COMANDO DO CORPO DE BOMBEIROS. Departamento de Segurança Contra Incêndio DSCI

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "COMANDO DO CORPO DE BOMBEIROS. Departamento de Segurança Contra Incêndio DSCI"

Transcrição

1 COMANDO DO CORPO DE BOMBEIROS Departamento de Segurança Contra Incêndio DSCI

2 SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO CORPO DE BOMBEIROS Análise e Vistoria em Instalação e Ocupação Temporária Major PM Frank Itinoce

3 Objetivo Formas de apresentação Estabelecer os critérios para apresentação de Projeto Técnico e vistoria de edificação e/ou área de risco. 1. Projeto Técnico (PT); 2. Projeto Técnico Simplificado (PTS): IT 42/11; 3. Projeto Técnico para Instalação e Ocupação Temporária (PTIOT); 4. Projeto Técnico para Ocupação Temporária em Edificação Permanente (PTOTEP).

4 Projeto técnico Características da edificação ou área de risco 1) área de construção acima de 750 m² e/ou com altura acima de 3 pavimentos; 2) edificações cuja ocupação é do grupo L (explosivos); 3) risco no qual necessite de proteção por sistemas fixos tais como: hidrantes, alarme, entre outros; 4) Exceto casos específicos para os demais procedimentos de regularização (Ex.: PTS, PTIOT)

5 Projeto técnico simplificado Área até 750 m²; Altura até 5 metros; Características Não sejam exigidos sistemas fixos de combate; Não necessite de proteção de suas estruturas; Local para reunião de público com lotação até 50 pessoas e que não exija sistema fixo de combate a incêndio;

6 Eventos temporários Prazo de análise: O Projeto deve ser protocolado com o prazo mínimo de 07 dias de antecedência. Prazo de vistoria: a solicitação de vistoria deve ser protocolada, com antecedência mínima em relação à data do evento, de acordo com os seguintes prazos: - para os eventos nos dias úteis, o prazo deve ser de 48 horas; e - para eventos nos finais de semana ou feriados, o prazo deve ser de 72 horas.

7 Projeto técnico para instalação e ocupação temporária Características Parques de diversão, feiras de exposições, feiras agropecuárias, apresentações artísticas, rodeios e similares; e Permanência máxima de 06 (seis) meses.

8 Projeto técnico para instalação e ocupação temporária Composição Cartão de identificação (anexo A); Pasta do projeto; Formulário de segurança contra incêndio (anexo B); Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) arquibancadas, arenas, brinquedos de parques de diversão, palcos, instalações elétricas, grupo moto-gerador; Planta das medidas de segurança contra incêndio ou croqui, a critério do proprietário;

9 Projeto técnico para instalação e ocupação temporária Apresentação Documentação deve ser apresentada em duas vias; No serviço de proteção contra incêndio com competência na cidade onde funcione pela primeira vez no Estado de São Paulo; O serviço de proteção contra incêndio aprova e retém uma das vias devolvendo a outra para o interessado; A via do interessado deve acompanhar a instalação ou ocupação em todo o Estado de São Paulo; Em cada local ou cidade onde se estabeleça, a vistoria deve ser realizada com a via aprovada do interessado.

10 Instalação e ocupação temporária

11 Croqui (circo)

12 Projeto técnico de evento temporário em edificação permanente Características Evento de duração máximo de 6 (seis) meses; Edificação permanente deve estar regularizada junto ao CBPMESP; A instalação temporária acrescida na parte externa da edificação permanente deve ter a proteção adequada para ela estabelecida; A instalação temporária acrescida no interior da edificação permanente (boxes, estandes, dentre outros), deverá seguir a proteção prevista para a edificação permanente, desde que atenda o exigido para o evento em questão.

13 Projeto técnico de evento temporário em edificação permanente Projeto técnico; Projeto técnico simplificado; Composição Projeto técnico para instalação e/ou ocupação temporária;

14 DISPOSIÇÕES GERAIS DO PROJETO TÉCNICO Apresentação no máximo em três vias; Prazo máximo de análise 30 dias; Ordem cronológica de entrada; e Exceção ocupação ou atividade temporária. Cada sistema de segurança - única norma; Norma estrangeira havendo melhora no nível de segurança; Norma estrangeira - tradutor juramentado; e Adotar os modelos de documentos conforme Its;

15 VISTORIA TÉCNICA Solicitação de vistoria Mediante solicitação do proprietário, responsável pelo uso ou do responsável técnico. Vistorias para áreas parcialmente construídas - risco isolado. Vistoria para áreas parciais de várias edificações - risco isolado com sistemas e equipamentos instalados e independentes. Ordem cronológica de protocolo, exceção: Instalação e Ocupação Temporária e Evento Temporário em Edificação Permanente.

16 Documentos Anotação de Responsabilidade Técnica (ART): dos sistemas e equipamentos de proteção contra incêndio; dos sistemas de utilização de gases inflamáveis; do grupo moto gerador; do sistema de pressurização das rotas de fuga; do revestimento dos elementos estruturais; de inspeção e manutenção de vasos sob pressão; e outros que, devido peculiaridades do projeto técnico, sejam necessários. Atestado de brigada contra Incêndio. Laudo de teste para sistemas especiais: espuma, chuveiros automáticos, detecção e alarme de incêndio, entre outros. Documentos específicos exigidos de acordo com o sistema instalado.

17

18 Durante a vistoria Pessoa habilitada para acompanhamento. Possuindo alguma irregularidade no Projeto técnico, este será encaminhado ao serviço de segurança contra incêndio para reanálise e possível cassação. Discordância do relatório de vistoria ou regularização de alguma pendência - (FAT). Irregularidades ou a aprovação da vistoria relatório de vistoria no local. Sistemas adicionais instalados e não previstos em projeto serão aceitos desde que não interfiram no desempenho dos sistemas exigidos. (os mesmos não precisam seguir parâmetros previstos em norma).

19 Emissão do Auto de vistoria Responsável técnico do AVCB: 01(um) profissional: é o responsável técnico da ART dos sistemas e equipamentos; Mais de um profissional: ordem alfabética seguida do termo outros ; OAVCBemitido-somente com os sistemas e equipamentos de proteção contra incêndio instalados e em funcionamento, de acordo com o projeto técnico aprovado.

