Historinhas para ler durante a audiência dos pais. Pio Giovani Dresch

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Historinhas para ler durante a audiência dos pais. Pio Giovani Dresch"

Transcrição

1 Historinhas para ler durante a audiência dos pais Pio Giovani Dresch

2

3 Historinhas para ler durante a audiência dos pais Pio Giovani Dresch

4 Ilustrações: Santiago Arte: Contatos com o autor e acesso à edição eletrônica podem ser feitos por É livre a reprodução A ilustração da capa simula a mesa da sala de audiências do 2º Juizado da Vara de Família do Foro Regional do Partenon, Porto Alegre.

5 ensei numas historinhas para dar ao meu netinho João Pedro no aniversário de um ano, mas ele é muito pequeno, não sabe ler, nem iria entender. Então tive uma ideia: vou escrever as historinhas pras crianças que vão com os pais às audiências lá na Vara de Família do Partenon, onde sou juiz. Pronto: escrevi. Algumas delas aconteceram e outras são inventadas. Mas é como se fossem de verdade. Espero que gostem.

6 6

7 Vinte reais Bernardo e seu pai moram nos fundos da casa da avó. O pai é cobrador de ônibus e passa o dia fora. Às vezes, não tem tempo nem de levar Bernardo ao colégio, e aí é a avó que leva. Mas, quando tem folga no domingo, o pai sempre o convida para passear. Hoje, Bernardo está feliz: ganhou 20 reais para gastar na Redenção. O pai também está feliz: não é todo dia que pode dar 20 reais para o filho. E lá vão. Bernardo segura uma bola e pensa nas coisas gostosas que vai comprar. Passa um menino ranhento, pés descalços. Ele diz assim pras pessoas: um troquinho pra matar a fome, tio. Bernardo tira os 20 reais do bolso e olha para o pai. O pai balança um não com a cabeça. O dinheiro volta para o bolso. O menino segue seu caminho. Bernardo compra um picolé. De repente, pensa que não está tão gostoso assim.

8 8

9 O pai de Júlia úlia não quer ver seu pai. O pai e a mãe se separaram e não se dão muito bem. Júlia mora com a mãe e visitava o pai. Um dia ele estava brabo com a mãe e disse que não ia mais devolver a filha. Não era de verdade, era só porque estava brabo, mas Júlia ficou com medo. Agora não quer mais vê-lo. Júlia foi me visitar no Fórum. Sentamos na sala de audiências, eu na cadeira do juiz, ela na cadeira da promotora, a minha amiga Patrícia. Eu falei pra Júlia que muitos pais querem ver os filhos e não podem, e muitos filhos querem ver os pais e não podem, que nós tentamos ajudar, e que às vezes dá certo e às vezes não dá. Não sei se ela gostou da conversa, mas, quando saiu, me deu um beijo. Quando Júlia me visitar de novo, vou pedir pra ela sentar na cadeira do juiz e me explicar o que devo fazer para ajudar os pais e os filhos a se amarem.

10 10

11 Medos úlia tem medo de cachorros. Eu não tenho medo de cachorros (só dos grandes), mas tenho medo de altura. A Patrícia tem medo de avião. A defensora pública, minha amiga Cassandra, tem medo de assalto. E você? Tem medo de alguma coisa?

12 12

13 Pedro João filho da Patrícia também é João Pedro. Ele joga futebol. Outro dia João Pedro jogou pela primeira vez num campeonato. Ele estava muito nervoso e nem dormia direito, porque seria chato se jogasse mal. Patrícia perguntou pra ele: se um amigo teu jogasse mal, tu ia ser menos amigo dele por isso? João Pedro pensou, pensou... Depois perguntou: e como seria o nome desse amigo? Pedro João? Patrícia disse que sim. E lá se foi ele bem feliz. Se ele ganhou? Se jogou bem? Pergunte ao Pedro João.

14 14

15 Um dia na vida de Paulinha Sete horas. Toma café. O pai reclama da demora e diz que assim ele vai se atrasar pro serviço. Sete e meia. Chega ao colégio. Quase dorme na primeira aula. Também, ficou jogando videogame até tarde! Nove e meia. Recreio. Três guris do 5º ano ficam zoando dela: dizem que é gorda. Paulinha chora. Onze horas. A professora explica o que é bullying. (Tua professora já explicou isso? Se não explicou, pergunta pra ela.) Meio-dia. Fim da aula. Vai almoçar na casa da avó, porque os pais só voltam do trabalho à noite. Duas horas. Faz o tema com o primo Cauã. Cauã não sabe escrever. Paulinha ensina. Quatro horas. Depois do lanche, brinca no pátio com Cauã. Seis horas. A mãe busca Paulinha. No caminho, ela vê um cachorrinho perdido. A mãe deixa levar pra casa. Ela dá banho e comida. Chama de Pulguinha. Ele abana o rabo. Oito horas. Jantar. Paulinha não tem fome. Só quer saber de Pulguinha. Dez horas. Hoje ela não joga videogame. Adivinha por quê. Dez e meia. Toma banho, escova os dentes e vai dormir. Boa noite, Paulinha. Até amanhã.

16 16

17 O amigo do pai Os pais de Luísa e Lucas se separaram: a mãe ficou morando com os filhos; o pai saiu de casa e foi morar com um amigo. Faz seis meses que Luísa e Lucas vão à casa do pai nos finais de semana. Lá é muito divertido: o amigo é engraçado e os quatro fazem muitas brincadeiras. Mas os pais de Luísa e Lucas estão preocupados: não sabem como dizer aos filhos que o pai agora ama o amigo. Você acha que Luísa e Lucas vão entender se eles contarem?

18 18

19 Historinha triste icole mora no morro. Bem no finzinho, na última casa, lá onde tem uma pedreira. Você já subiu o morro até onde terminam as casas? Nicole sobe todos os dias. Numa cadeira de rodas. Faz dois anos que ela levou um tiro. Não tinha nada a ver com a história: era guerra de gangues lá na vila. Mas sobrou um tiro pra ela, e ela ficou paraplégica. Agora sobe o morro de cadeira de rodas. O morro inteiro não: perto de casa é um perau, e ela vai no colo da mãe. As irmãs carregam a cadeira. A casa foi a que deu pra comprar com 4 mil, todo o dinheiro que a avó tinha guardado. Nicole mora com a mãe e as duas irmãs. A mãe tem 29 anos, faz faxinas e quer uma casa melhor. Nicole tem doze, estuda e quer ser médica. Boa sorte, Nicole.

