Mudanças nos Preços Relativos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Mudanças nos Preços Relativos"

Transcrição

1 Mudanças nos Preços Relativos Tabela 1 Variação acumulada do IPCA: eiro/ junho/ Discriminação Brasil Belém 1/ Nordeste Sudeste Sul Centro- Gráfico 1 - Alteração no peso do IPCA por segmento de consumo: / - / -1,5-1 -0,5 0 0,5 1 CO S NE Belém SE Br p.p. % Oeste IPCA 13,88 17,08 14,10 13,95 13,45 11,91 Bens não duráveis 18,92 21,03 17,50 19,27 19,96 15,64 Bens semiduráveis 15,39 15,49 14,81 14,91 12,61 11,54 Bens duráveis -0,47 3,37 1,15-0,10-1,38-2,86 10,00 14,41 10,55 11,02 7,45 7,95 18,54 19,23 20,01 17,24 20,87 19,51 e Banco Central 1/ Refere-se à Região Metropolitana de Belém. Identificar a natureza da evolução dos preços se constitui em ferramenta relevante para a condução da política monetária. Nesse contexto, o objetivo deste boxe consiste em avaliar o comportamento recente 1 dos preços relativos por segmentos de consumo do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerando o indicador nacional, os índices agregados para as regiões Sudeste, Nordeste, Sul e Centro-Oeste, e o relativo à Região Metropolitana de Belém 2. Os subitens que compõe o IPCA foram agrupados em bens não-duráveis, semiduráveis, duráveis, monitorados e serviços. A evolução acumulada da variação dos preços por segmento de consumo encontra-se na Tabela 1. As pressões altistas mais acentuadas ocorreram, de forma generalizada, nos segmentos de bens não-duráveis e de serviços, contrastando com a contribuição do comportamento dos preços dos bens duráveis, que registraram redução nas regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste, e variação significativamente inferior à assinalada pelo índice geral no Nordeste e na Região Metropolitana de Belém. A distinção entre o desempenho dos preços nos diversos segmentos resultou em alterações, no âmbito do indicador nacional, das respectivas ponderações, conforme observado no Gráfico 1. Considerando o primeiro quadrimestre de, relativamente a igual período de, ocorreram reduções nas representatividades dos bens duráveis e dos bens e serviços monitorados, e aumentos nas 1/ Foi considerado o período de janeiro de a junho de. 2/ Os consolidados das grandes regiões foram calculados a partir das informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para o IPCA das principais regiões metropolitanas, além das cidades de Brasília e Goiânia para o consolidado da Região Centro-oeste. No que se refere ao Norte, a região metropolitana de Belém é a única que faz parte da pesquisa do IBGE. 96 Boletim Regional do Banco Central do Brasil Julho

2 relativas aos demais segmentos, em especial itens não-duráveis e serviços. As alterações mencionadas repetiram-se na análise regional, ressaltando-se que as mais acentuadas ocorreram na região Sul, onde a ponderação no IPCA dos bens duráveis recuou 1,5 p.p. e a referente aos não-duráveis aumentou 1,2 p.p., na mesma base de comparação. A evolução dos preços relativos definidos como a razão entre o índice de preços do segmento em questão e o IPCA reponderado, para excluir o respectivo segmento para os índices geral e de cada região é apresentada nos Gráficos 2 a 7. Analiticamente, o preço relativo pode ser escrito como: PRel st = IPCA st / IPCA (-st), onde: - PRel st = preço relativo do segmento s no período t; - IPCA st = índice de preços do segmento s no período t; e - IPCA (-st) = índice de preços no período t, exclusive o segmento s. Gráfico 2 Preços relativos IPCA Brasil Gráfico 3 Preços relativos IPCA Sudeste Gráfico 4 Preços relativos IPCA Belém Gráfico 5 Preços relativos IPCA Nordeste Julho Boletim Regional do Banco Central do Brasil 97

3 Gráfico 6 Preços relativos IPCA Sul Gráfico 7 Preços relativos IPCA Centro-Oeste O comportamento dos preços relativos de bens não duráveis apresentou tendência de alta generalizada no primeiro semestre de, evidenciando o impacto do aumento dos preços internacionais das principais commodities agrícolas e de seu repasse para os preços dos alimentos. No período de agravamento da crise financeira internacional, esses preços relativos mantiveram-se praticamente constantes, e registram nova tendência crescente no início de, em especial, na Região Centro-Oeste. Nesse cenário, os preços desse segmento exerceram pressão mais acentuada no IPCA relativo ao país, ao Sudeste, ao Sul e à Região Metropolitana de Belém. Em relação aos preços relativos dos bens duráveis, a principal modificação ocorreu no período de aprofundamento dos efeitos da crise no país, no último trimestre de. O impacto da redução da demanda mundial por bens duráveis se traduziu na redução desses preços em nível mais acentuado do que nos demais setores, em especial no Sul e no Centro-Oeste, enquanto na Região Metropolitana de Belém essa trajetória mostrou-se mais branda. Esse comportamento refletiu, em parte, a distinção entre a representatividade do item automóveis nessas regiões, atingindo 4,48% no Sul e 4,02% no Centro-Oeste, ante 1,03% em Belém 3. A variação média dos preços relativos no segmento de semiduráveis registrou relativa estabilidade de janeiro de a junho de, apresentando ligeiro recuo na Região Metropolitana de Belém e no Sul, em contraste com expansões 3/ Os preços finais dos automóveis foram reduzidos a partir da implementação das medidas localizadas de desoneração tributária. Entre dezembro de e março de, os preços de veículos novos e usados acumularam recuos respectivos de 6,07% e 13,88%, tendo em conjunto contribuído com -0,38 p.p. para o IPCA. 98 Boletim Regional do Banco Central do Brasil Julho

