EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DO COMARCA DE AÇUCENA. Distribuição Judicial n

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DO COMARCA DE AÇUCENA. Distribuição Judicial n. 0005 06 019450-2"

Transcrição

1 0,2 MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTAD EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DO COMARCA DE AÇUCENA DE MINAS GERAIS OR(A) JUIZ(A) DE DIREITO DA Distribuição Judicial n O MINISTÉRIO P GERAIS, por seu Órgão de Execução ab atribuições legais, vem à presença de Vo face de: EUDES ROS mecânico, na 18/12/1964, filh Hermógenes T Jardim, Zona R fls. 18/TCO; pel Consta do incluso te noite de 10 de junho de 2006, por volta dolosamente, entrou clandestina e astuciosam amásia, Ivani Rufino de Godoi, situada na F Oriente, nesta Comarca de Açucena, contra a da casa, oportunidade em que promoveu esco LICO DO ESTADO DE MINAS *xo assinado, no uso e gozo de suas Excelência, oferecer DENÚNCIA em DE SOUZA, brasileiro, divorciado, de Belo Oriente/MG, nascido em de Ademar Rosa de Souza e de Alaide ixeira, residente na Fazenda Bom ral de Belo Oriente/N1G, qualificado às s fatos a seguir noticiados: circunstanciado de ocorrência que na e 19:45 horas, o denunciado, agindo nte nas dependências da casa de sua exnda Bom Jardim, zona rural de Belo ontade expressa de todos os moradores deu-se sob o jirau. Ao avistar José Rufin de Godoi, o denunciado pulou sobre José Rufino, golpeando-o com instrumento contundente, ofendendo-lhe a integridade fisica e causando lesões corporais na cabeça 11 e José Rutin, descritas no ACD de fls. 25/26, após o que entraram acusado e vitim em embate fisico, tendo José Rufino conseguido se desvencilhar e esconder-se em um dos quartos da casa, onde se encontrava também Ivani. Ato contínuo, o acusad e grave aos moradores da casa, dizendo que Rufino; Jésus Rufino de Godoi; José German Francisco de Jesus, vulgo "Chiquim", policial passou a ameaçar de causar mal injusto a matar, Ivani, seus irmãos e pais; José Barbosa, vulgo "Tico" e também João militar. O crime foi cometido denunciado não se conformar com o fato r motivo fútil, qual seja, pelo fato de o da vitima Ivani dele se separar após MOD. MP - 4

2 v3 MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTAD descobrir estar sendo traída pelo acusado e q de sua amante, Nivaldo Félix de Araújo. DE MINAS GERAIS e o denunciado tentara matar o marido Durante os crimes, o d nunciado deixou cair no local pedaços de arma que foram devidamente apreendidos fls. 22e 23). A vítima Jé Rufino e Godoi ofereceu representação às fls. 08 e , 20 e 34 12, 21 e e 36/37. A vítima Ivani Rufino A vítima Jésus Rufino A vítima Maria das Do e Godoi ofereceu representação às fls. e Godoi ofereceu representação às fls. es Godoi ofereceu representação às fls. José Germano Barbo externaram desejo de não representar contra o e José Francisco Ferreira de Jesus acusado (fls. 13, 15, 16). fls. 36/37. Contudo, José German ofertou representação no prazo legal às Face ao exposto, tendo art. 150, 129 e 147 (5 vezes, na forma do art. II, "a" e 69 do Código Penal, requer o Mi Justiça, que seja designada audiência de inst 81 e seguintes da Lei n /95, para a q testemunhas abaixo arroladas, devendo o d produzir a defesa que tiver, bem como para in formalidades legais, seja o denunciado afinal ROL TESTEMUNHAS : José Rufino de Godoi, vítima, qualificado Ivani Rufino de Godoi, vítima, qualificada José Germano Barbosa, qualificada às fls. Ivanir Rufino de Godoi, vítima, qualific João Francisco de Jesus, policial militar q 6. Valder de Oliveira Matias, qualificado às Jésus Rufino de Godoi, qualificado às fls. Maria das Dores Godoi, qualificada às fls. e denunciado incorrido nas sanções do 70, CP) todos combinados com art. 61, *stério Público, por esta Promotora de ção e julgamento, nos termos do artigo deverão ser intimadas as vítimas e as nunciado ser devidamente citado para errogatório, e que, cumpridas as demais ondenado nas penas que lhe couberem. fls. 06 e 08/TCO; às fls. 10/TCO; 6 13/TCO; às fls. 06/TCO; R F Q e ificado às fls. 06/TCO - requisição; s. 06/TCO - requisição; 2/TCO; s2. 17/TCO. Açucena, 20 de sto de Renata Cerqueira da Roc Limones Monteiro Promotora de Justiça,) MOD. MP - 4

3 POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DE MINAS GERAIS DELEGACIA DE POLICIA DE BELO ORIENTE-R/G [Tco_Nosp70/2..cio :._._I AUTUAÇÃO SUMÁRIA ESCRIVÃO: José Ronaldo da Costa INFRAÇÃO PENAL: Art. 129 e 147 de 69 do CPB. AUTOR: Eudes Rosa de Souza. VÍTIMAS: José Rufmo de Godoi e Outros. Aos doze dias do mês de Junho do ano dois mil e seis, nesta cidade de Belo Oriente, autuei o Termo Circunstanciado de Ocorrência e demais peças, que adiante se segu do que, para constar, lavrei este teimo. scrivão que o digitei.

4 POLiCIA CIVIL DO ESTA O DE MINAS GERAIS SUPERINTENDÊNCIA-GE AL DE POLiCIA CIVIL kterninretrujitstnn C IA D DE OCORRÊNCIA N9 076/2006 MM.JUIZ DE DIREITO DA COMARCA DE AÇUCEN -MG INCIDÊNCIA PENAL: Artigo 129 e 147 cic 69 do C B. f5af--a : DOS FATOS No dia 10/06106, por volta das 19:45 hor s, o autor Eudes Rosa de Souza, foi até a casa das vitimas Jesus Ruflno de Godói, José Ru ino de Godói e Ivani Rufino de Godói, onde agrediu José Rufino ihe causando lesões corpor is, e enquanto estourava a porta do quarto onde estava a vitima Ivan!, esta pulou a janel, correndo para a casa de vizinhos que acionaram a Polícia, sendo que enquanto o aut estourava a porta fazia ameaças faiando que la matar Jesus, lvanl, Maria das Dores de odói, José Germano Barbosa, alcunhado "Tico" e João Francisco Ferreira de Jesus, alc hado "Chiquinho PM". As vitimas Jesus Rufino, José Rutin() e Ivanl representaram c iminalm ente contra o autor, os demais assinaram o termo de desinteresse. Autor e vit mas foram cientificados, conforme Termo nos autos, da audiência na Justiça em 04/08106, à 10:45 horas. DÁbót DO ft. UTO R AUTORA: EUDES ROSA DE SOUZA PAI: ADEMAR ROSA DE SOUZA MÃE: ALAIDE HERMOGENES TEIXEIRA DATA NASC.: 18/12/1964 ' OCALIUF: BELO ORIENTE/MG ESTADO CIVIL: DIVORCIADO RAU INSTRUÇÃO: SEMI ALFAB. RGIÓRGÃO EMISSOR: MG SSP/MG. ROFISSÃO: OP. MOTO SERRA ENDEREÇO: FAZENDA BOM JARDIM, SM BAIRRO: ZONA RURAL. CID DE/UF. BELO ORIENTE/MG DA 12 WriNIA NOME: JOSE RUFINO DE GODOI ENDEREÇO: FAZENDA BOM JARDIM,S/N BAIRRO: ZONA RURAL CIDADE/UF: BELO ORIENTE/MG. RG/ÓRGÂ0 EMISSOR: SSP/DF IV -DADOS DA TeSTEMUNHA. NOME: JOSE GERMANO BARBOSA ENDEREÇO: FAZENDA"BOM JARDIM, SM BAIRRO: ZONA RURAL CID DE/UF: BELO ORIENTE/MG 1v - DADOS DAST*.TEMUNHAS NOME. ENDEREÇO: BAIRRO: ZONA RURAL CID DEIUF : NOME: ENDEREÇO: BAIRRO: NOME: ENDEREÇO: BAIRRO: NOME : ENDEREÇO : ICIUADE/UF: CIDADEIUF NOM E : END EREÇO :

5 -ANEXO li DA PORTARI/5.W - 0",./4/96 ;:X;PC /IN POLICIA CIVIL DO ESTADO DE MINAS GERAIS SUPERINTENDENCIA-GERAL DE POLICIA CIVIL TERMO CIRCUNSTANCIADO DE DATA: 1(1/06/06 OCORRENCIA N 076/ MM JUIZ DE DIREITO DA COMARCA DE AÇUCENA" 1114atiNrIA PENAL: Artien 147 fh) CPB. I) AI OS DA VITI NOME: JESUS RUMINO DE GODÓI ENDEREÇO: FAZENDA BOM JARDLM, S/N BAIRRO: ZONA RURAL 1 CIDADE/UI': BELO ORIENTE/MG. RG/ÓRGÃO EM I SSOR: M SSP/MG - Xt)OS DA VtITMA-. :. NOME: IVANI RUFINO DE GODÓI ENDEREÇO: FAZENDA BOM JARDIM, SÍN BAIRRO: ZONA RURAL LCIDADETUF: BELO ORIENTE/MG RG/ÓRGÃO EMISSOR: MG SSP/MG DOS D.,5, VI UMA NOME: MARIA DAS DORES GODÓI ENDEREÇO: FAZENDA BOM JARDIM, SIN* BAIRRO: ZONA RURAL ICIDADE/pF: BELO ORIENTE/MG RG/ÓRGÃO EMISSOR: "NÃO PORTA NOME ENDEREÇO : BAIRRO: RG/ÓRGÃO EMISSOR : CIDADE/UF:.,

6 V-) INSTIRUMENTOS.E OBJETOS RELACIONADOS COM OS FATOS e APREENDIDOS VI-)VEICULOS ENVOLVIDOS (se for o caso) VII;+) PROVIDÊNCIA ADOTADAS : n EXAME PERICIAL DE AVALIAÇÃO n EXAME ERICIAL DE EFICIÊNCIA DE ARMA I SOLICITADOS OS ANTECEDENTES CRIMINAIS RELATIVOS À INCIDÊNCIA ALUSIVA A ESTE TERMO LI VISTORIA EM VEÍCULO LAVRATURA DO TERMO DE COMPROMISSO DE COMPARECIMENTO L j OUTROSiespecificar) V111-) O AUTOR POSSUI ANTECEDENTES CRIMINA IS? O SIM Ej NÃO TERMO DE COMPARECIMENTO (SE FOR O CASO) Nesta data, assumimos perante a utoridade Policial que este subscreve, Delegado de Policia de Belo Oriente, Comarc de Açucena-MG, o compromisso de comparecermos, sob as penas da Lei, no dia 04 de Agosto 2.006, às 10:45 horas na Sala de Audiências do Juizado Especial Criminal desta Comer a, situada à Praça Edson Miranda, 19 - Centro - Açucena - MG. De Ordem, eu,, Escrivão de Policia o digitei e assino. AUTOR COMPROMISSADO C;t4 (4(: 21A., d'e V TIMA COMPROMI SADA AUTOR COMPROMISSADO ". ""lie"t152 COMPROMISSAD AUTOR COMPROMISSADO SCRIVAO : REMESSA : Belo Oriente 12 de Junho de CARIMBO E.: ASSIJ',IATLIRA DA AUTORIDADE f."' C 1. :".- poumttit,cov Pauta Freitas Badaró DELEGADA DE POLICIA I NASP.: RECEBti~-0 AUTORIDADE POLiCiAJ RECEBI OS OBJETOS APREENDIDOS E DESCRITOS, ESTE DOCUMENTO QUANDO DA APRESENTAÇÃO DAS PESSOAS RETROMENCIONADA. NOME LEGÍVEL, DATA E ASSINATURA

