MATERIAL DE APOIO História 8ª Série

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MATERIAL DE APOIO História 8ª Série"

Transcrição

1 MATERIAL DE APOIO História 8ª Série REPÚBLICA VELHA: DOMINAÇÃO No Brasil da República Velha o voto não era secreto, como hoje em dia, e as fraudes eleitorais eram frequentes. No poder, revezavam-se principalmente presidentes oriundos das oligarquias agrárias de São Paulo e de Minas Gerais. Na época, dizia-se que as eleições no Brasil eram decididas pelos coronéis. Quem eram eles? Por que eram chamados? Eles ainda têm poder no Brasil atual? O que mudou de lá para cá no sistema eleitoral? Cartaz de propaganda eleitoral do Partido Democrático na República Velha. Responde as seguintes questões sobre a República Velha: 1. O que quer dizer: a) Coronelismo: b) Clientelismo: c) Política de Governadores: d) Política Café com Leite: e) República Oligárquica:

2 f) Voto de Cabresto: 2. Qual a relação existente no que acabaste de descrevê-los? 3. A República Velha foi marcada por diversos movimentos que podem ser interpretados como contestações do povo brasileiro cansado de tantas arbitrariedades dos governantes deste período. Explica os seguintes movimentos de contestação: a) Canudos: b) Revolta da Vacina: c) Revolta da Chibata: d) Contestado: e) Revolta do Forte Copacabana: PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL Entre 1870 e 1914, a Europa Ocidental e os Estados Unidos arquitetaram a conquista política, econômica e cultural da África, Ásia, Oceania e América Latina. Repartiram o mundo entre si e organizaram poderosos impérios coloniais... Este período ficou conhecido como Imperialista. Héctor Bruit O Imperialismo 1. Mas o que é Imperialismo? 2. Dois grandes blocos de alianças foram formados na Europa em 1914, que acabaram em confronto durante a Primeira Guerra Mundial. Eram eles: Tríplice Aliança Tríplice Entente 3. As fases da guerra Intensa movimentação das forças bélicas:

3 Guerra de trincheiras: Entrada de outros países na guerra: 4. Citar algumas consequências após o término da guerra no mundo. A REVOLUÇÃO RUSSA No século XIX, o Império Russo apresentava grandes desigualdades sociais. Isso serviu como combustível para uma revolução decisiva na sua história. RÚSSIA: UM PAÍS DE CAMPONESES No início do século XX, a Rússia ainda era um país predominantemente rural. A imensa maioria de sua população (80%) era formada por camponeses pobres. No governo havia uma autoridade absoluta, o czar. Ele se apoiava nos grandes proprietários de terra, nos funcionários públicos de elite e no Exército, que tinha como uma das tarefas principais a manutenção da ordem interna. Não havia uma constituição ou um parlamento que pudesse pressionar o czar. Czar Nicolau II e sua família, janeiro de 1900 (detalhe). O PROCESSO REVOLUCIONÁRIO O povo culpava o czar Nicolau II pelas derrotas da Rússia na Primeira Grande Guerra e, apesar da violência policial, saqueava armazéns e lojas em busca de comida e roupa. As mães de famílias permaneciam horas na fila para conseguir pão. As greves operárias fortaleciam a onda de protestos que se alastrou pelo país no início de Sobre a Rússia czarista, responda: 1. Qual o regime político adotado no país? 2. Como estava organizada a sociedade imperial russa?

4 3. A participação da Rússia na Primeira Guerra. 4. A tomada do Palácio de Inverno pelo povo russo. 5. O governo provisório. 6. A revolução liderada por Lenin e Trótski. 7. O governo de Lênin. Olho no lance... Tá ligado? Líder principal Lenin BOLCHEVIQUE Martov MENCHEVIQUE Objetivos Estratégias Conquistar o poder por meio da revolução socialista. Promover uma revolução socialista. Essa devia ser conduzida por um partido disciplinado que unisse soldados, operários e camponeses. Conseguir o poder aliando-se com a burguesia e conseguindo a maioria do Parlamento. Promover primeiramente uma revolução burguesa contra o czarismo, para depois levar a Rússia ao socialismo, pela via eleitoral. A ditadura stalinista A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL Mas quais teriam sido as razões da Segunda Guerra? O fascismo na Itália O nazismo na Alemanha O nazismo alemão mostra suas garras

5 A ofensiva dos Aliados Os Estados Unidos na guerra Guerra na União Soviética O Dia D na França e a derrota da Alemanha Bombas sobre o Japão O Holocausto: os campos de concentração A GUERRA FRIA Quando a Segunda Guerra Mundial acabou, muitos julgaram que o mundo podia respirar aliviado. Mas, logo depois, o medo de outro conflito mundial alimentado tanto pelos Estados Unidos quanto pela União Soviética tomou conta da humanidade. Era o começo da chamada Guerra Fria. Que guerra foi essa? Cortina de Ferro e Doutrina Truman O Plano Marshall Otan versus Pacto de Varsóvia Armas atômicas e medo Brasil: Vargas, tempo de ditadura A Era Vargas ( ) pode ser dividida em três períodos: o Governo Provisório ( ), o Governo Constitucional ( ) e o Estado Novo ( ). Em 1930, Getúlio Vargas assumiu o comando do governo brasileiro através de um golpe de estado.

6 1. Quais medidas Getúlio tomou para fortalecer o golpe? 2. O governo Vargas significou um período de transformação na economia brasileira. Explique como esse processo ocorreu. 3. Qual a origem da carteira de trabalho? 4. Resuma os principais acontecimentos do governo provisório. 5. Quais as mudanças trazidas pela Constituição de 1934? 6. Explique o conflito entre comunistas e fascistas. 7. Aponte três características do Estado Novo. 8. Por que o governo Vargas pode ser caracterizado como totalitário? O POPULISMO ( ) A prática política populista no Brasil foi marcada pela presença de líderes carismáticos como Getúlio Vargas, Juscelino Kubitschek, Jânio Quadros e João Goulart que se misturavam com o povo em cerimônias públicas e proferiam discursos às vezes radicais, trabalhistas e nacionalistas, outras vezes moralistas, assistencialistas, conservadores e antirrevolucionários. 1. Conta um pouco do que sabes sobre esses líderes populistas que governaram até o golpe de O golpe de 1964: Militares no poder

REVOLUÇÃO RUSSA. http://historiaonline.com.br

REVOLUÇÃO RUSSA. http://historiaonline.com.br REVOLUÇÃO RUSSA 1917 Estrutura Social Sociedade: Agrária elite la=fundiária (20%) De=nha 80% das terras. Estrutura Social da Rússia Czarista no séc. XX Boiardos Clero Militares Mujiques Economia e Polí=ca

Leia mais

História Prof. Iair Grinschpun - iair@pop.com.br. Primeira revolução vitoriosa inspirada no socialismo.

