TIC EDIÇÃO REVISADA ICT IN HEALTH 2013 SURVEY ON THE USE OF INFORMATION AND COMMUNICATION TECHNOLOGIES IN BRAZILIAN HEALTHCARE FACILITIES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TIC EDIÇÃO REVISADA ICT IN HEALTH 2013 SURVEY ON THE USE OF INFORMATION AND COMMUNICATION TECHNOLOGIES IN BRAZILIAN HEALTHCARE FACILITIES"

Transcrição

1 TIC SAÚDE 203 PESQUISA SOBRE O USO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NOS ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE BRASILEIROS EDIÇÃO REVISADA ICT IN HEALTH 203 SURVEY ON THE USE OF INFORMATION AND COMMUNICATION TECHNOLOGIES IN BRAZILIAN HEALTHCARE FACILITIES REVISED EDITION Comitê Gestor da Internet no Brasil Brazilian Internet Steering Committee

2 Atribuição Uso Não Comercial Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil Attribution Noncommercial No Derivative Works 2.5 Brazil VOCÊ PODE: YOU ARE FREE: copiar, distribuir, exibir e executar a obra sob as seguintes condições: to copy, distribute and transmit the work under the following conditions: ATRIBUIÇÃO: Você deve dar crédito ao autor original, da forma especificada pelo autor ou licenciante. ATTRIBUTION: You must attribute the work in the manner specified by the author or licensor (but not in any way that suggests that they endorse you or your use of the work). USO NÃO COMERCIAL: Você não pode utilizar esta obra com finalidades comerciais. NONCOMMERCIAL: You may not use this work for commercial purposes. VEDADA A CRIAÇÃO DE OBRAS DERIVADAS: Você não pode alterar, transformar ou criar outra obra com base nesta. NO DERIVATE WORKS: You may not alter, transform, or build upon this work.

3 Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR Brazilian Network Information Center TIC SAÚDE 203 Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias de Informação E COMUNICAÇÃO NOS ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE BRASILEIROS edição revisada ICT IN HEALTH 203 SURVEY ON THE USE OF INFORMATION AND COMMUNICATION TECHNOLOGIES IN BRAZILIAN HEALTHCARE FACILITIES revised edition Comitê Gestor da Internet no Brasil Brazilian Internet Steering Committee São Paulo 205

4 Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR Brazilian Network Information Center Diretor Presidente / CEO : Demi Getschko Diretor Administrativo / CFO : Ricardo Narchi Diretor de Serviços e Tecnologia / CTO : Frederico Neves Diretor de Projetos Especiais e de Desenvolvimento / Director of Special Projects and Development Milton Kaoru Kashiwakura Centro de Estudos sobre as Tecnologias de Informação e Comunicação Cetic.br Center for Studies on Information and Communication Technologies (Cetic.br) Coordenação Executiva e Editorial / Executive and Editorial Coordination Alexandre F. Barbosa Coordenação Científica / Scientific Coordination Heimar de Fátima Marin Coordenação Técnica / Technical Coordination Emerson Santos, Fabio Senne, Marcelo Pitta e Tatiana Jereissati Equipe Técnica / Technical Team Alisson Bittencourt, Camila Garroux, Isabela Coelho, Luiza Mesquita, Maíra Ouriveis, Manuella Ribeiro, Maria Eugênia Sozio, Raphael Albino, Suzana Jaíze Alves, Vanessa Henriques e Winston Oyadomari Edição / Edition Comunicação NIC.br : Caroline D Avo, Everton Teles Rodrigues e Fabiana Araujo da Silva Apoio Editorial / Editorial Support DB Comunicação Preparação de texto e Arquitetura de Informação / Proof Reading and Information Architecture : Aloisio Milani Tradução para o inglês / Translation into English : DB Comunicação Ltda e Prioridade Consultoria Ltda. Revisão / Revision : Alexandre Pavan e Carolina Costa Projeto Gráfico / Graphic Design : Suzana De Bonis Editoração / Publishing : Alvaro T. De Bonis, Jenifer Prince e Maria Luiza De Bonis. Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) TIC Saúde 203 : [livro eletrônico] : pesquisa sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação nos estabelecimentos de saúde brasileiros = ICT in health 203 : survey on the use of information and communication technologies in brazilian health care facilities / coordenador/coordinator Alexandre F. Barbosa ed. rev -- São Paulo : Comitê Gestor da Internet no Brasil, ,77 Mb ; PDF ISBN Informação Sistemas de armazenagem e recuperação Saúde pública 2. Internet (Rede de computadores) Brasil 3. Serviços de saúde Administração Brasil 4. Tecnologia da informação e da comunicação Brasil Pesquisa I. Barbosa, Alexandre F. II. Título: ICT in health 203 : survey on the use of information and communication technologies in brazilian healthcare facilities CDD Índices para catálogo sistemático:. Brasil : Tecnologias da informação e da comunicação : Uso : Pesquisa Pesquisa : Tecnologia da informação e comunicação : Uso : Brasil Esta publicação está disponível também em formato digital em This publication is also available in digital format at

5 TIC Saúde 203 Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação nos Estabelecimentos de Saúde Brasileiros ICT in Health 203 Survey on the use of Information and Communication Technologies in Brazilian Healthcare Facilities COMITÊ GESTOR DA INTERNET NO BRASIL CGI.br BRAZILIAN INTERNET STEERING COMMITTEE (CGI.br) ( Em Dezembro de 204 / In December, 204 ) Coordenador / Coordinator Virgílio Augusto Fernandes Almeida Conselheiros / Counselors Carlos Alberto Afonso Demi Getschko Eduardo Fumes Parajo Eduardo Levy Cardoso Moreira Flávia Lefèvre Guimarães Flávio Rech Wagner Henrique Faulhaber Lisandro Zambenedetti Granville Loreni Fracasso Foresti Luiz Alberto de Freitas B. Horta Barbosa Luiz Antonio de Souza Cordeiro Marcelo Bechara de Souza Hobaika Marcos Dantas Loureiro Marcos Vinícius de Souza Maximiliano Salvadori Martinhão Nivaldo Cleto Odenildo Teixeira Sena Percival Henriques de Souza Neto Renato da Silveira Martini Thiago Tavares Nunes de Oliveira Secretário executivo / Executive Secretary Hartmut Richard Glaser

6

7 5 AGRADECIMENTOS A pesquisa TIC Saúde 203 contou com o apoio de destacada rede de especialistas, sem a qual não seria possível produzir os resultados aqui apresentados. A contribuição desse grupo se deu por meio de discussões aprofundadas sobre os indicadores, o desenho metodológico e também a definição das diretrizes para a análise de dados. A manutenção desse espaço de debate tem sido fundamental para identificar novas áreas de investigação, aperfeiçoar os procedimentos metodológicos e viabilizar a produção de dados precisos e confiáveis. Cabe ainda ressaltar a que a participação voluntária desses especialistas é motivada pela importância das novas tecnologias para a sociedade brasileira e a relevância dos indicadores produzidos pelo CGI.br para fins de políticas públicas e de pesquisas acadêmicas. Na primeira edição da pesquisa TIC Saúde, o Centro de Estudos sobre as Tecnologias de Informação e Comunicação (Cetic.br) agradece especialmente aos seguintes especialistas: Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) Daiane Maciel e Eduardo Mugnai Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) Márcia Marinho e Marizélia Leão Moreira Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) Jorge Alejandro Patiño Córdova Consultor em Tecnologia da Informação e Comunicação e Saúde Antonio Carlos Endrigo Departamento de Informática do SUS (Datasus) / Ministério da Saúde Augusto Gadelha, José Carlos Jorge e Luiz Bernardo M. Viamonte Escola Nacional de Ciências Estatísticas (ENCE) Pedro Nascimento Silva Fundação Getulio Vargas de São Paulo (FGV-SP) Ana Maria Malik HEC Montreal Marlei Pozzebon Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) Marco Antonio Ratzsch de Andreazzi Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) Elettra Ronchi Rede Universitária de Telemedicina (Rute) Luiz Ary Messina Sociedade Brasileira de Informática em Saúde (SBIS) Cláudio Giulliano Alves da Costa, Luis Gustavo Kiatake e Marco Antonio Gutierrez Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) Maria Rebeca Otero Gomes Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) Cláudia Barsottini, Cristina Ortolani, Heimar de Fátima Marin, Ivan Torres Pisa e Paulo Roberto de Lima Lopes Universidade de São Paulo (USP) Marcelo Caldeira Pedroso e Violeta Sun

8 6 ACKNOWLEDGEMENTS The ICT in Health 203 survey had the support of a notable network of experts, without which it would not be possible to deliver the results presented here. This group s contribution occurred through in-depth discussions about indicators, methodological design and also the definition of guidelines for data analysis. The maintenance of this space for debate has been fundamental for identifying new areas of investigation, refining methodological procedures, and enabling the production of accurate and reliable data. It is worth emphasizing that the voluntary participation of these experts is motivated by the importance of new technologies for the Brazilian society and the relevance of the indicators produced by the CGI.br to be used in policymaking and academic research. For the first edition of the ICT in Health 203 survey, the Center for Studies on Information and Communication Technologies (Cetic.br) would like to specially thank the following experts: Brazilian Health Informatics Society (SBIS) Cláudio Giulliano Alves da Costa, Luis Gustavo Kiatake e Marco Antonio Gutierrez Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE) Marco Antonio Ratzsch de Andreazzi Brazilian Standardization Forum (ABNT) Daiane Maciel and Eduardo Mugnai Consultant on Information and Communication Technologies and Health Antonio Carlos Endrigo Economic Commission for Latin America and the Caribbean (Eclac) Jorge Alejandro Patiño Córdova Federal University of São Paulo (Unifesp) Cláudia Barsottini, Cristina Ortolani, Heimar de Fátima Marin, Ivan Torres Pisa and Paulo Roberto de Lima Lopes Getulio Vargas Foundation in São Paulo (FGV-SP) Ana Maria Malik HEC Montreal Marlei Pozzebon National Regulatory Agency for Private Health Insurance and Plans Márcia Marinho and Marizélia Leão Moreira National School of Statistical Science (ENCE) Pedro Nascimento Silva Organisation for Economic Co-operation and Development (OECD) Elettra Ronchi SUS Informatics Department (Datasus) / Ministry of Health Augusto Gadelha, José Carlos Jorge and Luiz Bernardo M. Viamonte Telemedicine University Network (Rute) Luiz Ary Messina United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization (Unesco) Maria Rebeca Otero Gomes University of São Paulo (USP) Marcelo Caldeira Pedroso and Violeta Sun

