Catálogo de Formação Formar para Inovar

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Catálogo de Formação 2015. Formar para Inovar"

Transcrição

1 Catálogo de Formação 2015 Formar para Inovar

2 2 Catálogo de Formação 2015

3 FORMAR PARA INOVAR Alcino Lavrador Administrador Delegado Deter o conhecimento da sua área de atuação é, sem dúvida, o primeiro e principal garante da sustentabilidade de qualquer empresa. Na PT Inovação e Sistemas, através da vigilância constante das tendências de mercado, das tecnologias emergentes e de todo o contexto social, desenvolvem-se percursos de capacitação de competências que, integrados na sua oferta formativa, também suportados na aquisição de conhecimento através do desenvolvimento de produtos e soluções, ajudam a reforçar o posicionamento num setor em elevado ritmo de mudança como é o setor das Tecnologias de Informação e Comunicação. Nesta edição de 2015 do Catálogo de Formação apresentamos alguns cursos novos, que foram elaborados para responder aos desafios mais recentes e que impõem temas como a Virtualização de Funções de Rede, ou Virtualização TI para equipas de rede, Controlo de Rede e Serviços, Mobile Cloud, entre outros. A PT Inovação e Sistemas tem como um lema importante Saber&Fazer e, tal como Goethe, acredito que: Knowing is not enough; we must apply. Willing is not enough we must do. Catálogo de Formação

4 OFERTA FORMATIVA REDES DE TELECOMUNICAÇÕES 8 Redes Fixas Acessos ADSL 10 Redes Fixas Circuitos e Ligações Empresariais 12 Redes Fixas Introdução às Comunicações Fixas 14 Redes Fixas Introdução ao IP 16 Redes Fixas Redes Ethernet 18 Redes Fixas Redes Privadas Virtuais 20 Redes Fixas Ethernet: Cablagem e Switching 22 Redes Fixas Fundamentos de GPON 24 Redes Fixas GPON Cliente 26 Redes Fixas GPON Estação (OLT e RF) 28 Redes Fixas GPON - FTTH 30 Redes Fixas GPON - Projeto 32 Redes Fixas GPON - Survey 34 Redes Fixas Introdução ao SDH 36 Redes Fixas Introdução às Redes IPTV 38 Redes Fixas IP Avançado 40 Redes Fixas ITED - Formação Inicial - Habilitante I - Instalador 42 Redes Fixas ITED - Formação Inicial - Habilitante II - Projetista 44 Redes Fixas ITED - Formação Inicial - Habilitante III - Projetista 46 Redes Fixas ITUR - Formação Inicial - Habilitante - Instalador 48 Redes Fixas Medidas e Ensaios em Circuitos Digitais 50 Redes Fixas Medidas em Fibras Óticas 52 Redes Fixas Rede de Acesso - xdsl e GPON 54 Redes Fixas Redes de Alto Débito 56 Redes Fixas Redes de Núcleo 58 Redes Fixas Redes e Serviços IP 60 Redes Fixas Redes IP 62 Redes Fixas Soluções de Rede de Cliente 64 Redes Fixas Tecnologias Ethernet 66 Redes Fixas Tecnologias xdsl 68 Redes Fixas Telecomunicações Hoje 70 Redes Fixas Transmissão Digital SDH - Medidas e Ensaios 72 Redes Fixas VPN: Redes Privadas Virtuais - Conceitos Básicos 74 Redes Fixas Redes FTTx - Básico 76 Redes Fixas FTTx Site Survey 78 Redes Fixas FTTH Projeto Consulta 80 Redes Fixas FTTH Projeto Desenho 82 Redes Fixas Instalação FTTx 84 Redes Fixas Testes óticos em redes FTTx 86 Redes Fixas FTTH Ligação ao cliente 88 4 Catálogo de Formação 2015

5 Redes Fixas Cadastro FTTx 90 Redes Móveis Introdução ao LTE/SAE 92 Redes Móveis Introdução às Redes Móveis 94 Redes Móveis UMTS 96 Redes Móveis WiMAX 98 Redes Móveis Introdução ao LTE 100 Redes Móveis LTE para Não Especialistas: Visão Global, Oportunidades e Desafios 102 Redes Móveis LTE - Avançado 104 Telecomunicações para Não Especialistas Sistemas e Redes de Telecomunicações 106 Telecomunicações para Não Especialistas Sistemas e Redes de Telecomunicações para Não Especialistas CONVERGÊNCIA 110 Cloud Computing - Versão Básica 112 Cloud Computing - Versão Avançada 114 Virtualização de rede móvel (LTE/EPC/IMS) 116 IMS 118 Redes Convergentes 120 Infraestrutura de Rede de Cliente 122 IMS - Introdução 124 IMS - Avançado 126 SIP Básico 128 SIP Avançado 130 Diameter nível base 132 Controlo de rede e serviços 134 NFV e SDN 136 Virtualização com VMWare 138 Catálogo de Formação

6 OFERTA FORMATIVA TECNOLOGIAS E SERVIÇOS DE REDE 140 VoIP - Voz sobre IP 142 IPv6 - Introdução 144 IPv6 - Avançado 146 MPLS - Tecnologias e Serviços 148 Multicast 150 Soluções de Segurança em Redes IP 152 Técnicas de encaminhamento em Redes IP (Routing) 154 Tecnologias de Redes Convergentes 156 Tecnologias para o Serviço de Voz: VoIP na rede de cliente da PT 158 VoIP 160 Voz em redes móveis 4G (VoLTE) EQUIPAMENTOS E SOLUÇÕES PT INOVAÇÃO 164 Equipamentos xdsl PT Inovação 166 GPON - Equipamento Ativo 168 Formação Alarm Manager 170 Formação ALTAIA 172 Formação ArQoS 174 Formação NetQ 176 Formação Netwin 178 Formação Network Activator - NA 180 Formação Order Manager - OM 182 Formação SIGO TTK 184 Formação SIGO WFM 186 Formação Formare LMS Admin 188 Hands-on Formare - eformadores 190 Gerex Web 192 mdslam - Operação Local 194 mdslam - Operação Centralizada 196 MEGA7 NG - Operação Especializada 198 MEGA7 NG - Operação Local 200 Operação em Equipamentos EMILO NG PT Inovação 202 Plataformas MPLS - Instalação 204 Plataformas MPLS - Operação e Manutenção 206 SDH Nova Geração - Emilo NG 208 Sistema de Gestão AGORA_NG 210 Sistemas de Transmissão SDH e AGORA_NG Catálogo de Formação 2015

7 Soluções de Otimização MAiS 214 Solução e Gestão Mega7 216 Soluções de Telemática Rodoviária 218 Tecnologia SDH e Equipamentos EMILO 220 B1 - Princípios NGIN 222 D1 Parametrização de Negócio APLICAÇÕES E SERVIÇOS 226 Conceitos de Segurança - BYOD 228 Triple Play 230 Gestão de Identidades - Estado da Arte e Tendências 232 Instalação de Soluções Triple Play - MEO 234 MEO: Redes Residencial, de Acesso e de Core 236 MEO Serviços e Aplicações 238 Plataforma de Televisão Digital Terrestre 240 Soluções IPTV 242 Web OUTRAS TEMÁTICAS 246 Gestão Organizacional Arquitetura Empresarial 248 Gestão Organizacional Gestão de Projetos Tecnológicos I 250 Gestão Organizacional Gestão de Projetos Tecnológicos II 252 Gestão Organizacional 10 Técnicas para Apresentações de Sucesso 254 Engenharia de Software UML - Unified Modeling Language 256 Garantia da Qualidade Assessoria da Qualidade 258 Garantia da Qualidade Construção e Utilização de RPM e YUM 260 Garantia da Qualidade O Sistema da Qualidade - Todos os Âmbitos 262 Garantia da Qualidade Gestão de Projetos e Operações em Planview 264 Garantia da Qualidade SEI Introduction to CMMI v Catálogo de Formação

8 01 REDES DE TELECOMUNICAÇÕES ÁREAS DISPONÍVEIS Redes Fixas Redes Móveis Telecomunicações para Não Especialistas 8 Catálogo de Formação 2015

9 IP Networks Client Network Solutions Ethernet Technologies xdsl Technologies Telecommunications Today SDH digital transmission - Measurements and Tests VPN: Virtual Private Networks - Basic Principles FTTx Networks Basics FTTx Site Survey FTTH Project Consultation FTTH Project Design FTTx Deployment Optical Tests in FTTx Networks FTTH connect FTTx Inventory Mobile Networks Introduction to LTE/SAE Introduction to Mobile Networks UMTS WiMAX LTE - Introduction LTE for Non-specialist Global Vision, Opportunities and Challenges LTE - Advanced Telecommunications for Non-specialists Telecommunications Systems and Networks Telecommunications Systems and Networks for Non-specialists Catálogo de Formação