4 marginais assinaladas nos indicadores relativos às demais regiões em especial do Nordeste e ao país. Os preços relativos dos bens e serviços monitorados registraram trajetória decrescente generalizada, com ênfase nos recuos observados no Sul, Centro-Oeste e Nordeste, associados, em especial, à evolução mais favorável do que as assinaladas no país dos preços dos grupos habitação e transportes. Ressalte-se que a redução menos intensa observada no indicador relativo à Região Metropolitana de Belém evidenciou o comportamento do preço do item energia elétrica que, ao contrário das demais regiões, não passou pelo processo de revisão tarifária que, em geral, promoveu reduções nas tarifas. A evolução dos preços relativos no segmento de serviços apresentou tendência crescente no período considerado, ressaltando-se as expansões registradas no Nordeste e no Centro-Oeste, como reflexo das elevações assinaladas nos itens cursos e empregado doméstico, que exerceram impacto mais acentuado nos indicadores dessas regiões em relação aos demais. Destaca-se, ainda, que nesse segmento ocorreu a menor dispersão entre os indicadores das regiões. A evolução dos preços relativos na margem, considerados os trimestres encerrados em junho e em março deste ano, evidenciou a manutenção generalizada da alta dos preços nos segmentos de bens não-duráveis e de serviços. Em sentido oposto, em todas as regiões registraram-se recuos dos preços relativos nos segmentos de bens duráveis, com ênfase nas desacelerações das variações dos preços dos itens mobiliário e automóvel novo. Os monitorados evoluíram nesse mesmo sentido refletindo, sobretudo, o esgotamento de impactos de reajustes das tarifas de ônibus e de planos de saúde. Em síntese, a trajetória dos preços dos bens duráveis exerceu a contribuição mais significativa para a desaceleração da inflação no país, no período considerado, ressaltando-se que essa tendência persiste na margem. O comportamento dos preços relativos estará condicionado, nos próximos meses, Julho Boletim Regional do Banco Central do Brasil 99

5 100 Boletim Regional do Banco Central do Brasil Julho ao impacto do desempenho da economia global sobre os preços das commodities, e, internamente, ao efeito do esgotamento das políticas de desoneração fiscal e à trajetória da demanda e da oferta agregadas.

Disseminação da Crise Econômica: uma análise regional

Disseminação da Crise Econômica: uma análise regional Disseminação da Crise Econômica: uma análise regional Este boxe avalia a disseminação da crise econômica atual pelas regiões do país, com ênfase em indicadores relacionados a investimentos, ao consumo,

Leia mais

Relatório Conjuntura Econômica Brasileira 3o. Trimestre 2012

Relatório Conjuntura Econômica Brasileira 3o. Trimestre 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL Relatório Conjuntura Econômica Brasileira 3o. Trimestre 2012 Elaboração:VIFIN CAIXA Vice-Presidência de Finanças SUPLA CAIXA SN de Planejamento Financeiro 1 Relatório Conjuntura

Leia mais

Receita nominal. Setembro/Agosto 0,5 0,1 1,5 1,2 Média móvel trimestral 1,0 0,1 1,1 0,5 Setembro 2015 / Setembro 2014

Receita nominal. Setembro/Agosto 0,5 0,1 1,5 1,2 Média móvel trimestral 1,0 0,1 1,1 0,5 Setembro 2015 / Setembro 2014 Vendas no varejo variam 0,5% em setembro Período Volume de vendas Varejo Receita nominal Varejo Ampliado Volume de vendas Receita nominal Setembro/Agosto 0,5 0,1 1,5 1,2 Média móvel trimestral 1,0 0,1

Leia mais

Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br)

Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) O Banco Central passou a divulgar, no Boletim Regional de janeiro de, o Índice de Atividade Econômica Regional (IBCR-RS), que se constitui em uma

Leia mais

Nova queda do PIB não surpreende mercado

Nova queda do PIB não surpreende mercado Nova queda do PIB não surpreende mercado Os dados do Produto Interno Bruto (PIB) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia (IBGE) nesta primeira semana de março mostram a tendência

Leia mais

Dezembro e consolidado 2015

Dezembro e consolidado 2015 Dezembro e consolidado 2015 Divulgado em 14 de janeiro de 2016. VAREJO REGISTRA RETRAÇÃO DE 1,4% EM 2015, APONTA ICVA Indicador considera a receita deflacionada de vendas do varejo em relação a 2014. Em

Leia mais

Abril Divulgado em 16 de maio de 2016.

Abril Divulgado em 16 de maio de 2016. Abril - 2016 Divulgado em 16 de maio de 2016. VAREJO REGISTRA RETRAÇÃO DE 5,2% EM ABRIL, APONTA ICVA Indicador considera a receita deflacionada de vendas do varejo em relação a abril de 2015. Descontados

Leia mais

Pesquisa de Conjuntura Econômica do Setor de Alimentação Fora do Lar

Pesquisa de Conjuntura Econômica do Setor de Alimentação Fora do Lar Pesquisa de Conjuntura Econômica do Setor de Alimentação Fora do Lar Introdução O ajuste no mercado promovido pela mais intensa crise vivenciada pelo setor vai deixando cada vez mais distantes aqueles

Leia mais

Açúcar e tomate encarecem a Cesta Básica

Açúcar e tomate encarecem a Cesta Básica 1 São Paulo, 06 de outubro de 2009. NOTA À IMPRENSA Açúcar e tomate encarecem a Cesta Básica Das 17 capitais onde o DIEESE - Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos realiza

Leia mais

Distribuição Regional dos Programas Sociais do Governo Federal

Distribuição Regional dos Programas Sociais do Governo Federal Distribuição Regional dos Programas Sociais do Governo Federal Tabela 1 Valor e participação percentual dos componentes da massa salarial ampliada Discriminação Partic. (%) R$ bilhões 24 28 24 28 Massa

Leia mais

Fevereiro Obs.: O detalhamento por classe de consumo será informado na Resenha de Mercado da EPE do mês de março/17.