9 203 Pesquisa TIC SAÚDE SUMÁRIO 7 SUMÁRIO / CONTENTS 5 Agradecimentos / AcknowledgementS, 6 23 Prefácio / Foreword, 6 25 Apresentação / Presentation, INTRODUção / introduction, 65 PARTE : ARTIGOS / PART : ARTICLES 33 O PROJETO CARTÃO NACIONAL DE SAÚDE E A CONSTRUÇÃO DE E-SAÚDE PARA O BRASIL NATIONAL HEALTH CARD PROJECT AND ehealth DESIGN IN BRAZIL, 7 Augusto cesar gadelha vieira 47 BIG DATA E SAÚDE BIG DATA AND HEALTH CARE, 85 CHARLES SAFRAN 53 A EVOLUção ACADÊMICA DA INFORMÁTICA BIOMÉDICA: PESQUISA, Ensino E PRÁTICA THE EVOLVING ACADEMIC HOME FOR BIOMEDICAL INFORMATICS: RESEARCH, EDUCATION, AND PRACTICE, 9 EDWARD H. SHORTLIFFE 6 melhores SISTEMAS DE MEDIÇÃO SÃO CRUCIAIS PARA Concretizar TODO O POTENCIAL DAS TIC NO SETOR DE SAÚDE Better measurements are critical to realize the full potential of ICT IN THE HEALTH SECTOR, 99 ELETTRA RONCHI E FaBIO SENNE 69 TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO E A SEGURANÇA DO PACIENTE INFORMATION AND COMMUNICATION TECHNOLOGIES AND PATIENT SAFETY, 207 HEIMAR DE FATIMA MARIN 77 INICIATIVAS DE SAÚDE MÓVEL NO BRASIL MOBILE HEALTH INITIATIVES IN BRAZIL, 25 Leonardo Horn Iwaya, Marco Aurélio Lins Gomes, Marcos Antonio Simplicio Junior, Tereza Cristina Melo de Brito Carvalho, Cristina Klippel Dominicini, Rony Rogério Martins Sakuragui, Mats Näslund, Peter Håkansson, Marina Rebelo, Marco Antonio Gutierrez

10 8 ICT IN HEALTH SURVEY 203 CONTENTS 89 AVANÇOS EM TECNOLOGIA E GESTÃO DE COMUNIDADE NA REDE UNIVERSITÁRIA de TELEMEDICINA ADVANCES ON TECNOLOGY AND COMMUNITY MANAGEMENT IN THE TELEMEDICINE UNIVERSITY network, 227 Nelson Simões, Wilson Coury, José Luiz Ribeiro, Gorgônio Araújo, Daniel Caetano, Luiz Messina, Vanessa Macedo, Max Moraes e Thiago Lima Verde 99 CRITÉRIOS DE SUCESSO PARA SISTEMAs de INFORMAÇÕES CLÍNICAS SUCCESS CRITERIA FOR A CLINICAL INFORMATION SYSTEM, 239 PATRICE DEGOULET PARTE 2: TIC SAÚDE 203 / PART 2: ICT IN HEALTH Relatório metodológico TIC SAÚDE 203 Methodological Report ICT IN HEALTH 203, Análise dos Resultados TIC SAÚDE 203 Analysis of Results ICT IN HEALTH 203, 267 PARTE 3: TABELAS DE RESULTADOS / PART 2: TABLE OF RESULTS 297 indicadores SELECIONADOS PARA ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE SELECTED INDICATORS FOR Healthcare FACILITIES 35 indicadores SELECIONADOS PARA MÉDICOS Selected indicators for physicians 395 indicadores SELECIONADOS PARA ENFERMEIROS Selected indicators for NURSES PARTE 4: APÊNDICES / PART 4: APPENDICES 44 GLOSSÁRIO GLOSSARY, LISTA DE ABREVIATURAS LIST OF ABBREVIATIONS, 45

11 203 Pesquisa TIC SAÚDE SUMÁRIO 9 LISTA DE GRÁFICOS / chart list ARTIGOS / ARTICLES 50 Trinta dias de monitoramento de glicose em um gráfico Thirty days of glucose monitoring in graph, 88 5 Mapa térmico de 30 dias de monitoramento de glicose Heatmap of 30 days of glucose monitoring, 89 RELATÓRIO METODOLÓGICO / METHOGOLOGICAL REPORT 20 PERFIL DA AMOSTRA SEGUNDO ESFERA ADMINISTRATIVA SAMPLE PROFILE BY ADMINISTRATIVE jurisdiction, PERFIL DA AMOSTRA SEGUNDO TIPO DE ESTABELECIMENTO SAMPLE PROFILE BY TYPE OF FACILITY, PERFIL DA AMOSTRA SEGUNDO REGIÃO SAMPLE PROFILE BY REGION, PERFIL DA AMOSTRA SEGUNDO LOCALIZAÇÃO SAMPLE PROFILE BY LOCATION, 26 ANÁLISE DOS RESULTADOS / ANALYSIS OF RESULTS 32 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE QUE UTILIZARAM COMPUTADORES NOS ÚLTIMOS 2 MESES PROPORTION OF HEALTHCARE FACILITIES THAT HAVE USED COMPUTERS IN THE LAST 2 MONTHS, PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE QUE UTILIZARAM INTERNET NOS ÚLTIMOS 2 MESES PROPORTION OF HEALTHCARE FACILITIES THAT HAVE USED THE INTERNET IN THE LAST 2 MONTHS, PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE QUE POSSUEM DEPARTAMENTO OU ÁREA DE tecnologia DA INFORMAÇÃO PROPORTION OF HEALTHCARE FACILITIES WITH AN INFORMATION TECHNOLOGY DEPARTMENT OR AREA, PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE, POR FORMA UTILIZADA PARA REGISTRO das INFORMAÇÕES NOS PRONTUÁRIOS DOS PACIENTES PROPORTION OF HEALTHCARE FACILITIES BY METHOD USED TO INPUT INFORMATION IN PATIENTS medical RECORDS, 277

12 0 ICT IN HEALTH SURVEY 203 CONTENTS 38 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE, POR TIPO DE DADO SOBRE O PACIENTE disponível ELETRONICAMENTE PROPORTION OF HEALTHCARE FACILITIES BY TYPE OF PATIENT DATA AVAILABLE ELECTRONICALLY, PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE, POR FUNCIONALIDADES DISPONÍVEIS NO sistema ELETRÔNICO DO ESTABELECIMENTO PROPORTION OF HEALTHCARE FACILITIES BY FUNCTIONALITIES THAT ARE AVAILABLE electronically AT THE HEALTHCARE FACILITY, PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE, POR FUNCIONALIDADES DE SUPORTE À decisão DISPONÍVEIS NO SISTEMA ELETRÔNICO DO ESTABELECIMENTO DE SAÚDE PROPORTION OF HEALTHCARE FACILITIES BY DECISION SUPPORT FUNCTIONALITIES THAT ARE AVAILABLE ELECTRONICALLY AT THE HEALTHCARE FACILITY, 28 4 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE, POR PONTOS DE ACESSO AO SISTEMA eletrônico DO ESTABELECIMENTO DE SAÚDE PROPORTION OF HEALTHCARE FACILITIES BY ELECTRONIC SYSTEM ACCESS POINTS IN THE HEALTHCARE FACILITY, PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE, POR SERVIÇOS DE TELESSAÚDE DISPONÍVEIS PROPORTION OF HEALTHCARE FACILITIES BY TELEHEALTH SERVICES AVAILABLE, PROPORÇÃO DE MÉDICOS E DE ENFERMEIROS USUÁRIOS DE INTERNET, POR FREQUÊNCIA DE ACESSO PROPORTION OF PHYSICIANS AND NURSES WHO ARE INTERNET USERS BY FREQUENCY OF ACCESS, PROPORÇÃO DE MÉDICOS E PROPORÇÃO DE ENFERMEIROS, POR FATORES DE DIFICULDADE PARA A IMPLANTAÇÃO DE SISTEMAS ELETRÔNICOS E NÍVEL DE DIFICULDADE OBSERVADA PROPORTION OF PHYSICIANS AND PROPORTION OF NURSES BY HINDERING FACTORS FOR THE implementation OF ELECTRONIC SYSTEMS AND LEVEL OF DIFFICULTY OBSERVED, PROPORÇÃO DE MÉDICOS E PROPORÇÃO DE ENFERMEIROS, POR IMPACTOS PERCEBIDOS COM relação AO USO OU IMPLANTAÇÃO DE SISTEMAS ELETRÔNICOS PROPORTION OF PHYSICIANS AND PROPORTION OF NURSES BY PERCEIVED IMPACT REGARDING the USE OR IMPLEMENTATION OF ELECTRONIC SYSTEMS, 292