10 01 REDES DE TELECOMUNICAÇÕES Redes Fixas Acessos ADSL Duração: 21h Metodologia: Presencial Avaliação: Sumativa Área Formativa: 523 Sumário O rápido desenvolvimento das técnicas de modulação no sentido de um melhor aproveitamento das capacidades de transmissão dos pares de cobre levou ao aparecimento de ligações em pares de cobre capazes de suportar débitos de vários Mb/s a distâncias consideráveis (alguns km). Instalar uma rede doméstica com splitter ADSL. Instalar uma rede doméstica com microfiltro ADSL. Verificar a sincronização do router ADSL e o funcionamento do telefone. Pré-requisitos Desejável possuir conhecimento de redes IP. Destinatários Quadros técnicos de telecomunicações. Atividades Realização de um trabalho prático: Ensaios sobre ligações ADSL. 10 Catálogo de Formação 2015

11 Programa: 1. Rede de acesso em pares de cobre 1.1. Introdução 1.2. Caracterização 1.3. Evolução tecnológica 1.4. Cabos de pares simétricos -características e limitações 2. Soluções tecnológicas ADSL 3. Instalação de linha ADSL 4. Ensaios de linhas ADSL Catálogo de Formação

12 01 REDES DE TELECOMUNICAÇÕES Redes Fixas Circuitos e Ligações Empresariais Duração: 14h Metodologia: Presencial Avaliação: Não aplicável Área Formativa: 523 Sumário A Portugal Telecom tem uma variedade de serviços de alto débito com recurso a ligações Ethernet, muitas delas suportadas em fibra ótica. Torna-se assim necessário instalar os equipamentos adequados ao transporte e interface Ethernet em fibra. Instalação de terminações de rede de circuitos alugados. Instalação de terminações de rede xdsl. Ensaiar ligações de dados. Pré-requisitos Conhecimentos de redes IP. Conhecimentos de instalações interiores de telecomunicações (cablagem estruturada). Quadros técnicos responsáveis pela instalação, operação e manutenção. Destinatários Quadros técnicos responsáveis pela instalação, operação e manutenção. Atividades Realização de um trabalho prático: Equipamentos para circuito Ethernet. 12 Catálogo de Formação 2015

13 Programa: 1. Rede de circuitos alugados 1.1. Conceito 2. Arquitetura da rede 2.1. Circuitos ponto a ponto 3. Circuitos em redes de comutação de pacotes (X.25) 3.1. Descrição 3.2. Utilização 4. Modelo OSI 5. Ligações virtuais Ethernet (VLAN) 5.1. Descrição 5.2. Elementos Base 5.3. Três Tipos de EVC 6. Acessos por fibra ótica 6.1. Topologia 6.2. Equipamentos e Instalação 7. Teste de circuitos 8. Ethernet (E, FE, GbE) 8.1. Modos de funcionamento 8.2. Topologia e Estrutura 8.3. Equipamentos, Instalação e Teste de circuitos e rede Ethernet 9. Equipamentos PT Inovação 9.1. Media Converter 10. Tributários EoSDH Catálogo de Formação

14 01 REDES DE TELECOMUNICAÇÕES Redes Fixas Introdução às Comunicações Fixas Duração: 8h Metodologia: e-learning Avaliação: Não aplicável Área Formativa: 523 Sumário Existe, atualmente, uma necessidade de divulgação dos conceitos tecnológicos associados às redes de telecomunicações, justificada pela exposição deste setor, principalmente do processo de liberalização que foi ocorrendo por todo o mundo e na Europa, em particular. Uma imagem muito divulgada para representar a rede de telecomunicações é a de uma nuvem com pontos de acesso onde se ligam os equipamentos de clientes. Esta representação é natural no ponto de vista do cliente de telecomunicações que se interessa, sobretudo, pela prestação do serviço, sem ter uma visão das infraestruturas necessárias para tal. O objetivo geral deste curso é, precisamente, o de dar um passo para o interior da nuvem (rede de telecomunicações) com a apresentação e explicação de algumas das tecnologias, sistemas e infraestruturas mais importantes que a constituem. Pré-requisitos Não são exigidos quaisquer conhecimentos específicos de telecomunicações. Destinatários Para as áreas funcionais onde seja necessário um conhecimento genérico das redes de telecomunicações de acesso fixo. 14 Catálogo de Formação 2015

15 Programa: 1. Introdução 2. Transmissão 3. Rede Telefónica 4. Rede de Dados 5. Redes de Acesso Catálogo de Formação

16 01 REDES DE TELECOMUNICAÇÕES Redes Fixas Introdução ao IP Duração: 8h Metodologia: e-learning Avaliação: Não aplicável Área Formativa: 523 Sumário Os protocolos TCP/IP representam, hoje em dia, a base da comunicação em ambientes de Internet e Intranet. Até há uns anos ninguém necessitava ter conhecimentos sobre TCP/ IP a não ser que estivesse numa universidade a realizar investigação ou fosse administrador de algum servidor UNIX empresarial. Com a explosão da Internet, o protocolo passou a ser utilizado praticamente em todos os computadores, ou pelo menos naqueles que necessitassem ter acesso à Internet. Conhecer o protocolo TCP/IP. Compreender o endereçamento IP. Conhecer os principais serviços IP. Pré-requisitos Conhecimentos genéricos de redes de telecomunicações. Destinatários Quadros nas áreas funcionais de Telecomunicações. 16 Catálogo de Formação 2015

17 Programa: 1. Introdução ao IP 1.1. Introdução ao TCP/IP 1.2. Arquitetura TCP/IP 2. Protocolos TCP/IP 2.1. Endereçamento IP 2.2. Encaminhamento IP 2.3. Protocolos de Transporte 3. Serviços IP 3.1. Principais serviços IP 3.2. Internet e Intranet Catálogo de Formação

18 01 REDES DE TELECOMUNICAÇÕES Redes Fixas Redes Ethernet Duração: 8h Metodologia: e-learning Avaliação: Não aplicável Área Formativa: 523 Sumário As redes locais de computadores (LAN) estão em permanente evolução. As empresas, as instituições e mesmo algumas residências estão a usar o Ethernet como tecnologia de LAN. Este curso pretende dar a conhecer as suas principais características e os seus principais componentes, com ênfase na apresentação de casos reais ou idealizados. Conhecer os conceitos de comunicação de dados entre sistemas computacionais. Conhecer a origem, os conceitos e as técnicas de interligação em redes Ethernet. Caracterizar os componentes de uma LAN Ethernet. Conhecer as tecnologias de acesso a redes Ethernet. Pré-requisitos Conhecimentos genéricos na área de redes de dados. Destinatários Técnicos de telecomunicações. 18 Catálogo de Formação 2015

19 Programa: 1. A Comunicação em redes de computadores 1.1. Redes, Origem e Evolução 1.2. Conceitos de Redes LAN e WAN 1.3. Conceitos teóricos de Comunicação de Dados 1.4. Arquitetura aberta para a Comunicação de Dados 1.5. Protocolos (opcional) 2. Topologias e Cablagens 2.1. Topologias 2.2. Sistema de cablagem estruturada 3. Tecnologias e Equipamentos Ativos 3.1. As normas IEEE A norma IEEE Ethernet 3.3. Wireless LAN (802.11) Catálogo de Formação

20 01 REDES DE TELECOMUNICAÇÕES Redes Fixas Redes Privadas Virtuais Duração: 8h Metodologia: e-learning Avaliação: Não aplicável Área Formativa: 523 Sumário A grande maioria das soluções empresariais dependem de redes privadas que têm evoluído constantemente, em flexibilidade e largura de banda. Atualmente as soluções tecnológicas que se posicionam melhor para dar resposta às necessidades dos clientes são as VPN baseadas em IP e Ethernet. O curso tem como ojectivo geral a apresentação dos conceitos principais relacionados com estas tecnologias. Apresentação dos conceitos principais relacionados com as tecnologias utilizadas numa rede privada. Pré-requisitos Conhecimentos de redes IP. Destinatários Quadros nas áreas funcionais de Telecomunicações. 20 Catálogo de Formação 2015

21 Programa: 1. Introdução 1.1. Alguns Conceitos 1.2. Redes Empresariais 2. Soluções Tecnológicas 2.1. Rede 2.2. Túneis 3. Aplicações das VPN Catálogo de Formação

