o ACOPLADO AO ALARME

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "o ACOPLADO AO ALARME"

Transcrição

1 PREFEITURA O MUNiCiPIO E SAO PAULO SECRETARIA A HABITAC;AO E ESENVOlVIMENTO URBANO EPARTAMENTO E CONTROlE O USO E IMOVEIS-CONTRU COMPACTO ESCRITIVO O SISTEMA E SEGURANC;A EXISTENTE N" FICAM ATA ~~I -1 AOS A EiFICACAO NOME OU RAzA SOCIAL BLOCO 1 - EXTINTORES ONA OE CARRErA C02 ESPUMA H20 PRES. p6 QU(MICO SECO OUTROS 2 - ILUMINAt;:A E EMERGENCIA: ONAO BALIZAMENTO ACLARAMENTO ALiMENTA<;:A: ACIONAMENTO: BLOCOS AUT6NOMOS: OBATERIA MANUAL OGERAOR AUTOMATICO ONA 3 - AlARME E ETECTORES: ALARME: ONA SErORlZAO OGERAL INTERFONE VISUAL OSONORO OUTROS ~~ ~ ~ ~ ETECTORES: ONA CHAMA FUMA<;:A SErORIZAO TEMPERATURA GERAL 4 - HIRANTES ONA MANGOTINHO NA IM6vEL SE BENEFICIA A REE PUBLICA E HIRANTES NA, ~--~ INSTAlAt;:0ES FIXAS AUTOMATICAS E SEGURANt;:A ONA ACIONAMENTO: AUTOMATICO MANUAL CHUVEIRO AUTOMATICO c::::j CORTINA 'AGUA C02 Op6QUrMICO RESFRIAMENTO OUTROS OBS SINAlIZAt;:A NA EQUIPAMENTOS PLACAS E PROIBIO FUMAR QUARO E LUZlFOR<;A ROTAS E FUGA 0 SAfAS 7 - AAPTAO A EFICIENTE: NA 8 - EQUIPE E COMBATE AO FOGO (BRIGAA): L..JSIM ONA N E ELEMENTOS: ATA O ULTIMO TREINAMENTO: ~I 9 - PARA RAIOS: ONA FARAAY FRANKLIN ICNICO NO E ESCIAS: ~~ ~~ 10 - PORTAS CORTA FOGO: NA TIPOS: SISTEMA E FECHAMENTO: CHAPEAO MOLA PCF60 ACOPLAO AO ALARME PCF90 TERMO FUS(VEL PCF 120 ~ ~ ~ ,

2 11 - MEIOS E ESCAPE: ESCAA INTERNA NAO TIPOS: ENCLAUSURAA CI ANTECAMERA ENCLAUSURAA PROTEGIA COMUM ESCAA EXTERNA: NA TIPOS: ENCLAUSURAA CI ANTECAMERA ENCLAUSURAA PROTEGIA COMUM CORRIMA: NA PASSARELA PARA PREIO VIZINHO: NA AREA E EMERG~NCIA NO TOPO O EIFlclO (COBERTURA) NA PASSAGEM ENTRE PREIOS GEMINAOS: NA AREA E REFUGIO NO EIF[CIO: r=:j NA ~ APARELHOS E TRANSPORTE VERTICAL E HORIZONTAL NA CJ ELEVAOR E CARGA N CHAPA: ~ ELEVAOR PASSAGEIRO N" CHAPA: CJ ELEVAOR EMERG~NCIA N CHAPA: CJ MONTAORA N CHAPA ~. CJ ESCAA ROLANTE N CHAPA.. 13 ISOLAMENTO E RISCO: CJSIM NA SETORES E INC~NIO: NA ISOLAMENTO TERREO COM SUBSOLO: NA 14 ATESTAO E VISTORIA O CORPO E BOMBEIROS (AVCB) NA NQ~, AREA M2 EMlssA VALIAE INSTALAC;:AO E EQUIPAMENTOS COMPLEMENTARES: CALEIRA: QUANTIAE:... N REGISTRO E SEGURANC;:;A NO ORGAO COMPETENTE: ORGAO EMISSOR:... EMITIO G.L.P.: NA EOUIPAMENTOS TANQUE E COMBUSTfvELlINFLAMAvEL BOMBA COMBUSTfvELlINFLAMAvEL OUANTIAE N" ALVARA E INSTALAc;:A INSTALAc;:A ELETRICA CABINE PRIMARIA: OBS.. NA 17 - ATESTAOS APRESENTAOS: ATESTAO E FORMAc;:;A E BRIGAA ATESTAO AS INSTALAC;:;OES ELETRICAS ATESTAO E CONCLUsA E OBRAS CJ ATESTAO E ABRANG~NCIA OHMICA O SIS TEMA E para RAIOS ATESTAO E INSTALAc;:;A E GLP E ACOR O COM 0 ECRETO N 24714/87 ATESTAO SOBRE 0 FUNCIONAMENTO OS EQUIPAMENTOS E SEGURANC;:;A ATA A EMISsA.~ J /.1. / ATESTAO E CONFORMIAE AS INSTALA C;:;OES E GAS COM PNB 107

