PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID"

Transcrição

1 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID DETALHAMENTO DO SUBPROJETO 1. Unidade: 2. Área do Subprojeto: Jardim 3. Curso(s) envolvido(s) na proposta: Letras - Inglês Obs.: Para proposta interdisciplinar, deverá ter no mínimo dois cursos envolvidos, para proposta de área específica, informar apenas o curso da respectiva área. Nome do curso Nº de alunos Nome do curso Nº de alunos Letras (Inglês) Coordenador(es) de Área do Subprojeto: Nome: Clemilton Pereira Dos Santos Nome: Adélia Maria Evangelista Azevedo CPF: CPF: Curso/Unidade: Letras, habilitação Português/Inglês 5. Número de Alunos Bolsistas: Curso/Unidade: Letras, habilitação Português/Inglês (Mínimo de 12 alunos bolsistas para proposta com 1 coordenador e 24 alunos para proposta com 2 coordenadores) 24 alunos bolsistas (Número total de alunos envolvidos na proposta) 6. Número de Supervisores: (1 supervisor para cada grupo de 6 alunos bolsistas) 4 supervisores 7. Justificativa e objetivo da proposta (no máximo 1500 caracteres) Obs.: O preenchimento deste item é obrigatório para proposta interdisciplinar e opcional para proposta de área específica. É possível utilizar-se de sequências didáticas voltadas ao estímulo à leitura, à análise e à produção textual na perspectiva dos gêneros discursivos, a partir de Bakhtin (1992), Dolz & Schneuwly (2004), Marcuschi(2008), das novas tecnologias educacionais, da semiótica francesa, do cinema e de suas respectivas linguagens para fins de fomentar e dinamizar leituras e debates em torno dos temas transversais tão imprescindíveis à formação humana.o subprojeto Cinema, tecnologias e gêneros textuais na escola pretende, via PIBID, contribuir com a leitura e a produção textual na educação básica (ensino fundamental e médio) mediante projetos temáticos que possibilitem ampliar nas escolas estaduais Cel Pedro José Rufino e Cel. Juvêncio, em Jardim, MS, os espaços de integração, vivência, experimentação, de inserção da família e de enriquecimento socio-cultural dos universitários, dos docentes e dos alunos das turmas envolvidas, incentivando a formação crítica e apreciativa, através de estudos que contemplem conhecimento, análise, produção linguística, cinematográfica, publicitária e literária expressando suas ideias, opiniões e sensações, conectando-se com outras pessoas e com o mundo que o rodeia, oferecendo-lhes novas possibilidades de encantar, refletir e aprender a partir da perspectiva sincrética, da imagem em movimento e da oportunidade de misturar diversas artes em uma mesma linguagem. 8. Ações Previstas para cada Meta (No mínimo 2 e no máximo 8 ações por meta, com até 500 caracteres por ação) Obs.: Apresentar o detalhamento das ações específicas do subprojeto, considerando os objetivos do programa para a formação dos licenciandos e as orientações sobre o que as ações deverão contemplar em cada meta. Meta 1: A inserção dos bolsistas na escola de educação básica e a sua integração com as ações desenvolvidas no ambiente da escola. Nome da Ação 1.1: Apresentação da equipe e contextualização do ambiente de trabalho Descrição da Ação 1.1: Apresentar-se à comunidade escolar, mais precisamente, aos professores e 1

2 coordenadores da área de Línguagens e suas tecnologias, coordenadores pedagógicos e diretores com fins a averiguar os projetos já desenvolvidos e/ou em andamento, bem como, os anseios da equipe pedagógica da escola no tocante à leitura e produção de textos na perspectiva dos gêneros discursivos, da linguística textual e da semiótica de linha francesa ( plano de expressão). Nome da Ação 1.2: Conhecer e conviver com as realidades didático - pedagógicas das escolas Descrição da Ação 1.2: Interagir com alunos e professores no intuito de conhecer as turmas e as estratégias didático-pedagógicas desenvolvidas pelos professores da área de linguagens e suas tecnologias, no que se refere à leitura, à produção textual a partir dos gêneros textuais. Nome da Ação 1.3: Estudo de documentos oficiais Descrição da Ação 1.3: Formar Grupos de Estudo com intuito de ler, conhecer e debater aspectos conteudísticos e metodológicos concernentes aos documentos oficiais (PCNs de Língua Portuguesa e Temas transversais, OCEMs, Descritores SAEB, Referencial curricular de Língua Portuguesa e Projeto Pedagógico das Escolas. Nome da Ação 1.4: Apoiar e propor atividades relacionadas às questões culturais e linguísticas. Descrição da Ação 1.4: Inserir-se em atividades relacionadas aos projetos de estímulo à leitura e produção textual em desenvolvimento nas escolas propondo inserções de metodologias concernentes aos princípios dos gêneros textuais, da linguística textual e da semiótica greimasiana. Nome da Ação 1.5: Participar junto às práticas pedagógicas na área de linguagens e suas tecnologias. Descrição da Ação 1.5: Participação em ações de planejamento, desenvolvimento, avaliação e reelaboração de atividades desenvolvidas pelos professores supervisores em salas de aula. Nome da Ação 1.6: Participação em reuniões pedagógicas Descrição da Ação 1.6: Participação dos bolsistas, enquanto ouvintes, nas reuniões pedagógicas realizadas nas escolas. Nome da Ação 1.7: Descrição da Ação 1.7: Nome da Ação 1.8: Descrição da Ação 1.8: Meta 2: A formação compartilhada entre a universidade e a escola de educação básica a partir do planejamento, desenvolvimento, execução e avaliação de ações de iniciação à docência na escola. Nome da Ação 2.1: Oficina I - Gêneros textuais: Leitura Descrição da Ação 2.1: Encontros com professores e bolsistas a fim de estudar os conceitos e objetivos do trabalho com os gêneros nas escolas; seleção de gêneros a serem trabalhados no ensino fundamental e médio por bimestre, na perspectiva da leitura e conhecimento dos aspectos da textualidade, das estruturas composicionais, linguísticas e estilísticas de cada gênero selecionado e suas modalidades; Formação de grupos de estudo sobre os gêneros escolhidos para o trabalho com os alunos. Nome da Ação 2.2: Oficina II - Gêneros textuais: Produção e reestruturação linguística Descrição da Ação 2.2: Descrição de sequências didáticas possíveis de serem trabalhadas tendo em vista os princípios de textualidade na escrita, de reescritas, de rearranjos e de tipos de correções /intervenções possíveis de serem adotadas pelos professores a partir dos gêneros textuais selecionados para o trabalho. Nome da Ação 2.3: Oficina III - Contribuições da semiótica greimasiana à leitura de textos sincréticos Descrição da Ação 2.3: Formação em torno dos princípios da semiótica greimasiana ( perspectiva do plano de expressão) Nome da Ação 2.4: Oficina IV - Elaboração de Projetos temáticos em torno dos gêneros textuais Descrição da Ação 2.4: Elaboração de projetos temáticos voltados ao desenvolvimento de práticas de linguagem virtual, pictóricas e outras, com vistas às questões de estrutura, aspectos linguísticos e 2

