Juntos formamos a grande família SIEMACO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Juntos formamos a grande família SIEMACO"

Transcrição

1 FILIADO À BOLETIM INFORMATIVO DO SIEMACO SP SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSEIO E CONSERVAÇÃO E LIMPEZA URBANA DE SÃO PAULO FEVEREIRO 2013 Juntos formamos a grande família SIEMACO Já vamos pelo segundo mês do ano novo e as lutas continuam as mesmas. O que alenta, é que a disposição da categoria e o empenho da equipe de assessores e profissionais que tra- Moacyr Pereira balham no Sindicato, vamos conseguir novos avanços. Começamos o ano com um reajuste de 9,42% nos pisos salariais de quinze funções normatizadas da categoria. Para as demais funções, os reajustes foram superiores à inflação do período e as melhorias na PLR e Cesta Básica, por exemplo, foram iguais para todos os trabalhadores. O ano começa e os desafios também. As companheiras que muitas vezes são os chefes da família, ainda sofrem com a violência doméstica e com o assédio moral e sexual em muitos locais de trabalho. O medo e a necessidade de ganhar o sustento ainda às impedem de denunciar seus agressores. Temos que fazer valer a Lei Maria da Penha e lutar para que as companheiras denunciem as agressões e consigam um tempinho para, juntos com as responsáveis pela Secretaria da Mulher no Sindicato, possam discutir seus problemas. Por outro lado, vamos continuar com a velha luta para que os companheiros corram menos risco de estresse, que pode causar lesões e inúmeros problemas de saúde relacionados ao trabalho. Com satisfação o trabalhador corre menos risco de afastamentos do trabalho. Isto já está mais que provado. Para chegar lá conto com a participação dos companheiros e companheiras em todas as convocações do Sindicato. Seja para engrossar a luta, para discutir os problemas da categoria ou simplesmente para um papo em família. Afinal, juntos formamos a grande família SIEMACO. Moacyr Pereira é o presidente do Siemaco - SP. Tabela de Salários e benefícios 2013 Reajuste de 9,42% nos pisos salariais, Cesta Básica e PPR. Tíquete Refeição no valor unitário de R$7,00 Piso Salarial Mínimo Copeira Limpador de Vidros Recepcionista Porteiro / Controlador de Acesso / Assemelhado Aux. Departamento Pessoal Zeladoria em Próprios Públicos Dedetizador / Assemelhado R$ 755,00 R$ 777,00 R$ 854,03 R$ 846,03 R$ 916,98 R$ 846,03 R$ 996,92 R$ 903,03 Técnico em Desentupimento Auxiliar em Desentupimento Auxiliar em Manutenção Demais Funções Hidrojatista (pressão acima de psi) Operador de Varredeira Motorizada Operador de Vácuo R$ 1.018,48 R$ 755,00 R$ 801,50 R$ 801,50 R$ 976,78 R$ 1.081,68 R$ 1.114,24

2 2 Resultado Atenção para a data do recebimento com o reajuste As empresas deverão efetuar o pagamento dos salários de janeiro/2013 reajustados com 9,42% até o (5º) quinto dia útil do mês de Fevereiro/2013, bem como o pagamento reajustado sobre os benefícios em cada data de seu fornecimento. Confira como ficaram os valores dos benefícios e reajuste nas demais faixas salariais cujo as funções não constam na tabela PARA QUEM GANHA ACIMA DE R$ 1.510,00, O REAJUSTE SERÁ ESCALONADO E APLICADO DA SEGUINTE FORMA: 1) PARA QUEM GANHA ENTRE R$ 1.510,00 E R$ 4.017,90: a) aplica-se 9,42% sobre o valor de R$ 1.510,00; b) aplica-se 6,28% sobre a parcela salarial entre R$ 1.510,01 até R$ 4.017,90; O reajuste salarial total será a soma do resultado de a + b adicionado ao salário percebido em Exemplo: salário percebido em = R$ 2.000,00. a) 9,42% x R$ 1.510,00 = R$ 142,24; b) 6,28% x R$ 490,00 (R$ 2.000,00 R$ 1.510,00) = R$ 30,77 Resultado: (a) R$ 142,24 + (b) R$ 30,77 + R$ 2.000,00 = R$ 2.173,01 SALÁRIO DE LÍDERES DE SETOR Os trabalhadores que exercem função de encarregado, líder e/ou assemelhado, a Cláusula Terceira da Convenção Coletiva de Trabalho determina acréscimo sobre o piso salarial profissional de sua respectiva função, por grupo d empregados supervisionados. a) Responsável por até 10 empregados valor equivalente ao salário normativo da área mais 10%. b) Responsável por 11 a 20 empregados valor equivalente ao salário normativo da área mais 20%. c) Responsável por 21 a 30 empregados valor equivalente ao salário normativo da área mais 30%. d) Responsável por mais de 30 empregados valor equivalente ao salário normativo da área mais 50%. CESTA BÁSICA: R$74,88 TÍQUETE REFEIÇÃO: R$7,00 PPR: R$188,75 (em duas parcelas de R$ 94,37). 2) PARA QUEM GANHA ACIMA DE R$ 4.017,90: a) aplica-se 9,42% sobre o valor de R$ 1.510,00: b) aplica-se 6,28% sobre o valor de R$ 2.507,89, correspondente a parcela salarial entre R$ 1.510,01 e R$ 4.017,90 c) aplica-se 5,95% sobre a parcela salarial complementar a R$ 4.017,91; O reajuste salarial total será a soma do resultado de a + b + c adicionado ao salário percebido em Exemplo: salário percebido em = R$ 5.000,00. a) 9,42% x R$ 1.510,00 = R$ 142,24; b) 6,28% x R$ 2.507,90 (R$ 4.017,90 - R$ 1.510,00) = R$ 157,49 c) 5,95% x R$ 982,10 (R$ 5.000,00 - R$ 4.017,90) = R$ 58,43 Resultado: (a) R$ 142,24 + (b) R$ 157,49 + (c) R$ 58,43 + R$ 5.000,00 = R$ 5.358,16. Fique atento ao pagamento do PPR/2013 As empresas deverão fazer a apuração do período de Julho à Dezembro de 2012, com o pagamento até o dia 10 do mês subsequente, ou seja, no mês de Janeiro Se a empresa onde você trabalha ainda não efetuou o pagamento, faça valer o seu direito. Denuncie ao Sindicato!

