Medidores de nível de combustível LLS е LLS-AF 20310

Save this PDF as:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Medidores de nível de combustível LLS 20160 е LLS-AF 20310"

Transcrição

1 Medidores de nível de combustível LLS е LLS-AF 20310

2 Conteúdo 1 INTRODUÇÃO DESCRIÇÃO E OPERAÇÃO USO DO PRODUTO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS LLS-AF ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS LLS Lista dos equipamentos Embalagens Limitações operacionais Preparação do produto para o uso Uso do produto MANUTENÇÃO... 8 ANEXO A... 9 Vista geral, dimensões de instalação e pinagem de saída do medidor de nível de combustível... 9 ANEXO B Pinagem de saídas da tomada de contatos do produto Pinagem de saídas do LLS Pinagem de saídas do LLS-AF

3 1 INTRODUÇÃO O objetivo deste manual é colocar à sua disposição informações, princípios de operação e regras do uso de medidores de nível de combustível LLS, LLS-AF (neste manual chamado "o produto"). O produto funciona com os seguintes tipos de combustível: gasolina, diesel e outros derivados de petróleo líquidos que preservam o seu estado físico dentro da faixa de temperaturas de operação. A cor do material da estrutura dos produtos LLS LLS-AF Preto Verde O produto está disponível nas versões, dependendo do comprimento da parte medidora: 700 mm, 1000 mm, 1500 mm, 2000 mm, 2500 mm, 3000 mm. Os fios de ligação são colocados na mangueira metálica. Emissão de dados sobre o nível de combustível por produto LLS LLS-AF via interface RS-232 ou RS-485 e via protocolo Omnicomm usando sinal analógico ou de frequência 3

4 2 DESCRIÇÃO E OPERAÇÃO 2.1 USO DO PRODUTO Os produtos podem ser usados para medição de nível em tanques de combustível de veículos e unidades estacionárias de armazenamento de combustível. 2.2 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS LLS-AF Tabela 1 Alimentação: Tensão de alimentação, Volts 7-45 Consumo de energia, Watts: típico 0.6 máximo 0,9 Durante um curto circuito na saída analógica Inferior a 1,6 Medição de nível: Saída analógica: Período de medição, segundos 1 Erro relativo da medição, % Inferior a ±1,0 Erro de medição adicional, causado por mudanças de temperatura na faixa inteira de temperatura de operação, % Tensão máxima de saída, Volts Tensão mínima de saída, Volts Resolução da conversão digital-analógica, bits 12 Inferior a 1,2 Impedância de carga por saída analógica, Ω Superior a 2000 A ondulação do sinal de saída, % Inferior a 0,15 Saída de frequência: Modulação do sinal de saída de frequência e pulso Faixa de frequências de saída, Hz Corrente máxima na saída de frequência no modo coletor aberto, ma 300 Resistência do resistor pull-up interno para tensão positiva, Ω 1500 Informações gerais: Rigidez dielétrica da isolação galvânica, mínima, Volts 250 Faixa de temperaturas de operação С de -40 a + 80 Limites de temperatura, С -60 e + 85 Nível de proteção da estrutura de ingresso da poeira e umidade A configuração dos produtos deve ser feita através da interface RS-485. A leitura de dados sobre o nível de combustível não é aplicável para a interface RS-485. IP57 4

5 2.2.2 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS LLS Tabela 2 Margem permitida de erro intrínseco de medição, % ±1 Margem permitida de erro de medição adicional do nível, causado pela mudança de temperatura ambiente de (20 ± 5) C para temperaturas na faixa de - 60 C a + 60 C, a cada 10 С, % Margem permitida de erro de medição adicional do nível, causado pela mudança de temperatura ambiente de (20 ± 5) C para temperaturas na faixa de + 60 C a + 85 C a cada 10 С, % Interface da emissão de valores medidos Vida útil média, anos, mínima de 8 Nível de proteção da estrutura de ingresso da poeira e umidade Condições operacionais: ±0,05 ±0,1 RS-232, RS- 485 temperatura ambiente, С; umidade relativa do ar à temperatura de 25 c, %; de 30 a 80 pressão atmosférica, KPA de 84 a 107 A faixa de variação da codificação digital, que corresponde ao valor máximo do nível medido A faixa de variação da codificação digital, que corresponde ao valor mínimo do nível medido Faixa de variação da temperatura, С de -55 a + 80 Erro absoluto de medição de temperatura em toda faixa de temperaturas de operação, С ± 2 Período de medição, segundos 1 Limites de temperatura, С -60 e + 85 Intervalo da emissão automática de dados, segundos de 1 a 255 IP LISTA DOS EQUIPAMENTOS Tabela 3 Nome Quantidade, peças 1 Medidor de nível de combustível LLS-AF Cabo de instalação na manga ondulada plástica, comprimento 7m 1 3 Peças do kit de montagem 1 4 Recipiente 1 5 Passaporte 1 5

6 2.4 EMBALAGENS O produto é embalado em uma caixa de papelão. É permitido usar embalagem múltipla para dois ou mais produtos. Assim, a rotulagem deve conter informações sobre o número de produtos dentro da embalagem. 2.5 LIMITAÇÕES OPERACIONAIS A temperatura do ar não deve exceder os valores indicados nas especificações técnicas. O produto não deve ter danos mecânicos na forma de buracos, rachaduras, curvas. Não permitir danos de isolamento dos cabos. Comprimento mínimo de corte da parte medidora 150 mm, sem perder a faixa de medição. Utilize o produto com produtos de petróleo líquidos. O uso de combustível de baixa qualidade pode levar à operação incorreta do produto. Permissividade dielétrica do meio medido deve ser permanente. O não cumprimento desta. O não cumprimento desta exigência resultará em aumento do erro de medição. 2.6 PREPARAÇÃO DO PRODUTO PARA O USO A preparação do produto para o uso é realizada em conformidade com os métodos descritos no Manual de montagem". 6

