Assessoria e Consultoria em Segurança do Trabalho Ltda

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Assessoria e Consultoria em Segurança do Trabalho Ltda"

Transcrição

1

2 A Magma Assessoria e Representação em Segurança do Trabalho Ltda. é uma empresa especializada, criada para atender as necessidades de seus clientes, com filosofia de parceria, visando conjuntamente para a melhoria continua da qualidade de vida humana, através da criação de programas de gerenciamento. Relação dos principais serviços realizados pela MAGMA: PPRA - Programa de Prevenção de Riscos Ambientais Previsto pelo MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), através da NR-9, fundamentado pela portaria 3.214, de 08 de Junho de 1978: Reconhecimento e antecipação dos riscos existentes no ambiente de trabalho; Aplicação de métodos para prevenção de acidentes; Levantamento das condições inseguras no ambiente e Cronograma anual de ação e melhoria. PCMSO - Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional Levantamento de risco a saúde; Documentação do PCMSO; Exames Médicos: Admissionais, Demissionais, Periódicos, Mudança de Função, Retorno ao Trabalho, Complementares. PCMAT - Programa Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção Documento oficial de comprovação das condições ambientais do ambiente de trabalho com relação aos agentes nocivos a saúde, previsto pelo MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), através da NR-18, fundamentado pela portaria de 08 de junho de PPP - Perfil Profissiográfico Previdenciário Documento histórico-laboral do trabalhador que reúne, entre outras informações, dados administrativos, registros ambientais e resultados de monitoração biológica, durante todo o período em que este exerceu suas atividades. Baseado nas informações dos documentos PPRA, PCMSO, deve ser entregue cópia ao funcionário no momento do desligamento da empresa e em todas as ocasiões em que se fizer necessário o uso do INSS pelo funcionário, uma vez que esta é uma legislação previdenciária.

3 CIPA - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes Realização de todo o Processo Eleitoral; Curso de Prevenção de Acidentes para CIPA COMPOSTA e/ou MEMBRO DESIGNADO, previsto pelo MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) através da NR-5, fundamentado pela Portaria 3.214, de 08 de Junho de PALESTRAS GERAIS Explanações técnicas e dinâmicas sobre assuntos relacionados a Saúde, Prevenção e Segurança do Trabalho. SIPAT - Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho Campanha prevista pela NR-5, de realização obrigatória, promovendo anualmente durante toda uma semana programada com atividades relacionadas a conscientização e educação, com finalidade de efetivar uma consciência prevencionista como política da empresa. Compõe-se de atividades como concurso, palestras, recreações e premiações. REGISTRO DE ACIDENTES PARA ANÁLISE E INVESTIGAÇÕES Visa efetivar Normas de Procedimento no controle das causas dos acidentes, definindo ações, correções e neutralização de riscos, afim de implementar programa de Acidente Zero. VISTORIAS TÉCNICAS OPERACIONAIS Levantamento técnico em edificações, máquinas, equipamentos, métodos produtivos, afim de, registrar todas as irregularidades desconformes que por si própria passam a comprometer a segurança dentro de seu aspecto global, com finalidade principal de garantir a integridade física humana.

4 PALESTRA TÉCNICA Direção defensiva no trânsito, Prevenção de Acidentes no Lar e no Lazer, Stress x Qualidade de Vida, DST, Desvio Comportamental e outras conforme realidade e necessidade do cliente. INSPEÇÕES TÉCNICAS Em peças e equipamentos (testes hidrostáticos, ensaios como: partículas magnéticas, líquido penetrante, ultra-som, medição de espessura, inspeções, alinhamento e nivelamento de equipamentos e montagens). MONITORAMENTO AMBIENTAL Avaliação quantitativa dos agentes Químicos, Físicos e Biológicos existente no ambiente, com emissão de Laudo Técnico. DESENVOLVIMENTO E IMPLANTAÇÃO DOS PROGRAMAS 5-S Gerenciamento Ambiental Implementação da ISO14000 para Auditagem de Certificação PAS Prevenção de Acidentes para o nível de Supervisão TREINAMENTOS Conceito básico em prevenção e Segurança na operação de Tratores. Conceitos Técnicos de Operação; Inspeção Mecânica de Primeiro Escalão; Normas de Procedimentos em Segurança e Prevenção de Acidentes; Fatores humanos nos acidentes (físicos, psicológicos e fisiológicos); Técnicas de Manobras no carregamento e transporte; Conceito básico em prevenção e Segurança na operação de Moto-Serras. Conceitos gerais Conjunto de Segurança do Equipamento Operação do equipamento Manutenção do Equipamento Abastecimento Fiação da corrente Derrubada no simulador (abertura de cunha, corte direcional, desgalhamento e traçamento)

5 Conceito básico em prevenção e Segurança na operação de Retroescavadeiras Conceitos Técnicos de Operação; Inspeção Mecânica de Primeiro Escalão; Normas de Procedimentos em Segurança e Prevenção de Acidentes; Fatores humanos nos acidentes (físicos, psicológicos e fisiológicos); Técnicas de Manobras no carregamento e transporte; Conceito básico em prevenção e Segurança na aplicação de herbicidas e defensivos agrícolas Definição Métodos de Controle Características e Classificação de Agrotóxicos Vias de Intoxicação Armazenamento EPI s Equipamentos de Proteção Individual Fatores que influenciam na aplicação Higienização; Descarte de embalagens Primeiros Socorros Segurança para Operadores de Empilhadeiras e Veículos Industriais Conceitos Técnicos de Operação; Inspeção Mecânica de Primeiro Escalão; Normas de Procedimentos em Segurança e Prevenção de Acidentes; Tipos de Acidentes mais comuns; Conceito Básico em Direção Defensiva; Manobras e limites da máquina em Serviços (prática); Segurança para Operadores de Ponte Rolante e Talhas Conceito; Legislação: NR-11 Portaria 3214 de 08/06/1978 Lei 6514 de 22/12/1977; Componentes e funções; Equipamentos de guindar; Manutenção (noções preventivas defeitos mais comuns); Sinais convencionais; Segurança; Exercícios práticos.

6 Segurança para Operadores de Munck e Guindastes Conceitos Técnicos de Operação; Inspeção Mecânica de Primeiro Escalão; Normas de Procedimentos em Segurança e Prevenção de Acidentes; Fatores humanos nos acidentes (físicos, psicológicos e fisiológicos); Técnicas de Manobras no carregamento e transporte; Conceitos Básicos em Segurança e Medicina do Trabalho Lei de 22/12/ Portaria 3.214/78 do Ministério do Trabalho e Emprego; Legislação Trabalhista; Estudo do Ambiente das Condições de Trabalho e características dos Riscos; Noções sobre acidentes e Doença do Trabalho decorrentes da exposição a riscos; Noções sobre Brigada de Incêndio e Primeiros Socorros; CAT Comunicação de Acidente do Trabalho; Ergonomia, fator direto de influencia na produtividade e qualidade; O papel da Supervisão / Liderança na Segurança do Trabalho perante os Colaboradores e Gerencia. APR Analise Preliminar de Riscos Objetivo Conceitos Responsabilidades Estrutura documental Riscos Ocupacionais Ações preventivas e corretivas Métodos de Elaboração Formalização documental Entrada e Supervisão de Trabalho em Espaço Confinado Legislação Portaria 3214/78 NR-33 do MTE; Técnicas didáticas para apresentação; Estratégia de Apresentação; Segurança aplicada da NR-33; Técnicas para elaboração de formulários PT, APR e AR; Técnicas de avaliação ambiental; Demonstração práticas sobre produtos perigosos; e Simulado prático.

