O desafio: Promover um contexto mais favorável para que novos negócios e empresas possam florescer

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O desafio: Promover um contexto mais favorável para que novos negócios e empresas possam florescer"

Transcrição

1 NESTA EDIÇÃO INTRODUÇÃO SOBRE O M O SUCESSO DOS CICLOS DE MENTORING! INICIATIVAS DE NETWORKING DO M I LANÇAMENTO DA PLATAFORMA DE APRENDIZAGEM E NETWORKING DO M! FIQUE ATENTO/A! Introdução O desafio: Promover um contexto mais favorável para que novos negócios e empresas possam florescer A Europa necessita de mais empreendedores e empresas! Face à fragilidade económica e à elevada taxa de desemprego na maioria dos países Europeus, é cada vez mais evidente que uma das respostas à crise socioeconómica é: o empreendedorismo! São várias as iniciativas de âmbito Europeu que têm vindo a apoiar novos empreendedores com o objetivo de promover o espírito empreendedor. No entanto, é ainda necessário apostar na promoção e criação de ambientes mais favoráveis e sustentáveis que promovam o apoio à criação e maturação de ideias de negócio. A questão que se coloca é: como apoiar os empreendedores e promover um contexto mais favorável para que novos negócios e empresas possam florescer? O envolvimento num processo de mentoring é, sem dúvida, uma oportunidade de desenvolvimento para novos empreendedores. Pequenos negócios que b e n e fi c i e m d e o r i e n t a ç ã o p o r p a r t e d e empreendedores/mentores experientes e de confiança, sobrevivem duas vezes mais, uma vez que o mentoring lhes proporciona as ferramentas e instrumentos essenciais para lidarem com os diferentes desafios e constrangimentos que vão surgindo. Sobre o M M - Mentoring, Networking e Formação para Empreendedores Europeus ( ) é um projeto Europeu cofinanciado no âmbito do Programa Erasmus+ da Comissão Europeia, que tem como objetivo fundamental apoiar através de mentoring, novos empreendedores e mentees de toda Europa. Para este efeito, o consórcio promoveu um conjunto de ciclos de mentoring dirigidos a todos os empreendedores, em particular os empreendedores envolvidos no programa Erasmus para Jovens Empreendedores, tendo por base a metodologia de Mentoring Circles. Esta metodologia, desenvolvida pelo parceiro Inova Consultancy, foca-se essencialmente na aprendizagem e desenvolvimento pessoal, permitindo aos participantes a partilha de conhecimento e a aprendizagem entre pares, num contexto de aprendizagem em grupo. Este processo desafia e encoraja os participantes a partilharem as suas competências, necessidades e desafios, refletindo e partilhando, em simultâneo, possíveis alternativas e soluções a esses desafios. página 1

2 Paralelamente, foi desenvolvido no âmbito do mesmo projeto, uma plataforma de aprendizagem e networking, na qual os empreendedores podem obter informação, aceder a instrumentos e a oportunidades para startups em toda a Europa, assim bem como identificar parceiros de negócios. Nesta comunidade, os empreendedores podem ainda obter novas ideias e orientação na implementação e desenvolvimento do seu negócio. O consórcio do M integra 7 parceiros de 5 países Europeus: Polónia (INnCREASE SP. z o.o. - coordenador), Portugal (Mentortec), Grécia (Militos S.A. e knowl), Itália (Viteco e Quality Program) e do Reino Unido (Inova Consultancy). O Sucesso dos 1º Ciclo de Mentoring! 2 meses // 4 países Europeus // 21 Mentees No total, 21 novos empreendedores de toda a Europa participaram nos primeiros Ciclos de Mentoring, promovidos em 4 países Europeus Polónia, Itália, Portugal e Grécia, alguns dos quais estiveram envolvidos no programa Erasmus para Jovens Empreendedores (EYE). Cada um dos ciclos envolveu, no mínimo, 5 mentees e 1 facilitador que partilhavam um objetivo em comum: explorar a possibilidade de avançar com a sua ideia ou de apostar no crescimento do seu negócio. Os facilitadores tiveram a oportunidade de obter formação também no âmbito do projeto M, participando num workshop dinamizado pela Inova Consultancy em Sheffield, Reino Unido (setembro 2015). Os Ciclos de Mentoring foram organizados em três ou quatro sessões de cerca de 4h cada, com o objetivo de testar, adaptar e validar a metodologia, instrumentos e ferramentas desenvolvidos no projeto M, tendo por base a plataforma também concebida. O feedback global dos empreendedores foi bastante positivo, sendo de destacar o facto de os ciclos terem tido um impacto positivo nos seus negócios. Um dos aspetos mais positivos referidos pelos mentees foi a possibilidade de interagirem entre si, o que lhes permitiu trocar ideias, experiências e perspetivas como nunca tinham experienciado. 1º Ciclo de Mentoring na Polónia (Varsóvia) // Inncrease A.L. Recomendo, sem qualquer dúvida, o Ciclo de Mentoring, em particular para os empreendedores que pretendam gerir o seu negócio e que necessitem de motivação e inspiração para avançar com o mesmo. K.P. Obtive muito conhecimento sobre como gerir um negócio e os riscos associados ao mesmo; como preparar um plano de negócios e obtive também informação sobre outros aspetos que são novidade para mim, mas relevantes para o meu negócio. D.J. O Ciclo de Mentoring permite que os mentees conheçam os seus objetivos e os definam de forma precisa/concreta. página 2

3 1º Ciclo de Mentoring em Itália (Matera) // Quality Program Tal como acontece quando estamos a ler um livro e estamos quase a acabar e só nos apetece continuar a ler, eu senti o mesmo em relação à última sessão: esperava que não fosse a última. Fiquei feliz por perceber que a última sessão não seria a última e que o ciclo poderia ter continuidade não só ao longo do projeto M, mas através de outras oportunidades de partilha entre empreendedores. Decidi participar nesta sessão piloto, fundamentalmente porque iria melhorar as minhas competências empreendedoras, de modo a garantir que a minha atividade criativa tivesse maior retorno e fosse sustentável. Na primeira sessão tinha como objetivo conhecer a metodologia e compreender em que medida a mesma me poderia ajudar. A informação disponibilizada foi clara e foi possível compreender o processo de uma forma concreta, o que me motivou para participar nas sessões seguintes. Estava curiosa para conhecer a metodologia deste ciclo. Participei em diversos cursos sobre empreendedorismo e startups, mas num formato tradicional, em contexto de sala de formação e numa lógica de formador-formando. A ideia e experiência num ciclo de pares com um facilitador é, sem dúvida mais atrativa. O resultado foi satisfatório e sinto-me mais confiante para dar os próximos passos. Inicialmente senti-me tímida para partilhar os meus sentimentos, mas depois senti que me compreendiam e que estávamos em igualdade de circunstâncias. 1º Ciclo de Mentoring em Portugal (Matosinhos) // Mentortec 1º Ciclo de Mentoring na Grécia (Atenas) // knowl R.E.: O Ciclo de Mentoring foi importante para eu refletir sobre os desafios e problemas com os quais estou a lidar neste momento na minha empresa R.S.: O Ciclo de Mentoring teve um impacto enorme na minha capacidade de autorreflexão e de autoavaliação das minhas capacidades e competências e que são estratégicas para a minha empresa. J.O.: A oportunidade para partilhar e interagir com outros empreendedores foi o resultado mais importante do Ciclo de Mentoring, uma vez que me permitiu identificar novas soluções e alternativas para os desafios e problemas que estou a enfrentar neste momento no meu negócio. E.K.: O Ciclo de Mentoring ajudou-me a clarificar as minhas ideias, aspirações e prioridades de uma forma que não poderia imaginar. R.K. Recomendaria, sem qualquer dúvida, o Ciclo de Mentoring! Durante este ciclo fui capaz de definir objetivos, calendarização, definir tarefas e passar à ação D.B. Eu tive o empurrão que necessitava e aprendi como posso motivar a minha equipa. Obtive ideias e orientações fantásticas sobre motivação! página 3