7 2.7 USO DO PRODUTO 1) Conectar o produto ao computador usando o DUC (dispositivo universal de configuração ) 2) Configurar o produto usando o programa LLS Monitor. Você deve escolher os seguintes parâmetros: LLS LLS-AF O modo de emissão de dados. O produto também emite dados para um dispositivo externo em dois modos diferentes: por solicitação ou entrega de dados períodica. Ao conectar vários produtos a um único dispositivo externo, os endereços de rede devem ser atribuídos corretamente e o modo de rede deve ser ativado. Quando mais de um produto for conectado a único barramento RS-485, o dispositivo externo envia a solicitação para um dos produtos e fica no aguardo da resposta. A solicitação só poderá ser enviada pelo dispositivo externo para o próximo produto depois de receber a resposta da solicitação anterior, ou o tempo de espera acabar. A emissão periódica de dados pode ser feita somente quando um produto é conectado ao dispositivo externo. A emissão periódica de dados pode ser acionada ao se selecionar o intervalo de emissão usando o programa LLS Monitor ou via comandos de dispositivo externo. Tipo de sinal de saída: "analógico" ou "de frequência". Faixa de tensões da saída do sinal analógico (para o tipo "analógico"). Faixa de frequências de saída do sinal (para o tipo "de frequência") Resistor pull-up do sinal de saída de frequência: ligado ou desligado Filtragem : há quatro opções de filtragem: Não filtragem não é executada. Usado quando a filtragem é realizada por um dispositivo externo. Filtragem mínima : é usada quando o produto é instalado nas unidades estacionárias de armazenamento de combustível e nos equipamentos fixos (geradores diesel, equipamentos especiais). Filtragem média : é usada quando o veículo opera em condições normais de estrada (transporte publico, caminhões). Filtragem máxima : é usada quando o veículo opera nas condições pesadas (equipamento de construção, veículos Off-Road, maquinas agrícolas). "Modo de condições pesadas apresenta filtragem adicional de valores da medição, em condições de trabalho consideradas pesadas (choques ao dirigir no terreno irregular, grandes flutuações de combustível, presença de onda no tanque, etc.). 7

8 Ligado filtragem adicional das leituras do produto é executada. "Desligado"- filtragem adicional não é executada. 2.8 MANUTENÇÃO O produto não precisa de manutenção. 8

9 ANEXO A Vista geral, dimensões de instalação e pinagem de saída do medidor de nível de combustível Parte Medidora Figura 1, L - comprimento da parte medidora do medidor de nível de combustível LLS Figura 2, L - comprimento da parte medidora do medidor de nível de combustível LLS 9

10 4 furos Ø7 Tanque Figura 3 dimensões de instalação da montagem no tanque de plástico ou de metal com espessura de paredes de até 3 mm 4 furos М5 Tanque Figura 4 dimensões de instalação da montagem no tanque de metal com espessura de paredes maior que 3 mm 4 furos Ø4 Tanque Figura 5 dimensões de instalação da montagem no tanque de metal com espessura das paredes maior que 3 mm 10

11 ANEXO B PINAGEM DE SAÍDAS DA TOMADA DE CONTATOS DO PRODUTO Pinagem de saídas do LLS Nome do sinal Cor do fio RS-485 A Laranja - branco RS-485 B Azul - branco V RS-232 Tx Rosa +Ualim. Comum RS-232 Tx Cinza + U alimentação Marrom Pinagem de saídas do LLS-AF20310 de contato Nome Símbolo Cor 1A Linha A RS-485 RS-485 E 1B Saída analógica/de frequência A-F Verde 1 C Positivo de alimentação PWR Marrom 2A Linha B RS-485 RS-485 B 2B Comum do sinal analógico GND (A) Verde-branco 2C Comum de alimentação (negativo) Negativo GND Branco 11

Leitor ATG25A-CT (Cabo Preto)

Leitor ATG25A-CT (Cabo Preto) Leitor ATG25A-CT (Cabo Preto) Esse leitor é para ser usado conectado à uma controladora através das interfaces Wiegand, Abatrack, RS232 ou RS485. Ao colocar-se o tag ativo dentro do seu limite de leitura,

Leia mais

Manual de instalação LLS 20160 e LLS-AF 20310

Manual de instalação LLS 20160 e LLS-AF 20310 Manual de instalação LLS 20160 e LLS-AF 20310 Versão 208.10 0-800-888-1170, info@omnicomm-online.com Todos os direitos reservados. 2010 Omnicomm Conteúdo 1 INFORMAÇÕES GERAIS... 3 2 PRECAUÇÕES DE SEGURANÇA...

Leia mais

MVB06G Sensor de Vibração de 3 eixos, com Relés de Estado Sólido

MVB06G Sensor de Vibração de 3 eixos, com Relés de Estado Sólido MVB06G Sensor de Vibração de 3 eixos, com Relés de Estado Sólido 1) DESCRIÇÃO O MVB06G é um Sensor de Vibração desenvolvido com Tecnologia Micromachine (MEM s), apresentando alta precisão e confiabilidade.

Leia mais

ACENDENDO AS LUZES. Capitulo 2 - Aula 1 Livro: Arduino básico Tutor: Wivissom Fayvre

ACENDENDO AS LUZES. Capitulo 2 - Aula 1 Livro: Arduino básico Tutor: Wivissom Fayvre ACENDENDO AS LUZES Capitulo 2 - Aula 1 Livro: Arduino básico Tutor: Wivissom Fayvre Projeto 1 LED piscante Neste capitulo, todos os projetos utilizam luzes LED s de diversas formas. Em relação ao hardware,

Leia mais

Manual do instalador Box Input Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Input.