20 Cassação do Auto de Vistoria Alterações prejudiciais ao funcionamento correto dos sistemas e equipamentos - com AVCB vigente - serão apuradas. Constatadas as alterações cassação do AVCB. O proprietário ou o responsável pelo uso, o responsável técnico e a Prefeitura serão informados. A qualquer momento pode-se recorrer do ato de cassação.

21 Vistorias Prazos do AVCB 1) Validade de 1 (um) ano: edificações desabitadas, devido a não possibilidade de treinamento de brigada de incêndio; estádios de futebol; locais de reunião de público das divisões F3, F5, F6 ou F7; comércio de fogos de artifícios. 2) Validade de 2 (dois) anos: locais de reunião de público, exceto para as divisões F3, F5, F6 ou F7. 3) Validade de 3 (três) anos: demais casos.

22 Período de validade do AVCB Para instalação e ocupação temporária: período da realização do evento, não podendo ultrapassar o prazo máximo de 6 (seis) meses, e só deve ser válido para o endereço onde foi efetuada a vistoria. Cancelamento do AVCB em vigência para retificação de dados período de validade do novo AVCB se restringirá ao do período do anterior.

23 Disposições gerais da vistoria Para renovação do AVCB, o responsável deve solicitar nova vistoria ao CBPMESP. O pagamento do emolumento de vistoria dá direito a realização de uma vistoria e a um retorno. O prazo máximo para solicitação de retorno de vistoria é de 06 (seis) meses. O prazo máximo para realização da vistoria pelo serviço de segurança contra incêndio é de 30 (trinta) dias a contar da data de protocolo.

24 INFORMATIZAÇÃO DO SERVIÇO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO Por ocasião da informatização do serviço de segurança contra incêndio, novas regras de procedimentos administrativos podem ser publicadas pelo CBPMESP.

25 OBRIGADO Página do Corpo de Bombeiros na Internet: Correio Eletrônico: Telefone: (11)

COMANDO DO CORPO DE BOMBEIROS. Departamento de Segurança Contra Incêndio DSCI

COMANDO DO CORPO DE BOMBEIROS. Departamento de Segurança Contra Incêndio DSCI COMANDO DO CORPO DE BOMBEIROS Departamento de Segurança Contra Incêndio DSCI SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO CORPO DE BOMBEIROS INSTRUÇÃO TÉCNICA

Leia mais

Comando do Corpo de Bombeiros. Mód 2 Plano de Segurança. Maj. QOBM Fernando

Comando do Corpo de Bombeiros. Mód 2 Plano de Segurança. Maj. QOBM Fernando Comando do Corpo de Bombeiros Mód 2 Plano de Segurança Maj. QOBM Fernando Introdução; Plano de Segurança Contra Incêndio e Pânico SUMÁRIO Plano de Segurança Contra Incêndio e Pânico; Medidas de Segurança,

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO CORPO DE BOMBEIROS Portaria nº CCB-013/600/14

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO CORPO DE BOMBEIROS Portaria nº CCB-013/600/14 SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO CORPO DE BOMBEIROS Portaria nº CCB-013/600/14 O Comandante do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado

Leia mais

Procedimentos administrativos Parte 5 Plano de Segurança Simplificado

Procedimentos administrativos Parte 5 Plano de Segurança Simplificado Março 2015 Vigência: 15 de março de 2015 NPT 001. Procedimentos administrativos Parte 5 Plano de Segurança Simplificado CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão: 02 Norma de Procedimento Técnico 6 páginas SUMÁRIO

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL

ESTADO DO MARANHÃO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL ESTADO DO MARANHÃO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL Resolução nº 002 de 09 de maio de 2011. O Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Maranhão, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN 031/DAT/CBMSC) PLANO DE EMERGÊNCIA

NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN 031/DAT/CBMSC) PLANO DE EMERGÊNCIA ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DIRETORIA DE ATIVIDADES TÉCNICAS - DAT NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN 031/DAT/CBMSC)

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DIRETORIA DE DEFESA CIVIL Gerência de Segurança Contra Incêndio e Pânico NORMA TÉCNICA n. 16, de 05/03/07 Plano de Intervenção

Leia mais

Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (A. V. C. B.)

Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (A. V. C. B.) Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (A. V. C. B.) Página 1 / 4 O que é AVCB? O AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) é o documento emitido pelo Corpo de Bombeiros da Policia Militar do Estado

Leia mais

FICHA MODELO DA SINOPSE DO LAUDO

FICHA MODELO DA SINOPSE DO LAUDO FICHA MODELO DA SINOPSE DO LAUDO A Ficha objetiva apresentação de SINOPSE do laudo, padronizada, a fim de auxiliar a análise e encaminhamento do mesmo para os interessados. Conforme modelo que segue, o

Leia mais

REGULAMENTO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO DAS EDIFICAÇÕES E ÁREAS DE RISCO DO ESTADO DE SÃO PAULO

REGULAMENTO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO DAS EDIFICAÇÕES E ÁREAS DE RISCO DO ESTADO DE SÃO PAULO COMANDO DO CORPO DE BOMBEIROS Departamento de Segurança contra Incêndio REGULAMENTO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO DAS EDIFICAÇÕES E ÁREAS DE RISCO DO ESTADO DE SÃO PAULO 1 PRESENÇA DO CORPO DE BOMBEIROS

Leia mais

FORMULÁRIO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO PROJETO TÉCNICO

FORMULÁRIO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO PROJETO TÉCNICO ESTADO DA PARAÍBA SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA E DA DEFESA SOCIAL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DIRETORIA DE ATIVIDADES TÉCNICAS DAT/1 SEÇÃO DE ANÁLISE DE PROJETOS FORMULÁRIO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO

Leia mais

CADASTRO TÉCNICO FEDERAL CERTIFICADO DE REGULARIDADE Emitido em: Cadastro de Atividades Potencialmente Poluidoras

CADASTRO TÉCNICO FEDERAL CERTIFICADO DE REGULARIDADE Emitido em: Cadastro de Atividades Potencialmente Poluidoras Registro http://servicos.ibama.gov.br/ctf/modulos/certificadoregistro/certificado... 1 de 1 25/09/2013 09:16 Ministério do Meio Ambiente Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis

Leia mais

ESTADO DO AMAPÁ CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL CENTRO DE ATIVIDADES TÉCNICAS PORTARIA Nº 011 /05/CAT-CBMAP

ESTADO DO AMAPÁ CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL CENTRO DE ATIVIDADES TÉCNICAS PORTARIA Nº 011 /05/CAT-CBMAP ESTADO DO AMAPÁ CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL CENTRO DE ATIVIDADES TÉCNICAS PORTARIA Nº 011 /05/CAT-CBMAP Aprova a Norma Técnica nº 010/2005-CBMAP, sobre atividades eventuais no Estado do Amapá,

Leia mais

NORMA TÉCNICA N o 1 PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS

NORMA TÉCNICA N o 1 PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ANEXO I AO DECRETO N o 3.950, de 25 de janeiro de 2010. NORMA TÉCNICA N o 1 PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS 1. OBJETIVO Estabelecer os critérios para apresentação de processos de segurança contra incêndio

Leia mais

NORMA TÉCNICA 01/2014

NORMA TÉCNICA 01/2014 ESTADO DE GOIÁS CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA 01/2014 PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências normativas e bibliográficas 4 Definições 5 Medidas de Segurança

Leia mais

Instrução Técnica nº 43/2011 - Adaptação às normas de segurança contra incêndio edificações existentes 779

Instrução Técnica nº 43/2011 - Adaptação às normas de segurança contra incêndio edificações existentes 779 Instrução Técnica nº 43/2011 - Adaptação às normas de segurança contra incêndio edificações existentes 779 SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO

Leia mais

Instrução Normativa 001/2014

Instrução Normativa 001/2014 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Porto Alegre, RS SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA Em 03 de Jan de 2014 BM COMANDO DO CORPO DE BOMBEIROS DIVISÃO TÉCNICA DE PREVENÇÃO DE INCÊNDIO 1 Instrução Normativa 001/2014

Leia mais

NORMA TÉCNICA N o 26 EVENTOS TEMPORÁRIOS

NORMA TÉCNICA N o 26 EVENTOS TEMPORÁRIOS ANEXO XXVI AO DECRETO N o 3.950, de 25 de janeiro de 2010. NORMA TÉCNICA N o 26 EVENTOS TEMPORÁRIOS 1. OBJETIVOS 1.1 Estabelecer os requisitos mínimos necessários para a realização de eventos temporários

Leia mais

Comando do Corpo de Bombeiros. Mód 5 Plano de Emergência Contra Incêndio e Brigada de Incêndio. Maj. QOBM Fernando

Comando do Corpo de Bombeiros. Mód 5 Plano de Emergência Contra Incêndio e Brigada de Incêndio. Maj. QOBM Fernando Comando do Corpo de Bombeiros Mód 5 Plano de Emergência Contra Incêndio e Brigada de Incêndio Maj. QOBM Fernando Plano de Emergência Requisitos para Elaboração e Aspectos a serem Observados; Implementação

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 001/2010 EM REVISÃO Procedimentos Administrativos SUMÁRIO 1 Objetivo

Leia mais

IT-33 EVENTOS TEMPORÁRIOS BOMBEIRO: O AMIGO CERTO NAS HORAS INCERTAS

IT-33 EVENTOS TEMPORÁRIOS BOMBEIRO: O AMIGO CERTO NAS HORAS INCERTAS IT-33 EVENTOS TEMPORÁRIOS AXÉ 2010 MINEIRÃO (DOIS DIAS) SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências normativas 4 Definição de Evento Temporário 5 Procedimentos 6 Prescrições Diversas 1 OBJETIVO 1.1 Estabelecer

Leia mais

PORTARIA Nº 004/05/CAT CBMAP

PORTARIA Nº 004/05/CAT CBMAP ESTADO DO AMAPÁ CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL CENTRO DE ATIVIDADES TÉCNICAS PORTARIA Nº 004/05/CAT CBMAP Aprova Norma Técnica nº 003/2005 CBMAP, sobre os procedimentos administrativos relativos

Leia mais

NORMA TÉCNICA N. O 001/2008

NORMA TÉCNICA N. O 001/2008 ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA E DEFESA SOCIAL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COORDENADORIA DE ATIVIDADES TÉCNICAS NORMA TÉCNICA N. O 001/2008 PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO FORTALEZA CEARÁ FEVEREIRO/2010

Leia mais

PROJETOS DE ACORDO COM A LEGISLAÇÃO DO CORPO DE BOMBEIROS

PROJETOS DE ACORDO COM A LEGISLAÇÃO DO CORPO DE BOMBEIROS PROJETOS DE ACORDO COM A LEGISLAÇÃO DO CORPO DE BOMBEIROS Adilson Antonio da Silva Tenente- Coronel do Corpo de Bombeiros Departamento de Prevenção ccbdsci@policiamilitar.sp.gov.br O CORPO DE BOMBEIROS

Leia mais

Regulamento de segurança contra incêndio das edificações e áreas de risco do Estado de São Paulo

Regulamento de segurança contra incêndio das edificações e áreas de risco do Estado de São Paulo Decreto Estadual nº 56.819, de 10 de março de 2011 I GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO CORPO DE BOMBEIROS Regulamento

Leia mais

NORMA TÉCNICA N o 11 PLANOS DE INTERVENÇÃO DE INCÊNDIO

NORMA TÉCNICA N o 11 PLANOS DE INTERVENÇÃO DE INCÊNDIO ANEXO XI AO DECRETO N o 3.950, de 25 de janeiro de 2010. NORMA TÉCNICA N o 11 PLANOS DE INTERVENÇÃO DE INCÊNDIO 1. OBJETIVOS Esta Norma Técnica estabelece princípios gerais para: a) o levantamento de riscos

Leia mais

NORMA TÉCNICA DO CORPO DE BOMBEIROS Nº 18/2015 SISTEMA DE PROTEÇÃO POR EXTINTORES DE INCÊNDIO - PROPOSTA

NORMA TÉCNICA DO CORPO DE BOMBEIROS Nº 18/2015 SISTEMA DE PROTEÇÃO POR EXTINTORES DE INCÊNDIO - PROPOSTA ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO E SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DIRETORIA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO NORMA TÉCNICA DO CORPO DE BOMBEIROS Nº 18/2015 SISTEMA DE PROTEÇÃO

