INFORMATIVO DE PRODUTO

Save this PDF as:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INFORMATIVO DE PRODUTO"

Transcrição

1 Sensor / Detector de Fumaça Óptico Convencional + Módulo Endereçável Código: AFDFE. (Ideal Para Utilizar em Conjunto com a Central de Alarme de Incêndio AFSLIM). O detector de fumaça código AFDFE é um equipamento que deve ser instalado no teto das edificações e tem como função enviar um alerta para a central de alarme de incêndio assim que detecta a presença de fumaça no ambiente, para avisar sobre a existência de possíveis situações emergenciais, como um princípio de incêndio ou um incêndio efetivo, por exemplo. Para que este detector se comunique com centrais endereçáveis, ele deve receber um módulo de entrada ou um módulo de zona, da mesma marca e modelo da central em que será conectado, conseguindo assim realizar a comunicação e endereçamento. Ao ser instalado em conjunto com alguma central de alarme de incêndio, o detector de fumaça AFDFE recebe um nome de identificação que fica gravado na central, possibilitando o operador da central de alarme de incêndio saber o local exato onde este detector está instalado e ter maior controle sobre uma situação emergencial, quando o detector entrar em alarme, pois saberá de qual local da edificação vem o alarme e, com isso, poderá tomar atitudes mais rapidamente. Quando conectado em determinados modelos de centrais de alarme de incêndio endereçáveis, é possível de visualizar a localização dos detectores de fumaça e demais equipamentos através de um software de gestão. (Opcional para as centrais de alarme de incêndio série IRIS) Quando a central de alarme de incêndio endereçável recebe o sinal de alerta proveniente do detector de fumaça, ela realiza automaticamente as ações que lhe foram programadas. Exemplo: Tocar todas as sirenes, liberar portas eletrônicas, etc, a depender do tipo de central escolhida. O detector de fumaça é composto de duas partes, a primeira é a cabeça que abriga internamente o circuito eletrônico e a câmara óptica e a segunda parte é a base que serve para fixar o detector no teto ou na parede das edificações. A cabeça do detector deve ser conectado junto a base através de movimentos de encaixe e rotação. Equipamento com 01 ano de garantia contra defeitos de fabricação. Equipamento Compatível com os módulos de endereçamento da maioria das centrais de alarme de incêndio comercializadas no Brasil. Deve ser instalado preferencialmente no teto, com altura máxima de 8 metros em relação ao solo. Cada detector cobre, no máximo, uma área circular com raio de 6,3 metros, instalados em alturas até 8 m. Cada detector deve ser instalado no teto, distante em, no mínimo, 0,15 metros da parede lateral ou de vigas. Em alguns casos pode-se instalar o detector na parede, porém, a uma distância mínima de 0,3 metros do teto.

2 Para instalações em locais onde a viga abaixo da laje por entre 0,21 m e 0,60 m, a máxima área de cobertura do detector de fumaça código AFDFE passa a ter o raio máximo de 5,15 metros. Se a altura da viga abaixo da laje for superior a 0,61 m, a máxima área de cobertura do detector de fumaça AFDFE, passa a ter o raio máximo de 4,45 metros. Para outras informações adicionais em relação à instalação dos detectores de fumaça, deve-se ler atentamente a norma NBR Nota: Em instalações menores (Abaixo de 60 pontos) geralmente é melhor utilizar o sistema convencional. Características Técnicas: Acionamento automático, através da identificação de fumaça no ambiente; Reset do equipamento somente através da central de alarme de incêndio; Detecta fumaça de qualquer tipo, até mesmo a fumaça de um cigarro, um incenso ou fuligem de escapamento de um automóvel movido a diesel ou gasolina; Alimentação: bivolt automático 12 Vcc / 24 Vcc (Mínimo de 10 Vcc e Máximo de 28 Vcc); Vem com uma saída relé NA; Possui dois LEDS que possibilitam visão 360º. Demonstram o funcionamento e alarme do detector; LED piscando = Sistema OK LED aceso = Sistema em Alarme; Dimensões: 100 mm x 50 mm; Peso: Cabeça: 0,1 kg Base: 0,05 kg; Consumo em alarme: 0,30 ma; Consumo em repouso: 0,35 μa; Fiação: Dois fios (positivo e negativo) de material não propagante de chama, com diâmetro de 2,5 mm²; Temperatura de Operação: de 0 C até +50 C; Resistência à umidade: De 0% a 93% - Sem condensação; Índice de Proteção: IP 30;

3 Material: Caixa em ABS pintado com epóxi na cor branca; Conexão ao Laço através de bornes parafusáveis; Recebe o endereço e identificação através da programação manual no próprio detector; Possui certificação da comunidade europeia e está em conformidade com a NBR 17240; Não deve ser instalado em ambientes sujeitos a exposição de fumaça, fuligens ou partículas em suspensão. (Ex: serralherias, estacionamentos, casas de cultos religiosos que utilizam charutos ou incensos, etc.). A instalação do detector de fumaça nestes locais irá causar alarmes falsos; Teste através da geração de fumaça no ambiente em que se encontra o detector ou através da utilização do produto chamado spray de testes para detector de fumaça; Possui saída para indicador remoto de estado de alarme. Instalação Escolha o lugar apropriado para fixar o detector no teto ou na parede. Desencaixe a cabeça do detector de sua base, fazendo um movimento de rotação no sentido anti-horário, conforme demonstra a imagem abaixo.

4 Remova a cabeça do detector e coloque-o em um local seguro. Pegue a base e identifique os bornes de ligação. O borne positivo está marcado como 5+ e o borne negativo está marcado como 2-. Abaixo é possível visualizar o esquema de ligação do detector de fumaça em diversos módulos endereçáveis. Instalação do Detector de fumaça em Conjunto com o Módulo MCZ Para Centrais Endereçáveis IRIS Desligue o laço da central de alarme de incêndio antes de iniciar a instalação do detector AFDFE. Conecte um fio vermelho no borne Z+ localizado no módulo MCZ e leve-o até o borne 5+ do detector de fumaça. Conecte um fio preto no borne Z- localizado no módulo MCZ e leve-o até o borne 2- do detector de fumaça. Depois de terminado esta ligação, retire o resistor de fim de linha (EOL) do módulo MCZ e conecte entre os bornes 5+ e 2- do ultimo detector instalado. Caso exista apenas um detector instalado, deve-se inserir o resistor de fim de linha entre os bornes de ligação 5+ e 2- deste único detector. Abaixo é possível visualizar o esquema de ligação. OBS1: O esquema de ligação acima é utilizado nos casos onde existem menos de 30 unidades do módulo MCZ instalados em um único laço da central IRIS.