7 4 NUMERO TAMEN UNIDADE DESTINATÁRIO p i6 Pe-L )2(q5 HORA DA COMUNICAL.À0 COMO 1-01 SO1 CITADO O ATENDIMENTO DA OCORRÊNCIA VIA CENTRO DE 2,XÃIRETAMENTE AO, &&-) 1 (ii I '. comunicaçoes ROA PCX.IVAL '' OVÁVEL DESCRIÇÃO DA OCORRENciA PR1N IPAL... LOCAL (AV. RUA. E C) c8 POLICIA CIVIL - POLÍCIA MILITAR BOLETIM DE OCORRÊNCIA 14, 454i 4)(::1 çeiranc 1,41r- 'A ORIGEM DiA COMUNI AÇÃO X:f O ' Utniuttun. Alt,DNP.I.A -0,.,ke,;,,, 6 "1 JP'14?;,),C 4.) i.) ', CASO,?.0 I) f.0 4A L..._ PONTO DE REFERENCIA (COORDENADAS SEC/GRAFICA.5) ;AMENTE AO POLICIA' 1' DADOS DA OCORRNCIA LATITUDE- pclicial DEPAROU COM OCORRENCtA,INCIATIVA) 6-DECORRENTE OPERAÇÃO P(XICIAL (COQ OPERAÇÃO) COD PRINCIPAL L 1 Ter,lado COMPL NAT TA8,10:4 ). roon cons.~. IX] TIPO LOCAL OMPL OE LOCAL MEDIATO COMPL DE LOCAL IMCDIA(0 TAR , TAEI 2 TAB 2 )(3 CÃ-) bt.4 egif LONGITUDE 4(1 G- / r / ,E6T0,,, rorario DO FIxTO FIZRIpt NO LQCAL _ 1-2TRÁRIQ FINAL c i? o eltiolt 11714L5 01Y,i ro PREFOCO DA NATI) MEIO 11 TILIZADO TAB 4 CAUSA PRESumIDA TAB 5 1 // QUALIFICAÇÃO DOS ENyOLVIDOS COD NATUREZA TAB NOME COMPLETO TIPO ENvOlv GRAU DA LESA() RI I 1/ tl AUTOR LU II., ESTAIX) CIViL TAt.ONAIDADE NATURKIDADF TAB 6 TAB 7 TAD 8 TAB 9 SEXO' -IM me 3F 40 E, -ok,,) APELIDO " c k).,d cã ítxà5e) -,:nq S%er-P D2AINWEr1.2.1 O/ 1 ALA- - PAI C-11MP, e set)o-?, N. DE identioade ORGÃO EXPEDTDOR br. ENDEREÇO (AV, RUA, ETC, BAIRRO rz/ PESO ESTIM AL URA ESTIM. I r :719/kivitt PR APR SINTOMA DE EMBRiAGUEZ TAB 24 ) USO SUB. TÓXICAS LARL,C). s:scolaridact: TAB 12 NUMERO OCUPA O ATUAL CPF C.NP n /1J." COD. NATUREZA - TAB I TIPO ENV(XV GRAU DA LESÃO REL VIT 1 AUTOR ESTADO CiVie NAL.TOnvkLIDADE NATUTE Ljruc TAB 6 TA8 7 TAB 8 TAS 9 scxol jm TAB F NOME COMPLETO ItITZTN "' PeP+ f-0,.503. e o Órçãe..; P vo G.Dr,n0 IDENTI E ORGÃO EXPEDIDa ESCClARIDA: TAB 12 ã ENDERENANA, Tf C) NUMERO '..., - o 6,11R,o)P V2fn t.trq fim > Numcipto ""tr 1)t,, (4) ORA fi,) `"P" PESO ESTIAI ALTU ESTIM CORQ4OS TAS 13 O o 5 "4: bj I > z w r O z> PRISÃO!APR TAB 24 COO. NATUREZA TAB NOME COMPLETO DATA NASCIMENTO SINTOMA DE I 1 EMBRIAGUEZ Lir Ej c I 1 USO SUB TOM TIPO ENVOW TAB 6 CUTIS v COMPU A0E ) t t AP'"tt /4 C.: Y1 UF T EL RESIDENCLAL 1EL COMERCIAL OR O DE LOTA O DEFORMIDADE TATUAGEll UPO TATUAGEM i TAB 17 EM SERV,V, SIM LO C)jEi)7Ë- 14C. APELIDO I( OCUPAÇÃO ATUAL cp,,s$50l)c,pil ril i( COMPLEMEN1(1 ) *S. TEL RESiDENCIAL tanel COMERCLAL ESTRABISMO LO CALViCrE CICATRIZ 069 FISICA ITAÇÁO DEFORMIDADE TATUAGEM 1 B.O TATuAGEM TAB 16 ) TAB 17 POUCIAL GRAU DA LESÃO TAB 7 REL VIT AUTOR TAB 8 CUTIS TAB 9 CARGO ZW3P IR- PuRN zpç I I I I Mi] flo,s-k.) elo -54.1"5 fqup-' fp O Nnç el'oz/3 DOC DE IDENTIDADE oi,ga0 EXPEDIDDIT ENDEREÇORV, RUA. ETC) t.12)? 6Zell "rs>k JQA) IA 1 8.4/RRO PESO ESTI PRISÃO / APR TAB 24 COO NATUREZA TAB 1 NOME COMPIETO URA ESTI COR OLHOS TAB 13 SINTOMA DE ( EMBRIAGUEZ ) USO SUB TõX ESTRABISMO NIUN. á TAB 15 ( ) d112211ir - - "lb isiiir2,...2r LO log.{ 4) -Te VISIE TAB 18 ESTADC CIVIL TAB 10 NAU:n.9MM* TAB 11 NATufSJOADU) JO- Ur I ErOLARIDAOE TAB 12 CPF!CNP! NUMERO FtPELIDO OPACA() Ar ual TE RESIDENCIAL TIPO ENvOLV b ira, (b REL / AUTOR COM b, ESTADO CTVIL NAC1ONAL/DADE NATURA,LIDADE UF r-1c TA8 6 TAB 7 TAB 8 TAB 9 TAB 10 TAB 11 LOTAÇÃO X-.)1.4 e' /TF (4. COMPLEMENTO ---- L IDADE APAR. TEL. ODMERCLAL DEF FISICA DEF. AUD. VISUAL AMPUTAÇÃO DEFORMI TIPO TATUAGEM TAI3 17 CULA CARGO ORGAO DE LOTAÇÃO EM SE là ". I 'Là í. I % _ - DATA NASCIMEN or.', r,11 t) I C i P 'n2áyx i 1 )4 13Pkb Q011 1, N- ZS114)AL4 O emul4r) P. ORCA EXPEDIDOR UF ESCOLARIDADE TAB 12 OPE / CNPJ r le ENDEREÇO2N. RUA. ETC} NUMERO P- j50#/1..tot) 111,/ BAIRRO PESO ESTIM UFtA ESTIM LH TAB 13 PRISÃO! APR TAB 24 DIA ESTRABISMO ) 'APELIDO IDADir APA OCUPAÇO ATUAL 1( ) tad0'9%. MUN TEL RESIDENCIAL 7EL COmeRciAL CABE O TAB 15 / COMPLEMENTO (--,' i..., A ie CICATRU DER FISI VISUAL ANPU O DEFORMIDADE TATUAGEM TIPO TATUAGEM TAB 16 TA8 17 SINTOLIA DE ( ) EMORLAGUEZ CARGO ORGA0 DE LOTAÇÃO ( 'USO SUEI. TOYJCAS HÃO CODIFICAÇÃO 2)0,6 roo t) otscriçáo k,c-kspb COI 1TZ) LM SE L.T Jsir

8 r1/4 sf I, TAMEN SL\17S1SratNDS/_55 1E PUTC,diA. ot, 1.- N C /IT&D%. i ~f.14.4_e_ ' BOLETIM DE OCORRÊNCIA N 54,5/ (),,21rin,... HISTÓRICO DA OCORRÊNCIA... 4.,.._ f c ' ''.: _., -ir. I #._ " il 4 li -*- /.% ' ' -f------ço114_~_1:0_1relide )^ 1-II_At_. ali-t-nv-41.5 em,c- P-."5 nq.bagn % )E '1 p Cri/ 0' 1 e; On A CA44 DO PM mpo jf G."00D.) e Cf OC-xé UÇ- isk pne 4,L.In )1 y pta ves-rp DATA, O PuINL,1) -15,5ç ese:i..1e Se^ g'y - P,Sperm 1 2-0c4L On 0E. e- ta p.,e6. 1.3)Ç pr unirw i.s -E _4 oi.._ ( uç)) 4-A x245 4.cliti-s5-4 N-tr11t- Ivo"ti e p Açss; :DP pc: 01 g» sea.,i1j841, t - f 5 1,, III t.,:.,, ti C-WC4/7401) e ui-7)nt juser,eu,o_m _e p PGpesbiO COj 3ce6-.t" POI--)77te.5 G A,j.)_,ao 0(14 no tre FIM st,,j co a-e cabc LM 17,n 6 e (21Ai)45-(;5 eekie r Glt 5.esc; ON _CLININÁL eiloadial_.,.,ds.. AI o L.,.!,.11,2s P. il. 1 L...A - LÁ AI. À---.PTF42--W MS-r f2çr~... ' ÁI 110 _o Á. E )... OC 5 Pfi5.2) e ;CP 'In -wit- rvedi CA 2Y, 5 se. 1`. ek.) caps pcs.--.1-t-k^-,5 LÃ I- I P1.-Rà à :.0 'a. pp UZ56 L., a.,f. /2,:s._ o, Ab - /, 0. - MODOS DA AÇÃO CRIM NOSA CARGO CARGO CARGO Ca ftl MATULA.,c9AI.. QW-.0 C m,p ""------"N CARGO MATRICULA..eE COMPLETO ILEGIVEL) IPZIS INTEGRANTES DA GUARNIÇÃO / EQUIPE NOME COMPLETO ILEGIVEL),j-' n.,f / ci rtk, _ NOME OMPLETO R.EGIVEt. ~ NOME h P O E L) E 1 4 )- '11(111. s" ,..- RESPONSÁVEL PELA APREENSÃO / PRISÃO / CONDUÇÃO UNIDADE! SETOR CARGO ATR:t,I;LA NOME COMPLETO ILEGI EL) UNIDADE SETOR NOME COMPLETO (LEGIVELP 31. DADOS PARA CONTROLE INTERNO / RE rek-. "14 azglui-.,top txti - CARGO ri. Pi-c-Ptilo aio Pol '- I AS k...~.---- TOR DA OC -, - ÊNCIA I ( ) ==== 51j 1F4:(Tri:; TRit - e2 -. #. Li i; C 1, RECIBO DA AUTORIDADE A QUE SE DESTINA OU S U AGENTE gr ILIAR P c LICIAL 1:vai/. HORA + SETOR Recebi as pessoas e os materiais contorne especificaçdes contidas nas) folhas)_. deste bo!errn de ocorrència I i L CARGO MA LILA ""E COMPLETO (I EGIVE ` AS',NATURA PROVIDÊNCIA A SER ADOTADA DELA AUTORIDADE - TAD 25 PACO fit -a A VIL

