Ebserh, a crise dos planos de saúde e o financiamento de campanha eleitoral

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ebserh, a crise dos planos de saúde e o financiamento de campanha eleitoral"

Transcrição

1 Ebserh, a crise dos planos de saúde e o financiamento de campanha eleitoral Gibran Jordão Segundo dados do próprio Tribunal superior Eleitoral (TSE), as empresas de Plano de Saúde privado doaram nas eleições de 2010 aproximadamente 12 milhões de reais o que envolve partidos, candidatos a deputados estaduais, federais, senadores, governadores e a presidência da república. Nas eleições de 2010 as empresas de planos de saúde destinaram R$ ,69 em doações oficiais para as campanhas de 153 candidatos a cargos eletivos. O apoio financeiro dos planos de saúde ajudou a eleger 38 deputados federais, 26 deputados estaduais, três senadores, além de quatro governadores e da presidente da República, Dilma Rousseff. Cinco partidos incluindo base governista e oposição receberam 80% das doações de planos de saúde privado, são eles: 1º PMDB,2º PSDB, 3º PT, 4º PV e 5º DEM. O que está em jogo? Segundo a Agência Nacional de Saúde, os planos de saúde privados faturaram 64,2 bilhões de reais em 2009; atualmente há empresas de planos de saúde médicohospitalares atuando no mercado e 46 milhões de usuários estão vinculados aos planos de saúde. Segundo Mário Scheffer, do Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP ) e Lígia Bahia, do Laboratório de Economia Política da Saúde da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), os planos de saúde privado possuem uma série de interesses na relação com o poder público, entre eles podemos citar:

2 Viabilização de parcerias para o compartilhamento de instalações, equipamentos e atendimento de usuários da saúde suplementar nas unidades do SUS. Isso já ocorre, por exemplo, em muitos Hospitais Universitários federais e estaduais, caracterizando a chamada fila dupla. Preservação de obstáculos que impedem a efetivação do ressarcimento ao SUS, toda vez que um usuário de plano de saúde é atendido em hospital público, conforme a legislação vigente. Para se ter uma ideia, o valor que os planos ressarciram ao SUS em 2009 ( R$ 5,6 milhões) é inferior aos R$ 12 milhões que o setor destinou a campanhas eleitorais em Garantia de representantes dos interesses dos planos de saúde em cargos estratégicos da ANS, que atua na regulação e na fiscalização dos planos de saúde. No final de 2010, três dos cinco diretores da ANS, inclusive o diretor-presidente, eram quadros oriundos de empresas de planos de saúde. Contratos com Ministérios, secretarias e órgãos do Legislativo para a assistência médico-hospitalar do funcionalismo público. Somente o governo federal destina cerca de R$ 1 bilhão por ano para a compra de planos de saúde privados para os funcionários públicos (Scheffer; Bahia, 2011, p. 24). Candidatos a presidente apoiados por empresas de planos de saúde, segundo doadores e recursos recebidos, Brasil, 2010 Candidatos a Presidente Valor ( R$) Plano de Saúde/Doador Dilma Rousseff (PT) ,00 Qualicorp José Serra (PSDB) ,00 Qualicorp

3 Fonte: TSE, 2011 A Ebserh e a crise de leitos dos planos de saúde privado A Agencia Nacional de Saúde Suplementar (ANS) aponta que de 2009 a 2011 o número de contratos de plano de saúde cresceu 13,5% de 41 milhões para 47 milhões. Por outro lado o número de leitos caiu em 10,45% de 511,6 mil a 458,1 mil (somada rede pública e privada). A lei /2011 que cria a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) é 12550/2011, coincide exatamente com o momento no qual explode a crise de falta de leitos com a expansão do mercado de planos de saúde privado. Veja o trecho abaixo que confirma que no texto da lei da Ebserh, em seu artigo primeiro e paragrafo segundo, está garantida a figura das subsidiárias: 2 o Fica a Ebserh autorizada a criar subsidiárias para o desenvolvimento de atividades inerentes ao seu objeto social, com as mesmas características estabelecidas no caput deste artigo, aplicando-se a essas subsidiárias o disposto nos arts. 2 o a 8 o, no caput e nos 1 o, 4 o e 5 o do art. 9 o e, ainda, nos arts. 10 a 15 desta Lei. As empresas públicas, subsidiárias são sob a ótica constitucional, empresas que visam lucro, ou seja, exploração de atividades econômicas. Nesse sentido, sendo pessoas jurídicas de direito privado e conforme estatui o inciso II do parágrafo 1º. do art. 173 da CF, sujeitam-se ao regime jurídico próprio das empresas privadas, quanto aos direitos e obrigações civis, comerciais, trabalhistas e tributárias. De acordo com Lucieni Pereira, especialista em controle externo, auditora federal de controle externo do Tribunal de Contas da União, professora de gestão fiscal e finanças

4 públicas e presidente da Associação Nacional dos Auditores de Controle Externo dos Tribunais de Contas do Brasil (ANTC): Como há um interesse dos planos de saúde nos hospitais universitários, que em alguns Estados são os únicos que prestam serviços de média e alta complexidade ( ) A União investe nestes hospitais e há a probabilidade de, pela via das subsidiárias, a Ebserh seja a porta de entrada dos planos de saúde. O Hospital das Clinicas de Porto Alegre (HCPA) já possui dupla porta de entrada por conta dos vários convênios com planos de saúde privado conhecidos do público em geral como Unimed e Golden Cross. Nas palavras de José Rubens Rebelato, atual presidente da Ebserh, quando ainda era diretor de Hospitais Universitários do MEC em 2011: O clinicas de Porto Alegre é um caso exemplar de sucesso, que vamos seguir A relação estabelecida pelo HCPA com os planos de saúde privado no qual gera elogios por parte dos representantes do governo federal tem sintonia com a recente carta publicada pela presidente Dilma Rousseff na ocasião da conferencia realizada pelo JP Morgan que é uma das maiores instituições financeiras do mundo. Vejamos o trecho da carta da presidenta que além de prometer um severo ajuste fiscal, diz: As iniciativas em analise envolvem tanto reformas do lado fiscal, para adequar a taxa de crescimento do gasto público ao crescimento da economia, quanto maior desenvolvimento financeiro, com aumento do financiamento de fontes privadas no financiamento de longo prazo, em especial, da infraestrutura. (EM CARTA, 2014). A maioria absoluta das entidades organizadas da sociedade civil, incluindo o Conselho Nacional de Saúde possuem resoluções contrárias a Ebserh e estão em ampla campanha pela defesa dos Hospitais Universitários 100% SUS, sem dupla porta de entrada, com valorização dos trabalhadores da saúde, pela

