LEGENDA. TÉRREO - Acessos eixos W e L. 1º SUBSOLO - Passagem de pedestres. 2º SUBSOLO - Estação/Plataforma. Escada 01 Escada 02.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LEGENDA. TÉRREO - Acessos eixos W e L. 1º SUBSOLO - Passagem de pedestres. 2º SUBSOLO - Estação/Plataforma. Escada 01 Escada 02."

Transcrição

1 LEGENDA TÉRREO - Acessos eixos W e L 1º SUBSOLO - Passagem de pedestres Escada 2 2º SUBSOLO - Estação/Plataforma Escada 1 Rampa Escada 1 Escada 2 Rebaixamento meio-fio 2 Rebaixamento meio-fio 2 Rebaixamento meio-fio 1 Escada Escada Rebaixamento meio-fio 1 Escada Escada Rebaixamento meio-fio Rebaixamento meio-fio Escada Escada Proj Passarela Escada Escada Escada Proj Passarela Escada N 4 N 3 Rebaixamento meio-fio Rebaixamento meio-fio Escada 1 Escada 2 Rampa Escada ACESSO N 2 N 1 EMISSÃO INICIAL 1//14 Escada 1 Escada 2 SENTIDO SAMAMBAIA SENTIDO CENTRAL Escada E GUARDA-CORPO GERAL 1//214 1/

2 motos motos LEGENDA TÉRREO - Acessos eixos W e L 1º SUBSOLO - Passagem de pedestres Escada 2 2º SUBSOLO - Estação/Plataforma Escada 1 Rampa Escada 1 Escada 2 Rebaixamento meio-fio 2 Rebaixamento meio-fio 2 Rebaixamento meio-fio 1 Escada Escada Rebaixamento meio-fio 1 Escada Escada Rebaixamento meio-fio Rebaixamento meio-fio Escada Escada Proj Passarela Escada Escada Escada Proj Passarela Escada N 4 N 3 N 2 Rebaixamento meio-fio Rebaixamento meio-fio N 1 EMISSÃO INICIAL 1//14 Rebaixamento meio-fio 2 Estacionamento ELEVADOR Rebaixamento meio-fio 1 SENTIDO NORTE-SUL Escada ACESSO idoso idoso GRELHA Rebaixamento meio-fio Rebaixamento meio-fio Escada E GUARDA-CORPO GERAL 1//214 1/

3 15 NÍVEL PLATAFORMA NÍVEL PLATAFORMA R15 mureta Nível do mezanino N 4 N 3 N 2 N 1 EMISSÃO INICIAL 1// Nível da plataforma fixação com montante vertical nos quatro primeiros apoios 1 R Nível do mezanino Escada 1 Rebaixamento meio-fio 2 Rebaixamento meio-fio 1 Escada 2 Escada Escada Escada Escada Proj Passarela Escada Rebaixamento meio-fio 383 Rebaixamento meio-fio Nível da plataforma OBS: CONFERIR MEDIDAS NO LOCAL BILHETERIA SUPERVISÃO BILHETERIA E GUARDA-CORPO RAMPA E ESCADAS 1 E 2 1//214 2/

4 5 4 2 S 3 2 ELEVADOR 115 R R8 18 Escada 1 Escada 2 Rebaixamento meio-fio 2 15,85 Rebaixamento meio-fio 1 Escada Escada ESTACIONAMENTO EQS 114/115 Escada Escada Proj Passarela Escada Rebaixamento meio-fio Rebaixamento meio-fio 15 R NÍVEL ESTACIONAMENTO NÍVEL PASSAGEM OBS: CONFERIR MEDIDAS NO LOCAL N 4 8 N 3 1 R13 NÍVEL ESTACIONAMENTO ,2 1 NÍVEL PONTO DE ÔNIBUS 585 R15 N 2 N 1 EMISSÃO INICIAL 1//14 NÍVEL PONTO DE ÔNIBUS R15 8 R13 R Nível da passagem 15,85 15, ,2 R R14 R15 montante fixação na guia grelha 584 NÍVEL PONTO DE ÔNIBUS grelha R15 R Nível da passagem NÍVEL ESTACIONAMENTO montante fixação na guia 21 R15 14 grelha Nível da passagem E GUARDA-CORPO RAMPA 2 E ESCADAS, 9, 1 2/ 1//214

5 R13 DETALHE 1 - VISTA LATERAL COM ATÉ O FINAL DO (PAREDE/MURETA) CENTRAL-RAMPA R2 Ø=1 3 4" CHAPA e=3mm COM FIXAÇÃO DO TUBO NA CHAPA ATRAVÉS DE SOLDA, ELETRODO: AWS E7 45 B EM Ø=1 3/4"CHAPA e=3mm CENTRAL BARRA CHATA EM AÇO INOX 1 1 4"e 1 4" 1 DEGRAU B CHAPA DE ACABAMENTO EM AÇO INOX e=63mm Ø=1cm ACABAMENTO BARRA DE APOIO SEM QUINAS DETALHE EM PLANTA BARRA CHATA EM AÇO INOX 1 1 4"e 1 4" R13 R2 EM Ø=1 3/4"CHAPA e=3mm CHAPA DE ACABAMENTO EM AÇO INOX e=63mm Ø=1cm FIXADA ATRAVÉS DE PARAFUSO PARABOLT CORTE DETALHE - VISTA LATERAL COM ATÉ O FINAL DO (PAREDE/MURETA) DETALHE - VISTA CENTRAL CORTE D-D EM TUBO DE AÇO INOX Ø=1 3 4" CHAPA e=3mm CHAPA DE ACABAMENTO EM AÇO INOX e=63mm Ø=1cm FIXADA ATRAVÉS DE PARAFUSO PARABOLT CONTRAPISO PISO ACABADO VISTA A R2 R R 9 BASE DO MONTANTE R ''e=3mm 1 DETALHE 2 - PLANTA CHAPA EM AÇO INOX PARA DET12 VEDAÇÃO Ø 1 3/4" e=3mm AÇO INOX 12mm MONTANTE EM TUBO DE AÇO INOX Ø 1 3 4" 83 VIDRO LAMINADO 6mm e=3mm ARESTAS DETALHE 11-VISTA FRONTAL 45 Ø1 3 4'' e=3mm MONTANTE EM TUBO AÇO INOX 12mm DE AÇO INOX Ø 13 4" e=3mm 1 DETALHE 11-CORTE 175 VIDRO LAMINADO 6mm ARESTAS AÇO INOX 12mm E CANTONEIRA DE 1/2x1/2" e=1mm FIXADA COM SOLDA ELÉTRICA VIDRO LAMINADO 6mm ARESTAS 1 AÇO INOX 12mm E CANTONEIRA DE 1/2x1/2" e=1mm FIXADA COM SOLDA ELÉTRICA 1/2" 6 CANTONEIRA DE 1/2"x1/2" e=1mm FIXADA COM SOLDA ELÉTRICA BAGUETE DE AÇO INOX 12mm e=1mm 1/2" VIDRO LAMINADO INCOLOR 6mm ARESTAS N 4 N 3 N 2 N 1 EMISSÃO INICIAL 1//14 DETALHE 12 ESCALA: 1/2 DETALHE - VISTA PADRÃO DO CORIMÃO CENTRAL DETALHE - PLANTA LATERAL COM ATÉ O FINAL DO (PAREDE/MURETA) CORTE A-A PARAFUSO CORTE B-B DETALHE - PLANTA CENTRAL-ESCADA DETALHE 8 - VISTA LATERAL-RAMPA DETALHE 9 - VISTA CENTRAL-RAMPA DETALHE EM PLANTA R15 R15 VISTA FRONTAL DETALHE 13 - VISTA LATERAL COM MONTANTE VERTICAL DETALHE 14 - VISTA LATERAL COM MONTANTE VERTICAL DETALHE 15 - VISTA LATERAL-RAMPA DETALHE - PLANTA LATERAL-RAMPA RAMPA RAMPA DO (PAREDE/MURETA) NOTA: -todos os fixadores de corrimão devem ser locados no eixo do degrau, exceto no 1 e no último degrau de cada lance, que deve distar de,m entre o limite do degrau próximo ao ou piso de acesso e o elemento de fixação -no local da dobra do corrimão o prolongamento deste fica paralelo com o -os fixadores dos corrimãos instalados nas paredes e os fixadores do corrimãos centrais devem estar no mesmo eixo de alinhamento -sinalização tátil em corrimão: deverão ser informados em braile no corrimão, antes das extremidades (conforme exemplo) informação sobre os pavimentos no início e no final dos corrimãos / E GUARDA-CORPO DETALHES 1//214