20 20 Final Feliz ocê já deve ter percebido bem que a vida é assim: às vezes acontecem coisas boas, às vezes acontecem coisas ruins; às vezes a gente é feliz, às vezes é infeliz. A história de Nicole é triste, mas ainda está acontecendo. Será que você consegue terminar essa história de um jeito que Nicole fique feliz? Vou deixar essas linhas em branco aí embaixo pra você tentar. E a página ao lado eu deixei vazia, pra você desenhar a felicidade.

21

22 22

23 A historinha de Miguel ocê sabe o que é itálico? Itálico é a letra assim caidinha. (E negrito é a letra assim grossinha.) Esta historinha vai ser contada em itálico. Sabe por quê? Porque quem conta não sou eu, é o Miguel. Então, onde começa o itálico é ele que começa a falar. Aqui: O que eu gosto de fazer com meu pai. Dormir na casa dele, jogar futebol, ganhar brinquedos, jogar videogame, brincar com minha irmãzinha que se chama Sara, ir na avó comer bolo, passear no carro dele. O que eu gosto de fazer com minha mãe. Receber carinho, comer a melhor comida do mundo, ela me ajudar no tema, ela me contar histórias, caminhar de mãos dadas na rua. O que eu não gosto do meu pai e minha mãe. Eu não gosto quando meu pai diz que minha mãe é louca, que ela bate em mim, que eu tenho que morar com ele porque ela não cuida bem de mim. Eu não gosto quando minha mãe reclama que eu volto sujo da casa do meu pai, quando ela me diz que meu pai não me ama e só quer me comprar com os brinquedos que dá. Eu gosto do meu pai e da minha mãe e quero ficar com os dois. Não gosto quando eles brigam por minha causa. Meu desejo é que eles sejam amigos.

24 24

25 Entrevista com Gabriela televisão ia fazer uma reportagem sobre guarda compartilhada e entrevistou a Gabriela. Repórter: Oi, Gabriela, soubemos que você tem duas casas. Pode explicar como é? Gabriela: Bem, tudo começou quando meus pais se separaram. Cada um queria que eu morasse na sua casa, e eu não sabia com quem ficar, porque amo os dois. Aí a gente decidiu que eu ia morar um pouquinho em cada casa. Repórter: Você gosta de morar em dois lugares? Gabriela: Gosto, porque não fico com saudade de ninguém. E agora eu tenho um irmão em cada casa: o Vítor, que é filho do meu pai, e o Tiago, que é filho da minha mãe. Repórter: Que dias você fica com o pai e que dias fica com a mãe? Gabriela: Fico uma semana com meu pai e uma semana com minha mãe, mas às vezes a gente combina umas trocas, quando ela vai viajar. Repórter: Isso não dá problema? Gabriela: Às vezes reclamam, dizem que a combinação foi diferente, mas no fim dá certo. Repórter: E você é feliz? Gabriela: Sou, porque tenho duas casas e em cada uma eu tenho uma mãe, um pai e um maninho. Repórter: Obrigado, Gabriela.

26 26

27 Justo e injusto ebeca quer brincar. A mãe diz não, tu ainda não fez o tema. Rebeca diz isso não é justo. A mãe aponta pra mim e fala ele é juiz, pergunta pra ele o que é justo. E agora? Essa me pegou de surpresa! Eu digo justo é o que a gente quer fazer, injusto é a mãe não deixar. Brincadeirinha, né, Rebeca? Pensando bem, o que é mesmo justo? Acho que não sei. Você sabe? Vamos combinar uma coisa: deixei uma página em branco pra você dizer de verdade o que é justo e o que é injusto. Você vira esta página e escreve. Se quiser, me mostra depois, pra ver se eu aprendo. Certo?

28 28 Você ste espaço é pra você escrever o que é justo e o que é injusto (mas, se quiser escrever sobre outro assunto, não tem problema). Me mostra quando terminar? Ah, não esquece de fazer a ilustração na página ao lado.

29

30 30 jogo dos sete erros inha filha Flora leu as historinhas e me perguntou se eu ia deixar os erros de concordância. Fui olhar e vi: a mãe de Rebeca disse tu ainda não fez o tema. A Flora tem razão: o verbo fazer no pretérito perfeito do indicativo se conjuga eu fiz, tu fizeste, ele fez. Mas eu escrevi tu fez porque foi assim que ela falou. E eu também falaria, porque acho meio estranho dizer tu fizeste. Será que é errado falar desse jeito, se todo mundo fala igual? Bem, só sei de uma coisa: se cair na prova, é melhor escrever tu fizeste. E não vá me dizer depois que eu não avisei. Mas fiquei preocupado: será que têm muitos erros nas historinhas que contei? Se você achar algum mais, me avise, tá? Mas tem um lugar onde eu sei que tem sete erros: é nas figuras ao lado. Será que você acha?

31

32

33 Eu não teria escrito estas historinhas se não fossem o Bernardo, o Vítor, a Flora e o João Pedro, também as suas mães, a Fátima, a Márcia e a Liciane, a Patrícia e a Cassandra, a Karen, a Deisi e a Paula (e a Letícia e a Natasha), as pessoas que trabalham comigo na Vara de Família do Partenon, as crianças que acompanham os pais às audiências, os pais das crianças, os tios, avós, parentes e amigos das crianças.

34 Pirateie sem culpa!

35

36 Algumas das histórias aconteceram e outras são inventadas. Mas é como se fossem de verdade.

Relato de parto: Nascimento do Thomas

Relato de parto: Nascimento do Thomas Relato de parto: Nascimento do Thomas Dia 15 de dezembro de 2008, eu já estava com 40 semanas de gestação, e ansiosa para ter meu bebê nos braços, acordei as 7h com uma cólica fraca, dormi e não senti

Leia mais

Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você!

Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você! Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você! Este Livro Digital (Ebook) é fruto de uma observação que eu faço no mínimo há dez anos nas Redes Sociais, e até pessoalmente na convivência

Leia mais

www.rockstarsocial.com.br

www.rockstarsocial.com.br 1 1 Todos os Direitos Reservados 2013 Todas As Fotos Usadas Aqui São Apenas Para Descrição. A Cópia Ou Distribuição Do Contéudo Deste Livro É Totalmente Proibida Sem Autorização Prévia Do Autor. AUTOR

Leia mais

A CURA DE UM MENINO Lição 31

A CURA DE UM MENINO Lição 31 A CURA DE UM MENINO Lição 31 1 1. Objetivos: Mostrar o poder da fé. Mostrar que Deus tem todo o poder. 2. Lição Bíblica: Mateus 17.14-21; Marcos 9.14-29; Lucas 9.37-43 (Leitura bíblica para o professor)

Leia mais

Respostas dos alunos para perguntas do Ciclo de Debates

Respostas dos alunos para perguntas do Ciclo de Debates Respostas dos alunos para perguntas do Ciclo de Debates 1º ano do Ensino Fundamental I O que você gosta de fazer junto com a sua mã e? - Dançar e jogar um jogo de tabuleiro. - Eu gosto de jogar futebol

Leia mais

Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar

Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar CATEGORIAS OBJECTIVOS ESPECÍFICOS S. C. Sim, porque vou para a beira de um amigo, o Y. P5/E1/UR1 Vou jogar à bola, vou aprender coisas. E,

Leia mais

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar 1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar nosso amor 4. Porque a gente discute nossos problemas

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Autora: Tell Aragão Personagens: Carol (faz só uma participação rápida no começo e no final da peça) Mãe - (só uma voz ela não aparece) Gigi personagem

Leia mais

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES:

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES: Atividades gerais: Verbos irregulares no - ver na página 33 as conjugações dos verbos e completar os quadros com os verbos - fazer o exercício 1 Entrega via e-mail: quarta-feira 8 de julho Verbos irregulares

Leia mais

O Ponto entrevista Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para ATRFB!

O Ponto entrevista Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para ATRFB! O Ponto entrevista Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para ATRFB! A história da Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para Analista Tributário da Receita Federal do Brasil, é mais uma das histórias

Leia mais

Rezar, cantar e crescer

Rezar, cantar e crescer Rezar, cantar e crescer Thereza Ameal e João Ameal Acordes A Mãe Eu gosto tanto da mãe (mãe) A mais querida, querida, querida (dizer rápido) (bonita também) E poder dar-lhe beijinhos m É a melhor coisa

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

Acólitos. São João da Madeira. Cancioneiro

Acólitos. São João da Madeira. Cancioneiro Acólitos São João da Madeira Cancioneiro Índice Guiado pela mão...5 Vede Senhor...5 Se crês em Deus...5 Maria a boa mãe...5 Quanto esperei por este momento...6 Pois eu queria saber porquê?!...6 Dá-nos

Leia mais

Concurso Literário. O amor

Concurso Literário. O amor Concurso Literário O Amor foi o tema do Concurso Literário da Escola Nova do segundo semestre. Durante o período do Concurso, o tema foi discutido em sala e trabalhado principalmente nas aulas de Língua

Leia mais

Divulgação Gratuita - Kit Concursos

Divulgação Gratuita - Kit Concursos Por Alexandre L.C. Versão 2014 Divulgação Gratuita - Kit Concursos Introdução Parabéns! Você deu um grande passo para conquistar sua vaga em um concurso público. Depois de muitos estudos e muito interesse

Leia mais

EMPREGO DE PALAVRAS E EXPRESSÕES

EMPREGO DE PALAVRAS E EXPRESSÕES EMPREGO DE PALAVRAS E EXPRESSÕES ASPECTOS TEÓRICOS. POR QUE /POR QUÊ / PORQUE / PORQUÊ a) POR QUE: Equivale a POR QUAL MOTIVO ou a pelo qual e variações; vem também depois de EIS e DAÍ. b) POR QUÊ: Equivale

Leia mais

MÉTODO DE APROVAÇÃO 2.0

MÉTODO DE APROVAÇÃO 2.0 MÉTODO DE APROVAÇÃO 2.0 Os 3 Passos Estratégicos para ser Aprovado em Concursos Priorizando os temas do Edital Gerson Aragão Ex-Defensor Público VERSÃO 2.1 Atualizado 12.11.2015 Índice Apresentação.. 03

Leia mais

Nilton Brotto, recém chegado, assevera:

Nilton Brotto, recém chegado, assevera: (foto cedida pelo Reginaldo) Na janela do ônibus:?, Zé Amâncio,?, Reginaldo. De pé: 1, 2,, Belíssimo, Rato, Fabio, Euclides, 7, 8, Perrone atrás do Paulo, Alvaro, Garrafa, Abdo,? Agachados: Moreau, Luis

Leia mais

Coragem, Solidariedade, Confiança, Justiça.

Coragem, Solidariedade, Confiança, Justiça. Valores: Coragem, Solidariedade, Confiança, Justiça. Competências -chave: Saber reagir a atentados à integridade física ou psicológica; Saber medir consequências de um segredo; Ser capaz de confiar e pedir

Leia mais

Tempo para tudo. (há tempo para todas as coisas por isso eu preciso ouvir meus pais)

Tempo para tudo. (há tempo para todas as coisas por isso eu preciso ouvir meus pais) Tempo para tudo (há tempo para todas as coisas por isso eu preciso ouvir meus pais) Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da

Leia mais

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997.

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. 017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. Acordei hoje como sempre, antes do despertador tocar, já era rotina. Ao levantar pude sentir o peso de meu corpo, parecia uma pedra. Fui andando devagar até o banheiro.