13 203 Pesquisa TIC SAÚDE SUMÁRIO LISTA DE TABELAS / table list ARTIGOS / ARTICLES 40 Portaria 2073/20 Padrões de Interoperabilidade ACT 2.073/-GM Standards of Interoperability, As sete características de Big Data Seven Characteristics of Big Data, Termos para ArmazenaMENTO de Dados Terms for Data Storage, 86 RELATÓRIO METODOLÓGICO / Methodological Report 5 DISTRIBUIÇÃO DOS ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE POR TIPO, REGIÃO E LOCALIZAÇÃO DISTRIBUTION OF HEALTH CARE FACILITIES BY TYPE, REGION AND LOCATION, TAMANHOS PREVISTOS DA AMOSTRA, SEGUNDO AS VARIÁVEIS DE ESTRATIFICAÇÃO PREDICTED SAMPLE SIZE ACCORDING TO STRATIFICATION VARIABLES, TAMANHOS PREVISTOS DA AMOSTRA, SEGUNDO CRUZAMENTO DAS VARIÁVEIS DE estratificação PREDICTED SAMPLE SIZE ACCORDING TO THE CROSSING OF STRAFICATION VARIABLES, 257 ANÁLISE DOS RESULTADOS / ANALISYS OF RESULTS 47 PROPORÇÃO DE MÉDICOS COM ACESSO A COMPUTADOR NO ESTABELECIMENTO DE SAÚDE, POR CONSULTA E DISPONIBILIDADE DOS DADOS CLÍNICOS SOBRE OS PACIENTES DISPONÍVEIS eletronicamente PROPORTION OF PHYSICIANS WITH ACCESS TO COMPUTERS AT THE HEALTHCARE FACILITIES BY FREQUENCY THEY REFER TO THE CLINICAL DATA ABOUT PATIENTS AVAILABLE ELECTRONICALLY, PROPORÇÃO DE ENFERMEIROS COM ACESSO A COMPUTADOR NO ESTABELECIMENTO de SAÚDE, POR CONSULTA E DISPONIBILIDADE DOS DADOS CLÍNICOS SOBRE OS PACIENTES disponíveis ELETRONICAMENTE PROPORTION OF NURSES WITH ACCESS TO COMPUTERS AT THE HEALTHCARE FACILITY BY FREQUENCY THEY REFER TO THE CLINICAL DATA ABOUT PATIENTS AVAILABLE ELECTRONICALLY, 288

14 2 ICT IN HEALTH SURVEY 203 CONTENTS 49 PROPORÇÃO DE MÉDICOS COM ACESSO A COMPUTADOR NO ESTABELECIMENTO DE SAÚDE, POR USO E DISPONIBILIDADE DAS FUNCIONALIDADES DE APOIO À DECISÃO EXISTENTES NO sistema ELETRÔNICO PROPORTION OF PHYSICIANS WITH ACCESS TO COMPUTERS AT THE HEALTHCARE FACILITY BY USE of DECISION SUPPORT FUNCTIONALITIES AVAILABLE ELECTRONICALLY, 289

15 203 Pesquisa TIC SAÚDE SUMÁRIO 3 LISTA DE FIGURAS / FIGURE list ARTIGOS / ARTICLES 42 Barramento SOA de Integração da Saúde Health SOA integration bus, resultados do atendimento presencial A derrames comparado ao atendimento via Teleictus Outcomes of face-to-face stroke treatment compared to the Telestroke care, Sessões de telessaúde realizadas no Canadá em 200 Telehealth sessions performed in Canada, MAPA DA SITUAÇÃO DAS REDES COMUNITÁRIAS DE ENSINO E PESQUISA EM 203 SITUATION MAP OF THE EDUCATION AND RESEARCH COMMUNITY NETWORKS IN 203, TOPOLOGIA DA REDE IPÊ EM 203 TOPOLOGY OF THE IPÊ NETWORK IN 203, TRANSMISSÃO DE CIRURGIA NOTES COLECISTECTOMIA TRANSVAGINAL NA ISCMPA TRANSVAGINAL NOTES CHOLECYSTECTOMY SURGERY TRANSMISSION AT THE ISCMPA, CIRURGIA CARDÍACA: CAPTAÇÃO, TRANSMISSÃO E VISUALIZAÇÃO EM 4K ( PONTOS) CARDIAC SURGERY: CAPTURE, TRANSMISSION AND VISUALIZATION IN 4K ( PIXELS), Os pontos de vista do ator sobre os sucessos de SIC The actor s points of view of CIS success, Os quatro círculos virtuosos do sucesso dos SIC The four virtuous cycles of CIS success, O IT-PAM2 usado em 203 no Hospital Universitário GEORGE Pompidou The IT-PAM2 used in 203 at the Pompidou University Hospital, Evolução da satisfação e dimensões de uso durante quatro pesquisas sucessivas no HEGP Evolution of satisfaction and use dimensions during 4 successive surveys at the HEGP, Abordagens de ROI em TI (Adaptado de MEYER E DEGOULET, 2008) IT ROI approaches. Adapted from (MEYER; DEGOULET, 2008), 243

16 4 ICT IN HEALTH SURVEY 203 CONTENTS 04 repositório de dados clínicos no HEGP integrando i2b2 (MURPHY; WEBER; MENDIS; CHUEH; CHURCHILL; GLASER; KOHANE, 200) para dados de fenótipos e transsmart (SZALMA; KOKA; KHASANOVA; PERAKSLIS, 200) para dados ômicos Clinical Data Warehousing at HEGP integrating i2b2 (MURPHY; WEBER; MENDIS; CHUEH; churchill; GLASER; KOHANE, 200) for phenotype data and transsmart (SZALMA; KOKA; khasanova; PERAKSLIS, 200) for omic data, 244

17 203 Pesquisa TIC SAÚDE SUMÁRIO 5 LISTA DE TABELAs de resultados table of results list INDICADORES SELECIONADOS PARA ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE SELECTED INDICATORS FOR Healthcare FACILITIES 299 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE QUE UTILIZARAM COMPUTADORES NOS ÚLTIMOS 2 MESES PROPORTION OF Healthcare FACILITIES THAT HAVE USED COMPUTERS IN THE LAST 2 MONTHS 300 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE COM COMPUTADOR, POR QUANTIDADE E TIPO de COMPUTADOR PROPORTION OF Healthcare facilities WITH COMPUTERS BY NUMBER AND TYPE OF COMPUTERS 303 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE QUE UTILIZARAM INTERNET NOS ÚLTIMOS 2 MESES PROPORTION OF Healthcare facilities THAT HAVE USED THE INTERNET IN THE LAST 2 MONTHS 304 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE COM INTERNET, POR TIPO DE CONEXÃO À internet UTILIZADA NOS ÚLTIMOS 2 MESES PROPORTION OF Healthcare facilities WITH INTERNET ACCESS BY TYPE OF CONNECTION USED IN THE LAST 2 MONTHS 305 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE QUE UTILIZARAM CONEXÃO POR LINK dedicado NOS ÚLTIMOS 2 MESES PROPORTION OF Healthcare facilities THAT HAVE USED DEDICATED LINK CONNECTION IN THE LAST 2 MONTHS 306 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE QUE POSSUEM ACESSO À INTERNET, POR FAIXA de VELOCIDADE MÁXIMA PARA DOWNLOAD CONTRATUALMENTE FORNECIDA PELO PROVEDOR de INTERNET NOS ÚLTIMOS 2 MESES PROPORTION OF HEALTHCARE FACILITIES WITH INTERNET ACCESS BY RANGE OF DOWNLOAD SPEED HIRED FROM INTERNET PROVIDER IN THE LAST 2 MONTHS 307 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE QUE POSSUEM DEPARTAMENTO OU ÁREA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PROPORTION OF Healthcare facilities WITH AN INFORMATION TECHNOLOGY DEPARTMENT OR AREA

18 6 ICT IN HEALTH SURVEY 203 CONTENTS 308 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE, POR QUANTIDADE DE PESSOAS QUE trabalham NO DEPARTAMENTO OU NA ÁREA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PROPORTION OF Healthcare facilities BY NUMBER OF EMPLOYED PERSONS IN THE INFORMATION TECHNOLOGY DEPARTMENT OR AREA 309 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE, POR EXISTÊNCIA DE PESSOAS QUE TRABALHAM no DEPARTAMENTO OU NA ÁREA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO COM FORMAÇÃO NA ÁREA de SAÚDE PROPORTION OF HEALTHCARE FACILITIES BY PRESENCE OF EMPLOYED PERSONS WITH a HEALTHCARE DEGREE IN THE INFORMATION TECHNOLOGY DEPARTMENT OR AREA 30 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE, POR QUANTIDADE DE PESSOAS QUE trabalham NO DEPARTAMENTO OU NA ÁREA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO COM formação NA ÁREA DE SAÚDE PROPORTION OF Healthcare facilities BY NUMBER OF EMPLOYED PERSONS WITH a HEALTHCARE DEGREE IN THE INFORMATION TECHNOLOGY DEPARTMENT OR AREA 33 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE, POR PRINCIPAL RESPONSÁVEL PELO SUPORTE técnico EM INFORMÁTICA PROPORTION OF Healthcare care facilities BY MAIN RESPONSIBLE FOR IT TECHNICAL SUPPORT 35 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE, POR FORMA UTILIZADA PARA REGISTRO DAS informações NOS PRONTUÁRIOS DOS PACIENTES PROPORTION OF Healthcare facilities BY METHOD USED TO INPUT INFORMATION IN PATIENTS MEDICAL RECORDS 3 36 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE, POR TIPO DE DADO SOBRE O PACIENTE disponível ELETRONICAMENTE PROPORTION OF Healthcare facilities BY TYPE OF PATIENT Data AVAILABLE ELECTRONICALLY 320 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE, POR FUNCIONALIDADES DISPONÍVEIS NO sistema ELETRÔNICO DO ESTABELECIMENTO DE SAÚDE PROPORTION OF Healthcare facilities BY FUNCTIONALITIES THAT ARE AVAILABLE ELECTRONICALLY AT THE Healthcare FACILITY 324 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE, POR FUNCIONALIDADES DE SUPORTE À decisão DISPONÍVEIS NO SISTEMA ELETRÔNICO DO ESTABELECIMENTO DE SAÚDE PROPORTION OF Healthcare facilities BY DECISION SUPPORT FUNCTIONALITIES THAT ARE AVAILABLE ELECTRONICALLY AT THE Healthcare FACILITY 326 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE QUE POSSUEM SISTEMA ELETRÔNICO DE VERIFICAÇÃO ENTRE A MEDICAÇÃO PRESCRITA E A ADMINISTRADA PROPORTION OF HEALTHCARE FACILITIES WITH an ELECTRONIC SYSTEM THAT CHECKS PRESCRIBED AGAINST ADMINISTERED MEDICATION 327 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE, POR FUNCIONALIDADES DAS TROCAS DE informações EM SAÚDE DISPONÍVEIS NO SISTEMA ELETRÔNICO DO ESTABELECIMENTO DE saúde PROPORTION OF Healthcare Facilities BY Healthcare INFORMATION EXCHANGE FUNCTIONALITIES AVAILABLE IN THE Healthcare FACILITY S ELECTRONIC SYSTEM