6 Escada 1 Rebaixamento meio-fio 2 Rebaixamento meio-fio 1 Escada 2 Escada Escada Escada Escada Proj Passarela Escada Rebaixamento meio-fio Rebaixamento meio-fio R OBS: CONFERIR MEDIDAS NO LOCAL N 4 R15 1 R15 R PROJ VIGA NÍVEL DA PASSAGEM 221 Desvio no percurso do corrimão, a fixação sai do guarda-corpo e passa para a parede N 3 N 2 N 1 EMISSÃO INICIAL 1// R15 R15 R15 5 R VIDRO LAMINADO 6mm ARESTAS VIDRO LAMINADO 6mm ARESTAS R R15 R1 619 R a=,4m²(são 6 módulos com duas placas cada) VIDRO LAMINADO 6mm POLIDO a=,8m² NAS ARESTAS 1 a=1,2m² VIDRO LAMINADO 6mm POLIDO NAS ARESTAS a=1,3m² R NÍVEL DA PASSAGEM a=,4m² ESCADA - VISTA A - /GUARDA-CORPO (1º lance) Escala 1:5 NÍVEL DA PASSAGEM ESCADA - VISTA B - /GUARDA-CORPO (2º lance) Escala 1:5 E GUARDA-CORPO ESCADAS 8 E 1//214 /

7 Rebaixamento meio-fio 2 Rebaixamento meio-fio 1 Rebaixamento meio-fio Rebaixamento meio-fio Escada 1 Escada 2 Escada Escada Escada Proj Passarela Escada Escada R14 1 R R NÍVEL DA PASSAGEM R15 trecho acesso ao eixo W trecho acesso ao eixo W R15 trecho da estação PLANTA BAIXA - ESCADA (trecho estação) trecho da estação 1 R15 ACESSO rampa R mureta 142 n R191 n 2 R 4 n R145 5 ESTAÇÃO 18 TRECHO ENTRE N E N 2 n 2 3 escala 1/5 OBS: CONFERIR MEDIDAS NO LOCAL R porta de acesso para área não utilizada N 4 N barra chata com prolongamento para fixação na chapa de acabamento N 2 N 1 EMISSÃO INICIAL 1//14 38 R191 R6 n trecho estação n RAMPA 1 - VISTA D TRECHO ENTRE N 1 E R13 VISTA LATERAL EXTERNA montante deslocado para fixação na mureta mureta R Nível da EQS 214/215 sul ACESSO PASSAGEM saída 114/115 Sul mureta 8 n TRECHO ENTRE ACESSO PASSAGEM E N 35 n RAMPA 1 - VISTA C 446 TRECHO ENTRE N 2 E N n 1 PASSAGEM DE PEDESTRES EQS 214/215 sul R Nível EQS 214/215 sul GUARDA-CORPO E RAMPA 1, ESCADAS,, 1//214 /

8 R13 DETALHE 1 - VISTA LATERAL COM ATÉ O FINAL DO (PAREDE/MURETA) CENTRAL-RAMPA R2 Ø=1 3 4" CHAPA e=3mm COM FIXAÇÃO DO TUBO NA CHAPA ATRAVÉS DE SOLDA, ELETRODO: AWS E7 45 B EM Ø=1 3/4"CHAPA e=3mm CENTRAL BARRA CHATA EM AÇO INOX 1 1 4"e 1 4" 1 DEGRAU B CHAPA DE ACABAMENTO EM AÇO INOX e=63mm Ø=1cm ACABAMENTO BARRA DE APOIO SEM QUINAS DETALHE EM PLANTA BARRA CHATA EM AÇO INOX 1 1 4"e 1 4" R13 R2 EM Ø=1 3/4"CHAPA e=3mm CHAPA DE ACABAMENTO EM AÇO INOX e=63mm Ø=1cm FIXADA ATRAVÉS DE PARAFUSO PARABOLT CORTE CORTE D-D DETALHE - VISTA LATERAL COM ATÉ O FINAL DO (PAREDE/MURETA) DETALHE - VISTA CENTRAL EM TUBO DE AÇO INOX Ø=1 3 4" CHAPA e=3mm CHAPA DE ACABAMENTO EM AÇO INOX e=63mm Ø=1cm FIXADA ATRAVÉS DE PARAFUSO PARABOLT CONTRAPISO PISO ACABADO VISTA A R2 R R 9 BASE DO MONTANTE R ''e=3mm 1 DETALHE 2 - PLANTA CHAPA EM AÇO INOX PARA DET12 VEDAÇÃO Ø 1 3/4" e=3mm AÇO INOX 12mm MONTANTE EM TUBO DE AÇO INOX Ø 1 3 4" 83 VIDRO LAMINADO 6mm e=3mm ARESTAS DETALHE 11-VISTA FRONTAL 45 Ø1 3 4'' e=3mm MONTANTE EM TUBO AÇO INOX 12mm DE AÇO INOX Ø 13 4" e=3mm 1 DETALHE 11-CORTE 175 VIDRO LAMINADO 6mm ARESTAS AÇO INOX 12mm E CANTONEIRA DE 1/2x1/2" e=1mm FIXADA COM SOLDA ELÉTRICA VIDRO LAMINADO 6mm ARESTAS 1 AÇO INOX 12mm E CANTONEIRA DE 1/2x1/2" e=1mm FIXADA COM SOLDA ELÉTRICA 1/2" 6 CANTONEIRA DE 1/2"x1/2" e=1mm FIXADA COM SOLDA ELÉTRICA N 4 BAGUETE DE AÇO INOX 12mm e=1mm 1/2" VIDRO LAMINADO INCOLOR 6mm ARESTAS N 3 N 2 N 1 EMISSÃO INICIAL 1//14 DETALHE 12 ESCALA: 1/2 DETALHE - VISTA PADRÃO DO CORIMÃO CENTRAL DETALHE - PLANTA LATERAL COM ATÉ O FINAL DO (PAREDE/MURETA) CORTE A-A PARAFUSO CORTE B-B DETALHE - PLANTA CENTRAL-ESCADA DETALHE 8 - VISTA LATERAL-RAMPA DETALHE 9 - VISTA CENTRAL-RAMPA DETALHE EM PLANTA R15 R15 VISTA FRONTAL DETALHE 13 - VISTA LATERAL COM MONTANTE VERTICAL DETALHE 14 - VISTA LATERAL COM MONTANTE VERTICAL DETALHE 15 - VISTA LATERAL-RAMPA DETALHE - PLANTA LATERAL-RAMPA RAMPA RAMPA DO (PAREDE/MURETA) NOTA: -todos os fixadores de corrimão devem ser locados no eixo do degrau, exceto no 1 e no último degrau de cada lance, que deve distar de,m entre o limite do degrau próximo ao ou piso de acesso e o elemento de fixação -no local da dobra do corrimão o prolongamento deste fica paralelo com o -os fixadores dos corrimãos instalados nas paredes e os fixadores do corrimãos centrais devem estar no mesmo eixo de alinhamento -sinalização tátil em corrimão: deverão ser informados em braile no corrimão, antes das extremidades (conforme exemplo) informação sobre os pavimentos no início e no final dos corrimãos / E GUARDA-CORPO DETALHES 1//214

9

1/10. Mesa para refeitório tamanho 1 Altura do usuário: de 0,93m a 1,16m ACOPLAMENTO LATERAL EMPILHAMENTO ESC. 1:20 VISTA LATERAL

1/10. Mesa para refeitório tamanho 1 Altura do usuário: de 0,93m a 1,16m ACOPLAMENTO LATERAL EMPILHAMENTO ESC. 1:20 VISTA LATERAL ACOPLAMENTO LATERAL ESC. :20 EMPILHAMENTO ESC. :20 /0 680 60 VISTA LATERAL ESC. :20 VISTA FRONTAL ESC. :20 00 VISTA SUPERIOR ESC. :20 00 PONTEIRA 60 LAMINADO MELAMÍNICO DE ALTA PRESÃO PADRÃO ESPECIAL VISTA

Leia mais

APRESENTAÇÃO SG - V02-04/13

APRESENTAÇÃO SG - V02-04/13 APRESENTAÇÃO ÍNDICE GERAL 1 TIPOLOGIAS PÁG. TI-01 a TI-03 2 NORMAS PÁG. NR-01 a NR-08 3 ENSAIOS PÁG. EN-01 a EN-03 4 PERFIS PÁG. PE-01 a PE-15 5 COMPONENTES PÁG. CO-01 a CO-23 6 DETALHES CONSTRUTIVOS PÁG.

