EDITAL DO PROCESSO SELETIVO SENAC/RR Nº 001/ COORDENAÇÃO DE GESTÃO DE PESSOAS - CGP

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EDITAL DO PROCESSO SELETIVO SENAC/RR Nº 001/2016 - COORDENAÇÃO DE GESTÃO DE PESSOAS - CGP"

Transcrição

1 ANEXO VI Cargo: TÉCNICO ESPECIALIZADO I CONTADOR OBRIGAÇÕES CONTRATUAIS GERAIS: Organizar e executar livros de contabilidade em geral; Escriturar os livros de contabilidade obrigatórios e todos os necessários da organização contábil e levantamento dos respectivos balanços e demonstrações; Revisão de balanços, custo, escritas, assistência aos conselhos fiscais e quaisquer outras atribuições conferidas por lei aos profissionais de contabilidade; Verificar a contabilização dos documentos e a escrituração dos livros fiscais e comerciais; Elaborar e assinar balancetes, balanços e outros demonstrativos; Elaborar relatórios diversos, fornecendo dados técnicos sobre a situação contábil da empresa; Participação de reuniões promovidas pela chefia imediata; Participação na elaboração do plano de trabalho; Realizar outras tarefas compatíveis com a natureza do cargo da área de atuação. Participar de todas as atividades socioculturais, internas e externas, promovidas pela instituição. Cargo: TÉCNICO ESPECIALIZADO I CONTADOR (CONTROLADORIA) OBRIGAÇÕES CONTRATUAIS GERAIS: Executar atribuições de maior complexidade relacionadas às atividades do setor, Analisar relatórios das auditorias para elaboração de diagnóstico para direção-geral; Elaborar relatórios de assistência técnicas de report para os gestores e diretores; Acompanhar, aplicar e disseminar novas legislações e regulamentações governamentais; Prestar atendimento e orientação para clientes internos e externos, sobre atividades pertinentes a sua área de atuação; Identificar as oportunidades de melhorias para auxiliar os tomadores de decisão da empresa; Compilar, elaborar e controlar relatórios gerenciais, atender, quando necessário, notificações, fiscalizações, consultoria e auditoria interna e externa; Cargo: TÉCNICO ESPECIALIZADO I COORDENAÇÃO DE PROGRAMAS EDUCACIONAIS OBRIGAÇÕES CONTRATUAIS GERAIS: Coordenar a execução dos Programas Educacionais e de Acessibilidade da Instituição; Organizar e controlar material didático e de expediente de uso dos docentes; Fazer solicitação dos cursos e projetos da área de atuação e acompanhar sua execução; Acompanhar e elaborar a solicitação de pagamentos de instrutores; Coordenar e executar ações inerentes de educação profissional nas questões relativas ao estabelecimento de currículo de cursos e projetos; Determinar metodologias, técnicas de ensino e procedimentos de avaliação nas áreas; Organizar junto a Gerência de Educação Profissional a capacitação dos instrutores; Realizar outras tarefas compatíveis com a natureza do cargo da área de atuação; Destacar a ação do SENAC/RR como instituição com responsabilidade social fortalecendo a nível estadual a política de inclusão social, proposta pelo planejamento estratégico do Nacional e do Regional; Participar de todas as atividades socioculturais, internas e externas, promovidas pela instituição. Cargo: TÉCNICO ESPECIALIZADO I PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO OBRIGAÇÕES CONTRATUAIS GERAIS: Organizar, efetuar lançamentos, criar planilhas e documentos para o registro do orçamento anual e retificativo orçamentário anual; definir responsabilidades e metas intermediárias e finais para a elaboração do orçamento; preparar e apresentar relatórios de acompanhamento das metas e controlar indicadores; conduzir o processo de elaboração de documentos, controlar e executar de ações voltadas para o planejamento estratégico da instituição; Elaborar relatórios diversos, fornecendo dados e estudos referentes ao andamento das metas e objetivos previstos para o exercício vigente, bem como relatórios dos anos já finalizados; Participação e se necessário, condução de reuniões relacionadas à área; Realizar outras tarefas compatíveis com a natureza do cargo PROCESSO SELETIVO UNIDADE SENAC MINISTRO ERNANE GALVÊAS Página 1 de 8

2 da área de atuação; Participar de todas as atividades socioculturais, internas e externas, promovidas pela instituição quando convocado. Cargo: TÉCNICO ESPECIALIZADO l GASTRONOMIA OBRIGAÇÕES CONTRATUAIS GERAIS: Executar trabalhos técnicos relacionados com a área de conhecimento da Alimentação, realizando controle de alimentos; Realizar controle de estoque de alimentos, prezando pelo uso correto dos insumos; Calcular as quantidades adequadas de materiais e insumos; Executar tarefas relativas à administração das lanchonetes nas Unidades do SENAC; Auxiliar e monitorar alunos e instrutores, com assessoramento nas atividades de ensino referentes à cozinha pedagógica; Avaliar a eficiência da utilização dos equipamentos; Gerenciar (armazenar, separar, tratar e descartar) resíduos conforme a legislação vigente; Acompanhar os processos de limpeza dos ambientes pedagógicos de cozinha pedagógica; Executar outras tarefas de mesma natureza e nível de complexidade associadas ao ambiente organizacional; Executar logística de compra de alimentos e controle de estoque; Participar de todas as atividades socioculturais, internas e externas, promovidas pela instituição quando convocado. Cargo: TÉCNICO ESPECIALIZADO I SECRETÁRIO(A) EXECUTIVO(A) OBRIGAÇÕES CONTRATUAIS GERAIS: Administrar agenda do Presidente, Conselho e Direção Regional; despachar com os executivos; colher assinatura; priorizar, marcar e cancelar compromissos; definir ligações telefônicas; administrar pendências; definir encaminhamentos; assistir ao Presidente, Conselheiros e Direção e secretariar reuniões. Elaborar, redigir e formatar documentos técnicos e administrativos; arquivar e protocolar correspondências, aplicando as técnicas específicas; organizar e controlar toda a documentação administrativa institucional. Ler documentos; levantar informações; consultar outros setores e departamentos; criar e manter atualizado banco de dados; cobrar ações, respostas, relatórios; controlar cronogramas e prazos; direcionar informações; acompanhar processos e reproduzir documentos; Recepcionar, orientar e encaminhar pessoas; fornecer informações; atender pedidos, solicitações e chamadas telefônicas; filtrar ligações; anotar e transmitir recados; prestar atendimento especial a autoridades e usuários diferenciados. Estruturar evento; fazer check-list; pesquisar local; reservar e preparar sala; enviar convite e convocação; confirmar presença; providenciar material, equipamentos e serviços de apoio; dar suporte durante o evento; providenciar diárias, hospedagem, passagens e documentação legal do Presidente, Conselheiros e Direção (passaporte, vistos, etc.). Estabelecer atribuições de equipe; programar e monitorar as atividades de equipe. Participar de todas as atividades socioculturais, internas e externas, promovidas pela instituição. Cargo: INSTRUTOR II INGLÊS (MENSALISTA) área finalística da instituição, entre outros; Conhecer o modelo pedagógico Senac; PROCESSO SELETIVO UNIDADE SENAC MINISTRO ERNANE GALVÊAS Página 2 de 8

3 Cargo: INSTRUTOR II CIRURGIÃO DENTISTA OBRIGAÇÕES CONTRATUAIS: Ministrar aulas em cursos e ações educacionais do SENAC/RR. Participar da elaboração de planos de cursos; Elaborar ou editar material nos cursos e ações (equipamentos, insumos e demais materiais); Elaborar POP (Procedimento Operacional Padrão) dos laboratórios do segmento; Responsabilizar-se pela assinatura do Alvará de Funcionamento dos laboratórios pedagógicos do segmento; Participar de todas as atividades socioculturais e de aperfeiçoamento, internas e externas, promovidas pela Cargo: INSTRUTOR II EAD TÉCNICO DE TRANSAÇÕES IMOBILIÁRIAS área finalística da instituição, entre outros; Conhecer o modelo pedagógico Senac; Cargo: INSTRUTOR II INFORMÁTICA (MENSALISTA) PROCESSO SELETIVO UNIDADE SENAC MINISTRO ERNANE GALVÊAS Página 3 de 8

