passo-a-passo para ajudar a visualização. Abra o software de programação. Clique

Leia mais

Manual Captura S_Line

Manual Captura S_Line Sumário 1. Introdução... 2 2. Configuração Inicial... 2 2.1. Requisitos... 2 2.2. Downloads... 2 2.3. Instalação/Abrir... 3 3. Sistema... 4 3.1. Abrir Usuário... 4 3.2. Nova Senha... 4 3.3. Propriedades

Leia mais

ESTRUTUTA DE REDE DE ACESSO!

ESTRUTUTA DE REDE DE ACESSO! ESTRUTUTA DE REDE DE ACESSO! - Primeiramente, antes de colocar um DVR na rede, para acesso, você precisa saber, qual a estrutura da rede, quantos micros estão conectados, se é uma rede simples, de uma

Leia mais

Manual. Configuração do. Samba. Compartilhamento e Servidor Samba Linux. Produzido por: Sergio Graças Desenvolvedor do Projeto GNU/Linux VRlivre

Manual. Configuração do. Samba. Compartilhamento e Servidor Samba Linux. Produzido por: Sergio Graças Desenvolvedor do Projeto GNU/Linux VRlivre Manual Configuração do Samba Compartilhamento e Servidor Samba Linux Produzido por: Sergio Graças Desenvolvedor do Projeto GNU/Linux VRlivre Manual Configuração do Samba Compartilhamento e Servidor Samba

Leia mais

Técnico em informática ti 54 Configuração de serviços de rede no Windows 2003 server. 2003 Ser ver Enterprise

Técnico em informática ti 54 Configuração de serviços de rede no Windows 2003 server. 2003 Ser ver Enterprise 2003 Ser ver Enterprise Esta matéria está dividida em três tutoriais, que se complementam: Ao término, você será capaz de: 1. Instalar e configurar o DNS Server Eae galera seguinte vamos ao nosso passo

Leia mais

Introdução... 1. Instalação... 2

Introdução... 1. Instalação... 2 ONTE DO Introdução... 1 O que é IPP?... 1 Qual é a função de um software Samsung IPP?... 1 Instalação... 2 Requisitos do sistema... 2 Instalar o software Samsung IPP... 2 Desinstalar o software Samsung

Leia mais

Procedimento para atualização do aplicativo KID Together

Procedimento para atualização do aplicativo KID Together Procedimento para atualização do aplicativo KID Together 1º PASSO: Abrir o painel de controle: Iniciar > Painel de Controle. Clique em "Exibir impressoras e dispositivos" na sessão Hardware e Sons Selecione

Leia mais

Conheça os principais comandos do Prompt do Windows; veja lista

Conheça os principais comandos do Prompt do Windows; veja lista Conheça os principais comandos do Prompt do Windows; veja lista Embora nem todos conheçam, o Prompt do Windows possui comandos interessantes e que podem ser úteis em algumas situações e até mesmo mais

Leia mais

Manual de Instalação de Telecentros Comunitários. Ministério das Comunicações

Manual de Instalação de Telecentros Comunitários. Ministério das Comunicações Manual de Instalação de Telecentros Comunitários Ministério das Comunicações As informações contidas no presente documento foram elaboradas pela International Syst. Qualquer dúvida a respeito de seu uso

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

Windows 98 e Windows Me

Windows 98 e Windows Me Windows 98 e Windows Me "Etapas preliminares" na página 3-27 "Etapas de instalação rápida em CD-ROM" na página 3-28 "Outros métodos de instalação" na página 3-28 "Solução de problemas do Windows 98 e Windows

Leia mais

AULA 10 TUTORIAL VIRTUALBOX

AULA 10 TUTORIAL VIRTUALBOX AULA 10 TUTORIAL VIRTUALBOX 1 Sumário Tutorial VirtualBox - Configurações e Utilização... 3 Requisitos Mínimos... 3 Compatibilidade... 3 Download... 3 Instalação do VirtualBox... 4 Criando a Máquina Virtual

