Painés tipo 8DA e 8DB até 40,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Painés tipo 8DA e 8DB até 40,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos"

Transcrição

1 Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Painel de Distribuição de Média Tensão Catálogo H nswers for infrastructure and cities.

2 R-H35-1.tif Uso típico Rede de alimentação elétrica pública Uso típico Eletrificação ferroviária Uso típico Indústria R-H tif R-H tif Uso típico Instalação no mar alto e indústria R-H tif R-H tif R-H35-17.tif 2 Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

3 Índice Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Painéis de Distribuição de Média Tensão Catálogo H Campo de aplicação Página Versões, exemplos de aplicação, características técnicas e 5 Requisitos Características, segurança, tecnologia 6 e 7 Dados técnicos Dados elétricos 8 e 9 Planeamento do local 10 e 11 Dados de expedição 12 Classificação 13 Dimensões Vistas de frente, seções, aberturas no piso, pontos de fixação 1 até 25 Gama de produtos Cubículos de barramento simples 26 e 27 Cubículos de barramento duplo 28 até 35 Projeto Projeto básico do cubículo 36 e 37 Esquema de recintos de gás 38 e 39 Componentes Disjuntor a vácuo 0 e 1 Chave seccionadora de três posições 2 e 3 Painel de comando Barramento, dispositivos no barramento 5 Transformadores de corrente e de tensão 6 e 7 Conexão do cubículo 8 e 9 Conexão do cubículo (conector de cabo e conexões de barramento comerciais) 50 Equipamentos de indicação e medição 51 até 5 Equipamentos de proteção, controle, medição e monitoramento 55 Versão NSI 56 até 59 Normas Normas, especificações, diretrizes 60 e 61 Primeiro 8D10 no de fabrico Os produtos e sistemas descritos neste catálogo serão fabricados e vendidos segundo um sistema de gestão de qualidade certificado (segundo ISO 9001, ISO 1001 e BS OHSS 101). Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

4 Campo de aplicação Versões R-H eps R-H eps R-H eps Cubículo de disjuntores 8D10 Cubículo de disjuntores 8DB10 Cubículo de disjuntores 8D11/12 Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

5 Campo de aplicação Exemplos de aplicação, características técnicas Os painéis fixos com disjuntores 8D e 8DB são painéis para o interior, montados de fábrica, com teste de tipo, invólucro metálico unipolar, separação metálica, isolados a SF 6 para aplicações de barramento simples e duplo, assim como para sistemas de eletrificação ferroviária. São aplicados em subestações de transformação e de distribuição, por exemplo, em: Companhias elétricas Centrais elétricas Indústria cimenteira Indústria automobilística Instalações siderúrgicas Trenes de laminagem Indústria mineira Indústria têxtil e alimentícia Indústria química Indústria petrolífera Estações de geração eólica Instalações em alto mar Indústria eletroquímica Indústria petroquímica Instalações portuárias Centrais diesel Estações de fornecimento de emergência Minas de linhite a céu aberto Painéis de eletrificação ferroviária. Dados elétricos (valores máximos) e dimensões Painéis de barramento simples e duplo Tensão nominal kv ,5 Frequência nominal Hz 50 / / / / 60 Tensão suportável nominal de curta duração a frequência industrial kv 28 1) ) Tensão suportável nominal de impulso atmosférico kv Corrente suportável nominal de pico k 100/10 100/10 100/10 100/10 Corrente suportável nominal de curto-circuito k 100/10 100/10 100/10 100/10 Corrente suportável nominal de curta duração 3 s k Corrente nominal de fechamento de curto-circuito k Corrente nominal de regime contínuo para barramento Corrente nominal de regime contínuo para ligações Largura mm Profundidade Barramento simples mm Barramento duplo mm ltura Padrão mm Com compartimento de baixa tensão mais alto mm Painéis de eletrificação ferroviária unipolares e bipolares Tensão nominal kv 17,5 27,5 Frequência nominal Hz 16,7 50/60 Tensão suportável nominal de curta duração a frequência industrial kv Tensão suportável nominal de impulso atmosférico kv Corrente suportável nominal de pico k Corrente suportável nominal de curto-circuito k Corrente suportável nominal de curta duração 3 s k 31,5 31,5 Corrente nominal de fechamento de curto-circuito k 31,5 31,5 Corrente nominal de regime contínuo para barramento Corrente nominal de regime contínuo para ligações Largura mm Profundidade Painéis de eletrificação ferroviária unipolares mm Painéis de eletrificação ferroviária bipolares mm ltura Padrão mm Com compartimento de baixa tensão mais alto mm ) 2 kv / 75 kv de acordo com alguns requisitos nacionais 2) 95 kv / 185 kv de acordo com alguns requisitos nacionais Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

6 Requisitos Características Segurança Independência do meio ambiente parte de média tensão encapsulada dos painéis 8D e 8DB é adequada para a aplicação em condições ambientais agressivas, tais como ar salgado umidade do ar poeira contaminação. Está protegida contra a penetração de corpos estranhos, tais como poeira sujeira animais pequenos. aplicação depende da altura de instalação. Compacidade o utilizar uma isolação SF 6, obtêm-se dimensões compactas. Deste modo as salas elétricas existentes serão utilizadas de forma eficaz as construções novas são mais econômicas as superfícies nos centros urbanos serão utilizadas de forma econômica. Liberdade de manutenção s caixas dos painéis designadas como sistema de pressão selado (sealed pressure system), os mecanismos de atuação livre de manutenção e os conectores de cabo encapsulados proporcionam máxima segurança de fornecimento segurança do pessoal estanqueidade ao longo de toda a vida útil segundo IEC (sistema de pressão selado) gastos de operação reduzidos investimento econômico. Inovação utilização de sistemas secundários digitais e equipamentos de proteção e de controle combinados proporciona uma clara integração nos sistemas de controle de processo ajustes flexíveis e simples a novos estados do painéis e, deste modo, a um serviço econômico. Vida útil Sob condições normais de operação, a vida útil dos painéis isolados a gás 8D e 8DB é de pelo menos 35 anos, provavelmente 0 a 50 anos, considerando a estanqueidade do invólucro metálico do painel. vida útil é limitada pelo número máximo de ciclos de operação dos dispositivos instalados no painel para disjuntores de acordo com a classe de durabilidade segundo a norma IEC chaves seccionadoras de três posições sem carga e chaves de aterramento de acordo com a classe de durabilidade segundo a norma IEC Segurança pessoal Invólucro primário hermeticamente fechado e protegido contra contatos diretos Todas as partes sob alta tensão, incluindo as caixas terminais, os barramentos e os transformadores de tensão têm um invólucro metálico Sistema de detecção de tensão capacitativa para verificação da isolação segura da entrada de energia Mecanismos de operação e contato auxiliares acessíveis sem perigo fora do invólucro primário (caixa do painel) Operação só possível com o invólucro fechado devido ao sistema Classe de proteção padrão IP 65 para todas as partes do circuito primário sob alta tensão, IP 3XD para o invólucro dos painéis segundo as normas IEC e VDE 0-1 Elevada proteção contra arcos internos através de intertravamentos lógicos e invólucro dos painéis testado Cubículos com testes de arco interno até 0 k Proteção contra manobras incorretas através de intertravamentos lógicos mecânicos terramento com capacidade de fecho através do disjuntor. Segurança de operação Invólucro primário fechado independente das influências ambientais (sujeira, umidade e animais pequenos) Livre de manutenção para clima de interiores segundo as normas IEC e VDE São excluídos curto-circuitos bifásicos e trifásicos entre os condutores primários devido ao invólucro primário unipolar. Nas redes isoladas e compensadas, as correntes de defeito a terra apagam-se automaticamente Mecanismos de interruptores acessíveis fora do invólucro primário (caixa do painel) Transformadores de tensão indutivos em invólucro metálico e ligável, dispostos fora da caixa de gás SF 6 Transformadores de corrente de tipo toroidal, dispostos fora da caixa de gás SF 6 Proteção total contra manobra incorreta com intertravamentos lógicos Caixa de painel aparafusada, estanque por toda a vida Carga mínima de incêndio Opcional: Versão assísmica. Confiabilidade Submetido a testes de tipo e rotina Padronizado e fabricado usando máquinas de controle numérico Sistema de gestão da qualidade segundo a norma DIN EN ISO 9001 Mais de.000 cubículos de Siemens em operação em todo o mundo. 6 Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

7 Requisitos Tecnologia Informações gerais Invólucro unipolar da parte primária através de caixas modulares de liga de alumínio resistente à corrosão Gás isolante SF 6 Chave seccionadora de três posições como seccionador do barramento e chave de aterramento da derivação terramento com capacidade de fecho através do disjuntor a vácuo Dimensões compactas através de isolação SF 6 Caixas dos painéis aparafusadas hermeticamente, de liga de alumínio resistente à corrosão Barramento unipolar isolado em SF 6, em invólucro metálico Conexão de cabos com sistema de ligação do cone interior ou para conectar barramentos com isolação a gás ou sólidos Encostado na parede ou isolado Montagem e extensibilidade de painéis existentes para os dois lados sem modificar os cubículos existentes. Intertravamentos Segundo as normas IEC e VDE Proteção contra manobras incorretas através de intertravamentos lógicos mecânicos chave seccionadora de três posições só é comutável se o disjuntor estiver na posição DESLIGDO O disjuntor só é comutável se a chave seccionadora de três posições estiver na posição final e a alavanca de operação estiver retirada Dispositivo de imobilização para o disjuntor Dispositivo de imobilização para a chave seccionadora de três posições Dispositivo de imobilização para "derivação aterrada" Opcional: Intertravamentos eletromagnéticos. Projeto modular Substituição das caixas de conexão do cubículo ou do disjuntor possível sem interromper a operação do barramento Compartimento de baixa tensão desmontável, conduções ligáveis em circuito fechado Extensão dos painéis de barramento duplo 8DB10 possível sem interromper a operação Opcional: Extensão dos painéis de barramento simples 8D10 sem interromper a operação. Transformadores Transformadores de corrente sem solicitações dielétricas Transformadores de tensão em invólucro metálico, ligável e seccionável. Disjuntor a vácuo Livre de manutenção sob condições normais de operação segundo as normas IEC e VDE Sem relubrificação e reajustes Tubos de comutação a vácuo estanques por toda a vida té ciclos de operação (livres de manutenção) Opcional: té ciclos de operação (é necessário efetuar uma manutenção). Sistemas secundários Equipamentos de proteção, de medição e de controle comerciais Opcional: Relê digital de proteção multifuncional com funções de proteção, controle, comunicação, operação e monitoramento Integrável em sistemas de controle de processo. Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

8 Dados técnicos Dados elétricos, pressão de enchimento, temperatura para painéis de barramento simples e duplo Dados elétricos conjuntos, pressão de enchimento e temperatura Nível de isolação atribuído Tensão nominal U r kv ,5 Tensão suportável nominal de curta duração a frequência industrial U d : fase /terra, no intervalo entre contatos abertos kv através da distância de isolação kv Tensão suportável nominal de impulso atmosférico U p : fase /terra, no intervalo entre contatos abertos kv através da distância de isolação kv 28 1) 50 2) 32 1) 60 2) ) 90 3) 185 ) 220 ) Frequência nominal f r Hz 50 / / / / 60 Corrente nominal I r para o barramento 9) Pressão de enchimento nominal p re para o barramento / 120 kpa a 20 C Pressão funcional mínima p me 50 / 100 kpa a 20 C Temperatura ambiente 5 C até + 55 C Dados dos cubículos Cubículo de Corrente nominal I 9) r disjuntores, cubículo com seccionador 6) Corrente suportável nominal de curta duração I k t k = 3 s até k Corrente suportável nominal de pico I 5) p até k 100/10 100/10 100/10 100/10 Corrente nominal de fechamento de curto-circuito I 5) ma até k 100/10 100/10 100/10 100/10 Corrente nominal de corte de curto-circuito I sc até k Tempo de vida do disjuntor com corrente nominal ciclos de operação a vácuo com corrente nominal de corte de curto-circuito 50 operações de corte Pressão de enchimento nominal p re para ligações / 120 kpa a 20 C Pressão funcional mínima p me 50 / 100 kpa a 20 C coplamento longitudinal, acoplamento transversal 7) Corrente nominal I r 9) Corrente suportável nominal de curta duração I k t k = 3 s até k Corrente suportável nominal de pico I 5) p até k 100/10 100/10 100/10 100/10 Corrente nominal de fechamento de curto-circuito I 5) ma até k 100/10 100/10 100/10 100/10 Corrente nominal de corte de curto-circuito I sc até k Tempo de vida do disjuntor com corrente nominal ciclos de operação a vácuo com corrente nominal de corte de curto-circuito 50 operações de corte Pressão de enchimento nominal p re para ligações / 120 kpa a 20 C Pressão funcional mínima p me 50 / 100 kpa a 20 C Cubículo de conexão de cabos, cubículo de medição Corrente nominal I 8) 9) r Corrente suportável nominal de curta duração I k t k = 3 s até k Corrente suportável nominal de pico I 5) p até k 100/10 100/10 100/10 100/10 Pressão de enchimento nominal p re para ligações / 120 kpa a 20 C Pressão funcional mínima p me 50 / 100 kpa a 20 C Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

9 Dados técnicos Dados elétricos, pressão de enchimento, temperatura para painéis de eletrificação ferroviária unipolares e bipolares Dados elétricos conjuntos, pressão de enchimento e temperatura Dados dos cubículos Cubículo de disjuntores, cubículo de chave seccionadora Nível de isolação atribuído Tensão nominal U r kv 17,5 27,5 Tensão nominal segundo IEC 60 / EN kv Tensão suportável nominal de curta duração a frequência industrial U d : fase /terra, no intervalo entre contatos abertos kv através da distância de isolação kv Tensão suportável nominal de impulso atmosférico U p : fase /terra, no intervalo entre contatos abertos kv através da distância de isolação kv ) Frequência nominal f r Hz 16,7 50/60 Corrente nominal I r para o barramento 9) Pressão de enchimento nominal p re para o barramento / 120 kpa a 20 C Pressão funcional mínima p me 50 / 100 kpa a 20 C Temperatura ambiente -5 C a +55 C Corrente nominal I 9) r Corrente suportável nominal de curta duração I k t k = 3 s até k 31,5 31,5 Corrente suportável nominal de pico I 5) p até k /82 Corrente nominal de curto-circuito I 5) ma até k /82 Corrente nominal de corte de curto-circuito I sc até k 31,5 31,5 Tempo de vida do disjuntor a com corrente nominal ciclos de operação vácuo com corrente nominal de corte de curto-circuito 50 operações de corte Pressão de enchimento nominal p re para ligações / 120 kpa bei 20 C Pressão funcional mínima p me 50 / 100 kpa a 20 C coplamento longitudinal Corrente nominal I 9) r Corrente suportável nominal de curta duração I k t k = 3 s até k 31,5 31,5 Corrente suportável nominal de pico I 5) p até k /82 Corrente nominal de fechamento de curto-circuito I 5) ma até k /82 Corrente nominal de corte de curto-circuito I sc até k 31,5 31,5 Tempo de vida do disjuntor a com corrente nominal ciclos de operação vácuo com corrente nominal de corte de curto-circuito 50 operações de corte Pressão de enchimento nominal p re para ligações / 120 kpa a 20 C Pressão funcional mínima p me 50 / 100 kpa a 20 C Notas de pé de página para as páginas 8 e 9 1) Valores superiores para a tensão suportável nominal de curta duração a frequência industrial disponível com: 2 kv para fase / terra e no intervalo entre contatos abertos, bem como 8 kv através da distância de isolação 2) Valores superiores para a tensão suportável nominal de curta duração a frequência industrial disponível com: 65 kv para fase / terra e no intervalo entre contatos abertos, bem como 75 kv através da distância de isolação 3) Valores superiores para a tensão suportável nominal de curta duração a frequência industrial disponível com: 95 kv para fase / terra e no intervalo entre contatos abertos, bem como 110 kv através da distância de isolação ) Valores superiores para a tensão suportável nominal de impulso atmosférico: disponível com: 190 kv para fase / terra e no intervalo entre contatos abertos, bem como 230 kv através da distância de isolação 5) indicação do valor superior vale para 60 Hz 6) Cubículo de disjuntores disponível para painéis de barramento simples 8D10 7) coplamento transversal disponível para painéis de barramento duplo 8DB10 8) Corrente nominal Ir para cubículos de conexão de cabos 9) corrente de operação máxima admissível depende da temperatura ambiente Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