História Prof. Iair Grinschpun - iair@pop.com.br. Primeira revolução vitoriosa inspirada no socialismo. REVOLUÇÃO RUSSA Primeira revolução vitoriosa inspirada no socialismo. 1 - ANTECEDENTES: Absolutismo (Czar Nicolau II). País mais atrasado da Europa. Ausência de liberdades individuais. Igreja Ortodoxa

Leia mais

RELAÇÃO DOS CONTEÚDOS DE MATEMÁTICA - 8ª SÉRIE 1º E 2º TRIMESTRE

RELAÇÃO DOS CONTEÚDOS DE MATEMÁTICA - 8ª SÉRIE 1º E 2º TRIMESTRE RELAÇÃO DOS CONTEÚDOS DE MATEMÁTICA - 8ª SÉRIE CONJUNTOS NUMÉRICOS CONJUNTO DOS NÚMEROS REAIS NOTAÇÃO CIENTÍFICA MEDIDAS DE COMPRIMENTO MEDIDAS DE CAPACIDADE MEDIDAS DE VOLUME POTENCIAÇÃO ESTUDO DOS RADICAIS

Leia mais

História. Os primeiros anos da Era Vargas (1930-1937)

História. Os primeiros anos da Era Vargas (1930-1937) História Nono ano do ensino fundamental Escola José de Anchieta Os primeiros anos da Era Vargas (1930-1937) Reno Schmidt maio 2015 schmidt.reno@gmail.com renoschmidt.wordpress.com Onde estamos? Brasil

Leia mais

REVOLUÇÃO RUSSA. Prof. Marcelo Silva

REVOLUÇÃO RUSSA. Prof. Marcelo Silva REVOLUÇÃO RUSSA Prof. Marcelo Silva Antecedentes 1. Contradições exageradas na sociedade russa. Má distribuição das terras e riquezas. 2. Czarismo: absolutismo russo (XVI XX) a) Excesso de poder dificultava

Leia mais

Ciências Humanas História. Guerra Fria

Ciências Humanas História. Guerra Fria Ciências Humanas História Guerra Fria Relembrando Professor Evandro R. Saracino ersaracino@gmail.com Facebook.com/ersaracino Facebook.com/errsaracino Estude o MESMO conteúdo 2x por dia Leia, leia muito,

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2E

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2E CADERNO DE EXERCÍCIOS 2E Ensino Fundamental Ciências Humanas Questão 1 População 2 Revolta da Vacina 3 Guerra Fria 4 Era Vargas Conteúdo Habilidade da Matriz da EJA/FB H37 H43 H30, H44 H29, H32 1 1. Observe

Leia mais

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 51 O REGIME MILITAR ARGENTINO

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 51 O REGIME MILITAR ARGENTINO HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 51 O REGIME MILITAR ARGENTINO Fixação 1) (PUC) A emergência do populismo na vida política da América Latina data da década de 1930, durando até os anos 60-70 do século XX,

Leia mais

A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL 1939-1945 COLÉGIO PEDRO II PROFESSOR: ERIC ASSIS

A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL 1939-1945 COLÉGIO PEDRO II PROFESSOR: ERIC ASSIS A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL 1939-1945 COLÉGIO PEDRO II PROFESSOR: ERIC ASSIS Organismo criada para impedir a ocorrência de novos conflitos na proporção da Primeira Guerra. Responsável por aplicar as cláusulas

Leia mais

Primeira Guerra Mundial [Questões]

Primeira Guerra Mundial [Questões] Primeira Guerra Mundial [Questões] ::: Fonte Do Saber - Mania de Conhecimento ::: adsense1 PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL - QUESTIONÁRIO ADSENSE2 1) Dê o significado das expressões abaixo: a- Pan Eslavismo União

Leia mais

Regulação Bimestral do Processo Ensino Aprendizagem - 2º Bimestre Ano: 9º ano Ensino Fundamental Data:

Regulação Bimestral do Processo Ensino Aprendizagem - 2º Bimestre Ano: 9º ano Ensino Fundamental Data: Regulação Bimestral do Processo Ensino Aprendizagem - 2º Bimestre Ano: 9º ano Ensino Fundamental Data: Disciplina: História Professor: Eder Para a realização da regulação o aluno deverá: Estudar a unidade

Leia mais

Candidato vencedor ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS (1894-1930) Nº de votantes (mil) % de votantes sobre a população % dos votos do vencedor sobre total de votantes Prudente de Moraes (1894) 345 2,2 84,3 Campos

Leia mais

Ordem geopolítica e econômica

Ordem geopolítica e econômica Ordem geopolítica e econômica Ordem internacional: arranjo geopolítico e econômico que regula as relações entre as nações do mundo em determinado momento histórico. A ordem geopolítica Durante a Segunda

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 1ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA Aluno(a): Nº Ano: 8º Turma: Data: 26/03/2011 Nota: Professor: Edvaldo Valor da Prova: 50 pontos Assinatura do responsável: Orientações

Leia mais

REVOLUÇÃO RUSSA. Situação Política: Até início do séc. XX a Rússia ainda era um país Absolutista, governada por um Czar.