5 ampliação do orçamento público para financiar a saúde pública com democracia na gestão e controle social. Infelizmente nada disso está garantido com a adesão dos hospitais universitários a Ebserh. Pelo visto o dialogo anunciado pela presidenta no pós eleições foi direcionado muito mais ao poder econômico do que as demandas dos trabalhadores e usuários do SUS. Esse artigo tem a intenção de tentar acender uma luz sobre um aspecto importante que envolve destruição das fronteiras entre o público e o privado levado a cabo pelo governo Dilma no qual foi eleita pela maioria dos trabalhadores para fazer mudanças e reformas progressivas e não para aplicar uma concepção de estado com fortes elementos neoliberais, Referências bibliográficas EM CARTA, Dilma pede ajuda ao mercado. O Povo, 3 dez Disponível em: SCHEFFER, Mário; BAHIA, Lígia. Representação política e interesses particulares na saúde: o caso do financiamento de campanhas eleitorais pelas empresas de planos de saúde no Brasil. Centro Brasileiro de Estudos de Saúde Estudo, abril 2011.

A perspectiva de reforma política no Governo Dilma Rousseff

A perspectiva de reforma política no Governo Dilma Rousseff A perspectiva de reforma política no Governo Dilma Rousseff Homero de Oliveira Costa Revista Jurídica Consulex, Ano XV n. 335, 01/Janeiro/2011 Brasília DF A reforma política, entendida como o conjunto

Leia mais

REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 1.749-C DE 2011

REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 1.749-C DE 2011 REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 1.749-C DE 2011 Autoriza o Poder Executivo a criar a empresa pública denominada Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares EBSERH; acrescenta dispositivos ao Decreto-Lei

Leia mais

Proposta de Reforma Política

Proposta de Reforma Política Proposta de Reforma Política Proposta de Reforma Política - 2 de 7 Senhores Parlamentares, agradecemos a cordialidade em nos receber e a oportunidades para que falemos nesta casa sobre um tema crucial

Leia mais

REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO Nº, DE 2013 (Do Deputado Rubens Bueno)

REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO Nº, DE 2013 (Do Deputado Rubens Bueno) REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO Nº, DE 2013 (Do Deputado Rubens Bueno) Requer informações ao Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Sr. Fernando Damata Pimentel sobre a contratação pelo

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA AS ELEIÇÕES 2008: Condutas Vedadas aos Gestores PúblicosP

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA AS ELEIÇÕES 2008: Condutas Vedadas aos Gestores PúblicosP Eleições 2008 ORIENTAÇÕES GERAIS PARA AS ELEIÇÕES 2008: Condutas Vedadas aos Gestores PúblicosP Escola Fazendária Teresina, 16 de Junho de 2008 O Art. 73, da Lei nº n 9.504/97, dispõe serem proibidas aos

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2013

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2013 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2013 Institui o Programa Nacional de Incentivo à Educação Escolar Básica Gratuita (PRONIE). O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 1º Esta Lei institui o Programa Nacional de

Leia mais

O próprio secretário de saúde afirmou que seus antecessores adquiriam. medicamentos através de compras direcionadas e sem qualquer critério.

O próprio secretário de saúde afirmou que seus antecessores adquiriam. medicamentos através de compras direcionadas e sem qualquer critério. Senador Pedro Taques Discurso contas da Saúde MT (06/2013) Senhor presidente, Senhoras senadoras, senhores senadores, Amigos que nos acompanham pela Agência Senado A saúde de Mato Grosso pede socorro.

Leia mais

PARECER DO RELATOR * RELATÓRIO *

PARECER DO RELATOR * RELATÓRIO * PARECER DO RELATOR (Sr. Rodrigo Maia) * RELATÓRIO * Em síntese, as propostas constitucionais ora em análise têm por escopo alterar o sistema político-eleitoral em vigor, de modo a ajustar o sistema eleitoral

Leia mais

Reforma Política Democrática Eleições Limpas 13 de janeiro de 2015

Reforma Política Democrática Eleições Limpas 13 de janeiro de 2015 Reforma Política Democrática Eleições Limpas 13 de janeiro de 2015 A Coalizão é uma articulação da sociedade brasileira visando a uma Reforma Política Democrática. Ela é composta atualmente por 101 entidades,

Leia mais

Audiência Pública na Comissão de Seguridade Social e Família CSSF Câmara dos Deputados

Audiência Pública na Comissão de Seguridade Social e Família CSSF Câmara dos Deputados Audiência Pública na Comissão de Seguridade Social e Família CSSF Câmara dos Deputados Leandro Fonseca da Silva Diretor-Adjunto de Normas e Habilitação de Operadoras Brasília, 21 de maio de 2013 Marco

Leia mais

Rosália Bardaro Núcleo de Assuntos Jurídicos Secretaria de Estado da Saúde

Rosália Bardaro Núcleo de Assuntos Jurídicos Secretaria de Estado da Saúde Rosália Bardaro Núcleo de Assuntos Jurídicos Secretaria de Estado da Saúde A Regulamentação 9 anos de tramitação no Congresso Nacional A Lei foi editada com a seguinte estrutura: - Disposições preliminares;

Leia mais

TEXTO DO RAMO DA SEGURIDADE SOCIAL PARA CONTRIBUIÇÃO AO DEBATE SOBRE O SUS NOS CECUT S E CONCUT

TEXTO DO RAMO DA SEGURIDADE SOCIAL PARA CONTRIBUIÇÃO AO DEBATE SOBRE O SUS NOS CECUT S E CONCUT TEXTO DO RAMO DA SEGURIDADE SOCIAL PARA CONTRIBUIÇÃO AO DEBATE SOBRE O SUS NOS CECUT S E CONCUT 1 SUS - um debate sobre a conjuntura atual! Formatado: À esquerda Desde sua criação a partir da Constituição