10 Dados técnicos Planeamento do local Encostado na parede (vista de cima) Isolado (vista de cima) Planeamento do local para painéis de barramento simples 8D H eps ³100 H eps ³ ³100*** 152 ³500** ³0* 152 ³100*** 152 ³500** ³0* Planeamento do local para painéis de eletrificação ferroviária 8D11 H eps ³ H eps ³0 152 ³100*** 152 ³500** 125 H eps ³100 H eps ³0 ³0* ³100*** 152 ³500** ³0* Planeamento do local para painéis de eletrificação ferroviária 8D ³100*** 152 ³500** ³0* ³100*** 152 ³500** ³0* 10 Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

11 Dados técnicos Planeamento do local Encostado na parede (vista de cima) Isolado livre (vista de cima) Planeamento do local para painéis de barramento duplo 8DB H eps ³100 H eps ³0 152 ³100*** 152 ³500** ³0* 152 ³100*** 152 ³500** ³0* Montagem dos painéis Encostado na parede sem parede traseira (IC FL) Isolado sem parede traseira (IC FL) Isolado com parede traseira (IC FLR) Dimensões do local Ver os planos de dimensões mais à frente. ltura do local 2900 mm. No caso de dispositivos no barramento, eventualmente, será necessária uma maior altura mínima do local. No caso de dispositivos seccionáveis no barramento 8DB10 é necessária uma montagem livre. Medidas das portas s medidas das portas dependem das dimensões dos cubículos individuais (ver páginas 1 até 25). Fixação dos painéis Para as aberturas no piso e os pontos de fixação dos painéis ver as páginas 1 até 25 Fundamentos: Estrutura de vigas de aço Fundamento de betão armado com carris de fixação, soldados ou aparafusados. Dimensões dos cubículos Ver as páginas 1 até 25. * Depende de disposições nacionais ** Distância lateral da parede 500 mm necessária alternativamente à esquerda ou à direita *** Distância mínima lateral da parede 100 mm possível alternativamente à esquerda ou à direita Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

12 Dados técnicos Dados de expedição Transporte O painel de barramento simples 8D10 e o painel de eletrificação ferroviária 8D11/12 são entregues em unidades de transporte com até quatro cubículos. O painel de barramento duplo 8DB10 é entregue em unidades de transporte com até três cubículos. Observe o seguinte: Recursos de transporte no local Dimensões e pesos de transporte Tamanho da abertura das portas no edifício. Embalagem Meio de transporte: Caminhão Cubículos em paletes Embalagem aberta com filme protetor de PE. Meio de transporte: Barco e avião Cubículos em paletes Em caixa de madeira fechada com filme protetor PE superior e inferior soldado Com saco de dessecante Com base de madeira Tempo máx. de armazenamento: 6 meses. Embalagem de longa duração Cubículos em paletes Em caixa de madeira fechada com filme protetor de PE com revestimento de alumínio, soldado Com saco de dessecante Com base de madeira Tempo máx. de armazenamento: 12 meses. Medidas de transporte, pesos de transporte 1) Larguras de cubículo Medidas de transporte Largura ltura Peso de transporte com embalagem Peso de transporte sem embalagem Profundidade mm mm mm mm aprox. kg aprox. kg Painel de barramento simples 8D10 Meio de transporte: Caminhão Meio de transporte: Navio e avião Painel de barramento duplo 8DB10 Meio de transporte: Caminhão Meio de transporte: Navio e avião Painel de eletrificação ferroviária 8D11/12 Meio de transporte: Caminhão Meio de transporte: Navio e avião ) Valores médios com compartimento de baixa tensão mm segundo o grau de equipamento dos cubículos 12 Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

13 Dados técnicos Classificação Classificação do painel 8D e 8DB segundo IEC Construção e projeto Classe de partição Categoria de perda de continuidade de serviço LSC 2 cessibilidade aos compartimentos (invólucro) Compartimento de barramento Compartimento de dispositivo de chaveamento Compartimento de baixa tensão Compartimento de conexão de cabos Classificação de arco interno Designação da classificação de arco interno IC Classe IC para Encostado na parede Isolado Tipo de acessibilidade F L R Corrente suportável nominal de curta duração Duração de curto-circuito nominal PM (metallic partition = separação metálica) Dependente da ferramenta Dependente da ferramenta Dependente da ferramenta Dependente da ferramenta IC FL 0 k, 1 s IC FLR 0 k, 1 s Painel em local fechado para manutenção elétrica, acesso somente para pessoal autorizado de acordo com a norma IEC Frente Lateral Traseira (para instalação isolada) 0 k 1 s Classificação dos painéis 8D e 8DB segundo IEEE Std C TM Classificação de arco interno Designação da classificação de arco interno IC Classe IC para Encostado na parede Tipo 1B 0 k, 0,5 s Isolado Tipo 2B 0 k, 0,5 s Tipo de acessibilidade Tipo 1B Tipo 2B Corrente suportável nominal de curta duração Duração de curto-circuito nominal Painel em local fechado para manutenção elétrica, acesso somente para pessoal autorizado de acordo com a norma IEEE Std C TM Frente Frente, lateral, traseira (para instalação isolada) 0 k 0,5 s Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

14 Dimensões Vistas de frente, seções, aberturas no piso, pontos de fixação para 8D10 (altura do cubículo 2350 mm) Cubículo de disjuntores até 2300 Cubículo de disjuntores H b eps coplamento longitudinal até 2300 coplamento longitudinal H b eps H b eps H a eps Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

15 Dimensões Vistas de frente, seções, aberturas no piso, pontos de fixação para 8D10 (altura do cubículo 2350 mm) Cubículo com seccionador até Cubículo de conexão de cabos até H35-2a eps H35-271a eps Cubículo de medição Cubículo vazio H35-266b eps H b eps Legenda e notas de pé de página para as páginas 1 e 15 1 Orifício de fixação para 26 mm 5 mm 2 Estrutura base 3 bertura no piso para cabos de alta tensão Zona para aberturas no piso para cabos de controle Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

16 Dimensões Vistas de frente, seções, aberturas no piso, pontos de fixação para 8D10 (altura do cubículo 25 mm) Cubículo de disjuntores até 2300 Cubículo de disjuntores H35-272a eps H b eps coplamento longitudinal até 2300 coplamento longitudinal H b eps H35-273a eps Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

17 Dimensões Vistas de frente, seções, aberturas no piso, pontos de fixação para 8D10 (altura do cubículo 25 mm) Cubículo com seccionador até Cubículo de conexão de cabos até H35-27a eps H35-276a eps H35-275a eps Cubículo de medição Cubículo vazio H35-277a eps Legenda e notas de pé de página para as páginas 16 e 17 1 Orifício de fixação para 26 mm 5 mm 2 Estrutura base 3 bertura no piso para cabos de alta tensão Zona para aberturas no piso para cabos de controle Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

18 Dimensões Vistas de frente, seções, aberturas no piso, pontos de fixação para 8DB10 Cubículo de disjuntores até 10 H a eps coplamento transversal até H a eps Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

19 Dimensões Vistas de frente, seções, aberturas no piso, pontos de fixação para 8DB10 coplamento longitudinal até (sistema de barramento 1 e 2) 5 10 H a eps coplamento longitudinal com conexão do cubículo até (sistema de barramento 1 e 2) 2350 H a eps Legenda e notas de pé de página para as páginas 18 e 19 1 Orifício de fixação para 26 mm 5 mm 2 Estrutura base 3 bertura no piso para cabo de alta tensão Zona para aberturas no piso para cabos de controle Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

20 Dimensões Vistas de frente, seções, aberturas no piso, pontos de fixação para 8DB10 coplamento longitudinal até (sistema de barramento 1) H35-267a eps coplamento longitudinal até (sistema de barramento 2) H a eps Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

21 Dimensões Vistas de frente, seções, aberturas no piso, pontos de fixação para 8DB10 coplamento longitudinal até (sistema de barramento 1 e 2) 10 H35-26a eps Cubículo de conexão de cabos até 2350 H35-278b eps Legenda e notas de pé de página para as páginas 20 e 21 1 Orifício de fixação para 26 mm 5 mm 2 Estrutura base 3 bertura no piso para cabo de alta tensão Zona para aberturas no piso para cabos de controle Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

22 Dimensões Vistas de frente, seções, aberturas no piso, pontos de fixação para 8DB10 Cubículo de medição H a eps Cubículo vazio 10 H a eps Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

23 Dimensões Vistas de frente, seções, aberturas no piso, pontos de fixação para 8DB10 NSI Exemplo: Cubículo de disjuntores com seccionador de três posições na derivação (opcional) até 10 H35-279b eps Exemplo: Cubículo de disjuntores com bypass de seccionador até 3120 H b eps Legenda e notas de pé de página para as páginas 22 e 23 1 Orifício de fixação para 26 mm 5 mm 2 Estrutura base 3 bertura no piso para cabo de alta tensão Zona para aberturas no piso para cabos de controle Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

24 Dimensões Vistas de frente, seções, aberturas no piso, pontos de fixação para 8D11/12 (altura do cubículo 2350 mm) Cubículo de disjuntores unipolar até 2300 Cubículo de disjuntores unipolar Cubículo de disjuntores bipolar até 2300 H b eps H b eps H a eps Cubículo de disjuntores bipolar H b eps Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

25 Dimensões Vistas de frente, seções, aberturas no piso, pontos de fixação para 8D11/12 (altura do cubículo 25 mm) Cubículo de disjuntores unipolar até 2300 Cubículo de disjuntores unipolar H a eps Cubículo de disjuntores bipolar até 2300 Cubículo de disjuntores bipolar H a eps H a eps H35-275a eps Legenda e notas de pé de página para as páginas 2 e 25 1 Orifício de fixação para 26 mm 5 mm 2 Estrutura base bertura no piso para cabos de alta tensão Zona para aberturas no piso para cabos de controle Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

26 Gama de produtos Cubículos de barramento simples 8D10 Cubículo de disjuntores Cubículo com seccionador Chave seccionadora de três posições Disjuntor a vácuo Transformador de tensão ligável (ligado diretamente ou com conexão de cabos) Transformador de tensão com ou sem chave seccionadora de três posições Transformador de corrente Sistema de detecção de tensão capacitivo H35-263a eps coplamento longitudinal (2 cubículos) C D H35-26a eps C D Barramentos Chave de aterramento e Chave de aterramento com capacidade de estabelecimento H eps Conexão ao barramento com ou sem chave seccionadora de três posições Proteções de sobretensão Conexão do cubículo com conector de cone interior ou conexão de barras H35-265a eps B Transformador de corrente de sequência zero Seccionamento longitudinal montado na parte superior 26 Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

27 Gama de produtos Cubículos de barramento simples 8D10 Cubículo de medição Cubículo de conexão de cabos Chave seccionadora de três posições Disjuntor a vácuo Transformador de tensão ligável (ligado diretamente ou com conexão de cabos) H eps H35-267a eps C D Transformador de tensão com ou sem chave seccionadora de três posições Transformador de corrente Sistema de detecção de tensão capacitivo coplamento longitudinal (2 cubículos) Barramentos Chave de aterramento e Chave de aterramento com capacidade de estabelecimento H eps Conexão ao barramento com ou sem chave seccionadora de três posições Conexão do cubículo com conector de cone interior ou conexão de barras H35-268a eps B Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

28 Gama de produtos Cubículos de barramento duplo 8DB10 Cubículo de disjuntores coplamento transversal Chave seccionadora de três posições Disjuntor a vácuo Transformador de tensão ligável (ligado diretamente ou com conexão de cabos) B Transformador de tensão com ou sem chave seccionadora de três posições Transformador de corrente H eps Sistema de detecção de tensão capacitivo C D Barramentos Chave de aterramento e Chave de aterramento com capacidade de estabelecimento Conexão ao barramento com ou sem chave seccionadora de três posições H35-269a eps H a eps Proteções de sobretensão Conexão do cubículo com conector de cone interior ou conexão de barras Transformador de corrente de sequência zero Seccionamento longitudinal montado na parte superior 28 Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

29 Gama de produtos Cubículos de barramento duplo 8DB10 Cubículo de medição Cubículo de conexão de cabos Chave seccionadora de três posições Transformador de tensão ligável (ligado diretamente) H a eps Transformador de tensão com ou sem chave seccionadora de três posições Transformador de corrente Sistema de detecção de tensão capacitivo Barramentos Chave de aterramento e Chave de aterramento com capacidade de estabelecimento H eps H eps Conexão ao barramento com ou sem chave seccionadora de três posições Conexão do cubículo com conector de cone interior ou conexão de barras Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

30 Gama de produtos Cubículos de barramento duplo 8DB10 coplamento longitudinal (2 cubículos) Chave seccionadora de três posições Disjuntor a vácuo Transformador de tensão com ou sem chave seccionadora de três posições Transformador de corrente H eps Sistema de detecção de tensão capacitivo B C D Barramentos Chave de aterramento e Chave de aterramento com capacidade de estabelecimento H a eps B C D Conexão ao barramento com ou sem chave seccionadora de três posições Conexão do cubículo com conector de cone interior ou conexão de barras Transformador de corrente de sequência zero 30 Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

31 Gama de produtos Cubículos de barramento duplo 8DB10 coplamento longitudinal (2 cubículos) Chave seccionadora de três posições Disjuntor a vácuo Transformador de tensão com ou sem chave seccionadora de três posições Transformador de corrente B Sistema de detecção de tensão capacitivo Barramentos Chave de aterramento e Chave de aterramento com capacidade de estabelecimento H35-265a eps H eps Conexão ao barramento com ou sem chave seccionadora de três posições Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

32 Gama de produtos Cubículos de barramento duplo 8DB10 coplamento longitudinal (2 cubículos) Chave seccionadora de três posições Disjuntor a vácuo Transformador de tensão com ou sem chave seccionadora de três posições Transformador de corrente H eps B Sistema de detecção de tensão capacitivo Barramentos Chave de aterramento e chave de aterramento com capacidade de estabelecimento H a eps Conexão ao barramento com ou sem chave seccionadora de três posições 32 Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

33 Gama de produtos Cubículos de barramento duplo 8DB10 coplamento longitudinal (2 cubículos) Chave seccionadora de três posições Disjuntor a vácuo Transformador de tensão com ou sem chave seccionadora de três posições Transformador de corrente B Sistema de detecção de tensão capacitivo B Barramentos Chave de aterramento e Chave de aterramento com capacidade de estabelecimento H eps H b eps Conexão ao barramento com ou sem chave seccionadora de três posições Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

34 Gama de produtos Cubículos de barramento duplo 8DB10 coplamento longitudinal (3 cubículos) Chave seccionadora de três posições Transformador de tensão com ou sem chave seccionadora de três posições Transformador de corrente B Sistema de detecção de tensão capacitivo Barramentos Chave de aterramento e Chave de aterramento com capacidade de estabelecimento H b eps H eps Conexão ao barramento com ou sem chave seccionadora de três posições 3 Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

35 Gama de produtos Cubículos de barramento simples unipolares e bipolares 8D11/12 Cubículo de disjuntores unipolar Cubículo de disjuntores bipolar Chave seccionadora de três posições Disjuntor a vácuo Transformador de tensão ligável (ligado diretamente ou com conexão de cabos) Transformador de tensão com ou sem chave seccionadora de três posições Transformador de corrente Sistema de detecção de tensão capacitivo H a eps C D C D Barramentos Chave de aterramento e Chave de aterramento com capacidade de estabelecimento H eps Conexão ao barramento com ou sem chave seccionadora de três posições H a eps Proteções de sobretensão Conexão do cubículo com conector de cone interior ou conexão de barras Transformador de corrente de sequência zero Seccionamento longitudinal montado na parte superior Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

36 Projeto Projeto básico do cubículo Sistema de isolação Caixas do painel enchidas de gás SF 6 Características do gás SF 6 : não tóxico inodoro e incolor não inflamável quimicamente neutro mais pesado que o ar eletronegativo (isolador de alta qualidade) pressão do gás SF 6 nas caixas do painel depende dos valores elétricos nominais (pressão relativa a 20 C): Pressão de enchimento nominal: kpa a 120 kpa Pressão de construção: 190 kpa Temperatura de construção do gás SF 6 : 90 C Pressão de reação do disco de ruptura: 300 kpa Pressão de ruptura: kpa Taxa de fugas de gás: < 0,1% por ano. Projeto do cubículo Montados de fábrica, teste de tipo Invólucro metálico unipolar, separação metálica Caixas dos painéis aparafusadas hermeticamente, de liga de alumínio resistente à corrosão Disposição dos polos do cubículo uns após os outros Livre de manutenção para clima de interiores (IEC e VDE ) Classe de proteção IP 65 para todas as partes sob alta tensão do circuito primário IP 3XD para o invólucro dos painéis Opcional: IP 31D para o invólucro dos painéis Opcional: IP 51 para o compartimento de baixa tensão Disjuntor a vácuo Chave seccionadora de três posições para seccionamento e aterramento terramento com capacidade de fecho através do disjuntor a vácuo Conexão de cabos com sistema de ligação do cone interior segundo a norma EN Encostado na parede ou isolado Transformador de medição desmontável para ser instalado fora dos recintos de gás Estrutura inferior, frente do painel, parte traseira do painel e paredes finais revestidas com pintura em pó na cor light basic (SN 0) Compartimento de baixa tensão desmontável, conduções ligáveis em circuito fechado Processos de fabricação padronizados e sistema de gestão de qualidade e de meio ambiente certificado segundo ISO 9001 e ISO Projeto do cubículo (exemplos) D10 Cubículo para painel de barramento simples 8DB10 Cubículo para painel de barramento duplo H a eps Legenda para 8D10 e 8DB10 1 Compartimento de baixa tensão 2 Painel de operação eletrônico, por exemplo, relé de proteção multifuncional 3 Mecanismo de funcionamento e intertravamento para a chave seccionadora de três posições, bem como indicador de posição mecânico para a chave seccionadora de três posições e o disjuntor Manômetro para o monitoramento do gás nos recintos de gás da derivação 5 Mecanismo de funcionamento do disjuntor 6 Sistema de detecção de tensão H b eps 36 Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