19 203 Pesquisa TIC SAÚDE SUMÁRIO PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE, POR PONTOS DE ACESSO AO SISTEMA eletrônico DO ESTABELECIMENTO DE SAÚDE PROPORTION OF Healthcare facilities BY ELECTRONIC SYSTEM ACCESS POINTS IN THE Healthcare FACILITY 33 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE, POR PERCEPÇÃO DO GESTOR SOBRE OS TIPOS de BARREIRAS PARA IMPLANTAÇÃO E USO DE SISTEMAS ELETRÔNICOS PROPORTION OF HEALTHCARE FACILITIES BY ADMINISTRATOR S PERCEPTION OF TYPES OF BARRIERS PREVENTING THE IMPLEMENTATION OF ELECTRONIC SYSTEMS 343 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE, POR SERVIÇOS OFERECIDOS AO PACIENTE VIA internet PROPORTION OF Healthcare facilities BY TYPE OF SERVICE OFFERED TO PATIENTS THROUGH THE INTERNET 345 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE, POR SERVIÇOS DE TELESSAÚDE DISPONÍVEIS PROPORTION OF Healthcare facilities BY TELEHEALTH SERVICES AVAILABLE 347 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE QUE POSSUEM EQUIPAMENTOS PARA realização DE TELECONFERÊNCIA PROPORTION OF Healthcare facilities WITH EQUIPMENT TO CARRY OUT TELECONFERENCES 348 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE QUE PARTICIPAM DE ALGUMA REDE DE telessaúde PROPORTION OF Healthcare facilities THAT PARTICIPATE IN A TELEHEALTH NETWORK 349 PROPORÇÃO DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE QUE POSSUEM WEBSITE PROPORTION OF Healthcare facilities WITH WEBSITES

20 8 ICT IN HEALTH SURVEY 203 CONTENTS INDICADORES SELECIONADOS PARA MÉDICOS SELECTED INDICATORS FOR PHYSICIANS 353 PROPORÇÃO DE MÉDICOS, POR DISPONIBILIDADE DE COMPUTADOR NO ESTABELECIMENTO DE saúde PROPORTION OF Physicians, BY COMPUTER AVAILABILITY AT THE HEALTHCARE FACILITY 354 PROPORÇÃO DE MÉDICOS, POR DISPONIBILIDADE DE ACESSO À REDE INTERNA DO estabelecimento DE SAÚDE PROPORTION OF Physicians BY AVAILABILITY OF ACCESS TO THE HEALTHCARE FACILITY S INTERNAL NETWORK 355 PROPORÇÃO DE MÉDICOS COM ACESSO A COMPUTADOR NO ESTABELECIMENTO DE SAÚDE, POR FREQUÊNCIA DE CONSULTA AOS DADOS CLÍNICOS SOBRE OS PACIENTES DISPONÍVEIS eletronicamente PROPORTION OF Physicians WITH ACCESS TO COMPUTERS AT THE HEALTHCARE FACILITY BY FREQUENCY THEY REFER TO THE CLINICAL DATA ABOUT PATIENTS AVAILABLE ELECTRONICALLY 368 PROPORÇÃO DE MÉDICOS COM ACESSO A COMPUTADOR NO ESTABELECIMENTO DE SAÚDE, POR FREQUÊNCIA DE USO DAS FUNCIONALIDADES EXISTENTES NO SISTEMA ELETRÔNICO PROPORTION OF Physicians WITH ACCESS TO COMPUTERS AT THE HEALTHCARE FACILITY BY FREQUENCY THE FUNCTIONALITIES AVAILABLE ELECTRONICALLY ARE USED 38 PROPORÇÃO DE MÉDICOS COM ACESSO A COMPUTADOR NO ESTABELECIMENTO DE SAÚDE, POR FREQUÊNCIA DE USO DAS FUNCIONALIDADES DE APOIO À DECISÃO EXISTENTES NO sistema ELETRÔNICO PROPORTION OF Physicians WITH ACCESS TO COMPUTERS AT THE HEALTHCARE FACILITY BY FREQUENCY THE DECISION SUPPORT FUNCTIONALITIES AVAILABLE ELECTRONICALLY ARE USED 387 PROPORÇÃO DE MÉDICOS COM ACESSO A COMPUTADOR NO ESTABELECIMENTO DE SAÚDE, POR FREQUÊNCIA DE USO DAS FUNCIONALIDADES DE TROCA DE INFORMAÇÕES DE SAÚDE existentes NO SISTEMA ELETRÔNICO PROPORTION OF Physicians WITH ACCESS TO COMPUTERS AT THE HEALTHCARE FACILITY BY FREQUENCY THE INFORMATION EXCHANGE FUNCTIONALITIES AVAILABLE ELECTRONICALLY ARE USED

21 203 Pesquisa TIC SAÚDE SUMÁRIO 9 INDICADORES SELECIONADOS PARA ENFERMEIROS SELECTED INDICATORS FOR NURSES 397 PROPORÇÃO DE ENFERMEIROS, POR DISPONIBILIDADE DE COMPUTADOR NO ESTABELECIMENTO de SAÚDE PROPORTION OF NURSES, BY COMPUTER AVAILABILITY AT THE HEALTHCARE FACILITY 398 PROPORÇÃO DE ENFERMEIROS, POR DISPONIBILIDADE DE ACESSO À REDE INTERNA DO estabelecimento DE SAÚDE PROPORTION OF NURSES BY AVAILABILITY OF ACCESS TO THE HEALTHCARE FACILITY S INTERNAL NETWORK 399 PROPORÇÃO DE ENFERMEIROS COM ACESSO A COMPUTADOR NO ESTABELECIMENTO DE saúde, POR FREQUÊNCIA DE CONSULTA AOS DADOS CLÍNICOS SOBRE OS PACIENTES disponíveis ELETRONICAMENTE PROPORTION OF NURSES WITH ACCESS TO COMPUTERS AT THE HEALTHCARE FACILITY BY FREQUENCY THEY REFER TO THE CLINICAL DATA ABOUT PATIENTS AVAILABLE ELECTRONICALLY 42 PROPORÇÃO DE ENFERMEIROS COM ACESSO A COMPUTADOR NO ESTABELECIMENTO DE saúde, POR FREQUÊNCIA DE USO DAS FUNCIONALIDADES EXISTENTES NO SISTEMA ELETRÔNICO PROPORTION OF NURSES WITH ACCESS TO COMPUTERS AT THE HEALTHCARE FACILITY BY FREQUENCY THE FUNCTIONALITIES AVAILABLE ELECTRONICALLY ARE USED 425 PROPORÇÃO DE ENFERMEIROS COM ACESSO A COMPUTADOR NO ESTABELECIMENTO DE saúde, POR FREQUÊNCIA DE USO DAS FUNCIONALIDADES DE APOIO À DECISÃO EXISTENTES NO sistema ELETRÔNICO PROPORTION OF NURSES WITH ACCESS TO COMPUTERS AT THE HEALTHCARE FACILITY BY FREQUENCY THE DECISION SUPPORT FUNCTIONALITIES AVAILABLE ELECTRONICALLY ARE USED 43 PROPORÇÃO DE ENFERMEIROS COM ACESSO A COMPUTADOR NO ESTABELECIMENTO DE saúde, POR FREQUÊNCIA DE USO DAS FUNCIONALIDADES DE TROCA DE INFORMAÇÕES DE saúde EXISTENTES NO SISTEMA ELETRÔNICO PROPORTION OF NURSES WITH ACCESS TO COMPUTERS AT THE HEALTHCARE FACILITY BY FREQUENCY THE INFORMATION EXCHANGE FUNCTIONALITIES AVAILABLE ELECTRONICALLY ARE USED

22

23 NOTA PARA EDIÇÃO REVISADA O Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br) informa que foram identificados erros nos resultados da pesquisa TIC Saúde 203, divulgada em 3 de março de 204. Os dados e respectivos indicadores foram corrigidos e substituídos. Nessa segunda edição da publicação foram alterados o Relatório Metodológico, a Análise dos Resultados e as Tabelas de Resultados. Para mais detalhes consulte a Nota Técnica: <http://cetic.br/tic/saude/203/nota-tecnica>. São Paulo, 2 de Junho de 205 Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br) do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br)

24

25 203 Pesquisa TIC SAÚDE PREFÁCIO 23 PREFÁCIO A produção de indicadores e estatísticas para o acompanhamento do acesso e uso da Internet nos mais distintos setores da sociedade é parte importante das atribuições do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br). A produção regular desses dados, por meio de pesquisas sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação, é um resultado expressivo do modelo de governança inaugurado pelo CGI.br em 995. Subsidiar a sociedade com dados confiáveis e atualizados sobre os impactos socioeconômicos da Internet contribui para políticas públicas mais efetivas e eficazes e para o desenvolvimento da Internet no Brasil. Com a publicação da primeira edição da pesquisa TIC Saúde no Brasil, o Centro de Estudos sobre as Tecnologias de Informação e Comunicação (Cetic.br), do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), busca gerar insumos para a promoção do princípio da universalidade, conforme estabelece o Decálogo para a governança e uso da Internet, do CGI. br. Assim, a Internet é vista como meio para o desenvolvimento social e hno, e para a construção de sociedade inclusiva e não discriminatória em benefício de todos. Hoje, praticamente todos os setores produtivos da sociedade se apropriaram das novas tecnologias digitais e, sobretudo, das funcionalidades e aplicações disponíveis na rede mundial de computadores. O setor de saúde seguiu a mesma tendência e logrou não somente enormes progressos na qualidade da prestação dos serviços de saúde e maior precisão no diagnóstico e tratamento de doenças, como também avanços notáveis nas pesquisas científicas no setor. Portanto, medir a universalização do acesso da Internet nos estabelecimentos de saúde e o uso da rede por profissionais da área é atividade essencial no processo de formulação de políticas públicas baseadas em evidências. Assim, seguimos no cumprimento de nossa missão de coletar, organizar e disseminar dados confiáveis sobre os serviços de Internet no Brasil. A leitura dos resultados e das análises que constam desta publicação, inédita no campo da saúde no Brasil, permitirá não só radiografia ampla do uso da Internet no setor, mas também se constituirá em fonte de evidências para a discussão de agenda para as políticas públicas na área. Boa leitura! Demi Getschko Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR NIC.br

