MÁQUINAS AGRÍCOLAS PROF. ELISEU FIGUEIREDO NETO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MÁQUINAS AGRÍCOLAS PROF. ELISEU FIGUEIREDO NETO"

Transcrição

1 MÁQUINAS AGRÍCOLAS PROF. ELISEU FIGUEIREDO NETO

2 COLHEITA NA AUSTRALIA

3 Hoje nós temos que preocupar não só em aprimorar as MÁQUINAS, mas também os OPERADORES que com elas trabalham.

4 PARTES CONSTITUINTES MOTOR HIDRÁULICO ( eixo dianteiro 4x4, embreagem, caixa de câmbio, diferencial e transmissão final ) TRANSMISSÃO

5 O motor transforma energia térmica em trabalho mecânico. Para iniciar a combustão é necessário adequar, em proporções corretas 3 elementos fundamentais que são: AR (oxigênio) COMBUSTÍVEL CALOR

6 Durante o AMACIAMENTO do motor (entre 200 e 300 horas) Evitar trabalhar por períodos longos em marcha lenta, Não ultrapasse o limite máximo de rotação, Trocar marchas.

7 MOTOR 4 CILINDROS VALTRA Ventilador Silencioso Tubo Bico Injetor Válvula Termostática Turboalimentador Filtro Sedimentador Filtros de Combustível Carcaça do Volante Polia do Virabrequim Bomba Injetora (rotativa) Cárter de Óleo Filtro do Óleo

8 MOTOR 4 CILINDROS VALTRA Turboalimentador Silencioso Bomba Alimentadora Bomba Hidráulica Alternador Motor de Arranque

9 CICLO DE TRABALHO

10 SISTEMA DE ADMISSÃO DE AR

11 SISTEMA DE FILTRAGEM DE AR Frequentemente um trator trabalha sob condições severas de poeira. O motor aspira o ar diretamente do ambiente onde se encontra, por isso é muito importante que se tenha um eficiente sistema de filtragem de ar. Funcionamento do sistema de filtragem de ar: sistema de aspiração natural.

12 MANUTENÇÃO DO SISTEMA DE FILTRAGEM DE AR Só deve ser executada se a restrição maxima for atingida. OU SEJA Quando acender o alerta de restrição no painel. Observação O excesso de manutenção pode causar danos ao filtro, além de diminuir a vida útil do elemento, aumentando o tempo e os custos de manutenção.

13 ALERTA DE RESTRIÇÃO SÍMBOLOS ou OBSERVAÇÃO: Não indica que o trator deve ser parado imediatamente, poderá trabalhar por algumas horas. Observando: Apresentação de perda de rendimento; Soltando fumaça além do normal; Superaquecendo.

14 ALERTA DE RESTRIÇÃO Alerta aceso (amarelo), significa a necessidade de limpeza ou troca dos filtros. Teste o funcionamento do alerta de restrição (se está acendendo), ligando a chave de ignição sem dar a partida. Outra maneira de testar o sistema (sensor e alerta) é ligar o motor e ficar observando o alerta, enquanto outra pessoa tampa a entrada de ar (com um pano) do filtro por alguns segundos.

15 Aqui

16 MANUTENÇÃO DOS FILTROS DE AR Inspecionar o elemento filtrante (papel), colocando uma lâmpada no seu interior ATENÇÃO: Caso aplique jatos de ar para limpeza, a pressão máxima é de 5 bar (70lb/pol² ) e de dentro para fora. ATENÇÃO: Filtro secundário (segurança) não admite processo de limpeza. Faça limpeza também na parte interna da carcaça e tampa usando pano, pois não é recomendável retirar o filtro secundário para manutenção.

17 MANUTENÇÃO DOS FILTROS DE AR Principal Secundário ATENÇÃO Trocar os filtros quando vencer o período de 1 ano em uso. Quando trocar ou recolocar o filtro, observe que este fique perfeitamente alojado. Não use aperto demasiado nas porcas, auto travante ou borboleta, para não danificar os filtros.

18 FILTRO PRINCIPAL: Filtro com carcaça metálica, poderá sofrer no máximo duas limpezas, ou seja, trocar na terceira manutenção. Filtro sem carcaça metálica não deverá sofrer limpeza, trocar na primeira manutenção. FILTRO SECUNDÁRIO: Trocar sempre que o filtro principal for substituído.

19 VÁLVULA DE DESCARGA Diariamente ou quando trabalhar sob condições de muita poeira, pressione a válvula de descarga para remover a poeira acumulada. OBSERVAÇÃO: Alguns tratores possui ejetor de pó dispensando essa operação. IMPORTANTE: Use sempre filtros genuínos, pois estes são garantidos pelo fabricante.

20 Válvula de descarga Ejetor de pó

21 MANGUEIRAS E ABRAÇADEIRAS IMPORTANTE: Verificar periodicamente o estado das mangueiras e o aperto e posição das abraçadeiras

22 SISTEMA DE ALIMENTAÇÃO TURBO ALIMENTADO

23 SISTEMA DE ADMISSÃO TURBOALIMENTADOS. Nos motores turbo alimentados, o ar é introduzido nos cilindros por intermédio de um compressor centrífugo, movido por uma turbina.

24 MOTORES SUPERALIMENTADOS OU TURBOALIMENTADOS. A superalimentação ou turbo alimentação do motor, consiste em substituir a admissão normal, por uma admissão mais eficiente, de modo a assegurar um melhor enchimento do cilindro.

25 MOTORES SUPERALIMENTADOS OU TURBOALIMENTADOS. A turbina é acionado pelos gases de escapamento, que movimenta o compressor centrífugo. Aumentando o volume de ar nos cilindros, é possível injetar mais combustível o que pode levar a um incremento da potência e do torque em até 30%, sem diminuir a vida útil do motor.

26 MOTORES SUPERALIMENTADOS OU TURBOALIMENTADOS. A turboalimentação favorece altamente a homogeneidade da mistura, devida a forte agitação provocada pela pressão e velocidade de ar no cilindro melhorando assim o rendimento da combustão.

27 MOTORES SUPERALIMENTADOS OU TURBOALIMENTADOS. Em tratores turbo alimentados, nunca acelere bruscamente o motor quando der a partida, pois o óleo demora um pouco mais para chegar até o turbocompressor e pode causar sérios danos. O mesmo vale para desligar o motor, deixe-o funcionando em marcha lenta (1000 rpm) por alguns segundos antes de fazer o corte do combustível.

28 SISTEMA DE ALIMENTAÇÃO DE COMBUSTÍVEL

29 SISTEMA DE ALIMENTAÇÃO DE COMBUSTÍVEL O combustível necessário para o funcionamento do motor é sugado do reservatório através da bomba alimentadora, pressurizado é então pulverizado para o interior dos cilindros através da bomba injetora e dos bicos injetores.

30 TANQUE DE COMBUSTÍVEL Abasteça o tanque diariamente após a jornada de trabalho para evitar a contaminação do combustível com a água procedente da condensação (devido ao espaço vazio). Ocorre também a oxidação (ferrugem) interna no tanque.