4 Iniciativas de Networking do M Participantes // 4 países Europeus Várias iniciativas de networking foram dinamizadas em 4 países Europeus, envolvendo mentores mentees que participaram no 1º Ciclo de Mentoring, numa sessão aberta de partilha de perspetivas, experiências e sinergias. O 1º evento da Polónia subordinado ao tema 'M o mais importante num negócio de sucesso' decorreu em Varsóvia no dia 19 de novembro de 2015 e contou com 10 participantes, na sua maioria novos empreendedores ou aspirantes a empreendedores. A audiência era composta por 6 novos empreendedores, 2 pessoas com ideias de negócio, 1 estudante e 1 representante local do programa Erasmus para Jovens Empreendedores. No geral, os participantes estavam particularmente interessados em conhecer novas soluções de apoio a empreendedores/negócios e em compreender os benefícios de se participar nas sessões de mentoring. Os participantes tiveram a oportunidade de conhecer os resultados do projeto, assim bem como o feedback dos mentees e mentores relativo ao Ciclo de Mentoring, a que se seguiu um momento de networking. O 1º evento em Portugal, decorreu a 3 de dezembro de , e n v o l v e n d o 1 1 p a r t i c i p a n t e s e n t r e empreendedores de sucesso, mentores, consultores e profissionais de educação de formação profissional. O principal objetivo deste evento foi o de introduzir os produtos desenvolvidos pela parceria do projeto M - Mentoring, Networking e Formação para Empreendedores Europeus, nomeadamente as Competências-Chave para o Mentoring e a Plataforma de Aprendizagem e Networking. página 4

5 O 1º evento em Itália decorreu em Matera no dia 17 de novembro de 2015, tendo tido 16 participantes, incluindo novos empreendedores, startups e organizações de apoio ao desenvolvimento de empresas. O 1º evento de Networking na Grécia decorreu em Atenas em dezembro de Foram 15 os participantes, incluindo novos empreendedores (um dos quais do programa Erasmus para Jovens Empreendedores), 3 participantes com ideias de negócio, 6 mentores com experiência em empreendedorismo e o Gestor Geral de um organismo de financiamento. Durante o evento, a atividade M - Freeze and Biz permitiu quebrar o gelo entre os participantes, o que foi essencial para a discussão ativa entre os mesmos. Neste evento, os participantes tiveram oportunidade de se darem a conhecer em apenas alguns minutos e potenciando, assim, oportunidades de negócio! Lançamento da Plataforma de Aprendizagem e de Networking do M A Plataforma de Aprendizagem e de Networking do M já se encontra disponível em Esta plataforma é um espaço para partilha de experiências de empreendedorismo e aprendizagem a nível Europeu. Aqui, novos empreendedores e empreendedores de sucesso têm a oportunidade de interagir, cooperar e partilhar ideias, informações e dicas. Desafiamo-lo/a a conhecer e explorar a nossa plataforma, a registar-se, partilhar perspetivas e ideias de negócio! Fique atento/a a todas as novidades do projeto e aos 2º Ciclos de Mantoring e outras iniciativas que decorrerão entre março e abril de 2016 Polónia Katarzyna Pydzinska Azevedo: Itália Paolo Montemurro: Portugal Andreia Monteiro: Grécia Katerina Vasileiou: Contacte-nos através de página 5 social enterprise

MENTEE Mentoring, Networking e Formação para Empreendedores Europeus. Quadro de Competências-chave para o Mentoring

MENTEE Mentoring, Networking e Formação para Empreendedores Europeus. Quadro de Competências-chave para o Mentoring MENTEE Mentoring, Networking e Formação para Empreendedores Europeus Proj. nº: 2014-1-PL01-KA202-003383 Quadro de Competências-chave para o Mentoring Maio 2015 Índice 1. Introdução... 3 2. Quadro de Competências-Chave

Leia mais

MENTEE Mentoring, Networking e Formação para Empreendedores Europeus

MENTEE Mentoring, Networking e Formação para Empreendedores Europeus MENTEE Mentoring, Networking e Formação para Empreendedores Europeus Proj.n.º: 2014-1-PL01-KA202-003383 Quadro de Competências-Chave para o Empreendedorismo Maio 2015 Índice 1. Introdução...3 2. Quadro

Leia mais

CRIATIVIDADE E ECONOMIA INOVAÇÂO E INTERNACIONALIZAÇÃO

CRIATIVIDADE E ECONOMIA INOVAÇÂO E INTERNACIONALIZAÇÃO CRIATIVIDADE E ECONOMIA INOVAÇÂO E INTERNACIONALIZAÇÃO Criatividade e Economia Identificamos 4 pilares complementares que deveriam ter um papel dinamizador para a promoção do empreendedorismo e a articulação

Leia mais

Durante os últimos meses, a parceria tem trabalhado nos produtos finais do projecto T-STORY, a saber:

Durante os últimos meses, a parceria tem trabalhado nos produtos finais do projecto T-STORY, a saber: T- Story NEWSLETTER April 2014 June 2013 Edition N. Apresentamos a newsletter oficial do projeto T-Story - Storytelling Aplicado à Educação e Formação, um projeto financiado pela ação transversal Atividade-chave

Leia mais

Uma iniciativa da câmara municipal do porto e da fundação da juventude.

