Segurança na Rede UFBA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Segurança na Rede UFBA"

Transcrição

1 Dia Mundial de Segurança da Informação Segurança na Rede UFBA Roberto Ferreira Prado Quaresma

2 UFBA - Números UFBA (2001) 58 cursos de graduação 39 mestrados 16 doutorados 30 cursos de especialização/ano 94 departamentos 29 unidades de ensino 14 órgãos suplementares 36 bibliotecas (central + setoriais) 3 unidades hospitalares 1 editora universitária alunos de graduação novos alunos/ano de pós graduação docentes técnicos-administrativos computadores

3 UFBA - Geografia Universidade multicampi Campus Ondina/Federação Campus Canela Unidades isoladas

4 Campus Ondina/Federação

5

6 Campus Canela

7

8 Rede UFBA - Desafio Desafio: Prover uma rede que seja estável, segura, rápida e que seja abrangente de forma a todas as unidades da UFBA terem acesso a ela.

9 Cenário da Rede UFBA Todas as unidades possuem conexão a Internet 24hs em alta velocidade, provida em 90% dos casos por enlaces ópticos. A UFBA está conectada a rede Ipê,Rede de alta velocidade da RNP, através de dois enlaces de 2.5 Gbps

10 Questões Como prover segurança de forma diferenciada em um ambiente deste tipo? Quem deve se preocupar com a segurança no ambiente acadêmico? Qual o papel de cada um?

11 Papéis O CPD da UFBA possui o papel institucional de gerir os recursos de Tecnologia da Informação da Universidade: Inclui prover segurança na rede Tratar os incidentes e notificações de segurança Notificar usuários

12 Papéis A gestão da segurança da rede deve perceber o contexto e a dinâmica do ambiente Universitário, onde em muitos casos há um ambiente de constante experimentação e pesquisa e acesso amplo a comunidade

13 Ameaças O ambiente universitário é um ambiente visado para ataques e invasões: Rede de alta velocidade Diversas máquinas conectadas 24hs por dia Acessível a uma grande comunidade

14 Ameaças Há um crescimento exponencial dos problemas de segurança que podem causar um transtorno aos usuários: Vírus e worms Acessos não autorizados SPAMs Roubo de senhas

15 Ações O CPD da UFBA no cumprimento de seu papel institucional provê uma série de ações e ferramentas que possibilitam tratar tais ameaças

16 Correio Eletrônico: Cenário Recebimento de 200 mil mensagens/dia Vírus enviados nas mensagens Há um número crescente de mensagens indesejadas na rede: Torna o serviço de mais lento Desagradável para maior parte dos usuários

17 Correio Eletrônico: Ações Recebimento das mensagens por dois servidores Checagem de vírus (mensagens com vírus são descartadas) Uso de blacklist para negar recebimento de mensagens não solicitadas de SPAMMERs conhecidos Aplicação de regras heurísticas para identificar mensagens com padrão de SPAM

18 Correio Eletrônico: Resultados Cerca de 10% das mensagens são descartadas por serem vírus Cerca de 50% das mensagens são descartadas previamente por serem SPAM As demais mensagens são entregues ao usuário (80mil mensagens/dia)

19 Correio Eletrônico: Ações do Usuário O sistema de detecção de SPAMs permite ajustes por usuário Notificar recebimentos indesejados ao CPD e anormalidades eventuais no recebimento de mensagens

20 Estação pessoal: Cenário 4000 computadores na Rede UFBA Máquinas ligadas 24hs/dia Visadas por hackers Há um alto índice de infecção das máquinas de usuário por víruso e worms Esta infecção pode causar lentidão nas redes locais e no uso de dia a dia, além de comprometer a privacidade de dados do usuário na máquina

21 Estação pessoal: Ações Sistema de Detecção de Intrusão periodicamente inspeciona o tráfego de saída da rede Máquinas que enviem tráfego associado a um tipo de invasão conhecida são identificadas Helpdesk atua junto ao usuário para realizar a limpeza Antivírus corportativo é provido para uso por todos os usuários

22 Estação Pessoal: Resultados Diminuição de ocorrências de lentidão causadas pro vírus e worms Antivírus atualiza diariamente e evitas novas infecções

23 Estação Pessoal: Ações de Usuário Observar os cuidados com o uso do computador pessoal (Palestra Anterior!!) Caso o antivírus não esteja instalado, acione o helpdesk!! Em caso de infecção identificada colabore com o trabalho do helpdesk

24 Acesso Remoto: Cenário Usuários querem ter acesso a suas máquinas remotamente Pesquisadores querem acessar periodicos da CAPES da mesma forma que estando na UFBA As máquinas da UFBA não são diretamente expostas a Internet para reduzir os problemas com segurança

25 Acesso Remoto: Ações Todo usuário que quer acesso remoto utiliza conexão segura fornecendo usuário e senha Protege dados do usuário e evita expor as máquinas diretamente a Internet

26 Rede Corporativa: Cenário Usuário precisa de recursos de rede, mas precisa de segurança no acesso a estes recursos Como proteger os dados remotamente? Como garantir que a minha máquina não é acessada localmente pro quem não deveria?