31 TANQUE DE COMBUSTÍVEL Periodicamente verifique o estado da borracha de vedação da tampa do tanque. Caso esta esteja danificada deve ser substituída por uma nova. Não elimine o filtro de tela do bocal de abastecimento, troque-o quando apresentar rasgo na tela.

32 LIMPEZA DO FILTRO DE TELA DA SUCÇÃO DO TANQUE DE COMBUSTÍVEL Drene o tanque de combustível utilizando um recipiente adequado para o óleo diesel. Retire o filtro de tela e limpe-o com óleo diesel limpo. OBS: existe modelo sem filtro. Monte o filtro na ordem inversa à desmontagem e verifique que não existam vazamentos de combustível.

33 MANUTENÇÃO DO SISTEMA DE COMBUSTÍVEL A bomba injetora e os bicos injetores são componentes muito sensíveis e de altíssima precisão. Os mecanismos internos da bomba injetora são lubrificados com o próprio óleo diesel. Por isso é muito importante que esse óleo seja bem filtrado e isento de água.

34 DRENAGEM DO SEDIMENTADOR OBSERVAÇÃO: Diariamente, antes de dar a partida do motor, é importante que você faça a drenagem da água e das impurezas que se acumulam no fundo. Para isso solte o bujão de dreno situado na parte inferior, deixe escorrer um pouco e feche novamente.

35 SUBSTITUIÇÃO DO FILTRO E LIMPEZA DO SEDIMENTADOR DE COMBUSTÍVEL A cada 250 horas de trabalho faça a substituição do filtro de combustível e também a limpeza do sedimentador. Para a desmontagem desses componentes, solte o parafuso central e desmonte-os conforme a ordem das figuras abaixo. ATENÇÃO Aperto exagerado dos filtros poderá causar danos na rosca ou nas juntas de vedação. Limpe a superfície em torno do cabeçote do filtro

36 MANUTENÇÃO DOS BICOS INJETORES Verificar pulverização, estanqueidade e pressão dos bicos injetores a cada 1000 horas de trabalho

37 MANUTENÇÃO DOS BICOS INJETORES Bico desregulado ou ruim, pode provocar perda de potência, fumaça escura, ruído no motor, podendo comprometer a vida útil do motor.

38

39 FIM

Kit modelo KUT-00028 Toyota 3.0 diesel - 1 -

Kit modelo KUT-00028 Toyota 3.0 diesel - 1 - Manual Capítulo 1 de montagem : Kit modelo KUT-00028 Toyota 3.0 diesel - 1 - Ferramentas necessárias 3 Desmontagem do Veíulo 3 Preparação para montagem 4 Montagem do Kit no motor 5 Preparação para o funcionamento

Leia mais

SISTEMAS AUXILIARES DOS MOTORES

SISTEMAS AUXILIARES DOS MOTORES SISTEMAS AUXILIARES DOS MOTORES 1. SISTEMA DE VÁLVULAS 2. SISTEMA DE ALIMENTAÇÃO 3. SISTEMA DE ARREFECIMENTO 4. SISTEMA DE LUBRIFICAÇÃO 5. SISTEMA ELÉTRICO SISTEMA DE VÁLVULAS Responsável pelo fechamento

Leia mais

Abastecimento do líquido de arrefecimento

Abastecimento do líquido de arrefecimento Condições para abastecer líquido de arrefecimento Condições para abastecer líquido de arrefecimento Trabalho no sistema de arrefecimento do veículo ADVERTÊNCIA! Use equipamento de proteção ao trabalhar

Leia mais

6 Manutenção de Tratores Agrícolas

6 Manutenção de Tratores Agrícolas 6 Manutenção de Tratores Agrícolas 6.1 Introdução Desenvolvimento tecnológico do país Modernização da agricultura Abertura de novas fronteiras agrícolas Aumento no uso de MIA Aumento da produtividade Maiores

Leia mais

Sistema de Alimentação. Sistemas auxiliares dos motores

Sistema de Alimentação. Sistemas auxiliares dos motores Sistema de Alimentação Sistemas auxiliares dos motores Sistema de alimentação Responsável pelo suprimento de ar e combustível ao motor 1. Circuito de ar 2. Circuito de combustível Fluxograma do sistema

Leia mais

Acumuladores hidráulicos

Acumuladores hidráulicos Tipos de acumuladores Compressão isotérmica e adiabática Aplicações de acumuladores no circuito Volume útil Pré-carga em acumuladores Instalação Segurança Manutenção Acumuladores Hidráulicos de sistemas

Leia mais

5Manutenções no Sistema de

5Manutenções no Sistema de Manutenção Preventiva dos Filtros do Ar A manutenção adequada deve incluir, também, uma inspeção completa dos sistemas. Todas as conexões, as tubulações ou dutos entre o filtro e o motor devem ser mantidos

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO MOTOBOMBA A DIESEL VULCAN VMB-20D / VMB-20HD / VMB-30D / VMB-40D / VMBE-40D ATENÇÃO

MANUAL DO USUÁRIO MOTOBOMBA A DIESEL VULCAN VMB-20D / VMB-20HD / VMB-30D / VMB-40D / VMBE-40D ATENÇÃO MANUAL DO USUÁRIO MOTOBOMBA A DIESEL VULCAN VMB-20D / VMB-20HD / VMB-30D / VMB-40D / VMBE-40D ATENÇÃO ANTES DE UTILIZAR O EQUIPAMENTO LEIA ATENTAMENTE ESTAS INSTRUÇÕES. Obrigado por adquirir uma motobomba

Leia mais

MANUAL ALIMENTADORES INDIVIDUAIS TRIFÁSICOS 1 - DESCRIÇÃO 2 - INSTALAÇÃO 3 OPERAÇÃO 4 MANUTENÇÃO 5 - GARANTIA

MANUAL ALIMENTADORES INDIVIDUAIS TRIFÁSICOS 1 - DESCRIÇÃO 2 - INSTALAÇÃO 3 OPERAÇÃO 4 MANUTENÇÃO 5 - GARANTIA MANUAL ALIMENTADORES INDIVIDUAIS TRIFÁSICOS 1 - DESCRIÇÃO 2 - INSTALAÇÃO 3 OPERAÇÃO 4 MANUTENÇÃO 5 - GARANTIA 1 1 - DESCRIÇÃO DO EQUIPAMENTO Os Alimentadores Individuais básicos trabalham por meio de vácuo.

Leia mais

O Moto Vibrador a Gasolina é utilizado para acionar os vibradores de imersão pendular de concreto e bombas de mangotes.