3 3 Empresa: PRUSERV Setor: CEPAM - USP é uma dor de cabeça Empresa: Europa Service Mal contratada e ao menor preço, a empresa PRU- SERV COM. SERV. de LIM- PEZA LTDA vem dando uma dor de cabeça terrível aos trabalhadores que prestam serviços no CEPAM Centro de Estudos e Pesquisas de Administração Municipal-USP. Desde outubro do ano passado, tornou-se constante os atrasos nos pagamentos dos salários e benefícios desses colaboradores. Os pagamentos só acontecem após paralisações feitas pelo Sindicato que, inclusive, tem acionado os responsáveis pelo contra- Expediente Sede: Alameda Eduardo Prado, 648 Santa Cecília CEP Fone: Subsede: Rua Dr. Carlos Augusto de Campos, 165 Santo Amaro CEP Presidente Moacyr Pereira Supervisão Wagner Antonelli Jornalista Responsável to. Estranhamente a empresa vem exigindo que os empregados trabalhem de graça. O Sindicato não vai medir esforços para fazer valer os direitos dos trabalhadores e acabar com a exploração. Quem contratar mal, vai pagar duas vezes. Os constantes atrasos garantem aos trabalhadores multas diárias e isso nós vamos cobrar no final, pois o CEPAM, solidariamente, tem responsabilidades. Está claro que existem falhas no cumprimento do contrato, como exige a Justiça do Trabalho. Benedito Ap. da Silva (MTB ) Impressão JCL Tiragem Exemplares Todos os meses o SIEMACO recebe inúmeras reclamações contra a empresa Europa Service. São denúncias referentes a atrasos no pagamento dos salários, vale transporte, cesta básica, férias vencidas e em dobro e recolhimentos de FGTS. A Europa Service mantém postos de trabalho com 12 horas diárias de trabalho e, além de não respeitar seus empregados, abusa do seu poder diretivo e chega até a impedir que Empresa: Artlimp, desde o mês de outubro do ano passado, vinha atrasando o pagamento de salários e benefícios. Em dezembro, os trabalhadores também não viram a cor do 13º. Exigindo respeito aos seus diretos dos trabalhadores, acompanhados pelo Sindicato, promoveram várias paralisações. Em contato com eles peçam demissão quando encontram novo emprego. Na sede da empresa, onde os plantonistas aguardam diariamente pela indicação do local de trabalho, o relógio de ponto está quebrado e o controle é feito pelo porteiro da base que também é o responsável pela guarda dos cartões e pelos apontamentos de presença dos plantonistas. O Sindicato está de olho na empresa. Empresa: Artlimp Denúncia: Falta de pagamentos, Benefícios e PPR. o contratante ficamos sabendo que empresa está em vias de encerrar o contrato, por isso o pouca caso. Outra empresa já está no local e alguns trabalhadores já foram admitidos pela nova empresa. Os trabalhadores prejudicados foram orientados pelo Sindicato a ingressar com ações na Justiça do Trabalho.

4 4 Empresa: Liderança Limpeza e Conservação Setor: Braspress. As modernas instalações e a tecnologia de ponta dessa importante empresa de logística não serve em nada para os trabalhadores que fazem a limpeza em suas dependências já que um mesmo local é usado como refeitório, vestiário e depósito de produtos químicos e outros utensílios para limpeza. O local encontra-se em um porão ou embaixo de uma escada, contrariando o bom senso e a legislação vigente. O SIEMACO já encaminhou solicitação de mesa redonda no Ministério do Trabalho para solucionar a situação. Empresa: Dalkia Setor: Hospital São Luiz Depósito de produtos químicos e outros utensílios para limpeza servem de refeitório e vestiário para os trabalhadores da Liderança Limpeza e Conservação. Além de armários quebrados, o vestiário do setor estava com uma infiltração de água. Questionada pelo Sindicato, a empresa pediu prazo de 60 dias para total regularização da situação. O Sindicato pressionou e a solução apareceu. Mexeu com você. Mexeu com o Sindicato Agora Antes

5 Seus direitos Coluna Jurídica 5 Dúvidas???... Tire isso da cabeça! Férias: De quantos dias deverão ser as férias, no caso de o trabalhador faltar injustificadamente mais de 5 vezes ao ano? Resposta: Até 05 faltas injustificadas, o trabalhador terá direito aos 30 dias de férias. De 06 à 14 faltas injustificadas, terá direito à 24 dias de férias. De 15 à 23 faltas injustificadas, terá direito à 18 dias de férias. De 24 à 32 faltas injustificadas, terá direito à 12 dias de férias. Acima de 32 faltas injustificadas, o trabalhador perde o direito as férias. Feriado Trabalhado Quem trabalha no feriado, independente das escalas 4x2, 5x1, 5x2, 6x1 e 12x36, tem direito a receber o dia com acréscimo? Resposta: Sim, independentemente de qual seja a escala de trabalho, o dia deverá ser computado com valor de 100% de acréscimo sobre a hora normal trabalhada. No caso da empresa não efetuar o pagamento com o devido acréscimo, o trabalhador deverá ter além da folga já garantida, mais um dia de folga. Jornada Diária de trabalho Nas escalas 4x2, 5x1, 5x2, 6x1 é permitido trabalhar 12 horas diárias? Resposta: De acordo com o Termo de Compromisso pelo Combate à Jornada de Trabalho de 12 horas diárias, instituído pelo o MTE- Ministério do Trabalho e Emprego, desde Junho / 2010, com exceção da escala 12 x 36, não serão permitidas as jornadas de 12 horas diárias trabalhadas nas escalas 4 x 2, 5 x 1, 5 x 2, 6 x 1. Período noturno O adicional noturno deve ser pago a partir de qual horário? Existe algum adicional? Resposta: O adicional noturno é computado somente no horário das 22:00 às 05:00 e deve ser acrescido com no mínimo de (20% de adicional) sobre a hora normal trabalhada. O SIEMACO disponibiliza pra você companheiro (a), mais uma forma de orientar, esclarecer e tirar dúvidas que ocorrem no seu dia a dia. Agora, além do atendimento telefônico e das fiscalizações que são efetuadas nos locais de trabalho, você também poderá obter informações enviando o seu para o nosso Departamento Jurídico. Cresce a violência contra a mulher A violência contra a mulher não escolhe idade ou classe social nem escolaridade. A violência doméstica contra as mulheres continua preocupante. Os números são estarrecedores e demonstram que uma em cada cinco diz já ter sofrido algum tipo de agressão. A violência doméstica não escolhe idade ou classe social. Em São Paulo uma pesquisa coordenada pelo Centro Feminista de Estudos e Assessoria (CEFEMEA) demonstrou que, 29% das mulheres entrevistadas que já tiveram relações íntimas com homens afirmaram que já foram vítimas de agressões físicas ou sexuais cometidas por um parceiro. Uma forma de mudar o panorama é a participação feminina em todos os níveis da sociedade. Na política, por exemplo, dois anos após a eleição da primeira mulher presidente do Brasil, a participação das mulheres cresceu e ganhou espaço na política. Em relação a 2008, foram eleitas 30% a mais de prefeitas, e nas câmaras de vereadores a presença feminina aumentou em 17%. Estes dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) podem parecer animadores, mas o espaço ocupado por mulheres nos poderes executivos e legislativos ainda é minúsculo e o tema continua sendo criticado. A presença de mulheres no legislativo brasileiro é bem menor do que na maioria dos países. Em um levantamento com parlamentos do mundo inteiro, a média é de 20% do poder legislativo federal ser composto por mulheres. Em um ranking de 190 países, o Brasil aparece ocupando o 119 posto. À frente do Brasil estão os países da Europa, Oceania e quase toda a América (exceto Haiti e Panamá). Os dados são da Inter-Parliamentary Union, organização que reúne os parlamentos de 162 países. A Lei Maria da Penha, aprovada em 22 de setembro de 2006, alterou o Código Penal Brasileiro, aumentando a punição para os agressores, atribuindo tempo maior de reclusão e facilitando a prisão preventiva de criminosos. Considerada uma das três melhores leis do mundo pelo Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher, a norma foi batizada em homenagem à biofarmacêutica Maria da Penha Fernandes, que ficou paraplégica após sofrer duas tentativas de assassinato por parte de seu ex-marido.