Uma iniciativa da câmara municipal do porto e da fundação da juventude. Uma iniciativa da câmara municipal do porto e da fundação da juventude. ÍNDICE NOTA INTRODUTÓRIA PROGRAMA EMPREENDE JOVEM Objetivos Para quem Iniciativas PLATAFORMA EMPREENDEJOVEM MOVE YOUR WAY @ PORTO

Leia mais

EMPREENDEDO- RISMO E EMPREGABILIDADE

EMPREENDEDO- RISMO E EMPREGABILIDADE EMPREENDEDO- RISMO E EMPREGABILIDADE Programa de Ocupação de Jovens (POJ) Descrição: Programa que proporciona a jovens experiências iniciais de contacto com o mercado de trabalho facilitando o desenvolvimento

Leia mais

CONCURSO PARA ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE PARTICIPAÇÃO NO BOOTCAMP EM EMPREENDEDORISMO SOCIAL SANTA MARIA DA FEIRA INOVAÇÃO SOCIAL

CONCURSO PARA ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE PARTICIPAÇÃO NO BOOTCAMP EM EMPREENDEDORISMO SOCIAL SANTA MARIA DA FEIRA INOVAÇÃO SOCIAL CONCURSO PARA ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE PARTICIPAÇÃO NO BOOTCAMP EM EMPREENDEDORISMO SOCIAL SANTA MARIA DA FEIRA INOVAÇÃO SOCIAL Janeiro de 2016 ÍNDICE 1 Sumário Executivo 2 Concurso para atribuição de bolsas

Leia mais

DOSSIER DE APRESENTAÇÃO

DOSSIER DE APRESENTAÇÃO DOSSIER DE APRESENTAÇÃO O índice de desemprego jovem atinge os 34,8% em Portugal, umas das maiores taxas de desemprego jovem na União Europeia. in Tendências Globais de Emprego para a Juventude 2015, Organização

Leia mais

Programa BIP/ZIP 2016

Programa BIP/ZIP 2016 Programa BIP/ZIP 2016 FICHA DE CANDIDATURA Refª: 051 BOUTIQUE DO BAIRRO Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone:

Leia mais

PROGRAMA EMPREENDEDORISMO SOCIAL AMARNTE

PROGRAMA EMPREENDEDORISMO SOCIAL AMARNTE PROGRAMA EMPREENDEDORISMO SOCIAL AMARNTE APRESENTAÇÃO DESAFIOS DE INOVAÇÃO SOCIAL DE AMARANTE Março de 2016 PROMOTOR Vê o que for mais confortável. PARCEIRO DE FORMAÇÃO ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO 2 INICIATIVA

Leia mais

O que é o programa Liderança Para a Mudança (LPM)?

O que é o programa Liderança Para a Mudança (LPM)? O que é o programa Liderança Para a Mudança (LPM)? O Liderança para a Mudança é um programa de aprendizagem activa para o desenvolvimento dos enfermeiros como líderes e gestores efectivos num ambiente

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DE ATRAÇÃO DE INVESTIMENTO

PLANO MUNICIPAL DE ATRAÇÃO DE INVESTIMENTO PLANO MUNICIPAL DE 1. CONSELHO ESTRATÉGICO ECONÓMICO DE PENAFIEL Criação de um conselho consultivo capaz de agregar agentes económicos do concelho, parceiros estratégicos e personalidades de reconhecido

Leia mais

Plano Nacional de Leitura

Plano Nacional de Leitura 2012-2014 Plano Nacional de Leitura 1 I. O que motivou o projeto? Centralidade da leitura Leitura como ponto de partida para: - Aprender (competência transversal ao currículo) - Colaborar - Interagir /

Leia mais

Erasmus+ Agência Nacional Erasmus+ - Educação e Formação Rui Gato

Erasmus+ Agência Nacional Erasmus+ - Educação e Formação  Rui Gato Erasmus+ Agência Nacional Erasmus+ - Educação e Formação www.erasmusmais.pt Rui Gato Erasmus+ O Erasmus+ é o programa da UE nos domínios da educação, da formação, da juventude e do desporto para o período

Leia mais

ENTRExplorer: a Serious Game for Immersive Entrepreneurs

ENTRExplorer: a Serious Game for Immersive Entrepreneurs ENTRExplorer: a Serious Game for Immersive Entrepreneurs www.entrexplorer.com www.facebook.com/entrexplorer Objetivos do Projeto Objetivos do projeto ENTRExplorer: - Desenvolver um jogo online realista

Leia mais

Aliança para a prevenção rodoviária

Aliança para a prevenção rodoviária Aliança para a prevenção rodoviária 1 Aliança para a prevenção rodoviária O número de vítimas mortais resultante de acidentes rodoviários em Portugal continua a ser preocupante. Apesar da gravidade atribuída

Leia mais

O projecto Potencial C inclui ainda um número limitado de actividades a decorrer fora do país. Objectivos:

O projecto Potencial C inclui ainda um número limitado de actividades a decorrer fora do país. Objectivos: O projecto Potencial C é uma iniciativa da Agência INOVA e é constituído por um conjunto integrado e abrangente de actividades que, ao longo de 24 meses, procurará estimular a criação de empresas no âmbito

Leia mais

24 SETEMBRO A 1 OUTUBRO 2017 CENTRO DE CONGRESSOS DA ALFÂNDEGA DO PORTO, PORTUGAL SAVE THE DATE VAMOS PROMOVER JUNTOS A INOVAÇÃO PARA A ÁGUA!

24 SETEMBRO A 1 OUTUBRO 2017 CENTRO DE CONGRESSOS DA ALFÂNDEGA DO PORTO, PORTUGAL SAVE THE DATE VAMOS PROMOVER JUNTOS A INOVAÇÃO PARA A ÁGUA! 24 SETEMBRO A 1 OUTUBRO 2017 CENTRO DE CONGRESSOS DA ALFÂNDEGA DO PORTO, PORTUGAL SAVE THE DATE VAMOS PROMOVER JUNTOS A INOVAÇÃO PARA A ÁGUA! Durante oito dias, a cidade do Porto vai transformar-se na

Leia mais

CLUBE DE EMPREGO SOCIOHABITAFUNCHAL PLANO DE ACTIVIDADES

CLUBE DE EMPREGO SOCIOHABITAFUNCHAL PLANO DE ACTIVIDADES PLANO DE ACTIVIDADES 2010 2011 Identificação Entidade: Sociohabitafunchal, E.M Animadora: Célia Dantas Localização: Centro Cívico de Santo António Designação O Clube de Emprego é um serviço promovido pelo

Leia mais

A StartUp BUZZ Mapping the route to your entrepreneurial dreams

A StartUp BUZZ Mapping the route to your entrepreneurial dreams A StartUp BUZZ Mapping the route to your entrepreneurial dreams A StartUp BUZZ é uma organização dedicada a promover o empreendedorismo e inspirar os jovens a adoptarem uma atitude audaz face a um mundo

Leia mais

COLÓQUIO SAÚDE NO TRABALHO

COLÓQUIO SAÚDE NO TRABALHO COLÓQUIO SAÚDE NO TRABALHO GESTÃO DO STRESSE E MOTIVAÇÃO STI Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos Carlos Jorge Pereira Porto 30-09-2016 ACT ACT https://www.youtube.com/watch?v=wuypuh9ojce TÍTULO DA

Leia mais

Grupo de Trabalho Temático para a Educação para o Empreendedorismo

Grupo de Trabalho Temático para a Educação para o Empreendedorismo Grupo de Trabalho Temático para a Educação para o Empreendedorismo Relatório Final Comissão Europeia, 2014 Sumário executivo Através do presente relatório, a Comissão Europeia pretende apoiar a implementação

Leia mais

FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO

FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Organização Fundação Ageas Agir com Coração Diretor(a) Célia Inácio Setor de Atividade Solidariedade Social Número de Efetivos 0 NIF 504 363 425 Morada Avenida do Mediterrâneo,