22 01 REDES DE TELECOMUNICAÇÕES Redes Fixas Ethernet: Cablagem e Switching Duração: 14h Metodologia: Presencial Avaliação: Não aplicável Área Formativa: 523 Sumário A cablagem estruturada começa por ser feita entre edifícios de uma organização. Nestes casos a infraestrutura é, em geral, constituída por cabos, tubagens e demais elementos de rede recorrendo sobretudo à tecnologia Ethernet. Proceder a instalações de cablagem estruturada e equipamentos Ethernet switches. Pré-requisitos Experiência em instalações interiores de telecomunicações. Destinatários Quadros técnicos de telecomunicações. Atividades Realização de 2 trabalhos práticos: Cabos de rede com terminações RJ45; Utilização de Switching Ethernet. 22 Catálogo de Formação 2015

23 Programa: 1. Ethernet 1.1. Introdução 1.2. Interfaces Ethernet 1.3. PoE Power over Ethernet 2. Cablagem estruturada 2.1. Estrutura de interligação 2.2. Espaços em cablagem estruturada 2.3. Cabos 2.4. Fichas de ligação 2.5. Tomadas 2.6. Fibra ótica em cablagem estruturada 2.7. Tubos e calhas 2.8. Terras e EMC 2.9. Instalação Normalização 3. Switching 3.1. Redes e protocolos 3.2. Equipamentos Catálogo de Formação

24 01 REDES DE TELECOMUNICAÇÕES Redes Fixas Fundamentos de GPON Duração: 14h Metodologia: Presencial Avaliação: Não aplicável Área Formativa: 523 Sumário A nova rede de acesso em fibra ótica, suportada por tecnologia GPON, possui características muito distintas da rede tradicional de cobre a todos os níveis, desde a tecnologia, estruturação, equipamentos, até à provisão, operação e manutenção da rede. Este conhecimento nas suas diversas vertentes é importante para as várias áreas de atuação de um operador, verificandose no entanto, estar ainda bastante restringido às áreas mais diretamente relacionadas com a implementação. Este curso pretende disseminar este conhecimento. Identificar os elementos duma solução GPON. Descrever a aplicação da solução GPON na prestação de serviços Triple Play. Pré-requisitos Conhecimentos de serviço IPTV. Destinatários Quadros técnicos. Atividades Realização de 4 trabalhos práticos: Despiste de avarias; Medidas de potência óptica e atenuação; Medidas com OTDR; Medidas RF. 24 Catálogo de Formação 2015

25 Programa: 1. Fibras óticas 1.1. Vantagens, constituição e tipos 1.2. Transmissão, juntas e conectores 2. Rede exterior de fibra ótica 2.1. Arquitetura, sinais e tráfego 2.2. Topologias, rede de edifício e simbologia e numeração 3. Rede interior 3.1. Serviço triple play, ONT e serviço telefónico 3.2. Rede cabo UTP/ Ethernet e rede cabo coaxial / RF 4. Medidas de fibra ótica e radiofrequência Catálogo de Formação

26 01 REDES DE TELECOMUNICAÇÕES Redes Fixas GPON Cliente Duração: 35h Metodologia: Presencial Avaliação: Sumativa Área Formativa: 523 Sumário A oferta e provisão de serviços sobre a rede de acesso GPON, necessita de técnicos com competências específicas e diversificadas desde o manuseamento da fibra ótica, até aos equipamentos específicos GPON e às redes domésticas. Este curso, através de uma base teórica e uma forte componente prática, pretende dotar o técnico instalador das competências necessárias para a instalação de um cliente GPON. Saber instalar o segmento final da ligação do cliente à rede FTTH-GPON. Saber operar equipamentos de fusão, de conetorização de fibra ótica e ferramentas de construção de juntas óticas. Pré-requisitos Conhecimentos em soluções IPTV. Destinatários Quadros técnicos de telecomunicações. Atividades Realização de 4 trabalhos práticos: Fibras óticas - ligação; Medidas em fibra ótica; Medidas RF; Instalação do cliente GPON. 26 Catálogo de Formação 2015

27 Programa: 1. Introdução 1.1. Conceitos básicos de fibra ótica 1.2. Arquitetura e equipamentos de rede GPON 2. Manuseamento 2.1. Manuseamento de fibras óticas 2.2. Execução de juntas de fusão 2.3. Instalação ótica do Cliente GPON 3. Medidas em fibra ótica 3.1. Medidas de potência ótica 3.2. Deteção e Inspeção Visual de avarias 4. Agregação da componente RF numa GPON 4.1. Redes de cliente existentes - arquiteturas RITA e ITED 4.2. Acoplamento do sinal RF à rede coaxial de cliente 5. Medidas RF 6. Instalação do cliente GPON 6.1.ONT 6.2. RF 6.3. HGW, Telefone, Wireless e Internet 7. Procedimentos MEO fibra Catálogo de Formação

28 01 REDES DE TELECOMUNICAÇÕES Redes Fixas GPON Estação (OLT e RF) Duração: 7h Metodologia: Presencial Avaliação: Não aplicável Área Formativa: 523 Sumário A organização do equipamento de estação nas NAAS (GPON e RF de estação), bem como a sua correta operação e manutenção é caracterizada por alguma complexidade, necessitando de técnicos de transmissão especializados nesta nova tecnologia e equipamentos. Este curso pretende dotar estes técnicos com as competências necessárias através de uma base teórica com forte componente visual, em que é feita a apresentação da estrutura da rede RF, organização da NAAS, identificação de equipamentos e sua operação e manutenção. Esta componente teórica é complementada por uma visita a uma NAAS. Proceder a operações de instalação e manutenção da rede de distribuição do sinal de RF associado ao serviço MEO. Pré-requisitos Experiência em instalações de telecomunicações. Destinatários Técnicos de Telecomunicações. 28 Catálogo de Formação 2015

29 Programa: 1. Generalidades 2. Rede Overlay RF 2.1. Cobertura Geográfica 2.2. Head-End Remoto 2.3. Rede ótica de Distribuição 2.4. Layout de bastidores 2.5. Interligação no Head End 3. Estação GPON 3.1. Interligação 3.2. RF 3.3. OLT 3.4. OGC 3.5. BSP e ODF 4. Equipamentos RF 5. Operação de Rede overlay RF 5.1. Consideraçãoes de projeto 5.2. Teste e medidas 5.3. Supervisão 5.4. Cadastro 5.5. Gestão de Equipamento RF 5.6. Gestão de Head End Local Catálogo de Formação

30 01 REDES DE TELECOMUNICAÇÕES Redes Fixas GPON - FTTH Duração: 35h Metodologia: Presencial Avaliação: Sumativa Área Formativa: 523 Sumário A implementação da rede de acesso FTTH GPON, baseada em tecnologia GPON, implica o domínio das técnicas corretas de manuseamento instalação ligação e manutenção de cabos de fibra ótica bem como um conhecimento detalhado de diversos equipamentos de rede e suas especificidades de construção. O domínio da leitura de elementos de projeto é essencial para a correta construção da rede. Este curso pretende através duma base teórica e uma forte componente prática dotar os técnicos da construção de rede das competências necessárias para o efeito. Conhecer a estrutura e as topologias de rede FTTH-GPON. Operar a máquina de fusão de fibras óticas. Saber organizar uma junta de splitting ótico e uma junta de fibra ótica. Organizar um ponto de distribuição ótico. Efetuar testes de aceitação da infraestrutura ótica instalada. Pré-requisitos Conhecimento da rede de acesso. Experiência de instalações de telecomunicações. Destinatários Quadros técnicos de telecomunicações. Atividades Realização de 5 trabalhos práticos: Fibras óticas - ligação e ensaio; Instalação, ligação de equipamentos da coluna montante (Floor Box, Raiser); Instalação, ligação de equipamentos (PDOs de interior e de exterior); Instalação, ligação de equipamentos (JFOs e JSOs); Execução de ensaios de aceitação em ligações de fibra ótica. 30 Catálogo de Formação 2015

31 Programa: 1. Introdução 1.1. Conceitos básicos de fibra ótica 1.2. Medidas em fibras óticas 2. Manuseamento 2.1. Manuseamento de fibras óticas 2.2. Execução de juntas de fusão 2.3. Deteção e inspeção visual de avarias 3. Rede FTTH-GPON 3.1. Arquitetura da rede 3.2. Equipamentos 4. Medidas em fibras óticas utilização de OTDR Catálogo de Formação

32 01 REDES DE TELECOMUNICAÇÕES Redes Fixas GPON - Projeto Duração: 14h Metodologia: Presencial Avaliação: Não aplicável Área Formativa: 523 Sumário Com a disseminação da instalação de fibra até ao cliente torna-se cada vez mais importante adquirir competências no projeto deste tipo de redes, simbologias associadas e desenho de projetos. Descrever as redes GPON. Identificar simbologias utilizadas nas redes de telecomunicações. Elaborar projetos GPON. Pré-requisitos Conhecimentos genéricos da tecnologia ótica. Destinatários Técnicos de telecomunicações. 32 Catálogo de Formação 2015