27 Rede Corporativa: Ações CPD provê uma rede corporativa baseada em LDAP e Active Directory TODOS os alunos, professores e servidores tem acesso a esta rede Pastas compartilhadas na rede são fornecidas com controle de acesso de acordo com a necessidade do usuário A senha é a mesma do , do Acesso Remoto e da Rede

28 Rede Corporativa: Resultados Usuários que usam os recursos da rede conseguem manter seus dados de forma segura e restringir acesso local somente as pessoas apropriadas na rede As senhas trafegam criptografadas, são alteradas periodicamente As unidades que utilizam plenamente a rede corporativa economizam recursos na administração dos dados manidos na rede

29 Controle de Acesso Web: Cenário Todos devem acessar qualquer conteúdo web? Pornografia? Pedofilia? Jogos? Cada unidade deve escolher como tratar com esta questão!

30 Controle de Acesso Web: Ações O CPD provê filtros de acesso categorizados para as Unidades que demandam tal necessidade A unidade especifica quais as máquinas, que categorias devem estar disponíveis etc.

31 Controle de Acesso Web: Resultados Alto indice de satisfação por parte das Unidades Atendimento da política requerida pela Unidade

32 Acesso Pessoal a Web e na UFBA: Cenário O acesso a recursos web e de na UFBA podem em um dado momento requerer fornecimento de usuários e senhas, ou dados sigilosos Estes dados não devem estar disponíveis na rede

33 Acesso Pessoal a Web e na UFBA: Ações Para estes recursos que requerem atenção especial quanto a segurança o CPD provê acesso criptografado O acesso é identificado nas páginas web por um cadeado, como, por exemplo, no acesso ao webmail

34 Acesso Pessoal a Web e na UFBA: Ações No caso de conexões de clientes de (Outlook, Thunderbird etc.) o usuário pode optar por enviar e receber s com ou sem criptografia Ative a criptografia (SSL) Em caso de dúvidas de configuração acione o helpdesk

35 Contatando o CPD O contato inicial deve ser feito com o Helpdesk (6100) ou O Helpdesk analisa solicitações e encaminha o que for necessário aos analistas de segurança

36 Conclusão A UFBA tem preocupação constante com segurança e realiza ações no sentido de prover melhores condições para os seus usuários A segurança depende também e MUITO do usuário, ele pode sempre interagir com o CPD em dúvidas e questões relacionadas a este tema

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação.

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação. 1. Com relação a segurança da informação, assinale a opção correta. a) O princípio da privacidade diz respeito à garantia de que um agente não consiga negar falsamente um ato ou documento de sua autoria.

Leia mais

Via Prática Firewall Box Gateway O acesso à Internet

Via Prática Firewall Box Gateway O acesso à Internet FIREWALL BOX Via Prática Firewall Box Gateway O acesso à Internet Via Prática Firewall Box Gateway pode tornar sua rede mais confiável, otimizar sua largura de banda e ajudar você a controlar o que está

Leia mais

Planejando uma política de segurança da informação

Planejando uma política de segurança da informação Planejando uma política de segurança da informação Para que se possa planejar uma política de segurança da informação em uma empresa é necessário levantar os Riscos, as Ameaças e as Vulnerabilidades de

Leia mais

Proteção no Ciberespaço da Rede UFBA. CPD - Divisão de Suporte Yuri Alexandro yuri.alexandro@ufba.br

Proteção no Ciberespaço da Rede UFBA. CPD - Divisão de Suporte Yuri Alexandro yuri.alexandro@ufba.br Proteção no Ciberespaço da Rede UFBA CPD - Divisão de Suporte Yuri Alexandro yuri.alexandro@ufba.br Agenda Segurança o que é? Informação o que é? E Segurança da Informação? Segurança da Informação na UFBA

Leia mais

Configuração do Outlook Express

Configuração do Outlook Express Configuração do Outlook Express 1/1 Configuração do Outlook Express LCC.006.2005 Versão 1.0 Versão Autor ou Responsável Data 1.0 Paula Helena 30/09/2005 RESUMO Este relatório tem como objetivo mostrar

Leia mais

E- mail Corporativo. 2RS Soluções em TI

E- mail Corporativo. 2RS Soluções em TI E- mail Corporativo 2RS Soluções em TI Email Corporativo Índice Índice 1. Porque E- mail Corporativo é diferente?... 1 2. Ferramentas do Email Class... 2 2.1 Aplicativos do E- mail Corporativo... 2 2.1.1

Leia mais

Winconnection 6. Internet Gateway

Winconnection 6. Internet Gateway Winconnection 6 Internet Gateway Descrição Geral O Winconnection 6 é um gateway de acesso à internet desenvolvido dentro da filosofia UTM (Unified Threat Management). Assim centraliza as configurações

Leia mais

Acesse a página inicial do NET Antivírus + Backup : www.netcombo.com.br/antivirus. Teremos 3 opções.

Acesse a página inicial do NET Antivírus + Backup : www.netcombo.com.br/antivirus. Teremos 3 opções. Acesse a página inicial do NET Antivírus + Backup : www.netcombo.com.br/antivirus. Teremos 3 opções. Esse box destina-se ao cliente que já efetuou o seu primeiro acesso e cadastrou um login e senha. Após

Leia mais

Gerência de Segurança

Gerência de Segurança Gerência de segurança envolve a proteção de dados sensíveis dos dispositivos de rede através do controle de acesso aos pontos onde tais informações se localizam Benefícios do processo de gerência de segurança

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS Usando um firewall para ajudar a proteger o computador A conexão à Internet pode representar um perigo para o usuário de computador desatento. Um firewall ajuda a proteger o computador impedindo que usuários