Leia mais

Entrevista com Aires Alves

Entrevista com Aires Alves 1 Entrevista com Aires Alves Hélder Bértolo (Professor da Faculdade de Medicina de Lisboa) e Maria Lúcia Batezat Duarte Transcrição: Maria Lúcia Batezat Duarte 1 38 anos técnico de computador - cego congênito

Leia mais

1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015

1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015 1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015 JESUS ESTÁ COMIGO QUANDO SOU DESAFIADO A CRESCER! OBJETIVO - Saber que sempre que são desafiados a crescer ou assumir responsabilidades, Jesus está com

Leia mais

TEXTO: Texto Warley di Brito A TURMA DA ZICA. (Esta é uma versão adaptada, da turma do zico)

TEXTO: Texto Warley di Brito A TURMA DA ZICA. (Esta é uma versão adaptada, da turma do zico) TEXTO: Texto Warley di Brito A TURMA DA ZICA (Esta é uma versão adaptada, da turma do zico) Januária setembro/2011 CENÁRIO: Livre, aberto, porém, deve se haver por opção uma cadeira, uma toalha e uma escova

Leia mais

Meninas Nhe nhe. Eu Aff Chegando lá. Eu Gente estou com um mau pressentimento

Meninas Nhe nhe. Eu Aff Chegando lá. Eu Gente estou com um mau pressentimento Eu e umas amigas íamos viajar. Um dia antes dessa viagem convidei minhas amigas para dormir na minha casa. Nós íamos para uma floresta que aparentava ser a floresta do Slender-Man mas ninguém acreditava

Leia mais

O Coração Sujo. Tuca Estávamos falando sobre... hm, que cheiro é esse? Tuca Parece cheiro de gambá morto afogado no esgoto.

O Coração Sujo. Tuca Estávamos falando sobre... hm, que cheiro é esse? Tuca Parece cheiro de gambá morto afogado no esgoto. O Coração Sujo Personagens - Tuca - Teco - Tatá - Tia Tuca e Tatá estão conversando. Teco chega. Teco Oi, meninas, sobre o que vocês estão falando? Tuca Estávamos falando sobre... hm, que cheiro é esse?

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Escola Municipal de Ensino Fundamental David Canabarro Florianópolis, 3892 Mathias Velho/Canoas Fone: 34561876/emef.davidcanabarro@gmail.com DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Nome: Stefani do Prado Guimarães Ano

Leia mais

Dilemas de Adolescente

Dilemas de Adolescente Dilemas de Adolescente Quando pensamos que a vida está parada, ai temos uma grande surpresa. Meu nome é Ellen Ster, tenho 14 anos, loura, olhos castanhos, cabelos ondulados. Minha vida é composta de amigos,

Leia mais

PESQUISA DIAGNÓSTICA - SISTEMATIZAÇÃO. - Sim, estou gostando dessa organização sim, porque a gente aprende mais com organização das aulas.

PESQUISA DIAGNÓSTICA - SISTEMATIZAÇÃO. - Sim, estou gostando dessa organização sim, porque a gente aprende mais com organização das aulas. ESCOLA MUNICIPAL BUENA VISTA Goiânia, 19 de junho de 2013. - Turma: Mestre de Obras e Operador de computador - 62 alunos 33 responderam ao questionário Orientador-formador: Marilurdes Santos de Oliveira

Leia mais

Na Internet Gramática: atividades

Na Internet Gramática: atividades Na Internet Gramática: atividades Dica: Antes de fazer as atividades abaixo, leia os documentos Modo subjuntivo geral e Presente do subjuntivo, no Banco de Gramática. 1. No trecho a seguir, extraído da

Leia mais

Entendendo o que é Gênero

Entendendo o que é Gênero Entendendo o que é Gênero Sandra Unbehaum 1 Vila de Nossa Senhora da Piedade, 03 de outubro de 2002 2. Cara Professora, Hoje acordei decidida a escrever-lhe esta carta, para pedir-lhe ajuda e trocar umas

Leia mais

de pontas soltas maria marujo

de pontas soltas maria marujo de pontas soltas maria marujo algumas pontas ou nós! a vós a decisão: sobre os óculos da sofia não sei o que fazer com esta liberdade. mas que merda calhar-me logo a mim esta liberdade. eu não quero esta

Leia mais

Crianças e Meios Digitais Móveis TIC KIDS ONLINE NO TEMPO DOS MEIOS MÓVEIS: OLHARES DO BRASIL PARA CRIANÇAS DE 11-12 ANOS

Crianças e Meios Digitais Móveis TIC KIDS ONLINE NO TEMPO DOS MEIOS MÓVEIS: OLHARES DO BRASIL PARA CRIANÇAS DE 11-12 ANOS Crianças e Meios Digitais Móveis Lisboa, 29 de novembro de 2014 TIC KIDS ONLINE NO TEMPO DOS MEIOS MÓVEIS: OLHARES DO BRASIL PARA CRIANÇAS DE 11-12 ANOS Educação para o uso crítico da mídia 1. Contexto

Leia mais

Onde você vai encontrar as suas futuras iniciadas?????

Onde você vai encontrar as suas futuras iniciadas????? Há 16 anos quando entrou na MK, a consagrada Diretora Nacional, Gloria Mayfield, não sabia como chegar ao topo, hoje ela dá o seguinte conselho. As lições que eu aprendi na Mary Kay para me tornar uma

Leia mais

SPE N O. ficar ou nao ficar

SPE N O. ficar ou nao ficar HQ4 SPE N O ficar ou nao ficar i ċ Edição 4 - Ficar ou não Ficar? Partes 1 e 2 Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e Ministério da Educação (MEC). BR/2010/PI/H/4

Leia mais

Você, no entanto, pode nos ajudar!

Você, no entanto, pode nos ajudar! Este livro pode ser adquirido por educação, negócios, vendas ou uso promocional. Embora toda precaução tenha sido tomada na preparação deste livro, o autor não assume nenhuma responsabilidade por erros

Leia mais

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão Jorge Esteves Objectivos 1. Reconhecer que Jesus se identifica com os irmãos, sobretudo com os mais necessitados (interpretação e embora menos no

Leia mais

1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL

1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL 1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL LUGAR: EUNÁPOLIS(BA) DATA: 05/11/2008 ESTILO: VANEIRÃO TOM: G+ (SOL MAIOR) GRAVADO:16/10/10 PORTO SEGURO BAHIA-BRASIL VOCÊ É O BERÇO DO NOSSO PAIS. PORTO SEGURO BAHIA-BRASIL

Leia mais

Só que tem uma diferença...