4 Cargo: INSTRUTOR II EAD ENGENHEIRO DE SEGURANÇA DO TRABALHO Cargo: INSTRUTOR II FARMACÊUTICO BIOQUÍMICO COM HABILITAÇÃO EM ANÁLISES CLÍNICAS OBRIGAÇÕES CONTRATUAIS: Ministrar aulas em cursos e ações educacionais do SENAC/RR. Participar da elaboração de planos de cursos; Elaborar ou editar material nos cursos e ações (equipamentos, insumos e demais materiais); Elaborar POP (Procedimento Operacional Padrão) dos laboratórios do segmento; Responsabilizar-se pela assinatura do Alvará de Funcionamento dos laboratórios pedagógicos do segmento; Participar de todas as atividades socioculturais e de aperfeiçoamento, internas e externas, promovidas pela Cargo: INSTRUTOR II ENFERMEIRO (MENSALISTA) OBRIGAÇÕES CONTRATUAIS: Ministrar aulas em cursos e ações educacionais do SENAC/RR. Participar da elaboração de planos de cursos; Elaborar ou editar material PROCESSO SELETIVO UNIDADE SENAC MINISTRO ERNANE GALVÊAS Página 4 de 8

5 nos cursos e ações (equipamentos, insumos e demais materiais); Elaborar POP (Procedimento Operacional Padrão) dos laboratórios do segmento; Responsabilizar-se pela assinatura do Alvará de Funcionamento dos laboratórios pedagógicos do segmento; Participar de todas as atividades socioculturais e de aperfeiçoamento, internas e externas, promovidas pela Cargo: INSTRUTOR I - GESTÃO E NEGÓCIOS (MENSALISTA) área finalística da instituição, entre outros; Conhecer o modelo pedagógico Senac; Cargo: ASSISTENTE ADMINISTRATIVO I DESIGNER GRÁFICO OBRIGAÇÕES CONTRATUAIS GERAIS: Criar e executar projetos e desenvolver páginas estáticas e ativas na Internet, com o uso de ferramentas gráficas e linguagens específicas para Internet; Desenvolver material gráfico para apoio às atividades realizadas pelo SENAC, por meio de diagramação de livros, jornais e revistas e de criação de sistemas de identidade visual de serviços e eventos, logotipos, placas e sistemas de sinalização, cartazes, folders, banners, filipetas, interface de softwares, entre outras peças gráficas; Realizar atividades de grau de complexidade inferior ou equivalentes à natureza do cargo que venham a ser determinadas por seus superiores; Participar de todas as atividades socioculturais, internas e externas, promovidas pela Cargo: AUXILIAR ADMINISTRATIVO I CENTRAL DE ATENDIMENTO OBRIGAÇÕES CONTRATUAIS GERAIS: Atender solicitações ao bom andamento das atividades da instituição; Realizar atendimento telefônico com presteza e agilidade, repassando as informações solicitadas ou transferir para quem é de competência; Realizar atendimento aos clientes internos e externos, com cordialidade e simpatia; Arquivar documentações referente aos serviços educacionais; Realizar preenchimento de cadastro PROCESSO SELETIVO UNIDADE SENAC MINISTRO ERNANE GALVÊAS Página 5 de 8

6 de demanda de cursos; Contactar demandas de clientes e alunos para divulgação de cursos, assim como informes sobre adiamentos, cancelamentos, início das aulas e demais informações; Demonstrar presteza e atenção no atendimento aos clientes internos e externos; Executar matrículas, conferência e organização de turmas; Observar normas internas de segurança, conferindo documentação dos clientes; Participar de reuniões, quando solicitado; Receber clientes ou visitantes averiguando suas necessidades e dirigindo-os ao lugar ou às pessoas procuradas; Responsabilizar-se por toda a documentação pertinente ao setor e zelar pelos equipamentos e ambientes de trabalho, mantendo a ordem, limpeza e conservação; Ter conhecimento pleno dos serviços ofertados e do funcionamento da Unidade em que está lotado; Zelar e fortalecer a imagem institucional do SENAC; Comunicar-se com as Centrais de Atendimento de outras Unidades do Regional/RR; Realizar o acompanhamento das atividades desenvolvidas pelas Centrais de Atendimento do Regional/RR; Emitir relatórios das metas das Centrais de Atendimento do Regional/RR; Participar de todas as atividades socioculturais, internas e externas, promovidas pela Cargo: ASSISTENTE TÉCNICO l SUPERVISOR PEDAGÓGICO OBRIGAÇÕES CONTRATUAIS GERAIS: Executar as atividades inerentes a Educação Profissional na Unidade Educacional; Utilizar documentos variados cumprindo todo o procedimento necessário na organização de arquivos e protocolo; Executar as atividades inerentes à Secretaria Escolar, tratando de documentos variados cumprindo todo o procedimento necessário à emissão de Certificados, Diplomas, Atestados e Históricos Escolares; Primar pela qualidade das ações educacionais, através da sistematização dos processos, acompanhamento e avaliação das ações da Supervisão Pedagógica, em conjunto com a Gerência de Educação Profissional; Responder e zelar pelos bens patrimoniais da Supervisão Pedagógica, com intuito de manter a estrutura em adequadas condições de uso para o desenvolvimento das ações administrativas e educacionais; Conhecer e divulgar o portfólio dos produtos e serviços oferecidos pelo Departamento Regional; Supervisionar, monitorar e avaliar as ações pedagógicas de educação profissional, para que aconteçam de acordo com o planejamento, visando à qualidade das ações desenvolvidas pelo Departamento Regional; Acompanhamento dos alunos em relação a rendimentos e faltas; Planejar e coordenar reuniões pedagógicas com docentes e equipe pedagógica; Planejar as atividades de orientação pedagógica acerca das metodologias a serem desenvolvidas; Elaborar e/ou reformular instrumentos e formulários para auxiliar o corpo docente; Promover junto a Gerência de Educação Profissional constante reflexão acerca das atividades desenvolvidas; Preencher formulários padronizados, relatórios, solicitação de requisições e aberturas; Zelar pelos bens patrimoniais da Educação Profissional, a fim de manter controle dos mesmos; Participar de todas as atividades socioculturais, internas e externas, promovidas pela instituição quando convocado. Cargo: AUXILIAR DE COZINHA II SALGADEIRO/COZINHEIRO OBRIGAÇÕES CONTRATUAIS GERAIS: Auxiliar no preparo de receitas em geral sob orientação, conforme a necessidade; Cuidar da higienização do local de trabalho, recebendo e armazenando gêneros alimentícios, limpando-os, pesando-os, separando-os de acordo com porções solicitadas e acondicionando-os; Executar abastecimento do local de distribuição das refeições e sua guarda; Executar o descarte de resíduos de materiais provenientes do local de trabalho; Executar outras tarefas correlatas, conforme necessidade; Operar aparelhos ou equipamentos de preparo e manipulação dos gêneros alimentícios, aparelhos de aquecimento ou refrigeração, sob a orientação do chefe imediato; Zelar pela guarda, conservação, manutenção e limpeza dos equipamentos, instrumentos e materiais utilizados, bem como do local de trabalho; Zelar pela higiene e limpeza das instalações, equipamentos e utensílios da lanchonete; Zelar pela segurança individual e coletiva, PROCESSO SELETIVO UNIDADE SENAC MINISTRO ERNANE GALVÊAS Página 6 de 8