7 PAS Prevenção de Acidentes para Supervisão Legislação: - O papel da supervisão perante a lei 6514 de 22/12/77 regulamentada pela..portaria 3214 de 8/6/78 do ministério do trabalho e emprego; - Responsabilidade civil e criminal (quando a supervisão é envolvida). O que é e quanto custa o acidente - Aplicações das teorias de heinrich e frank bird; - Lesões, danos materiais e quase acidente (quais seus valores em r$); - Exercício prático com formulário para cálculo de custo de acidente. Ergonomia: fator direto de influência na produtividade e qualidade - Charlie chaplin a primeira aula (pequeno histórico) - Os comportamentos dos empregados diante do posto de seu trabalho..antiergonômico (fugas, absenteísmo; danos aos produtos...) - Exemplos práticos sem ou com investimentos; Conhecendo a segurança - Os grupos de riscos (físico, químico, biológico, ergonômico e de acidente); - A CIPA como excelente fator de ajuda a supervisão. Como priorizar as soluções dos riscos levantados - Um formulário prático com lista de fatores de priorização para ordenar..corretamente o que se deve resolver primeiro e prevenir melhor. O papel do supervisor / líder na segurança do trabalho perante seus comandados e chefia Segurança para habilitação de Trabalho em Altura Informações sobre as condições e meio ambiente de trabalho; Riscos inerentes a sua função; Uso adequado dos Equipamentos de Proteção Individual - EPI; Informações sobre os Equipamentos de Proteção Coletiva EPC; Salvamento de Pessoas; - Procedimentos em caso de acidentes; - Entrada em locais elevados; - Retirada de pessoas de locais elevados; - Retirada de pessoa acidentada de locais de difícil aceso. Atendimento Pré-hospitalar (primeiros socorros).

8 Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade, conforme NR-10 (formação e reciclagem) Situações de risco: Introdução a segurança com eletricidade; Riscos em instalações e serviços com eletricidade; O choque elétrico, mecanismos e efeitos; Arcos elétricos: queimaduras e quedas; Campos eletromagnéticos; Riscos adicionais; Técnicas de Análise de Risco; Acidentes de origem elétrica; Causa diretas e indiretas; Discussão de casos. Medidas de controle: Medidas de Controle do Risco Elétrico; Desenergização; Aterramento funcional, de proteção e temporário; Equipotencialização; Seccionamento automático da alimentação; Dispositivos e corrente de fuga; Extra baixa tensão; Barreiras e invólucros: Bloqueios e impedimentos; Obstáculos e anteparos; Isolamento das partes vivas; Isolação dupla ou reforçada; Colocação fora de alcance; Separação elétrica. Primeiros Socorros Noções sobre lesões Técnicas e procedimentos para identificação de parada respiratória e batimento cardíaco Priorização do atendimento RCP - Respiração Cardio Pulmonar (ressucitação) Técnicas para remoção e transporte de acidentados Práticas Normas e Procedimentos de Segurança: Qualificação: habilitação, capacitação e autorização; Rotinas de trabalho procedimentos. Seleção de EPI e EPC: Equipamentos de proteção coletiva; Equipamentos de proteção individual; Procedimentos para inspeção, guarda, utilização e manutenção dos equipamentos de proteção;

9 Além dos itens discriminados, realizamos outros serviços relacionados aos correlatos. Levando em considerarão a tendência natural, onde o sucesso de qualquer atividade depende exclusivamente da capacidade do ser humano, atuamos também na formação do Relacionamento interpessoal através de treinamento Motivacional para resgate da autoconfiança, mudanças de hábito e postura sociável. MODELOS DE PARCERIA ASSESSORIA EM FORMA DE CONTRATO ANUAL Trabalho realizado através de diligências, nas instalações dos contratantes, para realização de Estudos, definição de medidas de controle, aplicação de palestras e treinamentos voltados a Segurança e Prevenção de Acidentes do Trabalho, cursos, vistorias, campanhas, concursos e diálogos de segurança, implantando desta maneira uma nova cultura de segurança dentro da empresa. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Conforme necessidade da empresa, sem acompanhamento profissional

10 Associação dos Funcionários Equipsteel Equipamentos Construtora Santana e Gama 3S Empreendimentos Municipais de Taubaté Industriais Imobiliários Piazza Madeiras Dante Carvalho Targa WG de Lima Manutenção AVS Ferragens Eletrobenegil Fundação Santa Cruz JRT Instalações Hidráulicas Zezão Concretagem Invicta Mecânica Padaria Bom Pão Marcelo Alambrados Katz Estruturas Metálicas Ansatz Indústria e Comércio Ltda TTM Comércio e Stand By Recursos Humanos Impermeabilizadora Nacional Manutenção Esquina do Lanche Savana Padaria Santo Antonio ServProj Engenharia CRT Estruturas Metálicas Campos e Campos Taubaté Unibal Balanças Empreiteira Cisneuma Gesso Oliveira Tecnopinos Comércio de Madeiras Atila Transportes InstalProjeção Engenharia TS Revestimentos Depiro e Carvalho JMS Instalações e ACS América Moduline Comércio de Manutenção Elétrica Divisórias Depósito Vista Alegre Nova SP Engenharia ALM Vidros EB Alimentação Escolar

11 CONTATO CLIENTES MAGMA PINESE VIEIRA, Paulo Severo (12) AFMT, Eliete (12) AFT TARGA, Francisco Targa (12) APIS ENGENHARIA, Luis Carlos Okama (11) AUTOCOM, Patricia Monteiro (12) CALDSTEEL, Celso Briet (12) CAMERON, Victor Roza (12) COMERCIAL TUAN, Antonio Carlos Tuan (12) CONSTROEM, Valter Garcia (12) DANI DISTRIBUIDORA DE VINHOS, Mauricio (12) DEPÓSITO VISTA ALEGRE, Rose (12) ELETROBENEGIL, Gilter Patrick (12) ELFA INDUSTRIAL, José Luiz (12) GRANDCHAMP, Carlos Grandchamp (12) INJEDIESEL, Idelmo (12) INVICTA MECÂNICA, Benedito Ataíde (12) JRM, José Magno (12) METFORM, Juliano (12) MULTIONIC, Laiza Ribeiro (12) O BOTICARIO, Sonia (12) OSCAR PIAZZA, Oscar Piazza Junior (12) P MARTTINS USINAGEM, Viviane (12) PREFEITURA MUNICIPAL CAÇAPAVA, Douglas (12) SERRARIA PAUBRASIL, Valéria Salgado (12) SINCOVAT, Dan Guinsburg (12) USINAGEM TAUBATE, Adilson (12)