Fevereiro Obs.: O detalhamento por classe de consumo será informado na Resenha de Mercado da EPE do mês de março/17. 1. EVOLUÇÃO DA CARGA NO SISTEMA INTERLIGADO NACIONAL E SUBSISTEMAS 1.1. Sistema Interligado Nacional A carga de energia do SIN verificada em fevereiro/17 apresenta crescimento de 2,4% em relação ao valor

Leia mais

Preços. 2.1 Índices gerais

Preços. 2.1 Índices gerais Preços 2 A inflação ao consumidor impactada por aumentos sazonais nos preços de alimentos e serviços, por repasses, ainda que menores, da depreciação cambial e pela elevação de tributos registrou aumento

Leia mais

1 a 15 de janeiro de 2015

1 a 15 de janeiro de 2015 1 a 15 de janeiro de 2015 As principais informações da economia mundial, brasileira e baiana INTRODUÇÃO Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia Diretoria de Indicadores e Estatísticas

Leia mais

Concessões de Crédito - Recursos Livres Variação acumulada em 12 meses. fev/15. nov/14. mai/14. mai/15. ago/14 TOTAL PF PJ

Concessões de Crédito - Recursos Livres Variação acumulada em 12 meses. fev/15. nov/14. mai/14. mai/15. ago/14 TOTAL PF PJ ASSESSORIA ECONÔMICA Dados divulgados entre os dias 24 de julho e 28 de julho Crédito O estoque total de crédito do sistema financeiro nacional (incluindo recursos livres e direcionados) registrou variação

Leia mais

Outubro Divulgado em 16 de novembro de 2015.

Outubro Divulgado em 16 de novembro de 2015. Outubro - 2015 Divulgado em 16 de novembro de 2015. ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 3,3% NO VAREJO EM OUTUBRO Indicador considera a receita de vendas do varejo deflacionada pelo IPCA em relação a outubro de

Leia mais

A carteira de crédito no SFN (sistema financeiro nacional) totalizou pouco mais de R$ 2 trilhões em janeiro, equivalendo a 48,8% do PIB. Mesmo com o r

A carteira de crédito no SFN (sistema financeiro nacional) totalizou pouco mais de R$ 2 trilhões em janeiro, equivalendo a 48,8% do PIB. Mesmo com o r A carteira de crédito no SFN (sistema financeiro nacional) totalizou pouco mais de R$ 2 trilhões em janeiro, equivalendo a 48,8% do PIB. Mesmo com o recuo de -0,2% registrado no mês, o volume continuou

Leia mais

Junho Divulgado em 17 de julho de 2017

Junho Divulgado em 17 de julho de 2017 Junho - 2017 Divulgado em 17 de julho de 2017 ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 0,1% PARA O VAREJO EM JUNHO Receita de vendas no varejo apresenta a menor queda desde julho de 2015; indicador, calculado pela Cielo,

Leia mais

Nota de Crédito PF. Dezembro Fonte: BACEN Base: Outubro de 2014

Nota de Crédito PF. Dezembro Fonte: BACEN Base: Outubro de 2014 Nota de Crédito PF Dezembro 2014 Fonte: BACEN Base: Outubro de 2014 ago/11 fev/12 ago/12 jan/11 jan/11 Desaceleração e comprometimento de renda Os efeitos da elevação da taxa de juros e as incertezas quanto

Leia mais

Junho Divulgado em 15 de julho de 2016.

Junho Divulgado em 15 de julho de 2016. Junho - 2016 Divulgado em 15 de julho de 2016. ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 3,1% PARA O VAREJO EM JUNHO Indicador considera a receita deflacionada de vendas do varejo em relação a junho de 2015 A receita

Leia mais

Análise Mensal - IPCA

Análise Mensal - IPCA Análise Mensal - IPCA Junho / 2016 Inflação acelera em maio e fica em 0,78% A inflação brasileira, medida através do IPCA, apresentou desaceleração em junho de 2016 e avançou 0,35%, valor considerado baixo

Leia mais

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de setembro ficou em 0,16%,

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de setembro ficou em 0,16%, O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de setembro ficou em 0,16%, abaixo dos 0,19% de agosto. No ano, o índice acumula 1,78%, bem abaixo dos 5,51% registrados em igual período do ano passado,

Leia mais

Maio Divulgado em 16 de junho de 2015.

Maio Divulgado em 16 de junho de 2015. Maio - 2015 Divulgado em 16 de junho de 2015. VAREJO AMPLIADO CRESCE 0,4% EM MAIO, APONTA ICVA Percentual é calculado a partir da receita de vendas deflacionada pelo IPCA em comparação com maio de 2014;

Leia mais

Março Divulgado em 14 de abril de 2016.

Março Divulgado em 14 de abril de 2016. Março - 2016 Divulgado em 14 de abril de 2016. ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 5,8% PARA O VAREJO EM MARÇO Indicador considera a receita deflacionada de vendas do varejo em relação a março de 2015. Sem os efeitos

Leia mais

No segundo trimestre de 2015, ocorreu a transferência do controle societário da DEB Pequenas Centrais Hidrelétricas Ltda para a Companhia.

No segundo trimestre de 2015, ocorreu a transferência do controle societário da DEB Pequenas Centrais Hidrelétricas Ltda para a Companhia. COMENTÁRIO DO DESEMPENHO ECONÔMICO-FINANCEIRO PERÍODOS DE 1º DE ABRIL A 30 DE JUNHO DE 2015 E 2014 (Em milhares de reais, exceto quando indicado de outra forma) No segundo trimestre de 2015, ocorreu a

Leia mais

Março Divulgado em 14 de abril de 2015.