7 utilizando equipamentos de proteção apropriados, quando da execução dos serviços. Participar de todas as atividades socioculturais, internas e externas, promovidas pela instituição. Cargo: JARDINEIRO I OBRIGAÇÕES CONTRATUAIS GERAIS: Efetuar a formação de novos jardins e gramados, renovando-lhes as partes danificadas, transplantando mudas erradicando ervas daninhas e procedendo a limpeza dos mesmos, para mantê-los em bom estado de conservação; Efetuar a poda das plantas; Efetuar o plantio de sementes e mudas; Executar outras tarefas correlatas determinadas pelo superior imediato. Preparar a terra, escavando, adubando, irrigando e efetuando outros tratos necessários para proceder ao plantio de flores, árvores, arbustos e outras plantas ornamentais; Preparar canteiros; Realizar a capina; Zelar pelos equipamentos, ferramentas e outros materiais utilizados, colocando-os em local apropriado para deixá-los em conservação de uso; Zelar e fortalecer a imagem institucional do SENAC. Cargo: PORTEIRO I OBRIGAÇÕES CONTRATUAIS GERAIS: Atender a eventuais solicitações necessárias ao bom andamento das atividades da instituição; Controlar o fluxo de entrada e saída de pessoas nas instalações da instituição; Dar apoio durante a realização dos eventos internos e externos da instituição, desempenhando atividades delegadas pela coordenação do evento; Executar outras atividades correlatas a critério da chefia; Participar de reuniões quando solicitado; Prestar informações básicas dos serviços oferecidos e do funcionamento das unidades. Ser preciso e breve no atendimento aos clientes internos e externos, demonstrando presteza e atenção; Ter conhecimento básico dos serviços ofertados e do funcionamento das unidades; Zelar pelos equipamentos e ambiente de trabalho mantendo a ordem, limpeza e conservação. Zelar e fortalecer a imagem institucional do SENAC. Participar de todas as atividades socioculturais, internas e externas, promovidas pela instituição; Cargo: ARTÍFICE DE MANUTENÇÃO I COM CONHECIMENTO EM INSTALAÇÃO HIDRÁULICA E MANUTENÇÃO PREDIAL OBRIGAÇÕES CONTRATUAIS GERAIS: Realizar inspeções nos circuitos elétricos, nas instalações elétricas, hidráulicas, hidros sanitárias e sistema de exaustão; Executar manutenções corretivas e preventivas das redes elétricas, hidráulica e hidrossanitárias, além de manutenção predial em geral; Preparar infraestrutura para instalação de máquinas e equipamentos quando necessário; Utilizar instrumentos de medições; Realizar as tarefas utilizando-se de equipamentos de proteção individual, respeitando as práticas de prevenção de acidentes e sempre atendendo ao orientado pela Engenharia; Realizar atividades de manutenção predial em geral, confeccionando pequenos reparos e cuidando preventivamente da conservação predial da Instituição; Participar de todas as atividades socioculturais, internas e externas, promovidas pela Instituição. Cargo: ARTÍFICE DE MANUTENÇÃO I COM CONHECIMENTO EM REFRIGERAÇÃO OBRIGAÇÕES CONTRATUAIS GERAIS: Realizar inspeções nos circuitos elétricos, nas instalações elétricas, hidráulicas, hidrossanitárias e sistema de exaustão; Executar manutenções corretivas e preventivas das redes elétricas, hidráulica e hidrossanitárias, além de manutenção predial em geral; Preparar infraestrutura para instalação de máquinas, equipamentos e centrais de ar quando necessário; Utilizar instrumentos de medições; Realizar as tarefas utilizando-se de equipamentos de proteção individual, respeitando as práticas de prevenção de acidentes e sempre atendendo quando orientado pelo setor responsável; Realizar atividades de manutenção predial em geral, confeccionando pequenos reparos e cuidando preventivamente da conservação predial da Instituição. Participar de todas as atividades socioculturais, internas e externas, promovidas pela instituição. PROCESSO SELETIVO UNIDADE SENAC MINISTRO ERNANE GALVÊAS Página 7 de 8

8 Cargo: AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS I OBRIGAÇÕES CONTRATUAIS GERAIS: Ajudar na organização dos eventos internos e externos do SENAC; Auxiliar os instrutores na abertura de salas de aula e entrega de equipamentos; Executar trabalhos rotineiros de limpeza em geral, em salas de aulas, auditórios, escritórios e outros locais, espanando, varrendo, lavando ou encerando os móveis, utensílios das instalações; Fazer a coleta de lixos dos diversos espaços; Fechar as salas ao término do expediente; Lavagem das toalhas de mesa de uso do SENAC; Manter as condições de higiene e conservação de seus materiais; Manter a limpeza diária dos banheiros, repondo material de higiene necessário, toalhas e outros. Manter os bebedouros de água sempre abastecidos; Observar as condições de iluminação e temperatura das salas (observando lâmpadas queimadas, centrais de ar com problema, reportando aos seus superiores); Observar nas salas se algum equipamento foi esquecido ligado; Participar de eventos sócios comunitários no âmbito do Departamento Regional; Realizar serviço de copa, preparação de café/chá etc; Receber, conferir e estocar materiais necessários aos serviços de zeladoria e limpeza da Instituição; Remover móveis de um ambiente para o outro, quando necessário; Servir nas reuniões e eventos da Instituição; Solicitar os materiais de uso do setor; Zelar e fortalecer a imagem institucional do SENAC; Zelar pelos equipamentos e materiais da instituição; Participar de todas as atividades socioculturais, internas e externas, promovidas pela PROCESSO SELETIVO UNIDADE SENAC MINISTRO ERNANE GALVÊAS Página 8 de 8

ANEXO III ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS.

ANEXO III ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS. ANEXO III ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS. 01. SERVENTE Descrição Sintética: compreende os cargos que se destinam a executar, sob supervisão, serviços de limpeza como varrer, lavar, desinfetar e arrumar as dependências

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DA COORDENAÇÃO DE GESTÃO ORGANIZACIONAL - CGO

ATRIBUIÇÕES DA COORDENAÇÃO DE GESTÃO ORGANIZACIONAL - CGO ATRIBUIÇÕES DA COORDENAÇÃO DE GESTÃO ORGANIZACIONAL - CGO Atribuição: Coordenar a execução das ações relacionadas às áreas administrativas, organizativas e financeiras da PROEXT, bem como secretariar a

Leia mais

MUNICÍPIO DE FRANCISCO DUMONT MG CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS EDITAL 1/2015 ANEXO III

MUNICÍPIO DE FRANCISCO DUMONT MG CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS EDITAL 1/2015 ANEXO III Agente Municipal Auxiliar de Biblioteca Atender ao público, desempenhar serviços administrativos e rotinas de bibliotecas; realizar o empréstimo de publicações; orientar no uso da Biblioteca. Agente Municipal

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO RIO GRANDE DO NORTE

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO RIO GRANDE DO NORTE ATO NORMATIVO Nº 01, DE 28 DE MARÇO DE 2012. Institui o Normativo de Pessoal EMPREGO DE LIVRE PROVIMENTO E DEMISSÃO DE NÍVEL SUPERIOR, EMPREGOS TEMPORÁRIOS DE NÍVEL SUPERIOR E EMPREGOS TEMPORÁRIOS DE NÍVEL

Leia mais

EMENTA CURSO TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO

EMENTA CURSO TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICO-ALVO: Os Cursos Técnicos são destinados a todos que estão cursando o 2º ano ou já completaram o Ensino Médio e que desejam aprender uma profissão, entrar no mercado de trabalho ou buscar uma melhor

Leia mais

ANEXO III DO REGULAMENTO 02/2015 (REPUBLICAÇÃO)

ANEXO III DO REGULAMENTO 02/2015 (REPUBLICAÇÃO) ANEXO III DO REGULAMENTO 02/2015 (REPUBLICAÇÃO) FUNÇÃO PÚBLICA: AUXILIAR DE ANALISTA DE DOCUMENTOS 1. Organizar e aplicar provas; 2. Corrigir gabaritos de provas de simulados 3. Elaborar gráficos comparativos

Leia mais

DECRETO Nº 2.374, DE 28 DE MAIO DE 2014. O Prefeito Municipal de Chapadão do Sul, Estado de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições legais,

DECRETO Nº 2.374, DE 28 DE MAIO DE 2014. O Prefeito Municipal de Chapadão do Sul, Estado de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições legais, DECRETO Nº 2.374, DE 28 DE MAIO DE 2014. Regulamenta atribuições para cargos e funções pertencentes Plano de Carreiras e Remuneração da Prefeitura Municipal de Chapadão do Sul e dá outras providências.

Leia mais

SECRETARIO ESCOLAR JORNADA DE TRABALHO 40 HORAS SEMANAIS Escolaridade Nível Médio; Cursos Adicionais definidos em Lei ou Regulamentos.