12 A MAGMA ASSESSORIA É EMPRESA CADASTRADA NO SISTEMA CORPORATIVO DAS EMPRESAS:

Especificações Técnicas

Especificações Técnicas ANEXO IV Referente ao Edital de Pregão nº. 010/2015 Especificações Técnicas 1. OBJETIVO 1.1. A presente licitação tem como objeto a prestação de serviços para realização de cursos para os colaboradores

Leia mais

Conheça nossos Serviços

Conheça nossos Serviços BEM VINDO! Oferecemos completa Assessoria e Consultoria nos aspectos legais, técnicos e normativos relacionados à quaisquer serviços de SEGURANÇA, SAÚDE E MEDICINA DO TRABALHO. Conheça nossos Serviços

Leia mais

Contato: (041) 3365-9406 (041) 9910-3494/8467-2429 www.edtrab.com.br

Contato: (041) 3365-9406 (041) 9910-3494/8467-2429 www.edtrab.com.br Contato: (041) 3365-9406 (041) 9910-3494/8467-2429 A Empresa Profissionalismo, Credibilidade e Qualidade são sinônimos do trabalho realizado pela empresa EDTRAB Serviços e Segurança do Trabalho. Pioneira

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Curso NR-10 Atualização do básico em segurança, instalações e serviços com eletricidade CONTROLE DE REVISÕES

TERMO DE REFERÊNCIA. Curso NR-10 Atualização do básico em segurança, instalações e serviços com eletricidade CONTROLE DE REVISÕES TERMO DE REFERÊNCIA CONTROLE DE REVISÕES Curso NR-10 Atualização do básico em segurança, instalações e serviços com eletricidade ELABORADO: Lilian Cristina B. Ribeiro MATRÍCULA: 11861-36 RUBRICA: VALIDADO:

Leia mais

PROGRAMAS (41) 35620280. medicinaocupacional@saudemais.med.br. http://www.saudemais.med.br

PROGRAMAS (41) 35620280. medicinaocupacional@saudemais.med.br. http://www.saudemais.med.br (41) 35620280 medicinaocupacional@saudemais.med.br http://www.saudemais.med.br Temos a satisfação de apresentar nossos serviços de Saúde Ocupacional. Oferecemos assessoria completa em segurança e medicina

Leia mais

CURSO BÁSICO DE SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE

CURSO BÁSICO DE SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE FUNCIONAMENTO DO CURSO O curso terá duração de 40 horas/aula, composto pelos seguintes módulos: MÓDULO h/a Entendimento da NR-10 4 Análise de Riscos 4 Prevenção Combate a Incêndio e Atmosfera Explosiva

Leia mais

GRUPO STARSEG GRUPO STARSEG. Assessoria e Consultoria em Segurança, Saúde e Meio Ambiente

GRUPO STARSEG GRUPO STARSEG. Assessoria e Consultoria em Segurança, Saúde e Meio Ambiente GRUPO STARSEG GRUPO STARSEG Assessoria e Consultoria em Segurança, Saúde e Meio Ambiente Rua Reverendo Martin Luther King, 161 Santo André - SP C.N.P.J: 05.667.311/0001-22 Tel: (011) 3461-8013 WWW.GRUPOSTARSEG.COM.BR

Leia mais

Marcos Damas. www.bethaconsultoria.com.br. Prezados (as) Senhores (as),

Marcos Damas. www.bethaconsultoria.com.br. Prezados (as) Senhores (as), Prezados (as) Senhores (as), A BETHA CONSULTORIA EM SEGURANÇA DO TRABALHO é uma empresa especializada em assessoria e prestação de serviços na área de segurança e medicina do trabalho para os mais diversos

Leia mais

PREPARANDO VOCÊ!!! PARA O MERCADO DE TRABALHO

PREPARANDO VOCÊ!!! PARA O MERCADO DE TRABALHO PREPARANDO VOCÊ!!! PARA O MERCADO DE TRABALHO Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade EMENTA: Estabelecer os requisitos e condições mínimas objetivando a implementação de medidas de controle

Leia mais

BEM VINDO... À RODRIGUES & RODRIGUES!!!

BEM VINDO... À RODRIGUES & RODRIGUES!!! BEM VINDO... À RODRIGUES & RODRIGUES!!! À RODRIGUES & RODRIGUES, possui um Know-how de atuação em diversos setores que envolvem a saúde e segurança do trabalhador sendo eles: Sistemas de Segurança do Trabalho,

Leia mais

Quem somos DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS TRANSPOR TE DE PASSAGEIROS E CARGAS QUALIDADE SEGURANÇA- MEIO AMBIENTE - SAÚDE

Quem somos DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS TRANSPOR TE DE PASSAGEIROS E CARGAS QUALIDADE SEGURANÇA- MEIO AMBIENTE - SAÚDE Quem somos QUALIDADE SEGURANÇA- MEIO AMBIENTE - SAÚDE TRANSPOR TE DE PASSAGEIROS E CARGAS DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS Quem somos O mercado está cada dia mais competitivo e dentro deste cenário, nasce a

Leia mais

ANEXO Nº I. Liberação: ¾ Termo de Liberação dos gestores da área solicitante para inicio das atividades; Prorrogação:

ANEXO Nº I. Liberação: ¾ Termo de Liberação dos gestores da área solicitante para inicio das atividades; Prorrogação: ANEXO Nº I Item: SERVIÇO Unidade Requisitante: Código Cadastro: Empresa Contratada Especificações de Segurança, Higiene e Medicina do Trabalho para realização de integração na contratante. 1) Itens obrigatórios

Leia mais

CURSO NR 10 Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade. 26 a 30 de maio de 2008

CURSO NR 10 Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade. 26 a 30 de maio de 2008 CURSO NR 10 Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade 26 a 30 de maio de 2008 OBJETIVO: Capacitar os participantes para prevenção em acidentes com eletricidade, em atendimento ao novo texto da

Leia mais

ESCOPO DE FORNECIMENTO DOS DOCUMENTOS DO PROJETO 3RFOLLOWGOGREENER Pág. 1 de 6

ESCOPO DE FORNECIMENTO DOS DOCUMENTOS DO PROJETO 3RFOLLOWGOGREENER Pág. 1 de 6 3RFOLLOWGOGREENER Pág. 1 de 6 Projeto N o Data de entrada: 3RFollowGoGreener-001-10-2010 Data de saída: Título do Projeto: Programa 3RFollowGoGreener - Sistema Follow é composto por Modelos de Documentos

Leia mais

ANEXO X - ESPECIFICAÇÕES

ANEXO X - ESPECIFICAÇÕES ANEXO X - ESPECIFICAÇÕES 1. JUSTIFICATIVA 1.1. Motivação para a Contratação: A contratação constante do objeto em questão é justificada em virtude do término do atual contrato; da impreterível necessidade

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ASSUNTO PADRONIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO, A SEREM EXECUTADAS PELAS EMPRESAS CONTRATADAS PELA INFRAERO RESPONSÁVEL DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO (DA) GERÊNCIA DE DINÂMICA LABORAL

