ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DO ESTADO PARECER Nº

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DO ESTADO PARECER Nº 14.267"

Transcrição

1 PARECER Nº Emenda Constitucional n. 41/03. Professor. Aposentadoria proporcional. Valor dos proventos. Fixação de reajustes. O presente expediente administrativo EA n /04-0 teve origem na Secretaria da Fazenda, a partir de questionamentos postos pelo Departamento de Receita Pública Estadual acerca da fixação do valor dos proventos de aposentadoria de servidor estadual professor em relação às vantagens temporais e reajustes futuros. O expediente administrativo em análise trata de aposentadoria voluntária de professora estadual, Classe C, Nível 1, sob regime de trabalho de 20 horas semanais com suporte no artigo 2º, incisos I, II e III da Emenda Constitucional n. 41/03. Encaminhado ao Tribunal de Contas do Estado, o seu Serviço de Inativações e Pensões da Área Estadual entendeu ser necessária a instrução do respectivo expediente com o cálculo dos proventos, com a demonstração das remunerações que lhe serviram de base, uma vez tratar-se de aposentadoria com suporte no art. 40 da Constituição Federal. Em conseqüência, a Divisão de Pessoal do Departamento de Despesa Pública Estadual da Secretaria da Fazenda apresentou os referidos cálculos, informando que a remuneração integral do cargo, com as vantagens incorporadas, soma R$ 773,78 (setecentos e setenta e três reais, setenta e oito centavos), a qual reduz-se a R$ 719,57 (setecentos e dezenove reais, cinqüenta e sete centavos), tendo a média salarial alcançado R$ 925,25 (novecentos e vinte e cinco reais, vinte e cinco centavos), a qual, com a aplicação do redutor, resulta em R$ 860,48 (oitocentos e sessenta reais, quarenta e oito centavos).

2 A partir de tais circunstâncias, este órgão estadual formulou, em síntese, os seguintes questionamentos: 1) O redutor deve ser aplicado sobre o valor da remuneração do servidor, computadas as vantagens pessoais incorporadas?; 2) Os reajustes futuros dos proventos deverão obedecer aqueles concedidos aos benefícios do Regime Geral de Previdência Social ou este órgão fixa tão só a data prevista, ficando o índice a ser estabelecido por legislação estadual?; 3) O limitador previsto no art. 1º, 5º da Lei n /04 incide apenas no momento da concessão da aposentadoria, sendo devidos os reajustes futuros da sua categoria ou, com a aposentadoria, ocorreria perda de paridade entre os servidores ativos e os inativos?; 4) Os reajustes concedidos pelo Regime Geral de Previdência Social deverão ser aplicados sobre o valor da média remuneratória original ou sobre o valor dos proventos iniciais do servidor? Com tais dúvidas, o Senhor Secretário da Fazenda substituto solicita orientação por parte desta Procuradoria-Geral do Estado. É o Relatório. O tema presente no EA em análise traz à tona questões que advêm das transformações suportadas pela matéria previdenciária diante das alterações introduzidas pela EC 41/03, em particular no que diz com o valor dos proventos e seus reajustes. Assim, para o trato das questões postas é necessário que recorramos à nova regulação trazida com tal mutação imposta ao texto constitucional pátrio, no particular o art. 2º da EC 41/03, uma vez ter sido a aposentadoria concedida nos termos de seus incisos I, II e III, 1º, inciso I e 4º, nos seguintes termos: Art. 2º - Observado o disposto no art. 4º da Emenda Constitucional n. 20 de 15 de dezembro de 1998, é assegurado o direito de opção pela aposentadoria voluntária com proventos calculados de acordo com o art. 40, 3º e 17, da Constituição Federal, àquele que tenha ingressado regularmente em cargo 2

3 efetivo na Administração Pública direta, autárquica e fundacional, até a data da publicação daquela Emenda, quando o servidor, cumulativamente: I tiver cinqüenta e três anos de idade, se homem, e quarenta e oito anos de idade, se mulher; II tiver cinco anos de efetivo exercício no cargo em que se der a aposentadoria; III contar tempo de contribuição igual, no mínimo, à soma de: a) trinta e cinco anos, se homem, e trinta anos, se mulher; e b) um período adicional de contribuição equivalente a vinte por cento do tempo que, na data da publicação daquela Emenda, faltaria para atingir o limite de tempo constante da alínea a deste inciso. 1º - O servidor de que trata este artigo que cumprir as exigências para aposentadoria na forma do caput terá os seus proventos de inatividade reduzidos para cada ano antecipado em relação aos limites de idade estabelecidos pelo art. 40, 1º, III, a, e 5º da Constituição Federal, na seguinte proporção: I três inteiros e cinco décimos por cento, para aquele que completar as exigências para aposentadoria na forma do caput até 31 de dezembro de 2005; (...) 4º - O professor, servidor da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, incluídas suas autarquias e fundações, que, até a data de publicação da Emenda Constitucional n. 20, de 15 de dezembro de 1998, tenha ingressado, regularmente, em cargo efetivo de magistério e que opte por aposentarse na forma do disposto no caput, terá o tempo de serviço exercido até a publicação daquela Emenda contado com o acréscimo de dezessete por cento, se homem, e de vinte por cento, se mulher, desde que se aposente, exclusivamente, com tempo de efetivo exercício nas funções de magistério, observado o disposto no 1º. (...) 6º - Às aposentadorias concedidas de acordo com este artigo aplica-se o disposto no art. 40, 8º, da Constituição Federal. Ou seja, tomando-se tal dispositivo, as aposentadorias concedidas deverão ter os proventos calculados sob a fórmula do art. 40 e seus parágrafos 3º e 17 da CF/88, os quais foram regulamentados pelo art. 1º da Lei Federal n /04, verificando-se o valor das remunerações utilizadas como base para as contribuições, atualizados mês a mês por índice idêntico àquele fixado para a atualização dos salários de contribuição utilizados no cálculo dos benefícios do regime geral da previdência para, após, ser apurada a média aritmética simples das maiores remunerações, a qual deverá ser cotejada com a remuneração do servidor no cargo no qual se inativará, incluídas vantagens temporais e incorporadas, tomando-se como parâmetro o valor menor encontrado, diante do disposto no art. 40, 2º, da Constituição Federal de 1988 e no art. 1º, 5º, da Lei Federal n /04 para, posteriormente, aplicar-se o redutor previsto no art. 2º da EC 41/03 que determina deva o mesmo incidir sobre os proventos de inatividade apurados. 3