Leia mais

NOTA CONASEMS Regras para utilização dos recursos transferidos fundo a fundo

NOTA CONASEMS Regras para utilização dos recursos transferidos fundo a fundo NOTA CONASEMS Regras para utilização dos recursos transferidos fundo a fundo O Financiamento da Saúde, de acordo com a Constituição Federal de 1988, é responsabilidade das três esferas de Governo, com

Leia mais

Gabinete do Senador Reguffe

Gabinete do Senador Reguffe PROJETO DE LEI DO SENADO n.º..., de 2015. (Do Sr. SENADOR REGUFFE) Altera o parágrafo único do art. 13 e o 2º do art. 35-E, ambos da Lei nº 9.656, de 3 de junho de 1998, que dispõe sobre os planos e seguros

Leia mais

Pontos da Res. TSE nº 23.376/12 diretamente relacionados à internet: I A Arrecadação dos Recursos a emissão dos Recibos Eleitorais:

Pontos da Res. TSE nº 23.376/12 diretamente relacionados à internet: I A Arrecadação dos Recursos a emissão dos Recibos Eleitorais: Pontos da Res. TSE nº 23.376/12 diretamente relacionados à internet: I A Arrecadação dos Recursos a emissão dos Recibos Eleitorais: Art. 4º Toda e qualquer arrecadação de recursos para a campanha eleitoral,

Leia mais

RESOLUÇÃO POLITICA CEN 17-09-15

RESOLUÇÃO POLITICA CEN 17-09-15 RESOLUÇÃO POLITICA CEN 17-09-15 Reunida em São Paulo no dia 17 de setembro de 2015, a Comissão Executiva Nacional analisou a conjuntura recente do País e aprovou a seguinte resolução política: A oposição

Leia mais

A Semana no Congresso Nacional

A Semana no Congresso Nacional A Semana no Congresso Nacional Brasília, 10/08/2015 CÂMARA Câmara instalará seis comissões mistas para analisar MPs Relator da CPI do BNDES apresentará plano de trabalho Comissão de Finanças e Tributação

Leia mais

PARECER Nº, DE 2015. Relator: Senador CRISTOVAM BUARQUE I RELATÓRIO

PARECER Nº, DE 2015. Relator: Senador CRISTOVAM BUARQUE I RELATÓRIO PARECER Nº, DE 2015 Da COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS E LEGISLAÇÃO PARTICIPATIVA, sobre o Projeto de Lei do Senado (PLS) nº 69, de 2015, do Senador Romário, que dispõe sobre a contratação de APAES e PESTALOZZIS,

Leia mais

Saúde privada no Brasil

Saúde privada no Brasil Análise 12 Saúde privada no Brasil O futuro chegou e pede reformas Marcio Coriolano Projeções apontam que o Brasil terá 65 milhões de idosos em 2050, o que equivale à população de mais de cinco cidades

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL DE GOIÁS

MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL DE GOIÁS Ex.mo(a) Sr. (a) Juiz(a) Auxiliar do TRE/GO. O MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL, pelo Procurador Regional Eleitoral de Goiás, com fundamento no art. 47, da Resolução TSE n 22.250/2006, c/c 25, I, IV e VII,

Leia mais

Circular nº 074/16 Brasília, 4 de abril de 2016. Às seções sindicais, secretarias regionais e aos diretores do ANDES-SN

Circular nº 074/16 Brasília, 4 de abril de 2016. Às seções sindicais, secretarias regionais e aos diretores do ANDES-SN Circular nº 074/16 Brasília, 4 de abril de 2016 Às seções sindicais, secretarias regionais e aos diretores do ANDES-SN Companheiros, Encaminhamos, anexa, Nota da Diretoria do ANDES-SN sobre o Projeto de

Leia mais

A Reforma de Serviços Públicos: O Papel da Ação Coletiva e da Accountability Social (Delhi, Cidade de México e São Paulo)

A Reforma de Serviços Públicos: O Papel da Ação Coletiva e da Accountability Social (Delhi, Cidade de México e São Paulo) CENTRO BRASILEIRO DE ANÁLISE E PLANEJAMENTO-CEBRAP A Reforma de Serviços Públicos: O Papel da Ação Coletiva e da Accountability Social (Delhi, Cidade de México e São Paulo) QUESTIONÁRIO PARA LIDERANÇAS

Leia mais

Compromisso com um plano de governo

Compromisso com um plano de governo Anexo 2 Compromisso com um plano de governo A partir de uma iniciativa da Rede Nossa São Paulo, a capital paulista aprovou, em fevereiro de 2008, a Emenda nº 30 à Lei Orgânica do Município de São Paulo

Leia mais

O Congresso Nacional decreta:

O Congresso Nacional decreta: Dispõe sobre os valores mínimos a serem aplicados anualmente por Estados, Distrito Federal, Municípios e União em ações e serviços públicos de saúde, os critérios de rateio dos recursos de transferências

Leia mais

Seguridade Social e Dívida Pública Maria Lucia Fattorelli i

Seguridade Social e Dívida Pública Maria Lucia Fattorelli i Seguridade Social e Dívida Pública Maria Lucia Fattorelli i Uma das mais importantes conquistas sociais alcançadas com a Constituição Federal de 1988 foi a institucionalização da Seguridade Social, organizada

Leia mais

X - CONGRESSO NACIONAL DAS OPERADORAS FILANTRÓPICAS DE PLANOS DE SAÚDE

X - CONGRESSO NACIONAL DAS OPERADORAS FILANTRÓPICAS DE PLANOS DE SAÚDE X - CONGRESSO NACIONAL DAS OPERADORAS FILANTRÓPICAS DE PLANOS DE SAÚDE TEMA: CRIANDO E GERENCIANDO COM SUSTENTABILIDADE PALESTRA: INCENTIVANDO A ABERTURA DE NOVAS OPEREADORAS. NÚMEROS NA SAÚDE: Nº de Beneficiários