9 1 POLICIA CIVIL DO ESTADO DE IVIINAS GERAIS IL DELEGACIA DE POLICIA DO MUNICIPIOIDE BELO OR1ENTE/MG. LOCAL: Belo Oriente/MG. DATA: 12 de Junho de NOME DO DELEGADO: Dr. Alexandre Teixeira dõs Santos NOME DO ESCRIVÃO : José Ronaldo da Costa ad hoc. DECLARAÇõES QUE PRESTA: NOME: JOSÉ RUFINO DE GODól PAI: JESUS RUFINO DE GODÓI MÃE: ANA ROSA DE SOUZA NACIONALIDADE: BRASILEIRA NATURALIDAD : BELO ORIENTEJMG. - IDADE: 42 ANOS DATA NASC: 21/08/1963 COR1 MORENA SEXO: MASC. PROFISSÃO: CONCRETISTA ESTADO CIVIL: CINSADO LOCAL DE TRABALHO: FUNDESP/SP RESIDÊNCIA: FAZENDA BOM JARDIM, S/N ZONA RURAL BELO ORIENTE/MG TELEFONE: IDENTIDADE: SSP/DF, CPF. TE: LÉ : sim ESCREVE : sim COSTUMES : DISSE NADA. COMPROMISSO LEGAL: NA FORMA DA LEI. INTERROGADO x PERGUNTADO INQUIRIDO RESPONDEU: Que em esta Delegacia de Policia, perguntado a respleito dos fatos narrados no BOPMMG n 545/2006, datado de 10/06/06, versando sobre lesão corporal, que teve por vitimas José Rufino de Godói e lvanir Ruir de Godói, por autor Eudes Rosa de Souza, esclarece que: QUE no dia dos fa s, por volta das 19:45 horas, estava na casa de seus pais, quando foi informado por sua irmã lvanir de que tinha algo mexendo em baixo do assoalho, o dec4arante pegou uma lanterna e foi conferir o que era, não tendo visto nada, porém 4oi surpreendido pela pessoa de Eudes, que já se encontrava em cima do jiralu, o qual pulou em cima do declarante, desferiu um golpe em sua cabeça, com um objeto corto-contundente, depois entraram em luta corporal, onde o declararite sofreu várias lesões; QUE no dia seguinte, o declarante encontrou pedaços de uma arma de fogo "espingarda", que ficaram no local onde Eudes aeediu o declarante; QUE no momento que o declarante soltou-se das garras d4 Eudes, correu e trancou-se em um quarto e Eudes passou a chutar as portas faiando que ia matá-lo, matar o "Tico", pessoa que trabalha com o declarante, e "Chiquim", Policial Militar; QUE o declarante deseja representar criminalmente dontra a pessoa de Eudes Rosa de Souza, por crime de ameaça e lesão córporal. Nada mais foi dito À- d14 6` 1

10 nem lhe foi perguntada. Lido e achado conforme; mandou a autoridade encerrasse o presente que vai legalmente essinado, pela Autorid&de, declarante e por mim escrivão que o digitei. AUTORIDADE : DECLARANTE: ESCRIVÃO : ALEXANDRE TEIXEIRA DOS SANTOS DELEGADO DE POLICIA I IAASP AUTORIDADE POLICIAL c6,7

11 1 POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DE MINAS GERAIS DELEGACIA DE POLICIA DO MUNICÍPIO DE BELO ORIENTEIMG. LOCAL: Belo Oriente/MG. DATA: 12 de Junho de NOME DO DELEGADO: Dr. Alexandre Teixeira dos Santos NOME DO ESCRIVÃO : José Ronaldo da Costa ad hoc. DECLARAÇÕES QUE PRESTA: NOME: IVANI RUFINO DE GODÓI PAI: JESUS RUFINO DE GODÓI MÃE: ANA ROSA DE SOUZA NACIONALIDADE: BRASILEIRA NATURALIDAD E : BELO ORIENTE/MG. IDADE: 39 ANOS DATA NASC: 25/01/1967 COR: MORENA SEXO: FEM. PROFISSÃO: DO LAR ESTADO CIVIL: DIVORCIADA LOCAL DE TRABALHO: RESIDÊNCIA: FAZENDA BOM JARDIM, S/N 1' ZONA RURAL BELO ORIENTE/MG TELEFONE: IDENTIDADE: MG SSP/MG, CPF: TE: LÊ : sim ESCREVE : sim COSTUMES : DISSE NADA. COMPROMISSO LEGAL: NA FORMA DA LEI. ri INTERROGADO x PERGUNTADO INQUIRIDO RESPONDEU: Que em esta Delegacia de Policia, perguntado a respeito dos fatos narrados no BOPMMG n 545/2006, datado de 10/06/06, versando sobre lesão corporal, que teve por vítimas José Rufino de Godói e Ivanir Rufino de Godói, por autor Eudes Rosa de Souza, esclarece que: QUE no dia dos f tos, por volta das 18:20 horas, seu pai saiu de casa, a declarante fechou to a a residência e foi assistir televisão, instantes depois chegou seu irmão J é Rufino, o qual entrou para dentro de casa e foi assar milho, mais tarde, or volta das 19:45 horas, a declarante ouviu barulhos de algo mexendo,, parecendo ser debaixo da residência, onde avisou para seu irmão José Rufio rri j e foi ver o que era, mas para surpresa da declarante viu a pessoa de Eudes, se ex-esposo, em cima do jirau, e a declarante ao vê-lo gritou por José seu ir fio, Eudes saiu para fora da residência, onde passou a agredir José, e a declarante ficou trancada dentro do quarto, porém soltou-se das garras do mesmo e truncou-se dentro de um quarto, e Eudes ficou chutando as portas e fazendo amaças, falando que ia matar a declarante, o José, Jesus, seu pai, das Dores, Isua irmã, e Chiquim, Policial, sendo que enquanto o mesmo fazia tais ameaçaá, chutava as portas do quarto, e quando a declarante viu que Eudes ia estourr a porta do quarto onde ela teu-c 4:0/.0 da (doo&

12 15 %Me estava, pulo pela janela, correu ate a casa de sep vizinho, solicitand3 ao que viesse chamar a Polícia; QUE desde de 17 4/05, a declarante encontra-se4/0 separada de Eudes, visto o mesmo estar man endo um caso com Aparecida Gomes Rosa, a qual era esposa de Nivaldo élix de Araújo, onde alem do mesmo esta ficando com a esposa de Nivaldo, n casa do mesmo, ainda tentou contra a vida de Nivaldo, efetuando disparo de rma de fogo contra o mesmo; QUE do período que esteve casada com Eudes eve três filhos, sendo que dois de seus filhos sofrem necessidades especial, QUE a declarante deseja representar criminalmente contra a pessoa de Eudes Rosa de Souza, por crime de ameaça. Nada mais foi dito e nem IhO foi perguntada. Lido e achado conforme, mandou a autoridade que se en9errasse o presente que vai legalmente assinado, pela Autoridade, pelo decleante e por mim escrivão que o digitei. AUTORIDADE : ALEXANDRE TFJXEJRA DOS SA?fTOS DELEGADO DE POLICIA I MASP AUTORIDADE POLICIAL DECLARANTE: ESCRIVÃO : demit -04,0

13 POLíCIA CIVIL DO ESTADO DE MINAS GERAIS DELEGACIA DE POLíCIA DO MUNICIPIO DE BELO ORIENTE/MG. LOCAL: Belo Oriente/MG. DATA: 12 de Junho de NOME DO DELEGADO: Dr. Alexandre Teixeira cios Santos NOME DO ESCRIVÃO : José Ronaldo da Costa ad hoc. DECLARAÇÕES QUE PRESTA: NOME: JESUS RUFINO DE GODÓI 1 PAI: JOAQUIM RUFINO DE GODÓI MÃE: ANA ROSA DE SOUZA NACIONALIDADE: BRASILEIRA NATURALIDADE: MESQUITA/MG. IDADE: 72 ANOS DATA NASC: 09/05/1934 CO MORENA SEXO: MASC. PROFISSÃO: APOSENTADO ESTADO CIVIL: C SADO LOCAL DE TRABALHO: RESIDÊNCIA: FAZENDA BOM JARDIM, S/1\1' ZONA RURAL BELO ORIENTEJMG TELEFONE: IDENTIDADE: M SSP/MG, CPF: TE: LÊ : sim ESCREVE : sim COSTUMES : DISSE NADA. COMPROMISSO LEGAL: NA FORMA DA LEI. 1 INTERROGADO x PERGUNTADO INQUIRIDO RESPONDEU: Que em esta { Delegacia de Policia, perguntado a respeito dos fatos nárrados no BOPMMG n 545/2006, datado de 10/06/06, versando sobre lesão corporal, que te!ve por vítimas José Rufino de Godói e ivanir Rufino de Godói, por autor Eudes Rosa de Souza, esclarece que: QUE no dia dos fatos, por volta das 18:20 horas, o declarante saiu de cása retornando por volta das 22:00 horas, e ao chegar fora informado por seus filhos José e vani de que Eudes Rosa de Souza em. esteve em sua residência, agrediu José lhe causando le óes corporais, ameaçou Ivani, que teve que pular a janela e correr para a casa de vizinho, e ao invadir a residência tentando agredir os mesmos, arrombou três portas da residência, s ndo uma da cozinha e outras duas. de dois quartos; QUE no local onde Eudes agrediu José, ftoi encontrado três pedaços de arma de fogo, sendo um guarda mão e dois pequenos pedaços da coronha; QUE segundo Ivani e José, enquanto Eudes estourava as portas, fazia ameaça falando que ia matar o declarante, Ivani, José e Maria das Dores, seus filhos, "Tico", que trábalha com José, e o policiai Militar Chiquinho; QUE o declarante deseja representar criminalmente contra a pessoa de Eudes Rosa de Souza, por crime de ameaça. Nada mo foi dito e nem lhe foi perguntada. Lido e achado conforme, mandou a autoridade que s encerrasse o presente que vai legalmente assinado, peia Autoridade, pelo declarante e p r mim escrivão que o dignei. AUTORIDADE : DECLARANTE: ESCRIVÃO : ALEXANDRE TE ) 4S SANTOS DELEGADO DE POLICIA I MASP AUTORIDADE POLICIAL

