O PREFEITO MUNICIPAL Faz saber que a Câmara de Vereadores decreta e eu sanciono a seguinte Lei Complementar.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O PREFEITO MUNICIPAL Faz saber que a Câmara de Vereadores decreta e eu sanciono a seguinte Lei Complementar."

Transcrição

1 Prefeitura Municipal de Novo Horizonte do Sul Estado de Mato Grosso do sul Poder Executivo Gabinete do Prefeito LEI COMPLEMENTAR Nº 033/2008 de 30 de Dezembro de DISPÕE SOBRE A ESTRUTURA ORGANO- OPERACIONAL DA PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVO HORIZONTE DO SUL E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL Faz saber que a Câmara de Vereadores decreta e eu sanciono a seguinte Lei Complementar. CAPÍTULO I DA COMPOSIÇÃO DOS ÓRGÃOS Art. 1º - Esta Lei fixa a estrutura organizacional da Prefeitura Municipal de Novo Horizonte do Sul, estabelecendo sua organização administrativa básica, que terá a seguinte composição, graficamente expressa pelo Anexo I, desta Lei: I Órgãos de assessoramento direto ao Prefeito Municipal: 0. Chefia de Gabinete; 1. Assessoria de Comunicação e Cerimonial; 2. Procuradoria Geral do Município; 3. Assessoria de Planejamento.

2 II - Órgãos colegiados de assessoramento, consultoria, deliberação e colaboração com o Governo: 0. Conselhos Municipais; 1. Junta de Serviço Militar. III Órgãos executores de funções meio: 1. Secretaria de Administração e Finanças; 1.1 Departamento de Contabilidade e Orçamento; 1.2 Departamento de Recursos Humanos; 1.3 Departamento de Tributação e Cadastro; Divisão de Cadastro; 1.4 Departamento de Compras; Divisão de Patrimônio; 1.5 Departamento de Licitações e Contratos; 1.6 Departamento de Convênios e Prestação e Contas. IV Órgãos executores de funções fim: 0. Secretaria de Educação, Cultura e Esportes; 1.1 Departamento de Cultura e Esportes; 1.2 Departamento de Atendimento e Apoio Pedagógico. 1. Secretaria de Ação Social; 2.1 Departamento de Registros e Acompanhamentos de Benefícios Sociais; 2.2 Departamento de Regência de Programas Sociais. 2. Secretaria de Saúde; 3.1 Direção de Hospital Municipal; 3.2 Divisão de Programas de Saúde e Base de Dados; 3.3 Divisão de Atividades de Atenção Básica; 3.4 Divisão de Vigilância Sanitária; 4. Secretaria de Planejamento; 4.1 Assessoria Técnica para Projetos, Atos Administrativos, Leis e Integração Legislativa; 4.2 Assessoria Técnica para Atendimentos em Informática; 5. Secretaria de Infra-Estrutura e Serviços Públicos; 5.1 Departamento de Estradas e Viação; 5.2 Departamento de Transporte Escolar; 5.3 Departamento de Serviços e Manutenção; 6. Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Econômico; 6.1 Departamento de Meio Ambiente; 6.2 Divisão de Desenvolvimento Rural; 6.3 Divisão de Projetos para o Desenvolvimento Econômico; 6.4 Divisão de Orientação Técnica Rural. 2

3 CAPÍTULO II DAS ATRIBUIÇÕES DOS ÓRGÃOS incumbe: Art. 2º - À Procuradoria Geral do Município, dirigida por Advogado, a. Defender em Juízo ou fora dele, os interesses do Município; b. Representar o Município em juízo; c. Proceder à cobrança da dívida ativa, pelas vias judiciais e extrajudiciais; d. Redigir anteprojetos de leis, justificativa de vetos, decretos, regulamentos, contrato e outros documentos de natureza jurídica; e. Participar de sindicância e inquérito administrativos e dar-lhe orientação jurídica conveniente; f. Atender consultas de ordem jurídica que lhe forem encaminhadas pelo prefeito e pelos diferentes órgãos da prefeitura, emitindo parecer a respeito, quando for o caso; g. Assessorar o Prefeito nos atos executivo, relativos à desapropriação, alienação e aquisição de imóveis pela prefeitura e nos contratos em geral; e h. Manter atualizado a coletânea de leis municipais, bem como a legislação Federal e Estadual de interesse do Município. Art. 3º - A Chefia de Gabinete, assim como suas ramificações, é o órgão ao qual incumbe: a. Assistência e assessoramento ao Prefeito no trato de questões, providências e iniciativas do seu expediente pessoal, assessoramento pessoal e especial; b. Assessoramento e secretariado do Prefeito nas reuniões internas ou públicas; recepção, atendimento e encaminhamento dos munícipes, autoridades e visitantes que demandem ao gabinete, assim como promover a comunicação, as relações públicas, incluindo as de representação e de divulgação; c. A recepção, estudo e triagem do expediente encaminhado ao Prefeito, assim como de todas as correspondências encaminhadas ao Prefeito Municipal e à Prefeitura Municipal, e sua posterior entrega e distribuição para o devido destinatário; elaboração da agenda de atividades do Prefeito, controlando e zelando pelo seu cumprimento e o desempenho de outras tarefas compatíveis com a posição hierárquica do gabinete, quando determinadas pelo Prefeito Municipal. Art. 4º - À Secretaria de Administração e Finanças Incumbe orientar, supervisionar, coordenar e controlar as atividades administrativas relativas aos atos de: 3

4 a. Pessoal, de licitações e contratos; b. Aquisições e alienações da administração municipal. c. As atividades de lançamento e arrecadação de tributos. d. As atividades de execução, planejamento e controle orçamentários, bem como outras atribuições que lhe forem delegadas pelo Prefeito Municipal. Art. 5º - Ao Departamento de Contabilidade e Orçamento incumbe, sob supervisão da Secretaria de Administração e Finanças, executar: a. O controle da execução orçamentária em seus diversos níveis; b. Promover os lançamentos contábeis, elaborar os demonstrativos, relatórios, balancetes e balanços contábeis da Prefeitura; c. Demais atividades relacionadas a contabilização dos números representantes das contas públicas. Art. 6º - Ao Departamento de Recursos Humanos, sob supervisão da Secretaria de Administração e Finanças, incumbe: a. Arquivar e registrar todos os atos de pessoal da Prefeitura Municipal, b. Coordenar a avaliação dos e servidores em estágio probatório, c. Coordenar a realização dos controles de freqüência e jornada dos servidores municipais, d. Elaborar as folhas de pagamentos; e, e. Praticar os demais atos inerentes aos servidores públicos do Município. Art. 7º - Ao Departamento de Tributação e Cadastro, sob supervisão da Secretaria de Administração e Finanças, incumbe: a. Promover a fiscalização, as atividades preparatórias, o lançamento e a arrecadação dos tributos municipais; b. Executar as atividades inerentes à aplicação de multas, e outras sanções estabelecidas pela legislação própria. I A Divisão de Cadastro terá como atribuições: a. O cadastro de imóveis e seus proprietários assim como suas alterações; b. Acompanhamento de plantas, memoriais descritivos e Art s; c. Atendimento; d. Digitação e entrega de documentos, entre outras. Art. 8º - Ao Departamento de Compras, sob supervisão da Secretaria de Administração e Finanças, incumbe: a. Servir de órgão registrador das atividades da Comissão Permanente de Licitações, com as atribuições de efetuar cotações de preços e posteriormente emissão de requisições e compras; 4

5 b. A confecção e publicação dos contratos, acordos e ajustes da Administração Pública Municipal; c. O controle da execução dos contratos e a atividade de aquisição e alienação de bens. I A Divisão de Patrimônio compete: a. Cadastrar e inventariar sempre que necessário todos os bens pertencentes a Prefeitura Municipal; b. Utilizar sistemas de controle, inclusive automatizados, para a maior eficácia dos levantamentos; c. Preservação do patrimônio, inclusive estabelecendo estratégias de conscientização e informação; d. Emissão e coleta de assinaturas em termos de responsabilidade, entre outras. Art. 9º - Ao Departamento de Licitações e Contratos, sob supervisão da Secretaria de Administração e Finanças, incumbe: a. Promover os procedimentos licitatórios e contratos de forma organizada e dentro das leis vigentes; b. Realizar o cadastramento de fornecedores, bem como a validade dos mesmos; c. Acompanhamento dos contratos e seus prazos, termos aditivos e suas liquidações e saldos; d. Participar de planejamento para execução de atividades e programas, entre outras. Art. 10º - Ao Departamento de Convênios e Prestação de Contas, sob supervisão da Secretaria de Administração e Finanças, compete: a. Arquivamento de documentação necessária para comprovação de gastos com convênios em todas as esferas de governo; b. Cumprimento de prazos para envio e remessa de documentos necessários ao informe dos órgãos competentes; c. Formalização de documentação necessária para convênios firmados pelo governo municipal; d. Regularização de possíveis pendências, através de busca de informações e documentos; e. Acompanhamento de execução de convênios, entre outras. Art. 11º - À Secretaria de Educação, Cultura e Esportes incumbe: a. Desenvolvera as atividades de controle, coordenação e supervisão das atividades educacionais sob encargo do Município, em conjunto com o Prefeito Municipal, b. Acompanhamento do Fundo de Manutenção da Educação Básica - FUNDEB; 5

