MANUAL DO ALUNO E DA FAMÍLIA Educação Infantil 1º ano a 4ª série (5º ano)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DO ALUNO E DA FAMÍLIA Educação Infantil 1º ano a 4ª série (5º ano)"

Transcrição

1 MANUAL DO ALUNO E DA FAMÍLIA Educação Infantil 1º ano a 4ª série (5º ano) "Sem a curiosidade que me move, que me inquieta, que me insere na busca, não aprendo nem ensino". Paulo Freire Horário das aulas Entrada: 7h15min Início das aulas: 7h30min Termino das aulas: 11h30min Aconselhamos que este manual seja guardado para que possa ser consultado por todos da família sempre que necessário. Este Manual do Aluno e da Família tem por objetivo prover as informações básicas necessárias sobre o funcionamento geral do Colégio Impacto Fundamental, de modo a que todos os membros da Comunidade Impacto saibam como proceder frente a situações do dia-a-dia. Com ele, intencionamos promover um relacionamento cordial entre as famílias, os alunos e entre as famílias e a escola, por isso aconselhamos que este Manual seja guardado para ser consultado por todos sempre que necessário. Setores de Atendimento Veja abaixo a descrição e o horário de funcionamento dos setores que atendem da Educação Infantil ao 5ºano do Ensino Fundamental do Colégio Impacto Fundamental: Coordenação Pedagógica - Tem por função primordial garantir excelência na prática pedagógica, com monitoramento permanente da relação ensino-aprendizagem. Atendimento de segunda à sexta no turno matutino. Orientação Educacional - Acompanhamento psico-social dos alunos e relacionamento com as famílias a fim de dar suporte ao pleno desenvolvimento das competências e valores que formam o ser humano integral: cidadania, solidariedade, honestidade, integridade e ética. Atendimento de segunda à sexta das 7h30min às 11h30min

2 Professores - Alcançar a excelência de ensino garantindo que os alunos aprendam o conteúdo de cada disciplina, através de práticas modernas, buscando despertar no educando a magia e o contentamento natural do processo de aprendizagem inerente ao homem desde o seu nascimento. Secretaria A secretaria é o setor responsável pela documentação dos alunos e da escola. Atendimento de segunda à sexta, das 8h às 12h e das 14h as 16h30min. Prazo para confecção e entrega documentos: Salário educação: 01(um) dia útil; Declaração simples: 01(um) dia útil; 2ª via de boletim: 01(um) dia útil; Histórico Escolar (Transferência): de 15 (quinze) a 30 (trinta) dias úteis; 2ª via do Histórico Escolar: 05(cinco) dias úteis; Atendimento Financeiro - Responsável por funções administrativas específicas relacionadas ao setor financeiro, tais como folha de pagamento, atendimento financeiro, negociação de débitos, compras, etc. Atendimento de segunda à sexta, das 08 às 17:00h. Atenção1: Aconselhamos que de acordo com a sua disponibilidade, o seu atendimento seja previamente agendado com o profissional em questão, através de nossos telefones ( ou ) ou por correio eletrônico. Esta medida visa garantir a qualidade do seu atendimento. Atenção 2: Sem o prévio agendamento, não podemos garantir a realização do seu atendimento. Material Didático No Colégio Impacto Fundamental o material didático utilizado, foi escolhido para atender às expectativas de professores e alunos, com recursos inovadores e eficientes que integram a experiência de autores renomados a ferramentas metodológicas e multimídia para potencializar o processo de ensino aprendizagem. Obs.: Recomendamos que o material didático seja guardado e mantido sempre em bom estado de conservação, pois o aluno poderá precisar, no decorrer do ano. Ferramentas de Comunicação A Escola em Contato com o Aluno e a Família. Circulares, convites e comunicados são sistematicamente enviados visando maior eficiência na comunicação entre Família e Escola. Buscando se adequar a nova realidade digital e a dinâmica do mundo moderno, além das correspondências serem enviadas através do próprio aluno, são encaminhadas também para os s dos responsáveis. Quando for solicitado, estas correspondências deverão ser assinadas pelos responsáveis e devolvidas ao Colégio.

3 Manter os endereços, inclusive os eletrônicos, e os telefones atualizados na Secretaria do Colégio, é uma obrigação da família que permite uma comunicação mais eficaz. Com o site temos um sistema de comunicação moderno e diferenciado com os alunos e as famílias. São disponibilizadas informações sobre a vivência escolar do aluno e do próprio Colégio, para que todos da nossa Comunidade possam acompanhar e estar cientes da nossa programação e principais acontecimentos. Boletim online, ocorrências pedagógicas e disciplinares, agenda dos eventos, calendário, 2ª. via de boleto bancário... A Família em Contato com a Escola É de fundamental importância que a família comunique ao Colégio qualquer fato que fuja da rotina do aluno. Tais como: Doenças ou viagens que acarretem falta(s); Liberação para saída antecipada. Esta apenas será aceita quando solicitada por escrito pelos pais (ou responsáveis) e entregue à coordenação; Falecimento de parentes próximos; Outras situações que possam favorecer o melhor acompanhamento do aluno. Metodologia de Avaliação O trabalho pedagógico é organizado e dividido em 3 unidades trimestrais. Cada unidade possui o seu conjunto de avaliações para aferição do aprendizado e desempenho dos alunos. A educação infantil, tem como finalidade o desenvolvimento integral da criança até seis anos de idade, em seus aspectos físico, psicológico, intelectual e social, complementando a ação da família e da comunidade. Portal do MEC A avaliação do desempenho e da evolução dos alunos neste período é feita através da observação das respostas dadas pelo aluno nas atividades propostas, estas observações são registradas e enviadas aos pais através de relatórios. Para os alunos do 1º ao 5º ano a média no trimestre será constituída pelo somatório das avaliações realizadas no mesmo. A média mínima exigida pelo Colégio é de 6,0 pontos por unidade. Os instrumentos de avaliação do rendimento escolar são: avaliações escritas, trabalhos, pesquisas, debates, tarefas de casa, projetos interdisciplinares e outros recursos adotados em sala de aula pelo professor. Média anual: Será considerado aprovado, em cada componente curricular (disciplina) do 1ºano ao 5ªano, o aluno que obtiver ao final das três unidades do ano letivo, média igual ou superior a 6,0 (seis) pontos. A média anual será calculada da seguinte maneira:

4 Somatório dos pontos obtidos nas 3 unidades( trimestrais) 3 Segunda Chamada: 1. Caso o aluno, por motivo justificado, venha a perder uma ou mais avaliações, ele fará a 2ª chamada nas datas previstas no Calendário Escolar. 2. Convém lembrar que a Lei no , de 15/01/79, ampara para a realização de avaliações de 2ª chamada, os casos de doença, luto, casamento, convocação para atividades cívicas ou jurídicas e impedimentos por motivos religiosos, mediante o pagamento da taxa de 10% do valor da mensalidade, isentando do pagamento somente os casos de doença infecto-contagiosa, ficando também liberado pelo Colégio os alunos que tiverem atestado médico de atendimento de urgência (não serão aceitos os atestados de exames e consultas). 3. A inscrição para avaliação de 2ª chamada deverá ser requerida na Secretaria do Colégio com no mínimo 02(dois) dias antes da realização da avaliação, conforme recebimento do aviso da coordenação e mediante apresentação do atestado médico, ou justificativa dos pais. 4. A responsabilidade pela inscrição para as avaliações de 2ª chamada é da família e não do Colégio 5. As aplicações das avaliações de 2ª chamada estão previstas para os dias úteis de 2ª à 6ª feira, no turno vespertino. 6. Atenção: Por mais justo que seja o motivo da falta, a realização das avaliações de 2ª chamada implica em custos. Por isso só será liberado o pagamento da taxa prevista no paragrafo 2. No dia da prova, para fazer a avaliação de 2ª chamada, o aluno deverá: Apresentar o comprovante de inscrição; Portar o material necessário; Estar devidamente fardado. Obs.: A ausência na 2ª chamada implicará na atribuição de nota zero na respectiva avaliação. Recuperação Final Haverá Recuperação Final após o período letivo para os alunos que não alcançarem a Média Anual igual ou superior a 06 (seis) pontos por disciplina. No processo de Recuperação Final é desconsiderado todo o resultado anterior alcançado pelo aluno. Para aprovação, o aluno deverá obter uma média igual ou superior a 05 (cinco) pontos nos Estudos de Recuperação. Regulamento Geral do Aluno. Direitos: Ser respeitado na sua condição de ser humano, usufruindo igualdade de atendimento, sem sofrer qualquer tipo de discriminação;

5 Participar das aulas e demais atividades promovidas pelo estabelecimento, como também solicitar orientações aos professores, coordenadores de área, orientadores e supervisores, sempre que julgar necessário; Utilizar-se das instalações e dos recursos materiais do Colégio, mediante prévia autorização de quem de direito; Tomar conhecimento do sistema de avaliação e dos resultados obtidos em provas, trabalhos e médias, podendo sempre que julgar necessário, solicitar revisão de avaliações na Coordenação, no prazo de 48 horas após o recebimento da mesma; Receber seus trabalhos e tarefas devidamente corrigidos após apresentação ao professor; Requerer e realizar avaliações de 2ª chamada, sempre que venha a perder as mesmas por motivo de doença, luto, impedimentos por motivos religiosos (Lei no de 15/01/79).e outros justificados. Deveres: Tratar colegas e professores com respeito; Participar das aulas e atividades escolares, devidamente uniformizados; Ser assíduo e pontual, comunicando ao estabelecimento qualquer impedimento de freqüência às aulas; Estudar, fazer as tarefas, portar todo material escolar solicitado e guardar o material didático até o final do ano letivo; Entregar aos responsáveis as correspondências enviadas pelo estabelecimento, devolvendo as mesmas assinadas, quando for o caso, no prazo determinado; Zelar pela limpeza e conservação das instalações e dependências do Colégio, cabendo aos pais a indenização ou reparo do estrago causado ao estabelecimento ou a objetos de colegas, professores e funcionários; Cumprir as disposições deste Regimento Escolar, bem como outras determinações emanadas da Direção do Colégio; Cuidar do seu material escolar e pertences pessoais. O Colégio não se responsabiliza pela perda dos mesmos; Comparecer às solenidades, festas cívicas e outros eventos promovidos pelo estabelecimento. Fica Proibido aos alunos: Ocupar-se, durante as aulas, com atividades alheias às mesmas ou portar material estranho aos estudos; Obs.: O aluno deverá entregar o material inadequado à aula sempre que solicitado, e este será devolvido posteriormente à família. Entrar ou sair de sala sem autorização do professor; Comer durante as aulas; Promover atividades extraclasse, campanhas, ou comércio de qualquer natureza, sem autorização da Direção; Usar o telefone celular durante as aulas e avaliações; Processo Disciplinar A infração de qualquer dos deveres e a transgressão das proibições sujeitam o aluno, conforme a gravidade da falta, às seguintes penalidades:

6 Advertência oral; Advertência por escrito; Afastamento temporário da sala de aula (encaminhamento para atividade pedagógica) comunicado à família; Encaminhamento a outros profissionais (psicólogo, médico...); Transferência de turma; Transferência consensual, mediante anuência dos pais. Atrasos e Faltas A pontualidade e a assiduidade são atitudes consideradas importantes na formação, socialização e adaptação da criança no Colégio. Os atrasos ou faltas devem ser justificados à professora da turma ou coordenadora, para que seu motivo fique registrado. A tolerância de atraso no 1º horário para a entrada em sala de aula é de 15 (quinze) minutos. Havendo reincidência nos atrasos a família será notificada, visto que o atraso compromete o desenvolvimento do aluno. Observações: Situações especiais demandam acompanhamento e deverão ser informadas ao Serviço de Orientação Educacional. Uniforme É fundamental que o aluno esteja devidamente fardado, seguindo as regras da escola. Informamos que o uniforme somente deve ser comprado em lojas oficiais. Consulte informação na Secretaria do Colégio e evite problemas, visto que será vetado o uso de fardamento que não esteja em conformidade com os padrões de criação, cor, aplicação de marca e modelagem definidos pela escola. O nosso fardamento compõe-se de peças variadas para a escolha do aluno. Calça de tactel ou helanca vermelha com logomarca do Colégio; Short de tactel ou helanca vermelho com a logomarca do Colégio; Short-Saia de tactel vermelho com a logomarca do Colégio; Bermuda jeans azul; Blusa com manga ou camiseta com a logomarca do Colégio; Sandália, tênis ou sapato fechado de qualquer cor; (Não será permitido sandália ou sapato de salto) Observações importantes: a) O uso de boné será permitido nas dependências do Colégio, com exceção da sala de aula.

7 Agenda Escolar O Colégio conta com a parceria das famílias no acompanhamento diário da agenda escolar que é uma ferramenta de comunicação importante entre família e escola. É importante que o responsável acompanhe diariamente a agenda, observando os comunicados e as atividades que devem ser realizadas em casa. Pedimos também que o responsável assine a agenda para que fique registrado o seu acompanhamento. Aniversários Para comemorar o aniversário do aluno da Educação Infantil no Colégio algumas normas devem ser seguidas: A data do aniversário deve ser marcada antecipadamente com a coordenação. Participarão da comemoração apenas os colegas da turma, a professora, a auxiliar de classe e os familiares. Solicitamos que inclua no lanche do aniversário suco para as crianças que não tomam refrigerante. As atividades escolares transcorrerão normalmente nesse dia. O uso do fardamento, portanto, é obrigatório com exceção do aniversariante. O Brinquedo Acreditamos que é importante para a criança a socialização dos seus brinquedos com os colegas. Por isso, fica acertado que toda segunda-feira, o aluno da Educação Infantil poderá trazê-los, ficando proibido nos demais dias da semana. Entretanto, não é permitido que traga brinquedos como: patins, bicicletas, skates, brinquedos eletrônicos, objetos eletrônicos como MP3, celulares, discman, etc. ou brinquedos de grande valor financeiro e/ou emocional. O Colégio não se responsabilizará pelos brinquedos eventualmente danificados ou perdidos. Lanche Objetivando incentivar bons hábitos alimentares nas crianças, solicitamos que o lanche seja de preferência natural e nutritivo. Diariamente deve ser oferecido no lanche da criança uma fruta. Ao mandar lanche industrializado observe atentamente à validade do produto. Lanches que necessitam ser mantidos em temperatura baixa devem ser enviados em lancheira térmica ou ser avisado a auxiliar de classe a necessidade de manter refrigerado. A lancheira e o lanche deverá ser marcado diariamente com o nome da criança para evitar possíveis trocas. Reuniões com as famílias Acreditando na importância da relação família e escola, realizamos reuniões por unidade para discutir os processos pedagógicos referentes à turma. Para tratar de questões particulares, solicitamos que a família marque um horário com a coordenação. A impossibilidade de comparecimento a qualquer reunião agendada