37 Projeto Projeto básico dos cubículos Versão unipolar e bipolar para eletrificação ferroviária c.a. Projeto do cubículo (exemplos) Usos típicos Cubículos unipolares e bipolares 8D11/12 para alimentar segmentos de linhas de contato em sistemas de eletrificação ferroviária c.a. Cubículos bipolares 8D12 para a aplicação nos sistemas de eletrificação ferroviária com auto-transformadores, por exemplo, para tráfico ferroviário de alta velocidade. Projeto do cubículo Projeto do cubículo baseado na versão padrão do painel de barramento simples 8D10. 8D11 Cubículo unipolar para eletrificação ferroviária. 8D12 Cubículo bipolar para eletrificação ferroviária D11 Cubículo unipolar para eletrificação ferroviária H35-268a eps Legenda para 8D11 e 8D12 1 Compartimento de baixa tensão 2 Painel de operação eletrônico, por exemplo, relé de proteção multifuncional 3 Mecanismo de funcionamento e intertravamento para a chave seccionadora de três posições, bem como indicador de posição mecânico para a chave seccionadora de três posições e o disjuntor Manômetro para o monitoramento do gás nos recintos de gás da derivação 5 Mecanismo de funcionamento do disjuntor 6 Sistema de detecção de tensão H a eps 8D12 Cubículo bipolar para eletrificação ferroviária. Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

38 Projeto Esquema de recintos de gás 8D10 Esquema de recintos de gás Sistema de pressão hermeticamente fechado (sealed pressure system) segundo IEC ) Sem necessidade de reabastecimento durante toda a vida útil Divisão dos recintos de gás em várias zonas Disposição dos manômetros de gás em frente dos painéis Leitura das pressões de gás garantida mesmo sem alimentação de tensão auxiliar Dispositivo de enchimento de gás SF 6 com válvula de retenção disposta na frente do painel, ao lado do manômetro de pressão de gás correspondente Manômetros de pressão de gás com dois contatos de sinalização para a indicação pressão de gás demasiada baixa/pressão de gás demasiado alta Opcional: Manômetros de pressão de gás com três contatos de sinalização para a indicação pressão de gás demasiado baixa/muito baixa e pressão de gás demasiado alta Opcional: Manômetros de pressão de gás com compensação de temperatura e pressão. H b eps Disposição dos recintos de gás 8D Cubículo de barramento simples 8D10 1, 2, 3 1, 2, 3 1, 2, 3 5 Passagem permeável a gás Passagem estanque a gás H a eps Painel de barramento simples 8D10 Legenda para 8D10 1 Barramento L1 (manômetro B11) 2 Barramento L2 (manômetro B12) 3 Barramento L3 (manômetro B13) Disjuntores L1, L2, L3 (manômetro B0) 5 Seccionamento longitudinal montado na parte superior L1, L2, L3 (manômetro B16) 38 Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

39 Projeto Esquema de recintos de gás 8DB10 Disposição dos recintos de gás 8DB H a eps Cubículo de barramento duplo 8DB10 Passagem permeável a gás Passagem estanque a gás , 2, 3, 5, 6 1, 2, 3, 5, 6 1, 2, 3, 5, H b eps Painel de barramento duplo 8DB10 Legenda para 8DB10 1 Sistema de barramento 1, L1 (manômetro B11) 2 Sistema de barramento 1, L2 (manômetro B12) 3 Sistema de barramento 1, L3 (manômetro B13) Sistema de barramento 2, L1 (manômetro B21) 5 Sistema de barramento 2, L2 (manômetro B22) 6 Sistema de barramento 2, L3 (manômetro B23) 7 Chave seccionadora de três posições, Sistema de barramento 1, L1, L2, L3 (manômetro B1) 8 Chave seccionadora, sistema de barramento 2, L1, L2, L3 (manômetro B2) 9 Disjuntores L1, L2, L3 (manômetro B0) 10 Seccionamento longitudinal montado na parte superior, sistema de barramento 1, L1, L2, L3 (manômetro B16) 11 Seccionamento longitudinal montado na parte superior, sistema de barramento 2, L1, L2, L3 (manômetro B26) Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

40 Componentes Disjuntor a vácuo Características De acordo com IEC e VDE (ver normas na página 60) plicação em invólucro metálico vedado hermeticamente por solda no painel em conformidade com o sistema Tubos de vácuo de comutação na caixa do painel enchida com gás SF 6 Sem manutenção em instalações abrigadas de acordo com as normas IEC e VDE Equipamentos secundários individuais Fole metálico para a separação sem juntas entre a isolação de SF 6 e o vácuo (provado mais de 2 milhões de vezes em tubos de vácuo de comutação). Disparo livre (Trip free) O disjuntor a vácuo tem um mecanismo de disparo livre segundo as normas IEC e VDE Operações e mecanismos de funcionamento s comutações do disjuntor a vácuo dependem, entre outros, do tipo de mecanismo. Mecanismo motorizado Mecanismo motorizado com acumulação de energia para religamento automático (K), para sincronização e comutação rápida (U) Outras características do mecanismo Situado fora das caixas do painel, dentro da sua própria caixa e detrás do painel de operação Mecanismo de mola com acumulação de energia para ciclos de operação. Opcional: Mecanismo de mola com acumulação de energia para ciclos de operação. Funções do mecanismo Mecanismo motorizado 1) (M1 *) No mecanismo motorizado, a mola de fechamento pode ser carregada através de um motor e ser encravada na posição carregada (aparece a indicação mola carregada ). O disjuntor a vácuo pode ser fechado manual ou eletricamente. mola de fechamento é carregada de novo automaticamente (para religamento automático). Classe de resistência do disjuntor Função Classe Norma Característica do 8D e 8DB OPERÇÃO M2 IEC ciclos mecânicos sem manutenção E2 IEC ciclos com corrente nominal sem manutenção 50 ciclos com corrente nominal de corte de curto-circuito sem manutenção C2 IEC Muito pouca probabilidade de reacendimento Tempos de operação Tempo de fechamento Bobina de fechamento < 95 ms Tempo de abertura Tempo de arco a 50 Hz a 60 Hz Tempo de corte a 50 Hz Tempo morto Tempo total de carregamento 1ª bobina de abertura 2ª bobina de abertura bertura por subtensão 1ª bobina de abertura 2ª bobina de abertura bertura por subtensão < 65 ms < 55 ms < 55 ms < 15 ms < 12 ms < ms < ms < ms 300 ms < 15 s Mecanismo do disjuntor 3H9 para 8D e 8DB 1 Botão de FECHMENTO 2 Interruptor auxiliar S1 3 Bobina de fechamento para FECHR Bobina de disparo para BRIR 5 Botão de BERTUR 6 Eixo de acionamento para o disjuntor 7 Mola de abertura 8 Contador de ciclos de operação 9 Indicador de posição do disjuntor 10 Indicador de mola de fechamento carregada/ descarregada 11 Interruptor auxiliar 12 Mola de fechamento 13 Engrenagem com acoplamento para a manivela 1 Placa de características breviações para as operações: U = Sincronização e comutação rápida K = Religamento automático 1) Potência do motor a DC 2 V até 250 V: máx. 650 W C 110 V e 20 V: máx. V * Designação do equipamento Para mais dados técnicos e descrição de aplicações ver também o Catálogo HG 11.0 Disjuntores a vácuo 3H R-H eps Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

41 Componentes Disjuntor a vácuo Equipamento secundário O escopo dos equipamentos secundários do disjuntor a vácuo depende do tipo de aplicação e oferece uma ampla gama de variações possíveis, permitindo desta forma, atender aos requisitos mais rigorosos: Bobina de fechamento Tipo 3Y15 10 (Y9 *) Para fechamento elétrico. Bobina de abertura Tipos: Padrão: 3Y15 10 (Y1 *) Opcional: 3X11 01 (Y2 *), com armazenamento de energia cionamento por dispositivo de proteção ou por atuação elétrica. bertura por subtensão Tipo 3X11 03 (Y7 *) Compreendendo: rmazenamento de energia e mecanismo de liberação Sistema eletromagnético permanentemente conectado à tensão enquanto o disjuntor a vácuo estiver fechado; o acionamento ocorre quando há queda de tensão É possível a conexão a transformadores de potência. nti-pumping Função: Se os comandos FECHR e BRIR forem aplicados de forma simultânea e contínua no disjuntor a vácuo, ele voltará à posição BERT após o fechamento. O disjuntor permanece nesta posição até que o comando BRIR seja eliminado e um novo comando FECHR seja acionado. Desta forma, são evitados o fechamento e a abertura contínuos (= pumping). Sinal de disparo do disjuntor Para sinalização elétrica (como pulso > 10 ms), por exemplo, para sistemas de controle remotos, no caso de acionamento automático (por exemplo, proteção) través de chave de fim de curso (S6 *) e chave de corte (S7 *). Módulo de varistor Como proteção de sobretensão para equipamentos de proteção com equipamentos indutivos no disjuntor a vácuo (com limite de aprox. 500 V) Recomendado para tensões auxiliares DC 60 V. Interruptor auxiliar Tipo 3SV9 (S1 *) Padrão: 12 N + 12 NC. Chave fim de curso Tipo 3SE (S *) Para sinalizar mola de fechamento carregada. Diagrama de ciclos de operação Ciclos de operação k Corrente nominal de interrupção de curto-circuito (valores) Exemplos Dados elétricos (curva 1) Corrente nominal de corte de curto-circuito 25 k Corrente nominal Dados elétricos (curva 2) Corrente nominal de corte de curto-circuito 31,5 k Corrente nominal Dados elétricos (curva 3) Corrente nominal de corte de curto-circuito 0 k Corrente nominal Sequências de operação nominais Comutação rápida (U): O-t-CO-t -CO (t = 0,3 s, t = 3 min) Religamento automático (K): O-t-CO-t -CO (t = 0,3 s, t = 3 min) O = bertura CO = Fechamento com abertura consecutiva no tempo interno mínimo de fechamento/abertura do disjuntor a vácuo Combinações possíveis de disparadores Disparador ª bobina de abertura Tipo 3Y ª bobina de abertura Tipo 3X11 01 bertura por subtensão Tipo 3X H _port eps Intertravamento mecânico Intertravamento mecânico da chave seccionadora de três posições Durante o acionamento da chave seccionadora de três posições, o disjuntor a vácuo é comutável. breviações: N = Contato normal aberto NC = Contato normal fechado * Designação de equipamento Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

42 Componentes Chave seccionadora de três posições Características Correntes nominais até té ciclos de operação para a chave seccionadora Opcional: té 3000 ciclos de operação para a chave seccionadora té 1000 ciclos de operação para a chave de aterramento Opcional: té ciclos de operação para a chave de aterramento Eixo de acionamento e lâminas de contato com um centro de rotação comum e posição confiável até à frente de operação-do cubículo Passagens estanques a gás separam as caixas do barramento e do disjuntor por baixo dos contatos do seccionador do barramento Caixas da conexão de cabos e o disjuntor desmontáveis sem interromper o barramento Sem manutenção. Posições FECHDO, BERTO, TERRD ou TERRMENTO PREPRDO FECHDO: Lâminas de contato conectadas com o barramento: Circuito fechado entre o barramento e o disjuntor BERTO: Circuito aberto entre o barramento e o disjuntor: s tensões de teste para as distâncias de isolação são cumpridas TERRMENTO PREPRDO: Lâmina de contato conectada com o contato de aterramento TERRD: Derivação aterrada e curto-circuitada ao fechar o disjuntor. Mecanismo de funcionamento Devido aos intertravamentos lógicos só é possível efetuar manobras admissíveis Indicador de posição acoplado mecanicamente Eixos de acionamento separados para as funções seccionamento, aterramento ou aterramento preparado Com mecanismo manual Opcional: Com mecanismo motorizado Potência do motor a DC 2 V até 250 V: máx. 100 W DC 110 V até 20 V: máx. 130 V Sentido rotativo idêntico para operar as funções FECHMENTO ou BERTUR. Classe de durabilidade da chave seccionadora de três posições Função Classe Norma Característica do 8D e 8DB SECCIONMENTO M1 IEC ciclos mecânicos sem manutenção TERRMENTO PREPRDO 1000 ciclos mecânicos sem manutenção TERRR E2 1) IEC ciclos de corrente nominal de fechamento de curtocircuito I ma sem manutenção Classe de durabilidade da chave de aterramento com capacidade de estabelecimento Função Classe Norma Característica do 8D e 8DB TERRR E1 IEC ciclos mecânicos sem manutenção 2 ciclos de corrente nominal de fechamento de curtocircuito I ma sem manutenção máx. I ma = 31,5 k 1) Fechando o disjuntor 2 Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H Indicadores de posição 8D10 para a chave seccionadora de três posições e o disjuntor a vácuo H b eps H35-272b eps H b eps H b eps Derivação BERT Derivação FECHD -Q1 -Q1 -Q1 -Q1 -Q0 -Q0 -Q0 Derivação TERRMENTO PREPRDO Derivação TERRD -Q0

43 Componentes Chave seccionadora de três posições Intertravamentos s operações admissíveis selecionam-se através de uma chave de pré-seleção com o disjuntor a vácuo intertravado mecanicamente Nos painéis de barramento duplo, as operações admissíveis são selecionadas adicionalmente com a ajuda de uma corrediça de préseleção com o disjuntor intertravado Os eixos de acionamento correspondentes só podem ser libertados na parte dianteira do cubículo após a seleção com a ajuda da corrediça de pré-seleção Não retirar a alavanca de operação antes de ter finalizado a operação Não fechar o disjuntor antes de ter colocado novamente a corrediça de pré-seleção em posição neutra Opcional: Proteção contra operações incorretas através do intertravamento eletromecânico (o intertravamento mecânico para operações manuais permanece inalterado). Indicações de posição 8DB10 para a chave seccionadora de três posições e o disjuntor a vácuo H b eps H b eps Derivação BERT Derivação Sistema de barramento 1 BERT -Q1 -Q2 -Q0 -Q1 -Q2 -Q0 -Q1 -Q2 H b eps Derivação Sistema de barramento 2 BERT -Q0 -Q1 -Q2 H b eps -Q0 Derivação TERRMENTO PREPRDO -Q1 -Q2 H b eps -Q0 Derivação TERRD Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