Leia mais

Aplicar os princípios de ergonomia na realização do trabalho;

Aplicar os princípios de ergonomia na realização do trabalho; Curso: Técnico de Segurança do Trabalho Curso Reconhecido pelo MEC: PORTARIA N 959/2007 Apresentação: O curso de Técnico de Segurança do Trabalho da Conhecer Escola Técnica é reconhecido pela excelência

Leia mais

Programa de Segurança e Saúde do Trabalho "Segurança o Tempo Todo"

Programa de Segurança e Saúde do Trabalho Segurança o Tempo Todo Página: 1/14 1. OBJETIVO Descrever as principais rotinas gerenciais de segurança e saúde do trabalho à serem desenvolvidas pela equipe da ENDICON, visando minimizar os acidentes de trabalho, doenças ocupacionais,

Leia mais

RISCOS DE ACIDENTES EM OBRAS CIVIS DENTRO DE UMA. Monografia Apresentada ao Curso de Engenharia Civil UFC - 2012

RISCOS DE ACIDENTES EM OBRAS CIVIS DENTRO DE UMA. Monografia Apresentada ao Curso de Engenharia Civil UFC - 2012 RISCOS DE ACIDENTES EM OBRAS CIVIS DENTRO DE UMA SUBESTAÇÃO ELÉTRICA Aluna: Thalita Ripardo Ximenes Orientadora: Profª.. Dra. Ana Barbara de Araujo Nunes Monografia Apresentada ao Curso de Engenharia Civil

Leia mais

SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO - SST No Brasil a Segurança e Medicina no Trabalho é regulamentada pela portaria 3214/78, atualmente com 36 Normas Regulamentadoras do Ministério

Leia mais

RECURSOS HUMANOS ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL SUMÁRIO

RECURSOS HUMANOS ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL SUMÁRIO TERCEIRIZADAS NA SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 02 2. ÂMBITO... 02 3. CONCEITOS... 02 4. NORMAS APLICÁVEIS E DOCUMENTOS DE REFERÊNCIAS... 03 5. INSTRUÇÕES GERAIS... 03 6. PROCEDIMENTOS... 03 7. CONTROLE DE REGISTROS...

Leia mais

DESCRIÇÃO DE DISCIPLINA

DESCRIÇÃO DE DISCIPLINA Introdução à Engenharia de Segurança do Trabalho 30 h Aspectos históricos, econômicos, políticos e sociais. O papel e as responsabilidades do Engenheiro de Segurança do Trabalho. Acidentes no trabalho.

Leia mais

NR 10 SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE

NR 10 SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE ENSINANDO A PREVENIR, SALVAR E COMBATER INTRODUÇÃO Os trabalhos em eletricidade são potencialmente perigosos e anualmente são responsáveis por inúmeros acidentes fatais. Muitos destes acidentes poderiam

Leia mais

RUA: BENTO GERALDO DE CAMARGO, 741 WERNER PLASS AMERICANA-SP

RUA: BENTO GERALDO DE CAMARGO, 741 WERNER PLASS AMERICANA-SP CLIENTES TRA CLIENTES JÁ ATENDIDOS MBIGUCCI ORTOBOM STELA SELAMIL PREDIAL IN-HAUS FUSAM COSAN GRUPO FEREZIN SOGEFI GROUP A TRA ATUA EM TODO TERRITÓRIO NACIONAL O QUE FAZEMOS AUTOMAÇÃO ADEQUAÇÃO DE EQUIPAMENTOS

Leia mais

Gestão de Segurança e Saúde no Trabalho. Automação e Proteção. WWW.AMBIENTALQVT.COM.BR AMBIENTAL@AMBIENTALQVT.COM.BR

Gestão de Segurança e Saúde no Trabalho. Automação e Proteção. WWW.AMBIENTALQVT.COM.BR AMBIENTAL@AMBIENTALQVT.COM.BR Gestão de Segurança e Saúde no Trabalho. Automação e Proteção. WWW.AMBIENTALQVT.COM.BR AMBIENTAL@AMBIENTALQVT.COM.BR GESTÃO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO. AUTOMAÇÃO E PROTEÇÃO. A Ambiental Qualidade

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE SSMA PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE SSMA PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS 2.a SEP PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE SSMA PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS Cortesia: Antônio Henriques & Isegnet Projeto de Inserção: 3RFollowGoGreener Aplicação: MPEM Rede Petro/SEBRAE Contato: www.isegnet.com.br

Leia mais

artigos 154 a 159 da Consolidação das Leis do Trabalho CLT. 2 NR-5 - Estruturar, Implantar, Registrar e

artigos 154 a 159 da Consolidação das Leis do Trabalho CLT. 2 NR-5 - Estruturar, Implantar, Registrar e 1 NR-1- Disposição Geral, embasado nos artigos 154 a 159 da Consolidação das Leis do Trabalho CLT. 2 NR-5 - Estruturar, Implantar, Registrar e acompanhar a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA),

Leia mais

6.1 Conceitos Gerais de Trabalho em Altura Carga Horária: 4 horas

6.1 Conceitos Gerais de Trabalho em Altura Carga Horária: 4 horas 6.1 Conceitos Gerais de Trabalho em Altura Carga Horária: 4 horas 1. Conceitos e práticas gerais de trabalho em altura a. O conceito de altura b. O trabalho em altura 2. Tipos de recursos utilizados 3.

Leia mais

Segurança Brigada de incêndio. Brigada de incêndio florestal. CIPA. Combate a incêndios Noções básicas. Consignação de equipamentos. Direção defensiva. Metodologia de análise de risco. Metodologia de investigação

Leia mais

Manual de Procedimentos de Segurança e Medicina do Trabalho para Empresas Contratadas

Manual de Procedimentos de Segurança e Medicina do Trabalho para Empresas Contratadas Manual de Procedimentos de Segurança e Medicina do Trabalho para Empresas Contratadas Responsável: Diretoria de Administração (DA) Superintendência de Recursos Humanos (DARH) Gerência de Dinâmica Laboral

Leia mais

Portfólio CETCB & CFO. Treinamentos. Consultoria

Portfólio CETCB & CFO. Treinamentos. Consultoria Portfólio CETCB & CFO Consultoria e Treinamentos Consultoria e treinamento Prestadora de serviço - Fundada em 2008; Soma aproximadamente 05 anos de experiência em seu corpo de Consultores; Atua nos mais

Leia mais

Sistema de Gestão de SMS

Sistema de Gestão de SMS DESCRIÇÃO DA EMPRESA Nome SMART EXPRESS TRANSPORTES LTDA EPP CNPJ 12.103.225/0001-52 Insc.Est. 79.477.680 Atividade: transporte rodoviário de carga em geral Código: 206-2 Nº de funcionários (inclusive

Leia mais

SESMT SERVIÇOS ESPECIALIZADOS EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA E EM MEDICINA DO TRABALHO.