4 Assim, quanto à primeira questão suscitada, a aplicação do redutor deverá incidir sobre o valor apurado dos proventos, considerando-se tal valor aquele menor resultante do cálculo das remunerações procedido ou do valor da remuneração do servidor no cargo efetivo, no caso concreto devendo prevalecer este último, ou seja R$ 773,78 (setecentos e setenta e três reais, setenta e oito centavos), o qual reduz-se a R$ 719,57 (setecentos e dezenove reais, cinqüenta e sete centavos). Já, quanto à questão dos reajustes dos proventos de aposentadoria, deve-se considerar o disposto no art. 15 da Lei Federal n /04: Art 15 Os proventos de aposentadoria e as pensões de que tratam os arts. 1º e 2º desta Lei serão reajustados na mesma data em que se der o reajuste dos benefícios do regime geral de previdência social. Ou seja, esta regra apenas fixa o momento em que devem ocorrer os reajustes dos benefícios e pensões na mesma data em que se der o reajuste dos benefícios do regime geral de previdência social ficando o índice à discrição do ente local Estado diante das regras de distribuição de competência inseridas no texto constitucional em particular o art. 24, XII da CF/88. Desta forma, os entes federados detêm competência própria para definir os percentuais de reajuste aplicáveis a seus servidores, inclusive inativos, decorrente da gestão financeira de cada um, o que se concretizará com a edição de ato normativo local. Assim, quanto ao reajustamento dos proventos, as novas regras previdenciárias fixam apenas o momento em que o mesmo deverá ocorrer, restando os índices à discrição dos entes federados, devendo ser respeitado o princípio que impõe a preservação do seu valor real art. 40, 8º da CF/88. Por conseqüência, e respondendo à questão 2, os índices de reajuste concedidos ao regime geral de previdência social não se aplicam diretamente aos benefícios do regime próprio de previdência estadual. 4

5 Quanto à terceira questão, deve-se considerar que a fixação do valor dos proventos no momento da aposentadoria cria, por assim dizer, um valor específico daquele servidor, o qual passa a ser definitivo, servindo, a partir de então, como parâmetro para o futuro, o que concretiza a desvinculação prevista entre a remuneração do cargo efetivo e os proventos ou, dito de outra forma, dos servidores em atividade e dos inativos. Estes terão seus proventos modificados apenas pela incidência de percentuais previstos em legislação específica. Em razão desta fixação dos proventos de aposentadoria individualizadamente para o servidor e da determinação de que a sua revisão obedecerá legislação específica do ente federado, os reajustes futuros terão por base aquele valor reconhecido no momento da concessão da aposentadoria, sem que se promova, a cada vez, o seu cálculo com base nos condicionantes previstos para a sua fixação inaugural. Ainda, e por conseqüência, uma vez concedida a aposentadoria, com a fixação do valor dos proventos, o servidor não mais terá direito aos reajustes eventualmente concedidos à categoria a que pertencia, diante da desvinculação entre a remuneração dos servidores em atividade e os proventos de inatividade promovida pela EC 41/03, o que responde à quarta questão proposta. Em resumo: 1. O valor dos proventos de aposentadoria devem ser fixados considerando-se as vantagens pessoais incorporadas, no momento de sua concessão, através do cotejo entre a média aritmética das remunerações e a remuneração percebida pelo servidor naquele momento, optando-se pelo valor menor. 2. Os reajustes dos proventos devem obedecer o momento fixado pelo art. 15 da Lei Federal 10887/04, ou seja aquele em que ocorrer o reajuste dos benefícios do regime geral de previdência social. 5

6 3. O percentual de reajuste a ser aplicado deverá ser aquele previsto em lei específica de competência do ente federado, não se aplicando aquele previsto para o regime geral de previdência social. 4. No momento de reajustamento dos valores dos proventos não se promoverá nova verificação do valor da aposentadoria, como aquela promovida quando de sua concessão. 5. Após a concessão da aposentadoria, em razão da desvinculação entre a remuneração dos servidores em atividade e aquela dos inativos, promovida pela EC 41/03, os reajustes concedidos aos servidores em atividade não se estendem àqueles aposentados de acordo com a regra contida em seu art. 2º. É o Parecer. Porto Alegre, 01 de Fevereiro de JOSE LUIS BOLZAN DE MORAIS, PROCURADOR DO ESTADO. Processo nº /04.0 6

7 Processo nº /04-0 Acolho as conclusões do PARECER nº , da Procuradoria de Pessoal, de autoria do Procurador do Estado Doutor JOSE LUIS BOLZAN DE MORAIS. Restitua-se o expediente ao Excelentíssimo Senhor Secretário de Estado da Fazenda. Em 07 de junho de Helena Maria Silva Coelho, Procuradora-Geral do Estado.

SENADO FEDERAL COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA

SENADO FEDERAL COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA SENADO FEDERAL COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA PARECER Nº, DE 2003 Redação, para o segundo turno, da Proposta de Emenda à Constituição nº 67, de 2003 (nº 40, de 2003, na Câmara dos Deputados).

Leia mais

PARECER Nº EC Nº 41/03: REFORMA DA PREVIDÊNCIA. APOSENTADORIA POR INVALIDEZ COM PROVENTOS PROPORCIONAIS. PARCELA COMPLETIVA.

PARECER Nº EC Nº 41/03: REFORMA DA PREVIDÊNCIA. APOSENTADORIA POR INVALIDEZ COM PROVENTOS PROPORCIONAIS. PARCELA COMPLETIVA. PARECER Nº 14.269 EC Nº 41/03: REFORMA DA PREVIDÊNCIA. APOSENTADORIA POR INVALIDEZ COM PROVENTOS PROPORCIONAIS. PARCELA COMPLETIVA. Trata-se de servidora de escola aposentada no cargo de Agente Educacional

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 40, DE (Do Poder Executivo)

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 40, DE (Do Poder Executivo) PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 40, DE 2003 (Do Poder Executivo) Modifica os artigos 37, 40, 42, 48, 96, 142 e 149 da Constituição Federal, o artigo 8º da Emenda Constitucional nº 20, de 15 de dezembro

Leia mais

Direito Previdenciário e Infortunístico

Direito Previdenciário e Infortunístico Direito Previdenciário e Infortunístico (o presente texto representa apenas anotações para exposição do autor sem validade para citação) 8º tema Previdência Social para os Servidores Públicos. Desde 1990,

Leia mais

EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 41, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2003

EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 41, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2003 EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 41, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2003 Modifica os arts. 37, 40, 42, 48, 96, 149 e 201 da Constituição Federal, revoga o inciso IX do 3º do art. 142 da Constituição Federal e dispositivos