Leia mais

ROTEIRO BÁSICO PARA AVALIAÇÃO DA ACESSIBILIDADE NAS EDIFICAÇÕES DO MINISTÉRIO PÚBLICO

ROTEIRO BÁSICO PARA AVALIAÇÃO DA ACESSIBILIDADE NAS EDIFICAÇÕES DO MINISTÉRIO PÚBLICO ROTEIRO BÁSICO PARA AVALIAÇÃO DA ACESSIBILIDADE NAS EDIFICAÇÕES DO MINISTÉRIO PÚBLICO DADOS DA EDIFICAÇÃO Órgão: Endereço: Bairro: Município: Data: Uso do imóvel: Institucional: Comercial: Residencial:

Leia mais

ROTEIRO DE FISCALIZAÇÃO DA ACESSIBILIDADE EM INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS - ILPI s NAS COMARCAS DO ESTADO DE MG

ROTEIRO DE FISCALIZAÇÃO DA ACESSIBILIDADE EM INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS - ILPI s NAS COMARCAS DO ESTADO DE MG ROTEIRO DE FISCALIZAÇÃO DA ACESSIBILIDADE EM INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS - ILPI s NAS COMARCAS DO ESTADO DE MG Este roteiro tem como objetivo nortear as fiscalizações a serem realizadas

Leia mais

3. Alguns itens imprescindíveis na elaboração do projeto:

3. Alguns itens imprescindíveis na elaboração do projeto: 1. Introdução A acessibilidade é um direito de todos. Promover espaços, onde todas as pessoas possam usufruir com igualdade, liberdade e autonomia, é um compromisso de cada cidadão. Esta cartilha tem o

Leia mais

Sistema para porta de correr

Sistema para porta de correr Modelo 4000 Contem: 2 - C8005-20 / 2 - C8011-20 2 - C8012-20 / 2 - C8013 2 - C8016-20 / 1 - C8020 C8005-20 Aço inox Escovado 530 C8011-20 Aço inox Escovado 531 C8012-20 Aço inox Escovado 532 C8013-20 Aço

Leia mais

1/5 CO-20. Corrimão duplo intermediário. Componentes. Código de listagem. Atenção. Elaboração Data 12/06/07 Página

1/5 CO-20. Corrimão duplo intermediário. Componentes. Código de listagem. Atenção. Elaboração Data 12/06/07 Página 1/5 2/5 3/5 4/5 DESCRIÇÃO Constituintes CORRIMÃO (galvanizado a fogo e com pintura eletrostática): --Tubo de aço carbono, tipo industrial, Ø=41,27mm (1 5/8 ), e=2,5mm. CONEXÃO INTERNA (galvanizada a fogo):

Leia mais

Laudo de Acessibilidade

Laudo de Acessibilidade Laudo de Acessibilidade Vistoriado por Arq. Eduardo Ronchetti de Castro CREA 5061914195/D Considerações legais elaboradas por Dr. Luis Carlos Cocola Kassab - OAB/SP 197.829 Rua Marechal Deodoro, 1226 Sala

Leia mais

Lei n 1.687/91 De 27 de março de 1991

Lei n 1.687/91 De 27 de março de 1991 Lei n 1.687/91 De 27 de março de 1991 Regulamenta o Art. 16 da Lei Orgânica, que diz respeito à garantia de acesso adequado aos portadores de deficiência física ou mental aos bens e serviços coletivos,

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES PREGÃO MOBILIÁRIO 2013.

ESPECIFICAÇÕES PREGÃO MOBILIÁRIO 2013. ESPECIFICAÇÕES PREGÃO MOBILIÁRIO 2013. Processo 56220/2013-73 Pregão 26/2014 GRUPO 1 MESAS E ESTAÇÕES DE TRABALHO 1 MESA RETANGULAR PARA COMPUTADOR 1200X770MM 2 MESA RETANGULAR PARA COMPUTADOR 1600X770MM

Leia mais

As placas quando montadas são inter-travadas entre si, garantindo-se perfeita estabilidade e rigidez do conjunto. As placas devem permitir fácil montagem/desmontagem, junta de separação de 0,5 a 2 mm em

Leia mais

Nosso catálogo está em fase de finalização, abaixo segue nossa linha de Cremalheiras, em breve outras linhas já estarão disponíveis.

Nosso catálogo está em fase de finalização, abaixo segue nossa linha de Cremalheiras, em breve outras linhas já estarão disponíveis. Nosso catálogo está em fase de finalização, abaixo segue nossa linha de Cremalheiras, em breve outras linhas já estarão disponíveis. Aos interessados solicitamos que curtam nossa página no Facebook ou

Leia mais

07/12/2012 Agosto/2012 1

07/12/2012 Agosto/2012 1 07/12/2012 Agosto/2012 1 Arranjo e Detalhamento de Tubulações Industriais 07/12/2012 2 Tipos de Desenhos de Tubulação Os principais tipos de desenhos que compõem um projeto de tubulação, são: 1. Fluxogramas

Leia mais

Construção do 2º andar sobre a recepção da AEAARP

Construção do 2º andar sobre a recepção da AEAARP Construção do 2º andar sobre a recepção da AEAARP 2ª Semana de Tecnologia da Construção Abril 2011 1 1-) Premissas Construtivas: 1-1) Manutenção do andar existente 1-2) Executar estruturas de apoio independentes

Leia mais

Conheça nosso portfólio de produtos e serviços e entenda como a 2AJ Equipamentos de Segurança pode atender a sua necessidade.

Conheça nosso portfólio de produtos e serviços e entenda como a 2AJ Equipamentos de Segurança pode atender a sua necessidade. Conheça nosso portfólio de produtos e serviços e entenda como a 2AJ Equipamentos de Segurança pode atender a sua necessidade. Especializada em engenharia de projetos que garantem a segurança contra quedas

Leia mais

Conheça nosso portfólio de produtos e serviços e entenda como a 2AJ Equipamentos de Segurança pode atender a sua necessidade.