SESMT SERVIÇOS ESPECIALIZADOS EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA E EM MEDICINA DO TRABALHO. EMPRESA Conforme o Art. 157 da CLT - Consolidação das Leis Trabalhistas Cabe às empresas: Cumprir e fazer cumprir as normas de segurança e medicina do trabalho; Instruir os empregados, através de ordens

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO II

DIREITO DO TRABALHO II DIREITO DO II Me. Ariel Silva. l Órgãos de segurança SESMT: O Serviço Especializado em engenharia de segurança e em Medicina do Trabalho, SESMT, constitui-se no órgão técnico da empresa composto exclusivamente

Leia mais

Secretaria da Administração

Secretaria da Administração Secretaria da Administração Procedimento para Elaboração de Programas de Segurança para Empresas Contratadas PCMSO / PPRA / PCMAT / ARO Revisão 00 2014 1. Objetivo Estabelecer as exigências mínimas sobre

Leia mais

Avaliação de Serviços de Higiene Hospitalar

Avaliação de Serviços de Higiene Hospitalar Avaliação de Serviços de Higiene Hospitalar MANUAL DO AVALIADOR Parte I 1.1 Liderança Profissional habilitado ou com capacitação compatível. Organograma formalizado, atualizado e disponível. Planejamento

Leia mais

ESF Estratégia de Saúde da Família GESTÃO DE PESSOAS. 40 Relatório de Gestão 2014. Copyright. Proibida cópia ou reprodução sem autorização do IABAS.

ESF Estratégia de Saúde da Família GESTÃO DE PESSOAS. 40 Relatório de Gestão 2014. Copyright. Proibida cópia ou reprodução sem autorização do IABAS. ESF Estratégia de Saúde da Família GESTÃO DE PESSOAS 40 Relatório de Gestão 2014 B lanço Soci l ESF Estratégia de Saúde da Família Relatório de Gestão 2014 41 GESTÃO DE PESSOAS Gestão de Pessoas Com o

Leia mais

N o s s o Objetivo. V isão

N o s s o Objetivo. V isão INTRODUÇÃO Po r tfólio O custo global para os empregadores, decorrentes de acidentes do trabalho com ferimentos pessoais, doenças relacionadas ao trabalho e impactos ao meio ambiente absorve grande parte

Leia mais

Anexo 1.4-5 - Programa de Proteção ao Trabalhador e Segurança no Ambiente de Trabalho

Anexo 1.4-5 - Programa de Proteção ao Trabalhador e Segurança no Ambiente de Trabalho Anexo 1.4-5 - Programa de Proteção ao Trabalhador e Segurança no Ambiente de Trabalho 1 pág de 16 Programa de Proteção ao Trabalhador e Segurança no Ambiente de Trabalho 2 pág de 16 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO...

Leia mais

GESTÃO DA PRODUÇÃO (GPd)

GESTÃO DA PRODUÇÃO (GPd) GESTÃO DA PRODUÇÃO (GPd) Antonio Keh Chuan Chou Gerente EHS GSC Latin America Sherwin Williams São Paulo, 22 de agosto de 2013 workshop AGENDA workshop Saúde Ocupacional e Segurança do Trabalho Operações

Leia mais

NR 10 - SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE

NR 10 - SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE NR 10: Portaria n.º 598, de 07/12/2004 (D.O.U. de 08/12/2004 Seção 1) Ementas: Portaria n.º 126, de 03/06/2005 (D.O.U. de 06/06/2005 Seção 1) NR 10 - SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE

Leia mais

Diretrizes para as Ações de Capacitação Definidas pela Instrução de RAC (INS-0041-G)

Diretrizes para as Ações de Capacitação Definidas pela Instrução de RAC (INS-0041-G) Diretrizes para as Ações de Capacitação Definidas pela Instrução de RAC (INS-0041-G) Requisitos de Atividades Críticas rac Março/2014 VALER - EDUCAÇÃO VALE Mensagem Valer Prezados, A Vale acredita que

Leia mais

MANUAL DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL PARA EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS TIPO 1 DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DGP

MANUAL DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL PARA EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS TIPO 1 DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DGP MANUAL DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL PARA EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS TIPO 1 DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DGP DIVISÃO DE SEGURANÇA DO TRABALHO E SAÚDE OCUPACIONAL - DVSS Sumário 1. OBJETIVO...

Leia mais

NORMAS REGULAMENTADORAS

NORMAS REGULAMENTADORAS NORMAS REGULAMENTADORAS As Normas Regulamentadoras estabelecem critérios e procedimentos obrigatórios relacionados à segurança e medicina do trabalho, que devem ser seguidos por empresas de acordo com

Leia mais

O sistema de gerenciamento de risco é composto pelas etapas de identificação e avaliação de controle dos riscos, descritas a seguir.

O sistema de gerenciamento de risco é composto pelas etapas de identificação e avaliação de controle dos riscos, descritas a seguir. 2.6.16 - Este programa contém as principais ações que têm sido tomadas para prevenir os danos à saúde e integridade física dos trabalhadores e da população da região, os prejuízos materiais e possíveis

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO. Rede Completa Orientações Gerais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO. Rede Completa Orientações Gerais MANUAL DE UTILIZAÇÃO Rede Completa Orientações Gerais Geremed Saúde e Segurança Ocupacional Ltda. 2011 3 de Prezado Cliente: Parabéns! Você é um CLIENTE GEREMED e para nós, isso é um motivo de grande satisfação.

Leia mais

SEGURANÇA NO TRABALHO. Eng. Daiana Paterno

SEGURANÇA NO TRABALHO. Eng. Daiana Paterno SEGURANÇA NO TRABALHO Eng. Daiana Paterno ATUALMENTE?? PORQUE? O cenário atual da Segurança e Saúde no Trabalho no Brasil ainda é muito distante do desejável. A Previdência Social registra, anualmente,

Leia mais

Blog Segurança do Trabalho WWW.BLOGSEGURANCADOTRABALHO.COM.BR

Blog Segurança do Trabalho WWW.BLOGSEGURANCADOTRABALHO.COM.BR NOME DA EMPRESA CHECK LIST - NORMA REGULAMENTADORA Nº 10 Empresa: Inspetor (es): Data da Inspeção: / / Responsável pelo Local de Trabalho / Setor: Local de Trabalho / Setor: ITENS DESCRIÇÃO SIM DA INSPEÇÃO

Leia mais

CURSOS MINISTRADOS PELA TREINAMENTOS & BRIGADA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CURSOS MINISTRADOS PELA TREINAMENTOS & BRIGADA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CURSOS MINISTRADOS PELA TREINAMENTOS & BRIGADA Item Treinamentos C/H 01 Brigada de Incêndio 12 h/a 02 Brigada de Incêndio 16 h/a 03 Primeiros Socorros 08 h/a 04 Trabalho em Altura 08 h/a 05 CIPA 20 h/a

Leia mais

Kayrós Consultoria. Soluções em EHS. Este é o tempo certo para investir em Segurança! kayrosehs@hotmail.com.br