Manual do instalador Box Input Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Input. Pág. 1/10 Apresentação Equipamento para detecção de acionamentos e monitoração de sensores. Comunicação com outros dispositivos por rede CAN. Possui seis entradas digitais optoacopladas com indicação de

Leia mais

Anemômetro SEY A20. Anemômetro Digital Multitensão IP67. Manual De Instrução

Anemômetro SEY A20. Anemômetro Digital Multitensão IP67. Manual De Instrução Anemômetro SEY A20 Anemômetro Digital Multitensão IP67 Manual De Instrução 1. DESCRIÇÃO Anemômetro Digital Seyconel com dois níveis de alarme e sinalizador visual foi projetado para cumprir a norma brasileira

Leia mais

Manual do Leitor ATG-Basic

Manual do Leitor ATG-Basic Manual do Leitor ATG-Basic O leitor ATG-Basic foi desenvolvido para uso em controle de acesso veicular. Esse leitor é para ser usado conectado à uma controladora através das interfaces Wiegand, Abatrack,

Leia mais

- + ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO. Introdução... 2. Configuração das Entradas de RPM e Velocidade... 5 1.1 ENTRADA AUXILIAR 1/RPM

- + ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO. Introdução... 2. Configuração das Entradas de RPM e Velocidade... 5 1.1 ENTRADA AUXILIAR 1/RPM 1 ÍNDICE Introdução... 2 Configuração das Entradas de RPM e Velocidade... 5 1 INTRODUÇÃO 1.1 ENTRADA AUXILIAR 1/RPM O produto Rastrear Light possui uma entrada digital positiva para uso genérico. Essa

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO F 19

GUIA DE INSTALAÇÃO F 19 GUIA DE INSTALAÇÃO F 19 1. Instalação do equipamento (1)Cole o modelo de montagem na (2) Remova o parafuso na parte (3) Tire a placa traseira. parede, Faça os furos de acordo inferior do dispositivo com

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO FICHA TÉCNICA DO PRODUTO A barra sinalizadora Winglux-S oferece uma solução moderna de sinalização com tecnologia 100% digital. Equipada com módulos de 4 ou 8 LEDs de 1W - 45 Lumens (típico) conhecidos

Leia mais

Coletor de dados MensorNet

Coletor de dados MensorNet Coletor de dados MensorNet ML485 Edição 02/2011 Especificações Técnicas Por favor, leia integralmente estas instruções antes de ligar o equipamento. Descrição do Sistema O coletor de dados ML485 é parte

Leia mais

MANUAL REDE CABEADA UTP

MANUAL REDE CABEADA UTP MANUAL REDE CABEADA UTP volt.ind.br 1-QUADRO COMPLETO 2-DISJUNTOR 3-PROTETOR ELÉTRICO 4-FONTE PRIMÁRIA VT 800 5-BATERIAS 6-PD (PONTO DE DISTRIBUIÇÃO) volt.ind.br Pág. 1 1-QUADRO COMPLETO: Equipado por

Leia mais

Placa Acessório Modem Impacta

Placa Acessório Modem Impacta manual do usuário Placa Acessório Modem Impacta Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. A Placa Modem é um acessório que poderá ser utilizado em todas as centrais

Leia mais

Manual de Instruções. Rastreador Via Satelite para Automóveis e Caminhões

Manual de Instruções. Rastreador Via Satelite para Automóveis e Caminhões Manual de Instruções Manual de Instruções Esta embalagem contém: Módulo AT1000 1 relé de potência 1 alto falante 1 antena GPS 1 antena GSM 1 soquete p/ relé com cabo 1 conector com cabo Manual de instruções

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Sensor / Detector de Fumaça Óptico Endereçável 04 Níveis de Detecção Com Módulo Isolador - Código: AFS130IS. (Uso Conjunto às Centrais de Alarme da Série IRIS). O detector de fumaça código AFS130IS é um

Leia mais

Easy Lab. Manual do usuário Revisão 1.2 01/11/14. www.dma.ind.br. DMA Electronics 1

Easy Lab. Manual do usuário Revisão 1.2 01/11/14. www.dma.ind.br. DMA Electronics 1 Easy Lab Manual do usuário Revisão 1.2 01/11/14 www.dma.ind.br DMA Electronics 1 A DMA ELECTRONICS projeta e fabrica sistemas para aquisição e registro de dados com conexão a um computador do tipo PC.

Leia mais

REDE CABEADA CFTV MANUAL DO USUÁRIO

REDE CABEADA CFTV MANUAL DO USUÁRIO REDE CABEADA CFTV MANUAL DO USUÁRIO Sumário Página 4: Quadro completo Disjuntores Transformador isolador Protetor elétrico Fonte primária VT CFTV Funcionalidades Baterias Página 6: Ponto de distribuição

Leia mais

Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas. Unidade Remota CANopen RUW-01. Guia de Instalação, Configuração e Operação

Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas. Unidade Remota CANopen RUW-01. Guia de Instalação, Configuração e Operação Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas Unidade Remota ANopen RUW-01 Guia de Instalação, onfiguração e Operação ÍNE 1 INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA...4 2 INFORMAÇÕES GERAIS...4 3

Leia mais

Manual do instalador Box Output AC Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Output AC.

Manual do instalador Box Output AC Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Output AC. Pág. 1/10 Apresentação Equipamento para acionamento de cargas em corrente alternada 110/220V. Comunicação com outros dispositivos por rede CAN. 6 entradas digitais para acionamento local ou remoto. 6 entradas/saídas

Leia mais

Módulo de Conversão RS232/RS485

Módulo de Conversão RS232/RS485 Descrição do Produto O módulo de comunicação é um conversor bidirecional RS232/RS485 ou RS232/RS422 da Série FBs. Pode ser utilizado como interface com outros modelos de controladores ou aplicações, sendo

Leia mais

Manual do instalador Box Output DC Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Output DC.

Manual do instalador Box Output DC Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Output DC. Pág. 1/10 Apresentação Equipamento para acionamento de cargas em corrente contínua. Comunicação com outros dispositivos por rede CAN. 6 entradas digitais para acionamento local ou remoto. 6 entradas/saídas

Leia mais

INDICADOR MULTI-PONTOS TM-2100CS

INDICADOR MULTI-PONTOS TM-2100CS INDICADOR MULTI-PONTOS TM-2100CS Introdução Obrigado por ter escolhido nosso INDICADOR MULTI-PONTOS TM-2100CS. Para garantir o uso correto e eficiente do TM-2100CS, leia este manual completo e atentamente

Leia mais

- + ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO. Introdução... 2. Configuração da Função Antifurto... 4 1.1 FUNÇÃO ANTIFURTO

- + ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO. Introdução... 2. Configuração da Função Antifurto... 4 1.1 FUNÇÃO ANTIFURTO 1 ÍNDICE Introdução... 2 Configuração da Função Antifurto... 4 1 INTRODUÇÃO 1.1 FUNÇÃO ANTIFURTO O produto Rastrear Light tem uma funcionalidade que avisa caso ocorra um acesso não autorizado ao veículo