O Moto Vibrador a Gasolina é utilizado para acionar os vibradores de imersão pendular de concreto e bombas de mangotes. 1 APLICAÇÃO: O Moto Vibrador a Gasolina é utilizado para acionar os vibradores de imersão pendular de concreto e bombas de mangotes. ESPECIFICAÇÃO: Motor Gasolina: MODELO Potência Rotação Peso MGK-5.5

Leia mais

MOTORES ESTACIONÁRIOS GX 120/160/200

MOTORES ESTACIONÁRIOS GX 120/160/200 MOTORES ESTACIONÁRIOS GX 120/160/200 MANUAL DO PROPRIETÁRIO INTRODUÇÃO GX 120/160/200 MANUAL DO PROPRIETÁRIO 1 Aproveitamos a oportunidade para agradecê-lo pela escolha do Motor Estacionário Honda. Desejamos

Leia mais

PULVERIZADOR MOTORIZADO PARA TRANSPORTAR NAS COSTAS

PULVERIZADOR MOTORIZADO PARA TRANSPORTAR NAS COSTAS PULVERIZADOR MOTORIZADO PARA TRANSPORTAR NAS COSTAS Manual do Operador COMPONENTES e ACESSÓRIOS Tampa do tanque de produtos químicos Bocal Lança Tanque de produtos químicos Vela de ignição Acionador de

Leia mais

MANUAL DE USO E MANUTENÇÃO

MANUAL DE USO E MANUTENÇÃO MANUAL DE USO E MANUTENÇÃO SUMÁRIO SUMÁRIO... 1 INTRODUÇÃO... 2 SIMBOLOGIA UTILIZADA... 3 RECOMENDAÇÕES DE SEGURANÇA... 4 DESEMBALAGEM... 5 INSTALAÇÃO... 6 FUNCIONAMENTO... 8 INFORMAÇÕES GERAIS DO COMPRESSOR...

Leia mais

Manual Técnico de Instalação, Operação e Manutenção. Lavador de Ar

Manual Técnico de Instalação, Operação e Manutenção. Lavador de Ar Manual Técnico de Instalação, Operação e Manutenção ISO 9001:2008 VENTEC AMBIENTAL EQUIPAMENTOS E INSTALAÇÕES LTDA Rua André Adolfo Ferrari, nº 550 - Distrito Industrial Nova Era - Indaiatuba - São Paulo

Leia mais

Mecanização. Cuidados Básicos de Manutenção do Trator de Rodas

Mecanização. Cuidados Básicos de Manutenção do Trator de Rodas 1 de 6 10/16/aaaa 11:40 Mecanização Cuidados Básicos de Manutenção do Trator de Rodas Cuidados básicos de Nome Manutenção do Trator de Rodas Produto Informação Tecnológica Data Abril - 2000 Preço - Linha

Leia mais

2. ORIENTAÇÕES DE SEGURANÇA

2. ORIENTAÇÕES DE SEGURANÇA MANUAL DE INSTRUÇÕES COMPRESSOR DE AR ÍNDICE 1. PREPARAÇÃO 2. ORIENTAÇÕES DE SEGURANÇA 3. PRECAUÇÕES 4. DESCRIÇÃO BREVE 5. VISÃO GERAL E COMPONENTES PRINCIPAIS 6. PRINCIPAIS PARÂMETROS TÉCNICOS 7. VISÃO

Leia mais

BOMBA DE VACUO MANUAL KA-056

BOMBA DE VACUO MANUAL KA-056 Certificado de Garantia. Modelo Controle Kitest Equipamentos Automotivos KA-056 Nº Manual do Usuário A Kitest Equipamentos Automotivos garante o equipamento adquirido contra possíveis defeitos de fabricação

Leia mais

Bomba injetora: todo cuidado é pouco

Bomba injetora: todo cuidado é pouco Bomba injetora: todo cuidado é pouco Bomba injetora: todo cuidado é pouco Veja como identificar os problemas da bomba injetora e retirá-la corretamente em casos de manutenção Carolina Vilanova A bomba

Leia mais

Manual de: Manutenção Preventiva Lubrificação. Carroceria para transporte de: Pintos

Manual de: Manutenção Preventiva Lubrificação. Carroceria para transporte de: Pintos Manual de: Manutenção Preventiva Lubrificação Carroceria para transporte de: Pintos Local: Estrutura da Carroceria 01 01 Ano Reapertar parafusos da estrutura no chassi. 02 06 Meses Verificar vedação das

Leia mais

Motobombas. Diesel. BFD P11/4 1"x1" BFD 17 1.½"x1" BFDE P15/3 1.½"x1.½" BFD 2" BFD 3" BFD 4" BFDE 3"x2" BFDE 3"x2" Chorume

Motobombas. Diesel. BFD P11/4 1x1 BFD 17 1.½x1 BFDE P15/3 1.½x1.½ BFD 2 BFD 3 BFD 4 BFDE 3x2 BFDE 3x2 Chorume Motobombas Diesel BFD 2" BFD 3" BFD 4" BFDE 3"x2" BFD P11/4 1"x1" BFD 17 1.½"x1" BFDE P15/3 1.½"x1.½" BFDE 2.½" x 2.½" Incêndio BFDE 3"x2" Chorume ÍNDICE: 1 - Motobomba BFD 2", BFD 3" e BFDE 4"... 2 1.1

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO MÁQUINA DE LAVAR LOUÇA LAVA RÁPIDO

MANUAL DE OPERAÇÃO MÁQUINA DE LAVAR LOUÇA LAVA RÁPIDO MANUAL DE OPERAÇÃO MÁQUINA DE LAVAR LOUÇA LAVA RÁPIDO 1 1. AVISOS Leia este manual cuidadosamente antes de instalar e operar o equipamento. A operação da máquina deve estar de acordo com as instruções

Leia mais

CHAVE DE IMPACTO PARAFUSADEIRA PNEUMÁTICA

CHAVE DE IMPACTO PARAFUSADEIRA PNEUMÁTICA *Imagens meramente ilustrativas CHAVE DE IMPACTO PARAFUSADEIRA PNEUMÁTICA Manual de Instruções www.v8brasil.com.br 1. DADOS TÉCNICOS CHAVE DE IMPACTO PARAFUSADEIRA PNEUMÁTICA Modelo V8 Chave de impacto

Leia mais

Galoneira Industrial série ZJ-W562

Galoneira Industrial série ZJ-W562 Galoneira Industrial série ZJ-W562 Instruções de Segurança IMPORTANTE Antes de utilizar sua máquina, leia atentamente todas as instruções desse manual. Ao utilizar a máquina, todos os procedimentos de

Leia mais

Cap. 04 - Sistema de Alimentação e Combustível

Cap. 04 - Sistema de Alimentação e Combustível Cap. 04 - Sistema de Alimentação e Combustível SISTEMA DE ALIMENTAÇÃO O Sistema de Alimentação, como o nome já diz, se destina a fornecer a mistura ar-combustível ao motor, na pressão e temperatura apropriada.