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Página 1 de 8 Brastra (4376 bytes) Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 41, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2003 As MESAS da CÂMARA DOS DEPUTADOS e do SENADO

Leia mais

EMENDA CONSTITUCIONAL N o 41, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2003

EMENDA CONSTITUCIONAL N o 41, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2003 EMENDA CONSTITUCIONAL N o 41, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2003 c Publicada no DOU 31-12-2003. Modifica os arts. 37, 40, 42, 48, 96, 149 e 201 da Constituição Federal, revoga o inciso IX do 3º do art. 142 da Constituição

Leia mais

PREVIDÊNCIA SOCIAL DO SERVIDOR PÚBLICO REFORMA E PERSPECTIVAS LEANDRO MACÊDO

PREVIDÊNCIA SOCIAL DO SERVIDOR PÚBLICO REFORMA E PERSPECTIVAS LEANDRO MACÊDO PREVIDÊNCIA SOCIAL DO SERVIDOR PÚBLICO REFORMA E PERSPECTIVAS LEANDRO MACÊDO 1 REGIME PRÓPRIO: ABRANGÊNCIA DOS MEMBROS DA MAGISTRATURA Art. 40. Aos servidores titulares de cargos efetivos da União, dos

Leia mais

Esperamos com isto ampliar a compreensão de toda a comunidade de servidores da UFSCar em relação a este tema.

Esperamos com isto ampliar a compreensão de toda a comunidade de servidores da UFSCar em relação a este tema. Em decorrência do grande número de dúvidas dos servidores sobre a concessão de aposentadorias voluntárias, o Departamento de Aposentadorias, Pensões e Benefícios, da DiAPe/ProGPe, achou por bem relacionar

Leia mais

DE RECURSOS HUMANOS MARCOS CANDIDO ANALISTA ADMINISTRATIVO

DE RECURSOS HUMANOS MARCOS CANDIDO ANALISTA ADMINISTRATIVO CENTRO DE RECURSOS HUMANOS MARCOS CANDIDO ANALISTA ADMINISTRATIVO APOSENTADORIA BOAS VINDAS... MSG APOSENTADORIA Objetivo do treinamento Fortalecer o conhecimento das formas mais empregadas de aposentadoria

Leia mais

Asscontas Associação dos Servidores do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais / Artigos Acesse: ABONO DE PERMANÊNCIA

Asscontas Associação dos Servidores do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais / Artigos Acesse:  ABONO DE PERMANÊNCIA ABONO DE PERMANÊNCIA O Abono de Permanência, instituto criado pela Emenda Constitucional 41, de 19 de dezembro de 2003 (EC 41/03), consiste em uma restituição, feita pelo Estado ao servidor, do valor que

Leia mais

PORTARIA MPS/MF Nº 333, DE 29 DE JUNHO DE 2010 (DOU )

PORTARIA MPS/MF Nº 333, DE 29 DE JUNHO DE 2010 (DOU ) PORTARIA MPS/MF Nº 333, DE 29 DE JUNHO DE 2010 (DOU 30.06.2010) Dispõe sobre o salário mínimo e o reajuste dos benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social - INSS e dos demais valores constantes

Leia mais

PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 568, DE 31 DE DEZEMBRO DE DOU DE 03/01/2011

PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 568, DE 31 DE DEZEMBRO DE DOU DE 03/01/2011 PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 568, DE 31 DE DEZEMBRO DE 2010 - DOU DE 03/01/2011 Dispõe sobre o reajuste dos benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social - INSS e dos demais valores

Leia mais

C.F de 1988, art. 40; Emenda Constitucional nº 20, de 15 de dezembro de de 1998; Emenda Constitucional n 41, de19 de dezembro de 2003; Emenda

C.F de 1988, art. 40; Emenda Constitucional nº 20, de 15 de dezembro de de 1998; Emenda Constitucional n 41, de19 de dezembro de 2003; Emenda Regime Próprio de Previdência Social Legislação Básica C.F de 1988, art. 40; Emenda Constitucional nº 20, de 15 de dezembro de de 1998; Emenda Constitucional n 41, de19 de dezembro de 2003; Emenda Constitucional

Leia mais

A PEC 287/2016 E O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL

A PEC 287/2016 E O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL PALESTRA: A PEC 287/2016 E O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL MINISTRANTE: JANE BERWANGER SÃO PAULO 08/02/2017 1. Aposentadoria do Servidor no texto original da Constituição Federal de 1988 : Servidor

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO MAIO 2017 P R EV ID ÊN C IA P EC 287

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO MAIO 2017 P R EV ID ÊN C IA P EC 287 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO MAIO 2017 R EFO R M A D A P R EV ID ÊN C IA P EC 287 EC 20/98 fim da aposentadoria proporcional, criação do 85/95 para o servidor público EC 41/03 Aposentadoria por

Leia mais

ABONO DE PERMANÊNCIA. O abono de permanência foi instituído pela EC 41/2003:

ABONO DE PERMANÊNCIA. O abono de permanência foi instituído pela EC 41/2003: Autoria: Sidnei Di Bacco Advogado ABONO DE PERMANÊNCIA O abono de permanência foi instituído pela EC 41/2003: Art. 1º. A Constituição Federal passa a vigorar com as seguintes alterações: (...) Art. 40.

Leia mais

Regras de Aposentadoria no. Serviço Público.

Regras de Aposentadoria no. Serviço Público. Rolando Rubens Malvásio Júnior. Coordenador Geral da FASUBRA Sindical. rolando@fasubra.org.br 0XX 61 9271.5042 Breve histórico para entendimento: A EC nº 41/03 introduziu quatro regimes normativos de aposentação,

Leia mais

Aposentadoria especial nos RPPS

Aposentadoria especial nos RPPS Aposentadoria especial nos RPPS Quem deve emitir o PPP e os Laudos Periciais? Conversão de períodos especiais em comum para servidores públicos; Regime Jurídico único????? Mandado de Injunção e Aposentadoria

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RESOLUÇÃO Nº 08/2016 Altera a Lei nº 5.343/2008 e a Lei nº 6.328/2012, para aperfeiçoar a carreira docente da UERJ, e dá outras providências. O CONSELHO UNIVERSITÁRIO, no uso da competência que lhe atribui

Leia mais

Como ficou a reforma da Previdência Parecer do Relator da Comissão Especial. 1-As mudanças previstas para os servidores públicos

Como ficou a reforma da Previdência Parecer do Relator da Comissão Especial. 1-As mudanças previstas para os servidores públicos Como ficou a reforma da Previdência Parecer do Relator da Comissão Especial 1-As mudanças previstas para os servidores públicos 1-1-Artigo 40 da Constituição Federal e a PEC 287/2016 continua valendo para