REVOLUÇÃO RUSSA. Situação Política: Até início do séc. XX a Rússia ainda era um país Absolutista, governada por um Czar. Antecedentes: REVOLUÇÃO RUSSA Situação Política: Até início do séc. XX a Rússia ainda era um país Absolutista, governada por um Czar. Situação Econômica: era um país extremamente atrasado, economia agrária,

Leia mais

ESTRUTURA SOCIAL E ECONÔMICA Sociedade: Agrária Elite latifundiária (20%): detinha 80% das terras. Economia: Uma das economias mais atrasadas da

ESTRUTURA SOCIAL E ECONÔMICA Sociedade: Agrária Elite latifundiária (20%): detinha 80% das terras. Economia: Uma das economias mais atrasadas da REVOLUÇÃO RUSSA ESTRUTURA SOCIAL E ECONÔMICA Sociedade: Agrária Elite latifundiária (20%): detinha 80% das terras. Economia: Uma das economias mais atrasadas da Europa. BASE: agro-exportação. 2. POLÍTICA:

Leia mais

Operários ameaçados pelo desemprego, com fracas condições de vida, salários baixos e horários pesados

Operários ameaçados pelo desemprego, com fracas condições de vida, salários baixos e horários pesados 1.3 Portugal: da 1.ª República à Ditadura Militar Descontentamento e vontade de mudança Final século XIX Portugal é predominantemente um país agrícola Industria centrada em Lisboa e no Porto Balança comercial

Leia mais

História B aula 17 As Revoluções Russas.

História B aula 17 As Revoluções Russas. História B aula 17 As Revoluções Russas. Primeira revolução vitoriosa inspirada no socialismo Antecedentes do processo revolucionário... Características da Rússia na virada do século XIX: -Governada pelo

Leia mais

Sugestão de Atividades História 9º ano Unidade 6

Sugestão de Atividades História 9º ano Unidade 6 1. (UFPR) Com o final da Segunda Guerra Mundial, em 1945, a antiga política de equilíbrio europeu deu lugar à constituição de dois blocos de interesses rivais, liderados pelos Estados Unidos e pela União

Leia mais

República Velha das Oligarquias: dominação e resistência

República Velha das Oligarquias: dominação e resistência República Velha das Oligarquias: dominação e resistência República Velha das Oligarquias. OLIGARQUIA = Governo de poucos. (1894 1930): Período em que o Brasil foi controlado por cafeicultores da região

Leia mais

PROGRAMA DAS DISCIPLINAS

PROGRAMA DAS DISCIPLINAS PROGRAMA DAS DISCIPLINAS PRODUÇÃO DE TEXTO O texto elaborado pelo candidato deve atender à situação de produção apresentada na prova, obedecendo para tanto à tipologia e ao gênero textual solicitados.

Leia mais

Importante acontecimento do século XX. Surgimento do modelo socialista em oposição dominante Profundas transformações no país e no mundo

Importante acontecimento do século XX. Surgimento do modelo socialista em oposição dominante Profundas transformações no país e no mundo 03. REVOLUÇÃO RUSSA Importante acontecimento do século XX Surgimento do modelo socialista em oposição dominante Profundas transformações no país e no mundo ao capitalismo Rússia no início do século XX

Leia mais

3ºAno - 1º Bimestre. Encaminhamento Metodológico. Instrumento de Avaliação. Recursos. Trabalho,

3ºAno - 1º Bimestre. Encaminhamento Metodológico. Instrumento de Avaliação. Recursos. Trabalho, 3ºAno - 1º Bimestre Conteúdo Objetivos Encaminhamento Metodológico. Recursos Instrumento de Avaliação Trabalho, cultura e poder 1.1. Revolução Inglesa 1.2. Revolução Industrial 1.3. Revolução Francesa

Leia mais

Com base na leitura dos textos I e II, o que se pede. A) EXPLIQUE o papel dos jovens nos dois momentos da história daquele país.

Com base na leitura dos textos I e II, o que se pede. A) EXPLIQUE o papel dos jovens nos dois momentos da história daquele país. HISTORIA Questão 01 Leia os textos I e II. Texto I A Revolução Cultural, ocorrida a partir de 1966, foi um dos principais acontecimentos da história chinesa na segunda metade do século XX. Trata-se de

Leia mais

REGIONALIZAÇÕES MUNDIAIS

REGIONALIZAÇÕES MUNDIAIS REGIONALIZAÇÕES MUNDIAIS Vivian Q. Pretti -Geografia- REGIONALIZAR é dividir, e ao mesmo tempo agrupar, áreas do território que possuem características semelhantes. Para regionalizar é necessário estabelecer

Leia mais

Fatores que contribuíram para a eclosão do conflito: 1. Concorrência econômica (choque de imperialismos):

Fatores que contribuíram para a eclosão do conflito: 1. Concorrência econômica (choque de imperialismos): Fatores que contribuíram para a eclosão do conflito: 1. Concorrência econômica (choque de imperialismos): Inglaterra (1º país industrializado) X Alemanha (aceleradamente desenvolvida após a unificação);

Leia mais

Disciplina: HISTÓRIA Professor (a):rodrigo CUNHA Ano: 9º Turmas: 9.1 e 9.2

Disciplina: HISTÓRIA Professor (a):rodrigo CUNHA Ano: 9º Turmas: 9.1 e 9.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2013 Disciplina: HISTÓRIA Professor (a):rodrigo CUNHA Ano: 9º Turmas: 9.1 e 9.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de

Leia mais

Estes são os conteúdos e sugestões de atividades para os estudos de recuperação

Estes são os conteúdos e sugestões de atividades para os estudos de recuperação Nome: Nº: Ano: 9º Ensino Fundamental Disciplina: História Data: / / Prof: Teonila Nota: Roteiro de Recuperação 2ª etapa Caro aluno, Estes são os conteúdos e sugestões de atividades para os estudos de recuperação

Leia mais

Primeira Guerra Mundial

Primeira Guerra Mundial Aulas 39 40 Primeira Guerra Mundial 1 Causas Setor 1602 2 Desenvolvimento 3 Conferência de Paris (1919) ealvespr@gmail.com Objetivo da aula Apresentar as causas e as consequências da Primeira Guerra Mundial.