TIC Saúde 2013 Pesquisa sobre o uso das TIC em estabelecimentos de saúde no Brasil

TIC Saúde 2013 Pesquisa sobre o uso das TIC em estabelecimentos de saúde no Brasil TIC Saúde 2013 Pesquisa sobre o uso das TIC em estabelecimentos de saúde no Brasil Latam Healthcare IT Summit São Paulo, 04 de abril de 2013 CGI.br Comitê Gestor da Internet no Brasil NIC.br Núcleo de

Leia mais

TIC SAÚDE 2014 PESQUISA SOBRE O USO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NOS ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE BRASILEIROS ICT IN HEALTH 2014

TIC SAÚDE 2014 PESQUISA SOBRE O USO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NOS ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE BRASILEIROS ICT IN HEALTH 2014 TIC SAÚDE 204 PESQUISA SOBRE O USO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NOS ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE BRASILEIROS ICT IN HEALTH 204 SURVEY ON THE USE OF INFORMATION AND COMMUNICATION TECHNOLOGIES

Leia mais

NOTA TÉCNICA 44 2013 A POLÍTICA NACIONAL DE INFORMAÇÃO E INFORMÁTICA EM SAÚDE E SEU PLANO OPERATIVO

NOTA TÉCNICA 44 2013 A POLÍTICA NACIONAL DE INFORMAÇÃO E INFORMÁTICA EM SAÚDE E SEU PLANO OPERATIVO NOTA TÉCNICA 44 2013 A POLÍTICA NACIONAL DE INFORMAÇÃO E INFORMÁTICA EM SAÚDE E SEU PLANO OPERATIVO Brasília, 28 de outubro de 2013 A POLÍTICA NACIONAL DE INFORMAÇÃO E INFORMÁTICA EM SAÚDE E SEU PLANO

Leia mais

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2008/prt1559_01_08_2008.html

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2008/prt1559_01_08_2008.html Página 1 de 5 ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 1.559, DE 1º DE AGOSTO DE 2008 Institui a Política Nacional

Leia mais

Pesquisa sobre o uso das TIC no Setor Público

Pesquisa sobre o uso das TIC no Setor Público Pesquisa sobre o uso das TIC no Setor Público TIC Governo Eletrônico 2013 São Paulo, 23 de setembro de 2014 CGI.br Comitê Gestor da Internet no Brasil NIC.br Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto

Leia mais

Coletiva de Imprensa Apresentação de resultados São Paulo, 23 de maio de 2013

Coletiva de Imprensa Apresentação de resultados São Paulo, 23 de maio de 2013 Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação Pesquisa TIC Educação 2012 Pesquisa sobre o uso das TIC nas escolas brasileiras Coletiva de Imprensa Apresentação de resultados

Leia mais

Registro Eletrônico de Saúde para a Odontologia 9º SINPLO. Painel Tecnológico 09 de maio de 2014

Registro Eletrônico de Saúde para a Odontologia 9º SINPLO. Painel Tecnológico 09 de maio de 2014 Registro Eletrônico de Saúde para a Odontologia 9º SINPLO Painel Tecnológico 09 de maio de 2014 Registro Eletrônico de Saúde 9º SINPLO SP 09/05/2014. 1 Marizélia Leão Moreira Graduada em Ciências Sociais

Leia mais

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação. Sistemas de Informação no SUS Informação para Gestão

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação. Sistemas de Informação no SUS Informação para Gestão Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação Sistemas de Informação no SUS Informação para Gestão Contato Cláudio Giulliano Alves da Costa, MD, MSc. Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo Assessoria

Leia mais

ilupas da informação e comunicação na área de Saúde entrevista

ilupas da informação e comunicação na área de Saúde entrevista ilupas Pesquisa Nacional identifica investimentos em tecnologias da informação e comunicação na área de Saúde Por Kelly de Souza O baixo grau de investimento em Tecnologias da Informação e Comunicação

Leia mais

SUS: princípios doutrinários e Lei Orgânica da Saúde

SUS: princípios doutrinários e Lei Orgânica da Saúde Universidade de Cuiabá - UNIC Núcleo de Disciplinas Integradas Disciplina: Formação Integral em Saúde SUS: princípios doutrinários e Lei Orgânica da Saúde Profª Andressa Menegaz SUS - Conceito Ações e

Leia mais

no Brasil O mapa da Acreditação A evolução da certificação no país, desafios e diferenças entre as principais

no Brasil O mapa da Acreditação A evolução da certificação no país, desafios e diferenças entre as principais O mapa da Acreditação no Brasil A evolução da certificação no país, desafios e diferenças entre as principais metodologias Thaís Martins shutterstock >> Panorama nacional Pesquisas da ONA (Organização

Leia mais

Introdução à Tecnologia Web 2010

Introdução à Tecnologia Web 2010 IntroduçãoàTecnologiaWeb2010 Internet ÓrgãosRegulamentadores ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger Internet Órgãosregulamentadores Índice 1 Breve Histórico da Internet... 2 2 Surgimento

Leia mais

Desenvolvimento de Novos Produtos e Serviços para a Área Social

Desenvolvimento de Novos Produtos e Serviços para a Área Social Programa 0465 SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO - INTERNET II Objetivo Incrementar o grau de inserção do País na sociedade de informação e conhecimento globalizados. Público Alvo Empresas, usuários e comunidade

Leia mais

Planejamento Estratégico ABNT/CEE-78 Informática em Saúde 21.02.14 1

Planejamento Estratégico ABNT/CEE-78 Informática em Saúde 21.02.14 1 Planejamento Estratégico ABNT/CEE-78 Informática em Saúde 2013 2018 21.02.14 1 Objetivo do Planejamento Estratégico Definir onde queremos chegar em 5 anos. Definir como vamos chegar lá Definir como saber

Leia mais

Ministério da Saúde Secretaria Executiva Departamento de Economia da Saúde e Desenvolvimento

Ministério da Saúde Secretaria Executiva Departamento de Economia da Saúde e Desenvolvimento 1 Ministério da Saúde Secretaria Executiva Departamento de Economia da Saúde e Desenvolvimento I Congresso Informação de Custos e Qualidade do Gasto no Setor Público Oficina II Informação de Custo para

Leia mais

49 o CONSELHO DIRETOR 61 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL

49 o CONSELHO DIRETOR 61 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE 49 o CONSELHO DIRETOR 61 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL Washington, D.C., EUA, 28 de setembro a 2 de outubro de 2009 CD49.R10 (Port.) ORIGINAL:

Leia mais

EXPERIÊNCIA DE USO DE ARQUITETURA CORPORATIVA NO PROJETO DE RES

EXPERIÊNCIA DE USO DE ARQUITETURA CORPORATIVA NO PROJETO DE RES EXPERIÊNCIA DE USO DE ARQUITETURA CORPORATIVA NO PROJETO DE RES Rigoleta Dutra Mediano Dias 1, Lívia Aparecida de Oliveira Souza 2 1, 2 CASNAV, MARINHA DO BRASIL, MINISTÉRIO DA DEFESA, BRASIL Resumo: Este

Leia mais

Pesquisa sobre Provedores de Serviços Internet no Brasil. São Paulo, 30 de novembro de 2011

Pesquisa sobre Provedores de Serviços Internet no Brasil. São Paulo, 30 de novembro de 2011 Pesquisa TIC Provedores 2011 Coletiva de Imprensa Pesquisa sobre Provedores de Serviços Internet no Brasil São Paulo, 30 de novembro de 2011 CGI.br Comitê Gestor da Internet no Brasil NIC.br Núcleo de

Leia mais

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS METODOLOGIA DE AUDITORIA PARA AVALIAÇÃO DE CONTROLES E CUMPRIMENTO DE PROCESSOS DE TI NARDON, NASI AUDITORES E CONSULTORES CobiT

Leia mais

Uma análise sobre redes metropolitanas municipais e cidades digitais

Uma análise sobre redes metropolitanas municipais e cidades digitais Uma análise sobre redes metropolitanas municipais e cidades digitais Arthur A. Artoni 1, Bruno B. Zarpelão 2 1 Departmento de Computação Universidade Estadual de Londrina (UEL) megadets@hotmail.com,brunozarpelao@gmail.com

Leia mais

PROJETO CIDADÃO EM REDE: DE CONSUMIDOR A PRODUTOR DE INFORMAÇÃO SOBRE O TERRITÓRIO PLANO DE TRABALHO

PROJETO CIDADÃO EM REDE: DE CONSUMIDOR A PRODUTOR DE INFORMAÇÃO SOBRE O TERRITÓRIO PLANO DE TRABALHO PROJETO CIDADÃO EM REDE: DE CONSUMIDOR A PRODUTOR DE INFORMAÇÃO SOBRE O TERRITÓRIO PLANO DE TRABALHO CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TECNOLÓGICA PRODEB-UFBA PRODEB/DSS Diretoria de Sistemas e Serviços UFBA/LCAD

Leia mais

PORTARIA Nº 1.944, DE 27 DE AGOSTO DE 2009

PORTARIA Nº 1.944, DE 27 DE AGOSTO DE 2009 PORTARIA Nº 1.944, DE 27 DE AGOSTO DE 2009 Institui no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem. O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso das atribuições

Leia mais

São Paulo, 25 de abril de 2013.