3 PREFEITURA O MUNICIPIO E SAO PAULO SECRETARIA A HABITAC;AO E ESENVOlVIMENTO URBANO EPARTAMENTO E CONTROlE O usa E IM6vEIS CONTRU FICHA E INSCRIC;AO O CAASTRO E MANUTENC;AO E SISTEMA E SEGURANC;A = FICAM = ASSINATURA 1 CARIMBO NUMERO ATA E ENTREGA.A. R. NOME u RAZA SOCIAL COLOG TIPO LOGR. NOME O LOGRAOURO N IM6vEL CEP. N O CONTRIBUINTE (SQL) usa PREOMINANTE CATEGORIA E usa ATIVIAE INICIO ATIV. 1 1 ZONA E usa AREA (M2) ALTURA (M) QTE BLOCOS A EIF. (AUTO E VERIFICAC;;A E SEGURANC;;A (AVS) AUTO E CONCLusA AUTO E REGULARIZAC;;A, ALVARA E CONSERVAC;;A, CERTIFICAO E CONCLusA, CERTIFICAO E MANUTENC;;A, AUTO E VISTORIA). OCUMENTO: N VALIAE I I AREA M2 EMITIO PARA PROC. N OCUMENTO: N0 EMlssA.1 1 VALIAE 1 1 AREA M2 EMITIO PARA PROC. N0 RECEITA MINIMA (ON-10) PROJ E SIST. E SEGUR. ATA I C PROC. N ATA I PROC. N ECLARO QUE AS INFORMAC;;OES ACIMA sa VERAEIRAS E QUE OS EQUIPAMENTOS ENCONTRAM-SE EM PERFEITO ESTAO E FUNCIONAMENTO, RESPONSABILIZANO-ME PELA MANUTENC;;A OS MESMOS. NOME Q UALI FI CA C;;A S[NICO 0 PROPRIETARIO LOCATARIO OUTROS (CONFORME OCUM. ANEXO) OC. E IENTIAE - RG ASSINATURA OBSERVACOES 1 - VERIFICAA POR ENGENHEIROS E/OU TECN6LOGOS A MUNICIPALIAE - CONTRU - A INVER AE AS INFORMAC;;OES ACIMA PRESTAAS, BEM COMO AQUELAS O FORMULARIO COMPACTO ESCRITO O SISTEMA E SEGURANC;;A EXISTENTE QUE FAZ PARTE INTEGRANTE O PRESENTE, 0 SIGNATARIO FICARA SUJEITO AS PENALIAES PREVISTAS NO ART. 298 O C6IGO PENAL, E EMAIS COMBINA C;;OES PREVISTAS POR LEI, INCLUSIVE A INTERIC;;A O LOCAL. Prtadr deste Prtcl assinu a FICAM n 2 na ivisa Tecnica de Manutenc;a - CONTRU 5. Sa Paul, ---',--',

4 CAASTRAMENTO FICAM RESIENCIAL 1) Xerx AUTENTICAA u riginal d R.G. d Síndic 2) Cópia d cument cmprbatóri d Sistema de Segurança Aprvad pela PMSP (HABITE-SE u AUTO ECONCLUSÃO) 3) Cópia AUTENTICAA da Ata da Assembléia que elegeu Síndic (Autenticada) 4) FICAM + COMPACTO ESCRITIVO Original + Xerx. COMERCIAL 1) Xerx AUTENTICAA d R.G. d Respnsável pel Sistema de Segurança 2) Cópia AUTENTICAA d cument que cmprve a Respnsabilidade Legal pela Empresa (Cntrat Scial, Prcuraçã específica cm firma recnhecida, etc.) 3) Cópia d cument que cmprva a Aprvaçã d Sistema de Segurança pela PMSP (AVS, Aut de Cnclusã) 4) FICAM + COMPACTO ESCRITIVO Original + Xerx. Infrmações Rua Sã Bent, º andar CONTRU- 4 Telefne: OBSERVAÇÕES Os itens COLOG; Nº. d Cntribuinte; Zna de Us; Categria de Us; Classificaçã quant à Segurança, deverã ser btids d cument Cmprbatóri d Atendiment às Nrmas de Segurança e d IPTU. Númer de Paviments: inclui-se subsl e térre, exclui-se casa de máquinas, reservatóri elevad. Atividade: descriçã das atividades da edificaçã, pdend ser Residencial, Shpping, Escritóri, Agência Bancária, etc. Us exclusiv: quand tiver apenas um us. Us predminante: para edificações cm mais de um us, discriminar de mair predminância. Us mais restrit: us da edificaçã que ferece mair risc. cumentaçã cmprbatória de atendiment das nrmas de segurança: iscriminar qual dcument a edificaçã dispõe. Receita Mínima: smente para prédis residenciais. eclaraçã ads d respnsável legal pela manutençã d Sistema de Segurança.

5 COMPACTO ESCRITIVO O SISTEMA E SEGURANÇA Este é um resum d sistema de segurança existente na edificaçã: Item 2 Blcs autônms sã unidades independentes de iluminaçã de emergência. Item 3 O interfne só é cnsiderad sistema de alarme se fr cdificad para tal. Item 4 Rede pública de hidrantes: é hidrante de passei; Mangtinh: é um sistema similar a hidrante, prém cm mangueira de brracha. Item 5 Nã se aplica a prédis exclusivamente residenciais. Item 9 Tips de prta crta-fg; dad retirad d sel da ABNT. Sistema de fechament tip Term Fusível: usad para indústrias. Item 10 Escada euclausurada: é aquela nã prvida de sistema ante-câmara, e que em geral é dtada de apenas uma prta. Escada prtegida: para as edificações psterires à Lei /92 (Códig de Obras), a escada prtegida pde Ter u nã antecâmara. Escada de emergência: escada externa à edificaçã. Item 11 Elevadr de emergência: é aquele que está acplad a geradr. Item 12 Cmpartimentaçã: setres de edificações que envlvam riscs diferentes islads, pr exempl: parte residencial islada da parte cmercial: prumada de escada d crp da edificaçã, islada d subsl e da garagem. Item 15 Nã se aplica às edificações residenciais; bmbas e tanques citads referem-se a cmbustíveis. Item 16 Ptência instalada: deverá ser slicitada na ELETROPAULO. Cabine primária: sã dispsitivs instalads em cmpartiments islads e prtegids cm fim de transfrmar alta tensã em baixa tensã, exigidas para ptências instaladas acima de 750kw.

Instrução Técnica nº 43/2011 - Adaptação às normas de segurança contra incêndio edificações existentes 779

Instrução Técnica nº 43/2011 - Adaptação às normas de segurança contra incêndio edificações existentes 779 Instrução Técnica nº 43/2011 - Adaptação às normas de segurança contra incêndio edificações existentes 779 SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO

Leia mais

ANEXO C MEMORIAL DESCRITIVO DO PRÉDIO

ANEXO C MEMORIAL DESCRITIVO DO PRÉDIO ANEXO A Ao Ilmo Sr. Comandante do Corpo de Bombeiros Militar Cidade: SERTÃO - RS Data: 10/03/2014 Encaminhamos a V. S.ª, para ANÁLISE, o Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (PPCI). Nome: INSTITUTO

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº.