Leia mais

EMENDA CONSTITUCIONAL N.º 20, DE 15 DE DEZEMBRO DE 1998

EMENDA CONSTITUCIONAL N.º 20, DE 15 DE DEZEMBRO DE 1998 Constituição Federal de 1988 EMENDA CONSTITUCIONAL N.º 20, DE 15 DE DEZEMBRO DE 1998 Modifica o sistema de previdência social, estabelece normas de transição e dá outras providências. AS MESAS DA CÂMARA

Leia mais

LEI de 02/12/ Texto Atualizado

LEI de 02/12/ Texto Atualizado LEI 19837 de 02/12/2011 - Texto Atualizado Promove alterações na política remuneratória das carreiras do Grupo de Atividades da Educação Básica e das carreiras do pessoal civil da Polícia Militar e dá

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO n.º 287, DE 2016

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO n.º 287, DE 2016 PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO n.º 287, DE 2016 Altera os arts. 37, 40, 109, 149, 167, 195, 201 e 203 da Constituição, para dispor sobre a seguridade social, estabelece regras de transição e dá outras

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL LEI Nº 3.669, DE 15 DE MAIO DE 2009. Aprova tabelas de vencimento e de subsídio dos servidores das categorias funcionais integrantes das carreiras do Plano de Cargos, Empregos

Leia mais

REQUISITOS PARA APOSENTADORIA VOLUNTÁRIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS

REQUISITOS PARA APOSENTADORIA VOLUNTÁRIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS REQUISITOS PARA APOSENTADORIA VOLUNTÁRIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS Fabiana Martins Maia Advogada Pós-graduanda em Direito Público Assessora Jurídica da Asscontas Em virtude das Emendas Constitucionais que

Leia mais

REAJUSTE DAS APOSENTADORIAS E PENSÕES DOS SERVIDORES PÚBLICOS, APÓS A EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 41/03

REAJUSTE DAS APOSENTADORIAS E PENSÕES DOS SERVIDORES PÚBLICOS, APÓS A EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 41/03 REAJUSTE DAS APOSENTADORIAS E PENSÕES DOS SERVIDORES PÚBLICOS, APÓS A EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 41/03 Elaborado em 11.2007. Damares Medina Advogada, pós-graduada em Direito Econômico pela FGV. O desfecho

Leia mais

CARTILHA DA PREVIDÊNCIA

CARTILHA DA PREVIDÊNCIA CARTILHA DA PREVIDÊNCIA O servidor público federal do Poder Executivo e as alterações do seu regime previdenciário José Luis Wagner Luciana Inês Rambo Flavio Alexandre Acosta Ramos Agosto de 2013 1 1 A

Leia mais

lei complementar 1.158, de

lei complementar 1.158, de Página 1 de 11 LEI COMPLEMENTAR Nº 1.158, DE 2 DE DEZEMBRO DE 2011 Dispõe sobre a reclassificação dos vencimentos e salários dos servidores integrantes das classes regidas pela Lei Complementar nº 1.080,

Leia mais

REFORMA DA PREVIDÊNCIA análise da PEC 287/2016 no RGPS

REFORMA DA PREVIDÊNCIA análise da PEC 287/2016 no RGPS REFORMA DA PREVIDÊNCIA análise da PEC 287/2016 no RGPS Fábio Souza fabio@idsamericalatina.com.br abril/2017 4 PONTOS ESSENCIAIS DA REFORMA Igualdade formal Aplicabilidade imediata Idade mínima Redução

Leia mais

Edição Número 128 de 06/07/2005

Edição Número 128 de 06/07/2005 Atos do Congresso Nacional Edição Número 128 de 06/07/2005 EMENDA CONSTITUCIONAL N o 47 Altera os arts. 37, 40, 195 e 201 da Constituição Federal, para dispor sobre a previdência social, e dá outras providências.

Leia mais

RELATOR: Francisco Humberto Simões Magro, Atuário MIBA n 494

RELATOR: Francisco Humberto Simões Magro, Atuário MIBA n 494 ASSUNTO: Proposta de inclusão na base de cálculo do benefício previdenciário de parcelas temporárias para os servidores segurados do Sistema Municipal de Previdência Social SIMPS de Coronel Bicaco - RS.

Leia mais

REGRAS DE APOSENTADORIAS

REGRAS DE APOSENTADORIAS REGRAS DE APOSENTADORIAS Cartilha elaborada para reunião com professores da E.M. Barão do Rio Branco - Vianópolis - 02/Agosto/2014 O IPREMB O IPREMB é uma autarquia que operacionaliza e administra o Regime

Leia mais

LEI N , DE 25 DE AGOSTO DE 2008 O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

LEI N , DE 25 DE AGOSTO DE 2008 O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES LEI N. 2.021, DE 25 DE AGOSTO DE 2008 Institui o Plano de Carreira e Remuneração dos profissionais de nível superior ocupantes dos cargos de engenheiro, tecnólogo, arquiteto, geógrafo, geólogo, médico

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2000 Entre as partes, de um lado: SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS FABRICANTES DE PEÇAS E PRÉ-FABRICADOS EM CONCRETO DO ESTADO DE SÃO PAULO e de outro lado: SINDICATO

Leia mais

CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA NO ÂMBITO MUNICIPAL FRENTE ÀS MUDANÇAS INSTITUIDAS PELA EMENDA CONSTITUCIONAL N. 41/2003.

CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA NO ÂMBITO MUNICIPAL FRENTE ÀS MUDANÇAS INSTITUIDAS PELA EMENDA CONSTITUCIONAL N. 41/2003. NOTA JURÍDICA N.º 001/2004 (Atualizada em 24.08.2005) Cuiabá/MT, 23 de janeiro de 2004. CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA NO ÂMBITO MUNICIPAL FRENTE ÀS MUDANÇAS INSTITUIDAS PELA EMENDA CONSTITUCIONAL N. 41/2003.