8 pela escola, deve ser comunicada ao Colégio para marcação de um novo encontro, de acordo com a disponibilidade de horários entre ambas. Transporte Escolar É responsabilidade do transporte escolar entregar e pegar o aluno da Educação infantil na sala de aula com a professora e/ou auxiliar da turma. Solicitamos que o transporte respeite os horários do Colégio, evitando assim, solicitar a ausência da criança antes do horário de conclusão da sua rotina escolar, o que poderá prejudicar o seu desempenho em sala de aula durante o processo. Projetos: Educação Infantil (1 por trimestre) 1- Qualidade de vida Tem como objetivo abordar a importância de uma melhor qualidade de vida desde pequeno, cuidados com seu eu, com a escola e com o grupo. 2- Natureza viva Tem como objetivo abordar a importância de uma melhor qualidade de vida desde pequeno, cuidados com seu eu, com a escola e com o grupo e com o meio ambiente. 3- Impacto Cultural. ( Educação Infantil e Ensino Fundamental) Ensino Fundamental do 1º ao 5º ano 9 (1 por semestre) 1-Natureza Viva - Tem como objetivo principal despertar na criança a consciência de construção de um mundo melhor, criando alternativas para que o homem tenha uma melhor qualidade de vida. 2- Impacto Cultural É o projeto do 3º trimestre da Ed. Infantil e do 2º semestre do Ensino Fundamental, busca abordar a cultura de forma diversificada, trazendo para a realidade temas escolhidos a cada ano, sua culminância é realizada no teatro com um Musical de Encerramento. 3-Projeto de leitura Ciranda do livro Além das histórias contadas e ouvidas na sala de aula, toda quinta-feira a criança levará para casa um livro de literatura para ser lido com a família e devolvido para o colégio na segunda-feira seguinte. Gostaríamos de ressaltar que, esse momento de contar e ouvir a história com a criança, além de incentivar o hábito da leitura, aproxima pais e filhos em um agradável encontro com o mundo da fantasia e imaginação, fortalece o vínculo afetivo e proporciona um momento único na relação entre ambos. O livro que virou teatro Durante o ano letivo todas as turmas vão ouvir muitas histórias e uma delas vai virar teatro que será apresentada para os pais. Os pais da turma serão avisados previamente para que possam se organizar e vir prestigiar os seus pequenos atores entrando em cena.

9 Acidentes O Colégio prestará os primeiros cuidados, entrando imediatamente em contato com a família por telefone, a fim de que a mesma possa tomar as providências necessárias. A depender da gravidade do acidente o Colégio encaminhará o aluno imediatamente para clínica ou hospital indicado pelos pais na ficha de cadastro e avisará aos mesmos logo em seguida. Medicamentos A administração de medicamentos é feita em casos de febre e ferimentos leves. Para isso, consultamos a ficha do aluno, verificando alergias e a indicação de medicações a ministrar. Em casos de febre ou outro acontecimento, a família é sempre imediatamente comunicada para encaminhamento das devidas providências. Em casos especiais, onde se faz necessária a administração de medicamentos no período das aulas, recomendamos que a família entre em contato com o Colégio. Mais uma vez, ressaltamos a importância em se manter o cadastro com informações atualizadas sobre o aluno e a família. Em caso de dúvidas sobre situações que não foram especificadas neste Manual, entre em contato direto com a professora, coordenadora ou com a direção do Colégio para que possamos ajudá-los. Seguem abaixo os nossos telefones de contato: (71) ou ou Seguem abaixo os nossos s: Geral: Direção Pedagógica Ana Raphaela Medina Direção Administrativa Maria Fernanda Coelho Schumann Coordenação Pedagógica Karla Regina Marques da Boa Morte - Orientação educacional Trissiane Carvalho Miguez -

MANUAL DO ALUNO E DA FAMÍLIA EDUCAÇÃO INFANTIL

MANUAL DO ALUNO E DA FAMÍLIA EDUCAÇÃO INFANTIL MANUAL DO ALUNO E DA FAMÍLIA EDUCAÇÃO INFANTIL A Educação Infantil tem como finalidade o desenvolvimento integral da criança até os seis anos de idade, em seus aspectos físico, psicológico, intelectual

Leia mais

ESCOLA OFFICINA DO SABER. DIREITOS E DEVERES DO ALUNO (Texto retirado do Regimento Escolar)

ESCOLA OFFICINA DO SABER. DIREITOS E DEVERES DO ALUNO (Texto retirado do Regimento Escolar) ESCOLA OFFICINA DO SABER DIREITOS E DEVERES DO ALUNO (Texto retirado do Regimento Escolar) O aluno, razão de ser da escola, tendo em vista o seu próprio crescimento e o dos seus colegas, procurará sempre

Leia mais

O uniforme identifica o aluno, por isso sempre que vier ao Colégio, o aluno deverá se apresentar completamente uniformizado.

O uniforme identifica o aluno, por isso sempre que vier ao Colégio, o aluno deverá se apresentar completamente uniformizado. INFORMATIVO PARA MATRICULA -2015 Seguem, abaixo, algumas informações necessárias que visam a maiores esclarecimentos quanto ao uso do uniforme, horário, transporte escolar, agenda, material escolar, atendimento

Leia mais

Estes que devem ser cultivados e cumpridos tanto pela família quanto pela escola, por isso seguem algumas orientações para casos específicos.

Estes que devem ser cultivados e cumpridos tanto pela família quanto pela escola, por isso seguem algumas orientações para casos específicos. ENSINO FUNDAMENTAL 1 NECESSIDADE DE REGRAS Para organização e convivência em qualquer segmento da sociedade se faz necessário a construção de regras que assegurem aos cidadãos tranquilidade e satisfação,

Leia mais

NORMAS DE CONVIVÊNCIA

NORMAS DE CONVIVÊNCIA NORMAS DE CONVIVÊNCIA Prezado aluno, Através deste manual, que deve ser consultado sempre que necessário, você terá acesso a informações sobre a estrutura e funcionamento do colégio e sobre os procedimentos

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DO COTIDIANO E ROTINA ESCOLAR ENSINO FUNDAMENTAL II (6º ao 9º ano) E MÉDIO

ORGANIZAÇÃO DO COTIDIANO E ROTINA ESCOLAR ENSINO FUNDAMENTAL II (6º ao 9º ano) E MÉDIO ORGANIZAÇÃO DO COTIDIANO E ROTINA ESCOLAR ENSINO FUNDAMENTAL II (6º ao 9º ano) E MÉDIO Neste texto, encontram-se instruções sobre horários, atrasos, uniformes, faltas; processo de avaliação, recuperação

Leia mais

Orientações Gerais APRESENTAÇÃO

Orientações Gerais APRESENTAÇÃO Orientações Gerais Sacramentinas APRESENTAÇÃO Considerando a Lei de Diretrizes e Bases da Educação 9394/96 e o Estatuto da Criança e do Adolescente, a Educação Infantil da nossa escola se propõe a desenvolver