Leia mais

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS INFORMÁTICA PARA CONCURSOS Prof. BRUNO GUILHEN Vídeo Aula VESTCON MÓDULO I - INTERNET Aula 01 O processo de Navegação na Internet. A CONEXÃO USUÁRIO PROVEDOR EMPRESA DE TELECOM On-Line A conexão pode ser

Leia mais

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Manual do Nscontrol Principal Senha Admin Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Aqui, você poderá selecionar quais programas você quer que

Leia mais

O primeiro passo é verificar se a pasta Junk está disponível entre as pastas IMAP do usuário:

O primeiro passo é verificar se a pasta Junk está disponível entre as pastas IMAP do usuário: Reportando SPAM e Não-SPAM através do Horde Webmail Esse material permite que o usuário possa personalizar seu webmail corretamente para controlar o recebimento de SPAMs e realizar o treinamento da ferramenta

Leia mais

Zimbra Novo webmail do Poder Judiciário de Alagoas

Zimbra Novo webmail do Poder Judiciário de Alagoas Zimbra Novo webmail do Poder Judiciário de Alagoas O que esse novo webmail tem a oferecer? Aumento da caixa de email de 50 MB para 1GB; Correio eletrônico Agenda corporativa com controle de contatos, grupos

Leia mais

http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Prof. Ricardo César de Carvalho

http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Prof. Ricardo César de Carvalho vi http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Administração de Redes de Computadores Resumo de Serviços em Rede Linux Controlador de Domínio Servidor DNS

Leia mais

Soluções em Segurança

Soluções em Segurança Desafios das empresas no que se refere a segurança da infraestrutura de TI Dificuldade de entender os riscos aos quais a empresa está exposta na internet Risco de problemas gerados por ameaças externas

Leia mais

Organização de arquivos e pastas

Organização de arquivos e pastas Organização de arquivos e pastas Pasta compara-se a uma gaveta de arquivo. É um contêiner no qual é possível armazenar arquivos. As pastas podem conter diversas subpastas. Definir a melhor forma de armazenamento

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br. Prof. BRUNO GUILHEN

APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br. Prof. BRUNO GUILHEN APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br Prof. BRUNO GUILHEN MÓDULO I - INTERNET Aula 01 O processo de Navegação na Internet. O processo de Navegação na Internet A CONEXÃO USUÁRIO

Leia mais

1 de 5 Firewall-Proxy-V4 :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO ::

1 de 5 Firewall-Proxy-V4 :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: 1 de 5 Firewall-Proxy-V4 D O C U M E N T A Ç Ã O C O M E R C I A L FIREWALL, PROXY, MSN :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: Se o foco do seu negócio não é tecnologia, instalar e manter por conta própria

Leia mais

Considerando o navegador Internet Explorer e a utilização do correio eletrônico, é INCORRETO afirmar:

Considerando o navegador Internet Explorer e a utilização do correio eletrônico, é INCORRETO afirmar: 1) Analista Judiciário 2015 TRE /RR - FCC Considerando o navegador Internet Explorer e a utilização do correio eletrônico, é INCORRETO afirmar: (A) No Internet Explorer 9, ao se digitar apenas um ponto

Leia mais

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer INFORMÁTICA BÁSICA

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer INFORMÁTICA BÁSICA APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN O processo de Navegação na Internet INFORMÁTICA BÁSICA A NAVEGAÇÃO Programas de Navegação ou Browser : Internet Explorer; O Internet Explorer Netscape Navigator;

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

Gerência de Redes Segurança

Gerência de Redes Segurança Gerência de Redes Segurança Cássio D. B. Pinheiro cdbpinheiro@ufpa.br cassio.orgfree.com Objetivos Apresentar o conceito e a importância da Política de Segurança no ambiente informatizado, apresentando

Leia mais

Revisão 7 Junho de 2007

Revisão 7 Junho de 2007 Revisão 7 Junho de 2007 1/5 CONTEÚDO 1. Introdução 2. Configuração do Computador 3. Reativar a Conexão com a Internet 4. Configuração da Conta de Correio Eletrônico 5. Política Anti-Spam 6. Segurança do

Leia mais

SISTEMA DE CONTROLES INTERNOS

SISTEMA DE CONTROLES INTERNOS POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PO - PSI 1ª 1/9 ÍNDICE 1. OBJETIVO... 2 2. ALCANCE... 2 3. ÁREA GESTORA... 2 4. CONCEITOS/CRITÉRIOS GERAIS... 2 5. DIRETRIZES... 3 6. RESPONSABILIDADES... 3 6.1 Todos

Leia mais

Prof. Marcelo Moreira Curso Juris

Prof. Marcelo Moreira Curso Juris Segurança/Exercícios 12/ABR/11 CNPQ - Analista em Ciência e Tec. Jr - CESPE 12/ABR/11 CNPQ - Assistente CESPE 22/MAR/2011 SESA/ES PARTE COMUM TODOS OS CARGOS (MÉDICOS, GESTÃO, VIGILÂNCIA) CESPE 1 2 MAR/2011

Leia mais

Segurança de Redes & Internet

Segurança de Redes & Internet Boas Práticas Segurança de Redes & Internet 0800-644-0692 Video Institucional Boas Práticas Segurança de Redes & Internet 0800-644-0692 Agenda Cenário atual e demandas Boas práticas: Monitoramento Firewall

Leia mais

TECNOLOGIA WEB. Segurança na Internet Aula 4. Profa. Rosemary Melo

TECNOLOGIA WEB. Segurança na Internet Aula 4. Profa. Rosemary Melo TECNOLOGIA WEB Segurança na Internet Aula 4 Profa. Rosemary Melo Segurança na Internet A evolução da internet veio acompanhada de problemas de relacionados a segurança. Exemplo de alguns casos de falta