São Paulo, 25 de abril de 2013. São Paulo, 25 de abril de 2013. Discurso do diretor de Relacionamento Institucional e Cidadania, Luiz Edson Feltrim, na SME Banking Conference 2013 1 Dirijo saudação especial a Sra. Ghada Teima, IFC Manager

Leia mais

TIC Saúde 2013. Coletiva de Imprensa Apresentação de Resultados São Paulo, 17 de dezembro de 2013

TIC Saúde 2013. Coletiva de Imprensa Apresentação de Resultados São Paulo, 17 de dezembro de 2013 TIC Saúde 2013 Pesquisa sobre o uso das TIC em estabelecimentos de saúde no Brasil Coletiva de Imprensa Apresentação de Resultados São Paulo, 17 de dezembro de 2013 CGI.br Comitê Gestor da Internet no

Leia mais

qualidade do cuidado em saúde A segurança

qualidade do cuidado em saúde A segurança A Segurança nos serviços de saúde é um problema tão grande e as causas tão diversas e complexas que não é mais possível não separar as práticas da Qualidade e as práticas da Segurança. A qualidade do cuidado

Leia mais

Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação nas Escolas Brasileiras TIC Educação

Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação nas Escolas Brasileiras TIC Educação Pesquisa TIC Educação 2010 Coletiva de Imprensa Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação nas Escolas Brasileiras TIC Educação São Paulo, 09 de Agosto de 2011 CGI.br Comitê Gestor

Leia mais

INTRODUÇÃO OBJETIVOS GERAIS E ESPECÍFICOS

INTRODUÇÃO OBJETIVOS GERAIS E ESPECÍFICOS INTRODUÇÃO Com base no Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais - REHUF, destinado à reestruturação e revitalização dos hospitais das universidades federais, integrados

Leia mais

Projeto RES SUS Nacional Definição, Escopo e Ações. Eduardo Mugnai Coordenador ABNT CEE 78 Informática em saúde

Projeto RES SUS Nacional Definição, Escopo e Ações. Eduardo Mugnai Coordenador ABNT CEE 78 Informática em saúde Projeto RES SUS Nacional Definição, Escopo e Ações Eduardo Mugnai Coordenador ABNT CEE 78 Informática em saúde Programação 1º DIA: 08/05/2012 - TERÇA-FEIRA Oficina RES DATASUS/MS De 08 a 10/05/2012 Brasília/DF

Leia mais

Sistema de Informação

Sistema de Informação Sistema de Informação Conjunto de elementos inter-relacionados que coleta, processa (manipula e armazena), transmiti e dissemina dados e informações; Manual ou informatizado; Envolve pessoas, máquinas,

Leia mais

Ata da Reunião de 18 de maio 2012

Ata da Reunião de 18 de maio 2012 Ata da Reunião de 18 de maio 2012 Reunião de 18 de maio 2012 Local: Sede do NIC.br São Paulo/SP 0. Abertura A reunião é dirigida pelo Conselheiro Delfino Natal de Souza, tendo a participação dos seguintes

Leia mais

Projeto BVS-SP-1.9 Publicação eletrônica de textos completos em Saúde Pública (15 de outubro de 1999)

Projeto BVS-SP-1.9 Publicação eletrônica de textos completos em Saúde Pública (15 de outubro de 1999) BIREME/OPAS/OMS BVS Saúde Pública Projeto BVS-SP-1.9 Publicação eletrônica de textos completos em Saúde Pública (15 de outubro de 1999) 1. Introdução Este documento descreve o projeto para o desenvolvimento

Leia mais

8. Excelência no Ensino Superior

8. Excelência no Ensino Superior 8. Excelência no Ensino Superior PROGRAMA: 08 Órgão Responsável: Contextualização: Excelência no Ensino Superior Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior - SETI O Programa busca,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Contratação de consultoria pessoa física para serviços de preparação

Leia mais

Carta para a Preservação do Patrimônio Arquivístico Digital Preservar para garantir o acesso

Carta para a Preservação do Patrimônio Arquivístico Digital Preservar para garantir o acesso Carta para a Preservação do Patrimônio Arquivístico Digital Preservar para garantir o acesso Considerando que a informação arquivística, produzida, recebida, utilizada e conservada em sistemas informatizados,

Leia mais

Coletiva de Imprensa 4 de maio de 2010. Comitê Gestor da Internet no Brasil CGI.br Núcleo de Informação e Comunicação do Ponto BR NIC.

Coletiva de Imprensa 4 de maio de 2010. Comitê Gestor da Internet no Brasil CGI.br Núcleo de Informação e Comunicação do Ponto BR NIC. TIC Empresas 2009 Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação no Brasil Coletiva de Imprensa 4 de maio de 2010 Comitê Gestor da Internet no Brasil CGI.br Núcleo de Informação e Comunicação

Leia mais

Publicado nos Anais do VI Workshop GESITI e Evento Acoplado II GESITI/Saúde. 17/18 Juno de 2010. ISSN: 1807-9350. Relatório:

Publicado nos Anais do VI Workshop GESITI e Evento Acoplado II GESITI/Saúde. 17/18 Juno de 2010. ISSN: 1807-9350. Relatório: Relatório: UMA AVALIAÇÃO DA GESTÃO DOS SISTEMAS E TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO NOS HOSPITAIS DO MUNICÍPIO DE JAÚ E GARÇA, REGIÃO CENTRO-OESTE DO ESTADO DE SÃO PAULO Paulo Fernando R. de Almeida Prof. Ms.

Leia mais

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014 A CPA (Comissão Própria De Avaliação) apresentou ao MEC, em março de 2015, o relatório da avaliação realizada no ano de 2014. A avaliação institucional, realizada anualmente, aborda as dimensões definidas

Leia mais

1. O QUE ANTECEDEU O LIVRO?

1. O QUE ANTECEDEU O LIVRO? Brasília, 11 de abril de 2012 I. ANTECEDENTES 1. O QUE ANTECEDEU O LIVRO? 2002 Início dos estudos sobre Gestão do Conhecimento 2003 2007. Estudos e pesquisas realizados no Ipea: 2004. Governo que aprende:

Leia mais

Pesquisa TIC Educação 2013

Pesquisa TIC Educação 2013 Pesquisa TIC Educação 2013 Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação nas Escolas Brasileiras Apresentação dos principais resultados São Paulo, 15 de julho de 2014 CGI.br Comitê Gestor

Leia mais

Governo do Estado do Rio Grande do Sul Secretaria da Educação Secretaria do Meio Ambiente Órgão Gestor da Política Estadual de Educação Ambiental

Governo do Estado do Rio Grande do Sul Secretaria da Educação Secretaria do Meio Ambiente Órgão Gestor da Política Estadual de Educação Ambiental Governo do Estado do Rio Grande do Sul Secretaria da Educação Secretaria do Meio Ambiente Órgão Gestor da Política Estadual de Educação Ambiental PROJETO PARA ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Leia mais

154 a SESSÃO DO COMITÊ EXECUTIVO

154 a SESSÃO DO COMITÊ EXECUTIVO 154 a SESSÃO DO COMITÊ EXECUTIVO Washington, D.C., EUA 16 a 20 de junho de 2014 CE154.R17 Original: inglês RESOLUÇÃO CE154.R17 ESTRATÉGIA PARA COBERTURA UNIVERSAL DE SAÚDE A 154 a SESSÃO DO COMITÊ EXECUTIVO,

Leia mais

Biblioteca Virtual em Saúde (BVS): Instrumento para a gestão da informação em Saúde

Biblioteca Virtual em Saúde (BVS): Instrumento para a gestão da informação em Saúde Biblioteca Virtual em Saúde (BVS): Instrumento para a gestão da informação em Saúde Objetivo: Apresentar o Modelo da BVS: conceitos, evolução, governabilidade, estágios e indicadores. Conteúdo desta aula

Leia mais

NOTA TÉCNICA 16 2013. Política Nacional de Educação Popular em Saúde

NOTA TÉCNICA 16 2013. Política Nacional de Educação Popular em Saúde NOTA TÉCNICA 16 2013 Política Nacional de Educação Popular em Saúde Brasília, 20 de maio de 2013 INTRODUÇÃO A Política Nacional de Educação Popular em Saúde PNEP-SUS foi apresentada e aprovada no Conselho

Leia mais

VIGILÂNCIA SOCIAL E A GESTÃO DA INFORMAÇÃO: A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO, MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO

VIGILÂNCIA SOCIAL E A GESTÃO DA INFORMAÇÃO: A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO, MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO VIGILÂNCIA SOCIAL E A GESTÃO DA INFORMAÇÃO: A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO, MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO CONCEITUANDO... Vigilância Social : Produção e sistematização de informações territorializadas sobre

Leia mais

A perspectiva e atuação da ANS no desenvolvimento de padrões no Brasil. Jussara M P Rötzsch ANS/DIDES/GGSUS

A perspectiva e atuação da ANS no desenvolvimento de padrões no Brasil. Jussara M P Rötzsch ANS/DIDES/GGSUS A perspectiva e atuação da ANS no desenvolvimento de padrões no Brasil Jussara M P Rötzsch ANS/DIDES/GGSUS Avanços (tecnológico e científico) na Saúde Maior conhecimento sobre os determinantes de saúde

Leia mais

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ BIREME - OPAS - OMS CENTRO DE INFORMAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA CICT PROJETO BVS DOENÇAS INFECCIOSAS E PARASITÁRIAS BRASIL

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ BIREME - OPAS - OMS CENTRO DE INFORMAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA CICT PROJETO BVS DOENÇAS INFECCIOSAS E PARASITÁRIAS BRASIL FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ - OPAS - OMS CENTRO DE INFORMAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA CICT PROJETO BVS DOENÇAS INFECCIOSAS E PARASITÁRIAS BRASIL Rio de Janeiro 2002 Doenças Infecciosas e Parasitárias na BVS

Leia mais

Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal

Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS SUBCHEFIA DE ASSUNTOS FEDERATIVOS Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal Mapa de obras contratadas pela CEF, em andamento com recursos do Governo Federal 5.048

Leia mais

São Paulo, 24 de novembro de 2005

São Paulo, 24 de novembro de 2005 São Paulo, 24 de novembro de 2005 CGI.br divulga indicadores inéditos sobre a internet no país Além de apresentar as pesquisas sobre penetração e uso da rede em domicílios e empresas, a entidade anuncia

Leia mais

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016 Versão 1.0 1 APRESENTAÇÃO O Planejamento

Leia mais

PLANEJAMENTO E AVALIAÇAO DE SAÚDE PARA IDOSOS: O AVANÇO DAS POLITICAS PÚBLICAS

PLANEJAMENTO E AVALIAÇAO DE SAÚDE PARA IDOSOS: O AVANÇO DAS POLITICAS PÚBLICAS PLANEJAMENTO E AVALIAÇAO DE SAÚDE PARA IDOSOS: O AVANÇO DAS POLITICAS PÚBLICAS Renata Lívia Silva F. M. de Medeiros (UFPB) Zirleide Carlos Felix (UFPB) Mariana de Medeiros Nóbrega (UFPB) E-mail: renaliviamoreira@hotmail.com