Leia mais

O MOVIMENTO ESPORTIVO INGLÊS

O MOVIMENTO ESPORTIVO INGLÊS O MOVIMENTO ESPORTIVO INGLÊS A situação política e social Regime parlamentarista estável: enquanto outros países da Europa mantinham as disputas políticas. Formação de um grande império colonial: Ásia,

Leia mais

REDE EDUCACIONAL ADVENTISTA Ementa de Curso

REDE EDUCACIONAL ADVENTISTA Ementa de Curso REDE EDUCACIONAL ADVENTISTA Ementa de Curso DISCIPLINA: HISTÓRIA SÉRIE/ TURMA: 1º ANO MÉDIO ABC BIMESTRE: 4º NÚMERO 1. Módulo 16 - Política e economia no Antigo Introdução do módulo, com aula em slides

Leia mais

BRASIL REPÚBLICA PARTE 6.2. Professor: Edson Martins

BRASIL REPÚBLICA PARTE 6.2. Professor: Edson Martins BRASIL REPÚBLICA PARTE 6.2 Professor: Edson Martins REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA DE 1932 Em 09 de Julho de 1932, eclodiu a Revolução Constitucionalista em São Paulo. Atualmente o dia 9 de julho é feriado

Leia mais

CVM CENTRO DE ESTUDOS VICTOR MEYER

CVM CENTRO DE ESTUDOS VICTOR MEYER CVM CENTRO DE ESTUDOS VICTOR MEYER Projeto: Recuperação do acervo da ORM Política Operária PROGRAMAÇÃO DE FORMAÇÃO DE QUADROS Documento da ORM - PO, publicado em: Set/1977 Documento digitalizado em: 20.04.2009

Leia mais

Curso de História. Prof. Fabio Pablo. efabiopablo.wordpress.com

Curso de História. Prof. Fabio Pablo. efabiopablo.wordpress.com RÚSSIA PRÉ-REVOLUCIONÁRIA OPOSIÇÃO AO CZARISMO REVOLUÇÃO DE 1905 REVOLUÇÃO DE 1917 REDS DA REVOLUÇÃO RUSSA À QUEDA DO MURO DE BERLIM O ENCOURAÇADO POTEMKIN EFABIOPABLO.WORDPRESS.COM GUERRA CIVIL #OPOSIÇÃO

Leia mais

COM O GRITO DO IPIRANGA, ENCERROU-SE O PERÍODO COLONIAL, INICIANDO O BRASIL IMPÉRIO

COM O GRITO DO IPIRANGA, ENCERROU-SE O PERÍODO COLONIAL, INICIANDO O BRASIL IMPÉRIO COM O GRITO DO IPIRANGA, ENCERROU-SE O PERÍODO COLONIAL, INICIANDO O BRASIL IMPÉRIO A EUROPA E BRASIL NO SÉCULO XIX (Resumo apostila 04 ) Tempo e Espaço, são duas coisas importantes para você se localizar

Leia mais

A RÚSSIA IMPERIAL monarquia absolutista czar

A RÚSSIA IMPERIAL monarquia absolutista czar A RÚSSIA IMPERIAL Desde o século XVI até a Revolução de 1917 a Rússia foi governada por uma monarquia absolutista; O rei era chamado czar; O czar Alexandre II (1818-1881) deu início, na metade do século

Leia mais

SABADÃO CSP O PERÍODO ENTRE GUERRAS PROF. BRUNO ORNELAS

SABADÃO CSP O PERÍODO ENTRE GUERRAS PROF. BRUNO ORNELAS SABADÃO CSP O PERÍODO ENTRE GUERRAS PROF. BRUNO ORNELAS TEMAS PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL; A REVOLUÇÃO RUSSA; A CRISE DE 1929; A PRIMEIRA REPÚBLICA; O NAZIFASCISMO. ANTECEDENTES SEGUNDA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL

Leia mais

Os sistemas capitalista e socialista

Os sistemas capitalista e socialista Os sistemas capitalista e socialista Na Europa durante o Renascimento Comercial e Urbano nos sec. XIII e XIV quando os habitantes dos burgos firmam os primeiros princípios como a busca do lucro, acumulação

Leia mais

SEGUNDA GUERRA MUNDIAL (1939 1945)

SEGUNDA GUERRA MUNDIAL (1939 1945) SEGUNDA GUERRA MUNDIAL (1939 1945) CAUSAS PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL TRATADO DE VERSALHES ASCENSÃO JAPONESA NAZISMO + FASCISMO DISPUTA IMPERIALISTA PELA QUESTÃO IDEOLÓGICA PAÍSES DO EIXO EIXO ROMA-BERLIM

Leia mais

Revolução Russa AULA 38 PROF. THIAGO

Revolução Russa AULA 38 PROF. THIAGO Revolução Russa AULA 38 PROF. THIAGO Antecedentes Absolutismo (Czar Nicolau II). País mais atrasado da Europa. (85% pop. Rural) Ausência de liberdades individuais. Igreja Ortodoxa monopolizava o ensino

Leia mais

COLÉGIO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO PARALELA. 3ª Etapa 2010

COLÉGIO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO PARALELA. 3ª Etapa 2010 COLÉGIO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO PARALELA 3ª Etapa 2010 Disciplina: História Educadora:Marta Maria Ano: 8º. Turma: 8.1 Caro educando, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Estrutura da produção açucareira LATIFÚNDIO MONOCULTURA MÃO DE OBRA COMPULSÓRIA

Estrutura da produção açucareira LATIFÚNDIO MONOCULTURA MÃO DE OBRA COMPULSÓRIA Estrutura da produção açucareira LATIFÚNDIO MONOCULTURA MÃO DE OBRA COMPULSÓRIA A sociedade, nas regiões açucareiras, era patriarcal. Século XVI - Bandeirantes O povoamento Vicentista: a fundação das

Leia mais

A ERA VARGAS E O POPULISMO NO BRASIL. Prof. Dieikson de Carvalho

A ERA VARGAS E O POPULISMO NO BRASIL. Prof. Dieikson de Carvalho A ERA VARGAS E O POPULISMO NO BRASIL Prof. Dieikson de Carvalho O Mito Getúlio Vargas Eleito por mais de 200 pessoas (intelectuais, políticos e jornalista) em 2007 como o principal brasileiro do século