33 Programa: 1. Descrição de uma rede GPON 1.1. Normalização 1.2. Elementos de uma Rede GPON 1.3. Splitting Ratio 1.4. Orçamento de potência 2. Topologia de Redes GPON 2.1. Divisão em células de acordo com a topologia 3. Dimensionamento de redes GPON 3.1. Estação 3.2. Rede primária 3.3. Armários de rua 3.4. Redes de distribuição 3.5. Rede de edifício 4. Descrição de cabos e equipamentos a usar em redes GPON 5. Simbologia e etiquetagem de elementos 6. Projeto GPON Catálogo de Formação

34 01 REDES DE TELECOMUNICAÇÕES Redes Fixas GPON - Survey Duração: 7h Metodologia: Presencial Avaliação: Não aplicável Área Formativa: 523 Sumário O trabalho de survey obriga a que exista um plano que reúna todos os elementos que constituem a realidade onde é necessário trabalhar. Esta fotografia da realidade de infraestruturas é um passo fundamental no estabelecimento de planos que permitam um desenvolvimento sustentável da rede GPON. Noções teóricas e práticas de site survey em redes GPON. Pré-requisitos Conhecimentos de redes de telecomunicações. Destinatários Técnicos de telecomunicações. 34 Catálogo de Formação 2015

35 Programa: 1. Levantamentos no terreno - Surveys 1.1.Objetivo do levantamento 1.2. Tipos de levantamento 1.3. Software a utilizar 1.4. Argumentário em caso de impedimentos 2. Levantamento prático no terreno 2.1. Identificação dos edifícios 2.2. Caracterização das infraestruturas dos edifícios 2.3. Informação complementar Catálogo de Formação

36 01 REDES DE TELECOMUNICAÇÕES Redes Fixas Introdução ao SDH Duração: 21h Metodologia: Presencial Avaliação: Sumativa Área Formativa: 523 Sumário A SDH surge como resposta às necessidades exigidas a uma rede de transporte de telecomunicações moderna. A flexibilidade do modo de operação dos seus equipamentos, a capacidade de proteção automática dos seus sinais, a monitorização não intrusiva de deteção de erros de transmissão, as elevadas capacidades de transmissão, a gestão e a transmissão normalizada são os principais pontos fortes em relação ao PDH (Plesiochronous Digital Hierarchy). Descrever os processos de multiplexagem SDH. Descrever genericamente a estrutura da trama STM-N e as fases intermédias. Descrever os processos de proteção associados à Hierarquia Digital Síncrona. Descrever os processos de interligação da SDH com a PDH. Pré-requisitos Conhecimentos de transmissão digital. Experiência em instalações de telecomunicações. Destinatários Quadros técnicos responsáveis pela instalação, operação e manutenção. Atividades Realização de 3 trabalhos práticos: Trama STM-1; Medidas de qualidade; Proteção em sistemas SDH. 36 Catálogo de Formação 2015

37 Programa: 1. Multiplexagem síncrona STM 1, 4, 16 e Interface PDH-SDH 3. Tipos de equipamentos usados em SDH 4. Análise de qualidade em SDH 5. Topologias de rede mais comuns 6. Proteção de unidades (EPS) 7. Proteção de rede (APS) 8. Sincronismo em sistemas SDH 9. Interfaces óticos 10. Vantagens do SDH sobre o PDH Catálogo de Formação

38 01 REDES DE TELECOMUNICAÇÕES Redes Fixas Introdução às Redes IPTV Duração: 35h Metodologia: Presencial Avaliação: Sumativa Área Formativa: 523 Sumário A oferta de soluções que englobem vários serviços é uma estratégia adotada pela maior parte dos operadores. Assim também as redes que tradicionalmente prestavam o serviço de telefonia, bem como as redes de próxima geração oferecem atualmente serviços não só de voz mas também, de acesso em banda larga à Internet e serviços de TV e vídeo. Este curso aborda a área das redes IP e da oferta de serviços sobre este tipo de rede, com foco no serviço IPTV, a problemática das redes domésticas, acesso a serviços Internet e serviços IPTV-MEO. Conhecer a rede IP e respetivos equipamentos. Configurar equipamentos em redes IP. Instalar soluções de distribuição residencial: acesso à Internet, utilização de correio eletrónico, configurar navegadores WWW e acesso a jogos em rede. Pré-requisitos Conhecimento de redes de telecomunicações e conhecimentos de informática na ótica de utilizador. Destinatários Quadros técnicos na área das telecomunicações. 38 Catálogo de Formação 2015

39 Programa: 1. Redes IP 1.1. Endereçamento 1.2. Encaminhamento 1.3. A importância da QoS em redes IP 2. Redes Domésticas 2.1. Definições e Conceitos - Família de protocolos Tipos de redes domésticas 2.3. Tecnologias adotadas pelo serviço MEO 3. Acesso e Serviços Internet 3.1. Gateways de Acesso Interfaces Rede, configuração Routing NAPT, configuração Firewall, configuração Endereçamentos Terminais DNS Proxy 3.2. Terminais Interfaces Rede e Firewalls 3.3. Serviços - WWW, Clientes WWW; 4. Serviços IPTV 4.1. Triple Play Conceitos e codificação 4.2. Terminal IPTV 4.3. Utilização - Serviços IPTV TV em Direto Guia TV Gravação de conteúdos Vídeo Clube Configurações Bloqueios Pesquisa Aplicações Catálogo de Formação

40 01 REDES DE TELECOMUNICAÇÕES Redes Fixas IP Avançado Duração: 35h Metodologia: Presencial Avaliação: Sumativa Área Formativa: 523 Sumário Com a evolução das redes baseadas em IP e o aumento de tráfego, torna-se necessário adquirir competências em tecnologias como o QoS, MPLS, IPv6, Encaminhamento e Multicast. Este curso pretende desenvolver cada uma destas áreas. Implementar redes com VLANs. Controlar loops na rede com spanning tree protocol. Identificar as características do protocolo IPv6. Implementar mecanismos de QoS: IntServ, DiffServ, RSVP. Implementar mecanismos de gestão multicast. Identificar os vários protocolos de encaminhamento e as suas aplicações. Caracterizar o conceito de MPLS. Implementar MPLS básico. Pré-requisitos Conhecimentos básicos de IP. Destinatários Todas os profissionais das áreas de telecomunicações e/ou informática que importante desenvolver e aprofundar os seus conhecimentos em IP. considerem Atividades Laboratórios práticos com simuladores. 40 Catálogo de Formação 2015

41 Programa: 1. Layer Ethernet na LAN Spanning Tree VLAN 1.2. QoS - Nível 2 6. Multi Protocol Label Switching (MPLS) 6.1. MPLS Traffic engineering RSVP-TE 6.2. MPLS VPN 6.3. Generalized MPLS (GMPLS) 2. IPv Porquê o IPv Protocolo IPv6, formato pacote 2.3. Endereçamento 2.4. Mecanismos de rede local 2.5. Mecanismos de transição 3. QoS 3.1. Arquiteturas IntServ DiffServ 3.2. Mecanismos de gestão de filas de espera 3.3. RSVP 4. Multicast 4.1. Endereçamento 4.2. Protocolos multicast IGMP, ASM/SSM RPF PIM (parse & dense) 4.3. Multicast e L Ethernet, outras tecnologias IGMP snooping 4.4. Multicast IPv Serviços com multicast 5. Encaminhamento 5.1. Introdução/Revisão 5.2. IGP vs EGP 5.3. IGP RIP OSPF ISIS 5.4. EGP BGP Catálogo de Formação

42 01 REDES DE TELECOMUNICAÇÕES Redes Fixas ITED - Formação Inicial - Habilitante I - Instalador Duração: 100h Metodologia: Presencial Avaliação: Sumativa Área Formativa: 523 Conteúdo programático: UFCD ITED-1 (6085) ITED-2 (6086) ITED-3 (6087) ITED-4 (6088) Instalações ITED - Generalidades Código: 6085 Carga Horária: 25 horas Identificar a legislação aplicável às ITED. Caracterizar as ITED. Identificar a simbologia utilizada. Identificar materiais, dispositivos e equipamentos. Distinguir dispositivos de ligação, distribuição e terminais. Identificar os órgãos de proteção e explicar a sua necessidade. Explicar a função dos armários, caixas e bastidores. Distinguir os diferentes tipos de tubagem. Distinguir e caracterizar os vários serviços de telecomunicações suportados por uma ITED. Identificar os vários tipos de redes e arquitetura das ITED. Interpretar um projeto já elaborado. Instalações ITED - Aplicações - Execução de Instalação em Moradia Unifamiliar Código: 6086 Carga Horária: 25 horas Regras de elaboração dos projetos ITED. Ler e interpretar projetos de ITED, de acordo com as prescrições e especificações técnicas (manual ITED). Interpretar as regras técnicas de instalação das infraestruturas de telecomunicações. Instalar sistemas ITED. Manuseamento de cabos de FO, cabos de pares de cobre e coaxiais. Identificar erros de execução da instalação. Executar um projeto já elaborado. Verificar as características da instalação e equipamentos através de ensaios. Elaborar o relatório de ensaios de funcionalidade. Identificar os procedimentos de avaliação das ITED. Interpretar as técnicas de orçamentação de uma ITED. 42 Catálogo de Formação 2015