Março Divulgado em 14 de abril de 2015. Março - 2015 Divulgado em 14 de abril de 2015. VAREJO AMPLIADO CRESCE 3,3% EM MARÇO, APONTA ICVA O comércio varejista brasileiro apresentou alta de 3,3% em março em relação ao mesmo período do ano passado,

Leia mais

Há três meses, inflação cresce

Há três meses, inflação cresce 1 São Paulo, 05 de junho de 2007. NOTA À IMPRENSA Há três meses, inflação cresce Em maio, o custo de vida no município de São Paulo apresentou variação de 0,63%, superior ao de abril (0,41%) em 0,22 pontos

Leia mais

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC Julho 2013

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC Julho 2013 ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC Julho 2013 Rio de Janeiro, 07 de agosto de 2013 SISTEMA NACIONAL DE ÍNDICES DE PREÇOS AO CONSUMIDOR julho de 2013 ÍNDICE NACIONAL DE PREÇOS AO CONSUMIDOR

Leia mais

Evolução dos coeficientes de exportação e importação da Indústria de Transformação

Evolução dos coeficientes de exportação e importação da Indústria de Transformação Evolução dos coeficientes de exportação e importação da Indústria de Transformação Gráfico 1 CE e PI da Indústria de transformação e taxa de câmbio real CE e PI(%) 20 A taxa média de câmbio efetiva real

Leia mais

ATIVIDADE ECONÔMICA. Junho de 2009

ATIVIDADE ECONÔMICA. Junho de 2009 Principais pontos Relatório de Inflação Banco Central ATIVIDADE ECONÔMICA As medidas anticíclicas vêm se traduzindo em melhoras recentes. A economia brasileira apresenta sinais de gradual recuperação.

Leia mais

Taxa de inflação volta a subir

Taxa de inflação volta a subir 1 São Paulo, 10 de abril de 2012. NOTA À IMPRENSA Taxa de inflação volta a subir Em ço, o Índice do Custo de Vida ICV - calculado pelo DIEESE Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos

Leia mais

Desemprego em São Paulo tem leve recuo e passa de 17,5% em setembro para 17,2% em outubro

Desemprego em São Paulo tem leve recuo e passa de 17,5% em setembro para 17,2% em outubro Boletim 1112/2016 Ano VIII 01/12/2016 Desemprego em São Paulo tem leve recuo e passa de 17,5% em setembro para 17,2% em outubro Nível de ocupação melhorou porque foram gerados 111 mil postos de trabalho

Leia mais

ÍNDICE NACIONAL DE PREÇOS AO CONSUMIDOR (INPC) E A CESTA BÁSICA DEZEMBRO/2010

ÍNDICE NACIONAL DE PREÇOS AO CONSUMIDOR (INPC) E A CESTA BÁSICA DEZEMBRO/2010 1. INTRODUÇÃO O Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE) apresenta os resultados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor e a Cesta Básica para a Região Metropolitana de Fortaleza.

Leia mais

Conjuntura - Saúde Suplementar

Conjuntura - Saúde Suplementar Conjuntura - Saúde Suplementar 31º Edição - Junho de 2016 Sumário Conjuntura da Saúde Suplementar 1) Emprego e Planos coletivos 3 2) Renda e Planos individuais 4 3) PIB e Receita/Despesa das operadoras

Leia mais

Balanço 2016 Perspectivas PIB e Performance do Agronegócio

Balanço 2016 Perspectivas PIB e Performance do Agronegócio PIB e Performance do Agronegócio 15 16 Balanço 2016 Perspectivas 2017 Perspectivas 2017 MESMO COM A ECONOMIA BRASILEIRA VOLTANDO PARA OS EIXOS EM 2017, O AGRONEGÓCIO NOVAMENTE DEVERÁ SER O SETOR COM MAIOR

Leia mais

Mercado de trabalho enfrentou cenário difícil durante todo o ano de 2015

Mercado de trabalho enfrentou cenário difícil durante todo o ano de 2015 Mercado de trabalho enfrentou cenário difícil durante todo o ano de 2015 Neste edição especial do boletim Mercado de trabalho do CEPER-FUNDACE, serão comparados dados do Cadastro Geral de Empregados e

Leia mais

Carteira do SFN recua 3,5% em 2016

Carteira do SFN recua 3,5% em 2016 Carteira do SFN recua 3,5% em 2016 Carteira de Crédito no SFN Em 2016, o mercado de crédito fechou com retração de 3,5%. Esta performance frustrante reflete o processo de desalavancagem das famílias e

Leia mais

Indicador Trimestral de PIB do Espírito Santo

Indicador Trimestral de PIB do Espírito Santo SUMÁRIO EXECUTIVO O Produto Interno Bruto (PIB) do estado do Espírito Santo é calculado anualmente pelo Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) em parceria com o Instituto eiro de Geografia e Estatística

Leia mais

A inflação frente ao câmbio e preços internacionais

A inflação frente ao câmbio e preços internacionais São Paulo, 08 de outubro de 2008. NOTA À IMPRENSA A inflação frente ao câmbio e preços internacionais Entre outubro de 2007 e setembro último, a inflação medida pelo ICV-DIEESE foi de 6,79%, com forte

Leia mais

MOVIMENTAÇÃO NACIONAL DO EMPREGO NO SEGMENTO DA ARQUITETURA E ENGENHARIA CONSULTIVA

MOVIMENTAÇÃO NACIONAL DO EMPREGO NO SEGMENTO DA ARQUITETURA E ENGENHARIA CONSULTIVA MOVIMENTAÇÃO NACIONAL DO EMPREGO NO SEGMENTO DA ARQUITETURA E ENGENHARIA CONSULTIVA São Paulo 2010 Sumário 1. Movimentação Nacional do Emprego no segmento da Arquitetura e Engenharia Consultiva 2010...

Leia mais

INDX registra alta de 1,41% em setembro

INDX registra alta de 1,41% em setembro INDX registra alta de 1,41% em setembro Dados de Setembro/13 Número 78 São Paulo O Índice do Setor Industrial (INDX), composto pelas ações mais representativas do segmento, encerrou o mês de setembro de

Leia mais

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC fevereiro 2008

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC fevereiro 2008 ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC fevereiro 2008 Rio de Janeiro, 11 de março de 2008 SISTEMA NACIONAL DE ÍNDICES DE PREÇOS AO CONSUMIDOR COMENTÁRIOS FEVEREIRO 2008 ÍNDICE NACIONAL DE

Leia mais

www.ccee.org.br Nº 009 Setembro/2014 0800 10 00 08

www.ccee.org.br Nº 009 Setembro/2014 0800 10 00 08 www.cceorg.br Nº 009 Setembro/2014 0800 10 00 08 Introdução O Boletim de Operação das Usinas é uma publicação mensal que apresenta os principais resultados consolidados de capacidade, garantia física e