Leia mais

Nota Técnica: Autos nº da 20ª VARA FEDERAL DO DISTRITO FEDERAL

Nota Técnica: Autos nº da 20ª VARA FEDERAL DO DISTRITO FEDERAL Brasília, 14 de junho de 2013. Nota Técnica: Autos nº 1999.34.00.014681-2 da 20ª VARA FEDERAL DO DISTRITO FEDERAL Interessado: SINDICATO NACIONAL DOS FUNCIONÁRIOS FEDERAIS AUTÁRQUICOS NOS ENTES DE FORMULAÇÃO,

Leia mais

CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA O servidor público e as alterações do seu regime previdenciário Jose Luis Wagner Luciana Inês Rambo Flavio Alexandre Acosta Ramos Junho de 2011 1 1. Introdução Desde

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 158/2014/CGNOR/DENOP/SEGEP/MP. Assunto: Gratificação por raios-x em caso de pensão. Interessado: Ministério da Saúde SUMÁRIO EXECUTIVO

NOTA TÉCNICA Nº 158/2014/CGNOR/DENOP/SEGEP/MP. Assunto: Gratificação por raios-x em caso de pensão. Interessado: Ministério da Saúde SUMÁRIO EXECUTIVO Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Gestão Pública Departamento de Normas e Procedimentos Judiciais de Pessoal Coordenação-Geral de Aplicação das Normas NOTA TÉCNICA Nº 158/2014/CGNOR/DENOP/SEGEP/MP

Leia mais

Regras APOSENTADORIA VOLUNTÁRIA POR TEMPO INTEGRAL DE CONTRIBUIÇÃO SERVIDOR PÚBLICO ESTADUAL - SP

Regras APOSENTADORIA VOLUNTÁRIA POR TEMPO INTEGRAL DE CONTRIBUIÇÃO SERVIDOR PÚBLICO ESTADUAL - SP Regras APOETADORIA VOLUTÁRIA POR TEMPO ITEGRAL DE COTRIBUIÇÃO ERVIDOR PÚBLICO ETADUAL - P REGRA PREVIÃO ORMATIVA IGREO ER. PÚBL IDADE TEMPO DE COTRIBUIÇÃO TEMPO DE ERVIÇO PÚBLICO TEMPO O CARGO EFETIVO

Leia mais

POLÍTICAS PÚBLICAS Aula 12. Prof. a Dr. a Maria das Graças Rua

POLÍTICAS PÚBLICAS Aula 12. Prof. a Dr. a Maria das Graças Rua POLÍTICAS PÚBLICAS Aula 12 Prof. a Dr. a Maria das Graças Rua FINANCIAMENTO DA POLÍTICA EDUCACIONAL BRASILEIRA compreendendo os sistemas de ensino federal, estadual e municipal, a Constituição Federal

Leia mais

P.L. n.º 57/15 - Mens. n.º 14/15 - Autógrafo n.º 88/15 - Proc. n.º 2.456/15-CMV - Proc. n.º /14 -PMV

P.L. n.º 57/15 - Mens. n.º 14/15 - Autógrafo n.º 88/15 - Proc. n.º 2.456/15-CMV - Proc. n.º /14 -PMV P.L. n.º 57/15 - Mens. n.º 14/15 - Autógrafo n.º 88/15 - Proc. n.º 2.456/15-CMV - Proc. n.º 17.259/14 -PMV LEI N 5.170, DE 03 DE SETEMBRO DE 2015 Altera dispositivos na Lei n 4.877/13, que cria o Regime

Leia mais

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP005372/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 23/05/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR023931/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 47998.003161/2013-66

Leia mais

Câmara dos Deputados Liderança da Minoria. Constituição Federal PEC nº 287/2016 Art. 1º A Constituição passa a vigorar com as seguintes alterações:

Câmara dos Deputados Liderança da Minoria. Constituição Federal PEC nº 287/2016 Art. 1º A Constituição passa a vigorar com as seguintes alterações: Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 287, de 2016 (Reforma da Previdência) Altera os arts. 37, 40, 42, 149, 167, 195, 201 e 203 da Constituição, para dispor sobre a seguridade social, estabelece

Leia mais

MUNICÍPIO DE ROLADOR/RS. Parecer 042/14/PJM

MUNICÍPIO DE ROLADOR/RS. Parecer 042/14/PJM Parecer 042/14/PJM Consulente: Departamento de Pessoal (DEPEL). Assunto: Contribuição previdenciária de servidor efetivo ocupante de cargo em comissão. Referência: Processo Administrativo nº. 760/2014

Leia mais

LEI N o 18802, de 31 de março 2010

LEI N o 18802, de 31 de março 2010 LEI N o 18802, de 31 de março 2010 Reajusta os valores das tabelas de vencimento básico das carreiras do Poder Executivo que menciona e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DE MINAS GERAIS, O

Leia mais

RELATÓRIO E PARECER DO SISTEMA DE CONTROLE INTERNO SOBRE A GESTÃO DOS RECURSOS VINCULADOS A SAÚDE

RELATÓRIO E PARECER DO SISTEMA DE CONTROLE INTERNO SOBRE A GESTÃO DOS RECURSOS VINCULADOS A SAÚDE RELATÓRIO E PARECER DO SISTEMA DE CONTROLE INTERNO SOBRE A GESTÃO DOS RECURSOS VINCULADOS A SAÚDE O Órgão de Controle Interno do Município de Frederico Westphalen, atendendo ao que determina o art. 113,

Leia mais

Excelentíssima Senhora Deputada SILVANA COVATTI, Digníssima Presidente da Assembleia Legislativa, Palácio Farroupilha, NESTA CAPITAL.

Excelentíssima Senhora Deputada SILVANA COVATTI, Digníssima Presidente da Assembleia Legislativa, Palácio Farroupilha, NESTA CAPITAL. OF.GG/SL - 203 Porto Alegre, 22 de dezembro de 2016. Senhora Presidente: Dirijo-me a Vossa Excelência para encaminhar-lhe, no uso da prerrogativa que me é conferida pelo artigo 82, inciso III, da Constituição

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 609, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013

LEI COMPLEMENTAR Nº 609, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013 LEI COMPLEMENTAR Nº 609, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013 Procedência: Governamental Natureza: PLC/0047.0/2013 DO: 19.729, de 31/12/2013 Fonte: ALESC/Coord. Documentação Fixa o subsídio mensal dos membros da

Leia mais

Alterações no Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF

Alterações no Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Alterações no Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF A Superintendência Nacional de Previdência Complementar PREVIC, órgão que regulamenta e fiscaliza os fundos de pensão no Brasil, aprovou em 13 de

Leia mais

PEC287/2016 Os impactos para os servidores Prof. Eduardo Rolim de Oliveira Presidente do PROIFES-Federação

PEC287/2016 Os impactos para os servidores Prof. Eduardo Rolim de Oliveira Presidente do PROIFES-Federação PEC287/2016 Os impactos para os servidores Prof. Eduardo Rolim de Oliveira Presidente do PROIFES-Federação Pequeno Glossário da Previdência As Formas de aposentadoria Voluntária por tempo de contribuição:

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO N.º 287, DE 2016 (Do Poder Executivo)