14 i í5 POLICIA CIVIL DO ESTADO DE INAS GERAIS DELEGACIA DE POLICIA DO MUNICIPIO DE BELO ORIENTE/MG. LOCAL: Belo Oriente/MG. DATA: 12 de Junho de NOME DO DELEGADO: Dr. Alexandre Teixeira ciss Santos NOME Dc) FSC9Iyijin José Ronaldo da Costa ad hoe. Utel:AÏRAÇOES QUE NOME: JOSÉ GERMANO BARBOSA, "TICO" PAI: JOÃO PAULO BARBOSA MÃE: FIR MINA DOMINGOS DA CRUZ NACIONALIDADE: BRASILEIRA NATURALIDADE: AÇUCENA/MG. eh IDADE: 43 ANOS DATA NASC: 06/02/1963 COR` r MORENA SEXO: MASC. PROFISSÃO: LAVRADOR ESTADO CIVIL: CASADO LOCAL DE TRABALHO: PARTICULAR RESIDÊNCIA: FAZENDA BOM JARDIM, S/NIc ZONA RURAL BELO ORIENTE/MG TELEFONE: IDENTIDADE: "NÃO PORTA", CPF: TE: LÊ : sim ESCREVE : sim COSTUMES : DISSE NADA. COMPROMISSO LEGAL: NA FORMA DA LEI. Li INTERROGADO x PERGUNTADO INQUIRI DO RESPONDEU: Que em esta Delegacia de Policia, perguntado a res eito dos fatos narrados no BOPMMG n 545/2006, datado de 10/06/06, vers ndo sobre lesão corporal, que teve por vítimas José Rufino de Godói e Ivanir R ino de Godói, por autor Eudes Rosa de Souza, esclarece que: QUE no dia do fatos estava na casa de Sr. e., Jesus quando ; por volta das 19:00 horas, Ivani vi uma movimentação estranha em baixo do assoalho, falando para José, seu irm o, que o mesmo fosse olhar o que era, então José pegou uma lanterna e foi verificar, mas de repente Eudes saiu do jirau e pulou em cima de José, o agredinio, e José conseguiu livrar-se de Eudes correndo para dentro de casa, se refugia do dentro de um quarto junto com o declarante, momento este em que Eudes izia que iria colocar fogo na casa, só não faria no momento pois havia, dentro a casa, dois filhos de Eudes, mas que em outra oportunidade colocaria, diendo ainda que pegaria o declarante; QUE o declarante não deseja represirtar criminalmente contra a pessoa de Eudes Rosa de Souza, por crime de ameaça; QUE enquanto estava dentro do quarto, junto de José, Eudes afia na porta dizendo que o mataria, mataria José, Ivani, Sr. Jesus, Maria d s Dores, e ainda o Policial Militar, Chiqui2ho; QUE alem s ameaças, Eud injuriou a p ssoa de Inva Ar- 5 f ,/d e/kc iz

15 por varias vezes: "sai pra fora piranha do Chiqui ho, vagabunda", tendvit quando voltar de Vitória/ES vai colocar fogo na asa, só não ia colocar naquela hora por causa de seus filhos, referindo-se a trê filhos do mesmo que estavam dentro da casa, sendo que dois são portadores de deficiência, alem da mae de Ivan', que vive acamada há mais de sete anos. i'lada mais foi dito e nem lhe foi perguntado. Lido e achado conforme, mandou a autoridade que se encerrasse o presente que vai legalmente assinado, pela Autoridade, pelo declarante e por mim escrivão que o digitei. AUTORIDADE : DECLARANT E: ESCRIVÃO : ALEXANDRE TtDIEIRA DOS SANTOS DELEGADO DE POLICIA I LIASP AUTORIDADE POLICIAL -)? /41ec

16 ifi POLÍCIA CIVIL DO ESTADO D MINAS GERAIS DELEGACIA DE POLÍCIA DE B O ORIENTE - MG. TERMO DE DESINTERESSE Aos doze di do mês de Junho do ano de 2.006, nesta Delegacia de Polícia, onde se achava o Dr. Alexandre Teixeira dos Santos, respect vo Delegado de Polícia, comigo José Ronaldo da Costa, nom ado escrivão "Ad-Hoc", compareceu o Senhor José Germano B osa, Titular da Carteira de Identidade "Não porta", que nesta opo idade declarou não ter interesse em representar criminalmente contra Eudes Rosa de Souza, pelos fatos narrados no BOP G N 545/06, datado de 12/05/06, tendo sido cientificado de que dispõem do prazo decadencial de seis meses para comp ecer perante ao Juizado Especial Criminal da Comarca de Açucen -MG., ou nesta DEPOL e representar pessoalmente ou através - se representante legal. ALEXANDRE TEIXEIRA DOS SANTOS 41, DELEGADO DE POLICIA 1 1AASP AUTORIDADE POLICIAL : AUTORIDADE POLICIAL REPRESENTANTE : pa, r-

17 ; 7g,"~ POLÍCIA CIVIL DO ESTADO D DELEGACIA DE POLÍCIA DE B MINAS GERAIS O ORIENTE - MG. TERIVIO DE DESIN ERESSE Aos treze dias de 2.006, nesta Delegacia de Polícia, Alexandre Teixeira dos Santos, respect comigo José Ronaldo da Costa, nom comparec,eu o Senhor Jo'ão Francisco F Carteira de Identidade M oportunidade declarou não ter int criminalmente contra Eudes Rosa de Sou BOPM:MG N 545/06, datado de 12/05/06 José Rufino de Godoi, Ivani Ruímo de Barbosa, tendo sido cientificado de decadencial de seis meses para compar Especial Criminal da Comarca de Açucena representar pessoalmente ou através de seu do mês de Junho do ano onde se achava o Dr. vo Delegado de Polícia, ado escrivão "Ad-Hoc", eira de Jesus, Titular da /SSP/MG, que nesta sse em representar pelos fatos narrados no termo de declarações de Godoi e José Germano ue dispõem do prazo cer perante ao Juizado MG., ou nesta DEPOL e repre ent ante legal. AUTORIDADE POLICIAL : ALEXANDRE TEIXEIRA DOS SANTOS DELEGADO DE POLICIA I MASP AUTORIDADE POLICIAL REPRF,SENTANTE ESCRIVÃO:

18 /g POLiCIA CIVIL DO ESTADO DE L DELEGACIA DE POL1CIA DO MUNICIPI LOCAL: aélo Oriente/MG. DATA: 19 de Junho de NOME DO DELEGADO: Dr. Alexandre Teixeira NOME DO ESCRIVÃO : José Ronaldo da Costa DECLARAÇÕES QUE PRESTA: NOME: MARIA DAS DORES GODÓI VULGO "D PAI: JESUS RUFINO DE GODÓI MÃE: ANA ROSA DE SOUZA NACIONALIDADE: BRASILEIRA NATURÁLIDAD IDADE: 28 ANOS DATA NASC: 14/07/1977 COR PROFISSÃO: DO LAR ESTADO CIVIL: CAS LOCAL DE TRABALHO: RESIDÊNCIA: FAZENDA BOM JARDIM, S/N OR1ENTE/MG TELEFONE: IDENTIDADE: "NÃO PORTA", CPF: e.., LÊ : sim ESCREVE : sim COSTUMES : DISSE NADA. COMPROMISSO LEGAL: NA FORMA DA LEI. H INTERROGADO x PERGUNTADO INQUIRI Delegacia de Policia, perguntado a respeito dos fatos n datado de 10/06/06, versando sobre lesão corporal, que te e Ivanir Rutin de Godói, por autor Eudes Rosa de Sou fatos ao retornar da igreja, após as 20:00 horas, Policiais declarante, onde a mesma foi até o local e José seu irmã provocado por Eudes, e acompanhou José até o Hospit neste município, de onde foi liberado após ser medicado; sua irmã Ivani e José de que enquanto Eudes tentava mesmo falava que ia matar Jesus, seu pai, Ivani e José, s e a declarante, além do Policial Militar Chiquinho; QUE criminalmente contra a pessoa de Eudes Rosa de Souza p dito e nem the foi perguntado. Lido e achado conform encerrasse o presente que vai legalmente assinado, pela mim escrivão que a digitei AUTORIDADE DECLARANTE: \.rics1/4 fekek &tu-) 9.0-0, - ESCRIVÃQ: AIFJCANDRE TEXEIRA DOS SANTOS DELEGADO DE POLICIA I MASP AUTORIDADE POLICIAL MINAS GERAIS DE BELO OR1ENTE/MG. s Santos ad hoc. S DORES" CEL. FABRICIANO/MG. MORENA SEXO: FEM. DA ZONA RURAL BELO TE. O RESPONDEU: Que em esta rrados no BOPMMG n 545/2006, e por vítimas José Rufino de Godói, esclarece que: QUE no dia dos ditares estava na casa dos pais da estava com ferimentos na cabeça I Municipal de Perpétuo Socorro, UE a declarante foi informada por uebrar a porta para agredi-los, o us irmãos, Tico, que mora no local a declarante deseja representar lo crime de ameaça. Nada mais foi, mandou a autoridade que se Autoridade, pela declarante e por

19 POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DE MINAS GERAIS DELEGACIA DE POLICIA DO MUNICÍPIO DE BELO ORIENTE/MG. LOCAL: Belo Oriente/MG. DATA: 03 de Julho de NOME DO DELEGADO: Dr. Alexandre Teixeira dos Santos NOME DO ESCRIVÃO : José Ronaldo da Costa ad hoc. DECLARAÇÕES QUE PRESTA: NOME: EUDES ROSA DE SOUZA PAI: ADEMAR ROSA DE SOUZA MÃE: ALAIDE HERMOGENES TEIXEIRA NACIONALIDADE: BRASILEIRA NATURALIDADE: BELO ORIENTE/MG. IDADE: 42 ANOS DATA NASC: 18/12/1964 COR: MORENA SEXO: MASC. PROFISSÃO: MECÂNICO ESTADO CIVIL: DIVORCIADO LOCAL DE TRABALHO: ENFIL RESIDÊNCIA: FAZENDA BOM JARDIM, S/N ZONA RURAL BELO ORIENTE/MG TELEFONE: IDENTIDADE: MG SSP/MG, CPF: TE: LE : sim ESCREVE : sim COSTUMES : DISSE NADA. COMPROMISSO LEGAL: NA FORMA DA LEI. INTERROGADO x PERGUNTADO INQUIRIDO RESPONDEU: Que em esta Delegacia de Policia, devidamente acompanhado por seu defensor, Dr. Lúcio Renato Pinto, inscrito na OAB/MG sob o n com escritório a Praça da Jaqueira, 40 Centro Belo Oriente/MG, perguntado a respeito dos fatos narrados no BOPMMG n 545/2006, datado de 10/06/06, versando sobre lesão corporal, que teve por vítimas José Rufino de Godói e Ivanir Rufino de Godói, por autor Eudes Rosa de Souza, esclarece que: QUE no dia dos fatos, por volta das 19:00 horas, quando passando próximo a um "passa gado", localizado perto da casa de Jesus Rufino, José Rufino, filho de Jesus, e outra pessoa que atende pela alcunha de "Tico" iluminaram o depoente com uma lanterna e efetuaram um disparo de arma de fogo contra o mesmo; QUE após o disparo os mesmos correram, o declarante correu atrás, alcançou José Rufino na porteira, próximo a residência, conseguiu tomar a espingarda da mão do mesmo e a quebrou em sua cabeça e depois levou os pedaços e levou para a casa de sua mãe e no dia seguinte viajou para Vitória/ES, onde está trabalhando na Empresa ENFIL, tendo retornado neste ultimo final de semana: QUE o declarante trouxe os pedaços da arma, os quais entregam nesta Depol, sendo um cano de espingarda. fabricação artesanal, uma coronha de madeira quebrada sem seu dispositivo 'de disparo 4 A9a.d=r- cie

20 conhecido como cão, e o guarda-mão; QU no local não tinha n testemunha ocular dos fatos, a testemunha ue estava mais próxii pessoa de Jesus do Carmo Silva, vigia da APAE, residente na Fazenda Bom Jardim, s/n - Zona Rural deste município, o qual apenas ouviu o disparo e o declarante lhe mostrou os pedaços da arma, lhe informando tais fatos; QUE o declarante afirma que acreditar ser José Rufino quem efetuou o disparo, porque tomou a arma das mãos do mesmo, e que "Tico" estava junto com o mesmo, mas não sabe se participou de alguma forma; QUE não é verdade que o declarante fez ameaças faiando que ia matar José Rufino, Jesus, Ivani, "Das Dores", "Chiquinho" e "Tico"; QUE não é verdade que o declarante foi ate o local e quebrou portas na residência de Jesus; QUE após o disparo, o declarante correu atrás de José Rufino ate na porteira, onde tomou a arma do mesmo, quebrando-a na cabeça de José, não chegando a ir na residência de Jesus; QUE o declarante não esperou a Polícia Militar no locai, porque os Policiais Militares estão de "marcação" com o declarante, por este Ter se envolvido em -- confusão com o Sargento Milton e Cabo Joel, mas estes foram até a sua residência e levaram o sapato de sua propriedade. Nada mais foi dito e nem lhe foi perguntado. Lido e achado conforme, mandou a autoridade que se encerrasse o presente que vai legalmente assinado, pela Autoridade, pelo declarante, seu advogado e por mim escrivão qt.i o digitei. S,,i AUTORIDADE DECLARANTE: ADVOGADO. ESCRIVÃO AUXANOrii TEUWA DOS SANTOS DELEGADO DE POLICIA I MASP AUTORIDADE POLICIAL gy

MODELO QUEIXA-CRIME. (especificar a Vara de acordo com o problema)

MODELO QUEIXA-CRIME. (especificar a Vara de acordo com o problema) Disciplina Processo Penal Aula 10 Professora Beatriz Abraão MODELO DE PETIÇÃO DE INTERPOSIÇÃO E RAZÕES DE APELAÇÃO EM CASO DE CONDENAÇÃO POR CRIME COMUM Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz de Direito da...