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº. SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº. 43/2011 às normas de segurança contra incêndio edificações existentes

Leia mais

FORMULÁRIO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO PROJETO TÉCNICO

FORMULÁRIO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO PROJETO TÉCNICO ESTADO DA PARAÍBA SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA E DA DEFESA SOCIAL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DIRETORIA DE ATIVIDADES TÉCNICAS DAT/1 SEÇÃO DE ANÁLISE DE PROJETOS FORMULÁRIO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO

Leia mais

Palestrantes: Carlos Cotta Rodrigues José Félix Drigo

Palestrantes: Carlos Cotta Rodrigues José Félix Drigo SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO RELACIONADOS AO NOVO DECRETO ESTADUAL DO CORPO DE BOMBEIROS DO ESTADO DE SÃO PAULO DESAFIO PERMANENTE Palestrantes: Carlos Cotta Rodrigues José Félix Drigo Alguns Números do CBPMESP

Leia mais

A SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS NAS EDIFICAÇÕES

A SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS NAS EDIFICAÇÕES A SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS NAS EDIFICAÇÕES 1 OBJETIVOS DO PROJETO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO A proteção da vida humana A proteção do patrimônio A continuidade do processo produtivo 2 O CÍRCULO DE PROTEÇÃO

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 04/2015

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 04/2015 Instrução Técnica nº 04/2011 - Símbolos gráficos para projeto de segurança contra incêndio 149 SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros

Leia mais

ILUMINAÇÃO DE EMERGÊNCIA

ILUMINAÇÃO DE EMERGÊNCIA AGENTES EXTINTORES ILUMINAÇÃO DE EMERGÊNCIA Profª Maria Cleide Curso técnico em edificações 2014 Sistema de iluminação de emergência: Sistema automático que tem por finalidade a iluminação de ambientes,

Leia mais

2.2 A Administração do Condomínio dá ênfase às medidas preventivas, assim entendidas as seguintes:

2.2 A Administração do Condomínio dá ênfase às medidas preventivas, assim entendidas as seguintes: Fl. 01 de 06 1 Objetivo A presente Regulamentação Especial visa normalizar os procedimentos para o pessoal incumbido de prevenir ou combater um princípio de incêndio e de atuar em situações de emergência,

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 04/2011

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 04/2011 Instrução Técnica nº 04/2011 - Símbolos gráficos para projeto de segurança contra incêndio 149 SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros

Leia mais

GRUPO NOVO BRASIL LINHA DE PRODUTOS 01/2002-REV.00

GRUPO NOVO BRASIL LINHA DE PRODUTOS 01/2002-REV.00 UNID ABRIGOS PARA HIDRANTES E MANGUEIRAS DE INCENDIO Medidas Padrão: Caixa de embutir com moldura removível: 50 x 70 x 25 (cm); Predial / Industrial 75 x 45 x 17 (cm);. Predial / Industrial Caixa externa

Leia mais

CARTILHA DE ORIENTAÇÕES PARA A INSTALAÇÃO DE MEDIDAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EM PEQUENOS ESTABELECIMENTOS

CARTILHA DE ORIENTAÇÕES PARA A INSTALAÇÃO DE MEDIDAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EM PEQUENOS ESTABELECIMENTOS CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO PARÁ CENTRO DE ATIVIDADES TÉCNICAS CARTILHA DE ORIENTAÇÕES PARA A INSTALAÇÃO DE MEDIDAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EM PEQUENOS ESTABELECIMENTOS Belém 2014 / Versão 1.0 1

Leia mais

Secretaria de Controle Urbano CONTRU. Secretaria Municipal de Habitação SEHAB

Secretaria de Controle Urbano CONTRU. Secretaria Municipal de Habitação SEHAB Secretaria de Controle Urbano CONTRU Secretaria Municipal de Habitação SEHAB Janeiro / 2011 DIVISÃO TÉCNICA DE APARELHOS DE TRANSPORTE VERTICAL E HORIZONTAL Competências: Responsável pela licença e fiscalização

Leia mais

sinalização de prevenção e combate a incêndio www.wnbh.com.br

sinalização de prevenção e combate a incêndio www.wnbh.com.br sinalização de prevenção e combate a incêndio www.wnbh.com.br índice Sinalização de alerta e proibição...04 Sinalização de orientação e salvamento...05 Sinalização de equipamentos e combate a incêndio...06

Leia mais

Símbolos Gráficos Para Projeto de Segurança Contra Incêndio

Símbolos Gráficos Para Projeto de Segurança Contra Incêndio Outubro 2011 Vigência: 08 Janeiro 2012 NPT 004 Símbolos Gráficos Para Projeto de Segurança Contra Incêndio CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão: 01 Norma de Procedimento Técnico 17 páginas SUMÁRIO 1 Objetivo

Leia mais

NPT 002 ADAPTAÇÃO ÀS NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EDIFICAÇÕES EXISTENTES E ANTIGAS. Versão: 03 Norma de Procedimento Técnico 8 páginas

NPT 002 ADAPTAÇÃO ÀS NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EDIFICAÇÕES EXISTENTES E ANTIGAS. Versão: 03 Norma de Procedimento Técnico 8 páginas Outubro 2014 Vigência: 08 outubro 2014 NPT 002 Adaptação às normas de segurança contra incêndio edificações existentes e antigas CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão: 03 Norma de Procedimento Técnico 8 páginas

Leia mais

REFORMA SALA DO NÚCLEO DE SEGURANÇA PROJETO PREVENTIVO CONTRA INCÊNDIO

REFORMA SALA DO NÚCLEO DE SEGURANÇA PROJETO PREVENTIVO CONTRA INCÊNDIO REFORMA SALA DO NÚCLEO DE SEGURANÇA MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO PREVENTIVO CONTRA INCÊNDIO Responsabilidade e Compromisso com o Meio Ambiente 2 110766_MEMPCI_REFORMA_SALA_MOTORISTAS_R00 MEMORIAL DESCRITIVO

Leia mais

INSTRUÇÃO TÉCNICA 04 PROJETOS DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCENDIOS (PCI)

INSTRUÇÃO TÉCNICA 04 PROJETOS DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCENDIOS (PCI) INSTRUÇÃO TÉCNICA 04 PROJETOS DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCENDIOS (PCI) 1 OBJETIVO 1.1 Estas Instruções Normativas de Projeto apresentam os procedimentos, critérios e padrões a serem adotados para elaboração

Leia mais

NPT 002 ADAPTAÇÃO ÀS NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EDIFICAÇÕES EXISTENTES E ANTIGAS

NPT 002 ADAPTAÇÃO ÀS NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EDIFICAÇÕES EXISTENTES E ANTIGAS Janeiro 2012 Vigência: 08 Janeiro 2012 NPT 002 Adaptação às normas de segurança contra incêndio edificações existentes e antigas CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão: 02 Norma de Procedimento Técnico 9 páginas

Leia mais

FICHA MODELO DA SINOPSE DO LAUDO

FICHA MODELO DA SINOPSE DO LAUDO FICHA MODELO DA SINOPSE DO LAUDO A Ficha objetiva apresentação de SINOPSE do laudo, padronizada, a fim de auxiliar a análise e encaminhamento do mesmo para os interessados. Conforme modelo que segue, o

Leia mais

ENDEREÇO: Estrada de Itapecerica Nº 2.100.