Leia mais

Carolina Vilanova. 26/12/13 www.omecanico.com.br/modules/revista.php?action=printout&recid=423. Desmontagem e dicas da caixa VW

Carolina Vilanova. 26/12/13 www.omecanico.com.br/modules/revista.php?action=printout&recid=423. Desmontagem e dicas da caixa VW Desmontagem e dicas da caixa VW Vamos apresentar nessa reportagem as características, dicas de manutenção, desmontagem e montagem da caixa de câmbio MQ200, que em suas várias aplicações, equipa a maioria

Leia mais

BFD-MOD.2500 BFDE-MOD. 2500 BFD-MOD.4000 BFDE-MOD. 6500

BFD-MOD.2500 BFDE-MOD. 2500 BFD-MOD.4000 BFDE-MOD. 6500 BFD-MOD.2500 BFDE-MOD. 2500 BFD-MOD.4000 BFDE-MOD. 6500 VERSÃO 08/12 Índice Motogerador BFD/BFDE 2500, BFD 4000 e BFDE 6500 Indicador de Componentes 1. Funcionamento do Motor Diesel 1.1 Abastecimento (Óleo

Leia mais

Operação: Máquinas Térmicas I Prof. Eduardo Loureiro Motores de combustão por compressão (DIESEL).

Operação: Máquinas Térmicas I Prof. Eduardo Loureiro Motores de combustão por compressão (DIESEL). Máquinas Térmicas I Prof. Eduardo Loureiro Motores de combustão por compressão (DIESEL). Operação: Nos motores de ignição por compressão, apenas ar é induzido para dentro do cilindro no tempo de admissão.

Leia mais

Rebitador de Rosca DR7-0312 Manual de Operações www.ldr2.com.br

Rebitador de Rosca DR7-0312 Manual de Operações www.ldr2.com.br Rebitador de Rosca DR7-0312 Manual de Operações www.ldr2.com.br 1. DADOS TÉCNICOS Modelo Medida de bicos para rebite de rosca Força de tração Velocidade Pressão de trabalho Peso líquido DR7-0312 M3 M4

Leia mais

11/07 246-04/00 072413 REV.1 SOMENTE PARA USO DOMÉSTICO. www.britania.com.br sac@britania.com.br ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR MANUAL DE INSTRUÇÕES

11/07 246-04/00 072413 REV.1 SOMENTE PARA USO DOMÉSTICO. www.britania.com.br sac@britania.com.br ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR MANUAL DE INSTRUÇÕES 11/07 246-04/00 072413 REV.1 SOMENTE PARA USO DOMÉSTICO www.britania.com.br sac@britania.com.br ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR MANUAL DE INSTRUÇÕES ELIMINAÇÃO DE PROBLEMAS ASPIRADOR NÃO LIGA Verificar se a

Leia mais

ÍNDICE INTRODUÇÃO. Obrigado por adquirir produtos Toyama.

ÍNDICE INTRODUÇÃO. Obrigado por adquirir produtos Toyama. INTRODUÇÃO ÍNDICE Obrigado por adquirir produtos Toyama. As aplicações das motobombas Toyama são diversas: Agricultura, indústrias, minas, empresas, construções, comunicação, cabeamento subterrâneo, manutenção

Leia mais

Índice. Características

Índice. Características Índice 1 2 4 5 12 14 Características 1 Cuidados para manuseio e operação Leia estes cuidados atentamente e use somente conforme destinado ou instruído. Instruções de segurança têm como objetivo evitar

Leia mais

MANUAL DE FUNCIONAMENTO

MANUAL DE FUNCIONAMENTO MANUAL DE FUNCIONAMENTO Prezado cliente, Nossas embaladoras são desenvolvidas para oferecer economia e, melhoria na apresentação de seus produtos, levando aos consumidores garantia de maior durabilidade

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO MOTOBOMBA A GASOLINA VULCAN VMB552 / VMB552H / VMB653 ATENÇÃO ANTES DE UTILIZAR O EQUIPAMENTO LEIA ATENTAMENTE ESTAS INSTRUÇÕES.

MANUAL DO USUÁRIO MOTOBOMBA A GASOLINA VULCAN VMB552 / VMB552H / VMB653 ATENÇÃO ANTES DE UTILIZAR O EQUIPAMENTO LEIA ATENTAMENTE ESTAS INSTRUÇÕES. MANUAL DO USUÁRIO MOTOBOMBA A GASOLINA VULCAN VMB552 / VMB552H / VMB653 ATENÇÃO ANTES DE UTILIZAR O EQUIPAMENTO LEIA ATENTAMENTE ESTAS INSTRUÇÕES. ÍNDICE 1. Aplicações...3 2. Instalações hidráulicas...4

Leia mais

Seção 12 Conjunto do motor

Seção 12 Conjunto do motor Seção 12 Conjunto do motor Página CONJUNTO DO MOTOR... 164 Instalação do virabrequim... 164 Instale o pistão e a biela... 164 Instalação do eixo de cames... 164 Instalação da bomba de óleo... 165 Instalação

Leia mais

BORRA DE ÓLEO. Qual o motivo da formação da borra?

BORRA DE ÓLEO. Qual o motivo da formação da borra? BORRA DE ÓLEO Uma vez que um grande número de veículos vem apresentando problemas de borra de óleo, acendimento intermitente de luz de óleo no painel, ruído no motor e possível travamento do motor por

Leia mais

PROCEDIMENTO DE MONTAGEM PASSO A PASSO

PROCEDIMENTO DE MONTAGEM PASSO A PASSO 3189P RETENTOR APLICADO NO CUBO DE RODA TRASEIRO DO EIXO MÉRITOR 1) Após desmontagem e limpeza do cubo, verificar o estado do alojamento do mesmo. 5) O retentor deverá ser aplicado até o encosto final

Leia mais

Manual de instruções. Meghi Power Náutico 7,0CV Meghi Power Náutico Partida Elétrica 7,0CV

Manual de instruções. Meghi Power Náutico 7,0CV Meghi Power Náutico Partida Elétrica 7,0CV Meghi Power Náutico 7,0CV Meghi Power Náutico Partida Elétrica 7,0CV Manual de instruções Antes de utilizar a seu Motor Meghi Power, leia atentamente as instruções contidas neste manual. É com grande

Leia mais

CASA DE MÁQUINAS MANUAL DE INSTALAÇÃO

CASA DE MÁQUINAS MANUAL DE INSTALAÇÃO CASA DE MÁQUINAS MANUAL DE INSTALAÇÃO CASA DE MÁQUINAS Item essencial para qualquer tipo de piscina. É nela que ficam acondicionados o Sistema Filtrante (Filtro e Bomba) registros, válvulas, fios e acionadores.