6 c. Supervisionar e controlar as atividades culturais e esportivas promovidas pelo Município. Art. 12º Ao Departamento de Cultura e Esportes, sob a supervisão da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes, incumbe, promover, controlar e executar as atividades esportivas e culturais, no âmbito do Município. Art. 13º - Ao Departamento de Atendimento e Apoio Técnico Pedagógico, sob supervisão da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes, incumbe: a. Apoio ao corpo docente, com o levantamento de dados, coleta de informações, auxílio em projetos e desenvolvimento de atividades pedagógicas; b. Planejamento de atividades complementares; c. Busca de novas tecnologias de apoio e desenvolvimento do ensino; d. Suporte à Direção Escolar; e. Desenvolvimento de atividades em cooperação com a equipe de coordenação e também de projetos; f. Analise de informações e índices educacionais para elaboração de atividades e planejamentos. Art. 14º À Secretaria de Ação Social incumbe: Parágrafo Único - Coordenar, Promover e Executar as atividades relacionadas à promoção social no Município, quer seja com recursos próprios, quer seja com recursos para tal finalidade, transferidos por outros entes da federação. Art. 15º - Ao Departamento de Registros e Acompanhamentos de Benefícios Sociais, sob supervisão da Secretaria de Ação Social, incumbe: a. O acompanhamento das distribuições de benefícios de programas sociais do governo municipal, estadual e federal; b. Registro de possíveis alterações cadastrais, inclusão e exclusão. c. Realização de atividades gerais de suporte para a Secretaria. Art. 16º - Ao Departamento de Regência de Programas Sociais, sob supervisão da Secretaria de Ação Social, incumbe: a. Acompanhar a execução de projetos sociais; b. Gerenciar o andamento dos programas sociais estabelecidos no município, principalmente aqueles que funcionam com recursos externos; c. Acompanhar as equipes responsáveis pelo desenvolvimento dos programas sociais, realizando, se necessário, correções e ajustes nas mesmas; 6

7 d. Verificação da disponibilidade de material necessário para o bom funcionamento dos programas sociais, inclusive didáticos, alimentares, entre outros. Art. 17º À Secretaria de Saúde incumbe, Coordenar, Promover e Executar as atividades relacionadas à promoção da Saúde Pública no âmbito do Município, inclusive, em conjunto com o Prefeito Municipal, o acompanhamento dos recursos do Fundo Municipal de Saúde. Art. 18º À Direção de Hospital Municipal, sob supervisão da Secretaria de Saúde, incumbe prestar atendimento de urgência, emergência, ambulatorial e de tratamento hospitalar à população, no âmbito do sistema único de saúde SUS. Art. 19º - A Divisão de Programas de Saúde e Base de Dados, sob supervisão da Secretaria de Saúde, incumbe: a. Alimentação de sistemas informatizados de saúde com informações locais; b. Acompanhamento das informações prestadas aos órgãos competentes do governo, para garantia dos recursos; c. Acompanhamento e registros em livro ponto; d. Cadastramento de informações para apresentacao de SIOPS, entre outras. Art. 20º - A Divisão de Atividades de Atenção Básica, sob supervisão da Secretaria de Saúde, incumbe a coordenação de campanhas de saúde, de equipes da unidade básica de saúde e saúde da família, suporte pedagógico e administrativo. Art. 21º - A Divisão de Vigilância Sanitária, sob supervisão da Secretaria de Saúde, incumbe: a. Proteção da saúde e prevenção de doenças; b. Normatização e controle de praticas de produção, fabricação, transporte, armazenagem, distribuição e comercialização de produtos e prestação de serviços de interesse da saúde pública; c. Utilizar instrumentos de orientação e punitivos para coibir praticas que coloquem em risco a saúde pública; d. Averiguações para fornecimento de licenças de funcionamento para estabelecimentos e os procedimentos sanitários; e. Desenvolver atividades técnicas de inspeção e controle; f. Realização de campanhas de conscientização, vacinação, controle de zoonoses, entre outras. Art. 22º - À Secretaria de Planejamento incumbe: a. As atividades de planejamento da gestão municipal, 7

8 b. A elaboração de propostas e projetos para a captação de recursos adicionais ao orçamento; c. A confecção dos atos administrativos, projetos de lei e a integração legislativa; d. O acompanhamento das prestações de contas de tais recursos. I - A Assessoria Técnica para Projetos, Atos Administrativos, Leis e Integração Legislativa compete; a. O desenvolvimento de projetos diversos, bem como seus anexos, em todas as fases de sua elaboração; b. Confecção de Projetos de Lei e Decretos; c. Encaminhamento para publicação, seja em diário oficial, em mural, dos atos que se fizerem necessário; d. Realizar protocolos e retirada de documentos junto ao Poder Legislativo; e. Arquivos físicos e digitais, de forma organizada, cronológica e numérica, dos documentos pertinentes, entre outras. II A Assessoria Técnica Para Atendimentos em Informática compete; a. Realizar trabalhos de prevenção e possíveis manutenções nas mais diversas áreas automatizadas; b. Acompanhar o desempenho de atividades relacionadas ao uso de equipamentos de informática; c. Elaboração de projetos de melhoria em rede estrutural, entre outras. Art. 23º À Secretaria de Infra-Estrutura e Serviços Públicos incumbe: Parágrafo Único controlar, supervisionar e executar todas as obras e engenharia, serviços relacionados à limpeza pública, à conservação das vias públicas e ao transporte escolar. Art. 24º Ao Departamento de Estradas e Viação, sob supervisão da Secretaria de Infra-Estrutura e Serviços Públicos, incumbe: a. Promover a manutenção das vias públicas, b. Controlar e executar serviços de manutenção de pontes e estradas vicinais; Art. 25º Ao Departamento de Transporte Escolar, sob supervisão da Secretaria de Infra-Estrutura e Serviços Públicos, incumbe controlar e executar os serviços de transporte escolar no âmbito do Município. Art. 26º Ao Departamento de Serviços e Manutenção, sob supervisão da Secretaria de Infra-Estrutura e Serviços Públicos, incumbe acompanhar o desenvolvimento das atividades de serviços gerais bem como a manutenção e o bom funcionamento das instalações dos mais diversos prédios públicos, a conservação da limpeza urbana, entre outras. 8

9 incumbe: Art. 27º À Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Econômico a. Promover o fomento das atividades econômicas do Município, explorando suas potencialidades e viabilizando a atração de investimentos. b. Realizar atividades de orientação em geral aos produtores rurais; c. Desenvolvimento de projetos de implantação e manutenção de empresas estabelecidas ou a estabelecer-se no município. Art. 28º Ao Departamento de Meio Ambiente, sob supervisão da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, incumbe promover a recuperação e conservação das áreas de preservação ambiental do Município e demais atividades relacionadas às questões ambientais. Art. 29º A Divisão de Desenvolvimento Rural, incumbe promover o desenvolvimento do setor primário do município, buscando principalmente, o desenvolvimento da agricultura familiar. Art. 30º A Divisão de Projetos para o Crescimento Econômico, sob supervisão da Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Econômico, incumbe: a. Elaboração de projetos técnicos diversos bem como para a captação de recursos junto a outras esferas de governo; b. Orientação a interessados com relação a projetos em desenvolvimento e/ou execução; c. Suporte a participantes de programas de desenvolvimento sustentável dentro do município, entre outras. Art. 31º Aos órgãos colegiados e órgãos de colaboração com o Governo, incumbem às atribuições estabelecidas nas respectivas leis de criação. Art. 32º O desdobramento das atribuições de cada órgão administrativo poderá ser promovia, a qualquer tempo, por Decreto do Prefeito Municipal. Art. 33º Eventual conflito de atribuições entre órgãos será resolvida, nos termos desta Lei, pelo Prefeito Municipal. CAPÍTULO III DA DIREÇÃO DOS ÓRGÃOS Art. 34º Cada Secretaria será gerida por um Secretário. Cada Departamento será gerido por um Diretor de Departamento, sob supervisão do Secretário respectivo, assim como cada Divisão e cada Assessoria. A Procuradoria Geral será gerida por um Procurador Geral e a Direção de Hospital Municipal por um Diretor. 9