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO N.º 287, DE 2016 (Do Poder Executivo) PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO N.º 287, DE 2016 (Do Poder Executivo) Proposta de Emenda à Constituição n.º 287, de 2016 (Reforma da Previdência), que Altera os arts. 37, 40, 42, 149, 167, 195, 201 e

Leia mais

AVALIAÇÃO ATUARIAL. DATA BASE: Dezembro / 2009

AVALIAÇÃO ATUARIAL. DATA BASE: Dezembro / 2009 AVALIAÇÃO ATUARIAL Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Piracaia DATA BASE: Dezembro / 2009 1. OBJETIVO A presente Avaliação Atuarial tem por objetivo determinar: a) o nível

Leia mais

R$ ,15 (dezesseis milhões, seiscentos e trinta e quatro mil, duzentos e quatorze reais e quinze centavos)

R$ ,15 (dezesseis milhões, seiscentos e trinta e quatro mil, duzentos e quatorze reais e quinze centavos) DESTINAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO 1) Lucro líquido do exercício: R$ 16.634.214,15 (dezesseis milhões, seiscentos e trinta e quatro mil, duzentos e quatorze reais e quinze centavos) 2) Montante global e valor

Leia mais

MUD U A D NÇA DE D E REGIME

MUD U A D NÇA DE D E REGIME MUDANÇA DE REGIME PRAZO Após a aprovação no CONSU, haverá um prazo fixado (provavelmente 180 dias) para os interessados fazerem a opção pela mudança de regime. CONTRATO Não haverá rescisão contratual,

Leia mais

Texto integral de Proposições

Texto integral de Proposições Texto integral de Proposições PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2008 Estabelece idade mínima para a concessão de aposentadoria no regime geral de previdência social, bem como regra de transição.

Leia mais

O impacto da PEC n. 287/2016 sobre os servidores públicos: é tempo de iniciar os debates sobre a reforma previdenciária propalada pelo governo

O impacto da PEC n. 287/2016 sobre os servidores públicos: é tempo de iniciar os debates sobre a reforma previdenciária propalada pelo governo O impacto da PEC n. 287/2016 sobre os servidores públicos: é tempo de iniciar os debates sobre a reforma previdenciária propalada pelo governo Deborah de Andrade Cunha e Toni Bacharel em Direito pelo Centro

Leia mais

As diversas regras de aposentadoria dos servidores públicos estatutários

As diversas regras de aposentadoria dos servidores públicos estatutários As diversas regras de aposentadoria dos servidores públicos estatutários The diversified rules for retirement of statutory public employees Giuliano Menezes Campos Procurador da Fazenda Nacional, Mestre

Leia mais

REDAÇÃO ATUAL REDAÇÃO PROPOSTA IMPACTOS

REDAÇÃO ATUAL REDAÇÃO PROPOSTA IMPACTOS XIII XIV "Índice de Reajuste": significa o índice geral de aumentos salariais concedidos pela Patrocinadora 3M do Brasil Ltda., desconsiderados os aumentos reais. O Conselho Deliberativo poderá determinar

Leia mais

Nº RECURSO EXTRAORDINÁRIO Nº /210 ORIGEM : SÃO PAULO

Nº RECURSO EXTRAORDINÁRIO Nº /210 ORIGEM : SÃO PAULO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA Nº RECURSO EXTRAORDINÁRIO Nº 543.253-0/210 ORIGEM : SÃO PAULO RECTE : MUNICÍPIO DE SANTOS RECDOS : ROBERTO LENCIONI NOWILL E OUTRO(A/S) RELATOR:

Leia mais

POSTED BY DIEGO CASTRO ON 27/10/2015 IN NOTICIAS VIEWS 21 RESPONSES

POSTED BY DIEGO CASTRO ON 27/10/2015 IN NOTICIAS VIEWS 21 RESPONSES POSTED BY DIEGO CASTRO ON 27/10/2015 IN NOTICIAS 11.333 VIEWS 21 RESPONSES Neste artigo vamos tratar do direito que os professores têm de requerer o benefício de aposentadoria com um bônus de cinco anos

Leia mais

SB = média dos últimos 36 salários-de-contribuição, considerados em um período não superior a 48 meses, cujo divisor não pode ser inferior a 24.

SB = média dos últimos 36 salários-de-contribuição, considerados em um período não superior a 48 meses, cujo divisor não pode ser inferior a 24. APOSENTADORIA POR TEMPO DE SERVIÇO (REGRAS VIGENTES ANTES DA EC 20/98) * Requisitos: Qualidade de Segurado e Carência 30 anos de tempo de serviço, se homem, e 25, se mulher * Cálculo do benefício: 70%

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 287-A, DE 2016 COMPLEMENTAÇÃO DE VOTO

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 287-A, DE 2016 COMPLEMENTAÇÃO DE VOTO 1 COMISSÃO ESPECIAL DESTINADA A PROFERIR PARECER À PROPOSTA DE EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 287-A, DE 2016, QUE ALTERA OS ARTS. 37, 40, 42, 149, 167, 195, 201 E 203 DA CONSTITUIÇÃO PARA DISPOR SOBRE A SEGURIDADE

Leia mais

1) do termo final do período de apuração;

1) do termo final do período de apuração; RESOLUÇÃO NO 2.554, DE 17 DE AGOSTO DE 1994 (MG de 18 e ret. em 25) REVOGADA PELA RESOLUÇÃO Nº 2.880/97 Trata da atualização monetária dos créditos tributários do Estado, da cobrança de juros de mora,

Leia mais

PROJETO DE LEI 055/98

PROJETO DE LEI 055/98 PROJETO DE LEI 055/98 Fixa os subsídios do Prefeito, do Vice-Prefeito e dos Secretários Municipais e dá outras providências PREFEITO MUNICIPAL DE FAZENDA VILANOVA, RS, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

Modifica o sistema de previdência social, estabelece normas de transição e dá outras providências.

Modifica o sistema de previdência social, estabelece normas de transição e dá outras providências. EMENDA CONSTITUCIONAL N o 20, de 15 de dezembro de 1998 Modifica o sistema de previdência social, estabelece normas de transição e dá outras providências. c Publicada no DOU de 16-12-1998. c EC nº 41,

Leia mais

CARREIRA DO MAGISTÉRIO SUPERIOR

CARREIRA DO MAGISTÉRIO SUPERIOR SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE Pró-Reitoria de Desenvolvimento e Gestão de Pessoas Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenadoria de Administração de Pagamento

Leia mais

Rioprevidência com você. Novembro de 2015

Rioprevidência com você. Novembro de 2015 Rioprevidência com você Novembro de 2015 O principal objetivo desta apresentação é levar aos servidores do Estado do Rio de Janeiro a Educação Previdenciária, ampliando os conhecimentos dos seus direitos

Leia mais

AVALIAÇÃO ATUARIAL. DATA BASE: Dezembro / 2011

AVALIAÇÃO ATUARIAL. DATA BASE: Dezembro / 2011 AVALIAÇÃO ATUARIAL Instituto de Previdência Municipal de Monte Mor DATA BASE: Dezembro / 2011 1. OBJETIVO A presente Avaliação Atuarial tem por objetivo determinar: a) o nível de contribuição dos segurados

Leia mais

LEI N o /2011. Art (...) (...)