6 6 Empresa: MOSCA / MOPP Solidariedade Setor: HOSPITAIS MANDAQUI / EMÍLIO RIBAS No dia 12 de dezembro, como faz todos os anos, o coral, formado por trabalhadores, fez emocionante apresentação para os pacientes dos HOSPITAL EMÍLIO RIBAS e HOSPITAL DO MANDAQUI. No programa, músicas natalinas. Com habilidade, o coral, acompanhado pelo SIEMACO, percorreu os hospitais distribuindo rosas e levando carinho aos pacientes internados. HOSPITAL EMÍLIO RIBAS HOSPITAL DO MANDAQUI. Empresa: Betalimp Comércio e Serviços Ltda. Tomador: Merck Sharp & Dhome Unidade Alexandre Dumas. Eleição de CIPA EMPRESA: Dalkia Setor: Ambulatório de Especialidades EMPRESA: Dalkia Tomador: SANTA CASA EMPRESA: Brasanitas Setor: Pátio Jabaquara

7 Norma Regulamentadora 24 Saúde e Segurança Condições Sanitárias e de Conforto nos Locais de Trabalho Desde o inicio das atividades do Departamento de Saúde e Segurança do Trabalhador, o sindicato deparou-se com diversas situações irregulares nos locais DE TRABA- LHO, PRINCIPALMENTE em vestiários e refeitórios. INFELIZMENTE É COMUM A falta de armários para todos os TRABALHADORES, ENCONTRA- MOS MUITOS vestiários sem divisão por sexo (ONDE HOMENS E MULHERES DIVIDEM O MESMO ESPAÇO PARA TROCA DE ROU- PAS), materiais e produtos de limpeza amontoados, vestiário sendo usado também como refeitório e diversas outras condições irregulares e desagradáveis. O Sindicato já regularizou diversos ambientes EXIGINDO MELHO- RIAS das empresas e contratantes. ONDE ENCONTRAMOS RE- SISTÊNCIA LEVAMOS AO CO- NHECIMENTO DO MINISTÉRIO DO TRABALHO ATRAVÉS DE MESA REDONDA E PEDIDOS DE FISCALIZAÇÃO. ESSAS AÇÕES VISAM BUS- CAR UMA MAIOR QUALIDADE DO AMBIENTE DE TRABALHO E LUTAR CONTRA O DESCASO A QUE SÃO SUBMETIDOS OS TRABALHADORES DE NOSSA CATEGORIA. Portanto se o local onde você trabalhador presta serviço não possuir refeitório e vestiário separados, limpos e organizados denuncie para que possamos entrar em ação e proporcionar um ambiente mais saudável e digno. Setor: HOSPITAL DO MANDAQUI CAT - Comunicação de Acidente de Trabalho Conforme a Lei 8213 de 24/07/1991 acidente do trabalho é o que ocorre pelo exercício do trabalho a serviço da empresa provocando lesão corporal ou perturbação funcional que cause a morte a perda ou redução, permanente ou temporária, da capacidade para o trabalho. A Lei também caracteriza como acidente de trabalho o acidente sofrido a caminho da empresa ou RETORNANDO para casa (ACIDENTE DE TRAJE- TO). A doença desencadeada devido ao trabalho e outras situações TAMBÉM PODEM SER ASSIM CONSIDERADAS. De acordo com a mesma lei A empresa deverá comunicar o acidente do trabalho à Previdência Social até o 1º (primeiro) dia útil seguinte ao da ocorrência e, em caso de morte, de imediato, à autoridade competente. Este acidente é comunicado através do formulário conhecido como CAT onde constam as informações do acidentado e sobre o acidente. O CAT deve ser preenchido mesmo que não haja afastamento (atestado médico). EM MUITOS CASOS AS EMPRESAS SÃO NEGLIGENTES E NÃO FOR- NECEM O DOCUMENTO AO TRABALHADOR E NÃO COMUNICAM A PRE- VIDÊNCIA SOCIAL. É importante ressaltar que NA RECUSA POR PARTE DA EMPRESA, o Sindicato poderá fazê-lo, resguardando assim o direito dos trabalhadores. PARA ISSO É NECESSÁRIO QUE HAJA A SOLICITAÇÃO DE PREEN- CHIMENTO POR UM MÉDICO DO TRABALHO. 7 No dia 07 novembro, representantes do SIE- MACO se reuniram com os representantes da Empresa MOSCA juntamente com o responsável pelo contrato de prestação de serviços gestão, a fim de solucionar as péssimas condições de manutenção da estrutura física das instalações ocupadas pelos empregados que prestam serviços nas dependências do HOSPITAL DO MANDAQUI. O responsável pelo contrato se comprometeu, até o final de fevereiro em espaço disponibilizado pelo contratante, efetuar a transferência dos trabalhadores para acomodações apropriadas para refeições, troca de roupas e a guarda de seus pertences. Fiação exposta, sujeira e rachaduras.

8 8 CLÍNICAS CENTRO Rua Vitorino Carmilo, Santa Cecília Fone/Fax: (11) / ZONA LESTE I - ARTUR ALVIM Rua Dr. Moacyr Tavolaro, Artur Alvim Fone/Fax: (11) / LAZER Colônia de Férias - BERTIOGA Fone: (11) Fone: (11) Fone: ZONA LESTE II - GUAIANAZES Rua Dr. Maria Pena, Guaianazes Fone/Fax: (11) / ZONA SUL - SANTO AMARO Rua João de Genova, 13 - Santo Amaro Fone/Fax: (11) / Para fazer reservas ou obter informações ligue: Tel: 0xx CRECHE Fone: (11) Fone: (11) Fone: (11) Fone: (11) Foto ASA Fone: (11) CCI AIDA VISCONDE BASTOS RUA CRISTAIS, 66 TATUAPÉ SP FONE: FAX Fone: (11) ÓPTICA Popular Av. S. Miguel, Ponte Rasa Fone: (11) Fone: (11) Escola de Cabeleireiro Júlia Fone: (11) Central: Rua Pirineus, 20 - Santa Cecília São Paulo (próxima à Estação do Metrô Marechal Deodoro). Telefone: (11) Subsede Santo Amaro: Rua Dr. Carlos Augusto de Campos, 165 Confira os cursos que são oferecidos Qualificação Profissional PORTARIA COPA ENCARREGADO MOTIVAÇÃO PESSOAL E PROFISSIONAL LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO DE EQUIPES SUPERVISÂO, LIDERANÇA E PRÁTICA LIMPEZA DE VIDROS TRATAMENTO DE PISOS (com aula prática) LIMPEZA HOSPITALAR (com base no manual hospitalar da ANVISA) RECEPCÃO E ATENDIMENTO MARKETING PESSOAL E ANÁLISE DE CURRÍCULO (preparação para o mercado de trabalho) TÉCNICA DE LIMPEZA PROFISSIONAL (com aula prática) PRÁTICAS PROFISSIONAIS DE SUSTENTABILIDADE NA LIMPEZA AMBIENTAL E OFICINA DE COMPOSTAGEM CAPACITAÇÃO EM JARDINAGEM Inglês 0 inglês é o idioma mais utilizado no mundo. Todos os dias nós convivemos com uma série de palavras em inglês, como por exemplo: jeans, delivery, stress, hot dog, hamburger, rock etc. Daí percebemos a importância e influência que essa língua exerce sobre a nossa cultura. Na Copa do Mundo em 2014 e nas Olimpíadas em 2016, o inglês será muito importante para conquistar boas oportunidades. CURSO BÁSICO DE 6 MESES. GARANTA LUGAR! SEGURANÇA PREVENTIVA PARA PORTEIROS Carga horária: 20 horas Obs: Este curso é específico para profissionais da área e que já tenham certificado de curso em Portaria. INFORMÁTICA A informática está presente em todos os lugares e, a cada ano, tem crescido e se tornado bastante exigida no mercado de trabalho. Curso básico em 6 meses, aulas 100% práticas em moderno laboratório de informática. INFORME-SE!