Só que tem uma diferença... Só que tem uma diferença... Isso não vai ficar assim! Sei. Vai piorar. Vai piorar para o lado dela, isso é que vai! Por enquanto, só piorou para o seu, maninho. Pare de me chamar de maninho, Tadeu. Você

Leia mais

Arthur de Carvalho Jaldim Rubens de Almeida Oliveira CÃO ESTELAR. EDITORA BPA Biblioteca Popular de Afogados

Arthur de Carvalho Jaldim Rubens de Almeida Oliveira CÃO ESTELAR. EDITORA BPA Biblioteca Popular de Afogados Arthur de Carvalho Jaldim Rubens de Almeida Oliveira O CÃO ESTELAR EDITORA BPA Biblioteca Popular de Afogados Texto e Pesquisa de Imagens Arthur de Carvalho Jaldim e Rubens de Almeida Oliveira O CÃO ESTELAR

Leia mais

Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a

Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a CENTRO DE PSICOLOGIA APLICADA DO EXÉRCITO NÚCLEO DE APOIO PSICOLÓGICO E INTERVENÇÃO NA CRISE Edição - Julho 2014

Leia mais

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai BOM DIA DIÁRIO Segunda-feira (04.05.2015) Maria, mãe de Jesus e nossa mãe Guia: 2.º Ciclo: Padre Luís Almeida 3.º Ciclo: Padre Aníbal Afonso Mi+ Si+ Uma entre todas foi a escolhida, Do#- Sol#+ Foste tu,

Leia mais

Série: CRESCIMENTO Preletor: Dr. Bob Harrison Cd: 1/11

Série: CRESCIMENTO Preletor: Dr. Bob Harrison Cd: 1/11 TEMA: CRESCIMENTO, AVANÇO E CONQUISTA! 1/11. PRINCIPES E PRINCESAS SE VOCÊ É UMA DAS MILHARES DE PESSOAS QUE DESEJAM CRESCER, QUE DE VERDADE QUEREM CRESCIMENTO PARA SUA VIDA, AQUI VÃO ALGUMAS BOAS NOTÍCIAS.

Leia mais

MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta

MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta Copyright Betina Toledo e Thuany Motta Todos os direitos reservados juventudecabofrio@gmail.com Os 13 Filmes 1 MERGULHO FADE IN: CENA 1 PRAIA DIA Fotografia de

Leia mais

Mãe, você vai amar o bebê mesmo que ele seja diferente?

Mãe, você vai amar o bebê mesmo que ele seja diferente? 1. Conan, o cão Meu nome é Ígor, tenho doze anos e portanto sou considerado uma criança. Minha vida se resume a um montão de obrigações, regras e proibições. Muitas proibições. É por isso que, vira e mexe,

Leia mais

O Convite. Roteiro de Glausirée Dettman de Araujo e. Gisele Christine Cassini Silva

O Convite. Roteiro de Glausirée Dettman de Araujo e. Gisele Christine Cassini Silva O Convite Roteiro de Glausirée Dettman de Araujo e Gisele Christine Cassini Silva FADE OUT PARA: Int./Loja de sapatos/dia Uma loja de sapatos ampla, com vitrines bem elaboradas., UMA SENHORA DE MEIA IDADE,

Leia mais

AÇÃO SOCIAL DAS EMPRESAS PRIVADAS: UMA METODOLOGIA PARA AVALIAÇÃO DE RESULTADOS

AÇÃO SOCIAL DAS EMPRESAS PRIVADAS: UMA METODOLOGIA PARA AVALIAÇÃO DE RESULTADOS FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA BRASILEIRA DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DE EMPRESAS CENTRO DE FORMAÇÃO ACADÊMICA E PESQUISA CURSO DE DOUTORADO EM ADMINISTRAÇÃO AÇÃO SOCIAL DAS EMPRESAS PRIVADAS: UMA METODOLOGIA

Leia mais

MATERIAL DE APOIO OFICINA EVANGELISMO PESSOAL MIN. FILIPE ARAÚJO

MATERIAL DE APOIO OFICINA EVANGELISMO PESSOAL MIN. FILIPE ARAÚJO MATERIAL DE APOIO OFICINA EVANGELISMO PESSOAL MIN. FILIPE ARAÚJO DO CONCEITO PARA PRATICA E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra. Portanto ide, fazei discípulos

Leia mais

Minha mãe leu para mim um livro sobre salas de operações, Assim fiquei sabendo que meus médicos e enfermeiras usariam roupas estranhas e máscaras coloridas. Também fiquei sabendo que não me dariam nada

Leia mais

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma.

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. PERTO DE TI Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. Jesus! Perto de ti, sou mais e mais. Obedeço a tua voz. Pois eu sei que tu és Senhor, o

Leia mais

- Se for pra mim, eu não estou. - Ah. Oi... Está sim. Espera um minutinho.

- Se for pra mim, eu não estou. - Ah. Oi... Está sim. Espera um minutinho. 1 AMAR... dir: Carlos Gregório CASA DE LAURA... - Você não vai dizer nada? - O que você quer que eu diga? - Qualquer coisa. - Olha,... Não foi tão importante pra mim... - Não... foi!!? - É... É isso mesmo.

Leia mais

O Laboratório de. Lelê & Trix. A Experiência Investigativa. Patrícia Engel Secco. Ilustrações Fábio Sgroi

O Laboratório de. Lelê & Trix. A Experiência Investigativa. Patrícia Engel Secco. Ilustrações Fábio Sgroi O Laboratório de Lelê & Trix A Experiência Investigativa Patrícia Engel Secco Ilustrações Fábio Sgroi Coleção Lelê e Trix Projeto Gráfico & Editoração Lili Tedde Revisão Trisco Comunicação O Laboratório

Leia mais

USO DE DEDOCHES NO REPASSE DAS RECOMENDAÇÕES DE ATIVIDADES FÍSICAS PARA CRIANÇAS

USO DE DEDOCHES NO REPASSE DAS RECOMENDAÇÕES DE ATIVIDADES FÍSICAS PARA CRIANÇAS UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA LABORATÓRIO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM ATIVIDADE FÍSICA E SAÚDE USO DE DEDOCHES NO REPASSE DAS RECOMENDAÇÕES DE

Leia mais

QUASE NADA Peça de Marcos Barbosa marcosbarbosa@hotmail.com

QUASE NADA Peça de Marcos Barbosa marcosbarbosa@hotmail.com QUASE NADA Peça de Marcos Barbosa marcosbarbosa@hotmail.com Antônio, Sara, Vânia e César. Sala da casa de Antônio e Sara. 1 Um longo silêncio. ANTÔNIO. Vai me deixar falando sozinho? Sara o fita e fica

Leia mais

Para início de conversa 9. Família, a Cia. Ltda. 13. Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35. Cardápio de lembranças 53

Para início de conversa 9. Família, a Cia. Ltda. 13. Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35. Cardápio de lembranças 53 Rio de Janeiro Sumário Para início de conversa 9 Família, a Cia. Ltda. 13 Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35 Cardápio de lembranças 53 O que o homem não vê, a mulher sente 75 Relacionamentos: as Cias.