LEI N o /2011. Art (...) (...) LEI N o 11.309/2011 Altera dispositivos da Lei Municipal nº 10.679/2008, que Institui as carreiras do grupo de atividades de saneamento do Centro Operacional de Desenvolvimento e Saneamento de Uberaba

Leia mais

CONSELHO SUPERIOR. RESOLVE editar o Regulamento de promoções relativo às Carreiras da Advocacia- Geral da União, nos termos seguintes: CAPÍTULO I

CONSELHO SUPERIOR. RESOLVE editar o Regulamento de promoções relativo às Carreiras da Advocacia- Geral da União, nos termos seguintes: CAPÍTULO I CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO N o 11, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2008 Dispõe sobre o Regulamento de promoções relativas às Carreiras da Advocacia-Geral da União. O CONSELHO SUPERIOR DA ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO,

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DO ESTADO PROCURADORIA PREVIDENCIÁRIA PARECER Nº

PROCURADORIA-GERAL DO ESTADO PROCURADORIA PREVIDENCIÁRIA PARECER Nº PARECER Nº 15.032 Regime previdenciário de servidor celetista. Em não tendo sido observadas as alterações trazidas pela Emenda Constitucional nº 20, de 15 de dezembro de 1998, acerca da filiação previdenciária

Leia mais

Leitura e escrita de números - milhões. Leitura e escrita de números - milhões Duzentos e quatro milhões, dois mil e trezentos e três.

Leitura e escrita de números - milhões. Leitura e escrita de números - milhões Duzentos e quatro milhões, dois mil e trezentos e três. A1 1. Regista os na tabela e escreve a sua leitura. 1534879 20359451 835359424 100000001 204002303 52500500 999888777 101101101 Milhões Milhares Unidades C D U C D U C D U 1534879 - Um milhão, quinentos

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA-UDESC. ASSUNTO: Solicitação de revisão do valor pago aos servidores da UDESC relativo à diárias.

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA-UDESC. ASSUNTO: Solicitação de revisão do valor pago aos servidores da UDESC relativo à diárias. CONSELHO UNIVERSITÁRIO-CONSUNI RELATOR: Conselheiro Ludgero Luiz da Silva PROCESSO: 14.479/2013 INTERSSADO: Pró-Reitoria de Administração-PROAD ASSUNTO: Solicitação de revisão do valor pago aos servidores

Leia mais

2. Regras do INSS...11 Concessão de Aposentadoria...12

2. Regras do INSS...11 Concessão de Aposentadoria...12 1 Sumário 1. Aposentadoria do Professor Concursado...04 2. Regras do INSS...11 Concessão de Aposentadoria...12 3. Requisitos da Concessão de Aposentadoria...24 Aposentadoria com Integralidade e Paridade...23

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Página 1 de 7 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ000281/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR063713/2012 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.034431/2012-05

Leia mais

PROJETO DE LEI. Estima a receita e fixa a despesa da União para o exercício financeiro de 2017.

PROJETO DE LEI. Estima a receita e fixa a despesa da União para o exercício financeiro de 2017. PROJETO DE LEI Estima a receita e fixa a despesa da União para o exercício financeiro de 2017. O CONGRESSO NACIONAL decreta: CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 o Esta Lei estima a receita da

Leia mais

Tipo Empenho.: ORDINÁRIO Crédito: ORÇAMENTÁRIO Vínculo: FUNDEB 40% Fonte Recurso: FUNDEB 40% Licitação: 09.Sem licitação, Nº: /0000

Tipo Empenho.: ORDINÁRIO Crédito: ORÇAMENTÁRIO Vínculo: FUNDEB 40% Fonte Recurso: FUNDEB 40% Licitação: 09.Sem licitação, Nº: /0000 PI NOTA DE EMPENHO Nº 02375 PREFEITURA MUNICIPAL DE CARIDADE DO PIAUI Data do Empenho.: 04/11/2013 C.N.P.J.: 01.612.575/0001-28 Código de acesso: 02375 Elemento de Despesa.: 3.3.90.39-OUTROS SERVIÇOS DE

Leia mais

LEI Nº , DE 20 DE NOVEMBRO DE 2008.

LEI Nº , DE 20 DE NOVEMBRO DE 2008. LEI Nº 11.827, DE 20 DE NOVEMBRO DE 2008. Altera as Leis n os 10.833, de 29 de dezembro de 2003, e 11.727, de 23 de junho de 2008, relativamente à incidência do Imposto sobre Produtos Industrializados

Leia mais

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE MINAS GERAIS

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE MINAS GERAIS ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE MINAS GERAIS PL. 3.840/2016 AUTOR: Tribunal de Justiça EMENTA: Concede revisão anual dos vencimentos e proventos dos servidores do Poder Judiciário do Estado de Minas Gerais,

Leia mais

vinculados ao Fundo Previdenciário da União, dos Estados, do Distrito Federal

vinculados ao Fundo Previdenciário da União, dos Estados, do Distrito Federal 1 NOTA JURÍDICA N.º 004/2007 DA TAXA ADMINISTRATIVA PARA MANUTENÇÃO DOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES PÚBLICOS Diversos questionamentos têm sido feitos acerca dos gastos administrativos

Leia mais

VADE MECUM IMPETUS 0AB 5ª EDIÇÃO ARQUIVO DE ATUALIZAÇÃO PERÍODO: 1º.01 A

VADE MECUM IMPETUS 0AB 5ª EDIÇÃO ARQUIVO DE ATUALIZAÇÃO PERÍODO: 1º.01 A VADE MECUM IMPETUS 0AB 5ª EDIÇÃO ARQUIVO DE ATUALIZAÇÃO PERÍODO: 1º.01 A 19.02.2014 Emendas constitucionais Emenda Constitucional n. 77, de 11 de fevereiro de 2014 Altera os incisos II, III e VIII do 3º