Leia mais

PLANO DE MANUTENÇÃO. incl. Planos A + B + B1 execução. rotinas + procedimentos FROTA SIM - SISTEMA INTEGRADO DE MANUTENÇÃO

PLANO DE MANUTENÇÃO. incl. Planos A + B + B1 execução. rotinas + procedimentos FROTA SIM - SISTEMA INTEGRADO DE MANUTENÇÃO PLANO DE MANUTENÇÃO C incl. Planos A + B + B1 execução rotinas + procedimentos FROTA OPERAÇÃO URBANA 1) Principais objetivos : Avaliação anual (aproxim.) do estado mecânico do veículo Acertos mecânicos

Leia mais

Manual de Operação e Manutenção

Manual de Operação e Manutenção SPBU7833-03 Setembro 2008 (Tradução: Setembro 2008) Manual de Operação e Manutenção Motores Industriais 1103 e 1104 DC (Motor) DD (Motor) DJ (Motor) DK (Motor) RE (Motor) RG (Motor) RJ (Motor) RR (Motor)

Leia mais

ATENÇÃO INFORMAÇÕES SOBRE A GARANTIA

ATENÇÃO INFORMAÇÕES SOBRE A GARANTIA ATENÇÃO INFORMAÇÕES SOBRE A GARANTIA Motor vertical 2 tempos LER O MANUAL DO PROPRIETÁRIO. TRABALHE SEMPRE COM ROTAÇÃO CONSTANTE, NO MÁXIMO 3.600 RPM EVITE ACELERAR E DESACELERAR O EQUIPAMENTO. NÃO TRABALHE

Leia mais

MOTOR DIESEL CHANGCHAI

MOTOR DIESEL CHANGCHAI MOTOR DIESEL Modelo 165F PERIGO A utilização imprópria do equipamento assim como a não observância das normas de segurança, pode resultar em ferimentos graves Leia atentamente este manual antes de operar

Leia mais

ALISADOR DE CONCRETO MANUAL DO USUÁRIO NAC2. Por favor, leia este Manual com atenção pára uso do equipamento.

ALISADOR DE CONCRETO MANUAL DO USUÁRIO NAC2. Por favor, leia este Manual com atenção pára uso do equipamento. ALISADOR DE CONCRETO MANUAL DO USUÁRIO NAC2 Por favor, leia este Manual com atenção pára uso do equipamento. Aviso Importante Certifique-se de verificar o nível de óleo como é descrito a seguir: 1. Nível

Leia mais

Manual Do Usuário BVM - 8000. Certificado de Garantia. Modelo Controle BVM-8000 Nº. PLANATC Tecnologia Eletrônica Automotiva Ltda

Manual Do Usuário BVM - 8000. Certificado de Garantia. Modelo Controle BVM-8000 Nº. PLANATC Tecnologia Eletrônica Automotiva Ltda Certificado de Garantia. Modelo Controle BVM-8000 Nº Manual Do Usuário A Planatc Tecnologia Eletrônica Automotiva Ltda garante o equipamento adquirido contra possíveis defeitos de fabricação pelo período

Leia mais

Manual do Operador Compactador de solo TV6DF

Manual do Operador Compactador de solo TV6DF Manual do Operador Compactador de solo TV6DF Produto importado e distribuído por: www.ccmdobrasil.com.br - info@ccmdobrasil.com.br CNPJ: 76.068.311/0001-54 Inclui manual em português e certificado de garantia

Leia mais

Princípios de Funcionamento do Filtro de do Combustível

Princípios de Funcionamento do Filtro de do Combustível 10 Princípios Princípios de Funcionamento do Sistema de Filtração de Combustível O sistema de alimentação de combustível tem a finalidade de conduzir o combustível, do tanque até a camara de combustão,

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSWV 80 MAX/AD - MSWV 80 MAX/425 - WWV 80 G/425 2 ESTÁGIOS - 175 psig

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSWV 80 MAX/AD - MSWV 80 MAX/425 - WWV 80 G/425 2 ESTÁGIOS - 175 psig CT 2 MSWV 80 MAX/AD MSWV 80 MAX/425 CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR MSWV 80 MAX/AD MSWV 80 MAX/425 2 ESTÁGIOS 175 psig SCHULZ: INÍCIO DE FABRICAÇÃO MAIO/20 WAYNE: INÍCIO DE FABRICAÇÃO AGOSTO/20 CARACTERÍSTICAS

Leia mais

Boletim da Engenharia

Boletim da Engenharia Boletim da Engenharia 15 Instalação, operação e manutenção dos sistemas de refrigeração comercial 03/04 Introdução É bem provável que a maioria das deficiências de operação em sistemas de refrigeração

Leia mais

Manual de Operação setembro / 2010

Manual de Operação setembro / 2010 Hid atec Manual de Operação setembro / 2010 Anotações Assistência Técnica 02 Anotações Assistência Técnica Índice PARTIDA 1. Material necessário 2. Descrição das atividades 3. Ações no caso de anormalidade

Leia mais

SEÇÃO 412-03 Ar-condicionado

SEÇÃO 412-03 Ar-condicionado Ar-condicionado 412-03-1 SEÇÃO 412-03 Ar-condicionado APLICAÇÃO NO VEÍCULO: TROLLER ÍNDICE ASSUNTO PÁGINA FERRAMENTAS ESPECIAIS... 412-03-03 DESCRIÇÃO E OPERAÇÃO... 412-03-04 AR-CONDICIONADO... 412-03-04

Leia mais

Propriedades Físicas do Ar Compressibilidade O ar permite reduzir o seu volume quando sujeito à ação de uma força exterior.

Propriedades Físicas do Ar Compressibilidade O ar permite reduzir o seu volume quando sujeito à ação de uma força exterior. COMPRESSORES DE AR AR COMPRIMIDO O ar comprimido necessita de uma boa preparação para realizar o trabalho proposto: remoção de impurezas, eliminação de umidade para evitar corrosão nos equipamentos, engates

Leia mais

CARVE MOTOR. 50cc V.05

CARVE MOTOR. 50cc V.05 CARVE MOTOR 50cc V.05 Leia atentamente as instruções deste manual. O usuário deve seguir rigorosamente todos os procedimentos descritos, bem como estar ciente dos riscos inerentes à prática de esportes

Leia mais

APLICATIVOS RENAULT. Siemens/Fênix 5

APLICATIVOS RENAULT. Siemens/Fênix 5 CAPÍTULO 11 APLICATIVOS RENAULT Siemens/Fênix 5 MEGANE 2.0 F3R 750/751 1996 em diante LAGUNA 1.8 F3P B670/S724 1996 em diante LAGUNA 2.0 F3R 722/723 1996 em diante LAGUNA 2.0 16V N7Q 700 1996 em diante

Leia mais

Manual Do Usuário. Monogás Tester. MonoGás Nº. PLANATC Tecnologia Eletrônica Automotiva Ltda Certificado de Garantia.