Leia mais

DIREITO PENAL E DIREITO PROCESSUAL PENAL

DIREITO PENAL E DIREITO PROCESSUAL PENAL DIREITO PENAL E DIREITO PROCESSUAL PENAL PEÇA PROFISSIONAL Mariano Pereira, brasileiro, solteiro, nascido em 20/1/1987, foi denunciado pela prática de infração prevista no art. 157, 2.º, incisos I e II,

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO DA VARA CRIMINAL DA COMARCA DE GOIÂNIA - GO

EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO DA VARA CRIMINAL DA COMARCA DE GOIÂNIA - GO EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO DA VARA CRIMINAL DA COMARCA DE GOIÂNIA - GO Inquérito Policial n.º: 234/2005 Vítima: Administração Pública Réu: Honestino Guimarães Rosa O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO

Leia mais

EXMA. SRA. DRA. JUÍZA DE DIREITO DO JUIZADO DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR CONTRA A MULHER DA COMARCA DE FORTALEZA CEARÁ

EXMA. SRA. DRA. JUÍZA DE DIREITO DO JUIZADO DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR CONTRA A MULHER DA COMARCA DE FORTALEZA CEARÁ 1 EXMA. SRA. DRA. JUÍZA DE DIREITO DO JUIZADO DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR CONTRA A MULHER DA COMARCA DE FORTALEZA CEARÁ DENÚNCIA Referência: Inquérito Policial n.º XXX-00XXX/2010 O MINISTÉRIO PÚBLICO

Leia mais

Ministério Público do Estado de Mato Grosso 15ª Promotoria Criminal Especializada no Combate à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher

Ministério Público do Estado de Mato Grosso 15ª Promotoria Criminal Especializada no Combate à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher A história da mulher é a história da pior tirania que o mundo conheceu: a tirania do mais forte sobre o mais fraco. 1 EXCELENTÍSSIMA JUÍZA DE DIREITO DA 1ª VARA ESPECIALIZADA DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO RESOLUÇÃO N.º 13, DE 02 DE OUTUBRO DE 2006. (Alterada pela Res. 111/2014) Regulamenta o art. 8º da Lei Complementar 75/93 e o art. 26 da Lei n.º 8.625/93, disciplinando, no âmbito do Ministério Público,

Leia mais

GABARITO SIMULADO WEB 1

GABARITO SIMULADO WEB 1 GABARITO SIMULADO WEB 1 PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL No dia 10 de outubro de 2014, Caio, na condução de um ônibus, que fazia a linha Centro Capão Redondo, agindo com imprudência, realizou manobra

Leia mais

P R E G Ã O P R E S E N C I A L N 145/2010

P R E G Ã O P R E S E N C I A L N 145/2010 P R E G Ã O P R E S E N C I A L N 145/2010 D A T A D E A B E R T U R A : 2 9 d e d e z e m b r o d e 2 0 1 0 H O R Á R I O : 9:0 0 h o r a s L O C A L D A S E S S Ã O P Ú B L I C A: S a l a d a C P L/

Leia mais

RESULTADOS DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO USUÁRIO EXTERNO COM A CONCILIAÇÃO E A MEDIAÇÃO

RESULTADOS DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO USUÁRIO EXTERNO COM A CONCILIAÇÃO E A MEDIAÇÃO RESULTADOS DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO USUÁRIO EXTERNO COM A CONCILIAÇÃO E A MEDIAÇÃO 1. RESULTADOS QUESTIONÁRIO I - PARTES/ CONCILIAÇÃO 1.1- QUESTIONÁRIO I - PARTES/ CONCILIAÇÃO: AMOSTRA REFERENTE AS

Leia mais

REGULAMENTO DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS DE HOSPEDAGEM No u s o d a c o mp e t ê n c i a p r e v i s t a al í n e a v ) d o n. º 1 d o ar t i g o 64º d o De c r e t o -Le i n. º 1

Leia mais

BUSCA E APREENSÃO NO DIREITO PROCESSUAL PENAL

BUSCA E APREENSÃO NO DIREITO PROCESSUAL PENAL POLICIA FEDERAL DO BRASIL BUSCA E APREENSÃO NO DIREITO PROCESSUAL PENAL VISÃO GERAL Com o intuito de que não desapareçam am as provas do crime, o que tornaria impossível ou problemático o seu aproveitamento,

Leia mais

As comunicações entre o local da prestação de serviço, o Fórum e a Promotoria de Justiça poderão ser feitas por telefone, fax, e-mail ou outro meio.

As comunicações entre o local da prestação de serviço, o Fórum e a Promotoria de Justiça poderão ser feitas por telefone, fax, e-mail ou outro meio. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS - INTRODUÇÃO É uma pena restritiva de direito imposta pela Justiça que substitui a pena privativa de liberdade inferior a quatro anos, no caso da prática de crime sem violência ou,

Leia mais

PROCESSO PENAL RESUMO DE PROCESSO PENAL 3 Rosivaldo Russo 1) AÇÃO PENAL: 2. INÍCIO DA AÇÃO PENAL

PROCESSO PENAL RESUMO DE PROCESSO PENAL 3 Rosivaldo Russo 1) AÇÃO PENAL: 2. INÍCIO DA AÇÃO PENAL PROCESSO PENAL RESUMO DE PROCESSO PENAL 3 Rosivaldo Russo 1) AÇÃO PENAL: 2. INÍCIO DA AÇÃO PENAL AÇÃO PENAL PÚBLICA tem início através de uma peça que se chama denúncia. Essa é a petição inicial dos crimes

Leia mais

Livro: Incidentes e Proced. Criminais Diversos. Tipo de Ação: Auto de Prisão em Flagrante >Procedimentos Investigatórios >PROCESSO CRIMINAL

Livro: Incidentes e Proced. Criminais Diversos. Tipo de Ação: Auto de Prisão em Flagrante >Procedimentos Investigatórios >PROCESSO CRIMINAL Gerado em: 22/06/2015 15:11 Código: 233442 Processo Nº: 0 / 2015 Tipo: Crime Lotação: Segunda Vara Criminal Assunto: Livro: Incidentes e Proced. Criminais Diversos Juiz(a) atual:: Débora Roberta Pain Caldas

Leia mais

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL POLÍCIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL COMANDO GERAL CENTRO DE INTELIGÊNCIA

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL POLÍCIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL COMANDO GERAL CENTRO DE INTELIGÊNCIA GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL POLÍCIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL COMANDO GERAL CENTRO DE INTELIGÊNCIA END: BAIRRO: CEP: PAI: MÃE: NACIONALIDADE: UF: DATA DE NASC: / / SPC: ESCOLA: UPM: SSP: FFAA: PF: SERASA:

Leia mais

CARTILHA DOS JUIZADOS ESPECIAIS CRIMINAIS

CARTILHA DOS JUIZADOS ESPECIAIS CRIMINAIS CARTILHA DOS JUIZADOS ESPECIAIS CRIMINAIS Os Juizados Especiais foram criados para atender; de uma forma rápida e simples, problemas cujas soluções podem ser buscadas por qualquer cidadão. Antes deles,

Leia mais

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR - POLÍCIA CIVIL - POLÍCIA MILITAR REDS 2015-016263096-001 ORIGEM DA COMUNICAÇÃO DADOS DA OCORRÊNCIA

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR - POLÍCIA CIVIL - POLÍCIA MILITAR REDS 2015-016263096-001 ORIGEM DA COMUNICAÇÃO DADOS DA OCORRÊNCIA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR - POLÍCIA CIVIL - POLÍCIA MILITAR REDS 205-06263096-00 RESPONSÁVEL PELO REGISTRO MUNICÍPIO SGP/ GP/2 PEL PM/2 CIA PM/50 BPM DE ÀREA RESPONSÁVEL MILITAR: POLICIAL: 2 PEL PM/2

Leia mais

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA 1ª VARA CRIMINAL DO FORO CENTRAL:

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA 1ª VARA CRIMINAL DO FORO CENTRAL: EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA 1ª VARA CRIMINAL DO FORO CENTRAL: O MINISTÉRIO PÚBLICO, por seu membro firmatário, com base no inquérito policial n.º 2.10.0125836-1, oriundo da Corregedoria Geral de Polícia

Leia mais

Questionário sobre o Ensino de Leitura

Questionário sobre o Ensino de Leitura ANEXO 1 Questionário sobre o Ensino de Leitura 1. Sexo Masculino Feminino 2. Idade 3. Profissão 4. Ao trabalhar a leitura é melhor primeiro ensinar os fonemas (vogais, consoantes e ditongos), depois as

Leia mais

PARECER Nº, DE 2010. RELATOR: Senador RENATO CASAGRANDE

PARECER Nº, DE 2010. RELATOR: Senador RENATO CASAGRANDE PARECER Nº, DE 2010 Da COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, em caráter terminativo, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 37, de 2010, da Senadora Lúcia Vânia, que altera o art. 10 do Código de

Leia mais

ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO Corregedoria-Geral da Advocacia da União ANEXO MODELOS DE ATOS E DOCUMENTOS

ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO Corregedoria-Geral da Advocacia da União ANEXO MODELOS DE ATOS E DOCUMENTOS ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO Corregedoria-Geral da Advocacia da União ANEXO MODELOS DE ATOS E DOCUMENTOS S u m á r i o 1. Portaria instauradora de processo administrativo disciplinar e sindicância contraditória...

Leia mais

O que você precisa saber!

O que você precisa saber! O que você precisa saber! Operação Polícia Legal Para: Agentes e Escrivães RECOMENDAÇÃO Nº 001/2013 O SINDICATO DOS POLICIAIS CIVIS E SERVIDORES DA SEGURANÇA PÚBLICA DO RN SINPOL/RN E A ASSOCIAÇÃO DOS

Leia mais

UNESC Faculdades Integradas de Cacoal Mantidas pela Associação Educacional de Rondônia E-mail: unesc@unescnet.br - Internet: www.unescnet.

UNESC Faculdades Integradas de Cacoal Mantidas pela Associação Educacional de Rondônia E-mail: unesc@unescnet.br - Internet: www.unescnet. NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA (NPJ) ANEXO VI (Edital n. 02/2014-2) CRONOGRAMA SEMESTRAL 9.º PERÍODO DEPENDÊNCIA N. DATAS ATIVIDADES EQUIVALÊNCIA Disponibilização do Cronograma Semestral de atividades no átrio

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: RC 1-30.2013.6.21.0068 PROCEDÊNCIA: FLORES DA CUNHA RECORRENTE: MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL RECORRIDO: JONATAN DE OLIVEIRA -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para digitação de documentos.

