Criptografia e Segurança de Comunicações. Comunicações SPAM

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Criptografia e Segurança de Comunicações. Comunicações SPAM"

Transcrição

1 Curiosidade, não faz parte da avaliação Criptografia e Segurança de Comunicações SPAM SPAM : 1/10 SPAM introdução (1) SPAM 1 mensagem não solicitada, dividida por Boato ( Hoax ): história falsa para benifício do lançador (ex: alegada informação de onda de calor/ciclone, por forma a regressar mais cedo do emprego) Corrente ( Chain ): promessa de prejuízo ao receptor se não reenviar mensagem a um número mínimo de outras pessoas, ou benefício se reenviar a mensagem. Propaganda de produtos: ex: venda de medicamentos (Viagra, ) Conto do vigário ( Scam ): oportunidade enganosa (ex: carta de Nigéria) HAM mensagem legítima de 1 Marca de carne enlatada, da empresa Hormel, acrónimo de Shoulder of Pork and ham. SPAM : 2/10

2 SPAM introdução (2) [1978] Convites para recepção enviados a todos os utilizadores da Arpanet na Costa oeste dos USA. [1988] Primera cadeia a solicitar contribuições para um fundo escolar enviada a muitos newsgroups. [18 Jan 1994] Primeiro SPAM global, com todos os newsgroups a receber a mensagem Global Alert for All: Jesus is Coming Soon, seguido em Abril pelo Green Card Lottery Final One. Segundo a Spamhaus, SPAM representa 90% do a circular (em Out 2007 estimado volume diário de 183 biliões de s)! Por vezes a mensagem não é enviada directamente à vitima. Ela é enviada a um utilizador inexistente, com From substituído pela vítima. O servidor de envia à vítima um aviso com conteúdo da mensagem rejeitada. SPAM : 3/10 SPAM - arquitectura (1) Tal como no DoS, mensagens SPAM são enviadas por máquinas comprometidas - botnet. 1. Operador de botnet infecta, por virus ou verme, um bot num nó (passa a comprometido). 2. Nó comprometido liga-se a um servidor de comando e controlo C&C. 3. Spammer adquire, ao operador de botnet, acesso a C&Cs. 4. Spammer instroi, via servidor C&C, os nós comprometidos a enviar Spam (ou ataques DoS). SPAM : 4/10

3 SPAM - arquitectura (2) Cerca de 80% do SPAM gerado por 500/600 Spammers, registados em Exemplo: Alan Ralsky Possuia 20 computadores. Controlava 190 servidores C&C. Enviava 650 mil mensages/hora. Registou 250 milhões de endereços. Recebia $500 por cada milhão de mensagens. Segundo Eric Allman State of the Spam em USENIX Spammers de topo recebem, cada um, $100K/mês Legislação não intimida os maiores spammers comerciais. Nota: ROKSO=Register of Known Spam Operations SPAM : 5/10 SPAM - arquitectura (3) Estudos revelam que 80% de PCs se encontram comprometidos. Exemplo: Bobax (bot que ataca por buffer overflow no MS LSASS) detectado em mais de 100K nós. Apenas 4% dos nós comprometidos, conhecidos, não são Windows. Nota: maior parte dos utilizadores domésticos e empresas prefere Windows. Cerca de 8% do SPAM provém de nós não Windows. Nota: servidores, com maior tempo de ligação, preferencialmente não Windows. Maior número de nós comprometidos nos EUA e na China. A maior parte dos nós comprometidos envia pequenas quantidades de SPAM. Nota: ISP mantêm listas negras, que cortam acesso a nós com elevado SPAM. Listas de nós comprometidos são designados por RBL-Realtime Blackhole List. CONCLUSÂO: SPAM vai continuar, a única solução possível é adoptar estratégias de diminuição do problema! SPAM : 6/10

4 SPAM recolha de endereços (1) Spammers recolhem endereços ( harvest ) em diversos locais Varrimento de páginas WWW por web crawlers Respostas a ofertas e concursos afixados na Web. Virus que consultam agendas de utilizador. Endereços de autores em artigos (Journals, imprensa,...) NB pessoal! recebia diariamente à volta de 40 Spam, e o número saltou para mais de 100 quando em 2007 publiquei um artigo no Computer Networks Mensagens enviadas para UseNet. Listas recolhidas por outros Spammers. SPAM : 7/10 SPAM recolha de endereços (1) Extracto de um a publicitar spammer Date: Tue, 25 Mar :30: From: Programa de envio de s [...] Subject: 50 Euros - Programa de envio de s COMPLETO Até o dia 26/03/2008, você poderá adquirir o melhor programa de envio de s do mercado em PORTUGAL e outros países, em um dos 5 novos pacotes com desconto exclusivo. Com o Magic Seven, você envia s para qualquer provedor, sem limite de quantidade e sem bloqueios, com IP protegido, com velocidade de até s por hora. [...] SPAM : 8/10