Manual Do Usuário. Monogás Tester. MonoGás Nº. PLANATC Tecnologia Eletrônica Automotiva Ltda Certificado de Garantia. Certificado de Garantia. Modelo Controle MonoGás Nº A Planatc Tecnologia Eletrônica Automotiva Ltda garante o equipamento adquirido contra possíveis defeitos de fabricação pelo período de 6 meses, a partir

Leia mais

Procedimento de Verificação

Procedimento de Verificação Procedimento de Verificação 1. Verificação da pressão de trabalho. Para o bom funcionamento dos canhões, a pressão de trabalho deverá ser no mínimo de 5,5bar e no máximo 7,5 bar. Manómetro Válvula de Segurança

Leia mais

bambozzi MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL PARA SOLDA ELÉTRICA MODELO OL-DUPLO - SEMI FECHADO

bambozzi MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL PARA SOLDA ELÉTRICA MODELO OL-DUPLO - SEMI FECHADO A SSISTÊNCIAS T ÊCNICASAUTORIZADAS acesse: www.bambozzi.com.br/assistencias.html ou ligue: +55 (16) 33833806 / 33833807 bambozzi MANUAL DE INSTRUÇÕES BAMBOZZI PRODUTOS ESPECIAIS LTDA. Av. XV de Novembro,

Leia mais

Estrada do Engenho D água 1330, Box 32, Anil. Rio de Janeiro, RJ, Cep: 22765-240. Contato via telefone:

Estrada do Engenho D água 1330, Box 32, Anil. Rio de Janeiro, RJ, Cep: 22765-240. Contato via telefone: Estrada do Engenho D água 1330, Box 32, Anil. Rio de Janeiro, RJ, Cep: 22765-240 Contato via telefone: Rio de Janeiro: (21) 3072-3333 São Paulo: (11) 3522-4773 Vitória: (27) 4062-8307 Belo Horizonte: (31)

Leia mais

Apostila Didática Nº 2. Motores de Combustão Interna. Prof. Dr. Carlos Eduardo Angeli Furlani Prof. Dr. Rouverson Pereira da Silva

Apostila Didática Nº 2. Motores de Combustão Interna. Prof. Dr. Carlos Eduardo Angeli Furlani Prof. Dr. Rouverson Pereira da Silva Apostila Didática Nº 2 Motores de Combustão Interna Prof. Dr. Carlos Eduardo Angeli Furlani Prof. Dr. Rouverson Pereira da Silva Jaboticabal SP 2006 1 INDICE 1. Introdução..............................................................

Leia mais

Patio Heater. Aquecedor de Ambiente Externo. Premium PH-2750

Patio Heater. Aquecedor de Ambiente Externo. Premium PH-2750 Patio Heater Aquecedor de Ambiente Externo Premium PH-2750 Rua João Álvares Soares, 1530 Campo Belo, São Paulo SP, Cep 04609-004, Brasil. Telefax: (011) 5044-1683 Site: www.generalheater.com.br / E-mail:

Leia mais

Manual Técnico de Instalação, Operação e Manutenção. Filtro Cartucho

Manual Técnico de Instalação, Operação e Manutenção. Filtro Cartucho Manual Técnico de Instalação, Operação e Manutenção ISO 9001:2008 VENTEC AMBIENTAL EQUIPAMENTOS E INSTALAÇÕES LTDA Rua André Adolfo Ferrari, nº 550 - Distrito Industrial Nova Era - Indaiatuba - São Paulo

Leia mais

TURBO INSTRUÇÕES GERAIS

TURBO INSTRUÇÕES GERAIS PASSO 1: ANTES DE SUBSTITUIR UM TURBO É importante conduzir uma verificação de diagnóstico completa do sistema do motor para determinar se a falha é realmente no turbocompressor. Falta de potência, ruido,

Leia mais

www.wackergroup.com 0161715 008 1207 pt Compactadores BS 50 / BS 60 / BS 70 BS 500 / BS 600 / BS 700 BS 65 / BS 650 DS 70 / DS 720 MANUAL DE REPARO

www.wackergroup.com 0161715 008 1207 pt Compactadores BS 50 / BS 60 / BS 70 BS 500 / BS 600 / BS 700 BS 65 / BS 650 DS 70 / DS 720 MANUAL DE REPARO www.wackergroup.com 0161715 008 1207 pt Compactadores BS 50 / BS 60 / BS 70 BS 500 / BS 600 / BS 700 BS 65 / BS 650 DS 70 / DS 720 MANUAL DE REPARO 0 1 6 1 7 1 5 Reparo de Compactadores Este manual cobre

Leia mais

Instruções para o Motorista

Instruções para o Motorista Eaton Fuller Heavy Duty Transmissions Instruções para o Motorista Fuller Heavy Duty Transmissions FTS- XX108LL Abril 2009 CUIDADOS Leia completamente as instruções para o motorista antes de operar a transmissão.

Leia mais

Conteúdo: Introdução...3. Aplicação...3. Segurança Operacional...3-6. Antes de iniciar a operação...6. Operação...6-7. Manutenção...

Conteúdo: Introdução...3. Aplicação...3. Segurança Operacional...3-6. Antes de iniciar a operação...6. Operação...6-7. Manutenção... 1 Conteúdo: Introdução...3 Aplicação...3 Segurança Operacional...3-6 Antes de iniciar a operação...6 Operação...6-7 Manutenção...8-9 Transporte...10 Especificação...10 Resolução de problemas...11 Garantia...12

Leia mais

MÁQUINAS P/ CONSTRUÇÃO CIVIL COMPACTADOR SP-75 MANUAL DO PROPRIETÁRIO

MÁQUINAS P/ CONSTRUÇÃO CIVIL COMPACTADOR SP-75 MANUAL DO PROPRIETÁRIO COMPACTADOR SP-75 MANUAL DO PROPRIETÁRIO AVISO Antes de operar o COMPACTADOR SP-75 ou realizar qualquer operação de manutenção, DEVE-SE LER e ESTUDAR este manual. CONHEÇA e utilize os controles da unidade

Leia mais

COMPRESSOR MANUAL DO PROPRIETÁRIO DENTAL/MEDICAL OIL-FREE WWW.SCHUSTER.IND.BR PERIFÉRICOS ODONTOLÓGICOS

COMPRESSOR MANUAL DO PROPRIETÁRIO DENTAL/MEDICAL OIL-FREE WWW.SCHUSTER.IND.BR PERIFÉRICOS ODONTOLÓGICOS COMPRESSOR S45 DENTAL/MEDICAL OIL-FREE MANUAL DO PROPRIETÁRIO COMPRESSOR S45 110V PERIFÉRICOS ODONTOLÓGICOS WWW.SCHUSTER.IND.BR 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. INTRODUÇÃO... 3 3. TERMOS DE GARANTIA... 3 4. ESPECIFICAÇÕES

Leia mais

Boletim da Engenharia

Boletim da Engenharia Boletim da Engenharia 10 Verificação e Ajuste da Folga Axial dos Compressores Parafuso 11/02 Tipos de compressores: OS.53 / OS.70 / OS.74 HS.53 / HS.64 / HS.74 HSKC 64 / HSKC 74 Sumário Página 1 Introdução

Leia mais

SOPRADOR ASPIRADOR GASOLINA 2T. Manual do Operador

SOPRADOR ASPIRADOR GASOLINA 2T. Manual do Operador SOPRADOR ASPIRADOR GASOLINA 2T Manual do Operador 360422 Agradecemos por optar por um produto de jardinagem Matsuyama. O Soprador Aspirador Matsuyama é desenhado e construído para proporcionar performance

Leia mais

Máquinas de Gelo em Escama QF800-QC700. Instalação. Sistema Elétrico. Localização da Máquina de Gelo