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO VIA FÁCIL BOMBEIROS SECRETARIA DO ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO

MANUAL DO USUÁRIO VIA FÁCIL BOMBEIROS SECRETARIA DO ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DO ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO CORPO DE BOMBEIROS Serviço de Segurança contra Incêndio MANUAL DO USUÁRIO versão atualizada em novembro de

Leia mais

ANEXO III LAUDO DE PREVENÇÃO E COMBATE DE INCÊNDIO

ANEXO III LAUDO DE PREVENÇÃO E COMBATE DE INCÊNDIO ANEXO III LAUDO DE PREVENÇÃO E COMBATE DE INCÊNDIO 108 LAUDO TÉCNICO PREVISTO NO DECRETO Nº 6.795 DE 16 DE MARÇO DE 2009 LAUDO DE PREVENÇÃO E COMBATE DE INCÊNDIO 1. IDENTIFICAÇÃO DO ESTÁDIO 1.1. Nome do

Leia mais

Sistema Integrado de Licenciamento - SIL

Sistema Integrado de Licenciamento - SIL Sistema Integrado de Licenciamento - SIL CERTIFICADO DE LICENCIAMENTO INTEGRADO SECRETARIA ESTADUAL DE GESTÃO PÚBLICA Prefeitura do Município de Tatuí Governo do Estado de São Paulo É importante saber

Leia mais

VIA FÁCIL - BOMBEIROS

VIA FÁCIL - BOMBEIROS SECRETARIA DO ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO CORPO DE BOMBEIROS VIA FÁCIL - BOMBEIROS MANUAL DO USUÁRIO Versão V1.0 1 Índice A INTRODUÇÃO 4 B USUÁRIO NÃO

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº.

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº. SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº. 43/2011 às normas de segurança contra incêndio edificações existentes

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL 1 OBJETIVO: Estabelecer requisitos e exigências para o Credenciamento de Empresas Revendedoras, Instaladoras e Conservadoras de Sistemas de Proteção Contra Incêndio e Pânico, complementando o Art. 9º do

Leia mais

DECRETO Nº 37.380, DE 28 DE ABRIL DE 1997. *(Com as Alterações Introduzidas pelo Decreto nº 38.273/98, pub. DOE 10.03.98)

DECRETO Nº 37.380, DE 28 DE ABRIL DE 1997. *(Com as Alterações Introduzidas pelo Decreto nº 38.273/98, pub. DOE 10.03.98) 1 de 7 05/02/2013 11:03 DECRETO Nº 37.380, DE 28 DE ABRIL DE 1997. *(Com as Alterações Introduzidas pelo Decreto nº 38.273/98, pub. DOE 10.03.98) Aprova as Normas Técnicas de Prevenção de Incêndios e determina

Leia mais

PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS

PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS IT 01 PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências normativas e bibliográficas 4 Definições 5 Procedimentos ANEXOS A Cartão de identificação do Projeto Técnico B Formulário

Leia mais

NORMA TÉCNICA DO CORPO DE BOMBEIROS Nº 01/2008 PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS

NORMA TÉCNICA DO CORPO DE BOMBEIROS Nº 01/2008 PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DIRETORIA DE SERVIÇOS TÉCNICOS NORMA TÉCNICA DO CORPO DE BOMBEIROS Nº 01/2008 PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS

Leia mais

CARTILHA DE ORIENTAÇÕES PARA A INSTALAÇÃO DE MEDIDAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EM PEQUENOS ESTABELECIMENTOS

CARTILHA DE ORIENTAÇÕES PARA A INSTALAÇÃO DE MEDIDAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EM PEQUENOS ESTABELECIMENTOS CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO PARÁ CENTRO DE ATIVIDADES TÉCNICAS CARTILHA DE ORIENTAÇÕES PARA A INSTALAÇÃO DE MEDIDAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EM PEQUENOS ESTABELECIMENTOS Belém 2014 / Versão 1.0 1

Leia mais

Quinta-feira, 26 de Abril de 2007 Ano XIII - Edição N.: 2834 Diário Oficial do Município Poder Executivo Secretaria Municipal de Governo

Quinta-feira, 26 de Abril de 2007 Ano XIII - Edição N.: 2834 Diário Oficial do Município Poder Executivo Secretaria Municipal de Governo Quinta-feira, 26 de Abril de 2007 Ano XIII - Edição N.: 2834 Diário Oficial do Município Poder Executivo Secretaria Municipal de Governo DECRETO Nº 12.693 DE 25 DE ABRIL DE 2007 Estabelece procedimentos

Leia mais

PORTARIA Nº 09 DE 09 DE JULHO DE 2008.

PORTARIA Nº 09 DE 09 DE JULHO DE 2008. PORTARIA Nº 09 DE 09 DE JULHO DE 2008. Aprova as modificações na Instrução Técnica 01 atendendo ao Decreto Estadual nº 44. 746/08 - Regulamento de Segurança Contra Incêndio e Pânico do Estado de Minas

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº.

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº. SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº. 01/2011 Procedimentos administrativos SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação

Leia mais

CBMMG - 1o BBM 5a Cia P.V.

CBMMG - 1o BBM 5a Cia P.V. CBMMG - 1o BBM 5a Cia P.V..Data: JÍ-jMjjã- 4 I ENTRADAZ)i P^W^ I Kl SAÍDA yfíf^l^f^x^^ LAUDO TÉCNICO PREVISTO NO DECRETO N 6.795 DE 16 DE MARÇO DE 2009 LAUDO DE PREVENÇÃO E COMBATE DE INCÊNDIO ^ 1. IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

Instruções Técnicas - 2011

Instruções Técnicas - 2011 Instrução Técnica nº 01/2011 - Procedimentos administrativos 39 SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros Instruções Técnicas - 2011

Leia mais

PORTARIA Nº 11, DE 04 DE FEVREIRO DE 2011

PORTARIA Nº 11, DE 04 DE FEVREIRO DE 2011 PORTARIA Nº 11, DE 04 DE FEVREIRO DE 2011 Aprova as modificações na Instrução Técnica 01, visando à implementação dos programas informatizados do Serviço de Segurança Contra Incêndio e Pânico do CBMMG.