Leia mais

Comissão Especial Destinada a Discutir o Financiamento da Saúde Pública Audiência Pública 15/05/2013

Comissão Especial Destinada a Discutir o Financiamento da Saúde Pública Audiência Pública 15/05/2013 Comissão Especial Destinada a Discutir o Financiamento da Saúde Pública Audiência Pública 15/05/2013 Ligia Bahia Universidade Federal do Rio de Janeiro/Abrasco Fontes Partilha Transparência Procedimentos

Leia mais

presidente Brasil Por Nízea Coelho

presidente Brasil Por Nízea Coelho a PRIMEIRA presidente do Brasil Por Nízea Coelho 1 Lula é um fenômeno no mundo Historiador, mestre e futuro doutor. Este é Leandro Pereira Gonçalves, professor de História do Centro de Ensino Superior

Leia mais

Documento aprovado na Conferência Estadual do Maranhão em 2011

Documento aprovado na Conferência Estadual do Maranhão em 2011 Documento aprovado na Conferência Estadual do Maranhão em 2011 Impulsionar o governo Dilma a aproveitar a janela de oportunidade aberta pela crise para fazer avançar o Projeto Nacional de Desenvolvimento

Leia mais

DECISÃO Nº 049/2014 D E C I D E

DECISÃO Nº 049/2014 D E C I D E CONSUN Conselho Universitário DECISÃO Nº 049/2014 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO, em sessão de 10/01/2014, tendo em vista o constante no processo nº 23078.019657/13-31, de acordo com o Parecer nº 497/2013 da

Leia mais

Mercado de Saúde no Brasil Jaqueline Castro 4009 5172 residecoadm.hu@ufjf.edu.br

Mercado de Saúde no Brasil Jaqueline Castro 4009 5172 residecoadm.hu@ufjf.edu.br Constituição de 1988 Implantação do SUS Mercado de Saúde no Brasil Jaqueline Castro 4009 5172 residecoadm.hu@ufjf.edu.br Universalidade, Integralidade e Participação Social As instituições privadas participam

Leia mais

PNE: análise crítica das metas

PNE: análise crítica das metas PNE: análise crítica das metas Profa. Dra. Gilda Cardoso de Araujo Universidade Federal do Espírito Santo Ciclo de Palestras do Centro de Educação 2015 Metas do PNE Contexto Foram 1.288 dias de tramitação,

Leia mais

DECRETO Nº 38.125 DE 29 DE NOVEMBRO DE 2013. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais e,

DECRETO Nº 38.125 DE 29 DE NOVEMBRO DE 2013. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais e, DECRETO Nº 38.125 DE 29 DE NOVEMBRO DE 2013 Cria a Empresa Pública de Saúde do Rio de Janeiro S/A RIOSAÚDE e aprova seu Estatuto. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

Câmara Municipal de São Paulo

Câmara Municipal de São Paulo DISCURSO PROFERIDO PELO VEREADOR NATALINI NA 126ª SESSÃO ORDINARIA, REALIZADA EM 24/03/10 GRANDE EXPEDIENTE O SR. NATALINI (PSDB) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Vereadores, telespectadores da TV Câmara

Leia mais

Gilmar Mendes perde e STF veta doação de empresas Sex, 18 de Setembro de 2015 11:13

Gilmar Mendes perde e STF veta doação de empresas Sex, 18 de Setembro de 2015 11:13 Até Maradona coraria. Teve a mão de Deus, disse o ministro Gilmar Mendes na quarta 16 ao defender seu longo pedido de vista, de um ano e cinco meses, no julgamento do Supremo Tribunal Federal que analisa

Leia mais

Prestação de contas do Juízo comum e da Justiça Eleitoral:

Prestação de contas do Juízo comum e da Justiça Eleitoral: PRESTAÇÃO DE CONTAS Prestação de contas do Juízo comum e da Justiça Eleitoral: Conceitos: Nós juízes, em especial os que atuam na área cível, somos acostumados com a obrigação de prestação de contas de

Leia mais

FINANCIAMENTO NO PNE E OS DESAFIOS DOS MUNICÍPIOS. LUIZ ARAÚJO Doutor em Educação Professor da Universidade de Brasília Diretor da FINEDUCA

FINANCIAMENTO NO PNE E OS DESAFIOS DOS MUNICÍPIOS. LUIZ ARAÚJO Doutor em Educação Professor da Universidade de Brasília Diretor da FINEDUCA FINANCIAMENTO NO PNE E OS DESAFIOS DOS MUNICÍPIOS LUIZ ARAÚJO Doutor em Educação Professor da Universidade de Brasília Diretor da FINEDUCA O QUE ESTÁ EM JOGO? Em todo debate sobre financiamento educacional

Leia mais

Jornalista: O senhor se arrepende de ter dito que crise chegaria ao Brasil como uma marolinha?

Jornalista: O senhor se arrepende de ter dito que crise chegaria ao Brasil como uma marolinha? Entrevista exclusiva concedida por escrito pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao jornal Gazeta do Povo, do Paraná Publicada em 08 de fevereiro de 2009 Jornalista: O Brasil ainda tem

Leia mais

Aulas 1 e 2 de Direito Eleitoral Professor: Will

Aulas 1 e 2 de Direito Eleitoral Professor: Will Aulas 1 e 2 de Direito Eleitoral Professor: Will 1) Mudanças que se sujeitam ao princípio da anualidade: a) mudança na lei partidária (filiação, convenção, coligações, número de candidatos etc). b) mudança

Leia mais

A GESTÃO HOSPITALAR E A NOVA REALIDADE DO FINANCIAMENTO DA ASSISTÊNCIA RENILSON REHEM SALVADOR JULHO DE 2006

A GESTÃO HOSPITALAR E A NOVA REALIDADE DO FINANCIAMENTO DA ASSISTÊNCIA RENILSON REHEM SALVADOR JULHO DE 2006 A GESTÃO HOSPITALAR E A NOVA REALIDADE DO FINANCIAMENTO DA ASSISTÊNCIA RENILSON REHEM SALVADOR JULHO DE 2006 No passado, até porque os custos eram muito baixos, o financiamento da assistência hospitalar