Leia mais

EDITAL DE MATRÍCULA. a) Período de matrícula dos cursos Maternal Edc. Infantil Ens. Fundamental: 1º ao 5º ano 07/12/2012 Grupo I ao V 10/12/2012

EDITAL DE MATRÍCULA. a) Período de matrícula dos cursos Maternal Edc. Infantil Ens. Fundamental: 1º ao 5º ano 07/12/2012 Grupo I ao V 10/12/2012 Panda Orientação Escolar Rua Praia de Itapuã Q-10, Lote 01 Vilas do Atlântico Lauro de Freitas Ba 071-3379-3856 / Fax: 071-3379-7850 / cel.: 071-8794-0030 E-mail : pandaoe@gmail.com EDITAL DE MATRÍCULA

Leia mais

12 DE MARÇO DIA ESTADUAL DA FAMÍLIA PRESENTE NA ESCOLA

12 DE MARÇO DIA ESTADUAL DA FAMÍLIA PRESENTE NA ESCOLA 12 DE MARÇO DIA ESTADUAL DA FAMÍLIA PRESENTE NA ESCOLA Mensagem de Boas-Vindas Diretor Atividade Cultural PROJETO ESTADUAL FAMÍLIA PRESENTE NA EDUCAÇÃO O Projeto FAMÍLIA PRESENTE NA EDUCAÇÃO compõe uma

Leia mais

M.A.P.A. 2014. ENSINO FUNDAMENTAL II (6º ao 9º ano)

M.A.P.A. 2014. ENSINO FUNDAMENTAL II (6º ao 9º ano) M.A.P.A. 2014 MANUAL DE APOIO A PAIS E ALUNOS ENSINO FUNDAMENTAL II (6º ao 9º ano) Organização Curricular Língua Portuguesa Matemática Ciências História Geografia Ciências Sociais Arte Educação Física

Leia mais

M.A.P.A. 2014 Manual de Apoio aos Pais e Alunos

M.A.P.A. 2014 Manual de Apoio aos Pais e Alunos Organização Curricular Língua Portuguesa Matemática Ciências História Geografia Ciências Sociais Arte Educação Física Inglês Espanhol Música Informática Composição do material M.A.P.A. 2014 Manual de Apoio

Leia mais

REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA FACULDADE DE APUCARANA FAP

REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA FACULDADE DE APUCARANA FAP REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA FACULDADE DE APUCARANA FAP Regulamento do Curricular Supervisionado do Curso de Graduação em Pedagogia - Licenciatura Faculdade de

Leia mais

MANUAL DO ALUNO DA ED. INFANTIL

MANUAL DO ALUNO DA ED. INFANTIL MANUAL DO ALUNO DA ED. INFANTIL SENHORES PAIS, RESPONSÁVEIS, Agradecemos a todas as famílias a confiança que têm depositado no projeto de Educação do Colégio CAFA. O MANUAL DO ALUNO é uma coletânea de

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC REGULAMENTO DO ESTÁGIOS CURRICULARES OBRIGATÓRIOS E NÃO- OBRIGATÓRIOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNISC

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC REGULAMENTO DO ESTÁGIOS CURRICULARES OBRIGATÓRIOS E NÃO- OBRIGATÓRIOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNISC UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC REGULAMENTO DO ESTÁGIOS CURRICULARES OBRIGATÓRIOS E NÃO- OBRIGATÓRIOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNISC CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º O presente Regulamento

Leia mais

COLÉGIO ACLIMAÇÃO Normas Internas / 2013

COLÉGIO ACLIMAÇÃO Normas Internas / 2013 COLÉGIO ACLIMAÇÃO Normas Internas / 2013 Normas Internas 2013 *Objetivos Gerais: Nosso objetivo á desenvolver a construção do conhecimento das competências e habilidades, a formação dos valores éticos

Leia mais

ORIENTAÇÕES EDUCAÇÃO INFANTIL e ENSINO FUNDAMENTAL I

ORIENTAÇÕES EDUCAÇÃO INFANTIL e ENSINO FUNDAMENTAL I ORIENTAÇÕES EDUCAÇÃO INFANTIL e ENSINO FUNDAMENTAL I Educação Infantil A professora estará na sala de aula recebendo os alunos nos seguintes horários: No período matutino a partir das 7h30min. No período

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE NUTRIÇÃO CURRÍCULO 2 I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE NUTRIÇÃO CURRÍCULO 2 I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE NUTRIÇÃO CURRÍCULO 2 I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Nutrição é uma atividade obrigatória, em consonância com as Diretrizes Curriculares Nacionais

Leia mais

Manual de Formatura. Manual de Formatura NOVA Faculdade

Manual de Formatura. Manual de Formatura NOVA Faculdade Manual de Formatura Direção Diretora Executiva Renata Carla Castro Diretor Geral Pablo Bittencourt Diretor Acadêmico Ricardo Medeiros Ferreira Este manual tem a finalidade de orientar os procedimentos

Leia mais

22/12/2014 a 09/01/2015 Secretaria / Tesouraria FECHADAS

22/12/2014 a 09/01/2015 Secretaria / Tesouraria FECHADAS BOLETIM INFORMATIVO 2015 Título: PROCESSO DE MATRÍCULA Unidade Organizacional: COLÉGIO REGINA MUNDI Objetivo: Esclarecer dúvidas correlacionadas ao processo de matrícula nas escolas da Rede Santa Paulina.

Leia mais

CRUZ AZUL DE SÃO PAULO

CRUZ AZUL DE SÃO PAULO 1. TABELA DE SERVIÇOS INSTRUÇÕES DA ESCOLA PERMANÊNCIA (pós-horário) (1) R$ 27,40 LANCHE DIÁRIO avulso (2) R$ 4,40 ALMOÇO DIÁRIO avulso (2) R$ 7,70 CONTRATO DE REFEIÇÃO MENSAL ALMOÇO (2) R$ 161,00 CONTRATO

Leia mais

Educando corações novos, para um mundo novo MANUAL DE NORMAS DISCIPLINARES. Educação Infantil, Ensino Fundamental (I e II) e Ensino Médio

Educando corações novos, para um mundo novo MANUAL DE NORMAS DISCIPLINARES. Educação Infantil, Ensino Fundamental (I e II) e Ensino Médio Educando corações novos, para um mundo novo MANUAL DE NORMAS DISCIPLINARES Educação Infantil, Ensino Fundamental (I e II) e Ensino Médio Horários de Entrada e Saída: Educação Infantil e Ensino Fundamental

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA ACADÊMICA EM CURSOS SUPERIORES E SUBSEQUENTES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA ACADÊMICA EM CURSOS SUPERIORES E SUBSEQUENTES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CAMPUS OSÓRIO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA ACADÊMICA

Leia mais

Manual Básico do Estagiário Modalidades: Obrigatório e Não obrigatório Lei Federal nº. 11.788/2008 Lei Municipal nº. 10.724/2009

Manual Básico do Estagiário Modalidades: Obrigatório e Não obrigatório Lei Federal nº. 11.788/2008 Lei Municipal nº. 10.724/2009 PREFEITURA MUNICIPAL DE UBERABA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO CENTRAL DE DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS PROGRAMA DE ESTÁGIO Manual Básico do Estagiário Modalidades: Obrigatório e Não obrigatório