5 OBS2: Para realizar corretamente a ligação do módulo MCZ com a Central, deve-se ler o manual do módulo MCZ e da Central IRIS ou IRISSIMPO. Descrição dos Terminais de Ligação (Da Esquerda Para a Direita) Menos de 30 Módulos MCZ + L (Entrada + do Laço da Central) Sem Isolador: É o terminal de conexão que recebe o fio positivo pertencente ao laço da central de alarme de incêndio IRIS. Este esquema de ligação somente deve ser realizado se o modelo de módulo MCZ adquirido NÃO VIER COM ISOLADOR embutido no produto. Caso o modelo adquirido venha com isolador de curto-circuito embutido, esta ligação NÃO deve ser realizada. - L (Entrada - do Laço da Central): É o terminal de conexão que recebe o fio negativo pertencente ao laço da central de alarme de incêndio IRIS. + IZ (Entrada + do Laço da Central) Com Isolador: É o terminal de conexão que recebe o fio positivo pertencente ao laço da central de alarme de incêndio IRIS. Este esquema de ligação somente deve ser realizado se o modelo de módulo MCZ adquirido VIER COM ISOLADOR embutido no produto. Caso o modelo adquirido NÃO venha com isolador de curto-circuito embutido, esta ligação NÃO deve ser realizada. + L (Saída + do Laço da Central): É o terminal de conexão que alimenta o polo positivo do módulo MCZ e, posteriormente, retorna o fio positivo ao laço pertencente à central de alarme de incêndio IRIS. (Esta ligação somente deve ser realizada se o número total de módulos MCZ instalados no laço não ultrapassar 30 unidades). Para instalações contendo acima de 30 unidades do módulo MCZ, deve-se utilizar o esquema de ligação localizado na próxima página. - L (Saída - do Laço da Central): É o terminal de conexão que alimenta o polo negativo do módulo MCZ e, posteriormente, retorna o fio negativo ao laço pertencente à central de alarme de incêndio IRIS. (Esta ligação somente deve ser realizada se o número total de módulos MCZ instalados no laço não ultrapassar 30 unidades). Para instalações contendo acima de 30 unidades do módulo MCZ, deve-se utilizar o esquema de ligação localizado na próxima página. +Z (Fiação + Saída do Laço Convencional): É o terminal de conexão que saí do módulo MCZ e alimenta o polo positivo de todos os dispositivos convencionais que nele estarão ligados. (Máximo de 20 equipamentos por módulo MCZ). Funciona como o fio positivo de um laço convencional. -Z (Fiação - do Laço Convencional): É o terminal de conexão que saí do módulo MCZ e alimenta o polo negativo de todos os dispositivos convencionais que nele estarão ligados. (Máximo de 20 equipamentos por módulo MCZ). Funciona como o fio negativo de um laço convencional. RESET: Como se fosse um interruptor para reiniciar os equipamentos ligados ao módulo MCZ. Quando algum equipamento instalado em conjunto com o módulo entra em alarme, o mesmo somente será resetado e voltará ao seu estado de vigília se for acionado este interruptor.

6 NOTA: Como o MCZ trata-se de um módulo que abre um laço convencional dentro de um laço endereçável, a central de alarme de incêndio não irá identificará os equipamentos conectados ao módulo individualmente, apenas identificará e endereçará o módulo. Descrição dos Terminais de Ligação (Da Esquerda Para a Direita) Menos de 30 Módulos MCZ + L (Entrada + do Laço da Central) Sem Isolador: É o terminal de conexão que recebe o fio positivo pertencente ao laço da central de alarme de incêndio IRIS. Este esquema de ligação somente deve ser realizado se o modelo de módulo MCZ adquirido NÃO VIER COM ISOLADOR embutido no produto. Caso o modelo adquirido venha com isolador de curto-circuito embutido, esta ligação NÃO deve ser realizada. - L (Entrada - do Laço da Central): É o terminal de conexão que recebe o fio negativo pertencente ao laço da central de alarme de incêndio IRIS. + IZ (Entrada + do Laço da Central) Com Isolador: É o terminal de conexão que recebe o fio positivo pertencente ao laço da central de alarme de incêndio IRIS. Este esquema de ligação somente deve ser realizado se o modelo de módulo MCZ adquirido VIER COM ISOLADOR embutido no produto. Caso o modelo adquirido NÃO venha com isolador de curto-circuito embutido, esta ligação NÃO deve ser realizada. + L (Saída + do Laço da Central): É o terminal de conexão que retorna o fio positivo ao laço pertencente à central de alarme de incêndio IRIS. (Esta ligação somente deve ser realizada se o número total de módulos MCZ instalados no laço ultrapassarem 30 unidades). Para instalações contendo abaixo de 30 unidades do módulo MCZ, deve-se utilizar o esquema de ligação localizado na página anterior.

7 - L (Saída - do Laço da Central): É o terminal de conexão que retorna o fio negativo ao laço pertencente à central de alarme de incêndio IRIS. (Esta ligação somente deve ser realizada se o número total de módulos MCZ instalados no laço ultrapassarem 30 unidades). +H / - (Fiação +/- da Fonte Auxiliar Nobreak 24 Volts): Como o número de módulos instalados em um só laço ultrapassa 30 unidades, é necessário uma fonte de alimentação externa para não sobrecarregar o laço da central e, com isso, apresentar falhas. Liga-se o fio positivo da fonte no-break no borne +H e ligase o fio negativo no borne -. +Z (Fiação + do Laço Convencional): É o terminal de conexão que saí do módulo MCZ e alimenta o polo positivo de todos os dispositivos convencionais que nele estarão ligados. (Máximo de 20 equipamentos por módulo MCZ). Funciona como o fio positivo de um laço convencional. -Z (Fiação - do Laço Convencional): É o terminal de conexão que saí do módulo MCZ e alimenta o polo negativo de todos os dispositivos convencionais que nele estarão ligados. (Máximo de 20 equipamentos por módulo MCZ). Funciona como o fio negativo de um laço convencional. RESET: Como se fosse um interruptor para reiniciar os equipamentos ligados ao módulo MCZ. Quando algum equipamento instalado em conjunto com o módulo entra em alarme, o mesmo somente será resetado e voltará ao seu estado de vigília se for acionado este interruptor. NOTA: Como o MCZ trata-se de um módulo que abre um laço convencional dentro de um laço endereçável, a central de alarme de incêndio não irá identificará os equipamentos conectados ao módulo individualmente, apenas identificará e endereçará o módulo. Instalação do Detector de Fumaça AFDFE em conjunto com o módulo (Central AFSLIM) Escolha o lugar apropriado para fixar o detector no teto ou na parede. Desligue o laço antes de iniciar a instalação do detector de fumaça. Desencaixe a cabeça do detector de sua base, fazendo um movimento de rotação no sentido anti-horário, conforme demonstrado no desenho da página 3. Remova a cabeça do detector, contendo coloque-o em um local seguro. Pegue a base e identifique os bornes de ligação. O borne positivo está marcado como 5+ e o borne negativo está marcado como 2-. Conecte o fio verde que sai do módulo, junto ao borne de ligação positivo do detector, sinalizado com 5+