Leia mais

POAT/FSE: Gerir, Conhecer e Intervir

POAT/FSE: Gerir, Conhecer e Intervir POAT/FSE: Gerir, Conhecer e Intervir 1. INTRODUÇÃO O presente seminário, realizado em Loures no dia 13 de Novembro de 2014 numa organização conjunta SERGA com a Câmara Municipal de Loures contou com a

Leia mais

REDE DE MEDIADORES PARA O SUCESSO ESCOLAR

REDE DE MEDIADORES PARA O SUCESSO ESCOLAR REDE DE MEDIADORES PARA O SUCESSO ESCOLAR REDE DE MEDIADORES PRINCÍPIOS DE INTERVENÇÃO REDE DE MEDIADORES PRINCÍPIOS DE INTERVENÇÃO REDE DE MEDIADORES FASES DE INTERVENÇÃO REDE DE MEDIADORES EIXOS DE INTERVENÇÃO

Leia mais

A ALER E O SEU PAPEL NO APOIO À REGULAÇÃO DE ENERGIAS RENOVÁVEIS

A ALER E O SEU PAPEL NO APOIO À REGULAÇÃO DE ENERGIAS RENOVÁVEIS A ALER E O SEU PAPEL NO APOIO À REGULAÇÃO DE ENERGIAS RENOVÁVEIS IX Conferência RELOP 5 de Dezembro de 2016 O QUE É E PARA QUE SERVE A ALER PROMOTORA A ALER é uma associação sem fins lucrativos que tem

Leia mais

CICLO MCT. Mentoring, Coaching e Training. Coordenador Estratégico de IES

CICLO MCT. Mentoring, Coaching e Training. Coordenador Estratégico de IES CICLO MCT Mentoring, Coaching e Training Coordenador Estratégico de IES Ciclo MCT Mentoring, Coaching e Training Coordenador Estratégico de IES Mentoring Inspira o participante a melhorar seu desempenho

Leia mais

ERASMUS+ OPÇÕES PARA O FUTURO DA EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO. E d u c a ç ã o e F o r m a ç ã o

ERASMUS+ OPÇÕES PARA O FUTURO DA EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO. E d u c a ç ã o e F o r m a ç ã o ERASMUS+ E d u c a ç ã o e F o r m a ç ã o OPÇÕES PARA O FUTURO DA EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO SEMINÁRIO DESAFIO PORTUGAL 2020 EDUCAÇÃO, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E MERCADO DE TRABALHO: IMPACTO NA ECONOMIA PORTUGUESA

Leia mais

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. Documento de Apoio: Desagregação das medidas e das tipologias de atividades

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. Documento de Apoio: Desagregação das medidas e das tipologias de atividades Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento Documento de Apoio: Desagregação das medidas e das tipologias de atividades Desagregação das medidas e das tipologias de atividades ESTRATÉGIA NACIONAL

Leia mais

Forum AMP Empreendedorismo Social 2020

Forum AMP Empreendedorismo Social 2020 Forum AMP Empreendedorismo Social 2020 Porto 29 junho 2016 www.akdn.org 1 AGA KHAN DEVELOPMENT NETWORK AKDN geographic presence: 30 countries in 7 regions Fundação Aga Khan - Portugal A misão em Portugal

Leia mais

EIXO 1: EMPREGO, QUALIFICAÇÃO, EMPREENDEDORISMO E INICIATIVA LOCAL

EIXO 1: EMPREGO, QUALIFICAÇÃO, EMPREENDEDORISMO E INICIATIVA LOCAL EIXO 1: EMPREGO, QUALIFICAÇÃO, EMPREENDEDORISMO E INICIATIVA LOCAL Desenvolver as condições facilitadoras da criação de emprego, combate ao desemprego e incentivo à iniciativa local referente ao empreendedorismo

Leia mais

A introdução de quadros de garantia da qualidade no Ensino e Formação Profissionais (EFP) tornouse uma prioridade nos últimos anos.

A introdução de quadros de garantia da qualidade no Ensino e Formação Profissionais (EFP) tornouse uma prioridade nos últimos anos. A introdução de quadros de garantia da qualidade no Ensino e Formação Profissionais (EFP) tornouse uma prioridade nos últimos anos. Para efeitos de implementação do Quadro de Referência Europeu de Garantia

Leia mais

Programa de apoio psico-educativo para pessoas idosas com demência e suas famílias

Programa de apoio psico-educativo para pessoas idosas com demência e suas famílias Programa de apoio psico-educativo para pessoas idosas com demência e suas famílias Sara Guerra, Álvaro Mendes, Daniela Figueiredo, Liliana Sousa Mundialmente 2000: mais de 25 milhões de pessoas com demência.

Leia mais

DECLARAÇÃO DE LUANDA IV REUNIÃO DOS PONTOS FOCAIS DE GOVERNAÇÃO ELETRÓNICA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA

DECLARAÇÃO DE LUANDA IV REUNIÃO DOS PONTOS FOCAIS DE GOVERNAÇÃO ELETRÓNICA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA DECLARAÇÃO DE LUANDA IV REUNIÃO DOS PONTOS FOCAIS DE GOVERNAÇÃO ELETRÓNICA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Os Pontos Focais da Governação Eletrónica da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa

Leia mais

Mobilidade em contexto Europeu

Mobilidade em contexto Europeu Mobilidade em contexto Europeu IEFP - EURES Volta de Apoio ao Emprego Braga, 28 de outubro de 2016 Mobilidade Geográfica De / para países terceiros (Europa além-eee e transcontinental) UE/EEE + Suíça Local

Leia mais

RECOMENDA AO GOVERNO A ADOÇÃO DE MEDIDAS QUE PROMOVAM A CAPITALIZAÇÃO DAS EMPRESAS E A DIVERSIFICAÇÃO DAS SUAS FONTES DE FINANCIAMENTO

RECOMENDA AO GOVERNO A ADOÇÃO DE MEDIDAS QUE PROMOVAM A CAPITALIZAÇÃO DAS EMPRESAS E A DIVERSIFICAÇÃO DAS SUAS FONTES DE FINANCIAMENTO PROJETO DE RESOLUÇÃO N.º /XIII/1.ª RECOMENDA AO GOVERNO A ADOÇÃO DE MEDIDAS QUE PROMOVAM A CAPITALIZAÇÃO DAS EMPRESAS E A DIVERSIFICAÇÃO DAS SUAS FONTES DE FINANCIAMENTO O elevado grau de endividamento

Leia mais

Uma Rede Europeia de Políticas sobre Competências-Chave na Educação Escolar http://keyconet.eun.org Sobre o projeto KeyCoNet KeyCoNet (2012-14) é uma rede centrada na identificação e análise de iniciativas

Leia mais

Descrição do Curso de Verão

Descrição do Curso de Verão Descrição do Curso de Verão Portugal - 1 de 7 - Introdução O BEST Board of European Students of Technology é uma associação sem fins lucrativos, políticos ou religiosos que reúne estudantes de Engenharia,