Leia mais

Procedimentos Administrativos

Procedimentos Administrativos SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 01/2004 SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências normativas e bibliográficas

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS 1. Quais os casos passíveis de licenciamento ambiental junto ao setor Anexo III Áreas Verdes do (DLA), visando a Autorização Ambiental Municipal? São passíveis de licenciamento ambiental pelo Anexo III:

Leia mais

CORPO DE BOMBEIROS RJ DIRETORIA DE DIVERSÕES PÚBLICAS

CORPO DE BOMBEIROS RJ DIRETORIA DE DIVERSÕES PÚBLICAS CORPO DE BOMBEIROS RJ DIRETORIA DE DIVERSÕES PÚBLICAS Segurança em Parques de Diversão: Papel da Defesa Civil Estadual Palestrante: Major BM Leonardo TUPAN FILME ILUSTRATIVO INTRODUÇÃO Índice: Histórico

Leia mais

Sistema de Proteção por Extintores de Incêndio

Sistema de Proteção por Extintores de Incêndio SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências normativas 4 Definições 5 Procedimentos Instrução

Leia mais

RESOLUÇÃO TÉCNICA CBMRS Nº 05 - PARTE 03 PROCESSO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO SIMPLIFICADO 2014

RESOLUÇÃO TÉCNICA CBMRS Nº 05 - PARTE 03 PROCESSO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO SIMPLIFICADO 2014 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA COMANDO DO CORPO DE BOMBEIROS DIVISÃO TÉCNICA DE PREVENÇÃO DE INCÊNDIO E INVESTIGAÇÃO RESOLUÇÃO TÉCNICA CBMRS Nº 05 - PARTE 03 PROCESSO DE SEGURANÇA

Leia mais

IT - 11 PLANO DE INTERVENÇAO DE INCÊNDIO

IT - 11 PLANO DE INTERVENÇAO DE INCÊNDIO IT - 11 PLANO DE INTERVENÇAO DE INCÊNDIO SUMÁRIO ANEXOS 1 Objetivo A Planilha de levantamento de dados 2 Aplicação B Fluxograma do Plano de Intervenção de Incêndio 3 Referências Normativas e Bibliográficas

Leia mais

PROVA ESPECÍFICA Cargo 45

PROVA ESPECÍFICA Cargo 45 11 PROVA ESPECÍFICA Cargo 45 QUESTÃO 26 Sobre os Limites de Tolerância para exposição ao calor, em regime de trabalho intermitente, com períodos de descanso no próprio local de prestação de serviço, de

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES REFERENTE À CONSULTA PÚBLICA Nº 15/2013

CONTRIBUIÇÕES REFERENTE À CONSULTA PÚBLICA Nº 15/2013 CONTRIBUIÇÕES REFERENTE À CONSULTA PÚBLICA Nº 15/2013 NOME DA INSTITUIÇÃO: COPEL DISTRIBUIÇÃO S.A. AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL ATO REGULATÓRIO: CONSULTA PÚBLICA Nº 15/2013 EMENTA (Caso exista):

Leia mais

RESOLUÇÃO CGSIM Nº 29, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2012.

RESOLUÇÃO CGSIM Nº 29, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2012. RESOLUÇÃO CGSIM Nº 29, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2012. Dispõe sobre recomendação da adoção de diretrizes para integração do processo de licenciamento pelos Corpos de Bombeiros Militares pertinente à prevenção

Leia mais

INSTITUI O CÓDIGO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO COSCIP NO ESTADO DE ALAGOAS, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

INSTITUI O CÓDIGO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO COSCIP NO ESTADO DE ALAGOAS, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. D.O.E. Nº 092 DE 21/05/2013 ATOS E DESPACHOS DO GOVERNADOR DECRETO Nº 26.414, DE 20 DE MAIO DE 2013. INSTITUI O CÓDIGO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO COSCIP NO ESTADO DE ALAGOAS, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

PROCESSO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO (PSCIP) PROCEDIMENTOS PARA APRESENTAÇÃO DE PSCIP CAPITÃO CRISTIAN SOUZA

PROCESSO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO (PSCIP) PROCEDIMENTOS PARA APRESENTAÇÃO DE PSCIP CAPITÃO CRISTIAN SOUZA PROCESSO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO (PSCIP) PROCEDIMENTOS PARA APRESENTAÇÃO DE PSCIP CAPITÃO CRISTIAN SOUZA AULA 45 DISCIPLINA: PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO, EXPLOSÃO E PÂNICO II - PARTE IV OBJETIVOS

Leia mais

Símbolos Gráficos Para Projeto de Segurança Contra Incêndio

Símbolos Gráficos Para Projeto de Segurança Contra Incêndio Outubro 2011 Vigência: 08 Janeiro 2012 NPT 004 Símbolos Gráficos Para Projeto de Segurança Contra Incêndio CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão: 01 Norma de Procedimento Técnico 17 páginas SUMÁRIO 1 Objetivo

Leia mais

Palestrantes: Carlos Cotta Rodrigues José Félix Drigo

Palestrantes: Carlos Cotta Rodrigues José Félix Drigo SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO RELACIONADOS AO NOVO DECRETO ESTADUAL DO CORPO DE BOMBEIROS DO ESTADO DE SÃO PAULO DESAFIO PERMANENTE Palestrantes: Carlos Cotta Rodrigues José Félix Drigo Alguns Números do CBPMESP

Leia mais

RESOLUÇÃO SEDEC N 279, DE 11 DE JANEIRO DE 2005.