ENDEREÇO: Estrada de Itapecerica Nº 2.100. PARECER TÉCNICO DAS ANOMALIAS ENCONTRADAS NA EDIFICAÇÃO DE GARANTIA POR PARTE DA CONSTRUTORA. 1ªPARTE TORRES 1 a 3. CONDOMÍNIO: Brink Condomínio Clube. ENDEREÇO: Estrada de Itapecerica Nº 2.100. CIDADE/UF:

Leia mais

NORMA TÉCNICA 09/2014

NORMA TÉCNICA 09/2014 É ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA 09/2014 Compartimentação horizontal e vertical SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências normativas e bibliográficas

Leia mais

IT - 35 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EM EDIFICAÇÕES HISTÓRICAS

IT - 35 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EM EDIFICAÇÕES HISTÓRICAS IT - 35 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EM EDIFICAÇÕES HISTÓRICAS SUMÁRIO 1 - Objetivo 7 - Exposição ao risco de incêndio 2 - Referências normativas 8 - Risco de incêndio 3 - Símbolos 9 - Fatores de segurança

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO DE BATENTES E PORTAS CORTA-FOGO

MANUAL DE INSTALAÇÃO DE BATENTES E PORTAS CORTA-FOGO INSTALAÇÃO DOS BATENTES A instalação dos batentes é simples porém, são necessários alguns cuidados básicos para obter uma porta em perfeitas condições: Para a fixação do batente, levantam-se as grapas

Leia mais

MANUAL DO USO DE ELEVADORES ÍNDICE: I Procedimentos e Cuidados

MANUAL DO USO DE ELEVADORES ÍNDICE: I Procedimentos e Cuidados MANUAL DO USO DE ELEVADORES ÍNDICE: I Procedimento e Cuidados II Verificação pelo usuário do funcionamento seguro do elevador III Procedimentos a evitar na utilização do elevador IV Orientação para a escolha

Leia mais

Regulamento de segurança contra incêndio das edificações e áreas de risco do Estado de São Paulo

Regulamento de segurança contra incêndio das edificações e áreas de risco do Estado de São Paulo Decreto Estadual nº 56.819, de 10 de março de 2011 I GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO CORPO DE BOMBEIROS Regulamento

Leia mais

ÍNDICE. Linha Alerta. Linha Alumínio. Linha Azul. Linha Madeira. Linha Preta. Linha Combate a Incêndio. Linha Rota de Fuga. Kit Acessível de Portas

ÍNDICE. Linha Alerta. Linha Alumínio. Linha Azul. Linha Madeira. Linha Preta. Linha Combate a Incêndio. Linha Rota de Fuga. Kit Acessível de Portas CATÁLOGO COMPLETO ÍNDICE Linha Alerta 3 Linha Alumínio 7 Linha Azul 11 Linha Madeira Linha Preta 26 19 Linha Combate a Incêndio 33 Linha Rota de Fuga 38 Kit Acessível de Portas 42 Exposit ore s 43 LI N

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA N 09

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA N 09 ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA N 09 Compartimentação horizontal e compartimentação vertical SUMÁRIO ANEXO 1 Objetivo

Leia mais

Instrução Técnica nº 25/2011 - Segurança contra incêndio para líquidos combustíveis e inflamáveis - Parte 3 Armazenamento... 625

Instrução Técnica nº 25/2011 - Segurança contra incêndio para líquidos combustíveis e inflamáveis - Parte 3 Armazenamento... 625 Instrução Técnica nº 25/2011 - Segurança contra incêndio para líquidos combustíveis e inflamáveis - Parte 3 Armazenamento... 625 SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO

Leia mais

Proprietário Página 1 de 6

Proprietário Página 1 de 6 MEMORIAL DESCRITIVO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO ACOPIARA PREFEITURA MUNICIPAL DE ACOPIARA(CE) DATA 10/11/2011 MEMORIAL DESCRITIVO E JUSTIFICATIVO DE CÁLCULO DO PROJETO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO

Leia mais

NORMA TÉCNICA N o 16 SISTEMAS DE PROTEÇÃO POR EXTINTORES DE INCÊNDIO

NORMA TÉCNICA N o 16 SISTEMAS DE PROTEÇÃO POR EXTINTORES DE INCÊNDIO ANEXO XVI AO DECRETO N o 3.950, de 25 de janeiro de 2010. NORMA TÉCNICA N o 16 SISTEMAS DE PROTEÇÃO POR EXTINTORES DE INCÊNDIO 1. OBJETIVO Esta Norma Técnica estabelece critérios para proteção contra incêndio

Leia mais

Código Símbolo Significado Forma e cor Aplicação. Cuidado, risco de incêndio. Cuidado, risco de explosão. Cuidado, risco de corrosão

Código Símbolo Significado Forma e cor Aplicação. Cuidado, risco de incêndio. Cuidado, risco de explosão. Cuidado, risco de corrosão I - Símbolos da sinalização básica ANEXO B SIMBOLOGIA PARA A SINALIZAÇÃO DE EMERGÊNCIA Os símbolos adotados por esta norma para sinalização de emergência são apresentados a seguir, acompanhados de exemplos

Leia mais

NORMA TÉCNICA N o 11 PLANOS DE INTERVENÇÃO DE INCÊNDIO

NORMA TÉCNICA N o 11 PLANOS DE INTERVENÇÃO DE INCÊNDIO ANEXO XI AO DECRETO N o 3.950, de 25 de janeiro de 2010. NORMA TÉCNICA N o 11 PLANOS DE INTERVENÇÃO DE INCÊNDIO 1. OBJETIVOS Esta Norma Técnica estabelece princípios gerais para: a) o levantamento de riscos

Leia mais

RISCI RELATORIO DE INSPEÇÃO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO CAISM

RISCI RELATORIO DE INSPEÇÃO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO CAISM RISCI RELATORIO DE INSPEÇÃO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO CAISM Ano 2015 CIPA/UNICAMP Sumário: 1 Objetivo e Aplicação. 2 Embasamento Técnico Legal. 3 Síntese da solicitação. 4 Adequações. 5 Penalidades.