Kayrós Consultoria. Soluções em EHS. Este é o tempo certo para investir em Segurança! kayrosehs@hotmail.com.br Soluções em EHS Soluções em EHS - Apresentação A Kayrós Consultoria atua nas áreas de Meio Ambiente, Saúde e Segurança do Trabalho trazendo soluções para micro, pequenas e médias empresas em toda a Baixada

Leia mais

LIMIT Consultoria e Assessoria ltda

LIMIT Consultoria e Assessoria ltda APRESENTAÇÃO DA EMPRESA Nossa empresa nasceu depois de anos de pesquisa, a partir de uma amizade renomada de dois profissionais no mercado de trabalho, com experiências em diversas *empresas exigentes

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO. Orientações Gerais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO. Orientações Gerais MANUAL DE UTILIZAÇÃO Orientações Gerais Geremed Saúde e Segurança Ocupacional Ltda. 2013 Prezado Cliente: Parabéns! Você é um CLIENTE GEREMED e para nós, isso é um motivo de grande satisfação. Nosso compromisso

Leia mais

SSO Assessoria - www.sso.com.br. Excelência em Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional

SSO Assessoria - www.sso.com.br. Excelência em Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional Excelência em Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional Quem somos? Qualilog SAÚDE E SEGURANÇA OCUPACIONAL GESTÃO EMPRESARIAL RECURSOS HUMANOS A SSO oferece ao mercado brasileiro as ferramentas e técnicas

Leia mais

INTEGRAÇÃO - EHS MEIO AMBIENTE, SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO

INTEGRAÇÃO - EHS MEIO AMBIENTE, SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO INTEGRAÇÃO - EHS MEIO AMBIENTE, SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO Sustentabilidade Para garantir um futuro próspero às próximas gerações, nós fomentamos a Sustentabilidade como um pilar fundamental para o

Leia mais

Cronograma de Atividades CIPA GESTÃO 2012-2013

Cronograma de Atividades CIPA GESTÃO 2012-2013 Julho/2012 Cronograma de Atividades CIPA GESTÃO 2012-2013 Slogan: Segurança se faz com Educação MÊS Atividades * Reunião Ordinária e Posse da CIPA: 06/07/2012 * Implantação da Urna de Sugestões da CIPA.

Leia mais

DIRETRIZES GERAIS REFERENTE À SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO PARA EMPRESAS CONTRATADAS

DIRETRIZES GERAIS REFERENTE À SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO PARA EMPRESAS CONTRATADAS DIRETRIZES GERAIS REFERENTE À SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO PARA EMPRESAS CONTRATADAS 1) OBJETO 1.1) As diretrizes aqui apresentadas tem o objetivo de instruir as empresas contratadas pela, UNILA, quanto

Leia mais

MANUAL DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL PARA EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS

MANUAL DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL PARA EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS MANUAL DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL PARA EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS TIPO 1 DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DGP DIVISÃO DE SEGURANÇA DO TRABALHO E SAÚDE OCUPACIONAL - DVSS Sumário 1. OBJETIVO...

Leia mais

Titulação: Especialista em Engenharia de Segurança do Trabalho PLANO DE CURSO

Titulação: Especialista em Engenharia de Segurança do Trabalho PLANO DE CURSO C U R S O D E E N G E N H A R I A D E P R O D U Ç Ã O Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 DOU Nº 165 de 27/08/10 Componente Curricular: Higiene e Segurança do Trabalho Código: Pré-requisito:

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO DO SETOR ELÉTRICO NO ESTADO DE SÃO PAULO

CONVENÇÃO COLETIVA DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO DO SETOR ELÉTRICO NO ESTADO DE SÃO PAULO 1 CONVENÇÃO COLETIVA DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO DO SETOR ELÉTRICO NO ESTADO DE SÃO PAULO As empresas concessionárias de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, representando a categoria

Leia mais

Manual de Regulamentação Saúde e Segurança Ocupacional

Manual de Regulamentação Saúde e Segurança Ocupacional Manual de Regulamentação Saúde e Segurança Ocupacional Normas Regulamentadoras (NR) As Normas Regulamentadoras (NR s), criadas pelo Ministério do Trabalho e do Emprego (MTE), tem como objetivo estabelecer

Leia mais

ANEXO IV CONDIÇÕES MINIMAS DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO, TREINAMENTO, SAÚDE E BEM- ESTAR

ANEXO IV CONDIÇÕES MINIMAS DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO, TREINAMENTO, SAÚDE E BEM- ESTAR 1. OBJETO 1.1. Este anexo discrimina o objeto de contratação de serviços sob o aspecto da segurança do trabalho, treinamento, saúde e bem-estar, em função das exigências da legislação em vigor e normas

Leia mais

GESTÃO DE SST DESAFIOS E POSSÍVEIS SOLUÇÕES

GESTÃO DE SST DESAFIOS E POSSÍVEIS SOLUÇÕES GESTÃO DE SST DESAFIOS E POSSÍVEIS SOLUÇÕES Nov.2014 Negócio CONTRIBUIR PARA O AUMENTO DA COMPETITIVIDADE Educação Qualidade de Vida Declaração Estratégica Missão Promover a qualidade de vida do trabalhador

Leia mais

Procedimento de Segurança e Medicina do Trabalho na execução de obras e serviços por empresas contratadas

Procedimento de Segurança e Medicina do Trabalho na execução de obras e serviços por empresas contratadas 1. Objetivo Este Procedimento tem como objetivo fixar os requisitos de segurança e medicina do trabalho para as atividades de empresas contratadas, que venham a executar obras e/ou serviços nas dependências

Leia mais

Institucional Serviços Especialidades Laboratórios Conveniados Treinamentos Clientes Localização

Institucional Serviços Especialidades Laboratórios Conveniados Treinamentos Clientes Localização 1º FORUM LISTER DE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO GESTÃO DE SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO Antônio Sampaio Diretor Técnico INTRODUÇÃO Institucional Serviços Especialidades Laboratórios Conveniados Treinamentos

Leia mais

ANEXO II EXIGÊNCIAS DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE

ANEXO II EXIGÊNCIAS DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE ANEXO II EXIGÊNCIAS DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE 1. OBJETIVO E CAMPO DE APLICAÇÃO Estas exigências definem os deveres e as responsabilidades da CONTRATADA e estabelecem as orientações, requisitos

Leia mais

EDITAL DA CAMPANHA DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO (SST) 2015/16 DO SESI-RS (Versão 2 alterada em 30 de junho de 2015)

EDITAL DA CAMPANHA DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO (SST) 2015/16 DO SESI-RS (Versão 2 alterada em 30 de junho de 2015) EDITAL DA CAMPANHA DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO (SST) 2015/16 DO SESI-RS (Versão 2 alterada em 30 de junho de 2015) Visando promover a qualidade de vida dos trabalhadores e ambientes de trabalho seguros

Leia mais

Paulo Renato Soares. Palestrante Segurança e Saúde Ocupacional

Paulo Renato Soares. Palestrante Segurança e Saúde Ocupacional Paulo Renato Soares Palestrante Segurança e Saúde Ocupacional Porque é tão importante investir em Segurança e Saúde no Trabalho? 1. Aspecto Econômico Acidentes do Trabalho muitas vezes geram perdas econômicas

Leia mais

a) garantir a efetiva implementação das medidas de proteção estabelecidas nesta Norma;

a) garantir a efetiva implementação das medidas de proteção estabelecidas nesta Norma; TRABALHO EM ALTURA 36.1 Objetivo e Campo de Aplicação 36.1 Objetivo e Definição 36.1.1 Esta Norma tem como objetivo estabelecer os requisitos mínimos e as medidas de proteção para o trabalho em altura,

Leia mais

Anexo contratual: Health and Safety (HAS)

Anexo contratual: Health and Safety (HAS) Com a premissa fundamental de perpetuar a visão preventiva e o controle eficaz dos riscos operacionais, este anexo contratual determina os princípios legais e gerenciais para a manutenção da integridade

Leia mais

GR ASSESSORIA LTDA. Engenharia de Segurança do Trabalho e Medicina do Trabalho. Fones 3274.7841 / 3091.0306 / 3257.4685 / 87578392 / 8778.