Formação BEYOND INNOVATION

Formação BEYOND INNOVATION Formação BEYOND INNOVATION 05 APLICAÇÕES E SERVIÇOS INTRODUÇÃO Conceitos de Segurança - BYOD Triple Play Gestão de Identidades - Estado da Arte e Tendências Instalação de Soluções Triple Play - MEO MEO:

Leia mais

Curso de Formação de. Actualização de Projectista ITED 2 (175h) Curso de Formação de. Actualização de Projectista ITED 2 (175h)

Curso de Formação de. Actualização de Projectista ITED 2 (175h) Curso de Formação de. Actualização de Projectista ITED 2 (175h) Curso de Formação de O curso tem como objectivos específicos, dotar os participantes de conhecimentos que lhes permitam: Obter a RENOVAÇÃO da CERTIFICAÇÃO reconhecida pela ANACOM como técnico de projecto

Leia mais

Redes e Telecomunicações. 2º Pacote. Formação em

Redes e Telecomunicações. 2º Pacote. Formação em 2º Pacote Formação em Redes de Computadores Formação em Redes de Computadores Exposição dos conteúdos por um docente do ISEL do grupo de redes de comunicações Formação adequada a vários níveis de experiência

Leia mais

Instalações ITED Generalidades

Instalações ITED Generalidades Módulo ITED-1 UFCD 6085 Instalações ITED Generalidades 1. Considerações prévias, Legislação, normas e regulamentos em vigor (manual ITED). 2. Simbologia utilizada nas ITED. 3. Sistemas de Cablagem em par

Leia mais

Ação de Formação para Engenheiros e Engenheiros Técnico

Ação de Formação para Engenheiros e Engenheiros Técnico Ação de Formação para Engenheiros e Engenheiros Técnico Ited-B Projeto e Instalação ITED (Infraestruturas de Telecomunicações em Edifícios) Habilitante - 150h Índice 1. Objetivo Geral... 3 2. Objetivos

Leia mais

Redes e Telecomunicações. 1º Pacote. Formação em

Redes e Telecomunicações. 1º Pacote. Formação em 1º Pacote Formação em Redes Móveis, Transmissão e Acesso Redes Móveis, Transmissão e Acesso COMUNICAÇÕES MÓVEIS GSM, GPRS e EDGE UMTS: WCDMA, HSDPA e HSUPA LTE e LTE-Advanced Planeamento de Redes Móveis

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CICLO DE MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM

ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CICLO DE MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM ANO: 11º Redes de Comunicação ANO LECTIVO: 2008/2009 p.1/8 Componentes de um sistema de comunicações; Sistemas Simplex, Half-Duplex e Full- Duplex; Transmissão de sinais analógicos e digitais; Técnicas

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. Farinha Aula 03 Telecomunicações Sistemas de Telecomunicações 1 Sistemas de Telecomunicações Consiste de Hardware e Software transmitindo informação (texto,

Leia mais

Rede Telefónica Pública Comutada - Principais elementos -

Rede Telefónica Pública Comutada - Principais elementos - Equipamento terminal: Rede Telefónica Pública Comutada - Principais elementos - o telefone na rede convencional Equipamento de transmissão: meio de transmissão: cabos de pares simétricos, cabo coaxial,

Leia mais

Tecnologia ao seu dispor

Tecnologia ao seu dispor Tecnologia ao seu dispor EVOLUÇÃO DA ACTIVIDADE 1987 Janeiro Fundação como empresa de prestação de serviços na área da electrónica e Centro de Assistência Técnica para o Sul do País de um fabricante de

Leia mais

1.1 Motivação e âmbito... 1 1.2 Objetivos e abordagem... 3 1.3 Organização do presente texto... 4

1.1 Motivação e âmbito... 1 1.2 Objetivos e abordagem... 3 1.3 Organização do presente texto... 4 Índice de figuras XVII Índice de tabelas XXII Agradecimentos XXIII Nota prévia XXIV 1- Introdução 1 1.1 Motivação e âmbito... 1 1.2 Objetivos e abordagem... 3 1.3 Organização do presente texto... 4 2 -

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Teoria e Prática Douglas Rocha Mendes Novatec Sumário Agradecimentos...15 Sobre o autor...15 Prefácio...16 Capítulo 1 Introdução às Redes de Computadores...17 1.1 Introdução... 17

Leia mais

Infra-estruturas de Telecomunicações em Edifícios. Direcção de Fiscalização

Infra-estruturas de Telecomunicações em Edifícios. Direcção de Fiscalização Infra-estruturas de Telecomunicações em Edifícios Direcção de Fiscalização Novo regime ITED Manual ITED, 2.ª edição linhas orientadoras Regras técnicas Tubagem Cablagem Pontos de fronteira Ligações de

Leia mais

Redes de Computadores: Introdução

Redes de Computadores: Introdução s de Computadores: Introdução Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores s de Computadores Necessidades de comunicação 28-02-2010

Leia mais

PASSIVE OPTICAL NETWORK - PON

PASSIVE OPTICAL NETWORK - PON PASSIVE OPTICAL NETWORK - PON É uma solução para a rede de acesso, busca eliminar o gargalo das atuais conexões entre as redes dos usuários e as redes MAN e WAN. A solução PON não inclui equipamentos ativos

Leia mais

Infra-estruturas de Telecomunicações em Edifícios. Manual ITED 2.ª Edição. Direcção de Fiscalização

Infra-estruturas de Telecomunicações em Edifícios. Manual ITED 2.ª Edição. Direcção de Fiscalização Infra-estruturas de Telecomunicações em Edifícios Manual ITED 2.ª Edição Direcção de Fiscalização Julho de 2010 Novo regime ITED Manual ITED, 2.ª edição linhas orientadoras Regras técnicas Tubagem Cablagem

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais Administração de Sistemas de Informação Gerenciais UNIDADE V: Telecomunicações, Internet e Tecnologia Sem Fio. Tendências em Redes e Comunicações No passado, haviam dois tipos de redes: telefônicas e redes

Leia mais

Laboratório de Redes

Laboratório de Redes Laboratório de Redes Rui Prior 2008 2012 Equipamento de rede Este documento é uma introdução muito básica aos equipamentos de rede mais comuns, a maior parte dos quais iremos utilizar nas aulas de Laboratório

Leia mais

GRUPO DISICPLINAR - Informática

GRUPO DISICPLINAR - Informática Curso: Tecnológico de Informática ANO LECTIVO: 2008/2009 p.1/8 1ª UNIDADE DE ENSINO-APRENDIZAGEM: Fundamentos de Transmissão CARGA HORÁRIA: 10 UNIDADES LECTIVAS 1º PERÍODO Noções Básicas de Transmissão

Leia mais

Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para

Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para Magistério Superior Especialista em Docência para Educação

Leia mais

ANEXO TR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

ANEXO TR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL ANEXO TR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL REQUISITOS MÍNIMOS DE QUALIFICAÇÃO TÉCNICA DOS PROFISSIONAIS QUE DEVERÃO COMPOR AS EQUIPES TÉCNICAS PREVISTAS NESSA CONTRATAÇÃO PARA AMBOS OS LOTES. QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação AULA 01 INTRODUÇÃO Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação CONCEITO Dois ou mais computadores conectados entre si permitindo troca de informações, compartilhamento de

Leia mais

ACESSO de BANDA LARGA. Uma perspectiva de Operador

ACESSO de BANDA LARGA. Uma perspectiva de Operador ACESSO de BANDA LARGA Uma perspectiva de Operador António Varanda I S T Lisboa, 8-Maio-2007 SUMÁRIO Um pouco de história e a evolução da Banda Larga Vídeo em tempo real: requisitos Análise de Operador:

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA ACREDITAÇÃO ACÇÕES DE FORMAÇÃO ITED E ITUR ENGENHEIROS E ENGENHEIROS TÉCNICOS PARA. 21 de Dezembro de 2010

PROCEDIMENTOS PARA ACREDITAÇÃO ACÇÕES DE FORMAÇÃO ITED E ITUR ENGENHEIROS E ENGENHEIROS TÉCNICOS PARA. 21 de Dezembro de 2010 PROCEDIMENTOS PARA ACREDITAÇÃO DE ACÇÕES DE FORMAÇÃO ITED E ITUR PARA ENGENHEIROS E ENGENHEIROS TÉCNICOS 21 de Dezembro de 2010 Anexo B Descrição dos Conteúdos Programáticos dos Módulos de Formação 2 ITED