Leia mais

Influências das políticas públicas de inclusão

Influências das políticas públicas de inclusão artigo Rodrigo Perla Martins Diretor do Sinpro/RS Doutor em História, Mestre em Ciência Política e graduado em História. Influências das políticas públicas de inclusão na educação superior e os benefícios

Leia mais

Mercado de Saúde no Brasil. Jaqueline Castro residecoadm.hu@ufjf.edu.br 40095172

Mercado de Saúde no Brasil. Jaqueline Castro residecoadm.hu@ufjf.edu.br 40095172 Mercado de Saúde no Brasil Jaqueline Castro residecoadm.hu@ufjf.edu.br 40095172 Constituição de 1988 Implantação do SUS Universalidade, Integralidade e Participação Social As instituições privadas participam

Leia mais

Nº 36 de 2014 - CN (Mensagem nº 365 de 2014, na origem) 1. PROJETO DE LEI

Nº 36 de 2014 - CN (Mensagem nº 365 de 2014, na origem) 1. PROJETO DE LEI PROJETO DE LEI Nº 36 de 2014 - CN (Mensagem nº 365 de 2014, na origem) ROL DE DOCUMENTOS 1. PROJETO DE LEI 2. EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS 3. MENSAGEM 4. LEGISLAÇÃO CITADA PROJETO DE LEI Nº 36, DE 2014 Altera

Leia mais

Conjuntura econômica da Construção civil

Conjuntura econômica da Construção civil CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DA CONSTRUÇÃO E DO MOBILIÁRIO RECONHECIDA NOS TERMOS DA LEGISLAÇÃO VIGENTE EM 16 DE SETEMBRO DE 2010 Estudo técnico Edição nº 15 setembro de 2014

Leia mais

Plataforma em Defesa da Saúde Pública

Plataforma em Defesa da Saúde Pública 1 1 Cartilha.indd 1 16/08/2012 11:38:50 Plataforma em Defesa da Saúde Pública Mais Direito. Mais Saúde! Saúde é Direito, não é Favor! Texto Elaborado a par r do Seminário Nacional sobre a Campanha da Fraternidade

Leia mais

Objetivos. Como conduzir meu voto de maneira consciente? Como funciona o cenário político?

Objetivos. Como conduzir meu voto de maneira consciente? Como funciona o cenário político? Objetivos Como conduzir meu voto de maneira consciente? Como funciona o cenário político? Como desenvolver a consciência de que fazemos parte do sistema político? 1. O que eu tenho a ver com isso? O que

Leia mais

PROJETO DE LEI N o, DE 2011 (Do Sr. Paulo Teixeira)

PROJETO DE LEI N o, DE 2011 (Do Sr. Paulo Teixeira) PROJETO DE LEI N o, DE 2011 (Do Sr. Paulo Teixeira) Dispõe sobre a política de contratação e licenciamento de obras intelectuais subvencionadas pelos entes do Poder Público e pelos entes de Direito Privado

Leia mais

PROJETO DE LEI N O, DE 2004

PROJETO DE LEI N O, DE 2004 PROJETO DE LEI N O, DE 2004 (Do Sr. Wladimir Costa) Dispõe sobre o atendimento educacional especializado em classes hospitalares e por meio de atendimento pedagógico domiciliar. O Congresso Nacional decreta:

Leia mais

O maior desafio do Sistema Único de Saúde hoje, no Brasil, é político

O maior desafio do Sistema Único de Saúde hoje, no Brasil, é político O maior desafio do Sistema Único de Saúde hoje, no Brasil, é político Jairnilson Paim - define o SUS como um sistema que tem como característica básica o fato de ter sido criado a partir de um movimento

Leia mais

VOCÊ SABIA? Isso significa transferir toda a saúde estadual para as Organizações Sociais de Saúde (OSS).

VOCÊ SABIA? Isso significa transferir toda a saúde estadual para as Organizações Sociais de Saúde (OSS). VOCÊ SABIA? O Governo Serra quer aprovar o Projeto de Lei Complementar 62/08. Isso significa transferir toda a saúde estadual para as Organizações Sociais de Saúde (OSS). O SindSaúde-SP, representante

Leia mais

Momento Atual do Sistema Unimed

Momento Atual do Sistema Unimed Momento Atual do Sistema Unimed Dr. Eudes de Freitas Aquino Diretor Presidente da Unimed do Brasil Contexto: A Saúde Suplementar no Brasil e no Mundo Proporção de gastos com Saúde Setor Privado e Público

Leia mais

Lutar pelo êxito do governo Dilma e reforçar o papel do PCdoB

Lutar pelo êxito do governo Dilma e reforçar o papel do PCdoB Resolução da 5ª reunião do CC - eleito no 12º Congresso Lutar pelo êxito do governo Dilma e reforçar o papel do PCdoB A maioria da nação enalteceu a eleição de Dilma Rousseff para a presidência da República

Leia mais

AGENDA PROPOSITIVA DO CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE

AGENDA PROPOSITIVA DO CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE AGENDA PROPOSITIVA DO CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE Com o objetivo de estimular o debate democrático, o Conselho Nacional de Saúde (CNS) apresenta à sociedade brasileira sua Agenda Propositiva para a Saúde

Leia mais

Eleições presidenciais no Brasil em 2010: o perfil dos candidatos e de suas alianças

Eleições presidenciais no Brasil em 2010: o perfil dos candidatos e de suas alianças Eleições presidenciais no Brasil em 2010: o perfil dos candidatos e de suas alianças Aline Bruno Soares Rio de Janeiro, julho de 2010. Desde seu início, o ano de 2010 tem se mostrado marcante em relação

Leia mais

Constituição Federal - CF - 1988 Título VIII Da Ordem Social Capítulo III Da Educação, da Cultura e do Desporto Seção I Da Educação

Constituição Federal - CF - 1988 Título VIII Da Ordem Social Capítulo III Da Educação, da Cultura e do Desporto Seção I Da Educação Constituição Federal - CF - 1988 Título VIII Da Ordem Social Capítulo III Da Educação, da Cultura e do Desporto Seção I Da Educação Art. 205 - A educação, direito de todos e dever do Estado e da família,

Leia mais

LEI Nº 1047/2012. O Prefeito do Município de Pinhalão, Estado do Paraná. Faço saber que a Câmara Municipal decreta, e eu, sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 1047/2012. O Prefeito do Município de Pinhalão, Estado do Paraná. Faço saber que a Câmara Municipal decreta, e eu, sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 1047/2012 O Prefeito do Município de Pinhalão,. SÚMULA: Dispõe sobre as Diretrizes Orçamentárias para o exercício de 2013 e dá outras providências. Faço saber que a Câmara Municipal decreta, e eu,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 40 Discurso na solenidade de sanção

Leia mais

O que é uma administração transparente?