Leia mais

BOTÃO DE TOQUE POR PROXIMIDADE

BOTÃO DE TOQUE POR PROXIMIDADE BOTÃO DE TOQUE POR PROXIMIDADE MANUAL DE INSTALAÇÃO ATENÇÃO! LEIA TODAS AS INSTRUÇÕES DO MANUAL ANTES DE INSTALAR E OPERAR ESTE EQUIPAMENTO Parabéns, você adquiriu um produto com o selo Qualidade Máxima

Leia mais

Matriz seletora VGA/WXGA & Controle RS-232. 8 x 8 TRANSCORTEC STATUS OUTPUT 2

Matriz seletora VGA/WXGA & Controle RS-232. 8 x 8 TRANSCORTEC STATUS OUTPUT 2 MX-88 Matriz seletora VGA/WXGA & Controle RS-232 8 x 8 TRANSCORTEC STATUS OUTPUT 2 1 3 4 5 6 7 8 INPUT AUDIO IN AUDIO OUT 1 2 3 4 5 6 7 8 1 2 3 4 5 6 7 8 AC IN VGA/WXGA OUT 1 VGA/WXGA OUT 2 VGA/WXGA OUT

Leia mais

0932 INF 01/12. Pág. 1 de 8

0932 INF 01/12. Pág. 1 de 8 Pág. 1 de 8 LABORÓRIO Laboratóro de ensaios da TÜV RHEINLAND DO BRASIL Técnico responsável Gerente Técnico do Laboratório Laboratório...: TÜV Rheinland do Brasil Ltda. Endereço...: Rua dos Comerciários,

Leia mais

INDICADOR DE POSIÇÃO DE TAP DIGITAL - IPTE

INDICADOR DE POSIÇÃO DE TAP DIGITAL - IPTE Catálogo Técnico INDICADOR DE POSIÇÃO DE TAP DIGITAL - IPTE CATÁLOGO TÉCNICO ÍNDICE CATÁLOGO TÉCNICO... 1 INTRODUÇÃO... 2 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS... 2 DADOS TÉCNICOS... 3 ENSAIOS DE TIPO REALIZADOS...

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Temporizador Automático / Relógio Programador de Horário Para Acionamento Automático de Sirenes e Outros Equipamentos Código: AFKITPROG 2 O REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO REP O Relógio Acionador Automático

Leia mais

Fontes de Alimentação

Fontes de Alimentação Fontes de Alimentação MÓDULO DA FONTE DE ALIMENTAÇÃO AC Código de Pedido: PS-AC-R (Fonte de Alimentação 90 a 260 Vac Redundante) Descrição Esta Fonte de Alimentação Redundante trabalha independente ou

Leia mais

Unidade Remota CANopen RUW-04. Guia de Instalação, Configuração e Operação. Idioma: Português. Documento: 10002081798 / 00

Unidade Remota CANopen RUW-04. Guia de Instalação, Configuração e Operação. Idioma: Português. Documento: 10002081798 / 00 Motors Automation Energy Transmission & Distribution Coatings Unidade Remota CANopen RUW-04 Guia de Instalação, Configuração e Operação Idioma: Português Documento: 10002081798 / 00 ÍNDICE 1 INSTRUÇÕES

Leia mais

Leitor MaxProx-Lista-PC

Leitor MaxProx-Lista-PC Leitor MaxProx-Lista-PC O leitor de cartões de proximidade MaxProx-Lista-PC é destinado aos Integradores de Controle de Acesso. Ele foi especialmente projetado para controle de acesso, para ser usado Stand

Leia mais

Os termômetros de resistência podem ser isolados de altas tensões. Todavia, na prática, o espaço de instalação disponível é frequentemente pequeno

Os termômetros de resistência podem ser isolados de altas tensões. Todavia, na prática, o espaço de instalação disponível é frequentemente pequeno ProLine P 44000 Medições Precisas de Temperatura em Altas Tensões, até 6,6 kv Quando as temperaturas precisam ser medidas com termômetros de resistência Pt100 em ambientes sob altas tensões, os transmissores

Leia mais

GDE4000. Gerenciador de Energia

GDE4000. Gerenciador de Energia Gerenciador de Energia Funções avançadas de controle de demanda e fator de potência Seleção de cargas por prioridade e por potências Flexibilidade na programação de demandas sazonais Simulação de fatura

Leia mais

CONVERSOR PARA TERMOPAR TRM-270T

CONVERSOR PARA TERMOPAR TRM-270T CONVERSOR PARA TERMOPAR TRM-270T Introdução Obrigado por ter escolhido nosso CONVERSOR PARA TERMOPAR TRM-270T. Para garantir o uso correto e eficiente do TRM-270T, leia este manual completo e atentamente

Leia mais

ANUNCIADOR DE ALARME AL-2003

ANUNCIADOR DE ALARME AL-2003 AL-2003 Manual do usuário Anunciador de Alarme MAN-PT-DE-AL2003 Rev.: 1.00-12 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso AL-2003. Para garantir o uso correto e eficiente do AL-2003, leia este manual

Leia mais

Super Boia Eletronica

Super Boia Eletronica Super Boia Eletronica funcionamento, ajuste e operação Manual Técnico www.bombac.com.br Industria Brasileira Super Boia Eletronica As vantagens DURABILIDADE: A Super Boia Eletronica funciona com contatos

Leia mais

Manual do Usuário - NKPROX

Manual do Usuário - NKPROX Manual do Usuário NKPROX Manual do Usuário - NKPROX Neokoros TI - Biometric Technology Índice 1 - Apresentação e Características Gerais...3 2 - Placa BMC - Especificações...4 2.1 - Conectores (pinagem

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Acionador Manual de Alarme de Incêndio Convencional Á Prova de Tempo (IP67) Resetável Código: AFMCPEIP67. O acionador manual de alarme de incêndio AFMCPEIP67 é um equipamento que deve ser instalado na

Leia mais

Critérios Construtivos do Padrão de Entrada

Critérios Construtivos do Padrão de Entrada Notas: Critérios Construtivos do Padrão de Entrada A fiação do ramal de saída deve ser a mesma fiação do ramal de entrada. O padrão de entrada na zona rural deverá ficar no mínimo de 10 metros e no máximo