5 SPAM combate (1) 1. Disfarce endereços- address munging (nomeadamente em páginas Web) Substituição de separadores por texto Substituição de texto por imagens, designadamente reenvio de nounce pelo leitor. 2. Silêncio: se responder à opção remove me, está a fornecer ao Spammer informação crucial Seu endereço de é real. O seu correio é lido por humanos. 3. Instalação de filtros Razor o primeiro de grande divulgação (1988) SpamAssassin adoptado no servidor WWW Apache, adaptativo por métodos estatísticos. SPAM : 9/10 SPAM combate (2) Um bom filtro deve evitar: Falsos positivos ( válido catalogado como SPAM) devem ser inferiores a 0.02% Falsos negativos (SPAM catalogado como válido) devem ser inferiores a 8% Efeitos negativos do SPAM: Sobrecarga de tráfego e nas caixas de correio. Perda de tempo dos receptores na determinação e eliminação de mensagens. Prejuízo nos que caem no conto do vigário. Nota [2008]: aumento do mercado asiático, aliado a um combate mais eficaz no mercado ocidental a spammers não acompanhado pelos administradores de sistemas asiáticos, tem levado ao aumento da percentagem de SPAM em língua oriental. SPAM : 10/10

Criptografia e Segurança

Criptografia e Segurança Criptografia e Segurança das Comunicações Ferramentas de protecção AV e AS Prof RG Crespo Criptografia e Segurança das Comunicações Protecção AV e AS : 1/40 Detecção de virus (1) No mercado existem programas

Leia mais

Semana da Internet Segura Correio Eletrónico

Semana da Internet Segura Correio Eletrónico Enviar correio eletrónico não solicitado em massa (SPAM) a outros utilizadores. Há inúmeras participações de spammers utilizando sistemas comprometidos para enviar e-mails em massa. Estes sistemas comprometidos

Leia mais

Software de Telecomunicações. Virus informáticos:2ª parte. WindowsNT história

Software de Telecomunicações. Virus informáticos:2ª parte. WindowsNT história Software de Telecomunicações Virus informáticos:2ª parte Prof RG Crespo Software de Telecomunicações Virus-II : 1/48 WindowsNT história O conhecido sistema operativo da MicroSoft passou por fases distintas:

Leia mais

CORREIO ELETRÓNICO E-MAIL. Informática para pais correio eletrónico

CORREIO ELETRÓNICO E-MAIL. Informática para pais correio eletrónico CORREIO ELETRÓNICO E-MAIL Informática para pais correio eletrónico O correio eletrónico, ou e-mail (abreviatura de electronic mail ), permite o envio de uma mensagem para uma ou várias pessoas em qualquer

Leia mais

Mais de 40% do spam tem como objectivo roubar informação pessoal, incluindo dados financeiros

Mais de 40% do spam tem como objectivo roubar informação pessoal, incluindo dados financeiros Mais de 40% do spam tem como objectivo roubar informação pessoal, incluindo dados financeiros Lisboa, 21 de Agosto de 2013 As notificações de falha de entrega de e-mails são novo isco de spam O volume

Leia mais

COMUNICADO DE IMIMPRENSA

COMUNICADO DE IMIMPRENSA COMUNICADO DE IMIMPRENSA RELATÓRIO ANUAL DE SPAM 2012 Spam caiu 8,2% em 2012, atingindo o nível mais baixo dos últimos 5 anos As categorias tradicionais de spam estão a migrar para as redes sociais. Alguns

Leia mais

Configuração do Outlook para o servidor da SET

Configuração do Outlook para o servidor da SET Configuração do Outlook para o servidor da SET Selecione Ferramentas + Contas... no seu Outlook Express. Clique no botão Adicionar + Email, para acrescentar uma nova conta, ou no botão Propriedades para

Leia mais

Diego Ramon Gonçalves Gonzalez João Vitor Costa Pércia Tiago Afonso Monteiro

Diego Ramon Gonçalves Gonzalez João Vitor Costa Pércia Tiago Afonso Monteiro Diego Ramon Gonçalves Gonzalez João Vitor Costa Pércia Tiago Afonso Monteiro Spam é o nome dado a uma mensagem eletrônica não solicitada.. Também tem sido utilizado para a propagação de vírus, afetando

Leia mais

Prevenção. Como reduzir o volume de spam

Prevenção. Como reduzir o volume de spam Prevenção Como reduzir o volume de spam A resposta simples é navegar consciente na rede. Este conselho é o mesmo que recebemos para zelar pela nossa segurança no trânsito ou ao entrar e sair de nossas

Leia mais

COMUNICADO DE IMPRENSA

COMUNICADO DE IMPRENSA COMUNICADO DE IMPRENSA Os Trojans Zeus ressurgem e já representam 26,2% dos programas maliciosos no email As redes sociais continuam no primeiro posto da estatística das organizações mais atacadas pelos

Leia mais

Segurança de Redes & Internet

Segurança de Redes & Internet Boas Práticas Segurança de Redes & Internet 0800-644-0692 Video Institucional Boas Práticas Segurança de Redes & Internet 0800-644-0692 Agenda Cenário atual e demandas Boas práticas: Monitoramento Firewall

Leia mais

SPAM: COMUNICAÇÕES ELECTRÓNICAS NÃO SOLICITADAS

SPAM: COMUNICAÇÕES ELECTRÓNICAS NÃO SOLICITADAS SPAM: COMUNICAÇÕES ELECTRÓNICAS NÃO SOLICITADAS 1. INTRODUÇÃO Com o desenvolvimento da Internet, surgiu a possibilidade de se enviarem mensagens por correio electrónico, de forma quase instantânea e a

Leia mais

SPAM: Levantando uma discussão

SPAM: Levantando uma discussão SPAM: Levantando uma discussão Por: Fernando Verissimo Novembro/2003 Todos nós estamos recebendo muitas mensagens de correio eletrônico indesejadas. Isso vem nos irritando muito. Nos irrita por vários

Leia mais

ANÁLISE DE FERRAMENTAS PARA O CONTROLE DE SPAM

ANÁLISE DE FERRAMENTAS PARA O CONTROLE DE SPAM ANÁLISE DE FERRAMENTAS PARA O CONTROLE DE SPAM Paulo Manoel Mafra Departamento de Automação e Sistemas Universidade Federal de Santa Catarina 88040-900 Florianópolis - SC mafra@das.ufsc.br ANÁLISE DE FERRAMENTAS

Leia mais

9.1. A Net Server Brasil Hospedagem de Sites possui uma política de tolerância zero em relação a e-mails comerciais não solicitados.