8 O fio preto que sai do módulo deverá realizar duas ligações. A primeira delas é a ligação junto ao borne negativo do detector, sinalizado com 2-. A segunda ligação é junto ao fio preto negativo, pertencente ao laço da central AFSLIM. Por ultimo, deve-se conectar o fio vermelho do módulo junto ao fio vermelho positivo, pertencente ao laço da central AFSLIM. Pode-se visualizar o esquema de ligação abaixo. Observações: Cada módulo pode receber somente uma unidade do detector de fumaça código AFDFE. Sempre consulte o manual da central de alarme de incêndio AFSLIM antes de realizar a instalação de qualquer equipamento em conjunto com a central. IMPORTANTE: Depois de instalado o ultimo equipamento da linha de detecção, deve-se inserir um resistor de final de linha de 4K7Ω (1/4W). Cada detector de fumaça é endereçado individualmente, ou seja, cada detector terá um nome próprio configurado na Central de Alarme de Incêndio. Este endereçamento se dá através do módulo e, para configurar o endereço que cada módulo fornecerá ao detector, deve-se seguir as coordenadas abaixo. Abra o módulo, soltando o(s) parafuso(s) que estão em seu invólucro. Localize os jumpers de configuração grafados com +1, +2, +4, +8, +16, +32.

9 Para fazer o endereçamento de um ponto é usada a combinação das somas dos valores acima. Por exemplo, para configurar um dispositivo como ponto 30 é preciso selecionar os valores +2, +4, +8, +16. Esses valores somados dão 30. Para configurar um dispositivo no ponto 32 basta não colocar o jumper em nenhum receptor. Cada laço da Central de Alarme de Incêndio AFSLIM pode receber, no máximo, 32 detectores. Instalação Dois ou Mais Detectores de Fumaça AFDFE em conjunto com o módulo (Central AFSLIM) Na próxima página é possível visualizar a tabela completa de possíveis combinações de pontos. Para visualizar as possíveis configurações de nomenclatura de cada equipamento, é necessário observar o manual da central AFSLIM e o manual do módulo AF

10 Tabela de Possíveis Combinações de Endereçamento na Central AFSLIM.

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Sensor / Detector de Fumaça Óptico Endereçável BOSCH - Código: AFD7050. (Uso Conjunto à Central de Alarme de Incêndio FPD7024+D7039). O detector de fumaça código AFD7050 é um equipamento que deve ser instalado

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Sensor / Detector de Fumaça Óptico Endereçável 04 Níveis de Detecção Com Módulo Isolador - Código: AFS130IS. (Uso Conjunto às Centrais de Alarme da Série IRIS). O detector de fumaça código AFS130IS é um

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Sensor / Detector de Chama Convencional Tipo Ultravioleta Código: AFC9104. O detector de chama AFC9104 é um equipamento que deve ser instalado no teto ou na parede das edificações e tem como função enviar

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Detector / Sensor de Fumaça Autônomo Rede AC e Bateria - Com Saída Rele NA/NF - Código: AFDFAR. O detector de Fumaça código AFDFAR é um equipamento que deve ser instalado no teto ou na parede das edificações

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Acionador Manual de Alarme de Incêndio Convencional Á Prova de Tempo (IP67) Resetável Código: AFMCPEIP67. O acionador manual de alarme de incêndio AFMCPEIP67 é um equipamento que deve ser instalado na

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Sensor / Detector de Gás Natural e Derivados de Metano Com Saída Relé NA / NF Código: AFNB983N O Detector de Gás, código AFNB893N é um equipamento que deve ser instalado na parede de cozinhas, salas e

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Sensor / Detector de Gás Natural e Derivados de Metano Com Saída Relé NA / NF Código: ALM1224BR O Detector de Gás, código ALM1224BR é um equipamento que deve ser instalado na parede de cozinhas, salas

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Mini Sirene Eletrônica Audiovisual Um Toque Iluminação a LED - Para Pequenas e Médias Áreas - Código: AFMSF A sirene audiovisual de alarme código AFMSF é um equipamento que deve ser instalado no teto ou

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO CATEGORIA: SIRENES ELETROMECÂNICAS Sirene Eletromecânica Industrial Convencional Para Médias e Grandes Áreas - Código: AFRT12. A sirene de alarme código AFRT12 é um equipamento que deve ser instalado no

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Central de Alarme Particionada

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Central de Alarme Particionada MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO AP6 Central de Alarme Particionada www.compatec.com.br 2 www.compatec.com.br 3 4. Dimensões do produto... 5. Conhecendo o seu produto... 7 5.1 Conhecendo as funções da central...

Leia mais

MANUAL TÉCNICO DA CENTRAL FÊNIX-20L

MANUAL TÉCNICO DA CENTRAL FÊNIX-20L MANUAL TÉCNICO SUMÁRIO CARACTERÍSTICAS GERAIS... 3 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS... 3 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS... 3 PAINEL... 4 FUNÇÕES DO PAINEL... 4 FUNÇÕES INTERNAS PLACA DE CONTROLE... 6 FUNÇÕES INTERNAS

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Sensor / Detector de Gás Multigás (GLP / GN / Gás de Carvão / Álcool) + Módulo Endereçável Código: AFDG2-E O Detector de Gás, código AFDG2 é um equipamento que deve ser instalado na parede de cozinhas,

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Unidade Discadora Telefônica - Para Monitoramento Remoto Até 5 Números Código: AFDISC A unidade discadora telefônica para monitoramento remoto, código AFDISC é um equipamento que deve ser instalado em

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Botoeira / Acionador Manual Resetável - Acionamento Direto de Gás, Controle de Acesso em Áreas Sujeitas a Presença de Gáses, Combate e Alarme de Gás Código: AFAM5 O Acionador Manual / Botoeira Convencional

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Central de Detecção e Alarme Contra Incêndio V260 Imagem Central V260 36 Laços Manual de Instalação Leia atentamente o manual antes do manuseio do equipamento ÍNDICE 1 COMANDOS E SINALIZAÇÕES DA CENTRAL

Leia mais

Termo de Garantia. Extinção da Garantia

Termo de Garantia. Extinção da Garantia OBS IMPORTANTE: Você esta adquirindo um produto de segurança. Verifique com o Engenheiro responsável da obra, se ele atende as necessidades para o local onde será Instalado, pois todo o equipamento de

Leia mais

PORTEIROS ELETRÔNICOS RESIDÊNCIAIS - KITs

PORTEIROS ELETRÔNICOS RESIDÊNCIAIS - KITs RESIDÊNCIAIS KITs 26.0 INTRODUÇÃO AOS PORTEIROS ELETRÔNICOS RESIDÊNCIAIS KITs O porteiro eletrônico residencial é um sistema constituído por quatro componentes básicos. 3 S Figura 1 KIT NR30 Figura 2 KIT

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO TETROS MOTO V2. N de Homologação: 1702-09-2791. Versão 1.00

MANUAL DE INSTALAÇÃO TETROS MOTO V2. N de Homologação: 1702-09-2791. Versão 1.00 MANUAL DE INSTALAÇÃO TETROS MOTO V2 N de Homologação: 1702-09-2791 Versão 1.00 Manual de Instalação TETROS MOTO V2 2 Índice 1. Introdução... 3 2. Especificações técnicas... 3 3. Conhecendo o equipamento...