Leia mais

STOPSAT 02. Índice. Revisão 01/10/2003

STOPSAT 02. Índice. Revisão 01/10/2003 Revisão 01/10/2003 TECMORE AUTOMAÇÃO COMÉRCIO LTDA Rua Marechal Deodoro, 2709-Centro São Carlos-SP CEP 13.560-201 Tel (16) 274-3885 / Fax (16) 274-7300 www.tecmore.com.br STOPSAT 02 Índice 1 Descrição

Leia mais

Módulo Rastreador Veicular Manual de Instalação

Módulo Rastreador Veicular Manual de Instalação Módulo Rastreador Veicular Manual de Instalação Última atualização: Fevereiro de 2013 www.triforcerastro.com.br ÍNDICE 1 - Instalação 1.1 - Detalhes do Módulo...3 Descrição dos Pinos...3,4 1.2 - Instalando

Leia mais

abb Características Ficha técnica IDM 96 Multimedidor Três displays de LED

abb Características Ficha técnica IDM 96 Multimedidor Três displays de LED Ficha técnica IDM 96 Multimedidor Multimedidor para sistemas trifásicos ou monofásicos com medição de 56 variáveis elétricas. Possui medição de harmônicas até a 63ª ordem, THD para corrente e captura de

Leia mais

Versão 1.02. Manual. Neocontrol Soluções em Automação LTDA www.neoc.com.br

Versão 1.02. Manual. Neocontrol Soluções em Automação LTDA www.neoc.com.br Versão 1.02 Manual Neocontrol Soluções em Automação LTDA www.neoc.com.br Índice 1. Descrição do Equipamento... 3 2. Princípio de Funcionamento... 4 2.1 Operação... 4 2.2 Configuração de Cenas... 4 2.2.1

Leia mais

Comunicação via interface SNMP

Comunicação via interface SNMP Comunicação via interface SNMP 1 - FUNCIONAMENTO: Os No-breaks PROTEC possuem 3 interfaces de comunicação: Interface RS232, interface USB e interface SNMP. Todas elas permitem o controle e o monitoramento

Leia mais

Just do it yourself ;) Guia de instalação rápida da ITSCAM Dispositivo de Controle de Tráfego Modelos 400 a 421

Just do it yourself ;) Guia de instalação rápida da ITSCAM Dispositivo de Controle de Tráfego Modelos 400 a 421 Just do it yourself ;) Guia de instalação rápida da ITSCAM Dispositivo de Controle de Tráfego Modelos 400 a 421 Versão 4.0 Junho 2014 ITSCAM ITSLUX/SUPERLUX/GREENLUX/WHITELUX Para a instalação rápida da

Leia mais

PowerSpy Sistema de Monitoramento de Painéis de Distribuição

PowerSpy Sistema de Monitoramento de Painéis de Distribuição PowerSpy Sistema de Monitoramento de Painéis de Distribuição Uma solução completa para a medição e monitoramento de um vasto conjunto de grandezas elétricas, com indicações de valores individuais para

Leia mais

REDE CABEADA UTP MINI MANUAL DO USUÁRIO

REDE CABEADA UTP MINI MANUAL DO USUÁRIO REDE CABEADA UTP MINI MANUAL DO USUÁRIO Quadro de Distribuição Completo 1 DISJUNTOR 2 FONTE PRIMÁRIA VT200 3 BATERIAS (4) 4 PD 02 MINI 5 PD 03 MINI QUADRO COMPLETO: Equipado por, uma Fonte Primária nobreak

Leia mais

WattStation Carregador de Veículos Elétricos

WattStation Carregador de Veículos Elétricos GE Industrial Solutions WattStation Carregador de Veículos Elétricos GE imagination at work Design WattStation A segunda coisa mais interessante na sua garagem Por que não escolher um carregador com uma

Leia mais

Interface de dimmer H48

Interface de dimmer H48 A interface de dimmer H48 funciona como um ponto de comunicação entre um processador e os controles locais. Ela permite que o processador HomeWorks monitore até 48 controles locais adicionais por meio

Leia mais

Monitor de Temperatura M96

Monitor de Temperatura M96 ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura M96 foi desenvolvido para supervisionar até 8 (oito) canais de temperatura simultaneamente, ele é utilizado para proteger

Leia mais

Conversor Ethernet Serial CES-0200-XXX-XX. Manual V3.9

Conversor Ethernet Serial CES-0200-XXX-XX. Manual V3.9 Conversor Ethernet Serial CES-0200-XXX-XX Manual V3.9 Parabéns! Você acaba de adquirir o Conversor Ethernet Serial CES-0200 que orgulhosamente foi desenvolvido e produzido no Brasil. Este é um produto

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO QTA-GMG

MANUAL DE INSTALAÇÃO QTA-GMG MANUAL DE INSTALAÇÃO QTA-GMG 1º verificar o nível de água do radiador, e ligue os cabos da bateria. 2º verificar o nível do óleo do motor 3º Ligação da rede ao painel.. Dentro do painel, na parte superior

Leia mais

(Alimentação) DESLIGADO Sem energia. LIGADO Uma conexão válida foi estabelecida. Pacotes de Dados DESLIGADO Nenhuma conexão estabelecida

(Alimentação) DESLIGADO Sem energia. LIGADO Uma conexão válida foi estabelecida. Pacotes de Dados DESLIGADO Nenhuma conexão estabelecida Parabéns pela aquisição do SWITCH MYMAX 8 PORTAS. Este comutador integra as capacidades do Comutador Rápido de 100Mbps e da Rede Ethernet de 10Mbps em uma mini-embalagem altamente flexível. 1. Conteúdo

Leia mais

GREENLOAD CARGA ELETRÔNICA REGENERATIVA TRIFÁSICA

GREENLOAD CARGA ELETRÔNICA REGENERATIVA TRIFÁSICA Informações Técnicas GREENLOAD CARGA ELETRÔNICA REGENERATIVA TRIFÁSICA Informações Gerais A Carga Eletrônica Regenerativa Trifásica da Schneider permite a injeção de energia na rede elétrica proveniente

Leia mais

Instruções de Operação. Sistema de avaliação para sensores de fluxo VS3000

Instruções de Operação. Sistema de avaliação para sensores de fluxo VS3000 Instruções de Operação Sistema de avaliação para sensores de fluxo VS3000 Conteúdo Instruções de segurança... pág. 03 Função e características... pág. 04 Montagem... pág. 04 Conexão elétrica... pág. 05

Leia mais

APC SMART-UPS RT 1500VA Brazil

APC SMART-UPS RT 1500VA Brazil 1 de 5 20/09/2011 17:17 Você está aqui: Home > Produtos > SOHO/Usuários Domésticos > No-break (UPS - Uninterruptible Power Supplies) > Smart-UPS On-Line APC SMART-UPS RT 1500VA Brazil Part Number: Especificações

Leia mais

INTRODUÇÃO. Parabéns pela sua escolha.