Leia mais

Boletim de Serviços. Maio de Economia de Serviços

Boletim de Serviços. Maio de Economia de Serviços Boletim de Serviços Maio de 17 www.economiadeservicos.com Economia de Serviços Destaques O volume do setor de serviços registrou contração de % em fevereiro na comparação anual, com destaque negativo para

Leia mais

PIB do terceiro trimestre de 2015 apresentou queda de 1,7% contra o trimestre anterior

PIB do terceiro trimestre de 2015 apresentou queda de 1,7% contra o trimestre anterior ECONÔMICA Conjuntura PIB do terceiro trimestre de 2015 apresentou queda de 1,7% contra o trimestre anterior Dados publicados pelo IBGE informam que o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil caiu 1,7% no

Leia mais

MOVIMENTAÇÃO NACIONAL DO EMPREGO NO SEGMENTO DA ARQUITETURA E ENGENHARIA CONSULTIVA

MOVIMENTAÇÃO NACIONAL DO EMPREGO NO SEGMENTO DA ARQUITETURA E ENGENHARIA CONSULTIVA MOVIMENTAÇÃO NACIONAL DO EMPREGO NO SEGMENTO DA ARQUITETURA E ENGENHARIA CONSULTIVA São Paulo 211 Conteúdo INTRODUÇÃO... 3 1. MOVIMENTAÇÃO NACIONAL DO EMPREGO NO SEGMENTO DA ARQUITETURA E ENGENHARIA CONSULTIVA

Leia mais

Sondagem Industrial do Estado de São Paulo

Sondagem Industrial do Estado de São Paulo Sondagem Industrial do Estado de São Paulo Maio/14 Produção industrial cai em maior ritmo dos últimos 10 meses A indústria continuou apresentando baixa produção em abril. O indicador caiu 0,2 ponto na

Leia mais

CONSTRUÇÃO. boletim. Trabalho e APESAR DO DESAQUECIMENTO DA ECONOMIA, GERAÇÃO DE POSTOS DE TRABALHO NA CONSTRUÇÃO CIVIL MANTÉM CRESCIMENTO

CONSTRUÇÃO. boletim. Trabalho e APESAR DO DESAQUECIMENTO DA ECONOMIA, GERAÇÃO DE POSTOS DE TRABALHO NA CONSTRUÇÃO CIVIL MANTÉM CRESCIMENTO boletim Trabalho e Ano 1 - nº 2 - Setembro 2009 APESAR DO DESAQUECIMENTO DA ECONOMIA, GERAÇÃO DE POSTOS DE TRABALHO NA CIVIL MANTÉM CRESCIMENTO O recrudescimento da crise econômico-financeira no centro

Leia mais

Cestas Básicas variam de -1,79% até 2,79%

Cestas Básicas variam de -1,79% até 2,79% 1 São Paulo, 03 de junho de 2011 NOTA À IMPRENSA Cestas Básicas variam de -1,79% até 2,79% Das 17 capitais onde o DIEESE - Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos realiza a

Leia mais

Regiões Norte e Sudeste apresentam aumento expressivo de dívidas atrasadas e menor crescimento econômico

Regiões Norte e Sudeste apresentam aumento expressivo de dívidas atrasadas e menor crescimento econômico Resumo Regiões Norte e Sudeste apresentam aumento expressivo de dívidas atrasadas e menor crescimento econômico A alta do número de dívidas em atraso em fevereiro no Brasil (0,80% na comparação com janeiro)

Leia mais

Inflação sobe em março

Inflação sobe em março 1 São Paulo, 7 de abril de 2008. NOTA À IMPRENSA Inflação sobe em março Em março, o custo de vida no município de São Paulo apresentou aumento de 0,45%, o que representa 0,48 ponto percentual (pp) acima

Leia mais

Janeiro Divulgado em 16 de fevereiro de 2016.

Janeiro Divulgado em 16 de fevereiro de 2016. Janeiro - 2016 Divulgado em 16 de fevereiro de 2016. ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 6,0% PARA O VAREJO EM JANEIRO Indicador considera a receita deflacionada de vendas do varejo em relação a janeiro de 2015.

Leia mais

ICV DIEESE: taxa é menor, mas serviços continuam a pressionar a inflação

ICV DIEESE: taxa é menor, mas serviços continuam a pressionar a inflação NOTA À IMPRENSA SÃO PAULO, 07 DE MARÇO DE 2005. ICV DIEESE: taxa é menor, mas serviços continuam a pressionar a inflação O custo de vida no município de São Paulo apresentou, em fevereiro, variação de

Leia mais

PAIC confirma que 2005 não foi um ano bom para grande parte das empresas da construção

PAIC confirma que 2005 não foi um ano bom para grande parte das empresas da construção PAIC confirma que 2005 não foi um ano bom para grande parte das empresas da construção O balanço de final do ano de 2005 já mostrará que se não foi um ano perdido, os resultados frustraram as expectativas

Leia mais

Setembro Divulgado em 15 de outubro de 2015.

Setembro Divulgado em 15 de outubro de 2015. Setembro - 2015 Divulgado em 15 de outubro de 2015. ICVA APONTA RETRAÇÃO DE 3,4% PARA O VAREJO EM SETEMBRO Indicador considera a receita de vendas do varejo deflacionada pelo IPCA em comparação com setembro

Leia mais

COMENTÁRIOS. Em maio o emprego industrial ficou praticamente estável frente ao mês

COMENTÁRIOS. Em maio o emprego industrial ficou praticamente estável frente ao mês COMENTÁRIOS PESSOAL OCUPADO ASSALARIADO Em maio o emprego industrial ficou praticamente estável frente ao mês imediatamente anterior (-0,1%), na série livre de influências sazonais, após recuo de 0,3%

Leia mais

Índices de Obras Públicas IPOP

Índices de Obras Públicas IPOP Índices de Obras Públicas IPOP Setor de Obras Públicas com Deflação em São Paulo Denise Cyrillo (*) Maio é o mês de dissídio da grande maioria das categorias de mão de obra empregadas na Construção Civil.