44 Componentes Painel de comando Características Painel de comando mecânico por baixo do compartimento de baixa tensão Comandos diretamente nos mecanismos de funcionamento Indicações de posição mecânicas e integradas na frente do painel tribuição inequívoca das aberturas e dos elementos de comando às indicações de posição correspondentes ltura ergonômica de todos os elementos de comando. Intertravamento Intertravamentos mecânicos internos do cubículo cionamento da chave seccionadora de três posições (FECHMENTO, BERTUR, TERRDO ou TERRMENTO PREPRDO) Disjuntor a vácuo intertravado mecanicamente Corrediça de intertravamento para abrir as aberturas de comando (nos sistemas de barramento simples só podem ser comandadas se a alavanca () for pressionada para baixo) Não abrir as aberturas de acionamento (2, 3 e 8) enquanto o disjuntor a vácuo estiver em posição FECHD alavanca de acionamento é ligável no caso de aberturas de acionamento abertas Retirar a alavanca de acionamento só após ter alcançado a posição final da função de seccionamento ou de aterramento Desconexão do aterramento da derivação através do disjuntor a vácuo assegurada eletricamente através do interruptor auxiliar mecanicamente através da alavanca (1) do bloqueio mecânico de BERTUR do disjuntor. Cubículos de barramento simples 8D10 B Cubículos de barramento duplo 8DB B R-H eps R-H35-10.eps Mecanismo de funcionamento da chave seccionadora de três posições 1 Indicador de posição FECHDO/BERTO para a função de seccionamento da chave seccionadora de três posições 2 bertura de comando para a função de aterramento 3 bertura de comando para a função de chave seccionadora lavanca 5 Indicador de posição FECHDO/BERTO para a função de aterramento da chave seccionadora de três posições 6 Indicador de posição FECHDO/BERTO do disjuntor a vácuo 7 Indicador de posição FECHDO/BERTO para a 2ª chave seccionadora nos sistemas de barramento duplo 8 bertura de comando para a 2ª chave seccionadora nos sistemas de barramento duplo 9 Corrediça de seleção para selecionar a chave seccionadora de três posições ou a chave seccionadora nos sistemas de barramento duplo 10 Corrediça de intertravamento para abrir as aberturas de comando (nos sistemas de barramento simples só podem ser comandadas se a alavanca () for pressionada para baixo) B Mecanismo de funcionamento do disjuntor a vácuo 11 Botão mecânico de FECHMENTO do disjuntor a vácuo 12 bertura de comando para aperto manual da mola de acionamento do disjuntor 13 Botão mecânico de BERTUR do disjuntor a vácuo 1 lavanca para bloquear o disjuntor a vácuo contra desaterramento 15 Indicador de mola do disjuntor apertada 16 Indicador de posição FECHDO/BERTO do disjuntor a vácuo 17 Contador de ciclos de operação do disjuntor a vácuo Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

45 Componentes Transformador de corrente Características Segundo as normas IEC -1 e VDE 01-1 Versão como transformadores de corrente toroidais, unipolares Livre de peças de resina de fundição solicitadas dieletricamente (devido à construção) Classe de isolação E Tipo indutivo Certificável Independentes do clima Conexão secundária através da placa de terminais no compartimento de baixa tensão do cubículo Isolados contra resina de fundição. Montagem Disposição fora do invólucro primário (caixa do painel). Transformador de corrente E C1 C2 H35-269a eps B H a eps C1 B Transformador de corrente em acoplamento longitudinal e transversal (Tipo MC_0) C1 Transformador de corrente para a derivação (Tipo MC_90) C2 Transformador de corrente para a derivação (Tipo MC_0) D Transformador de corrente para a derivação (Tipo MC_10) E Transformador de corrente para o barramento (Tipo MC_0) D H a eps Montagem do transformador de corrente (apresentação esquemática) Dados elétricos * Designação Tipo MC Tensão de serviço máx. 0,8 kv Tensão suportável nominal 3 kv de curta duração a frequência industrial (teste de enrolamento) Frequência nominal 50 / 60 Hz Corrente térmica máx. 1,2 permanentemente nominal corrente nominal (primária) Corrente térmica de curta duração, máx. 3 s Corrente dinâmica nominal primária secundária máx. 0 k ilimitada 0 até 1 e 5 Designação Relação múltipla (secundária) Dados de núcleo em função da corrente nominal primária: Núcleo de medida Potência Classe Fator de sobretensão Núcleo de proteção Potência Classe Fator de sobretensão Temperatura ambiente admissível Classe de isolação Tipo MC até máx. 3 núcleos 2,5 V até 30 V 0,2 até 1 FS 5, FS 10 2,5 V até 30 V 5 P ou 10 P 10 até 30 máx. 60 C E * Outros dados elétricos a pedido 6 Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

46 Componentes Transformadores de tensão Características Segundo as normas IEC -2 e VDE 01-2 Versão unipolar, ligável Sistema de conexão com tomada de ligação segundo EN Tipo indutivo Protegidos contra contatos diretos através de invólucro metálico Certificável Independentes do clima Conexão secundária através de conectores no compartimento de baixa tensão do cubículo Isolados contra resina de fundição. Montagem Disposição fora do invólucro primário (caixa do painel). Transformadores de tensão 1 3 Localizações No barramento Na caixa de conexão do cubículo. H b eps 2 H a eps Tipos de transformadores de tensão Transformadores de tensão para o barramento MT3 e MU Ligável no barramento com sistema de ligação segundo EN Não é preciso nenhum cubículo de medição próprio Opcional: Chave seccionadora de três posições para transformadores de tensão para o barramento FECHDO BERTO TERRD Opcional MU: Testes de repetição com % da tensão suportável nominal de curta duração a frequência industrial com o transformador de tensão montado. Transformadores de tensão para a derivação MT7 e MU3 Ligáveis na derivação com sistema de tomada de ligação segundo EN Conexão do MT7 diretamente na caixa de conexão do cubículo Conexão do MU3 através de linha flexível com conector tamanho S2 na caixa de conexão do cubículo e com invólucro metálico de tensão montado. Montagem do transformador de tensão (apresentação esquemática) 1 Transformador de tensão para o barramento MT3 2 Transformadores de tensão para a derivação MT7 (conexão na caixa de conexão do cubículo) 3 Transformador de tensão para o barramento MU com chave seccionadora de três posições Transformadores de tensão para a derivação MU3 (não no cubículo, conexão através de linha flexível com conector tamanho S2 na caixa de conexão do cubículo e transformador de tensão com invólucro metálico) Dados elétricos (valores máximos) Designação MT3 MU MT7 MU3 Tensão nominal kv 2,0 0,5 0,5 0,5 Tensão suportável nominal de curta duração a frequência industrial kv Tensão suportável nominal de impulso atmosférico kv Fator de tensão nominal U n /8h = 1.9 U n /8h = 1.9 U n /8h = 1.9 U n /8h = 1.9 U n /contínua = 1,2 U n /contínua = 1,2 U n /contínua = 1,2 U n /contínua = 1,2 Norma IEC IEC IEC IEC GOST GOST GOST GOST GB GB GB GB Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

47 Componentes Conexão do cubículo Características Passagens para conectores com sistema de ligação do cone interior segundo EN Sistema de ligação do cone interior para conector tamanho 2, 3 e Conexão simples e múltipla possível por fase Conexão de vários cabos com diferentes tamanhos de conectores possível por fase Conexão possível de barras com isolação sólida e a gás Conexão de transformadores de tensão MT7, ligados na caixa de conexão do cubículo, variante 3 Conexão de transformadores de tensão MU3 através de linhas flexíveis e conector tamanho 2 na caixa de conexão do cubículo Para correntes nominais até. Descarregador de sobretensão Ligável através do sistema de ligação do cone interior tamanho 2 ou 3 Recomenda-se o uso de descarregadores de sobretensão se, simultaneamente, a rede de cabos estiver diretamente ligada à linha aérea, a área de proteção do descarregador instalado na torre terminal da linha aérea não cobrir o painel. Conexão do cubículo 8D10, 8DB10 e 8D11/12 para conectores de cabos e sistemas de barras h Variante 1 S2 1 H a eps 1 2 h Variante 2 S3 1 H b eps 1 2 h Variante 3 H35-21a eps S2 S3 MT7 Conexão de barras isolada a sólidos Tipo de painel Padrão Opcional ltura de conexão das variantes da conexão do cubículo (mm) 8D10 8DB10 8D11/12 X X X X X X Legenda 1 Caixa de conexão do cubículo 2 Estrutura inferior h ltura de conexão das variantes da conexão do cubículo 8 Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

48 Componentes Conexão do cubículo Conexão do cubículo 8D10, 8DB10 e 8D11/12 para conectores de cabos e sistemas de barras h H35-23a eps h H35-22a eps h H35-25b eps h H35-26b eps Variante Variante 5 Variante 6 Variante 7 S2 S3 Conexão de barras isolada a sólidos S2 S3 S Conexão de barras isolada a sólidos Conexão de barras isolada a gás ltura de conexão das variantes da conexão do cubículo (mm) Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

49 Componentes Conexão do cubículo (conectores de cabos e conexões de barramento comerciais) Conexão do barramento e do cubículo (conectores de cabos comerciais) Tipo de cabo Caixa terminal Observação Marca Tipo Tamanho Cabo de plástico 12 kv segundo IEC e VDE Cabo unifilar ou cabo trifilar isolado a PE e a VPE N2YSY (Cu) e N2XSY (Cu) ou N2YSY (l) e N2XSY (l) Diâmetro através da isolação do cabo mm Seção do condutor mm 2 nkt cables CPI ,7-33, Material isolante de borracha de silicone com ou sem CPI ,2-5, carcaça metálica, montagem sem ferramenta especial Pfisterer CONNEX 2 13,7-30, Material isolante de borracha de silicone, CONNEX 3 26,5-55, com carcaça metálica CONNEX 33,0-71, Südkabel SEIK ,0-0, Material isolante de borracha de silicone, SEIK ,3-50, com carcaça metálica Tyco Electronics RPIT-321x 2 19,5-36, Material isolante de borracha de silicone, RPIT-331x 3 26,0-50, com carcaça metálica Cabo de plástico 2 kv segundo IEC e VDE Cabo unifilar ou cabo trifilar isolado a PE e a VPE N2YSY (Cu) e N2XSY (Cu) ou N2YSY (l) e N2XSY (l) nkt cables CPI ,0-0, Material isolante de borracha de silicone com ou sem CPI ,2-5, carcaça metálica, montagem sem ferramenta especial Pfisterer CONNEX 2 20,2-3, Material isolante de borracha de silicone, CONNEX 3 26,5-55, com carcaça metálica CONNEX 33,0-71, Südkabel SEIK ,0-0, Material isolante de borracha de silicone, SEIK ,3-50, com carcaça metálica Tyco Electronics RPIT-521x 2 19,5-36, Material isolante de borracha de silicone, RPIT-531x 3 26,0-50, com carcaça metálica Cabo de plástico 0,5 kv segundo IEC e VDE Cabo unifilar ou cabo trifilar isolado a PE e a VPE N2YSY (Cu) e N2XSY (Cu) ou N2YSY (l) e N2XSY (l) nkt cables CPI ,0-0, Material isolante de borracha de silicone com ou sem CPI ,2-51, carcaça metálica, montagem sem ferramenta especial Pfisterer CONNEX 2 16,0-38, Material isolante de borracha de silicone, CONNEX 3 28,5-55, com carcaça metálica CONNEX 33,0-71, Südkabel SEIK ,0-0, Material isolante de borracha de silicone, SEIK ,3-50, com carcaça metálica Tyco Electronics RPIT-621x 2 19,5-36, Material isolante de borracha de silicone, RPIT-631x 3 26,0-50, com carcaça metálica Conexão do barramento e do cubículo (sistemas de barramento comerciais) Tipo de barra Conexão de barra Observação Barra isolada a sólidos Marca Tipo Material do condutor MGC Moser Glaser Corrente nominal máx. Duresca DE Cobre, lumínio Invólucro de poliamida (tubo de poliamida) Duresca DG Cobre, lumínio Invólucro de aço CrNi ou alumínio (revestimento metálico) Preissinger ISOBUS MR Cobre, lumínio Invólucro de tubo termorretrátil; isolado com resina de fundição Ritz SIS Cobre, lumínio Invólucro de tubo termorretrátil; Barra isolada a gás MGC Moser Glaser Gaslink Cobre Carcaça de alumínio Preissinger ISOBUS MG Cobre Carcaça de alumínio Conexão do barramento e do cubículo (conectores inativos comerciais) cessórios Conector inativo Observação Marca Tipo Tamanho Tensão nominal Sistema de ligação do cone interior correspondente EN nkt cables FPI 2 2 0,5 kv Material isolante de borracha de silicone, FPI 3 3 0,5 kv com cobertura metálica Pfisterer Conector inativo 2 0,5 kv Material isolante de borracha de silicone, 3 0,5 kv com cobertura metálica 0,5 kv Südkabel ISIK 1/2/ / 2 / 0,5 kv Material isolante de borracha de silicone, ISIK 15/25/ / 2 / 0,5 kv com cobertura metálica Tyco Electronics RPIC-2 2 0,5 kv Material isolante de borracha de silicone, RPIC-3 3 0,5 kv com cobertura metálica 50 Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

50 Componentes Equipamentos de indicação e de medição Sistemas de detecção de tensão segundo IEC ou VDE IEC ou VDE (WEG ZERO) Para verificar a ausência de tensão Sistemas de detecção LRM Com indicador ligável Com indicador integrado, Tipo VOIS+, VOIS R+, WEG ZERO Com indicador integrado, com teste de repetição da interface integrado, com teste de funcionamento integrado, tipo CPDIS-S1+, WEG 1.2 com relé de sinalização integrado, tipo CPDIS-S2+, WEG 2.2. Indicador de tensão ligável Verificação da ausência de tensão fase a fase Indicador adequado para o funcionamento contínuo Sistema de medição e indicador de tensão testáveis O indicador de tensão pisca na presença de alta tensão. VOIS+, VOIS R+ Indicação integrada (display), sem alimentação auxiliar Com indicação 1 até 3 (ver legenda) Sem manutenção, teste de repetição necessário Com ponto de medição LRM trifásico integrado para comparação de fases Com relé de sinalização integrado (só VOIS R+) Classe de proteção IP5. CPDIS-Sx+ Características comuns Sem manutenção. Indicação integrada (display), sem alimentação auxiliar Com teste de repetição integrado das interfaces (auto-verificante) Com teste de funcionamento integrado (sem alimentação auxiliar) acionando o botão Display-Test Com ponto de medição LRM trifásico integrado para comparação de fases Classe de proteção IP5. CPDIS-S1+ Sem alimentação auxiliar Com indicação 1 até 5 (ver legenda) Sem monitoramento da capacidade operacional Sem relé de sinalização (sem contatos auxiliares). CPDIS-S2+ Com indicação 0 até 6 (ver legenda) Só acionando o botão Display-Test : Indicação ERROR (6), por exemplo, se falta tensão auxiliar Com monitoramento da capacidade operacional (precisa alimentação auxiliar externa) Com relé de sinalização integrado para as indicações (precisa alimentação auxiliar externa) Com detecção de ruptura do condutor. R-H0-103.eps R-H0-10.eps Indicador de tensão ligável por fase na frente do cubículo Indicador de tensão integrado VOIS+, VOIS R+ R-H0-13.eps Sistema de detecção de tensão integrado CPDIS-S1+, -S2+ H a eps Indicadores e sistemas de detecção de tensão C1 U LE C2 U 2 Sistema LRM ligado Símbolos indicados VOIS+, VOIS R+ CPDIS-S1+ CPDIS-S2+ L1 L2 L3 L1 L2 L3 L1 L2 L3 Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H ERROR 0 CPDIS-S2+: Tensão de serviço ausente 1 Tensão de serviço presente 2 Tensão de serviço ausente, para CPDIS-S2+: falta alimentação auxiliar 3 Falha na fase L1, tensão de serviço em L2 e L3 (para CPDIS-Sx+ também indicação: defeito à terra) Tensão (não de serviço) presente 5 Indicação Display-Test aprovado 6 Indicação ERROR, por exemplo: se falta tensão auxiliar L1 L2 L3 CPDIS / VOIS incorporado Indicação de tensão através de divisor de tensão capacitivo (princípio) C1 Capacidade integrada na passagem C2 Capacidade das linhas de conexão e do indicador de tensão contra a terra U LE = U N / 3 em serviço nominal na rede trifásica U 2 = U = Tensão na interface capacitiva do painel ou no indicador de tensão H a eps