INTRODUÇÃO. Parabéns pela sua escolha. WWW.POWERCAR.COM.BR INTRODUÇÃO Parabéns pela sua escolha. O Módulo Power Flex é um sofisticado conversor de combustível micro processado para veículos. Ele foi desenvolvido especialmente para oferecer

Leia mais

AV. Herminio Gimenez RC - RUC: 80061756-8 COR: CIUDAD DEL ESTE-PY TEL: +595 983 613802 contato@options-sa.net - www.options-sa.net

AV. Herminio Gimenez RC - RUC: 80061756-8 COR: CIUDAD DEL ESTE-PY TEL: +595 983 613802 contato@options-sa.net - www.options-sa.net COR: -Instalação rápida e fácil, fixação com resina, ondulação de 2 a 4 mm para passagem dos cabos de energia. - Pode ser instalada em piscinas ou hidromassagens onde não tenha sido previsto sistema de

Leia mais

Monitor de Temperatura MONITEMP

Monitor de Temperatura MONITEMP ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura MoniTemp foi desenvolvido para supervisionar até 3 (três) canais de temperatura simultaneamente, ele é utilizado para proteger

Leia mais

SISTEMA HOTELEIRO. Deseja-se modelar um sistema para um pequeno hotel que atenda aos seguintes. requisitos:

SISTEMA HOTELEIRO. Deseja-se modelar um sistema para um pequeno hotel que atenda aos seguintes. requisitos: GERAIS Desenha um diagrama de classes com relacionamentos, nomes de papéis e multiplicidade para as seguintes situações: - Uma pessoa pode ser casada com outra pessoa. - Uma disciplina é pré-requisito

Leia mais

Comm5 Tecnologia Manual de utilização da família MI. Manual de Utilização. Família MI

Comm5 Tecnologia Manual de utilização da família MI. Manual de Utilização. Família MI Manual de Utilização Família MI ÍNDICE 1.0 COMO LIGAR O MÓDULO... pág 03 e 04 2.0 OBJETIVO... pág 05 3.0 COMO CONFIGURAR O MÓDULO MI... pág 06, 07, 08 e 09 4.0 COMO TESTAR A REDE... pág 10 5.0 COMO CONFIGURAR

Leia mais

GDE4000. Controlador de Demanda

GDE4000. Controlador de Demanda Controlador de Demanda Funções avançadas de controle de demanda e fator de potência Seleção de cargas por prioridade e por potências Flexibilidade na programação de demandas sazonais Simulação de fatura

Leia mais

RESISTORES, TIPOS DE RESISTORES, IDENTIFICAÇÃO E PRÁTICA DE MEDIÇÃO.

RESISTORES, TIPOS DE RESISTORES, IDENTIFICAÇÃO E PRÁTICA DE MEDIÇÃO. RESISTORES, TIPOS DE RESISTORES, IDENTIFICAÇÃO E PRÁTICA DE MEDIÇÃO. O resistor normalmente é encontrado na forma cilíndrica onde temos um material cerâmico enrolado por uma camada espiral de material

Leia mais

Manual de Operação Balança Eletrônica Mod: EB 2001

Manual de Operação Balança Eletrônica Mod: EB 2001 Manual de Operação Balança Eletrônica Mod: EB 2001 1 Descrição: A balança eletrônica produzida por nossa empresa utiliza tecnologia de ponta, baixo consumo de energia e conversores analógicos/digitais

Leia mais

Megôhmetro Digital de 12kV

Megôhmetro Digital de 12kV Megôhmetro Digital de 12kV Funções: Maior flexibilidade para testar máquinas de alta tensão, se comparado aos instrumentos comuns com tensão de medição de 5/10kV. A alta corrente de curto aumenta a velocidade

Leia mais

Cabeça de Rede de Campo PROFIBUS-DP

Cabeça de Rede de Campo PROFIBUS-DP Descrição do Produto O módulo, integrante da Série Ponto, é uma cabeça escrava para redes PROFIBUS-DP do tipo modular, podendo usar todos os módulos de E/S da série. Pode ser interligada a IHMs (visores

Leia mais

SMART CONNECT X835 MANUAL DO USUÁRIO 2014 V1.1

SMART CONNECT X835 MANUAL DO USUÁRIO 2014 V1.1 SMART CONNECT X835 MANUAL DO USUÁRIO 2014 V1.1 Importantes informações de segurança estão contidas na seção de manutenção. Familiarize se com estas informações antes de instalar ou outros procedimentos.

Leia mais

Manual de Instruções. Crossover 4 Vias HD-X4W. Especificações Técnicas (Crossover 4 Vias) Nível máximo de entrada

Manual de Instruções. Crossover 4 Vias HD-X4W. Especificações Técnicas (Crossover 4 Vias) Nível máximo de entrada Especificações Técnicas (Crossover 4 Vias) Nível máximo de entrada 9V RMS Tweeter CH Crossover /octave 2K, 4K, 6K, 8K Mid CH Crossover /octave Low: 0, 0, 0Hz em Flat High:,, 1,Hz Mid Bass Crossover /octave

Leia mais

Emissor de pulsos Sirius 4. Especificações Técnicas

Emissor de pulsos Sirius 4. Especificações Técnicas Emissor de pulsos Sirius 4 Edição 10/2008 Especificações Técnicas 1. Introdução O emissor de pulsos Sirius 4 gera um sinal pulsado para leitura automática de hidrômetros que permitam acoplamento ótico

Leia mais

Módulo WCM200. Controlador WSI250 - HI Tecnologia

Módulo WCM200. Controlador WSI250 - HI Tecnologia Automação Industrial Módulo Controlador WSI250 - HI Tecnologia W i re l e s s S i g n a l I n t e r fa c e O conteúdo deste documento é parte do Manual do Usuário do controlador WSI250 da HI tecnologia