Leia mais

Imperialismo. Evandro Albuquerque de Andrade

Imperialismo. Evandro Albuquerque de Andrade Imperialismo Evandro Albuquerque de Andrade Conceito Termo empregado para caracterizar a expansão ou tendência de ampliação política e econômica de uma nação. Os meios utilizados para a consecução desses

Leia mais

REVOLUÇÃO RUSSA - LISTA DE EXERCÍCIOS

REVOLUÇÃO RUSSA - LISTA DE EXERCÍCIOS 1. (Udesc 2014) Leia o documento abaixo: Um terço do país se encontra submetido a um regime de vigilância especial, isto é, fora da lei. As forças policiais, sejam visíveis ou secretas, aumentam dia a

Leia mais

Documento 1 Número de bombas e ogivas nucleares dos EUA e da URSS (1945-90)

Documento 1 Número de bombas e ogivas nucleares dos EUA e da URSS (1945-90) EXAME HISTÓRIA A 1ª FASE 2010 página 1/6 GRUPO II AS RELAÇÕES INTERNACIONAIS: DO TEMPO DA GUERRA FRIA AO MUNDO ACTUAL Este grupo baseia-se na análise dos seguintes documentos: Doc. 1 Número de bombas e

Leia mais

Unidade IV ECONOMIA E NEGÓCIOS. Prof. Maurício Felippe Manzalli

Unidade IV ECONOMIA E NEGÓCIOS. Prof. Maurício Felippe Manzalli Unidade IV ECONOMIA E NEGÓCIOS Prof. Maurício Felippe Manzalli Antecedentes da globalização Década de 1970 Período de crises e ajustes: Crise da inflação Ajustes monetários e produtivos Economia política

Leia mais

Migrações - Mobilidade Espacial. Externas, internas, causas e consequências.

Migrações - Mobilidade Espacial. Externas, internas, causas e consequências. Migrações - Mobilidade Espacial Externas, internas, causas e consequências. Classificação Internas: dentro de um país. Externas: de um país para outro. De retorno: de volta ao país de origem Imigração:

Leia mais

Associativismo Social

Associativismo Social Movimentos Sociais, Sociedade Civil e Terceiro Setor: uma breve história Educação para o trabalho 1 Associativismo Social Movimentos Sociais Protagonismo Social Sociedade Civil Terceiro Setor Educação

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA Nome Nº 9º Ano Data: Professor: Piero/ Thales 1 o Bimestre Nota: (valor 1,0) a) Introdução Neste bimestre, sua média foi inferior a 6,0 e você não assimilou os conteúdos

Leia mais

O FIM GUERRA FRIA MOTIVOS PARA O FIM DA BIPOLARIDADE E O SURGIMENTO DE UMA NOVA ORDEM MUNDIAL

O FIM GUERRA FRIA MOTIVOS PARA O FIM DA BIPOLARIDADE E O SURGIMENTO DE UMA NOVA ORDEM MUNDIAL O FIM GUERRA FRIA MOTIVOS PARA O FIM DA BIPOLARIDADE E O SURGIMENTO DE UMA NOVA ORDEM MUNDIAL ACORDOS, CONFERÊNCIAS E TRATADOS RELACIONADOS A 2 GUERRA MUNDIAL CONFERÊNCIA DO CAIRO (11/1943) * Encontro

Leia mais

EXAME HISTÓRIA A 1ª FASE 2011 página 1/7

EXAME HISTÓRIA A 1ª FASE 2011 página 1/7 EXAME HISTÓRIA A 1ª FASE 2011 página 1/7 GRUPO II PORTUGAL E A COMUNIDADE INTERNACIONAL: DO SEGUNDO PÓS-GUERRA À ACTUALIDADE Este grupo baseia-se na análise dos seguintes documentos: Doc. 1 Apoios aos

Leia mais

A REVOLUÇÃO RUSSA. Professor: TÁCIUS FERNANDES Blog:

A REVOLUÇÃO RUSSA. Professor: TÁCIUS FERNANDES Blog: A REVOLUÇÃO RUSSA Professor: TÁCIUS FERNANDES Blog: www.proftaciusfernandes.wordpress.com RÚSSIA CZARISTA Final do século XIX 170 milhões de pessoas Economia agrária 85% da população vivia no campo camponeses

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 1.º BIMESTRE AVALIAÇÃO 1 CEP: 19/03/2014 AVALIAÇÃO 2 UNIDADE

LÍNGUA PORTUGUESA 1.º BIMESTRE AVALIAÇÃO 1 CEP: 19/03/2014 AVALIAÇÃO 2 UNIDADE LÍNGUA PORTUGUESA 1.º BIMESTRE AVALIAÇÃO 1 CEP: 19/03/2014 Compreender e interpretar corretamente as informações e o vocabulário de um texto. Identificar e classificar o sujeito de uma oração (simples,

Leia mais

GEOGRAFIA 8º ANO SEDE: EBS PROF. GABRIEL ROCHA. PERCURSO 4 Outras regionalizações do espaço mundial.

GEOGRAFIA 8º ANO SEDE: EBS PROF. GABRIEL ROCHA. PERCURSO 4 Outras regionalizações do espaço mundial. GEOGRAFIA 8º ANO SEDE: EBS PROF. GABRIEL ROCHA PERCURSO 4 Outras regionalizações do espaço mundial. 1 Países desenvolvidos e subdesenvolvidos Após a Segunda Guerra Mundial, as expressões países desenvolvidos

Leia mais

Nome: nº. Recuperação Final de História Profª Patrícia

Nome: nº. Recuperação Final de História Profª Patrícia 1 Conteúdos selecionados: Nome: nº Recuperação Final de História Profª Patrícia Lista de atividades 9º ano Apostila 1: Segunda Revolução Industrial (características); Neocolonislimo; Brasil no século XX:

Leia mais

Independência do Brasil

Independência do Brasil Independência do Brasil 1. Introdução Por volta de 1820 os ventos da liberdade sopravam na América do Sul.Muitas colônias espanholas tinham ficado independentes. As que não tinham independência estavam