Leia mais

ACELERA + PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DE NOVOS PROJETOS EMPRESARIAIS. Workshops de Trabalho e Capacitação Start-ups e Empreendedores

ACELERA + PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DE NOVOS PROJETOS EMPRESARIAIS. Workshops de Trabalho e Capacitação Start-ups e Empreendedores ACELERA + PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DE NOVOS PROJETOS EMPRESARIAIS Workshops de Trabalho e Capacitação Start-ups e Empreendedores Objetivos Dotar os jovens empreendedores de conhecimentos e competências-base

Leia mais

A. INFORMAÇÃO BÁSICA

A. INFORMAÇÃO BÁSICA PORTUGAL (2) - 2012 CLUBE EUROPEU A. INFORMAÇÃO BÁSICA Calendário País : : (data de início e fim) Título da iniciativa : Coordenador(a)/ Organização : Competências essenciais abordadas : (na língua original

Leia mais

Edu-Action. Erasmus+ _Ka.2 Capacity Building in the field of youth

Edu-Action. Erasmus+ _Ka.2 Capacity Building in the field of youth Edu-Action Erasmus+ _Ka.2 Capacity Building in the field of youth MOTIVAÇÃO INERENTE AO PROJETO O Abandono Escolar é um fenómeno muito preocupante dentro e fora da UE: Ao nível Europeu 12% (2013) Itália

Leia mais

A Startup Portugal é a estratégia do Governo da República para o Empreendedorismo

A Startup Portugal é a estratégia do Governo da República para o Empreendedorismo A Startup Portugal é a estratégia do Governo da República para o Empreendedorismo Pensada a quatro anos, foca-se em 3 áreas de atuação: I. Ecossistema II. Financiamento III. Internacionalização Mais do

Leia mais

O QUE É MENTORING... 3 O PROGRAMA... 3 OBJETIVOS DO PROGRAMA... 4 FASES DO PROGRAMA... 5 FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA... 5

O QUE É MENTORING... 3 O PROGRAMA... 3 OBJETIVOS DO PROGRAMA... 4 FASES DO PROGRAMA... 5 FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA... 5 Guia 2 ÍNDICE O QUE É MENTORING... 3 O PROGRAMA... 3 OBJETIVOS DO PROGRAMA... 4 FASES DO PROGRAMA... 5 FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA... 5 PAPÉIS E RESPONSABILIDADES... 6 BENEFÍCIOS QUE O MENTOR TRAZ PARA O

Leia mais

RELATÓRIO II SEMANA TUDO EMPREENDEDOR REDE GLOBAL DE EMPREENDEDORISMO RGE - ENDEAVOR ALAGOAS - PERNAMBUCO - PARAÍBA PARCERIA:

RELATÓRIO II SEMANA TUDO EMPREENDEDOR REDE GLOBAL DE EMPREENDEDORISMO RGE - ENDEAVOR ALAGOAS - PERNAMBUCO - PARAÍBA PARCERIA: RELATÓRIO II SEMANA TUDO EMPREENDEDOR 2015 PARCERIA: REDE GLOBAL DE EMPREENDEDORISMO RGE - ENDEAVOR ALAGOAS - PERNAMBUCO - PARAÍBA 1 AGRADECIMENTO Prezados (as) Sr (as), Encerramos, em 2015, mais uma edição

Leia mais

Planificação de Atividades do Serviço de Psicologia e Orientação Ano Letivo 2012 / 2013

Planificação de Atividades do Serviço de Psicologia e Orientação Ano Letivo 2012 / 2013 Planificação de Atividades do Serviço de Psicologia e Orientação Ano Letivo 2012 / 2013 Psicóloga Ana Rita Antunes (2º e 3º Ciclos e Coordenadora do Serviço de Psicologia e Orientação) Psicóloga Filipa

Leia mais

Plano de Actividades e Orçamento 2010

Plano de Actividades e Orçamento 2010 Plano de Actividades e Orçamento 2010 1 2 1. Missão A CooLabora é uma cooperativa de consultoria e intervenção social criada em 2008. Tem por missão contribuir para a inovação social no desenvolvimento

Leia mais

Objetivos do Erasmus+

Objetivos do Erasmus+ Objetivos do Erasmus+ O Programa Erasmus+ contribui para - os objetivos da Estratégia Europa 2020, incluindo o grande objetivo em matéria de educação; - os objetivos do Quadro Estratégico para a cooperação

Leia mais

vai mais além NOS TEUS HORIZONTES

vai mais além NOS TEUS HORIZONTES Mobilidade E COOPERAÇÃO PROGRAMA COMENIUS vai mais além NOS TEUS HORIZONTES O Programa COMENIUS A O Programa setorial Comenius, que integra o Programa Aprendizagem ao Longo da Vida (PALV), visa melhorar

Leia mais

EDIÇÃO ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA PARA A QUALIDADE ANO XLIV Qualidade Glocal Entrevista a presidente da RELACRE 40 º Colóquio da Qualidade

EDIÇÃO ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA PARA A QUALIDADE ANO XLIV Qualidade Glocal Entrevista a presidente da RELACRE 40 º Colóquio da Qualidade EDIÇÃO 04 ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA PARA A QUALIDADE ANO XLIV 2015 5 Qualidade Glocal Entrevista a presidente da RELACRE 40 º Colóquio da Qualidade espaço APQ UM PERCURSO EM ETAPAS PARA A EXCELÊNCIA ORGANIZACIONAL

Leia mais

Parceria para a formação financeira na Região Norte

Parceria para a formação financeira na Região Norte Parceria para a formação financeira na Região Norte Objetivos da formação financeira Elevar os conhecimentos financeiros da população Contribuir para a melhoria dos comportamentos financeiros Promover

Leia mais

Trabalho Individual Final (TIF) Ação: C523A-14_15. Avaliação das aprendizagens dos alunos refletir sobre as práticas avaliativas

Trabalho Individual Final (TIF) Ação: C523A-14_15. Avaliação das aprendizagens dos alunos refletir sobre as práticas avaliativas Trabalho Individual Final (TIF) Ação: C523A-14_15. Avaliação das aprendizagens dos alunos refletir sobre as práticas avaliativas Turma 1 Formador - Joaquim Morgado Formanda Cristina Maria Sereno Augusto

Leia mais

Aprender. Sessões para Profissionais

Aprender. Sessões para Profissionais Católica Porto Aprender a Educar Sessões para Profissionais (assistentes sociais, técnicos de instituições de acolhimento, enfermeiros, auxiliares de educação, psicólogos, etc... ) 1ª Edição 2014 O APRENDER

Leia mais

MANUAL DE COMPETÊNCIAS-CHAVE PARA NOVOS EMPREENDEDORES

MANUAL DE COMPETÊNCIAS-CHAVE PARA NOVOS EMPREENDEDORES MENTEE Mentoring, Networking e Formação para Empreendedores Europeus Proj.n.º: 2014-1-PL01-KA202-003383 MANUAL DE COMPETÊNCIAS-CHAVE PARA NOVOS EMPREENDEDORES Este relatório foi desenvolvido pela Inova