Leia mais

OBRIGATORIEDADE DO AVCB DECRETO Nº 46.076, DE 31 DE AGOSTO DE 2001.

OBRIGATORIEDADE DO AVCB DECRETO Nº 46.076, DE 31 DE AGOSTO DE 2001. OBRIGATORIEDADE DO AVCB DECRETO Nº 46.076, DE 31 DE AGOSTO DE 2001. Institui o Regulamento de Segurança contra Incêndio das edificações e áreas de risco para fins da lei nº 684, de 30 de Setembro de 1975

Leia mais

INSTALAÇÃO E SEGURANÇA NOS ELEVADORES

INSTALAÇÃO E SEGURANÇA NOS ELEVADORES INSTALAÇÃO E SEGURANÇA NOS ELEVADORES Objetivo: Analisar as condições de funcionamento e segurança dos seus equipamentos 09/11/2014 Autor: LUIZ BARATTA - SENGE / RJ 1 NORMAS ABNT ABNT NBR 5665:1983 ERRATA

Leia mais

NPT 029 COMERCIALIZAÇÃO, DISTRIBUIÇÃO E UTILIZAÇÃO DE GÁS NATURAL

NPT 029 COMERCIALIZAÇÃO, DISTRIBUIÇÃO E UTILIZAÇÃO DE GÁS NATURAL Outubro 2011 Vigência: 08 Janeiro 2012 NPT 029 Comercialização, distribuição e utilização de gás natural CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão: 01 Norma de Procedimento Técnico 5 páginas SUMÁRIO 1 Objetivo 2

Leia mais

IMPORTÂNCIA DE UMA ABORDAGEM SISTÊMICA PARA A SOLUÇÃO DA SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO DE EDIFICAÇÕES

IMPORTÂNCIA DE UMA ABORDAGEM SISTÊMICA PARA A SOLUÇÃO DA SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO DE EDIFICAÇÕES SEMINARIO INTERNACIONAL DE SEGURIDAD CONTRA INCENDIO EM LA EDIFICACIÓN IMPORTÂNCIA DE UMA ABORDAGEM SISTÊMICA PARA A SOLUÇÃO DA SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO DE EDIFICAÇÕES Antonio Fernando Berto afberto@ipt.br

Leia mais

ECOM EMPRESA DE CONSTRUÇÕES, CONSULTORIA E MEIO AMBIENTE LTDA

ECOM EMPRESA DE CONSTRUÇÕES, CONSULTORIA E MEIO AMBIENTE LTDA MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DE INSTALAÇÕES DE PREVENÇÃO CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO 1. GENERALIDADES O sistema de proteção proposto busca satisfazer as condições mínimas de segurança preconizadas pela

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO. Vista das Obras da Arena Allianz Parque W Torres e Sociedade esportiva Palmeiras - Data: 30/07/2014

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO. Vista das Obras da Arena Allianz Parque W Torres e Sociedade esportiva Palmeiras - Data: 30/07/2014 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO Vista das Obras da Arena Allianz Parque W Torres e Sociedade esportiva Palmeiras - Data: 30/07/2014 CADERNO TÉCNICO SÃO PAULO, JANEIRO DE 2015 ALVARA DE AUTORIZAÇÃO

Leia mais

Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei Complementar:

Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei Complementar: CÂMARA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE RIO GRANDE DO SUL,.1'3 Proc. n9 8S9/76 P.L.C.E n9 4/76 Estabelece normas de p!p teção contra incêndios. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte

Leia mais

Projeto de revisão NBR 13434 Parte 2 Sinalização de segurança contra incêndio e pânico Parte 2: Símbolos e suas formas, dimensões e cores.

Projeto de revisão NBR 13434 Parte 2 Sinalização de segurança contra incêndio e pânico Parte 2: Símbolos e suas formas, dimensões e cores. ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas OUT:2001 Projeto de revisão NBR 13434 Parte 2 Sinalização de segurança contra incêndio e pânico Parte 2: Símbolos e suas formas, dimensões e cores. Sede: Rio

Leia mais

INSTALAÇÃO E SEGURANÇA NOS ELEVADORES

INSTALAÇÃO E SEGURANÇA NOS ELEVADORES INSTALAÇÃO E SEGURANÇA NOS ELEVADORES Objetivo: Analisar as condições de funcionamento e segurança dos seus equipamentos 19/06/2015 Autor: LUIZ BARATTA - SENGE / RJ 1 HISTÓRICO Estima-se que no Brasil

Leia mais

DECRETO Nº 38.069, de 14 de dezembro de 1993. ESPECIFICAÇÕES PARA INSTALAÇÕES DE PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS

DECRETO Nº 38.069, de 14 de dezembro de 1993. ESPECIFICAÇÕES PARA INSTALAÇÕES DE PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS DECRETO Nº 38.069, de 14 de dezembro de 1993. ESPECIFICAÇÕES PARA INSTALAÇÕES DE PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS Í N D I C E DECRETO ESPECIFICAÇÕES PARA INSTALAÇÃO DE PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS 1 - OBJETIVO,

Leia mais

Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros - AVCB

Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros - AVCB Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros - AVCB Mesmo caro, documento em dia é uma tranquilidade para o Síndico. Em 2013 a maior tragédia envolvendo fogo no Brasil aconteceu. Na boate Kiss, no Rio Grande

Leia mais

SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO LTDA.

SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO LTDA. RELATÓRIO ACOMPANHAMENTO MENSAL SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO LTDA. Objetivo. Este relatório tem por objetivo avaliar e mitigar os riscos equivalentes desta edificação. Foram realizadas diversas vistorias

Leia mais

IT - 11 PLANO DE INTERVENÇAO DE INCÊNDIO

IT - 11 PLANO DE INTERVENÇAO DE INCÊNDIO IT - 11 PLANO DE INTERVENÇAO DE INCÊNDIO SUMÁRIO ANEXOS 1 Objetivo A Planilha de levantamento de dados 2 Aplicação B Fluxograma do Plano de Intervenção de Incêndio 3 Referências Normativas e Bibliográficas

Leia mais

Inspeção de Sistemas de Prevenção e Combate a Incêndios

Inspeção de Sistemas de Prevenção e Combate a Incêndios Inspeção de Sistemas de Prevenção e Combate a Incêndios Arqª e Urb ª Vanessa Pacola Francisco Engª Civil e de Seg. do Trab. Marli Kalil Câmara de Inspeção Predial BAPE/SP Out/2013 NOTÍCIAS BRASILEIRAS