Leia mais

IDEOLOGIAS DA ERA INDUSTRIAL

IDEOLOGIAS DA ERA INDUSTRIAL Com o desenvolvimento industrial surgiram várias correntes ideológicas que pretendiam justificar e apoiar o capitalismo (doutrinas liberais), ou condená-lo e destruí-lo (doutrinas socialistas). CAPITALISMO

Leia mais

Revolução Russa 1917

Revolução Russa 1917 Revolução Russa 1917 1 A RÚSSIA PRÉ-REVOLUCIONÁRIA Economia Predominantemente rural (latifúndios) com vestígios do feudalismo, muito atrasado economicamente. Mais da metade do capital russo provinha de

Leia mais

Indústria e Industrialização. Prof. Melk Souza

Indústria e Industrialização. Prof. Melk Souza Indústria e Industrialização Prof. Melk Souza A Evolução da Indústria Indústria é a atividade por meio da qual os seres humanos transformam matéria-prima em produtos semi acabado (matéria-prima para outros

Leia mais

Conteúdo para recuperação do I Semestre

Conteúdo para recuperação do I Semestre Conteúdo para recuperação do I Semestre I Bimestre II Bimestre 8 ANO Antigo Regime; Iluminismo. Ideias Iluministas na América; Revolução Francesa ANTIGO REGIME Conceito foi a denominação atribuída ao período

Leia mais

Crise econômica provocada pela quebra da bolsa de valores de Nova York 1929, O rompimento da república café-com-leite, com o apoio

Crise econômica provocada pela quebra da bolsa de valores de Nova York 1929, O rompimento da república café-com-leite, com o apoio A Era do populismo Professor: Márcio Gurgel Os antecedentes da revolução de 1930 o Crise econômica provocada pela quebra da bolsa de valores de Nova York 1929, o O rompimento da república café-com-leite,

Leia mais

A situação na região, na época, era muito precária. Havia fome, seca constante, a miséria e a violência afetava a região. A situação, somada com a

A situação na região, na época, era muito precária. Havia fome, seca constante, a miséria e a violência afetava a região. A situação, somada com a A Guerra de Canudos, revolução de Canudos ou insurreição de Canudos foi um movimento político-religioso brasileiro que durou de 1893 a 1897, ocorrida na cidade de Canudos no interior do Estado da Bahia.

Leia mais

REVOLUÇÃO RUSSA. Monique Bilk História

REVOLUÇÃO RUSSA. Monique Bilk História REVOLUÇÃO RUSSA Monique Bilk História CONTEXTO Rússia Feudal até 1860. (XIX) Monarquia absolutista, teocrática Czarismo. Aristocracia rural. No começo do século XX, a Rússia era um país de economia atrasada

Leia mais

A ORDEM GEOPOLÍTICA BIPOLAR

A ORDEM GEOPOLÍTICA BIPOLAR A ORDEM GEOPOLÍTICA BIPOLAR CAPITALISMO X SOCIALISMO Economia de mercado lei da oferta e procura; Propriedade privada dos meios de produção; Obtenção de lucro; Sociedade dividida em classes sociais; Trabalho

Leia mais

O iluminismo ou Século das luzes

O iluminismo ou Século das luzes O iluminismo ou Século das luzes Início O contexto histórico em que surgiu o Iluminismo Burguesia e Iluminismo As luzes da razão O que o iluminismo defendia O que o iluminismo combatia Os pensadores iluministas

Leia mais

Antecedentes da Revolução. Fases. Revolução Branca Revolução Vermelha Guerra Civil. Domingo Sangrento Revolta do Potemkin A greve geral

Antecedentes da Revolução. Fases. Revolução Branca Revolução Vermelha Guerra Civil. Domingo Sangrento Revolta do Potemkin A greve geral REVOLUÇÃO RUSSA Antecedentes da Revolução Domingo Sangrento Revolta do Potemkin A greve geral Fases Revolução Branca Revolução Vermelha Guerra Civil Contexto Político Econômico Social Ideológico Czar Nicolau

Leia mais

AULA 8.1 Conteúdos: A Guerra de Canudos e do Contestado O Cangaço A Revolta da Vacina

AULA 8.1 Conteúdos: A Guerra de Canudos e do Contestado O Cangaço A Revolta da Vacina HISTÓRIA AULA 8.1 Conteúdos: A Guerra de Canudos e do Contestado O Cangaço A Revolta da Vacina 2 HISTÓRIA AULA 8.1 Habilidades: Refletir sobre as guerras de Canudos e do Contestado, atentando para as semelhanças

Leia mais

Profª: Sabrine Viviane Welzel

Profª: Sabrine Viviane Welzel Geografia 9 ano Tigres Asiáticos 1- O Japão vem passando por uma crise econômica bastante séria. Em 1995 duas das maiores instituições de crédito do país faliram, ocorreram grandes escândalos na área política

Leia mais

Ano: 9º Turma: 9.1 e 9.2

Ano: 9º Turma: 9.1 e 9.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2014 Disciplina: HISTORIA Professor (a): RODRIGO CUNHA Ano: 9º Turma: 9.1 e 9.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de

Leia mais

Linha do Tempo. Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica

Linha do Tempo. Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica Linha do Tempo Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica 1909 O presidente Nilo Peçanha assina o Decreto Nº 7.566/1909, criando inicialmente 19 Escolas de Aprendizes Artífices subordinadas ao

Leia mais

CAPÍTULO 2 O MUNDO DIVIDIDO PELO CRITÉRIO IDEOLÓGICO PROF. LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ CAVALCANTE 8º ANO

CAPÍTULO 2 O MUNDO DIVIDIDO PELO CRITÉRIO IDEOLÓGICO PROF. LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ CAVALCANTE 8º ANO CAPÍTULO 2 O MUNDO DIVIDIDO PELO CRITÉRIO IDEOLÓGICO PROF. LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ CAVALCANTE 8º ANO O MUNDO DIVIDIDO P. 23 Existem vários critérios para regionalizar um território. Critério ideológico:

Leia mais

Instruções. Se o Caderno estiver incompleto ou contiver imperfeição gráfica que prejudique a leitura, peça imediatamente ao Fiscal que o substitua.