O que é uma administração transparente? O que é uma administração transparente? Uma prefeitura transparente É quela que respeita o cidadão Expõe as suas contas para toda a população Uma prefeitura transparente É aquela que publica seus atos

Leia mais

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 2.299, DE 3 DE OUTUBRO DE 2012

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 2.299, DE 3 DE OUTUBRO DE 2012 Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 2.299, DE 3 DE OUTUBRO DE 2012 Redefine o Projeto Olhar Brasil. OS MINISTROS DE ESTADO DA SAÚDE E DA EDUCAÇÃO, no uso das atribuições

Leia mais

SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL

SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL É a atividade que fixa a política financeira do país, determinando as regras de sua atuação e impondo os meios necessários para conseguir os recursos financeiros necessários

Leia mais

Índice. 1. Os preços dos planos de saúde são controlados? 2. Como funcionam as regras de reajuste. 3. Quais as regras de reajuste dos planos

Índice. 1. Os preços dos planos de saúde são controlados? 2. Como funcionam as regras de reajuste. 3. Quais as regras de reajuste dos planos Índice FenaSaúde na Redação Reajuste dos Planos de Saúde Apresentação 6 1. Os preços dos planos de saúde são controlados? 8 2. Como funcionam as regras de reajuste dos planos de saúde? 3. Quais as regras

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIANA ESTADO DO ESPÍRITO SANTO GABINETE DA PREFEITA

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIANA ESTADO DO ESPÍRITO SANTO GABINETE DA PREFEITA LEI MUNICIPAL Nº. 2.238/2009 Revoga a Lei nº. 2002/2007, e dispõe sobre a concessão de incentivos fiscais para o desenvolvimento de atividades econômicas no Município de Viana e dá outras providências.

Leia mais

RELATÓRIO SÍNTESE DO IV SIMPÓSIO NACIONAL DO CEBES

RELATÓRIO SÍNTESE DO IV SIMPÓSIO NACIONAL DO CEBES RELATÓRIO SÍNTESE DO IV SIMPÓSIO NACIONAL DO CEBES O IV Simpósio Nacional do (Cebes), realizado no dia 31 de outubro de 2015, no Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), no Rio de Janeiro, teve como objetivo

Leia mais

GASTO COM SAÚDE NO BRASIL EM 2007. Gilson Carvalho 1

GASTO COM SAÚDE NO BRASIL EM 2007. Gilson Carvalho 1 GASTO COM SAÚDE NO BRASIL EM 2007 Gilson Carvalho 1 1. INTRODUÇÃO Quanto se gasta com saúde no Brasil? Esta pergunta é constantemente feita nas rodas de saúde e continua sem uma resposta correta. O que

Leia mais

ORIENTAÇÕES AOS AGENTES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS NO ANO ELEITORAL 2016

ORIENTAÇÕES AOS AGENTES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS NO ANO ELEITORAL 2016 ORIENTAÇÕES AOS AGENTES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS NO ANO ELEITORAL 2016 Apresentação: As Eleições Municipais ocorrerão no dia 02/10/2016, primeiro domingo do mês de outubro. Escolheremos o

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR DIRETORIA COLEGIADA RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 351, DE 16 DE JUNHO DE 2014

AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR DIRETORIA COLEGIADA RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 351, DE 16 DE JUNHO DE 2014 MINISTÉRIO DA SAÚDE AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR DIRETORIA COLEGIADA RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 351, DE 16 DE JUNHO DE 2014 Define critérios para a suspensão da exigibilidade de créditos da Agência

Leia mais

ANS Papel Institucional e Competência do Rol de Procedimentos

ANS Papel Institucional e Competência do Rol de Procedimentos 201 ANS Papel Institucional e Competência do Rol de Procedimentos Luciana Gomes de Paiva 1 Da palestra do Dr. Franklin Padrão, de início, destacam-se os princípios doutrinários de universalidade, equidade

Leia mais

Requerimento de Informação nº, de 2014. (Do Sr. Alexandre Leite)

Requerimento de Informação nº, de 2014. (Do Sr. Alexandre Leite) Requerimento de Informação nº, de 2014. (Do Sr. Alexandre Leite) Solicita informações ao Excelentíssimo Ministro de Estado da Fazenda, Sr. Guido Mantega, a respeito de empréstimo bancário do Banco do Brasil,

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL PRESTAÇÃO DE CONTAS - ELEIÇÕES 2014

JUSTIÇA ELEITORAL PRESTAÇÃO DE CONTAS - ELEIÇÕES 2014 JUSTIÇA ELEITORAL PRESTAÇÃO DE CONTAS - ELEIÇÕES 214 PROCESSO Nº:161-68.215.6.5. PROTOCOLO Nº: 47.95/214 ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS RELATIVA À ARRECADAÇÃO E APLICAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS NA CAMPANHA

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2009

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2009 PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2009 Inclui novo parágrafo ao art. 208 da Constituição Federal, para dispor sobre a obrigatoriedade de retribuição, na forma de prestação de serviço à comunidade

Leia mais

A mais um CURSO realizado pela

A mais um CURSO realizado pela A mais um CURSO realizado pela Aqui tem qualificação de Verdade! CONTROLE INTERNO Reforma Política: o que podemos melhorar? Dr. Luiz Fernando Pereira PERÍODO 09h00 X 12h00 09/12/2015 15h às 17h Por gentileza