3 estilísticos próprios de cada gênero textual. Nome da Ação 2.5: Aplicação dos projetos temáticos Descrição da Ação 2.5: A partir dos temas transversais e os objetivos pretendidos, escolheremos o tema gerador das atividades de leitura e de produção dos gêneros propostos embasados em Dolz & Schneuwly(2004), Marcuschi ( 2008), Koch (2004), Hernandes(2006), Fiorin (2002), utilizando-nos de recursos tecnológicos disponíveis nas escolas ( softwares, sites, wikis, músicas, vídeos etc) e da aplicação dos princípios da semiótica francesa. Nome da Ação 2.6: Oficina V -Cinema na escola Descrição da Ação 2.6: Aplicação dos saberes adquiridos a partir de leituras e interpretações de diferentes gêneros textuais à linguagem cinematográfica. As turmas serão divididas em equipes para elaboração de curta-metragens (reportagens, publicidade, adaptações de obras literárias, documentários etc) utilizando-se dos recursos das Salas de Tecnologia Educacionais, para elaboração de roteiro técnico, literário, gravação, seleção de áudio, divulgação, cenário, produção, edição e outras categorias. Nome da Ação 2.7: Curta na escola Descrição da Ação 2.7: Apresentação dos curta-metragens na escola para a escolha dos melhores filmes ( personagens, músicas, enredo, cenas, produção, roteiro, direção, destaque, tema), os quais apresentarão o percurso dos trabalhos sendo selecionados por um júri para fins de premiação a ser definida pela equipe organizadora. Nome da Ação 2.8: Descrição da Ação 2.8: Meta 3: O aprofundamento da formação docente a partir da reflexão sobre as ações de iniciação à docência e estudos realizados na escola e na universidade. Nome da Ação 3.1: Partilha e estudo contínuo Descrição da Ação 3.1: A cada quinze dias estaremos nos reunindo com os envolvidos no projeto ( bolsistas, coordenadores e supervisores) a fim de partilhar e refletir sobre leituras e ações desenvolvidas. Nome da Ação 3.2: Planejamento compartilhado Descrição da Ação 3.2: Desenvolvimento de ações de planejamento em equipe envolvendo bolsistas, supervisores e coordenadores de subprojetos. Nome da Ação 3.3: Avaliação Descrição da Ação 3.3: Avaliaremos os resultados obtidos mediante participação dos professores, dos alunos, dos acadêmicos em todas as etapas do trabalho a fim de averiguar pontos fortes e fracos do projeto que, sendo necessário, serão reformulados. Nome da Ação 3.4: Participação em oficinas Descrição da Ação 3.4: Participação dos bolsistas em todas as oficinas oferecidas ( gêneros textuais - leitura e produção, semiótica greimasiana - plano de expressão voltada aos textos sincréticos, projetos temáticos e curta na escola) Nome da Ação 3.5: Descrição da Ação 3.5: Nome da Ação 3.6: Descrição da Ação 3.6: Nome da Ação 3.7: Descrição da Ação 3.7: Nome da Ação 3.8: Descrição da Ação 3.8: 3

4 Meta 4: A sistematização e implementação do acompanhamento e avaliação dos alunos bolsistas e supervisores do Pibid. Nome da Ação 4.1: Participação do coordenador e dos bolsistas Descrição da Ação 4.1: O coordenador acompanhará o desenvolvimento das atividades dos bolsistas e supervisores na escola, uma vez na semana. Nome da Ação 4.2: Encontro quinzenal bolsistas/ coordenadores. Descrição da Ação 4.2: A cada 15 dias, os bolsistas deverão apresentar um relatório oral e escrito das ações desenvolvidas aos coordenadores do subprojeto. Nome da Ação 4.3: Cadernos de relatos, ou diários de atividades pedagógicas Descrição da Ação 4.3: Haverá um acompanhamento sistemático das atividades através da produção escrita de relatórios, ou da apresentação das atividades desenvolvidas semanalmente pelos bolsistas junto às escolas. Nome da Ação 4.4: Criação de um espaço virtual para divulgação das atividades relacionadas ao Projeto Descrição da Ação 4.4: Alimentar e atualizar, semanalmente, um blog, com informações pertinentes às atividades relacionadas ao Projeto nas escolas. Nome da Ação 4.5: Descrição da Ação 4.5: Nome da Ação 4.6: Descrição da Ação 4.6: Nome da Ação 4.7: Descrição da Ação 4.7: Nome da Ação 4.8: Descrição da Ação 4.8: Meta 5: A divulgação e socialização das ações e resultados do Pibid em nível local, estadual, regional, nacional e internacional. Nome da Ação 5.1: Participação em eventos técnico-científicos Descrição da Ação 5.1: Participação em eventos técnico-científicos regionais, nacionais e/ou internacional a fim de partilhar experiências Nome da Ação 5.2: Evento na escola Descrição da Ação 5.2: Articulação e promoção do evento Cinema na escola com intuito de produzir curta-metragens enquanto resultados das atividades desenvolvidas nas oficinas e projetos temáticos. Nome da Ação 5.3: Publicação de resultados em revistas especializadas Descrição da Ação 5.3: Submissão de resumos e artigos completos em revistas especializadas, no final de cada ano de participação dos bolsistas no programa com fins à socialização dos resultados. Nome da Ação 5.4: Promoção de evento regional de natureza técnico-cientifica. Descrição da Ação 5.4: Realização de evento na unidade universitária local (Jardim) com vistas à implementação das ações e complementação da formação de professores e discentes envolvidos no subprojeto, socializando experiências e projetando outras possibilidades. Nome da Ação 5.5: Divulgação das atividades em redes sociais Descrição da Ação 5.5: Criação de grupos de socialização das informações em redes sociais, utilizandose de novas tecnologias Nome da Ação 5.6: 4