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Detector / Sensor de Fumaça Autônomo Rede AC e Bateria - Com Saída Rele NA/NF - Código: AFDFAR. O detector de Fumaça código AFDFAR é um equipamento que deve ser instalado no teto ou na parede das edificações

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA FONTE DIGITAL MODELO PS-1500

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA FONTE DIGITAL MODELO PS-1500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DA FONTE DIGITAL MODELO PS-1500 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do aparelho ÍNDICE 1. Introdução...01 2. Especificações...02 2.1. Gerais...02

Leia mais

Manual RGB Converter MVS v1.0

Manual RGB Converter MVS v1.0 Descrição A finalidade do RGB Converter é converter o sinal de vídeo de placas ARCADE do padrão JAMMA antigos (RGB + Video Sync), em especial placas NEO GEO MVS da SNK, para Vídeo Componente, possibilitando

Leia mais

IECETEC. Acionamentos elétricos AULA 15 INVERSOR DE FREQUÊNCIA (AULA PRÁTICA)

IECETEC. Acionamentos elétricos AULA 15 INVERSOR DE FREQUÊNCIA (AULA PRÁTICA) AULA 15 INVERSOR DE FREQUÊNCIA (AULA PRÁTICA) FOLHA DE ROTEIRO - 02 DISCIPLINA: INVERSOR DE FREQUÊNCIA ALUNO EXPERIMENTO AULA DE CAMPO TIPO DE ATIVIDADE AULA PRÁTICA DEMONSTRAÇÃO NOME DA ATIVIDADE INSTALAÇÃO

Leia mais

Leitor MaxProx-Lista

Leitor MaxProx-Lista Leitor MaxProx-Lista O leitor de cartões de proximidade MaxProx-Lista é destinado aos Integradores de Controle de Acesso. Ele foi especialmente projetado para controle de acesso, para ser usado Stand Alone

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Sensor / Detector de Fumaça Óptico Convencional + Módulo Endereçável Código: AFDFE. (Ideal Para Utilizar em Conjunto com a Central de Alarme de Incêndio AFSLIM). O detector de fumaça código AFDFE é um

Leia mais

Eletrônica Industria e Comércio Ltda www.amcp.com.br

Eletrônica Industria e Comércio Ltda www.amcp.com.br Ligação a Microcomputador Ver. 2.0 de 07/11/2011 O DIM4 pode ser muito mais facilmente programado através de um programa em microcomputador. Para tanto é necessário uma interface USB-TTL como a figura

Leia mais

Módulo Rastreador Veicular Manual de Instalação

Módulo Rastreador Veicular Manual de Instalação Módulo Rastreador Veicular Manual de Instalação Última atualização: Maio de 2010 www.trackmaker.com ÍNDICE 1 - Instalação 1.1 - Detalhes do Módulo... 3 Descrição dos Pinos... 3,4 1.2 - Instalando o Chip

Leia mais

FONTE NO-BREAK MANUAL TÉCNICO

FONTE NO-BREAK MANUAL TÉCNICO FONTE NO-BREAK MANUAL TÉCNICO Sat5 Telecom www.sat5.com.br Última Revisão: 25/01/2012 Manual Técnico.:. Fonte No-Break.:. Sat5 Telecom 1 1. Modelos e diferenças As fontes no-break, são fornecidas em 2

Leia mais

Capítulo 1: Eletricidade. Corrente continua: (CC ou, em inglês, DC - direct current), também chamada de

Capítulo 1: Eletricidade. Corrente continua: (CC ou, em inglês, DC - direct current), também chamada de Capítulo 1: Eletricidade É um fenômeno físico originado por cargas elétricas estáticas ou em movimento e por sua interação. Quando uma carga encontra-se em repouso, produz força sobre outras situadas em

Leia mais

CENTRO DE UNIVERSITÁRIO DE ARARAQUARA

CENTRO DE UNIVERSITÁRIO DE ARARAQUARA CENTRO DE UNIVERSITÁRIO DE ARARAQUARA Inversor de frequência Grupo: Energe Introdução FEC Uniara - 2012- Eng. Elétrica O presente trabalho abordará sobre inversor de frequência, um dispositivo capaz de

Leia mais

1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides

1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides 1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides CONTROLE DE FLUSHING AUTOMÁTICO LCF 12 Modo Periódico e Horário www.lubing.com.br (19) 3583-6929 DESCALVADO SP 1. Instalação O equipamento deve

Leia mais

2 contatos, 10 A Conexão a parafuso Montagem em trilho 35 mm (EN 60715) Montagem em trilho 35 mm (EN 60715)

2 contatos, 10 A Conexão a parafuso Montagem em trilho 35 mm (EN 60715) Montagem em trilho 35 mm (EN 60715) Série - 7-0 A SÉRIE Características.3.33.34 Relé Modular de interface, 3 e 4 contatos, largura 7 mm. Interface ideal para sistemas eletrônicos e para PLC..3 - contatos 0 A (conexão a parafuso).33-3 contatos

Leia mais

ANUNCIADOR DE ALARMES AL-2001

ANUNCIADOR DE ALARMES AL-2001 ANUNCIADOR DE ALARMES AL-2001 Série: A Manual de usuário Ref.: AL-2001 AL-2001 V1.0Rev.:A07/07 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso AL-2001. Para garantir o uso correto e eficiente do AL-2001,

Leia mais

BLOCKGAS. Sistema de Monitoração e Alarme de vazamento de gás SB330. Este módulo é parte integrante do sistema de detecção de gás SB330.