Leia mais

Manual Técnico e Certificado de Garantia

Manual Técnico e Certificado de Garantia Parabéns! Você acabou de adquirir um ventilador de teto com luminária, especialmente criado para trazer mais conforto e beleza aos ambientes. Com design diferenciado o Efyx Nauta é pré-montado. Siga todas

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Temporizador Automático / Relógio Programador de Horário Para Acionamento Automático de Sirenes e Outros Equipamentos Código: AFKITPROG 2 O REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO REP O Relógio Acionador Automático

Leia mais

1) Entendendo a eletricidade

1) Entendendo a eletricidade 1) Entendendo a eletricidade 1 2) Circuitos Modelix 2 3) Utilizando o Sistema Esquemático Modelix-G (Modelix-Grafix) 6 4) Fazendo montagens com os Circuitos Modelix 7 5) Exercícios para treinar 8 Objetivo:

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO RADAR DUO N de Homologação: 0723-12-2791

MANUAL DE INSTALAÇÃO RADAR DUO N de Homologação: 0723-12-2791 MANUAL DE INSTALAÇÃO RADAR DUO N de Homologação: 0723-12-2791 Versão 1.00 Manual de Instalação RADAR DUO 2 Índice 1. Introdução... 3 2. Especificações técnicas... 3 3. Conhecendo o equipamento... 4 3.1

Leia mais

Controle de Acesso Stand Alone Biofinger 22K

Controle de Acesso Stand Alone Biofinger 22K Imagem meramente ilustrativa Controle de Acesso Stand Alone Biofinger 22K 1 Sumário Apresentação... 3 1. Fixação do Equipamento... 3 2. Estrutura e Funções... 4 3. Conexões... 4 4. Conexão com outros acessórios...

Leia mais

CENTRAL DE ALARME COM FIO AW-211 CONTROLE REMOTO

CENTRAL DE ALARME COM FIO AW-211 CONTROLE REMOTO CENTRAL DE ALARME COM FIO AW2 CONTROLE REMOTO CARACTERÍSTICAS DO APARELHO Central de alarme de setor com fio; Caixa plástica com alojamento para bateria selada de 7 A/H; Carregador de bateria incorporado;

Leia mais

Central de Alarme de Oito Zonas

Central de Alarme de Oito Zonas Central de Alarme de Oito Zonas R02 ÍNDICE CARACTERÍSTICAS GERAIS:... 3 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS:... 3 CONHECENDO A CENTRAL:... 4 COMO A CENTRAL FUNCIONA:... 4 COMO APAGAR A MEMÓRIA DA CENTRAL:... 4 COMO

Leia mais

TECNOLOGIA EM SEGURANÇA SOLUÇÕES EM ELETRÔNICA

TECNOLOGIA EM SEGURANÇA SOLUÇÕES EM ELETRÔNICA TECNOLOGIA EM SEGURANÇA SOLUÇÕES EM ELETRÔNICA 2. APRESENTAÇÃO DA PLACA 3. CARACTERÍSTICAS 3.1 Central de alarme microprocessada com 3 setores; 3.2 Acompanha dois transmissores (mod. TSN); 3.3 Freqüência

Leia mais

Hamtronix CONTROLE REMOTO DTMF. CRD200 - Manual de Instalação e Operação. Software V 2.0 Hardware Revisão B

Hamtronix CONTROLE REMOTO DTMF. CRD200 - Manual de Instalação e Operação. Software V 2.0 Hardware Revisão B Hamtronix CRD200 - Manual de Instalação e Operação Software V 2.0 Hardware Revisão B INTRODUÇÃO Índice...01 Suporte On-line...01 Termo de Garantia...01 Em Caso de Problemas (RESET)...01 Descrição do Produto...02

Leia mais

M150SP MANUAL DO UTILIZADOR / INSTALADOR. v1.0 REV. 10/2015

M150SP MANUAL DO UTILIZADOR / INSTALADOR. v1.0 REV. 10/2015 M150SP MANUAL DO UTILIZADOR / INSTALADOR v1.0 REV. 10/2015 00. CONTEÚDO 01. AVISOS DE SEGURANÇA ÌNDICE 01. AVISOS DE SEGURANÇA NORMAS A SEGUIR 02. O DISPOSITIVO CARACTERISTICAS TÉCNICAS ASPETO VISUAL LEGENDA

Leia mais

Manual de utilização do módulo NSE METH 3E4RL

Manual de utilização do módulo NSE METH 3E4RL INSTALAÇÃO 1 - Baixe o arquivo Software Configurador Ethernet disponível para download em www.nse.com.br/downloads-manuais e descompacte-o em qualquer pasta de sua preferência. 2 - Conecte a fonte 12Vcc/1A

Leia mais

Compatível com o módulo AIO571 Nota: Os conectores de interface dos módulos podem ser do tipo alavanca (para os módulos novos) ou do tipo parafuso.

Compatível com o módulo AIO571 Nota: Os conectores de interface dos módulos podem ser do tipo alavanca (para os módulos novos) ou do tipo parafuso. Automação Industrial Módulos Controlador P7C - HI Tecnologia 7C 573 57 3 O conteúdo deste documento é parte do Manual do Usuário do controlador P7C da HI tecnologia (PMU10700100). A lista de verbetes consta

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Comutador de Iluminação de Provisória Para Lâmpadas HQI ou Sódio, Código AFCSC250 Equipamento destinado a ser instalado em locais que são iluminados através de lâmpadas HQI ou de Sódio, geralmente estas

Leia mais

Originalmente elaborado por Carlos Brancaglione Neto - 17/10/2003 Revisado por Igor Temmler e Diogo França (Kadett Clube PR) - 03/04/2010

Originalmente elaborado por Carlos Brancaglione Neto - 17/10/2003 Revisado por Igor Temmler e Diogo França (Kadett Clube PR) - 03/04/2010 Faça você mesmo: Instalação do Painel Digital no Kadett / Monza Originalmente elaborado por Carlos Brancaglione Neto - 17/10/2003 Revisado por Igor Temmler e Diogo França (Kadett Clube PR) - 03/04/2010