9.1. A Net Server Brasil Hospedagem de Sites possui uma política de tolerância zero em relação a e-mails comerciais não solicitados. 9. POLÍTICA ANTI-SPAM 9.1. A Net Server Brasil Hospedagem de Sites possui uma política de tolerância zero em relação a e-mails comerciais não solicitados. 9.2. Ao utilizar os nossos serviços você se compromete

Leia mais

Retrospectiva na área de segurança

Retrospectiva na área de segurança - RNP Centro de Atendimento a Incidentes de Segurança - CAIS Novembro de 2003 RNP/PAL/0198 2003 RNP Sumário Apresentação Retrospectiva 2003 Tipos de ataques mais comuns no ano 2003 Panorama atual na área

Leia mais

Correio Eletrônico Outlook Express. Prof. Rafael www.facebook.com/rafampsilva rafampsilva@yahoo.com.br

Correio Eletrônico Outlook Express. Prof. Rafael www.facebook.com/rafampsilva rafampsilva@yahoo.com.br Correio Eletrônico Outlook Express Prof. Rafael www.facebook.com/rafampsilva rafampsilva@yahoo.com.br O Microsoft Outlook é o principal cliente de mensagens e colaboração para ajudá-lo a obter os melhores

Leia mais

Tecnologias da Informação e Comunicação: Internet

Tecnologias da Informação e Comunicação: Internet Tecnologias da Informação e Comunicação UNIDADE 3 Tecnologias da Informação e Comunicação: Internet Aula nº 2º Período Escola EB 2,3 de Taíde Ano lectivo 2009/2010 SUMÁRIO Introdução à Internet: história

Leia mais

A mensagem é quebrada em pacotes, e cada pacote pode trafegar por diversos caminhos diferentes POP3 e SMTP trafegam informação em texto claro Nos EUA

A mensagem é quebrada em pacotes, e cada pacote pode trafegar por diversos caminhos diferentes POP3 e SMTP trafegam informação em texto claro Nos EUA Segurança em Comunicações Segurança de E-Mail Carlos Sampaio Segurança de E-Mail: E-Mail Clássico A mensagem é quebrada em pacotes, e cada pacote pode trafegar por diversos caminhos diferentes POP3 e SMTP

Leia mais

Combate ao Spam no Brasil SPAM. Tipos de Spam. Correntes: Boatos e lendas urbanas. Propagandas. Ameaças, brincadeiras e difamação.

Combate ao Spam no Brasil SPAM. Tipos de Spam. Correntes: Boatos e lendas urbanas. Propagandas. Ameaças, brincadeiras e difamação. Combate ao Spam no Brasil SPAM Spam é o termo usado para referir-se aos e-mails não solicitados, que geralmente são enviados para um grande número de pessoas O que são spam zombies? Spam zombies são computadores

Leia mais

ChasqueMail O e mail da UFRGS

ChasqueMail O e mail da UFRGS ChasqueMail O e mail da UFRGS Alexandre Marchi, Everton Foscarini, Rui Ribeiro Universidade Federal do Rio Grande do Sul Centro de Processamento de Dados Rua Ramiro Barcelos, 2574 Portao K Porto Alegre

Leia mais

Segurança da Informação Prof. Jeferson Cordini jmcordini@hotmail.com

Segurança da Informação Prof. Jeferson Cordini jmcordini@hotmail.com Segurança da Informação Prof. Jeferson Cordini jmcordini@hotmail.com Segurança da Informação Segurança da Informação está relacionada com proteção de um conjunto de dados, no sentido de preservar o valor

Leia mais

MALWARE. Spyware. Seguem algumas funcionalidades implementadas em spywares, que podem ter relação com o uso legítimo ou malicioso:

MALWARE. Spyware. Seguem algumas funcionalidades implementadas em spywares, que podem ter relação com o uso legítimo ou malicioso: MALWARE Spyware É o termo utilizado para se referir a uma grande categoria de software que tem o objetivo de monitorar atividades de um sistema e enviar as informações coletadas para terceiros. Seguem

Leia mais

MEMORANDO. Caracterização da Actuação no Combate ao spam. Análise das respostas ao questionário

MEMORANDO. Caracterização da Actuação no Combate ao spam. Análise das respostas ao questionário MEMORANDO Caracterização da Actuação no Combate ao spam Análise das respostas ao questionário ÍNDICE 1. Enquadramento da realização do questionário...3 2. Análise das respostas ao questionário...4 2.1

Leia mais

Uso de Flows no Tratamento de Incidentes da Unicamp

Uso de Flows no Tratamento de Incidentes da Unicamp Uso de Flows no Tratamento de Incidentes da Unicamp Daniela Barbetti daniela@unicamp.br GTS-26 11 de dezembro de 2015 São Paulo, SP Agenda: CSIRT Unicamp Rede de dados da Unicamp Uso de flows no tratamento