Máquinas de Gelo em Escama QF800-QC700. Instalação. Sistema Elétrico. Localização da Máquina de Gelo Máquinas de Gelo em Escama QF800-QC700 Instalação Localização da Máquina de Gelo Sistema Elétrico O local selecionado para a máquina de gelo deve atender os critérios seguintes. Se algum desses critérios

Leia mais

MOTOR 9-1 MOTOR CONTEÚDO

MOTOR 9-1 MOTOR CONTEÚDO R1 MOTOR 9-1 MOTOR CONTEÚDO página INFORMAÇÕES GERAIS IDENTIFICAÇÃO DO MOTOR...1 TUCHOS HIDRÁULICOS...2 DIAGNOSE E TESTE DIAGNÓSTICO DE MANUTENÇÃO DIESEL DESEMPENHO... 3 DIAGNÓSTICO DE MANUTENÇÃO DIESEL

Leia mais

Rosqueadeiras. Manual de Instruções

Rosqueadeiras. Manual de Instruções Manual de Instruções 2 NOMAQ Roscar/Cortar/Escarear Modelos para tubos de ½ a 6 Modelo NQ-R2 NQ-R2A NQ-R4 NQ-R6 Roscas Tubos 1/2, 3/4, 1, 2 1/2, 3/4, 1, 2 1/2, 3/4, 1, 2, 2.1/2, 4 2.1/2, 4, 5, 6 Roscas

Leia mais

Localização dos Componentes

Localização dos Componentes 1 of 40 21/07/2014 18:54 CAPÍTULO 15 AUDI A4 1.8 ADR 1995 em diante AUDI A4 1.8 TURBO AEB 1995 em diante COMO FUNCIONA ESTE SISTEMA Este sistema é multiponto seqüencial, com 4 válvulas injetoras que possui

Leia mais

COMO MEDIR A PRESSÃO DO ÓLEO

COMO MEDIR A PRESSÃO DO ÓLEO Página 1 de 6 COMO MEDIR A PRESSÃO DO ÓLEO MOTOR WILLYS 6 CILINDROS BF-161 Com uma simples medição da pressão do óleo você pode avaliar o estado geral do seu motor Willys seja ele novo ou usado e evitar

Leia mais

BOMBA-FILTRO MANUAL DO UTILIZADOR

BOMBA-FILTRO MANUAL DO UTILIZADOR ESPECIALISTA EM INSUFLÁVEIS BOMBA-FILTRO MANUAL DO UTILIZADOR Para os modelos: 110 220v Leia atentamente e guarde para referência futura! 1 INSTRUÇÕES Agradecemos-lhe a compra da nossa bomba-filtro. Pensamos

Leia mais

CAPRECY Conheça o equipamento italiano que combina o hidrojato sugador com um sistema de reciclagem contínuo de água.

CAPRECY Conheça o equipamento italiano que combina o hidrojato sugador com um sistema de reciclagem contínuo de água. CAPRECY Conheça o equipamento italiano que combina o hidrojato sugador com um sistema de reciclagem contínuo de água. Com CAPRECY, a economia é tão clara quanto a água. São Paulo 2 A NOVITÀ importa e distribui

Leia mais

Manual Operacional Avançado

Manual Operacional Avançado Manual Operacional Avançado 1 CARTA AO CLIENTE Prezado Cliente, Ficamos muito honrados e agradecidos pela escolha de nosso equipamento. Neste manual você encontrará as informações necessárias para operar

Leia mais

PLANO DE MA NU TEN ÇÃO

PLANO DE MA NU TEN ÇÃO SIM - SISTEMA INTEGRADO DE MAUTENÇÃO PLANO DE MA NU TEN ÇÃO C incl. Planos A + B + B1 execução roteiro + pro ce di men tos 1) Principais Ob je ti vos: => Avaliação anual (aproxim.) do estado mecâ nico

Leia mais

PRINCIPAIS DEFICIÊNCIAS EM CIRCUITOS HIDRÁULICOS QUE OCASIONAM FALHAS EM BOMBAS HIDRÁULICAS

PRINCIPAIS DEFICIÊNCIAS EM CIRCUITOS HIDRÁULICOS QUE OCASIONAM FALHAS EM BOMBAS HIDRÁULICAS INFORMATIVO TÉCNICO N 019/09 INFORMATIVO TÉCNICO PRINCIPAIS DEFICIÊNCIAS EM CIRCUITOS HIDRÁULICOS QUE OCASIONAM FALHAS EM BOMBAS HIDRÁULICAS 1/21 INFORMATIVO TÉCNICO N 019/09 O PRINCIPAL COMPONENTE DE

Leia mais

11130 à 22140 790P / 7110S 8140 / 7110 790S

11130 à 22140 790P / 7110S 8140 / 7110 790S Marca: VW Sistema: MOTOR 1 ANÉIS DOS PISTÕES E CASQUILOS - SUBSTITUIR - TROCAR 1 KIT MOTOR 5.00 5.00 5.00 5.00 7.00 12.00 12.00 12.00 12.00 12.00 12.00 12.00 12.00 2 BOMBA D'ÁGUA - REAPERTAR (BOMBA D`ÁGUA

Leia mais

GUIA DE LOCALIZAÇÃO DE PEÇAS PARA O GVE

GUIA DE LOCALIZAÇÃO DE PEÇAS PARA O GVE ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO DIRETORIA DE GESTÃO PATRIMÔNIAL GERÊNCIA DE BENS MÓVEIS GUIA DE LOCALIZAÇÃO DE PEÇAS PARA O GVE G E VEÍCULOS LEVES 2007 1 2 ESTADO DE SANTA

Leia mais

V.7. Noções Básicas sobre o uso da Potência e do Torque do Motor.

V.7. Noções Básicas sobre o uso da Potência e do Torque do Motor. V.7. Noções Básicas sobre o uso da Potência e do Torque do Motor. V.7.1. Torque Quando você faz força para desrosquear uma tampa de um vidro de conservas com a mão, se está aplicando torque. O torque é

Leia mais

Manual de Uso Equipamentos

Manual de Uso Equipamentos COMPACTADOR DE SOLOS Preservar o equipamento e tomar os devidos cuidados na hora de carregar e descarregar o equipamento do veículo. Se feito de forma incorreta ou imprudente podem ocorrer diversas avarias

Leia mais

CONTROLE DO COMPRESSOR DE REFRIGERAÇÃO

CONTROLE DO COMPRESSOR DE REFRIGERAÇÃO Ferramental [1] Caixa Exxoclim (ver manual da montadora) : Flash equipamento 2.4.2-1) [2] Estação de recuperação, reciclagem, escoamento a vácuo, carga [3] Kit tampões (climatização) : (-).1701-HZ Controle

Leia mais

SEGURANÇA DE EVITAR QUE SUGUE OBJETOS QUE POSSAM DANIFICALO.