51 Componentes Equipamentos de indicação e de medição WEG ZERO Sistema indicador de tensão segundo IEC ou VDE Com indicação 1 até (ver legenda) Sem manutenção Com ponto de medição trifásico integrado para comparação de fases Classe de proteção IP5. WEG 1.2 Sistema de detecção de tensão segundo IEC ou VDE Com indicação 1 até 5 (ver legenda) Sem manutenção Teste de repetição integrado da interface (auto-verificante) Com teste de funcionamento integrado (sem alimentação auxiliar) acionando o botão Display-Test Com ponto de medição trifásico LRM integrado para comparação de fases Sem relé de sinalização integrado Sem alimentação auxiliar Classe de proteção IP5. WEG 2.2 Sistema de detecção de tensão segundo IEC ou VDE Com indicação 0 até 6 (ver legenda) Sem manutenção Teste de repetição integrado da interface (auto-verificante) Com teste de funcionamento integrado (sem alimentação auxiliar) acionando o botão Display-Test Com ponto de medição trifásico LRM integrado para comparação de fases Com relé de sinalização integrado limentação auxiliar necessária para relé de sinalização Classe de proteção IP5. R-H35-11.eps Indicador de tensão integrado WEG ZERO R-H35-13.eps Sistema de detecção de tensão WEG 2.2 (1.2) H a eps C1 U LE C2 U 2 Sistema LRM ligado L1 L2 L3 WEG montado Indicação de tensão através de divisor de tensão capacitivo (princípio) C1 Capacidade integrada na passagem C2 Capacidade das linhas de conexão e do indicador de tensão contra a terra U LE = U N / 3 em serviço nominal na rede trifásica U 2 = U = Tensão na interface capacitiva do painel ou no indicador de tensão Símbolos indicados WEG ZERO WEG 1.2 WEG 2.2 L1 L2 L3 L1 L2 L3 L1 L2 L3 Tela LC cinza: não iluminada Tela LC branca: iluminada 0 Para WEG 2.2: Tensão de serviço ausente, alimentação auxiliar presente, tela LCD iluminada 1 Tensão de serviço presente Para WEG 2.2: limentação auxiliar presente, tela LCD iluminada 2 Tensão de serviço ausente Para WEG 2.2: limentação auxiliar ausente, tela LCD não iluminada 3 Falha na fase L1, tensão de serviço em L2 e L3 Para WEG 2.2: limentação auxiliar presente, tela LCD iluminada Tensão presente, monitoramento da corrente da peça acoplada abaixo do valor limite Para WEG 2.2: limentação auxiliar presente, tela LCD iluminada 5 Indicação Display-Test aprovado Para WEG 2.2: limentação auxiliar presente, tela LCD iluminada 6 Para WEG 2.2: Tela LCD não iluminada por falta de tensão auxiliar H eps 52 Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

52 Componentes Equipamentos de indicação e de medição Verificação de correspondência de fases Verificação de correspondência de fases com a ajuda de um comparador de fases (pode ser encomendado separadamente) Manuseio do comparador de fases à prova de contatos diretos ao ligá-lo nas tomadas capacitivas (conjuntos de tomadas fêmeas) do painel. Comparadores de fases segundo IEC ou VDE R-H0-059.eps R-H0-089.eps Comparador de fases marca Pfisterer, Tipo EPV como equipamento de teste combinado (HR e LRM) para teste de tensão comparação de fases teste de interface teste interno integrado indicação por LED R-H eps Comparador de fases marca Horstmann, Tipo ORION 3.0 como equipamento de teste combinado para comparação de fases teste de interfaces no painel teste de tensão para sistema LRM teste interno integrado indicação por LED e alarme sonoro R-H eps Comparador de fases marca Kries, tipo CP-Phase como equipamento de teste combinado (HR e LRM) para detecção de tensão teste de repetição comparação de fases direção do campo giratório teste interno O dispositivo não necessita de nenhuma bateria. Comparador de fases marca Hachmann, tipo VisualPhase LCD como equipamento de teste combinado (HR e LRM) para detecção de tensão com indicação do valor medido teste de interfaces detecção de subtensão teste de repetição documentável Comparação de fases com sinal LED e indicação do valor medido ângulo de fase de 1 até +1 avaliação do campo giratório categoria da frequência teste interno completo Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

53 Componentes Equipamentos de indicação e de medição Indicação da capacidade operacional Características Manômetros de pressão de gás com dois ou três contatos de sinalização para a indicação de pressão de gás demasiado baixa/muito baixa e pressão de gás demasiado alta Controle simples e visual da indicação da capacidade operacional através da zona de indicação vermelha/verde Indicação da pressão de gás garantida também sem alimentação auxiliar Dispositivo de enchimento de gás SF 6 com válvula de retenção e tampa de proteção roscada disposta na frente do painel, ao lado do manômetro de pressão de gás. Opcional: Manômetros de pressão de gás com compensação de temperatura e pressão 1 Monitoramento de gás dos painéis de barramento simples 8D10 Manômetro de pressão de gás (1) para caixa do disjuntor (disposto na frente do cubículo) R-H35-15.eps R-H35-17.eps Manômetros de pressão de gás (2) para as caixas do barramento (dispostos na parede final lateral do painel) 2 Compartimento de baixa tensão Para alojar os aparelhos de proteção, controle, medição e contagem Separado da parte de alta tensão do cubículo e protegido contra conatos diretos Compartimento de baixa tensão desmontável, conduções em circuito fechado e circuitos de controle ligáveis Opcional: Compartimento de baixa tensão mais alto (1200 mm em vez de mm) possível. 3 Monitoramento de gás dos painéis de barramento duplo 8DB10 R-H35-16.eps R-H35-18.eps Manômetros de pressão de gás (3) para as caixas do disjuntor e a chave seccionadora (dispostos na frente do cubículo) Manômetros de pressão de gás () para as caixas do barramento (dispostos na parede final lateral do painel) 5 Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

54 Componentes Equipamentos de proteção, controle, medição e monitoramento No compartimento de baixa tensão podem ser montados todos os aparelhos comerciais de proteção, controle, medição e monitoramento (por exemplo): Funções de proteção flexíveis com SIPROTEC Compact 7SJ Blocos de terminais de corrente e de tensão ligáveis Limiares de entrada binária regulável com DIGSI (3 estágios) Valor do transformador secundário (1/5) regulável com DIGSI 9 teclas de função programáveis Tela de seis linhas Bateria tampão substituível na frente Entrada USB na frente 2 outras interfaces de comunicação IEC 61 com redundância integrada (elétrica ou óptica) Comunicação transversal entre aparelhos através de Ethernet (IEC 61 GOOSE) Sincronização do tempo exata a milissegundo através de Ethernet com SNTP. Relé de proteção multifuncional SIPROTEC 7SJ61 / 7SJ62 Para serviço stand-alone ou master Com capacidade de comunicação e bus Funções: Proteção, controle, sinalização, comunicação e medição Tela LC com texto ( linhas) para informações relativas ao processo e aos dispositivos em forma de texto, por exemplo, para Valores medidos e contados Informações em relação ao estado do cubículo e dispositivo de operação Informações de proteção Indicações gerais larmes Quatro teclas de função programáveis para ações frequentes Sete LEDs programáveis para indicar qualquer informação Teclas para navegar nos menus e introduzir dados Registro de falhas. Relé de proteção multifuncional SIPROTEC 7SJ63 / Para serviço stand-alone ou master Com capacidade de comunicação e bus Funções: Proteção, controle, sinalização, comunicação e medição Tela LC para informações relativas ao processo e aos dispositivos em forma de um diagrama mímico de controle da derivação e em forma de texto, por exemplo, para Valores medidos e contados Informações em relação ao estado do cubículo e dispositivo de operação Informações de proteção Indicações gerais larmes Quatro teclas de função programáveis para ações frequentes Quatorze LEDs programáveis para indicar qualquer informação Dois interruptores de chave para comutar entre controle local e à distância e serviço com/sem intertravamento Teclas para navegar nos menus e introduzir dados Controle de motor integrado através de relés especiais de maior potência Registro de falhas R-H eps R-H eps R-H eps Relé de proteção multifuncional SIPROTEC SIPROTEC Compact 7SJ Relé de proteção multifuncional SIPROTEC 7SJ61 / 7SJ62 1 Tela LC 2 Indicadores LED 3 Interruptores de chave Teclas de navegação 5 Teclas de comando 6 Teclas de função 7 Tela LC com texto 5 6 Relé de proteção multifuncional SIPROTEC 7SJ63 Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

55 Componentes Versão NSI Projeto do cubículo Montados de fábrica, com teste de tipo segundo IEC Invólucro metálico unipolar, separação metálica Caixas dos painéis aparafusadas hermeticamente, de liga de alumínio resistente à corrosão Disposição dos polos do cubículo uns após os outros Livre de manutenção para clima de interiores (IEC e VDE ) Conexão de cabos com sistema de ligação do cone interior segundo EN Encostado na parede ou isolado Estrutura inferior, frente do painel, parte traseira do painel e paredes finais revestidas com pintura em pó na cor light basic (SN 0) Compartimento de baixa tensão desmontável, conduções ligáveis em circuito fechado Classe de proteção IP 65 para todas as partes sob alta tensão do circuito primário IP 3XD para o invólucro dos painéis Opcional: IP 31D para o invólucro dos painéis Opcional: IP 51 para o compartimento de baixa tensão Disjuntor a vácuo Chave seccionadora de três posições para seccionamento e aterramento através do disjuntor terramento com capacidade de fecho através do disjuntor a vácuo Opcional: Chave seccionadora de três posições para seccionamento e aterramento na derivação Opcional: Chave seccionadora e chave de aterramento com capacidade de estabelecimento para o seccionamento e o aterramento na derivação Para mais dimensões e gama de produtos, ver as páginas 1 até 35. Sistema de isolação Caixas do painel enchidas de gás SF 6 Características do gás SF 6 : não tóxico inodoro e incolor não inflamável quimicamente neutro mais pesado que o ar eletronegativo (isolador de alta qualidade) pressão do gás SF 6 nas caixas do painel depende dos valores elétricos nominais (pressão relativa a 20 C): Pressão de enchimento nominal: kpa até 120 kpa Taxa de fuga de gás: < 0,1% por ano. Sistema de videocâmeras Sistema de videocâmeras para o monitoramento visual das posições das chaves seccionadoras e das chaves de aterramento (ver também página 58). Certificação UL Para as versões 8D e 8DB NSI existe um certificado UL ou cul disponível. Projeto básico dos cubículos Exemplo 8D10 Cubículo para barramento simples com chave seccionadora de três posições na derivação Exemplo 8D10 Cubículo para barramento simples com chave de aterramento com capacidade de estabelecimento na derivação H a eps H a eps Legenda para 8D10 1 Compartimento de baixa tensão 2 Painel de operação eletrônico, por exemplo, relé de proteção multifuncional 3 Mecanismo de funcionamento e intertravamento para a chave seccionadora de três posições, bem como indicador de posição mecânico para a chave seccionadora de três posições e o disjuntor Manômetro para o monitoramento do gás nos recintos de gás da derivação 5 Mecanismo de funcionamento do disjuntor 6 Sistema de detecção de tensão 7 Mecanismo de funcionamento e intertravamento da chave seccionadora de três posições, bem como indicador de posição mecânico para a chave seccionadora de três posições na derivação. 8 Mecanismo de funcionamento e intertravamento para a chave de aterramento com capacidade de fechamento, bem como indicador de posição mecânico para a chave de aterramento com capacidade de fechamento na derivação. 9 Mecanismo de funcionamento e intertravamento para a chave seccionadora, bem como indicador de posição mecânico para a chave seccionadora na derivação. 56 Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

56 Componentes Versão NSI Dados elétricos, pressão de enchimento, temperatura para painéis de barramento simples e duplo de acordo com NSI Dados elétricos Nível de isolação atribuído Tensão nominal U r kv,76 8, ,5 1) conjuntos, Tensão suportável nominal de curta pressão de duração a frequência industrial U enchimento e d : fase /terra, no intervalo entre contatos temperatura abertos kv através da distância de isolação kv Tensão suportável nominal de impulso atmosférico U p : fase /terra, no intervalo entre contatos abertos kv através da distância de isolação kv Frequência nominal f r Hz Corrente nominal I 6) r para o barramento 2) Pressão de enchimento nominal p re para o barramento / 120 kpa a 20 C Pressão funcional mínima p me 50 / 100 kpa a 20 C Temperatura ambiente 5 C até + 55 C ) Dados dos cubículos Cubículo de disjuntores, cubículo de chave seccionadora, Corrente nominal I 6) r coplamento longitudinal ), Corrente suportável nominal de curta duração I k t k = 3 s até k acoplamento Corrente suportável nominal de pico I p até k transversal 5) Corrente nominal de fechamento de curto-circuito I ma ) até k Corrente nominal de corte de curto-circuito I sc até k Tempo de vida do disjuntor com corrente nominal ciclos de operação a váculo com corrente nominal de corte de curto-circuito 50 operações de corte Pressão de enchimento nominal p re para ligações / 120 kpa a 20 C Pressão funcional mínima p me 50 / 100 kpa a 20 C 1) Valores superiores para a tensão nominal disponíveis com 2 kv 2) Corrente nominal do barramento com certificação UL até 000 3) Cubículo de disjuntores disponível para painéis de barramento simples 8D10 ) coplamento longitudinal não disponível para corrente nominal 1 5) coplamento transversal disponível para painéis de barramento duplo 8DB10 6) corrente de operação máxima admissível depende da temperatura ambiente Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

57 Componentes Versão NSI Sistema de videocâmeras Os painéis 8D e 8DB podem ser concebidos segundo as especificações NSI. Para isso, cada chave seccionadora de três posições tem um sistema digital de videocâmeras. s posições FECHDO BERTO TERR são transmitidas por fase através de uma interface USB- / Firewire para serem indicadas em um computador portátil através do software Siemens- Disconnector-Tool (SDT). E 1 Características dos transformadores de corrente Versão como transformador de corrente toroidal, unipolar Livre de peças de resina de fundição solicitadas dieletricamente (devido à construção) Tipo indutivo Independentes do clima Conexão secundária através de placa de terminais no compartimento de baixa tensão do cubículo Isolados contra resina de fundição. Características dos transformadores de tensão Versão unipolar, ligável Sistema de conexão com contato de ligação segundo EN Tipo indutivo Protegidos contra contato direto através de invólucro metálico Independentes do clima Conexão secundária através de conectores no compartimento de baixa tensão do cubículo Isolados contra resina de fundição. Montagem Disposição fora do invólucro primário (caixas do painel). Classificação de arco interno Teste de arco interno segundo IEEE Std C (ver também página 13). H a eps Montagem do transformador de tensão (apresentação esquemática) C1 Transformador de corrente para a derivação (Tipo MC_90) D Transformador de corrente para a derivação (Tipo MC_10) E Transformador de corrente para o barramento (Tipo MC_0) Opcional: Transformador de corrente para a derivação entre disjuntor e chave seccionadora de três posições no barramento (Tipo MC_0) Interface Firewire C1 D H35-273b eps Interface USB Montagem do transformador de tensão (apresentação esquemática) 1 Transformadores de tensão para o barramento GBE com fusíveis primários e chave seccionadora de três posições 2 Transformadores de tensão para a derivação GBEI com fusíveis primários (não no cubículo, conexão através de linha flexível com conector tamanho S2 na caixa de conexão do cubículo e transformador de tensão com invólucro metálico) R-H35-19.eps 2 Interfaces USB e Firewire para o monitoramento visual das posições da chave seccionadora de três posições 58 Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

58 Componentes Versão NSI Opcional: Os painéis 8D e 8DB podem ser equipados segundo as especificações NSI com uma chave seccionadora de três posições adicional ou uma chave seccionadora e chave de aterramento na derivação. Características Correntes nominais até té ciclos de operação para a chave seccionadora té 1000 ciclos de operação para a chave de aterramento té 1000 ciclos de operação para a chave de aterramento com capacidade de estabelecimento Eixo de acionamento e contatos da chave seccionadora com um centro de rotação comum e posição confiável até à frente de comando do cubículo Passagens estanques ao gás separam as caixas do barramento e do disjuntor por baixo dos contatos da chave seccionadora do barramento Caixa da conexão de cabos e do disjuntor desmontáveis sem interromper o serviço do barramento Sem manutenção. Posições FECHDO, BERTO, TERRDO ou TERRMENTO PREPRDO FECHDO: Contato da chave seccionadora ligado ao barramento: Circuito fechado entre o barramento, o disjuntor e a derivação BERTO: Circuito aberto entre o barramento, o disjuntor e a derviação: São cumpridas as tensões de teste para as distâncias de seccionamento TERRMENTO PREPRDO: Lâminas de contato ligadas ao contato de aterramento TERRD: Disjuntor fecha-do. Chave seccionadora de três posições ligada na derivação ao contato de aterramento. Mecanismo de funcionamento Devido aos intertravamentos lógicos, só é possível efetuar manobras admissíveis Indicador de posição acoplado mecanicamente Eixos de acionamento separados para as funções de seccionamento, aterramento e aterramento preparado Com mecanismo manual Opcional: Com mecanismo motorizado Potência do motor a DC 2 V até 250 V: máx. 100 W C 110 V até 20 V: máx. 130 V Sentido de rotação idêntico para operar as funções FECHMENTO ou BERTUR. Exemplo: Indicadores de posição 8D10 com chave seccionadora de três posições adicional na derivação H b eps H b eps H b eps Derivação BERT Derivação FECHD Derivação TERRD Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H Q1 -Q1 -Q1 -Q0 -Q9 -Q0 -Q9 -Q0 -Q