Conheça nosso portfólio de produtos e serviços e entenda como a 2AJ Equipamentos de Segurança pode atender a sua necessidade. Conheça nosso portfólio de produtos e serviços e entenda como a 2AJ Equipamentos de Segurança pode atender a sua necessidade. Especializada em engenharia de projetos que garantem a segurança contra quedas

Leia mais

Universidade Federal do Oeste da Bahia UFOB CENTRO DAS CIÊNCIAS EXATAS E DAS TECNOLOGIAS IAD176 - Desenho Técnico Prof. Dennis Coelho Cruz

Universidade Federal do Oeste da Bahia UFOB CENTRO DAS CIÊNCIAS EXATAS E DAS TECNOLOGIAS IAD176 - Desenho Técnico Prof. Dennis Coelho Cruz Universidade Federal do Oeste da Bahia UFOB CENTRO DAS CIÊNCIAS EXATAS E DAS TECNOLOGIAS IAD176 - Desenho Técnico Prof. Dennis Coelho Cruz Aula 12 : Desenho Arquitetônico Escadas e Rampas Escadas Escada

Leia mais

DESENHO DE ARQUITETURA CORTES

DESENHO DE ARQUITETURA CORTES DESENHO DE ARQUITETURA CORTES CORTES são representações de vistas ortográficas seccionais do tipo corte, obtidas quando passamos por uma construção um plano de corte e projeção VERTICAL, normalmente paralelo

Leia mais

ANEXO I-B. Descrição dos Serviços Material Mão de Obra Quant. Unid. Unitário Total Unitário Total PAVIMENTO TÉRREO. Item. Total

ANEXO I-B. Descrição dos Serviços Material Mão de Obra Quant. Unid. Unitário Total Unitário Total PAVIMENTO TÉRREO. Item. Total ANEXO I-B PLANILHA DE PREÇOS, COM OS SERVIÇOS E MATERIAIS NECESSÁRIOS PARA A COMPLETA EXECUÇÃO DO OBJETO, DE ACORDO COM AS ESPECIFICAÇÕES DO MEMORIAL DESCRITIVO Item 1 Descrição dos Serviços Material Mão

Leia mais

Apostila Técnica de Estantes 01 de 12

Apostila Técnica de Estantes 01 de 12 01 de 12 ESTANTES METÁLICAS - Componentes Cantoneiras Perfuradas: Tipo N3, produzidas em aço estrutural de média resistência. As cantoneiras podem ser fornecidas em comprimentos múltiplos de 40 mm. 35

Leia mais

! ESTÚDIO!DE!ARQUITETURA:!SUSTENTABILIDADE!AMBIENTAL!! FERNANDA MOURA !!!!!!!!!!!!!!! PESQUISA' DRYWALL' PORTAS' !!!!!!!!!!!! !!! ! 1!

! ESTÚDIO!DE!ARQUITETURA:!SUSTENTABILIDADE!AMBIENTAL!! FERNANDA MOURA !!!!!!!!!!!!!!! PESQUISA' DRYWALL' PORTAS' !!!!!!!!!!!! !!! ! 1! ! ESTÚDIO!DE!ARQUITETURA:!SUSTENTABILIDADE!AMBIENTAL!! FERNANDA MOURA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! PESQUISA'!!! DRYWALL' E'' PORTAS'! 1! !!! SUMÁRIO!!! PAREDES!DRYWALL! 1. 'FABRICANTE:'KNAUF 1. 1 PAREDE

Leia mais

CM 9000. evolux. Peças e Partes

CM 9000. evolux. Peças e Partes CM 9000 evolux Peças e Partes IITEM ÍNDICE DESCRIÇÃO PÁGINA 1,0 ESTRUTURA E PARTES E EXTERNAS 1.1 GABINETE 2/3 1.2 TAMPA 4/5 1.3 SUPORTE E MONITOR 6/7 1.4 MECANISMO DA PORTA 8/9 2,0 TANQUE DA REFRIGERAÇÃO

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1. ESTRUTURA E BLINDAGEM DOS MODULOS 1.1 - Estruturas Laterais Externas Deverão ser confeccionadas em chapa de aço SAE1010 #18, com varias dobras formando colunas, sem quinas ou

Leia mais

ED PORTOFI O. Memorial descritivo dos acabamentos:

ED PORTOFI O. Memorial descritivo dos acabamentos: ED PORTOFI O Memorial descritivo dos acabamentos: 01 Fachada Fachada em vidros laminados 8 mm na cor azul, esquadria em alumínio branco, lateral revestida de cerâmica ou pastilha de porcelana. 02 Pavimento

Leia mais

ED ANTÔNIO CARLOS. Memorial descritivo dos acabamentos:

ED ANTÔNIO CARLOS. Memorial descritivo dos acabamentos: ED ANTÔNIO CARLOS Memorial descritivo dos acabamentos: 01 Fachadas Fachadas frontal e lateral em porcelanato nas varandas, pastilha de porcelana e/ou cerâmica e pintura na parte interna das varandas, vidros

Leia mais

Estantes Simplos para cargas ligeiras

Estantes Simplos para cargas ligeiras Estantes Simplos para cargas ligeiras Estantes Simplos Estantes Simplos O sistema de armazenagem Simplos proporciona a melhor solução às mais diversas necessidades de armazenagem de cargas médias e ligeiras,

Leia mais

MANUAL DE ACESSIBILIDADE

MANUAL DE ACESSIBILIDADE - LIC 71.3.8 - Índice 1. Elementos de Arquitetura 1.1 Passeio 1.2 Vagas de estacionamento - demarcação 1.3 Vagas de estacionamento - sinalização 1.4 Rampas 1.5 Escadas e seus componentes 1.6 Aproximação

Leia mais

Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho

Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho NOÇÕES DE ESTRUTURAS ESCADAS E RAMPAS Definição de Escada Série de degraus para subiredescer Dicionário Aurélio Construção formada por uma série de degraus, destinadas a ligar locais com diferenças de

Leia mais

ENG. MAURICIO MELLO. Coord. Adjunto Contrato ARQ. LILIANA LASALVIA ENG. MAURICIO MELLO. Sítio. Área do sítio GERAL. Especialidade / Subespecialidade

ENG. MAURICIO MELLO. Coord. Adjunto Contrato ARQ. LILIANA LASALVIA ENG. MAURICIO MELLO. Sítio. Área do sítio GERAL. Especialidade / Subespecialidade 1 ATENDENDO AO RAT 414MF1/DEPE (PETP-2)/10 28/05/2010 MJDM EKN WV 0 EMISSÃO INICIAL 12/2/2010 MJDM EKN WV Rev Modificação Data Projetista Desenhista Aprovo Coord. de Projeto CREA / UF Autor do Projeto/Resp

Leia mais

aço Unid. Fornecedor Marca Ofer.Descto. (%) Preço Unitário Classif.

aço Unid. Fornecedor Marca Ofer.Descto. (%) Preço Unitário Classif. Objeto da Compra: de Preços: PREÇOS 64/2015 Nº: 64/2015 Página: 1/8 1SIMULADOR Estrutura secundaria 1"1/4 x principal 2,00mm. com DE tubos REMO produzida Assento de INDIVIDUAL aço e em carbono encosto

Leia mais

ABNT NBR 14718 GUARDA-CORPOS PARA EDIFICAÇÃO

ABNT NBR 14718 GUARDA-CORPOS PARA EDIFICAÇÃO ABNT NBR 14718 GUARDA-CORPOS PARA EDIFICAÇÃO Válida a partir de: 28.02.2008 Esta Norma fixa as condições mínimas de resistência e segurança exigíveis para guarda-corpos de edificações para uso privativo

Leia mais

PERFORT SISTEMAS DE BANDEJAMENTO

PERFORT SISTEMAS DE BANDEJAMENTO PERFORT 1 SISTEMAS DE BANDEJAMENTO Utilizando o conceito de estruturação mecânica desenvolvido pela MOPA, o ELETROFORT é uma eletrocalha de seção transversal e características exclusivas, que permitiram

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO STRIP MALL REAL PARQUE RUA BARÃO DE MONTE MOR, 500 REAL PARQUE SÃO PAULO SP

MEMORIAL DESCRITIVO STRIP MALL REAL PARQUE RUA BARÃO DE MONTE MOR, 500 REAL PARQUE SÃO PAULO SP MEMORIAL DESCRITIVO STRIP MALL REAL PARQUE RUA BARÃO DE MONTE MOR, 500 REAL PARQUE SÃO PAULO SP Este memorial apresenta os materiais e fornecedores propostos para a construção de um empreendimento comercial

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Obra: Reforma da Câmara Municipal de Conchas 2ª Fase

MEMORIAL DESCRITIVO. Obra: Reforma da Câmara Municipal de Conchas 2ª Fase MEMORIAL DESCRITIVO Obra: Reforma da Câmara Municipal de Conchas 2ª Fase Este Memorial Descritivo tem por finalidade especificar os materiais e serviços a serem executados na REFORMA DA CÂMARA MUNICIPAL