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Sensor / Detector de Gás Multigás (GLP / GN / Gás de Carvão / Álcool) Com Saída Relé NA / NF Código: AFDG2 O Detector de Gás, código AFDG2 é um equipamento que deve ser instalado na parede de cozinhas,

Leia mais

Manual de Instruções de Instalação e Garantia. Aquecedor Universal Com Acionamento Digital

Manual de Instruções de Instalação e Garantia. Aquecedor Universal Com Acionamento Digital Manual de Instruções de Instalação e Garantia Aquecedor Universal Com Acionamento Digital Parabéns! Você acabou de adquirir um produto com a qualidade AQUAPLÁS Apresentação O Aquecedor AQUAPLÁS é utilizado

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA TRENA DIGITAL MODELO TN-1070

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA TRENA DIGITAL MODELO TN-1070 MANUAL DE INSTRUÇÕES DA TRENA DIGITAL MODELO TN-1070 julho 2008 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do aparelho ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. REGRAS DE SEGURANÇA...

Leia mais

Manual de Operação ibus Teclado 32i Modelo: ibus - Teclado

Manual de Operação ibus Teclado 32i Modelo: ibus - Teclado ibus Manual de Operação ibus Teclado 32i Modelo: ibus - Teclado Este produto está homologado pela ANATEL, de acordo com os procedimentos regulamentados pela Resolução 242/2000, e atende aos requisitos

Leia mais

Conhecendo o Decoder

Conhecendo o Decoder Conhecendo o Decoder O Decoder da sua ion TV, ou receptor, também é chamado de STB, sigla em inglês para Set Top Box, que é o aparelho responsável por receber o sinal de TV, decodificá-lo e enviá-lo para

Leia mais

Building Technologies

Building Technologies Building Technologies Detecção de Incêndio Catálogo de Produtos BC80 Índice Página 1. Central de Detecção e Alarme de Incêndio Série BC8001... 4 BC8001/e Central de Detecção e Alarme de Incêndio BC8001

Leia mais

CENTRAL DE ALARME BRISA 4 PLUS

CENTRAL DE ALARME BRISA 4 PLUS CENTRAL DE ALARME BRISA 4 PLUS Parabéns, Você acaba de adquirir uma central de alarme modelo Brisa 4 Plus produzida no Brasil com a mais alta tecnologia de fabricação. 1- PAINEL FRONTAL Led REDE: Indica

Leia mais

Armadilha Eletrônica

Armadilha Eletrônica Manual de Instalação Armadilha Eletrônica Produtos Inteligentes www.sertam.com.br e-mail: sertam@sertam.com.br cód. ARM-MI rev.0 1 ANTESDECOMEÇAR Recomenda-se a leitura completa deste manual. A leitura

Leia mais

Instrução Técnica: Leitor Adicional Inner Pro

Instrução Técnica: Leitor Adicional Inner Pro Instrução Técnica: Leitor Adicional Inner Pro 1 Objetivo Este documento tem como objetivo principal trazer informações a respeito dos Leitores Adicionais do Inner Pro, quanto a: Funcionamento do Leitor

Leia mais

MD-50 Plus. Com a senha mestre são permitidas todas as funções de programação do módulo. A senha de fábrica é 5-6-7-8.

MD-50 Plus. Com a senha mestre são permitidas todas as funções de programação do módulo. A senha de fábrica é 5-6-7-8. MD-50 Plus DESCRIÇÃO DO PRODUTO Com esse equipamento você pode monitorar qualquer central de alarme convencional ou eletrificador. Ele possui 4 entradas e uma saída PGM que pode ser acionada por telefone

Leia mais

VÍDEO PORTEIRO SENSE E VIVA-VOZ SENSE. Manual de Instalação

VÍDEO PORTEIRO SENSE E VIVA-VOZ SENSE. Manual de Instalação VÍDEO PORTEIRO SENSE E VIVA-VOZ SENSE Manual de Instalação Manual de Instalación Installation Manual HDL da Amazônia Indústria Eletrônica LTDA. Av. Abiurana, 1150 - Distrito Indústrial Manaus - AM - Cep:

Leia mais

R3M. Saída da antena. Teclas de setor. Teclas de aprendizagem. Teclado do Tele Alarme (opcional) Gabinete metálico com espaço para bateria

R3M. Saída da antena. Teclas de setor. Teclas de aprendizagem. Teclado do Tele Alarme (opcional) Gabinete metálico com espaço para bateria 47 R3M CENTRAL DE ALARME 3 SETORES MICROPROCESSADA Aplicação - Usada como central de alarme residencial, comercial ou industrial. Saída da antena APRESENTAÇÃO DA CENTRAL Teclas de setor Teclas de aprendizagem

Leia mais

www.modelix.com.br Página 01

www.modelix.com.br Página 01 OBJETIVO Este guia tem como objetivo a capacitação ao uso dos componentes mais específicos e o entendimento de seus modos de funcionamento. A Modelix está disponibilizando este guia junto a uma vasta gama

Leia mais

Manual de Operação. Impressora Térmica Não fiscal ZP220 UBT 1-12

Manual de Operação. Impressora Térmica Não fiscal ZP220 UBT 1-12 Manual de Operação Impressora Térmica Não fiscal ZP220 UBT 1-12 1. INTRODUÇÃO ZP220-UBT é uma impressora térmica top de linha que trabalha em alta velocidade de impressão, baixo nível de ruído de impressão,

Leia mais

Sistema de Detecção de Vazamento de Gás

Sistema de Detecção de Vazamento de Gás Manual do Sistema Blockgas SB330 CB530 SB330 SB80 atende normas: NBR16186 de 06/2013 NBR16069 de 04/2010 NR 36 Apresentação do sistema: Composto por 3 módulos de equipamentos eletrônicos e 1 software de

Leia mais

Mini Dome CT831D/CT-832D

Mini Dome CT831D/CT-832D Mini Dome CT831D/ Manual de Referência e Instalação 1 Introdução Obrigado por adquirir nosso produto. Este documento apresenta as operações da Câmera CT- 831D e. Mantenha-se atualizado visitando nosso

Leia mais

DICAS TÉCNICAS S100/105/120/125

DICAS TÉCNICAS S100/105/120/125 Chamada de serviço: Nível de plataforma inoperante Subida/descida da lança inoperantes P22 - P22R código de rolagem na tela Ferramentas necessárias: Multímetro Chave de 7/16 2º técnico de serviço Modelo:

Leia mais

Central de alarme ANM 2004 MF / ANM 2008 MF

Central de alarme ANM 2004 MF / ANM 2008 MF Central de alarme ANM 2004 MF / ANM 2008 MF Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. A central de alarme ANM 2004/2008 MF é compacta e de fácil programação, possui

Leia mais

Eletroímã VERSÃO DO MANUAL

Eletroímã VERSÃO DO MANUAL Eletroímã VERSÃO DO MANUAL 1.4 de 19/02/2013 3045 Sumário 1. Apresentação... 3 2. Itens que Acompanham... 3 2.1. FECHBEM SUPER FS 150 e FS 200... 3 2.2. AUTOMAG F300 E F600... 4 3. Especificações Técnicas...