Leia mais

O Renal é um ser humano como todos e tem seu direito de ser respeitado e não ter vergonha de ser renal. Jaderson

O Renal é um ser humano como todos e tem seu direito de ser respeitado e não ter vergonha de ser renal. Jaderson Jaderson é um garoto de 11 anos, portador de insuficiência renal crônica, paciente do Serviço de Hemodiálise Pediátrica do Hospital Roberto Santos em Salvador-BA. É uma criança muito inteligente e talentosa,

Leia mais

Casa Templária, 9 de novembro de 2011.

Casa Templária, 9 de novembro de 2011. Casa Templária, 9 de novembro de 2011. Mais uma vez estava observando os passarinhos e todos os animais que estão ao redor da Servidora. Aqui onde estou agora é a montanha, não poderia ser outro lugar.

Leia mais

A ABDUZIDA. CELIORHEIS Página 1

A ABDUZIDA. CELIORHEIS Página 1 CELIORHEIS Página 1 A Abduzida um romance que pretende trazer algumas mensagens Mensagens estas que estarão ora explícitas ora implícitas, dependendo da ótica do leitor e do contexto em que ela se apresentar.

Leia mais

Existe uma terapia específica para problemas sexuais?

Existe uma terapia específica para problemas sexuais? Existe uma terapia específica para problemas sexuais? Maria de Melo Azevedo Eu acho que a terapia sexual para casos bem específicos até que pode funcionar. Ou, pelo menos, quebra o galho, como se diz.

Leia mais

A DIVERSIDADE NA ESCOLA

A DIVERSIDADE NA ESCOLA Tema: A ESCOLA APRENDENDO COM AS DIFERENÇAS. A DIVERSIDADE NA ESCOLA Quando entrei numa escola, na 1ª série, aos 6 anos, tinha uma alegria verdadeira com a visão perfeita, não sabia ler nem escrever, mas

Leia mais

6) Sublinhe com lápis colorido a frase em que o verbo papar é empregado como nesta: (...) Ele já papou muitos e muitos livros!

6) Sublinhe com lápis colorido a frase em que o verbo papar é empregado como nesta: (...) Ele já papou muitos e muitos livros! FICHA DA SEMANA 5º ANO A / B Instruções: 1- Cada atividade terá uma data de realização e deverá ser entregue a professora no dia seguinte; 2- As atividades deverão ser copiadas e respondidas no caderno,

Leia mais

NONSENSE Entrevistas no MSN. Entrevista realizada dia 30.mai.06

NONSENSE Entrevistas no MSN. Entrevista realizada dia 30.mai.06 Entrevista realizada dia 30.mai.06 Nuna diz: huuuuuuuuum... Nuna diz: bem Nuna diz: vc tá ocupada?! Isla - em quem eu confio????! pergunta difícil! diz: agora?? Isla - em quem eu confio????! pergunta difícil!

Leia mais

Sei... Entra, Fredo, vem tomar um copo de suco, comer um biscoito. E você também, Dinho, que está parado aí atrás do muro!

Sei... Entra, Fredo, vem tomar um copo de suco, comer um biscoito. E você também, Dinho, que está parado aí atrás do muro! Capítulo 3 N o meio do caminho tinha uma casa. A casa da Laila, uma menina danada de esperta. Se bem que, de vez em quando, Fredo e Dinho achavam que ela era bastante metida. Essas coisas que acontecem

Leia mais

O Livro de informática do Menino Maluquinho

O Livro de informática do Menino Maluquinho Coleção ABCD - Lição 1 Lição 1 O Livro de informática do Menino Maluquinho 1 2 3 4 5 6 7 8 Algumas dicas para escrever e-mails: 1. Aprender português. Não adianta fi car orgulhoso por mandar um e-mail

Leia mais

Memórias de um Vendaval

Memórias de um Vendaval 3 4 Memórias de um Vendaval 5 6 Carlos Laet Gonçalves de Oliveira MEMÓRIAS DE UM VENDAVAL 1ª Edição PerSe São Paulo - SP 2012 7 Copyright 2011, Carlos Laet Gonçalves de Oliveira Capa: O Autor 1ª Edição

Leia mais

01. Dinâmica: do 1, 2, 3

01. Dinâmica: do 1, 2, 3 01. Dinâmica: do 1, 2, 3 Objetivo: Quebra-gelo 1º momento: Formam-se duplas e então solicite para que os dois comecem a contar de um a três, ora um começa, ora o outro. Fica Fácil. 2º momento: Solicite

Leia mais

Alô, alô. www.bibliotecapedrobandeira.com.br

Alô, alô. www.bibliotecapedrobandeira.com.br Alô, alô Quero falar com o Marcelo. Momento. Alô. Quem é? Marcelo. Escuta aqui. Eu só vou falar uma vez. A Adriana é minha. Vê se tira o bico de cima dela. Adriana? Que Adriana? Não se faça de cretino.

Leia mais

ENTRE FRALDAS E CADERNOS

ENTRE FRALDAS E CADERNOS ENTRE FRALDAS E CADERNOS Entre Fraldas e Cadernos Proposta metodológica: Bem TV Educação e Comunicação Coordenação do projeto: Márcia Correa e Castro Consultoria Técnica: Cláudia Regina Ribeiro Assistente

Leia mais

Escrito por WEBMASTER Douglas Ter, 25 de Setembro de 2012 10:07 - Última atualização Ter, 25 de Setembro de 2012 10:09

Escrito por WEBMASTER Douglas Ter, 25 de Setembro de 2012 10:07 - Última atualização Ter, 25 de Setembro de 2012 10:09 BÃO OCÊ QUERIA O QUE, SALÁRIO PRESIDIARIO R$ 960,00 REAIS PROS BANDIDO, TRAFICANTE, ESTRUPADOR E ASSASINOS E UM PAI DE FAMILIA TRABALHADOR UM SALARIO MINIMO DE R$ 622,00 REAIS, AI JA É MAIS DA CONTA, ACHO

Leia mais

Subsídios para datas comemorativas

Subsídios para datas comemorativas Subsídios para datas comemorativas CLBRANDO A FAMÍLIA NO DIA DAS MÃS Hoje o conceito de família mudou bastante. O papel da mãe pode ser exercido pelo pai, avó, um parente ou outra pessoa. Há uma mudança

Leia mais

Os vincos na camisa e a tampa da sanita

Os vincos na camisa e a tampa da sanita FRESCO RECÉM-CASADOS Os vincos na camisa e a tampa da sanita Ainda há quem case sem antes experimentar viver a dois. O pós-casamento é um tempo de descobertas e embates. Falámos com quatro pares casados

Leia mais

- Não me arrependo de nada. Quebrei o círculo. - Nem de ter assassinado uns cinco ou seis ou até mais, D. Eloisa?