8,61% de reajuste para trabalhadores em asseio.

8,61% de reajuste para trabalhadores em asseio. Asseio e conservação Boletim Informativo do Siemaco-SP - Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Prestação de Serviços de Asseio e Conservação e Limpeza Urbana de São Paulo Fevereiro 2014 1959 2014

Leia mais

Asseio e conservação. Pag.8. Pag.7. Pag.3 Pag.4 SECRETARIA DA MULHER DO SIEMACO. Campanha pelo fim da violência contra a mulher.

Asseio e conservação. Pag.8. Pag.7. Pag.3 Pag.4 SECRETARIA DA MULHER DO SIEMACO. Campanha pelo fim da violência contra a mulher. Asseio e conservação Boletim Informativo do Siemaco-SP - Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Prestação de Serviços de Asseio e Conservação e Limpeza Urbana de São Paulo Dezembro 2013 2014 Amplie

Leia mais

Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611

Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611 Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611 CNPJ: 61.460.077/0001-39 / INSCR: 105.657.106.110 Gestão

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE COMPENSAÇÃO DE HORÁRIO ATRAVÉS DE BANCO DE HORAS

ACORDO COLETIVO DE COMPENSAÇÃO DE HORÁRIO ATRAVÉS DE BANCO DE HORAS ACORDO COLETIVO DE COMPENSAÇÃO DE HORÁRIO ATRAVÉS DE BANCO DE HORAS Pelo presente termo de Acordo Coletivo de Trabalho, e de acordo com a convenção Coletiva de Trabalho conforme cláusulas específicas celebraram

Leia mais

Rua Jaceguai, 164 Prado BH-MG 31 2104 5899 www.sindeac.org.br sindeac@sindeac.org.br. convenção coletiva empregados em conservadoras 2014

Rua Jaceguai, 164 Prado BH-MG 31 2104 5899 www.sindeac.org.br sindeac@sindeac.org.br. convenção coletiva empregados em conservadoras 2014 SINDICATO DOS EMPREGADOS EM EDIfícios e condomínios, em empresas de prestação de serviços em asseio, conservação, higienização, desinsetização, portaria, vigia e dos cabineiros de belo horizonte Rua Jaceguai,

Leia mais

O sindicato que é a cara do trabalhador!

O sindicato que é a cara do trabalhador! SINDICATO DOS EMPREGADOS EM EDIfícios e condomínios, em empresas de prestação de serviços em asseio, conservação, higienização, desinsetização, portaria, vigia e dos cabineiros de belo horizonte Rua Jaceguai,

Leia mais

COORDENAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS SUPERVISÃO DE SAÚDE OCUPACIONAL

COORDENAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS SUPERVISÃO DE SAÚDE OCUPACIONAL COORDENAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS SUPERVISÃO DE SAÚDE OCUPACIONAL NORMA INTERNA NA OCORRÊNCIA DE ACIDENTE DE TRABALHO 2012 1 SUMÁRIO I Apresentação 03 II Objetivo 03 III Informações gerais 04 IV- Preenchimento

Leia mais

Assédio Sexual. No Local de Trabalho. Série Trabalho e Cidadania - ANO I - N O 03

Assédio Sexual. No Local de Trabalho. Série Trabalho e Cidadania - ANO I - N O 03 Assédio Sexual No Local de Trabalho Série Trabalho e Cidadania - ANO I - N O 03 No início de tudo está a questão de Gênero Desde que nascemos, recebemos uma grande carga cultural que destaca - e distancia

Leia mais

A Lei 6.019/74 que trata da contratação da mão de obra temporária abrange todos os segmentos corporativos ou há exceções?

A Lei 6.019/74 que trata da contratação da mão de obra temporária abrange todos os segmentos corporativos ou há exceções? LUANA ASSUNÇÃO ALBUQUERK Especialista em Direito do Trabalho Advogada Associada de Cheim Jorge & Abelha Rodrigues - Advogados Associados O CONTRATO TEMPORÁRIO DE TRABALHO São as conhecidas contratações

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO SUSCITANTE: SINDICATO DOS PSICÓLOGOS NO ESTADO DE SÃO PAULO - SINPSI-SP, Entidade Sindical Profissional, com registro no MTb sob nº012.228.026.60-5 e inscrita no CNPJ/MF

Leia mais

O CONDOMÍNIO JÁ ANALISOU O PREÇO, NÃO ESQUEÇA DA QUALIDADE!!!

O CONDOMÍNIO JÁ ANALISOU O PREÇO, NÃO ESQUEÇA DA QUALIDADE!!! O CONDOMÍNIO JÁ ANALISOU O PREÇO, NÃO ESQUEÇA DA QUALIDADE!!! Como em qualquer segmento, quando fazemos uma licitação muitas vezes nos deparamos com propostas que aparentemente oferecem os mesmos serviços,

Leia mais

INVOCK SERVIÇOS DE PORTARIA LTDA-ME.