5 Descrição da Ação 5.6: Nome da Ação 5.7: Descrição da Ação 5.7: Nome da Ação 5.8: Descrição da Ação 5.8: 9. Resultados Pretendidos (no máximo 1000 caracteres) Mediante realização das atividades aqui propostas, espera-se contribuir para a formação dos licenciandos em Letras através da participação conjunta entre bolsitas, supervisores, coordenadores em ações teóricas e práticas em torno dos gêneros discursivos, das sequências didáticas possíveis, da funcionalidade da linguística textual e da semiótica greimasiana ( plano de expressão) à leitura profunda, utilizando-se de recursos tecnológicos educacionais disponíveis e da arte do fazer cinematográfico na escola, promovendo a otimização da formação do futuro docente e dos discentes do ensino fundamental e médio enquanto cidadãos leitores e produtores de textos críticos e competentes. 10. Nível(is) e a(s) modalidade(s) de ensino envolvidos na proposta (Marcar um ou mais níveis e modalidades de ensino abrangidos pelo subprojeto) Nível: Educação Infantil Ensino Fundamental Ensino Médio Modalidade: Educação Regular Educação de Jovens e Adultos Educação Especial Educ. Profis. Técnica de Nível Médio Educação do Campo Educação Escolar Indígena Educação Quilombola 11. Escolas Parceiras do Subprojeto (de 1 a 4 escolas, tendo por base o número de supervisores) Obs: Consultar o Código Inep da escola e o Código Inep em: ESCOLA ESTADUAL CORONEL PEDRO JOSÉ RUFINO Cód. Inep Município Jardim, MS ESCOLA ESTADUAL CORONEL JUVÊNCIO Cód. Inep Município Jardim, MS Cód. Inep Município Cód. Inep Município 12. Principais resultados alcançados com o Subprojeto em andamento (no máximo 1000 caracteres) Obs.: Informar os resultados alcançados pelo subprojeto da respectiva área/unidade que está em desenvolvimento. Deixar em branco caso não exista um subprojeto em desenvolvimento na mesma área da proposta. Nos anos de atuação do PIBID em Jardim ( ) percebemos a troca de experiências; a interação universidade/escola nas mais diversas instâncias do universo didático-pedagógico o que possibilita, tanto aos bolsistas quanto aos supervisores e coordenação do subprojeto, a maior vivência, em todas as instâncias do ambiente escolar e consequentemente contribui para o maior desempenho dos alunos bolsistas e dos alunos regulares das escolas atendidas em atividades de leitura, produção textual. Fatores estes que proporcionam visualizar a escola enquanto espaço de formação continuada tão 5

6 primordial aos nossos licenciandos. 13. Outras informações relevantes (quando aplicável no máximo 1000 caracteres) Obs.:O subprojeto será desenvolvido no ensino fundamental e médio considerando os conteúdos, metodologias e as competências e habilidades de cada nível de ensino. Algumas referências: BAKHTIN, M.Estética da Criação Verbal. Tradução Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, BARROS, D. L. P. de. Teoria Semiótica do Texto. São Paulo: Ática, DOLZ, J. e SCHNEUWLY, B. Gêneros orais e escritos na escola. Campinas: Mercado das Letras, 2004 BRASIL, Ministério da Educação: PCNLP( Ensino Fundamental/Médio). Brasília, HERNANDES, N. Semiótica Narrativa e Discursiva. Programa de Mestrado em Letras. Três Lagoas, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, KOCH, I.G.V. Coesão e coerência textual.são Paulo: Contexto, MARCUSCHI, L.A. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola Editorial, SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MATO GROSSO DO SUL. Referencial Curricular da Educação Básica( Ensino Fundamental/Médio). Campo Grande. 6

FUNDAÇÃO CARMELITANA MÁRIO PALMÉRIO FACIHUS FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS Educação de qualidade ao seu alcance

FUNDAÇÃO CARMELITANA MÁRIO PALMÉRIO FACIHUS FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS Educação de qualidade ao seu alcance SUBPROJETO DE LETRAS/PORTUGUÊS Gêneros textuais como ferramenta para o ensino de Língua Portuguesa INTRODUÇÃO De acordo com os objetivos do programa, conforme portaria 096/2013 Capes, essa proposta de

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB EDITAL Nº 02/2009 CAPES/DEB PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID DETALHAMENTO DO SUBPROJETO 1. Unidade: 2. Área do Subprojeto: Campo Grande 3. Curso(s) envolvido(s) na proposta: Letras - Espanhol Obs.:

Leia mais

Nome da Ação 1.2: Descrição da Ação 1.2: Nome da Ação 1.3: Descrição da Ação 1.3: Nome da Ação 1.4: Descrição da Ação 1.4:

Nome da Ação 1.2: Descrição da Ação 1.2: Nome da Ação 1.3: Descrição da Ação 1.3: Nome da Ação 1.4: Descrição da Ação 1.4: PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID DETALHAMENTO DO SUBPROJETO 1. Unidade: 2. Área do Subprojeto: Cassilândia 3. Curso(s) envolvido(s) na proposta: Interdisciplinar Obs.: Para

Leia mais

FICHA IV - ESPECÍFICA POR SUBPROJETO. Ensino-aprendizagem

FICHA IV - ESPECÍFICA POR SUBPROJETO. Ensino-aprendizagem FICHA IV - ESPECÍFICA POR SUBPROJETO Ensino-aprendizagem 1. Quais os materiais didáticos na área do(s) subprojeto(s) existentes na escola? Recursos didáticos, materiais diferenciados e/ou alternativos.

Leia mais

REGULAMENTO DE PRÁTICA EDUCACIONAL / PROJETOS INTERDISCIPLINARES Curso de Letras Português e Inglês Licenciatura Currículo: LPI00001

REGULAMENTO DE PRÁTICA EDUCACIONAL / PROJETOS INTERDISCIPLINARES Curso de Letras Português e Inglês Licenciatura Currículo: LPI00001 REGULAMENTO DE PRÁTICA EDUCACIONAL / PROJETOS Fundamentação Legal PARECER CNE/CP 28/2001, DE 02 DE OUTUBRO DE 2001 - Dá nova redação ao Parecer CNE/CP 21/2001, que estabelece a duração e a carga horária

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID DETALHAMENTO DO SUBPROJETO 1. Unidade: 2. Área do Subprojeto: Amambai 3. Curso(s) envolvido(s) na proposta: Interdisciplinar Obs.: Para proposta

Leia mais

Nome da Ação 1.2: Descrição da Ação 1.2: Nome da Ação 1.3: Descrição da Ação 1.3:

Nome da Ação 1.2: Descrição da Ação 1.2: Nome da Ação 1.3: Descrição da Ação 1.3: PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID DETALHAMENTO DO SUBPROJETO 1. Unidade: 2. Área do Subprojeto: Coxim 3. Curso(s) envolvido(s) na proposta: Biologia Obs.: Para proposta interdisciplinar,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - CAPES CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 03/2013

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - CAPES CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 03/2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - CAPES CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 03/2013 - Processo Seletivo de Bolsistas para o PIBID/UNIFRA - O Centro Universitário Franciscano, por

Leia mais

SANTOS, Leonor Werneck. RICHE, Rosa Cuba. TEIXEIRA, Claudia Souza. Análise e produção de textos. São Paulo: Contexto, 2012.