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

Script de Configuração dos E-mails @SEE (Webmail /Outlook Express)

Script de Configuração dos E-mails @SEE (Webmail /Outlook Express) Script de Configuração dos E-mails @SEE (Webmail /Outlook Express) A Secretaria de Estado da Educação está disponibilizando uma nova ferramenta para acesso ao e-mail @see. Essa nova ferramenta permitirá

Leia mais

Auditoria e Segurança de Sistemas Segurança de Redes de Computadores Adriano J. Holanda

Auditoria e Segurança de Sistemas Segurança de Redes de Computadores Adriano J. Holanda Auditoria e Segurança de Sistemas Segurança de Redes de Computadores Adriano J. Holanda Segurança na rede Segurança na rede refere-se a qualquer atividade planejada para proteger sua rede. Especificamente

Leia mais

Análise abrangente de proteções de vulnerabilidade e segurança para o Google Apps. Artigo do Google escrito em fevereiro de 2007

Análise abrangente de proteções de vulnerabilidade e segurança para o Google Apps. Artigo do Google escrito em fevereiro de 2007 Análise abrangente de proteções de vulnerabilidade e segurança para o Google Apps Artigo do Google escrito em fevereiro de 2007 Segurança do Google Apps PARA OBTER MAIS INFORMAÇÕES On-line: www.google.com/a

Leia mais

Semana da Internet Segura Correio Eletrónico

Semana da Internet Segura Correio Eletrónico Enviar correio eletrónico não solicitado em massa (SPAM) a outros utilizadores. Há inúmeras participações de spammers utilizando sistemas comprometidos para enviar e-mails em massa. Estes sistemas comprometidos

Leia mais

Hardening de Servidores

Hardening de Servidores Hardening de Servidores O que é Mitm? O man-in-the-middle (pt: Homem no meio, em referência ao atacante que intercepta os dados) é uma forma de ataque em que os dados trocados entre duas partes, por exemplo

Leia mais

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. /Redes/Internet/Segurança

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. /Redes/Internet/Segurança APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN O processo de Navegação na Internet INFORMÁTICA BÁSICA www.brunoguilhen.com.br A NAVEGAÇÃO Programas de Navegação ou Browser : Internet Explorer; O Internet Explorer

Leia mais

Guia de Segurança em Redes Sociais

Guia de Segurança em Redes Sociais Guia de Segurança em Redes Sociais INTRODUÇÃO As redes sociais são parte do cotidiano de navegação dos usuários. A maioria dos internautas utiliza ao menos uma rede social e muitos deles participam ativamente

Leia mais

SOLO NETWORK. Guia de Segurança em Redes Sociais

SOLO NETWORK. Guia de Segurança em Redes Sociais (11) 4062-6971 (21) 4062-6971 (31) 4062-6971 (41) 4062-6971 (48) 4062-6971 (51) 4062-6971 (61) 4062-6971 (71) 4062-7479 Guia de Segurança em Redes Sociais (11) 4062-6971 (21) 4062-6971 (31) 4062-6971 (41)

Leia mais

Prefeitura do Campus USP de Pirassununga Seção Técnica de Informática

Prefeitura do Campus USP de Pirassununga Seção Técnica de Informática CARTILHA DE INFORMÁTICA SEÇÃO TÉCNICA DE INFORMÁTICA PUSP-P Nº 002 - SETEMBRO/2014 TEMA: GOLPES POR EMAIL "NA DÚVIDA NÃO CLIQUE" RELEMBRANDO: Na cartilha nº 001 lançada em Julho de 2014 escrevemos dicas

Leia mais

Guia do funcionário seguro

Guia do funcionário seguro Guia do funcionário seguro INTRODUÇÃO A Segurança da informação em uma empresa é responsabilidade do departamento de T.I. (tecnologia da informação) ou da própria área de Segurança da Informação (geralmente,

Leia mais

Catálogo de Serviços de Tecnologia da Informação. Versão 0.2

Catálogo de Serviços de Tecnologia da Informação. Versão 0.2 Catálogo de Serviços de Tecnologia da Informação Versão 0.2 Apresentação...3 Objetivos... 3 1.Serviço e-mail corporativo...4 Apresentação Este documento visa organizar e documentar os serviços prestados

Leia mais

Configuração do Mac Mail para Exchange. Configuração do aplicativo Mail do Mac OS X para o novo sistema de e-mail da UTAD

Configuração do Mac Mail para Exchange. Configuração do aplicativo Mail do Mac OS X para o novo sistema de e-mail da UTAD Configuração do aplicativo Mail do Mac OS X para o novo sistema de e-mail da UTAD Equipa de Sistemas SIC UTAD Julho 2010 Índice de conteúdos Notas iniciais...1 Adicionar a conta...2 Informações Gerais...4

Leia mais

Manual de Normas e Procedimentos de Segurança da Informação

Manual de Normas e Procedimentos de Segurança da Informação Manual de Normas e Procedimentos de Segurança da Informação Objetivo: Definir responsabilidades e orientar a conduta dos profissionais e usuários de informática da FECAP na utilização dos recursos computacionais,

Leia mais

MN01 - MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DA VPN ADMINISTRATIVA

MN01 - MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DA VPN ADMINISTRATIVA MN01 - MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DA VPN ADMINISTRATIVA SECRETARIA DE GOVERNANÇA DA INFORMAÇÃO SUBSECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DIVISÃO DE INFRAESTRUTURA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Leia mais

PARA EMPRESAS COM MAIS DE 25 EQUIPAMENTOS

PARA EMPRESAS COM MAIS DE 25 EQUIPAMENTOS PARA EMPRESAS COM MAIS DE 25 EQUIPAMENTOS ESET Business Solutions 1/7 Vamos supor que você tenha iniciado uma empresa ou que já tenha uma empresa bem estabelecida, há certas coisas que deveria esperar

Leia mais

Caroline Soares, Cristian Fernandes, Richard Torres e Lennon Pinheiro.