INVOCK SERVIÇOS DE PORTARIA LTDA-ME. INVOCK SERVIÇOS DE PORTARIA LTDA-ME. CARTA DE APRESENTAÇÃO Estamos encaminhando nosso portfólio na intenção de apresentar nossa empresa. Após estudo e análise do mercado no segmento de Segurança, Segurança

Leia mais

DECRETO Nº. 1.370/2015 DE 05 DE JANEIRO DE 2015. O Prefeito Municipal de Querência - MT, no uso de suas

DECRETO Nº. 1.370/2015 DE 05 DE JANEIRO DE 2015. O Prefeito Municipal de Querência - MT, no uso de suas DECRETO Nº. 1.370/2015 DE 05 DE JANEIRO DE 2015. Dispõe acerca da Política de uso do ponto eletrônico e da jornada de trabalho dos servidores públicos do Poder Executivo município de Querência - MT. atribuições,

Leia mais

CONDOMÍNIO - DIREITOS E DEVERES DOS EMPREGADOS E DO SÍNDICO

CONDOMÍNIO - DIREITOS E DEVERES DOS EMPREGADOS E DO SÍNDICO CONDOMÍNIO - DIREITOS E DEVERES DOS EMPREGADOS E DO SÍNDICO Objetivo: Mostrar os direitos e os deveres de cada um: atribuições, responsabilidades, o que é permitido e o que é vedado, bem como expor aspectos

Leia mais

Estado de Goiás Prefeitura Municipal de Niquelândia

Estado de Goiás Prefeitura Municipal de Niquelândia PROCEDIMENTOS E ROTINAS AO DARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS Título: Instrução Normativa nº. 001/2012. Ementa: Recomenda procedimentos para o Departamento de Recursos Humanos dos Órgãos da Administração Direta

Leia mais

Direitos do Empregado Doméstico

Direitos do Empregado Doméstico Direitos do Empregado Doméstico Com a aprovação da Emenda Constitucional n 72, que ocorreu em 02/04/2013, o empregado doméstico passou a ter novos direitos. Alguns deles independem de regulamentação e,

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA 2015/2016

CONVENÇÃO COLETIVA 2015/2016 CONVENÇÃO COLETIVA 2015/2016 A seguir reproduzimos as cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho entre o SINPROCIM e SINDPRESP, em relação a convenção anterior. REAJUSTE SALARIAL A partir de 1º de março

Leia mais

25 de novembro - Dia Internacional de Combate à Violência Contra as Mulheres. Carta de Brasília

25 de novembro - Dia Internacional de Combate à Violência Contra as Mulheres. Carta de Brasília Anexo VI 25 de novembro - Dia Internacional de Combate à Violência Contra as Mulheres Carta de Brasília Na véspera do Dia Internacional de Combate à Violência Contra as Mulheres nós, trabalhadoras dos

Leia mais

O Sindicato que é a cara do trabalhador!

O Sindicato que é a cara do trabalhador! SINDICATO DOS EMPREGADOS EM EDIfícios e condomínios, em empresas de prestação de serviços em asseio, conservação, higienização, desinsetização, portaria, vigia e dos cabineiros de belo horizonte Rua Jaceguai,

Leia mais

Banco Mundial. Capacitação em Gestão de Convênios e Projetos

Banco Mundial. Capacitação em Gestão de Convênios e Projetos Banco Mundial Capacitação em Gestão de Convênios e Projetos Versão: Agosto/2011 O QUE É O PROGRAMA PRODUZIR? O PRODUZIR é um programa do Governo do Estado da Bahia, coordenado pela CAR - Companhia de Desenvolvimento

Leia mais

Caro colega. Gustavo Moreno Frias Diretor de Saúde

Caro colega. Gustavo Moreno Frias Diretor de Saúde Caro colega Nesta Cartilha estão as principais perguntas sobre LER, CAT e Direitos, que os bancários fazem seja por telefone ou contato direto no local de trabalho. É um verdadeiro guia rápido e contou

Leia mais

LICITAÇÃO SESC/ARRJ MODALIDADE: PREGÃO ELETRÔNICO PR 44/2014 GLC

LICITAÇÃO SESC/ARRJ MODALIDADE: PREGÃO ELETRÔNICO PR 44/2014 GLC LICITAÇÃO SESC/ARRJ MODALIDADE: PREGÃO ELETRÔNICO PR 44/2014 GLC OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE LIMPEZA E CONSERVAÇÃO ESCLARECIMENTO 09 O SESC/ARRJ vem através

Leia mais

Como proceder à notificação e para onde encaminhá-la?

Como proceder à notificação e para onde encaminhá-la? Se a família não quiser ou não puder assumir a notificação, o educador deverá informar a família que, por força da lei, terá que notificar o fato aos órgãos competentes. Como proceder à notificação e para

Leia mais

Manual de Recursos Humanos

Manual de Recursos Humanos Manual de Recursos Humanos Associação dos Amigos do Paço das Artes Francisco Matarazzo Sobrinho Organização Social de Cultura 1 Finalidade: Disponibilizar princípios básicos de gestão de pessoal que devem

Leia mais

INSTITUI O SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS SERVIDORES ESTATUTÁRIOS DO PODER EXECUTIVO MUNICIPAL E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

INSTITUI O SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS SERVIDORES ESTATUTÁRIOS DO PODER EXECUTIVO MUNICIPAL E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEI N INSTITUI O SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS SERVIDORES ESTATUTÁRIOS DO PODER EXECUTIVO MUNICIPAL E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. JOÃO PAULO TAVARES PAPA, Prefeito Municipal de Santos, faço saber

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/resumo/resumovisualii.. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ001782/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 04/09/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO:

Leia mais

Departamento pessoal do Empregador doméstico PEC 66/2012 EC 72 /2013

Departamento pessoal do Empregador doméstico PEC 66/2012 EC 72 /2013 Departamento pessoal do Empregador doméstico PEC 66/2012 EC 72 /2013 A PEC n 66 de 2012 Veio com O OBJETIVO de alterar a redação do parágrafo único do art. 7º da Constituição Federal para estabelecer a

Leia mais

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2015

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2015 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP002509/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 10/03/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR012013/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46262.000742/2015-40

Leia mais

CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR

CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR Pelo presente instrumento particular e na melhor forma de direito, de um lado,, com sede a, nº, na cidade de Pelotas, inscrita no CNPJ sob o nº, doravante

Leia mais

QUESTIONAMENTOS PREGÃO PRESENCIAL Nº 009/2012

QUESTIONAMENTOS PREGÃO PRESENCIAL Nº 009/2012 QUESTIONAMENTOS PREGÃO PRESENCIAL Nº 009/2012 1) Solicito esclarecimento referente ao Pregão Presencial nº 009/2012, cujo objeto é a prestação de serviço de limpeza e conservação predial, movimentação

Leia mais

SIEMACO CONQUISTA REAJUSTE DE 11,73%

SIEMACO CONQUISTA REAJUSTE DE 11,73% Asseio e conservação Boletim Informativo do Siemaco-SP - Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Prestação de Serviços de Asseio e Conservação e Limpeza Urbana de São Paulo Dezembro 2014/Janeiro 2015

Leia mais

CARTILHA PARA EMPREGADORES E TRABALHADORES DIREITOS E DEVERES COM A PEC DAS DOMÉSTICAS

CARTILHA PARA EMPREGADORES E TRABALHADORES DIREITOS E DEVERES COM A PEC DAS DOMÉSTICAS DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO DO EMPREGADOR DOMÉSTICO = MENOS DEMISSÕES E MAIS FORMALIDADE Dê seu voto em www.domesticalegal.org.br CARTILHA PARA EMPREGADORES E TRABALHADORES DIREITOS E DEVERES COM

Leia mais

Introdução. Da Previsão Legal SÃO BERNARDO DO CAMPO, OUTUBRO DE 2014

Introdução. Da Previsão Legal SÃO BERNARDO DO CAMPO, OUTUBRO DE 2014 SÃO BERNARDO DO CAMPO, OUTUBRO DE 2014 FISCALIZAÇÃO DO TRABALHO Introdução A inspeção do trabalho tem por finalidade a prevenção e manutenção adequada dos direitos trabalhistas dos empregados, frente à