Leia mais

Rua Cruzeiro dos Peixotos, 499 Sala 1008 Bairro Aparecida UBERLÂNDIA-MG TELEFONES: (034) 3231-4235 & 9102-7015

Rua Cruzeiro dos Peixotos, 499 Sala 1008 Bairro Aparecida UBERLÂNDIA-MG TELEFONES: (034) 3231-4235 & 9102-7015 Biblioteca Educa Campus Educa Materiais Projetos Hidro-sanitário e Prevenção e Combate a Incêndio Lista de materiais do Térreo Esgoto - Caixas de Passagem Caixa de areia pluvial com grelha CAG- 60x60cm

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE VISTORIAS

ORIENTAÇÕES SOBRE VISTORIAS Regulamentação: ORIENTAÇÕES SOBRE VISTORIAS Em Cascavel a vistoria do Corpo de Bombeiros foi regulamentada, pelo convênio entre a Prefeitura Municipal de Cascavel e o Corpo de Bombeiros, através da Lei

Leia mais

COMANDO DO CORPO DE BOMBEIROS. Departamento de Segurança Contra Incêndio DSCI

COMANDO DO CORPO DE BOMBEIROS. Departamento de Segurança Contra Incêndio DSCI COMANDO DO CORPO DE BOMBEIROS Departamento de Segurança Contra Incêndio DSCI SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO CORPO DE BOMBEIROS INSTRUÇÃO TÉCNICA

Leia mais

Encontro Secovi PQE "AVCB: o que é, obrigatoriedade e revalidação"

Encontro Secovi PQE AVCB: o que é, obrigatoriedade e revalidação Encontro Secovi PQE "AVCB: o que é, obrigatoriedade e revalidação" Mercado Imobiliário Contextualização do negócio imobiliário que implica na formação do condomínio Incorporação Imobiliária Atividade

Leia mais

Instalações Prediais. Manutenção

Instalações Prediais. Manutenção Instalações Prediais Manutenção Legislação Leis nº 10.199/86 e 8382/76 Certificado de manutenção dos sistemas de segurança contra incêndio Lei nº 13.214, de 22 de novembro de 2001. Obrigatoriedade de instalação

Leia mais

IT - 16 SISTEMA DE PROTEÇÃO POR EXTINTORES DE INCÊNDIO

IT - 16 SISTEMA DE PROTEÇÃO POR EXTINTORES DE INCÊNDIO IT - 16 SISTEMA DE PROTEÇÃO POR EXTINTORES DE INCÊNDIO SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências Normativas 4 Definições 5 Generalidades gerais 6- Procedimentos 7 Certificação e validade/garantia INSTRUÇÃO

Leia mais

Instrução Normativa 001/2014

Instrução Normativa 001/2014 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Porto Alegre, RS SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA Em 03 de Jan de 2014 BM COMANDO DO CORPO DE BOMBEIROS DIVISÃO TÉCNICA DE PREVENÇÃO DE INCÊNDIO 1 Instrução Normativa 001/2014

Leia mais

COMANDO DO CORPO DE BOMBEIROS. Departamento de Segurança Contra Incêndio DSCI

COMANDO DO CORPO DE BOMBEIROS. Departamento de Segurança Contra Incêndio DSCI COMANDO DO CORPO DE BOMBEIROS Departamento de Segurança Contra Incêndio DSCI SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO CORPO DE BOMBEIROS Análise e Vistoria

Leia mais

Sistema de Hidrantes Prediais para Combate a Incêndios

Sistema de Hidrantes Prediais para Combate a Incêndios 1 Sistema de Hidrantes Prediais para Combate a Incêndios O sistema de hidrantes é um tipo de proteção instalado em edifícios, utilizado como meio de combate a incêndios. É composto basicamente por Reservatórios

Leia mais

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO UC_REQ-MK_ACF-001 27/01/2015 00 1 / 12 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 Objetiv... 2 Públic Alv... 2 Escp... 2 Referências... 2 DESCRIÇÃO GERAL DO PRODUTO... 2 Características d Usuári... 2 Limites, Supsições e

Leia mais

PROC IBR EDIF 028/2014 Análise das especificações, quantidades e preços das Instalações de Prevenção à Incêndio e Pânico

PROC IBR EDIF 028/2014 Análise das especificações, quantidades e preços das Instalações de Prevenção à Incêndio e Pânico INSTITUTO BRASILEIRO DE AUDITORIA DE OBRAS PÚBLICAS IBRAOP INSTITUTO RUI BARBOSA IRB / COMITÊ OBRAS PÚBLICAS PROC IBR EDIF 028/2014 Análise das especificações, quantidades e preços das Instalações de Prevenção

Leia mais

Guia de Instruções para a Manutenção Predial

Guia de Instruções para a Manutenção Predial Neon -Empresa Patrocinadora Núcleo SBCampo AGENDA PREENCHA O NOME E O TELEFONE DO SEU PRESTADOR DE SERVIÇO. SERVIÇO EMPRESA FONE ÁGUA E ESGOTO ELEVADORES PORTÕES BOMBAS JARDIM EQUI.SEGURANÇA CAIXA DÁGUA

Leia mais

PROPOSTAS AO CORPO DE BOMBEIROS DE SÃO PAULO. Divisão Técnica de Engenharia de Incêndio do Instituto de Engenharia

PROPOSTAS AO CORPO DE BOMBEIROS DE SÃO PAULO. Divisão Técnica de Engenharia de Incêndio do Instituto de Engenharia PROPOSTAS AO CORPO DE BOMBEIROS DE SÃO PAULO Divisão Técnica de Engenharia de Incêndio do Instituto de Engenharia Desenvolvimento com apresentação de propostas para: melhorar os critérios de elaboração

Leia mais

Módulo 2 - Sistemas básicos de proteção passiva contra incêndio

Módulo 2 - Sistemas básicos de proteção passiva contra incêndio Módulo 2 - Sistemas básicos de proteção passiva contra incêndio Apresentação do módulo Os sistemas de proteção contra incêndio e pânico são classificados em duas categorias distintas: proteção passiva

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 09/2011

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 09/2011 Instrução Técnica nº 09/2011 - Compartimentação horizontal e compartimentação vertical 203 SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros

Leia mais

Corpo de Bombeiros. Compartimentação horizontal e compartimentação vertical

Corpo de Bombeiros. Compartimentação horizontal e compartimentação vertical SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº. 09/2011 Compartimentação horizontal e compartimentação vertical SUMÁRIO