SANTOS, Leonor Werneck. RICHE, Rosa Cuba. TEIXEIRA, Claudia Souza. Análise e produção de textos. São Paulo: Contexto, 2012. Resenhas 112 SANTOS, Leonor Werneck. RICHE, Rosa Cuba. TEIXEIRA, Claudia Souza. Análise e produção de textos. São Paulo: Contexto, 2012. Fernanda Cristina Ferreira* nandacferreira@hotmail.coml * Aluna

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB ANEXO II Edital Pibid n /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO

Leia mais

Mestre em Educação, Professora de Língua Portuguesa SEED-PDE/ UEPG- DEMET

Mestre em Educação, Professora de Língua Portuguesa SEED-PDE/ UEPG- DEMET 110. ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA DESENVOLVENDO HABILIDADES DE

Leia mais

EDITAL Nº.146/VRG/2015 Programa Docência na Educação Básica/ UNIVALI

EDITAL Nº.146/VRG/2015 Programa Docência na Educação Básica/ UNIVALI EDITAL Nº.146/VRG/2015 Programa Docência na Educação Básica/ UNIVALI PIBID/CAPES A Vice-Reitora de Graduação da Universidade do Vale do Itajaí, no uso de suas atribuições regimentais, torna públicos os

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATEGICO DO CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES Junho de 2014 a junho de 2016

PLANEJAMENTO ESTRATEGICO DO CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES Junho de 2014 a junho de 2016 PLANEJAMENTO ESTRATEGICO DO CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES Junho de 2014 a junho de 2016 Apresentação O Curso de Licenciatura em Artes da tem como meta principal formar o professor de artes através de

Leia mais

O TRABALHO COM GÊNEROS TEXTUAIS NO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA

O TRABALHO COM GÊNEROS TEXTUAIS NO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA O TRABALHO COM GÊNEROS TEXTUAIS NO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA Edilva Bandeira 1 Maria Celinei de Sousa Hernandes 2 RESUMO As atividades de leitura e escrita devem ser desenvolvidas com textos completos

Leia mais

2-DO CRONOGRAMA QUADRO 2: Cronograma de seleção de bolsistas O processo de seleção de bolsistas seguirá o cronograma apresentado no QUADRO 2.

2-DO CRONOGRAMA QUADRO 2: Cronograma de seleção de bolsistas O processo de seleção de bolsistas seguirá o cronograma apresentado no QUADRO 2. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI DIAMANTINA MINAS GERAIS PRÓ REITORIA DE GRADUAÇÃO Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência PIBID/UFVJM EDITAL

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID/CAPES/IFG) EDITAL Nº 04/2011-ProPG, de 2 de maio de 2011

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID/CAPES/IFG) EDITAL Nº 04/2011-ProPG, de 2 de maio de 2011 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID/CAPES/IFG) EDITAL Nº 04/2011-ProPG, de 2 de maio de 2011 A Reitoria do, por meio da (ProPG/IFG), torna público o processo para seleção de

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID DETALHAMENTO DO SUBPROJETO 1. Unidade: 2. Área do Subprojeto: Dourados 3. Curso(s) envolvido(s) na proposta: Letras - Inglês Obs.: Para proposta

Leia mais

PIBID: uma proposta de ensino do gênero textual discursivo

PIBID: uma proposta de ensino do gênero textual discursivo PIBID: uma proposta de ensino do gênero textual discursivo Oneida M. Moreira* (IC), Carolina Melo (PQ/UEG), Tereza C. da S. e Souza (FM) oneidamoreira4.0@gmail.com *Bolsista PIBID/UEG, Pesquisadora/Professora

Leia mais

PPC. Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC - DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM

PPC. Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC - DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE ENSINO CENTRO DE REFERÊNCIA EM FORMAÇÃO E

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE LETRAS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE LETRAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE LETRAS NOME DA DISCIPLINA: ESTÁGIO IV TURMA E PROFESSOR RESPONSÁVEL: ISRAEL ELIAS TRINDADE CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 112 CARGA HORÁRIA SEMANAL:

Leia mais

EDITAL Nº 80/2013/PIBID/UFG PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID FORMULÁRIO DE DETALHAMENTO DO SUBPROJETO POR ÁREA DE CONHECIMENTO 1. Nome da Instituição: UNIVERSIDADE FEDERAL

Leia mais

APRESENTANDO O GÊNERO DIÁRIO

APRESENTANDO O GÊNERO DIÁRIO CAMPUS DE BAGÉ CURSO DE LICENCIATURA EM LETRAS PIBID - LETRAS APRESENTANDO O GÊNERO DIÁRIO Bolsista: Camila da Luz Peralta Kassandra dos Santos Pâmela Castro Melina Pereira Andréia Castro Coordenadora:

Leia mais

EDITAL Nº023/2013 PROGRAD/CIPEAD

EDITAL Nº023/2013 PROGRAD/CIPEAD EDITAL Nº023/2013 /CIPEAD EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA PARA SELEÇÃO DE TUTORES PRESENCIAIS PARA O CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM MÍDIAS INTEGRADAS NA EDUCAÇÃO 2013 A Universidade Federal do Paraná (UFPR), por

Leia mais

Técnico Integrado em Controle Ambiental SÉRIE:

Técnico Integrado em Controle Ambiental SÉRIE: PLANO DA DISCIPLINA COMPONENTE CURRICULAR: Língua Portuguesa e Literatura Brasileira CURSO: Técnico Integrado em Controle Ambiental SÉRIE: 1º Ano CARGA HORÁRIA: 100 h.r. EMENTA Estudos de Fonética e Fonologia

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM TERAPIA ANALÍTICO-COMPORTAMENTAL

ESPECIALIZAÇÃO EM TERAPIA ANALÍTICO-COMPORTAMENTAL ESPECIALIZAÇÃO EM TERAPIA ANALÍTICO-COMPORTAMENTAL O programa irá capacitá-lo a formulação de casos clínicos, avaliação e planejamento das sessões psicoterapêuticas a partir do modelo analítico comportamental

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID DETALHAMENTO DO SUBPROJETO 1. Unidade: 2. Área do Subprojeto: Campo Grande 3. Curso(s) envolvido(s) na proposta: Letras - Inglês Obs.: Para

Leia mais

COLÉGIO PEDRO II CAMPUS SÃO CRISTÓVÃO II LEITURA E EXPRESSÃO - UM PROJETO PARA SALA DE LEITURA -

COLÉGIO PEDRO II CAMPUS SÃO CRISTÓVÃO II LEITURA E EXPRESSÃO - UM PROJETO PARA SALA DE LEITURA - COLÉGIO PEDRO II CAMPUS SÃO CRISTÓVÃO II LEITURA E EXPRESSÃO - UM PROJETO PARA SALA DE LEITURA - Rio de Janeiro / 2014 0 SUMÁRIO Público-alvo p. 2 Justificativa p.2 Objetivos Gerais p. 3 Objetivos Específicos

Leia mais

A escrita que faz a diferença

A escrita que faz a diferença A escrita que faz a diferença Inclua a Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro em seu planejamento de ensino A Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro é uma iniciativa do Ministério

Leia mais

EDITAL Nº 02/2009 CAPES/DEB

EDITAL Nº 02/2009 CAPES/DEB MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB EDITAL Nº 02/2009 CAPES/DEB Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à

Leia mais

ANEXO II. Edital Pibid n /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID. DETALHAMENTO DO SUBPROJETO (Licenciatura)

ANEXO II. Edital Pibid n /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID. DETALHAMENTO DO SUBPROJETO (Licenciatura) AEXO II Edital Pibid n /2012 CAPES PROGRAMA ISTITUCIOAL DE BOLSA DE IICIAÇÃO À DOCÊCIA - PIBID DETALHAMETO DO SUBPROJETO (Licenciatura) 1. ome da Instituição UF Universidade Federal de Roraima 2. Subprojeto

Leia mais

Palavras-Chave: Prática Formativa. Desenvolvimento Profissional. Pibid.