Leia mais

OS PEQUENOS NEGÓCIOS NO RIO DE JANEIRO

OS PEQUENOS NEGÓCIOS NO RIO DE JANEIRO Estabelecimentos, emprego formal e rendimentos: NOTA CONJUNTURAL NOVEMBRO DE 2013 Nº26 OS PEQUENOS NEGÓCIOS NO RIO DE JANEIRO NOTA CONJUNTURAL NOVEMBRO DE 2013 Nº26 PANORAMA GERAL Esta nota analisa o perfil

Leia mais

25/11/2016 IBGE sala de imprensa notícias PNAD 2015: rendimentos têm queda e desigualdade mantém trajetória de redução

25/11/2016 IBGE sala de imprensa notícias PNAD 2015: rendimentos têm queda e desigualdade mantém trajetória de redução PNAD 2015: rendimentos têm queda e desigualdade mantém trajetória de redução fotos saiba mais De 2014 para 2015, houve, pela primeira vez em 11 anos, queda nos rendimentos reais (corrigidos pela inflação).

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES

Ministério da Educação - MEC Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES janeiro-2007 a janeiro-2007 Sudeste ( 63,42 % ) Exterior ( 0,80 % ) Sul ( 35,78 % ) janeiro-2006 a dezembro-2006 Sudeste ( 59,11 % ) Norte ( 0,20 % ) Centro-Oeste ( 5,29 % ) Nordeste ( 5,39 % ) Exterior

Leia mais

ANÁLISE MENSAL - IPCA

ANÁLISE MENSAL - IPCA ANÁLISE MENSAL - IPCA Fevereiro / 2016 Inflação desacelera em fevereiro e avança 0,9% A inflação brasileira, medida através do IPCA, desacelerou no mês de fevereiro de 2016, atingindo assim 0,9%. O resultado

Leia mais

ICV-DIEESE sobe 0,08% em dezembro, com menor aumento da Alimentação

ICV-DIEESE sobe 0,08% em dezembro, com menor aumento da Alimentação 1 São Paulo, 12 de janeiro de 2010. NOTA À IMPRENSA ICV-DIEESE sobe 0,08% em dezembro, com menor aumento da Alimentação O Índice do Custo de Vida (ICV) subiu 0,08%, em dezembro, mostrando comportamento

Leia mais

Conjuntura Março. Boletim de AGRAVAMENTO DAS CRISES ECONÔMICA E POLÍTICA INDUZ MUDANÇAS NO PAÍS. PIB dos serviços recua 2,1% em 2015

Conjuntura Março. Boletim de AGRAVAMENTO DAS CRISES ECONÔMICA E POLÍTICA INDUZ MUDANÇAS NO PAÍS. PIB dos serviços recua 2,1% em 2015 Março de 2016 AGRAVAMENTO DAS CRISES ECONÔMICA E POLÍTICA INDUZ MUDANÇAS NO PAÍS PIB dos serviços recua 2,1% em 2015 Segundo o IBGE, o PIB brasileiro caiu 4,0% em 2015. Essa variação é resultado de uma

Leia mais

ECONOMIA A informação que fala direto ao seu bolso 27 Abril de 2017

ECONOMIA  A informação que fala direto ao seu bolso 27 Abril de 2017 Associação Brasileira de Supermercados Nº75 ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 27 Abril de 2017 Índice de Vendas acumula queda de -1,40% no ano Em março, as vendas reais

Leia mais

COMENTÁRIOS. O emprego industrial, que ficou praticamente estável nos últimos três. meses, recuou 0,6% em novembro frente a outubro, na série livre de

COMENTÁRIOS. O emprego industrial, que ficou praticamente estável nos últimos três. meses, recuou 0,6% em novembro frente a outubro, na série livre de COMENTÁRIOS PESSOAL OCUPADO ASSALARIADO O emprego industrial, que ficou praticamente estável nos últimos três meses, recuou 0,6% em novembro frente a outubro, na série livre de influências sazonais. Esta

Leia mais

Brasil e SP fecharam postos de trabalho em todos os setores da economia

Brasil e SP fecharam postos de trabalho em todos os setores da economia Brasil e SP fecharam postos de trabalho em todos os setores da economia Os dados de março de 2016 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) reafirmam a desaceleração do mercado de trabalho.

Leia mais

Na atividade de têxtil e confecção ocorreu o maior volume de contratações no ano (3.907 postos).

Na atividade de têxtil e confecção ocorreu o maior volume de contratações no ano (3.907 postos). Sumário Executivo MAR/2016 No mês de março de 2016, o saldo de empregos em Santa Catarina recuou em relação a fevereiro (-3.803 postos e variação de -0,2%). A indústria de transformação teve desempenho

Leia mais

16 a 31 de dezembro de 2014

16 a 31 de dezembro de 2014 16 a 31 de dezembro de 2014 As principais informações da economia mundial, brasileira e baiana INTRODUÇÃO Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia Diretoria de Indicadores e Estatísticas

Leia mais

Junho Obs.: O detalhamento por classe de consumo será informado na Resenha de Mercado da EPE do mês de julho/17.

Junho Obs.: O detalhamento por classe de consumo será informado na Resenha de Mercado da EPE do mês de julho/17. 1. EVOLUÇÃO DA CARGA NO SISTEMA INTERLIGADO NACIONAL E SUBSISTEMAS 1.1. Sistema Interligado Nacional A carga de energia do SIN verificada em junho/17 apresenta acréscimo de 1,5% em relação ao valor verificado

Leia mais

3 INFLAÇÃO. ipea SUMÁRIO

3 INFLAÇÃO. ipea SUMÁRIO 3 INFLAÇÃO SUMÁRIO Após iniciar o ano de 2014 com uma inflação acumulada em doze meses de 5,6%, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) veio se acelerando, de modo que, em junho, esta taxa atingiu

Leia mais

Panorama do Mercado de Trabalho PNAD Contínua. Centro de Políticas Públicas do Insper