Estabelecer critérios e procedimentos para digitação de documentos. Proposto por: Equipe da Central de Assessoramento Criminal DIGITAR DOCUMENTOS Analisado por: Escrivão/RE da Central de Assessoramento Criminal Aprovado por: ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet

Leia mais

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS:

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: Diário Oficial do Município de Sebastião Laranjeiras - Bahia Poder Executivo Ano Nº X Nº 690 02 de Março de 2016 RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: PORTARIAS PORTARIA Nº

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 1ª Central de Inquéritos Policiais 23ª Promotoria de Investigação Penal DENÚNCIA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 1ª Central de Inquéritos Policiais 23ª Promotoria de Investigação Penal DENÚNCIA EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA 35ª VARA CRIMINAL DO FORO DA COMARCA DA CAPITAL - RIO DE JANEIRO. Processo n.º 0271912-17.2013.8.19.0001 Inquérito Policial nº.: 015/027/2013. Origem: Divisão de Homicídios

Leia mais

(Às Co missões de Re la ções Exteriores e Defesa Na ci o nal e Comissão Diretora.)

(Às Co missões de Re la ções Exteriores e Defesa Na ci o nal e Comissão Diretora.) 32988 Quarta-feira 22 DIÁRIO DO SENADO FEDERAL Ou tu bro de 2003 Art. 3º O Gru po Parlamentar reger-se-á pelo seu regulamento in ter no ou, na falta deste, pela decisão da ma i o ria absoluta de seus mem

Leia mais

ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE PROMOTORIA DA INFÂNCIA E JUVENTUDE DE CLÁUDIO/MG

ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE PROMOTORIA DA INFÂNCIA E JUVENTUDE DE CLÁUDIO/MG EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA COMARCA DE CLÁUDIO/MG, COM COMPETÊNCIA JUNTO À INFÂNCIA E JUVENTUDE Peças de Informação BOC nº ------ O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MINAS GERAIS, por

Leia mais

PLANO DE RESPOSTA DA PROVA DISSERTATIVA PARA O CARGO DE DELEGADO

PLANO DE RESPOSTA DA PROVA DISSERTATIVA PARA O CARGO DE DELEGADO PLANO DE RESPOSTA DA PROVA DISSERTATIVA PARA O CARGO DE DELEGADO PEÇA D E S P A C H O 1. Autue-se o Auto de Prisão em Flagrante; 2. Dê-se o recibo de preso ao condutor; 3. Autue-se o Auto de Apresentação

Leia mais

ACF.* Ao Íncleto Causídico DD. Professor Doutor René Ariel Dotti Rua Marechal Deodoro, 497. 13 andar. Curitiba/PR. Prezado Senhor:

ACF.* Ao Íncleto Causídico DD. Professor Doutor René Ariel Dotti Rua Marechal Deodoro, 497. 13 andar. Curitiba/PR. Prezado Senhor: Sindicato dos Escrivães de Polícia do Estado do Paraná SINDESPOL/PR CNPJ 77.824.167/0001-00 e-mail: sindespol.pr@hotmail.com Av. Brasília, 116/4298 -~ Novo Mundo CEP: 81.010-020 Tefones: 8834-0816 e 8413-8419

Leia mais

Delegacia; que apreendeu econduziu omenor CARLOS ROBÉRIO DA SILVA àdelegacia

Delegacia; que apreendeu econduziu omenor CARLOS ROBÉRIO DA SILVA àdelegacia CONCURSO PARA JUIZ DE DIREITO SUBSTITUTO DA JUSTIÇA DO DISTRITO PROVAS DISCURSIVAS - 2a ETAPA - SENTENÇA CRIMINAL 20/11/2011 Valor da sentença: 1Cicontos Leia com atenção a transcrição que se segue das

Leia mais

ESTADO DO TOCANTINS PODER JUDICIÁRIO COMARCA DE PALMAS 3ª VARA CRIMINAL SENTENÇA I - RELATÓRIO

ESTADO DO TOCANTINS PODER JUDICIÁRIO COMARCA DE PALMAS 3ª VARA CRIMINAL SENTENÇA I - RELATÓRIO ESTADO DO TOCANTINS PODER JUDICIÁRIO COMARCA DE PALMAS 3ª VARA CRIMINAL PROCESSO Nº 5029091-33.2013.827.2729 SENTENÇA I - RELATÓRIO O Ministério Público denunciou João Batista Marques, brasileiro, casado,

Leia mais

PERNAMBUCO GOVERNO DO ESTADO

PERNAMBUCO GOVERNO DO ESTADO VCM REC 000295 Secretaria de Defesa Social PERNAMBUCO GOVERNO DO ESTADO Oficio no 2693/2012-GAB/SDS. Recife, 23 de outubro de 2012. A Sua Excelência a Senhora Deputada Federal MARTA DO SOCORRO JÔ MORAES

Leia mais

egrégio Conselho da Magistratura a aplicação da pena, nos termos da Lei Estadual 4.930/85. 3.3.8.2 - A aplicação das penalidades de advertência e

egrégio Conselho da Magistratura a aplicação da pena, nos termos da Lei Estadual 4.930/85. 3.3.8.2 - A aplicação das penalidades de advertência e egrégio Conselho da Magistratura a aplicação da pena, nos termos da Lei Estadual 4.930/85. 3.3.8.2 - A aplicação das penalidades de advertência e censura independe de sindicância ou processo, podendo ser

Leia mais

DIREÇÃO DO FORO DA COMARCA DE BELO HORIZONTE VARA CÍVEL DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE PORTARIA N 001/2010

DIREÇÃO DO FORO DA COMARCA DE BELO HORIZONTE VARA CÍVEL DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE PORTARIA N 001/2010 DJe de 17/06/2010 (cópia sem assinatura digital) DIREÇÃO DO FORO DA COMARCA DE BELO HORIZONTE VARA CÍVEL DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE PORTARIA N 001/2010 Dispõe quanto ao procedimento de habilitação de pretendentes

Leia mais

Formulário de Visita Técnica à Delegacia de Polícia Estadual

Formulário de Visita Técnica à Delegacia de Polícia Estadual Formulário de Visita Técnica à Delegacia de Polícia Estadual Resolução CNMP Nº 20 de 28/05/2007 Dados da Entidade Visitada Nome: CPF ou CNPJ:: Endereço: Município: UF: Telefones c/ddd: Seção I Identificação

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria da Receita Federal do Brasil Inspetoria da Receita Federal do Brasil em São Paulo

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria da Receita Federal do Brasil Inspetoria da Receita Federal do Brasil em São Paulo MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria da Receita Federal do Brasil Inspetoria da Receita Federal do Brasil em São Paulo ORDEM DE SERVIÇO IRF/SPO Nº 12, DE 24 DE MAIO DE 2011 Dispõe, provisoriamente, sobre a

Leia mais

PROVA DE DIREITO PENAL E DIREITO PROCESSUAL PENAL PERÍODO VESPERTINO CADERNO DE QUESTÕES ORIENTAÇÕES GERAIS

PROVA DE DIREITO PENAL E DIREITO PROCESSUAL PENAL PERÍODO VESPERTINO CADERNO DE QUESTÕES ORIENTAÇÕES GERAIS XXXIX CONCURSO DE INGRESSO NA CARREIRA DO MINISTÉRIO PÚBLICO PROVA DE DIREITO PENAL E DIREITO PROCESSUAL PENAL PERÍODO VESPERTINO CADERNO DE QUESTÕES ORIENTAÇÕES GERAIS 1 Mantenha seu documento de identificação

Leia mais

PROCEDIMENTO DA DILIGÊNCIAS INVESTIGATÓRIAS ART. 6º E 7º

PROCEDIMENTO DA DILIGÊNCIAS INVESTIGATÓRIAS ART. 6º E 7º PROCEDIMENTO DA AUTORIDADE POLICIAL DILIGÊNCIAS INVESTIGATÓRIAS ART. 6º E 7º DILIGÊNCIAS INVESTIGATÓRIAS CONHECIMENTO DA NOTITIA CRIMINIS delegado deve agir de acordo comoart.6º e 7º do CPP, (não exaustivo

Leia mais

PARECER APROVADO PELO PLENO DO CFESS EM 09/09/2010

PARECER APROVADO PELO PLENO DO CFESS EM 09/09/2010 ASSUNTO: Relação do Assistente Social com autoridades do Sistema Judiciário/ Determinações ou exigências emanadas, que não se coadunam com o Código de Ética do Assistente Social e com as normas previstas

Leia mais

15/05/2013 MODELO DE RELAXAMENTO DA PRISÃO EM FLAGRANTE

15/05/2013 MODELO DE RELAXAMENTO DA PRISÃO EM FLAGRANTE Direito Processual Penal 2ª Fase OAB/FGV Professora Beatriz Abraão MODELO DE RELAXAMENTO DA PRISÃO EM FLAGRANTE Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz de Direito da... Vara Criminal da Comarca... (especificar

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL IV

DIREITO PROCESSUAL PENAL IV AULA DIA 25/05/2015 Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com DIREITO PROCESSUAL PENAL IV Procedimento Sumaríssimo (Lei 9.099/95) - Estabelece a possibilidade de conciliação civil,

Leia mais

Boletim Informativo do ASP

Boletim Informativo do ASP Procedimento para Concessão de Porte de Arma Agente de Segurança Penitenciária Fase I - Documentação Inscrições nas Unidades Prisionais Encaminhamento às Coordenadorias Regionais de Unidades Prisionais

Leia mais

Princípios Básicos. Sindicância

Princípios Básicos. Sindicância Princípios Básicos Da Sindicância ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA É a atividade concreta e imediata que o Estado desenvolve para a consecução dos interesses da coletividade. 1 O servidor público ao ser investido

Leia mais

Aula VII de Processo Civil II Provas continuação. Prova pericial e inspeção judicial.

Aula VII de Processo Civil II Provas continuação. Prova pericial e inspeção judicial. Aula VII de Processo Civil II Provas continuação. Prova pericial e inspeção judicial. Perícia: na falta do conhecimento especializado ao juiz, este indica um técnico que possa fazer o exame dos fatos objeto

Leia mais

Processo Administrativo Disciplinar

Processo Administrativo Disciplinar Processo Administrativo Disciplinar O Processo Administrativo Disciplinar é o meio de que dispõe a Administração Pública para apuração de responsabilidade de servidor público. No âmbito do Estado da Bahia,

Leia mais

CASOS COM TRANSTORNOS DE PERSONALIDADE E PROCESSO COM HOMÍCIDIOS DOLOSOS

CASOS COM TRANSTORNOS DE PERSONALIDADE E PROCESSO COM HOMÍCIDIOS DOLOSOS ANDRESSA FRANCIELLI ROCHA CASOS COM TRANSTORNOS DE PERSONALIDADE E PROCESSO COM HOMÍCIDIOS DOLOSOS IVAIPORÃ PR 2012 INTRODUÇÃO Como se há de verificar, por meio desse trabalho será apresentado modelos

Leia mais

1 Registro de Óbito. 1.1 Prazo: 24h; 15 dias se houver motivo razoável. Após, somente se faz o registro mediante autorização judicial.

1 Registro de Óbito. 1.1 Prazo: 24h; 15 dias se houver motivo razoável. Após, somente se faz o registro mediante autorização judicial. 1 Registro de Óbito 1.1 Prazo: 24h; 15 dias se houver motivo razoável. Após, somente se faz o registro mediante autorização judicial. 1.2 Legitimidade para declaração: a) pelo homem, pela mulher, filhos,

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA VARA DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DE BELÉM, ESTADO DO PARÁ. Peças de Informação nº 1.23.000.