Leia mais

O VoIP como enabler do desenvolvimento da Rede de Voz da Novis

O VoIP como enabler do desenvolvimento da Rede de Voz da Novis VoIP Coimbra, 16 de Setembro 2005 O VoIP como enabler do desenvolvimento da Rede de Voz da Novis Índice A rede da Novis Transmissão Rede Multi-Serviços O VoIP como tecnologia de Transporte o enabler do

Leia mais

CENTRO DE INFORMATICA CCNA. Cisco Certified Network Associate

CENTRO DE INFORMATICA CCNA. Cisco Certified Network Associate CENTRO DE INFORMATICA CCNA Cisco Certified Network Associate E ste currículo ensina sobre redes abrange conceitos baseados em tipos de redes práticas que os alunos podem encontrar, em redes para residências

Leia mais

LISTA DE ESCOPO DE PRODUTOS PARA TELECOMUNICAÇÕES POR FAMÍLIA

LISTA DE ESCOPO DE PRODUTOS PARA TELECOMUNICAÇÕES POR FAMÍLIA LISTA DE ESCOPO DE PRODUTOS PARA TELECOMUNICAÇÕES POR FAMÍLIA ANTENAS FAMÍLIAS DE PRODUTOS ACUMULADORES DE ENERGIA (BATERIA) CABOS COAXIAIS CABOS ÓPTICOS E FIBRAS ÓPTICAS CABOS PARA TRANSMISSÃO DE DADOS

Leia mais

02/03/2014. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais

02/03/2014. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais Curso de Preparatório para Concursos Públicos Tecnologia da Informação REDES Conceitos Iniciais; Classificações das Redes; Conteúdo deste módulo Equipamentos usados nas Redes; Modelos de Camadas; Protocolos

Leia mais

PLANO DE ENSINO CARGA HORÁRIA TOTAL: 72 TEORIA: 50 PRÁTICA: 22

PLANO DE ENSINO CARGA HORÁRIA TOTAL: 72 TEORIA: 50 PRÁTICA: 22 DEPARTAMENTO: Sistemas de Informação PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: Redes de Computadores I PROFESSOR: SERGIO ROBERTO VILLARREAL SIGLA: RED I E-MAIL: sergio.villarreal@udesc.br CARGA HORÁRIA TOTAL: 72 TEORIA:

Leia mais

Laboratório de Redes

Laboratório de Redes Laboratório de Redes Rui Prior 2008 Equipamento de rede Este documento é uma introdução muito básica aos equipamentos de rede mais comuns, a maior parte dos quais iremos utilizar nas aulas de Laboratório

Leia mais

SOLUÇÕES DE INFRAESTRUTURA

SOLUÇÕES DE INFRAESTRUTURA DE INFRAESTRUTURA www.alidata.pt geral@alidata.pt +351 244 850 030 A Alidata conta com uma equipa experiente e especializada nas mais diversas áreas, desde a configuração de um simples terminal de trabalho

Leia mais

6.3 Tecnologias de Acesso

6.3 Tecnologias de Acesso Capítulo 6.3 6.3 Tecnologias de Acesso 1 Acesso a redes alargadas Acesso por modem da banda de voz (através da Rede Fixa de Telecomunicações) Acesso RDIS (Rede Digital com Integração de Serviços) Acesso

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 197, DE 12 DE JULHO DE

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 197, DE 12 DE JULHO DE INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 197, DE 12 DE JULHO DE 2011 A Presidenta do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep),

Leia mais

A EMPRESA. A Future Technology é uma divisão da Do Carmo voltada para o mercado de soluções em tecnologia.

A EMPRESA. A Future Technology é uma divisão da Do Carmo voltada para o mercado de soluções em tecnologia. A EMPRESA A Future Technology é uma divisão da Do Carmo voltada para o mercado de soluções em tecnologia. A experiência da Future Technology nas diversas áreas de TI disponibiliza aos mercados público

Leia mais

Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio. slide 1

Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio. slide 1 Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio slide 1 Objetivos de estudo Quais os principais componentes das redes de telecomunicações e quais as principais tecnologias de rede? Quais os principais

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES E REDES

TELECOMUNICAÇÕES E REDES Capítulo 8 TELECOMUNICAÇÕES E REDES 8.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS Quais são as tecnologias utilizadas nos sistemas de telecomunicações? Que meios de transmissão de telecomunicações sua organização

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CTS DE REDES DE COMPUTADORES INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 68 A disciplina estuda a área da informática como um todo e os conceitos fundamentais, abrangendo desde a história e a evolução

Leia mais

Sistemas Multimédia. Instituto Superior Miguel Torga. Francisco Maia famaia@gmail.com. Redes e Comunicações

Sistemas Multimédia. Instituto Superior Miguel Torga. Francisco Maia famaia@gmail.com. Redes e Comunicações Sistemas Multimédia Instituto Superior Miguel Torga Redes e Comunicações Francisco Maia famaia@gmail.com Estrutura das Aulas 5 Aulas Aula 10 (20 de Abril) Classificação Componentes Aula 11 (27 de Abril)

Leia mais

Secção II. ƒ Alternativas para redes de telecomunicações

Secção II. ƒ Alternativas para redes de telecomunicações 1 Secção II ƒ Alternativas para redes de telecomunicações 2 Alternativas para redes de telecomunicações Alternativa de rede Redes Suportes Processadores Software Canais Topologia/arquitectura Exemplos

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES

REDE DE COMPUTADORES SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES Tecnologias de Rede Arquitetura Prof. Airton Ribeiro de Sousa E-mail: airton.ribeiros@gmail.com 1 A arquitetura de redes tem como função

Leia mais

Serviços para o cliente residencial: que desafios?

Serviços para o cliente residencial: que desafios? Serviços para o cliente residencial: que desafios? Vitor Manuel Ribeiro PT Inovação, S. A. Conferência Habitação Digital ao Serviço o das Pessoas 21 de Outubro de 2005 Escola Superior de Tecnologia de

Leia mais

Módulo 5 Cablagem para LANs e WANs

Módulo 5 Cablagem para LANs e WANs CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes Módulo 5 Cablagem para LANs e WANs Cablagem de LANs Nível Físico de uma Redes Local Uma rede de computadores pode ser montada utilizando vários tipos de meios físicos.

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Redes de Computadores 3º Ano / 1º Semestre Eng. Electrotécnica Ano lectivo 2005/2006 Sumário Sumário Perspectiva evolutiva das redes telemáticas Tipos de redes Internet, Intranet

Leia mais

Redes de Nova Geração e o ITED

Redes de Nova Geração e o ITED Redes de Nova Geração e o ITED A explosão da procura telefónica dos anos 80 induziu a implantação do RITA O incremento da Internet e a liberalização do mercado das telecomunicações influenciou claramente

Leia mais

1 Introduc ao 1.1 Hist orico

1 Introduc ao 1.1 Hist orico 1 Introdução 1.1 Histórico Nos últimos 100 anos, o setor de telecomunicações vem passando por diversas transformações. Até os anos 80, cada novo serviço demandava a instalação de uma nova rede. Foi assim

Leia mais

AGENTE PROFISSIONAL - ANALISTA DE REDES

AGENTE PROFISSIONAL - ANALISTA DE REDES Página 1 CONHECIMENTO ESPECÍFICO 01. Suponha um usuário acessando a Internet por meio de um enlace de 256K bps. O tempo mínimo necessário para transferir um arquivo de 1M byte é da ordem de A) 4 segundos.