Leia mais

Tutorial sobre Phishing

Tutorial sobre Phishing Tutorial sobre Phishing Data: 2006-08-15 O que é o Phishing? Phishing é um tipo de fraude electrónica que tem se desenvolvido muito nos últimos anos, visto que a Internet a cada dia que passa tem mais

Leia mais

Instruções Básicas de Instalação - Mozilla Thunderbird

Instruções Básicas de Instalação - Mozilla Thunderbird Instruções Básicas de Instalação - Mozilla Thunderbird Passo a passo da instalação do Thunderbird Introdução O Thunderbird é o leitor de email produzido pela fundação mozilla. O Thunderbird foi projetado

Leia mais

SPAM. Questões técnicas e netizenship. Hermann Wecke hermann@abuse.net

SPAM. Questões técnicas e netizenship. Hermann Wecke hermann@abuse.net SPAM Questões técnicas e netizenship Hermann Wecke hermann@abuse.net O histórico do SPAM! A primeira RFC a tratar do SPAM foi em Nov 1975 RFC 706 On the Junk Mail Problem, escrita por Jon Postel! Ago/93

Leia mais

Quando o Spam se torna um Incidente de Segurança

Quando o Spam se torna um Incidente de Segurança Quando o Spam se torna um Incidente de Segurança - RNP Centro de Atendimento a Incidentes de Segurança - CAIS Novembro de 2003 RNP/PAL/0201 2003 RNP Sumário Introdução Spam: um pouco de história A Evolução

Leia mais

Privacidade.

Privacidade. <Nome> <Instituição> <e-mail> Privacidade Agenda Privacidade Riscos principais Cuidados a serem tomados Créditos Privacidade (1/3) Sua privacidade pode ser exposta na Internet: independentemente da sua

Leia mais

Fundamentos em Segurança de Redes de Computadores. Pragas Virtuais

Fundamentos em Segurança de Redes de Computadores. Pragas Virtuais Fundamentos em Segurança de Redes de Computadores Pragas Virtuais 1 Pragas Virtuais São programas desenvolvidos com fins maliciosos. Pode-se encontrar algumas semelhanças de um vírus de computador com

Leia mais

COMBATE AO SPAM UMA ABORDAGEM RADICAL

COMBATE AO SPAM UMA ABORDAGEM RADICAL COMBATE AO SPAM UMA ABORDAGEM RADICAL José Roberto Bollis Gimenez UNG / UNESP jroberto@unesp.br (endereço restrito) O Problema do SPAM Roteiro da Palestra Alternativas possíveis para combater o SPAM Alternativas

Leia mais

INTRODUÇÃO. O conteúdo programático foi pensado em concursos, assim simularemos algumas questões mais usadas em vestibular e provas de concursos.

INTRODUÇÃO. O conteúdo programático foi pensado em concursos, assim simularemos algumas questões mais usadas em vestibular e provas de concursos. INTRODUÇÃO Essa apostila foi idealizada como suporte as aulas de Informática Educativa do professor Haroldo do Carmo. O conteúdo tem como objetivo a inclusão digital as ferramentas de pesquisas on-line

Leia mais

M anual: e-m ail M arketing

M anual: e-m ail M arketing M anual: e-m ail M arketing Introdução Obrigado por ter contratado nosso servico de E-mail marketing LojasVirtuais.NET. Procuramos criar um manual que sirva como uma referencia rápida para você. Como sempre

Leia mais

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação.

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação. 1. Com relação a segurança da informação, assinale a opção correta. a) O princípio da privacidade diz respeito à garantia de que um agente não consiga negar falsamente um ato ou documento de sua autoria.

Leia mais

Trojans bancários dominaram malware do tráfego de email em Julho

Trojans bancários dominaram malware do tráfego de email em Julho Trojans bancários dominaram malware do tráfego de email em Julho Relatório de Spam. Julho 2013 Lisboa, 6 de Setembro de 2013 Edward Snowden torna-se num dos claros protagonistas do spam de Julho Volume

Leia mais

Internet. Professor: Francisco Silva

Internet. Professor: Francisco Silva Internet e Serviços Internet A Internet, ou apenas Net, é uma rede mundial de computadores ligados entre si através de linhas telefónicas comuns, linhas de comunicação privadas, satélites e outros serviços

Leia mais

Entregabilidade nos provedores A entregabilidade é um grande desafio para as ações de e-mail marketing no mercado brasileiro. Confira dicas para

Entregabilidade nos provedores A entregabilidade é um grande desafio para as ações de e-mail marketing no mercado brasileiro. Confira dicas para provedores A entregabilidade é um grande desafio para as ações de e-mail marketing no mercado brasileiro. Confira dicas para aumentar a entregabilidade nos provedores Hotmail, Gmail e Yahoo!Mail. provedores

Leia mais

Histórico. Francis Bacon desenvolve o alfabeto binário.