Instruções. Se o Caderno estiver incompleto ou contiver imperfeição gráfica que prejudique a leitura, peça imediatamente ao Fiscal que o substitua. 1 2 Instruções Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar,

Leia mais

Aula 11 História 4B OS IMPERIALISMOS I

Aula 11 História 4B OS IMPERIALISMOS I Aula 11 História 4B OS IMPERIALISMOS I Imperialismo Domínio imposto por uma nação poderosa sobre regiões ou países considerados mais fracos sob os aspectos político, militar e econômico. IMPERIALISMO EUROPEU

Leia mais

A MULHER NO MERCADO DE TRABALHO

A MULHER NO MERCADO DE TRABALHO A MULHER NO MERCADO DE TRABALHO A busca por oportunidades iguais de trabalho e renda entre homens e mulheres é o foco de discussão entre grupos feministas em todos os países. A discriminação no campo de

Leia mais

População: entre 150 e 170 milhões; Entre final do século XIX e início do XX: Atraso russo perante a Europa; Um quarto da população grupos étnicos

População: entre 150 e 170 milhões; Entre final do século XIX e início do XX: Atraso russo perante a Europa; Um quarto da população grupos étnicos População: entre 150 e 170 milhões; Entre final do século XIX e início do XX: Atraso russo perante a Europa; Um quarto da população grupos étnicos diferentes Subjugados ao nacionalismo russo; (Nacionalidade

Leia mais

Mudança e transformação social

Mudança e transformação social 7 Unidade Mudança e transformação social Revolução é a transformação radical das estruturas sociais, políticas e econômicas de uma sociedade. Outros tipos de mudança são as reformas sociais. Para o pensador

Leia mais

PERÍODO COLONIAL

PERÍODO COLONIAL PERÍODO COLONIAL 1530-1808 POLÍTICA ADMINISTRATIVA 1º - SISTEMA DE CAPITANIAS HEREDITÁRIAS 1534-1548 2º SISTEMA DE GOVERNO GERAL 1548-1808 PERÍODO COLONIAL 1530-1808 ATIVIDADES ECONÔMICAS CICLO DO AÇÚCAR

Leia mais

REVOLUÇÃO RUSSA (1917)

REVOLUÇÃO RUSSA (1917) REVOLUÇÃO RUSSA (1917) Implantação do modelo socialista na Rússia Prof: Otto Barreto Guerra da Criméia (1853-55) Enfraquecimento do Império Turco-Otomano - homem doente ; Conflito por Jerusalém e Constantinopla:

Leia mais

Logo após a Segunda Guerra Mundial um grupo de oficiais do. Exército brasileiro se reúne para fundar uma instituição que iria ter uma

Logo após a Segunda Guerra Mundial um grupo de oficiais do. Exército brasileiro se reúne para fundar uma instituição que iria ter uma Introdução ao estudo de um projeto de Democracia Autoritária : o papel da ESG no desenvolvimento político brasileiro. (1943-1967) EDUARDO DE OLIVEIRA LIMA Logo após a Segunda Guerra Mundial um grupo de

Leia mais

O PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DO BRASIL BRASIL REINO UNIDO 1815 BRASIL É ELEVADO A REINO UNIDO A PORTUGAL

O PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DO BRASIL BRASIL REINO UNIDO 1815 BRASIL É ELEVADO A REINO UNIDO A PORTUGAL O PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DO BRASIL BRASIL REINO UNIDO 1815 BRASIL É ELEVADO A REINO UNIDO A PORTUGAL BRASIL DEIXA DE SER COLÔNIA PARA SE TRANSFORMAR EM REINO COMO ISSO ACONTECEU? Pelo CONGRESSO DE VIENA,

Leia mais

Ensino e pesquisa sobre temas de Defesa no Brasil. Profa. Dra. Adriana A. Marques

Ensino e pesquisa sobre temas de Defesa no Brasil. Profa. Dra. Adriana A. Marques Ensino e pesquisa sobre temas de Defesa no Brasil Profa. Dra. Adriana A. Marques Décadas de 1960 e 1970: América Latina a maioria dos países da região era governada por militares; Quadro institucional

Leia mais

MÓDULO 13- A REPÚBLICA DA ESPADA(1889-1894) Cinco primeiros anos de República com dois governos militares: a) O Governo do Marechal Deodoro da

MÓDULO 13- A REPÚBLICA DA ESPADA(1889-1894) Cinco primeiros anos de República com dois governos militares: a) O Governo do Marechal Deodoro da MÓDULO 13- A REPÚBLICA DA ESPADA(1889-1894) Cinco primeiros anos de República com dois governos militares: a) O Governo do Marechal Deodoro da Fonseca(1889-1891) - promulgação da 1ª Constituição(1891)

Leia mais

FUNDAMENTOS HISTÓRICOS DA EDUCAÇÃO. Número de aulas semanais 1ª 2. Apresentação da Disciplina

FUNDAMENTOS HISTÓRICOS DA EDUCAÇÃO. Número de aulas semanais 1ª 2. Apresentação da Disciplina FUNDAMENTOS HISTÓRICOS DA EDUCAÇÃO Série Número de aulas semanais 1ª 2 Apresentação da Disciplina Uma das principais características que distinguem o ser humano das outras espécies animais é a sua capacidade

Leia mais

MATEMÁTICA Livro e Caderno de Atividades Capítulos 3, 6 e 7 (até a página 122).