Palavras-Chave: Prática Formativa. Desenvolvimento Profissional. Pibid. O SUBPROJETO DO CURSO DE PEDAGOGIA NO PIBID/ CAPES/UFAC COMO PRÁTICA FORMATIVA E SUAS REPERCUSSÕES NO DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOCENTE: APROXIMAÇÕES INICIAIS Lúcia de Fátima Melo Universidade Federal

Leia mais

PROGRAMA DE ENSINO. Área de Concentração Educação. Aulas teóricas: 04 Aulas práticas: 02

PROGRAMA DE ENSINO. Área de Concentração Educação. Aulas teóricas: 04 Aulas práticas: 02 PROGRAMA DE ENSINO Disciplina Produção textual e formação docente Semestre Código Ano Letivo Área de Concentração Educação Curso: MESTRADO ( x ) DOUTORADO ( ) Número de créditos: 06 Números de turmas :

Leia mais

ANEXO II EDITAL Nº 80/2013/PIBID/UFG PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

ANEXO II EDITAL Nº 80/2013/PIBID/UFG PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID ANEXO II EDITAL Nº 80/2013/PIBID/UFG PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID FORMULÁRIO DE DETALHAMENTO DO SUBPROJETO POR ÁREA DE CONHECIMENTO 1. Nome da Instituição: 2. UF CAMPUS

Leia mais

GEOMETRIA ESPACIAL: UM OLHAR DIFERENTE NO ENSINO DOS SÓLIDOS GEOMÉTRICOS

GEOMETRIA ESPACIAL: UM OLHAR DIFERENTE NO ENSINO DOS SÓLIDOS GEOMÉTRICOS GEOMETRIA ESPACIAL: UM OLHAR DIFERENTE NO ENSINO DOS SÓLIDOS GEOMÉTRICOS Fabiana Polessa Universidade Federal de Juiz de Fora / Departamento de Matemática, profabianapolessa@gmail.com Walter Soares SEEDUC-RJ

Leia mais

A DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL COMO FOCO DE EXPERIÊNCIAS FORMATIVAS NA IMPLEMENTAÇÃO DO PIBID

A DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL COMO FOCO DE EXPERIÊNCIAS FORMATIVAS NA IMPLEMENTAÇÃO DO PIBID A DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL COMO FOCO DE EXPERIÊNCIAS FORMATIVAS NA IMPLEMENTAÇÃO DO PIBID Graziela Escandiel de Lima Professora Doutora - Departamento de Metodologia do Ensino/UFSM Coordenadora de

Leia mais

TRABALHANDO O LIVRO DIDÁTICO: Com produção de maquetes no Ensino de História Medieval

TRABALHANDO O LIVRO DIDÁTICO: Com produção de maquetes no Ensino de História Medieval TRABALHANDO O LIVRO DIDÁTICO: Com produção de maquetes no Ensino de História Medieval Autora Rosangela Silva Barros dos Santos 1 rosangelasilvabarros@hotmail.com Dr. Hamilton Afonso de Oliveira 2 hamiltonafonso@uol.com.br

Leia mais

Revista Educação, Arte e Inclusão. Trata-se de revista

Revista Educação, Arte e Inclusão. Trata-se de revista Caros leitores, É com prazer que lançamos o v. 11, n.1 de 2015 da Revista Educação, Arte e Inclusão. Trata-se de revista científica do Grupo de Pesquisa Educação, Arte e Inclusão vinculado a UDESC (Universidade

Leia mais

O TEXTO JORNALÍSTICO NA SALA DE AULA TEMA: MUNDO DO TRABALHO

O TEXTO JORNALÍSTICO NA SALA DE AULA TEMA: MUNDO DO TRABALHO CAMPUS BAGÉ CURSO DE LICENCIATURA EM LETRAS PIBID LETRAS 2014 O TEXTO JORNALÍSTICO NA SALA DE AULA TEMA: MUNDO DO TRABALHO Bolsista: Pâmela Oliveira de Castro. Coordenadora: Fabiana Giovani Supervisora:

Leia mais

Diretoria de Educação Básica Presencial/CAPES Edital n 01/2011/CAPES Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência.

Diretoria de Educação Básica Presencial/CAPES Edital n 01/2011/CAPES Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência. Plano de Trabalho O plano de trabalho deve ser corretamente preenchido, pois é a base para o repasse de recursos ao projeto, caso a proposição seja aprovada, bem como para sua execução, acompanhamento,

Leia mais

3 Pibid IFSP / Biologia / Campus São Roque

3 Pibid IFSP / Biologia / Campus São Roque 3 Pibid 2013 - IFSP / Biologia / Campus São Roque Identificação Modalidade Bolsas de iniciação a docência 21 Bolsas de supervisão 3 Bolsas de coordenação de área 2 Níveis de atuação Modalidades de ensino

Leia mais

PIBID Relações entre a Escola Básica e a Universidade a Partir da Perspectiva de um Professor Supervisor

PIBID Relações entre a Escola Básica e a Universidade a Partir da Perspectiva de um Professor Supervisor PIBID Relações entre a Escola Básica e a Universidade a Partir da Perspectiva de um Professor Supervisor Giancarlo Caporale UFRGS-PPGEDU Flávia Maria Teixeira dos Santos UFRGS-PPGEDU Resumo Este trabalho

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em informática para Internet Integrado ao Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em informática para Internet Integrado ao Ensino Médio Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Médio Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Área de Conhecimento: Matemática Componente Curricular: Matemática Série: 1ª Eixo Tecnológico:

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA Pró-Reitoria de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE ESPANHOL

PLANEJAMENTO ANUAL DE ESPANHOL COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE ESPANHOL SÉRIE: PROFESSORAS: Anna Cláudia

Leia mais

EDITAL Nº 002/2012/PIBID-UFOPA

EDITAL Nº 002/2012/PIBID-UFOPA UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO/PROGRAMA DE LETRAS PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À

Leia mais

PROJETO CONSTRUINDO SABERES

PROJETO CONSTRUINDO SABERES PROJETO CONSTRUINDO SABERES Justificativa: O Projeto Construindo Saberes em Língua Portuguesa e Matemática, justifica-se pela importância de ser um instrumento de apoio pedagógico e didático para sanar