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 883, DE 5 DE JULHO DE 2010

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 883, DE 5 DE JULHO DE 2010 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 883, DE 5 DE JULHO DE 2010 Regulamenta o Decreto nº 7.082, de 27 de janeiro de 2010, que institui o Programa Nacional de Reestruturação

Leia mais

Atuação da Auditoria Interna na Avaliação da Gestão de Tecnologia da Informação

Atuação da Auditoria Interna na Avaliação da Gestão de Tecnologia da Informação Atuação da Auditoria Interna na Avaliação da Gestão de Tecnologia da Informação Emerson de Melo Brasília Novembro/2011 Principais Modelos de Referência para Auditoria de TI Como focar no negócio da Instituição

Leia mais

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti e d a id 4 m IN r fo a n m Co co M a n ua l Governança AMIGA Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti Um dos grandes desafios atuais da administração

Leia mais

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Outubro 2009 Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Sustentabilidade Articulação Ampliação dos limites Sistematização Elementos do Novo Modelo Incubação

Leia mais

Uso de Dispositivos Móveis na Saúde Mental de Idosos

Uso de Dispositivos Móveis na Saúde Mental de Idosos Painel Aplicações móveis na área da saúde: m-health Uso de Dispositivos Móveis na Saúde Mental de Idosos Profa. Magdala de Araújo Novaes Núcleo de Telessaúde, Hospital das Clínicas, Departamento de Medicina

Leia mais

Em busca da sustentabilidade na gestão do saneamento: instrumentos de planejamento

Em busca da sustentabilidade na gestão do saneamento: instrumentos de planejamento Em busca da sustentabilidade na gestão do saneamento: instrumentos de planejamento Marcelo de Paula Neves Lelis Gerente de Projetos Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental Ministério das Cidades Planejamento

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento Agrário Secretaria de Desenvolvimento Territorial. Sistema de Gestão Estratégica. Documento de Referência

Ministério do Desenvolvimento Agrário Secretaria de Desenvolvimento Territorial. Sistema de Gestão Estratégica. Documento de Referência Ministério do Desenvolvimento Agrário Secretaria de Desenvolvimento Territorial Sistema de Gestão Estratégica Brasília - 2010 SUMÁRIO I. APRESENTAÇÃO 3 II. OBJETIVOS DO SGE 4 III. MARCO DO SGE 4 IV. ATORES

Leia mais

AVALIAÇÃO PARA MELHORIA DA QUALIDADE DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA. Apresentação Geral, Objetivos e Diretrizes

AVALIAÇÃO PARA MELHORIA DA QUALIDADE DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA. Apresentação Geral, Objetivos e Diretrizes AVALIAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA PROJETO AVALIAÇÃO PARA MELHORIA DA QUALIDADE DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA Apresentação Geral, Objetivos e Diretrizes Outubro de 2005 Justificativa A grande expansão da estratégia

Leia mais

O Profissional de Tecnologia de Informação em Saúde no Brasil: A Visão da SBIS

O Profissional de Tecnologia de Informação em Saúde no Brasil: A Visão da SBIS Sociedade Brasileira de Informática em Saúde O Profissional de Tecnologia de Informação em Saúde no Brasil: A Visão da SBIS Prof. Renato M.E. Sabbatini Diretor de Educação e Capacitação Profissional 40%

Leia mais

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA 1. Projeto: OEI/BRA/09/004 - Aprimoramento da sistemática de gestão do Ministério da Educação (MEC) em seus processos de formulação, implantação e

Leia mais

Institui o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES).

Institui o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES). MINISTÉRIO DA SAÚDE GABINETE DO MINISTRO DOU de 05/10/2015 (nº 190, Seção 1, pág. 669) Institui o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES). O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso das atribuições

Leia mais

DISCIPLINA DE ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE I MSP 0670/2011. SISTEMAS DE SAÚDE

DISCIPLINA DE ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE I MSP 0670/2011. SISTEMAS DE SAÚDE DISCIPLINA DE ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE I MSP 0670/2011. SISTEMAS DE SAÚDE Paulo Eduardo Elias* Alguns países constroem estruturas de saúde com a finalidade de garantir meios adequados para que as necessidades

Leia mais

Transparência e Internet, as Telecomunicações apoiando a Administração Pública Case Prefeitura de São Paulo

Transparência e Internet, as Telecomunicações apoiando a Administração Pública Case Prefeitura de São Paulo Transparência e Internet, as Telecomunicações apoiando a Administração Pública Case Prefeitura de São Paulo Data:17 de Julho de 2009 Índice 01 Evolução da Internet - História (comercialização dos Backbones)

Leia mais

GESTÃO ESTADUAL DA TELESSAÚDE EM PERNAMBUCO: UMA PROPOSTA DE INTEGRAÇÃO

GESTÃO ESTADUAL DA TELESSAÚDE EM PERNAMBUCO: UMA PROPOSTA DE INTEGRAÇÃO XIII Congresso Brasileiro em Informática em Saúde CBIS 2012 GESTÃO ESTADUAL DA TELESSAÚDE EM PERNAMBUCO: UMA PROPOSTA DE INTEGRAÇÃO Autoras: OLIVEIRA, D.G e MAIA, D.M.N. 1 Secretaria Estadual de Saúde

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA 1. Projeto: OEI/BRA/09/004 - Aprimoramento da sistemática de gestão do Ministério da Educação (MEC) em seus processos de formulação, implantação e

Leia mais

Francisco Cardoso SCBC08

Francisco Cardoso SCBC08 Formando profissionais para a sustentabilidade Prof. Francisco CARDOSO Escola Politécnica da USP Francisco Cardoso SCBC08 1 Estrutura da apresentação Objetivo Metodologia Resultados investigação Conclusão:

Leia mais

TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL

TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL Eixos Temáticos, Diretrizes e Ações Documento final do II Encontro Nacional de Educação Patrimonial (Ouro Preto - MG, 17 a 21 de julho

Leia mais

Cobit e ITIL. Cobit. Planejamento e organização; Aquisição e implementação; Entrega e suporte; Monitoração.

Cobit e ITIL. Cobit. Planejamento e organização; Aquisição e implementação; Entrega e suporte; Monitoração. Cobit e ITIL GOVERNANÇA, GP - RISCO, GP PROJETOS - PMP, SEGURANÇA DAIANA BUENO OUTUBRO 20, 2010 AT 8:00 3.496 visualizações Atualmente, as empresas estão com seus processos internos cada vez mais dependentes

Leia mais

XVIII JORNADA DE ENFERMAGEM EM HEMODINÂMICA.

XVIII JORNADA DE ENFERMAGEM EM HEMODINÂMICA. . Qualificando o desempenho operacional utilizando ferramentas de Tecnologia de Informação. sfl.almada@gmail.com Enfª Sueli de Fátima da Luz Formação: Bacharel em Enfermagem e Obstetrícia Universidade

Leia mais

Mesa Redonda Novas agendas de atuação e os perfis profissionais em bibliotecas universitárias

Mesa Redonda Novas agendas de atuação e os perfis profissionais em bibliotecas universitárias Mesa Redonda Novas agendas de atuação e os perfis profissionais em bibliotecas universitárias Profa. Dra. Lillian Maria Araújo de Rezende Alvares Coordenadora-Geral de Pesquisa e Manutenção de Produtos

Leia mais

ABRIL DE 2012. Provedores de Internet no Brasil: Inclusão Digital e Infraestrutura Ano 4 Número 1

ABRIL DE 2012. Provedores de Internet no Brasil: Inclusão Digital e Infraestrutura Ano 4 Número 1 ABRIL DE 2012 Provedores de Internet no Brasil: Inclusão Digital e Infraestrutura Ano 4 Número 1 SUMÁRIO EXECUTIVO Apresentação A inclusão digital no Brasil depende fundamentalmente da expansão da infraestrutura

Leia mais

Guaiaquil tira proveito da IoE para oferecer à população os benefícios da telemedicina e do governo eletrônico

Guaiaquil tira proveito da IoE para oferecer à população os benefícios da telemedicina e do governo eletrônico Guaiaquil tira proveito da IoE para oferecer à população os benefícios da telemedicina e do governo eletrônico RESUMO EXECUTIVO Objetivo Melhorar a vida dos moradores e ajudálos a serem bem-sucedidos na

Leia mais

Nova Plataforma Tecnológica. Barramento/Cartão SUS. XXVII CONGRESSO DE SECRETÁRIOS MUNICIPAIS DE SAÚDE DO ESTADO DE SÃO PAULO 05 a 08 de Março de 2013

Nova Plataforma Tecnológica. Barramento/Cartão SUS. XXVII CONGRESSO DE SECRETÁRIOS MUNICIPAIS DE SAÚDE DO ESTADO DE SÃO PAULO 05 a 08 de Março de 2013 Nova Plataforma Tecnológica A construção atual feita pelo DATASUS: Barramento/Cartão SUS XXVII CONGRESSO DE SECRETÁRIOS MUNICIPAIS DE SAÚDE DO ESTADO DE SÃO PAULO 05 a 08 de Março de 2013 Principais ações

Leia mais

TERMO DE REFERENCIA Nº 04

TERMO DE REFERENCIA Nº 04 TERMO DE REFERENCIA Nº 04 CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA PARA APOIO NA ELABORAÇÃO DE PRODUTO REFERENTE À AÇÃO 02 DO PROJETO OBSERVATÓRIO LITORAL SUSTENTÁVEL - INSTITUTO PÓLIS EM PARCERIA COM A PETROBRAS. Perfil:

Leia mais

GUIA DE ARGUMENTOS DE VENDAS

GUIA DE ARGUMENTOS DE VENDAS GUIA DE ARGUMENTOS DE VENDAS O Plano Diretor é uma lei municipal que estabelece diretrizes para a ocupação da cidade. Ele deve identificar e analisar as características físicas, as atividades predominantes

Leia mais

America Acessivel: Informação e Comunicação para TODOS 12 14 de novembro de 2014 São Paulo, Brasil