Histórico. Francis Bacon desenvolve o alfabeto binário. internet História 1605 Francis Bacon desenvolve o alfabeto binário. Queria camuflar mensagens. Usou as letras a e b que substituídas por 0 e 1, cerca de meio século depois pelo o filósofo alemão Gottfried

Leia mais

para que quando a resposta que provenha da Internet pudesse ser permitida, ou seja, pudesse acessar o computador do usuário. Em outras palavras, o

para que quando a resposta que provenha da Internet pudesse ser permitida, ou seja, pudesse acessar o computador do usuário. Em outras palavras, o FIREWALL É utilizado para impedir que informações indesejadas entrem em uma rede ou em um computador doméstico. Em uma grande rede não é um método substituto à segurança de um servidor, mas complementar,

Leia mais

OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA

OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DE SEGURANÇA DIGITAL Wagner de Oliveira OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA Hoje em dia a informação é um item dos mais valiosos das grandes Empresas. Banco do Brasil Conscientizar da necessidade

Leia mais

Evitar cliques em emails desconhecidos; Evitar cliques em links desconhecidos; Manter um Firewall atualizado e ativado; Adquirir um Antivírus de uma

Evitar cliques em emails desconhecidos; Evitar cliques em links desconhecidos; Manter um Firewall atualizado e ativado; Adquirir um Antivírus de uma Evitar cliques em emails desconhecidos; Evitar cliques em links desconhecidos; Manter um Firewall atualizado e ativado; Adquirir um Antivírus de uma loja específica Manter um Antivírus atualizado; Evitar

Leia mais

Spam. Flávio Augusto Martins Wanderley Professor. Janeiro/2006 COE Comércio Eletrônico. flavio@mwan.com.br

Spam. Flávio Augusto Martins Wanderley Professor. Janeiro/2006 COE Comércio Eletrônico. flavio@mwan.com.br 1 / 55 Spam Flávio Augusto Martins Wanderley Professor flavio@mwan.com.br 2 / 55 Conteúdo desta aula Apresentar o conceito de Spam. Como os Spammers atuam e quais são suas modalidades. Como denunciar este

Leia mais

Lista de Exercícios I

Lista de Exercícios I UNIVERSIDADE SALGADO DE OLIVEIRA CAMPUS RECIFE Curso: Redes de Computadores Disciplina: Segurança da Informação Professor (a): Carlos Sampaio Revisão V1 Turma: 67131N Data: Lista de Exercícios I NOTA Ataques

Leia mais

Introdução à Internet

Introdução à Internet Tecnologias de Informação e Comunicação Introdução Internet? Introdução 11-03-2007 TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO 2 Internet Introdução É uma rede global de computadores interligados que comunicam

Leia mais

Relatório da McAfee sobre Ameaças: Quarto trimestre de 2012

Relatório da McAfee sobre Ameaças: Quarto trimestre de 2012 Resumo executivo Relatório da McAfee sobre Ameaças: Quarto trimestre de Por McAfee Labs Ao término de, o cenário de ameaças continuava a evoluir em muitas frentes, de maneiras que ameaçavam tanto consumidores

Leia mais

Curso de Informática Básica

Curso de Informática Básica Curso de Informática Básica O e-mail Primeiros Cliques 1 Curso de Informática Básica Índice Introdução...3 Receber, enviar e responder mensagens...3 Anexando arquivos...9 Cuidado com vírus...11 2 Outlook

Leia mais

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador Microsoft Internet Explorer Browser/navegador/paginador Browser (Navegador) É um programa que habilita seus usuários a interagir com documentos HTML hospedados em um servidor web. São programas para navegar.

Leia mais

Guia do funcionário seguro

Guia do funcionário seguro Guia do funcionário seguro INTRODUÇÃO A Segurança da informação em uma empresa é responsabilidade do departamento de T.I. (tecnologia da informação) ou da própria área de Segurança da Informação (geralmente,

Leia mais

Novidades do AVG 2013

Novidades do AVG 2013 Novidades do AVG 2013 Conteúdo Licenciamento Instalação Verificação Componentes Outras características Treinamento AVG 2 Licenciamento Instalação Verificação Componentes do AVG Outras características Treinamento

Leia mais

A segurança na utilização da Internet é um tema muito debatido nos dias atuais devido à grande quantidade de ladrões virtuais.

A segurança na utilização da Internet é um tema muito debatido nos dias atuais devido à grande quantidade de ladrões virtuais. A segurança na utilização da Internet é um tema muito debatido nos dias atuais devido à grande quantidade de ladrões virtuais. Sobre as práticas recomendadas para que a utilização da internet seja realizada

Leia mais

Questão de prova. Questão de prova

Questão de prova. Questão de prova Programa que permite organizar mensagens eletrônicas de um usuário da Internet, através da ordenação em pastas, envio e recebimento das mensagens. Exemplos: Outlook Express Ms Outlook Windows Live Mail

Leia mais

Combatendo Spam com Greylisting no sistema de email @usp.br

Combatendo Spam com Greylisting no sistema de email @usp.br Combatendo Spam com Greylisting no sistema de email @usp.br André Gerhard Thiago Alves Siqueira GSeTI (CSIRT USP) CCE-USP, São Paulo Cenário Sistema de e-mail com muitos usuários Em torno de 25 mil; 840000

Leia mais

@ e-mail e as boas praticas

@ e-mail e as boas praticas @ e-mail e as boas praticas È comum desvalorizar este assunto rotulando-o de demasiado fácil e obvio para nos preocuparmos com ele. A segurança das comunicações é muito problemática e quase impossível

Leia mais

Procuramos criar um manual que sirva como uma referência rápida para você.