Leia mais

Tecnologias de Construção Produtos de segurança contra incêndio. Módulo de Entrada/Saída FDCIO181-2 Manual do Produto.

Tecnologias de Construção Produtos de segurança contra incêndio. Módulo de Entrada/Saída FDCIO181-2 Manual do Produto. Módulo de Entrada/Saída FDCIO181-2 Manual do Produto Característica Avaliação do sinal controlada por microprocessador Configuração automática de endereço sem definições do codificador ou chave DIP 2 entradas

Leia mais

ANUNCIADOR DE ALARME AL-2003

ANUNCIADOR DE ALARME AL-2003 AL-2003 Manual do usuário Anunciador de Alarme MAN-PT-DE-AL2003 Rev.: 1.00-12 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso AL-2003. Para garantir o uso correto e eficiente do AL-2003, leia este manual

Leia mais

Guia Rápido de Instalação

Guia Rápido de Instalação Biofinger 115K Guia Rápido de Instalação Apresentação O BIOFINGER 115K da CS é um controle de acesso biométrico e proximidade RFID que possui um elevado desempenho. Seu avançado algoritmo proporciona velocidade

Leia mais

ILUS. Tudo o que você sempre quis!

ILUS. Tudo o que você sempre quis! ILUS. Tudo o que você sempre quis! Interruptores e tomadas www.siemens.com.br/ilus 1 ILUS Modular Módulos interruptores Int. Simples Int. Simples com luz* Int. Paralelo Int. Paralelo com luz* Int. Bipolar

Leia mais

Manual de instalação e configuração do módulo de saídas NSR-08

Manual de instalação e configuração do módulo de saídas NSR-08 Manual de instalação e configuração do módulo de saídas NSR-08 Sumário DESCRIÇÃO GERAL...4 VANTAGENS...4 CARACTERÍSTICAS...4 LED DE STATUS DO MODULO...4 ESQUEMA DE LIGAÇÕES...5 LIGAÇÃO DO CABO DE COMUNICAÇÃO...6

Leia mais

O não cumprimento dessas instruções bem como as de todo!manual e termo de garantia acarretará a perda total da mesma.

O não cumprimento dessas instruções bem como as de todo!manual e termo de garantia acarretará a perda total da mesma. Manual do Usuário Manual do Usuário 1 A GPTRONICS desenvolve soluções em produtos eletrônicos microcontrolados. É uma empresa 100% nacional, inovadora e focada na satisfação de seus clientes. Oferece um

Leia mais

Aviso. Para evitar risco de incêndio ou choque elétrico, não exponha este PRODUTO à chuva ou à umidade.

Aviso. Para evitar risco de incêndio ou choque elétrico, não exponha este PRODUTO à chuva ou à umidade. Este símbolo destina-se a alertar o usuário quanto à presença de tensão perigosa não isolada dentro do gabinete do produto, a qual pode ser de magnitude suficiente para constituir risco de choque elétrico.

Leia mais

Aviso antes da instalação

Aviso antes da instalação Aviso antes da instalação Desligue a Câmara de Rede se vir fumo ou sentir cheiros estranhos. Não coloque a câmara de rede próximo de fontes de calor como, por exemplo, um televisor ou um forno. Mantenha

Leia mais

PROGRAMAÇÃO BÁSICA DE CLP

PROGRAMAÇÃO BÁSICA DE CLP PROGRAMAÇÃO BÁSICA DE CLP Partindo de um conhecimento de comandos elétricos e lógica de diagramas, faremos abaixo uma revisão para introdução à CLP. Como saber se devemos usar contatos abertos ou fechados

Leia mais

NORMA TÉCNICA Nº. 19/2012 SISTEMAS DE DETECÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO

NORMA TÉCNICA Nº. 19/2012 SISTEMAS DE DETECÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO NORMA TÉCNICA Nº. 19/2012 SISTEMAS DE DETECÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO NORMA TÉCNICA N. 19/2012 SISTEMAS DE DETECÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO CBMGO CBMGO - CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS SUMÁRIO

Leia mais

Menu de Programação e Operação - Amperímetro Digital - Família GC 2009 Microcontrolado.

Menu de Programação e Operação - Amperímetro Digital - Família GC 2009 Microcontrolado. Operação - Amperímetro Digital - Família GC 2009 Microcontrolado. Com dois reles independentes para controle ou alarme, contatos reversíveis tipo SPDT e Sinal de Saída para Retransmissão da Amperagem medida

Leia mais

R O B Ó T I C A. Sensor Smart. Ultrassom. Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 1.0 REVISÃO 1211.13. www.robouno.com.br

R O B Ó T I C A. Sensor Smart. Ultrassom. Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 1.0 REVISÃO 1211.13. www.robouno.com.br R O B Ó T I C A Sensor Smart Ultrassom Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 1.0 REVISÃO 1211.13 Sensor Smart Ultrassom 1. Introdução Os sensores de ultrassom ou ultrassônicos são sensores que detectam

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Central de Iluminação de Emergência 12 V(cc), 20 A, com Capacidade de 240 W. Código AFB240 A central de iluminação de emergência é alimentada pela rede elétrica predial (110 ou 220 volts) e também possui

Leia mais

DISPOSITIVO DE PARTIDA E TRANSFERÊNCIA AUTOMÁTICA PARA GERADORES DE ENERGIA ELÉTRICA MANUAL DO USUÁRIO

DISPOSITIVO DE PARTIDA E TRANSFERÊNCIA AUTOMÁTICA PARA GERADORES DE ENERGIA ELÉTRICA MANUAL DO USUÁRIO DISPOSITIVO DE PARTIDA E TRANSFERÊNCIA AUTOMÁTICA PARA GERADORES DE ENERGIA ELÉTRICA MANUAL DO USUÁRIO Por favor, leia este manual com atenção para uso do equipamento. Instruções de Operação do QTA. I.