GR ASSESSORIA LTDA. Engenharia de Segurança do Trabalho e Medicina do Trabalho. Fones 3274.7841 / 3091.0306 / 3257.4685 / 87578392 / 8778. GR ASSESSORIA LTDA Engenharia de Segurança do Trabalho e Medicina do Trabalho Fones 3274.7841 / 3091.0306 / 3257.4685 / 87578392 / 8778.4561 PCMSO Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional PPRA Programa

Leia mais

Prof. Casteletti. Segurança na Operação de Ponte Rolante

Prof. Casteletti. Segurança na Operação de Ponte Rolante Segurança na Operação de Ponte Rolante Material elaborado pelo Professor LUÍS FRANCISCO CASTELETTI Formação: Técnico em Segurança do Trabalho Técnico Mecânico Licenciatura Plena em Pedagogia Pós Graduação

Leia mais

Estado da Paraíba Município de Pedra Lavrada Gabinete do Prefeito

Estado da Paraíba Município de Pedra Lavrada Gabinete do Prefeito LEI Nº0138/2014, DE 20 JANEIRO DE 2014. DISPÕE SOBRE: INSTITUI O SERVIÇO ESPECIALIZADO EM SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHOR E DA TRABALHADORA - SESST NO MUNICÍPIO DE PEDRA LAVRADA, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

Texto para Discussão

Texto para Discussão Convênio: Fundação Economia de Campinas - FECAMP e Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas - SEBRAE Termo de Referência: Reforma Trabalhista e Políticas Públicas para Micro e Pequenas Empresas Texto

Leia mais

RRelevância do curso. OObjetivo do curso. FFundamentação Teórica: ATENDIMENTO E POSTURA NO AMBIENTE DE TRABALHO. Público-alvo

RRelevância do curso. OObjetivo do curso. FFundamentação Teórica: ATENDIMENTO E POSTURA NO AMBIENTE DE TRABALHO. Público-alvo Vigilantes, vigias, porteiros ou interessados em ingressar nessas funções. A empresa que presta serviços de vigilância tem a grande preocupação de manter a segurança de seu cliente, mas também de não receber

Leia mais

Núcleo de Pós-Graduação Pitágoras Escola Satélite. Curso de Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho

Núcleo de Pós-Graduação Pitágoras Escola Satélite. Curso de Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho Núcleo de Pós-Graduação Pitágoras Escola Satélite Curso de Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho DISCIPLINA: Prevenção e Controle de Riscos em Máquinas, Equipamentos e Instalações Aula

Leia mais

Treinamento, Recrutamento, Seleção e Serviços

Treinamento, Recrutamento, Seleção e Serviços PERFIL DA IACO PERFIL DA IACO Fundada em 1993, a IACO atua com qualidade e excelência em Consultoria e Treinamento nas áreas de Mineração, Indústria e Construção. A atuação da IACO tem como foco a capacitação

Leia mais

Ajustar, reparar e instalar peças e equipamentos em conjuntos mecânicos e dispositivos de usinagem e controle de precisão.

Ajustar, reparar e instalar peças e equipamentos em conjuntos mecânicos e dispositivos de usinagem e controle de precisão. CatÁlogo de cursos Eixo tecnológico - Controle e Processos Industriais Ajustador Mecânico Ajustar, reparar e instalar peças e equipamentos em conjuntos mecânicos e dispositivos de usinagem e controle de

Leia mais

NORMAS REGULAMENTADORAS FAP E NTEP

NORMAS REGULAMENTADORAS FAP E NTEP NORMAS REGULAMENTADORAS FAP E NTEP LEGISLAÇÃO A Portaria n 3214, de 08/06/1978, aprovou as normas regulamentadoras NR do capítulo V, Título II, da CLT, relativas a segurança e medicina do trabalho. Atualmente

Leia mais

MANUAL DO CLIENTE. Orientações Gerais

MANUAL DO CLIENTE. Orientações Gerais MANUAL DO CLIENTE Orientações Gerais 2 Prezado Cliente: O compromisso da ESAME é oferecer a você o melhor serviço na área de Saúde e Segurança no Trabalho, assegurando a qualidade nos procedimentos médicos,

Leia mais

16/ 02 /2008 15/ 02 /2009

16/ 02 /2008 15/ 02 /2009 VIGÊNCIA: 1 ANO EMPRESA: Virtual Machine Data da Elaboração Data de Vencimento 16/ 02 /2008 15/ 02 /2009 CARACTERIZAÇÃO DA EMPRESA Razão Social: Virtual Machine ME CNPJ: 08.693.563/0001.14 CNAE: 4751200

Leia mais

NOVA NORMA REGULAMETADORA NR10 SEGURANÇA EM SERVIÇOS E INSTALAÇÕES ELÉTRICAS NOVA NR-10 SEGURANÇA EM SERVIÇOS E INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

NOVA NORMA REGULAMETADORA NR10 SEGURANÇA EM SERVIÇOS E INSTALAÇÕES ELÉTRICAS NOVA NR-10 SEGURANÇA EM SERVIÇOS E INSTALAÇÕES ELÉTRICAS NOVA NR-10 SEGURANÇA EM SERVIÇOS E INSTALAÇÕES ELÉTRICAS NOVA NORMA REGULAMETADORA NR10 Dispõe sobre as diretrizes básicas para a implementação de medidas de controle e sistemas preventivos, destinados

Leia mais

AUDITORIAS INTEGRADAS DE SAÚDE E SEGURANÇA PRÁTICA DE SUCESSO NA GESTÃO DE CONTRATOS DA CELPE

AUDITORIAS INTEGRADAS DE SAÚDE E SEGURANÇA PRÁTICA DE SUCESSO NA GESTÃO DE CONTRATOS DA CELPE AUDITORIAS INTEGRADAS DE SAÚDE E SEGURANÇA PRÁTICA DE SUCESSO NA GESTÃO DE CONTRATOS DA CELPE Autores Andréa Katherine Vera Cruz Hugo Leonardo Vidal de Souza Araújo Sérgio Melo de Oliveira Moreira Simone