Leia mais

PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS

PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS IT 01 PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências normativas e bibliográficas 4 Definições 5 Procedimentos ANEXOS A Cartão de identificação do Projeto Técnico B Formulário

Leia mais

RESOLUÇÃO TÉCNICA DE TRANSIÇÃO CBMRS

RESOLUÇÃO TÉCNICA DE TRANSIÇÃO CBMRS ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA COMANDO DO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO RS DIVISÃO TÉCNICA DE PREVENÇÃO DE INCÊNDIO E INVESTIGAÇÃO RESOLUÇÃO TÉCNICA DE TRANSIÇÃO CBMRS 2015

Leia mais

Segurança contra Incêndio em Edificações. Medidas de Proteção Ativa

Segurança contra Incêndio em Edificações. Medidas de Proteção Ativa Segurança contra Incêndio em Edificações Medidas de Proteção Ativa Arq. Marcos Vargas Valentin 1 Medidas de Proteção Ativa Instalações Elétricas Prediais : Iluminação de emergência Alarme manual (acionadores

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DO SISTEMA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO

MEMORIAL DESCRITIVO DO SISTEMA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO MEMORIAL DESCRITIVO DO SISTEMA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO I - IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO 1.1. OBRA: Regularização e Ampliação de um Complexo Esportivo. 1.2. ENDEREÇO: Conjunto Manuel Julião, Rio

Leia mais

NPT 009 COMPARTIMENTAÇÃO HORIZONTAL E COMPARTIMENTAÇÃO VERTICAL

NPT 009 COMPARTIMENTAÇÃO HORIZONTAL E COMPARTIMENTAÇÃO VERTICAL Outubro 2011 Vigência: 08 Janeiro 2012 NPT 009 Compartimentação Horizontal e Compartimentação Vertical CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão:01 Norma de Procedimento Técnico 20 páginas SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação

Leia mais

FAC. 01 MANUTENÇÃO E INFRAESTRUTURA

FAC. 01 MANUTENÇÃO E INFRAESTRUTURA 1 de 26 MANUTENÇÃO E INFRAESTRUTURA MACROPROCESSO INFRAESTRUTURA PROCESSO MANUTENÇÃO E INFRAESTRUTURA MANUTENÇÃO E INFRAESTRUTURA 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DOCUMENTOS RELACIONADOS... 2 4.

Leia mais

Gerenciamento de Riscos Patrimoniais e Empresariais. Sidney Leone Março de 2012

Gerenciamento de Riscos Patrimoniais e Empresariais. Sidney Leone Março de 2012 Gerenciamento de Riscos Patrimoniais e Empresariais Sidney Leone Março de 2012 Meus Defeitos Sócio - Integrale Consultoria e Corretagem de Seguros Ltda. Divisão Gestão de Risco; Consultor Técnico RRJ Engenharia

Leia mais

Curso Técnico Segurança do Trabalho. Controle de Perdas e Meios de Fuga Módulo Único

Curso Técnico Segurança do Trabalho. Controle de Perdas e Meios de Fuga Módulo Único Curso Técnico Segurança do Trabalho Controle de Perdas e Meios de Fuga Módulo Único Meios de Fuga As rotas de fuga devem atender, entre outras, às seguintes condições básicas: Número de saídas O número

Leia mais

IT - 35 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EM EDIFICAÇÕES HISTÓRICAS

IT - 35 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EM EDIFICAÇÕES HISTÓRICAS IT - 35 CONTRA INCÊNDIO EM EDIFICAÇÕES HISTÓRICAS SUMÁRIO 1 - Objetivo 7 Exposição ao risco de incêndio 2 - Referências normativas 8 Risco de incêndio 3 Símbolos 9 - Fatores de segurança 4 - Considerações

Leia mais

Apólice de Seguros Incêndio (Revisão das Coberturas)

Apólice de Seguros Incêndio (Revisão das Coberturas) Tabela de e Prazos de Manutenção Item Apólice de s Incêndio (Revisão das Coberturas) Revisar Condições e Importâncias Seguradas. arts. 1.346 e 1348, IX, do Código Civil e art. 13, parágrafo único da Lei

Leia mais

ANEXO III DIRETRIZES BÁSICAS DO PROJETO

ANEXO III DIRETRIZES BÁSICAS DO PROJETO ANEXO III DIRETRIZES BÁSICAS DO PROJETO VOLUME IV - PROJETO DE ENGENHARIA E MATERIAL RODANTE PROJETOS ARQUITETÔNICOS E DEMAIS PROJETOS TÉCNICOS PREDIAIS PROJETO DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS 1 3.2.6.10.

Leia mais

SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL. Indústria da Panificação

SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL. Indústria da Panificação SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL Indústria da Panificação PROGRAMAÇÃO: Palestra Segurança Geral - SESI - Segurança do Trabalho; - Riscos Ambientais e Acidentes do Trabalho; - PPRA/PCMSO; - Normas regulamentadoras;

Leia mais

RESOLUÇÃO TÉCNICA CBMRS Nº 14 EXTINTORES DE INCÊNDIO 2014

RESOLUÇÃO TÉCNICA CBMRS Nº 14 EXTINTORES DE INCÊNDIO 2014 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA COMANDO DO CORPO DE BOMBEIROS DIVISÃO TÉCNICA DE PREVENÇÃO DE INCÊNDIO E INVESTIGAÇÃO RESOLUÇÃO TÉCNICA CBMRS Nº 14 EXTINTORES DE INCÊNDIO 2014

Leia mais

AÇÕES A SEREM SEGUIDAS APÓS A ATIVAÇÃO DO PEL

AÇÕES A SEREM SEGUIDAS APÓS A ATIVAÇÃO DO PEL Usina Termelétrica Gov. LEONEL BRIZOLA/TERMORIO Informe de recursos internos LIMITES DA ÁREA INDUSTRIAL COMPOSIÇÃO DA UTE GLB Planta Outras instalações Rota de fuga ATIVAÇÃO DO PEL Qualquer empregado ou

Leia mais

Quando falamos em segurança no ambiente de trabalho,

Quando falamos em segurança no ambiente de trabalho, Técnica Segurança em edifícios comerciais Quando falamos em segurança no ambiente de trabalho, muitas coisas podem surgir na nossa mente. Talvez em cidades grandes, como São Paulo e Rio de Janeiro, o primeiro