SEGURANÇA DE EVITAR QUE SUGUE OBJETOS QUE POSSAM DANIFICALO. MANUAL DE INSTRUÇÃO RCO20 FILTRO DE AR CÔNICO BAIXO COM 60.0MILIMETROS(MM) DE ALTURA COM A BOCA DE ENCAIXE DE 52.0MM IDEAL PARA TURBINAS PEQUENAS COMO (KKK,T2,T4). FILTRO COM BASE DE ENCAIXE EM BORRACHA

Leia mais

CAR SERVICE DIESEL CENTER ATENÇÃO!! Instrucções a seguir para a substituição de um turbocompressor

CAR SERVICE DIESEL CENTER ATENÇÃO!! Instrucções a seguir para a substituição de um turbocompressor ATENÇÃO!! A experiência tem-nos demonstrado que a origem da avaria de um turbocompressor deve ao seu envolvente. Por isso, é fundamental conhecer a causa que provocou a avaria, para corrigi-la e não tornar

Leia mais

BFG 260 2T BFG 260R 2T BFG 600 2T (costal)

BFG 260 2T BFG 260R 2T BFG 600 2T (costal) BFG 260 2T BFG 260R 2T BFG 600 2T (costal) (recolhedor) Índice 1. Indicador de Componentes... 03 2. Instruções de Segurança... 04 3. Características Técnicas... 04 4. Transporte... 05 5. Antes de Ligar

Leia mais

Sistema de Lubrificação e Norma sobre Lubrificantes MOTOR

Sistema de Lubrificação e Norma sobre Lubrificantes MOTOR Sistema de Lubrificação e Norma sobre Lubrificantes MOTOR MOTOR EA111 MOTOR EA888 Professor SCOPINO Técnico e Administrador da Auto Mecânica Scopino Professor do Umec Universo do Mecânico Ex-Professor

Leia mais

MÁQUINA PARA COSTURAR BOCA DE SACO

MÁQUINA PARA COSTURAR BOCA DE SACO MANUAL DE INSTRUÇÃO MÁQUINA PARA COSTURAR BOCA DE SACO MODELO: SS-26-1W - 1 - MÁQUINA PARA COSTURAR BOCA DE SACO Leia atentamente as instruções antes de iniciar o uso: a) Verificar se a voltagem está correta

Leia mais

Serviço. Instruções de manutenção

Serviço. Instruções de manutenção Serviço Instruções de manutenção Serviço Instruções de manutenção Notas de assistência Edição 1 Esta publicação não está sujeita a nenhum serviço de alterações. Novas versões podem ser encontradas em

Leia mais

19. INFORMAÇÕES DE SERVIÇO 19-1 LUZES/INDICADORES/ INTERRUPTORES NX-4 FALCON

19. INFORMAÇÕES DE SERVIÇO 19-1 LUZES/INDICADORES/ INTERRUPTORES NX-4 FALCON NX-4 FALCON 19. LUZES/INDICADORES/ INTERRUPTORES LOCALIZAÇÃO DO SISTEMA 19-0 INFORMAÇÕES DE SERVIÇO 19-1 SUBSTITUIÇÃO DAS LÂMPADAS 19-3 PAINEL DE INSTRUMENTOS 19-5 TACÔMETRO 19-9 SENSOR DO NÍVEL DE COMBUSTÍVEL

Leia mais

Prezado Cliente, agradecemos a sua confiança e preferência pela nossa enxada mecânica. Temos a certeza de que a utilização desta sua máquina satisfará plenamente as suas exigências. Para que a máquina

Leia mais

Como cuidar do seu compressor portátil

Como cuidar do seu compressor portátil Como cuidar do seu compressor portátil Insert picture here and delete this rectangle Marketing APE - 2012 Instruções de Operação e Manutenção Compressores Portáteis, produzidos pela Atlas Copco Como cuidar

Leia mais

Lavadora de Pressão LPRESS LP 2

Lavadora de Pressão LPRESS LP 2 0/ 746-09-05 776804 REV. Lavadora de Pressão LPRESS LP Manual de Instruções INTRODUÇÃO Parabéns pela escolha da Lavadora de Pressão LPRESS LP. Para garantir o melhor desempenho de seu produto, leia atentamente

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES MAQUINA DE LIMPEZA E TESTE DE BICOS INJETORES / TESTE DE ATUADORES CORPO DE BORBOLETA ELETRÔNICO/PEDAL ACELERADOR/VALVULA TERMOSTÁTICA MODELO KA-080 www.kitest.com.br Indústria Brasileira

Leia mais

Componentes Básicos. Tanque único. Modelo. * Opcional. Vazão 100L/min. 15W40. Linha: 80 PSI. Opcionais. Régua de Distribuição.

Componentes Básicos. Tanque único. Modelo. * Opcional. Vazão 100L/min. 15W40. Linha: 80 PSI. Opcionais. Régua de Distribuição. Componentes Básicos Configurações e Características Conceito inovador Suprimentos de óleos hidráulicos por impulsão à baixa pressão, que eliminam propulsoras pneumáticas, bombas e motores hidráulicos,etc.

Leia mais

1 Alteração das imagens do aparelho Kaue 11-08-2011 2 Alteração na capacidade do reservat rio, de 1600ml para 1400ml Kaue 20-09-2011

1 Alteração das imagens do aparelho Kaue 11-08-2011 2 Alteração na capacidade do reservat rio, de 1600ml para 1400ml Kaue 20-09-2011 1 Alteração das imagens do aparelho Kaue 11-08-2011 2 Alteração na capacidade do reservat rio, de 1600ml para 1400ml Kaue 20-09-2011 07/11 719-09-05 775788 REV.2 Vapor Tapete Clean 719-09-05 2 Parabéns

Leia mais

Manual de Instruções e Certificado de Garantia

Manual de Instruções e Certificado de Garantia CHAVE DE IMPACTO 3/4" SGT-0543 07 01 05 4300 Manual de Instruções e Certificado de Garantia Identificação da Empresa SIGMA TOOLS Comércio de Máquinas, Equipamentos e Acessórios LTDA Rua Joaquim Lapas Veiga,

Leia mais

Princípio de Funcionamento dos Filtros do Ar

Princípio de Funcionamento dos Filtros do Ar MÓDULO 3 Sistema de Alimentação do Ar Após passar por um filtro do ar que é responsável pela eliminação das impurezas contidas no ar ambiente, o ar é aspirado pelo motor através de seus êmbolos. Figura

Leia mais

Compressores de Ar de Parafusos Rotativos Lubrificados

Compressores de Ar de Parafusos Rotativos Lubrificados Compressores de Ar de Parafusos Rotativos Lubrificados Séries-R 55-75 kw/75-100 hp Compressores Rotativos 3 Um Novo Nível de Confiabilidade, Eficiência e Produtividade Os compressores de ar de parafuso

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/50 - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO - 120 psig

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/50 - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO - 120 psig SCHULZ: INÍCIO DE FABRICAÇÃO - ABRIL/005 CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/ - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO - 10 psig CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ISENTO DE ÓLEO L C DESLOCAMENTO TEÓRICO pés /min PRESSÃO MÁX.

Leia mais