10 Art. 35º A juízo do Prefeito Municipal a gestão de mais de uma Secretaria ou de mais de Um Departamento poderá ser cometida a um mesmo servidor que, neste caso, não perceberá remuneração adicional pelo acúmulo de atribuições. Art. 36º Na hipótese de um mesmo servidor acumular a Direção de um Departamento e a de uma Secretaria, perceberá remuneração de Secretário. CAPITULO IV DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Art. 37º A implantação da estrutura administrativa disciplinada por esta Lei será feita de forma gradativa através do provimento das suas chefias, na medida da conveniência administrativa e da disponibilidade de recursos. Art. 38º O artigo 9º da Lei Complementar Municipal nº 002/93, de 28 de JUNHO de 1993, que estabelece o Plano de Cargos e Carreiras do Município, passa a vigorar com a seguinte redação: Art. 9º - A retribuição mensal dos grupos isolados de provimento em comissão grupos ocupacionais 1,2 e 3 é a constante das tabelas I, II e III, do anexo II, desta Lei, acrescidos de uma gratificação variável, fixada pelo Prefeito Municipal conforme a complexidade das funções, em percentual de 0 a 30% sobre o valor do vencimento base. Art. 39º Os quadros I, II e III, do anexo I, da Lei Complementar Municipal nº 002/93, de 28 de junho de 1993, que estabelece o plano de cargos e carreira do Município, passa a vigorar com a redação dos quadros I, II e III, do anexo II, desta Lei. Art. 40º As tabelas 1,2 e 3, do anexo II, da Lei Complementar Municipal nº 002/93, de 28 de junho de 1993, passa a vigorar com a redação das tabelas 1,2 e 3, do anexo III, desta Lei. Art. 41º - Esta Lei entrará em vigor em 1º de janeiro de 2009, revogadas as disposições em contrário, especialmente aquelas da lei Municipal Nº 002, de 04 de janeiro de 1993, o parágrafo único do Art. 3º da Lei Municipal Nº 327 de 26 de Maio de e Lei Complementar 029 de 31 de Dezembro de Gabinete do Prefeito, 30 de Dezembro de

11 ANEXO I PROCURADORIA GERAL DO MUNICÍPIO PREFEITO MUNICIPAL CHEFIA DE GABINETE ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO E CERIMONIAL JUNTA DE SERVIÇO MILITAR CONSELHOS MUNICIPAIS SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS SECRETARIA DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTES SECRETARIA DE AÇÃO SOCIAL SECRETARIA DE SAÚDE SECRETARIA DE PLANEJAMENTO SECRETARIA DE INFRA-ESTRUTURA E SERVIÇOS PÚBLICOS SECRETARIA DE AGRICULTURA E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO CONTABILIDADE E ORÇAMENTO CULTURA E ESPORTES REGISTROS E ACOMPANHAMENTOS DE BENEFÍCIOS SOCIAIS DIREÇÃO DE HOSPITAL MUNICIPAL ASSESSORIA TÉCNICA PARA PROJETOS, ATOS ADMINISTRATIVOS, LEIS E INTEGRAÇÃO LEGISLATIVA ESTRADAS E VIAÇÃO MEIO AMBIENTE RECURSOS HUMANOS ATENDIMENTO E APOIO TÉCNICO PEDAGÓGICO REGÊNCIA DE PROGRAMAS SOCIAIS DIVISÃO DE PROGRAMAS DE SAÚDE E BASE DE DADOS ASSESSORIA TÉCNICA PARA ATENDIMENTOS EM INFORMÁTICA TRANSPORTE ESCOLAR DIVISÃO DE DESENVOLVIMENTO RURAL TRIBUTOS E CADASTRO DIVISÃO DE ATIVIDADES DE ATENÇÃO BÁSICA SERVIÇOS E MANUTENÇÃO DIVISÃO DE PROJETOS PARA O CRESCIMENTO ECONÔMICO DIVISÃO DE CADASTRO DIVISÃO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA DIVISÃO DE ORIENTAÇÃO TÉCNICA RURAL DEPARTAMENTO DE COMPRAS DIVISÃO DE PATRIMÔNIO LICITAÇÕES E CONTRATOS CONVÊNIOS E PRESTAÇÃO DE CONTAS 11

12 ANEXO II QUADRO I, DO ANEXO I DA LEI COMPLEMENTAR MUNICIPAL Nº 002 DE 28 DE JUNHO DE 1993 GRUPO OCUPACIONAL 1 DIREÇÃO E ASSESSORAMENTO SUPERIOR SÍMBOLO DAS CARGOS DE PROVIMENTO EM COMISSÃO SÍMBOLO CARGO QUALIFICAÇÃO CARGA HORÁRIA NÚMERO DE CARGOS DAS-101 DAS-101 DAS-101 DAS-102 DAS-102 DAS-103 DAS-104 PROCURADOR GERAL CHEFE DE GABINETE SECRETÁRIO MUNICIPAL DIRETOR DE DEPARTAMENTO DIRETOR DE HOSPITAL MUNICIPAL ASSESSOR CHEFE DE DIVISÃO NÍVEL SUPERIOR OU CAPACIDADE PÚBLICA NOTÓRIA 08:00 h :00 h :00 h :00 h 14 08:00 h :00 h :00 h. 08 TOTAL DE CARGOS DESTA TABELA 35 QUADRO II, DO ANEXO I DA LEI COMPLEMENTAR MUNICIPAL Nº 002 DE 28 DE JUNHO DE 1993 GRUPO OCUPACIONAL 3 DIREÇÃO E ASSESSORAMENTO ITERMEDIÁRIO SÍMBOLO DAI CARGOS DE PROVIMENTO EM COMISSÃO 12

13 SÍMBOLO CARGO QUALIFICAÇÃO CARGA HORÁRIA NÚMERO DE CARGOS DAS-302 DAS-303 DAS-304 ENCARREGADO DA J.S.M. ENCARREGADO DE TURMA ENCARREGADO DE SERVIÇO ENSINO MÉDIO COMPLETO OU CAPACIDADE PÚBLICA NOTÓRIA 08:00 h :00 h :00 h. 07 TOTAL DE CARGOS DESTA TABELA 16 ANEXO III TABELA 1, DO ANEXO II DA LEI COMPLEMENTAR MUNICIPAL Nº 002 DE 28 DE JUNHO DE 1993 GRUPO OCUPACIONAL 1 DIREÇÃO E ASSESSORAMENTO SUPERIOR SÍMBOLO DAS CARGOS DE PROVIMENTO EM COMISSÃO NÍVEIS DE RETRIBUIÇÃO SÍMBOLO CARGO VENCIMENTO BASE R$ DAS-101 PROCURADOR GERAL 2.000,00 DAS-101 CHEFE DE GABINETE 2.000,00 DAS 102 DIRETOR DE DEPARTAMENTO 1.030,00 DAS-102 DIRETOR DO HOSPITAL MUNICIPAL 1.030,00 DAS-103 ASSESSOR 900,00 DAS-104 CHEFE DE DIVISÃO 820,00 13

14 TABELA 2, DO ANEXO II DA LEI COMPLEMENTAR MUNICIPAL Nº 002 DE 28 DE JUNHO DE 1993 GRUPO OCUPACIONAL 3 DIREÇÃO E ASSESSORAMENTO ITERMEDIÁRIO SÍMBOLO DAI CARGOS DE PROVIMENTO EM COMISSÃO NÍVEIS DE RETRIBUIÇÃO SÍMBOLO CARGO VENCIMENTO BASE R$ DAÍ ENCARREGADO DA JSM 550,00 DAÍ ENCARREGADO DE TURMA 650,00 DAÍ ENCARREGADO DE SERVIÇO 650,00 14

LEI ORDINÁRIA N º Dispõe sobre a reorganização administrativa da Administração Pública Municipal de Iguatemi e dá outras providências O PREFEITO MUNICIPAL DE IGUATEMI Estado de Mato Grosso do Sul Excelentíssimo

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 005/99, de 17 de Dezembro de 1999.

LEI COMPLEMENTAR Nº 005/99, de 17 de Dezembro de 1999. LEI COMPLEMENTAR Nº 005/99, de 17 de Dezembro de 1999. Dispõe sobre a Reorganização da Estrutura Administrativa do Poder Executivo do Município de Chapadão do Sul (MS), e dá outras providências. O Prefeito

Leia mais

LEI Nº 001 DE 14 DE JANEIRO DE 1987

LEI Nº 001 DE 14 DE JANEIRO DE 1987 LEI Nº 001 DE 14 DE JANEIRO DE 1987 Súmula: Dispõe sobre a Estrutura Administrativa da Prefeitura Municipal de Primavera do Leste, Estado de Mato Grosso e dá outras providências. A CÂMARA MUNICIPAL DE

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GOTARDO CNPJ: 18.602.037/0001-55 Insc. Est. Isento São Gotardo Minas Gerais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GOTARDO CNPJ: 18.602.037/0001-55 Insc. Est. Isento São Gotardo Minas Gerais LEI COMPLEMENTAR Nº.132, DE 02 DE MARÇO DE 2015. Dispõe sobre a criação e extinção de cargos em comissão de livre provimento e exoneração sem aumento da despesa e dá outras providências. O povo do Município

Leia mais

LEI N 2163/2015 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

LEI N 2163/2015 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES LEI N 2163/2015 Reformula o Plano de Cargos, Carreiras e Salários dos Servidores da Caixa de Assistência, Previdência e Pensões dos Servidores Públicos Municipais de Porciúncula CAPREM e estabelece normas

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DE APUÍ, no uso de suas atribuições legais, faz saber que a Câmara Municipal aprovou e ele sanciona a seguinte.