Procuramos criar um manual que sirva como uma referência rápida para você. Índice 1 Visão geral 2 Acessando o E-mail Marketing 3 Passos para concluir o envio de uma campanha 4 Recursos 4.1 Listas de contatos 4.2 Cadastros de contatos (destinatários) 4.2.1 Adicionando um contato

Leia mais

Criptografia e Segurança das Comunicações. IPsec

Criptografia e Segurança das Comunicações. IPsec Criptografia e Segurança das Comunicações IPsec IPsec : 1/27 Introdução (1) Os datagramas IP do nível de rede da pilha de protocolos v4 são inseguros! Endereço fonte pode ser mistificado ( spoofed ). Conteúdo

Leia mais

Índice. http://www.gosoft.com.br/atualiza/gosoftsigadmservico.pdf Versão 4.0

Índice. http://www.gosoft.com.br/atualiza/gosoftsigadmservico.pdf Versão 4.0 Índice I ENVIO DE BOLETOS POR E-MAIL... 2 APRESENTAÇÃO... 2 ALTERAÇÕES NO SIGADM CONDOMÍNIO... 4 ALTERAÇÕES NO SIGADM IMÓVEIS... 6 ALTERAÇÕES NO SIGADM CONCILIAÇÃO BANCÁRIA... 8 ALTERAÇÕES NO SIGADM CONDOMÍNIO

Leia mais

Estratégias de controle de envio de e mail para ISPs

Estratégias de controle de envio de e mail para ISPs Danton Nunes (danton@inexo.com.br) InterNexo Ltda., São José dos Campos, SP março de 2003 Apresentado à 15ª reunião do GTER, São Paulo, SP O Problema O envio massivo de mensagens não solicitadas e impertinentes

Leia mais

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS INFORMÁTICA PARA CONCURSOS Professor: Alessandro Borges Aluno: Turma: INTERNET PRINCIPAIS CONCEITOS Introdução a Internet Atualmente a Internet é conhecida como rede mundial de comunicação, mas nem sempre

Leia mais

Resultados do uso dos protocolos SPF, Greylisting e DK

Resultados do uso dos protocolos SPF, Greylisting e DK Resultados do uso dos protocolos SPF, Greylisting e DK Danton Nunes, InterNexo Ltda. danton.nunes@inexo.com.br Rodrigo Botter, Telar Engenharia e Comércio rodrigo.botter@telar.com.br 1/12 Estudos de caso:

Leia mais

Integração entre o PROSEG e o PSGIS Uma abordagem no. tratamento de incidentes de segurança da informação. Parte 2. Elaboradores:

Integração entre o PROSEG e o PSGIS Uma abordagem no. tratamento de incidentes de segurança da informação. Parte 2. Elaboradores: Integração entre o PROSEG e o PSGIS Uma abordagem no tratamento de incidentes de segurança da informação Parte 2 Elaboradores: - Cristiane Gomes e Thiago Moraes/SUPGS - João Emílio e Maria do Carmo/COGSI

Leia mais

Prof. Jefferson Costa www.jeffersoncosta.com.br

Prof. Jefferson Costa www.jeffersoncosta.com.br Prof. Jefferson Costa www.jeffersoncosta.com.br Preservação da: confidencialidade: Garantia de que o acesso à informação seja obtido somente por pessoas autorizadas. integridade: Salvaguarda da exatidão

Leia mais

Manual de Boas Maneiras no E-mail Marketing

Manual de Boas Maneiras no E-mail Marketing Manual de Boas Maneiras no E-mail Marketing Conheça alguns cuidados que você precisa ter quando elaborar suas campanhas de e- mail marketing. A MailSender elaborou para você um breve manual com as melhores

Leia mais

Navegação na Web utilizando um browser. Utilização de uma aplicação para Correio Electrónico

Navegação na Web utilizando um browser. Utilização de uma aplicação para Correio Electrónico Navegação na Web utilizando um browser Utilização de uma aplicação para Correio Electrónico A, ou apenas Net, é uma rede mundial de computadores ligados entre si através de linhas telefónicas comuns, linhas

Leia mais

Eu estou seguro? http://web.onda.com.br/humberto

Eu estou seguro? http://web.onda.com.br/humberto Eu estou seguro? Humberto Sartini http://web.onda.com.br/humberto Palestrante Humberto Sartini Analista de Segurança do Provedor Onda S/A Participante dos projetos: Rau-Tu Linux ( http://www.rau-tu.unicamp.br/linux

Leia mais

6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma

6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma 6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma empresa. Diferente do senso comum o planejamento não se limita

Leia mais

CONFIGURAÇÕES PARA AUTENTICAÇÃO

CONFIGURAÇÕES PARA AUTENTICAÇÃO CONFIGURAÇÕES PARA AUTENTICAÇÃO ALL IN MAIL CRIAR NOVO ENVIO ANIVERSÁRIO SÉRIE MANUAIS DA FERRAMENTA ALL IN MAIL INTRODUÇÃO As configurações para autenticação de envio de e-mail marketing são premissas

Leia mais

Impactos da Gerência de Porta 25 para os Sistemas Autônomos no Brasil ou Agora Vai! :-)

Impactos da Gerência de Porta 25 para os Sistemas Autônomos no Brasil ou Agora Vai! :-) Impactos da Gerência de Porta 25 para os Sistemas Autônomos no Brasil ou Agora Vai! :-) Cristine Hoepers cristine@cert.br Klaus Steding-Jessen jessen@cert.br Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de

Leia mais

Tecnologias da Informação e Comunicação: Internet

Tecnologias da Informação e Comunicação: Internet Tecnologias da Informação e Comunicação UNIDADE 3 Tecnologias da Informação e Comunicação: Internet Aula nº 2º Período Escola EB 2,3 de Taíde Ano lectivo 2009/2010 SUMÁRIO Serviços básicos da internet

Leia mais

SOPHUS TECNOLOGIA POLÍTICA DE ENVIO DE E-MAILS

SOPHUS TECNOLOGIA POLÍTICA DE ENVIO DE E-MAILS SOPHUS TECNOLOGIA POLÍTICA DE ENVIO DE E-MAILS Com o objetivo de manter um alto nível no serviço de e-mails, a SOPHUS TECNOLOGIA disponibiliza soluções voltadas para cada necessidade de seus clientes.