RESOLUÇÃO SEDEC N 279, DE 11 DE JANEIRO DE 2005. RESOLUÇÃO SEDEC N 279, DE 11 DE JANEIRO DE 2005. Publicada no DOERJ Poder Executivo N 031, de 18 Fev 2005 Dispõe sobre a avaliação e a habilitação do bombeiro profissional civil, o dimensionamento de brigadas

Leia mais

DECRETO Nº 23581. De 09 de janeiro de 2006

DECRETO Nº 23581. De 09 de janeiro de 2006 DECRETO Nº 23581 De 09 de janeiro de 2006 Cria a Comissão de Locação de Imóveis e estabelece procedimentos para celebração, prorrogação e rescisão de contratos de locação. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE GUARULHOS,

Leia mais

Sistema de proteção por extintores de incêndio

Sistema de proteção por extintores de incêndio Outubro 2011 Vigência: 08 Janeiro 2012 NPT 021 Sistema de proteção por extintores de incêndio CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão:01 Norma de Procedimento Técnico 5 páginas SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN nº 032/DAT/CBMSC) INSTALAÇÕES ESPECIAIS: CALDEIRA ESTACIONÁRIA A VAPOR

INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN nº 032/DAT/CBMSC) INSTALAÇÕES ESPECIAIS: CALDEIRA ESTACIONÁRIA A VAPOR ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA E DEFESA DO CIDADÃO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DIRETORIA DE ATIVIDADES TÉCNICAS - DAT INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN nº 032/DAT/CBMSC) INSTALAÇÕES ESPECIAIS:

Leia mais

NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN 032/DAT/CBMSC) CALDEIRAS E VASOS DE PRESSÃO

NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN 032/DAT/CBMSC) CALDEIRAS E VASOS DE PRESSÃO ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DIRETORIA DE ATIVIDADES TÉCNICAS - DAT NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN 032/DAT/CBMSC)

Leia mais

IT 01 PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS

IT 01 PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS IT 01 PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências normativas e bibliográficas 4 Definições 5 Medidas de segurança contra incêndio e pânico 6 Procedimentos ANEXOS A Medidas

Leia mais

1. REGISTRO DE ESTABELECIMENTO DE PRODUÇÃO, PREPARAÇÃO, MANIPULAÇÃO, BENEFICIAMENTO, ACONDICIONAMENTO E EXPORTAÇÃO DE BEBIDA E FERMENTADO ACÉTICO.

1. REGISTRO DE ESTABELECIMENTO DE PRODUÇÃO, PREPARAÇÃO, MANIPULAÇÃO, BENEFICIAMENTO, ACONDICIONAMENTO E EXPORTAÇÃO DE BEBIDA E FERMENTADO ACÉTICO. ANEXO NORMAS SOBRE REQUISITOS, CRITÉRIOS E PROCEDIMENTOS PARA O REGISTRO DE ESTABELECIMENTO, BEBIDA E FERMENTADO ACÉTICO E EXPEDIÇÃO DOS RESPECTIVOS CERTIFICADOS. 1. REGISTRO DE ESTABELECIMENTO DE PRODUÇÃO,

Leia mais

FPI PROGRAMA DE FISCALIZAÇÃO PREVENTIVA INTEGRADA TERMO DE RESPONSABILIDADE E COMPROMISSO PROVIDÊNCIAS NECESSÁRIAS PARA REALIZAÇÃO DE EVENTOS

FPI PROGRAMA DE FISCALIZAÇÃO PREVENTIVA INTEGRADA TERMO DE RESPONSABILIDADE E COMPROMISSO PROVIDÊNCIAS NECESSÁRIAS PARA REALIZAÇÃO DE EVENTOS PROVIDÊNCIAS NECESSÁRIAS PARA REALIZAÇÃO DE EVENTOS Em atendimento à determinação da Juíza de Direito e Diretora do Foro do Juizado da Infância e Adolescência Portaria Nº005/2003/COORD/JIA, a equipe constituída

Leia mais

Plano de Intervenção de Incêndio

Plano de Intervenção de Incêndio SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Definições INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 16/2004 Plano de Intervenção

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL Promotoria de Justiça da Comarca de São José do Campestre R E C O M E N D A Ç Ã O Nº 04/2011

ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL Promotoria de Justiça da Comarca de São José do Campestre R E C O M E N D A Ç Ã O Nº 04/2011 ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL Promotoria de Justiça da Comarca de São José do Campestre R E C O M E N D A Ç Ã O Nº 04/2011 O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE,

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO. Vista das Obras da Arena Allianz Parque W Torres e Sociedade esportiva Palmeiras - Data: 30/07/2014

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO. Vista das Obras da Arena Allianz Parque W Torres e Sociedade esportiva Palmeiras - Data: 30/07/2014 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO Vista das Obras da Arena Allianz Parque W Torres e Sociedade esportiva Palmeiras - Data: 30/07/2014 CADERNO TÉCNICO SÃO PAULO, JANEIRO DE 2015 ALVARA DE AUTORIZAÇÃO

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO DE OPERAÇÕES DE DEFESA CIVIL Departamento de Proteção Contra Incêndio, Explosão e Pânico NORMA TÉCNICA n. 39/2009 Credenciamento

Leia mais

REGULAMENTA OS PROCEDIMENTOS PARA CONCESSÃO DA LICENÇA PARA LOCALIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO PARA A REALIZAÇÃO DE EVENTOS.

REGULAMENTA OS PROCEDIMENTOS PARA CONCESSÃO DA LICENÇA PARA LOCALIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO PARA A REALIZAÇÃO DE EVENTOS. DECRETO Nº 16.785, DATA: 5 de outubro de 2005. REGULAMENTA OS PROCEDIMENTOS PARA CONCESSÃO DA LICENÇA PARA LOCALIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO PARA A REALIZAÇÃO DE EVENTOS. O Prefeito Municipal de Foz do Iguaçu,

Leia mais

Brasil: Autorização de Funcionamento de Empresas Farmoquímicas

Brasil: Autorização de Funcionamento de Empresas Farmoquímicas Brasil: Autorização de Funcionamento de Empresas Farmoquímicas Portaria nº 231 de 27/12/1996 MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA PORTARIA Nº 231, DE 27 DE DEZEMBRO DE 1996 O Secretário

Leia mais

artigos 154 a 159 da Consolidação das Leis do Trabalho CLT. 2 NR-5 - Estruturar, Implantar, Registrar e

artigos 154 a 159 da Consolidação das Leis do Trabalho CLT. 2 NR-5 - Estruturar, Implantar, Registrar e 1 NR-1- Disposição Geral, embasado nos artigos 154 a 159 da Consolidação das Leis do Trabalho CLT. 2 NR-5 - Estruturar, Implantar, Registrar e acompanhar a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA),