Leia mais

1) SISTEMA DE AVALIAÇÃO

1) SISTEMA DE AVALIAÇÃO 1 2 Sumário 1) SISTEMA DE AVALIAÇÃO...4 1.1) PAA Projeto de Auxílio Aprendizagem...4 2) PROVAS E TRABALHOS...5 2.1) Provas Atrasadas...5 Como proceder:...5 2.2) Provas de Recuperação...5 2.3) Trabalhos...5

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Engenharia de Alimentos é uma atividade obrigatória, em consonância com as Diretrizes

Leia mais

ser tratado com respeito, atenção e urbanidade pelos diretores, professores, funcionários do Amplo e colegas;

ser tratado com respeito, atenção e urbanidade pelos diretores, professores, funcionários do Amplo e colegas; TERCEIRÃO 2016 DIREITOS DO ALUNO São direitos do aluno matriculado no Colégio Amplo, além dos previstos no Contrato de Prestação de Serviços Educacionais e em outros tópicos deste manual: ser tratado com

Leia mais

SER / SOCIEDADE EDUCACIONAL ROCHA

SER / SOCIEDADE EDUCACIONAL ROCHA SER / SOCIEDADE EDUCACIONAL ROCHA Prezados Pais, Responsáveis e Alunos Recomendamos a todos que leiam com atenção cada uma destas orientações, pois os pais e responsáveis dos alunos matriculados no SER

Leia mais

ENTRADA E SAÍDA DO ALUNO NA ESCOLA

ENTRADA E SAÍDA DO ALUNO NA ESCOLA HORÁRIO MODALIDADES PARCIAL 6 horas (7:00h às 13:00h) ou (13:00h às 19:00h) INTEGRAL 12 horas (07:00h às 19:00h) ENTRADA E SAÍDA DO ALUNO NA ESCOLA Os alunos serão entregues somente aos pais ou responsáveis

Leia mais

MANUAL DO ALUNO PEDAGOGIA Salvador - Bahia

MANUAL DO ALUNO PEDAGOGIA Salvador - Bahia MANUAL DO ALUNO PEDAGOGIA Salvador - Bahia Caro(a) Estudante(a) Baseado no Regulamento do Curso, o Manual do Estudante da Graduação de Pedagogia do Instituto Superior de Educação Ocidemnte ISEO resumido

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO FACULDADE EDUCACIONAL DE MEDIANEIRA MISSÃO: FORMAR PROFISSIONAIS CAPACITADOS, SOCIALMENTE RESPONSÁVEIS E APTOS A PROMOVEREM AS TRANSFORMAÇÕES FUTURAS. ESTÁGIO SUPERVISIONADO LETRAS COM HABILITAÇÃO EM LÍNGUA

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. Departamento Regional de São Paulo. Escola SENAI Hessel Horácio Cherkassky

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. Departamento Regional de São Paulo. Escola SENAI Hessel Horácio Cherkassky SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL Departamento Regional de São Paulo GUIA DE REFERÊNCIA RÁPIDA DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO GUIA DO ALUNO Cubatão SP SUMÁRIO página 1. O QUE É ESTÁGIO SUPERVISIONADO?

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Engenharia Mecânica é uma atividade obrigatória, em consonância com as Diretrizes Curriculares

Leia mais

1 PROCESSO DE AVALIAÇÃO ENSINO MEDIO (ANUAL):

1 PROCESSO DE AVALIAÇÃO ENSINO MEDIO (ANUAL): 1 PROCESSO DE AVALIAÇÃO ENSINO MEDIO (ANUAL): Em consonância com a Legislação Vigente e as práticas pedagógicas adotadas pela Escola, estabeleceu-se como sistemática para cálculo da média anual, as seguintes

Leia mais

www.queroserprofessor.

www.queroserprofessor. www.queroserprofessor. Documento Revisado em março de 2011 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 2. O QUE É A MONITORIA? 3. OBJETIVOS DA MONITORIA 4. CONDIÇÕES PARA PARTICIPAR DA MONITORIA 5. INSCRIÇÃO 6. ATRIBUIÇÕES

Leia mais

MANUAL DO ALUNO. Ano Letivo

MANUAL DO ALUNO. Ano Letivo Sistema Mackenzie de Ensino MANUAL DO ALUNO Ano Letivo 2016 Tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para o Senhor, e não para os homens, sabendo que receberão do Senhor a recompensa da herança.

Leia mais

REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS: CENTRAL E INFANTIL

REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS: CENTRAL E INFANTIL REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS: CENTRAL E INFANTIL DA NATUREZA Art. 1º - A Biblioteca do Colégio Catarinense, apresentando características inovadoras, alicerçada no conhecimento e na qualidade na prestação

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Escopo O estágio supervisionado visa proporcionar ao aluno experiência prática pré-profissional em empresas privadas e públicas colocando-o em contato com a realidade das indústrias

Leia mais

Educação Profissional Cursos Técnicos. Regulamento de Estágio Supervisionado

Educação Profissional Cursos Técnicos. Regulamento de Estágio Supervisionado Educação Profissional Cursos Técnicos Regulamento de Estágio Supervisionado CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - O presente Regulamento de Estágio Supervisionado refere-se à formação do aluno

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIOS. Lei de estágio 11.788/08

MANUAL DE ESTÁGIOS. Lei de estágio 11.788/08 MANUAL DE ESTÁGIOS Lei de estágio 11.788/08 O QUE É ESTÁGIO O estágio tem por finalidade proporcionar a complementação da formação acadêmica e permite que o estudante tenha acesso ao campo de sua futura

Leia mais

COLÉGIO ACLIMAÇÃO Normas Internas 2016 *Objetivos Gerais: Instalações:

COLÉGIO ACLIMAÇÃO Normas Internas 2016 *Objetivos Gerais: Instalações: COLÉGIO ACLIMAÇÃO Razão: Ensino Infantil e Fundamental W A C S/C Ltda. CNPJ: 05.337.280/0001-41 Tel: 11 3341-1329 Fax: 11 3271-7424 Rua Teodureto Souto, 970 Aclimação CEP: 01539-000 São Paulo SP. www.colegioaclimacao.com.br

Leia mais

GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TECNOLÓGICOS

GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TECNOLÓGICOS GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TECNOLÓGICOS 1 SUMÁRIO 3 INTRODUÇÃO 4 DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO 6 RESCISÃO DO CONTRATO DE ESTÁGIO 7 CONCLUSÃO DE CURSO 7 RELATÓRIO TÉCNICO 8 AVALIAÇÃO DE

Leia mais

Pró-Reitoria Acadêmica Coordenadoria de Graduação Serviço de Apoio ao Estudante GUIA DO MONITOR

Pró-Reitoria Acadêmica Coordenadoria de Graduação Serviço de Apoio ao Estudante GUIA DO MONITOR Pró-Reitoria Acadêmica Coordenadoria de Graduação Serviço de Apoio ao Estudante GUIA DO MONITOR 2008 SUMÁRIO 1 Introdução 2 O que é Monitoria 2 Quem é o Monitor do Cesupa 2 Competências e Deveres do Monitor

Leia mais

Colégio São Francisco Circ. nº. 001/16 1. AGENDA ESCOLAR 2. HORÁRIO a) Educação Infantil b) Ensino Fundamental I Ensino Fundamental II Ensino Médio