Leia mais

ESTRUTURA DA TORRE DE S. GABRIEL

ESTRUTURA DA TORRE DE S. GABRIEL ESTRUTURA DA TORRE DE S. GABRIEL João F. Almeida Júlio Appleton Tiago Abecassis João N. Silva José N. Camara Engº Civil Engº Civil Engº Civil Engº Civil Engº Civil JSJ, IST AP, IST TALPROJECTO AP JSJ,

Leia mais

CADERNOS TÉCNICOS DAS COMPOSIÇÕES DE ESTRUTURAS METÁLICAS PARTE 1 LOTE 1

CADERNOS TÉCNICOS DAS COMPOSIÇÕES DE ESTRUTURAS METÁLICAS PARTE 1 LOTE 1 CADERNOS TÉCNICOS DAS COMPOSIÇÕES DE ESTRUTURAS METÁLICAS PARTE 1 LOTE 1 GRUPO ESTRUTURAS METÁLICAS, PARTE 1 LOTE 01 A CAIXA apresenta o grupo de composições de serviços que representam o transporte e

Leia mais

GGO - Grupo Gestor de Obras CPO - Coordenadoria de Projetos e Obras CHECKLIST - ANÁLISE Nº ACESSIBILIDADE (ABNT NBR 9050:2015)

GGO - Grupo Gestor de Obras CPO - Coordenadoria de Projetos e Obras CHECKLIST - ANÁLISE Nº ACESSIBILIDADE (ABNT NBR 9050:2015) GGO - Grupo Gestor de Obras CPO - Coordenadoria de Projetos e Obras Rua Bernardo Sayão, 38 Térreo - Cidade Universitária Zeferino Vaz - CEP 13083-866 - fone/fax: (19) 3521-4105 CHECKLIST - ANÁLISE Nº ACESSIBILIDADE

Leia mais

érea a A h Lin Linha Aérea

érea a A h Lin Linha Aérea Linha érea Linha érea Linha érea Eletrocalha aramada... 61 Eletrocalhas... 74 Perfilados... 80 Leito para cabos... 85 Eletrocalha ramada Eletrocalha ramada Valemam, também conhecida como leito sanitário,

Leia mais

Guarda-corpo. São aplicados em locais de uso privativo e coletivo, em edificações

Guarda-corpo. São aplicados em locais de uso privativo e coletivo, em edificações MATERIAL OPÇÕES Veja abaixo os tipos de caixilhos GUARDA-CORPO JANELAS PADRONIZADAS FACADAS-CORTINA FACADAS COM PLACAS DE ROCA FACADAS COM PLACAS CERÂMICAS FIXADAS COM INSERTES METÁLICOS CECKLIST Itens

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO EDIFÍCIO AREZZO

MEMORIAL DESCRITIVO EDIFÍCIO AREZZO MEMORIAL DESCRITIVO EDIFÍCIO AREZZO 1 1. DEPENDÊNCIAS DE USO PRIVATIVO: 1.1 SALA DE ESTAR E JANTAR: Rodapé: madeira de lei envernizada. 1.2 VARANDAS: Paredes: emassadas e pintadas com tinta látex acrílica.

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Pato Branco Departamento de Projetos e Obras MEMORIAL DESCRITIVO

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Pato Branco Departamento de Projetos e Obras MEMORIAL DESCRITIVO Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Pato Branco Departamento de Projetos e Obras PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ MEMORIAL DESCRITIVO FORNECIMENTO E EXECUÇÃO

Leia mais

Veja os custos detalhados dessa obra com aproximadamente 450 m². Recepção Esterilização Assepsia. Lixo. Despensa Ambulatório Farmácia Consultório

Veja os custos detalhados dessa obra com aproximadamente 450 m². Recepção Esterilização Assepsia. Lixo. Despensa Ambulatório Farmácia Consultório Clínica veterinária Veja os custos detalhados dessa obra com aproximadamente 450 m² Corte AA B Recepção Esterilização Assepsia Sala de curativos Lavanderia Canil Corte BB A Lavagem Sala de espera Jardim

Leia mais

Índice de Aferição de Acessibilidade Física

Índice de Aferição de Acessibilidade Física Área de Aproximação à porta Interfere na faixa livre mínima? (faixa livre mín=0,90m) Há área de manobra para cadeira de rodas? (raio mínimo=de 1,20m a 1,50m) Dimensões da área frontal à porta Dimensões

Leia mais

EFISA. Caixa D água. Carretas Agrícolas. Bebedouro para Gado. Corte, Dobra e Calandra de chapas até ½ polegada. Materiais Diversos para Serralheria

EFISA. Caixa D água. Carretas Agrícolas. Bebedouro para Gado. Corte, Dobra e Calandra de chapas até ½ polegada. Materiais Diversos para Serralheria Fabricação Caixa D água Carretas Agrícolas Bebedouro para Gado Corte, Dobra e Calandra de chapas até ½ polegada Materiais Diversos para Serralheria 03 Seção de Tubos Retangulares MEDIDAS EXTERNO EM MM

Leia mais

Simplos. Estantes para cargas ligeiras

Simplos. Estantes para cargas ligeiras Simplos Estantes para cargas ligeiras Estantes Simplos Estantes Simplos O sistema de armazenagem Simplos proporciona a melhor solução às mais diversas necessidades de armazenagem de cargas médias e ligeiras,

Leia mais

EQ 7881. Manual de montagem, instalação e operação

EQ 7881. Manual de montagem, instalação e operação EQ 7881 Manual de montagem, instalação e operação 0 A Rampa para elevação e alinhamento de veículos EQ 7881 foi desenvolvida e fabricada para facilitar e auxiliar os trabalhos de alinhamento de direção,

Leia mais

Introdução. Bem vindo, ao mundo dos automatizadores para portas de enrolar!!!

Introdução. Bem vindo, ao mundo dos automatizadores para portas de enrolar!!! D I S T R I B U I D O R Introdução Bem vindo, ao mundo dos automatizadores para portas de enrolar!!! A NEW AUTOMATIZADORES atua no mercado nacional há 1 ano, distribuindo para todo Brasil e America Latina.

Leia mais

ANEXO 01. Figura 1 - Planta da área a ser trabalhada. DW indica os locais a serem trabalhados com drywall.

ANEXO 01. Figura 1 - Planta da área a ser trabalhada. DW indica os locais a serem trabalhados com drywall. ANEXO 01 Sala MEV DW DW B B Figura 1 - Planta da área a ser trabalhada. DW indica os locais a serem trabalhados com drywall. 1 Figura 2 Detalhes das portas em drywall. A porta P11, destinada a acesso à

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PRÉDIO DE APARTAMENTOS. Local: Rua General Auto, N 101 e 111 Centro Porto Alegre

MEMORIAL DESCRITIVO PRÉDIO DE APARTAMENTOS. Local: Rua General Auto, N 101 e 111 Centro Porto Alegre MEMORIAL DESCRITIVO PRÉDIO DE APARTAMENTOS Local: Rua General Auto, N 101 e 111 Centro Porto Alegre INDICE 1. GENERALIDADES 1.1. OBJETOS E DADOS 1.2. NORMAS 1.3. PLANTAS 2. INTERPRETAÇÃO 3. PRÉDIO 3.1.