59 Normas Normas, especificações, diretrizes Tipo de local de serviço Os painéis são cubículos de uso interno de acordo com a norma IEC (Power Installations exceeding C 1 kv) e a norma VDE 0101 parte externa dos locais de operação de equipamentos elétricos com travas, não deve estar acessível ao público em geral. Os fechamentos dos painéis podem ser removidos somente com o uso de ferramentas em locais de operação fechados eletricamente. O local de operação de equipamentos elétricos com travas é um local externo ou interno reservado exclusivamente para abrigar equipamentos elétricos e é mantido trancado. O acesso é limitado apenas às pessoas autorizadas ou que tenham recebido devido treinamento na área de engenharia elétrica. Termos Chaves de aterramento com capacidade de estabelecimento são chaves de aterramento com capacidade de estabelecimento em curto-circuito de acordo com IEC e VDE / EN Capacidade de isolamento capacidade de isolamento é verificada através de ensaios feitos no painel com valores nominais de tensão suportável de frequência industrial de curta duração e de tensão suportável de impulsos atmosféricos, de acordo com as normas IEC / VDE (ver Tabela Capacidade de isolamento ). Os valores nominais referem-se a valores obtidos no nível do mar e em condições atmosféricas normais (1013 hpa, 20 C, 11 g/m 3 de umidade de acordo com as normas IEC 71 e VDE 0111). isolação a gás com uma pressão de gás > 50 kpa permite a instalação do painel em qualquer altura acima de NN sem prejudicar a tensão suportável. Normas Os painéis 8D e 8DB atendem às normas relevantes e especificações aplicáveis no momento da execução dos testes de tipo. Em conformidade com o acordo de harmonização assinado pelos países da Comunidade Europeia, suas especificações nacionais atendem à norma IEC. Tabela Capacidade de isolação Painéis de barramento simples e duplo 8D10 e 8DB10 Tensão nominal kv ,5 Tensão suportável nominal de curta duração a frequência industrial Entre fases e para o terra kv o longo das distâncias de isolação kv Tensão suportável nominal de impulso atmosférico Entre fases e para o terra kv o longo das distâncias de isolação kv Tabela Capacidade de isolação Painéis de eletrificação ferroviária 8D11/12 Tensão nominal segundo EN kv Tensão nominal segundo IEC 60 / kv EN ,5 27, Tensão suportável nominal de curta duração a frequência industrial Entre fases e para o terra kv o longo das distâncias de isolação kv Tensão suportável nominal de impulso atmosférico Entre fases e para o terra kv o longo das distâncias de isolação kv Panorama das normas (situação fevereiro de 2012) Norma IEC Norma VDE Norma EN Painel 8D e 8DB IEC VDE Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H IEC VDE EN Dispositivos Disjuntor IEC VDE EN Chave seccionadora e de aterramento IEC VDE EN Sistema de detecção de tensão IEC VDE EN Classe de proteção Código IP IEC VDE 0-1 EN Código IK IEC VDE EN Isolamento IEC 71 VDE 0111 EN 71 Transformadores Transformador de corrente IEC -1 VDE 01-1 EN -1 Transformador de tensão IEC -2 VDE 01-2 EN -2 Instalação, montagem IEC VDE 0101 Gás de isolamento SF 6 Uso e manipulação de SF 6 IEC VDE EN Especificações para SF 6 novo IEC VDE EN Controle e tratamento de SF 6 extraído de equipamentos elétricos Panorama das normas para aplicações ferroviárias IEC 60 VDE EN 60 Norma IEC Norma EN Tensão de alimentação 8D11 e 8D12 IEC 60 VDE EN Painéis 8D11 e 8D12 IEC VDE EN Isolamento 8D11 e 8D12 VDE EN 5012

60 Normas Normas, especificações, diretrizes Capacidade de carga corrente nominal refere-se segundo IEC ou IEC , VDE ou VDE às seguintes temperaturas ambientais: Valor máximo da média de 2 horas + 35 C Valor máximo + 0 C capacidade de carga dos cubículos e do barramento depende da temperatura ambiente fora do fechamento. Classificação do arco interno Os ensaios para verificar a classificação do arco interno têm como objetivo assegurar a proteção do pessoal de serviço Execução dos ensaios do arco interno segundo IEC ou VDE e IEEE Std C Definições dos critérios segundo IEC ou VDE: Critério 1 s portas e as coberturas ficam fechadas, deformações limitadas são aceitas Critério 2 Nenhuma ruptura no invólucro, nenhuma peça projetada com um peso acima de 60 g Critério 3 Nenhum furo nos lados acessíveis até uma altura de 2 m Critério Nenhuma inflamação dos indicadores através de gases quentes Critério 5 terramento do invólucro fica eficaz. Resistência dos arcos internos s possibilidades de erros em painéis isolados a SF 6 são, graças ao invólucro unipolar e ao isolamento SF 6 dos painéis e dos dispositivos, muito inferiores do que no caso de outros tipos de painéis: Não há causas de perturbação devido a efeitos externos tais como capa de poluição umidade animais pequenos e corpos estranhos s manobras incorretas são praticamente excluídas devido à disposição lógica dos elementos de acionamento terramento da derivação à prova de curto-circuito é efetuado com a ajuda do disjuntor. No caso de defeito interno, muito pouco provável, dentro da caixa do painel, o possível arco resultante tem menos energia - só ⅓ em comparação ao ar -, graças ao isolamento por SF 6 e ao comprimento mais curto do arco. Resistência aos curto-circuitos e defeitos à terra São excluídos curto-circuitos bifásicos e trifásicos entre os condutores primários devido ao invólucro primário unipolar. Segurança sísmica (opcional) Os painéis 8D e 8DB podem ser reforçados para prestar serviço nas zonas com risco de terramotos. Para esta versão reforçada deve ser efetuado um ensaio de aptidão sísmica segundo as seguintes normas: IEC Guidance seismic test methods for equipment IEC Test Ff: Vibration Time-history method IEC Test Fc: Vibration (sinusoidal) IEEE Recommended Practice for Seismic Design of Substations IEEE IEEE Recommended Practice for Seismic Qualification of Class 1E Equipment for Nuclear Power Generating Stations IEEE C IEEE Guide for Seismic Qualification of Class 1E Metal-Enclosed Power Switchgear ssemblies IEC Recommended practices for seismic qualification of electrical equipment of the safety system for nuclear generating stations Para as montagens em cima de betão plano e rígido ou estrutura de aço (sem ter em conta as influências dos edifícios), as acelerações do solo cumprem os seguintes requisitos: Uniform Building Code 1997 (UBC) Zone California Building Code 1998 (CBC) Zone International Building Code 2006 (IBC) - 200% merican Society of Civil Engineers 2005 (SCE) - 200% IEEE High required response spectrum (Figure.1). Cor da frente do cubículo Norma Siemens (SN) G1, cor light basic (SN0) (semelhante RL 7 / cinza). Condições climáticas e ambientais Os painéis 8D e 8DB têm um invólucro completo e são insensíveis às influências climáticas. Todos os dispositivos de média tensão estão montados dentro de caixas de liga de alumínio resistentes à corrosão, aparafusadas hermeticamente e cheias de gás SF 6 s peças sob tensão dentro e fora da caixa do painel têm um invólucro unipolar Em nenhum lugar podem circular correntes de fuga dos potenciais de alta tensão para a terra s peças dos mecanismos importantes para o funcionamento são fabricadas com materiais anticorrosivos Os pontos de rolamento dentro do mecanismo de funcionamento são de tipo seco e não necessitam de nenhuma lubrificação. Proteção contra corpos estranhos, contra o contato direto e contra a água Os painéis 8D e 8DB cumprem de acordo com IEC VDE , EN IEC VDE , EN IEC VDE 0-1, EN IEC VDE 0-100, EN as seguintes classes de proteção: Classe de proteção grau de proteção IP 65 para as peças do circuito primário sob alta tensão IP 3XD para o invólucro do painel IP 31D para o invólucro do painel (opcional) IP 51 para o compartimento de baixa tensão (opcional) Classe de proteção IK 07 grau de proteção para o invólucro do painel Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

61 Primeiro painel com disjuntores 8D té agora, mais de.000 cubículos 8D e 8DB estão em serviço em todo o mundo com sucesso. (situação de fevereiro de 2012) R-H eps R-H eps R-H eps 62 Painés tipo 8D e 8DB até 0,5 kv, isolados a gás, com disjuntores fixos Siemens H

62

Painéis fixos com disjuntores Tipo NXPLUS C até 24 kv, isolados a gás

Painéis fixos com disjuntores Tipo NXPLUS C até 24 kv, isolados a gás Painéis fixos com disjuntores Tipo NXPLUS C até 24 kv, isolados a gás Painéis de Distribuição de Média Tensão Totally Integrated Power NXPLUS C Catálogo HA 35.41 Edição 2015 siemens.com/medium-voltage-switchgear

Leia mais

Painéis fixos com disjuntores Tipo NXPLUS C até 24 kv, isolados a gás

Painéis fixos com disjuntores Tipo NXPLUS C até 24 kv, isolados a gás www.siemens.com/medium-voltage-switchgear Painéis fixos com disjuntores Tipo NXPLUS C até kv, isolados a gás Painéis de Distribuição de Média Tensão Catálogo HA 5. 0 Answers for infrastructure and cities.

Leia mais

Disjuntores a Vácuo SION Descrição. Índice. Título Aqui. Seção 1 Disjuntores a Vácuo SION Descrição. Seção 2 Disjuntor Padrão 3AE

Disjuntores a Vácuo SION Descrição. Índice. Título Aqui. Seção 1 Disjuntores a Vácuo SION Descrição. Seção 2 Disjuntor Padrão 3AE Disjuntores a Vácuo Descrição Disjuntores a Vácuo Título Aqui Índice Seção 1 Disjuntores a Vácuo Descrição Seção 2 Disjuntor Padrão 3AE Seção 3 Módulo Deslizante 3AE Anexo Siemens AG 2005 Disjuntores a

Leia mais

17,5kV P/V-17 Painel de Distribuição CA em Caixa Metálica. MSA CONTROL Indústria Elétrica Ltda.

17,5kV P/V-17 Painel de Distribuição CA em Caixa Metálica. MSA CONTROL Indústria Elétrica Ltda. GE Energy Management Industrial Solutions MSA CONTROL - (11) 3961-1171 - comercial@msacontrol.com.br Gear 17,5kV P/V-17 Painel de Distribuição CA em Caixa Metálica MSA CONTROL Indústria Elétrica Ltda.

Leia mais

www.siemens.com/sion Disjuntores a vácuo SION 3AE5 e 3AE1 Equipamento de média tensão Catálogo HG 11.02 2014 Answers for infrastructure and cities.

www.siemens.com/sion Disjuntores a vácuo SION 3AE5 e 3AE1 Equipamento de média tensão Catálogo HG 11.02 2014 Answers for infrastructure and cities. www.siemens.com/sion Disjuntores a vácuo SION AE5 e AE1 Equipamento de média tensão Catálogo HG 11.0 014 Answers for infrastructure and cities. Disjuntores a vácuo SION AE5 e AE1 R-HG11-8.tif Siemens HG

Leia mais

Painéis tipo 8DJH 36 para redes de distribuição secundária até 36 kv, isolados a gás. Painéis de média tensão. Totally Integrated Power 8DJH 36

Painéis tipo 8DJH 36 para redes de distribuição secundária até 36 kv, isolados a gás. Painéis de média tensão. Totally Integrated Power 8DJH 36 Painéis tipo 8DJH 36 para redes de distribuição secundária até 36 kv, isolados a gás Painéis de média tensão Totally Integrated Power 8DJH 36 Catálogo HA 40.3 Edição 2014 Answers for infrastructure and

Leia mais

Painéis de distribuição isolados a ar para sistemas de média tensão NXAIR, até 24 kv

Painéis de distribuição isolados a ar para sistemas de média tensão NXAIR, até 24 kv Painéis de distribuição isolados a ar para sistemas de média tensão NXAIR, até 24 kv Painéis de distribuição de média tensão Totally Integrated Power NXAIR Catálogo HA 25.71 Edição 2014 www.siemens.com/nxair

Leia mais

Painéis do tipo SIMOSEC até 24 kv, isolados a ar, ampliáveis

Painéis do tipo SIMOSEC até 24 kv, isolados a ar, ampliáveis www.siemens.com/medium-voltage-switchgear Painéis do tipo SIMOSEC até 24 kv, isolados a ar, ampliáveis Painéis de média tensão Catálogo HA 41.43 2014 Answers for infrastructure and cities. Figuras novas

Leia mais

Disjuntores a vácuo SION 3AE5 e 3AE1. Equipamento de média tensão. Totally Integrated Power SION. Catálogo HG 11.02. Edição 2015. siemens.

Disjuntores a vácuo SION 3AE5 e 3AE1. Equipamento de média tensão. Totally Integrated Power SION. Catálogo HG 11.02. Edição 2015. siemens. Disjuntores a vácuo SION AE5 e AE1 Equipamento de média tensão Totally Integrated Power SION Catálogo HG 11.0 Edição 015 siemens.com/sion Disjuntores a vácuo SION AE5 e AE1 R-HG11-8.tif Siemens HG 11.0

Leia mais

Cubículos de média tensão isolados a Ar tipo NXAIR, NXAIR M e NXAIR P, até 24 kv

Cubículos de média tensão isolados a Ar tipo NXAIR, NXAIR M e NXAIR P, até 24 kv Cubículos de média tensão isolados a Ar tipo NXAIR, NXAIR M e NXAIR P, até 24 kv Painel de média tensão Catálogo HA 25.71 2011 Answers for energy R-HA25-338.tif Aplicação industrial R-HA25-351.tif Aplicação

Leia mais

TRANSFORMADOR A SECO Geafol de 75 a 25.000 kva

TRANSFORMADOR A SECO Geafol de 75 a 25.000 kva Com a linha Geafol, obteve-se um transformador com excelentes características elétricas, mecânicas e térmicas que, adicionalmente, ainda é ecológico. São produzidos sob certificação DQS, ISO 9001 e ISO

Leia mais

Um equipamento confiável

Um equipamento confiável Totally Integrated Power Um equipamento confiável Painel de média tensão isolado a gás 8DJH 36 www.siemens.com/8djh36 Totally Integrated Power (TIP) fornecemos a corrente elétrica certa À esquerda: São

Leia mais

CERTIFICADO DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE ISO

CERTIFICADO DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE ISO 1 Empresa 08 de maio de 1971 - O Engº Paschoal Graziano, com vasta experiência no mercado de eletroeletrônica, e o filho Engº Nunziante Graziano Neto, com a garra e a determinação de um jovem engenheiro,

Leia mais

Distribuição de energia economicamente viável. Totally Integrated Power

Distribuição de energia economicamente viável. Totally Integrated Power Totally Integrated Power Distribuição de energia economicamente viável Painéis de distribuição de média tensão isolados a gás: seguros, compactos e confiáveis www.siemens.com/mediumvoltage Totally Integrated

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Relés de Sobrecarga Térmico Linha RW

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Relés de Sobrecarga Térmico Linha RW Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Relés de Sobrecarga Térmico Linha RW Relés de Sobrecarga Térmico RW Informações Gerais - Local para identificação - Tecla Reset + Multifunção

Leia mais

COMPONENTES. Chave sem carga para o tipo de Título Instalação fixa SW

COMPONENTES. Chave sem carga para o tipo de Título Instalação fixa SW COMPONENTES Chave sem carga para o tipo de Título Instalação fixa SW Informações gerais A chave SW sem carga é uma gama completa projetada para cobrir todas as aplicações a serem cumpridas em subestações

Leia mais

PAINÉIS COMPACTOS DE MÉDIA TENSÃO SÉRIE BEPAC MINISYS

PAINÉIS COMPACTOS DE MÉDIA TENSÃO SÉRIE BEPAC MINISYS PAINÉIS COMPACTOS DE MÉDIA TENSÃO SÉRIE BEPAC MINISYS IND. E COM. S./A MATRIZ Rua Cantagalo, 2187-03319-901 - Tatuapé - São Paulo - SP Fone: (011) 2942-4500 - Fax: (011) 2294-9371 - ligação gratuíta -

Leia mais

www.siemens.com.br/3nj4 Sentron 3NJ4 e 3NJ5 Seccionadores Fusíveis Verticais Maior segurança em soluções compactas

www.siemens.com.br/3nj4 Sentron 3NJ4 e 3NJ5 Seccionadores Fusíveis Verticais Maior segurança em soluções compactas www.siemens.com.br/3nj4 Sentron 3NJ4 e 3NJ5 Seccionadores Fusíveis Verticais Maior segurança em soluções compactas Verticais SENTRON Maior segurança em soluções compactas SENTRON: Dispositivos para distribuição

Leia mais

Um equipamento confiável

Um equipamento confiável Painéis de média tensão isolados a gás até 36 kv Um equipamento confiável 8DJH 36: preparado para todos os requisitos www.siemens.com/infrastructure-cities A distribuição de energia de amanhã já começa

Leia mais

PICCOLO. Empresa. Relatório de Ensaio. Características Gerais. Características Construtivas

PICCOLO. Empresa. Relatório de Ensaio. Características Gerais. Características Construtivas Empresa 08 de maio de 1971 - O Engº Paschoal Graziano, com vasta experiência no mercado de eletroeletrônica, e o filho Engº Nunziante Graziano Neto, com a garra e a determinação de um jovem engenheiro,

Leia mais

RELÉS CONTATORES - BOTOEIRAS

RELÉS CONTATORES - BOTOEIRAS RELÉS CONTATORES - BOTOEIRAS Análise de Circuitos Contatores/Relés Aula 02 Prof. Luiz Fernando Laguardia Campos 3 Modulo Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina Cora Coralina Sobrecarga

Leia mais

Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações

Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações Conceitos modernos de especificação e uso de Subestações e Painéis de média tensão Eng. Nunziante Graziano, M. Sc. AGENDA - NORMAS DE REFERÊNCIA

Leia mais

Disjuntor a Vácuo uso Interno

Disjuntor a Vácuo uso Interno Disjuntor a Vácuo uso Interno D27 - U 1 Sumário 1. Aplicação... 3 2. Condições Normais de Serviço... 4 3. Principais Parâmetros Técnicos... 4 4. Estrutura e Operação do Disjuntor... 5 4.1. Estrutura Geral:...