Colégio São Francisco Circ. nº. 001/16 1. AGENDA ESCOLAR 2. HORÁRIO a) Educação Infantil b) Ensino Fundamental I Ensino Fundamental II Ensino Médio Colégio São Francisco Circ. nº. 001/16 Senhores pais/responsáveis: Estamos iniciando mais um ano letivo. Este ano completamos 25 anos de trabalho e parceria com toda a comunidade escolar. Nestes 25 anos

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS - APS

REGULAMENTO GERAL DAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS - APS REGULAMENTO GERAL DAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS - APS O presente Regulamento normatiza as Atividades Práticas Supervisionadas (APS) nos cursos de graduação da Faculdade Shalom de Ensino Superior,

Leia mais

Manual do Aluno e Regulamento Interno

Manual do Aluno e Regulamento Interno Manual do Aluno e Regulamento Interno Índice Principais Atividades 3 Cursos 3 Treinamentos 3 Convênios 3 Premiações 3 Certificação 4 Publicações 4 Biblioteca 4 Centro de Memória 4 Visitas à Bolsa 4 Localize-se

Leia mais

1ª EDIÇÃO DO PRÊMIO EXPERIÊNCIAS DE SUCESSO PROFESSOR NOTA 10 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I

1ª EDIÇÃO DO PRÊMIO EXPERIÊNCIAS DE SUCESSO PROFESSOR NOTA 10 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I Das Disposições Gerais 1ª EDIÇÃO DO PRÊMIO EXPERIÊNCIAS DE SUCESSO PROFESSOR NOTA 10 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I Art. 1º - O Prêmio Experiências de Sucesso 2015 Professor Nota 10, é uma promoção da Secretaria

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO MARAJÓ- BREVES FACULDADE DE LETRAS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO MARAJÓ- BREVES FACULDADE DE LETRAS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO MARAJÓ- BREVES FACULDADE DE LETRAS REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM LETRAS/PORTUGUÊS INTRODUÇÃO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 074, DE 20 DE ABRIL DE 2016.

RESOLUÇÃO Nº. 074, DE 20 DE ABRIL DE 2016. RESOLUÇÃO Nº. 074, DE 20 DE ABRIL DE 2016. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS, no uso de suas atribuições legais e considerando o Parecer nº 43/2016

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS COMPLEMENTARES DE ESTÁGIO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL

INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS COMPLEMENTARES DE ESTÁGIO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS COMPLEMENTARES DE ESTÁGIO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL Art. 1 o O Estágio regulamentado pela Lei N o 11.788, de

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA FACULDADE SÃO CAMILO-MG

REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA FACULDADE SÃO CAMILO-MG 1 REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA FACULDADE SÃO CAMILO-MG CAPÍTULO I Disposição preliminares Art 1º A Biblioteca da Faculdade São Camilo-MG tem por objetivo geral apoiar as atividades de ensino-aprendizagem

Leia mais

3. O que é estágio não obrigatório? É uma atividade opcional, acrescida à carga horária regular e obrigatória. ( 2º do art. 2º da Lei nº 11.

3. O que é estágio não obrigatório? É uma atividade opcional, acrescida à carga horária regular e obrigatória. ( 2º do art. 2º da Lei nº 11. 1. O que é o estágio? A Lei nº 11.788, de 25 de setembro de 2008, define o estágio como o ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho

Leia mais

Universidade Federal de Viçosa Campus de Rio Paranaíba - MG. Normas do Ambulatório de Atenção Nutricional Curso de Nutrição (UFV/CRP)

Universidade Federal de Viçosa Campus de Rio Paranaíba - MG. Normas do Ambulatório de Atenção Nutricional Curso de Nutrição (UFV/CRP) Universidade Federal de Viçosa Campus de Rio Paranaíba - MG Normas do Ambulatório de Atenção Nutricional Curso de Nutrição (UFV/CRP) Rio Paranaíba Novembro 2012 INTRODUÇÃO O Ambulatório de Atenção Nutricional

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Administração é uma atividade obrigatória, em consonância com as Diretrizes Curriculares Nacionais

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ FACULDADE DE MATEMÁTICA CURSO DE MATEMÁTICA REGULAMENTO N 001, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2013

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ FACULDADE DE MATEMÁTICA CURSO DE MATEMÁTICA REGULAMENTO N 001, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ FACULDADE DE MATEMÁTICA CURSO DE MATEMÁTICA REGULAMENTO N 001, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2013 Estabelece os procedimentos necessários à sistematização do Estágio Curricular Supervisionado

Leia mais

DIRETRIZES GERAIS PARA OS PROFESSORES DA FAMA 2 SEMESTRE DE 2015

DIRETRIZES GERAIS PARA OS PROFESSORES DA FAMA 2 SEMESTRE DE 2015 DIRETRIZES GERAIS PARA OS PROFESSORES DA FAMA 2 SEMESTRE DE 2015 1. Os professores devem possuir o Manual do Professor, Calendário Acadêmico e as Diretrizes Gerais. A falta de algum destes instrumentos

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO DE BOLSAS DE ESTUDO DO COLÉGIO IMPÉRIO DO SABER

REGULAMENTO DO CONCURSO DE BOLSAS DE ESTUDO DO COLÉGIO IMPÉRIO DO SABER REGULAMENTO DO CONCURSO DE BOLSAS DE ESTUDO DO COLÉGIO IMPÉRIO DO SABER Da apresentação do concurso e inscrição Art. 1º O Concurso de Bolsas de Estudo do Colégio Império do Saber tem como finalidade a

Leia mais

Orientações gerais para as famílias. Educação Infantil

Orientações gerais para as famílias. Educação Infantil 2015 Orientações gerais para as famílias Educação Infantil DIREÇÃO PEDAGÓGICA Profª. Monica B. Mazzo - Diretora Pedagógica - mmazzo@absabin.com.br Profª. Suzy Vieira Março de Souza - Coordenadora - ssouza@absabin.com.br

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIOS DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE PAULISTA - UNORP

REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIOS DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE PAULISTA - UNORP REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIOS DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE PAULISTA - UNORP CAPÍTULO I DOS FUNDAMENTOS LEGAIS Artigo 1º- O presente regulamento de estágios do Centro Universitário do Norte Paulista

Leia mais

Manual de Orientações 2012 Educação Infantil e 1º Ano

Manual de Orientações 2012 Educação Infantil e 1º Ano Colégio Via Sapiens Manual de Orientações 2012 Educação Infantil e 1º Ano Srs. Pais ou Responsáveis, Iniciamos mais um ano letivo e para o Via esse é um momento importante para estabelecer as relações

Leia mais

Regulamento da Biblioteca. Este Regulamento define normas para a prestação e utilização dos serviços da Biblioteca.