Leia mais

3. Os projetos deverão corresponder a uma das seguintes três opções: i) negócios na área do turismo ou valorização produtos endógenos, ii)

3. Os projetos deverão corresponder a uma das seguintes três opções: i) negócios na área do turismo ou valorização produtos endógenos, ii) tourismup.pt TOURISM UP é um programa de aceleração promovido pelos Territórios Criativos, em parceria com o Turismo de Portugal I.P., que tem como objetivo apoiar projetos de empreendedorismo nas áreas

Leia mais

10434/16 mc/ap/ip 1 DG B 3A

10434/16 mc/ap/ip 1 DG B 3A Conselho da União Europeia Bruxelas, 17 de junho de 2016 (OR. en) 10434/16 RESULTADOS DOS TRABALHOS de: para: Secretariado-Geral do Conselho Delegações SOC 419 EMPL 278 ECOFIN 630 SAN 271 EDUC 243 n.º

Leia mais

SEMANA DO LIVRO E DA LEITURA

SEMANA DO LIVRO E DA LEITURA SEMANA DO LIVRO E DA LEITURA A SEMANA DO LIVRO E DA LEITURA é uma iniciativa organizada pelo Colégio Parque do Falcão, no âmbito do Plano Nacional de Leitura, que visa estimular o prazer de ler e desenvolver

Leia mais

Procura de emprego na Europa

Procura de emprego na Europa Procura de emprego na Europa IEFP - EURES Volta de Apoio ao Emprego Santarém,13 de Maio, de 2016 Trabalhar noutro país Porquê ir para fora? MOTIVAÇÕES Perspetivas de emprego Enriquecimento da carreira

Leia mais

Rodrigo da Rocha Loures Presidente do CONIC-FIESP. São Paulo,07de Outubrode 2014

Rodrigo da Rocha Loures Presidente do CONIC-FIESP. São Paulo,07de Outubrode 2014 Estratégias para a Inovação e Empreendedorismo Ecossistemas Regionais de Inovação, por meio do Empreendedorismo de Base Tecnológica e empresas Startups de Classe Mundial Visão de Futuro (2022), Competitividade

Leia mais

Criação do Próprio Emprego, Negócio ou Empresa. Regulamento. apreender.fundacaoaep.pt

Criação do Próprio Emprego, Negócio ou Empresa. Regulamento. apreender.fundacaoaep.pt Criação do Próprio Emprego, Negócio ou Empresa Regulamento apreender.fundacaoaep.pt 2º Call for Ideas - Criação do Próprio Emprego, Negócio ou Empresa - Regulamento Artigo 1º Âmbito 1. O 2º Call for Ideas

Leia mais

AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO COM OS SERVIÇOS COLABORADORES

AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO COM OS SERVIÇOS COLABORADORES AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO COM OS SERVIÇOS COLABORADORES VERSÃO RESUMIDA NOTA INTRODUTÓRIA O Instituto Politécnico de Portalegre tem vindo a apostar estrategicamente num sistema de gestão de qualidade assente

Leia mais

Desenvolvimento Local de Base Comunitária Cascais DesEnvolve Alcabideche e S. Domingos de Rana. 3ª Reunião do GAL

Desenvolvimento Local de Base Comunitária Cascais DesEnvolve Alcabideche e S. Domingos de Rana. 3ª Reunião do GAL Desenvolvimento Local de Base Comunitária Cascais DesEnvolve Alcabideche e S. Domingos de Rana 3ª Reunião do GAL Alcabideche, DNA Cascais 07 de julho de 2015 ORDEM DE TRABALHOS Ponto de situação sobre

Leia mais

COMPETÊNCIAS-CHAVE PARA O MENTORING

COMPETÊNCIAS-CHAVE PARA O MENTORING MENTEE Mentoring, Networking e Formação para Empreendedores Europeus Proj. nº: 2014-1-PL01-KA202-003383 COMPETÊNCIAS-CHAVE PARA O MENTORING Este relatório foi desenvolvido pela Inova Consultancy Ltd. com

Leia mais

promovam a reflexão sobre temáticas fundamentais relacionadas com a aprendizagem da Matemática.

promovam a reflexão sobre temáticas fundamentais relacionadas com a aprendizagem da Matemática. Áreas prioritárias no apoio ao sistema educativo 1º ciclo área da Matemática Perspectivas sobre o trabalho a ser desenvolvido na área da Matemática Proposta Enquadramento A visão de que o ensino da Matemática,

Leia mais

Prémios europeus de boas práticas

Prémios europeus de boas práticas Segurança e saúde no trabalho diz respeito a todos. Bom para si. Bom para as empresas. Locais de trabalho seguros e saudáveis Juntos na prevenção dos riscos profissionais www.healthy-workplaces.eu CONVITE

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO EUROPEU

PLANO DE DESENVOLVIMENTO EUROPEU PLANO DE DESENVOLVIMENTO EUROPEU 2015-2017 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ARRIFANA, SANTA MARIA DA FEIRA PLANO DE DESENVOLVIMENTO EUROPEU AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ARRIFANA, SANTA MARIA DA FEIRA 2015-2017 Aprovado

Leia mais

Plano de ação para 2017 da Plataforma de Intercâmbio de Conhecimentos Comité das Regiões Europeu

Plano de ação para 2017 da Plataforma de Intercâmbio de Conhecimentos Comité das Regiões Europeu Plano de ação para 2017 da Plataforma de Intercâmbio de Conhecimentos Comité das Regiões Europeu A Plataforma de Intercâmbio de Conhecimentos é uma forma de cooperação entre o Comité das Regiões Europeu

Leia mais

Diretrizes para as bibliotecas escolares (IFLA/UNESCO)

Diretrizes para as bibliotecas escolares (IFLA/UNESCO) Diretrizes para as bibliotecas escolares (IFLA/UNESCO) 1.1 Missão Capítulo 1. Missão e Política A biblioteca escolar no ensino-aprendizagem para todos. A biblioteca escolar proporciona informação e ideias

Leia mais

Programa BIP/ZIP 2016

Programa BIP/ZIP 2016 Programa BIP/ZIP 2016 FICHA DE CANDIDATURA Refª: 072 remix Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone: 21 322

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA 2. OS APOIOS. Relatório Anual de Execução 2016 Resumo para os Cidadãos. Eixo 4 Qualidade e Inovação 176 Milhões

1. APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA 2. OS APOIOS. Relatório Anual de Execução 2016 Resumo para os Cidadãos. Eixo 4 Qualidade e Inovação 176 Milhões 1. APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA O Programa Operacional Capital Humano (PO CH), aprovado pela Comissão Europeia a 12 de Dezembro de 2014, constitui o principal instrumento de financiamento do Portugal 2020

Leia mais

PACTO DE AUTARCAS. Anexo à carta CdR 29/2008 EN-CP/MS/EP/if/gc.../...