Leia mais

Abin e PF. Informática Complemento. Prof. Rafael Araujo

Abin e PF. Informática Complemento. Prof. Rafael Araujo Criptografia Criptografia é a ciência e arte de escrever mensagens em forma cifrada ou em código. É parte de um campo de estudos que trata das comunicações secretas, usadas, dentre outras finalidades,

Leia mais

Indice. Registo 3. Menu 5. Serviços 6. Este tuturial é propriedade da Atlantic Gate. 2

Indice. Registo 3. Menu 5. Serviços 6. Este tuturial é propriedade da Atlantic Gate. 2 Tuturial Indice Registo 3 Menu 5 Serviços 6 Este tuturial é propriedade da Atlantic Gate. 2 1. Registo Para fazer o registo no portal Atlantic Gate deverá fazê-lo no local abaixo indicado na figura com

Leia mais

O primeiro passo é verificar se a pasta Junk está disponível entre as pastas IMAP do usuário:

O primeiro passo é verificar se a pasta Junk está disponível entre as pastas IMAP do usuário: Reportando SPAM e Não-SPAM através do Horde Webmail Esse material permite que o usuário possa personalizar seu webmail corretamente para controlar o recebimento de SPAMs e realizar o treinamento da ferramenta

Leia mais

UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU DIVISÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU DIVISÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU DIVISÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO MANUAL DE USUÁRIO DO SISTEMA ANTISPAM 1. O que é? É um relatório resumido enviado diariamente para cada conta de e-mail, com a lista

Leia mais

Business Email. Managed Applications. Business Email Managed Applications

Business Email. Managed Applications. Business Email Managed Applications Managed Applications Managed Applications Business Email Tel +351 21 319 92 00 Fax +351 21 319 92 01 Ed. Parque Expo, Av. D. João II, 1.07-2.1, R/C, 1998-014 Lisboa info@claranet.pt www.claranet.pt NIF

Leia mais

MATC99 Segurança e Auditoria de Sistemas de Informação

MATC99 Segurança e Auditoria de Sistemas de Informação MATC99 Segurança e Auditoria de Sistemas de Informação Malware, scam e fraudes Italo Valcy Fraudes Fraudes na Internet Engenharia social Phishing / Scam Código malicioso Engenharia

Leia mais

3º Exercício Prático: DNS

3º Exercício Prático: DNS Universidade Estadual da Paraíba Departamento de Matemática, Estatística e Computação Disciplina: Redes de Computadores Professor: Edmar José do Nascimento 3º Exercício Prático: DNS Introdução O Sistema

Leia mais

Política de privacidade do Norton Community Watch

Política de privacidade do Norton Community Watch Política de privacidade do Norton Community Watch Data de início: 5 de agosto de 1999 Última atualização: 16 de abril de 2010 O que é o Norton Community Watch? O Norton Community Watch permite que os usuários

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 10/2009 ESCLARECIMENTO 1

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 10/2009 ESCLARECIMENTO 1 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento 1 Referência: Pregão Eletrônico n. 10/2009 Data: 22/01/2009 Objeto: Contratação de empresa especializada para fornecimento de solução para segurança da informação e ferramenta

Leia mais

Cartilha de Segurança para Internet

Cartilha de Segurança para Internet Comitê Gestor da Internet no Brasil Cartilha de Segurança para Internet Parte III: Privacidade Versão 3.1 2006 CERT.br Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil Cartilha

Leia mais

Índice. E-mail Marketing Nomer. www.nomer.com.br

Índice. E-mail Marketing Nomer. www.nomer.com.br Índice 1 - Visão geral... 2 2 - Acessando o E-mail Marketing Nomer... 2 3 - Passos para concluir o envio de uma campanha... 5 4 - Recursos... 6 4.1 - Listas de contatos... 6 4.2 - Cadastros de contatos

Leia mais

NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS: intervir em rede

NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS: intervir em rede NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS: intervir em rede Algumas especificações técnicas 1 Bibliografia: REBELO, Manuel Ferreira Soares Textos de Apoio da Acção de Formação Internet e Word Web: Novos Espaços

Leia mais

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS INFORMÁTICA PARA CONCURSOS Prof. BRUNO GUILHEN Vídeo Aula VESTCON MÓDULO I - INTERNET Aula 01 O processo de Navegação na Internet. A CONEXÃO USUÁRIO PROVEDOR EMPRESA DE TELECOM On-Line A conexão pode ser

Leia mais

INTERNET. Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br. http://www.inf.ufsm.br/~leandromc. Colégio Politécnico 1

INTERNET. Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br. http://www.inf.ufsm.br/~leandromc. Colégio Politécnico 1 INTERNET Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br http://www.inf.ufsm.br/~leandromc Colégio Politécnico 1 Internet Origem: Guerra Fria DARPA (Departamento de Defesa de Pesquisas Avançadas)

Leia mais

02/07/2013. Definição de Rede. Compartilhando Dados. Usos de uma Rede NOÇÕES DE REDE: CONCEITOS BÁSICOS