Leia mais

Proteção ao circuitos elétricos Baixo custo Conformidade IEC 60947-2

Proteção ao circuitos elétricos Baixo custo Conformidade IEC 60947-2 Proteção ao circuitos elétricos Baixo custo Conformidade IEC 60947-2 Disjuntores FM101 - Linha de Disjuntores em Caixa moldada Disjuntores FM101 - Linha de Disjuntores em Caixa moldada Os disjuntores FM

Leia mais

A solução certa para qualquer situação. Totally Integrated Power

A solução certa para qualquer situação. Totally Integrated Power Totally Integrated Power A solução certa para qualquer situação Painéis de distribuição isolados a gás 8DJH e 8DJH Compact para sistemas de distribuição secundários até 24 kv www.siemens.com/8djh Totally

Leia mais

Medium voltage products HD4/R Disjuntores de MT em gás para distribuição secundária. Power and productivity for a better world TM

Medium voltage products HD4/R Disjuntores de MT em gás para distribuição secundária. Power and productivity for a better world TM Medium voltage products HD4/R Disjuntores de MT em gás para distribuição secundária Power and productivity for a better world TM Índice 4 1. Descrição 9 2. Escolha e pedido dos disjuntores 48 3. Características

Leia mais

Usina de Inovações Brasil Novembro 2008 SIPLUX E SIVACON S4

Usina de Inovações Brasil Novembro 2008 SIPLUX E SIVACON S4 Usina de Inovações Brasil Novembro 2008 SIPLUX E SIVACON S4 Painéis de distribuição e Centro de Controle de Motores para todas as aplicações em Baixa Tensão. O que se espera de um painel de Baixa tensão?

Leia mais

CADASTRO TÉCNICO DE FORNECEDORES SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO MATERIAIS PADRONIZADOS APLICADOS EM CÂMARA DE TRANSFORMAÇÃO 15KV - ATENDIMENTO COLETIVO

CADASTRO TÉCNICO DE FORNECEDORES SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO MATERIAIS PADRONIZADOS APLICADOS EM CÂMARA DE TRANSFORMAÇÃO 15KV - ATENDIMENTO COLETIVO SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO CADASTRO TÉCNICO CÓDIGO TÍTULO VERSÃO CD.DT.PDN.03.14.001 03 APROVADO POR MARCELO POLTRONIERI ENGENHARIA E CADASTRO (DEEE) SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 3 2. HISTÓRICO DAS REVISÕES...

Leia mais

GEAFOL - Transformadores a seco de 75 a 25.000 kva. Transformadores encapsulados em resina. Power Transmission and Distribution

GEAFOL - Transformadores a seco de 75 a 25.000 kva. Transformadores encapsulados em resina. Power Transmission and Distribution GEAFOL - Transformadores a seco de 5 a 5.000 kva Transformadores encapsulados em resina Power Transmission and Distribution Aplicações e Características Transformadores a seco Geafol de 5 a 5.000 kva Confiabilidade

Leia mais

46.52 46.61. 2 reversíveis, 8 A Plug-in/terminais a solda. 2 reversíveis 8/15 250/440 2000 350 0.37. AgNi

46.52 46.61. 2 reversíveis, 8 A Plug-in/terminais a solda. 2 reversíveis 8/15 250/440 2000 350 0.37. AgNi Série - Mini relé industrial 8-16 SÉRIE Características.52.61 1 ou 2 contatos.52-2 contatos reversíveis 8.61-1 contato reversível 16 Montado diretamente em base ou via conectores Faston Bobinas em C ou

Leia mais

110,5 x 22,5 x 114 (term. mola)

110,5 x 22,5 x 114 (term. mola) Supervisão de parada de emergência e monitoramento de portas Supervisão de sensores de segurança magnéticos codificados Entrada para 1 ou 2 canais Categoria de Segurança até 4 conforme EN 954-1 Para aplicações

Leia mais

Características Técnicas Série Quasar

Características Técnicas Série Quasar Descrição do Produto A Série Quasar é uma linha de painéis tipo CCMi (centro de controle de motores inteligente) para baixa tensão e correntes até 3150 A, ensaiados conforme a norma NBR/IEC 60439-1 - TTA

Leia mais

Chaves 3 KU Seccionadoras e Comutadoras

Chaves 3 KU Seccionadoras e Comutadoras haves 3 KU Seccionadoras e omutadoras haves Seccionadoras e omutadoras Seccionadoras s chaves Seccionadoras E tipo 3KU1, para cargas de 12 a 1000 em 00 Vca 0- Hz, são apropriadas para uso como chaves gerais

Leia mais

Tapetes de Segurança SMS 4 / SMS 5

Tapetes de Segurança SMS 4 / SMS 5 Tapetes de Segurança SMS 4 / SMS 5 Safe solutions for your industry 2 Índice Princípios de Funcionamento - Tapetes de Segurança Página 4 Cálculo da Distância Segura ao Ponto Perigoso Página 5 Dados Técnicos

Leia mais

VBWK Módulo de Entrada em MT para Instalações em Alvenaria. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

VBWK Módulo de Entrada em MT para Instalações em Alvenaria. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas VBWK Módulo de Entrada em MT para Instalações em Alvenaria Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Solução Integrada para Instalações em Alvenaria O kit de entrada em média tensão VBWK

Leia mais

ISOTRANS IND. DE TRANSFORMADORES LTDA.

ISOTRANS IND. DE TRANSFORMADORES LTDA. ISOTRANS IND. DE TRANSFORMADORES LTDA. TRANSFORMADORES MONOFÁSICOS DE ISOLAÇÃO COM BLINDAGEM APLICAÇÃO Os transformadores monofásicos de isolação com blindagens, magnética e eletrostática, foram desenvolvidos

Leia mais

CABINES METÁLICAS PRÉ-FABRICADAS DESTINADAS À MEDIÇÃO,PROTEÇÃO E TRANSFORMAÇÃO DE ENERGIA

CABINES METÁLICAS PRÉ-FABRICADAS DESTINADAS À MEDIÇÃO,PROTEÇÃO E TRANSFORMAÇÃO DE ENERGIA CABINES METÁLICAS PRÉ-FABRICADAS DESTINADAS À MEDIÇÃO,PROTEÇÃO E TRANSFORMAÇÃO DE ENERGIA ROMAGNOLE Produtos Elétricos S.A. 1 2 ROMAGNOLE Produtos Elétricos S.A. A energia é o núcleo dos acontecimentos,

Leia mais

TRANSFORMADORES MOLDADOS EM RESINA

TRANSFORMADORES MOLDADOS EM RESINA MODELO TAM TRANSFORMADORES - TIPO TAM Os transformadores a seco moldados em resina epóxi são indicados para operar em locais que exigem segurança, os materiais utilizados em sua construção são de difícil

Leia mais

AULA 02 REVISÃO DE EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS TRANSFORMADORES DE MEDIDAS DISJUNTORES DE POTÊNCIA

AULA 02 REVISÃO DE EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS TRANSFORMADORES DE MEDIDAS DISJUNTORES DE POTÊNCIA AULA 02 REVISÃO DE EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS TRANSFORMADORES DE MEDIDAS DISJUNTORES DE POTÊNCIA ENE095 Proteção de Sistemas Elétricos de Potência Prof. Luís Henrique Lopes Lima 1 TRANSFORMADORES DE MEDIDAS

Leia mais

Interruptores Seccionadores SDW Correntes Nominais de 40 a 70 A Versões bipolar, tripolar e tetrapolar

Interruptores Seccionadores SDW Correntes Nominais de 40 a 70 A Versões bipolar, tripolar e tetrapolar Minidisjuntores MBW Correntes nominais de 2 a 70 A Curvas de disparo B e C Versões monopolar, bipolar, tripolar e tetrapolar Interruptores Diferenciais Residuais DRs RBW Sensibilidade de ou 0mA Correntes

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA TEMA DA AULA PROFESSOR: RONIMACK TRAJANO DE SOUZA

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA TEMA DA AULA PROFESSOR: RONIMACK TRAJANO DE SOUZA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA TEMA DA AULA EQUIPAMENTOS DA SE PROFESSOR: RONIMACK TRAJANO DE SOUZA COMPONENTES SUBESTAÇÕES OBJETIVOS Apresentar os principais equipamentos

Leia mais

Relés de Sobrecarga Térmicos 3US

Relés de Sobrecarga Térmicos 3US Relés de Sobrecarga Térmicos US Relés de Sobrecarga Térmicos US /2 / /5 /8 Resumo Tabela de Seleção Informações Técnicas Esquema Dimensional catalogo TS_ cap.indd 1 Relés de Sobrecarga Térmicos US Relés

Leia mais

SIRIUS Innovations. Comando, Manobra e Proteção. Controle Industrial. Answers for industry.

SIRIUS Innovations. Comando, Manobra e Proteção. Controle Industrial. Answers for industry. SIRIUS Innovations Comando, Manobra e. Controle Industrial nswers for industry. Contatores 38 Introdução Siemens Industry utomation inovou o seu Sistema Modular SIRIUS de Controles Industriais. Os produtos

Leia mais

Medium Voltage Products. VD4 Disjuntores de média tensão a vácuo 12...24 kv - 630...3150 A - 16...40 ka

Medium Voltage Products. VD4 Disjuntores de média tensão a vácuo 12...24 kv - 630...3150 A - 16...40 ka Medium Voltage Products VD4 Disjuntores de média tensão a vácuo 12...24 kv - 630...3150 A - 16...40 ka 2 Indice Índice 4 1. Descrição 12 2. Escolha e pedido 54 3. Características específicas do produto

Leia mais

Marcação máxima. Observar as informações na placa de características. II 1/2 G. Ex d + e/d IIC Ga/Gb I M 1. Ex d + e I Ma. Certificado Conformidade

Marcação máxima. Observar as informações na placa de características. II 1/2 G. Ex d + e/d IIC Ga/Gb I M 1. Ex d + e I Ma. Certificado Conformidade s relativas às instruções Ao trabalhar em zonas com risco de explosão, a segurança de pessoas e equipamentos depende do cumprimento dos regulamentos de segurança relevantes. As pessoas que são responsáveis

Leia mais

Proteção Diferencial

Proteção Diferencial GE Consumer & Industrial GE Energy Management Industrial Solutions Proteção Diferencial DR - Interruptor Diferencial Residual DDR - Disjuntor com Proteção Diferencial DOC (Diff-o-Click) - Blocos Diferenciais

Leia mais

Relé Auxiliar RCA 116

Relé Auxiliar RCA 116 Relé Auxiliar RCA 116 Aplicação, Estrutura e Funcionamento. Aplicação O Relé Auxiliar RCA 116 é especialmente apropriado para uso em instalações de comando manual, controles automáticos e supervisão. O

Leia mais

COMPONENTES. Contatores de potência Tipo BMS09.08 / 18.08

COMPONENTES. Contatores de potência Tipo BMS09.08 / 18.08 COMPONENTES Contatores de potência Tipo 09.08 / 18.08 Informações gerais O contator, com mais de cem mil unidades em operação em todo o mundo, é um contator valorizado pelos construtores de vagões e operadores

Leia mais

Produtos de Média Tensão. Is-limiter Limitador de corrente extra rápido

Produtos de Média Tensão. Is-limiter Limitador de corrente extra rápido Produtos de Média Tensão Is-limiter Limitador de corrente extra rápido Is-limiter O limitador de corrente extra rápido reduz os custos das instalações resolve problemas de curto-circuito em instalações

Leia mais

Mini Aquecedor série SEC 016 8W, 10W, 13W

Mini Aquecedor série SEC 016 8W, 10W, 13W Mini Aquecedor série SEC 016 8W, 10W, 13W Limitador de temperatura Ampla faixa de alimentação Aquecimento dinâmico Economia de energia elétrica Compacto Aquecedor para aplicação em invólucros de pequeno

Leia mais

SITRANS LVL200H.ME****A****

SITRANS LVL200H.ME****A**** Vibrating Switches SITRANS LVL200H.ME****A**** NCC 14.03368 X Ex d IIC T6 Ga/Gb, Gb Instruções de segurança 0044 Índice 1 Validade... 3 2 Geral... 3 3 Dados técnicos... 4 4 Condições de utilização... 4

Leia mais

Introdução: O que é uma Subestação? Definição NBR 5460 / 1992

Introdução: O que é uma Subestação? Definição NBR 5460 / 1992 Subestações Introdução: O que é uma Subestação? Definição NBR 5460 / 1992 Parte de um sistema de potência, concentrada em um dado local, compreendendo primordialmente as extremidades de linhas de transmissão

Leia mais

Instruções de segurança VEGAFLEX FX61/62/65/66/67.CI****H**** VEGAFLEX FX63.CI***H**** AEX-12064-X

Instruções de segurança VEGAFLEX FX61/62/65/66/67.CI****H**** VEGAFLEX FX63.CI***H**** AEX-12064-X Instruções de segurança VEGAFLEX FX61/62/65/66/67.CI****H**** VEGAFLEX FX63.CI***H**** AEX-12064-X BR-Ex ia IIC T6 0044 38674 Índice 1 Validade 3 2 Geral 3 2.1 Instrumentos da zona 0 3 2.2 Instrumentos

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SUMÁRIO CONTEÚDO PG. 4. Disjuntor 145 kv 02 4.1. Objetivo 02 4.2. Normas 02 4.3. Escopo de Fornecimento 02 T- 4.1. Tabela 02 4.4. Características Elétricas 02 4.5. Características Operativas 03 4.5.1.