O PREFEITO MUNICIPAL DE APUÍ, no uso de suas atribuições legais, faz saber que a Câmara Municipal aprovou e ele sanciona a seguinte. LEI MUNICIPAL Nº 271, DE 28 DE MAIO DE 2013. Dispõe sobre a extinção do cargo de Assessor Especial, a criação dos cargos Assessor de Relações Públicas I e II e reestruturação do Anexo I - B da Lei Municipal

Leia mais

Atribuições do órgão conforme a Lei nº 3.063, de 29 de maio de 2013: TÍTULO II DAS COMPETÊNCIAS DOS ÓRGÃOS DA ADMINISTRAÇÃO DIRETA

Atribuições do órgão conforme a Lei nº 3.063, de 29 de maio de 2013: TÍTULO II DAS COMPETÊNCIAS DOS ÓRGÃOS DA ADMINISTRAÇÃO DIRETA SECRETARIA MUNICIPAL DE COMPRAS E LICITAÇÕES End: Rua Siqueira Campos, S-64 Centro Fone: (14) 3283-9570 ramal 9576 Email: compras@pederneiras.sp.gov.br Responsável: Dr. Luis Carlos Rinaldi Atribuições

Leia mais

LEI Nº 935 /2010. Art. 1º. Esta Lei dispõe sobre a Estrutura Administrativa da Câmara Municipal de Piranguçu. TÍTULO I DA ESTRUTURA ADMINSTRATIVA

LEI Nº 935 /2010. Art. 1º. Esta Lei dispõe sobre a Estrutura Administrativa da Câmara Municipal de Piranguçu. TÍTULO I DA ESTRUTURA ADMINSTRATIVA LEI Nº 935 /2010 Dispõe sobre a Estrutura Administrativa da Câmara Municipal de Piranguçu. O Povo do Município de Piranguçu, por seus representantes na Câmara Municipal aprovou e eu, Prefeito Municipal,

Leia mais

LEI DELEGADA Nº 15, DE 18 DE MARÇO DE 2003.

LEI DELEGADA Nº 15, DE 18 DE MARÇO DE 2003. ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR LEI DELEGADA Nº 15, DE 18 DE MARÇO DE 2003. DISPÕE SOBRE A ESTRUTURA DA CONTROLADORIA GERAL DO ESTADO CGE, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O GOVERNADOR DO ESTADO DE ALAGOAS

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GOTARDO CNPJ: 18.602.037/0001-55 Insc. Est. Isento São Gotardo Minas Gerais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GOTARDO CNPJ: 18.602.037/0001-55 Insc. Est. Isento São Gotardo Minas Gerais LEI COMPLEMENTAR 140, DE 14 DE SETEMBRO DE 2015 DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO E EXTINÇÃO DE CARGOS EM COMISSÃO DE LIVRE PROVIMENTO E EXONERAÇÃO, AFETOS ÀS FUNÇÕES DA LEI COMPLEMENTAR MUNICIPAL Nº 67/2008, SEM

Leia mais

LEI MUNICIPAL 563/73

LEI MUNICIPAL 563/73 LEI MUNICIPAL 563/73 Dispõe sobre a organização administrativa da PREFEITURA MUNICIPAL DE TAQUARA e dá outras providências. ALCEU MARTINS, Prefeito Municipal de Taquara: Faço saber que a Câmara Municipal,

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 042/2013, de 20 de maio de 2013.

PROJETO DE LEI Nº 042/2013, de 20 de maio de 2013. PROJETO DE LEI Nº 042/2013, de 20 de maio de 2013. Altera e consolida a estrutura administrativa da Prefeitura Municipal de Céu Azul e dá outras providências. O PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL DE CÉU AZUL,

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR N 2.375 DE 31 DE MARÇO DE 2010. A Câmara Municipal de Guanhães aprova:

LEI COMPLEMENTAR N 2.375 DE 31 DE MARÇO DE 2010. A Câmara Municipal de Guanhães aprova: LEI COMPLEMENTAR N 2.375 DE 31 DE MARÇO DE 2010. Altera o Anexo I e II da Lei Complementar nº2.236/07 e o Anexo III da Lei Complementar nº2.250/07 alterada pela lei 2.318/09, e da outras providencias.

Leia mais

LEI Nº. 2.128 DE 19 DE MARÇO DE 2008.

LEI Nº. 2.128 DE 19 DE MARÇO DE 2008. LEI Nº. 2.128 DE 19 DE MARÇO DE 2008. Altera a Lei nº. 1.767, de 28 de novembro de 2001, que dispõe sobre a Nova Estrutura Organizacional da Prefeitura Municipal de Cáceres, e dá outras providências, modificada

Leia mais

GABINETE DO VICE - PREFEITO

GABINETE DO VICE - PREFEITO 4 GABINETE DO VICE - PREFEITO ESTRUTURA O RGANIZACIONAL GABINETE DO VICE-PREFEITO - Cadastro Organizacional/PMS Gabinete do Vice- Prefeito VICE-PREFEITO Coordenadoria Administrativa Setor de Material e

Leia mais

Ministério das Obras Públicas

Ministério das Obras Públicas Ministério das Obras Públicas ESTATUTO ORGÂNICO DO MINISTÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS CAPÍTULO I Natureza e Atribuições Artigo 1.º (Natureza) O Ministério das Obras Públicas é o órgão da administração pública

Leia mais

A CÂMARA MUNICIPAL DE CAIAPÔNIA, ESTADO DE GOIÁS, APROVA E EU, PREFEITO MUNICIPAL, SANCIONO A SEGUINTE LEI: TÍTULO II DISPOSIÇÕES GERAIS

A CÂMARA MUNICIPAL DE CAIAPÔNIA, ESTADO DE GOIÁS, APROVA E EU, PREFEITO MUNICIPAL, SANCIONO A SEGUINTE LEI: TÍTULO II DISPOSIÇÕES GERAIS LEI N o 1.633 DE 14 DE JANEIRO DE 2013. DEFINE A NOVA ESTRUTURA ADMINISTRATIVA DO MUNICÍPIO DE CAIAPÔNIA E DETERMINA OUTRAS PROVIDÊNCIAS A CÂMARA MUNICIPAL DE CAIAPÔNIA, ESTADO DE GOIÁS, APROVA E EU, PREFEITO

Leia mais

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 6.244, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2007.

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 6.244, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2007. DECRETO Nº 6.244, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2007. ESTABELECE AS ATRIBUIÇÕES, NÍVEL DE ESCOLARIDADE E JORNADA DE TRABALHO DE S PÚBLICOS DO IPRESB. RUBENS FURLAN, Prefeito do Município de Barueri, usando das

Leia mais

LEI Nº0131/97 ESTABELECE A NOVA ESTRUTURA ADMINISTRATIVA DA PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA BÁRBARA DO LESTE MINAS GERAIS.

LEI Nº0131/97 ESTABELECE A NOVA ESTRUTURA ADMINISTRATIVA DA PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA BÁRBARA DO LESTE MINAS GERAIS. LEI Nº0131/97 ESTABELECE A NOVA ESTRUTURA ADMINISTRATIVA DA PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA BÁRBARA DO LESTE MINAS GERAIS. A Câmara Municipal de Santa Bárbara do Leste, por seus representantes aprovou e

Leia mais

LEI Nº 9.011 DE 1 DE JANEIRO DE 2005. Dispõe sobre a estrutura organizacional da Administração Direta do Poder Executivo e dá outras providências.

LEI Nº 9.011 DE 1 DE JANEIRO DE 2005. Dispõe sobre a estrutura organizacional da Administração Direta do Poder Executivo e dá outras providências. Diário Oficial do Município - Belo Horizonte Ano XI - Nº: 2.273-01/01/2005 Poder Executivo Secretaria Municipal de Governo Lei nº 9.011 de 1º de janeiro de 2005 - Anexos LEI Nº 9.011 DE 1 DE JANEIRO DE

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DE ALAGOAS. Faço saber que o Poder Legislativo decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O GOVERNADOR DO ESTADO DE ALAGOAS. Faço saber que o Poder Legislativo decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI N 4.986, DE 16 DE MAIO DE 1988. Cria o Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas - IMA e adota outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DE ALAGOAS. Faço saber que o Poder Legislativo decreta

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 003/2010, de 10 de março de 2010

LEI COMPLEMENTAR Nº 003/2010, de 10 de março de 2010 LEI COMPLEMENTAR Nº 003/2010, de 10 de março de 2010 DISPÕE SOBRE A ESTRUTURA ORGANIZACIONAL, REGULAMENTAÇÃO DO QUADRO DE PESSOAL E VENCIMENTOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE SÃO CARLOS, ESTADO DE

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 51.484, 15 DE MAIO DE 2014. (publicado no DOE nº 92, de 16 de maio de 2014) Aprova o Regimento Interno

Leia mais

ATO NORMATIVO Nº 014/2006.