Leia mais

Cobertura de Sapé, Piaçava e Similares

Cobertura de Sapé, Piaçava e Similares SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº 33/2004 Cobertura de Sapé, Piaçava e Similares SUMÁRIO ANEXO 1 Objetivo

Leia mais

NPT 033 COBERTURA DE SAPÉ, PIAÇAVA E SIMILARES

NPT 033 COBERTURA DE SAPÉ, PIAÇAVA E SIMILARES Janeiro 2012 Vigência: 08 Janeiro 2012 NPT 033 Cobertura de sapé, piaçava e similares CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão: 02 Norma de Procedimento Técnico 5 páginas SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências

Leia mais

PLANO DE FUGA EM OCORRÊNCIAS DE INCÊNDIOS E EMERGÊNCIAS EM ESCOLAS

PLANO DE FUGA EM OCORRÊNCIAS DE INCÊNDIOS E EMERGÊNCIAS EM ESCOLAS PLANO DE FUGA EM OCORRÊNCIAS DE INCÊNDIOS E EMERGÊNCIAS EM ESCOLAS PLANO DE EMERGÊNCIA CONTRA INCÊNDIO de acordo com o projeto de norma nº 24:203.002-004 da ABNT ( setembro 2000 ) 1 Objetivo 1.1 Estabelecer

Leia mais

Encontro Secovi PQE "AVCB: o que é, obrigatoriedade e revalidação"

Encontro Secovi PQE AVCB: o que é, obrigatoriedade e revalidação Encontro Secovi PQE "AVCB: o que é, obrigatoriedade e revalidação" Mercado Imobiliário Contextualização do negócio imobiliário que implica na formação do condomínio Incorporação Imobiliária Atividade

Leia mais

Para que um estabelecimento esteja legalizado, é necessário, inicialmente, obter um alvará de licença, documento concedido pela Prefeitura.

Para que um estabelecimento esteja legalizado, é necessário, inicialmente, obter um alvará de licença, documento concedido pela Prefeitura. CARTILHA DE ALVARÁ Este pequeno manual abordará, de maneira simplificada, os requisitos para obtenção de alvará de licenciamento para a abertura de casa noturna ou boate. Para que um estabelecimento esteja

Leia mais

NPT 002 ADAPTAÇÃO ÀS NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EDIFICAÇÕES EXISTENTES E ANTIGAS. Versão: 03 Norma de Procedimento Técnico 8 páginas

NPT 002 ADAPTAÇÃO ÀS NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EDIFICAÇÕES EXISTENTES E ANTIGAS. Versão: 03 Norma de Procedimento Técnico 8 páginas Outubro 2014 Vigência: 08 outubro 2014 NPT 002 Adaptação às normas de segurança contra incêndio edificações existentes e antigas CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão: 03 Norma de Procedimento Técnico 8 páginas

Leia mais

DECRETO N.º 3.952, DE 02 DE OUTUBRO DE 2013.

DECRETO N.º 3.952, DE 02 DE OUTUBRO DE 2013. DECRETO N.º 3.952, DE 02 DE OUTUBRO DE 2013. Disciplina a liberação, o cancelamento e a baixa de Alvará de Localização e Funcionamento no município de Erechim. O Prefeito Municipal de Erechim, Estado do

Leia mais

I seja aprovado o projeto arquitetônico;

I seja aprovado o projeto arquitetônico; PROJETO DE LEI Nº 106/2015. INSTITUI A LICENÇA PRÉVIA PARA FUNCIONAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS QUE ESPECIFICA, EM IMÓVEIS E EDIFICAÇÕES QUE NÃO CUMPRAM OS REQUISITOS EXIGIDOS PELA LEGISLAÇÃO EM VIGOR PARA

Leia mais

SISTEMA GLOBAL DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO. firesafetybrasil@gmail.com

SISTEMA GLOBAL DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO. firesafetybrasil@gmail.com SISTEMA GLOBAL DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO firesafetybrasil@gmail.com RELAÇÃO ENTRE OS FATORES CONDICIONANTES DE RISCO E AS DISTINTAS CATEGORIAS DE RISCO RELAÇÃO DE INTERDEPENDÊNCIA ENTRE AS CINCO CATEGORIAS

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DO SISTEMA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO

MEMORIAL DESCRITIVO DO SISTEMA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO MEMORIAL DESCRITIVO DO SISTEMA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO I - IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO 1.1. OBRA: Regularização e Ampliação de um Complexo Esportivo. 1.2. ENDEREÇO: Conjunto Manuel Julião, Rio

Leia mais

CONEXÃO DE GERAÇÃO AO SISTEMA CELESC

CONEXÃO DE GERAÇÃO AO SISTEMA CELESC CONEXÃO DE GERAÇÃO AO SISTEMA CELESC FINALIDADE Reunir informações sintetizadas do Processo de Acesso ao Sistema Elétrico da Celesc com o objetivo de orientar os Acessantes, como proceder na condução do

Leia mais

NORMA DE PROCEDIMENTOS. Locação de imóveis

NORMA DE PROCEDIMENTOS. Locação de imóveis Pág.: 1/6 1 Objetivo Esta Norma estabelece os procedimentos referentes à celebração, renovação e rescisão dos contratos de locação de imóveis efetuados pela COPASA MG, exclusivamente para o exercício de

Leia mais

Aprova a Norma Técnica nº 009/2002-CBMDF, sobre Atividades Eventuais, que especificam.