Caroline Soares, Cristian Fernandes, Richard Torres e Lennon Pinheiro. 1 Caroline Soares, Cristian Fernandes, Richard Torres e Lennon Pinheiro. Pelotas, 2012 2 Caroline Soares, Cristian Fernandes, Richard Torres e Lennon Pinheiro. Termos técnicos Pelotas, 2012 3 SUMÁRIO 1

Leia mais

ChasqueMail O e mail da UFRGS

ChasqueMail O e mail da UFRGS ChasqueMail O e mail da UFRGS Alexandre Marchi, Everton Foscarini, Rui Ribeiro Universidade Federal do Rio Grande do Sul Centro de Processamento de Dados Rua Ramiro Barcelos, 2574 Portao K Porto Alegre

Leia mais

Ministério Público do Estado de São Paulo. Procuradoria-Geral de Justiça

Ministério Público do Estado de São Paulo. Procuradoria-Geral de Justiça Ministério Público do Estado de São Paulo Procuradoria-Geral de Justiça GAIMP Grupo de Acompanhamento da Informatização do Ministério Público Doutor Alberto Carlos Dib Júnior Promotor de Justiça Coordenador

Leia mais

Net View & Panda ManagedOfficeProtection Mais que antivírus, solução em segurança.

Net View & Panda ManagedOfficeProtection Mais que antivírus, solução em segurança. Net View & Panda ManagedOfficeProtection Mais que antivírus, solução em segurança. Net View & Panda Managed Office Protection É fato, tanto pequenas e médias e grandes empresas enfrentam os mesmos riscos

Leia mais

Firewall. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes. Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática

Firewall. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes. Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Firewall Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Firewall (definições) Por que do nome firewall? Antigamente, quando as casas

Leia mais

Fortaleza Digital. Aker FIREWALL UTM. Sua empresa mais forte com uma solução completa de segurança digital.

Fortaleza Digital. Aker FIREWALL UTM. Sua empresa mais forte com uma solução completa de segurança digital. Aker FIREWALL UTM Fortaleza Digital Sua empresa mais forte com uma solução completa de segurança digital. Ideal para o ambiente corporativo, com o Aker Firewall UTM você tem o controle total das informações

Leia mais

Quando o Spam se torna um Incidente de Segurança

Quando o Spam se torna um Incidente de Segurança Quando o Spam se torna um Incidente de Segurança - RNP Centro de Atendimento a Incidentes de Segurança - CAIS Novembro de 2003 RNP/PAL/0201 2003 RNP Sumário Introdução Spam: um pouco de história A Evolução

Leia mais

Noções de Segurança na Internet. Seminário de Tecnologia da Informação Codevasf

Noções de Segurança na Internet. Seminário de Tecnologia da Informação Codevasf Noções de Segurança na Internet Conceitos de Segurança Precauções que devemos tomar contra riscos, perigos ou perdas; É um mal a evitar; Conjunto de convenções sociais, denominadas medidas de segurança.

Leia mais

Symantec AntiVirus Enterprise Edition

Symantec AntiVirus Enterprise Edition Symantec AntiVirus Enterprise Edition Proteção abrangente contra ameaças para todas as partes da rede, incluindo proteção contra spyware no cliente, em um único conjunto de produtos Visão geral O Symantec

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL Produto: Mobimail

PROPOSTA COMERCIAL Produto: Mobimail PROPOSTA COMERCIAL Produto: Mobimail Sumário SOBRE A LOCAWEB 3 INFRAESTRUTURA DO DATA CENTER 4 SOLUÇÕES PROPOSTAS 5 BENEFÍCIOS LOCAWEB 6 CONHEÇA TAMBÉM 6 CONDIÇÕES COMERCIAIS 7 CONDIÇÕES GERAIS 8 www.locaweb.com.br

Leia mais

SOPHUS TECNOLOGIA POLÍTICA DE ENVIO DE E-MAILS

SOPHUS TECNOLOGIA POLÍTICA DE ENVIO DE E-MAILS SOPHUS TECNOLOGIA POLÍTICA DE ENVIO DE E-MAILS Com o objetivo de manter um alto nível no serviço de e-mails, a SOPHUS TECNOLOGIA disponibiliza soluções voltadas para cada necessidade de seus clientes.

Leia mais

O Firewall do Windows vem incorporado ao Windows e é ativado automaticamente.