SECRETARIO ESCOLAR JORNADA DE TRABALHO 40 HORAS SEMANAIS Escolaridade Nível Médio; Cursos Adicionais definidos em Lei ou Regulamentos. VIGIA Escolaridade Alfabetizado. Exercer atividades de ronda e zeladoria de prédios, áreas e escolas públicas em horário diurno e noturno; Exercer a guarda do mobiliário, equipamentos, material do serviço

Leia mais

ANEXO I QUADRO DE VAGAS, FUNÇÕES, REMUNERAÇÃO E CARGA HORÁRIA R$1.287,00 R$1.287,00 R$1.287,00 R$1.287,00 R$ 572,00 R$ 572,00

ANEXO I QUADRO DE VAGAS, FUNÇÕES, REMUNERAÇÃO E CARGA HORÁRIA R$1.287,00 R$1.287,00 R$1.287,00 R$1.287,00 R$ 572,00 R$ 572,00 ANEXO I QUADRO DE VAGAS, FUNÇÕES, REMUNERAÇÃO E CARGA HORÁRIA CAMPUS FUNÇÃO REMUNERAÇÃO Caruaru Salgueiro Arcoverde Garanhuns Secretaria Executiva Téc. em Contabilidade Secretaria Executiva Téc. em Contabilidade

Leia mais

Prefeitura Municipal de São Sebastião do Alto Estado do Rio de Janeiro ANEXO III ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS

Prefeitura Municipal de São Sebastião do Alto Estado do Rio de Janeiro ANEXO III ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS ANEXO III ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS GARI DESCRIÇÃO SUMÁRIA Compreende os cargos que tem como atribuições varrer e limpar ruas e logradouros públicos e coletar o lixo acumulado em sarjetas, caixas de ralos

Leia mais

COMPANHIA RIOGRANDENSE DE SANEAMENTO CORSAN EDITAL DE CONCURSOS PÚBLICOS N. 01/2014 ANEXO 3. Atribuições dos Empregos

COMPANHIA RIOGRANDENSE DE SANEAMENTO CORSAN EDITAL DE CONCURSOS PÚBLICOS N. 01/2014 ANEXO 3. Atribuições dos Empregos COMPANHIA RIOGRANDENSE DE SANEAMENTO CORSAN EDITAL DE CONCURSOS PÚBLICOS N. 01/2014 ANEXO 3 Atribuições dos Empregos NÍVEL SUPERIOR 01 Administrador Descrição Sumária: Prestar assessoramento às áreas da

Leia mais

ANEXO I. DESCRIÇÃO E ESPECIFICAÇÃO DO CARGO (Lei Complementar nº 81, de 10 de março de 1993)

ANEXO I. DESCRIÇÃO E ESPECIFICAÇÃO DO CARGO (Lei Complementar nº 81, de 10 de março de 1993) ANEXO I DESCRIÇÃO E ESPECIFICAÇÃO DO CARGO (Lei Complementar nº 81, de 10 de março de 1993) DENOMINAÇÃO DO CARGO: TÉCNICO EM ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS GRUPO OCUPACIONAL: OCUPAÇÕES DE NÍVEL ADMINISTRATIVO

Leia mais

CAERN. Descrição de Perfis

CAERN. Descrição de Perfis Assistente - Laboratorista 09 Nível: Médio Reporte: Coordenador Sumário Realizar análises físico-químicas e bacteriológicas em amostras de águas e efluentes, determinando os elementos químicos existentes,

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE VOTORANTIM/SP CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS Nº 01/2016

CÂMARA MUNICIPAL DE VOTORANTIM/SP CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS Nº 01/2016 ANEXO I DESCRIÇÃO DOS CARGOS 1.01 - PORTEIRO - Fiscalizar e controlar a entrada e saída de pessoas; - Orientar acerca do horário de atendimento ao público e indicar a entrada destinada aos mesmos; - Impedir

Leia mais

CAERN. Descrição de Perfis

CAERN. Descrição de Perfis 8 Nível: Médio Reporte: Coordenador Sumário Executar atividades administrativas de apoio às diversas áreas da empresa. Atividades Arquivar documentos Arquivar documentos, classificando-os em pastas específicas,

Leia mais

ATO NORMATIVO Nº 014/2006.

ATO NORMATIVO Nº 014/2006. ATO NORMATIVO Nº 014/2006. Dispõe sobre a organização da Superintendência de Gestão Administrativa do Ministério Público do Estado da Bahia e dá outras providências. O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO

Leia mais

Auxiliar de Fisioterapeuta Auxiliar o Fisioterapeuta na execução do tratamento das enfermidades psico-motoras, através de agentes físicos.

Auxiliar de Fisioterapeuta Auxiliar o Fisioterapeuta na execução do tratamento das enfermidades psico-motoras, através de agentes físicos. Agente Administrativo Executar trabalhos administrativos e digitação, aplicando a legislação pertinente aos serviços municipais. Agente de Biblioteca Atender e auxiliar o educando na identificação de Enciclopédias,

Leia mais

MUNICÍPIO DE LUISLÂNDIA MG CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS EDITAL 1/2015 ANEXO III ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS

MUNICÍPIO DE LUISLÂNDIA MG CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS EDITAL 1/2015 ANEXO III ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS Advogado Prestar assistência jurídica às questões de direito administrativo, trabalhista, civil, tributário e constitucional. Agente de Combate às Endemias Desenvolver e executar atividades de prevenção

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE HORIZONTE ANEXO VIII (EDITAL DE CONCURSO 01/2014) Atribuições sumárias dos cargos

PREFEITURA MUNICIPAL DE HORIZONTE ANEXO VIII (EDITAL DE CONCURSO 01/2014) Atribuições sumárias dos cargos ANEXO VIII (EDITAL DE CONCURSO 01/2014) Atribuições sumárias dos cargos ADMINISTRADOR Desempenhar atividades relativas à administração de pessoal, material, orçamento, organização e métodos, sistemas de

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL NOVA SANTA BÁRBARA

PREFEITURA MUNICIPAL NOVA SANTA BÁRBARA PREFEITURA MUNICIPAL NOVA SANTA BÁRBARA EDITAL N.º 002/ 2010. ANEXO III DESCRIÇÃO DOS CARGOS CARGO: 012- Ajudante Geral Requisitos: Conhecimentos gerais na área Atribuições do cargo: Proceder a limpeza

Leia mais

Sistema Único de Saúde, para fortalecimento dos processos de descentralização da gestão da saúde, em conformidade com a legislação vigente.

Sistema Único de Saúde, para fortalecimento dos processos de descentralização da gestão da saúde, em conformidade com a legislação vigente. GOVERNO DO ESTADO DO ESPIRÍTO SANTO SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE DO ESPÍRITO SANTO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR EDITAL Nº 1 SESA/ES,

Leia mais

DIRETORIA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO CAPÍTULO I DA DIRETORIA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E SEUS FINS

DIRETORIA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO CAPÍTULO I DA DIRETORIA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E SEUS FINS DIRETORIA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO CAPÍTULO I DA DIRETORIA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E SEUS FINS Art. 1º A Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação da Universidade Federal

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GOTARDO CNPJ: 18.602.037/0001-55 Insc. Est. Isento São Gotardo Minas Gerais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GOTARDO CNPJ: 18.602.037/0001-55 Insc. Est. Isento São Gotardo Minas Gerais LEI COMPLEMENTAR Nº.132, DE 02 DE MARÇO DE 2015. Dispõe sobre a criação e extinção de cargos em comissão de livre provimento e exoneração sem aumento da despesa e dá outras providências. O povo do Município

Leia mais

Anexo I Atribuições e Requisitos dos Empregos

Anexo I Atribuições e Requisitos dos Empregos 15 Anexo I Atribuições e Requisitos dos Empregos SÍNTESE DOS DEVERES E ATRIBUIÇÕES DOS EMPREGOS 1. ATRIBUIÇÕES COMUNS: 1.1 Aos empregos de nível fundamental, médio e técnico: - Participar de atividades

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 10/2005

RESOLUÇÃO Nº 10/2005 1 EMENTA Altera a Resolução nº 04/2004, que dispõe sobre a organização administrativa e a política de remuneração dos funcionários da AMEPE e de incentivo ao funcionário estudante. A DIRETORIA da Associação

Leia mais

ASSUNTO: SISTEMA OPERACIONAL NO ALMOXARIFADO DO SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO SAAE

ASSUNTO: SISTEMA OPERACIONAL NO ALMOXARIFADO DO SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO SAAE 1/6 1) DOS OBJETIVOS: 1.1) Normatizar os procedimentos de entrada e saída de materiais adquiridos pela autarquia SAAE; 1.2) Garantir recebimento dos materiais no que se refere a quantidade, qualidade e

Leia mais

2013 GOIÂNIA, 16 DE ABRIL - TERÇA-FEIRA PÁG. 01 PORTARIAS... PÁG. 23 EXTRATO... PÁG. 29 EDITAL DE CONVOCAÇÃO... PÁG. 29 TERMO DE HOMOLOGAÇÃO...