PACTO DE AUTARCAS. Anexo à carta CdR 29/2008 EN-CP/MS/EP/if/gc.../... PACTO DE AUTARCAS CONSIDERANDO que o Painel Intergovernamental sobre as Alterações Climáticas confirmou que as alterações climáticas são uma realidade e que a utilização de energia relacionada com actividades

Leia mais

Procura de emprego na Europa

Procura de emprego na Europa Procura de emprego na Europa IEFP - EURES Volta de Apoio ao Emprego Fundão, 3 de Maio de 2016 Trabalhar noutro país Para ter sucesso é fundamental estar bem informado/preparado Rede EURES O que é? uma

Leia mais

ANEXO I - ORIENTAÇÃO PARA AS ESCOLAS SOBRE A IMPLANTAÇÃO/IMPLEMENTAÇÃO DOS GRÊMIOS ESTUDANTIS 2017

ANEXO I - ORIENTAÇÃO PARA AS ESCOLAS SOBRE A IMPLANTAÇÃO/IMPLEMENTAÇÃO DOS GRÊMIOS ESTUDANTIS 2017 ANEXO I - ORIENTAÇÃO PARA AS ESCOLAS SOBRE A IMPLANTAÇÃO/IMPLEMENTAÇÃO DOS GRÊMIOS ESTUDANTIS 2017 Contextualização O Projeto de Gestão Democrática da Educação foi desenvolvido pela SEE em 2016 e contou

Leia mais

ANÚNCIO DE VAGA COM VISTA À CONSTITUIÇÃO DE UMA LISTA DE RESERVA. Especialista de Recursos Humanos (M/F)

ANÚNCIO DE VAGA COM VISTA À CONSTITUIÇÃO DE UMA LISTA DE RESERVA. Especialista de Recursos Humanos (M/F) ANÚNCIO DE VAGA COM VISTA À CONSTITUIÇÃO DE UMA LISTA DE RESERVA Designação do cargo Grupo de funções/grau AD 6 Tipo de contrato Referência Prazo para apresentação de candidaturas Local de afetação Especialista

Leia mais

PLANO TIC. Equipa PTE [2012/2013] Agrupamento de Escolas Elias Garcia

PLANO TIC. Equipa PTE [2012/2013] Agrupamento de Escolas Elias Garcia PLANO TIC Equipa PTE [2012/2013] Agrupamento de Escolas Elias Garcia.] Índice 1. Contexto 2. Membros 3. Finalidades e objetivos 4. Áreas de Intervenção 4.1. Formação TIC 4.2. Projetos com TIC 4.3. Centro

Leia mais

Participar no Horizonte 2020

Participar no Horizonte 2020 Gabinete de Promoção dos Programa Quadro ID&I Participar no Horizonte 2020 Elisabete Pires NCP ICT, FET e Administração pública Castelo Branco 06/04/2016 GPPQ Criado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia

Leia mais

BASE CONCEPTUAL DO CONCURSO FOMENTO DO EMPREENDEDORISMO NOS ALUNOS DO ENSINO SUPERIOR PORTUGUÊS

BASE CONCEPTUAL DO CONCURSO FOMENTO DO EMPREENDEDORISMO NOS ALUNOS DO ENSINO SUPERIOR PORTUGUÊS BASE CONCEPTUAL DO CONCURSO FOMENTO DO EMPREENDEDORISMO NOS ALUNOS DO ENSINO SUPERIOR PORTUGUÊS 1. Introdução Na sociedade do conhecimento o desenvolvimento económico é potenciado por empresas de base

Leia mais

Curso-Piloto de Formação de Consultores de Negócios. Módulo 2 Compreender o próprio negócio

Curso-Piloto de Formação de Consultores de Negócios. Módulo 2 Compreender o próprio negócio José Soares Ferreira Projecto financiado com apoio da Comissão Europeia. A informação contida nesta publicação vincula exclusivamente o autor, não sendo a Comissão responsável pela utilização que dela

Leia mais

Bem-estar no local de trabalho

Bem-estar no local de trabalho Bem-estar no local de trabalho Resumo O stress é um assassino silencioso no mundo atarefado de hoje e é algo que já não pode ser ignorado. As equipas de Sustentabilidade e de Recursos Humanos (RH) da Sonae

Leia mais

2013/2015 PLANO DE FORMAÇÃO

2013/2015 PLANO DE FORMAÇÃO 2013/2015 PLANO DE FORMAÇÃO ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 2. OBJETIVOS 3. LEVANTAMENTO DE NECESSIDADES 4. S DE FORMAÇÃO 4.1. PESSOAL DOCENTE 4.2. PESSOAL NÃO DOCENTE ASSISTENTES ADMINISTRATIVOS 4.3. PESSOAL NÃO

Leia mais

ROTEIRO PEDAGÓGICO. Roteiro Pedagógico Curso de Formação Associado ao Estágio Profissional

ROTEIRO PEDAGÓGICO. Roteiro Pedagógico Curso de Formação Associado ao Estágio Profissional Roteiro Pedagógico Curso de Formação Associado ao Estágio Profissional ROTEIRO PEDAGÓGICO CURSO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL ASSOCIADO AO ESTÁGIO PROFISSIONAL (BEST81P) Página 1 de 18 M Mês Abril BEST81P 30

Leia mais

8096/15 jnt/pbp/ms 1 DG E - 1 C

8096/15 jnt/pbp/ms 1 DG E - 1 C Conselho da União Europeia Bruxelas, 27 de abril de 2015 (OR. en) 8096/15 SPORT 14 EDUC 108 JEUN 32 NOTA de: para: Secretariado-Geral do Conselho Comité de Representantes Permanentes/Conselho n.º doc.

Leia mais

Curso de Formação Intensiva: Comunicação com os media

Curso de Formação Intensiva: Comunicação com os media Curso de Formação Intensiva: Comunicação com os media 1. Objetivos gerais Dar a conhecer as especificidades do contexto mediático português e dotar os participantes de capacidades e competências técnicas

Leia mais

CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA. Bruxelas, 8 de Junho de /11 FREMP 66 JAI 405 COHOM 159 DROIPEN 60 NOTA

CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA. Bruxelas, 8 de Junho de /11 FREMP 66 JAI 405 COHOM 159 DROIPEN 60 NOTA CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA Bruxelas, 8 de Junho de 2011 11268/11 NOTA de: para: Assunto: FREMP 66 JAI 405 COHOM 159 DROIPEN 60 Secretariado-Geral do Conselho Conselho (Justiça e Assuntos Internos) Projecto

Leia mais

Portugal é feito de todos nós Turismo de Portugal na BTL 2014

Portugal é feito de todos nós Turismo de Portugal na BTL 2014 Portugal é feito de todos nós Turismo de Portugal na BTL 2014 Portugal é feito de todos nós é o tema da participação do Turismo de Portugal na BTL Feira Internacional de Turismo, que se realiza de 12 a

Leia mais

Todos Contam para uma cidadania financeira responsável

Todos Contam para uma cidadania financeira responsável FINKIT LITERACIA FINANCEIRA Todos Contam para uma cidadania financeira responsável LÚCIA LEITÃO BANCO DE PORTUGAL 28 de março de 2017 A FORMAÇÃO FINANCEIRA PROMOVE UMA CIDADANIA FINANCEIRA RESPONSÁVEL

Leia mais

COE COMMUNICATION ON ENGAGEMENT

COE COMMUNICATION ON ENGAGEMENT COE COMMUNICATION ON ENGAGEMENT ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DAS EMPRESAS DO SETOR PRIVADO DE EMPREGO E DE RECURSOS HUMANOS 1. DECLARAÇÃO DE APOIO CONTÍNUO AO UN GLOBAL COMPACT A APESPE RH- Associação Portuguesa

Leia mais

Índice. Introdução 3. Identificação dos pontos fortes do Agrupamento. 3. Identificação das Áreas de Melhoria. 4. Priorização das Áreas de Melhoria.