America Acessivel: Informação e Comunicação para TODOS 12 14 de novembro de 2014 São Paulo, Brasil America Acessivel: Informação e Comunicação para TODOS 12 14 de novembro de 2014 São Paulo, Brasil Pautas para a promoção da acessibilidade das TIC para pessoas com Deficiência na região das Americas Preâmbulo

Leia mais

Uso e Posse de Computador e Internet, Barreiras de Acesso, Uso do Celular, Intenção de Aquisição

Uso e Posse de Computador e Internet, Barreiras de Acesso, Uso do Celular, Intenção de Aquisição TIC DOMICÍLIOS 2007 Uso e Posse de Computador e Internet, Barreiras de Acesso, Uso do Celular, Intenção de Aquisição PESQUISA SOBRE O USO DAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO NO BRASIL 2008 NIC.BR

Leia mais

XXVI Congresso de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo

XXVI Congresso de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo XXVI Congresso de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo Marília Março 2012 A Cidade de Guarulhos A cidade de Guarulhos Brasil -190 milhões de habitantes Região Metropolitana de São Paulo

Leia mais

DOCUMENTO FINAL 11ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DO PARANÁ

DOCUMENTO FINAL 11ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DO PARANÁ DOCUMENTO FINAL 11ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DO PARANÁ EIXO 1 DIREITO À SAÚDE, GARANTIA DE ACESSO E ATENÇÃO DE QUALIDADE Prioritária 1: Manter o incentivo aos Programas do Núcleo Apoio da Saúde da Família

Leia mais

MAPEANDO AS CORRELAÇÕES ENTRE PRODUTIVIDADE E INVESTIMENTOS DE BOLSAS EM PROGRAMAS DE PÓSGRADUAÇÃO: o caso da Universidade Federal de Goiás

MAPEANDO AS CORRELAÇÕES ENTRE PRODUTIVIDADE E INVESTIMENTOS DE BOLSAS EM PROGRAMAS DE PÓSGRADUAÇÃO: o caso da Universidade Federal de Goiás MAPEANDO AS CORRELAÇÕES ENTRE PRODUTIVIDADE E INVESTIMENTOS DE BOLSAS EM PROGRAMAS DE PÓSGRADUAÇÃO: o caso da Universidade Federal de Goiás Dalton Lopes Martins (UFG) dmartins@gmail.com Arlon Silva (UFG)

Leia mais

O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social

O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social II Fórum de Informação em Saúde IV Encontro da Rede BiblioSUS O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social Maria de Fátima Ramos Brandão Outubro/2007 1 Apresentação O Projeto Casa Brasil Modelos

Leia mais

Sicredi Aprimora Monitoramento de Data Center Com o CA DCIM

Sicredi Aprimora Monitoramento de Data Center Com o CA DCIM CUSTOMER SUCCESS STORY SETEMBRO 2013 Sicredi Aprimora Monitoramento de Data Center Com o CA DCIM CUSTOMER LOGO HERE EMPRESA O Sicredi é um dos maiores sistemas de crédito cooperativo do Brasil. Presente

Leia mais

com parceiros na produção de informações e conhecimento, compartilhamento de trabalhos com vistas a alavancar os resultados e abolir duplicidades.

com parceiros na produção de informações e conhecimento, compartilhamento de trabalhos com vistas a alavancar os resultados e abolir duplicidades. TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO Contratação de consultoria especializada para desenvolvimento dos serviços técnicos necessários à elaboração da metodologia para a estruturação da Rede de Parceiros para o

Leia mais

DATASUS e Software Livre

DATASUS e Software Livre DATASUS e Software Livre Moacyr Esteves Perche Coordenador Geral de Gestão de Projetos CGGP/DATASUS/SGEP/MS 09/07/2015 1 Informação em Saúde O Brasil tem longa tradição no uso de Sistemas de Informação

Leia mais

Registro Eletrônico de Saúde Nacional. Establishing Governance to Support Health Information Exchange

Registro Eletrônico de Saúde Nacional. Establishing Governance to Support Health Information Exchange Registro Eletrônico de Saúde Nacional Establishing Governance to Support Health Information Exchange Médico sanitarista, formado pela UNICAMP, foi Coordenador de Informática da SMS Campinas, Conselheiro

Leia mais

Número 7/junho 2013 O PROGRAMA URBACT II

Número 7/junho 2013 O PROGRAMA URBACT II Número 7/junho 2013 O PROGRAMA URBACT II PARTILHA DE EXPERIÊNCIAS E APRENDIZAGEM SOBRE O DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL O URBACT permite que as cidades europeias trabalhem em conjunto e desenvolvam

Leia mais

Proposta de Programa- Quadro de Ciência, Tecnologia e Inovação 2014-2018. L RECyT, 8.11.13

Proposta de Programa- Quadro de Ciência, Tecnologia e Inovação 2014-2018. L RECyT, 8.11.13 Proposta de Programa- Quadro de Ciência, Tecnologia e Inovação 2014-2018 L RECyT, 8.11.13 Delineamento do Programa - Quadro Fundamentação Geral Programa público, plurianual, voltado para o fortalecimento

Leia mais

F n i a n n a c n i c a i m a en e t n o Foco: Objetivo:

F n i a n n a c n i c a i m a en e t n o Foco: Objetivo: FINANCIAMENTO DO SUAS: GESTÃO MUNICIPAL E AS DESIGUALDADES REGIONAIS Financiamento Foco: competências da gestão municipal, especialmente no enfrentamento das desigualdades regionais exige o debate sobre

Leia mais

Cartilha REGISTROS DE CÂNCER E O RHC DO HAJ

Cartilha REGISTROS DE CÂNCER E O RHC DO HAJ Cartilha REGISTROS DE CÂNCER E O RHC DO HAJ O que é um registro de câncer? -Centro de coleta, armazenamento, processamento e análise - de forma sistemática e contínua - de informações (dados) sobre pacientes

Leia mais

Bolonha, fevereiro de 2014

Bolonha, fevereiro de 2014 Bolonha, fevereiro de 2014 Portaria n.º 1654, de 19 de Julho de 2011. Objetivo principal Induzir a ampliação do acesso e a melhoria da qualidade da atenção básica, com garantia de um padrão de qualidade

Leia mais

O POSICIONAMENTO DA ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO NA GOVERNANÇA DE TI

O POSICIONAMENTO DA ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO NA GOVERNANÇA DE TI O POSICIONAMENTO DA ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO NA GOVERNANÇA DE TI Claudio Gottschalg Duque Professor Departamento de Ciência da Informação Universidade de Brasília (UnB) Brasil Mauricio Rocha Lyra Aluno

Leia mais

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil)

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Licença Este livro está sob a licença Creative Commons Atribuição Uso não Comercial Com compartilhamento pela mesma licença 4.0 Internacional (CC BY-NC-SA 4.0), que está aqui resumida e pode ser lida em

Leia mais

Registro Eletrônico de Saúde. SE / Ministério da Saúde Assessoria de TI Rogério Sugai

Registro Eletrônico de Saúde. SE / Ministério da Saúde Assessoria de TI Rogério Sugai Registro Eletrônico de Saúde SE / Ministério da Saúde Assessoria de TI Rogério Sugai Planejamento Estratégico do MS para 2008-2011 - MAIS SAÚDE - ALINHAMENTO COM O PLANO ESTRATÉGICO Mais Saúde ADERENTE

Leia mais

MODELO DE GESTÃO DO CONHECIMENTO (GC) PARA A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA BRASILEIRA

MODELO DE GESTÃO DO CONHECIMENTO (GC) PARA A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA BRASILEIRA MODELO DE GESTÃO DO CONHECIMENTO (GC) PARA A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA BRASILEIRA 9º Fórum de Planejamento e Gestão Prof. Dr. Fábio Ferreira Batista Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Universidade

Leia mais

MECANISMOS PARA GOVERNANÇA DE T.I. IMPLEMENTAÇÃO DA. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

MECANISMOS PARA GOVERNANÇA DE T.I. IMPLEMENTAÇÃO DA. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza MECANISMOS PARA IMPLEMENTAÇÃO DA GOVERNANÇA DE T.I. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza CICLO DA GOVERNANÇA DE TI O CICLO DA GOVERNANÇA DE TI O Ciclo da Governança de T.I. ALINHAMENTO

Leia mais

CLICK TO EDIT MASTER TITLE STYLE

CLICK TO EDIT MASTER TITLE STYLE CLICK TO EDIT MASTER TITLE STYLE Click to edit Master text styles Second level Third level Fourth level» Fifth level Digital Hospital: How to improve patient care and profitability Cláudio Giulliano Alves

Leia mais

Implantação da Governança a de TI na CGU

Implantação da Governança a de TI na CGU Implantação da Governança a de TI na CGU José Geraldo Loureiro Rodrigues Diretor de Sistemas e Informação Controladoria-Geral da União I Workshop de Governança de TI da Embrapa Estratégia utilizada para

Leia mais

b. Completar a implantação da Rede com a construção de hospitais regionais para atendimentos de alta complexidade.

b. Completar a implantação da Rede com a construção de hospitais regionais para atendimentos de alta complexidade. No programa de governo do senador Roberto Requião, candidato ao governo do estado pela coligação Paraná Com Governo (PMDB/PV/PPL), consta um capítulo destinado apenas à universalização do acesso à Saúde.

Leia mais

Modelo de Governança

Modelo de Governança Nome do Projeto Subproduto Responsável do Projeto / Área E-mail Desenvolvimento do Centro Nacional de Terminologia Moacyr Esteves Perche - DATASUS moacyr.perche@saude.gov.br Telefone (61) 3315-2915 Responsável

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA ADMINISTRAÇÃO EM SAÚDE PROGRAMA GERAL. Módulo I Sociologia da saúde 30 h. Módulo IV Epidemiologia e Estatística vital 30 h

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA ADMINISTRAÇÃO EM SAÚDE PROGRAMA GERAL. Módulo I Sociologia da saúde 30 h. Módulo IV Epidemiologia e Estatística vital 30 h CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA ADMINISTRAÇÃO EM SAÚDE PROGRAMA GERAL Módulos Disciplinas Carga Horária Módulo I Sociologia da saúde 30 h Módulo II Economia da saúde 30 h Módulo III Legislação em saúde 30 h

Leia mais