Leia mais

Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8

Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8 Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8 Este arquivo ReadMe contém as instruções para a instalação dos drivers de impressora PostScript e PCL

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Produto: n-control MSI Versão: 4.6 Versão do Doc.: 1.0 Autor: Aline Della Justina Data: 17/06/2011 Público-alvo: Clientes e Parceiros NDDigital Alterado por: Release Note: Detalhamento

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 18 de fevereiro de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é

Leia mais

Compartilhar a conexão no Windows XP

Compartilhar a conexão no Windows XP Compartilhar a conexão no Windows XP Os passos para compartilhar a conexão no XP são quase idênticos aos do Windows 2000. Depois de instalar a segunda placa de rede, que será detectada automaticamente

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS Se todos os computadores da sua rede doméstica estiverem executando o Windows 7, crie um grupo doméstico Definitivamente, a forma mais

Leia mais

Exigências de Sistema. Significado de cada LED. Conteúdo da embalagem. Instalação e Configurações

Exigências de Sistema. Significado de cada LED. Conteúdo da embalagem. Instalação e Configurações Exigências de Sistema 1. Processador Pentium 200MHZ ou mais 2. Windows 98SE, Windows Me, Windows 2000, Windows XP, Windows Vista e Windows 7. 3. 64MB de RAM ou mais. 4. 25MB de espaço livre no disco Significado

Leia mais

Configuração e Partilha de Pastas / ICS

Configuração e Partilha de Pastas / ICS Configuração e Partilha de Pastas / ICS 1. Comunicação entre 2 máquinas. 1.1 Windows Xp Clicar no símbolo de rede no canto inferior direito. 1.2 Ligação área Local No separador Geral Clicar em propriedades.

Leia mais

Por que você precisa alterar o tipo de AppleTalk. Antes de alterar a configuração. Alterar o tipo de AppleTalk

Por que você precisa alterar o tipo de AppleTalk. Antes de alterar a configuração. Alterar o tipo de AppleTalk Por que você precisa alterar o tipo de AppleTalk 1 A impressora J110 requer que você altere o tipo de AppleTalk para poder imprimir trabalhos de em rede AppleTalk. Antes de alterar a configuração Verifique

Leia mais

Winco VPN - SSL Manual do Usuário

Winco VPN - SSL Manual do Usuário Winco VPN - SSL Manual do Usuário 1 1. Introdução...3 1.1. Características Técnicas...3 1.2. Vantagens da Winco VPN - SSL...4 2. Requisitos de Instalação...5 2.1. Sistemas Operacionais com suporte...5

Leia mais

Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede

Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede Uma Rede de Computadores consistem em dois ou mais dispositivos, tais como computadores, impressoras e equipamentos relacionados, os

Leia mais

Manual de utilização do site de contatos

Manual de utilização do site de contatos Manual de utilização do site de contatos O site de contatos da Cestalto é uma área exclusiva para representantes de vendas, que serve para registrar os contatos que você realizar com seus clientes. Assim,

Leia mais

Capítulo Rede cliente-servidor com o Windows 2000 Server

Capítulo Rede cliente-servidor com o Windows 2000 Server 5 Capítulo Rede cliente-servidor com o Windows 2000 Server Mostraremos neste capítulo como configurar uma rede cliente-servidor com o Windows 2000 Server. Este sistema é derivado do Windows NT e faz parte

Leia mais

Executando o Modo Windows XP com Windows Virtual PC

Executando o Modo Windows XP com Windows Virtual PC Executando o Modo Windows XP com Windows Virtual PC Um guia para pequenas empresas Conteúdo Seção 1: Introdução ao Modo Windows XP para Windows 7 2 Seção 2: Introdução ao Modo Windows XP 4 Seção 3: Usando

Leia mais

AULA 06 CRIAÇÃO DE USUÁRIOS

AULA 06 CRIAÇÃO DE USUÁRIOS AULA 06 CRIAÇÃO DE USUÁRIOS O Windows XP fornece contas de usuários de grupos (das quais os usuários podem ser membros). As contas de usuários são projetadas para indivíduos. As contas de grupos são projetadas

Leia mais