Leia mais

Manual do Leitor ATG-Basic

Manual do Leitor ATG-Basic Manual do Leitor ATG-Basic O leitor ATG-Basic foi desenvolvido para uso em controle de acesso veicular. Esse leitor é para ser usado conectado à uma controladora através das interfaces Wiegand, Abatrack,

Leia mais

O kit da discadora MED CALL contém: 1 discadora 1 controle remoto 1 adaptador bivolt 1 antena 1 cabo para linha telefônica 1 chave de fenda

O kit da discadora MED CALL contém: 1 discadora 1 controle remoto 1 adaptador bivolt 1 antena 1 cabo para linha telefônica 1 chave de fenda Introdução A discadora MED CALL tem diversas aplicações, como emergências médicas, coação em caso de assalto, crianças sozinhas em casa, ou qualquer outra aplicação que necessite de uma discagem automática

Leia mais

* Acesso à programação protegido por senha; * Alimentação: 90 a 240Vca (Fonte chaveada).

* Acesso à programação protegido por senha; * Alimentação: 90 a 240Vca (Fonte chaveada). PROGRAMADOR HORÁRIO MANUAL DE INSTRUÇÕES MTZ622R - 90~240VCA - P504 VERSÃO.0 ABRIL/202 * Acesso à programação protegido por senha; * Alimentação: 90 a 240Vca (Fonte chaveada). 3.2 DIMENSÕES PLACA IHM:

Leia mais

Manual de Instalação. GPRS Universal

Manual de Instalação. GPRS Universal Manual de Instalação GPRS Universal INTRODUÇÃO O módulo GPRS Universal Pináculo é um conversor de comunicação que se conecta a qualquer painel de alarme monitorado que utilize o protocolo de comunicação

Leia mais

CENTRAL DE ALARME COM FIO AW-201

CENTRAL DE ALARME COM FIO AW-201 CENTRAL DE ALARME COM FIO AW201 CARACTERÍSTICAS DO APARELHO Central de alarme de 1 setor com fio; Caixa plástica com alojamento para bateria selada de 7 A/H; Carregador de bateria incorporado; Tempo de

Leia mais

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO?

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO? Índice BlueControl... 3 1 - Efetuando o logon no Windows... 4 2 - Efetuando o login no BlueControl... 5 3 - A grade de horários... 9 3.1 - Trabalhando com o calendário... 9 3.2 - Cancelando uma atividade

Leia mais

Ari Jr 23-03-2012. Diogo DATA 23-03-2012. Folheto de Instruções / User Manual 811-09-05 23-03-2012. Liberação do Arquivo. Ari Jr.

Ari Jr 23-03-2012. Diogo DATA 23-03-2012. Folheto de Instruções / User Manual 811-09-05 23-03-2012. Liberação do Arquivo. Ari Jr. N MODIFICAÇÃO POR DATA 0 Liberação do Arquivo Ari Jr 23-03-2012 1 Alteração do Controle Remoto Ari Jr 05-04-2012 2 Acrescentado informação sobre não tocar as pás durante o funcionamento. Dieli 13-07-2012

Leia mais

Painel de Mensagens TXT 010556 TXT 010764 TXT 020764. Manual do Usuário

Painel de Mensagens TXT 010556 TXT 010764 TXT 020764. Manual do Usuário Painel de Mensagens TXT 010556 TXT 010764 TXT 020764 Manual do Usuário A GPTRONICS está capacitada a fabricar produtos de excelente qualidade e oferecer todo o suporte técnico necessário, tendo como objetivo

Leia mais

Condicionador para Sensor Lambda Banda Larga (Wide Band) Manual de Instalação e Operação

Condicionador para Sensor Lambda Banda Larga (Wide Band) Manual de Instalação e Operação Condicionador para Sensor Lambda Banda Larga (Wide Band) Manual de Instalação e Operação Sumário 1. Apresentação... 4 1.1 Características... 4 2. Aviso Termo de Garantia... 5 3. Sonda Lambda de Banda Larga...

Leia mais

Manual do instalador Box Output DC Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Output DC.

Manual do instalador Box Output DC Rev. 0.01.000. Figura 01 Apresentação do Box Output DC. Pág. 1/10 Apresentação Equipamento para acionamento de cargas em corrente contínua. Comunicação com outros dispositivos por rede CAN. 6 entradas digitais para acionamento local ou remoto. 6 entradas/saídas

Leia mais

Modificação do LED POWER Logic@sat L4000

Modificação do LED POWER Logic@sat L4000 Modificação do LED POWER Logic@sat L4000 Caro amigo, proprietário de um receptor Logic@sat L4000, alguma vez você já se questionou sobre o funcionamento do LED POWER do receptor? Além de ser vermelho,

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO. COMPOSIÇÃO DO TRANSMISSOR (Figura 1) DIVISÃO DESTE MANUAL. Este manual está dividido em duas partes:

MANUAL DE OPERAÇÃO. COMPOSIÇÃO DO TRANSMISSOR (Figura 1) DIVISÃO DESTE MANUAL. Este manual está dividido em duas partes: MANUAL DE OPERAÇÃO INTRODUÇÃO: O FLASH PRESENÇA MOTO foi desenvolvido especialmente para a utilização em Motos, porque o mercado necessita de um aparelho versátil, de pequenas dimensões e completo, que

Leia mais

12.1 - Inserção de Ponto de Entrada. Autoenge Módulo Automação Página 1

12.1 - Inserção de Ponto de Entrada. Autoenge Módulo Automação Página 1 12 - Módulo Automação Residencial - Autopower Manual de utilização Módulo Automação Residencial Para maiores informações, acesse www.autoenge.com.br ou por email suporte@autoenge.com.br 12.1 - Inserção

Leia mais

Hera Indústria de Equipamentos Eletrônicos LTDA. Manual de Instalação e Operação. Discadora por Celular HERA HR2048.

Hera Indústria de Equipamentos Eletrônicos LTDA. Manual de Instalação e Operação. Discadora por Celular HERA HR2048. Discadora por Celular HERA HR2048 Manual do Usuário Índice: Paginas: 1. Introdução 03 1.1 Visão Geral 03 2. Características 04 3. Funcionamento 04, 05 e 06 3.1 Mensagens 06 e 07 4. Instalação da Discadora

Leia mais

Coletor de Dados Ponto Digital Mundi 1040 Manual de Instruções

Coletor de Dados Ponto Digital Mundi 1040 Manual de Instruções Coletor de Dados Ponto Digital Mundi 1040 Manual de Instruções www.pontodigitalnetwork.com.br Sumário 1 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MUNDI 1040...3 2 - APLICAÇÕES...5 2.1 RECOMENDAÇÕES DE INSTALAÇÃO...6 2.1.1

Leia mais

CENTRAL DE ALARME ASD-260 SINAL/VOZ

CENTRAL DE ALARME ASD-260 SINAL/VOZ CENTRAL DE ALARME ASD-60 SINAL/VOZ Parabéns, Você acaba de adquirir uma central de alarme modelo ASD-60 produzida no Brasil com a mais alta tecnologia de fabricação. - PAINEL FRONTAL Led REDE: Indica que

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO BALANÇA ROR LINHA RS

MANUAL DE OPERAÇÃO BALANÇA ROR LINHA RS MANUAL DE OPERAÇÃO BALANÇA ROR LINHA RS ÍNDICE I - INTRODUÇÃO... 02 II - RECEBENDO SUA BALAÇA ROR... 02 III - MONTAGEM DO EQUIPAMENTO... 02 IV - LIGANDO SUA BALANÇA... 03 V - RECURSOS PARA OPERAÇÃO...