Leia mais

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani Redes de Dados e Comunicações Prof.: Fernando Ascani Redes Wireless / Wi-Fi / IEEE 802.11 Em uma rede wireless, os adaptadores de rede em cada computador convertem os dados digitais para sinais de rádio,

Leia mais

Prof. Luís Rodolfo. Unidade I REDES DE COMPUTADORES E

Prof. Luís Rodolfo. Unidade I REDES DE COMPUTADORES E Prof. Luís Rodolfo Unidade I REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO C Redes de computadores e telecomunicação Objetivo: apresentar os conceitos iniciais e fundamentais com relação às redes de computadores

Leia mais

6127. Redes comunicação de dados. RSProf@iol.pt. 2014/2015. Introdução.

6127. Redes comunicação de dados. RSProf@iol.pt. 2014/2015. Introdução. Sumário 6127. Redes comunicação de dados. 6127. Redes comunicação de dados A Internet: Permite a interação entre pessoas. 6127. Redes comunicação de dados A Internet: Ensino; Trabalho colaborativo; Manutenção

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES LAN MAN WAN

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES LAN MAN WAN SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES LAN MAN WAN - Prof. Airton / airton.ribeiros@gmail.com - Prof. Altenir / altenir.francisco@gmail.com 1 REDE LOCAL LAN - Local Area Network

Leia mais

ATI 3play - características gerais

ATI 3play - características gerais patente nº 104593 ATI 3play - características gerais Primário e Secundário Cat 6 (classe E). Conectores RJ45, permanent link Cat 6, de acesso exterior para injecção de sinais de equipamento activo ( RC-PC

Leia mais

INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET

INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET Objectivos História da Internet Definição de Internet Definição dos protocolos de comunicação Entender o que é o ISP (Internet Service Providers) Enumerar os equipamentos

Leia mais

Redes de Comunicações Móveis / Tecnologias de Redes de Comunicações / Segurança Informática em Redes e Sistemas

Redes de Comunicações Móveis / Tecnologias de Redes de Comunicações / Segurança Informática em Redes e Sistemas UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO Redes de Comunicações Móveis / Tecnologias de Redes de Comunicações / Segurança Informática em Redes e Sistemas Enunciado do Projecto Conjunto

Leia mais

Segunda Lista de Exercícios

Segunda Lista de Exercícios INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA Segunda Lista de Exercícios 1. Qual é a posição dos meios de transmissão no modelo OSI ou Internet? Os meios de transmissão estão localizados abaixo

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

Exercícios do livro: Tecnologias Informáticas Porto Editora

Exercícios do livro: Tecnologias Informáticas Porto Editora Exercícios do livro: Tecnologias Informáticas Porto Editora 1. Em que consiste uma rede de computadores? Refira se à vantagem da sua implementação. Uma rede de computadores é constituída por dois ou mais

Leia mais

Redes de computadores e Internet

Redes de computadores e Internet Polo de Viseu Redes de computadores e Internet Aspectos genéricos sobre redes de computadores Redes de computadores O que são redes de computadores? Uma rede de computadores é um sistema de comunicação

Leia mais

Tecnologia em Analise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina

Tecnologia em Analise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina Plano de Ensino - 2014 I. Dados Identificadores Curso Tecnologia em Analise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina Redes de Computadores Professor MÁRCIO DE SANTANA Período Noturno Módulo Organização

Leia mais

Hospitais 2004. Inquérito à Utilização das Tecnologias da Informação e da Comunicação DOCUMENTO METODOLÓGICO

Hospitais 2004. Inquérito à Utilização das Tecnologias da Informação e da Comunicação DOCUMENTO METODOLÓGICO Hospitais 2004 Inquérito à Utilização das Tecnologias da Informação e da Comunicação DOCUMENTO METODOLÓGICO ÍNDICE 1. IDENTIFICAÇÃO E OBJECTIVOS DO PROJECTO... 3 2. RECOLHA E TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO...

Leia mais

Formação em Redes de Computadores, composta pelos seguintes módulos:

Formação em Redes de Computadores, composta pelos seguintes módulos: O grande crescimento da Internet e das tecnologias e serviços a ela associados, bem como a liberalização do mercado das telecomunicações, está a originar uma procura de profissionais na área das Tecnologias

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES E REDES

TELECOMUNICAÇÕES E REDES TELECOMUNICAÇÕES E REDES 1 OBJETIVOS 1. Quais são as tecnologias utilizadas nos sistemas de telecomunicações? 2. Que meios de transmissão de telecomunicações sua organização deve utilizar? 3. Como sua

Leia mais

Processadores de telecomunicações

Processadores de telecomunicações 1 Processadores de telecomunicações ƒ Modems (modulação/desmodulação) ƒ Converte sinais entre os formatos analógico e digital. ƒ Multiplexadores ƒ Permitem que um canal de comunicação transporte simultaneamente

Leia mais

NOME DA DISCIPLINA: TELEMÁTICA BÁSICA NOME DO CURSO: SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PETRÓLEO E GÁS

NOME DA DISCIPLINA: TELEMÁTICA BÁSICA NOME DO CURSO: SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PETRÓLEO E GÁS 1- IDENTIFICAÇÃO CARGA HORÁRIA SEMANAL: 4 HORAS CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 80 HORAS PERÍODO: NOTURNO NOME DA DISCIPLINA: TELEMÁTICA BÁSICA NOME DO CURSO: SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PETRÓLEO E GÁS 2- EMENTA

Leia mais

A ECONET EVOLUTION S.A.S. nasce no ano de 2012 na Colômbia. Com sua filosofia de crescimento e expansão, projeta-se no mercado mundial, oferecendo

A ECONET EVOLUTION S.A.S. nasce no ano de 2012 na Colômbia. Com sua filosofia de crescimento e expansão, projeta-se no mercado mundial, oferecendo A ECONET EVOLUTION S.A.S. nasce no ano de 2012 na Colômbia. Com sua filosofia de crescimento e expansão, projeta-se no mercado mundial, oferecendo profissionalismo, velocidade, qualidade e conhecimento

Leia mais

Informática Aplicada I. Sistemas Operacionais Projeto e Implementação Andrew S. Tanenbaum Albert S. woodhull

Informática Aplicada I. Sistemas Operacionais Projeto e Implementação Andrew S. Tanenbaum Albert S. woodhull Informática Aplicada I Sistemas Operacionais Projeto e Implementação Andrew S. Tanenbaum Albert S. woodhull 1 Conceito de Sistema Operacional Interface: Programas Sistema Operacional Hardware; Definida

Leia mais

Cap 01 - Conceitos Básicos de Rede (Kurose)

Cap 01 - Conceitos Básicos de Rede (Kurose) Cap 01 - Conceitos Básicos de Rede (Kurose) 1. Quais são os tipos de redes de computadores e qual a motivação para estudá-las separadamente? Lan (Local Area Networks) MANs(Metropolitan Area Networks) WANs(Wide

Leia mais

Gestão de Redes e Sistemas Distribuídos

Gestão de Redes e Sistemas Distribuídos Gestão de Redes e Sistemas Distribuídos Setembro 2006 Conceitos fundamentais Evolução das Redes (parte I) Sumário???? Módulo I: Conceitos fundamentais Evolução das redes Tipos de Redes Sistemas de Cablagem

Leia mais

Estrutura do tema ISC

Estrutura do tema ISC Introdução aos Sistemas de Computação (5) 6. Da comunicação de dados às redes de computadores Uma Rede de Computadores é constituida por: Estrutura do tema ISC 1. Representação de informação num computador

Leia mais

Sistemas de Telecomunicações I

Sistemas de Telecomunicações I Introdução aos Sistemas de Telecomunicações José Cabral Departamento de Electrónica Industrial Introdução aos Sistemas de Telecomunicações 1-16 Introdução aos Sistemas de Telecomunicações Tópicos: Redes

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Rafael Freitas Reale Aluno: Data / / Prova Final de Redes Teoria Base 1) Qual o tipo de ligação e a topologia respectivamente

Leia mais

Telecomunicaçõ. Redes de Computadores

Telecomunicaçõ. Redes de Computadores Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial Telecomunicaçõ ções e Redes de Computadores Prof. João Pires (em substituição do Prof. Paulo Lobato Correia) IST, 2007/2008 Objectivos Rever alguns marcos

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Capítulo 6 Pág. 167 Telecomunicações, Internet e Tecnologia Sem

Leia mais

Componentes dos sistemas computadorizados Aula 04 FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE

Componentes dos sistemas computadorizados Aula 04 FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE Componentes dos sistemas computadorizados Aula 04 FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE Componentes da infraestrutura Hardware Software Tecnologia de gerenciamento de dados Tecnologia

Leia mais

GENERALIDADES SOBRE INFRAESTRUTURAS DE TELECOMUNICAÇÕES EM EDIFÍCIOS (ITED) JORNADAS TÉCNICAS DE ELETROTECNIA - 1

GENERALIDADES SOBRE INFRAESTRUTURAS DE TELECOMUNICAÇÕES EM EDIFÍCIOS (ITED) JORNADAS TÉCNICAS DE ELETROTECNIA - 1 GENERALIDADES SOBRE INFRAESTRUTURAS DE TELECOMUNICAÇÕES EM EDIFÍCIOS (ITED) JORNADAS TÉCNICAS DE ELETROTECNIA - 1 POUCO DE HISTÓRIA 1981 DL 188/81 estabelece o regime legal para o surgimento do Instituto

Leia mais

UNIDADE II. Fonte: SGC Estácio e Marco Filippetti

UNIDADE II. Fonte: SGC Estácio e Marco Filippetti UNIDADE II Metro Ethernet Fonte: SGC Estácio e Marco Filippetti Metro Ethernet é um modo de utilizar redes Ethernet em áreas Metropolitanas e geograficamente distribuídas. Esse conceito surgiu pois, de

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular SISTEMAS DE TELECOMUNICAÇÕES Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular SISTEMAS DE TELECOMUNICAÇÕES Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular SISTEMAS DE TELECOMUNICAÇÕES Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Engenharia Electrotécnica e de Computadores 3.