02/07/2013. Definição de Rede. Compartilhando Dados. Usos de uma Rede NOÇÕES DE REDE: CONCEITOS BÁSICOS 2 Definição de Rede NOÇÕES DE REDE: CONCEITOS BÁSICOS Conjunto de tecnologias que conectam computadores Permite comunicação e colaboração entre usuários Introdução à Microinformática Prof. João Paulo Lima

Leia mais

T ecnologias de I informação de C omunicação

T ecnologias de I informação de C omunicação T ecnologias de I informação de C omunicação 9º ANO Prof. Sandrina Correia TIC Prof. Sandrina Correia 1 Objectivos Aferir sobre a finalidade da Internet Identificar os componentes necessários para aceder

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo 1. OBJETO ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 047/2013 TERMO DE REFERÊNCIA Contratação de empresa para a prestação de serviço de gerenciamento de campanhas de comunicação e marketing via correio eletrônico,

Leia mais

Política de Utilização Aceitável (PUA)

Política de Utilização Aceitável (PUA) Política de Utilização Aceitável (PUA) HOST TUGATECH Host TugaTech HOST.TUGATECH.COM.PT HOST@TUGATECH.COM.PT A Política de Utilização Aceitável (PUA) do Host TugaTech é disponibilizada com o objetivo de

Leia mais

Políticas de Segurança

Políticas de Segurança Políticas de Segurança A MANDIC S/A, por princípios e filosofia de atuação, em concordância com as mais relevantes práticas e órgãos não-governamentais da Internet mundial, declara ser totalmente intolerante

Leia mais

e Uso Abusivo da Rede

e Uso Abusivo da Rede SEGURANÇA FRAUDE TECNOLOGIA SPAM INT MALWARE PREVENÇÃO VÍRUS BANDA LARGA TROJAN PRIVACIDADE PHISHING WIRELESS SPYWARE ANTIVÍRUS WORM BLUETOOTH SC CRIPTOGRAFIA BOT SENHA ATAQUE FIREWAL BACKDOOR COOKIES

Leia mais

Tecnologias da Informação e Comunicação. Principais tipos de serviços da Internet

Tecnologias da Informação e Comunicação. Principais tipos de serviços da Internet Tecnologias da Informação e Comunicação Principais tipos de serviços da Internet Introdução à Internet Serviços básicos Word Wide Web (WWW) Correio electrónico (e-mail) Transferência de ficheiros (FTP)

Leia mais

Técnicas Anti-Spam no NIC.br

Técnicas Anti-Spam no NIC.br Técnicas Anti-Spam no NIC.br Paulo Bernardo Severiano da Silva - pbsilva@nic.br Operações - NIC.br Eduardo Sztokbant - eduardo@registro.br Engenharia Registro.br Conteúdo Motivação/Objetivo Mecanismo:

Leia mais

Acesse a página inicial do NET Antivírus + Backup : www.netcombo.com.br/antivirus. Teremos 3 opções.

Acesse a página inicial do NET Antivírus + Backup : www.netcombo.com.br/antivirus. Teremos 3 opções. Acesse a página inicial do NET Antivírus + Backup : www.netcombo.com.br/antivirus. Teremos 3 opções. Esse box destina-se ao cliente que já efetuou o seu primeiro acesso e cadastrou um login e senha. Após

Leia mais

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Aguinaldo Fernandes Rosa

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Aguinaldo Fernandes Rosa SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO DICAS Aguinaldo Fernandes Rosa Especialista em Segurança da Informação Segurança da Informação Um computador (ou sistema computacional) é dito seguro se este atende a três requisitos

Leia mais

Rede Nacional de Ensino e Pesquisa - RNP Centro de Atendimento a Incidentes de Segurança CAIS

Rede Nacional de Ensino e Pesquisa - RNP Centro de Atendimento a Incidentes de Segurança CAIS - RNP Centro de Atendimento a Incidentes de Segurança CAIS GTS-13-20 de junho de 2009 1 Ano do Catálogo de Fraudes RNP: Números, tendências e próximos passos Ronaldo Castro de Vasconcellos 2009 RNP Agenda

Leia mais

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 07/13 CREMEB

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 07/13 CREMEB ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 07/13 CREMEB 1 -DO OBJETO Constitui objeto da presente licitação a aquisição de 70 (setenta) licenças de software antivírus coorporativo para

Leia mais

GERADOR DE RELATÓRIOS

GERADOR DE RELATÓRIOS GERADOR DE RELATÓRIOS Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2. COMO FUNCIONA?... 4 3. TELA DE LOGIN... 5 4. RELATÓRIOS DE ACESSO A WEB... 6 5. RELATÓRIOS DE USO DE LINK... 14 6. RELATÓRIOS DE USO DE E-MAIL... 18

Leia mais

CLAIN 2008. Fraude Eletrônica. Moises J Santos. Internet Banking

CLAIN 2008. Fraude Eletrônica. Moises J Santos. Internet Banking CLAIN 2008 Fraude Eletrônica Moises J Santos Fraude Eletrônica Definição Fraude Subterfúgio para alcançar um fim ilícito, ou ainda, o engano dolosamente provocado, o malicioso induzimento em erro ou aproveitamento

Leia mais

Via Prática Firewall Box Gateway O acesso à Internet

Via Prática Firewall Box Gateway O acesso à Internet FIREWALL BOX Via Prática Firewall Box Gateway O acesso à Internet Via Prática Firewall Box Gateway pode tornar sua rede mais confiável, otimizar sua largura de banda e ajudar você a controlar o que está

Leia mais