Panorama do Mercado de Trabalho PNAD Contínua. Centro de Políticas Públicas do Insper Panorama do Mercado de Trabalho PNAD Contínua Centro de Políticas Públicas do Insper Dezembro de 2016 Apresentação Com o objetivo de ampliar o debate sobre a economia brasileira e o mercado de trabalho

Leia mais

Combustível pressiona inflação de fevereiro

Combustível pressiona inflação de fevereiro 1 São Paulo, 13 de março de 2006. Nota à imprensa Combustível pressiona inflação de fevereiro Em fevereiro, o índice do custo de vida (ICV) calculado pelo DIEESE - Departamento Intersindical de Estatística

Leia mais

Alimentos ainda pressionam a inflação

Alimentos ainda pressionam a inflação 1 São Paulo, 06 de novembro de 2007. NOTA À IMPRENSA Alimentos ainda pressionam a inflação Em outubro, o custo de vida no município de São Paulo apresentou taxa de 0,33%, 0,03 ponto percentual(pp) acima

Leia mais

Fevereiro Divulgado em 15 de março de 2016.

Fevereiro Divulgado em 15 de março de 2016. Fevereiro - 2016 Divulgado em 15 de março de 2016. ICVA: BENEFICIADO PELO CALENDÁRIO, VAREJO AMPLIADO REGISTRA RETRAÇÃO DE 3,4% EM FEVEREIRO Indicador considera a receita deflacionada de vendas do varejo

Leia mais

ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 3,6% PARA O VAREJO EM NOVEMBRO

ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 3,6% PARA O VAREJO EM NOVEMBRO I C V A N O V E M BRO D E 2 0 1 6 CIELO S.A. CNPJ/MF 01.027.058/0001-91 Comunicado ao Mercado ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 3,6% PARA O VAREJO EM NOVEMBRO Indicador considera a receita deflacionada de vendas

Leia mais

Sondagem Industrial do Estado de São Paulo

Sondagem Industrial do Estado de São Paulo Sondagem Industrial do Estado de São Paulo Fevereiro/14 Indústria segue com baixa produção e utilização de sua capacidade A indústria registrou forte avanço da produção em janeiro. Apesar de parte dessa

Leia mais

Preço da cesta sobe em nove capitais

Preço da cesta sobe em nove capitais 1 São Paulo, 5 de outubro de 2012 Preço da cesta sobe em nove capitais Nota à imprensa Em setembro, o preço dos gêneros alimentícios essenciais aumentou em nove das 17 capitais onde o DIEESE - Departamento

Leia mais

Estabelecimentos e Empregos nas Micro e Pequenas Empresas 1

Estabelecimentos e Empregos nas Micro e Pequenas Empresas 1 Estabelecimentos e Empregos nas Micro e Pequenas Empresas 1 Neste texto é analisada exclusivamente a base de dados da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), com destaque para algumas características

Leia mais

3 INFLAÇÃO. Carta de Conjuntura 26 mar. 2015 43

3 INFLAÇÃO. Carta de Conjuntura 26 mar. 2015 43 3 INFLAÇÃO SUMÁRIO A inflação brasileira, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), vinha apresentando uma trajetória de aceleração desde o início de 2014, mas mantinha-se dentro

Leia mais

São Paulo, 15 de outubro de 2015 A EDP Energias do Brasil S.A. (BM&FBOVESPA: ENBR3) divulga as informações referentes ao

São Paulo, 15 de outubro de 2015 A EDP Energias do Brasil S.A. (BM&FBOVESPA: ENBR3) divulga as informações referentes ao São Paulo, 15 de outubro de 2015 A EDP Energias do Brasil S.A. (BM&FBOVESPA: ENBR3) divulga as informações referentes ao mercado de energia elétrica do terceiro trimestre de 2015 (3T15) e no acumulado

Leia mais

ECONOMIA. Vendas do setor acumulam crescimento de 2,05% Nº40. Associação Brasileira de Supermercados. Renda e emprego mantêm crescimento do setor

ECONOMIA. Vendas do setor acumulam crescimento de 2,05% Nº40. Associação Brasileira de Supermercados. Renda e emprego mantêm crescimento do setor Associação Brasileira de Supermercados Nº40 ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 27 de Maio de 2014 Vendas do setor acumulam crescimento de 2,05% Em abril, as vendas reais

Leia mais

Custo de vida aumentou 0,24% em setembro

Custo de vida aumentou 0,24% em setembro 1 São Paulo, 04 de outubro de 2013. NOTA À IMPRENSA Custo de vida aumentou 0,24% em setembro Em setembro, o custo de vida no município de São Paulo apresentou alta de 0,24%, segundo cálculo do DIEESE Departamento

Leia mais

Os recursos livres totalizaram R$ 953,1 bilhões em Dezembro, terminando o ano com uma alta de 9,4% ante 2008.

Os recursos livres totalizaram R$ 953,1 bilhões em Dezembro, terminando o ano com uma alta de 9,4% ante 2008. O volume de crédito no sistema financeiro nacional fechou o ano em R$ 1,41 trilhão, representando 45% PIB. Esse resultado correspondeu a mais uma alta, agora de 1,6%, ante o mês anterior levando a um crescimento

Leia mais

Evolução Regional das Importações de Bens de Consumo

Evolução Regional das Importações de Bens de Consumo Evolução Regional das Importações de Bens de Consumo Tabela 1 Importações brasileiras totais e de bens de consumo As importações de bens de consumo, embora persistam, em termos absolutos, em patamar inferior

Leia mais

APÓS 2 ANOS DE RETRAÇÃO, VAREJO APRESENTA CRESCIMENTO REAL EM AGOSTO

APÓS 2 ANOS DE RETRAÇÃO, VAREJO APRESENTA CRESCIMENTO REAL EM AGOSTO CIELO S.A. CNPJ/MF 01.027.058/0001-91 Comunicado ao Mercado APÓS 2 ANOS DE RETRAÇÃO, VAREJO APRESENTA CRESCIMENTO REAL EM AGOSTO Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA) apresentou crescimento de sobre o

Leia mais

Junho Divulgado em 15 de julho de 2015.