Leia mais

Estadual ou Municipal (Territórios de Abrangência - Conceição do Coité,

Estadual ou Municipal (Territórios de Abrangência - Conceição do Coité, UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO DEDC I PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO E CONTEMPORANEIDADE OBSERVATÓRIO DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DO TERRITÓRIO DO SISAL - BA 1.0 Apresentação:

Leia mais

EDITAL Nº 02/ Processo Seletivo de Bolsistas para o PIBID/UNIFRA -

EDITAL Nº 02/ Processo Seletivo de Bolsistas para o PIBID/UNIFRA - MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - CAPES CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 02/2011 - Processo Seletivo de Bolsistas para o PIBID/UNIFRA - O Centro Universitário Franciscano, por

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID DETALHAMENTO DO SUBPROJETO 1. Unidade: 2. Área do Subprojeto: Maracaju 3. Curso(s) envolvido(s) na proposta: Pedagogia Obs.: Para proposta

Leia mais

PROJETO DE LÍNGUA PORTUGUESA

PROJETO DE LÍNGUA PORTUGUESA ASSOCIAÇÃO ESCOLA 31 DE JANEIRO 2012/13 PROJETO DE LÍNGUA PORTUGUESA TRANSVERSALIDADE NA CORREÇÃO DA ESCRITA E DA EXPRESSÃO ORAL DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS E CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS INTRODUÇÃO A língua

Leia mais

Reuniões Semanais e Mensais

Reuniões Semanais e Mensais Reuniões Semanais e Mensais Objetivos: Apresentar os bolsistas aos professores supervisores e distribuílos por escolas; Mostrar as atribuições de cada bolsista ou supervisor, as ações e metas do projeto.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. Justificativa

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. Justificativa MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA, ALFABETIZAÇÃO, DIVERSIDADE E INCLUSÃO DIRETORIA DE POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA COORDENAÇÃO GERAL DE DIREITOS HUMANOS

Leia mais

EDITAL PROGRAD Nº 29/2016 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA COMPOSIÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA DE BOLSAS DE SUPERVISÃO PIBID-UFAC

EDITAL PROGRAD Nº 29/2016 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA COMPOSIÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA DE BOLSAS DE SUPERVISÃO PIBID-UFAC EDITAL PROGRAD Nº 29/2016 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA COMPOSIÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA DE BOLSAS DE SUPERVISÃO PIBID-UFAC 1. APRESENTAÇÃO 1.1. A Pró-Reitoria de Graduação da Universidade Federal

Leia mais

ANEXO II EDITAL Nº 80/2013/PIBID/UFG PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

ANEXO II EDITAL Nº 80/2013/PIBID/UFG PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID ANEXO II EDITAL Nº 80/2013/PIBID/UFG PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID FORMULÁRIO DE DETALHAMENTO DO SUBPROJETO POR ÁREA DE CONHECIMENTO 1. Nome da Instituição: UNIVERSIDADE

Leia mais

Os recursos tecnológicos na Educação de Jovens e Adultos: um diferencial no processo ensino aprendizagem.

Os recursos tecnológicos na Educação de Jovens e Adultos: um diferencial no processo ensino aprendizagem. Os recursos tecnológicos na Educação de Jovens e Adultos: um diferencial no processo ensino aprendizagem. Fátima Aparecida Machado dos Santos Centro Educacional de Jovens e Adultos /Secretaria Municipal

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E DESPORTO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E DESPORTO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E DESPORTO Edital simplificado para seleção de acadêmicos remunerados e voluntários do projeto de extensão Amigos

Leia mais

Ações Concretas do PIBID de Matemática no Colégio Nestório Ribeiro. Palavras chaves: Ações concretas. Monitorias/Tutorias. Laboratório de Matemática.

Ações Concretas do PIBID de Matemática no Colégio Nestório Ribeiro. Palavras chaves: Ações concretas. Monitorias/Tutorias. Laboratório de Matemática. Ações Concretas do PIBID de Matemática no Colégio Nestório Ribeiro Relicler Pardim GOUVEIA 1 ; Stefane dos Santos REZENDE 2 ; Elizeu Antônio dos SANTOS 3 ; Braulio Sousa CARRIJO 4 ; Marineide Faustino

Leia mais

Sequência Didática e os Gêneros textuais

Sequência Didática e os Gêneros textuais Sequência Didática e os Gêneros textuais Professoras Formadoras CEFAPRO Sinop: Sara Cristina Gomes Pereira Renata de Melo Souza Augusto Élidi P. Pavanelli-Zubler Site http://www.cefaprosinop.com.br Importante

Leia mais

O ENSINO DE ARTES VISUAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL MUNICIPAL DE JOÃO PESSOA/PB

O ENSINO DE ARTES VISUAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL MUNICIPAL DE JOÃO PESSOA/PB O ENSINO DE ARTES VISUAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL MUNICIPAL DE JOÃO PESSOA/PB Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais (PPGAV) Universidade Federal da Paraíba (UFPB) / Universidade Federal de Pernambuco

Leia mais

PACTO NACIONAL PELO FORTALECIMENTO DO ENSINO MÉDIO

PACTO NACIONAL PELO FORTALECIMENTO DO ENSINO MÉDIO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PACTO NACIONAL PELO FORTALECIMENTO DO ENSINO MÉDIO Secretaria de Educação Básica Diretoria de Apoio à Gestão 1 Educacional Objetivo do Pacto do Ensino

Leia mais

Planejamento Anual 2015 Disciplina: Língua Portuguesa: Ação Série: 3º ano Ensino: Médio Professor: André

Planejamento Anual 2015 Disciplina: Língua Portuguesa: Ação Série: 3º ano Ensino: Médio Professor: André Objetivos Gerais: Planejamento Anual 2015 Disciplina: Língua Portuguesa: Ação Série: 3º ano Ensino: Médio Professor: André # Promover as competências necessárias para as práticas de leitura e escrita autônomas

Leia mais

Parte 1 Código / Área Temática. Educação Especial

Parte 1 Código / Área Temática. Educação Especial NOME DO CURSO: O Ensino de Língua Portuguesa como segunda língua para estudantes surdos e/ou com deficiência auditiva Nível: Especialização Modalidade: A distância Parte 1 Código / Área Temática Código

Leia mais

Um bom lugar para ler

Um bom lugar para ler Um bom lugar para ler E.E. Olímpio Catão sala 1- sessão 2 um livro Professor(es) Apresentador(es): Iva Tavares da Rocha Realização: Projeto Um bom lugar para ler um livro Prof. Iva Foco O Projeto Um bom

Leia mais

A PRODUÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO PARA O ENSINO E APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA A PARTIR DOS GÊNEROS JORNALÍSTICOS 1

A PRODUÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO PARA O ENSINO E APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA A PARTIR DOS GÊNEROS JORNALÍSTICOS 1 A PRODUÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO PARA O ENSINO E APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA A PARTIR DOS GÊNEROS JORNALÍSTICOS 1 SCARABEL, Juceléia (PIBID/ CAPES - LÍNGUA PORTUGUESA- jmikelyscarabel@bol.com.br LOPES,

Leia mais

FORMAÇÃO DOCENTE NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIRG

FORMAÇÃO DOCENTE NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIRG FORMAÇÃO DOCENTE NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIRG Maria Wellitania de Oliveira Adriana de Miranda Santiago Terra Eduardo Fernandes de Miranda Sandra de Cássia Amorim Abrão

Leia mais

A DIDATIZAÇÃO DO GÊNERO CRÔNICA NA OLP: DESAFIOS DOCENTES

A DIDATIZAÇÃO DO GÊNERO CRÔNICA NA OLP: DESAFIOS DOCENTES A DIDATIZAÇÃO DO GÊNERO CRÔNICA NA OLP: DESAFIOS DOCENTES INTRODUÇÃO NEGROMONTE, Katianny Késia Mendes UFCG - (katiannykessiakmn@hotmail.com) NEVES, Emily Thaís Barbosa UFCG - (emilythaisok@hotmail.com)

Leia mais

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Nome do COMPONENTE CURRICULAR: LINGUÍSTICA I Curso: LICENCIATURA EM LETRAS COM HABILITAÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA Período: 2 Semestre: 2015.1 Carga Horária:

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM GESTÃO DA ESCOLA INCLUSIVA. Marcos Legais Resolução CNE-CES 1-2001 Resolução CNE-CES 1-2007 PROJETO PEDAGÓGICO

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM GESTÃO DA ESCOLA INCLUSIVA. Marcos Legais Resolução CNE-CES 1-2001 Resolução CNE-CES 1-2007 PROJETO PEDAGÓGICO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM GESTÃO DA ESCOLA INCLUSIVA Marcos Legais Resolução CNE-CES 1-2001 Resolução CNE-CES 1-2007 PROJETO PEDAGÓGICO Campo Limpo Paulista 2016 1 CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO

Leia mais

5. Objetivo geral (prever a contribuição da disciplina em termos de conhecimento, habilidades e atitudes para a formação do aluno)

5. Objetivo geral (prever a contribuição da disciplina em termos de conhecimento, habilidades e atitudes para a formação do aluno) ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM 1. Curso: Missão do Colégio: Promover o desenvolvimento do cidadão e, na sua ação educativa,

Leia mais

EDITAL Nº 06/2015 CEAD/UFPI

EDITAL Nº 06/2015 CEAD/UFPI MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ Centro de Educação Aberta e a Distância Rua Olavo Bilac, 1148 centro sul CEP.: 64.001-280 Teresina - Piauí site: www.cead.ufpi..br EDITAL Nº 06/2015

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 3.588, DE 04 DE SETEMBRO DE 2007

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 3.588, DE 04 DE SETEMBRO DE 2007 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 3.588, DE 04 DE SETEMBRO DE 2007 Homologa o Parecer nº 034/07-CEG, que aprova o Projeto Político

Leia mais

O IV Fórum Nacional de Licenciaturas em Matemática foi realizado nos dias 15 e 16 de abril de 2011, nas dependências da Faculdade de Educação da

O IV Fórum Nacional de Licenciaturas em Matemática foi realizado nos dias 15 e 16 de abril de 2011, nas dependências da Faculdade de Educação da O IV Fórum Nacional de Licenciaturas em Matemática foi realizado nos dias 15 e 16 de abril de 2011, nas dependências da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (FE/USP), e teve como objetivos

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL ANGELINA JAIME TEBET

ESCOLA ESTADUAL ANGELINA JAIME TEBET 0 ESCOLA ESTADUAL ANGELINA JAIME TEBET AMBIENTES DE APRENDIZAGEM: INTEGRANDO SOFTWARE E WEB NO ENSINO DA DISCIPLINA DE GEOGRAFIA. IVINHEMA- MS JUNHO DE 2010. ESCOLA ESTADUAL ANGELINA JAIME TEBET. AMBIENTES

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA Fórum Regional Sudeste de Pró-Reitores de Graduação (FORGRAD) Universidade Católica de Petrópolis, RJ 01/04/2016 1. 2. Precarização do Programa 3.

Leia mais

Reunião de Trabalho Professores Coordenadores. Diretoria de Ensino da Região de Carapicuíba Dirigente Regional de Ensino Junho/2017

Reunião de Trabalho Professores Coordenadores. Diretoria de Ensino da Região de Carapicuíba Dirigente Regional de Ensino Junho/2017 Reunião de Trabalho Professores Coordenadores Diretoria de Ensino da Região de Carapicuíba Dirigente Regional de Ensino Junho/2017 Pauta Acolhimento; Aquecimento; o que nos dizem os registros? Refletindo

Leia mais

A AVALIAÇÃO NA DISCIPLINA SERÁ COMPOSTA DE:

A AVALIAÇÃO NA DISCIPLINA SERÁ COMPOSTA DE: A AVALIAÇÃO NA DISCIPLINA SERÁ COMPOSTA DE: Trabalhos/Verificações da disciplina para o 1º semestre de 2010 Valor Data V1 (Verificação I): 10 pontos 11 de abril V2 (Verificação II): - OFICINA DE PRÁTICAS

Leia mais

PIBID - RECURSOS DE ATIVIDADES LÚDICAS PARA ENSINAR APRENDER HISTÓRIA

PIBID - RECURSOS DE ATIVIDADES LÚDICAS PARA ENSINAR APRENDER HISTÓRIA PIBID - RECURSOS DE ATIVIDADES LÚDICAS PARA ENSINAR APRENDER HISTÓRIA Paulo Célio Soares 1 Luciano Alves Pereira, Flaviane Rezende De Almeida, Daniele Ouverney Francisco 2 Resumo Este artigo tem como objetivo

Leia mais

Regulamenta a oferta de disciplinas na modalidade semipresencial no Curso de Graduação em Ciências Contábeis:

Regulamenta a oferta de disciplinas na modalidade semipresencial no Curso de Graduação em Ciências Contábeis: UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS Resolução nº 003/2015-CCGCC/CCSA Regulamenta a oferta de disciplinas na modalidade

Leia mais

Termo de compromisso do bolsista de iniciação à docência

Termo de compromisso do bolsista de iniciação à docência Anexo IV Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência Pibid Termo de compromisso do bolsista de iniciação à docência A nomenclatura a seguir será utilizada no presente instrumento: Bolsista

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 h Semestre do Curso: 3º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 h Semestre do Curso: 3º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Metodologia da Pesquisa Aplicada a Educação I Carga Horária Semestral: 40 h Semestre do Curso: 3º 1 - Ementa (sumário, resumo) A natureza

Leia mais

OFICINAS. Caderno de resumos das Oficinas do VII ENIEDUC Diversidade: desafios na prática educacional. Campo Mourão: UNESPAR, julho/2017.