Leia mais

plataforma elevatória até 4m modelos ac08 ac11 acionamento hidráulico

plataforma elevatória até 4m modelos ac08 ac11 acionamento hidráulico plataforma elevatória até 4m modelos ac08 ac11 acionamento hidráulico JUL/2011 Acionamento Hidráulico Atende às normas NBR 9050 e NBR15655-1 Movimentação por botão de pressionamento constante ou joystick

Leia mais

MEC I. Índice. Aplicação 4/5. Introdução. Cabina Top. Opcionais Top. Cabina Gold. Opcionais Gold. Painéis de Operação. Botoeiras e Indicadores

MEC I. Índice. Aplicação 4/5. Introdução. Cabina Top. Opcionais Top. Cabina Gold. Opcionais Gold. Painéis de Operação. Botoeiras e Indicadores MEC I MR/MRL Índice Introdução 4/5 Cabina Top 6 Opcionais Top 7 Cabina Gold 8 Opcionais Gold 9 Painéis de Operação 10 Botoeiras e Indicadores 11 Portas de Pavimento 12 Produtos 13 Informações Importantes

Leia mais

Peça Corte Visualização Representação

Peça Corte Visualização Representação Cortes Prof. Cristiano Arbex 2012 Corte: Em Desenho Técnico tem o significado de secção, separação. É um procedimento imaginário que permite a visualização das partes internas de uma peça, sendo usado

Leia mais

Dutos. www.calhaskennedy.com.br. Telefones: (11) 2126-3333, (11) 5641-5090. Dutos (11) 2126-3333 (11) 5641-5090. www.calhaskennedy.com.

Dutos. www.calhaskennedy.com.br. Telefones: (11) 2126-3333, (11) 5641-5090. Dutos (11) 2126-3333 (11) 5641-5090. www.calhaskennedy.com. Dutos Telefones: (11) 2126-3333, (11) 5641-5090 Dutos 61 Duto Liso 25x Ref. CKD 700 Duto Liso 25x Ref. CKD 701 62 Duto Liso 2x25x Ref. CKD 702 Duto Liso 3x25x Ref. CKD 703 Duto Liso 4x25x Ref. CKD 704

Leia mais

OCEANO CONSTRUÇÃO E EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS LTDA

OCEANO CONSTRUÇÃO E EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS LTDA MEMORIAL DESCRITIVO: O Empreendimento seguirá as características constantes do memorial abaixo descrito. 1- Especificação Técnica: 1.1 - Fundações: Serão executadas de acordo com sondagem a ser realizada

Leia mais

Anexo 3 - Modelo de Planilha Orçamentária (consumo estimado para o exercício de 2012) Sinalização Interna e Externa para a Justiça Federal/ES

Anexo 3 - Modelo de Planilha Orçamentária (consumo estimado para o exercício de 2012) Sinalização Interna e Externa para a Justiça Federal/ES Anexo 3 - Modelo de Planilha Orçamentária (consumo estimado para o exercício de 2012) 1 Placa tipo 1 1.1 1.2 Placa de sinalização geral para pavimentos em alumínio escovado, removível e de fundo adesivo;

Leia mais

Aula 5 : Circulação Vertical Escadas, Rampas e Elevadores

Aula 5 : Circulação Vertical Escadas, Rampas e Elevadores Aula 5 : Circulação Vertical Escadas, Rampas e Elevadores Escadas Escada é o elemento de composição arquitetônica cuja função é proporcionar a possibilidade de circulação vertical entre dois ou mais pisos

Leia mais

SOLUÇÕES QUE MULTIPLICAM OS ESPAÇOS

SOLUÇÕES QUE MULTIPLICAM OS ESPAÇOS SOLUÇÕES QUE MULTIPLICAM OS ESPAÇOS FERRAGENS Placa de identificação em ABS branco com pitão p/ cadeado Grelha de ventilação em ABS branco Puxador de Latão maciço pintado branco Placa de identificação

Leia mais

Código Símbolo Significado Forma e cor Aplicação. Cuidado, risco de incêndio. Cuidado, risco de explosão. Cuidado, risco de corrosão

Código Símbolo Significado Forma e cor Aplicação. Cuidado, risco de incêndio. Cuidado, risco de explosão. Cuidado, risco de corrosão I - Símbolos da sinalização básica ANEXO B SIMBOLOGIA PARA A SINALIZAÇÃO DE EMERGÊNCIA Os símbolos adotados por esta norma para sinalização de emergência são apresentados a seguir, acompanhados de exemplos

Leia mais

TRANSPORTE COLETIVO URBANO

TRANSPORTE COLETIVO URBANO TRANSPORTE COLETIVO URBANO ABRIGOS PARA PONTOS DE PARADA PROJETO ARQUITETÔNICO Julho 2007 PARADAS DE ÔNIBUS Memorial Justificativo A proposta é a construção de mobiliário urbano para abrigo da população

Leia mais

P1 E P2 ESQUADRIAS MEDICINA NUCLEAR PLANTA PLANTA CORTE CORTE VISTA VISTA P2 ESCALA 1:25 P1 ESCALA 1:25 1/31

P1 E P2 ESQUADRIAS MEDICINA NUCLEAR PLANTA PLANTA CORTE CORTE VISTA VISTA P2 ESCALA 1:25 P1 ESCALA 1:25 1/31 MEDICINA NUCLEAR P1 E P ESQUADRIAS 75 0 75 90 PORTAL E BATENTES EM MADEIRA REVESTIDA COM LAMINADO MELANÍNICO COR BRANCO NEVE MADEIRA REVESTIDA COM LAMINADO MELAMÍNICO COR BRANCO NEVE 110 110 P1 PORTA DE

Leia mais

FÓRUM TRABALHISTA DE FLORIANÓPOLIS EDIFÍCIO UTRILLO PROJETO DE ACESSIBILIDADE

FÓRUM TRABALHISTA DE FLORIANÓPOLIS EDIFÍCIO UTRILLO PROJETO DE ACESSIBILIDADE FÓRUM TRABALHISTA DE FLORIANÓPOLIS EDIFÍCIO UTRILLO MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE ACESSIBILIDADE Responsabilidade e Compromisso com o Meio Ambiente MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE ACESSIBILIDADE OBRA:

Leia mais

ESCADAS. Escadas são elementos arquitetônicos de circulação vertical, cuja função é vencer os diferentes níveis entre os pavimentos de uma edificação.

ESCADAS. Escadas são elementos arquitetônicos de circulação vertical, cuja função é vencer os diferentes níveis entre os pavimentos de uma edificação. ESCADAS Escadas são elementos arquitetônicos de circulação vertical, cuja função é vencer os diferentes níveis entre os pavimentos de uma edificação. Componentes da escada: Degraus: São os múltiplos níveis

Leia mais

PLATAFORMA ELEVATÓRIA MODELO ACCESS BASIC ACIONAMENTO POR FUSO

PLATAFORMA ELEVATÓRIA MODELO ACCESS BASIC ACIONAMENTO POR FUSO PLATAFORMA ELEVATÓRIA MODELO ACCESS BASIC ACIONAMENTO POR FUSO PLATAFORMA ELEVATÓRIA MODELO ACCESS BASIC Indicação Indicada para permitir acesso a desníveis de até 2m. Acesso a mezaninos, entradas de edifícios

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA 1. PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE Para primeira análise: I. Levantamento Planialtimétrico; II. Projeto de Arquitetura 1 via; III. Memorial de Cálculo de Área Construída e Memorial de Cálculo

Leia mais

Construção de Edícula

Construção de Edícula Guia para Construção de Edícula Guia do montador Mais resistência e conforto para sua vida. As paredes com Placas Cimentícias Impermeabilizadas e Perfis Estruturais de Aço Galvanizado para steel framing

Leia mais

plataforma elevatória ac 02 acionamento por fuso

plataforma elevatória ac 02 acionamento por fuso plataforma elevatória ac 02 acionamento por fuso OUT / 2011 plataforma elevatória ac 02 Indicação Indicada para permitir acesso a desníveis de até 2m. Acesso a mezaninos, entradas de edifícios residenciais

Leia mais

HOTEL PAINEIRAS Paineiras Hotel Rio de Janeiro - RJ - 2009. 11 3159 1970 www.apiacasarquitetos.com.br

HOTEL PAINEIRAS Paineiras Hotel Rio de Janeiro - RJ - 2009. 11 3159 1970 www.apiacasarquitetos.com.br HOTEL PAINEIRAS Paineiras Hotel Rio de Janeiro - RJ - 2009 11 3159 1970 MEMORIAL Um novo corpo: uma restauração também significa dar uma nova imagem ao edificio. Eduardo Souto de Moura A privilegiada