2013 GOIÂNIA, 16 DE ABRIL - TERÇA-FEIRA PÁG. 01 PORTARIAS... PÁG. 23 EXTRATO... PÁG. 29 EDITAL DE CONVOCAÇÃO... PÁG. 29 TERMO DE HOMOLOGAÇÃO... GRANDEZA PELA DA PÁTRIA Diário Oficial MUNICÍPIO DE GOIÂNIA 2013 GOIÂNIA, 16 DE ABRIL - TERÇA-FEIRA N 5.572 DECRETOS... PÁG. 01 PORTARIAS... PÁG. 23 EXTRATO... PÁG. 29 EDITAL DE CONVOCAÇÃO... PÁG. 29 TERMO

Leia mais

Governo do Estado do Ceará Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior - SECITECE

Governo do Estado do Ceará Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior - SECITECE Governo do Estado do Ceará Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior - SECITECE TERMO DE REFERÊNCIA Suporte Técnico Especializado em Inovação Sênior- Pessoa Física, visando apoiar a COTEC/SECITECE

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE LASSANCE (MG) CONCURSO PÚBLICO PARA PROVOMENTO DE CARGOS EFETIVOS EDITAL 1/2015 ANEXO III RETIFICADO

PREFEITURA MUNICIPAL DE LASSANCE (MG) CONCURSO PÚBLICO PARA PROVOMENTO DE CARGOS EFETIVOS EDITAL 1/2015 ANEXO III RETIFICADO Advogado Prestar assistência jurídica às questões de direito administrativo, trabalhista, civil, tributário e constitucional. Agente administrativo Executar, sob orientação imediata, trabalhos administrativos

Leia mais

Câmara Municipal dos Barreiros

Câmara Municipal dos Barreiros Barreiros, 30 de Abril de 2010 SISTEMA DE CONTROLE INTERNO Ofício nº 006/2010 SCI EXMO. SR. JOSÉ GERALDO DE SOUZA LEÃO M.D. Presidente da Câmara de Vereadores dos Barreiros NESTA O Coordenador do Sistema

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL Faz saber que a Câmara de Vereadores decreta e eu sanciono a seguinte Lei Complementar.

O PREFEITO MUNICIPAL Faz saber que a Câmara de Vereadores decreta e eu sanciono a seguinte Lei Complementar. Prefeitura Municipal de Novo Horizonte do Sul Estado de Mato Grosso do sul Poder Executivo Gabinete do Prefeito LEI COMPLEMENTAR Nº 033/2008 de 30 de Dezembro de 2008. DISPÕE SOBRE A ESTRUTURA ORGANO-

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GOTARDO CNPJ: 18.602.037/0001-55 Insc. Est. Isento São Gotardo Minas Gerais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GOTARDO CNPJ: 18.602.037/0001-55 Insc. Est. Isento São Gotardo Minas Gerais LEI COMPLEMENTAR 140, DE 14 DE SETEMBRO DE 2015 DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO E EXTINÇÃO DE CARGOS EM COMISSÃO DE LIVRE PROVIMENTO E EXONERAÇÃO, AFETOS ÀS FUNÇÕES DA LEI COMPLEMENTAR MUNICIPAL Nº 67/2008, SEM

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE POMERODE

ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE POMERODE EDITAL DE PROCESSO SELETIVO N.º 002/2013 ANEXO VII DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS E DOS S ATENDENTE EM CONSULTÓRIO DENTÁRIO (ACD) Orientar os pacientes sobre higiene bucal; Marcar consultas; Preencher e anotar

Leia mais

EVENTO: FORMAÇÃO PROFISSIONAL GRATUITA E ATENDIMENTO AOS REQUISITOS LEGAIS DE CONTRATAÇÃO DE APRENDIZES

EVENTO: FORMAÇÃO PROFISSIONAL GRATUITA E ATENDIMENTO AOS REQUISITOS LEGAIS DE CONTRATAÇÃO DE APRENDIZES EVENTO: FORMAÇÃO PROFISSIONAL GRATUITA E ATENDIMENTO AOS REQUISITOS LEGAIS DE CONTRATAÇÃO DE APRENDIZES Prezado associado, A legislação determina que, além da obrigatoriedade de contratação de aprendizes,

Leia mais

CHEFE DA SEÇÃO DE MANUTENÇÃO ESCOLAR compete acompanhar a tramitação de documentos e processos, observando o protocolo do mesmo; classificar, informar e conservar documentos; controle de matériais, providenciando

Leia mais

REGULAMENTO DE CURSO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS

REGULAMENTO DE CURSO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS REGULAMENTO DE CURSO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS JUNHO/2011 CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares Art. 1º. Os cursos de Pós Graduação Lato Sensu da Faculdade de Tecnologia

Leia mais

LEI 013/2013. Art.1º Fica inserido o item IV no art. 5º da Lei 002/2013 com a seguinte redação:

LEI 013/2013. Art.1º Fica inserido o item IV no art. 5º da Lei 002/2013 com a seguinte redação: LEI 013/2013 Altera anexos da Lei 002/2013 que criou o plano de cargos e remuneração do servidor público municipal, e dá outras providências. Art.1º Fica inserido o item IV no art. 5º da Lei 002/2013 com

Leia mais

REGULAMENTO OPERACIONAL DA DIRETORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CAPÍTULO I DA INSTITUIÇÃO

REGULAMENTO OPERACIONAL DA DIRETORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CAPÍTULO I DA INSTITUIÇÃO 1 REGULAMENTO OPERACIONAL DA DIRETORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CAPÍTULO I DA INSTITUIÇÃO Art.1º A Diretoria de Ensino de Graduação (DEG) é órgão da Pró-Reitoria Acadêmica, do Centro Universitário de Maringá.

Leia mais

CARGOS DE NÍVEL MÉDIO - CLASSIFICAÇÃO D

CARGOS DE NÍVEL MÉDIO - CLASSIFICAÇÃO D UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ EDITAL Nº 15, DE 02 de outubro DE 2013 ANEXO I REQUISITOS BÁSICOS PARA INVESTIDURA NO CARGO E DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATRIBUIÇÕES CARGOS DE NÍVEL MÉDIO - CLASSIFICAÇÃO D ASSISTENTE

Leia mais

DECRETO Nº 2.400, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2010.

DECRETO Nº 2.400, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2010. DECRETO Nº 2.400, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2010. Aprova o Regimento Interno da Secretaria Executiva do Núcleo Segurança. O GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO, no uso das atribuições que lhe confere o art.

Leia mais

LEI DELEGADA Nº 15, DE 18 DE MARÇO DE 2003.

LEI DELEGADA Nº 15, DE 18 DE MARÇO DE 2003. ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR LEI DELEGADA Nº 15, DE 18 DE MARÇO DE 2003. DISPÕE SOBRE A ESTRUTURA DA CONTROLADORIA GERAL DO ESTADO CGE, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O GOVERNADOR DO ESTADO DE ALAGOAS

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DA COORDENAÇÃO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO - CGI

ATRIBUIÇÕES DA COORDENAÇÃO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO - CGI ATRIBUIÇÕES DA COORDENAÇÃO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO - CGI MISSÃO Executar a gestão das informações e coordenar a política de comunicação da PROEXT. Atribuições Gerais: 1. Atender clientes internos e externos;

Leia mais

TABELA DE CARGOS NÍVEL MÉDIO

TABELA DE CARGOS NÍVEL MÉDIO TABELA DE CARGOS NÍVEL MÉDIO Nº CARGO PRÉ-REQUISITO ATRIBUIÇÕES SALÁRIO BASE N DE VAGAS 1 Auxiliar de secretaria Câmara. Tarefas típicas: Auxiliar na execução dos trabalhos da Secretaria compreendendo

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 001/2013-IPPLAN ANEXO 2 ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS

CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 001/2013-IPPLAN ANEXO 2 ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS PREFEITURA MUNICIPAL CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 001/2013-IPPLAN ANEXO 2 ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS Cargo de Nível Médio Agente Administrativo Contribuir com o correto fluxo de atividades, informações e materiais

Leia mais

ADMINISTRAR A CRECHE HISTÓRICO. Data Revisão Descrição Elaborado por: Aprovado por:

ADMINISTRAR A CRECHE HISTÓRICO. Data Revisão Descrição Elaborado por: Aprovado por: Ministério da Saúde FIOCRUZ Fundação Oswaldo Cruz ADMINISTRAR A CRECHE HISTÓRICO Data Revisão Descrição Elaborado por: Aprovado por: 00 Emissão Inicial 10/03/2012 01 Alteração do Formato Ivania Martins

Leia mais

TABELA DE CARGOS CARGOS DE NÍVEL MÉDIO VENCIMENTO BASE CARGA HORÁRIA SINTESE DAS ATIVIDADES TOTAL DE VAGAS REQUISITO

TABELA DE CARGOS CARGOS DE NÍVEL MÉDIO VENCIMENTO BASE CARGA HORÁRIA SINTESE DAS ATIVIDADES TOTAL DE VAGAS REQUISITO TABELA DE CARGOS CARGOS DE NÍVEL MÉDIO CARGO Assistente Operacional Assistente Administrativo PRÉ- REQUISITO completo completo TOTAL DE VAGAS VENCIMENTO BASE CARGA HORÁRIA 01 R$ 1.813,45 40 horas 02 R$

Leia mais

DOS PROCEDIMENTOS QUANTO À OCORRÊNCIA DE SINISTROS COM VEÍCULOS... 7. DO RECEBIMENTO DE BENS DOADOS PELA Receita Federal do Brasil (RFB)...

DOS PROCEDIMENTOS QUANTO À OCORRÊNCIA DE SINISTROS COM VEÍCULOS... 7. DO RECEBIMENTO DE BENS DOADOS PELA Receita Federal do Brasil (RFB)... Manual de Frota 2 SUMÁRIO DO CONTRATO DE MOTORISTAS TERCEIRIZADOS... 3 DAS SOLICITAÇÕES DE VEÍCULOS OFICIAIS... 3 DO ABASTECIMENTO... 4 Do Abastecimento de veículos de outros órgãos... 5 DA MANUTENÇÃO

Leia mais

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE FUNDAÇÃO DE ENSINO E PESQUISA EM CIÊNCIAS DA SAÚDE REGIMENTO INTERNO

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE FUNDAÇÃO DE ENSINO E PESQUISA EM CIÊNCIAS DA SAÚDE REGIMENTO INTERNO GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE FUNDAÇÃO DE ENSINO E PESQUISA EM CIÊNCIAS DA SAÚDE REGIMENTO INTERNO Brasília-DF, 2005 SUMÁRIO TÍTULO I Das Competências Básicas e da Estrutura

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO CUNI Nº 024, DE 8 DE MAIO DE 2012 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS, no uso de suas atribuições

Leia mais

Anexo II DESCRIÇÃO SUMARIA DOS CARGOS

Anexo II DESCRIÇÃO SUMARIA DOS CARGOS Anexo II DESCRIÇÃO SUMARIA DOS CARGOS Nível de Classificação E; Nível de Capacitação I; Padrão de Vencimento I Regime Jurídico Único Jornada de Trabalho = 40 horas/semanais (Lei 11.091/05) REMUNERAÇÃO:

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/ASCOM-004-R00 PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO E EXECUÇÃO DE EVENTOS

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/ASCOM-004-R00 PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO E EXECUÇÃO DE EVENTOS MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/ASCOM-004-R00 PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO E EXECUÇÃO DE EVENTOS 09/2015 PÁGINA INTENCIONALMENTE EM BRANCO 2 30 de setembro de 2015. Aprovado, Gabriela de Souza Leal 3 PÁGINA INTENCIONALMENTE

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PASSO FUNDO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EDUCAÇÃO INFANTIL REGIMENTO ESCOLAR PASSO FUNDO,

PREFEITURA MUNICIPAL DE PASSO FUNDO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EDUCAÇÃO INFANTIL REGIMENTO ESCOLAR PASSO FUNDO, 1 PREFEITURA MUNICIPAL DE PASSO FUNDO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EDUCAÇÃO INFANTIL REGIMENTO ESCOLAR PASSO FUNDO, 2012. IDENTIFICAÇÃO Entidade Mantenedora: Prefeitura Municipal de Passo Fundo Estabelecimento:

Leia mais

REGIMENTO INTERNO MUSEU DA MEMÓRIA E PATRIMÔNIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS CAPÍTULO I CATEGORIA, SEDE E FINALIDADE

REGIMENTO INTERNO MUSEU DA MEMÓRIA E PATRIMÔNIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS CAPÍTULO I CATEGORIA, SEDE E FINALIDADE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas - UNIFAL-MG REGIMENTO INTERNO MUSEU DA MEMÓRIA E PATRIMÔNIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS CAPÍTULO I CATEGORIA, SEDE E FINALIDADE Art. 1º O Museu

Leia mais

Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais Presidência Controladoria Interna PLANO DIRETOR CONTROLE INTERNO 2013-2014

Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais Presidência Controladoria Interna PLANO DIRETOR CONTROLE INTERNO 2013-2014 PLANO DIRETOR DE CONTROLE INTERNO 2013-2014 SUMÁRIO Pág. 1. INTRODUÇÃO 02 2. SISTEMA DE CONTROLE INTERNO 02 2.1 Conceituação 02 2.2. Marco legal 04 3. O CONTROLE INTERNO NO ÂMBITO DO TCEMG 4. CONTROLADORIA

Leia mais

REGULAMENTO DOS LABORATÓRIOS

REGULAMENTO DOS LABORATÓRIOS REGULAMENTO DOS LABORATÓRIOS Página 1 ÍNDICE CAPÍTULO 1 -DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS... 3 CAPÍTULO 2 - DA DESTINAÇÃO DOS LABORATÓRIOS... 3 CAPÍTULO 3 - DAS ATRIBUIÇÕES E COMPETÊNCIAS... 5 CAPÍTULO 4 - UTILIZAÇÃO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITARANTIM ESTADO DA BAHIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITARANTIM ESTADO DA BAHIA CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE NIVEL ELEMENTAR, NÍVEL FUNDAMENTAL, NÍVEL MÉDIO E NÍVEL SUPERIOR. COMPLEMENTAR DO ANEXOIII, DESCRIÇÃO E ATRIBUIÇÕES DE CARGOS, DO EDITAL DE ABERTURA

Leia mais

Garantia da qualidade em projeto de construção e montagem eletromecânica

Garantia da qualidade em projeto de construção e montagem eletromecânica Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão de Projetos - Turma nº 151 30 de novembro 2015 Garantia da qualidade em projeto de construção e montagem eletromecânica Renata Maciel da Silva renata.maciel55@gmail.com

Leia mais

ANEXO IX ATRIBUIÇÕES DOS COORDENADORES

ANEXO IX ATRIBUIÇÕES DOS COORDENADORES ANEXO IX ATRIBUIÇÕES DOS COORDENADORES 290 Atribuições dos Coordenadores do Curso de Graduação em Administração: a) Coordenador do Curso de Graduação em Administração: 1. conhecer do Estatuto da Instituição

Leia mais

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS/FUNÇÕES

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS/FUNÇÕES ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS/FUNÇÕES - Monitor de Marcenaria, Monitor de Artesanato, Monitor de Música e/ou Violão e Monitor de Patinação e/ou Dança Ministrar aulas teóricas e práticas, conforme a atividade

Leia mais

Regulamento de funcionamento dos setores do Câmpus Santos Dumont

Regulamento de funcionamento dos setores do Câmpus Santos Dumont 1) Objetivo Regulamento de funcionamento dos setores do Câmpus Santos Dumont O presente regulamento de funcionamento dos setores do Câmpus Santos Dumont é instrumento complementar ao Regimento Geral do

Leia mais

LEI Nº 1.510-01/2013

LEI Nº 1.510-01/2013 LEI Nº 1.510-01/2013 EXTINGUE E CRIA CARGOS NO QUADRO DE CARGOS E FUNÇÕES PÚBLICAS DO MUNICÍPIO, FIXANDO PADRÃO SALARIAL, e dá outras providências. MARLI HASENKAMP STIEGEMEIR, Prefeita Municipal em exercício

Leia mais

Regimento dos Campi da. Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR

Regimento dos Campi da. Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Regimento dos Campi da Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR Deliberação nº 10/2009

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR N. 38 /2015. (Cria cargos, define o regime jurídico dos servidores da UniRV e. dá outras providências)

LEI COMPLEMENTAR N. 38 /2015. (Cria cargos, define o regime jurídico dos servidores da UniRV e. dá outras providências) LEI COMPLEMENTAR N. 38 /2015 (Cria cargos, define o regime jurídico dos servidores da UniRV e dá outras providências) A CÂMARA MUNICIPAL DE RIO VERDE-GO APROVA: Art. 1º - Aos servidores da UniRV Universidade

Leia mais

Ministério da Educação. Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Proposta do. Regimento Geral. Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR

Ministério da Educação. Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Proposta do. Regimento Geral. Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Proposta do Regimento Geral da Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR Documento

Leia mais

ANEXO I MODELO DE CURRICULO

ANEXO I MODELO DE CURRICULO ANEXO I MODELO DE CURRICULO Número do edital: Cargo pretendido: DADOS PESSOAIS Nome Completo: Nº de filho: Data de Nascimento: / / Estado Civil: Local de Nascimento: Identidade: Órgão emissor/uf: CPF:

Leia mais

ANEXO I CARGOS, REQUISITOS DE ESCOLARIDADE, DESCRIÇÃO SUMÁRIA, CARGA HORÁRIA E SALÁRIO.