ATO NORMATIVO Nº 014/2006. ATO NORMATIVO Nº 014/2006. Dispõe sobre a organização da Superintendência de Gestão Administrativa do Ministério Público do Estado da Bahia e dá outras providências. O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO

Leia mais

Chefe de Gabinete do Prefeito

Chefe de Gabinete do Prefeito Chefe de Gabinete do Prefeito Compete ao Chefe de Gabinete do Prefeito chefiar as atividades atinentes ao Gabinete do Prefeito; organização de documentos, desempenhando estas atividades segundo especificações,

Leia mais

O ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE COLNIZA LEI 026/2001

O ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE COLNIZA LEI 026/2001 O ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE COLNIZA LEI 026/2001 Dispõe sobre a criação da estrutura administrativa da Prefeitura municipal de Colniza MT., e dá outras providências. Nelci Capitani,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO CUNI Nº 024, DE 8 DE MAIO DE 2012 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS, no uso de suas atribuições

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO MUNICIPIO DE ITIQUIRA PODER LEGISLATIVO

ESTADO DE MATO GROSSO MUNICIPIO DE ITIQUIRA PODER LEGISLATIVO LEI N 607 DE 22 DE FEVEREIRO DE 2008 Dispõe sobre a alteração do plano de Cargos, Regulamento de Pessoal, e Plano de Cargos, Vencimentos e Carreiras da Câmara Municipal de Itiquira MT., e dá outras providencias

Leia mais

(Publicado no Diário Oficial da União no dia 15/03/1985, Página 4773, Coluna 2) DECRETO N.º 91.144, DE 15 DE MARÇO DE 1985.

(Publicado no Diário Oficial da União no dia 15/03/1985, Página 4773, Coluna 2) DECRETO N.º 91.144, DE 15 DE MARÇO DE 1985. (Publicado no Diário Oficial da União no dia 15/03/1985, Página 4773, Coluna 2) DECRETO N.º 91.144, DE 15 DE MARÇO DE 1985. Cria o Ministério da Cultura e dispõe sobre a estrutura, transferindo-lhe os

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR

ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR DISPÕE SOBRE A REVISÃO GERAL ANUAL DA REMUNERAÇÃO DOS SERVIDORES DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE ALAGOAS, NOS TERMOS DO ART. 37, INCISO X, DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL, ALTERA O QUADRO DE SERVIDORES EFETIVOS

Leia mais

A Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, Estado do Paraná, aprovou e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei:

A Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, Estado do Paraná, aprovou e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 3.477 DATA: 14 de agosto de 2008. SÚMULA: Altera e acresce dispositivos da Lei nº 3.025, de 18 de janeiro de 2005, alterada pela Lei nº 3.264, de 19 de setembro de 2006, que Dispõe sobre a reestruturação

Leia mais

LEI Nº 1047/2012. O Prefeito do Município de Pinhalão, Estado do Paraná. Faço saber que a Câmara Municipal decreta, e eu, sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 1047/2012. O Prefeito do Município de Pinhalão, Estado do Paraná. Faço saber que a Câmara Municipal decreta, e eu, sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 1047/2012 O Prefeito do Município de Pinhalão,. SÚMULA: Dispõe sobre as Diretrizes Orçamentárias para o exercício de 2013 e dá outras providências. Faço saber que a Câmara Municipal decreta, e eu,

Leia mais

DECRETO Nº 2.374, DE 28 DE MAIO DE 2014. O Prefeito Municipal de Chapadão do Sul, Estado de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições legais,

DECRETO Nº 2.374, DE 28 DE MAIO DE 2014. O Prefeito Municipal de Chapadão do Sul, Estado de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições legais, DECRETO Nº 2.374, DE 28 DE MAIO DE 2014. Regulamenta atribuições para cargos e funções pertencentes Plano de Carreiras e Remuneração da Prefeitura Municipal de Chapadão do Sul e dá outras providências.

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, FAÇO SABER que o Poder Legislativo decreta e eu sanciono a seguinte Lei Complementar: CAPÍTULO I

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, FAÇO SABER que o Poder Legislativo decreta e eu sanciono a seguinte Lei Complementar: CAPÍTULO I Lei Complementar nº 182, de 07 de dezembro de 2000. Dispõe sobre o Plano de Cargos, Funções e Vencimentos e institui o Quadro e Plano de Carreira dos Servidores dos Serviços Auxiliares de apoio administrativo

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL Nº. 31144 de 08/04/2008

DIÁRIO OFICIAL Nº. 31144 de 08/04/2008 DIÁRIO OFICIAL Nº. 311 de 08/0/008 GABINETE DA GOVERNADORA L E I Nº 7.030, DE 30 DE JULHO DE 007* Cria o Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará - IDESP, e dá outras providências.

Leia mais

Altera e consolida o Plano de Cargos e Salários da Câmara Municipal de Córrego do Ouro, e dá outras providências.

Altera e consolida o Plano de Cargos e Salários da Câmara Municipal de Córrego do Ouro, e dá outras providências. LEI N o 0692/2012 Córrego do Ouro/GO.,06 de Dezembro de 2012. Altera e consolida o Plano de Cargos e Salários da Câmara Municipal de Córrego do Ouro, e dá outras providências. O Prefeito Municipal. Faço

Leia mais

O PREFEITO DE GOIÂNIA, no uso de suas atribuições legais, e CAPÍTULO I DO FUNDO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER

O PREFEITO DE GOIÂNIA, no uso de suas atribuições legais, e CAPÍTULO I DO FUNDO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER 1 Gabinete do Prefeito DECRETO Nº 4139, DE 11 DE SETEMBRO DE 2013. Regulamenta o Fundo Municipal de Esporte e Lazer e o Incentivo ao Esporte e Lazer e dá outras providências. O PREFEITO DE GOIÂNIA, no

Leia mais

LEI Nº 3.219, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2006

LEI Nº 3.219, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2006 LEI Nº 3.219, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2006 Dispõe sobre a criação do Conselho Municipal de Meio Ambiente, dá outras providências sobre o Fundo Municipal de Meio Ambiente, revoga e altera disposições indicadas

Leia mais

PORTARIA Nº 1.146, DE 10 DE JUNHO DE 2008

PORTARIA Nº 1.146, DE 10 DE JUNHO DE 2008 PORTARIA Nº 1.146, DE 10 DE JUNHO DE 2008 O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições que lhe confere o art. 4o- do Decreto no- 6,061, de 15 de março de 2007, resolve: Art. 1 Aprovar o

Leia mais

Transforma a Companhia de Transportes do Município de Belém - CTBel em Autarquia Especial e dá outras providências. CAPÍTULO I DA ENTIDADE MUNICIPAL

Transforma a Companhia de Transportes do Município de Belém - CTBel em Autarquia Especial e dá outras providências. CAPÍTULO I DA ENTIDADE MUNICIPAL LEI Nº 8.227, DE 30/12/02. Publicada no DOM nº 9.858, de 30/12/2002. Transforma a Companhia de Transportes do Município de Belém - CTBel em Autarquia Especial e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

*LEI COMPLEMENTAR Nº 283, DE 9 DE DEZEMBRO DE 2004.

*LEI COMPLEMENTAR Nº 283, DE 9 DE DEZEMBRO DE 2004. Governo do Estado do Rio Grande do Norte Gabinete Civil Coordenadoria de Controle dos Atos Governamentais *LEI COMPLEMENTAR Nº 283, DE 9 DE DEZEMBRO DE 2004. Altera a Lei Complementar n.º 163, de 5 de

Leia mais

L E I N 7.785, DE 9 DE JANEIRO DE 2014

L E I N 7.785, DE 9 DE JANEIRO DE 2014 L E I N 7.785, DE 9 DE JANEIRO DE 2014 Dispõe sobre a reestruturação da Loteria do Estado do Pará - LOTERPA e dá outras providências. A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO PARÁ estatui e eu sanciono a

Leia mais

OSMAR DE LIMA MAGALHÃES Secretário do Governo Municipal

OSMAR DE LIMA MAGALHÃES Secretário do Governo Municipal PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO DECRETO Nº 2598, DE 19 DE ABRIL DE 2013. Aprova o Regimento Interno da Secretaria Municipal de Políticas para as Pessoas com Deficiência ou Mobilidade Reduzida.