O Firewall do Windows vem incorporado ao Windows e é ativado automaticamente. Noções básicas sobre segurança e computação segura Se você se conecta à Internet, permite que outras pessoas usem seu computador ou compartilha arquivos com outros, deve tomar algumas medidas para proteger

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE RECURSOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO - TIC

UTILIZAÇÃO DE RECURSOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO - TIC Código: NO01 Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região Comitê de Segurança da Informação Secretaria de Tecnologia da Informação Núcleo de Segurança da Informação Revisão: 00 Vigência:20/04/2012 Classificação:

Leia mais

Segurança e Informação Ativo de ouro dessa nova era Aula 01. Soraya Christiane / Tadeu Ferreira

Segurança e Informação Ativo de ouro dessa nova era Aula 01. Soraya Christiane / Tadeu Ferreira Segurança e Informação Ativo de ouro dessa nova era Aula 01 Soraya Christiane / Tadeu Ferreira Informação É o ativo que tem um valor para a organização e necessita ser adequadamente protegida (NBR 17999,

Leia mais

Prof. Ravel Silva (https://www.facebook.com/professorravelsilva) SIMULADO 01 PRF

Prof. Ravel Silva (https://www.facebook.com/professorravelsilva) SIMULADO 01 PRF Orientações aos alunos: 1. Este simulado visa auxiliar os alunos que estão se preparando para o cargo de Policial Rodoviário Federal. 2. O Simulado contém 10 questões estilo CESPE (Certo e Errado) sobre

Leia mais

Informação: o principal ativo de um negócio

Informação: o principal ativo de um negócio WHITE PAPER Informação: o principal ativo de um negócio Gestão de dados se tornou ponto crucial para sobrevivência das instituições, mas poucas ainda mantêm programa de treinamento em segurança. Fiscalização

Leia mais

Características de Firewalls

Características de Firewalls Firewall Firewall é um sistema de proteção de redes internas contra acessos não autorizados originados de uma rede não confiável (Internet), ao mesmo tempo que permite o acesso controlado da rede interna

Leia mais

Firewall. Alunos: Hélio Cândido Andersson Sales

Firewall. Alunos: Hélio Cândido Andersson Sales Firewall Alunos: Hélio Cândido Andersson Sales O que é Firewall? Firewall pode ser definido como uma barreira de proteção, que controla o tráfego de dados entre seu computador e a Internet (ou entre a

Leia mais

Universidade Federal de Sergipe

Universidade Federal de Sergipe Universidade Federal de Sergipe Centro de Processamento de Dados Coordenação de Redes Regras de Acesso à Rede Sem Fio da UFS 1. DESCRIÇÃO A rede sem fio do projeto Wi-Fi UFS foi concebida para complementar

Leia mais

SOLUÇÕES DE RESILIÊNCIA E SEGURANÇA

SOLUÇÕES DE RESILIÊNCIA E SEGURANÇA SERVIÇO DE RESPOSTA A INCIDENTES D Solução de segurança que fornece orientações para o efetivo controle ou correção de ataques externos causados por vulnerabilidades encontradas no ambiente do cliente.

Leia mais

Explore o IceWarp Versão 11.2 com HTML5 WebAdmin. www.icewarp.com

Explore o IceWarp Versão 11.2 com HTML5 WebAdmin. www.icewarp.com Explore o IceWarp Versão 11.2 com HTML5 WebAdmin A rotina da administração cotidiana pode ser divertida e simples com a nova e responsiva interface WebAdmin. Gerencie domínios, usuários, grupos e listas

Leia mais

e Uso Abusivo da Rede

e Uso Abusivo da Rede SEGURANÇA FRAUDE TECNOLOGIA SPAM INT MALWARE PREVENÇÃO VÍRUS BANDA LARGA TROJAN PRIVACIDADE PHISHING WIRELESS SPYWARE ANTIVÍRUS WORM BLUETOOTH SC CRIPTOGRAFIA BOT SENHA ATAQUE FIREWAL BACKDOOR COOKIES

Leia mais

Ameaças e Segurança da Informação para dispositivos Móveis. gilberto@sudre.com.br http://gilberto.sudre.com.br

Ameaças e Segurança da Informação para dispositivos Móveis. gilberto@sudre.com.br http://gilberto.sudre.com.br Ameaças e Segurança da Informação para dispositivos Móveis gilberto@sudre.com.br http://gilberto.sudre.com.br Ameaças e Vulnerabilidades em Dispositivos Móveis gilberto@sudre.com.br http://gilberto.sudre.com.br

Leia mais

REGULAMENTO DE GESTÃO E DE UTILIZAÇÃO DE RECURSOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DA UTFPR

REGULAMENTO DE GESTÃO E DE UTILIZAÇÃO DE RECURSOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DA UTFPR REGULAMENTO DE GESTÃO E DE UTILIZAÇÃO DE RECURSOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DA UTF Art. 1º O presente Regulamento estabelece as diretrizes, normas de gestão e de utilização dos recursos de Tecnologia

Leia mais

CARTILHA DE SEGURANÇA

CARTILHA DE SEGURANÇA ESTADO DE SERGIPE TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO CARTILHA DE SEGURANÇA COORDENADORIA DE INFORMÁTICA Sumário O que é informação... 3 Cuidado com a Engenharia Social... 3 Dicas de Senhas... 4 Recomendações

Leia mais

Segurança de Redes de Computadores

Segurança de Redes de Computadores Segurança de Redes de Computadores Aula 6 Segurança na Camada de Aplicação Obtenção de Acesso não Autorizado via Malwares Vírus, Worms, Trojan e Spyware Prof. Ricardo M. Marcacini ricardo.marcacini@ufms.br

Leia mais

DTI DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

DTI DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DTI DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO POLÍTICA DE UTILIZAÇÃO DOS RECURSOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ESPÍRITO SANTO 1 OBJETIVO: 1.1 A presente