ANEXO I CARGOS, REQUISITOS DE ESCOLARIDADE, DESCRIÇÃO SUMÁRIA, CARGA HORÁRIA E SALÁRIO. ANEXO I S,,, E SALÁRIO. AGENTE DE ANÁLISES CLÍNICAS SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE Página 1 de 8 R$ 900,00 (Novecentos reais). Ensino Médio e Curso Técnico em Laboratório Executar trabalhos técnico de laboratório

Leia mais

Procuradoria Geral de Justiça, em Natal (RN), 08 de junho de 2011.

Procuradoria Geral de Justiça, em Natal (RN), 08 de junho de 2011. MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA R E S O L U Ç Ã O Nº 074/2011-PGJ.* O PROCURADOR GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso das atribuições

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA ANEXO II DO EDITAL N. 002/GR/UNIR/2013

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA ANEXO II DO EDITAL N. 002/GR/UNIR/2013 ANEXO II DO EDITAL N. 002/GR/UNIR/2013 DESCRIÇÃO SUMÁRIA DOS CARGOS/NÍVEL DE CLASSIFICAÇÃO E - SUPERIOR ADMINISTRADOR: Planejar, organizar, controlar e assessorar as organizações nas áreas de recursos

Leia mais

Síntese dos Deveres: Prestar assistência médico-cirúrgica e preventiva, diagnosticar e tratar das doenças do corpo humano.

Síntese dos Deveres: Prestar assistência médico-cirúrgica e preventiva, diagnosticar e tratar das doenças do corpo humano. ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS ENFERMEIRO Síntese dos Deveres: Supervisionar e prestar serviços de enfermagem nos estabelecimentos de assistência médico hospitalar do Município; participar na educação

Leia mais

PORTARIA Nº 17 de 15 de maio de 2014.

PORTARIA Nº 17 de 15 de maio de 2014. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS IFMG CAMPUS FORMIGA GABINETE DO DIRETOR GERAL Rua Padre Alberico,

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DAS FUNÇÕES GRATIFICADAS

ATRIBUIÇÕES DAS FUNÇÕES GRATIFICADAS ATRIBUIÇÕES DAS FUNÇÕES GRATIFICADAS ASSESSORIA DE IMPRENSA: Função GERENTE. Assessorar a Diretoria da Ceasa; Promover e divulgar notícias relacionadas a Ceasa; Estreitar o relacionamento da mídia com

Leia mais

EDITAL 001/2015 EMPRESA JÚNIOR DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA

EDITAL 001/2015 EMPRESA JÚNIOR DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL 001/2015 EMPRESA JÚNIOR DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ASSESSORES JUNHO 2015 A CHRONOS JR - EMPRESA JÚNIOR DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, nos termos do Estatuto da Empresa Júnior do

Leia mais

ANEXO I DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS

ANEXO I DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS ANEXO I DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS 1. ATRIBUIÇÕES GERAIS DOS CARGOS: As atribuições gerais dos cargos são as definidas no Artigo 8º da Lei 11.091 de 12 de janeiro de 2005, transcrito

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA REGIMENTO INTERNO DO MUSEU DE PORTO ALEGRE JOAQUIM JOSÉ FELIZARDO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA REGIMENTO INTERNO DO MUSEU DE PORTO ALEGRE JOAQUIM JOSÉ FELIZARDO PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA REGIMENTO INTERNO DO MUSEU DE PORTO ALEGRE JOAQUIM JOSÉ FELIZARDO TÍTULO I DA NATUREZA E MISSÃO Art. 1º. O Museu de Porto Alegre Joaquim

Leia mais

HISTÓRICO DAS REVISÕES N.ºREVISÃO DATA IDENTIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 00 01

HISTÓRICO DAS REVISÕES N.ºREVISÃO DATA IDENTIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 00 01 HISTÓRICO DAS REVISÕES N.ºREVISÃO DATA IDENTIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 00 01 01/06/2006 Emissão inicial 05/06/2007 Primeira Revisão Elaborado: 05/06/2007 Superintendente e ou Gerente da unidade Revisado: 05/06/2007

Leia mais

Universidade Federal de Viçosa. Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes. Departamento de Letras RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

Universidade Federal de Viçosa. Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes. Departamento de Letras RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Universidade Federal de Viçosa Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Departamento de Letras RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Curso de Extensão em Língua Espanhola Demétrio Silva Lopes - 68.523

Leia mais

INSTITUTO FENASBAC DE EXCELÊNCIA PROFISSIONAL - I.FENASBAC REGIMENTO INTERNO. Capítulo I - FINALIDADE

INSTITUTO FENASBAC DE EXCELÊNCIA PROFISSIONAL - I.FENASBAC REGIMENTO INTERNO. Capítulo I - FINALIDADE INSTITUTO FENASBAC DE EXCELÊNCIA PROFISSIONAL - I.FENASBAC REGIMENTO INTERNO Capítulo I - FINALIDADE Artigo 1º - O Instituto FENASBAC tem as seguintes finalidades: I. promover a geração de conhecimento,

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DE UTILIZAÇÃO DOS LABORATÓRIOS DO DEPARTAMENTO DE QUÍMICA

REGULAMENTO GERAL DE UTILIZAÇÃO DOS LABORATÓRIOS DO DEPARTAMENTO DE QUÍMICA REGULAMENTO GERAL DE UTILIZAÇÃO DOS LABORATÓRIOS DO DEPARTAMENTO DE QUÍMICA Capítulo 1 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. Estas normas regulamentam o funcionamento dos laboratórios do Departamento de

Leia mais

L E I Nº 6.816, DE 25 DE JANEIRO DE 2006.

L E I Nº 6.816, DE 25 DE JANEIRO DE 2006. L E I Nº 6.816, DE 25 DE JANEIRO DE 2006. Dispõe sobre a reestruturação organizacional da Secretaria Executiva de Estado de Obras Públicas - SEOP e dá outras providências. A ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica REGIMENTO INTERNO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CÂMPUS GOVERNADOR VALADARES (ANEXO À RESOLUÇÃO

Leia mais

Atribuições do órgão conforme a Lei nº 3.063, de 29 de maio de 2013: TÍTULO II DAS COMPETÊNCIAS DOS ÓRGÃOS DA ADMINISTRAÇÃO DIRETA

Atribuições do órgão conforme a Lei nº 3.063, de 29 de maio de 2013: TÍTULO II DAS COMPETÊNCIAS DOS ÓRGÃOS DA ADMINISTRAÇÃO DIRETA SECRETARIA MUNICIPAL DE COMPRAS E LICITAÇÕES End: Rua Siqueira Campos, S-64 Centro Fone: (14) 3283-9570 ramal 9576 Email: compras@pederneiras.sp.gov.br Responsável: Dr. Luis Carlos Rinaldi Atribuições

Leia mais

MQ-1 Revisão: 06 Data: 20/04/2007 Página 1

MQ-1 Revisão: 06 Data: 20/04/2007 Página 1 MQ-1 Revisão: 06 Data: 20/04/2007 Página 1 I. APROVAÇÃO Emitente: Função: Análise crítica e aprovação: Função: Liliane Alves Ribeiro da Silva Gerente Administrativa Roberto José da Silva Gerente Geral