Leia mais

Treinamentos Obrigatórios

Treinamentos Obrigatórios Treinamentos Obrigatórios Objetivo Trata-se de um treinamento que deverá fornecer subsídios e atualizar os conhecimentos dos treinamentos baseados nas Normas Regulamentadoras definidas pela Portaria Nº

Leia mais

NR35. Todo trabalho em altura começa no solo. Portaria SIT nº313/12 TRABALHO EM ALTURA

NR35. Todo trabalho em altura começa no solo. Portaria SIT nº313/12 TRABALHO EM ALTURA Portaria SIT nº313/12 Todo trabalho em altura começa no solo OBJETIVO DO CURSO Promover a capacitação dos trabalhadores que realizam trabalhos em altura, no que diz respeito a prevenção de acidentes no

Leia mais

MANUAL DO CLIENTE. Orientações Gerais

MANUAL DO CLIENTE. Orientações Gerais MANUAL DO CLIENTE Orientações Gerais Prezado Cliente: O compromisso da ESAME é oferecer a você o melhor serviço na área de Saúde e Segurança no Trabalho, assegurando a qualidade nos procedimentos médicos,

Leia mais

Avaliação Serviço em Eletricidade Básica- NR10

Avaliação Serviço em Eletricidade Básica- NR10 Empresa: Instrutor: Nome: DATA: Questões: 01- A NR10 Instalação e Serviços de eletricidade fixam as condições mínimas exigíveis para garantir a segurança dos empregados que trabalha em instalações elétricas,

Leia mais

CONSCIENTIZAÇÃO DE SEGURANÇA GRANDES RESULTADOS

CONSCIENTIZAÇÃO DE SEGURANÇA GRANDES RESULTADOS CONSCIENTIZAÇÃO DE SEGURANÇA = GRANDES RESULTADOS Autores Clayton Luiz Pereira Luiz Tomohide Sinzato Paulo Sérgio Cordeiro Novais Sandra Inêz Moura Aranha Pires CESP COMPANHIA ENERGÉTICA DE SÃO PAULO USINA

Leia mais

Engenharia de Segurança e Meio Ambiente

Engenharia de Segurança e Meio Ambiente Engenharia de Segurança e Meio Ambiente Introdução A Engemix possui uma equipe de Engenheiros de Segurança e Meio Ambiente capacitada para dar todo subsídio técnico para implantação, operação e desmobilização

Leia mais

Análise de Sistema de Gestão de Segurança e Saúde na Construção Civil e os Acidentes Fatais.

Análise de Sistema de Gestão de Segurança e Saúde na Construção Civil e os Acidentes Fatais. Análise de Sistema de Gestão de Segurança e Saúde na Construção Civil e os Acidentes Fatais. Lie Tjiap Liung e Marcelo Tacitano Ministério do Trabalho e Emprego. 1- Introdução e Objetivo As mudanças que

Leia mais

PLANO DE ENSINO CURSO: ENGENHARIA ELÉTRICA- ANO LETIVO: 2003 - SÉRIE: 3º DISCIPLINA: ANUAL - HORAS/AULA SEMANAIS: 2 HORAS - C. HORÁRIA: 68 H.

PLANO DE ENSINO CURSO: ENGENHARIA ELÉTRICA- ANO LETIVO: 2003 - SÉRIE: 3º DISCIPLINA: ANUAL - HORAS/AULA SEMANAIS: 2 HORAS - C. HORÁRIA: 68 H. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ESTRUTURAS E CONSTRUÇÃO CIVIL DIVISÃO DE APOIO

Leia mais

NOÇÕES BÁSICAS DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO.

NOÇÕES BÁSICAS DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO. NOÇÕES BÁSICAS DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO. SAÚDE, SEGURANÇA E COMPETITIVIDADE Três palavras muito importantes sintetizam a filosofia de trabalho e o norte de atuação do Sistema FIEMG nos últimos

Leia mais

Curso Técnico em Segurança do Trabalho Subsequente

Curso Técnico em Segurança do Trabalho Subsequente Curso Técnico em Segurança do Trabalho Subsequente PERFIL PROFISSIONAL Profissional capaz de orientar e intervir na realidade do processo produtivo, promovendo mudanças em relação às aplicações tecnológicas

Leia mais

SÚMULA DAS NORMAS REGULAMENTADORAS NR S. Objetivo: Instruir quanto ao campo de aplicação das NR s e direitos e obrigações das partes.

SÚMULA DAS NORMAS REGULAMENTADORAS NR S. Objetivo: Instruir quanto ao campo de aplicação das NR s e direitos e obrigações das partes. SÚMULA DAS NORMAS REGULAMENTADORAS NR S NR-1 DISPOSIÇÕES GERAIS O campo de aplicação de todas as Normas Regulamentadoras de segurança e medicina do trabalho urbano, bem como os direitos e obrigações do

Leia mais

ANEXO NPSSO-HUBFS001 DIRETRIZES EM SSO SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL

ANEXO NPSSO-HUBFS001 DIRETRIZES EM SSO SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL 1 de 18 1. OBJETIVO Estabelecer e manter procedimentos para acessar, identificar e manter atualizados os requisitos legais aplicáveis pertinentes às áreas de segurança e saúde ocupacional. 2. CAMPO DE

Leia mais

Saliente-se ainda que toda caldeira somente deverá ser operada por trabalhador habilitado para este fim, devidamente certificado.

Saliente-se ainda que toda caldeira somente deverá ser operada por trabalhador habilitado para este fim, devidamente certificado. Com o objetivo de manter sua empresa informada a respeito das obrigatoriedades legais previstas na atual redação das Normas Regulamentadoras de Segurança e Medicina do Trabalho, Portaria MTE. 3214/78,

Leia mais

MANUAL DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL PARA EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS TIPO 3 DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DGP

MANUAL DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL PARA EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS TIPO 3 DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DGP MANUAL DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL PARA EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS TIPO 3 DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DGP DIVISÃO DE SEGURANÇA DO TRABALHO E SAÚDE OCUPACIONAL - DVSS Sumário 1. OBJETIVO...

Leia mais

Noções de Segurança e Higiene do Trabalho

Noções de Segurança e Higiene do Trabalho Noções de Segurança e Higiene do Trabalho Sinópse Generalidades. Antecedentes Históricos. Conceitos Básicos: - Acidente do Trabalho; - Atividades e Operações Insalúbres; - Riscos Ocupacionais; - Equipamentos

Leia mais

A GESTÃO DA SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO

A GESTÃO DA SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO R & W Engenharia Fundada em 19 de abril de 1991. Prestação de serviços em segurança do trabalho atendendo em especial as NRs6, 9, 13, 15, 16 e 17 com emissão de laudos técnicos. Treinamentos como: Cipa,

Leia mais

CONDIÇÕES MINÍMAS DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO PARA

CONDIÇÕES MINÍMAS DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO PARA 1/5 I FINALIDADE Definir critérios de Segurança e Medicina do Trabalho. a serem exigidas das prestadoras de serviços. II ABRANGÊNCIA Todas Prestadoras de Serviços contratadas pela CERON. III PROCEDIMENTOS

Leia mais