Leia mais

Contatos em AgNi, para comutação de cargas resistivas ou levemente indutivas, como cargas de motores. 2000 fluorescente compacta (CFL) W

Contatos em AgNi, para comutação de cargas resistivas ou levemente indutivas, como cargas de motores. 2000 fluorescente compacta (CFL) W Características 22.32.0.xxx.1xx0 Série 22 - Contator modular 25 A 22.32.0.xxx.4xx0 Contator modular de 25A - 2 contatos Largura do módulo, 17.5 mm Contatos NA com abertura 3mm com dupla abertura Energização

Leia mais

Soluções confiáveis para baixa tensão

Soluções confiáveis para baixa tensão Soluções confiáveis para baixa tensão Maior Flexibilidade Acesso traseiro Módulo de tamanho reduzido Barramento pelo topo Sem fronteiras Quatro pólos Teste de tipo KEMA em conjuntos de até 6400A para distribuição

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO Título PARALELISMO MOMENTÂNEO DE GERADOR COM O SISTEMA PRIMÁRIO DE DISTRIBUIÇÃO ATÉ 25 kv, COM OPERAÇÃO EM RAMPA

PROCEDIMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO Título PARALELISMO MOMENTÂNEO DE GERADOR COM O SISTEMA PRIMÁRIO DE DISTRIBUIÇÃO ATÉ 25 kv, COM OPERAÇÃO EM RAMPA PROCEDIMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO Título PARALELISMO MOMENTÂNEO DE GERADOR COM O SISTEMA PRIMÁRIO DE DISTRIBUIÇÃO ATÉ 25 kv, COM OPERAÇÃO EM RAMPA Código NTD-00.024 Data da emissão 05.11.2009 Data da última

Leia mais

Capítulo III. Faltas à terra no rotor e proteções de retaguarda. Proteção de geradores. Faltas à terra no rotor. Tipos de sistemas de excitação

Capítulo III. Faltas à terra no rotor e proteções de retaguarda. Proteção de geradores. Faltas à terra no rotor. Tipos de sistemas de excitação 24 Capítulo III Faltas à terra no rotor e proteções de retaguarda Por Geraldo Rocha e Paulo Lima* Faltas à terra no rotor A função primária do sistema de excitação de um gerador síncrono é regular a tensão

Leia mais

Proteção Diferencial. GE Energy Services Industrial Solutions. imagination at work

Proteção Diferencial. GE Energy Services Industrial Solutions. imagination at work GE Consumer & Industrial GE Energy Services Industrial Solutions Proteção Diferencial DR - Interruptor Diferencial Residual DDR - Disjuntor com Proteção Diferencial DOC (Diff-o-Click) - Blocos Diferenciais

Leia mais

Série Quasar. Quadro Geral de Baixa Tensão Quadro de Distribuição Centro de Controle de Motores Inteligente. www.altus.com.br

Série Quasar. Quadro Geral de Baixa Tensão Quadro de Distribuição Centro de Controle de Motores Inteligente. www.altus.com.br Série Quasar Quadro Geral de Baixa Tensão Quadro de Distribuição Centro de Controle de Motores Inteligente www.altus.com.br Na medida exata para seu negócio Modular: ampla variedade de configurações para

Leia mais

Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações

Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações Novas Diretrizes de projeto e aplicação de painéis de baixa tensão Eng. Nunziante Graziano, M. Sc. AGENDA Normas de Referência Por que um

Leia mais

Descrição do Produto. Dados para Compra. Itens Integrantes. Código do Produto

Descrição do Produto. Dados para Compra. Itens Integrantes. Código do Produto Descrição do Produto A Série Energy da Altus traz uma solução confiável para um dos pontos mais críticos em uma aplicação industrial: o fornecimento de alimentação para todos os dispositivos do sistema

Leia mais

30.22. Baixo consumo Contatos dourados Montagem em circuito impresso 0.8. Vista lado cobre. 2 reversíveis 2/3 125/250 125 25

30.22. Baixo consumo Contatos dourados Montagem em circuito impresso 0.8. Vista lado cobre. 2 reversíveis 2/3 125/250 125 25 Série 30 - Relé miniatura Dual in Line A Características 30. Montagem em circuito impresso A para comutação de sinais contatos reversíveis para comutação de baixas cargas Relé miniatura para padrão industrial

Leia mais

Transformadores Secos. Motores Automação Energia Tintas

Transformadores Secos. Motores Automação Energia Tintas Motores Automação Energia Tintas www.weg.net Em um Transformador Seco WEG, há mais de 40 anos de experiência na fabricação de motores elétricos, mais de 25 anos na fabricação de transformadores e toda

Leia mais

CCM. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão. Painéis metálicos fabricados em aço carbono.

CCM. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão. Painéis metálicos fabricados em aço carbono. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão Painéis metálicos fabricados em aço carbono. Definição ( montado): é uma combinação de dispositivos e equipamentos de manobra,

Leia mais

Contatos em AgNi, para comutação de cargas resistivas ou levemente indutivas, como cargas de motores

Contatos em AgNi, para comutação de cargas resistivas ou levemente indutivas, como cargas de motores Características 22.32.0.xxx.1xx0 Série 22 - Contator modular 25 A 22.32.0.xxx.4xx0 Mini contator modular de 25A - 2 contatos Largura do módulo, 17.5 mm Contatos NA com abertura 3mm com dupla abertura Energização

Leia mais

Disjuntor-motor MPW25

Disjuntor-motor MPW25 Disjuntor-motor MPW25! Solução Compacta para Proteção do circuito elétrico e partida/proteção de motores! Disparadores Térmico e Magnético! Alta capacidade de Interrupção! Completa Linha de Acessórios

Leia mais

Soluções modulares para proteção elétrica Minidisjuntores, interruptores diferenciais, blocos diferenciais e minidisjuntores diferenciais

Soluções modulares para proteção elétrica Minidisjuntores, interruptores diferenciais, blocos diferenciais e minidisjuntores diferenciais Produtos de Baixa Tensão Soluções modulares para proteção elétrica Minidisjuntores, interruptores diferenciais, blocos diferenciais e minidisjuntores diferenciais Soluções para aplicações residenciais

Leia mais

Instalações de média tensão ABNT NBR 14039

Instalações de média tensão ABNT NBR 14039 52 Instalações de média tensão ABNT NBR 14039 Capítulo IV Seleção e instalação de componentes Parte 1 Por Marcus Possi* O foco deste artigo é o Capítulo 6 da norma ABNT NBR 14039 Instalações elétricas

Leia mais

Dispositivos de Proteção

Dispositivos de Proteção 4 Dispositivos de Proteção Todos os circuitos deverão ser protegidos, a fim de garantir a integridade física das pessoas das instalações e equipamentos. Para isso, existem diversos dispositivos e equipamentos

Leia mais

EVOLUÇÃO DAS SUBESTAÇÕES

EVOLUÇÃO DAS SUBESTAÇÕES EVOLUÇÃO DAS SUBESTAÇÕES O caminho percorrido pelas subestações de energia elétrica até alcançar as modernas instalações de hoje. 1 Cem anos não são nada se comparados com o tempo em que o homem vem vagando

Leia mais

Relé de Proteção do Motor RPM ANSI 37/49/50/77/86/94 CATÁLOGO. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5

Relé de Proteção do Motor RPM ANSI 37/49/50/77/86/94 CATÁLOGO. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 CATÁLOGO ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Relé de Proteção de Motores RPM foi desenvolvido para supervisionar até 2 (dois) grupos ventiladores/motores simultaneamente, é utilizado

Leia mais

cpg.0 e cpg.1 Reliable innovation. Personal solutions. Sistema de tipo GIS de painel de barramento simples e duplo www.ormazabal.

cpg.0 e cpg.1 Reliable innovation. Personal solutions. Sistema de tipo GIS de painel de barramento simples e duplo www.ormazabal. Aparelhagem de MT para cpg.0 e cpg.1 Sistema de tipo GIS de painel de barramento simples e duplo Até 40,5 kv Até 38 kv Normas IEC Normas IEEE Reliable innovation. Personal solutions. www.ormazabal.com

Leia mais

Capacitores Correção do Fator de Potência. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Capacitores Correção do Fator de Potência. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Capacitores Correção do Fator de Potência Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas www.we.net Sumário Tecnoloia dos Capacitores...4 Linha de Produtos...5 UCW - Unidade Capacitiva Monofásica...6

Leia mais

Contatos em AgNi, para comutação de cargas resistivas ou levemente indutivas, como cargas de motores. 2000 fluorescente compacta (CFL) W

Contatos em AgNi, para comutação de cargas resistivas ou levemente indutivas, como cargas de motores. 2000 fluorescente compacta (CFL) W Série - Contator modular 25-40 - 63 A SÉRIE Características.32.0.xxx.1xx0.32.0.xxx.4xx0 Contator modular de 25A - 2 contatos Largura do módulo, 17.5 mm Contatos NA com abertura 3mm com dupla abertura Energização

Leia mais

Manual Técnico. Transformadores de potência. Revisão 5 ÍNDICE

Manual Técnico. Transformadores de potência. Revisão 5 ÍNDICE Página 1 de 10 Manual Técnico Transformadores de potência Revisão 5 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO...2 2 RECEBIMENTO...2 3 INSTALAÇÃO...3 3.1 Local de instalação...3 3.2 Ligações...3 3.3 Proteções...7 4 MANUTENÇÃO...9

Leia mais

Sempre um passo à frente com as Fontes de Alimentação SITOP NOVA. SITOP modular. sitop

Sempre um passo à frente com as Fontes de Alimentação SITOP NOVA. SITOP modular. sitop Sempre um passo à frente com as Fontes de Alimentação SITOP NOVA sitop SITOP modular NOVIDADE: SITOP monofásica modular 193 países UMA fonte de alimentação Sejam quais forem as tarefas a serem cumpridas:

Leia mais

SISTEMA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO SUBSISTEMA NORMASE ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA

SISTEMA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO SUBSISTEMA NORMASE ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA MANUAL ESPECIAL SISTEMA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO SUBSISTEMA NORMASE ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA E-313.0064 TRANSFORMADORES DE DISTRIBUIÇÃO

Leia mais

SION Disjuntor a Vácuo para as mais diferentes Aplicações

SION Disjuntor a Vácuo para as mais diferentes Aplicações SION Disjuntor a Vácuo para as mais diferentes Aplicações Siemens Média Tensão Schutzvermerk / Copyright-Vermerk Siemens AG 2012 Índice 1. Dados técnicos 2. Portfolio 3. Características do Produto 4. Detalhes

Leia mais

Descrição do Produto. Dados para compra

Descrição do Produto. Dados para compra Descrição do Produto A funcionalidade e versatilidade da linha de Inversores de Freqüência NXL da Altus fazem dela a solução ideal para as mais diversas aplicações. Visa atingir motores com menores potências

Leia mais

A solução ideal para instalações residenciais e terciárias

A solução ideal para instalações residenciais e terciárias NOVOS Disjuntores RX 3 A solução ideal para instalações residenciais e terciárias Ambiente Residencial - área úmida Ambiente Residencial Soho - Pequeno Escritório ou Home Office Ambiente Residencial -

Leia mais

Instalações Elétricas Industriais

Instalações Elétricas Industriais Instalações Elétricas Industriais ENG 1480 Professor: Rodrigo Mendonça de Carvalho Instalações Elétricas Industriais CAPÍTULO 01 INTRODUÇÃO Flexibilidade: admitir mudanças nas localizações dos equipamentos,

Leia mais

Siemens AG 2009 SIRIUS SENTRON SIVACON. Catálogo LV 90 2009. Baixa Tensão Corte, protecção e comando. Answers for industry.

Siemens AG 2009 SIRIUS SENTRON SIVACON. Catálogo LV 90 2009. Baixa Tensão Corte, protecção e comando. Answers for industry. SIRIUS SENTRON SIVACON Catálogo LV 90 2009 Baixa Tensão Corte, protecção e comando Answers for industry. Interruptores de corte em carga, sistemas de barramentos SENTRON 8US Introdução Apresentação geral

Leia mais

2. DISPOSITIVOS DE COMANDO E CHAVES DE PARTIDA

2. DISPOSITIVOS DE COMANDO E CHAVES DE PARTIDA 2. DISPOSITIVOS DE COMANDO E CHAVES DE PARTIDA A instalação de máquinas diversas requer uma grande gama de dispositivos que possibilitem o perfeito funcionamento, de preferência o mais automatizado possível,

Leia mais

Equipamentos de manobra. Chaves Seccionadoras e Comutadoras Answers for industry.

Equipamentos de manobra. Chaves Seccionadoras e Comutadoras Answers for industry. Equipamentos de manobra Chaves Seccionadoras e Comutadoras Answers for industry. s A Índice Seccionadores S31 - tetrapolares... 2 Seccionadores S32, Ergon - tripolares e tetrapolares... 3 Seccionadores

Leia mais

Dispositivos de proteção

Dispositivos de proteção Dispositivos de proteção Introdução Panorama da linha Tipo 3RV10 3RV11 3RV13 3RV14 3RV16 3RV16 3RV17 Disjuntor 3RV1 até 100 A Aplicações Proteção de instalações 1) 1) Proteção de motores Proteção de motores

Leia mais

Painéis de Distribuição ALPHA 160 e 400 A. Total segurança para a sua instalação. www.siemens.com.br/alpha

Painéis de Distribuição ALPHA 160 e 400 A. Total segurança para a sua instalação. www.siemens.com.br/alpha Painéis de Distribuição ALPHA 160 e 400 A Total segurança para a sua instalação www.siemens.com.br/alpha Painéis de Distribuição ALPHA Alta tecnologia para cada necessidade. Preparados para enfrentar qualquer

Leia mais

Válvulas solenoides de 2/2 vias servo operadas tipo EV220B 15 50

Válvulas solenoides de 2/2 vias servo operadas tipo EV220B 15 50 Catálogo técnico Válvulas solenoides de 2/2 vias servo operadas tipo EV220B 15 50 EV220B 15 50 é um programa universal de válvula solenoide de 2/2 vias indiretamente servo-operada. O corpo da válvula em

Leia mais

Conjunto de Manobra e Controle de Média Tensão (MT) seguro e confiável

Conjunto de Manobra e Controle de Média Tensão (MT) seguro e confiável Power Xpert UX Conjunto de Manobra e Controle de Média Tensão, conforme IEC Testado em conformidade com IEC 62271-200 17.5 kv até 50 ka - 3s / 24 kv até 25 ka - 3s Classificado para Arco interno Cubículos

Leia mais

UMG 104-Mais do que um simples Multímetro UMG 104

UMG 104-Mais do que um simples Multímetro UMG 104 UMG 104 UMG 104-Mais do que um ples Multímetro O UMG 104 equipado com um DSP de 500 MHz (processador de sinal digital) é um analisador de tensão muito rápido e potente. A varredura contínua dos 8 canais

Leia mais

LINHA Bt200. Conjunto de Manobra e Controle de Baixa Tensão. Bt200

LINHA Bt200. Conjunto de Manobra e Controle de Baixa Tensão. Bt200 LINHA LINHA CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS Dimensões Altura: 2400mm., Largura: 600/700/800mm., Profundidade: 600/800mm. Outras configurações conforme consulta; Estrutura fabricada em chapa de 2,65mm. (12MSG),

Leia mais

Os termômetros de resistência podem ser isolados de altas tensões. Todavia, na prática, o espaço de instalação disponível é frequentemente pequeno

Os termômetros de resistência podem ser isolados de altas tensões. Todavia, na prática, o espaço de instalação disponível é frequentemente pequeno ProLine P 44000 Medições Precisas de Temperatura em Altas Tensões, até 6,6 kv Quando as temperaturas precisam ser medidas com termômetros de resistência Pt100 em ambientes sob altas tensões, os transmissores

Leia mais

Protegendo e otimizando a instalação elétrica em média tensão com Evokit P

Protegendo e otimizando a instalação elétrica em média tensão com Evokit P Protegendo e otimizando a instalação elétrica em média tensão com Evokit P Disjuntor Evolis Alta durabilidade Durabilidade elétrica: - E2: 10.000 interrupções a corrente nominal Durabilidade mecânica:

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SUMÁRIO CONTEÚDO PG. 1. OBJIVO 02 2. ÂMBITO 02 3. CONCEITOS 02 4. NORMAS, LEGISLAÇÃO APLICÁVEIS E DOCUMENTOS COMPLEMENTARES 02 5. INSTRUÇÕES GERAIS 03 5.1. Local da realização dos serviços 03 5.2. Condições

Leia mais

22.32.0.xxx.1xx0 22.32.0.xxx.4xx0. Contatos em AgNi, para comutação de cargas resistivas ou levemente indutivas, como cargas de motores

22.32.0.xxx.1xx0 22.32.0.xxx.4xx0. Contatos em AgNi, para comutação de cargas resistivas ou levemente indutivas, como cargas de motores Série 22 - Contator modular 25-40 - 63 A SÉRIE 22 Características 22.32.0.xxx.1xx0 22.32.0.xxx.4xx0 Contator modular de 25A - 2 contatos argura do módulo, 17.5 mm Contatos NA com abertura 3mm com dupla

Leia mais

Produtos de Baixa Tensão. Novo SACE Emax 2 Referência em disjuntores de baixa tensão no mundo

Produtos de Baixa Tensão. Novo SACE Emax 2 Referência em disjuntores de baixa tensão no mundo Produtos de Baixa Tensão Novo SACE Emax 2 Referência em disjuntores de baixa tensão no mundo Novo Emax 2 A ABB criou a combinação perfeita de controle, facilidade de uso, conectividade e desempenho, para

Leia mais

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS Capítulo 4 Parte 2 Condutores elétricos: 1. semestre de 2011 Abraham Ortega Número de condutores isolados no interior de um eletroduto Eletroduto é um elemento de linha elétrica fechada,

Leia mais

Sistema de Proteção Elétrica em Subestações com Alta e Média Tensão Parte I

Sistema de Proteção Elétrica em Subestações com Alta e Média Tensão Parte I Sistema de Proteção Elétrica em Subestações com Alta e Média Tensão Parte I Prof. Eng. José Ferreira Neto ALLPAI Engenharia Out/14 Parte 1 -Conceitos O Sistema Elétrico e as Subestações Efeitos Elétricos

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Automação Contatores para Aplicações de Segurança

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Automação Contatores para Aplicações de Segurança Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Automação Contatores para Aplicações de Segurança Com a crescente conscientização da necessidade de avaliação dos riscos na operação de máquinas

Leia mais