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA VARA DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DE BELÉM, ESTADO DO PARÁ. Peças de Informação nº 1.23.000. EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA VARA DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DE BELÉM, ESTADO DO PARÁ Peças de Informação nº 1.23.000.000059/2012-90 O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, no exercício da titularidade

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO XLIII CONCURSO PARA INGRESSO NA MAGISTRATURA SENTENÇA PENAL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO XLIII CONCURSO PARA INGRESSO NA MAGISTRATURA SENTENÇA PENAL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO XLIII CONCURSO PARA INGRESSO NA MAGISTRATURA DE CARREIRA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SENTENÇA PENAL Leia o relatório abaixo com atenção e complemente a sentença.

Leia mais

PORTO ALEGRE: Na OAB/Serviços - Rua Vicente de Paula Dutra, 236 (ao lado do FORO CENTRAL), horário contínuo das 08h30min às 18h30min.

PORTO ALEGRE: Na OAB/Serviços - Rua Vicente de Paula Dutra, 236 (ao lado do FORO CENTRAL), horário contínuo das 08h30min às 18h30min. 1. INSTRUÇÕES PARA REQUERIMENTO NO QUADRO DE ADVOGADOS Requerimento preenchido, datado, assinado somente pelo requerente. Não deixar campos em branco. Não rasurar. As importâncias recolhidas à tesouraria

Leia mais

LEI Nº 4.898, DE 9 DE DEZEMBRO DE 1965

LEI Nº 4.898, DE 9 DE DEZEMBRO DE 1965 LEI Nº 4.898, DE 9 DE DEZEMBRO DE 1965 Regula o Direito de Representação e o Processo de Responsabilidade Administrativa Civil e Penal, nos casos de abuso de autoridade. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, faço

Leia mais

SUJEITOS PROCESSUAIS: JUIZ E MINISTÉRIO PÚBLICO

SUJEITOS PROCESSUAIS: JUIZ E MINISTÉRIO PÚBLICO SUJEITOS PROCESSUAIS: JUIZ E MINISTÉRIO PÚBLICO Sujeitos processuais são as pessoas que atuam no processo, ou seja, autor, réu e juiz, existem outros sujeitos processuais, que podem ou não integrar o processo,

Leia mais

MATERIAL DE APOIO. *segundo o STF o MP tem poder de investigação, ou seja, pode o MP investigar além da polícia.

MATERIAL DE APOIO. *segundo o STF o MP tem poder de investigação, ou seja, pode o MP investigar além da polícia. Escrivao P.F Nível Superior DISCIPLINA:D.Proc.Penal Professor: Guilherme Madeira Aula 01 MATERIAL DE APOIO Processo Penal Professor Madeira Dicas: -Apenas caderno e lei na reta final! -Fazer uma prova

Leia mais

INSTRUÇÕES AO CANDIDATO

INSTRUÇÕES AO CANDIDATO COORDENADORIA DE SELEÇÃO E ADMISSÃO INSTRUÇÕES AO CANDIDATO DOCUMENTOS OBRIGATÓRIOS Laudo Médico: Fornecido pela Junta Médica da UFAC / Setor Médico, (Fone: 3901-2573), no horário de 09:00h às 12:00h e

Leia mais

EDITAL DE LEILÃO. Importante: Os horários previstos neste Edital tomam por base o horário oficial de Brasília/DF

EDITAL DE LEILÃO. Importante: Os horários previstos neste Edital tomam por base o horário oficial de Brasília/DF EDITAL DE LEILÃO Importante: Os horários previstos neste Edital tomam por base o horário oficial de Brasília/DF Vara Única da Comarca de Água Clara - MS. EDITAL de 1ª e 2ª PRAÇA de BEM IMÓVEL e para intimação

Leia mais

LC 114/05. 1. Só fazer qualquer procedimento mediante Ordem de Serviço (OS) investigar, intimar, cumprir mandado de prisão etc.

LC 114/05. 1. Só fazer qualquer procedimento mediante Ordem de Serviço (OS) investigar, intimar, cumprir mandado de prisão etc. 1. Só fazer qualquer procedimento mediante Ordem de Serviço (OS) investigar, intimar, cumprir mandado de prisão etc. INCUMBE: II - no exercício da atividade policial judiciária: a) planejar, coordenar,

Leia mais

Espelho Penal Peça. Endereçamento correto da interposição 1ª Vara Criminal do Município X 0 / 0,25

Espelho Penal Peça. Endereçamento correto da interposição 1ª Vara Criminal do Município X 0 / 0,25 Espelho Penal Peça O examinando deve redigir uma apelação, com fundamento no artigo 593, I, do Código de Processo Penal. A petição de interposição deve ser endereçada ao juiz de direito da 1ª vara criminal

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 06/94, DO CONSELHO DIRETOR. Dispõe sobre a realização de perícias técnicas judiciais e extrajudiciais.

RESOLUÇÃO N o 06/94, DO CONSELHO DIRETOR. Dispõe sobre a realização de perícias técnicas judiciais e extrajudiciais. RESOLUÇÃO N o 06/94, DO CONSELHO DIRETOR Dispõe sobre a realização de perícias técnicas judiciais e extrajudiciais. O CONSELHO DIRETOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA, no uso das atribuições que

Leia mais

NÚCLEO DF DRFESA DO MEIO AMIÜLN n, 15" PROMOTORIA DE JUSTIÇA

NÚCLEO DF DRFESA DO MEIO AMIÜLN n, 15 PROMOTORIA DE JUSTIÇA MINISTÉRIO PUBLICO DO ESTADO DE GOIÁS NÚCLEO DF DRFESA DO MEIO AMIÜLN n, 15" PROMOTORIA DE JUSTIÇA EXCELENTISSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ(A) DE DIREITO DA VARA CRIMINAL DA COMARCA DE GOIÂNIA - GOIÁS.

Leia mais

DIRETORIA DO FORO DE CORONEL FABRICIANO. : Elis Regina de Oliveira - 080005MG AUDIENCIA

DIRETORIA DO FORO DE CORONEL FABRICIANO. : Elis Regina de Oliveira - 080005MG AUDIENCIA PODER JUDICIÁRIO - JUSTIÇA DO TRABALHO 3' REGIÃO Especie da reclamacao : ESCRITA DIRETORIA DO FORO DE CORONEL FABRICIANO Natureza da Reclamacao: Reclamacao trabalhista do rito ordinario - ESCRITA Reclamante

Leia mais

Peticionar Inquérito e Outros Documentos

Peticionar Inquérito e Outros Documentos Peticionar Inquérito e Outros Documentos Este manual se destina a orientar a Polícia Civil a realizar o Peticionamento de Inquéritos e Outros Documentos (exceto Auto de Prisão em Flagrante) para o Tribunal

Leia mais

Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e :

Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e : INSCRIÇÕES ABERTAS ATÉ 13 DE JULH DE 2015! Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e : Caso vo cê nunca t e nh a pa

Leia mais

USUÁRIO É CONDENADO POR DROGAS DE TERCEIROS

USUÁRIO É CONDENADO POR DROGAS DE TERCEIROS NOME DEFENSOR: DAWIDSON PAULA DA JESUS ESTADO: SÃO PAULO DESCRIÇÃO DO CASO QUALIFICAÇÃO NOME: SEXO: ROGERIO ALMEIDA BARBOSA MASCULINO IDADE: 18-21 COR: PARDO GRAU DE INSTRUÇÃO: RELIGIÃO: CATÓLICA FUNDAMENTAL

Leia mais

As ilustrações desta cartilha foram efetuadas por Carlos Myrria (092-236-5568 e 092-985-5420)

As ilustrações desta cartilha foram efetuadas por Carlos Myrria (092-236-5568 e 092-985-5420) Fica autorizada a reprodução do texto e ilustrações, no todo ou em parte, desde que se não altere o sentido, bem como seja citada a fonte. As ilustrações desta cartilha foram efetuadas por Carlos Myrria

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE

MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) RELATOR(A): Inquérito policial n. 27-65.2013.6.20.0000 (IP 011/2013). Relator: Desembargador Amílcar Maia. Autor: MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL. Denunciados: Lucicleide Ferreira

Leia mais

MATERIAL DE AULA DOS DOCUMENTOS. Art. 231. Salvo os casos expressos em lei, as partes poderão apresentar documentos em qualquer fase do processo.

MATERIAL DE AULA DOS DOCUMENTOS. Art. 231. Salvo os casos expressos em lei, as partes poderão apresentar documentos em qualquer fase do processo. MATERIAL DE AULA I) Ementa da aula Documentos, Indícios e Busca e Apreensão. II) Legislação correlata DOS DOCUMENTOS Art. 231. Salvo os casos expressos em lei, as partes poderão apresentar documentos em

Leia mais

Espelho da 2ª Redação_ Simulado Policia Federal_30.11.13. Delimitação do tema.

Espelho da 2ª Redação_ Simulado Policia Federal_30.11.13. Delimitação do tema. Espelho da 2ª Redação_ Simulado Policia Federal_30.11.13 Um policial federal, ao executar a fiscalização em um ônibus interestadual procedente da fronteira do Paraguai, visando coibir o contrabando de

Leia mais

Edital N. 08/2015 - DF

Edital N. 08/2015 - DF Edital N. 08/2015 - DF O DOUTOR MARCO ANTONIO CANAVARROS DOS SANTOS, M.M Juiz Direto e Diretor do Fórum da Comarca de Novo São Joaquim, Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais, RESOLVE:

Leia mais

EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01/2014 A Defensora Pública-Geral do Estado de Minas Gerais, Presidente da Comissão de Concurso, no uso de suas atribuições,

EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01/2014 A Defensora Pública-Geral do Estado de Minas Gerais, Presidente da Comissão de Concurso, no uso de suas atribuições, EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01/2014 A Defensora Pública-Geral do Estado de Minas Gerais, Presidente da Comissão de Concurso, no uso de suas atribuições, informa que em virtude da publicação da Emenda Constitucional

Leia mais

MANUAL DE PRÁTICA PENAL

MANUAL DE PRÁTICA PENAL 2010 MANUAL DE PRÁTICA PENAL Estudo dedicado ao Exame de Ordem 2010.1. Carlos Rafael Ferreira Liberdade Provisória SEM Fiança Previsão legal: art. 5º, LXVI, CF. Probabilidade: média. Fase: pré processual.

Leia mais

Documentação Necessária para a Posse de Servidores em Provimento Efetivo:

Documentação Necessária para a Posse de Servidores em Provimento Efetivo: Documentação Necessária para a Posse de Servidores em Provimento Efetivo: 01 Requerimento para Confecção do Crachá 02 3 (três) Fotografias Atuais Tamanho 3x4 (fundo branco) 03 Comprovante de Documentos

Leia mais

2 Relatório Médico-legal

2 Relatório Médico-legal 2 Relatório Médico-legal Carlos Ehlke Braga Filho-médico legista O relatório médico-legal é a narração escrita e minuciosa de todas as operações de uma perícia médica, determinada por autoridade policial

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS Órgão : Segunda Turma Criminal Classe : Apelação Criminal Nº Processo : 1999 04 1 000829-4 Apelante : JOÃO AMARO FERNANDES Apelada : A JUSTIÇA PÚBLICA Relator : Des or GETULIO PINHEIRO Delito de trânsito.