Leia mais

Índice de Aferição de Acessibilidade Física Edificação (Interior)

Índice de Aferição de Acessibilidade Física Edificação (Interior) Interfere na faixa livre mínima? (faixa livre mín=0,90m) Há interferência das portas na faixa livre apenas nas áreas privativas da edificação Área de Aproximação à porta Há área de manobra para cadeira

Leia mais

UNEMAT Universidade do Estado de Mato Grosso. INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS E PREDIAIS Professora: Engª Civil Silvia Romfim

UNEMAT Universidade do Estado de Mato Grosso. INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS E PREDIAIS Professora: Engª Civil Silvia Romfim UNEMAT Universidade do Estado de Mato Grosso INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS E PREDIAIS Professora: Engª Civil Silvia Romfim INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ÁGUAS PLUVIAIS 2 INTRODUÇÃO A água da chuva é um dos elementos

Leia mais

Lei Municipal N.º 1414

Lei Municipal N.º 1414 Subseção II Dos Estacionamentos e Guarda de Veículos Art. 41 - Os locais para estacionamento ou guarda de veículos podem ser cobertos ou descobertos, podendo se destinar em ambos os casos à utilização

Leia mais

ANEXO 6 Planilha de Preços detalhada. Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão SEPLAG

ANEXO 6 Planilha de Preços detalhada. Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão SEPLAG ANEXO 6 Planilha de Preços detalhada Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão SEPLAG Orçamento Obra: Reforma da escada de incêndio Mês base: out/09 Fls. 01/14 Categoria 02 Canteiro de obra 02.001.001-0

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO EDIFÍCIO CRISTÓVÃO 3000 AV. CRISTÓVÃO COLOMBO, 3000

MEMORIAL DESCRITIVO EDIFÍCIO CRISTÓVÃO 3000 AV. CRISTÓVÃO COLOMBO, 3000 MEMORIAL DESCRITIVO EDIFÍCIO CRISTÓVÃO 3000 AV. CRISTÓVÃO COLOMBO, 3000 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS 1.1. OBJETIVO O presente memorial tem como objetivo estabelecer as diretrizes técnicas da construção e

Leia mais

Plataforma de Plano Vertical:

Plataforma de Plano Vertical: 38 - CARTILHA SANTOS PARA TODOS CONDEFI Plataforma de Plano Vertical: A Plataforma Vertical é indicada quando não se pode construir uma rampa, mas há um espaço para fazer uma abertura lateral no plano

Leia mais

ED SANTA FÉ. Memorial descritivo dos acabamentos:

ED SANTA FÉ. Memorial descritivo dos acabamentos: ED SANTA FÉ Memorial descritivo dos acabamentos: 01 Fachada Fachada em porcelanato nas varandas, vidros laminados 6 mm na cor azul, esquadria em alumínio branco, laterais revestidas de cerâmica ou pastilha

Leia mais

Tabelas de Cálculo para Utilização em Estruturas de AMARU PERFILADO

Tabelas de Cálculo para Utilização em Estruturas de AMARU PERFILADO Tabelas Utilização de e em Cálculo Estrutu turas AMARU PERFILADO para de Projeto de capacitação profissional: Plantar Empreendimentos e Produtos Florestais Ltda e Montana Química S.A Tabelas de Cálculo

Leia mais

MUNÍCIPIO DE CONSELHEIRO LAFAIETE - MG SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E MEIO AMBIENTE Administração 2.013/2.016 TERMO DE REFERENCIA

MUNÍCIPIO DE CONSELHEIRO LAFAIETE - MG SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E MEIO AMBIENTE Administração 2.013/2.016 TERMO DE REFERENCIA MUNÍCIPIO DE CONSELHEIRO LAFAIETE - MG SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E MEIO AMBIENTE Administração 2.013/2.016 TERMO DE REFERENCIA REFORMA E AMPLIAÇÃO DA ESCOLA MUNICIPAL PEDRO REZENDE DOS SANTOS 1 - OBJETO:

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA 1. PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE Para primeira análise: I. Levantamento Planialtimétrico; II. Projeto de Arquitetura via física e via digital; III. Memorial de Cálculo de Área Construída e

Leia mais

Remoção de forro ou lambri de frisos de madeira ou PVC, placas de 05.001.0074-0 aglomerado prensado ou semelhantes, exclusive o engradamento.

Remoção de forro ou lambri de frisos de madeira ou PVC, placas de 05.001.0074-0 aglomerado prensado ou semelhantes, exclusive o engradamento. UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE - UFF SUPERINTENDÊNCIA DE ARQUITETURA ENGENHARIA - SAEN COORDENAÇÃO DE ARQUITETURA - CARQ DIVISÃO DE DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS - DDP OBRA: LABORATÓRIO DE RADIOLOGIA FACULDADE

Leia mais

Projeto para. Pavimentação de Calçamento. de Pedra Irregular. da Rua Cândida Correa Becker. dos Trechos Esquina Modesto Vargas. até Manoel Schumacker

Projeto para. Pavimentação de Calçamento. de Pedra Irregular. da Rua Cândida Correa Becker. dos Trechos Esquina Modesto Vargas. até Manoel Schumacker Projeto para Pavimentação de Calçamento de Pedra Irregular da Rua Cândida Correa Becker dos Trechos Esquina Modesto Vargas até Manoel Schumacker MONTE CARLO SC Janeiro de 2014 Proprietário: PREFEITURA

Leia mais

PROJETO BÁSICO DE CONSTRUÇÃO DE ESCRITÓRIO EM ARIQUEMES/RO.

PROJETO BÁSICO DE CONSTRUÇÃO DE ESCRITÓRIO EM ARIQUEMES/RO. UNID. QUANT. UNITÁRIO TOTAL CÓD. DEOSP 1. SERVIÇOS PRELIMINARES 1.1 1.2 Aquisição e assentamento de placas de obras pronta de 3,00 x 2,00 m, conforme modelo. Barracão de obra em chapa de madeira compensada

Leia mais

CONDOMÍNIO RESERVA DA BARRA. Memorial Descritivo dos Acabamentos

CONDOMÍNIO RESERVA DA BARRA. Memorial Descritivo dos Acabamentos CONDOMÍNIO RESERVA DA BARRA Memorial Descritivo dos Acabamentos 01 UNIDADES RESIDENCIAIS 01.1 Fachadas Fachada frontal: pintura acrílica, inclusive na parte interna das varandas, vidro verde laminado 8mm

Leia mais

DESCRIÇÃO TÉCNICA DOS MATERIAIS EMPREGADOS Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014

DESCRIÇÃO TÉCNICA DOS MATERIAIS EMPREGADOS Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 DESCRIÇÃO TÉCNICA DOS MATERIAIS EMPREGADOS Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 MATERIAL CÓDIGO CONTAINER MÓDULO ESCRITÓRIO CONT 05 A 08_10_11_14 A 19 e CT 10 CONTAINER MÓDULO ESCRITÓRIO/MÓDULO HABITACIONAL

Leia mais

DESENHO ARQUITETÔNICO CEPREVI 2012

DESENHO ARQUITETÔNICO CEPREVI 2012 DESENHO ARQUITETÔNICO CEPREVI 2012 OBJETIVO: Tornar o aluno apto a interpretação do desenho técnico e das simbologias utilizadas em projetos de segurança contra incêndio e pânico; Identificar e compreender

Leia mais

5.3.26 IDENTIFICAÇÃO: ESTAÇÃO DE CORREIOS DE SANTARÉM. Designação: Localização: Largo Cândido dos Reis. Empresa que presta serviços de comunicações

5.3.26 IDENTIFICAÇÃO: ESTAÇÃO DE CORREIOS DE SANTARÉM. Designação: Localização: Largo Cândido dos Reis. Empresa que presta serviços de comunicações 5.3.26 IDENTIFICAÇÃO: Designação: Localização: Função: ESTAÇÃO DE CORREIOS DE SANTARÉM Largo Cândido dos Reis Empresa que presta serviços de comunicações Acesso exterior ao edifício Estacionamento Não

Leia mais

u a r d a s TRANSFORMAMOS AS SUAS IDEIAS Tel: 244.618.700 Fax:244.618.709 Email:geral@vidrariadujoca.com Site: www.vidrariadujoca.

u a r d a s TRANSFORMAMOS AS SUAS IDEIAS Tel: 244.618.700 Fax:244.618.709 Email:geral@vidrariadujoca.com Site: www.vidrariadujoca. u a r d a s PRUMO INOX H Guarda com prumo inox 304/316 em barra c/espigão para chumbar ao pavimento para interior ou exterior, para aplicar com vidro laminado ou laminado temperado de varias espessuras.