Regulamento da Biblioteca. Este Regulamento define normas para a prestação e utilização dos serviços da Biblioteca. PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO Biblioteca Paulo Lacerda de Azevedo Regulamento da Biblioteca Este Regulamento define normas para a prestação e utilização dos serviços da Biblioteca. Usuários da Biblioteca Alunos

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA MONITORIA 2013.1

EDITAL DE SELEÇÃO PARA MONITORIA 2013.1 A Faculdade Unida da Paraíba, mantida pela Sociedade Paraibana de Educação e Cultura ASPEC com sede em João Pessoa, PB, torna públicas as regras de funcionamento do sistema de Monitoria no Curso de Graduação,

Leia mais

www.facebook.com/colegiocest

www.facebook.com/colegiocest www.facebook.com/colegiocest PERCURSO DO ESTAGIÁRIO O MANUAL Educar é construir pontes, é pegar o amanhã pela mão e falar: Hey!!! eu estou contigo, é ensinar e aprender, mostrar que a borboleta era uma

Leia mais

Regulamento de Estágios ORIENTAÇÕES GERAIS

Regulamento de Estágios ORIENTAÇÕES GERAIS Regulamento de Estágios ORIENTAÇÕES GERAIS Versão 1.0 2015 I. Introdução Consistirá o estágio em um período de trabalho, realizado pelo aluno, sob o controle de uma autoridade docente, em um estabelecimento

Leia mais

A O S P A I S C O O L É G G I I O

A O S P A I S C O O L É G G I I O PROGRAMAÇÃO 2015 FUNDAMENTA L I ED. INFANTIL D A D O S P E S S O A I S CEP: 01 A O S P A I S Entender a criança no seu todo, repeitando suas necessidades e tendo o cuidado de inserir a educação de forma

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA CECÍLIA MEIRELES

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA CECÍLIA MEIRELES REGULAMENTO DA BIBLIOTECA CECÍLIA MEIRELES 1) DO ACESSO E DO FUNCIONAMENTO 1.1) Horário de funcionamento: De segunda a sexta-feira, das 8h às 18h50min. 1.2) Quem pode usar a Biblioteca: I. Alunos regularmente

Leia mais

ANEXO II. Regulamentação da Educação Profissional Técnica de Nível Médio Integrado. Capítulo I Da admissão

ANEXO II. Regulamentação da Educação Profissional Técnica de Nível Médio Integrado. Capítulo I Da admissão ANEXO II ORGANIZAÇÃO DIDÁTICA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA SERTÃO PERNANBUCANO Resolução nº 031/2010 De 30 de setembro de 2010 Regulamentação da Educação Profissional Técnica de

Leia mais

TÍTULO I DA NATUREZA, DAS FINALIDADES CAPÍTULO I DA NATUREZA. PARÁGRAFO ÚNICO Atividade curricular com ênfase exclusiva didático-pedagógica:

TÍTULO I DA NATUREZA, DAS FINALIDADES CAPÍTULO I DA NATUREZA. PARÁGRAFO ÚNICO Atividade curricular com ênfase exclusiva didático-pedagógica: REGULAMENTO GERAL PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS DO IFRR N A regulamentação geral de estágio tem por objetivo estabelecer normas e diretrizes gerais que definam uma política

Leia mais

A Coordenação de Estágios informa:

A Coordenação de Estágios informa: A Coordenação de Estágios informa: I Informações gerais e Dúvidas frequentes sobre o Estágio: Tudo que você precisa saber sobre a nova lei de estágio 1. O que é o estágio? A Lei nº 11.788, de 25 de setembro

Leia mais

HORÁRIO DE ENTRADA E SAÍDA

HORÁRIO DE ENTRADA E SAÍDA HORÁRIO DE ENTRADA E SAÍDA 1. Os alunos serão entregues somente aos pais ou responsáveis autorizados no ato da matrícula. Por questão de segurança, a entrega de alunos a pessoas que não estejam elencadas

Leia mais

FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E ARTES CEUNSP

FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E ARTES CEUNSP FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E ARTES CEUNSP MANUAL DE ESTÁGIO Faculdade de Comunicação e Artes Conteúdo INTRODUÇÃO PASSO-A-PASSO DO ESTÁGIO CENTRAL DE ESTÁGIOS DA FCA-CEUNSP DÚVIDAS FREQÜENTES 1 MANUAL DE

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL GOIANO CÂMPUS POSSE-GO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL GOIANO CÂMPUS POSSE-GO Normas para uso dos Laboratórios de Informática vinculados a Coordenação do Curso de Informática e ao Departamento de Tecnologia da Informação do IF Goiano Câmpus Posse GO. POSSE GO 2015 Sumário TÍTULO

Leia mais

Centro Internacional de Educação Integrada

Centro Internacional de Educação Integrada Centro Internacional de Educação Integrada Sociedade Pedagógica Brasil Suiça Ltda. Estrada do Pontal 2093 Recreio dos Bandeirantes RJ Site: www.ciei.g12.br SUMÁRIO 1. Introdução 2. Adaptação 3. Atrasos

Leia mais

GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TÉCNICOS

GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TÉCNICOS GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TÉCNICOS 1 SUMÁRIO 3 INTRODUÇÃO 3 DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO 5 RESCISÃO DO CONTRATO DE ESTÁGIO 6 CONCLUSÃO DE CURSO 6 RELATÓRIO TÉCNICO 7 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

Leia mais

Decreto Nº 13.840 de 21/09/2009

Decreto Nº 13.840 de 21/09/2009 Decreto Nº 13.840 de 21/09/2009 Dispõe sobre estágios no âmbito da Administração Pública Direta e Indireta do Estado do Piauí para estudantes regularmente matriculados e com frequência efetiva, vinculados

Leia mais

Lucia Maria Sá Barreto de Freitas

Lucia Maria Sá Barreto de Freitas RESOLUÇÃO DO CONSEPE Nº 12/2010 Aprova o Regulamento das Atividades de Estágio do Curso de Engenharia de Produção da FSSS e dá outras Providências. A PRESIDENTE DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO-

Leia mais

CEAP das 16h às 22h - de segunda a sexta-feira

CEAP das 16h às 22h - de segunda a sexta-feira Caro Professor, Seja bem- vindo à UNIRON. Abaixo, fizemos um roteiro indicando as principais informações sobre os processos acadêmicos e administrativos. Para mais informações, consultar o manual do professor

Leia mais

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES- EDUCAÇÃO BÁSICA E ESCOLA TÉCNICAS 2014/2015

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES- EDUCAÇÃO BÁSICA E ESCOLA TÉCNICAS 2014/2015 PAUTA DE REIVINDICAÇÕES- EDUCAÇÃO BÁSICA E ESCOLA TÉCNICAS 2014/2015 1 - Manutenção de todas as cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho 2014/2015, celebrados entre Sinproep-DF e Sinepe-DF com os seguintes

Leia mais

Este Informativo serve como norteador da prática docente sendo pautado no Calendário Acadêmico e Regimento da IES.

Este Informativo serve como norteador da prática docente sendo pautado no Calendário Acadêmico e Regimento da IES. APRESENTAÇÃO O CESVALE agradece aos seus colaboradores professores que de maneira especial dedicaram-se ao seu fazer docente durante o ano que findou, esperando contar com o mesmo empenho e desempenho

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA ESTÁGIOS

MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA ESTÁGIOS MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA ESTÁGIOS Lei de estágio 11.788/08 O estágio tem por finalidade proporcionar a complementação da formação acadêmica e permite que o estudante tenha acesso ao campo de sua futura

Leia mais

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO DOS DISCENTES DESTE CAMPUS EM: VISITAS TÉCNICAS CAPÍTULO I

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO DOS DISCENTES DESTE CAMPUS EM: VISITAS TÉCNICAS CAPÍTULO I REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO DOS DISCENTES DESTE CAMPUS EM: VISITAS TÉCNICAS CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E OBJETIVOS Artigo 1º - Visita técnica é atividade complementar dos componentes curriculares dos cursos

Leia mais

13h40 para o turno vespertino.