Índice. Introdução 3. Identificação dos pontos fortes do Agrupamento. 3. Identificação das Áreas de Melhoria. 4. Priorização das Áreas de Melhoria. Índice Introdução 3 Identificação dos pontos fortes do. 3 Identificação das Áreas de Melhoria. 4 Priorização das Áreas de Melhoria. 6 Ações de melhoria modelo de ficha. 8 Ações de melhoria. 8 2 Introdução

Leia mais

AGRUPAMENTO VERTICAL DE OURIQUE

AGRUPAMENTO VERTICAL DE OURIQUE AGRUPAMENTO VERTICAL DE OURIQUE Relatório de Reflexão Critica do Plano Anual de Atividades Ano Letivo 2011/2012 1ºPeríodo Índice Índice 2 Introdução 3 Grau execução e de satisfação 4 Participação dos agentes

Leia mais

VOLTA DE APOIO AO EMPREGO

VOLTA DE APOIO AO EMPREGO VOLTA DE APOIO AO EMPREGO CIDADE DAS PROFISSÕES A CIDADE DAS PROFISSÕES É UM ESPAÇO GRATUITO DE INFORMAÇÃO E CONSULTORIA SOBRE A VIDA PROFISSIONAL E O MUNDO DO TRABALHO PROMOVIDO PELA CÂMARA MUNICIPAL

Leia mais

Cluster Habitat Sustentável rede de cooperação

Cluster Habitat Sustentável rede de cooperação Cluster Habitat Sustentável rede de cooperação COIMBRA, 19/04/2012 Victor Ferreira (Plataforma Construção Sustentável) Cluster Habitat Sustentável - Rede de Cooperação O cluster Habitat? agregador em rede

Leia mais

COMEMORAÇÕES DO DIA MUNDIAL DA SAÚDE MENTAL

COMEMORAÇÕES DO DIA MUNDIAL DA SAÚDE MENTAL Em Parceria com: COMEMORAÇÕES DO DIA MUNDIAL DA SAÚDE MENTAL VII Aniversário da ENCONTRAR+SE Porto, 10, 11, 12 e 21 Outubro de 2013 PROGRAMA Alto Patrocínio Parceiros Sponsors Major Minor Apoio Introdução

Leia mais

Cidadania europeia: fundamentos da candidatura

Cidadania europeia: fundamentos da candidatura Cidadania europeia: fundamentos da candidatura De acordo com Castanheira (2013), o léxico político passou a integrar expressões como cidadania europeia, cidadania multicultural, cidadania planetária. Insiste-se

Leia mais

Agrupamento de Escolas nº4 de Évora Escola Sede: Escola Secundária André de Gouveia 1. ÁREAS DE INTERVENÇÃO

Agrupamento de Escolas nº4 de Évora Escola Sede: Escola Secundária André de Gouveia 1. ÁREAS DE INTERVENÇÃO 1. ÁREAS DE INTERVENÇÃO 1.1. IMPLEMENTAR A ORGANIZAÇÃO E DESENVOLVIMENTO CURRICULAR - Aprimorar ação educativa. Otimizar o desempenho de funções de coordenação. Valorizar a centralidade da escola e do

Leia mais

CARTA DE COMPORTAMENTOS

CARTA DE COMPORTAMENTOS STOP BULLYING! Uma abordagem baseada nos direitos humanos para combater o bullying e a discriminação CARTA DE COMPORTAMENTOS Projeto Co- Projeto Stop Bullying: Uma abordagem baseada nos direitos humanos

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento

Treinamento e Desenvolvimento Treinamento e Desenvolvimento Agenda 1 2 T&D e Estratégia de RH Treinamento & Desenvolvimento 3 4 Coaching & Mentoring Desenvolvimento de Lideranças 1 T&D e Estratégia de RH Relembrando... Os processos

Leia mais

IMPORTÂNCIA DO TEMA, NA PERSPETIVA DA ORGANIZAÇÃO E DOS SEUS STAKEHOLDERS

IMPORTÂNCIA DO TEMA, NA PERSPETIVA DA ORGANIZAÇÃO E DOS SEUS STAKEHOLDERS Missão POWER UP ÍNDICE ENQUADRAMENTO 3 CONTEXTO 3 IMPORTÂNCIA DO TEMA, NA PERSPETIVA DA ORGANIZAÇÃO E DOS SEUS STAKEHOLDERS 4 DESCRIÇÃO 4 ESTRUTURA DO PROJETO 5 RESULTADOS ATINGIDOS 6 CONCLUSÕES 6 REFERÊNCIAS

Leia mais

PROGRAMA BIP/ZIP LISBOA 2016 PARCERIAS LOCAIS

PROGRAMA BIP/ZIP LISBOA 2016 PARCERIAS LOCAIS PERGUNTAS FREQUENTES Versão 28/06/2016 Com este Documento pretende-se divulgar as respostas às perguntas mais frequentes sobre o Programa BIP/ZIP Lisboa 2016 Parcerias Locais. Trata-se de um documento

Leia mais

INTERNACIONALIZANDO EMPRESAS INOVADORAS

INTERNACIONALIZANDO EMPRESAS INOVADORAS INTERNACIONALIZANDO EMPRESAS INOVADORAS O RedEmprendia Landing é um programa de apoio à internacionalização para startups e profissionais do empreendedorismo, destinado a explorar conhecimento e novos

Leia mais

Cooperação da União Europeia - Educação Superior. Erasmus+ Maria Cristina Araujo von Holstein-Rathlou ABMES, 8 DE NOVEMBRO DE 2016.

Cooperação da União Europeia - Educação Superior. Erasmus+ Maria Cristina Araujo von Holstein-Rathlou ABMES, 8 DE NOVEMBRO DE 2016. Cooperação da União Europeia - Educação Superior Maria Cristina Araujo von Holstein-Rathlou ABMES, 8 DE NOVEMBRO DE 2016 ? É o programa da União Europeia de apoio à educação, formação, juventude e esporte.

Leia mais

1. Identificação da prática

1. Identificação da prática 1. Identificação da prática Designação Projeto Círculo de Conhecimento Entidades/Pessoas Responsáveis pela Prática:* ACM/YMCA Associação Meninos de Oiro Banco Alimentar de Setúbal Centro Comunitário da

Leia mais