Leia mais

MIG - Identidade Sicoob

MIG - Identidade Sicoob MIG - Identidade Sicoob Acessibilidade Acessbilidade 1. introdução Mais do que cumprir a lei (Lei 10.098/2000 e Decreto 5.296/2004), contemplar acessibilidade nas edificações das cooperativas do Sicoob

Leia mais

TERMO DE HOMOLOGAÇÃO. Item 0001

TERMO DE HOMOLOGAÇÃO. Item 0001 TERMO DE HOMOLOGAÇÃO Às 15:47 horas do dia 27 de abril de 2012, após analisados todos os atos processuais do Pregão Pregão Eletrônico 048/2012, referente ao processo 6590/12, o Sr(a). Francisco Robalo

Leia mais

CARTILHA DE BOLSO ACESSIBILIDADE: PROJETANDO E CONSTRUINDO CIDADANIA. Apoio:

CARTILHA DE BOLSO ACESSIBILIDADE: PROJETANDO E CONSTRUINDO CIDADANIA. Apoio: MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE APOIO OPERACIONAL ÀS PROMOTORIAS DE DEFESA DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA, DO IDOSO, DAS COMUNIDADES INDÍGENAS E DAS MINORIAS ÉTNICAS ACESSIBILIDADE:

Leia mais

ITEM CÓDIGO DESCRIÇÃO OBSERVAÇÃO

ITEM CÓDIGO DESCRIÇÃO OBSERVAÇÃO A001 - CONJUNTO COMPLEMENTO DO CHASSI A GV_TRANSA001A CONJUNTO PREPARAÇÃO DO CHASSI 01 GV_TRANSA00101 CONJUNTO TRAVESSA CHASSI 02 GV_TRANSA00102 REFORÇO FIXAÇÃO TRAVESSA 03 GV_TRANSA00103 CONJUNTO RAMPA

Leia mais

APRESENTAÇÃO SG - V02-04/13. Belmetal SP - GDP

APRESENTAÇÃO SG - V02-04/13. Belmetal SP - GDP APRESENTAÇÃO ÍNDICE GERAL 1 TIPOLOGIAS PÁG. TI-01 a TI-03 2 NORMAS PÁG. NR-01 a NR-08 3 ENSAIOS PÁG. EN-01 a EN-03 4 PERFIS PÁG. PE-01 a PE-15 5 COMPONENTES PÁG. CO-01 a CO-23 6 DETALHES CONSTRUTIVOS PÁG.

Leia mais

ESTRUTURAS DE COBERTURA PARA GRANDES VÃOS

ESTRUTURAS DE COBERTURA PARA GRANDES VÃOS ESTRUTURAS DE COBERTURA PARA GRANDES VÃOS Travamentos e Contraventamentos Estruturas de Coberturas Elementos Principais vencem o vão Elementos Secundários Exemplo: Planta geral da cobertura Planta da cobertura

Leia mais

NOVO PADRÃO DE LIGAÇÃO DE ÁGUA

NOVO PADRÃO DE LIGAÇÃO DE ÁGUA NOVO PADRÃO DE LIGAÇÃO DE ÁGUA MANUAL DE ] INSTALAÇÃO 2016 ORIENTAÇÕES TÉCNICAS PARA INSTALAÇÃO Ao fazer uma ligação de água ou mudança de cavalete, o usuário deverá atender ao novo padrão de ligação de

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PORTARIA / GARAGEM

MEMORIAL DESCRITIVO PORTARIA / GARAGEM 1/10 MEMORIAL DESCRITIVO PORTARIA / GARAGEM As obras serão realizadas obedecendo rigorosamente aos projetos, detalhes e especificações, bem como as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas)

Leia mais

L A B O R A T Ó R I O A D A P T S E Escola de Arquitetura da UFMG. ROTEIRO DE INSPEÇÃO DA ACESSIBILIDADE Guia Acessível BH / RIZOMA CONSULTING14

L A B O R A T Ó R I O A D A P T S E Escola de Arquitetura da UFMG. ROTEIRO DE INSPEÇÃO DA ACESSIBILIDADE Guia Acessível BH / RIZOMA CONSULTING14 INTRODUÇÃO Este material tem o objetivo de avaliar a acessibilidade mínima de estabelecimentos comerciais e de serviço ao público. Ele avalia basicamente a acessibilidade física do local e as condições

Leia mais

ANEXO 8B Planilha de Preços Detalhada. Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão SEPLAG. Orçamento Obra: Reforma da escada de incêndio Fls.

ANEXO 8B Planilha de Preços Detalhada. Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão SEPLAG. Orçamento Obra: Reforma da escada de incêndio Fls. ANEXO 8B Planilha de Preços Detalhada Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão SEPLAG Orçamento Obra: Reforma da escada de incêndio Fls. 01/14 Categoria 02 Canteiro de obra 02.001.001-0 Tapume de

Leia mais

COMPONENTES PARA ANDAIMES PROFISSIONAIS

COMPONENTES PARA ANDAIMES PROFISSIONAIS Bastidores das Torres Rolantes Disponíveis em 2 larguras (0,75 e 1,35 m) de 4 degraus (1 m) e 7 degraus (2 m) Os degraus possuem uma superfície estriada antideslizante e a distância entre degraus é de

Leia mais

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO. NR 18-Construção Civil-Alterações

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO. NR 18-Construção Civil-Alterações VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO NR 18-Construção Civil-Alterações Orientador Empresarial PORTARIA SIT nº 201/2011: 24.01.2011, com

Leia mais

www.torcisao.ind.br Catálogo de Produtos

www.torcisao.ind.br Catálogo de Produtos www.torcisao.ind.br Catálogo de Produtos A TORCISÃO A Torcisão foi fundada em 1968, iniciando suas atividades na fabricação de peças para a indústria automobilística. Em 2006, o grupo se expandiu e fundou

Leia mais

JOSÉ VIDAL LAGHI 5.060.044.179-D/SP. Coord. Adjunto Contrato CREA/UF. Data T.C. N 005-EG/2008/0025. Sítio. Tipo / Especificação do documento

JOSÉ VIDAL LAGHI 5.060.044.179-D/SP. Coord. Adjunto Contrato CREA/UF. Data T.C. N 005-EG/2008/0025. Sítio. Tipo / Especificação do documento 02 EM RESPOSTA A ATA DE REUNIÃO DO DIA 18/03 MAR/2011 JOSÉ LAGHI SÉRGIO PRIORI JOSÉ LAGHI 01 CONFORME SOLICITAÇÃO DA FISCALIZAÇÃO MAR/2011 JOSÉ LAGHI SÉRGIO PRIORI JOSÉ LAGHI 00 EMISSÃO INICIAL OUT/2010

Leia mais

FATEC - SP Faculdade de Tecnologia de São Paulo. CIRCULAÇÕES VERTICAIS - escadas. Prof. Manuel Vitor Curso - Edifícios

FATEC - SP Faculdade de Tecnologia de São Paulo. CIRCULAÇÕES VERTICAIS - escadas. Prof. Manuel Vitor Curso - Edifícios FATEC - SP Faculdade de Tecnologia de São Paulo CIRCULAÇÕES VERTICAIS - escadas Prof. Manuel Vitor Curso - Edifícios Circulações Verticais São meios mecânicos e não mecânicos que permitem a ligação entre

Leia mais