BLOCKGAS. Sistema de Monitoração e Alarme de vazamento de gás SB330. Este módulo é parte integrante do sistema de detecção de gás SB330. Este módulo é parte integrante do sistema de detecção de gás. É composto por um circuito inteligente (microcontrolado) que recebe o sinal gerado por um sensor eletrônico de gás, processa sua calibração

Leia mais

0310 INF 01/10. Pág. 1 de 8

0310 INF 01/10. Pág. 1 de 8 Pág. 1 de 8 LABORÓRIO Laboratório de ensaios da TÜV RHEINLAND DO BRASIL Técnico responsável Gerente Técnico do Laboratório Laboratório...: TÜV Rheinland do Brasil Ltda. Endereço...: Rua dos Comerciários,

Leia mais

ESTAÇÃO TRANSFERÊNCIA AUTO- MANUAL TM-2500/AM

ESTAÇÃO TRANSFERÊNCIA AUTO- MANUAL TM-2500/AM ESTAÇÃO TRANSFERÊNCIA AUTO- MANUAL TM-2500/AM Introdução Obrigado por ter escolhido nosso ESTAÇÃO TRANSFERÊNCIA AUTO-MANUAL TM- 2500/AM. Para garantir o uso correto e eficiente do TM-2500/AM, leia este

Leia mais

Fontes de Alimentação Lineares não reguladas

Fontes de Alimentação Lineares não reguladas Fontes Lineares não reguladas FAL 24Vcc / 5A FAL 24Vcc / 10A Referência FAL 24Vcc/5A C904385.2000 Referência FAL 24Vcc/10A C904404.2000 Dados nominais Tensão de Entrada (± 10%): Tensão de saída ± 5% (selecionável):

Leia mais

Incubadora MANUAL DE OPERAÇÕES

Incubadora MANUAL DE OPERAÇÕES Incubadora MANUAL DE OPERAÇÕES Introdução A incubadora Valisafe é designada para uso a 37 C (gás) ou 57 C (vapor) com a finalidade de incubação de indicadores biológicos. Os indicadores biológicos para

Leia mais

46.52 46.61. 2 reversíveis, 8 A Plug-in/terminais a solda. 2 reversíveis 8/15 250/440 2000 350 0.37. AgNi

46.52 46.61. 2 reversíveis, 8 A Plug-in/terminais a solda. 2 reversíveis 8/15 250/440 2000 350 0.37. AgNi Série - Mini relé industrial 8-16 SÉRIE Características.52.61 1 ou 2 contatos.52-2 contatos reversíveis 8.61-1 contato reversível 16 Montado diretamente em base ou via conectores Faston Bobinas em C ou

Leia mais

HYDRUS MEDIDOR ULTRASSÔNICO

HYDRUS MEDIDOR ULTRASSÔNICO HYDRUS APLICAÇÃO Medidor de água ultrassônico estático para medição e registro precisos em todas as aplicações de fornecimento de água. CARACTERÍSTICAS 4 Comunicação de dados reais, telegrama de medição

Leia mais

Processador HomeWorks QS

Processador HomeWorks QS O processador HomeWorksR QS oferece controle e comunicação para os componentes do sistema HomeWorksR QS. As ligações da Ethernet permitem realizar a comunicação com o software do HomeWorksR QS, integração

Leia mais

Boletim técnico informativo Nº 006

Boletim técnico informativo Nº 006 Boletim técnico informativo Nº 006 Estamos apresentando uma NOVA família de transformadores eletrônicos, especificamente projetados para a área de dimerização. A família compõe-se de dois tipos de transformadores

Leia mais

Estes módulos estão disponível para: DST4602, GCXXX DST4601PX

Estes módulos estão disponível para: DST4602, GCXXX DST4601PX DITHERM, DIGRIN, DIVIT são módulos eletrônicos microprocessados que permitem expandir as entradas analógicas de vários controladores SICES para grupos geradores. Mais concretamente: O módulo DITHERM permite

Leia mais

S i s t e m a s d e E n e r g i a

S i s t e m a s d e E n e r g i a S i s t e m a s d e E n e r g i a c a t á l o g o d e p r o d u t o s 2 0 1 0 A Analo oferece soluções completas, software e equipamentos para: Supervisão Telemedição Comunicação de dados Supervisão A

Leia mais

PROGRAMAÇÃO FÁCIL DO. Micro Master. Midi Master

PROGRAMAÇÃO FÁCIL DO. Micro Master. Midi Master 1 PROGRAMAÇÃO FÁCIL DO Micro Master E Midi Master Preparado por ASI 1 PS 2 1. PARAMETRIZAÇÃO BÁSICA INICIAL...3 1.1 AJUSTES INICIAIS DO APARELHO...3 1.2 AJUSTE DE TEMPOS DE ACELERAÇÃO E DESACELERAÇÃO...3

Leia mais

Comutador USB KVM Comutador USB KVM com áudio, 2 portas Comutador USB KVM com áudio, 4 portas Manual

Comutador USB KVM Comutador USB KVM com áudio, 2 portas Comutador USB KVM com áudio, 4 portas Manual Comutador USB KVM Comutador USB KVM com áudio, 2 portas Comutador USB KVM com áudio, 4 portas Manual DS-11403 (2 portas) DS-12402 (4 portas) NOTA Este equipamento foi testado e está em conformidade com

Leia mais

2.2. Antes de iniciar uma perfuração examine se não há instalações elétricas e hidráulicas embutidas ou fontes inflamáveis.

2.2. Antes de iniciar uma perfuração examine se não há instalações elétricas e hidráulicas embutidas ou fontes inflamáveis. 1. Normas de segurança: Aviso! Quando utilizar ferramentas leia atentamente as instruções de segurança. 2. Instruções de segurança: 2.1. Aterramento: Aviso! Verifique se a tomada de força à ser utilizada

Leia mais

Apresentação...3. Vantagens...3. Instalação...4. Informações Técnicas...5. Especificações Técnicas...8

Apresentação...3. Vantagens...3. Instalação...4. Informações Técnicas...5. Especificações Técnicas...8 1 ÍNDICE Apresentação...3 Vantagens...3 Instalação...4 Informações Técnicas...5 Especificações Técnicas......8 2 APRESENTAÇÃO: O SS100 é um rastreador desenvolvido com os mais rígidos padrões de qualidade

Leia mais

WATCHDOG ELITE NTC OPÇÃO DE COMUNICAÇÕES SERIAIS

WATCHDOG ELITE NTC OPÇÃO DE COMUNICAÇÕES SERIAIS WATCHDOG ELITE NTC OPÇÃO DE COMUNICAÇÕES SERIAIS O Watchdog é um equipamento complexo e realiza muitas funções. A função de comunicações é considerada uma função de baixa prioridade e por conta disso,

Leia mais