Leia mais

DECRETO Nº 17.033, DE 11 DE MARÇO DE 1996

DECRETO Nº 17.033, DE 11 DE MARÇO DE 1996 DECRETO Nº 17.033, DE 11 DE MARÇO DE 1996 Dispõe sobre a Instituição da Autarquia Estadual, Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas - IPAAM, aprova seu Regimento interno e dá outras providências. O

Leia mais

Regulamenta o Programa de Estágio de Estudantes na Câmara Municipal de São Paulo.

Regulamenta o Programa de Estágio de Estudantes na Câmara Municipal de São Paulo. ATO 994/07 Regulamenta o Programa de Estágio de Estudantes na Câmara Municipal de São Paulo. Considerando a Lei Federal nº 6.494, de 07/12/1977, que dispõe sobre o estágio de estudantes de ensino superior,

Leia mais

Cria a Procuradoria Geral do Estado e dá outras providências

Cria a Procuradoria Geral do Estado e dá outras providências LEI DELEGADA Nº 39 DE 28 DE NOVEBRO DE 1969 D.O Nº 236 DE 15 DE DEZEMBRO DE 1969 Cria a Procuradoria Geral do Estado e dá outras providências O Governador do Estado do Maranhão, no uso de suas atribuições

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº. 1.377/2015 DE 28 DE JULHO DE 2015

LEI MUNICIPAL Nº. 1.377/2015 DE 28 DE JULHO DE 2015 Estado de Mato Grosso Prefeitura Municipal de Nobres CNPJ: 03.424.272/00-07 LEI MUNICIPAL Nº. 1.377/25 DE 28 DE JULHO DE 25 ALTERA A LEI 1.189/21, QUE TRATA DA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL E ADMINISTRATIVA

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 425/2003 (Revogada pela Resolução nº 522/2007)

RESOLUÇÃO Nº 425/2003 (Revogada pela Resolução nº 522/2007) Publicação: 29/08/03 RESOLUÇÃO Nº 425/2003 (Revogada pela Resolução nº 522/2007) Cria a Superintendência da Gestão de Recursos Humanos, estabelece seu Regulamento e dá outras providências. A CORTE SUPERIOR

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 16 - CONSU, DE 07 DE AGOSTO DE 2009.

RESOLUÇÃO Nº. 16 - CONSU, DE 07 DE AGOSTO DE 2009. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI CONSU RESOLUÇÃO Nº. 16 - CONSU, DE 07 DE AGOSTO DE 2009. Aprova o Regimento interno da Diretoria de Relações Internacionais

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS REGIMENTO INTERNO Aprovado na reunião do Conselho de Centro do dia 15.03.2007. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE

Leia mais

LEI N. 4.016/2.001. (Cria a Estrutura Organizacional Básica da Prefeitura Municipal de Rio Verde e dá outras providências)

LEI N. 4.016/2.001. (Cria a Estrutura Organizacional Básica da Prefeitura Municipal de Rio Verde e dá outras providências) LEI N. 4.016/2.001 (Cria a Estrutura Organizacional Básica da Prefeitura Municipal de Rio Verde e dá outras providências) A CÂMARA MUNICIPAL DE RIO VERDE-GO APROVA E EU SANCIONO A SEGUINTE LEI: Art. 1

Leia mais

2013 GOIÂNIA, 16 DE ABRIL - TERÇA-FEIRA PÁG. 01 PORTARIAS... PÁG. 23 EXTRATO... PÁG. 29 EDITAL DE CONVOCAÇÃO... PÁG. 29 TERMO DE HOMOLOGAÇÃO...

2013 GOIÂNIA, 16 DE ABRIL - TERÇA-FEIRA PÁG. 01 PORTARIAS... PÁG. 23 EXTRATO... PÁG. 29 EDITAL DE CONVOCAÇÃO... PÁG. 29 TERMO DE HOMOLOGAÇÃO... GRANDEZA PELA DA PÁTRIA Diário Oficial MUNICÍPIO DE GOIÂNIA 2013 GOIÂNIA, 16 DE ABRIL - TERÇA-FEIRA N 5.572 DECRETOS... PÁG. 01 PORTARIAS... PÁG. 23 EXTRATO... PÁG. 29 EDITAL DE CONVOCAÇÃO... PÁG. 29 TERMO

Leia mais

CHEFE DA SEÇÃO DE MANUTENÇÃO ESCOLAR compete acompanhar a tramitação de documentos e processos, observando o protocolo do mesmo; classificar, informar e conservar documentos; controle de matériais, providenciando

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSU Nº 05/2009

RESOLUÇÃO CONSU Nº 05/2009 RESOLUÇÃO CONSU Nº 05/2009 Cria o Núcleo de Inovação Tecnológica da UESC - NIT O Presidente do Conselho Universitário CONSU - da Universidade Estadual de Santa Cruz UESC, no uso de suas atribuições, em

Leia mais

Secretariado do Conselho de Ministros

Secretariado do Conselho de Ministros Secretariado do Conselho de Ministros Decreto Lei n.º 8/01 de 31 de Agosto Diário da República I Série N.º 40, 31 de Agosto de 001 Considerando que o estatuto orgânico do Secretariado do Conselho de Ministros,

Leia mais

E S T A D O D E M A T O G R O S S O Prefeitura Municipal de Jaciara

E S T A D O D E M A T O G R O S S O Prefeitura Municipal de Jaciara DECRETO EXECUTIVO MUNICIPAL Nº 3.243/2015 25.06.2015. Altera a regulamentação da Lei 1.509/2013 de 13.03.2013 em seus artigos 22 e 23, nos termos do artigo 11 da referida Lei; dá nova nomenclatura ao cargo

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO RIO GRANDE DO NORTE

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO RIO GRANDE DO NORTE ATO NORMATIVO Nº 01, DE 28 DE MARÇO DE 2012. Institui o Normativo de Pessoal EMPREGO DE LIVRE PROVIMENTO E DEMISSÃO DE NÍVEL SUPERIOR, EMPREGOS TEMPORÁRIOS DE NÍVEL SUPERIOR E EMPREGOS TEMPORÁRIOS DE NÍVEL

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 139, DE 25 DE JANEIRO DE 1996. Altera a Lei Complementar n.º 129, de 02 de fevereiro de 1995 e dá outras providências.

LEI COMPLEMENTAR Nº 139, DE 25 DE JANEIRO DE 1996. Altera a Lei Complementar n.º 129, de 02 de fevereiro de 1995 e dá outras providências. LEI COMPLEMENTAR Nº 139, DE 25 DE JANEIRO DE 1996. Altera a Lei Complementar n.º 129, de 02 de fevereiro de 1995 e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE: FAÇO SABER que

Leia mais

EMENTÁRIO. (*) LEI N 1.206, DE 31 DE DEZEMBRO DE 2007. (D.O.M. 22.01.2008 N. 1886 Ano IX)

EMENTÁRIO. (*) LEI N 1.206, DE 31 DE DEZEMBRO DE 2007. (D.O.M. 22.01.2008 N. 1886 Ano IX) (*) LEI N 1.206, DE 31 DE DEZEMBRO DE 2007. (D.O.M. 22.01.2008 N. 1886 Ano IX) ALTERA o Quadro de Cargos e Carreiras da Secretaria Municipal de Saúde SEMSA e dá outras providências. O PREFEITO DE MANAUS,

Leia mais

EDUARDO BRAGA Governador do Estado

EDUARDO BRAGA Governador do Estado DECRETO N.º 24031, DE 26 DE JANEIRO DE 2.004 APROVA o Regimento Interno da SECRETARIA DE CONTROLE INTERNO, ÉTICA E TRANSPARÊNCIA - SCI, e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO AMAZONAS, no

Leia mais

DECRETO Nº 15.114,DE 8 DE JANEIRO DE 2013 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

DECRETO Nº 15.114,DE 8 DE JANEIRO DE 2013 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS DECRETO Nº 15.114,DE 8 DE JANEIRO DE 2013 Disciplina a celebração de convênios e operações de crédito com previsão de ingresso de recursos financeiros que beneficiem órgãos e entidades da Administração

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 08/03-COUN

RESOLUÇÃO Nº 08/03-COUN RESOLUÇÃO Nº 08/03-COUN Estabelece o Regimento Interno do Núcleo de Educação a Distância (NEAD) da Universidade Federal do Paraná. O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal do Paraná, no uso de

Leia mais

Prefeitura Municipal de Catanduva Banco Interamericano de Desenvolvimento. Programa de Desenvolvimento Urbano Integrado de Catanduva

Prefeitura Municipal de Catanduva Banco Interamericano de Desenvolvimento. Programa de Desenvolvimento Urbano Integrado de Catanduva Prefeitura Municipal de Catanduva Banco Interamericano de Desenvolvimento Programa de Desenvolvimento Urbano Integrado de Catanduva ESTRUTURA DE ORGANIZACIONAL DO PROGRAMA O esquema organizacional do Programa,