Leia mais

Rede Telefónica Pública Comutada - Principais elementos -

Rede Telefónica Pública Comutada - Principais elementos - - Principais elementos - Equipamento terminal: o telefone na rede convencional Equipamento de transmissão: meio de transmissão, e.g. cabos de pares simétricos, cabo coaxial, fibra óptica, feixes hertzianos,

Leia mais

FICHA INFORMATIVA E DE TRABALHO MÓDULO 0773 - REDE LOCAL INSTALAÇÃO

FICHA INFORMATIVA E DE TRABALHO MÓDULO 0773 - REDE LOCAL INSTALAÇÃO CURSO EFA 2012 / 2013 Formando: Data: / / ÁREA/Assunto: Formador / Mediador: Avaliação Formando Formador FICHA INFORMATIVA E DE TRABALHO MÓDULO 0773 - REDE LOCAL INSTALAÇÃO Standard IEE 802 Para que as

Leia mais

1. Virtual LANs (VLANs) ISEL/DEETC Secção de Redes de Comunicação de Dados

1. Virtual LANs (VLANs) ISEL/DEETC Secção de Redes de Comunicação de Dados 1. Virtual LANs (VLANs) ISEL/DEETC Secção de Redes de Comunicação de Dados VLANS - Virtual LANs Objectivo Criação de redes locais virtuais sobre uma rede local física composta por um ou mais equipamentos

Leia mais

4. Rede de Computador

4. Rede de Computador Definição Uma rede de computadores é formada por um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos, interligados por um sub-sistema de comunicação, ou seja, é quando

Leia mais

Apostilas de Eletrônica e Informática SDH Hierarquia DigitaL Síncrona

Apostilas de Eletrônica e Informática SDH Hierarquia DigitaL Síncrona SDH A SDH, Hierarquia Digital Síncrona, é um novo sistema de transmissão digital de alta velocidade, cujo objetivo básico é construir um padrão internacional unificado, diferentemente do contexto PDH,

Leia mais

Revisão. Karine Peralta karine.peralta@pucrs.br

Revisão. Karine Peralta karine.peralta@pucrs.br Revisão Karine Peralta Agenda Revisão Evolução Conceitos Básicos Modelos de Comunicação Cliente/Servidor Peer-to-peer Arquitetura em Camadas Modelo OSI Modelo TCP/IP Equipamentos Evolução... 50 60 1969-70

Leia mais

Universidade Federal do Acre. Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas

Universidade Federal do Acre. Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Universidade Federal do Acre Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Universidade Federal do Acre Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Pós-graduação Lato Sensu em Desenvolvimento de Software e Infraestrutura

Leia mais

ELETRÓNICA E AUTOMAÇÃO

ELETRÓNICA E AUTOMAÇÃO ELETRÓNICA E AUTOMAÇÃO QUADRO RESUMO FORMAÇÃO UFCD (H) Análise de circuitos em corrente contínua 6008 25 Corrente alternada 6010 25 Eletrónica industrial 6023 25 Instalações elétricas - generalidades 6075

Leia mais

Telecomunicações. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br

Telecomunicações. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Telecomunicações Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Rede de Telefonia Fixa Telefonia pode ser considerada a área do conhecimento que trata da transmissão de voz através de uma rede de telecomunicações.

Leia mais

Redes de Comunicações. Redes de Comunicações

Redes de Comunicações. Redes de Comunicações Capítulo 0 Introdução 1 Um pouco de história Século XVIII foi a época dos grandes sistemas mecânicos Revolução Industrial Século XIX foi a era das máquinas a vapor Século XX principais conquistas foram

Leia mais

Composição. Estrutura Fisica Redes Sistemas Operacionais Topologias de redes

Composição. Estrutura Fisica Redes Sistemas Operacionais Topologias de redes Composição Estrutura Fisica Redes Sistemas Operacionais Topologias de redes Aterramento Fio de boa qualidade A fiação deve ser com aterramento neutro (fio Terra) trabalhando em tomadas tripolares Fio negativo,

Leia mais

Redes de Computadores. Sistemas de cablagem

Redes de Computadores. Sistemas de cablagem Redes de Computadores Sistemas de cablagem Sumário! Sistemas de cablagem: Normalização Estrutura Tipos de cablagem e comprimentos Dimensionamento Componentes 2 Sistemas de cablagem! Devem ser instalados

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES Conteúdo 1 Topologia de Redes 5 Escalas 5 Topologia em LAN s e MAN s 6 Topologia em WAN s 6 2 Meio Físico 7 Cabo Coaxial 7 Par Trançado 7 Fibra Óptica 7 Conectores 8 Conector RJ45 ( Par trançado ) 9 Conectores

Leia mais

INSTRUÇÕES GERAIS ARMÁRIO ATI V3.2

INSTRUÇÕES GERAIS ARMÁRIO ATI V3.2 INSTRUÇÕES GERAIS ARMÁRIO ATI V3.2 Para mais informações ou sugestões, contacte o seu distribuidor. Edição 4 Pag 1/8 Mod.100/2 ÍNDICE ÍNDICE...2 1. INTRODUÇÃO...3 2. DOCUMENTOS NORMATIVOS APLICADOS...3

Leia mais

Comparativo de soluções para comunicação unificada

Comparativo de soluções para comunicação unificada Comparativo de soluções para comunicação unificada Bruno Mathies Curso de Redes e Segurança de Sistemas Pontifícia Universidade Católica do Paraná Curitiba, Abril de 2010 Resumo Este artigo tem com objetivo

Leia mais

Agenda. Mobilidade, convergência e Cloud. A Rede ótica de próxima geração na PT. Evoluções

Agenda. Mobilidade, convergência e Cloud. A Rede ótica de próxima geração na PT. Evoluções Agenda 1. Mobilidade, convergência e Cloud 2. A Rede ótica de próxima geração na PT 3. Evoluções Tsunami de dados Data rate na hora de pico Gbps transport network. DL Utilização diária Gbps transport network.

Leia mais

LAGF. Otimizando Redes Comunicações Carlos Alberto Previdelli

LAGF. Otimizando Redes Comunicações Carlos Alberto Previdelli LAGF Otimizando Redes Comunicações Carlos Alberto Previdelli Setembro/2013 Agenda Smart Utilities & Smart Network Gestão integrada da Rede Conclusão Smart Utilities - Vetores da Governança Visão, Direção

Leia mais

Associação Comercial e Industrial da Ilha do Pico (ACIPICO) Condições Exclusivas para Associados

Associação Comercial e Industrial da Ilha do Pico (ACIPICO) Condições Exclusivas para Associados Associação Comercial e Industrial da Ilha do Pico (ACIPICO) Condições Exclusivas para Associados Setembro 2014 Para aderir ou obter mais informações: Contacte o seu gestor de cliente ou Ligue 16 206 (

Leia mais

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito - Metro-Ethernet (Carrier Ethernet) www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique Bucke Brito - Ethernet na LAN www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique

Leia mais

Fernando Albuquerque - fernando@cic.unb.br REDES LAN - WAN. Fernando Albuquerque (061) 273-3589 fernando@cic.unb.br

Fernando Albuquerque - fernando@cic.unb.br REDES LAN - WAN. Fernando Albuquerque (061) 273-3589 fernando@cic.unb.br REDES LAN - WAN Fernando Albuquerque (061) 273-3589 fernando@cic.unb.br Tópicos Modelos Protocolos OSI e TCP/IP Tipos de redes Redes locais Redes grande abrangência Redes metropolitanas Componentes Repetidores

Leia mais

O que é uma rede industrial? Redes Industriais: Princípios de Funcionamento. Padrões. Padrões. Meios físicos de transmissão

O que é uma rede industrial? Redes Industriais: Princípios de Funcionamento. Padrões. Padrões. Meios físicos de transmissão O que é uma rede industrial? Redes Industriais: Princípios de Funcionamento Romeu Reginato Julho de 2007 Rede. Estrutura de comunicação digital que permite a troca de informações entre diferentes componentes/equipamentos

Leia mais

Comunicação Comunicação é o ato de transmissão de informações de uma pessoa à outra. Emissor: Receptor: Meio de transmissão Sinal:

Comunicação Comunicação é o ato de transmissão de informações de uma pessoa à outra. Emissor: Receptor: Meio de transmissão Sinal: Redes - Comunicação Comunicação é o ato de transmissão de informações de uma pessoa à outra. Comunicação sempre foi, desde o início dos tempos, uma necessidade humana buscando aproximar comunidades distantes.

Leia mais