- Não me arrependo de nada. Quebrei o círculo. - Nem de ter assassinado uns cinco ou seis ou até mais, D. Eloisa? A Quebra do Círculo Cristovam Buarque - Não me arrependo de nada. Quebrei o círculo. - Nem de ter assassinado uns cinco ou seis ou até mais, D. Eloisa? - Foi mais, e vou contar tudo. Mas não me arrependo.

Leia mais

A PREENCHER PELO ALUNO

A PREENCHER PELO ALUNO Prova Final do 1.º e do 2.º Ciclos do Ensino Básico PLNM (A2) Prova 43 63/2.ª Fase/2015 Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ALUNO Nome completo Documento de identificação Assinatura

Leia mais

CURSO CASAMENTO FELIZ NAMORANDO - SE ESBOÇO DA NOITE: INTRODUÇÃO - JÖRG PALESTRA JÖRG - LADO TEOLÓGICO UMA DADIVA DE DEUS!

CURSO CASAMENTO FELIZ NAMORANDO - SE ESBOÇO DA NOITE: INTRODUÇÃO - JÖRG PALESTRA JÖRG - LADO TEOLÓGICO UMA DADIVA DE DEUS! CURSO CASAMENTO FELIZ NAMORANDO - SE ESBOÇO DA NOITE: Colocar as perguntas na caixa Introdução Rodada: Quem te explicou a sexualidade e como? Palestra Jorge Palestra Judite Respostas Conversa Tarefa INTRODUÇÃO

Leia mais

Belo reparo. capítulo um. No Japão, eles têm o kintsugi a arte de remendar porcelanas. Hoje Nova York Apartamento de Cassandra Taylor

Belo reparo. capítulo um. No Japão, eles têm o kintsugi a arte de remendar porcelanas. Hoje Nova York Apartamento de Cassandra Taylor capítulo um Belo reparo Hoje Nova York Apartamento de Cassandra Taylor No Japão, eles têm o kintsugi a arte de remendar porcelanas preciosas com ouro. O resultado é uma peça que nitidamente foi quebrada,

Leia mais

entre as crianças Ciate: sucesso absoluto Conheça o Iate

entre as crianças Ciate: sucesso absoluto Conheça o Iate Ciate: sucesso absoluto entre as crianças Em 2008, o Iate Clube de Brasília comemora o sucesso do Centro Infanto Juvenil - Ciate. Depois de 12 anos de fundação, o espaço é muito procurado pelos sócios,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 70 Cerimónia de sanção do projeto

Leia mais

A ESCOLA FREINET E A AGRESSIVIDADE: UM ESTUDO COM ALUNOS DE 1ª A 4ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL.

A ESCOLA FREINET E A AGRESSIVIDADE: UM ESTUDO COM ALUNOS DE 1ª A 4ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL. A ESCOLA FREINET E A AGRESSIVIDADE: UM ESTUDO COM ALUNOS DE 1ª A 4ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL. Resumo: MIGUEL, Rebeca Signorelli UNICAMP rebs.rebequinha@gmail.com PRODÓCIMO, Elaine UNICAMP elaine@fef.unicamp.br

Leia mais

ESTADO DO ACRE PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL CÂMARA MUNICIPAL DE SANTA ROSA DO PURUS

ESTADO DO ACRE PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL CÂMARA MUNICIPAL DE SANTA ROSA DO PURUS ESTADO DO ACRE PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL CÂMARA MUNICIPAL DE SANTA ROSA DO PURUS RUA PROFIRO DE MOURA SN/ CENTRO/CEP 69.955-000/ CNPJ Nº 84.306.547/0001-00/ FONE (68) 3615-1031 PODER LEGISLATIVO MESA

Leia mais

Guia de dona Hermínia sobre como criar os filhos. EU TAVA AGORA VENDO um programa na TV que é um

Guia de dona Hermínia sobre como criar os filhos. EU TAVA AGORA VENDO um programa na TV que é um 1. Guia de dona Hermínia sobre como criar os filhos EU TAVA AGORA VENDO um programa na TV que é um absurdo. Uma babá dizendo como é que se cria filha dos outros. Uma tal de superbabá. Super o quê? Babá

Leia mais

Realizado a partir do Roteiro para grupo focal com monitores - Pesquisa UCA/BA [Escola CETEP/Feira de Santana] 1

Realizado a partir do Roteiro para grupo focal com monitores - Pesquisa UCA/BA [Escola CETEP/Feira de Santana] 1 Realizado a partir do Roteiro para grupo focal com monitores - Pesquisa UCA/BA [Escola CETEP/Feira de Santana] Categorias Apresentação do instrumento [-] Mobilidade/ portabilidade [,] 0 0 Transcrição Alguns

Leia mais

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país Brasil Você sabia que... A pobreza e a desigualdade causam a fome e a malnutrição. Os alimentos e outros bens e serviços básicos que afetam a segurança dos alimentos, a saúde e a nutrição água potável,

Leia mais

Coleção: Encantando a Gramática. Autora: Pâmela Pschichholz* palavras que existem no mundo. Lá, várias famílias vivem felizes.

Coleção: Encantando a Gramática. Autora: Pâmela Pschichholz* palavras que existem no mundo. Lá, várias famílias vivem felizes. Coleção: Encantando a Gramática Autora: Pâmela Pschichholz* Um lugar diferente Em um vilarejo chamado classes Gramaticais moram todas as palavras que existem no mundo. Lá, várias famílias vivem felizes.