Leia mais

ATRIBUIÇÕES ESSENCIAIS DA FUNÇÃO

ATRIBUIÇÕES ESSENCIAIS DA FUNÇÃO PERFIL DE CARGO S 1- DADOS DA VAGA Cargo: Analista Função: Analista de Cooperativismo e Monitoramento Unidade Estadual: Sescoop- Maranhão Carga Horária: 40h/ semanais Salário: R$ 1.663,00 (hum mil seiscentos

Leia mais

ANEXO A do Contrato de Gestão nº /2013 G E S T Ã O D A U N I D A D E D E P R O N T O A T E N D I M E N T O. UPA Senador Camará

ANEXO A do Contrato de Gestão nº /2013 G E S T Ã O D A U N I D A D E D E P R O N T O A T E N D I M E N T O. UPA Senador Camará ANEXO A do Contrato de Gestão nº /2013 G E S T Ã O D A U N I D A D E D E P R O N T O A T E N D I M E N T O UPA Senador Camará A. GESTÃO DAS UNIDADES DE PRONTO ATENDIMENTO (UPA) Do conjunto de equipamentos

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO-RESERVA EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR E NÍVEL MÉDIO

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO-RESERVA EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR E NÍVEL MÉDIO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO-RESERVA EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR E NÍVEL MÉDIO EDITAL Nº 1 DO CONCURSO PÚBLICO 1/2013 CAU/BR - NORMATIVO ANEXO II RELAÇÃO DE EMPREGOS,

Leia mais

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 6.244, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2007.

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 6.244, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2007. DECRETO Nº 6.244, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2007. ESTABELECE AS ATRIBUIÇÕES, NÍVEL DE ESCOLARIDADE E JORNADA DE TRABALHO DE S PÚBLICOS DO IPRESB. RUBENS FURLAN, Prefeito do Município de Barueri, usando das

Leia mais

A N E X O I - E D I T A L 01/2015 A T R I B U I Ç Õ E S E R E Q U I S I T O S D O S C A R G O S C O N C U R S O P Ú B L I C O Nº 002/2015

A N E X O I - E D I T A L 01/2015 A T R I B U I Ç Õ E S E R E Q U I S I T O S D O S C A R G O S C O N C U R S O P Ú B L I C O Nº 002/2015 A N E X O I - E D I T A L 01/2015 A T R I B U I Ç Õ E S E R E Q U I S I T O S D O S C A R G O S C O N C U R S O P Ú B L I C O Nº 002/2015 NÍVEL SUPERIOR CIRURGIÃO DENTISTA BUCO MAXILO FACIAL - CEOCAM Realizar

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº XXXX DE XX DE XXXXXX DE 201X ALTERA A LEI Nº 6720, DE 25 DE MARÇO DE 2014, QUE INSTITUI PLANO DE CARGOS, CARREIRAS E REMUNERAÇÃO DA FUNDAÇÃO DE APOIO À ESCOLA TÉCNICA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Leia mais

CONCURSO PMO 2008 ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS

CONCURSO PMO 2008 ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS CONCURSO PMO 2008 ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS NÍVEL SUPERIOR ADMINISTRADOR - Realiza diagnóstico e emite parecer a respeito da evolução financeira da Prefeitura; Promove o desenvolvimento de metodologias e

Leia mais

PROJETO DE RESOLUÇÃO Nº 001/2010 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS

PROJETO DE RESOLUÇÃO Nº 001/2010 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS PROJETO DE RESOLUÇÃO Nº 001/2010 Estabelece normas e procedimentos para aquisição de serviços e recebimento, controle, guarda e distribuição de materiais permanentes e de consumo no âmbito do Poder Legislativo

Leia mais

Sistema de Gestão da Qualidade

Sistema de Gestão da Qualidade Versão: 07 Folha: 1 de 6 Processo: Recrutamento & Seleção, Movimentação e Treinamento de Pessoal Alterar logomarca 1. OBJETIVO: Identificar as competências necessárias para as funções que compõe a grade

Leia mais

Chefe de Gabinete do Prefeito

Chefe de Gabinete do Prefeito Chefe de Gabinete do Prefeito Compete ao Chefe de Gabinete do Prefeito chefiar as atividades atinentes ao Gabinete do Prefeito; organização de documentos, desempenhando estas atividades segundo especificações,

Leia mais

VAGAS PCD VAGAS AP DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES INERENTES AOS CARGOS CARGO FUNÇÃO PRÉ -REQUISITOS

VAGAS PCD VAGAS AP DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES INERENTES AOS CARGOS CARGO FUNÇÃO PRÉ -REQUISITOS PFEITURA MUNICIPAL DE ACIDA DE GOIÂNIA SECTARIA DA EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO DE ACIDA DE GOIÂNIA CONCURSO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DO QUADRO DE PESSOAL DA SECTARIA DE EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO DE ACIDA DE GOIÂNIA

Leia mais

CATEGORIA FUNCIONAL: CHEFE DE SERVIÇOS PADRÃO DE VENCIMENTO: CC1

CATEGORIA FUNCIONAL: CHEFE DE SERVIÇOS PADRÃO DE VENCIMENTO: CC1 CATEGORIA FUNCIONAL: CHEFE DE SERVIÇOS PADRÃO DE VENCIMENTO: CC1 Dirigir, orientar, planejar e controlar as atividades do setor e da equipe que dirige, acompanhando os trabalhos dos mesmos para assegurar

Leia mais

Nível de Escolaridade Formação Exigida Vagas CH. Ensino Médio Ensino Médio Completo 1 40 h R$ 1031,44 R$ 706,98 R$ 206,29

Nível de Escolaridade Formação Exigida Vagas CH. Ensino Médio Ensino Médio Completo 1 40 h R$ 1031,44 R$ 706,98 R$ 206,29 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 08/2014 O Presidente da Fundação Ezequiel Dias, no uso das atribuições que lhe confere o Decreto n.º 45.712, de 30/08/2011, em consonância ao disposto na Lei Delegada

Leia mais

ANEXO I ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS PROFESSOR PARA ATUAÇÃO EM EDUCAÇÃO INFANTIL, SÉRIES INICIAIS; PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA.

ANEXO I ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS PROFESSOR PARA ATUAÇÃO EM EDUCAÇÃO INFANTIL, SÉRIES INICIAIS; PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA. ANEXO I ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS PROFESSOR PARA ATUAÇÃO EM EDUCAÇÃO INFANTIL, SÉRIES INICIAIS; PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA. Possuir formação de educador, conhecimento do conteúdo, capacidade de trabalho

Leia mais

REGIMENTO INTERNO. Regimento Interno do Corpo Clínico do Hospital Unimed João Pessoa I - FINALIDADE:

REGIMENTO INTERNO. Regimento Interno do Corpo Clínico do Hospital Unimed João Pessoa I - FINALIDADE: Código: RCC.DIR.001 Data: 28/08/2002 Versão: 1 Página: 1 de 20 I - FINALIDADE: Este documento apresenta a forma de organização das instâncias de poder do Hospital, sua configuração em Departamentos, Serviços

Leia mais

ADITIVO 01 AO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO N 001/2015

ADITIVO 01 AO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO N 001/2015 ADITIVO AO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO N 1/25 O Prefeito Municipal de São João Nepomuceno MG, faz saber que fica alterado o Edital de Processo Seletivo Público da seguinte forma: O quadro de vagas

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRO MACHADO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRO MACHADO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ANEXO I ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DENOMINAÇÃO DA CATEGORIA: OPERADOR DE MÁQUINAS DESCRIÇÃO SINTÉTICA DAS ATRIBUIÇÕES: Atividades que envolvam a operação de máquinas rodoviárias e agrícolas. 1- Dirigir tratores,

Leia mais

DECRETO Nº 17.910. O PREFEITO MUNICIPAL DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM, Estado do Espírito Santo, no uso de suas atribuições legais, RESOLVE:

DECRETO Nº 17.910. O PREFEITO MUNICIPAL DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM, Estado do Espírito Santo, no uso de suas atribuições legais, RESOLVE: DECRETO Nº 17.910 DISPÕE SOBRE AS DESCRIÇÕES E AS ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DO PESSOAL CIVIL E DO MAGISTÉRIO, DEFINIDOS PELA LEI N 6.000, DE 17 DE AGOSTO DE 2007, ALTERADOS PELA LEI N 6.024, DE 17 DE OUTUBRO

Leia mais