Leia mais

Automatização. de Persianas

Automatização. de Persianas Automatização de Persianas Externas Índice Motores... 3 Motor para Tubo Octogonal 40 mm... 4 Motor para Tubo Octogonal 60 mm... 6 Fixação da Esteira... 8 Controles Remotos... 9 Transmissores Portáteis...

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Detector / Sensor de Fumaça Convencional Com Saída Rele NA - Código: AFDFSX. O detector de Fumaça código AFDFSX é um equipamento que deve ser instalado no teto ou na parede das edificações e tem como função

Leia mais

Central de alarme Ventura GSM

Central de alarme Ventura GSM Central de alarme Ventura GSM Manual do Usuário 1 Índice: 1 Aplicação:... 3 2 Características:... 3 3 Características de funcionamento... 3 4- Apresentação da Central... 4 4.1 Parte externa... 4 4.2 Parte

Leia mais

Aula prática Como utilizar um multímetro

Aula prática Como utilizar um multímetro Aula prática Como utilizar um multímetro Definição Como o próprio nome sugere, é um equipamento que pode ser utilizado para a realização de diversas medidas, dentre as principais temos: Tensão (alternada

Leia mais

Manual do Usuário Balança SA-110 WWW.ELGIN.COM.BR

Manual do Usuário Balança SA-110 WWW.ELGIN.COM.BR Manual do Usuário Balança SA-110 WWW.ELGIN.COM.BR Índice Capítulo 1: O Produto Acessórios que compõem o produto Função do modelo Capítulo 2: Instalação do Produto Instalação física Conexão a tomada Cabo

Leia mais

Índice. Apresentação. Características técnicas

Índice. Apresentação. Características técnicas P27055 - Rev. 1 Apresentação Índice Apresentação... 04 Características técnicas... 04 Central Electra 8K RF... 05 Instalação... 05 Fiação, isoladores e hastes... 06 Conexão do eletrificador com a cerca...

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Transdutor de Resistência Transdutor de Temperatura W151 / W152. Revisão I

MANUAL DO USUÁRIO. Transdutor de Resistência Transdutor de Temperatura W151 / W152. Revisão I MANUAL DO USUÁRIO Transdutor de Resistência Transdutor de Temperatura W151 / W152 Índice Capítulo Página Introdução 3 Termo de Garantia 3 Características Técnicas 4 Esquemas de Ligação 6 Saída Analógica

Leia mais

Este produto está garantido contra defeito de fabricação por um período de 18 (dezoito) meses, a contar da data da nota fiscal de saída do produto.

Este produto está garantido contra defeito de fabricação por um período de 18 (dezoito) meses, a contar da data da nota fiscal de saída do produto. Parabéns por ter adquirido um dos produtos da Fertron, uma empresa que tem orgulho de ser brasileira, atendendo clientes em todo o território nacional e também em diversos países. Nossa meta é oferecer

Leia mais

How To de instalação de chicotes para farol de neblina Vectra C

How To de instalação de chicotes para farol de neblina Vectra C Este How to apresenta instruções de instalação de chicotes e outros componentes do sistema de farol de neblina. Foi instalado em um Vectra Expression 2008-09. Materiais Kit completo farol de neblina, código

Leia mais

SISTEMA DE CLIMATIZAÇÃO

SISTEMA DE CLIMATIZAÇÃO AUTOMAÇÃO SEGURANÇA SOM SISTEMA DE CLIMATIZAÇÃO MANUAL DO UTILIZADOR www.only-pt.pt INTRODUÇÃO... 4 EQUIPAMENTOS... 4 CONTROLOS E INDICAÇÕES... 5 CONFIGURAÇÃO ATRAVÉS DO OTC-CLIMA... 6 1. Ajuste de data

Leia mais

Sanitizador Portátil atendimento@oxipower.com.br

Sanitizador Portátil atendimento@oxipower.com.br 1 MANUAL Sanitizador Portátil atendimento@oxipower.com.br 1 2 MANUAL DE INSTRUÇÕES SANITIZADOR PORTÁTIL Modelo Portátil versão 1.1 INTRODUÇÃO: Parabéns, você acabou de adquirir um produto de alta qualidade,

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DEMARCADOR RODOVIÁRIO

MANUAL DE INSTRUÇÕES DEMARCADOR RODOVIÁRIO MANUAL DE INSTRUÇÕES DEMARCADOR RODOVIÁRIO MDMR-3P/III 1 Equipamento Fabricado por: SENSORES INDUSTRIAIS MAKSEN LTDA Rua José Alves, 388 Mogi Guaçu - SP CNPJ 04.871.530/0001-66 I.E. 455.095.131.110 www.maksen.com.br

Leia mais

Guia do Instalador & MANUAL DO USUÁRIO. AlbaLED Cores Piscina

Guia do Instalador & MANUAL DO USUÁRIO. AlbaLED Cores Piscina Guia do Instalador & MANUAL DO USUÁRIO AlbaLED Cores Piscina Copyright G2N Automação Indústria e Comércio Ltda. 2009. AlbaLED Cores Piscina Este Guia do Instalador e Manual do Usuário foi publicado pela

Leia mais

CENTRAL GERENCIADORA DE BOLICHE PS 2009

CENTRAL GERENCIADORA DE BOLICHE PS 2009 CENTRAL GERENCIADORA DE BOLICHE PS 2009 MANUAL DE INSTRUÇÕES VERSÃO 1.10 Prezado Cliente, Preparamos este manual para que você possa conhecer cada detalhe deste produto, e assim utilizá-lo de maneira correta

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO MANUAL DE FUNCIONAMENTO

MANUAL DE INSTALAÇÃO MANUAL DE FUNCIONAMENTO PROVISÓRIO SPAL APS 2 MANUAL DE INSTALAÇÃO MANUAL DE FUNCIONAMENTO A marca SPAL é uma marca depositada. 2005. É proibida a reprodução. DESCRIÇÃO Módulo electrónico com as seguintes funções: Activar a central

Leia mais

Sistema de Alimentação para lâmpadas UV.

Sistema de Alimentação para lâmpadas UV. Página 1 de 8 Sistema de Alimentação para lâmpadas UV. Linha: UV-TRON - Alimentação bifásica - Alto fator de potência Revisão: 2 Página 2 de 8 Características Gerais: O sistema Rasatronic UV-TRON é um

Leia mais