Leia mais

ASPECTOS ÉTICOS E LEGAIS DAS PERÍCAS ODONTOLÓGICAS

ASPECTOS ÉTICOS E LEGAIS DAS PERÍCAS ODONTOLÓGICAS ASPECTOS ÉTICOS E LEGAIS DAS PERÍCAS ODONTOLÓGICAS Prof. Dr. Eduardo Daruge Titular de Odontologia Legal e Deontologia da FOP-UNICAMP Prof. Medicina Legal da Faculdade de Direito da UNIMEP DEFINIÇÃO: PERÍCIAS

Leia mais

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 11

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 11 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 11 Capítulo I PROVAS... 13 1. Introdução... 13 2. Das provas aspectos gerais (arts. 155 a 157 do CPP)... 13 3. Ônus da prova, provas antecipadas e provas de ofício... 14 4. Prova

Leia mais

PORTARIA N 55/2008/EXT/DGPJC

PORTARIA N 55/2008/EXT/DGPJC PORTARIA N 55/2008/EXT/DGPJC Disciplina os procedimentos para incineração de drogas ilícitas e dá outras providências O Diretor-Geral de Polícia Judiciária Civil do Estado de Mato Grosso, no uso das atribuições

Leia mais

PODER J II DlCIARIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corregedoria Gerai da Justiça Processo n 2573/2000 - pág. no 1

PODER J II DlCIARIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corregedoria Gerai da Justiça Processo n 2573/2000 - pág. no 1 PODER J II DlCIARIO Corregedoria Gerai da Justiça Processo n 2573/2000 - pág. no 1 PROVIMENTO N CG 32/2000 o Desembargador Luís de Macedo, Corregedor Geral da Justiça do Estado de São Paulo, no uso de

Leia mais

Embarque no Turismo O Papel do Turismo no Desenvolvimento do País

Embarque no Turismo O Papel do Turismo no Desenvolvimento do País Embarque no Turismo O Papel do Turismo no Desenvolvimento do País Belo Horizonte/MG, 21 de junho de 2010 Segmentação A s eg mentação es tá pres ente em todos os mercados, incluindo o mercado do turis mo;

Leia mais

EXCELENTÍSSIMA SENHORA JUÍZA FEDERAL DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE URUAÇU/GO. DENÚNCIA. pela prática dos fatos criminosos a seguir narrados.

EXCELENTÍSSIMA SENHORA JUÍZA FEDERAL DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE URUAÇU/GO. DENÚNCIA. pela prática dos fatos criminosos a seguir narrados. EXCELENTÍSSIMA SENHORA JUÍZA FEDERAL DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE URUAÇU/GO. Denúncia nº IP nº 0209/2015 SR/DPF/GO e 0258/2015 SR/DPF/GO Autos nº 884-97.2015.4.01.3505 O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, por seu

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO 1ª VARA DO TRABALHO DE MACEIÓ/AL PROCESSO: 00377-2007-001-19-00-6

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO 1ª VARA DO TRABALHO DE MACEIÓ/AL PROCESSO: 00377-2007-001-19-00-6 TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO 1ª VARA DO TRABALHO DE MACEIÓ/AL PROCESSO: 00377-2007-001-19-00-6 Aos 09 dias do mês de maio do ano dois mil e sete, às 15:18 horas, estando aberta a audiência

Leia mais

VISTOS, RELATADOS e DISCUTIDOS estes autos, em que são partes as acima identificadas,

VISTOS, RELATADOS e DISCUTIDOS estes autos, em que são partes as acima identificadas, ri, átáit0 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR Luiz SILVIO RAMALHO JÚNIOR ACÓRDÃO APELAÇÃO CRIMINAL (PROCESSO N 004.2009.000339-51001). RELATOR: Desembargador Luiz

Leia mais

DIREÇÃO DO FORO DA COMARCA DE BELO HORIZONTE PORTARIA N 001/2011

DIREÇÃO DO FORO DA COMARCA DE BELO HORIZONTE PORTARIA N 001/2011 DJe de 29/09/2011 (cópia sem assinatura digital) DIREÇÃO DO FORO DA COMARCA DE BELO HORIZONTE PORTARIA N 001/2011 Esclarece quanto ao procedimento de ajuizamento da ação de adoção, diretamente pelos requerentes

Leia mais

EDITAL DE LEILÃO. Importante: Os horários previstos neste Edital tomam por base o horário oficial de Brasília/DF

EDITAL DE LEILÃO. Importante: Os horários previstos neste Edital tomam por base o horário oficial de Brasília/DF fls. 155 EDITAL DE LEILÃO Importante: Os horários previstos neste Edital tomam por base o horário oficial de Brasília/DF 2ª Vara Cível da Comarca de Cassilândia MS EDITAL de 1ª e 2ª PRAÇA de BEM IMÓVEL

Leia mais

DECLARAÇÃO DE ÓBITO Código de Ética Médica (CEM sendo o seu fornecimento direito inquestionável do paciente A Declaração de óbito (DO),

DECLARAÇÃO DE ÓBITO  Código de Ética Médica (CEM sendo o seu fornecimento direito inquestionável do paciente A Declaração de óbito (DO), 1 DECLARAÇÃO DE ÓBITO Atestado é qualquer declaração efetuada por alguém capacitado por lei, podendo ser documento público ou particular, oficial (requisitado por autoridade judicial) ou oficioso (solicitado

Leia mais

PERÍCIA AMBIENTAL CONCEITOS

PERÍCIA AMBIENTAL CONCEITOS PERÍCIA AMBIENTAL CONCEITOS PERÍCIA Exame realizado por técnico, ou pessoa de comprovada aptidão e idoneidade profissional, para verificar e esclarecer um fato, ou estado ou a estimação da coisa que é

Leia mais

(ESTE MATERIAL FOI REPRODUZIDO A PARTIR DE UM MODELO ENTREGUE PELA ALFÂNDEGA DO PORTO DE VITÓRIA ES)

(ESTE MATERIAL FOI REPRODUZIDO A PARTIR DE UM MODELO ENTREGUE PELA ALFÂNDEGA DO PORTO DE VITÓRIA ES) Documentos necessários p/o registro de Ajudante de Despachante ou Despachante Aduaneiro (ESTE MATERIAL FOI REPRODUZIDO A PARTIR DE UM MODELO ENTREGUE PELA ALFÂNDEGA DO PORTO DE VITÓRIA ES) 01) Petição

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 2ª. VARA CRIMINAL DA COMARCA DE LONDRINA PR

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 2ª. VARA CRIMINAL DA COMARCA DE LONDRINA PR EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 2ª. VARA CRIMINAL DA COMARCA DE LONDRINA PR O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ, por intermédio dos Promotores de Justiça que abaixo subscrevem, com

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO COMARCA DE SÃO PAULO FORO CENTRAL - FAZENDA PÚBLICA/ACIDENTES 14ª VARA DE FAZENDA PÚBLICA

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO COMARCA DE SÃO PAULO FORO CENTRAL - FAZENDA PÚBLICA/ACIDENTES 14ª VARA DE FAZENDA PÚBLICA fls. 1 SENTENÇA Processo nº: 0008677-45.2009.8.26.0053 - Procedimento Ordinário Requerente: José Carlos Machado e outros Requerido: Municipalidade de São Paulo Justiça Gratuita Juiz(ª) de Direito Dr.(ª):

Leia mais

IV - APELACAO CIVEL 374161 2000.50.01.011194-0

IV - APELACAO CIVEL 374161 2000.50.01.011194-0 RELATOR : DESEMBARGADOR FEDERAL GUILHERME COUTO DE CASTRO APELANTE : UNIAO FEDERAL APELADO : JOSÉ RODRIGUES PINHEIRO ADVOGADO : SONIA REGINA DALCOMO PINHEIRO ORIGEM : QUARTA VARA FEDERAL DE VITÓRIA (200050010111940)

Leia mais

PATR IMÔNIO PALEONTOLÓG IC O

PATR IMÔNIO PALEONTOLÓG IC O PATR IMÔNIO PALEONTOLÓG IC O O s depós itos fos s ilíferos, o s s ítios paleontológ icos (paleobiológicos ou fossilíferos) e o s fós s eis q u e a p r e s e n ta m valores científico, educativo o u cultural

Leia mais

EXMO(A) SR(A) DR(A) JUIZ(A) DE DIREITO DA VARA CRIMINAL ESPECIALIZADA DA COMARCA DE SALVADOR- BA.

EXMO(A) SR(A) DR(A) JUIZ(A) DE DIREITO DA VARA CRIMINAL ESPECIALIZADA DA COMARCA DE SALVADOR- BA. EXMO(A) SR(A) DR(A) JUIZ(A) DE DIREITO DA VARA CRIMINAL ESPECIALIZADA DA COMARCA DE SALVADOR- BA. AUTOS DE INQUÉRITO POLICIAL 129/04 04 VOLUMES. AUTOS MP 003.5.4625/2005. O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO

Leia mais

O que deve fazer uma mulher vítima de agressão?

O que deve fazer uma mulher vítima de agressão? PERGUNTAS FREQUENTES O que deve fazer uma mulher vítima de agressão? A mulher em situação de violência doméstica poderá comparecer a uma delegacia de Defesa da Mulher mais próxima à sua casa para registrar

Leia mais

THALES TÁCITO PONTES LUZ DE PÁDUA CERQUEIRA PROMOTOR DE JUSTIÇA COOPERADOR 1

THALES TÁCITO PONTES LUZ DE PÁDUA CERQUEIRA PROMOTOR DE JUSTIÇA COOPERADOR 1 COTA INTRODUTÓRIA À DENÚNCIA I.P nº 151/98 MM. Juiz: 1) Recebi o Inquérito em questão, a fim de cooperar com os cultos colegas Ministeriais, face o acúmulo de serviços; 2) Manifestei-me em separado, em

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA POSSE NO CARGO PÚBLICO

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA POSSE NO CARGO PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL DE OLHO D ÁGUA DAS FLORES CNPJ: nº 12.251.468/0001-38 Avenida 02 de Dezembro, nº 426 - Centro. Fone/Fax: (82) 3623.1280 e-mail: prefeituraoaflores@ig.com.br DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás 1 APELAÇÃO CRIMINAL Nº 512212-28.2009.8.09.0107(200995122121) COMARCA DE MORRINHOS APELANTE : VIBRAIR MACHADO DE MORAES APELADO : MINISTÉRIO PÚBLICO RELATOR : Des. LUIZ CLÁUDIO VEIGA BRAGA RELATÓRIO O

Leia mais

Cidadão com Segurança. Respeito mútuo entre Cidadão e Polícia

Cidadão com Segurança. Respeito mútuo entre Cidadão e Polícia Cidadão com Segurança Respeito mútuo entre Cidadão e Polícia Presidente do Conselho Nacional do Ministério Público e Procurador-Geral da República Roberto Monteiro Gurgel Santos Comissão do Sistema Prisional,

Leia mais

LAUDO MÉDICO PERICIAL.

LAUDO MÉDICO PERICIAL. 1 LAUDO MÉDICO PERICIAL. Preâmbulo. Aos trinta dias do mês de janeiro do ano de 2009, o Perito Dr. OSCAR LUIZ DE LIMA E CIRNE NETO, designado pelo MM Juiz de Direito da 5.ª Vara Cível Regional de Santa

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO E ASSISTÊNCIA SOCIAL - SETAS

SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO E ASSISTÊNCIA SOCIAL - SETAS SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO E ASSISTÊNCIA SOCIAL - SETAS F O R M U L Á R I O D E I N F O R M A Ç Õ E S P E S S O A I S Foto 5x7 Instruções para preenchimento: 1. O Formulário de Informações Pessoais

Leia mais