Leia mais

NORMA CORPORATIVA DEPARTAMENTO PESSOAL

NORMA CORPORATIVA DEPARTAMENTO PESSOAL 1. OBJETIVO Estabelecer a sistemática para rotinas de Departamento Pessoal. 2. DEFINIÇÕES TRCT: Termo de Rescisão de Contrato de Trabalho. DP: Departamento Pessoal; DP Central: Departamento Pessoal de

Leia mais

CARTILHA DIREITOS E DEVERES DO EMPREGADOR DOMÉSTICO E DA EMPREGADA DOMÉSTICA NO ESTADO DE PERNAMBUCO

CARTILHA DIREITOS E DEVERES DO EMPREGADOR DOMÉSTICO E DA EMPREGADA DOMÉSTICA NO ESTADO DE PERNAMBUCO Projeto Legalize sua doméstica e pague menos INSS = Informalidade ZERO CARTILHA DIREITOS E DEVERES DO EMPREGADOR DOMÉSTICO E DA EMPREGADA DOMÉSTICA NO ESTADO DE PERNAMBUCO Realização Jornal Diario de Pernambuco

Leia mais

Programa de Educação Continuada chega ao sétimo ano com novidades

Programa de Educação Continuada chega ao sétimo ano com novidades Especial Asseio e Conservação ABRIL - 20 12-60.000 exp. Programa de Educação Continuada chega ao sétimo ano com novidades Ao completar sete anos de atividades, o Programa de Educação Continuada, uma parceria

Leia mais

Vamos falar sobre câncer?

Vamos falar sobre câncer? Vamos falar sobre câncer? O SIEMACO sempre está ao lado dos trabalhadores, seja na luta por melhores condições de trabalho, lazer e educação ou na manutenção da saúde, visando a promoção e ascensão social.

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MT000358/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 16/07/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR039171/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46210.001331/2014-04 DATA DO

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: DF000220/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 02/06/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR027997/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46206.006330/2010-83 DATA

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2009/2010

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2009/2010 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2009/2010 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP008079/2009 DATA DE REGISTRO NO MTE: 22/09/2009 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR044195/2009 NÚMERO DO PROCESSO: 46261.004278/2009-22 DATA

Leia mais

Re s p o n s a b i l i z a ç ã o e

Re s p o n s a b i l i z a ç ã o e Anexo II Di r e t r i z e s Ge r a i s d o s Se rv i ç o s d e Re s p o n s a b i l i z a ç ã o e Educação do Agressor SERVIÇO DE RESPONSABILIZAÇÃO E EDUCAÇÃO DO AGRESSOR Ap r e s e n ta ç ã o A presente

Leia mais

Seguro Desemprego : art. 7º, II da CRFB

Seguro Desemprego : art. 7º, II da CRFB AULA 10: Seguro Desemprego : art. 7º, II da CRFB Amparo legal: art. 7º, II da CRFB. * urbanos e rurais: Lei nº 7.998/90, Lei nº 8.900/94 e Resolução do CODEFAT 467/05. * domésticos: artigo 6º-A da Lei

Leia mais

QUANTO VALE O SEU TRABALHO? PARTE 2: HONORÁRIOS NUTRIS BRASIL

QUANTO VALE O SEU TRABALHO? PARTE 2: HONORÁRIOS NUTRIS BRASIL QUANTO VALE O SEU TRABALHO? PARTE 2: HONORÁRIOS NUTRIS BRASIL Por Profa.Dra. Cyllene de M.OC de Souza Dra em Ciência e Tecnologia de Alimentos (UFRRJ), Mestre em Vigilância Sanitária (INCQS-FIOCRUZ) Supervisora

Leia mais

REGULAMENTO/COGEP Nº 001, DE 1º DE JUNHO DE 2012. 2ª Edição Atualizada em 29 de janeiro de 2013.

REGULAMENTO/COGEP Nº 001, DE 1º DE JUNHO DE 2012. 2ª Edição Atualizada em 29 de janeiro de 2013. REGULAMENTO/COGEP Nº 001, DE 1º DE JUNHO DE 2012. 2ª Edição Atualizada em 29 de janeiro de 2013. Dispõe acerca da Política de uso do PONTO ELETRÔNICO E DA JORNADA DE TRABALHO dos servidores do Instituto

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO Por este instrumento, de um lado, representando os empregados, o SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMERCIO DE CUIABÁ e VARZEA GRANDE, e do outro lado, representando os empregadores

Leia mais

ANEXO I MODELO DE DECLARAÇÃO DE ELABORAÇÃO INDEPENDENTE DE PROPOSTA

ANEXO I MODELO DE DECLARAÇÃO DE ELABORAÇÃO INDEPENDENTE DE PROPOSTA ANEXO I MODELO DE DECLARAÇÃO DE ELABORAÇÃO INDEPENDENTE DE PROPOSTA (Identificação completa do representante da EMPRESA), como representante devidamente constituído de (Identificação completa da EMPRESA)

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2013. Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/internet/mediador.

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2013. Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/internet/mediador. Página 1 de 6 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MT000702/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 26/10/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR060706/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46210.001881/2011-72

Leia mais

Abrangência da terceirização

Abrangência da terceirização Reportagem especial explica os pontos polêmicos do projeto da terceirização A proposta que regulamenta a terceirização no Brasil e derrubou a reunião da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL Relatório Analítico PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL PESQUISA SOBRE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA A MULHER DATASENADO SECS PESQUISA SOBRE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA A MULHER Há dois anos, o DataSenado

Leia mais

Lei MARIA DA PENHA 3 anos depois

Lei MARIA DA PENHA 3 anos depois Lei MARIA DA PENHA 3 anos depois Três anos depois, lei Maria da Penha diversifica perfil de mulheres que procuram ajuda contra violência doméstica. Quais são os resultados trazidos pela lei Maria da Penha?

Leia mais

CIPA - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes

CIPA - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes CIPA - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes DO OBJETIVO A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA - tem como objetivo a prevenção de acidentes e doenças decorrentes do trabalho, de modo

Leia mais

TERMO ADITIVO A ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016

TERMO ADITIVO A ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 TERMO ADITIVO A ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SC000558/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 31/03/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR016845/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46301.000581/2015-81

Leia mais

Categoria é homenageada com monumento em São Paulo

Categoria é homenageada com monumento em São Paulo Filiado a Fevereiro -20 11-60.000 exp. Categoria é homenageada com monumento em São Paulo A Praça Marechal Deodoro, no centro de São Paulo, foi o local escolhido por nós para que toda a categoria recebesse

Leia mais

Edital XVIII CONCURSO DE PROJETOS ELAS Fundo de Investimento Social

Edital XVIII CONCURSO DE PROJETOS ELAS Fundo de Investimento Social Edital XVIII CONCURSO DE PROJETOS ELAS Fundo de Investimento Social O XVIII Concurso do ELAS Fundo de Investimento Social, em parceria com a MAC AIDS Fund, visa fortalecer, por meio de apoio técnico e