Leia mais

Impactos da Gerência de Porta 25 para os Sistemas Autônomos no Brasil ou Agora Vai! :-)

Impactos da Gerência de Porta 25 para os Sistemas Autônomos no Brasil ou Agora Vai! :-) Impactos da Gerência de Porta 25 para os Sistemas Autônomos no Brasil ou Agora Vai! :-) Cristine Hoepers cristine@cert.br Klaus Steding-Jessen jessen@cert.br Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de

Leia mais

Criar Pastas. Para acessar o seu webmail siga os próximos dois passos:

Criar Pastas. Para acessar o seu webmail siga os próximos dois passos: Caro usuário, Agora que você já tem o seu email profissional favor ver abaixo quais os passos necessários para que você acesse os seus emails via webmail. Em primeiro lugar queremos informar que a sua

Leia mais

Kaspersky Anti-Virus 2013 Kaspersky Internet Security 2013 Lista de novos recursos

Kaspersky Anti-Virus 2013 Kaspersky Internet Security 2013 Lista de novos recursos Kaspersky Anti-Virus 2013 Kaspersky Internet Security 2013 Lista de novos recursos Sumário Visão geral de novos recursos 2 Instalação, ativação, licenciamento 2 Internet Security 3 Proteção Avançada 4

Leia mais

O Conselho Universitário da Universidade do Estado de Minas Gerais UEMG no uso de suas atribuições le estatutárias e regimentais,

O Conselho Universitário da Universidade do Estado de Minas Gerais UEMG no uso de suas atribuições le estatutárias e regimentais, RESOLUÇÃO CONUN/UEMG Nº.174/2009, de 07 de maio de 2009. Estabelece regras para o uso da Internet no âmbito da Reitoria e Unidades Acadêmicas da Universidade do Estado de Minas Gerais UEMG. O Conselho

Leia mais

BOAS PRÁTICAS DE SEGURANÇA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI)

BOAS PRÁTICAS DE SEGURANÇA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) BOAS PRÁTICAS DE SEGURANÇA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) André Gustavo Assessor Técnico de Informática MARÇO/2012 Sumário Contextualização Definições Princípios Básicos de Segurança da Informação Ameaças

Leia mais

ANTISPAM CORPORATIVO, de acordo com as condições e especificações constantes deste Edital e seus Anexos. 352552*$d 2(6&/$5(&,0(1726

ANTISPAM CORPORATIVO, de acordo com as condições e especificações constantes deste Edital e seus Anexos. 352552*$d 2(6&/$5(&,0(1726 &,5&8/$51ž 35(* 2(/(75Ñ1,&21ž 2%-(72 Contratação de empresa para fornecer SOLUÇÃO DE ANTIVÍRUS e ANTISPAM CORPORATIVO, de acordo com as condições e especificações constantes deste Edital e seus Anexos.

Leia mais

www.projetoderedes.com.br Gestão da Segurança da Informação Professor: Maurício AULA 09 Firewall

www.projetoderedes.com.br Gestão da Segurança da Informação Professor: Maurício AULA 09 Firewall www.projetoderedes.com.br Gestão da Segurança da Informação Professor: Maurício O que é Firewall Um Firewall é um sistema para controlar o aceso às redes de computadores, desenvolvido para evitar acessos

Leia mais

As soluções endpoint vêm em duas versões: ESET Endpoint Security e a versão mais leve do produto, ESET Endpoint Antivirus.

As soluções endpoint vêm em duas versões: ESET Endpoint Security e a versão mais leve do produto, ESET Endpoint Antivirus. As soluções endpoint vêm em duas versões: ESET Endpoint Security e a versão mais leve do produto, ESET Endpoint Antivirus. Ambas combinam a tecnologia de rastreamento baseado na nuvem e o premiado motor

Leia mais

Acesse o Portal da Instituição (http://www.mp.sp.gov.br), e clique na figura.

Acesse o Portal da Instituição (http://www.mp.sp.gov.br), e clique na figura. Seja bem-vindo ao serviço de Correio Eletrônico do Portal do Ministério Público do Estado de São Paulo. O WEBMAIL é um serviço disponível no Portal do Ministério Público do Estado de São Paulo, que permite

Leia mais

Configuração do cliente de e-mail Outlook 2010 para usuários DAC

Configuração do cliente de e-mail Outlook 2010 para usuários DAC Configuração do cliente de e-mail Outlook 2010 para usuários DAC A. Configurando a autoridade certificadora ICPEdu no Outlook Os certificados utilizados nos serviços de e-mail pop, imap e smtp da DAC foram

Leia mais

Segurança na Rede Local Redes de Computadores

Segurança na Rede Local Redes de Computadores Ciência da Computação Segurança na Rede Local Redes de Computadores Disciplina de Desenvolvimento de Sotware para Web Professor: Danilo Vido Leonardo Siqueira 20130474 São Paulo 2011 Sumário 1.Introdução...3

Leia mais

A Empresa. Nettion Information Security

A Empresa. Nettion Information Security Nettion Information Security A Empresa A Nettion Information Security é uma empresa de Tecnologia com foco em Segurança da Informação (SI). Tem como missão prevenir e combater as constantes ameaças oriundas

Leia mais

Apresentação - Winconnection 7

Apresentação - Winconnection 7 Apresentação - Winconnection 7 Conteúdo: Principais Novidades Produtos Recursos Plugins Requisitos Comparativo Dicas de Configuração Principais Novidades Principais Novidades: Novo Administrador Web Sistema

Leia mais

ORDEM DE SERVIÇO OS 004/DINFO/2013 05/11/2013

ORDEM DE SERVIÇO OS 004/DINFO/2013 05/11/2013 A DIRETORIA DE INFORMÁTICA DINFO DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UERJ, no uso de suas atribuições legais, estabelece: Art. 1º: Para fins de normatização da Política de Uso da Rede de Dados

Leia mais

Proposta de serviços Plot

Proposta de serviços Plot Proposta de serviços Plot Situação da Plot e expectativas Por favor confira. A proposta depende destas informações serem corretas. A Plot possui hoje aproximadamente 30 estações de trabalho para seus funcionários

Leia mais

Disciplina: Administração de Redes de Computadores.