MATEMÁTICA Livro e Caderno de Atividades Capítulos 3, 6 e 7 (até a página 122). COLÉGIO E CURSO ALMIRANTE TAMANDARÉ CONTEÚDO DAS APS2 Conteúdos 2º Ano Livro Buriti Unidade 3: No ambiente tudo acontece. Livro e Caderno de Atividades Capítulos 3, 6 e 7 (até a página 122). Livro Linguagens

Leia mais

CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI ATIVIDADE DE HISTÓRIA U.E. 15

CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI ATIVIDADE DE HISTÓRIA U.E. 15 CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI ATIVIDADE DE HISTÓRIA U.E. 15 1- Quais as contradições permanentes e fundamentais do Modo de Produção Capitalista? 2- O que geraram esses problemas/contradições? 3- Além de todos

Leia mais

A Queda da Monarquia. Portugal: os antecedentes do 5 de Outubro de 1910

A Queda da Monarquia. Portugal: os antecedentes do 5 de Outubro de 1910 A Queda da Monarquia Portugal: os antecedentes do 5 de Outubro de 1910 M Filipe Sousa 2012 Da Monarquia As Cortes A Monarquia Constitucional à República A Crise e a Queda da Monarquia Momentos na caminhada

Leia mais

PERSISTÊNCIA DO PODER POLÍTICO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO: O CASO DA TRANSIÇÃO DE REGIME NO BRASIL

PERSISTÊNCIA DO PODER POLÍTICO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO: O CASO DA TRANSIÇÃO DE REGIME NO BRASIL PERSISTÊNCIA DO PODER POLÍTICO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO: O CASO DA TRANSIÇÃO DE REGIME NO BRASIL Aluno: Rafael Campos de Mattos Orientador: Claudio Ferraz Introdução Nas últimas décadas, observou-se

Leia mais

REVOLUÇÃO RUSSA. Professor: Eustáquio.

REVOLUÇÃO RUSSA. Professor: Eustáquio. REVOLUÇÃO RUSSA Professor: Eustáquio www.centroestrategia.com.br CZARISMO ABSOLUTISMO üapoio DA IGREJA ORTODOXA RUSSA üapoio DA NOBREZA PROPRIETÁRIA DE TERRAS üvários POVOS REPRIMIDOS üagricultura ARCAICA

Leia mais

Revolução Industrial Professor Fernando Benevides

Revolução Industrial Professor Fernando Benevides Revolução Industrial Professor Fernando Benevides REVOLUÇÃO: toda e qualquer transformação radical que atinja drasticamente os mais variados aspectos da vida de uma sociedade. Modo de produção Artesanal

Leia mais

Pesquisa de temas recorrentes nas questões de humanas do ENEM (2005-2014)

Pesquisa de temas recorrentes nas questões de humanas do ENEM (2005-2014) SOCIOLOGIA Profº Ney Jansen. Mestre em Sociologia Política pela UFSC. Bacharel e Licenciado em Ciências Sociais pela PUC-SP. Professor de Sociologia no Colégio Estadual do Paraná. Pesquisa de temas recorrentes

Leia mais

Com base no livro adotado para 2011-2012, Novo HGP-6º ano da editora Texto

Com base no livro adotado para 2011-2012, Novo HGP-6º ano da editora Texto HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL PLANIFICAÇÃO 2012-2013 6º ANO Diagnóstico e actividades preparatórias Conteúdos Conceitos Estratégias / recursos Avaliação 3.2. O Império português no séc. XVI:. Os arquipélagos

Leia mais

Exercícios de Economia e Movimento Social na Primeira República

Exercícios de Economia e Movimento Social na Primeira República Exercícios de Economia e Movimento Social na Primeira República 1. (Enem) A imagem representa as manifestações nas ruas da cidade do Rio de Janeiro, na primeira década do século XX, que integraram a Revolta

Leia mais

Objetivos. Ciências Sociais. Século XIX: Configuração sócio-histórica de América Latina (I) Prof. Paulo Barrera Agosto 2012

Objetivos. Ciências Sociais. Século XIX: Configuração sócio-histórica de América Latina (I) Prof. Paulo Barrera Agosto 2012 Ciências Sociais Prof. Paulo Barrera Agosto 2012 Século XIX: Configuração sócio-histórica de América Latina (I) Objetivos Estudar as origens de América Latina no contexto da consolidação da dominação européia

Leia mais

A ORDEM GEOPOLÍTICA BIPOLAR E.U.A:

A ORDEM GEOPOLÍTICA BIPOLAR E.U.A: A ORDEM GEOPOLÍTICA BIPOLAR E.U.A: Capitalismo U.R.S.S: Socialismo Antecedentes Panorama geopolítico (2ª Guerra Mundial); Choque entre as potências europeias (Inglaterra, França, Alemanha); Formação de

Leia mais

Índice. Fetichismo da mercadoria. A vida. As classes sociais Mais-valia. Materialismo histórico. Comunismo. Estrutura e superestrutura ALIENAÇÃO

Índice. Fetichismo da mercadoria. A vida. As classes sociais Mais-valia. Materialismo histórico. Comunismo. Estrutura e superestrutura ALIENAÇÃO karl marx Índice A vida Materialismo histórico Estrutura e superestrutura As classes sociais Mais-valia ALIENAÇÃO Fetichismo da mercadoria Comunismo Karl Heinrich Marx (1818-1883) foi o terceiro dos 7

Leia mais

Plano de Recuperação Semestral 1º Semestre 2016

Plano de Recuperação Semestral 1º Semestre 2016 Disciplina: História Série/Ano: 9º ANO Professores: Daniel, Flávio e Maurício Objetivo: Proporcionar ao aluno a oportunidade de resgatar os conteúdos trabalhados durante o 1º semestre nos quais apresentou

Leia mais

DIDÁTICOS Aula expositiva, debate, leitura de texto; Quadro e giz, livro didático, ilustrações;

DIDÁTICOS Aula expositiva, debate, leitura de texto; Quadro e giz, livro didático, ilustrações; 8ª ano PTD de Geografia PROFESSORA: Sandra Riedel 1º BIMESTRE ESTRUTURANTES: Dimensão econômica do espaço geográfico -Dimensão política do espaço geográfico Conceitos e princípios básicos da Geografia

Leia mais

Antiguidade Clássica

Antiguidade Clássica Antiguidade Clássica A civilização greco-romana serviu de modelo para o desenvolvimento da sociedade européia e ocidental, por isso o adjetivo clássico, dado pelos europeus nos séculos XIV e XV. A Grécia

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2016 ENSINO FUNDAMENTAL

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2016 ENSINO FUNDAMENTAL PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2016 ENSINO FUNDAMENTAL Professor(a): Eliza Muzzolon Ano/Turma(s): 9 A Disciplina: HISTÓRIA 1º TRIMESTRE - Dominação e resistência. - Industrialização e Imperialismo - A Primeira

Leia mais