Leia mais

Ouvidoria Pública e Gestão

Ouvidoria Pública e Gestão Ouvidoria Pública e Gestão Brasília, agosto de 03 OUVIR É SER SENSÍVEL AOS OUTROS Sotiguy Kouyaté Ator africano SER OUVIDOR É SER SENSÍVEL AOS OUTROS. Jones Carvalho Compromissos da Ouvidoria Pública Atendimento/

Leia mais

ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO MUSEU DE ARTE SACRA SAMAS. MANUAL DE RECURSOS HUMANOS DO MUSEU DE ARTE SACRA

ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO MUSEU DE ARTE SACRA SAMAS. MANUAL DE RECURSOS HUMANOS DO MUSEU DE ARTE SACRA ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO MUSEU DE ARTE SACRA SAMAS. MANUAL DE RECURSOS HUMANOS DO MUSEU DE ARTE SACRA I -FINALIDADE. Este Regulamento tem por finalidade apresentar os princípios básicos de pessoal que devem

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SC002285/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 10/10/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR055933/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46301.001820/2011-96 DATA DO

Leia mais

REGULAMENTO. Condomínio Destaque por Excelência 2014

REGULAMENTO. Condomínio Destaque por Excelência 2014 REGULAMENTO Condomínio Destaque por Excelência 2014 SECOVI-SC Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis e dos Condomínios Residenciais e Comerciais de Santa Catarina,

Leia mais

Saúde do Bancário. Guia de direitos

Saúde do Bancário. Guia de direitos Saúde do Bancário Guia de direitos 1 Expediente: Publicação do Sindicato dos Bancários de Campinas e Região. Presidente: Jeferson Boava. Diretora de Imprensa: Maria Aparecida da Silva. Jornalista: Jairo

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014 EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014 O Município de Vale do Sol, RS, através do Prefeito Municipal. Sr. Clécio Halmenschlager, comunica aos interessados que está procedendo ao CREDENCIAMENTO de pessoas

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR003213/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 30/07/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR041150/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46212.009124/2014-70 DATA

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DO FORNECEDOR

CÓDIGO DE CONDUTA DO FORNECEDOR Este Código padrões mínimos que devem ser ultrapassados, sempre que possível. Ao aplicá-los, os fornecedores devem obedecer às leis nacionais e outras leis vigentes e, nos pontos em que a lei e este Código

Leia mais

PROJETO DE LEI DA CUT PARA A REGULAMENTAÇÃO DA TERCEIRIZAÇÃO NAS EMPRESAS PRIVADAS E DE ECONOMIA MISTA

PROJETO DE LEI DA CUT PARA A REGULAMENTAÇÃO DA TERCEIRIZAÇÃO NAS EMPRESAS PRIVADAS E DE ECONOMIA MISTA PROJETO DE LEI DA CUT PARA A REGULAMENTAÇÃO DA TERCEIRIZAÇÃO NAS EMPRESAS PRIVADAS E DE ECONOMIA MISTA O texto que se segue foi elaborado pela CUT, por meio do GT Terceirização, coordenado pela Secretaria

Leia mais

Comunicado para Trabalhadores em Entidades Beneficentes, filantrópicas, religiosas e Creches

Comunicado para Trabalhadores em Entidades Beneficentes, filantrópicas, religiosas e Creches 2013 Comunicado para Trabalhadores em Entidades Beneficentes, filantrópicas, religiosas e Creches Sindicato SETH São José do Rio Preto O Sindicato dos Empregados em Turismo e Hospitalidade de São José

Leia mais

GUIA DO CANDIDATO INSPETORES DE PINTURA INDUSTRIAL

GUIA DO CANDIDATO INSPETORES DE PINTURA INDUSTRIAL 1 de 9 1 OBJETIVO Fornecer as informações necessárias para a qualificação e certificação de Inspetores de Pintura Industrial níveis 1 e 2, segundo os critérios estabelecidos na norma ABNT NBR 15218 e demais

Leia mais

PREGÃO 05/2015 ESCLARECIMENTOS. A quem possa interessar, apresentamos abaixo esclarecimentos face aos questionamentos feitos pelas empresas abaixo:

PREGÃO 05/2015 ESCLARECIMENTOS. A quem possa interessar, apresentamos abaixo esclarecimentos face aos questionamentos feitos pelas empresas abaixo: PREGÃO 05/2015 ESCLARECIMENTOS A quem possa interessar, apresentamos abaixo esclarecimentos face aos questionamentos feitos pelas empresas abaixo: A) RN COMERCIAL: QUESTIONAMENTOS: 1- Atualmente muitos

Leia mais

Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas I Profa Cristiane Koehler Aula: Estudo de Caso Escritório de Advocacia 2011/2

Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas I Profa Cristiane Koehler Aula: Estudo de Caso Escritório de Advocacia 2011/2 Imagine que você terá que informatizar um Escritório de Advocacia onde trabalham dois advogados que são sócios e mais dezoito advogados que são colaboradores. Considere o seguinte depoimento dos advogados.

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ000055/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 13/01/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR070984/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.112503/2010-92 DATA DO

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA G UPO

CÓDIGO DE ÉTICA G UPO CÓDIGO DE ÉTICA G UPO 1 Sumário APRESENTAÇÃO... 2 1. APLICABILIDADE... 3 ESCLARECIMENTOS... 3 O COMITÊ DE ÉTICA... 3 ATRIBUIÇÕES DO COMITÊ... 3,4 2. ASSUNTOS INTERNOS... 4 OUVIDORIA... 4 PRECONCEITO...

Leia mais

O PAPEL DO SERVIÇO DE EPIDEMIOLOGIA NA REDE DE PROTEÇÃO A CRIANÇA E AO ADOLESCENTE EM SITUACAO DE RISCO PARA A VIOLENCIA NO HOSPITAL DE CLÍNICAS.

O PAPEL DO SERVIÇO DE EPIDEMIOLOGIA NA REDE DE PROTEÇÃO A CRIANÇA E AO ADOLESCENTE EM SITUACAO DE RISCO PARA A VIOLENCIA NO HOSPITAL DE CLÍNICAS. O PAPEL DO SERVIÇO DE EPIDEMIOLOGIA NA REDE DE PROTEÇÃO A CRIANÇA E AO ADOLESCENTE EM SITUACAO DE RISCO PARA A VIOLENCIA NO HOSPITAL DE CLÍNICAS. AREA TEMÁTICA: Saúde. COORDENADORA: Prof.ª Dr.ª Denise

Leia mais

Previdência Social: quem tem direito à aposentadoria?

Previdência Social: quem tem direito à aposentadoria? Previdência Social: quem tem direito à aposentadoria? Quando o assunto é aposentadoria, é comum surgir à questão: como se manter financeiramente após o término da idade ativa? A Previdência Social é um

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL RIO ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO DE ASSUNTOÁBEIS DE PORTO ALEGRESEMINÁRIO

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL RIO ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO DE ASSUNTOÁBEIS DE PORTO ALEGRESEMINÁRIO Le f is c L e g i s l a c a o F i s c a l CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL MINÁRIO DE ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁ RIO ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO DE

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP001303/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 05/02/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR003506/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46261.000255/2014-14 DATA DO

Leia mais

www.senado.leg.br/datasenado

www.senado.leg.br/datasenado www.senado.leg.br/datasenado Lei Maria da Penha completa 9 Promulgada em 2006, a Lei Maria da Penha busca garantir direitos da mulher, além da prevenção e punição de casos de violência doméstica e familiar.