Leia mais

Rua Ulisses Caldas, 81 - Centro - Natal/RN 59025-090 (55)xx84-3232-8863 www.natal.rn.gov.br

Rua Ulisses Caldas, 81 - Centro - Natal/RN 59025-090 (55)xx84-3232-8863 www.natal.rn.gov.br LEI Nº. 6.067, DE 11 DE MARÇO DE 2010. Altera a Lei Ordinária 5.711/06, que dispõe sobre a Organização Administrativa da Câmara Municipal do Natal, e dá outras providências. A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE

Leia mais

INSTITUTO FENASBAC DE EXCELÊNCIA PROFISSIONAL - I.FENASBAC REGIMENTO INTERNO. Capítulo I - FINALIDADE

INSTITUTO FENASBAC DE EXCELÊNCIA PROFISSIONAL - I.FENASBAC REGIMENTO INTERNO. Capítulo I - FINALIDADE INSTITUTO FENASBAC DE EXCELÊNCIA PROFISSIONAL - I.FENASBAC REGIMENTO INTERNO Capítulo I - FINALIDADE Artigo 1º - O Instituto FENASBAC tem as seguintes finalidades: I. promover a geração de conhecimento,

Leia mais

LEI Nº 1550, DE 17 DE ABRIL DE 2008

LEI Nº 1550, DE 17 DE ABRIL DE 2008 Autoria: Poder Executivo LEI Nº 1550, DE 17 DE ABRIL DE 2008 Reestrutura o Conselho Municipal de Turismo COMTUR e cria o Fundo Municipal do Turismo de Lucas do Rio Verde e da outras providências. O Prefeito

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Consórcio Intermunicipal do Vale do Jacuí CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DO VALE DO JACUÍ (CI/JACUÍ) CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Estado do Rio Grande do Sul Consórcio Intermunicipal do Vale do Jacuí CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DO VALE DO JACUÍ (CI/JACUÍ) CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DO VALE DO JACUÍ (CI/JACUÍ) CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO RESOLUÇÃO CA Nº 11/2015 Altera o Anexo I das Resoluções CA 005/2008 e 06/2013 a fim de adequá-los à nova redação do Estatuto

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DAS FUNÇÕES GRATIFICADAS

ATRIBUIÇÕES DAS FUNÇÕES GRATIFICADAS ATRIBUIÇÕES DAS FUNÇÕES GRATIFICADAS ASSESSORIA DE IMPRENSA: Função GERENTE. Assessorar a Diretoria da Ceasa; Promover e divulgar notícias relacionadas a Ceasa; Estreitar o relacionamento da mídia com

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE RONDONÓPOLIS Estado de Mato Grosso

CÂMARA MUNICIPAL DE RONDONÓPOLIS Estado de Mato Grosso INSTRUÇÃO NORMATIVA SLE Nº 004/2011 Versão 01 Unidade Responsável: Secretaria Legislativa Institucional Unidade Executora: Coordenação de Arquivo e Registro/Chefia Registro Legislativo Data da Aprovação:

Leia mais

Este texto não substitui o original publicado no Diário Oficial, de 23/01/2012

Este texto não substitui o original publicado no Diário Oficial, de 23/01/2012 Este texto não substitui o original publicado no Diário Oficial, de 23/01/2012 LEI Nº 890 DE 23 DE JANEIRO DE 2013 Dispõe sobre a criação da Secretaria de Estado da Cultura (SECULT); altera dispositivos

Leia mais

Prefeitura Municipal de Ponta Porã

Prefeitura Municipal de Ponta Porã Lei Complementar nº 38, de 28 de Novembro de 2006. Acresce o cargo efetivo de Farmacêutico à Lei Complementar nº 028, de 04 de janeiro de 2006, que dispõe sobre o Plano de Cargos e Remuneração dos Servidores

Leia mais

Câmara Municipal dos Barreiros

Câmara Municipal dos Barreiros Barreiros, 30 de Abril de 2010 SISTEMA DE CONTROLE INTERNO Ofício nº 006/2010 SCI EXMO. SR. JOSÉ GERALDO DE SOUZA LEÃO M.D. Presidente da Câmara de Vereadores dos Barreiros NESTA O Coordenador do Sistema

Leia mais

Procuradoria Geral de Justiça, em Natal (RN), 08 de junho de 2011.

Procuradoria Geral de Justiça, em Natal (RN), 08 de junho de 2011. MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA R E S O L U Ç Ã O Nº 074/2011-PGJ.* O PROCURADOR GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso das atribuições

Leia mais

CATEGORIA FUNCIONAL: CHEFE DE SERVIÇOS PADRÃO DE VENCIMENTO: CC1

CATEGORIA FUNCIONAL: CHEFE DE SERVIÇOS PADRÃO DE VENCIMENTO: CC1 CATEGORIA FUNCIONAL: CHEFE DE SERVIÇOS PADRÃO DE VENCIMENTO: CC1 Dirigir, orientar, planejar e controlar as atividades do setor e da equipe que dirige, acompanhando os trabalhos dos mesmos para assegurar

Leia mais

Governo Municipal de Salinópolis ORÇAMENTO PROGRAMA PARA 2013 - Consolidado

Governo Municipal de Salinópolis ORÇAMENTO PROGRAMA PARA 2013 - Consolidado 01 Camara Municipal Atribuições: Legislar com a sanção do Prefeito municipal, sobre as matérias de competência do Município e tributos Municipais, bem como autorizar isenções e anistias fiscais e a remissão

Leia mais

REGULAMENTO OPERACIONAL DA DIRETORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CAPÍTULO I DA INSTITUIÇÃO

REGULAMENTO OPERACIONAL DA DIRETORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CAPÍTULO I DA INSTITUIÇÃO 1 REGULAMENTO OPERACIONAL DA DIRETORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CAPÍTULO I DA INSTITUIÇÃO Art.1º A Diretoria de Ensino de Graduação (DEG) é órgão da Pró-Reitoria Acadêmica, do Centro Universitário de Maringá.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA OLINDA

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA OLINDA LEI N 274/2013 Nova Olinda - TO, 23 de outubro de 2013 "Institui e cria o Fundo Municipal do Meio Ambiente - FMMA do Município de Nova Olinda -TO e dá outras providências." O PREFEITO MUNICIPAL DE NOVA

Leia mais

PORTARIA CNMP-PRESI Nº 241, DE 15 DE AGOSTO DE 2013.

PORTARIA CNMP-PRESI Nº 241, DE 15 DE AGOSTO DE 2013. PORTARIA CNMP-PRESI Nº 241, DE 15 DE AGOSTO DE 2013. Aprova o Regimento Interno da Auditoria Interna do Conselho Nacional do Ministério Público. O PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO,

Leia mais

Dispõe sobre a criação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente - SMAC e dá outras providências.

Dispõe sobre a criação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente - SMAC e dá outras providências. LEI Nº 2.138, de 11 de maio de 1994 LEI 2.138 11/05/94 13.05.94 LEGISLATIVO Dispõe sobre a criação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente - SMAC e dá outras providências. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DE BARRETOS, ESTADO DE SÃO PAULO: Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei:

O PREFEITO MUNICIPAL DE BARRETOS, ESTADO DE SÃO PAULO: Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: LEI N.º 3629, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2003. (Com alterações impostas pelas leis n. os 3.636, de 17 de dezembro de 2003; 3.727, de 27 de janeiro de 2005; 3.816, de 27 de dezembro de 2005; 4.048, de 07 de março

Leia mais

ROSANA MARTINELLI, PREFEITA MUNICIPAL DE SINOP, ESTADO DE MATO GROSSO, EM EXERCÍCIO, no uso de suas atribuições legais; D E C R E T A:

ROSANA MARTINELLI, PREFEITA MUNICIPAL DE SINOP, ESTADO DE MATO GROSSO, EM EXERCÍCIO, no uso de suas atribuições legais; D E C R E T A: DECRETO Nº. 207/2015 DATA: 09 de setembro de 2015 SÚMULA: Institui o ponto eletrônico, regulamenta o controle de frequência nos órgãos públicos da Administração Direta e Autárquica do Poder Executivo e

Leia mais

LEI Nº 7.439 DE 18 DE JANEIRO DE 1999 CAPÍTULO I DA FINALIDADE E COMPETÊNCIA

LEI Nº 7.439 DE 18 DE JANEIRO DE 1999 CAPÍTULO I DA FINALIDADE E COMPETÊNCIA Publicada D.O.E. Em 19.01.99 LEI Nº 7.439 DE 18 DE JANEIRO DE 1999 Dispõe sobre a criação da Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia - ADAB e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DA