Leia mais

OS DIREITOS DA CRIANÇA. Fanny Abromovich (O mito da Infância Feliz)

OS DIREITOS DA CRIANÇA. Fanny Abromovich (O mito da Infância Feliz) OS DIREITOS DA CRIANÇA Fanny Abromovich (O mito da Infância Feliz) Nós crianças, pedimos que os adultos pensem um pouco nos direitos que temos de viver de um jeito legal com mais atenção para aquilo que

Leia mais

Por Carol Alvarenga, em 17 de junho de 2014, 15h Esquemaria.com.br

Por Carol Alvarenga, em 17 de junho de 2014, 15h Esquemaria.com.br Esquemaria.com.br / Dicas de estudos / 4 mitos sobre estudos: saiba mais como evitar estes erros Talvez você conheça estes mitos sobre estudos, mas você sabe a verdade por trás deles? Hoje eu trago um

Leia mais

Índice Geral. Índice de Autores

Índice Geral. Índice de Autores Victor Fernandes 1 Índice Geral A perua-galinha 3 A vida de um porco chamado Ricky 4 Um burro chamado Burro 5 O atrevido 6 O Burro que abandonou a família por causa de uma rã 7 A burra Alfazema 8 Índice

Leia mais

ortuguesa Língua Por Meu cachorro Pepe D 6/8/2009

ortuguesa Língua Por Meu cachorro Pepe D 6/8/2009 Nome: Ensino: F undamental 4 o ano urma: Língua Por ortuguesa T ata: D 6/8/2009 Meu cachorro Pepe Sou filho único, meus pais sempre trabalharam fora e como passei a infância toda na cidade do Rio de Janeiro,

Leia mais

Existe espaço para os covers mostrarem seus trabalhos? As pessoas dão oportunidades?

Existe espaço para os covers mostrarem seus trabalhos? As pessoas dão oportunidades? A Estação Pilh@ também traz uma entrevista com Rodrigo Teaser, cover do Michael Jackson reconhecido pela Sony Music. A seguir, você encontra os ingredientes da longa história marcada por grandes shows,

Leia mais

CIFRAS - CUKA FRESCA

CIFRAS - CUKA FRESCA INTRODUÇÃO: D9 A/C# Bm7/11 G7+ D9 A/C# G7+ G/A A/C# CIFRAS - CUKA FRESCA EU VOU TE AMAR Bm7/11 G7+ G/A A/C# QUANDO SENTIR TRISTEZA E NÃO PUDER TE ACALMAR Bm7/11 G7+ G/A QUANDO HOUVER UM VAZIO QUE NÃO POSSA

Leia mais

Do meio das árvores secas da floresta escura emer giu o maníaco com a máscara de pele humana. Motosserra em mãos, desceu-a entre as pernas do pobre

Do meio das árvores secas da floresta escura emer giu o maníaco com a máscara de pele humana. Motosserra em mãos, desceu-a entre as pernas do pobre 1 Do meio das árvores secas da floresta escura emer giu o maníaco com a máscara de pele humana. Motosserra em mãos, desceu-a entre as pernas do pobre paraplégico, cortando-o ao meio, assim como a sua cadeira

Leia mais

KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 28/10/15

KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 28/10/15 KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 28/10/15 A mentira não agrada a Deus Principio: Quando mentimos servimos o Diabo o Pai da mentira. Versículo: O caminho para vida é de quem guarda o ensino, mas o que abandona

Leia mais

Kaingang: uma criança que cresce em tempo record...

Kaingang: uma criança que cresce em tempo record... Kaingang: uma criança que cresce em tempo record... Nossa infância,cada kaingang ao nascer já estará predestinado a vivenciar um mundo que tem dois fatores lados: primeiro, nascer dentro de uma comunidade

Leia mais

E ra bonita a tartaruguinha. Forte, pernas roliças, tinha

E ra bonita a tartaruguinha. Forte, pernas roliças, tinha E ra bonita a tartaruguinha. Forte, pernas roliças, tinha um verde que saía da metade do casco e se espalhava manso até a beirada. Viviam dizendo que ela era lerda, preguiçosa até. É preciso reconhecer

Leia mais

Geração Graças Peça: O livro das Parábolas A parábola do tesouro escondido (Mt 13:44)

Geração Graças Peça: O livro das Parábolas A parábola do tesouro escondido (Mt 13:44) Geração Graças Peça: O livro das Parábolas A parábola do tesouro escondido (Mt 13:44) Autora: Tell Aragão Colaboração: Marise Lins Personagens Menina Zé Bonitinho +++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Leia mais

Pequena História do meu Estágio de Português orientado pelo Senhor Dr. Virgílio Couto na Escola Comercial de Veiga Beirão

Pequena História do meu Estágio de Português orientado pelo Senhor Dr. Virgílio Couto na Escola Comercial de Veiga Beirão Pequena História do meu Estágio de Português orientado pelo Senhor Dr. Virgílio Couto na Escola Comercial de Veiga Beirão Ano Primeiro (1948-1949) Janeiro, 11 Para começar, falou connosco durante uma hora

Leia mais

Meu pai e o homem das nuvens

Meu pai e o homem das nuvens Meu pai e o homem das nuvens Meu pai vivia enfezado com o homem das nuvens. Ele não deixava chover e a horta morria de sede. Meu pai falou, não sei por que deixei a roça e vim para a cidade! Achei que

Leia mais

Conte-me sobre você!

Conte-me sobre você! Reunião Cultural Data: 22/09/2006 Petiana: Monique Koerich Simas Conte-me sobre você! Ao chegar em algum lugar onde não conhecemos ninguém, nos sentimos solitários. Chegar, por exemplo, numa festa, num

Leia mais

COMO ADOTAR CRIANÇAS. Roteiro para adoção de crianças do Portal da Adoção

COMO ADOTAR CRIANÇAS. Roteiro para adoção de crianças do Portal da Adoção COMO ADOTAR CRIANÇAS Roteiro para adoção de crianças do Portal da Adoção 2 Portal da Adoção COMO ADOTAR CRIANÇAS Roteiro para adoção de crianças do Portal da Adoção ADOÇÃO É FORMAR UMA FAMÍLIA Adoção é

Leia mais