Leia mais

1- CONTRATO DE TRABALHO

1- CONTRATO DE TRABALHO 1- CONTRATO DE TRABALHO 1.1 - ANOTAÇÕES NA CARTEIRA DE TRABALHO Quando o empregado é admitido - mesmo em contrato de experiência -, a empresa tem obrigatoriamente que fazer as anotações na carteira de

Leia mais

Contratação de serviços de Limpeza

Contratação de serviços de Limpeza 19º Jornada de Controle de Infecção Hospitalar de Ribeirão Preto 1º Jornada de Inovação da Prática em Enfermagem Contratação de serviços de Limpeza próprio terceirizado Vantagens e desvantagens e como

Leia mais

CONTRATO DE TRABALHO. Empregado Preso

CONTRATO DE TRABALHO. Empregado Preso CONTRATO DE TRABALHO Empregado Preso Muitas dúvidas surgem quando o empregador toma conhecimento que seu empregado encontra-se preso. As dúvidas mais comuns são no sentido de como ficará o contrato de

Leia mais

Defensoria Pública do Estado de São Paulo Núcleo Especializado dos Direitos do Idoso e da pessoa com Deficiência

Defensoria Pública do Estado de São Paulo Núcleo Especializado dos Direitos do Idoso e da pessoa com Deficiência Defensoria Pública do Estado de São Paulo Núcleo Especializado dos Direitos do Idoso e da pessoa com Deficiência O que é a Defensoria Pública? A Defensoria Pública do Estado é uma Instituição permanente

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2008/2009

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2008/2009 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2008/2009 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ000433/2008 DATA DE REGISTRO NO MTE: 14/10/2008 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR015947/2008 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.032963/2008-13 DATA DO

Leia mais

3 Benefícios. 3.1 Plano de Saúde

3 Benefícios. 3.1 Plano de Saúde 3 Benefícios O Processo de Benefícios atua como agente visando minimizar as situações problemas existentes na relação homem-trabalho, através de orientações e esclarecimentos aos empregados sobre os benefícios

Leia mais

Companheiros e companheiras,

Companheiros e companheiras, Companheiros e companheiras, Utilizada sob o falso argumento de modernizar as relações de trabalho e garantir a especialização no serviço, a terceirização representa na realidade uma forma de reduzir o

Leia mais

Lei Maria da Penha: uma evolução histórica

Lei Maria da Penha: uma evolução histórica Lei Maria da Penha: uma evolução histórica Karina Balduino Leite e Rivadavio Anadão de Oliveira Guassú Maria da Penha foi uma entre as incontáveis vítimas de violência doméstica espalhadas pelo planeta.

Leia mais

Diretrizes para Implementação dos Serviços de Responsabilização e Educação dos Agressores

Diretrizes para Implementação dos Serviços de Responsabilização e Educação dos Agressores PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE POLÍTICAS PARA MULHERES SECRETRIA DE ENFRENTAMENTO À VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES Diretrizes para Implementação dos Serviços de Responsabilização e Educação dos Agressores

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL Page 1 of 6 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR003056/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 23/07/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR039599/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46212.008706/2014-39

Leia mais

Lista de exercícios 01

Lista de exercícios 01 PARTE I Lista de exercícios 01 1. Defina os seguintes termos: entidade, atributo, valor do atributo, atributo composto, atributo multivalorado, atributo derivado, atributo-chave, domínio. 2. Explique as

Leia mais

Principais cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho

Principais cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho SINPEFESP-(empregados)-SINDELIVRE-(patronal) Principais cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho 2014/2015. VIGÊNCIA E DATA-BASE As cláusulas e condições da presente Convenção Coletiva de Trabalho que

Leia mais

E S P E C I F I C A Ç Õ E S

E S P E C I F I C A Ç Õ E S E S P E C I F I C A Ç Õ E S 1) DO OBJETO: É objeto da presente licitação, a contratação de empresa para Prestação de Serviço de Auditoria externa (independente), compreendendo: 1.1 Auditoria dos registros

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 11/2015 PROCESSO Nº 03110.014908/2014 55 OBJETO: Contratação

Leia mais

Combate e prevenção à violência contra a mulher

Combate e prevenção à violência contra a mulher Combate e prevenção à violência contra a mulher O CIM - Centro Integrado de Atendimento à Mulher Vítima de Violência Doméstica e Familiar - tem por objetivo fazer valer a Lei n.º 11.340/06, Lei Maria da

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA ABERTURA DE SINISTRO INVALIDEZ PERMANENTE POR ACIDENTE APC EVENTO

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA ABERTURA DE SINISTRO INVALIDEZ PERMANENTE POR ACIDENTE APC EVENTO Prezado (a) cliente: Para melhor atendê-lo, seguem abaixo todos os formulários e documentos necessários, juntamente com a orientação de como proceder ao envio. Procedimentos para envio dos documentos de

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Página 1 de 5 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP002054/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 04/03/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR061897/2012 NÚMERO DO PROCESSO:

Leia mais

ATA DA 5ª REUNIÃO ESPECÍFICA BANCO DE HORAS

ATA DA 5ª REUNIÃO ESPECÍFICA BANCO DE HORAS ATA DA 5ª REUNIÃO ESPECÍFICA BANCO DE HORAS entre o Serviço Federal de Processamento de Dados SERPRO e a FENADADOS LOCAL: Sede da FENADADOS Brasília - DF DATA: 27/01/2015 HORÁRIO: 10h TEMA: Negociação

Leia mais

PORTARIA MTE nº 1510/2009 NOVAS REGRAS SOBRE O CONTROLE ELETRÔNICO DE PONTO

PORTARIA MTE nº 1510/2009 NOVAS REGRAS SOBRE O CONTROLE ELETRÔNICO DE PONTO PORTARIA MTE nº 1510/2009 NOVAS REGRAS SOBRE O CONTROLE ELETRÔNICO DE PONTO Neste fascículo de Uma entrevista com o Advogado, apresentamos o conteúdo de artigo enviado pelo Ministério do Trabalho e Emprego

Leia mais

CARTILHA SOBRE A EMENDA CONSTITUCIONAL DOS EMPREGADOS DOMÉSTICOS

CARTILHA SOBRE A EMENDA CONSTITUCIONAL DOS EMPREGADOS DOMÉSTICOS 2 de abril de 2013 CARTILHA SOBRE A EMENDA CONSTITUCIONAL DOS EMPREGADOS DOMÉSTICOS Hoje foi promulgada uma Emenda Constitucional que amplia os direitos trabalhistas dos empregados domésticos. Alguns direitos

Leia mais

Conselho Nacional de Controle Interno

Conselho Nacional de Controle Interno Veículo: Site Congresso em Foco Data: 13/07/2012 Editoria: Lei de Acesso Coluna: - Página: - Só 12% das prefeituras dão atenção a transparência Uma mesma pergunta foi feita às administrações de 133 cidades

Leia mais