Leia mais

Instituto de Previdência e Assistência Municipal de Caxias do Sul

Instituto de Previdência e Assistência Municipal de Caxias do Sul Instituto de Previdência e Assistência Municipal de Caxias do Sul Instituto de Previdência e Assistência Municipal de Caxias do Sul Instituto de Previdência e Assistência Municipal de Caxias do Sul Instituto

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 11.890, DE 24 DE DEZEMBRO DE 2008. Conversão da MPv nº 440, de 2008. Mensagem de veto Dispõe sobre a reestruturação da composição

Leia mais

Art. 32 da LEI 8.213/91 Art. 32. O salário-de-benefício do segurado que contribuir em razão de atividades concomitantes será calculado com base na som

Art. 32 da LEI 8.213/91 Art. 32. O salário-de-benefício do segurado que contribuir em razão de atividades concomitantes será calculado com base na som Atividade concomitante e fator previdenciário Dra. Marina Vasques Duarte de Barros Falcão - JFSC Art. 32 da LEI 8.213/91 Art. 32. O salário-de-benefício do segurado que contribuir em razão de atividades

Leia mais

CIRCULAR CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2013

CIRCULAR CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2013 CIRCULAR CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2013 Esta circular do segmento VAREJISTA se aplica aos comerciários da base comum dos sindicatos signatários deste documento: SINCOMÉRCIARIOS E SINCOMÉRCIO,

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 773, DE 8 DE OUTUBRO DE 2015.

LEI COMPLEMENTAR Nº 773, DE 8 DE OUTUBRO DE 2015. LEI COMPLEMENTAR Nº 773, DE 8 DE OUTUBRO DE 2015. Institui o Programa de Recuperação Fiscal Refispoa 2015 e revoga a Lei nº 11.428, de 30 de abril de 2013. O PREFEITO MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE Faço saber

Leia mais

NOTA TÉCNICA CONJUNTA

NOTA TÉCNICA CONJUNTA NOTA TÉCNICA CONJUNTA A Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público FRENTAS, composta pela Associação dos Juízes Federais do Brasil AJUFE, Associação Nacional dos Procuradores da República

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 241-D, DE 2016

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 241-D, DE 2016 CÂMARA DOS DEPUTADOS PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 241-D, DE 2016 REDAÇÃO PARA O SEGUNDO TURNO DE DISCUSSÃO DA PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 241-C, DE 2016, que altera o Ato das Disposições

Leia mais

2. Informar o montante global e o valor por ação dos dividendos, incluindo dividendos antecipados e juros sobre capital próprio já declarados

2. Informar o montante global e o valor por ação dos dividendos, incluindo dividendos antecipados e juros sobre capital próprio já declarados PROPOSTA DE DESTINAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO QUE CONTENHA, NO MÍNIMO, AS INFORMAÇÕES INDICADAS NO ANEXO 9.1.II DA INSTRUÇÃO NORMATIVA CVM n. 481/09 1. Informar o lucro líquido do exercício O lucro

Leia mais

Bom dia, hoje farei breves considerações sobre a aposentadoria por idade urbana. Espero que seja útil.

Bom dia, hoje farei breves considerações sobre a aposentadoria por idade urbana. Espero que seja útil. Bom dia, hoje farei breves considerações sobre a aposentadoria por idade urbana. Espero que seja útil. Diz o art. 48, da Lei 8.213/91: Art. 48. A aposentadoria por idade será devida ao segurado que, cumprida

Leia mais

OAB/SC PARECER RELATÓRIO:

OAB/SC PARECER RELATÓRIO: PARECER EMENTA: APOSENTADORIA ESPECIAL COM PROVENTOS INTEGRAIS E PARIDADE. PARECER IPREV. NOTIFICAÇÃO ESCOLHA PELA APOSENTADORIA OU PERMANÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO. MEDIDA LIMINAR CONCEDIDA. RELATÓRIO:

Leia mais

POLÍTICAS PÚBLICAS Aula 11. Prof. a Dr. a Maria das Graças Rua

POLÍTICAS PÚBLICAS Aula 11. Prof. a Dr. a Maria das Graças Rua POLÍTICAS PÚBLICAS Aula 11 Prof. a Dr. a Maria das Graças Rua O Financiamento do SUS: CF-88 art. 198: O SUS é financiado por recursos do Orçamento da Seguridade Social da União, dos estados, do Distrito

Leia mais

Mediador - Extrato Instrumento Coletivo

Mediador - Extrato Instrumento Coletivo Página 1 de 5 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR001006/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 23/03/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR012177/2012 NÚMERO DO PROCESSO:

Leia mais

Divulgamos a Medida Provisória nº 670, de , que traz os reajustes da tabela do Imposto de Renda das Pessoas Físicas.

Divulgamos a Medida Provisória nº 670, de , que traz os reajustes da tabela do Imposto de Renda das Pessoas Físicas. INFORME JURÍDICO 16/03/2015 464 Prezados (as) IRPF Reajustes da Tabela Divulgamos a Medida Provisória nº 670, de 10.03.2015, que traz os reajustes da tabela do Imposto de Renda das Pessoas Físicas. A Medida

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS Secretaria de Estado da Casa Civil

GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS Secretaria de Estado da Casa Civil GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS Secretaria de Estado da Casa Civil LEI Nº 17.691, DE 04 DE JULHO DE 2012. Introduz alterações nas Leis nºs 15.397, de 22 de setembro de 2005, e 16.901, de 26 de janeiro de 2010,

Leia mais

DELIBERAÇÃO PLENÁRIA CAU/GO Nº 09, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2014.

DELIBERAÇÃO PLENÁRIA CAU/GO Nº 09, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2014. DELIBERAÇÃO PLENÁRIA CAU/GO Nº 09, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2014. Aprova o Quadro de Pessoal do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Goiás (CAU/GO) e dispõe a transição dos empregados de contrato temporário

Leia mais

BOCA PAULISTA ELETRÔNICO

BOCA PAULISTA ELETRÔNICO BOCA PAULISTA ELETRÔNICO São Paulo, 4 de janeiro de 2017 - nº 1 A PEC DA PREVIDÊNCIA - I De acordo com o RH Em Números, do Depes, de novembro/2016, o Banco Central do Brasil possuía 4.060 servidores ativos,

Leia mais

NOTA DE ESCLARECIMENTO

NOTA DE ESCLARECIMENTO NOTA DE ESCLARECIMENTO Flexibilização dos prazos de recondução aos limites de Despesa com Pessoal e Dívida Consolidada Líquida em virtude de baixo crescimento do PIB Art. 66 da Lei Complementar nº 101/2000,

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 11.897, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2008. Estima a receita e fixa a despesa da União para o exercício financeiro de 2009. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono

Leia mais