OFICINAS. Caderno de resumos das Oficinas do VII ENIEDUC Diversidade: desafios na prática educacional. Campo Mourão: UNESPAR, julho/2017. 0 OFICINAS 1 A CONSTRUÇÃO DA PAZ COMO META DO PROCESSO EDUCATIVO Lucia Helena de Carvalho (UNESPAR) RESUMO: A oficina Educação para a Paz como meta do processo educativo com vistas a promover uma Cultura

Leia mais

CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS º PERÍODO

CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS º PERÍODO CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS - 2016.1 1º PERÍODO DISCIPLINA: HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO Estudo da história geral da Educação e da Pedagogia, enfatizando a educação brasileira. Políticas ao longo da história engendradas

Leia mais

PROJETO ESPECIAL DE AÇÃO

PROJETO ESPECIAL DE AÇÃO PROJETO ESPECIAL DE AÇÃO - 2013 PORTARIA Nº 1.566 DE 18/03/08 Nome da Unidade Educacional EMEI MÁRIO SETTE Diretoria Regional de Educação CAMPO LIMPO Modalidade (art.2º): A tematização das práticas desenvolvidas

Leia mais

NÚCLEOS DE ENSINO Edital 2016

NÚCLEOS DE ENSINO Edital 2016 NÚCLEOS DE ENSINO Edital 2016 A Reitoria, por intermédio da Pró-Reitoria de Graduação PROGRAD, torna público e CONVIDA os professores da UNESP, interessados em Educação, a apresentarem propostas para obtenção

Leia mais

CATÁLOGO DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA

CATÁLOGO DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA CATÁLOGO DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA ATOS LEGAIS DO CURSO: Nome do Curso: Educação Física - Área de Aprofundamento em Escola Licenciatura Nome da Mantida: Centro Universitário de Rio Preto Endereço de

Leia mais

Subprojeto (conforme item 4.4 do Edital nº 61/2013)

Subprojeto (conforme item 4.4 do Edital nº 61/2013) Subprojeto (conforme item 4.4 do Edital nº 61/2013) Área da licenciatura LETRAS E PEDAGOGIA Modalidade do [X] Presencial curso [ ] À distância Campos/polo 1 CENTRO DE ESTUDOS SUPERIORES DE CAXIAS - CESC

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB ANEXO II Edital Pibid n 011/2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE

Leia mais

JOGOS TEATRAIS COMO ESTÍMULO A LEITURA LITERÁRIA: RELATO DAS VIVÊNCIAS DO PIBID COM A OBRA ROMEU & JULIETA

JOGOS TEATRAIS COMO ESTÍMULO A LEITURA LITERÁRIA: RELATO DAS VIVÊNCIAS DO PIBID COM A OBRA ROMEU & JULIETA JOGOS TEATRAIS COMO ESTÍMULO A LEITURA LITERÁRIA: RELATO DAS VIVÊNCIAS DO PIBID COM A OBRA ROMEU & JULIETA Viviane Maria Almeida Rocha Universidade Federal de Campina Grande. viviane_almeidarocha@hotmail.com

Leia mais

O APRIMORAMENTO DE HABILIDADES DISCURSIVAS A PARTIR DO USO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

O APRIMORAMENTO DE HABILIDADES DISCURSIVAS A PARTIR DO USO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO O APRIMORAMENTO DE HABILIDADES DISCURSIVAS A PARTIR DO USO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DIEDRICH, Marlete Sandra Universidade de Passo Fundo RS marlete@upf.br DIEDRICH, Marlei Maria Universidade

Leia mais

Multiverso: Criando Mundos e Universos

Multiverso: Criando Mundos e Universos Multiverso: Criando Mundos e Universos E.E. Reverendo Augusto Paes de Ávila Professor(es) Apresentador(es): Jonatas Turcato Syrayama Sócrates Moura Santos Júnior Realização: Professor(es) Apresentador(es):

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES Escopo Entende-se por Atividade Complementar como uma modalidade específica de atuação acadêmica extracurricular, em que o

ATIVIDADES COMPLEMENTARES Escopo Entende-se por Atividade Complementar como uma modalidade específica de atuação acadêmica extracurricular, em que o ATIVIDADES COMPLEMENTARES Escopo Entende-se por Atividade Complementar como uma modalidade específica de atuação acadêmica extracurricular, em que o corpo discente da Instituição de Ensino Superior deve

Leia mais

Objetivos - Conceituar as terminologias gênero textual, tipologia textual e suporte textual;

Objetivos - Conceituar as terminologias gênero textual, tipologia textual e suporte textual; XXII Semana de Pedagogia X Encontro de Pesquisa em Educação 05 a 08 de Julho de 2016 OS GÊNEROS TEXTUAIS NA EDUCAÇÃO BÁSICA: UMA POSSIBILIDADE PARA O LETRAMENTO Elsa Midori Shimazaki (DTP/UEM) Viviane

Leia mais

História em foco : rádio escola como uma alternativa eficaz de ensino aprendizagem nas aulas de história

História em foco : rádio escola como uma alternativa eficaz de ensino aprendizagem nas aulas de história História em foco : rádio escola como uma alternativa eficaz de ensino aprendizagem nas aulas de história Introdução Maria Luziane de Sousa Lima (UFCG) Luziane.picui@hotmail.com Djanira Rafaella Silva Pereira

Leia mais

Escola São Paulo de Ciência Avançada - 4ª Chamada (Chamada FAPESP 18/2011)

Escola São Paulo de Ciência Avançada - 4ª Chamada (Chamada FAPESP 18/2011) FAPESP :: Home» Chamadas de Propostas Escola São Paulo de Ciência Avançada - 4ª Chamada (Chamada FAPESP 18/2011) Auxílio à Pesquisa Organização de Evento Científico Escola São Paulo de Ciência Avançada

Leia mais

Regimento do Projeto Interdisciplinar. Escola de Ciências Humanas e Sociais Curso de Comunicação Social - Jornalismo - Publicidade e Propaganda

Regimento do Projeto Interdisciplinar. Escola de Ciências Humanas e Sociais Curso de Comunicação Social - Jornalismo - Publicidade e Propaganda Regimento do Projeto Interdisciplinar Escola de Ciências Humanas e Sociais Curso de Comunicação Social - Jornalismo - Publicidade e Propaganda Regimento do Projeto Interdisciplinar 1. Elementos introdutórios

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Curso: Pedagogia. Disciplina: Literatura Brasileira e infantil. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 2º

PLANO DE ENSINO. Curso: Pedagogia. Disciplina: Literatura Brasileira e infantil. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 2º PLANO DE ENSINO 2016 Curso: Pedagogia Disciplina: Literatura Brasileira e infantil Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 2º 1 - Ementa (sumário, resumo) Literatura infantil: conceito e história.

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB ANEXO II EDITAL Nº 001/2011/CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO

Leia mais