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARA

GOVERNO DO ESTADO DO PARA MENSAGEM N 035/2011 -GG Belém, 31 de agosto de 2011 Excelentíssimo Senhor Deputado MANOEL PIONEIRO Presidente da Assembleia Legislativa do Estado Local Senhoras e Senhores Deputados, É com muita honra

Leia mais

O TEMA DAS POLÍTICAS SOCIAIS NO DEBATE POLÍTICO ELEITORAL BRASILEIRO

O TEMA DAS POLÍTICAS SOCIAIS NO DEBATE POLÍTICO ELEITORAL BRASILEIRO O TEMA DAS POLÍTICAS SOCIAIS NO DEBATE POLÍTICO ELEITORAL BRASILEIRO Pela primeira vez desde 1984 uma das grandes figuras da política moderna no Brasil, Luis Ignácio Lula da Silva, não será candidato a

Leia mais

A CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES DECRETA E EU SANCIONO A SEGUINTE LEI:

A CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES DECRETA E EU SANCIONO A SEGUINTE LEI: Lei nº 7.084, de 02 de julho de 2001. Cria o Fundo de Desenvolvimento de Campos dos Goytacazes - FUNDECAM e dá outras providências. A CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES DECRETA E EU SANCIONO A SEGUINTE

Leia mais

O JUDICIÁRIO BRASILEIRO E A FIDELIDADE PARTIDÁRIA:

O JUDICIÁRIO BRASILEIRO E A FIDELIDADE PARTIDÁRIA: O JUDICIÁRIO BRASILEIRO E A FIDELIDADE PARTIDÁRIA: RETORNO À EMENDA N 1/69? Por Francisco de Guimaraens 1 Introdução O presente ensaio tem por finalidade analisar criticamente os principais aspectos jurídicos

Leia mais

Texto integral de Proposições

Texto integral de Proposições Texto integral de Proposições PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2007 Altera a Lei nº 1.411, de 13 de agosto de 1951, para atualizar a regulamentação do exercício da profissão de Economista e dá outras providências.

Leia mais

Pesquisa de Opinião Pública Tema geral: Como o eleitor escolheu seus candidatos em 2010

Pesquisa de Opinião Pública Tema geral: Como o eleitor escolheu seus candidatos em 2010 Pesquisa de Opinião Pública Tema geral: Como o eleitor escolheu seus candidatos em 2010 Apresentação: Somos pesquisadores da Universidade Federal do Ceará e gostaríamos de saber como as pessoas votaram

Leia mais

Representação da UNESCO no Brasil. DIREITOS HUMANOS NA MÍDIA COMUNITÁRIA: a cidadania vivida no nosso dia a dia

Representação da UNESCO no Brasil. DIREITOS HUMANOS NA MÍDIA COMUNITÁRIA: a cidadania vivida no nosso dia a dia Representação da UNESCO no Brasil DIREITOS HUMANOS NA MÍDIA COMUNITÁRIA: a cidadania vivida no nosso dia a dia 1ª Edição Brasília e São Paulo UNESCO e OBORÉ Setembro de 2009 2009 Organização das Nações

Leia mais

CPI DA MÁFIA DAS ÓRTESES

CPI DA MÁFIA DAS ÓRTESES Discurso proferido pelo deputado GERALDO RESENDE (PMDB/MS), em sessão no dia 03/06/2015. CPI DA MÁFIA DAS ÓRTESES e PRÓTESES Senhor Presidente, senhoras e senhores deputados, Passados 97 dias da instalação

Leia mais

PARECER Nº DE 2015. RELATOR: Senador DOUGLAS CINTRA

PARECER Nº DE 2015. RELATOR: Senador DOUGLAS CINTRA PARECER Nº DE 2015 Da COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, em decisão terminativa, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 356 de 2012, do Senador Paulo Paim, que altera o artigo 53 do Código Civil

Leia mais

CURSO ON-LINE PROFESSOR: DEUSVALDO CARVALHO

CURSO ON-LINE PROFESSOR: DEUSVALDO CARVALHO RESOLUÇÃO DA PROVA DE AFO/MPOG/2008 I PARTE Prezados colegas! O fim do ano de 2008 se aproxima! Porém, em 2008, com crise financeira e tudo mais, houve bastantes concursos. O ano de 2008 praticamente está

Leia mais

Propostas para uma Política Municipal de Migrações:

Propostas para uma Política Municipal de Migrações: Ao companheiro Fernando Haddad Novo Prefeito de São Paulo, Propostas para uma Política Municipal de Migrações: Saudamos o novo prefeito de São Paulo, por sua expressiva eleição e desde já desejamos que

Leia mais

EDUCAÇÃO FISCAL PARA A CIDADANIA. Superintendência da Receita Federal em Minas Gerais

EDUCAÇÃO FISCAL PARA A CIDADANIA. Superintendência da Receita Federal em Minas Gerais EDUCAÇÃO FISCAL PARA A CIDADANIA POR QUE EXISTE TRIBUTO? QUEM TEM O PODER DE COBRAR TRIBUTO? COMO DEVEM SER APLICADOS OS RECURSOS ARRECADADOS? O QUE A POPULAÇÃO PODE FAZER PARA CONTROLAR A APLICAÇÃO DOS

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS

CÂMARA DOS DEPUTADOS CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI Nº, DE 2004 (Da Comissão de Legislação Participativa) SUG nº 84/2004 Regulamenta o art. 14 da Constituição Federal, em matéria de plebiscito, referendo e iniciativa

Leia mais

JUDICIALIZAÇÃO NA SAÚDE

JUDICIALIZAÇÃO NA SAÚDE JUDICIALIZAÇÃO NA SAÚDE JUDICIALIZAÇÃO NA SAÚDE História Recente na Saúde Suplementar Planos de Saúde Contratos Código do Consumidor Planos de Saúde = relação de consumo Lei dos Planos Obrigação de Coberturas

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002/DIR/2013

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002/DIR/2013 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002/DIR/2013 ESTABELECE AS NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA A CONCESSÃO DE BOLSAS DE PESQUISA PARA SERVIDORES DOCENTES, TÉCNICO- ADMINISTRATIVOS E DISCENTES DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N.º, DE 2011. O Congresso Nacional decreta:

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N.º, DE 2011. O Congresso Nacional decreta: PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N.º, DE 2011 Estabelece normas para a concessão de incentivos fiscais e fiscal-financeiros e de benefícios fiscais no âmbito da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos

Leia mais

DIRETORIA LEGISLATIVA CONSULTORIA LEGISLATIVA. TIPO DE TRABALHO: ESTUDO TÉCNICO ESPECÍFICO ASSUNTO: Financiamento de campanhas nos Estados Unidos

DIRETORIA LEGISLATIVA CONSULTORIA LEGISLATIVA. TIPO DE TRABALHO: ESTUDO TÉCNICO ESPECÍFICO ASSUNTO: Financiamento de campanhas nos Estados Unidos DIRETORIA LEGISLATIVA CONSULTORIA LEGISLATIVA TIPO DE TRABALHO: ESTUDO TÉCNICO ESPECÍFICO ASSUNTO: Financiamento de campanhas nos Estados Unidos CONSULTORA: ANA LUIZA BACKES DATA: 21/09/2005 2 Neste trabalho,

Leia mais

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 174, DE 2009

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 174, DE 2009 SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 174, DE 2009 Dispõe sobre a criação do Serviço Social do Turismo - SESTUR e do Serviço Nacional de Aprendizagem do TURISMO - SENATUR. O CONGRESSO NACIONAL decreta:

Leia mais

NOVOS DESAFIOS: DO GOVERNO ELETRÔNICO AO GOVERNO ABERTO e a nova Lei de Acesso a Informação Pública

NOVOS DESAFIOS: DO GOVERNO ELETRÔNICO AO GOVERNO ABERTO e a nova Lei de Acesso a Informação Pública NOVOS DESAFIOS: DO GOVERNO ELETRÔNICO AO GOVERNO ABERTO e a nova Lei de Acesso a Informação Pública Palestra no Curso Gestão Pública para o Desenvolvimento Econômico e Social GPDES/UFRJ nov. 2012 Ana Malin

Leia mais

Panorama da Radioterapia no Brasil

Panorama da Radioterapia no Brasil Panorama da Radioterapia no Brasil Robson Ferrigno Presidente da Sociedade Brasileira de Radioterapia A radioterapia é definida como a especialidade médica que utiliza radiação ionizante para tratar e

Leia mais

O financiamento de campanhas pelos planos e seguros de saúde nas eleições de 2010

O financiamento de campanhas pelos planos e seguros de saúde nas eleições de 2010 ARTIGO ORIGINAL ORIGINAL ARTICLE O financiamento de campanhas pelos planos e seguros de saúde nas eleições de 2010 The financing of campaigns by the plans and health insurance in the 2010 elections Mário

Leia mais

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO URBANO PROJETO DE LEI Nº 5.663, DE 2013

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO URBANO PROJETO DE LEI Nº 5.663, DE 2013 COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO URBANO PROJETO DE LEI Nº 5.663, DE 2013 Acrescenta inciso ao art. 52 da Lei nº 10.257, de 10 de julho de 2001, que regulamenta os arts. 182 e 183 da Constituição Federal, estabelece

Leia mais

PROJETO DE LEI N 3476/04 EMENDA DE PLENÁRIO N

PROJETO DE LEI N 3476/04 EMENDA DE PLENÁRIO N PROJETO DE LEI N 3476/04 Dispõe sobre incentivos à inovação. EMENDA DE PLENÁRIO N Acrescente-se ao PL os seguintes dispositivos, renumerando os atuais Capítulo VII como IX e os artigos 24 a 27 como 37

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO n.º 393, de 2015.

PROJETO DE LEI DO SENADO n.º 393, de 2015. PROJETO DE LEI DO SENADO n.º 393, de 2015. Dispõe sobre a obrigatoriedade de publicação na internet, com atualização semanal, da lista de espera dos pacientes que serão submetidos a cirurgias médicas eletivas

Leia mais

OS EFEITOS DA DECISÃO DO STF NA ADI Nº 4.560 E DA LEI Nº 13.165/15 NAS REPRESENTAÇÕES POR EXCESSO DE DOAÇÃO POR PESSOA JURÍDICA

OS EFEITOS DA DECISÃO DO STF NA ADI Nº 4.560 E DA LEI Nº 13.165/15 NAS REPRESENTAÇÕES POR EXCESSO DE DOAÇÃO POR PESSOA JURÍDICA OS EFEITOS DA DECISÃO DO STF NA ADI Nº 4.560 E DA LEI Nº 13.165/15 NAS REPRESENTAÇÕES POR EXCESSO DE DOAÇÃO POR PESSOA JURÍDICA 1. Introdução Edson de Resende Castro* Promotor de Justiça Coordenador Eleitoral

Leia mais

LEI Nº 9.038, DE 14 DE JANEIRO DE 2005. O Povo do Município de Belo Horizonte, por seus representantes, decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 9.038, DE 14 DE JANEIRO DE 2005. O Povo do Município de Belo Horizonte, por seus representantes, decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 9.038, DE 14 DE JANEIRO DE 2005 Dispõe sobre o Programa Municipal de Parcerias Público- Privadas. O Povo do Município de Belo Horizonte, por seus representantes, decreta e eu sanciono a seguinte

Leia mais

O MENSALÃO E A PERDA DE MANDATO ELETIVO

O MENSALÃO E A PERDA DE MANDATO ELETIVO O MENSALÃO E A PERDA DE MANDATO ELETIVO José Afonso da Silva 1. A controvérsia 1. A condenação, pelo Supremo Tribunal Federal, na Ação Penal 470, de alguns deputados federais tem suscitado dúvidas relativamente

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO SECRETARIADO NACIONAL DA MULHER

REGIMENTO INTERNO DO SECRETARIADO NACIONAL DA MULHER REGIMENTO INTERNO DO SECRETARIADO NACIONAL DA MULHER PREÂMBULO O Estatuto do PSDB, aprovado em 1988, previu em sua Seção V, art. 73, 2º a criação do Secretariado da Mulher como parte integrante da Executiva

Leia mais