Disciplina: Administração de Redes de Computadores. Disciplina: Administração de Redes de Computadores. Abordagem: Segurança Prof. Leandro Meireles 2011.2 Sistema Seguro Confidencialidade Integridade Disponibilidade Porque se preocupar com a segurança?

Leia mais

Prevenção. Como reduzir o volume de spam

Prevenção. Como reduzir o volume de spam Prevenção Como reduzir o volume de spam A resposta simples é navegar consciente na rede. Este conselho é o mesmo que recebemos para zelar pela nossa segurança no trânsito ou ao entrar e sair de nossas

Leia mais

Guia de uso do Correio Eletrônico Versão 1.1

Guia de uso do Correio Eletrônico Versão 1.1 Guia de uso do Correio Eletrônico Versão 1.1 Índice Introdução ao Serviço de E-mail O que é um servidor de E-mail 3 Porque estamos migrando nosso serviço de correio eletrônico? 3 Vantagens de utilização

Leia mais

reputação da empresa.

reputação da empresa. Segurança premiada da mensageria para proteção no recebimento e controle no envio de mensagens Visão geral O oferece segurança para mensagens enviadas e recebidas em sistemas de e-mail e mensagens instantâneas,

Leia mais

Nesta modalidade o cliente, além da administração de seus servidores, o cliente executa os procedimentos de backup e recovery do seu conteúdo.

Nesta modalidade o cliente, além da administração de seus servidores, o cliente executa os procedimentos de backup e recovery do seu conteúdo. 1. DATACENTER 1.1. Hospedagem simples de servidor (colocation) Fornecimento de alocação de espaço e infraestrutura de alta disponibilidade no Datacenter da PRODEPA para hospedagem de equipamentos de propriedade

Leia mais

KASPERSKY LAB. Kaspersky Internet Security 7.0 MANUAL DO USUÁRIO

KASPERSKY LAB. Kaspersky Internet Security 7.0 MANUAL DO USUÁRIO KASPERSKY LAB Kaspersky Internet Security 7.0 MANUAL DO USUÁRIO KASPERSKY INTERNET S ECURITY 7.0 Manual do Usuário Kaspersky Lab http://www.kaspersky.com Data de revisão: março, 2008 Índice CAPÍTULO 1.

Leia mais

Manual do Produto TIM Protect Família MANUAL DO PRODUTO. TIM Protect Família Versão 9.4 (Symbian)

Manual do Produto TIM Protect Família MANUAL DO PRODUTO. TIM Protect Família Versão 9.4 (Symbian) MANUAL DO PRODUTO TIM Protect Família Versão 9.4 (Symbian) 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 Protect... 4 3 Instalação do Protect... 4 3.1 Instalação da Central de Serviços... 5 3.2 Instalação automática do Protect...

Leia mais

ORDEM DE SERVIÇO OS 002/DINFO/2014 29/10/2014. Art. 1º: Para fins de normatização da Política de Uso da Rede WIFI UERJ, com vistas a assegurar:

ORDEM DE SERVIÇO OS 002/DINFO/2014 29/10/2014. Art. 1º: Para fins de normatização da Política de Uso da Rede WIFI UERJ, com vistas a assegurar: A DIRETORIA DE INFORMÁTICA DINFO DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO -UERJ, no uso de suas atribuições legais, estabelece: Art. 1º: Para fins de normatização da Política de Uso da Rede WIFI UERJ,

Leia mais

ESET Soluções de Segurança para a sua empresa

ESET Soluções de Segurança para a sua empresa ESET Soluções de Segurança para a sua empresa Apresentando a ESET Fundada em 1992 Líder na indústria de detecção proativa Escritórios centrais na Eslováquia e Estados Unidos Escritórios na América Latina

Leia mais

GOVBR- UEM-MARINGA PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROLA

GOVBR- UEM-MARINGA PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROLA GERENCIAMENTO DE PROJETOS PRONIM, IMPLANTAÇÃO SQL SERVER GOVBR- UEM-MARINGA PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROLA Cliente GOVBR, UEM-MARINGA / Prefeitura Municipal de PEROLA Data 10/09/2015 Versão 1.0 Objeto:

Leia mais

DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO BB 2015 -

DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO BB 2015 - DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO - Professor Esp. Wellington de Oliveira Graduação em Ciência da Computação Pós-Graduação em Docência do Ensino Superior Pós-Graduação MBA em Gerenciamento de

Leia mais

FIREWALL, PROXY & VPN

FIREWALL, PROXY & VPN 1 de 5 Firewall-Proxy D O C U M E N T A Ç Ã O C O M E R C I A L FIREWALL, PROXY & VPN :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: Se o foco do seu negócio não é tecnologia, instalar e manter por conta própria

Leia mais