Leia mais

NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN 013/DAT/CBMSC) SINALIZAÇÃO PARA ABANDONO DE LOCAL

NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN 013/DAT/CBMSC) SINALIZAÇÃO PARA ABANDONO DE LOCAL ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DIRETORIA DE ATIVIDADES TÉCNICAS - DAT NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN 013/DAT/CBMSC)

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DAS CONSTRUÇÕES BLOCO 01

MEMORIAL DESCRITIVO DAS CONSTRUÇÕES BLOCO 01 1. INSTALAÇÕES DE COMBATE A INCÊNDIOS CONDIÇÕES GERAIS O projeto de prevenção e combade a incêndios foi executado atendendo às exigências das seguintes normas e leis: NB; - 9077/93. NT - 15/2009 - CAT

Leia mais

ELEVADORES VERSATILIDADE, TECNOLOGIA E BELEZA PARA PERCURSOS DE ATÉ 12 METROS

ELEVADORES VERSATILIDADE, TECNOLOGIA E BELEZA PARA PERCURSOS DE ATÉ 12 METROS ELEVADORES VERSATILIDADE, TECNOLOGIA E BELEZA PARA PERCURSOS DE ATÉ 12 METROS Disponível para aplicação residencial unifamiliar ou exclusivo para acessibilidade em locais públicos Capacidade: 3 pessoas

Leia mais

Deliberação da Indicação de Administração Condominial da Mérito Consultoria de Imóveis S.C. Ltda

Deliberação da Indicação de Administração Condominial da Mérito Consultoria de Imóveis S.C. Ltda Apresentação Institucional da Construtora Tarjab e da Incorporadora Meritor; Apresentação Geral do Empreendimento; Informações sobre o status do Processo de Vistoria das Unidades e Área Comum; Deliberação

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 09/2015

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 09/2015 Instrução Técnica nº 09/2011 - Compartimentação horizontal e compartimentação vertical 203 SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS SOBRE CONFECÇÃO E LOCALIZAÇÃO DAS PLANTAS DE EMERGÊNCIA

ORIENTAÇÕES GERAIS SOBRE CONFECÇÃO E LOCALIZAÇÃO DAS PLANTAS DE EMERGÊNCIA PLANTA DE EMERGÊNCIA ORIENTAÇÕES GERAIS SOBRE CONFECÇÃO E LOCALIZAÇÃO DAS PLANTAS DE EMERGÊNCIA QUAIS EDIFICAÇÕES OU ÁREAS DE RISCO DEVERÃO APRESENTAR AS PLANTAS DE SEGURANÇA? RESOLUÇÃO Nº 097, DE 04 DE

Leia mais

Sistema de Proteção por Extintores de Incêndio

Sistema de Proteção por Extintores de Incêndio SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências normativas 4 Definições 5 Procedimentos Instrução

Leia mais

LEI N.º 10.348 DE 4 DE SETEMBRO DE 1987

LEI N.º 10.348 DE 4 DE SETEMBRO DE 1987 LEI N.º 10.348 DE 4 DE SETEMBRO DE 1987 Dispõe sobre instalação e funcionamento de elevadores e outros aparelhos de transporte, e dá outras providências. Jânio da Silva Quadros, Prefeito do Município de

Leia mais

NPT 033 COBERTURA DE SAPÉ, PIAÇAVA E SIMILARES

NPT 033 COBERTURA DE SAPÉ, PIAÇAVA E SIMILARES Janeiro 2012 Vigência: 08 Janeiro 2012 NPT 033 Cobertura de sapé, piaçava e similares CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão: 02 Norma de Procedimento Técnico 5 páginas SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências

Leia mais

1º ADITIVO A ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 018/2013

1º ADITIVO A ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 018/2013 1 1º ADITIVO A ATA DE REGISTRO DE PREÇOS 018/2013 EDITAL DE LICITAÇÃO N.º 034/2013 MODALIDADE DE PREGÃO PRESENCIAL PROCESSO 2012 0058 7049 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES Aos 10 (dez) dias do mês de junho do

Leia mais

artigos 154 a 159 da Consolidação das Leis do Trabalho CLT. 2 NR-5 - Estruturar, Implantar, Registrar e

artigos 154 a 159 da Consolidação das Leis do Trabalho CLT. 2 NR-5 - Estruturar, Implantar, Registrar e 1 NR-1- Disposição Geral, embasado nos artigos 154 a 159 da Consolidação das Leis do Trabalho CLT. 2 NR-5 - Estruturar, Implantar, Registrar e acompanhar a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA),

Leia mais

RESOLUÇÃO TÉCNICA CBMRS Nº 05 - PARTE 03 PROCESSO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO SIMPLIFICADO 2014

RESOLUÇÃO TÉCNICA CBMRS Nº 05 - PARTE 03 PROCESSO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO SIMPLIFICADO 2014 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA COMANDO DO CORPO DE BOMBEIROS DIVISÃO TÉCNICA DE PREVENÇÃO DE INCÊNDIO E INVESTIGAÇÃO RESOLUÇÃO TÉCNICA CBMRS Nº 05 - PARTE 03 PROCESSO DE SEGURANÇA

Leia mais

ANEXO I PROJETO EXECUTIVO. Ref: Intimação CONTRU processo nº 2004.0165.823-2 www.prefeitura.sp.gov.br/processos

ANEXO I PROJETO EXECUTIVO. Ref: Intimação CONTRU processo nº 2004.0165.823-2 www.prefeitura.sp.gov.br/processos ANEXO I PROJETO EXECUTIVO Ref: Intimação CONTRU processo nº 2004.0165.823-2 www.prefeitura.sp.gov.br/processos Ass: Escopo para Contratação de Empresa Qualificada. Tipo da contratação: Obra de Engenharia.

Leia mais

DECRETO N.º 93/2004. Considerando a adoção de novo fluxo para emissão das licenças, resolve:

DECRETO N.º 93/2004. Considerando a adoção de novo fluxo para emissão das licenças, resolve: PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA SECRETARIA MUNICIPAL DO URBANISMO DECRETO N.º 93/2004 Regulamenta o artigo 1º da Lei N.º 10.914/03 e dispõe sobre a instalação de Cercas Energizadas destinadas à proteção

Leia mais

LAUDO DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO E PÂNICO

LAUDO DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO E PÂNICO LAUDO DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO E PÂNICO IDENTIFICAÇÃO DO ESTÁDIO Nome do estádio: Apelido do estádio: Endereço completo do estádio: Cidade: Estado: Site: Proprietário: E-mail: Gestor do estádio:

Leia mais