Junho Divulgado em 15 de julho de 2015. Junho - 2015 Divulgado em 15 de julho de 2015. ICVA REGISTRA CRESCIMENTO DE 1,9% PARA O VAREJO EM JUNHO O indicador é calculado a partir da receita de vendas do comércio varejista deflacionada pelo IPCA

Leia mais

no Mercado de Trabalho Brasileiro

no Mercado de Trabalho Brasileiro Análise da Pobreza e a População de Baixa Renda no Mercado de Trabalho Brasileiro Victor Chagas e Lucas Facó Universidade de Brasília September 30, 2011 Trajetórias da população de baixa renda no mercado

Leia mais

Política de Valorização do Salário Mínimo: valor para 2016 é fixado em R$ 880,00

Política de Valorização do Salário Mínimo: valor para 2016 é fixado em R$ 880,00 Nota Técnica Número 153 - Dezembro de 2015 Atualizada em janeiro de 2016 Política de Valorização do Salário Mínimo: valor para 2016 é fixado em R$ 880,00 Salário mínimo de 2016 é de R$ 880,00 A partir

Leia mais

ICVA: VAREJO AMPLIADO TEM RETRAÇÃO DE 1,4% EM MAIO

ICVA: VAREJO AMPLIADO TEM RETRAÇÃO DE 1,4% EM MAIO CIELO S.A. CNPJ/MF 01.027.058/0001-91 Comunicado ao Mercado ICVA: VAREJO AMPLIADO TEM RETRAÇÃO DE 1,4% EM MAIO Indicador da Cielo considera a receita deflacionada de vendas em relação ao mesmo mês do ano

Leia mais

Comunicado ao Mercado VAREJO DESACELERA EM MARÇO E TEM CRESCIMENTO DE 2,2% CONTRA O MESMO MÊS EM 2013 NA RECEITA DEFLACIONADA, APONTA ÍNDICE DA CIELO

Comunicado ao Mercado VAREJO DESACELERA EM MARÇO E TEM CRESCIMENTO DE 2,2% CONTRA O MESMO MÊS EM 2013 NA RECEITA DEFLACIONADA, APONTA ÍNDICE DA CIELO CIELO S.A. CNPJ/MF 01.027.058/0001-91 NIRE 35.300.144.112 Comunicado ao Mercado VAREJO DESACELERA EM MARÇO E TEM CRESCIMENTO DE 2,2% CONTRA O MESMO MÊS EM 2013 NA RECEITA DEFLACIONADA, APONTA ÍNDICE DA

Leia mais

ECONOMIA A informação que fala direto ao seu bolso 27 de Maio de 2015

ECONOMIA  A informação que fala direto ao seu bolso 27 de Maio de 2015 Associação Brasileira de Supermercados Nº52 ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 27 de Maio de 2015 Vendas recuam em abril, mas ficam positivas em 2015 Setor sente as consêquencias

Leia mais

ANO 6 NÚMERO 54 NOVEMBRO DE 2016 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO

ANO 6 NÚMERO 54 NOVEMBRO DE 2016 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO ANO 6 NÚMERO 54 NOVEMBRO DE 2016 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO 1 - CONSIDERAÇÕES INICIAIS Aos poucos a quase totalidade da parte da sociedade brasileira que acreditava no impeachment

Leia mais

Baixa renda é mais beneficiada com a queda na taxa do ICV

Baixa renda é mais beneficiada com a queda na taxa do ICV 1 São Paulo, 07 de agosto de 2013. Baixa renda é mais beneficiada com a queda na taxa do ICV NOTA À IMPRENSA Em julho, o custo de vida no município de São Paulo registrou variação de 0,09%, segundo cálculo

Leia mais

Estatísticas Fiscais de Estados

Estatísticas Fiscais de Estados Estatísticas Fiscais de Estados Consolidado Região Norte Região Nordeste Região Centro-Oeste Região Sudeste Região Sul 2 Gráfico 1 Resultado Primário Consolidado e Regiões Gráfico 2 Resultado Primário,

Leia mais

ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 6,2% PARA O VAREJO EM AGOSTO

ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 6,2% PARA O VAREJO EM AGOSTO CIELO S.A. CNPJ/MF 01.027.058/0001-91 Comunicado ao Mercado ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 6,2% PARA O VAREJO EM AGOSTO Indicador considera a receita deflacionada de vendas do varejo em relação ao mesmo mês

Leia mais

ESTUDO TÉCNICO N.º 12/2014

ESTUDO TÉCNICO N.º 12/2014 ESTUDO TÉCNICO N.º 12/2014 Principais resultados da PNAD 2013 potencialmente relacionados às ações e programas do MDS MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME SECRETARIA DE AVALIAÇÃO E GESTÃO

Leia mais

Agosto Divulgado em 15 de setembro de 2015.

Agosto Divulgado em 15 de setembro de 2015. Agosto - 2015 Divulgado em 15 de setembro de 2015. ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 2,8% PARA O VAREJO EM AGOSTO Indicador considera a receita de vendas do varejo deflacionada pelo IPCA em comparação com agosto

Leia mais

Nove cidades têm alta no preço da cesta

Nove cidades têm alta no preço da cesta 1 São Paulo, 5 de novembro de 2012 Nota à imprensa Nove cidades têm alta no preço da cesta Em outubro, o preço dos gêneros alimentícios essenciais aumentou em nove das 17 capitais onde o DIEESE - Departamento

Leia mais

Preços da cesta básica continuam em alta

Preços da cesta básica continuam em alta 1 São Paulo, 06 de março de 2007 NOTA À IMPRENSA Preços da cesta básica continuam em alta Em fevereiro, o preço do conjunto de gêneros alimentícios essenciais manteve o predomínio de alta, comportamento

Leia mais

ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 3,3% NO VAREJO EM OUTUBRO

ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 3,3% NO VAREJO EM OUTUBRO CIELO S.A. CNPJ/MF 01.027.058/0001-91 Comunicado ao Mercado ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 3,3% NO VAREJO EM OUTUBRO Indicador considera a receita de vendas do varejo deflacionada pelo IPCA em relação a outubro

Leia mais