Leia mais

LEI Nº 2.232/06, DE 24 DE JULHO DE 2006. A CÂMARA MUNICIPAL DO MUNICÍPIO DE ANANINDEUA aprovou e eu sanciono a seguinte Lei :

LEI Nº 2.232/06, DE 24 DE JULHO DE 2006. A CÂMARA MUNICIPAL DO MUNICÍPIO DE ANANINDEUA aprovou e eu sanciono a seguinte Lei : LEI Nº 2.232/06, DE 24 DE JULHO DE 2006. ALTERA DISPOSITIVOS DA LEI N 2.176, DE 07 DE DEZEMBRO DE 2005, QUE DISPÕE SOBRE O PLANO DE CARGOS, CARREIRAS E REMUNERAÇÃO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE ANANINDEUA

Leia mais

Regimento Interno da Comissão Permanente de Perícia Médica, Segurança e Higiene do Trabalho CPMSHT

Regimento Interno da Comissão Permanente de Perícia Médica, Segurança e Higiene do Trabalho CPMSHT Título I Da Comissão Capítulo I Disposições Gerais Art. 1º - A Comissão Permanente de Perícia Médica, Segurança e Higiene do Trabalho CPMSHT, instituída pelo Decreto nº 9.321, de 1 de março de 2011, integrante

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO CHOÇA ESTADO DA BAHIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO CHOÇA ESTADO DA BAHIA LEI Nº 278, DE 17 DE OUTUBRO DE 2014. Altera e insere dispositivos na Lei Municipal nº 016, de 20 de janeiro de 2004, a qual dispõe sobre o Plano de Carreira e Remuneração dos Servidores do Magistério

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANT ANA DO LIVRAMENTO Palácio Moisés Viana. Unidade Central de Controle Interno

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANT ANA DO LIVRAMENTO Palácio Moisés Viana. Unidade Central de Controle Interno ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANT ANA DO LIVRAMENTO Palácio Moisés Viana Unidade Central de Controle Interno PARECER Nº 141/05 ENTIDADE SOLICITANTE: Procuradoria Jurídica ASSUNTO:

Leia mais

ANEXO VI REGIMENTO INTERNO DA SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E INVESTIMENTOS ESTRATÉGICOS CAPÍTULO I CATEGORIA E FINALIDADE

ANEXO VI REGIMENTO INTERNO DA SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E INVESTIMENTOS ESTRATÉGICOS CAPÍTULO I CATEGORIA E FINALIDADE (Portaria GM-MP nº 220, de 25 de junho de 2014) ANEXO VI REGIMENTO INTERNO DA SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E INVESTIMENTOS ESTRATÉGICOS CAPÍTULO I CATEGORIA E FINALIDADE Art. 1º A Secretaria de Planejamento

Leia mais

ANTEPROJETO DE DECRETO (OU LEI) (A ser Publicado no Diário Oficial do Município/Estado)

ANTEPROJETO DE DECRETO (OU LEI) (A ser Publicado no Diário Oficial do Município/Estado) ANTEPROJETO DE DECRETO (OU LEI) (A ser Publicado no Diário Oficial do Município/Estado) Considerando: 1) A importância dos mananciais e nascentes do Município para o equilíbrio e a qualidade ambiental,

Leia mais

JORNAL OFICIAL. Suplemento. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Quinta-feira, 21 de janeiro de 2016. Série. Número 14

JORNAL OFICIAL. Suplemento. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Quinta-feira, 21 de janeiro de 2016. Série. Número 14 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA JORNAL OFICIAL Quinta-feira, 21 de janeiro de 2016 Série Suplemento Sumário PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL Decreto Regulamentar Regional n.º 2/2016/M Fixa o Valor do Metro Quadrado

Leia mais

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM DECRETO nº 1098, de 12 de fevereiro de 2009 Dispõe sobre alocação, denominação e atribuições dos órgãos que compõem a estrutura organizacional do Gabinete da Prefeita e dá outras providências. A PREFEITA

Leia mais

DECRETO Nº 353 DE 25 DE MARÇO DE 2014

DECRETO Nº 353 DE 25 DE MARÇO DE 2014 DECRETO Nº 353 DE 25 DE MARÇO DE 2014 Dispõe sobre o uso do controle eletrônico de ponto para registro de assiduidade e pontualidade dos servidores públicos lotados e em exercício nos órgãos do Município

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº XXXX DE XX DE XXXXXX DE 201X ALTERA A LEI Nº 6720, DE 25 DE MARÇO DE 2014, QUE INSTITUI PLANO DE CARGOS, CARREIRAS E REMUNERAÇÃO DA FUNDAÇÃO DE APOIO À ESCOLA TÉCNICA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Leia mais

LEI Nº 8.906, DE 21 DE DEZEMBRO DE 1992.

LEI Nº 8.906, DE 21 DE DEZEMBRO DE 1992. REVOGADA PELA LEI N 9.412/1994 LEI Nº 8.906, DE 21 DE DEZEMBRO DE 1992. Dispõe sobre as terras de domínio do Estado, sua atuação no processo de reforma agrária e dá outras providências O GOVERNADOR DO

Leia mais

ESTRUTURA ORGÂNICA CONSELHO DE REPRESENTANTES DIRETORIA PRESIDENTE CAMARAS TEMÁTICAS

ESTRUTURA ORGÂNICA CONSELHO DE REPRESENTANTES DIRETORIA PRESIDENTE CAMARAS TEMÁTICAS ESTRUTURA ORGÂNICA CONSELHO DE REPRESENTANTES DIRETORIA PRESIDENTE CONSELHOR CONSULTIVO CONSELHO FISCAL CAMARAS TEMÁTICAS COMÉRCIO VAREJISTA ALIMENTAÇÃO SAÚDE HABITAÇÃO SERVIÇOS TURISMO E HOSPITALIDADE

Leia mais

Reestruturação da CPE

Reestruturação da CPE SEAP Secretaria de Estado da Administração e Previdência DRH Departamento de Recursos Humanos Reestruturação da CPE Fevereiro de 2010 Secretaria de Estado da Administração e Previdência pág: 1 Contextualização:

Leia mais

Atribuições do órgão conforme a Lei nº 3.063, de 29 de maio de 2013: TÍTULO II DAS COMPETÊNCIAS DOS ÓRGÃOS DA ADMINISTRAÇÃO DIRETA

Atribuições do órgão conforme a Lei nº 3.063, de 29 de maio de 2013: TÍTULO II DAS COMPETÊNCIAS DOS ÓRGÃOS DA ADMINISTRAÇÃO DIRETA SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA E OBRAS End: Travessa Anchieta, S-55 Centro Fone: (14) 3283-9570 ramal 9587 Email: engenharia@pederneiras.sp.gov.br Responsável: Fábio Chaves Sgavioli Atribuições

Leia mais

Reestrutura as Universidades Estaduais da Bahia e dá outras providências

Reestrutura as Universidades Estaduais da Bahia e dá outras providências LEI 7.176/97 DE 10 DE SETEMBRO DE 1997 Reestrutura as Universidades Estaduais da Bahia e dá outras providências O GOVERNADOR DO ESTADO DA BAHIA, faço saber a Assembléia Legislativa decreta e eu sanciono

Leia mais

LEI Nº 008/2003, DE 01 DE JULHO DE 2003. A CÂMARA MUNICIPAL DE RESERVA, Estado do Paraná, aprovou, e eu Prefeito Municipal, sanciono a seguinte LEI:

LEI Nº 008/2003, DE 01 DE JULHO DE 2003. A CÂMARA MUNICIPAL DE RESERVA, Estado do Paraná, aprovou, e eu Prefeito Municipal, sanciono a seguinte LEI: LEI Nº 008/2003, DE 01 DE JULHO DE 2003. Súmula: Dispõe sobre as diretrizes orçamentárias para o ano 2.004 e dá outras providências. A CÂMARA MUNICIPAL DE RESERVA, Estado do Paraná, aprovou, e eu Prefeito

Leia mais

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO E RELAÇÕES INSTITUCIONAIS

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO E RELAÇÕES INSTITUCIONAIS LEI Nº 2.097, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2014. Altera as estruturas organizacionais das entidades da Administração Indireta do Poder Executivo Municipal, na forma que especifica. O PREFEITO DE PALMAS Faço saber

Leia mais

P O D E R E X E C U T I V O LEI COMPLEMENTAR Nº 1.682 DE 11 DE ABRIL DE 2014

P O D E R E X E C U T I V O LEI COMPLEMENTAR Nº 1.682 DE 11 DE ABRIL DE 2014 LEIS LEI Nº 1.681 DE 11 DE ABRIL DE 2014 AUTORIZA O MUNICÍPIO DE MARATAIZES A DOAR NETBOOK A ALUNOS DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO COMO PREMIAÇÃO DE PROJETO EDUCATIVO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS O Prefeito Municipal

Leia mais