13h40 para o turno vespertino. ORIENTAÇÕES DIVERSAS PARA O ANO LETIVO - Horário Escolar - Atendimento aos pais - Atendimento de Psicologia Escolar - Uniforme - Material Individual - Enfermaria - Alimentação - Aniversariantes do Mês

Leia mais

ANEXO I REGULAMENTO DA CRECHE

ANEXO I REGULAMENTO DA CRECHE ANEXO I Norma I Âmbito de aplicação 1. O presente Regulamento visa definir as regras de organização e funcionamento da Creche integrada no Centro Social Paroquial de Carnide. 2. A Creche destina-se a crianças

Leia mais

2016/1 INFORMATIVO DE MATRÍCULA

2016/1 INFORMATIVO DE MATRÍCULA 2016/1 INFORMATIVO DE MATRÍCULA INFORMATIVO DE MATRÍCULA 2016/1 Aqui você encontrará informações importantes para a realização da sua matrícula para 2016/1, datas e procedimentos para regularização financeira,

Leia mais

----------- Entrada Manhã 6h40min às 7h10min Saída Manhã 12h30min - 13h30min 12h30min - 13h30min 12h30min - 13h30min. Todos os alunos da manhã

----------- Entrada Manhã 6h40min às 7h10min Saída Manhã 12h30min - 13h30min 12h30min - 13h30min 12h30min - 13h30min. Todos os alunos da manhã ----------- 1. HORÁRIOS O expediente no Colégio inicia-se às 6h45min e encerra-se às 18h. Informamos aos senhores responsáveis que após as 18h, o colégio não dispõe de funcionários para supervisionar alunos.

Leia mais

BACHARELADO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

BACHARELADO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS BACHARELADO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS Manual de Estágio Osasco 2014 O que é o Estágio? "Estágio é o ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o

Leia mais

GUIA DE FUNCIONAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO E MBA EXECUTIVO

GUIA DE FUNCIONAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO E MBA EXECUTIVO GUIA DE FUNCIONAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO E MBA EXECUTIVO INÍCIO DO CURSO - Por se tratar de um modelo de ensino individualizado e exclusivo, não é necessário a formação de turmas, e o Aluno pode

Leia mais

Regulamento da Biblioteca. Este Regulamento define normas para a prestação e utilização dos serviços da Biblioteca.

Regulamento da Biblioteca. Este Regulamento define normas para a prestação e utilização dos serviços da Biblioteca. PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO Biblioteca Paulo Lacerda de Azevedo Regulamento da Biblioteca Este Regulamento define normas para a prestação e utilização dos serviços da Biblioteca. Usuários da Biblioteca Alunos

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO UNIVERSITÁRIO (CONSU)

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO UNIVERSITÁRIO (CONSU) UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO UNIVERSITÁRIO (CONSU) RESOLUÇÃO N.º 346/2005 Publicada no D.O.E. de 20-09-2005 Pág.17 Estabelece normas para a alteração de Regime de Trabalho, Controle

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ADMINISTRAÇÃO

MANUAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ADMINISTRAÇÃO MANUAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ADMINISTRAÇÃO 1 SUMÁRIO Lista de Anexos... 3 1. APRESENTAÇÃO... 4 2. FUNDAMENTAÇÃO LEGAL... 5 3. DEFINIÇÕES... 5 4. OBJETIVOS... 6 5. PLANEJAMENTO E COMPETÊNCIAS...

Leia mais

Fundatec Estágios. Veículo: Site da Casa Civil Fonte: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11788.htm

Fundatec Estágios. Veículo: Site da Casa Civil Fonte: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11788.htm Fundatec Estágios A Fundatec informa seus clientes sobre a sanção da Lei de Estágios, aprovada ontem pelo Presidente da República. Seguem as principais notícias veiculadas hoje nas mídias nacionais. Segue

Leia mais

MANUAL DO ALUNO - 2016

MANUAL DO ALUNO - 2016 Prezados Pais, Responsáveis e Alunos. MANUAL DO ALUNO - 2016 Através deste manual, que poderá ser consultado sempre que necessário, os Senhores têm andamento do Ano letivo de 2016. Sempre que houver dúvidas,

Leia mais

ESCOLA DE ENFERMAGEM REGIMENTO

ESCOLA DE ENFERMAGEM REGIMENTO ESCOLA DE ENFERMAGEM REGIMENTO Organização Administrativa e Técnica TÍTULO II DA ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E TÉCNICA CAPÍTULO I DA ESTRUTURA FUNCIONAL Art. 7º A organização administrativa e técnica da

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO. PROCESSO SELETIVO 2015-2º. semestre

MANUAL DO CANDIDATO. PROCESSO SELETIVO 2015-2º. semestre MANUAL DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO 2015-2º. semestre Caro Candidato, Este é o manual do processo seletivo para o 2º. semestre de 2015 para os cursos de Licenciatura em Pedagogia e Letras-Língua Portuguesa

Leia mais

FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS NÚCLEO DE PSICOLOGIA

FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS NÚCLEO DE PSICOLOGIA 1. Do Horário: O NUPFAI funciona de segunda a sexta- feira das 8h 00 às 19h00 e aos sábados das 8h00 às 12h00. O horário poderá ser revisto pela coordenação do curso quando justificada a necessidade e

Leia mais

REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO E NÃO OBRIGATÓRIO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO E NÃO OBRIGATÓRIO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO E NÃO OBRIGATÓRIO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento da Faculdade Católica do Tocantins (Facto), mantida

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ARTICULAÇÃO PEDAGÓGICA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO BÁSICA

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ARTICULAÇÃO PEDAGÓGICA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO BÁSICA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ARTICULAÇÃO PEDAGÓGICA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO BÁSICA Curitiba, 13 de março de 2015. Orientação referente aos Programas de Ampliação

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES Curso de Publicidade e Propaganda

ATIVIDADES COMPLEMENTARES Curso de Publicidade e Propaganda ATIVIDADES COMPLEMENTARES Curso de Publicidade e Propaganda INFORMAÇÕES E PROCEDIMENTOS ATIVIDADES O QUÊ? As atividades complementares são atividades extracurriculares obrigatórias no seu curso de graduação

Leia mais

INFORMAÇÕES AOS COMITÊS E FRANQUEADOS

INFORMAÇÕES AOS COMITÊS E FRANQUEADOS INFORMAÇÕES AOS COMITÊS E FRANQUEADOS Este material tem o objetivo de fornecer aos comitês regionais e setoriais do PGQP, e a seus franqueados, informações atualizadas sobre o SAG e orientações para a

Leia mais

Educação para a vida: Acredite que é possível e realize o seu sonho!

Educação para a vida: Acredite que é possível e realize o seu sonho! Apresentação Educação para a vida: Acredite que é possível e realize o seu sonho! Se a educação sozinha não pode transformar a sociedade, tampouco sem ela a sociedade muda. Paulo Freire Dados Pessoais

Leia mais

Orientações Gerais de Acordo com o Regimento Escolar (parecer favorável do COMED 006/05)

Orientações Gerais de Acordo com o Regimento Escolar (parecer favorável do COMED 006/05) Orientações Gerais de Acordo com o Regimento Escolar (parecer favorável do COMED 006/05) Dos Discentes Todos os alunos matriculados na Unidade Escolar integram o corpo discente tendo o DIREITO de: Valer-se

Leia mais