Aprova a Norma Técnica nº 009/2002-CBMDF, sobre Atividades Eventuais, que especificam. DODF Nº237 de 14 de dezembro de 2000. CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL PORTARIA Nº 69/2002-CBMDF, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2002 Aprova a Norma Técnica nº 009/2002-CBMDF, sobre Atividades Eventuais,

Leia mais

Processos Realizados pela Secretaria de Planejamento

Processos Realizados pela Secretaria de Planejamento Processos Realizados pela Secretaria de Planejamento Área de Planejamento Aprovação e Ampliação de Projeto: Aprovação de Projetos de Construção Residencial, Comercial, de Serviços e Industriais; 1. Requerimento

Leia mais

NPT 002 ADAPTAÇÃO ÀS NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EDIFICAÇÕES EXISTENTES E ANTIGAS

NPT 002 ADAPTAÇÃO ÀS NORMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EDIFICAÇÕES EXISTENTES E ANTIGAS Janeiro 2012 Vigência: 08 Janeiro 2012 NPT 002 Adaptação às normas de segurança contra incêndio edificações existentes e antigas CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão: 02 Norma de Procedimento Técnico 9 páginas

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS SOBRE CONFECÇÃO E LOCALIZAÇÃO DAS PLANTAS DE EMERGÊNCIA

ORIENTAÇÕES GERAIS SOBRE CONFECÇÃO E LOCALIZAÇÃO DAS PLANTAS DE EMERGÊNCIA PLANTA DE EMERGÊNCIA ORIENTAÇÕES GERAIS SOBRE CONFECÇÃO E LOCALIZAÇÃO DAS PLANTAS DE EMERGÊNCIA QUAIS EDIFICAÇÕES OU ÁREAS DE RISCO DEVERÃO APRESENTAR AS PLANTAS DE SEGURANÇA? RESOLUÇÃO Nº 097, DE 04 DE

Leia mais

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO DIRETORIA DE VISTORIAS

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO DIRETORIA DE VISTORIAS GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO DIRETORIA DE VISTORIAS INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 003/2015 - DIVIS/DESEG APLICAÇÃO DE PENALIDADES

Leia mais

OBRIGATORIEDADE DO AVCB DECRETO Nº 46.076, DE 31 DE AGOSTO DE 2001.

OBRIGATORIEDADE DO AVCB DECRETO Nº 46.076, DE 31 DE AGOSTO DE 2001. OBRIGATORIEDADE DO AVCB DECRETO Nº 46.076, DE 31 DE AGOSTO DE 2001. Institui o Regulamento de Segurança contra Incêndio das edificações e áreas de risco para fins da lei nº 684, de 30 de Setembro de 1975

Leia mais

Ar Condicionado Split System Hi-Wall

Ar Condicionado Split System Hi-Wall COTAÇÃO ELETRÔNICA: 027/2013 COMPRASNET Termo de Referência Ar Condicionado Split System Hi-Wall Sala dos Administradores Almoxarifado Unidade Pedro de Toledo 1- OBJETO Contratação de empresa especializada

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO GABINETE DO MINISTRO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 19, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2003

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO GABINETE DO MINISTRO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 19, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2003 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO GABINETE DO MINISTRO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 19, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2003 O MINISTRO DE ESTADO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO, no uso da atribuição

Leia mais

Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros - AVCB

Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros - AVCB Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros - AVCB Mesmo caro, documento em dia é uma tranquilidade para o Síndico. Em 2013 a maior tragédia envolvendo fogo no Brasil aconteceu. Na boate Kiss, no Rio Grande

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE REALIZAÇÃO DO PROCESSO DE HOMOLOGAÇÃO DE MATERIAIS DE FORNECEDORES NA COPASA

PROCEDIMENTOS DE REALIZAÇÃO DO PROCESSO DE HOMOLOGAÇÃO DE MATERIAIS DE FORNECEDORES NA COPASA PROCEDIMENTOS DE REALIZAÇÃO DO PROCESSO DE HOMOLOGAÇÃO DE MATERIAIS DE FORNECEDORES NA COPASA 1 Solicitação de Abertura do Processo de Homologação 1.1 Os fornecedores interessados em ter seus materiais

Leia mais

EMBRACON Empresa Brasileira de Administração de Condomínio Ltda.

EMBRACON Empresa Brasileira de Administração de Condomínio Ltda. Garantia da construtora Assim como outros bens ele tem uma garantia, o imóvel possui a garantia legal dada pela construtora de no mínimo cinco anos, mas determinar o responsável por grandes falhas ou pequenos

Leia mais

CORPO DE BOMBEIROS RJ DIRETORIA DE DIVERSÕES PÚBLICAS

CORPO DE BOMBEIROS RJ DIRETORIA DE DIVERSÕES PÚBLICAS CORPO DE BOMBEIROS RJ DIRETORIA DE DIVERSÕES PÚBLICAS CREA 01/03/2012 Segurança em Parques de Diversões: Legalização junto ao CBMERJ Palestrante: Ten Cel BM Leonardo TUPAN Introdução Índice: Histórico

Leia mais

TERMO DE RESPONSABILIDADE E COMPROMISSO

TERMO DE RESPONSABILIDADE E COMPROMISSO NOME DO EVENTO OU FESTA: LOCAL: DATA: TERMO DE RESPONSABILIDADE E COMPROMISSO RESPONSÁVEL PELA ORGANIZAÇÃO: ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIACIDADE: FONE: CPF: ORIENTAÇÕES E PROCEDIMENTOS A SEREM SEGUIDOS

Leia mais

DECRETO Nº 38.273, DE 09 DE MARÇO DE 1998.

DECRETO Nº 38.273, DE 09 DE MARÇO DE 1998. DECRETO Nº 38.273, DE 09 DE MARÇO DE 1998. Altera as Normas Técnicas de Prevenção de Incêndios, aprovadas pelo Decreto nº 37.380, de 29 de abril de 1997. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no

Leia mais

Instrução Normativa nº 008, de 08 de agosto de 2014.

Instrução Normativa nº 008, de 08 de agosto de 2014. Instrução Normativa nº 008, de 08 de agosto de 2014. O diretor-presidente do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo - IDAF, usando das atribuições que lhe confere o artigo 48 do

Leia mais

Sistema de Chuveiros Automáticos

Sistema de Chuveiros Automáticos SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências normativas e bibliográficas INSTRUÇÃO TÉCNICA

Leia mais

Proteção contra Incêndio

Proteção contra Incêndio CONCURSO PETROBRAS ENGENHEIRO(A) DE SEGURANÇA JÚNIOR ENGENHEIRO(A) JÚNIOR - ÁREA: SEGURANÇA PROFISSIONAL JÚNIOR - ENG. SEGURANÇA DO TRABALHO Proteção contra Incêndio Questões Resolvidas QUESTÕES RETIRADAS

Leia mais